A IMPORTÂNCIA DOS PRINCIPIOS DA AUDITORIA.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A IMPORTÂNCIA DOS PRINCIPIOS DA AUDITORIA."

Transcrição

1 A IMPORTÂNCIA DOS PRINCIPIOS DA AUDITORIA. Dorothey Alves Ferreira 1 Soraia Antonelli 2 Luzia Proença dos Santos 3 Prof. Laerte Zotte Júnior 4 Prof. Aroldo Luiz dos Santos 5 RESUMO Murilo Kerche de Oliveira 6 Este trabalho tem por objetivo explicar os Princípios da Auditoria, de uma forma simples e objetiva, fazendo com que entendamos a importância e o porquê de existir estes princípios.as organizações buscam a excelência e para melhor atender as suas necessidades, há o auditor que é um profissional que mais entende deste assunto quando se trata de excelência em uma determinada organização, ao contrario que muitos pensam, a auditoria serve como base para uma organização se manter num mercado, pois seu principal objetivo é demonstrar através de pareceres o que deve ser melhorado e o que deve ser corrigido. ABSTRACT This paper aims to explain the principles of auditing, in a simple and objective, so we understand the importance and because there princípios.as these organizations pursue excellence and to better meet their needs, there is one that the auditor professional who understands this issue more when it comes to 1 aluna 2 Aluna Ciências Contábeis CNEC 3 Aluna Ciências Contábeis CNEC 4 Mestre em Administração pela Unisal de Americana SP. Professor Universitário CNEC 5 Mestre em Administração pela Universidade de Guarulhos SP. Professor Universitário CNEC 6 Murilo Kerche de Oliveira é mestrando em Direito na UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba/SP), especialista em Direito Tributário pelo IEPG (Instituto Êxito de Pós-Graduação) e em Direito Empresarial pelo INPG (Instituto Nacional de Pós-Graduação), professor universitário da FACECAP (Faculdade Cenecista de Capivari) e advogado inscrito na OAB/SP

2 excellence in a particular organization, unlike what many think, the audit serves as the basis for an organization to maintain a market, because its main goal is to demonstrate through opinions what should be improved and that must be corrected. INTRODUÇÃO Este trabalho tem por objetivo mostrar a importância da auditoria contábil, esclarecendo dúvidas com relação a esta área tão importante e indispensável para as organizações. De acordo com Crepaldi (2002) Auditoria compreende o exame de documentos, livros e registros, inspeções e obtenção de informações e confirmação, internas e externas, relacionados com o controle do patrimônio, objetivando mensurar a exatidão desses registros e das demonstrações contábeis deles decorrentes. O auditor independente executa os seguintes passos: - Levanta o sistema de controle interno; - Verifica se o sistema levantado é o que está sendo seguido na prática; - Avalia a possibilidade de o sistema revelar de imediatos erros e irregularidades; - Determina o tipo, data e volume dos procedimentos de auditoria. Os objetivos da Auditoria compreendem em certificar a veracidade das demonstrações financeiras preparadas pelas companhias auditadas. Desta forma a Auditoria é o conjunto de todos os elementos de controle do patrimônio administrativo, os quais compreendem registros Contábeis, papéis, documentos, fichas, arquivos e anotações que comprovem a legitimidade. De acordo com Crepaldi (2007), Com o crescimento da função de auditoria, faz-se também necessário um desenvolvimento prospectivo e mais estrito da norma que regula sua aplicação com a finalidade de permitir garantia aos usuários de uma conformidade com todas as sua características,

3 Para Attie (2000): desde o ponto de vista das ciências das comunicações; ou seja, uma informação clara, acessível, confiável, conteúdo, com conteúdo, formato e que adquira valor quando se faça uso dela, devendo ser organizada para poder ser ajustada às necessidades daqueles que a utilizam. O auditor deve ser absolutamente independente e imparcial na interpretação de tudo que lhe for apresentado, atestando a cada dado um pronunciamento conclusivo. Através deste estudo será possível entender porque a Auditoria é tão importante e porque existem os princípios, veremos que é uma ferramenta essencial pra a qualidade das informações obtidas pela empresa. DEFINIÇÃO DE AUDITORIA Uma auditoria é uma revisão das demonstrações financeiras, sistema financeiro, registros, transações e operações de uma entidade ou de um projeto, efetuada por contadores, com a finalidade de assegurar a fidelidade dos registros e proporcionar credibilidade às demonstrações financeiras e outros relatórios da administração. Segundo Johnson ( 2002, p.31), Auditoria é um processo sistemático de obtenção e avaliação objetivas de evidencia sobre afirmações a respeito de ações e eventos econômicos, para aquilatação do grau de correspondência entre afirmações entre as afirmações e critérios estabelecidos, e de comunicação dos resultados e usuários e interessados. Segundo Johnson (2002) existem vários tipos de auditoria, tais como:

4 Auditorias de Demonstrações Contábeis: envolve tanto obtenção como avaliação de evidencias á respeito das demonstrações contábeis de uma entidade. Auditoria de Compliance: envolve obtenção e avaliação de evidencias para determinar se certas atividades financeiras ou operacionais de uma entidade obedecem as condições, regras ou regulamentos a ela aplicados. Auditoria Operacional: envolve obtenção e avaliação de evidencias a respeito de eficiência e eficácia das atividades operacionais de uma entidade. As empresas tem problemas com auditoria, pois, acham que a auditoria vem somente para apontar erros, mas na verdade um auditor segue princípios importantes, em busca de mostrar as empresas onde erraram e tentar ensinar a maneira correta de se trabalhar. Em busca de melhorar o desempenho das empresas um auditor tem como papel principal apontar erros e possíveis formas de corrigi-los, tanto como erros que acorrem no dia a dia como erros que foram acontecendo no desenvolvimento da organização. Para Crepaldi (2007, p. 03) Auditoria Contábil, pode se definir como o levantamento, estudo e avaliação das transações, procedimentos, operações, rotinas e das demonstrações financeiras de uma entidade. PRINCIPIOS DA AUDITORIA No principio a auditoria limitou-se somente as verificações dos registros e informações contábeis, visando observar se eles eram exatos. Segundo Sá (2002), a forma primária, portanto, confrontava a escrita com as provas do fato e as correspondentes relações de registro. Segundo BOYNTON, 2002, os princípios contábeis são: Conduta ética

5 É o fundamento do profissionalismo, alguns atributos caracterizam este princípio: Confiança, integridade, confidencialidade e discrição. A ética de uma profissão depende dos deveres ou da deontologia é a ciência que trata do que é devido, necessário conveniente ou obrigatório em certas circunstancias, ou seja ética é que cada profissional aplique aos casos reais que venham-se apresentar no âmbito social ou pessoal. A base do comportamento profissional é formada pelas declarações universais adaptadas a cada país ou região. Apresentação justa É a obrigação de relatar fatos e expor conclusões com veracidade, exatidão e precisão. Conformidades devem ser expostas com a máxima precisão e exatidão, bem como de forma objetiva e completa. Este documento pode ser reproduzido e distribuído desde que seja feita menção ao seu autor. Devido cuidado profissional É a aplicação de diligência e capacidade de julgamento na auditoria. Diligência significa zêlo, aplicação, presteza, perseverança... a busca tenaz das informações pertinentes à auditoria. Para um julgamento correto é preciso que os auditores conheçam as regras ou requisitos do sistema de gestão da qualidade e dos processos auditados e quem saibam avaliar de modo competente. Dentro dos cuidados profissionais esperados incluem-se a: - Apresentação pessoal condizente com o papel de um auditor; - Linguagem verbal e corporal adequada a cada situação; - Conduta compatível com o esperado de um profissional respeitado; - Incorporação dos atributos desejáveis para um auditor competente. Independência Este princípio destaca-se por estar inserido na definição de auditoria, sendo a base para a imparcialidade na condução de uma auditoria e para a objetividade das conclusões de um auditor.

6 interesse. Os auditores têm que ser e se sentir livres de tendência e conflito de Abordagem baseada em evidência Uma evidência da auditoria pode estar sob a forma de registro, apresentação de um fato ou outra forma qualquer de informação, pertinentes aos critérios de auditoria. Para a geração de uma evidência da auditoria é preciso que sejam analisados, pelos auditores, as evidências objetivas pertinentes (dados que apoiam a existência ou veracidade de alguma coisa, podendo serem obtidas através de observações, medições, ensaios ou outros meios). O resultado da avaliação de uma evidência da auditoria coletada, comparada com os critérios da auditoria, é denominado de constatação da auditoria. Segundo Almeida (1996): Com a expansão do mercado e o acirramento da concorrência, houve a necessidade de a empresa ampliar suas instalações fabris e administrativas, investir no desenvolvimento tecnológico e aprimorar os controles e procedimentos internos em geral, principalmente visando à redução de custos e, portanto, tornando mais competitivos seus produtos no mercado. Para Crepaldi 2007, O desenvolvimento da profissão do contador na atividade de auditoria foi estruturado, fundamentalmente, na necessidade que tinham os usuários da informação contábil de contar com uma opinião independente e objetiva que agregasse credibilidade e confiabilidade às manifestações que a gerência faz, por meio das demonstrações contábeis, sobre a situação econômica e financeira da entidade. CONSIDERAÇÕES FINAIS

7 A cada ano aumenta a competitividade de mercados e empresas, exigindo assim que as empresas tenham excelentes controles internos, sendo assim quanto melhores e mais precisos forem seus controles, melhores serão as informações para a tomada de decisão. Os controles internos são uma ótima ferramenta de acompanhar os resultados da empresa, permitindo ao gestor uma analise clara sobre a situação de sua empresa. Auditoria é em um exame sistemático das atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor, que tem o objetivo de averiguar se elas estão de acordo com as disposições planejadas e/ou estabelecidas previamente, se foram implementadas com eficácia e se estão adequadas. Auditoria Contábil tem extrema importância para todas as organizações. O principal objetivo da auditoria contábil é emitir um parecer onde mostrará a realidade das demonstrações financeiras de acordo com os princípios contábeis e normas de auditoria. Baseando-se em aspectos que já ocorreram, a auditoria contábil busca encontrar conformidade e não causas de ineficiência operacional. As empresas não precisam se preocupar com um auditor, apesar de muitos temerem, a auditoria ajuda a empresa a se encontrar, a resolver seus problemas e a melhor forma de fazê-lo é com a ajuda de um profissional especializado nesta área, que siga os princípios, assim podendo a organização ficar tranquila quanto as informações passadas. O auditor faz seu papel para as organizações melhor se organizar. Os princípios contábeis existem para que as organizações não se preocupem com as informações fornecidas a um auditor, pois em seus princípios a Ética é um dos princípios que mais vale, pois todo profissional deve ser ético e justo, através de relatórios os auditores dão seus pareceres e ajudam as organizações a corrigirem suas falhas e ser assim uma organização com excelência garantida.

8 REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS Boynton,Willian C.: AUDITORIA, São Paulo: Atlas, 2002 ATTIE. William. Auditoria: Conceitos e Aplicações. 3º ed. São Paulo: Atlas, Crepaldi, Silvio : Auditoria Contábil: São Paulo: Atlas, 2007 Crepaldi,Silvio, Auditoria Contábil: teoria e prática. 2. ed. São Paulo. Atlas Crepaldi,Silvio, Contabilidade Gerencial: teoria e prática. 2. ed. São Paulo. Atlas 2000 SÁ. Antonio Lopes de. Curso de Auditoria. 10º ed. São Paulo: Atlas, ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: Um curso moderno e completo. São Paulo: Atlas,

AUDITORIA GOVERNAMENTAL

AUDITORIA GOVERNAMENTAL AUDITORIA GOVERNAMENTAL 416 Dayane Cristina da Silva, Irene Caires da Silva Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, Curso de MBA Auditoria e Perícia Contábil, Presidente Prudente, SP. E- mail: irene@unoeste.br

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL.

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL. 1 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL. BELO HORIZONTE 2011 2 1 INTRODUÇÃO Com o grande crescimento da economia no Brasil, a contabilidade

Leia mais

AUDITORIA EXTERNA: ESTUDO SOBRE O PAPEL DO AUDITOR E AS NORMAS REGULAMENTADORAS DA PROFISSÃO

AUDITORIA EXTERNA: ESTUDO SOBRE O PAPEL DO AUDITOR E AS NORMAS REGULAMENTADORAS DA PROFISSÃO 1 AUDITORIA ETERNA: ESTUDO SOBRE O PAPEL DO AUDITOR E AS NORMAS REGULAMENTADORAS DA PROFISSÃO Anilton ROCHA SILVA, Carina VIAL DE CANUTO, Carolina CLIVIAN PEREIRA AVIER, Débora LORAINE CARVALHO DE OLIVEIRA,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE Ricardo Marquiore 1 Carolina Moreira Fernandes 2 RESUMO: A pesquisa

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA RESUMO

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA RESUMO 1 AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA Ezequiel Benjamin Dionisio 1 Marina Machado das Dores 2. RESUMO DIONISIO, Ezequiel Benjamin e DAS DORES, Marina Machado.

Leia mais

Planejamento dos Trabalhos de Auditoria

Planejamento dos Trabalhos de Auditoria Universidade de Brasília Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais Disciplina: Auditoria 1 Prof: Wolney Resende de Oliveira Turma B. Planejamento dos Trabalhos de Auditoria Ana Carolina Araujo Catarina

Leia mais

AUDITORIA EM MEIO MAGNÉTICO

AUDITORIA EM MEIO MAGNÉTICO 1 AUDITORIA EM MEIO MAGNÉTICO VAZ, J.B. 1 RESUMO O avanço tecnológico ocorrido no campo da informática surte efeito nos trabalhos de auditoria contábil. Principalmente por ocorrer um aumento no volume

Leia mais

FACULDADE UNA DE CONTAGEM. Curso Superior em Ciências Contábeis 1º ciclo, módulo A. Equipe AUDICONT:

FACULDADE UNA DE CONTAGEM. Curso Superior em Ciências Contábeis 1º ciclo, módulo A. Equipe AUDICONT: FACULDADE UNA DE CONTAGEM Curso Superior em Ciências Contábeis 1º ciclo, módulo A Equipe AUDICONT: Aline Cristiele Miranda Breno Ronald Bonifácio Silva Lilian Cristina da Piedade Lorena Silva de Paula

Leia mais

Ao contratar um profissional de auditoria interna capacitado, com competência legal, este tem como missão, desencadear o que esta impedindo a empresa

Ao contratar um profissional de auditoria interna capacitado, com competência legal, este tem como missão, desencadear o que esta impedindo a empresa 12 1. INTRODUÇÃO Com o processo de avanço da globalização passou a existir uma grande preocupação com o controle interno dentro das organizações, afim de previnir erros e reduzir fraudes. No que diz respeito

Leia mais

AULA EXTRA: Resumo de Auditoria para ISS-Cuiabá.

AULA EXTRA: Resumo de Auditoria para ISS-Cuiabá. AULA EXTRA: Resumo de Auditoria para ISS-Cuiabá. Olá pessoal! Segue resumo de Auditoria para a prova de ISS-Cuiabá, que será aplicada amanhã (27/03). Abraços e boa prova a todos. 1. Auditar é testar a

Leia mais

O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA COMO REDUTOR DE RISCOS PARA AUDITORIA EXTERNA. Helio Denni Viana Lago Filho 1

O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA COMO REDUTOR DE RISCOS PARA AUDITORIA EXTERNA. Helio Denni Viana Lago Filho 1 O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA COMO REDUTOR DE RISCOS PARA AUDITORIA EXTERNA Helio Denni Viana Lago Filho 1 1 INTRODUÇÃO A auditoria constitui um dos instrumentos mais eficientes no aprimoramento do sistema

Leia mais

Avaliação do controle interno na gestão das empresas de materiais de construção civil no município de presidente médici, ro

Avaliação do controle interno na gestão das empresas de materiais de construção civil no município de presidente médici, ro 5 Avaliação do controle interno na gestão das empresas de materiais de construção civil no município de presidente médici, ro João Carlos da Silva Pereira 1 RESUMO: Gestão é a atividade de conduzir uma

Leia mais

A importância da implantação do controle interno nas organizações Empresariais

A importância da implantação do controle interno nas organizações Empresariais A importância da implantação do controle interno nas organizações Empresariais Silvana Duarte dos Santos 1 Resumo No século XXI, a intensificação do processo de globalização da economia, teve como conseqüência

Leia mais

AUDITORIA CONTÁBIL. Os problemas de Controle Interno encontram-se em todas as áreas das empresas modernas.

AUDITORIA CONTÁBIL. Os problemas de Controle Interno encontram-se em todas as áreas das empresas modernas. Controle Interno Os problemas de Controle Interno encontram-se em todas as áreas das empresas modernas. Exemplo: vendas, fabricação, compras. Quando exercido adequadamente sobre uma das funções acima,

Leia mais

1ª PARTE LEIS E DECRETOS 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO

1ª PARTE LEIS E DECRETOS 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO 1ª PARTE LEIS E DECRETOS Sem alteração. 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO PORTARIA Nº 813, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012. Aprova as Normas para a Realização das Atividades de Auditoria e

Leia mais

2013.02 AUDITORIA INTERNA. Prof. Esp. Ailton Nóbrega. www.profailtonnobrega@gmail.com. www.profailtonnobrega.blogspot.com.br

2013.02 AUDITORIA INTERNA. Prof. Esp. Ailton Nóbrega. www.profailtonnobrega@gmail.com. www.profailtonnobrega.blogspot.com.br 2013.02 AUDITORIA INTERNA Prof. Esp. Ailton Nóbrega www.profailtonnobrega@gmail.com www.profailtonnobrega.blogspot.com.br 01. APRESENTAÇÃO Buscando complementar as informações trabalhadas em sala de aula

Leia mais

Aula Nº 12 Auditoria Externa

Aula Nº 12 Auditoria Externa Aula Nº 12 Auditoria Externa Objetivos da aula: Apresentar a atividade de auditoria externa (independente) como meio para aferir a eficiência dos controles e como ferramenta administrativa para validação

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA INTERNA. 1 Objetivo Este Procedimento tem como objetivo descrever a rotina aplicável aos procedimentos de auditoria interna

PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA INTERNA. 1 Objetivo Este Procedimento tem como objetivo descrever a rotina aplicável aos procedimentos de auditoria interna 025 1/8 Sumário 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Documentos complementares 4 Definições 5 Procedimento 6. Formulários 7. Anexo A 1 Objetivo Este Procedimento tem como objetivo descrever a rotina aplicável aos

Leia mais

Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial. UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu

Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial. UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu O Cenário - Pesquisa do SEBRAE - Pesquisas das grandes CONSULTORIAS nos USA e em diversos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NA GESTÃO DOS RECURSOS FINANCEIROS: UM ESTUDO DE CASO EM UMA REDE DE CONCESSIONÁRIAS DE VEÍCULOS

A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NA GESTÃO DOS RECURSOS FINANCEIROS: UM ESTUDO DE CASO EM UMA REDE DE CONCESSIONÁRIAS DE VEÍCULOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ERLON RODRIGO DA SILVA A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NA GESTÃO DOS RECURSOS FINANCEIROS: UM ESTUDO

Leia mais

FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH. Ciências Contábeis

FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH. Ciências Contábeis FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH Ciências Contábeis Adrielle Rochido dos Santos ¹ Amanda Luz Mourão ² Ana Paula Romano da Silva³ Shayane Camila dos Santos 4 Vanessa Batista Loffi Marques 5 Weslley Batista

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE RESUMO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE RESUMO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE Curso de Ciências Contábeis A AUDITORIA INTERNA NOS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE Marianna David Martins 1 Cleber Batista de Sousa 2 RESUMO Este artigo irá discorrer

Leia mais

Implantação do sistema de gestão da qualidade ISO 9001:2000 em uma empresa prestadora de serviço

Implantação do sistema de gestão da qualidade ISO 9001:2000 em uma empresa prestadora de serviço Implantação do sistema de gestão da qualidade ISO 9001:2000 em uma empresa prestadora de serviço Adriana Ferreira de Faria (Uniminas) affaria@uniminas.br Adriano Soares Correia (Uniminas) adriano@ep.uniminas.br

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA - MI NORMA DE AUDITORIA (NOR-902)

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA - MI NORMA DE AUDITORIA (NOR-902) COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA Vinculada ao Ministério da Integração Nacional - MI NORMA DE AUDITORIA (NOR-902) FOR-101/01 NORMAS ESPECIAIS CÓDIGO: 900 FOLHA Nº:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DO AUDITOR DE SISTEMA DE GESTÃO THE IMPORTANCE OF THE PERSONAL`S SKILLS OF THE MANAGEMENT SYSTEM AUDITOR

A IMPORTÂNCIA DAS CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DO AUDITOR DE SISTEMA DE GESTÃO THE IMPORTANCE OF THE PERSONAL`S SKILLS OF THE MANAGEMENT SYSTEM AUDITOR A IMPORTÂNCIA DAS CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DO AUDITOR DE SISTEMA DE GESTÃO THE IMPORTANCE OF THE PERSONAL`S SKILLS OF THE MANAGEMENT SYSTEM AUDITOR Aldoney Freire Costa Pesquisador-Tecnologista Instituto

Leia mais

Professor conteudista: Derneval Gondim Freire. Revisores: Divane Alves da Silva e Luciano Evangelista Pereira

Professor conteudista: Derneval Gondim Freire. Revisores: Divane Alves da Silva e Luciano Evangelista Pereira Auditoria Professor conteudista: Derneval Gondim Freire Revisores: Divane Alves da Silva e Luciano Evangelista Pereira Sumário Auditoria Unidade I 1 CONTABILIDADE...1 1.1 Objetivo da auditoria...3 1.2

Leia mais

O IMPACTO DA LEI 11.638 NA AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINACEIRAS

O IMPACTO DA LEI 11.638 NA AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINACEIRAS O IMPACTO DA LEI 11.638 NA AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINACEIRAS Fernanda de Fátima Teixeira Arantes, 1 José César de Faria 2 1 Universidade do Vale do Paraíba/Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC T 12 para NBC TI 01.

A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC T 12 para NBC TI 01. A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC T 12 para NBC TI 01. RESOLUÇÃO CFC Nº 986/03 Aprova a NBC TI 01 Da Auditoria Interna. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE,

Leia mais

A Importância da Informática na Contabilidade

A Importância da Informática na Contabilidade A Importância da Informática na Contabilidade Douglas Pedro Simas Herbert Esdras Alves Wesslyne K. Ribeiro Geraldes Cabral Unirondon Centro Universitário Cuiabá MT Brasil douglas_simas@hotmail.com h.cic@hotmail.com

Leia mais

AUDITORIA INTERNA DA ATLAS

AUDITORIA INTERNA DA ATLAS AUDITORIA INTERNA DA ATLAS A auditoria interna serve à administração como meio de identificação de que todos os processos internos e políticas definido pela ATLAS, assim como sistemas contábeis e de controle

Leia mais

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 276:2011) - OTS NORMA Nº NIT-DICOR-011 APROVADA EM MAR/2013 Nº 01/46 SUMÁRIO

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A. I. PROPÓSITO, ABRAGÊNCIA E ESCOPO A presente Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da QGEP tem como propósito

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA A EMPRESA BETA

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA A EMPRESA BETA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA A EMPRESA BETA RESUMO: Apresentar a responsabilidade social relacionada ao planejamento estratégico de uma organização do ramo varejista de móveis e eletros da cidade de Guarapuava,

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA DE BANCO DE DADOS

PLANO DE CONTINGÊNCIA DE BANCO DE DADOS PLANO DE CONTINGÊNCIA DE BANCO DE DADOS Pedro Henrique Jussani 1, Luiz Fernando Braga Lopes 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil pedrohenriquejussani@hotmail.com, lfbraga@unipar.br

Leia mais

QUESTÃO DE REVISÃO. a) controle. b) detecção. c) distorção inerente. d) relevante

QUESTÃO DE REVISÃO. a) controle. b) detecção. c) distorção inerente. d) relevante TURMA 6º CCN CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS AUDITORIA CONTÁBIL PROF.º: AILTON NÓBREGA QUESTÃO DE REVISÃO 01. O planejamento adequado, a designação apropriada de pessoal

Leia mais

Especialidade em Ativos Calibração Conformidade Metrológica

Especialidade em Ativos Calibração Conformidade Metrológica Especialidade em Ativos Calibração Conformidade Metrológica Metrologia é a Ciência da Medida Uma reputação de qualidade é um dos bens de mais alto valor de uma empresa. A grande importância de uma alta

Leia mais

RESUMO FUNÇÃO DO COMPLIANCE

RESUMO FUNÇÃO DO COMPLIANCE RESUMO FUNÇÃO DO COMPLIANCE O foco da Cartilha Função de Compliance é integrar as atividades de compliance com as boas práticas de governança corporativa e de Gestão de Riscos, os quais os bancos têm buscado

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria Aline Fernanda de Oliveira Castro Michelle de Lourdes Santos A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE

Leia mais

O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE

O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE RESUMO: Esse trabalho objetiva analisar os problemas resultantes da rotatividade das Organizações como forma de responsabilidade social corporativa.

Leia mais

AUDITORIA INTERNA E SUA IMPORTÂNCIA PARA AS ORGANIZAÇÕES

AUDITORIA INTERNA E SUA IMPORTÂNCIA PARA AS ORGANIZAÇÕES 1 AUDITORIA INTERNA E SUA IMPORTÂNCIA PARA AS ORGANIZAÇÕES Alessandra Cristina Rubio¹ Josiane Marcacini Silva² RESUMO Thiago Silva Guimarães³ A auditoria interna é de suma importância para as organizações,

Leia mais

Código de Ética e de Conduta Empresarial

Código de Ética e de Conduta Empresarial O da Irmãos Parasmo S/A leva em consideração os elementos essenciais existentes nas suas relações com os seus diferentes públicos acionistas, clientes, colaboradores, fornecedores, prestadores de serviços,

Leia mais

???? OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA

???? OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA Aula 1- Auditoria Professor : Marco Fernandes Dalponte www.dalmaf.com.br Marco.fernandes@dalmaf.com.br OBJETIVOS DESTA AULA Apresentar o plano da disciplina Conhecer os principais conceitos relativos à

Leia mais

AUDITORIA OPERACIONAL Aula 02

AUDITORIA OPERACIONAL Aula 02 AUDITORIA OPERACIONAL Aula 02 Professor Marco Fernandes Há coisas que não sabemos, e elas pertecem ao SENHOR, nosso DEUS; mas o que ele revelou, isto é, a sua Lei, é para nós e para os nossos descendentes,

Leia mais

PROCEDIMENTO GERAL PARA ROTULAGEM AMBIENTAL FALCÃO BAUER ECOLABEL BRASIL

PROCEDIMENTO GERAL PARA ROTULAGEM AMBIENTAL FALCÃO BAUER ECOLABEL BRASIL 1. Introdução O Falcão Bauer Ecolabel é um programa de rotulagem ambiental voluntário que visa demonstrar o desempenho ambiental de produtos e serviços através da avaliação da conformidade do produto com

Leia mais

Gestão da Qualidade Prof. Dr. Fabiano Drozda

Gestão da Qualidade Prof. Dr. Fabiano Drozda Gestão da Qualidade Prof. Dr. Fabiano Drozda Sumário O que significa ISO?; Como surgiu?; Qual o seu propósito?; Quem é o representante da ISO no Brasil?; O que é a ISO 9001 e sobre o que trata?; Qual a

Leia mais

TÉCNICAS AVANÇADAS PARA CRIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE VALORIZAÇÃO DE MARCA

TÉCNICAS AVANÇADAS PARA CRIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE VALORIZAÇÃO DE MARCA TÉCNICAS AVANÇADAS PARA CRIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE VALORIZAÇÃO DE MARCA ALMEIDA, Gabriela Maria de. Discente do Curso de Administração de Empresas da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerencias MICHEL, Murillo

Leia mais

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Introdução O auditor tem o dever de documentar, através de papéis de trabalho, todos os elementos significativos

Leia mais

Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame

Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame Prezados (as) Associados (as), O IBRI realizou pesquisa publicada na revista Exame de 31 de dezembro de 2007 que envolveu 34 principais executivos de

Leia mais

ATUAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE NO CONCEITO DA ÉTICA

ATUAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE NO CONCEITO DA ÉTICA ATUAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE NO CONCEITO DA ÉTICA OLIVEIRA, Graciela Ap.Bueno de. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais/ACEG. E-mail: gabo019@hotmail.com SOUZA, Ana Maria

Leia mais

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação:

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação: RESENHA Resenha é a apreciação crítica sobre uma determinada obra (livro, artigo, texto, filme, etc.). Trata-se de um breve texto, semelhante a um resumo, que visa comentar um trabalho realizado. Será

Leia mais

PLANO DE ENSINO ANO DO VESTIBULAR: 2004 CURSO: ANO LETIVO: 2007 TURMA: 4º ANO AUDITORIA CONTÁBIL EMENTA

PLANO DE ENSINO ANO DO VESTIBULAR: 2004 CURSO: ANO LETIVO: 2007 TURMA: 4º ANO AUDITORIA CONTÁBIL EMENTA PLANO DE ENSINO ANO DO VESTIBULAR: 2004 DEPARTAMENTO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CAMPUS UNIVERSITÁRIO TANGARÁ DA SERRA CURSO: ANO LETIVO: 2007 CIÊNCIAS CONTÁBEIS TURMA: 4º ANO DISCIPLINA: AUDITORIA CONTÁBIL CARGA

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE CTA 20 DE 11/04/2014 ALCANCE DA NORMA

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE CTA 20 DE 11/04/2014 ALCANCE DA NORMA NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE CTA 20 DE 11/04/2014 João Alfredo de Souza Ramos Contador CRCES 2289 joaoalfredo@srauditores.com.br Telefone: 27-4009-4666 ALCANCE DA NORMA Trata dos padrões técnicos

Leia mais

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DO VALE DO IPOJUCA FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA FAVIP CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DO VALE DO IPOJUCA FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA FAVIP CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DO VALE DO IPOJUCA FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA FAVIP CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ELTON BRUNO PEREIRA SOUZA AUDITORIA INTERNA: uma visão da percepção dos gerentes da empresa IBB em

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Auditor No que diz respeito às Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público, a Demonstração Contábil cuja apresentação é obrigatória apenas pelas empresas estatais

Leia mais

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal PrimeGlobal PGBR Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos Somos uma empresa de auditoria, consultoria e impostos, criada á partir da junção de importantes empresas nacionais,

Leia mais

FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS

FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS Unidade Auditada: FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS Exercício: 2012 Processo: 00190.008390/2013-07 Município: Brasília - DF Relatório nº: 201306079 UCI Executora: SFC/DEFAZ - Coordenação-Geral

Leia mais

por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê

por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê ROTEIRO Histórico; Definição; Objetivos e/ou propósitos; Estrutura; Aplicação do modelo; Vantagens e desvantagens;

Leia mais

TÍTULO: CONTABILIDADE AMBIENTAL E COMUNICAÇÃO: OS TERMOS UTILIZADOS PELA CONTABILIDADE AMBIENTAL

TÍTULO: CONTABILIDADE AMBIENTAL E COMUNICAÇÃO: OS TERMOS UTILIZADOS PELA CONTABILIDADE AMBIENTAL TÍTULO: CONTABILIDADE AMBIENTAL E COMUNICAÇÃO: OS TERMOS UTILIZADOS PELA CONTABILIDADE AMBIENTAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO AFRESP. APRESENTAÇÃO

ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO AFRESP. APRESENTAÇÃO ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO AFRESP. Portaria AFRESP nº 82/2012. APRESENTAÇÃO A Auditoria Interna - AI tem como missão examinar mediante ações preventivas de orientação,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE EDUCAÇÃO BIGUAÇU CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE EDUCAÇÃO BIGUAÇU CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE EDUCAÇÃO BIGUAÇU CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS AVALIAÇÃO DOS CONTROLES INTERNOS DOS PRÊMIOS DE SEGUROS EM UMA EMPRESA SEGURADORA LUCILENE JUNCKES BIGUAÇU

Leia mais

Vanderléia Aparecida da Silva 1 Carlos Edinei de Oliveira 2 Paulo Guimarães Camelo 3 Edinéia Souza Nunes 4 André Gomes Carvalho 5

Vanderléia Aparecida da Silva 1 Carlos Edinei de Oliveira 2 Paulo Guimarães Camelo 3 Edinéia Souza Nunes 4 André Gomes Carvalho 5 A PROFISSÃO DO AUDITOR O PRITO CONTÁBIL NA VISÃO DOS ACADÊMICOS CONCLUINTS DO CURSO D CIÊNCIAS CONTÁBIS D UNIVRSIDAD PÚBLICA PRIVADA D TANGARÁ DA SRRA/MT Resumo Vanderléia Aparecida da Silva 1 Carlos dinei

Leia mais

AUTOR(ES): ALAN PONTES BATISTA, PRISCILA APARECIDA SILVA, VÂNIA DE MATOS CARDOSO

AUTOR(ES): ALAN PONTES BATISTA, PRISCILA APARECIDA SILVA, VÂNIA DE MATOS CARDOSO TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO CONTROLLER NA GESTÃO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): ALAN PONTES BATISTA, PRISCILA

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO FINANCEIRA NAS EMPRESAS RESUMO

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO FINANCEIRA NAS EMPRESAS RESUMO A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO FINANCEIRA NAS EMPRESAS Rafael Cacemiro de Moraes 1 Wdson de Oliveira 2 RESUMO Em virtude dos movimentos econômicos das décadas de 1990 e 2000 as empresas brasileiras necessitam

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: AUDITORIA SIGLA:

Leia mais

Tipos de Auditoria. Tipos de Auditoria. Ferramentas da Contabilidade. Termos Equivalentes. Auditoria de Demonstrações Contábeis

Tipos de Auditoria. Tipos de Auditoria. Ferramentas da Contabilidade. Termos Equivalentes. Auditoria de Demonstrações Contábeis Ferramentas da Contabilidade Escrituração Contabilidade de Custos Análise das Demonstrações Contábeis Auditoria Tipos de Auditoria Contábil ou Financeira ou Independente ou Externa ou Auditoria das Demonstrações

Leia mais

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS Fernanda Micaela Ribeiro Theiss Prof. Ademar Lima Júnior Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Bacharelado em Ciências Contábeis (CTB 561) 14/05/2012 RESUMO

Leia mais

A APLICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA COM O AUXÍLIO DA INFORMÁTICA

A APLICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA COM O AUXÍLIO DA INFORMÁTICA 1 A APLICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA COM O AUXÍLIO DA INFORMÁTICA RESUMO VAZ, J.B. 1 RIBEIRO, O. D. J. 2 Trabalho realizado com a intenção de aliar a aplicação dos procedimentos de auditoria através

Leia mais

A Auditoria interna e sua importância nas micro e pequenas empresas

A Auditoria interna e sua importância nas micro e pequenas empresas 8 A Auditoria interna e sua importância nas micro e pequenas empresas Celia Maria Barbosa Goethe Rommel Azevedo Góes Betina dos Santos Brito Resumo Este trabalho tem como objetivo verificar que a auditoria

Leia mais

AUDITORIA INTERNA APLICADA NOS SETORES FINANCEIRO E PATRIMONIAL EM UM HOSPITAL

AUDITORIA INTERNA APLICADA NOS SETORES FINANCEIRO E PATRIMONIAL EM UM HOSPITAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS JUSSIMARA MARTINS DE MORAES AUDITORIA INTERNA APLICADA NOS SETORES FINANCEIRO E PATRIMONIAL EM

Leia mais

Associação Matogrossense dos Municípios

Associação Matogrossense dos Municípios RESOLUÇÃO N.º 004/2010 Dispõe sobre a produção de normas e procedimentos para realização de auditorias internas e inspeções na Associação Matogrossense dos Municípios - AMM. A Presidência da Associação

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO DE UMA EMPRESA COMERCIAL ESTUDO DE CASO Alessandra Righi Peranzoni Pinto*

AVALIAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO DE UMA EMPRESA COMERCIAL ESTUDO DE CASO Alessandra Righi Peranzoni Pinto* AVALIAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO DE UMA EMPRESA COMERCIAL ESTUDO DE CASO Alessandra Righi Peranzoni Pinto* RESUMO Controle interno é a expressão usada para descrever todas as medidas

Leia mais

Petição de Marca Apresentação de documentos complementares a Pedido de Registro de Marca Coletiva

Petição de Marca Apresentação de documentos complementares a Pedido de Registro de Marca Coletiva 810110409525 29/03/2011 13:54 00.000.2.3.11.0220264.0 Petição de Marca Apresentação de documentos complementares a Pedido de Registro de Marca Coletiva Número da Petição: Número do Processo: 810110409525

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS (FATECS) CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS ÁREA: AUDITORIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS (FATECS) CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS ÁREA: AUDITORIA Centro Universitário de Brasília UNICEUB FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS (FATECS) CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS ÁREA: AUDITORIA A IMPORTÂNCIA DA ANÁLISE DE CONTROLES INTERNOS NO TRABALHO

Leia mais

O auxílio da auditoria de sistemas na gestão empresarial

O auxílio da auditoria de sistemas na gestão empresarial 2º Contecsi Congresso Internacional de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação / Internacional Conference on Information Systems and Technology Management 01-03 de Junho de 2005 São Paulo/SP Brasil

Leia mais

DAVI BARRETO E FERNANDO GRAEFF

DAVI BARRETO E FERNANDO GRAEFF OS TRECHOS EM FONTE NA COR VERMELHA SÃO AS NOVIDADES ACRESCENTADAS PELO AUTOR. CAPÍTULO 2 2.1. QUANDO A AUDITORIA INDEPENDENTE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS É NECESSÁRIA? Vimos que a auditoria tornou se

Leia mais

A INTERAÇÃO DA AUDITORIA AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

A INTERAÇÃO DA AUDITORIA AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL 1 A INTERAÇÃO DA AUDITORIA AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL UHLMANN, V. O. 1 CRUZ, L. S. da 2 RESKE FILHO, A. 3 RESUMO Em detrimento da crescente sensibilização pela

Leia mais

CONTABILIDADE GERENCIAL

CONTABILIDADE GERENCIAL PROF. EDENISE AP. DOS ANJOS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 5º PERÍODO CONTABILIDADE GERENCIAL As empresas devem ser dirigidas como organismos vivos, como entidades em continuidade, cujo objetivo é a criação de

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos desta unidade: Ao final desta

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA AUDITORIA INTERNA NA QUALIFICAÇÃO DOS CONTROLES INTERNOS DA ÁREA DE CRÉDITO RURAL E GERAL

A CONTRIBUIÇÃO DA AUDITORIA INTERNA NA QUALIFICAÇÃO DOS CONTROLES INTERNOS DA ÁREA DE CRÉDITO RURAL E GERAL 0 UNIJUÍ UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DACEC DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS, CONTÁBEIS, ECONÔMICAS E DA COMUNICAÇÃO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

1- ORIGEM DA AUDITORIA E CONCEITOS BÁSICOS

1- ORIGEM DA AUDITORIA E CONCEITOS BÁSICOS 1- ORIGEM DA AUDITORIA E CONCEITOS BÁSICOS 1.1- Desenvolvimento Histórico da Auditoria no Mundo e no Brasil Termo auditor origem latina (aquele que ouve), origem inglesa (aquele que examina. O surgimento

Leia mais

MAGAZINE LUIZA S.A. POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CORPORATIVOS

MAGAZINE LUIZA S.A. POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CORPORATIVOS MAGAZINE LUIZA S.A. POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CORPORATIVOS 1. OBJETIVO Estabelecer as diretrizes, os princípios e a estrutura a serem considerados no processo de gerenciamento de riscos do Magazine

Leia mais

Prof. Fernando Lopes. Unidade II. Administração de Cargos e

Prof. Fernando Lopes. Unidade II. Administração de Cargos e Prof. Fernando Lopes Unidade II Administração de Cargos e Salários Conforme Chiavenato (2004, p. 267), a avaliação de cargos visa a obtenção de dados que permitirão uma conclusão acerca do valor interno

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

Então... Estrutura do Relatório. Estrutura do Relatório Compõe-se, basicamente, de quatro partes: Estrutura do Relatório

Então... Estrutura do Relatório. Estrutura do Relatório Compõe-se, basicamente, de quatro partes: Estrutura do Relatório Objetivos do Auditor Independente: Formar uma opinião sobre as demonstrações contábeis com base na avaliação das conclusões atingidas pela evidência de auditoria obtida; e Expressar claramente essa opinião

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS A respeito das normas brasileiras de contabilidade, julgue os itens a seguir. 51 Considere que determinada entidade, que passava por uma auditoria independente, tenha contratado

Leia mais

Teoria da Contingência

Teoria da Contingência Teoria da Contingência Eduardo de Oliveira Fargnoli Etel Maria Mendes de Almeida Gustavo Diniz Palhares Keiliane Souza Silvério Raphaela Gomes Marques RESUMO O objetivo principal de presente ensaio é demonstrar

Leia mais

Características do controle interno nas empresas de serviços contábeis

Características do controle interno nas empresas de serviços contábeis Características do controle interno nas empresas de serviços contábeis Autores VALDERIO FREIRE DE MORAES JUNIOR Universidade Federal do Rio Grande do Norte ANEIDE OLIVEIRA ARAUJO Universidade de Brasília

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTROLES INTERNOS EM UMA EMPRESA DE CONSTRUÇÃO CIVIL UM ESTUDO DE CASO ELAINI DE OLIVEIRA MARTINS BORGES

Leia mais

A nova visão da. Contabilidade Aplicada ao Setor Público

A nova visão da. Contabilidade Aplicada ao Setor Público A nova visão da Contabilidade Aplicada ao Setor Público Constituição Federal Lei de Responsabilidade Fiscal 101/2000 Lei 4.320/64 Finanças Públicas Lei 12.249/2010 Conselho Federal de Contabilidade Lei

Leia mais

Remuneração e Avaliação de Desempenho

Remuneração e Avaliação de Desempenho Remuneração e Avaliação de Desempenho Objetivo Apresentar estratégias e etapas para implantação de um Modelo de Avaliação de Desempenho e sua correlação com os programas de remuneração fixa. Programação

Leia mais

Assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares relativas aos direitos do consumidor.

Assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares relativas aos direitos do consumidor. MANUAL DE CONTROLES INTERNOS Página 1 / 9 Nome do Documento FINALIDADE SAC Atendimento ao Cliente Estabelecer em procedimento o atendimento ao cliente da Gradual Corretora; Assegurar meio de comunicação

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO Priscila Rubbo 1 Paulo Roberto Pegoraro 2 Resumo: O demonstrativo do fluxo de caixa tem como finalidade a projeção das entradas e saídas

Leia mais

RENNAN ERICSSON CAETANO CARDOSO RA 21025470

RENNAN ERICSSON CAETANO CARDOSO RA 21025470 Centro Universitário de Brasília UniCEUB Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas FATECS Curso de Ciências Contábeis RENNAN ERICSSON CAETANO CARDOSO RA 21025470 Auditoria Interna e Controle

Leia mais

Gestão da Informação Do Documento Físico ao Digital. Documento Confidencial Elaborado por Menos Papel S/A

Gestão da Informação Do Documento Físico ao Digital. Documento Confidencial Elaborado por Menos Papel S/A Gestão da Informação Do Documento Físico ao Digital 09/06/15 Documento Confidencial No mundo digital, informação é eletron A partir deste momento os nossos problemas começam Enquanto isto no CAOS da

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos NOÇÕES DE OHSAS 18001:2007 CONCEITOS ELEMENTARES SISTEMA DE GESTÃO DE SSO OHSAS 18001:2007? FERRAMENTA ELEMENTAR CICLO DE PDCA (OHSAS 18001:2007) 4.6 ANÁLISE CRÍTICA 4.3 PLANEJAMENTO A P C D 4.5 VERIFICAÇÃO

Leia mais

Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC SÃO PAULO. 01. Especialização Técnica de Nível Médio em Contabilidade Financeira

Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC SÃO PAULO. 01. Especialização Técnica de Nível Médio em Contabilidade Financeira Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC SÃO PAULO CNPJ: 03.709.814/0001-98 Data: 07 de agosto de 2006 Número do Plano: 94 Área do Plano: Gestão Plano de Curso para: 01. Especialização

Leia mais

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas 14.1. Treinamento é investimento O subsistema de desenvolver pessoas é uma das áreas estratégicas do Gerenciamento de Pessoas, entretanto em algumas organizações

Leia mais

Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010. Departamento Comercial. Trabalho realizado por: Filipe Cabral n.º8. Tânia Leão n.

Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010. Departamento Comercial. Trabalho realizado por: Filipe Cabral n.º8. Tânia Leão n. Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010 Departamento Comercial Trabalho realizado por: Filipe Cabral n.º8 Tânia Leão n.º19 Diferença de Aprovisionamento e Compra O aprovisionamento é um conjunto

Leia mais

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura.

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura. Table of Contents Sobre o material Geo Studio Apresentação Mercado de Rastreadores Mercado de Rastreadores Equipamentos Estrutura Estrutrua Localização Pessoal Mercadoria Produtividade da Empresa Automação

Leia mais