PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO VISA BPC CLASSIC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO VISA BPC CLASSIC"

Transcrição

1 MOD. 421 I Área de Serviços e Meios de Pagamentos Electrónicos PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO VISA BPC CLASSIC AGÊNCIA CLIENTE TIPO Nº INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome a gravar no cartão (máximo de 23 caracteres, incluindo espaços e título académico) Naturalidade Morada Município Província Nacionalidade Caixa postal Telefone Telemóvel Indique M ou F Nº de elementos do agregado Data de nascimento Estado civil Solteiro (a) Casado (a) União de facto Divorciado (a) Sexo Nº do B.I ou Passaporte ou Carta de condução Data de emissão Data de validade Nº de identificação fiscal Indique uma das opções abaixo e marque X Local de emissão do B.I. ou Passaporte Profissão Nível académico Primário Secundário Curso médio Curso superior INFORMAÇÕES PROFISSIONAIS Nome da Entidade Empregadora ou do(a) Empresário(a) em Nome Individual Sector de actividade Cargo/Função Vínculo laboral (temporário, permanente) Morada da entidade empregadora Data de admissão Telefone da entidade empregadora da entidade empregadora INFORMAÇÕES FINANCEIRAS Vencimento mensal domiciliado Caso sim, indique Em que Banco(s) Tem outros cartões Sim Não Tipo de habitação Própria Facultada pelo emprego Facultada por familiares Arrendada Tempo de permanência na morada actual Tipo de automóvel Próprio Facultada pelo emprego Outro Ano de aquisição Outros rendimentos Crédito vencido no BPC Sim Não Incidentes bancários Sim Não CARTÃO PARA 2º TITULAR ( OPCIONAL ) Nome a gravar no cartão (máximo de 23 caracteres, incluindo espaços e título académico) Data de nascimento Grau de parentesco B.I ou Passaporte nº Data de emissão Data de validade Local de emissão Nº de Identificação Fiscal Telefone Telemovel DADOS DA OPERAÇÃO Modalidade de pagamento 10% 30% 50% 75% 100% POR FAVOR, ASSINE Declaro serem verdadeiras todas as informações prestadas. Tomei conhecimento integral e aceito as Condições Gerais de Utilização do Cartão, constantes no verso deste Contrato de Adesão. Autorizo o Banco de Poupança e Crédito, a confirmar as informações prestadas e a obter as informações adicionais que forem necessárias, nomeadamente através da consulta ao Banco Nacional de Angola. Autorizo que os dados acima referidos, bem como todas as operações realizadas com o Cartão possam ser objecto de tratamento informático nos termos das Condições Gerais de Utilização. Autorizo ainda o Banco de Poupança e Crédito a debitar a conta de Depósitos à Ordem acima referida e outras caso o tenha para pagamento de todas as despesas e encargos decorrentes com a emissão e uso do cartão. Assinatura do 1.º titular (conforme B.I.) Garantias facultativas (consignação de rendimentos, depósitos a prazo ou outras) Assinatura do 2.º titular (conforme B.I.) DESPACHO DA GERÊNCIA Assinatura Plafond atribuído USD Pedido do cartão aceite Sim Não

2 MOD. 421 II Agência PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO VISA BPC CLASSIC AGÊNCIA CLIENTE TIPO Nº INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome a gravar no cartão (máximo de 23 caracteres, incluindo espaços e título académico) Naturalidade Morada Município Província Nacionalidade Caixa postal Telefone Telemóvel Indique M ou F Nº de elementos do agregado Data de nascimento Estado civil Solteiro (a) Casado (a) União de facto Divorciado (a) Sexo Nº do B.I ou Passaporte ou Carta de condução Data de emissão Data de validade Nº de identificação fiscal Indique uma das opções abaixo e marque X Local de emissão do B.I. ou Passaporte Profissão Nível académico Primário Secundário Curso médio Curso superior INFORMAÇÕES PROFISSIONAIS Nome da Entidade Empregadora ou do(a) Empresário(a) em Nome Individual Sector de actividade Cargo/Função Vínculo laboral (temporário, permanente) Morada da entidade empregadora Data de admissão Telefone da entidade empregadora da entidade empregadora INFORMAÇÕES FINANCEIRAS Vencimento mensal domiciliado Caso sim, indique Em que Banco(s) Tem outros cartões Sim Não Tipo de habitação Própria Facultada pelo emprego Facultada por familiares Arrendada Tempo de permanência na morada actual Tipo de automóvel Próprio Facultada pelo emprego Outro Ano de aquisição Outros rendimentos Crédito vencido no BPC Sim Não Incidentes bancários Sim Não CARTÃO PARA 2º TITULAR ( OPCIONAL ) Nome a gravar no cartão (máximo de 23 caracteres, incluindo espaços e título académico) Data de nascimento Grau de parentesco B.I ou Passaporte nº Data de emissão Data de validade Local de emissão Nº de Identificação Fiscal Telefone Telemovel DADOS DA OPERAÇÃO Modalidade de pagamento 10% 30% 50% 75% 100% POR FAVOR, ASSINE Declaro serem verdadeiras todas as informações prestadas. Tomei conhecimento integral e aceito as Condições Gerais de Utilização do Cartão, constantes no verso deste Contrato de Adesão. Autorizo o Banco de Poupança e Crédito, a confirmar as informações prestadas e a obter as informações adicionais que forem necessárias, nomeadamente através da consulta ao Banco Nacional de Angola. Autorizo que os dados acima referidos, bem como todas as operações realizadas com o Cartão possam ser objecto de tratamento informático nos termos das Condições Gerais de Utilização. Autorizo ainda o Banco de Poupança e Crédito a debitar a conta de Depósitos à Ordem acima referida e outras caso o tenha para pagamento de todas as despesas e encargos decorrentes com a emissão e uso do cartão. Assinatura do 1.º titular (conforme B.I.) Garantias facultativas (consignação de rendimentos, depósitos a prazo ou outras) Assinatura do 2.º titular (conforme B.I.) DESPACHO DA GERÊNCIA Assinatura Plafond atribuído USD Pedido do cartão aceite Sim Não

3 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE CRÉDITO VISA BPC CLASSIC DIREITOS E DEVERES DAS PARTES I DEFINIÇÕES Para efeitos do presente contrato, são utilizadas as seguintes definições e expressões: Cartão de Crédito (designado por Cartão) meio de pagamento que possibilita ao seu Titular efectuar o pagamento de bens e serviços adquiridos nos estabelecimentos comerciais aderentes ao sistema VISA e pelo montante acordado entre o Titular e o Vendedor. O Cartão pode ser físico ou virtual. Cada Cartão tem apenas um Titular. Todo e qualquer Cartão está associado a uma Conta-Cartão, podendo esta ter associado mais de um Cartão (Contas Colectivas). Cartão de Crédito Físico permite adicionalmente efectuar operações de levantamento em numerário (Cash-Advance) na rede de ATM s (Caixas Automáticos-CA S) e nos Balcões de Bancos aderentes ao sistema VISA. Traduz-se num cartão de plástico, no qual constam, para além dos elementos de segurança do Cartão (banda magnética e/ou chip, holograma do sistema internacional, tarja de assinatura, entre outros), o Nome do Titular, o Número do Cartão e a Data de Validade. Cartão de Crédito Virtual permite efectuar aquisições exclusivamente em Sites da Internet de estabelecimentos aderentes à Rede VISA. Pode ter ou não um suporte físico para inscrição dos seus elementos de identificação e de segurança. Conta-Cartão (designada por Conta) registo electrónico das quantias em dívida ou pagas ao Banco de Poupança e Crédito (designado BPC) que sejam resultantes do uso e/ou titularidade do Cartão ou Cartões associados à mesma Conta. A Conta pode ser Singular (quando tem apenas um Cartão e um Titular associado) ou Colectiva (quando tem mais do que um Cartão e um Titular). A responsabilidade perante o BPC sobre a Contas Colectivas é solidariamente assumida pelos vários Titulares da mesma, independentemente do tipo de titularidade. Titular pessoa singular, que assume perante o BPC, a responsabilidade pelo uso correcto e manutenção do Cartão e dos seus elementos adicionais (PIN, Códigos Secretos, etc.), bem como pelos valores devidos ao BPC pela utilização e/ou titularidade do mesmo e que são registados na Conta associada ao Cartão. Os Titulares podem ser Primeiros ou Segundos Titulares. Limite de Utilização limite pecuniário máximo de uso autorizado e que corresponde ao valor máximo acumulado que poderá ascender, em cada momento, tendo em conta o montante total das operações efectuadas pelo Titular com o seu Cartão e ainda não pagas ao BPC. O Limite de Utilização pode ser definido em função do Cartão e/ou da Conta. No caso da Conta Colectiva, o Limite de Utilização definido para esta Conta condiciona o Limite de Utilização de cada Cartão. II CELEBRAÇÃO, MODIFICAÇÃO E CESSAÇÃO DO CONTRATO Ao subscrever a Proposta de Adesão, o Requerente adere às Condições Gerais de Utilização, Direitos e Deveres das partes contraentes, obrigando a cumprir o disposto nas seguintes cláusulas contratuais: 1. É da exclusiva competência do BPC a decisão quanto à atribuição do Cartão. Após a atribuição do Cartão, o Requerente passa a ser Titular, sendo-lhe enviada por via postal, a informação necessária sobre o Cartão. Esta informação considera-se recebida no 7º dia após o seu envio, excepto se o Titular informar o BPC que não a recebeu. Adicionalmente, o BPC informará o Titular, por correio electrónico ou através de mensagem SMS, que lhe enviou por via postal aquela informação, desde que estes canais tenham sido facultados. O Titular do Cartão Físico receberá, por via postal e separadamente, um Código Pessoal Secreto (PIN) que lhe permitirá efectuar operações de levantamento de dinheiro e validar transacções celebradas nos estabelecimentos comerciais. O Titular do Cartão Físico pode ainda requerer uma Identificação e um Código Secreto (CS) para efectuar transacções em ambientes abertos (Internet, WAP, Televisão Interactiva). No caso do Cartão Virtual, a informação enviada incluirá uma identificação que lhe permitirá, em conjunto com um Código Secreto (CS) que lhe será enviado em separado, efectuar transacções em ambientes abertos (Internet, WAP, Televisão Interactiva). 2. O Titular pode, sem qualquer encargo, salvo os que resultem do cumprimento de obrigações fiscais, resolver a sua declaração de adesão: (1) por meio de carta registada com aviso de recepção dirigida ao BPC, expedida até 14 dias a contar da data da comunicação de atribuição do Cartão, e; (2) no caso do Cartão Físico, devolvendo-o devidamente inutilizado. A utilização do Cartão implica a renúncia pelo Titular ao direito e ao prazo de resolução e constitui o Titular na obrigação de pagar as quantias devidas por essa utilização. 3. O Cartão, que é propriedade do BPC, será emitido em nome do Titular para seu uso exclusivo, sendo pessoal e intransmissível. 4. O Cartão terá o prazo de validade que for fixado pelo BPC. No caso do Cartão Virtual, este prazo deverá constar na comunicação a que se refere o n.1 da cláusula 2ª e em relação ao Cartão Físico, o mesmo estará inscrito no Plástico. Findo o prazo de validade do cartão, o BPC poderá comunicar formalmente ao titular com 45 dias de antecedência, devendo aguardar a sua aceitação para proceder à renovação. 5. O Titular pode renunciar, a todo o tempo, à utilização do Cartão, rescindindo por escrito o Contrato, continuando a ser responsável pelo pagamento integral ao BPC de todas as quantias que lhe sejam devidas pela emissão e utilização do Cartão, pelo que a rescisão só produz efeitos após efectuado o pagamento integral dessas quantias. Se a rescisão do contrato for por causa imputável ao Banco, isto é, se o cliente rescindir o contrato por discordância às alterações efectuadas ao Contrato ou violação do prazo de aviso prévio, tem o direito de reaver a anuidade paga na parte proporcional ao período ainda não decorrido.

4 O BPC, tendo em consideração informações de ordem financeira e comercial, e outras circunstâncias que considere relevantes, fixará e comunicará ao Titular o Limite de Utilização a vigorar. O BPC poderá a todo o tempo alterar o Limite de Utilização vigente e decidirá sobre qualquer pedido que o Titular lhe submeta. Todas as alterações do Limite de Utilização serão comunicadas por escrito ao respectivo Titular. O BPC reserva-se ao direito de não aceitar quaisquer transacções que excedam o Limite de Utilização da Conta ou do Cartão. 6. O BPC poderá, sem prejuízo da obrigação do Titular de efectuar o pagamento das quantias de que seja devedor, solicitar por escrito a restituição do Cartão Físico, cancelar o Cartão ou inibir temporariamente o seu uso ou o de alguma das suas facilidades ou serviços, nos seguintes casos: a. Se o Contrato cessar, por qualquer forma, os seus efeitos; b. Sem aviso prévio, se tiver ocorrido uso abusivo por parte do Titular; c. Sem aviso prévio e para protecção do Titular, quando ocorram fundadas razões de segurança e, nomeadamente, se o BPC for informado ou tiver conhecimento de que ocorreu perda ou extravio, furto, roubo ou falsificação do Cartão, comunicandoo ao Titular e atribuindo-lhe um novo Cartão; d. Sem aviso prévio, se tiver conhecimento de qualquer uso fraudulento ou de qualquer outra irregularidade de que possa resultar um prejuízo sério para o BPC, para o Titular ou para o sistema de Cartões, devendo comunicá-lo imediatamente e por escrito ao Titular; e. Se o Titular violar as condições contratuais acordadas e, nomeadamente, incorrer em mora ou incumprimento das condições de pagamento da dívida; f. Se o Titular for inibido do uso de cheque; g. No caso de Contas Colectivas, se algum dos Titulares violar as condições contratuais acordadas; h. Caso ocorra alteração relevante da situação patrimonial do Titular. 7. O BPC pode pôr termo ao presente Contrato por escrito, com um pré-aviso de 45 (quarenta e cinco) dias. 8. O presente Contrato pode ser rescindido por qualquer das partes, nos termos gerais do Direito Angolano. O BPC pode, designadamente, rescindir este Contrato e cancelar de imediato o Cartão, mediante comunicação escrita enviada ao Titular, a qual se presume recebida por este no 5º dia posterior à sua expedição postal, nos seguintes casos: a. Quando tenha sido declarada falência, insolvência ou declaração judicial de inabilitação ou interdição do Titular do Cartão; b. Quando tenha ocorrido violação reiterada do Limite de Utilização e/ou das condições de pagamento pelo Titular; c. Quando o Titular revogue ilegitimamente ordens de utilização do Cartão, que tenha dado; d. Quando se verifique serem falsas ou incorrectas as informações prestadas na Proposta de Adesão ou respectivas actualizações; e. Quando se verifique que o Titular, por negligência grave ou dolo grosseiro, tenha provocado dano ao BPC ou a qualquer outro operador ou interveniente nas operações de pagamento ou crédito. A rescisão do Contrato importa o imediato vencimento da dívida, a qual será exigível pela sua totalidade, devendo o Titular proceder ao seu pagamento integral e restituir de imediato o Cartão Físico ao BPC, devidamente inutilizado. 9. O BPC pode proceder a modificações no clausulado deste Contrato, desde que decorram de exigências legais ou relacionadas com sistemas internacionais e regras de segurança, as quais serão aplicáveis 45 dias após a sua comunicação por escrito ao Titular. Discordando dessas modificações, poderá o Titular rescindir o Contrato, também mediante comunicação por escrito dentro do mesmo prazo, caso em que terá direito a reaver a anuidade paga na parte proporcional ao número inteiro de meses ainda não decorridos. O BPC pode, por alterações de circunstâncias, nomeadamente variações de mercado, alterações legais ou outras, modificar as taxas ou os encargos devidos pela titularidade e/ou uso do Cartão, e que actualmente são os referidos nas Cláusulas 17, 18 e 19. O Titular será informado de qualquer modificação através de comunicação escrita, nomeadamente, junto do Extracto de Conta, e a mesma só entrará em vigor decorridos pelo menos 45 dias sobre a data dessa comunicação. 10. A atribuição, renovação ou reactivação do Cartão podem ficar dependentes da aceitação pelo Titular de condições contratuais específicas, a indicar pelo BPC, nomeadamente quanto ao calendário e/ou garantias que assegurem o pagamento das quantias que forem devidas ao BPC. III USO DO CARTÃO, ENCARGOS E FORMA DE PAGAMENTO 11. O Titular deve assinar o cartão físico imediatamente após a sua recepção, tomando as precauções adequadas para não permitir que terceiros tenham acesso ao seu PIN e Código de Segurança. 12. Para realizar uma transacção o Titular deve: a. Se for presencial, apresentar o Cartão Físico, conferir e assinar o talão referente à transacção com assinatura igual à constante no painel de assinatura do Cartão ou, se for o caso, introduzir o PIN no terminal automático, guardar a cópia do referido talão e provar a sua identidade quando lhe for solicitado. b. Se não for presencial, i. Sendo por escrito ou pelo telefone: Indicar na ordem de pagamento (1) O Nome, (2) Número do Cartão, (3) Data de Validade e (4) respectivo Código para Verificação da Validade do Cartão (conjunto dos três últimos algarismos impressos no painel de assinatura). No caso de ordem por escrito, deve ainda (5) assinar a ordem com assinatura igual à que consta do painel de assinatura do seu Cartão. ii. Em ambientes abertos (Internet, WAP, Televisão Interactiva): Ao utilizar o Cartão, deve introduzir a Identificação e o Código de Segurança (CS) associados a esse Cartão, seguindo as

5 indicações do serviço de pagamentos utilizados para o efeito. O BPC poderá não aceitar quaisquer transacções feitas em ambientes abertos nos casos em que o Titular pretenda efectuá-las por modo diverso daquele para o efeito indicado nesta cláusula. É interdita a utilização do Cartão em transacções ilegais de qualquer natureza, nomeadamente as que respeitam ao pagamento de serviços relacionados com pedofilia. No caso de transacções efectuadas em ambientes abertos, a interdição abrange ainda, as transacções relativas a jogos de fortuna e azar, pelo que o Titular se compromete a não o utilizar sob pena do cancelamento do Cartão pelo BPC, sem aviso prévio. No caso de ordens para pagamentos recorrentes, é dever e responsabilidade do Titular, sempre que se verifiquem alterações do número, do prazo de validade ou do estado do Cartão, informar do facto as entidades às quais tenha dado essa ordem. 13. O Titular do Cartão confirma a transacção e reconhece-se devedor do seu valor ao BPC, salvo prova sua em contrário: a. ao assinar o talão; b. ao introduzir e validar o seu PIN nas operações em ATM s e Terminais de Ponto de Venda com ou sem Operador; c. ao introduzir a Identificação e o CS ou ao utilizar os elementos que lhe forem fornecidos para o efeito e validar os elementos da compra, nas operações efectuadas em ambientes abertos. Nos casos de utilização do Cartão em ATM s, em Terminais de Ponto de Venda sem Operador ou em ambientes abertos, o Titular reconhece o débito pelo BPC dos valores registados electronicamente e transmitidos ao BPC, salvo prova sua em contrário. 14. Na rede de ATM s e de Balcões de Bancos aderentes ao sistema do Cartão Físico, se não for indicado expressamente ao Titular outro montante, o valor máximo permitido por lei para levantamentos em numerário para o cartão de crédito é em Angola o equivalente a ,00 AOA/dia; No Estrangeiro tratando-se de ATM s e Agentes autorizados Visa, pelo montante que as regras de segurança estabelecidas por cada país determinar em consonância com o parametrizado junto da Visa, aplicando-se-lhe o preçário actual, segundo a tabela em Anexo. Tratando-se de TPA s, em Angola e no Estrangeiro pelo limite de crédito disponível. A utilização daquele valor dependerá sempre do Limite de Utilização a cada momento disponível e da regularidade da Conta e do Cartão Físico. 15. O Titular não poderá revogar ou rejeitar a ordem de pagamento que tenha dado ao BPC nos termos referidos nas Cláusulas 12 e 13. Quando o Titular solicitar a anulação de uma ordem de pagamento respeitante a transacções efectuadas ao abrigo de um contrato celebrado à distância, desde que com fins que não pertençam ao âmbito da sua actividade profissional, e alegar que terá havido utilização fraudulenta do Cartão, o BPC processará a restituição do montante debitado para pagamento, no prazo máximo de 60 (sessenta) dias a contar da data em que o Titular formule, fundamentadamente, esse pedido. A restituição a que se alude no parágrafo anterior não prejudica o direito de o BPC exercer o direito de regresso nos termos legalmente regulamentados. O Titular aceita que o BPC é alheio a quaisquer incidentes ou litígios que ocorram entre si e o estabelecimento onde pretenda usar ou tenha usado o Cartão, nomeadamente relativos à qualidade dos serviços prestados, salvo se referentes à recusa ilegítima de aceitação do Cartão. 16. O BPC enviará mensalmente ao Titular da Conta Singular ou ao 1º Titular da Conta Colectiva um Extracto da sua Conta, contendo: (i) as referências e os valores das transacções efectuadas, pagas pelo BPC em nome do Titular, (ii) os valores que por este sejam devidos ao BPC, pela prestação de serviços, (iii) os valores respeitantes a correcções ou movimentos de estorno quando devidos, (iv) os valores respeitantes a anuidades, juros, impostos e encargos devidos a serviços solicitados pelo Titular ao BPC e que se encontram afixados de acordo com a Lei e (v )os pagamentos que tenham sido efectuados pelo Titular ao BPC. A data de emissão do Extracto de Conta é designada pelo Titular quando preenche a Proposta de Adesão ao Cartão, sendo-lhe confirmada aquando do envio do Cartão e, posteriormente, em cada Extracto de Conta Mensal. O Titular deve conferir os dados constantes do Extracto de Conta e comunicar, por escrito, ao BPC qualquer inexactidão até à data limite de pagamento nele indicada. Findo esse prazo, consideram-se reconhecidos como exactos os valores a pagar. 17. O montante em dívida indicado no Extracto de Conta pode ser pago de uma só vez no prazo de 20 (vinte) dias após a data da sua emissão; O Titular poderá, porém, efectuar o pagamento em prestações mensais não inferiores a 10% do valor total em dívida, caso em que serão debitados juros sobre o saldo que ficar em dívida. a. Os juros serão calculados a partir da data de emissão do Extracto de Conta, a uma taxa mensal cujo valor é comunicado ao Titular na Proposta de Adesão e, posteriormente, junto ao Extracto de Conta mensal sempre que sofra alterações. A informação sobre a taxa de juro pode, ainda, ser obtida pelo Titular a todo o momento, através de contacto telefónico ou carta dirigida ao BPC. b. No caso de o Titular não efectuar o pagamento mínimo obrigatório, dentro do prazo indicado no Extracto de Conta, o BPC reserva-se o direito de cobrar uma penalização, aplicando-se-lhe o preçário de acordo com o indicado em Anexo. c. Encargos fiscais, bem como montantes em dívida de valor inferior ou igual a AOA 5.000,00 (Cinco Mil Kwanzas) ou que excedam o Limite de Utilização, devem ser sempre pagos na totalidade. d. Em caso de não cumprimento integral, por parte do Titular, da obrigação do pagamento mínimo acima referido, o BPC poderá exigir do Titular em mora, quando esta se prolongue por mais de 60 dias, e até efectivo pagamento da obrigação, juros à taxa moratória máxima legal para operações comerciais, contados desde a data do vencimento da obrigação;

6 e. Os pagamentos parcelares serão imputados, sucessivamente a juros e ao capital em dívida; f. Se o Titular optar por efectuar os pagamentos por débito bancário com ordem permanente, deve remeter ao BPC a autorização do débito bancário por si assinada. Enquanto não constar do Extracto de Conta a referência ao pagamento por débito bancário, o Titular deverá pagar os montantes por si devidos por ATM ou através de cheque, de acordo com as instruções constantes do próprio Extracto; g. Independentemente do local da sua realização, todas as operações que não sejam realizadas em Dólares Americanos (USD) serão convertidas para USD pelo Sistema Internacional de Pagamentos VISA, aplicando as taxas de câmbio do mercado por grosso. O respectivo contravalor em USD e os encargos cobrados pelo Sistema Internacional de Pagamentos, serão debitados na Conta-Cartão; h. Nas operações realizadas fora da região CEMEA incidirá, ainda, a taxa de serviço indicada em Anexo. 18. Quaisquer operações efectuadas com o Cartão em estabelecimentos de venda de combustíveis poderão ser oneradas com o pagamento de uma taxa suplementar estipulada pelo BPC, referida em Anexo. 19. Os encargos que o BPC poderá cobrar pela utilização dos serviços objecto deste Contrato são, para além dos referidos na Cláusula 17., os que incidem sobre (i) as operações de levantamento de dinheiro (cash advance) e (ii) uma Anuidade por cada Cartão em circulação, valores que fazem parte da tabela publicada em Anexo, e ainda, (iii) encargos devidos a serviços solicitados pelo Titular ao BPC, que se encontram afixados de acordo com a Lei e acessíveis a qualquer Titular. 20. Pela aquisição de quaisquer produtos, serviços ou benefícios adicionais ou acessórios que sejam propostos pelo BPC ao Titular, este autoriza o BPC a debitar para os devidos efeitos o respectivo valor na sua Conta. IV NORMAS DE SEGURANÇA E COMUNICAÇÕES ENTRE O BPC E O TITULAR 21. O Titular é responsável pela guarda, utilização e manutenção correcta do Cartão, não podendo facultar o seu uso a terceiros. O Titular deve adoptar as precauções adequadas de forma a não tornar acessíveis a terceiros o seu PIN e o seu CS referidos na Cláusula 1. O Titular será responsabilizado pelos danos que resultem para o BPC ou para Terceiros pelo uso indevido do Cartão se, de alguma forma, o permitir ou facilitar. 22. O Cartão Físico deve ser destruído pelo Titular quando: (1) expirar a respectiva data de validade; (2) for substituído; (3) cancelado definitivamente, ou; (4) logo que o presente Contrato cesse a sua vigência. Tudo sob pena de o Titular poder ser responsabilizado pela respectiva utilização indevida. 23. O Titular deve comunicar ao BPC, de imediato e pelo meio mais rápido que lhe for possível: a. A não recepção do Cartão ou do Extracto de Conta no prazo previsto; b. A perda, furto, roubo ou falsificação do Cartão ou dos meios que permitam a sua utilização; c. O registo na sua Conta de qualquer transacção que não tenha sido por si efectuado; d. Qualquer erro ou anomalia na gestão da sua Conta e do Cartão por parte do BPC; e. Qualquer alteração que se verificar no seu endereço e no seu contacto telefónico; f. A captura do cartão num ATM. As comunicações previstas no ponto b. desta cláusula deverão ser participadas às autoridades públicas competentes, sendo facultadas ao BPC a respectiva comprovação (Certidão do auto). Quaisquer esclarecimentos e irregularidades previstas no ponto 24., o titular deverá notificar de imediato i) para o Call Center - serviço de apoio ao cliente, cujas linhas telefónicas são: /51/52 ou ii) A qualquer agência durante as horas de expediente por escrito; Se o facto previsto nas alíneas b) e f) ocorrerem no estrangeiro, poderá, também ser notificada a VISA INTERNACIONAL, cujo número de telefone será facultado ao titular aquando da entrega do cartão. Quaisquer comunicações do Titular ao BPC deverão ser observadas as normas de segurança e controlo em vigor, nomeadamente a gravação aleatória das chamadas, devem ser efectuadas telefonicamente para o número de apoio ao cliente que funciona 24 horas por dia, indicado pelo BPC, sem prejuízo de, quando aplicável, deverem ser confirmadas por escrito e assinadas pelo Titular. Desde já o Titular do Cartão autoriza o BPC a utilizar estas gravações como meio de prova em tribunal. A responsabilidade do Titular pelo valor das transacções irregulares efectuadas com o Cartão, em consequência de perda, extravio, furto ou roubo do mesmo, cessa (salvo quando o Titular tenha agido fraudulenta ou negligentemente) no momento em que a comunicação devida pelo Titular tenha sido recebida pelo BPC, ou nos Centros da VISA existentes para esse fim, através dos números de contacto para o efeito indicados. A responsabilidade global do Titular decorrente das utilizações do Cartão devidas a furto, roubo ou perdas verificadas nas 48 horas antes da notificação não pode ultrapassar, salvo nos casos de dolo ou negligência grosseira, o valor, à data da primeira operação considerada irregular, do Limite de Utilização disponível que seja do conhecimento do Titular, no limite máximo de AOA ,00 (Quinze Mil Kwanzas). 24. O BPC é responsável, perante o Titular, pelo registo incorrecto de qualquer transacção, nos termos gerais do Direito Angolano, excepto ocorrendo dolo ou negligência do Titular. V. Resolução de Litígios 25. Em caso de litígio, caberá a parte que invocar a violação de um direito fazer dos factos constitutivos e a outra parte deverá fazer prova dos factos impeditivos, modificativos ou extintivos do direito invocado.

7 Para dirimir eventuais conflitos que resultem da interpretação e/ou execução do presente contrato, é competente o Tribunal Provincial de Luanda, com expressa renúncia a qualquer outro. VI. Entrada em Vigor 26. O presente contrato entra em vigor na data da sua assinatura e é feito em dois exemplares, um para cada uma das partes, fazendo ambos igual fé em juízo. ANEXO Preçário do Cartão de Crédito Classic Anuidade AOA 4.000,00 Despesas de Emissão (pagas de uma única vez) AOA 3.000,00 Taxas de juro 2,00% a.a Comissões de levantamentos (Cash-Advance) ==== Transacção doméstica 3,5% + AOA 300,00 (Banco) ou AOA 300,00 (ATM) Transacção Internacio 4,33% + AOA 300,00 (Banco) ou AOA 300,00 (ATM) Comissões Diversas Falta de pagamento no 1º Mês AOA 2.500,00 Falta de pagamento nos meses seguintes AOA 3.000,00 Falta de pagamento + excesso do limite de utilização 1º Mês AOA 4.000,00 Falta de Pagamento + excesso do limite de utilização nos meses seguintes AOA 3.000,00 Excesso do Limite de Utilização AOA 1.500,00 Reeemissão do Cartão por Caducidade AOA 1.000,00 Substituição do Cartão por Perca, Roubo ou Extravio AOA 2.000,00 Extrato mensal (mês em curso) ==== Pedido de 2ª via do Extracto mensal (mês em curso) AOA 500,00 Serviço de Câmbio 2% Cópia de Factura Nacional AOA 500,00 Cópia de Factura Internacional AOA 1.000,00 Assinatura do 1.º titular (conforme B.I.) Assinatura do 2.º titular (conforme B.I.) Assinatura do responsável da Agência

PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO

PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO MOD. 478 PEDIDO DE ADESÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO AGÊNCIA CLIENTE TIPO Nº Dia Mês Ano INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome Completo (preencha em letras maiúsculas) Nome a gravar no cartão (máximo de 23 caracteres, incluindo

Leia mais

CARTÃO PRÉ-PAGO VISA KANDANDU

CARTÃO PRÉ-PAGO VISA KANDANDU [Imagem] CONTRATO DE ADESÃO CARTÃO PRÉ-PAGO VISA KANDANDU Órgão Nº de Entidade (NDE) Dados do Titular Nome Nome a gravar no cartão Nº de Conta - - Declaro serem verdadeiras todas as informações prestadas.

Leia mais

Contrato de Adesão Cartão Keve Frota Sonangalp

Contrato de Adesão Cartão Keve Frota Sonangalp Contrato de Adesão Cartão Keve Frota Sonangalp Agência/ CE/ C&P/ Oil & Gás Conta nº 1 NATUREZA DO CLIENTE PARTICULAR EMPRESA 2 IDENTIFICAÇÃO Nome Contribuinte nº E-mail Morada Contacto ÇÃO 3 FROTA SONANGALP

Leia mais

Contrato Adesão cartão SOC. COMERCIAL C. SANTOS - A.ccr.S.2016-03.033

Contrato Adesão cartão SOC. COMERCIAL C. SANTOS - A.ccr.S.2016-03.033 1 6 CARTÃO DE CRÉDITO PARTICULAR SOC. COMERCIAL C. SANTOS Montepio Crédito - Instituição Financeira de Crédito, S.A. Condições Gerais de Utilização, Direitos e Deveres das Partes Elaboradas de acordo com

Leia mais

PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO

PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO I1058 19.01.2016 Cartões de Crédito Particulares Agência/ OE Gestor Rede Ponto 24/ VISA Electron Private Exclusivo PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO DAKI Pronto a Usar EU Não protocolado REFERÊNCIA

Leia mais

Conta nº. Nome Sexo: F M. Estado Civil: Solteiro(a) Casado(a) Divorciado(a) Viúvo(a) União de Facto

Conta nº. Nome Sexo: F M. Estado Civil: Solteiro(a) Casado(a) Divorciado(a) Viúvo(a) União de Facto Contrato de Adesão Cartão Keve Visa Gold e Classic Particular/ Profissional Liberal/ CNI Conta nº Apenas disponível para Particulares, maiores de 18 anos. Estes dados são confidenciais e destinam-se a

Leia mais

Mod. 250-1 Tit. - Abril 2016

Mod. 250-1 Tit. - Abril 2016 1 6 CARTÃO DE CRÉDITO PARTICULAR UNICRE BANCO PRIVADO ATLANTICO EUROPA Condições Gerais de Utilização, Direitos e Deveres das Partes Elaboradas de acordo com o Aviso n.º 11/2001, de 20 de Novembro, do

Leia mais

ABERTURA DE CONTA (EMPRESAS) PÁG. 1/7

ABERTURA DE CONTA (EMPRESAS) PÁG. 1/7 ABERTURA DE CONTA (EMPRESAS) PÁG. 1/7 IDENTIFICAÇÃO (Denominação Social) (Denominação Abreviada) Residente Sim Não ( da Sede) (Localidade) (Código Postal) (País) (1º Telefone Empresa) (2º Telefone Empresa)

Leia mais

Nome da Empresa (Máx.27 caracteres) Matrícula da viatura/ Nome do Utilizador (Máx 27 caracteres) Nome da Empresa (Máx.

Nome da Empresa (Máx.27 caracteres) Matrícula da viatura/ Nome do Utilizador (Máx 27 caracteres) Nome da Empresa (Máx. ELEMENTOS A GRAVAR NO CARTÃO 1 Matrícula da viatura/ Nome do Utilizador (Máx 27 caracteres) 2 Matrícula da viatura/ Nome do Utilizador (Máx 27 caracteres) 3 Matrícula da viatura/ Nome do Utilizador (Máx

Leia mais

Condições gerais de utilização de cartões de débito PESSOAS SINGULARES. Cartão MB Only Cartão Visa Electron

Condições gerais de utilização de cartões de débito PESSOAS SINGULARES. Cartão MB Only Cartão Visa Electron CAPÍTULO I 1. Conceito 1.1. Os cartões de débito Multibanco Only ( cartão MB Only ) e Visa Electron ( cartão Visa Electron ) (em conjunto designados como os cartões ), identificados neste Contrato, são

Leia mais

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas Guia do Utilizador Cartão BPI Gold Empresas Índice 1. O Cartão BPI Gold Empresas...3 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Gold Empresas...3 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio

Leia mais

SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS Novo regime

SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS Novo regime SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS Novo regime Lisboa, 2014 www.bportugal.pt http://clientebancario.bportugal.pt SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS 3.ª reedição, janeiro de 2016 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71

Leia mais

REAL PPR Condições Gerais

REAL PPR Condições Gerais Entre a, adiante designada por Segurador, e o Tomador do Seguro identificado nas Condições Particulares, estabelece-se o presente contrato de seguro que se regula pelas Condições Particulares e desta apólice,

Leia mais

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com Prime Soluções Empresariais SEDE: Rua de Entrecampos, 28, 1749-076 Lisboa Nº de Pessoa Colectiva 502 M 757 - N' de Matricula 08537 C.R.C.L Capital Social de EUR.; 30 000 000. I/ -I- CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO CARTÃO DE DÉBITO VISA ELECTRON

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO CARTÃO DE DÉBITO VISA ELECTRON CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO CARTÃO DE DÉBITO VISA ELECTRON O cartão de Débito Visa Electron reger-se-á pelas normas e condições constantes das presentes condições gerais de utilização, cujo conhecimento

Leia mais

PROPOSTA DE ADESÃO CARTÃO PRÉ-PAGO

PROPOSTA DE ADESÃO CARTÃO PRÉ-PAGO Particulares / Empresa PROPOSTA DE ADESÃO CARTÃO PRÉ-PAGO Agência Código da Agência N.º de Cliente/Conta Titular do Cartão Não Sim TITULAR DO CARTÃO - Particulares Nome do Titular Morada do Titular Estado

Leia mais

GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio

GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio Índ ce 1. O Cartão BPI Prémio... 2 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Prémio... 2 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio do cartão... 3 4.

Leia mais

Declaro ainda, no caso de contratar um Cartão BPI Cash Virtual, que me foi feita a entrega imediata do número deste cartão.

Declaro ainda, no caso de contratar um Cartão BPI Cash Virtual, que me foi feita a entrega imediata do número deste cartão. CONTRATO DE ADESÃO A CARTÕES PRÉ-PAGOS Cartões BPI Cash BPI Cash BPI Cash Virtual Dados do Cliente Nome completo Sexo M F N.º Contribuinte Documento de Identificação BI/CC Passaporte Outro Nº Validade

Leia mais

1 / 2 Condições de Utilização do Crédito Pessoal

1 / 2 Condições de Utilização do Crédito Pessoal 1 / 2 Condições de Utilização do Crédito Pessoal 1. O Crédito Pessoal é do tipo crédito clássico e só pode ser solicitado pela pessoa singular 1ª Titular de um Cartão emitido pela UNICRE que esteja em

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO FREEPORT E FREEPORT DE REDE UNIVERSAL

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO FREEPORT E FREEPORT DE REDE UNIVERSAL CARTÃO FREEPORT CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO FREEPORT E FREEPORT DE REDE UNIVERSAL CGFREE- PRODUZIDO EM OUTUBRO 2014 1. Disposições Gerais O Contrato é constituído pelas presentes Condições

Leia mais

CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE DADOS COMPLEMENTARES. www.bistp.st AGÊNCIA N.

CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE DADOS COMPLEMENTARES. www.bistp.st AGÊNCIA N. Limpar dados CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS AGÊNCIA N.º CONTA N.º AS ZONAS SOMBREADAS SERÃO PREENCHIDAS PELOS SERVIÇOS DO BANCO IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE PESSOA

Leia mais

Freguesia de Requião

Freguesia de Requião Freguesia de Requião Regulamento e Tabela de Taxas e Licenças Ano de 2014 Em conformidade com o disposto nas alíneas d) e f), nº 1 do artigo 9º, conjugada com a alínea h) do nº 1 do artigo 16º, da Lei

Leia mais

ADESÃO AO SERVIÇO PAGA FÁCIL

ADESÃO AO SERVIÇO PAGA FÁCIL ADESÃO AO SERVIÇO PAGA FÁCIL BALCÃO CÓDIGO DATA N.º CONTA D.O.(*) MOEDA / / A O A (*) Conta associada ao serviço Paga Fácil, usada para débito de transacções e comissões do SMS Banking IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

PROPOSTA DE ADESÃO CARTÃO BES BUSINESS PARCERIAS - OTOC CONDIÇÕES PARTICULARES

PROPOSTA DE ADESÃO CARTÃO BES BUSINESS PARCERIAS - OTOC CONDIÇÕES PARTICULARES 1. INFORMAÇÕES PESSOAIS Telemóvel Nome Completo Morada Localidade Código Postal - Localidade Postal Telefone Telemóvel Nº BI / Passaporte / Outro Local Emissão Contribuinte nº Estado Civil Nome Cônjuge

Leia mais

Plano Empresas Reforma

Plano Empresas Reforma Plano Empresas Reforma Condições gerais e especiais 1110599-01.20104 Pela protecção dos valores da vida. Liberty Seguros, S.A. - Av. Fontes Pereira de Melo, n.º 6 1069-001 Lisboa Telef. 808 243 000 - Fax

Leia mais

1º Titular Informações Pessoais (Por favor preencha em Maiúsculas)

1º Titular Informações Pessoais (Por favor preencha em Maiúsculas) A preencher pelo ACP Origem Nº func. Sócio nº Apenas disponível para Sócios ACP, maiores de 18 anos. Dados são confidenciais. 1º Titular Informações Pessoais (Por favor preencha em Maiúsculas) Nome Completo

Leia mais

Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas 1.

Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas 1. Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas da MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., com sede na Av. Fontes

Leia mais

VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI

VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI CONDIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I GENERALIDADES ARTº 1º - DEFINIÇÕES 1. Para os efeitos do presente contrato, considera-se: a) Companhia - a entidade seguradora,, que subscreve com

Leia mais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES 1. Para efeitos do presente contrato entende-se por: Seguradora: a Real Vida Seguros, S.A., que subscreve com o Tomador de Seguro o presente contrato; Tomador de Seguro: A entidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS (Conforme art.42º do Decreto Leinº18/2008 de 29 de Janeiro de 2008) Cláusula 1.ª Objecto 1. O presente

Leia mais

Condições Gerais do Caixadirecta Empresas

Condições Gerais do Caixadirecta Empresas Condições Gerais do Caixadirecta Empresas Cláusula 1ª - Objecto As presentes condições gerais regulam o Caixadirecta Empresas, sem prejuízo das disposições legais aplicáveis e daquilo que for especialmente

Leia mais

PROPOSTA DE SEGURO LEVE PPR

PROPOSTA DE SEGURO LEVE PPR PROPOSTA DE SEGURO LEVE PPR Código Mediador Agência Mediador Entidade Cobradora 1. Tomador do Seguro / Pessoa Segura Nº Cliente (*) (*) Se é Cliente Império Bonança, preencha este campo Morada Código Postal

Leia mais

CÓDIGOS REGIME JURÍDICO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA TERMOS DE DISPONIBILIZAÇÃO E DE UTILIZAÇÃO

CÓDIGOS REGIME JURÍDICO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA TERMOS DE DISPONIBILIZAÇÃO E DE UTILIZAÇÃO CÓDIGOS REGIME JURÍDICO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA TERMOS DE DISPONIBILIZAÇÃO E DE UTILIZAÇÃO A selecção dos textos legislativos disponibilizados no sitio Home Page Jurídica (www.euricosantos.pt)

Leia mais

CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DE CARTAO MULTICAIXA

CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DE CARTAO MULTICAIXA MINUTA CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DE CARTAO MULTICAIXA A emissão e utilização dos Cartões de Multibanco do Banco VTB África S.A., na cidade de Luanda, contribuinte N.º 5401156537, matriculado na Conservatória

Leia mais

BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Co-Branded Chevrolet Card

BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Co-Branded Chevrolet Card BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Co-Branded Chevrolet Card Conceito e Características do Cartão de Crédito O cartão de crédito Chevrolet Card de uso doméstico e/ou

Leia mais

CARTÕES DE CRÉDITO: BOAS RAZÕES PARA UMA BOA REGULAÇÃO

CARTÕES DE CRÉDITO: BOAS RAZÕES PARA UMA BOA REGULAÇÃO 1 CARTÕES DE CRÉDITO: BOAS RAZÕES PARA UMA BOA REGULAÇÃO 15.04.2008 SÃO PAULO SEMINÁRIO PROTESTE 2 CARTÕES DE CRÉDITO: BOAS RAZÕES PARA UMA BOA REGULAÇÃO 3 1. Meio de pagamento e instrumento de crédito

Leia mais

INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO DE VIDA LIGADO A FUNDOS DE INVESTIMENTO (UNIT LINKED) MAPFRE INVESTIMENTO DINÂMICO (Não Normalizado)

INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO DE VIDA LIGADO A FUNDOS DE INVESTIMENTO (UNIT LINKED) MAPFRE INVESTIMENTO DINÂMICO (Não Normalizado) 21102015 INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO DE VIDA LIGADO A FUNDOS DE INVESTIMENTO (UNIT LINKED) MAPFRE INVESTIMENTO DINÂMICO (Não Normalizado) (nos termos do Dec.-Lei n.º 72/2008 de 16 de Abril) SEGURADOR

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES ACTIVOBANK E INSTRUMENTO DE PAGAMENTO PARA TRANSAÇÕES SEGURAS EM COMÉRCIO ELETRÓNICO E SERVIÇO MB WAY

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES ACTIVOBANK E INSTRUMENTO DE PAGAMENTO PARA TRANSAÇÕES SEGURAS EM COMÉRCIO ELETRÓNICO E SERVIÇO MB WAY I. Definições: 1 Para efeitos do presente Contrato, e salvo se de modo diferente resultar do seu texto, os termos e expressões nele usados iniciados com letra maiúscula e a seguir indicados, têm o significado

Leia mais

INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO OBRIGATÓRIO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DOS PORTADORES DE ARMAS (nos termos do Dec.-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril)

INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO OBRIGATÓRIO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DOS PORTADORES DE ARMAS (nos termos do Dec.-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril) 25032010 INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO OBRIGATÓRIO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DOS PORTADORES DE ARMAS (nos termos do Dec.-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril) SEGURADOR MAPFRE Seguros Gerais S. A. Sede Social:

Leia mais

Protecção Vida 55-85. Coberturas Base

Protecção Vida 55-85. Coberturas Base PROTECÇÃO VIDA Protecção Vida 55-85 Coberturas Base 1/10 T E M P O R Á R I O A N U A L R EN O V Á V E L Ramo Vida - Grupo C O N D I Ç Õ E S G E R A I S 2/10 Artigo 1º - DEFINIÇÕES Artigo 2º - DISPOSIÇÕES

Leia mais

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Caderno de Encargos Caderno de Encargos Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas

Leia mais

SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS

SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS Lisboa, 2013 Disponível em www.clientebancario.bportugal.pt BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Supervisão Comportamental

Leia mais

PROPOSTA DE ADESÃO/CONTRATO DO CARTÃO DE CRÉDITO VERTBAUDET

PROPOSTA DE ADESÃO/CONTRATO DO CARTÃO DE CRÉDITO VERTBAUDET PROPOSTA DE ADESÃO/CONTRATO DO CARTÃO DE CRÉDITO VERTBAUDET ORIGINAL PARA O CREDIBOM BANCO CREDIBOM, S.A. Av. General Norton de Matos - 71-3º - Miraflores - 1495-148 Algés Registado na C.R.C. Cascais Capital

Leia mais

BANCO DO BRASIL S.A.

BANCO DO BRASIL S.A. BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Co-Branded Smiles Banco do Brasil S.A. Pessoas Físicas Correntistas e Não-Correntistas Características do Cartão de Crédito Smiles

Leia mais

GERAIS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS ZON 51, 9000-090 1. OBJECTO

GERAIS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS ZON 51, 9000-090 1. OBJECTO CONDIÇÕES GERAIS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS ZON Madeira 1. OBJECTO 1.1 As presentes Condições Gerais regulam, em conjunto com os seus Anexos e os demais elementos referidos nas mesmas (conjuntamente Condições

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING)

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING) CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING) Ao contrato de emissão do Cartão mencionado infra, celebrado entre o Titular e BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA (PORTUGAL), SA, (doravante

Leia mais

Regime jurídico do contrato de locação financeira

Regime jurídico do contrato de locação financeira Regime jurídico do contrato de locação financeira www.odireitodigital.com REGIME JURÍDICO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA Decreto-Lei n.º 149/95 de 24 de Junho. - Altera o regime jurídico do contrato

Leia mais

Artigo Preliminar... 03. Capítulo I - Definições, Objecto e Garantias do Contrato, Âmbito Territorial e Exclusões

Artigo Preliminar... 03. Capítulo I - Definições, Objecto e Garantias do Contrato, Âmbito Territorial e Exclusões ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Artigo Preliminar... 03 Capítulo I - Definições, Objecto e Garantias do Contrato, Âmbito Territorial e Exclusões Artigo 1.º - Definições... 03 Artigo 2.º - Objecto do contrato...

Leia mais

Informações Pessoais do Colaborador da Empresa

Informações Pessoais do Colaborador da Empresa Se é Cliente Millennium bcp, preencha apenas os campos a cinza. Se não é Cliente Millennium bcp preencha todo o formulário e junte cópias devidamente certificadas (*) de: Declaração IES relativos aos dois

Leia mais

PROCEDIMENTO POR NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA ARRENDAMENTO PARA A ACTIVIDADE DE RESTAURAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS

PROCEDIMENTO POR NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA ARRENDAMENTO PARA A ACTIVIDADE DE RESTAURAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS PROCEDIMENTO POR NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA ARRENDAMENTO PARA A ACTIVIDADE DE RESTAURAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1º Objeto O presente Procedimento

Leia mais

Contrato de Adesão Cartão Keve Visa Gold e Classic

Contrato de Adesão Cartão Keve Visa Gold e Classic Contrato de Adesão Cartão Keve Visa Gold e Classic Conta nº Apenas disponível para Particulares, maiores de 18 anos. Estes dados são confidenciais e destinam-se a avaliação deste Contrato e actualização

Leia mais

CONTRATO-MODELO. Reembolso dos custos. para projectos de demonstração (CE) (Versão montante fixo)

CONTRATO-MODELO. Reembolso dos custos. para projectos de demonstração (CE) (Versão montante fixo) CONTRATO-MODELO Reembolso dos custos para projectos de demonstração (CE) (Versão montante fixo) NB: O presente contrato é utilizado quando a contribuição comunitária consiste num montante fixo. A contribuição

Leia mais

Decreto-Lei n.º 149/95, de 24 de Junho, Altera o regime jurídico do contrato de locação financeira

Decreto-Lei n.º 149/95, de 24 de Junho, Altera o regime jurídico do contrato de locação financeira 1/13 Decreto-Lei n.º 149/95, de 24 de Junho, Altera o regime jurídico do contrato de locação financeira JusNet 40/1995 Link para o texto original no Jornal Oficial (DR N.º 144, Série I-A, 24 Junho 1995;

Leia mais

ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES

ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES 1 ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES CADERNO DE ENCARGOS Artigo 1.º Objeto A Câmara Municipal de

Leia mais

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Aprovado pelo Conselho Geral da UPorto em 26 de Fevereiro de 2010 Alterado pelo Conselho Geral da UPorto em 18 de Março de 2011 Ao abrigo da Lei n.º 37/2003,

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO BRB PRÉ-PAGO

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO BRB PRÉ-PAGO CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO BRB PRÉ-PAGO CONDIÇÕES GERAIS DO CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DE CARTÃO PRÉ-PAGO PARA CORRENTISTAS E NÃO CORRENTISTAS DO BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A. CLÁUSULA

Leia mais

!! "# $$$ " % & $ '$$ $ $ $ $" ( ) $ #* * Destina-se se a clientes particulares, maiores de idade e residentes em Portugal, titulares de uma conta à

!! # $$$  % & $ '$$ $ $ $ $ ( ) $ #* * Destina-se se a clientes particulares, maiores de idade e residentes em Portugal, titulares de uma conta à DESTINATÁRIOS OPERAÇÕES PERMITIDAS ) ( $ $)$$ +&!! "# $$$ " % & $ '$$ $ $ $ $" ( ) $ #* * ** ** Destina-se se a clientes particulares, maiores de idade e residentes em Portugal, titulares de uma conta

Leia mais

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa.

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. GUIA COMPRA DE CASA Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. O BPI sintetizou algumas informações que o ajudarão a tomar a melhor decisão. 1 - Quais os custos a considerar na escolha

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING)

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING) CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO AO SEU RITMO BBVA (CARTÃO REVOLVING) Ao contrato de emissão do Cartão mencionado infra, celebrado entre o Titular e BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA (PORTUGAL), SA, (doravante

Leia mais

INSTRUTIVO N.º 04/2013 De 31 de Julho

INSTRUTIVO N.º 04/2013 De 31 de Julho INSTRUTIVO N.º 04/2013 De 31 de Julho ASSUNTO: CASAS DE CÂMBIO - REGRAS OPERACIONAIS Considerando a necessidade de se adequar as regras operacionais das casas de câmbio, ao efectivo monitoramento do fluxo

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 13 19 de Janeiro de 2011 3935

Diário da República, 2.ª série N.º 13 19 de Janeiro de 2011 3935 Diário da República, 2.ª série N.º 13 19 de Janeiro de 2011 3935 Despacho n.º 1550/2011 A mais recente revisão regulamentar do sector do gás natural, concretizada através do Despacho n.º 4878/2010, de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO DEPOIS CLASSIC BBVA PARA PARTICULARES:

CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO DEPOIS CLASSIC BBVA PARA PARTICULARES: CONDIÇÕES GERAIS DO CARTÃO DEPOIS CLASSIC BBVA PARA PARTICULARES: Ao contrato de emissão de qualquer dos Cartões mencionados infra, celebrado entre o Titular e BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA (PORTUGAL),

Leia mais

FICHA DE ASSINATURAS PARTICULARES

FICHA DE ASSINATURAS PARTICULARES FICHA DE ASSINATURAS PARTICULARES BALCÃO / Nº CONTA À ORDEM FICHA Balcão Conta à Ordem Inicial Alteração TIPO DE CONTA TITULAR DA CONTA Individual Solidária Conjunta Mista CONDIÇÕES DE MOVIMENTAÇÃO ASSINATURAS

Leia mais

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO Por este instrumento particular, a Empresa devidamente qualificada na respectiva Proposta de Adesão e Credenciamento de Estabelecimentos

Leia mais

CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS

CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS Definições: Gestor: Banco de Investimento Global, S.A., responsável pela concepção, gestão e desenvolvimento do Programa de Pontos (adiante designado

Leia mais

Última actualização em 01/03/2007

Última actualização em 01/03/2007 Decreto-Lei n.º 149/95 de 24 de Junho. - Altera o regime jurídico do contrato de locação financeira, Ministério das Finanças, S.I-A, DR n.º 144, p. 4091-4094 alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/97 de 2 de

Leia mais

SEGURO UNIT LINKED CA INVESTIMENTO -1ª SÉRIE (Não Normalizado)

SEGURO UNIT LINKED CA INVESTIMENTO -1ª SÉRIE (Não Normalizado) CONDIÇÕES GERAIS SOLUÇÕES CAPITALIZAÇÃO SEGURO UNIT LINKED CA INVESTIMENTO -1ª SÉRIE (Não Normalizado) 1 CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE CA Investimento 1ª Série (Não Normalizado) SEGURO INDIVIDUAL Cláusula

Leia mais

Conta nº. Multicaixa Personalizado Multicaixa não Personalizado Multicaixa Não Personalizado Bankita

Conta nº. Multicaixa Personalizado Multicaixa não Personalizado Multicaixa Não Personalizado Bankita CONTRATO DE ADESÃO CARTÃO DE DÉBITO KEVE MULTICAIXA PARTICULARES Conta nº 1 TIPO DE CARTÃO Agência/ CE/ C&P/ Oil & Gás Multicaixa Personalizado Multicaixa não Personalizado Multicaixa Não Personalizado

Leia mais

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Regulamento Administrativo nº 24/2003

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Regulamento Administrativo nº 24/2003 1 REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU Regulamento Administrativo nº 24/2003 Condições da Apólice Uniforme do Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil das Embarcações de Recreio O Chefe do Executivo,

Leia mais

Avisos do Banco de Portugal. Aviso do Banco de Portugal nº 2/2010

Avisos do Banco de Portugal. Aviso do Banco de Portugal nº 2/2010 Avisos do Banco de Portugal Aviso do Banco de Portugal nº 2/2010 A Instrução nº 27/2003 consagrou no ordenamento jurídico nacional os procedimentos mais relevantes da Recomendação da Comissão nº 2001/193/CE,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto no artigo 29-A da Lei nº 8.229, de 07 de dezembro de

Leia mais

Nome Empresa. 6 Representante OU Procurador NDE

Nome Empresa. 6 Representante OU Procurador NDE CONTRATO DE ABERTURA DE CONTA Empresas/Pequenos Negócios/ENI Órgão Nº de Contrato (NDC) Identificação da Empresa Nome Empresa NDE Nome do NDC (preencher apenas se for necessário complementar o Nome Empresa)

Leia mais

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa.

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. GUIA COMPRA DE CASA Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. O BPI sintetizou algumas informações que o ajudarão a tomar a melhor decisão. 1 - Quais os custos a considerar na escolha

Leia mais

APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina Dentária, Médicos, Médicos Dentistas e Gestores de Clínicas NIPC: 508826020

APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina Dentária, Médicos, Médicos Dentistas e Gestores de Clínicas NIPC: 508826020 ESTATUTOS Artigo Primeiro (Denominação e sede social) 1 - A associação, sem fins lucrativos, adopta a denominação de APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina. 2 - A sociedade

Leia mais

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PROJETO DE RESOLUÇÃO 03-00023/2011 da Mesa Diretora Institui no âmbito da Câmara Municipal de São Paulo Sistema de Consignação Facultativa em Folha de Pagamento na modalidade

Leia mais

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento I. Termos e Condições Gerais de Venda da MAGIX Software GmbH Estado: junho 2014 1 Âmbito de aplicação 1. Todas as entregas, serviços e ofertas da MAGIX Software GmbH (de ora avante denominada MAGIX ) são

Leia mais

Simulação de Crédito Pessoal

Simulação de Crédito Pessoal Simulação de Crédito Pessoal Data de Impressão: 15-10-2013 12:35 Número de Simulação: 13892037 Resumo Prestação Comissão de Processamento (mensal) (Acresce Imposto do Selo à Taxa em vigor) Seguro de Vida

Leia mais

Linha de Crédito Comércio Investe - Documento de Divulgação - V.1

Linha de Crédito Comércio Investe - Documento de Divulgação - V.1 A presente linha de crédito surge como uma resposta às dificuldades das empresas no acesso ao financiamento, permitindo desta forma melhorar o suporte financeiro dos projetos aprovados no âmbito da Medida

Leia mais

Pagamento do prémio: O prémio é único, sendo devido antecipadamente pelo tomador do seguro.

Pagamento do prémio: O prémio é único, sendo devido antecipadamente pelo tomador do seguro. INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL SEGURO DE VIDA - PPR POSTAL PPR PLUS (nos termos do Dec.-Lei n.º 72/2008 de 16 de Abril) SEGURADOR MAPFRE SEGUROS DE VIDA S.A. Sede Social: Rua Castilho, 52, 1250-071 Lisboa N.I.P.C.

Leia mais

CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON

CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON Administradora de Cartões SICREDI Ltda., com sede, foro e administração em Brasília/DF, no SCS Qd. 06, BL. A, Nº. 141, Ed. Presidente, inscrito

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE

TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE A BIDDING LEILÕES, Lda., adiante designada e identificada, apenas por Bidding Leilões, sujeita a sua atividade leiloeira online, aos Termos e Condições Negociais

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard.

Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard. A seguir, você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações

Leia mais

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição Termos e condições gerais I. Âmbito de aplicação 1. Os seguintes termos e condições aplicam-se a qualquer uso de aluguer de quartos de hotel para alojamento, bem como todos os outros serviços e entregas

Leia mais

LEGISLAÇÃO CSC PARA CONSULTA NO EXAME

LEGISLAÇÃO CSC PARA CONSULTA NO EXAME ELEMENTOS DO CÒDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS PARA CONSULTA Artigo 28.º Verificação das entradas em espécie 1 - As entradas em bens diferentes de dinheiro devem ser objecto de um relatório elaborado por

Leia mais

FICHA CADASTRAL - PROPOSTA DE ABERTURA DE CONTA ADESÃO AO CARTÃO GIRO CERTO - PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL - PROPOSTA DE ABERTURA DE CONTA ADESÃO AO CARTÃO GIRO CERTO - PESSOA FÍSICA FICHA CADASTRAL - PROPOSTA DE ABERTURA DE CONTA ADESÃO AO CARTÃO GIRO CERTO - PESSOA FÍSICA Código de Venda: Nº Cadastro Cliente: Cliente: Agência: Conta: Inicial Renovação 001 DADOS PESSOAIS Nome Completo:

Leia mais

PROCESSO DE ATIVAÇÃO VIA INTERNET 1. Na homepage de www.bancobic.pt clique em Ativação BancoBIC Net.

PROCESSO DE ATIVAÇÃO VIA INTERNET 1. Na homepage de www.bancobic.pt clique em Ativação BancoBIC Net. BEM-VINDO AO BancoBIC NET. Através do BancoBIC Net pode aceder às suas contas no Banco BIC. Dispõe de um vasto leque de consultas e operações, sempre que quiser e em qualquer lugar, através da internet

Leia mais

Regulamento de Venda de Lotes na Zona Industrial de Almodôvar. Regulamento

Regulamento de Venda de Lotes na Zona Industrial de Almodôvar. Regulamento Regulamento de Venda de Lotes na Zona Industrial de Almodôvar Regulamento junho de 2011 Regulamento de Venda de Lotes na Zona Industrial de Almodôvar Projeto aprovado por Deliberação da Câmara Municipal,

Leia mais

APROVADO PELA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SINTRA EM 24 DE JUNHO DE

APROVADO PELA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SINTRA EM 24 DE JUNHO DE REGULAMENTO DO LICENCIAMENTO DO EXERCÍCIO E DA FISCALIZAÇÃO DA ACTIVIDADE DE EXPLORAÇÃO DE MÁQUINAS AUTOMÁTICAS, MECÂNICAS, ELÉCTRICAS E ELECTRÓNICAS DE DIVERSÃO NO MUNICÍPIO DE SINTRA ( com as alterações

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD EMPRESA (PRÉ-PAGO) CORRENTISTAS E NÃO CORRENTISTAS DO BANCO DO BRASIL S.A.

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD EMPRESA (PRÉ-PAGO) CORRENTISTAS E NÃO CORRENTISTAS DO BANCO DO BRASIL S.A. CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD EMPRESA (PRÉ-PAGO) CORRENTISTAS E NÃO CORRENTISTAS DO BANCO DO BRASIL S.A. Pelo presente contrato, o BANCO DO BRASIL S.A., com sede em Brasília (DF),

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Entre: ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional, com sede na

Leia mais

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. Intermediários Financeiros O QUE SÃO INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS? Intermediários financeiros são as empresas prestadoras dos serviços que permitem aos investidores actuar

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA 2 Preâmbulo Considerando que o progressivo aumento do parque automóvel e, consequentemente, da procura de estacionamento para satisfação

Leia mais

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING 1ª) DEFINIÇÕES 1) Para todos os efeitos as partes acordam as seguintes definições A) Empresa: Low Cost, Estacionamos por Si Lda. B) Parque Low

Leia mais

Contrato de Comodato de Equipamentos

Contrato de Comodato de Equipamentos Contrato de Comodato de Equipamentos ELITEINFOR com sede na Cidade de Lagoa Grande / PE, na Rua Joaquim Nabuco, 175, Centro, CEP: 56395-000, inscrita no CNPJ sob n.º 13.636.627/0001-85, doravante denominado

Leia mais

ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO

ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO CIRCULAR Nº 036/2016 (SF) RF/RC Lisboa, 09 de Março de 2016 ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO Informação aos clientes quanto à existência de entidades de resolução alternativa de litígios de consumo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CARTÃO EMPRESA

CONDIÇÕES GERAIS CARTÃO EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS CARTÃO EMPRESA Cláusula 1ª Definição 1. O Cartão Empresa é um cartão da rede Visa emitido pelo Banco Sol em nome de uma Empresa, adiante designado Titular, que se responsabiliza pela sua

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco

SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito

Leia mais

ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA

ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA (Até às alterações do Decreto Lei n.º 38/2003, de 08 de Março) ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA CAPÍTULO I Artigo 1.º Convenção de arbitragem 1 - Desde que por lei especial não esteja submetido exclusivamente a tribunal

Leia mais