FUMSOFT EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUMSOFT EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO"

Transcrição

1 FUMSOFT PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À MELHORIA E QUALIDADE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE EM EMPRESAS COM ESTABELECIMENTO EM MINAS GERAIS E DIFUSÃO DO MODELO MPS.BR (MELHORIA DE PROCESSO DO SOFTWARE BRASILEIRO) EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE EMPRESAS PARTICIPANTES DO PROGRAMA DE APOIO À QUALIFICAÇÃO MPS.BR Grupo 11 (G11) GERIDO PELA FUMSOFT Projeto Apoio do Estado de Minas Gerais ao Programa de Aceleração de Start-Ups ACELERA MG/ MG TI 2022, conforme convênio FAPEMIG nº /13, assinado em 05/09/2013. A FUMSOFT, gestora do Programa de Apoio e Incentivo à Melhoria e Qualidade dos Processos de Software em Empresas com Estabelecimento em Minas Gerais Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11), torna público que se encontra aberto o Edital para o processo de seleção de empresas para a formação do G11 e convida a se candidatarem de acordo com as condições estipuladas neste Edital. 1 OBJETO Selecionar e apoiar empresas de variados portes com estabelecimento em Minas Gerais, viabilizando a certificação em qualidade de software (modelo MPS.BR) e a criação de diferenciais para os mercados interno e externo. 2 CONCEITOS Para fins do presente Edital e para um maior entendimento do seu conteúdo, fica abaixo explicitado o significado das palavras e/ou expressões que se seguem: Instituição Avaliadora (IA): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como avaliadora seguindo o MA-MPS (Modelo de Avaliação do MPS.BR) Instituição Implementadora (II): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como implementadora do MR-MPS (Modelo de Referência do MPS.BR) Instituição Organizadora de Grupo de Empresas (IOGE): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como organizadora de grupo de empresas para implementação do MR-MPS e avaliação seguindo o MA-MPS Software Engineering Process Group (SEPG): Grupo responsável pela definição, manutenção e melhoria do processo de engenharia de software em uma organização. 1

2 2.5 - Nível de maturidade: Grau de melhoria de processos para um predeterminado conjunto no qual todos os resultados esperados do processo e dos atributos dos processos são atendidos. Os níveis que compõem o modelo MPS.BR e os processos correlatos estão listados na tabela abaixo. Níveis Nome Processos A Em Otimização B Gerenciado Quantitativamente Gerência de Projetos GPR (evolução) C Definido Gerência de Riscos GRI, Desenvolvimento para Reutilização DRU, Gerência de Decisões GDE D E F G 3 VAGAS Largamente Definido Parcialmente Definido Gerenciado Parcialmente Gerenciado Verificação VER, Validação VAL, Projeto e Construção do Produto PCP, Integração do Produto ITP, Desenvolvimento de Requisitos DRE Gerência de Projetos GPR (evolução), Gerência de Reutilização GRU, Gerência de Recursos Humanos GRH, Definição do Processo Organizacional DFP, Avaliação e Melhoria do Processo Organizacional AMP Medição MED, Garantia da Qualidade GQA, Gerência de Portfólio de Projetos GPP, Gerência de Configuração GCO, Aquisição AQU Gerência de Requisitos GRE, Gerência de Projetos - GPR Neste processo seletivo serão oferecidas 10 (dez) vagas para as empresas desenvolverem processos MPS.BR, com preferência para aquelas que tiverem, por nível de certificação pleiteada, o menor faturamento bruto no último exercício fiscal (2012). Além desta preferência, as interessadas deverão atender outros critérios estabelecidos pela Comissão Avaliadora da Fumsoft. 4 CANDIDATOS ELEGÍVEIS O processo de seleção das empresas considerará elegível a empresa que apresentar as seguintes premissas: Pessoa Jurídica com estabelecimento em Minas Gerais; Cumprimento dos prazos descritos na seção 10; Cumprimento das condições descritas na seção 5. 5 CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO As condições básicas para participar do processo de seleção são: 2

3 5.1 - Designar 1 (hum) um ou mais representantes com autonomia para participar do desenvolvimento e acompanhamento de todas as atividades relacionadas ao processo de implementação MPS.BR definido pela II Possuir no mínimo 1 (hum) um ou mais profissionais representantes do SEPG graduados na área de Tecnologia de Informação Garantir a dedicação de, no mínimo, 4 (quatro) horas semanais de um dos integrantes do SEPG para o desenvolvimento do projeto de implementação. Observação: Empresas que já participaram de projetos MPS.BR anteriores e que não concluíram a implementação e avaliação conforme o contrato firmado não poderão participar deste processo de seleção. 6 PROCESSO DE SELEÇÃO O processo de Seleção do Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) terá as seguintes etapas: 1. Divulgação do Edital 2. Assinatura do Termo de Acordo ao Edital 001/2013 1ª EDIÇÃO (Anexo I) e envio para o 3. Entrevista, solicitação e devolução do Questionário Inicial para preenchimento no e- mail: 4. Divulgação Preliminar no site da FUMSOFT das empresas aprovadas de acordo com o critério do Edital 5. Envio da Minuta do Contrato pela FUMSOFT 6. Assinatura e Envio dos Contratos para a Fumsoft 7. Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 1ª. chamada 8. Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 2ª. chamada 9. Início das Atividades 7 PROCEDIMENTOS PARA A SELEÇÃO 7.1 Serão selecionadas 10 (dez) empresas que, respeitada a preferência concedida àquelas interessadas que tiverem, por nível de certificação pleiteada, o menor faturamento bruto no último exercício fiscal (2012), atenderem os demais critérios estabelecidos pela Comissão Avaliadora da Fumsoft, e, após análise, forem aprovadas na entrevista e cumprirem os requisitos descritos neste Edital nas seções: 4, 5 e A FUMSOFT realizará a Divulgação Preliminar - item 3 da seção 10 - das empresas selecionadas, através de seu site (http://www.fumsoft.org.br), que deverão prosseguir no trâmite do processo de contratação. 3

4 7.3 - O Contrato deverá ser assinado em 3 (três) vias, pelo representante legal da CONTRATANTE, e deverá ser encaminhado para o endereço abaixo até às 17 horas do dia 18 de Novembro de 2013 (sexta-feira): FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE QUALIDADE / CCOMP CENTRO DE COMPETÊNCIA A/C: SETOR DE QUALIDADE Av. Afonso Pena, º andar Cruzeiro - Belo Horizonte MG CEP As empresas que não cumprirem o item 5 da seção 10 até sua data limite, serão automaticamente eliminadas e sua vaga será disponibilizada e comunicada na Divulgação Oficial do Resultado de Seleção 2ª. chamada O edital poderá ser obtido sem custos via internet através do endereço (http://www.fumsoft.org.br). 8 SERVIÇOS OFERECIDOS As seguintes atividades serão oferecidas para implementação do modelo MPS.BR: Diagnóstico Inicial: Etapa para obtenção de dados da organização para um entendimento prévio de sua estrutura, nicho de negócio e da atual situação dos processos. Consultoria Executiva: Reuniões de consultoria para a implementação do programa de melhoria de processos. Análise Crítica: Acompanhamento do andamento dos trabalhos de implementação de melhorias e análise crítica dos resultados. Treinamento: Detalhamento do processo para nível pleiteado do MPS.BR para compreensão de seus principais conceitos com intuito de sua aplicação na organização. Os treinamentos serão oferecidos em conjunto para todas as empresas de acordo com o nível pleiteado. Diagnóstico de Pré-Avaliação (DPA): Avaliação do grau de aderência da empresa aos processos que serão avaliados, mapeando eventuais lacunas e propondo ações corretivas a serem implementadas antes da etapa de Avaliação. Participação na Avaliação Inicial Oficial: Acompanhamento após o DPA de requeridos e oportunidades de melhorias levantadas pela equipe de consultores da II e possíveis ajustes que se fizerem necessários. Posteriormente, visando a certificação oficial, um consultor da II também participará da Avaliação Inicial Oficial, junto com a equipe da empresa participante, auxiliando no correto andamento desta etapa, que já terá a participação da IA selecionada. Há previsão 4

5 de participação do consultor FUMSOFT na avaliação inicial oficial, oportunidade na qual sua presença é permitida. A implementação do projeto deverá ocorrer em até 12 (doze) meses a partir da data de assinatura do Contrato. Os valores referentes à avaliação oficial MPS.BR não estão contemplados no escopo deste Edital, devendo ser contratada uma IA em comum acordo com a empresa a ser avaliada. As atividades abaixo não fazem parte do escopo deste Edital: Pagamento da IA para contratação de serviços de avaliação. Pagamento da taxa SOFTEX para avaliação: Deve ser realizado até 10 (dez) dias antes da Avaliação Inicial Oficial. A CONTRATANTE deve quitar a Taxa SOFTEX através de depósito bancário em conta da SOFTEX. Este valor é destinado à manutenção do modelo MPS e das empresas certificadas que recebem a qualificação pretendida. Custos de logística da equipe avaliadora: Custos com passagens, hospedagens e translado, para a realização da avaliação. Curso C1 Introdução ao MPS.BR: Esse curso é um curso oficial da Softex, e para 9 CUSTOS quem é associado a Fumsoft tem um custo de R$ 800,00 (oitocentos reais) por cada inscrito valor referência O curso é uma exigência da Softex para o profissional da empresa que for participar da equipe de avaliação oficial e não faz parte do pacote do projeto. Através da parceria FUMSOFT/MGTI, as empresas participantes do Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) receberão incentivo financeiro para a melhoria de seu processo de desenvolvimento de software. A tabela apresenta os valores finais para as empresas de Minas Gerais que irão compor o grupo G11 (já contemplados os valores de aporte do MGTI): Item Nível MPS.BR pretendido Valor a pagar para BH - Convênio FUMSOFT/MGTI Valor a pagar para Interior - Convênio FUMSOFT/MGTI 1 G - Parcialmente Gerenciado R$ ,00 R$ ,00 2 G ->F Gerenciado R$ ,00 R$ ,00 3 F - Gerenciado R$ ,00 R$ ,00 4 F ->C Definido R$ ,00 R$ ,00 A Comissão Avaliadora da Fumsoft, caso se mostre necessário, poderá realocar investimentos em razão das especificidades das empresas e do cumprimento do número mínimo de interessadas por item e localidade. 5

6 10 CALENDÁRIO As atividades deste edital estão previstas de acordo com a tabela a seguir: Item Atividade Data 1 Divulgação do Edital 04/10/2013 Assinatura do Termo de Acordo ao Edital 001/2013 1ª 2 EDIÇÃO (Anexo I) e envio para o e- Até 16/10/ Entrevista, solicitação e devolução do Questionário Inicial para preenchimento no Até 28/10/ Divulgação preliminar no site da FUMSOFT das empresas aprovadas de acordo com o critério do Edital 30/10/ Envio da Minuta do Contrato pela CONTRATANTE 31/10/ Assinatura e Envio dos Contratos para a Fumsoft Até 18/11/ Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 1ª. Chamada 22/11/ Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 2ª. Chamada 06/12/ Início das Atividades 09/12/ CONDIÇÕES GERAIS Todas as informações recebidas das empresas serão tratadas como confidenciais Em qualquer fase do processo de seleção, a FUMSOFT poderá se fazer representar por parte de seus membros ou por consultores A aprovação das propostas candidatas ao Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) ficará sujeita à aprovação pela Comissão Julgadora de Projetos. 12- OUTRAS INFORMAÇÕES Demais informações poderão ser obtidas pelo e por meio do telefone (31)

7 ANEXO I <Timbre da empresa> Termo de Acordo de adesão ao Projeto: Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) A empresa <Nome>, <CNPJ>, representada por seu <Diretor/Cargo> <Nome>, <CPF>, concorda com o EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO que regula o processo de seleção de empresas com estabelecimento em Minas Gerais para a formação do G11 GERIDO PELA FUMSOFT - Projeto Apoio do Estado de Minas Gerais ao Programa de Aceleração de Start-Ups ACELERA MG/ MG TI 2022, conforme convênio FAPEMIG nº /13, assinado em 05/09/2013. Data: <Cidade>, xx de xxxxx, de 2013 nome cargo 7

FUMSOFT EDITAL 002/2013 1ª EDIÇÃO

FUMSOFT EDITAL 002/2013 1ª EDIÇÃO FUMSOFT PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À MELHORIA E QUALIDADE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE EM EMPRESAS COM ESTABELECIMENTO EM MINAS GERAIS E DIFUSÃO DO MODELO MPS.BR (MELHORIA DE PROCESSO DO SOFTWARE BRASILEIRO)

Leia mais

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI.

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. MPS.BR O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. ISO - 12207 para desenvolvimento de software. ISO - 15504 para avaliação

Leia mais

Melhoria do Processo de Software MPS-BR

Melhoria do Processo de Software MPS-BR Melhoria do Processo de Software MPS-BR Fabrício Sousa Pinto fabbricio7@yahoo.com.br O que é Qualidade? O problema da gestão da qualidade não é que as pessoas não sabem a respeito dela. O problema é que

Leia mais

MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho

MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho l MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho SUMÁRIO 1. Introdução Programa MPS.BR e Modelo MPS 2. Programa MPS.BR Resultados Esperados, Resultados Alcançados e

Leia mais

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G por Adriana Silveira de Souza Agenda Visão Geral do MPS.BR Processos e Capacidade de Processo Níveis de Maturidade Atributos de Processo Processo

Leia mais

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade 22/10/2012 WAMPS 2012 Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade Tópicos 1. Institucional 2. Programa de Melhoria de Processos 3. Nível

Leia mais

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 Seleção para o Programa de Aceleração de Startups da Incubadora da Fumsoft A FUMSOFT torna público que se encontra aberto

Leia mais

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Autores: Marcos Kalinowski (COPPE/UFRJ), Gleison Santos (PPGI - UNIRIO), Rafael Prikladnicki (PUCRS), Ana Regina Rocha

Leia mais

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais.

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais. Quem Somos Missão Promover a melhoria e a busca da excelência na gestão organizacional e o aperfeiçoamento contínuo dos processos dos nossos clientes, por meio de modelos e padrões de qualidade adequados

Leia mais

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Apresentação Programa MPS.BR Reutilização no MPS.BR Gerência de reutilização Desenvolvimento para reutilização

Leia mais

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012 FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA OS PROGRAMAS DE PRÉ-INCUBAÇÃO DE PROJETOS E PROGRAMA

Leia mais

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE Prof. Dr. Ivanir Costa Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE introdução As mudanças que estão ocorrendo nos clientes e nos ambientes de negócios altamente competitivos têm motivado as empresas a modificarem

Leia mais

FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS)

FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS) FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS) EDITAL 002/2013 9ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS PARA O PROGRAMA DE ACELERAÇÃO CÉLULA PUC MINAS GERIDO PELA FUMSOFT

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução à Melhoria de Processos de Software baseado no MPS.BR Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda Introdução MPS.BR MR-MPS Detalhando o MPS.BR nível G Introdução

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil l Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil SUMÁRIO 1. Introdução: Programa MPS.BR e Modelo MPS 2. Programa MPS.BR: Resultados Esperados, Resultados

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro Melhoria de Processo do Software Brasileiro (MPS.BR) SUMÁRIO 1. Introdução 2. Implantação do Programa MPS.BR: 2004 2007 3. Consolidação do Programa MPS.BR: 20082010 4. Conclusão Kival Weber Coordenador

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro l MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO 1. Introdução 2. Modelo MPS 3. Programa MPS.BR: Resultados Alcançados (2004-2008) e Resultados Esperados (2004-2010) 4. MPS.BR Lições Aprendidas

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO: Introdução: Objetivo e Metas do MPS.BR (Propósito, Subprocessos e Resultados) Resultados Alcançados Dez2003 Set2006 Conclusão: MPS.BR Um Programa

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil 1. Qualidade de Software: motivação para o foco no processo, características dos processos de software e abordagens para melhoria

Leia mais

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INSOFT BH (PRÉ- INCUBAÇÃO DE PROJETOS E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS) EDITAL 001/2011 7ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Aula 05 MPS.BR (ago/12) Melhoria de Processo do Software Brasileiro Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Agenda Descrição sumária do MPS.BR - Melhoria de Processo do Software

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia Geral Este guia contém a descrição geral do Modelo MPS e detalha o Modelo de Referência (MR-MPS) e as definições comuns necessárias para seu entendimento

Leia mais

MPS.BR A EXPERIÊNCIA E OS BENEFÍCIOS EM IMPLANTAR O MODELO NOS NÍVEIS G E F:

MPS.BR A EXPERIÊNCIA E OS BENEFÍCIOS EM IMPLANTAR O MODELO NOS NÍVEIS G E F: MPS.BR A EXPERIÊNCIA E OS BENEFÍCIOS EM IMPLANTAR O MODELO NOS NÍVEIS G E F: um estudo de caso. Rodrigo Pereira Assunção 1 Fabrício Pires Vasconcellos 2 RESUMO: Muitas empresas têm buscado no modelo de

Leia mais

Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR

Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR Prof. Dr. Marcos Kalinowski (UFF) kalinowski@acm.org Agenda do Curso Motivação para processos de software Visão geral do programa MPS.BR e do modelo MPS-SW

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 8: Implementação do MR-MPS em organizações que adquirem software

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 8: Implementação do MR-MPS em organizações que adquirem software MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 8: Implementação do MR-MPS em organizações que adquirem software Este guia contém orientações para a implementação do Modelo

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 9: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Software Este guia contém orientações para a implementação

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste Este guia contém orientações para a implementação do

Leia mais

http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais MPS.BR Rogério Araújo

http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais MPS.BR Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais MPS.BR Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais MPS.BR Rogério Araújo Questões O futuro pertence àqueles que acreditam

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 10: Implementação do MR-MPS em organizações do tipo Fábrica de Teste Este guia contém orientações para a implementação do

Leia mais

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm)

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) Programa 04/12/2008 05/12/2008 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) 2. A importância do fator humano no desenvolvimento de software Daniel

Leia mais

Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS)

Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS) Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS) SUMÁRIO 1. Introdução: programa MPS.BR 2. Principais resultados: modelo MPS,

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS de Software

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS de Software MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia Geral MPS de Software Este guia contém a descrição geral do Modelo MPS e detalha o Modelo de Referência MPS para Software (MR-MPS-SW) e as definições

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS MPS.BR

LISTA DE EXERCÍCIOS MPS.BR LISTA DE EXERCÍCIOS MPS.BR Disciplina: Professor: Qualidade de Software Edison Andrade Martins Morais 01. (FGV 2008 Senado Analista de Sistemas) Considere as assertivas sobre o Modelo MPS do Programa de

Leia mais

Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012

Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012 Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012 Mercado de TI aproximadamente R$ 45 bilhões (2011) Hardware 23 52% Serviços 15,14 34% Software 6,3 14% Fonte: Associação Brasileira das Empresas de Software

Leia mais

Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013)

Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013) Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013) Professor Gledson Pompeu gledson.pompeu@gmail.com Acesse nosso site em WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Versões atualizadas de notas de aula e listas de

Leia mais

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail. Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura O Modelo Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Agenda O que é? Motivação Organização do MPS.BR Estrutura

Leia mais

Consolidação do Programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro (2008-2011)

Consolidação do Programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro (2008-2011) Projeto 2.01 do PBQP Software Ciclo 2011 1. Introdução 2. Objetivos e Justificativa 3. Metodologia de Execução 4. Resultados Obtidos 5. Aplicabilidade dos Resultados 6. Características Inovadoras 7. Conclusão

Leia mais

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Agenda 1. Introdução 2. Melhoria de Processos Multimodelo 3. Modelo de Referência

Leia mais

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Relato da Experiência Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Fumsoft Allan M. R. Moura Charles H. Alvarenga Visual Sistemas Breno F. Duarte Paulo Lana www.visual.com.br

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

EDITAL 01/2013 SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E EMPRESAS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DA ITEBE

EDITAL 01/2013 SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E EMPRESAS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DA ITEBE EDITAL 01/2013 SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E EMPRESAS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DA ITEBE A ITEBE Incubadora Tecnológica e Empresarial de Betim, sob coordenação da SEADEC Betim Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

Viabilidade do Desenvolvimento de Software Baseado no Modelo MPS.BR com a Metodologia Extreme Programming

Viabilidade do Desenvolvimento de Software Baseado no Modelo MPS.BR com a Metodologia Extreme Programming Viabilidade do Desenvolvimento de Software Baseado no Modelo MPS.BR com a Metodologia Extreme Programming T. M. R. Dias 1 ; G. F. Moita 2 ; M. P. Silva 3 ; B. Ferreira 1 ; A. M. Silva 1 1 IFMG Instituto

Leia mais

Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição

Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição VIII Workshop Anual do MPS (WAMPS 2012) Autores: Fabrício Souto Cardoso (Eletrobras e COPPE/UFRJ) Dr.ª Ana Regina Rocha

Leia mais

Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO INSTRUÇÕES

Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO INSTRUÇÕES P1-MPS.BR - Prova de Introdução ao MPS.BR Data: 21 de maio de 2007 Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) Nome: e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo

Leia mais

PROGRAMA STANFORD. Esta é uma 2ª chamada, com foco em empresas Médias e Grandes.

PROGRAMA STANFORD. Esta é uma 2ª chamada, com foco em empresas Médias e Grandes. PROGRAMA STANFORD 1. O QUE É O programa, cujo foco é a Inovação e Empreendedorismo para empresas de base tecnológica, é voltado para capacitar empresários em conhecimentos sobre inovação, modelos de negócios

Leia mais

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Data: 20/10/2009 Agenda Empresa Problema Alternativas Implementação Forma de contratação Processo Aquisição

Leia mais

CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR

CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR Leonardo Galvão Daun Universidade Estadual de Maringá leonardo.daun@gmail.com Profª Drª Sandra Ferrari Universidade Estadual de Maringá

Leia mais

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro introdução objetivos do trabalho fundamentação teórica desenvolvimento da ferramenta

Leia mais

Introdução ao MPS.BR Guia Geral. Prof. Elias Batista Ferreira

Introdução ao MPS.BR Guia Geral. Prof. Elias Batista Ferreira Introdução ao MPS.BR Guia Geral Prof. Elias Batista Ferreira IMPORTANTE Este NÃO é um curso oficial do MPS.BR. Este curso NÃO é apoiado pela Softex. Objetivo deste Curso Descrever os processos e resultados

Leia mais

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães Agenda Contextualização da Qualidade Dificuldades na construção de software Possíveis soluções

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP Palmas TO Ciap CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

Modelos de Maturidade: MPS.BR. Aécio Costa

Modelos de Maturidade: MPS.BR. Aécio Costa Modelos de Maturidade: MPS.BR Aécio Costa Criado em 2003 pela Softex para melhorar a capacidade de desenvolvimento de software nas empresas brasileiras. Objetivo: Impulsionar a melhoria da capacidade de

Leia mais

Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR

Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR Danilo Scalet dscalet@yahoo.com.br Editor do Guia de Aquisição 1 2 1 MPS.BR: Desenvolvimento e Aprimoramento do Modelo Realidade

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 3: Fundamentação para Implementação do Nível E do MR-MPS-SW:2012

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 3: Fundamentação para Implementação do Nível E do MR-MPS-SW:2012 MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 3: Fundamentação para Implementação do Nível E do MR-MPS-SW:2012 Este guia contém orientações para a implementação do nível

Leia mais

Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologia de Informação e Comunicação http://www.ufpa.br/lts. Coordenação: Carla A. Lima Reis (UFPA)

Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologia de Informação e Comunicação http://www.ufpa.br/lts. Coordenação: Carla A. Lima Reis (UFPA) Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologia de Informação e Comunicação http://www.ufpa.br/lts Coordenação: Carla A. Lima Reis (UFPA) Roteiro Contexto e Motivações: o setor de Software nacional e o estado

Leia mais

Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança.

Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança. Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança. Eng. Christian Becker Bueno de Abreu Prof. Dr. Paulo Sérgio Cugnasca

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 2: Fundamentação para Implementação do Nível F do MR-MPS-SW:2012

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Implementação Parte 2: Fundamentação para Implementação do Nível F do MR-MPS-SW:2012 MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 2: Fundamentação para Implementação do Nível F do MR-MPS-SW:2012 Este guia contém orientações para a implementação do nível

Leia mais

Avaliação e Melhorias no Processo de Construção de Software

Avaliação e Melhorias no Processo de Construção de Software Avaliação e Melhorias no Processo de Construção de Software Martim Chitto Sisson Centro Tecnológico Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Florianópolis SC Brasil martim@inf.ufsc.br Abstract. This

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Avaliação

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia de Avaliação MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Avaliação (Versão 1.0) Este Guia descreve o processo e o Método de Avaliação MA-MPS, baseado na Norma Internacional ISO/IEC 15504 Maio de 2006

Leia mais

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES Implementação MPS.BR 26 de maio de 2008 4 horas de duração e-mail: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO: Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Q6 Q7 Q8 Q9 Q10 Nota INSTRUÇÕES Para a maioria das questões você tem mais de uma opção e

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO 1. Introdução 2. Resultados Alcançados: Dez2003 Mai2007 3. Conclusão José Antonio Antonioni Coordenador Geral da SOFTEX Associação para Promoção

Leia mais

EDITAL. Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP

EDITAL. Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP Recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, de acordo

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro Modelo de Maturidade: Melhoria de Processo do Software Brasileiro (MPS.BR) SUMÁRIO 1. Introdução 2. Resultados Dez2003 Jun2007 3. Metas 2009 4. Conclusão Kival Weber Coordenador Executivo do Programa MPS.BR

Leia mais

Pós-Graduação em Engenharia e Qualidade de Software com modelo MPS. Carlos Barbieri - Coordenação Nacional Fabiana Bigão Silva Coordenação - BH

Pós-Graduação em Engenharia e Qualidade de Software com modelo MPS. Carlos Barbieri - Coordenação Nacional Fabiana Bigão Silva Coordenação - BH Pós-Graduação em Engenharia e Qualidade de Software com modelo MPS Carlos Barbieri - Coordenação Nacional Fabiana Bigão Silva Coordenação - BH Pós-Graduação em Engenharia e Qualidade de Software com modelo

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO.

REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO. REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO. Artigo 1º - O PROJETO DECOLANDO COM GUARULHOS O Projeto Decolando com Guarulhos é uma parceria entre

Leia mais

WAMPS 2009. Gestão Integrada da Melhoria de Processos em Organizações de Software. Ana Regina Rocha Marcelo Mello 19/10/2009

WAMPS 2009. Gestão Integrada da Melhoria de Processos em Organizações de Software. Ana Regina Rocha Marcelo Mello 19/10/2009 WAMPS 2009 Gestão Integrada da Melhoria de Processos em Organizações de Software Ana Regina Rocha Marcelo Mello 19/10/2009 Agenda 1. Objetivos 2. Fundamentação Teórica 3. Organização do Projeto 4. Mapeamento

Leia mais

MPS - Melhoria de Processo de Software e Serviços. Guia Geral MPS de Serviços

MPS - Melhoria de Processo de Software e Serviços. Guia Geral MPS de Serviços MPS - Melhoria de Processo de Software e Serviços Guia Geral MPS de Serviços Este guia contém a descrição geral do Modelo MPS e detalha o Modelo de Referência MPS para Serviços (MR-MPS-SV) e as definições

Leia mais

PROGRAMA STANFORD 1. O QUE É

PROGRAMA STANFORD 1. O QUE É PROGRAMA STANFORD 1. O QUE É O programa, cujo foco é a Inovação e Empreendedorismo para empresas de base tecnológica, é voltado para capacitar empresários em conhecimentos sobre inovação, modelos de negócios

Leia mais

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE Brasília, 2015 O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE, entidade associativa de Direito

Leia mais

Definição do Framework

Definição do Framework Definição do Framework 1. Introdução 1.1. Finalidade Este documento tem por finalidade apresentar o mapeamento dos processos de Definição de Processo Organizacional e Avaliação e Melhoria do Processo dos

Leia mais

PROTOCOLO DE INTENÇÕES

PROTOCOLO DE INTENÇÕES PROTOCOLO DE INTENÇÕES As partes, de um lado: o ESTADO DE MINAS GERAIS, doravante designado simplesmente ESTADO, neste ato representado pelo Governador, senhor ALBERTO PINTO COELHO, e acompanhado pelos

Leia mais

Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa

Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa Dayana Henriques Fonseca 1, Frederico Miranda Coelho 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC)

Leia mais

Ferramenta Web para Gerência de Requisitos e de Projetos em Conformidade com o Modelo de Referência do MPS.BR

Ferramenta Web para Gerência de Requisitos e de Projetos em Conformidade com o Modelo de Referência do MPS.BR Ferramenta Web para Gerência de Requisitos e de Projetos em Conformidade com o Modelo de Referência do MPS.BR Instituto Centro-Oeste de Desenvolvimento de Software Cristiano Lehrer cristiano@icodes.org.br

Leia mais

Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR

Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR SCIENTIA PLENA VOL 6, NUM 3 2010 www.scientiaplena.org.br Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR F. G. Silva; S. C. P. Hoentsch, L. Silva Departamento

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE Unidade Dias

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE - CURITIBA

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO. Objetivo: Seleção de Candidatos ao Ingresso na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP/ IPEN

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO. Objetivo: Seleção de Candidatos ao Ingresso na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP/ IPEN EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Objetivo: Seleção de Candidatos ao Ingresso na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP/ IPEN Versão Completa 2015 Janeiro/2015 1) Objeto e Prazos O Cietec entidade

Leia mais

Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO

Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO Constitui requisitos e etapas para concorrer ao Processo de Seleção do Concurso

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM EXCELÊNCIA OPERACIONAL

Leia mais

O Modelo Processo de Software Brasileiro MPS-Br

O Modelo Processo de Software Brasileiro MPS-Br O Modelo Processo de Software Brasileiro MPS-Br Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior Disponível em www.pasteurjr.blogspot.com 1-Estrutura do MPS-Br ( Softex, 2009) O MPS.BR1 é um programa mobilizador,

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software André Mesquita Rincon Instituto de Informática/Universidade Federal de Goiás (UFG) Goiânia GO Brasil Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Fundação

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia de Implementação Parte 11: Implementação e Avaliação do MR-MPS-SW:2012 em Conjunto com o CMMI-DEV v1.3 Este guia contém orientações para a implementação

Leia mais

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM M P S. B R : M E L H O R I A D E P R O C E S S O D O S O F T W A R E B R A S I L E I R O A

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Política de Informática Edital MCTI/SEPIN/Start-Up Brasil No. 01/2013 Edital de Qualificação de Instituições de Apoio ao Processo de Aceleração

Leia mais

EDITAL PROPP 02/2010 EDITAL PROPP Nº02, DE 23 DE JANEIRO DE 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

EDITAL PROPP 02/2010 EDITAL PROPP Nº02, DE 23 DE JANEIRO DE 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL PROPP 02/2010 EDITAL PROPP Nº02, DE 23 DE JANEIRO DE 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA CHAMADA DE CONVOCAÇÃO DE BOLSITAS PARA INTEGRAR A EQUIPE MERCADOLÓGICA LOCAL DO PRIMEIRO PROGRAMA DE

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM

Leia mais

MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Nº 001/2013

MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Nº 001/2013 MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Nº 001/2013 Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco - SECTEC Associação Instituto de Tecnologia de Pernambuco ITEP/OS UGP PROAPL BRASIL PROGRAMA DE PRODUÇÃO E DIFUSÃO

Leia mais

Rastreabilidade e Análise de Impacto: Um caso de aplicação utilizando a ferramenta Visual Studio Team System

Rastreabilidade e Análise de Impacto: Um caso de aplicação utilizando a ferramenta Visual Studio Team System Rastreabilidade e Análise de Impacto: Um caso de aplicação utilizando a ferramenta Visual Studio Team System Tiago Domenici Griffo 1, Gothardo Francisco de Magalhães Santos 1, Rodrigo Becke Cabral 1 1

Leia mais

A Experiência na Implantação do Processo de Gerência de Reutilização no Laboratório de Engenharia de Software da COPPE/UFRJ

A Experiência na Implantação do Processo de Gerência de Reutilização no Laboratório de Engenharia de Software da COPPE/UFRJ A Experiência na Implantação do Processo de Gerência de Reutilização no Laboratório de Engenharia de Software da COPPE/UFRJ Reinaldo C. Silva Filho 1, Anne Elise Katsurayama 1, Gleison Santos 1, Leonardo

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO O CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE Unilasalle Canoas, por meio da Agência de Pesquisa e Desenvolvimento,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE EM UMA EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO Christian Canalli Orientador Prof.

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS Objetivos da apresentação Exposição dos principais detalhes do edital,

Leia mais

CNPJ: 25.466.087/0001-18

CNPJ: 25.466.087/0001-18 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO COORDENADOR DE INGLÊS PCGV59201105059 1 PREÂMBULO O INSTITUTO DE COOPERAÇÃO E EDUCAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO (INCED) é uma instituição qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

I Seleção de Projetos A Quatro G incentiva a sua pesquisa científica.

I Seleção de Projetos A Quatro G incentiva a sua pesquisa científica. A Quatro G Pesquisa & Desenvolvimento Ltda. (Quatro G P&D) torna pública a I Seleção de Projetos de Mestrado e Doutorado e convida alunos a apresentarem seus projetos a fim de receber o fornecimento de

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014

EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014 EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014 O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO torna público que receberá inscrições de candidatos ao processo seletivo para o nível de Mestrado Acadêmico, Mestrado Profissional

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia Geral (Versão 1.1) Este guia contém a descrição geral do MPS.BR e detalha o Modelo de Referência (MR-MPS) e as definições comuns necessárias para

Leia mais