REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO"

Transcrição

1 REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (SefazMT) esclarece as regras para a operacionalização do repasse ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, instituído pela Lei Complementar nº 144/2003 e alterado pela Lei Complementar nº 460, de 26/12/2011, que acrescentou os incisos IX e X ao artigo 14 da Lei nº 7.098/98. A partir de 01/04/2012 no cálculo do devido a título de substituição tributária nas operações interestaduais realizados pelos contribuintes credenciados como substituto tributário, bem como nas saídas internas promovidas por estabelecimento industrial matogrossense, deverá ser observado o acréscimo destinado ao referido Fundo nas operações realizadas com as seguintes mercadorias: a) armas e munições, suas partes e acessórios, classificados no capítulo 93 da NCM/SH; b) embarcações de esporte e de recreação, classificadas no código da NCM; c) bebidas classificadas nos códigos , 22.04, 22.05, , 2207 e da NCM/SH; d) cigarro, fumo e seus derivados, classificados no capítulo 24 da NCM/SH; e) jóias classificadas nos códigos a da NCM/SH; f) cosméticos e perfumes classificados nos códigos , 33.04, 33.05, da NCM/SH. Para as mercadorias relacionadas acima nos itens a, b, e e f, que estão sujeitas ao Regime de Estimativa Simplificado (carga média), o valor do adicional ao Fundo nas operações interestaduais deverá ser apurado e recolhido pelo remetente da mercadoria credenciado como substituto tributário ( 5º, art. 87J91 c/c 2ºA, art. 87J6, R), bem como nas saídas internas dessas mercadorias quando produzidas por estabelecimento industrial matogrossense ( 1ºA, art. 87J92, R). Nestes casos, em substituição ao acréscimo do percentual 12% destinado ao Fundo, os contribuintes que comercializam essas mercadorias utilizarão os percentuais constantes no Anexo XVI do R; esse novo percentual total deverá ser aplicado em todas as operações com qualquer mercadoria destinada ao estabelecimento enquadrado na respectiva CNAE. Em relação às mercadorias listadas nos itens c e d, que estão excluídas do Regime de Estimativa Simplificado (carga média), o valor do adicional ao Fundo nas operações interestaduais deverá ser apurado e recolhido pelo remetente da mercadoria credenciado como substituto tributário ( 1º e 1ºA, art. 13, Anexo XIV, R), pelo destinatário matogrossense de comércio atacadista ou varejista credenciado como substituto tributário ( 1ºB, art. 13, Anexo XIV, R), bem como nas saídas internas dessas mercadorias promovidas por estabelecimento industrial matogrossense ( 2º e 3º, art. 13, Anexo XIV, R). Já nestes casos, o montante do adicional ao Fundo resultará da aplicação do percentual de 12% sobre o valor da Nota Fiscal acrescido da margem de lucro fixada no Anexo XI do R. O recolhimento do adicional deverá ser efetuado diretamente ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, por meio de Documento de Arrecadação DAR1/AUT ou GNREOn Line, com o código de receita Maiores informações podem ser obtidas na Superintendência de Atendimento ao Contribuinte SUAC, pelo plantão fiscal no telefone (65)

2 I OPERAÇÃO INTERESTADUAL COM DESTINO A MATO GROSSO 1) Operação interestadual com produtos sujeitos ao Regime de Estimativa Simplificado (carga média): armas e munições, embarcações de esporte e de recreação, jóias, cosméticos e perfumes. DEMONSTRATIVOS DO CÁLCULO DO IMPOSTO E DO VALOR DO FUNDO REMETENTE: Indústria de Cosméticos do SUDESTE do Brasil S/A DESTINATÁRIO: Comércio varejista de produtos farmacêuticos (CNAE 47717/01) Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B ALÍQUOTA INTERESTADUAL 7% 1.000,00 C VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 66,67 D ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% E PERCENTUAL DE CARGA TRIBUTÁRIA MÉDIA (Anexo XVI) 17% F VALOR DO ST ESTIMATIVA SIMPLIFICADO ( A x E ) 170,00 G BASE DE CALCULO [(C + F) / D] 639,64 Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) H PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (Anexo I 2% XVI) J ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO K ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO (A x I) Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) 20,00 L Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (J + K) 20,00 M Valor para Normal (após estorno para o Fundo) N Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (F K) 150,00

3 EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS DO SUDESTE DO BRASIL S/A _SÃO PAULO SP CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 6401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx Nome da Firma: COMÉRCIO VAREJISTA DE FARMACÊUTICOS CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID ADE QUANTID ADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTA IPI VALOR DO IPI Shampoo Kg 100 9, ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 66,67 639,64 VALOR DO FRETE VALOR DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 1. EMITENTE Transportes Bom Ltda 2. DESTINATÁRIO 1 170,00 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.170,00 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

4 2) Operação interestadual com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média): bebidas, cigarro, fumo e seus derivados. DEMONSTRATIVOS DO CÁLCULO DO IMPOSTO E DO VALOR DO FUNDO REMETENTE: Destilaria de Aguardente do SUDESTE do Brasil S/A DESTINATÁRIO: Atacadista de produtos alimentícios em geral CNAE: 46397/01 Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B ALÍQUOTA INTERESTADUAL 7% 1.000,00 C VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 66,67 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 35% E BASE DE CALCULO [A x (1 + D)] * 1.350,00 F ALÍQUOTA INTERNA 37% G VALOR DO ST [(E x F) C] 432,83 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) H PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA I PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (F 25%) 12% J ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO K ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO [(E x I) J] 162,00 Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) L Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (J + K) 162,00 M Valor para Normal (após estorno para o Fundo) N Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (F K) 270,83

5 EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL DESTILARIA DE AGUARDENTE DO SUDESTE DO BRASIL S/A SÃO PAULO SP CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 6401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx Nome da Firma: ATACADISTA DE ALIMENTÍCIOS EM GERAL LTDA CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID QUANTIDA VALOR ALÍQUOTA VALOR TOTAL ADE DE UNITÁRIO IPI VALOR DO IPI Aguardente l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 66, ,00 VALOR DO FRETE VALOR DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 3. EMITENTE Transportes Bom Ltda 1 4. DESTINATÁRIO 432,83 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.432,83 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

6 3) Operação interestadual com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média) e com redução de base de cálculo (Anexo VIII, art. 53): cerveja, chopp DEMONSTRATIVOS DO CÁLCULO DO IMPOSTO E DO VALOR DO FUNDO REMETENTE: Cervejaria SUDESTE do Brasil S/A DESTINATÁRIO: Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral CNAE: 46397/01 Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B ALÍQUOTA INTERESTADUAL 7% 1.000,00 C VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 66,67 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 35% E BASE DE CALCULO [A x (1 + D)] * 1.350,00 F BASE DE CÁLCULO REDUZIDA (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x E) 985,10 G ALÍQUOTA INTERNA 37% H VALOR DO ST [(F x G) C] 297,82 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) I PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA J PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (G 25%) 12% K ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO L ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO [(F x J) K] Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) 118,21 M Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (K + L) 118,21 N Valor para Normal (após estorno para o Fundo) O Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (F K) 179,61

7 CERVEJARIA SUDESTE DO BRASIL S/A SÃO PAULO SP CNPJ..: xxx IE ST MT xxx EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 6401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx Nome da Firma: ATACADISTA DE ALIMENTÍCIOS EM GERAL LTDA CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID QUANTIDA VALOR ALÍQUOTA VALOR TOTAL ADE DE UNITÁRIO IPI VALOR DO IPI Cerveja l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 66,67 985,10 VALOR DO FRETE VALOR DO SEGURO TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda OUTRAS DESPESAS ACESSORIAS FRETE POR CONTA 5. EMITENTE 6. DESTINATÁRIO 1 297,82 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.297,82 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

8 II OPERAÇÃO INTERNA EM MATO GROSSO 4) Operação interna com produtos sujeitos ao Regime de Estimativa Simplificado (carga média): armas e munições, embarcações de esporte e de recreação, jóias, cosméticos e perfumes. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERNA REMETENTE: Indústria de Cosméticos Mato Grosso S/A DESTINATÁRIO: Comércio varejista de produtos farmacêuticos (CNAE 47717/01) Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% 1.000,00 C VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 352,38 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 33% E VALOR AGREGADO (A x D) 330,00 F PERCENTUAL DE CARGA TRIBUTÁRIA MÉDIA (Anexo XVI) 17% G VALOR DO ST ESTIMATIVA SIMPLIFICADO (E x F) 56,10 H BASE DE CALCULO [(C + G) / B] 1.104,00 Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) I PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA (B 25%) 12% J K L PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (Anexo XVI) ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO [I x (Valor Total dos Produtos)] ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO (J x E) 2% 114,29 6,60 Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) M N O Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (K + L) Valor para Normal (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2119 (C K) Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (G L) 120,89 238,10 49,50

9 EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS MATO GROSSO S/A CUIABÁ MT CNPJ..: xxx I.E.: xxx IE ST MT xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nome da Firma: DROGARIA XYZ LTDA Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 5401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID ADE QUANTIDA DE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTA IPI VALOR DO IPI Shampoo Kg 100 9, ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 352, ,00 VALOR DO FRETE VALOR DO SEGURO TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda OUTRAS DESPESAS ACESSORIAS FRETE POR CONTA 7. EMITENTE 8. DESTINATÁRIO 1 56,10 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.056,10 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

10 5) Operação interna com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média): bebidas, cigarro, fumo e seus derivados. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERNA REMETENTE: Destilaria de Aguardente Mato Grosso S/A DESTINATÁRIO: Comércio varejista de bebidas CNAE: 47237/00 Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% 1.000,00 C VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA [(Valor Total dos Produtos) x B] 352,38 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 40% E BASE DE CALCULO [A x (1+ D)]* 1.400,00 F VALOR DO ST [(E x B) C] 165,62 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) G PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA (B 25%) 12% H I J PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (B 25%) ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO [G x (Valor Total dos Produtos)] ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO [(H x E) I] 12% 114,29 53,71 Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) K L M Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (I + J) Valor para Normal (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2119 (C I) Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (F J) 168,00 238,10 111,91

11 EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL DESTILARIA DE AGUARDENTE MATO GROSSO S/A CUIABÁ MT CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nome da Firma: COMÉRCIO VAREJISTA DE BEBIDAS LTDA Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 5401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID ADE QUANTIDA DE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTA IPI VALOR DO IPI Aguardente l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 352, ,00 VALOR DO FRETE VALOR DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 9. EMITENTE Transportes Bom Ltda DESTINATÁRIO 165,62 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.165,62 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

12 6) Operação interna com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média) e com redução de base de cálculo (Anexo VIII, art. 53): cerveja, chopp DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERNA REMETENTE: Cervejaria Mato Grosso S/A DESTINATÁRIO: Comércio varejista de bebidas CNAE: 47237/00 Para o preenchimento da Nota Fiscal A VALOR TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} B BASE DE CÁLCULO REDUZIDA (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x (Valor Total dos Produtos) C ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% 1.000,00 694,95 D VALOR DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (B x C) 257,13 E MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 40% F BASE DE CALCULO [A x (1+ E)] * 1.400,00 G BASE DE CÁLCULO REDUZIDA ST (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x F) 1.021,58 H VALOR DO ST [(G x C) D] 120,85 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. Para estornos contábeis ref. ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (EFD/GIA) I PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA (C 25%) 12% J K L PERCENTUAL PARA O FUNDO REF. A TRIBUTÁRIA (C 25%) ESTORNO DO REF. A OPERAÇÃO PRÓPRIA A FAVOR DO FUNDO (B x I) ESTORNO DO REF. A TRIBUTÁRIA A FAVOR DO FUNDO [(J x G) K] 12% 83,39 39,20 Para os recolhimentos ao Estado de Mato Grosso (DAR1/AUT ou GNREOn Line) M N O Valor para Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza Código de Tributo 9888 (K + L) Valor para Normal (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2119 (D K) Valor para Substituição Tributária (após estorno para o Fundo) Código de Tributo 2810 (H L) 122,59 173,74 81,66

13 CERVEJARIA MATO GROSSO S/A CUIABÁ MT CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL Nome da Firma: COMÉRCIO VAREJISTA DE BEBIDAS LTDA Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 5401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNID ADE QUANTIDA DE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTA IPI VALOR DO IPI Cerveja l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO VALOR DO BASE DE CALCULO VALOR DO VALOR TOTAL DOS 694,95 257, ,58 VALOR DO FRETE VALOR DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 11. EMITENTE Transportes Bom Ltda DESTINATÁRIO 120,85 VALOR TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF VALOR TOTAL DA NOTA 1.120,85 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL GOVERNO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE ANÁLISE DA RECEITA PÚBLICA GERÊNCIA DE RECUPERAÇÃO DA RECEITA PÚBLICA DECRETO nº 2334/2010 de 18 de janeiro de 2010, Procedimentos

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Ex-Instituto Paulista de Contabilidade - Fundado em 1919) ÓRGÃO DE PROFISSÃO LIBERAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS DISPOSIÇÕES GERAIS CONCEITOS Lei Complementar

Leia mais

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1. OPERAÇÕES INTERNAS 1.1-BASE DE CÁLCULO - OPERAÇÃO INTERNA No RICMS/SP temos as hipóteses de definição da base de cálculo do ICMS-ST

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 A venda fora do estabelecimento deve ser realizada

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Para toda remessa de demonstração haverá retorno. Quando a remessa

Leia mais

IPI ICMS - DF/GO/TO LEGISLAÇÃO - DF LEGISLAÇÃO - TO ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009

IPI ICMS - DF/GO/TO LEGISLAÇÃO - DF LEGISLAÇÃO - TO ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009 ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009 IPI SUSPENSÃO - LEI Nº 10.637/2002 - PROCEDIMENTOS Introdução - Estabelecimentos Com Direito à Suspensão - Preponderância de Faturamento

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Consignação Mercantil é a operação entre duas empresas

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro E115 - Lançamento de valores declaratórios em discordância com crédito tributário - MT

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro E115 - Lançamento de valores declaratórios em discordância com crédito tributário - MT 10/04/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referencias...

Leia mais

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada.

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. ANEXO 4.7 Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. Protocolo ICMS 19/1985 Alterações: Protocolo ICMS 09/1986, 10/1987, 53/91, 05/98, 07/2000, 12/06, 72/07,

Leia mais

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO Treinamento atualizado com base na legislação vigente em: 20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO JP CONTÁBIL S/S LTDA AGOSTO/2012 Conceituação Consiste na alteração do momento do fato gerador,

Leia mais

NOVIDADES NA CONTABILIDADE EMPRESARIAL EM 2016. Daisy Machado

NOVIDADES NA CONTABILIDADE EMPRESARIAL EM 2016. Daisy Machado NOVIDADES NA CONTABILIDADE EMPRESARIAL EM 2016 Daisy Machado Regras para NFCe e NFe Na NFC-e a identificação é opcional, mas para entrega em domicílio (campo indpres=4), independentemente do valor da operação,

Leia mais

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS atualizado em 21/10/2015 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. PROGRAMA DE COMPUTADOR ( SOFTWARE ) NÃO PERSONALIZADO...7 1.1. Saída Interna...7 1.1.1. Isenção...7 1.1.2. Crédito Presumido...7 1.2. Saída Interestadual...8

Leia mais

Palestra. ICMS/SP Substituição Tributária Regime Especial Distribuidor. Apoio: Elaborado por: Giuliano Kessamiguiemon Gioia

Palestra. ICMS/SP Substituição Tributária Regime Especial Distribuidor. Apoio: Elaborado por: Giuliano Kessamiguiemon Gioia Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso Superintendência do Sistema de Administração Tributária Manual do Usuário Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO

Leia mais

ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE AÇÃO FISCAL NOTA TÉCNICA

ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE AÇÃO FISCAL NOTA TÉCNICA ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE AÇÃO FISCAL NOTA TÉCNICA Tendo em vista a implantação das Áreas de Livre Comércio de Brasiléia,

Leia mais

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE Anexos 4.0 Substituição Tributária Anexos 4.2 Substituição Tributária das Operações com Água Mineral, Água Potável, Cerveja, Chope, Gelo e Refrigerante. Protocolo ICMS 11/1991 Alterações: Protocolo ICMS

Leia mais

Fortaleza, 31/03/15. com Paulo Almada

Fortaleza, 31/03/15. com Paulo Almada Fortaleza, 31/03/15 com Paulo Almada Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação ICMS Como

Leia mais

O Sindiatacadista/DF tira suas dúvidas sobre a Substituição Tributária

O Sindiatacadista/DF tira suas dúvidas sobre a Substituição Tributária O Sindiatacadista/DF tira suas dúvidas sobre a Substituição Tributária O que é SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA? É o regime pelo qual a responsabilidade pelo ICMS devido em relação às operações ou prestações de

Leia mais

2. Que produtos estão sujeitos à substituição tributária a partir de 1º de novembro de 2010? DECRETO/PROTOCOLO

2. Que produtos estão sujeitos à substituição tributária a partir de 1º de novembro de 2010? DECRETO/PROTOCOLO 1. O que é substituição tributária? O regime de substituição tributária é caracterizado pelo deslocamento da responsabilidade pelo pagamento do ICMS relativo a determinadas operações ou prestações para

Leia mais

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS. (atualizado até 28.04.2015)

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS. (atualizado até 28.04.2015) (atualizado até 28.04.2015) ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. PROGRAMA DE COMPUTADOR ( SOFTWARE ) NÃO PERSONALIZADO... 4 1.1. SAÍDA INTERNA... 4 1.1.1. Isenção... 4 1.1.2. Crédito Presumido... 4 1.2. SAÍDA INTERESTADUAL...

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ DECRETO Nº 1.742

ESTADO DO PARANÁ DECRETO Nº 1.742 Publicado no Diário Oficial Nº 8488 de 15/06/2011 DECRETO Nº 1.742 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA Art. 1º

Leia mais

ICMS Substituição Tributária. Outubro 2004

ICMS Substituição Tributária. Outubro 2004 ICMS Substituição Tributária Conceituação Consiste na alteração do momento do fato gerador, gerando uma antecipação do pagamento do imposto incidente nas operações seguintes. Responsabilidade Tributária

Leia mais

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por:

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS. Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar

Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS. Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar 24/09/2014 Substituição Tributária A substituição tributária do ICMS é um regime jurídico em que

Leia mais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016. Sumário. 1. Considerações Gerais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016. Sumário. 1. Considerações Gerais Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016 Assunto: Adicional de alíquota para os fins do disposto no 1 do art. 82 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição da República Base

Leia mais

SUMÁRIO. Conteúdo. ICMS-ST... 4 MVAErro! Indicador não definido...4 GNRE...4

SUMÁRIO. Conteúdo. ICMS-ST... 4 MVAErro! Indicador não definido...4 GNRE...4 SUMÁRIO Conteúdo CONCEITO DE ICMS...1Erro! Indicador não definido. PRINCIPIOS QUE REGEM O ICMS... 2 BASE DE CALCULO DO ICMS... 2 ICMS Tabelas de Alíquotas nas Operações Interestaduais... 3 ICMS-ST... 4

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA. Conteúdo

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA. Conteúdo SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA Conteúdo...1 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONCEITOS E ESCLARECIMENTOS GERAIS...2...2...3 PRODUTOS SUJEITOS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 4 UNIDADES DA FEDERAÇÃO PARCEIRAS

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA. Conteúdo

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA. Conteúdo SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA EXPLICATIVA Conteúdo...1 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONCEITOS E ESCLARECIMENTOS GERAIS...2...2...3 PRODUTOS SUJEITOS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 4 UNIDADES DA FEDERAÇÃO PARCEIRAS

Leia mais

Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18

Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18 Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18 Master Shop Versão 8.2015.12.18 As mudanças contidas nesta atualização de versão do Master Shop visam, principalmente, aos Lojistas que realizam Vendas Interestaduais

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO Como usar? Informe o Emissor, o Destinatário e os Estados Origem e Destino. Caso informe Despesas Acessórias elas serão rateadas

Leia mais

Layout Soma NF-e 2.4.5

Layout Soma NF-e 2.4.5 Layout Soma NF-e 2.4.5 Leiaute para ENTRADAS e SAÍDAS Delimitador ';' Formato Data: dd/mm/yyyy Separador decimal '.' Campos não obrigatórios null e delimitador null; Obrigatoriedade S=Sim N=Não OS= Opicional

Leia mais

PALESTRA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONSIDERAÇÕES GERAIS

PALESTRA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONSIDERAÇÕES GERAIS CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe.

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. Após clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NF-e, o sistema irá exibir uma série de

Leia mais

(atualizado em 15/04/2015)

(atualizado em 15/04/2015) (atualizado em 15/04/2015) COMÉRCIO ATACADISTA: SISTEMÁTICA ESPECIAL DO DECRETO Nº 38.455/2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. APLICABILIDADE...6 2. INAPLICABILIDADE...6 3. CREDENCIAMENTO...7 3.1. Regras Gerais...7

Leia mais

TÍTULO 06 - AGF DIRETA E INDIRETA Documento 1 - Nota Fiscal

TÍTULO 06 - AGF DIRETA E INDIRETA Documento 1 - Nota Fiscal 1) FINALIDADE: 2) EMISSÃO: uma NF para cada aquisição. 3) DESTINAÇÃO DAS VIAS: encaminhar na forma abaixo: a) 1ª Via - Destinatário; b) 2ª Via - CONAB/Contabilidade (Via Fixa); c) 3ª Via - Fisco da Unidade

Leia mais

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO Sumário 1. Introdução 2. Antecipação tributária 3. Produtos sujeitos - Relação

Leia mais

DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007

DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007 DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007 * Publicado no DOE em 08/06/2007. DISPÕE SOBRE A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NAS OPERAÇÕES COM APARELHOS CELULARES. O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso das atribuições

Leia mais

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS atualizado em 06/01/2016 alterados os itens 1.1.2, 1.2, 1.3, 1.4, 2.1, 2.2 e 2.3.3 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. PROGRAMA DE COMPUTADOR ( SOFTWARE ) NÃO PERSONALIZADO...7 1.1. Saída Interna...7 1.1.1. Isenção...7

Leia mais

Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica

Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica 1. Emita a nota fiscal de troca pela garantia de acordo com o exemplo e instruções das próximas páginas. 2. Embale o HD com a documentação

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais Superintendência de Tributação Diretoria de Orientação e Legislação Tributária

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais Superintendência de Tributação Diretoria de Orientação e Legislação Tributária (*) Orientação Tributária DOLT/SUTRI Nº 001/2009 Novas regras do Simples Nacional - Implicações no âmbito estadual Vigência: 1º/01/2009 A Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008, modificou a

Leia mais

ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária. Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim.

ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária. Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim. ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim. OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA OBRIGATORIEDADE DE CUMPRIR A EXIGÊNCIA DE NATUREZA TRIBUTÁRIA PRINCIPAL - Obrigação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO 1. Introdução: Toda mercadoria procedente do exterior, importada a título definitivo ou não, sujeita ou não ao pagamento do imposto

Leia mais

ICMS CONSUMIDOR FINAL - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS

ICMS CONSUMIDOR FINAL - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS atualizado em 05/01/2016 alterados os itens 1.8 e 2.2 - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES POR CONTRIBUINTE

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS COÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015 INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015 (01 de Setembro de 2015) 01. OPERAÇÕES INTERNAS E INTERESTADUAIS DE EMPRESAS ATACADISTAS Ementa: Preenchimento obrigatório no Domicílio Tributário Eletrônico

Leia mais

ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL

ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL Em 16/04/2015 foi publicada a Emenda Constitucional (EC) nº 87/2015, com o objetivo de equiparar as operações de vendas interestaduais

Leia mais

Perguntas e Respostas SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (AGO- 2011) Remetente Destinatário Finalidade da mercadoria

Perguntas e Respostas SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (AGO- 2011) Remetente Destinatário Finalidade da mercadoria INDICE: Tipo Operação Perguntas e Respostas SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (AGO- 2011) Remetente Destinatário Finalidade da mercadoria Estoque - - Estoque de Não optante do sem ou com Regime Fidelidade Estoque

Leia mais

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

ICMS. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Medicamentos Similares, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e Cosméticos Aspectos Tributários Relevantes

ICMS. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Medicamentos Similares, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e Cosméticos Aspectos Tributários Relevantes ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Medicamentos Similares, Perfuma, Artigos de Higiene Pessoal e Aspectos Tributários Relevantes Ricardo Bernardes Machado Consultor Tributário OAB/RS nº 44.811 ICMS - Noções

Leia mais

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO Agosto de 2015 Palestra DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA NA AQUISIÇÃO DE MERCADORIAS INTRERESTADUAIS Tributação do ICMS nas entradas de outra Unidade da Federação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ELETRÔNICO DE CÁLCULO DO ICMS DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NAS OPERAÇÕES SUBSEQUENTES

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ELETRÔNICO DE CÁLCULO DO ICMS DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NAS OPERAÇÕES SUBSEQUENTES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Diretoria de Administração Tributária Gerência de Sistemas e Informações Tributárias Sistema de Administração Tributária (SAT) Gerência de Substituição

Leia mais

Composto por quatro dígitos, deverá, obrigatoriamente, ser informado no preenchimento da Nota Fiscal conforme Tabela de Códigos Fiscais.

Composto por quatro dígitos, deverá, obrigatoriamente, ser informado no preenchimento da Nota Fiscal conforme Tabela de Códigos Fiscais. 2 - PRENCHIMENTO DE NOTA FISCAL MERCANTIL. 2.1 CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações) Composto por quatro dígitos, deverá, obrigatoriamente, ser informado no preenchimento da Nota Fiscal conforme

Leia mais

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361 Circular Informativa Especial Assunto: Substituição Tributária do ICMS na Comercialização de Chás e Sucos De acordo com o Decreto (RS) 46.429, de 23/06/09 e Protocolo ICMS 18/09, a partir de 01/07/09,

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO ASSUNTO: Operações de transferência de mercadorias de estabelecimento de Ji-Paraná para filial em Epitaciolândia-AC. PARECER Nº 098/06/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: OPERAÇÕES DE SAÍDAS PARA ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO

Leia mais

Página 1 de 12 Agenda Tributária Emissão: às 14:02h Agenda Tributária (Janeiro de 2014) Obrigações Filtros Aplicados: Agenda: Janeiro/2014 - Estado: São - Cidade: São - Dia Inicial: 1 - Dia Final: 31 Dia

Leia mais

Manual Prático do MerchSintegra

Manual Prático do MerchSintegra Manual Prático do MerchSintegra Bento Gonçalves Setembro de 2010 Índice 1. Introdução... 3 2. O MerchSintegra... 4 2.1. Configurador... 4 2.2. Inconsistências... 16 2.2.1. Gerar Nota Entrada... 16 2.2.2.

Leia mais

A EMENDA CONSTITUCIONAL 87 E PARTILHA DO ICMS ENTRE OS ESTADOS O QUE VAI MUDAR PARA SUA EMPRESA

A EMENDA CONSTITUCIONAL 87 E PARTILHA DO ICMS ENTRE OS ESTADOS O QUE VAI MUDAR PARA SUA EMPRESA Meus Caros, A EMENDA CONSTITUCIONAL 87 E PARTILHA DO ICMS ENTRE OS ESTADOS O QUE VAI MUDAR PARA SUA EMPRESA Fizemos esse manual no formato - perguntas e respostas- com o objeto de ajudá-lo na emissão de

Leia mais

I 4623108 Comércio atacadista de matérias-primas agrícolas com atividade de fracionamento e acondicionamento associada

I 4623108 Comércio atacadista de matérias-primas agrícolas com atividade de fracionamento e acondicionamento associada SETOR ECONÔMICO ATACADISTA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA LEGISLAÇÃO PERTINENTE LEI Nº 14.237, de 10/11/2008 DECRETO Nº 29.560, de 27/11/2008 MODALIDADE DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA POR ENTRADA Mercadoria entrada

Leia mais

IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS ASSOCIADOS

IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS ASSOCIADOS UP-TO-DATE. ANO I. NÚMERO 46 IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS Dr. João Inácio Correia (advcor@mandic.com.br)

Leia mais

Anexo 4.0 Substituição Tributária. Anexo 4.4. (Revigorado pelo Decreto nº 26.288 de 26 de fevereiro de 2010).

Anexo 4.0 Substituição Tributária. Anexo 4.4. (Revigorado pelo Decreto nº 26.288 de 26 de fevereiro de 2010). Anexo 4.0 Substituição Tributária Anexo 4.4 (Revigorado pelo Decreto nº 26.288 de 26 de fevereiro de 2010). Da Substituição Tributária nas Operações com Carne Bovina, Bubalina e Subproduto; Gado Bovino

Leia mais

INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA: EFICIÊNCIA EM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO. Desenvolvido por:

INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA: EFICIÊNCIA EM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO. Desenvolvido por: INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA: EFICIÊNCIA EM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO. Desenvolvido por: 2014 PRIMEIRA PARTE: DEFINIÇÃO E VANTAGENS O que é a industrialização por encomenda? É uma forma de ganhar eficiência

Leia mais

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014 Até: Sexta-feira, dia 2 - Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR) Entrega das informações relativas às operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo ou com álcool etílico carburante

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Venda Direta de Veículos da Montadora para Consumidor Final - SC

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Venda Direta de Veículos da Montadora para Consumidor Final - SC Venda 23/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1 Nota Fiscal... 7 3.2 Base de Cálculo do ICMS... 8 3.3 Alíquotas...

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM SC - Inclusões e Exclusão de Produtos no Regime a partir de 1º.02.2012 e 1º.03.2012

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM SC - Inclusões e Exclusão de Produtos no Regime a partir de 1º.02.2012 e 1º.03.2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM SC - Inclusões e Exclusão de Produtos no Regime a partir de 1º.02.2012 e 1º.03.2012 Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 21.03.2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2

Leia mais

CONSIDERANDO ser necessário o aperfeiçoamento das normas que dispõem sobre a relação de atividades obrigadas ao uso da Nota Fiscal Eletrônica NF-e;

CONSIDERANDO ser necessário o aperfeiçoamento das normas que dispõem sobre a relação de atividades obrigadas ao uso da Nota Fiscal Eletrônica NF-e; PORTARIA N 018/2015-SEFAZ Altera a Portaria n 014/2008-SEFAZ, publicada em 1 /02/2008, que divulga relações de atividades econômicas por CNAE, em que se enquadram os contribuintes mato-grossenses obrigados

Leia mais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016 Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016 Assunto: Base legal: ICMS relativo ao diferencial de alíquota após as alterações implementadas pela Emenda Constitucional nº 87/2015 Seção IV do Capítulo I

Leia mais

Dr. Luis Carlos Massoco - Presidente

Dr. Luis Carlos Massoco - Presidente Seminário Substituição Tributária e NF-e: desafios e caminhos para o setor de Tecnologia - Presidente SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA O Estado de São Paulo incluiu em sua lista de mercadorias sujeitas à substituição

Leia mais

ICMS Questões Atuais

ICMS Questões Atuais Com Paulo Almada ICMS Questões Atuais EC 87/2015 (E-commerce) Exigência de emissão de Nota Fiscal Eletrônica(NF-e) para todos os contribuintes e em todas as operações; Obrigatoriedade do MDF-e(Manifesto

Leia mais

AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES

AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES 1 Entradas de mercadorias de outros Estados sujeitas ao regime da substituição tributária no Rio Grande do Sul ( ICMS ST pago na Entrada ) Procedimentos

Leia mais

ICMS/SP Substituição Tributária

ICMS/SP Substituição Tributária Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Detalhamento dos Ajustes

Detalhamento dos Ajustes Detalhamento dos Ajustes 1- Tabela de Ajuste dos Saldos de Apuração do ICMS: Tabela de Códigos de Ajustes da Apuração do ICMS Tabela de códigos de ajustes da apuração será disponibilizada pelas administrações

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. Este anexo detalha todos os lançamentos de Observações e Ajustes (filhos

Leia mais

Art. 3º O art. 293, do RICMS, aprovado pelo Decreto n.º 13.640, de 13 de novembro de 1997, passa a vigorar com. a seguinte redação: Art. 293... (...

Art. 3º O art. 293, do RICMS, aprovado pelo Decreto n.º 13.640, de 13 de novembro de 1997, passa a vigorar com. a seguinte redação: Art. 293... (... DECRETO Nº 17.706, DE 9 DE AGOSTO DE 2004. Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto n.º 13.640, de 13 de novembro de 1997, para dispor sobre isenção de produtos intermediários destinados à produção

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária

Parecer Consultoria Tributária Questão O cliente, no ramo de atividade industrial no segmento de produtos elétricos para profissionais de beleza, sediado em São Paulo, informa que na emissão da nota fiscal complementar de ICMS em sua

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Transferência de Crédito de ICMS de Fornecedor Optante do Simples Nacional

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Transferência de Crédito de ICMS de Fornecedor Optante do Simples Nacional 09/01/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1 Transferência de Crédito do ICMS pelos Optantes do... 4 3.2 Do Ressarcimento

Leia mais

Distrito Federal > Novembro/2015

Distrito Federal > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atualização. Julho 2013. Elaborado por: Katia de Angelo Terriaga

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atualização. Julho 2013. Elaborado por: Katia de Angelo Terriaga Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO Interessado : GERÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO. Assunto : Consulta Tratamento tributário operação com produtos farmacêuticos. EMENTA: CONSULTA TRATAMENTO TRIBUTÁRIO OPERAÇÃO COM PRODUTOS FARMACEUTICOS. APLICAÇÃO

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.21 Substituição Tributária das Operações com Veículos Automotores Novos

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.21 Substituição Tributária das Operações com Veículos Automotores Novos Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.21 Substituição Tributária das Operações com Veículos Automotores Novos Convênio ICMS 132/1992 Alterações: Convênio ICMS 87//93, 44/94, 52/94, 88/94, 163/94,

Leia mais

O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. 2009-07-31 Adma Felícia B. M. Nogueira Tatiane Aparecida Mora

Leia mais

Introdução. Manual de Orientação ao preenchimento da Nota Fiscal Avulsa NFA Série 3

Introdução. Manual de Orientação ao preenchimento da Nota Fiscal Avulsa NFA Série 3 Introdução A Nota Fiscal Avulsa - foi criada para registrar as vendas de mercadorias, bens ou serviços realizadas pelos Contribuintes do estado de Sergipe aos órgãos e entidades da Administração Pública

Leia mais

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Apresentador: José Alves F. Neto Transporte - conceito ICMS X ISS Como determinar a competência Fato gerador RICMS/SP Artigo 2º - Ocorre

Leia mais

Acesso a NFA-e para não contribuinte:

Acesso a NFA-e para não contribuinte: Acesso a NFA-e para não contribuinte: Através da pagina da Secretaria de Estado da Fazenda (www.sef.sc.gov.br) o contribuinte não credenciado no Sistema de Administração Tributária (S@T) poderá emitir

Leia mais

CADASTRO DE CONTRIBUINTES DO ICMS DICAS TRIBUTÁRIAS DEINF Atualização 11/2012

CADASTRO DE CONTRIBUINTES DO ICMS DICAS TRIBUTÁRIAS DEINF Atualização 11/2012 CADASTRO DE CONTRIBUINTES DO ICMS DICAS TRIBUTÁRIAS DEINF Atualização 11/2012 1) Regimes de pagamento do ICMS estabelecidos e/ou admitidos pelo Sistema Tributário do Estado do Amazonas: I Normal NL (Art.

Leia mais

Manual do Sistema para plificada do Crédito Acumulado. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria da Fazenda

Manual do Sistema para plificada do Crédito Acumulado. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria da Fazenda GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria da Fazenda Manual do Sistema para Apuração Simplificad plificada do Crédito Acumulado Versão 1.0.0.1 do Anexo I da Portaria CAT - 207, de 13-10-2009 Página 1 de

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Soma do IPI ao total da NF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Soma do IPI ao total da NF Soma do 13/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Base de cálculo... 4 3.2. Emissão da Nota Fiscal com IPI... 5

Leia mais

ICMS-ST DÉBITO FISCAL POR DESCUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÃO ACESSÓRIA. SIGEHISA MIURA SILVIA MARIA BARBETA

ICMS-ST DÉBITO FISCAL POR DESCUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÃO ACESSÓRIA. SIGEHISA MIURA SILVIA MARIA BARBETA ICMS-ST DÉBITO FISCAL POR DESCUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÃO ACESSÓRIA. SIGEHISA MIURA SILVIA MARIA BARBETA CONSIDERAÇÕES INICIAIS O ICMS e sua previsão Legal Constitucional Instituição do ICMS Substituição Tributária

Leia mais

Anexo Único. Leiaute do arquivo digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007)

Anexo Único. Leiaute do arquivo digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007) Anexo Único Leiaute do digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007) 1. Cada digital deverá conter informações relativas às Notas Fiscais, modelo 1

Leia mais

Em que casos não se aplica a alíquota de 4% nas operações interestaduais com bens e mercadorias importadas ou com conteúdo de importação?

Em que casos não se aplica a alíquota de 4% nas operações interestaduais com bens e mercadorias importadas ou com conteúdo de importação? PERGUNTAS Em que casos se aplica a alíquota de 4%? Em que casos não se aplica a alíquota de 4% nas operações interestaduais com bens e mercadorias importadas ou com conteúdo de importação? RESPOSTAS A

Leia mais

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX SUMÁRIO 1 ICMS 1.1 CONTRIBUINTE 1.2 FATO GERADOR DO IMPOSTO 1.3 BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO 1.4 REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO 1.5 CARTA DE CORREÇÃO 1.6 CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

OBRIGAÇÕES ESTADUAIS RIO DE JANEIRO MARÇO/2008

OBRIGAÇÕES ESTADUAIS RIO DE JANEIRO MARÇO/2008 OBRIGAÇÕES ESTADUAIS RIO DE JANEIRO MARÇO/2008 5 ICMS/CONTRIBUINTES DE GRANDE PORTE Recolhimento do imposto devido pelos contribuintes relacionados no Decreto 31.235/2002, relativamente ao mês de fevereiro/2008.

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Produto de informática e automação redução de base de cálculo e alíquota - RJ

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Produto de informática e automação redução de base de cálculo e alíquota - RJ Produto de informática e automação redução de base de cálculo e alíquota - RJ 06/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria...

Leia mais

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL- ANTECIPAÇÃO SEM ENCERRAMENTO DE FASE 71. Qual a definição para o cálculo da antecipação parcial? Nas aquisições

Leia mais

O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização

O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização Prof. Francisco F da Cunha 1 A substituição tributária do ICMS está atualmente prevista no Artigo 150, da Constituição Federal de 1988, que

Leia mais

Dados da NF e. Data/Hora Saída/Entrada. 16/12/2014 às 08:09:53 NOBILE GESTAO DE EMPREENDIMENTOS LTDA BRUNO SOLLER CARVALHO

Dados da NF e. Data/Hora Saída/Entrada. 16/12/2014 às 08:09:53 NOBILE GESTAO DE EMPREENDIMENTOS LTDA BRUNO SOLLER CARVALHO Chave de Acesso 53 1412 09.405.789/0005 69 55 001 000.004.226 196.704.045 6 Número NF e 4226 Versão 2.00 Dados da NF e Modelo Série Número Data de Emissão Data/Hora Saída/Entrada Total da Nota Fiscal 55

Leia mais