PROJETO: TEATRO NA EDUCAÇÃO FÍSICA - MULTIPLICIDADE DE MOVIMENTOS E SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES. INTRODUÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO: TEATRO NA EDUCAÇÃO FÍSICA - MULTIPLICIDADE DE MOVIMENTOS E SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES. INTRODUÇÃO"

Transcrição

1 PROJETO: TEATRO NA EDUCAÇÃO FÍSICA - MULTIPLICIDADE DE MOVIMENTOS E SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES. Priscilla Gaiba INTRODUÇÃO Se em algumas áreas do conhecimento o corpo tem sido o principal instrumento de trabalho, ou seja, o movimento corporal é a estrutura fundamental das ações construtivas do saber e do fazer, há três áreas em que tal realidade é explicitada: Artes Cênicas, Música e Educação Física. No estudo das Artes Cênicas e no campo da Educação Física o corpo é utilizado como sujeito e como objeto da investigação. Também na área de Música, de um modo distinto, o corpo está envolvido com a performance do artista, seja no canto, na execução de instrumentos, ou mesmo nas relações de ensino/aprendizagem. As Artes Cênicas estão perpassadas por um universo de construções corporais que visam à composição de partituras corporais ou à criatividade gestual para composição de personagens. Logo, haverá uma série de exercícios psicofísicos que visam não somente o treino motor, mas, sobretudo, a preparação do corpo para a construção de personagens no âmbito da representação teatral. Nesse mesmo sentido é que não se pode ignorar a gestualidade que se traduz, por exemplo, em infinitas possibilidades de expressão facial, em evidência nessa formação específica que exige tanto a liberdade dos movimentos quanto uma disciplina bastante rigorosa para que a interpretação atinja o seu objetivo. No teatro ou na arte-educação, trabalha-se com a multiplicidade de movimentos, na dimensão psicofísica, atribuindo-se ao corpo um lugar especial na construção de saberes em torno da arte, pela via do trabalho pessoal e coletivo. Sendo assim, o teatro representa, no âmbito educacional, a melhor referência de tratamento do corpo na escola (ao lado da música e da dança), no sentido de propiciar, ao mesmo tempo, prazer e saber, pela via lúdica e da sensibilidade. Preocupada com a saúde, com o bom condicionamento físico e

2 com a consciência corporal, a Educação Física, em qualquer modalidade, está sempre articulando a imagem do corpo a um conjunto de valores que constituem a vida como um todo. O trabalho realizado com tranqüilidade, com calma, sem ansiedade, é um dos primeiros passos para que o corpo esteja realmente presente. Vale lembrar que a disponibilidade desse corpo é de caráter fundamental para a realização de qualquer atividade. Os movimentos são explorados separadamente do seu conjunto de ações e das formas fragmentadas. A consciência do gesto é importante e o treino é necessário para que o movimento fique automatizado, de forma que, diante da sua função, o corpo consiga rapidamente atuar, reagir. Todo gesto corporal tem um significado, é pensado o tempo inteiro. JUSTIFICATIVA Esse projeto se justifica pela importância de desenvolver o teatro na APAE, como forma de valorizar a potencialidade de cada aluno com deficiência, independente de suas limitações, como também valorizar a cultura e mostrar aos alunos que todos são capazes de atuar. Sendo assim, o teatro se torna responsável pela integração social, pela procura do prazer, da alegria e realização pessoal, ou mesmo na simples oportunidade de atuar. OBJETIVO GERAL Proporcionar aos alunos da APAE - CAEE Neus Leben, a atuação efetiva na Peça Teatral: PAIXÃO DE CRISTO. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Trabalhar a Páscoa através do teatro; Trabalhar a expressão corporal; Desenvolver o trabalho em grupo e valorização do mesmo; Aprimorar o convívio social e harmônico; Desenvolver habilidades artísticas.

3 BENEFÍCIOS O teatro ajuda a desenvolver o potencial de comunicação e é grande aliado na eliminação da timidez. De maneira saudável e criativa, leva a encontro com o mundo da imaginação onde se descobrem emoções e maneira de se lidar com elas. A linguagem da arte cênica está muito além de somente interpretar, pois todos interpretam o tempo todo na vida. Com o teatro conseguimos várias outras coisas que podemos levar para a vida toda. Por exemplo, a concentração, o conhecimento sobre seu próprio corpo, o controle sobre certas emoções, o equilíbrio, a perda do medo de falar em público, uma melhor capacidade de expressão e comunicação, além é claro da inclusão e da superação das dificuldades no caso da deficiência. META Espera-se atender as expectativas do público alvo em proporcionar aos alunos da APAE - CAEE Neus Leben, a atuação na Peça Teatral: PAIXÃO DE CRISTO. PÚBLICO ALVO 70 alunos da APAE CAEE Neus Leben. METODOLOGIA Será apresentada aos alunos da APAE a História da Morte e Ressurreição de Cristo. Após o conhecimento da história será montada a Peça Teatral: PAIXÃO DE CRISTO com a participação efetiva dos alunos.

4 Durante as aulas de Educação Física juntamente com os outros projetos da APAE serão desenvolvidos os ensaios das estações, desde a Ceia do Senhor até a Ressurreição. A peça teatral será apresentada nas comunidades de Santa Maria de Jetibá, na tentativa de tocar o coração das pessoas na época da Páscoa, como também divulgar o belíssimo trabalho desenvolvido na APAE - CAEE Neus Leben, Bibliografia AZEVEDO, Sônia Machado. O papel do corpo no corpo do ator. São Paulo: Perspectiva CABRAL, Suzana Veloso. Psicomotricdade relacional: prática clínica e escolar. Rio de Janeiro: Revinter, DANTAS, Estélio H. M. Pensando o corpo e o movimento. Ed. Shape, KURTS, Ron. O corpo revela. São Paulo: Summus, LABAN, Rudolf. O domínio do movimento. São Paulo: Summus, LELOUP, Jean-Ives. O corpo e seus símbolos. Petrópolis: Vozes, MIRANDA, Regina. O movimento expressivo. São Paulo: Funarte, PINTO, Renato Magalhães. Gestos musicalizados: uma relação entre educação física e música. Belo Horizonte: Inédita, TOMPAKOW, R. e WEIL, P. O Corpo Fala. Petrópolis: Vozes, 1985.

BRINCAR É MUITO MAIS QUE UMA SIMPLES BRINCADEIRA: É APRENDER

BRINCAR É MUITO MAIS QUE UMA SIMPLES BRINCADEIRA: É APRENDER BRINCAR É MUITO MAIS QUE UMA SIMPLES BRINCADEIRA: É APRENDER LUZ, Marina Cabreira da UP rmarinacabreiral@hotmail.com OLIVEIRA, Maria Cristina Alves Ribeiro de UP cristina.educar@hotmail.com SOUZA, Gelsenmeia

Leia mais

MATEMÁTICA E MÚSICA: CANTANDO TAMBÉM SE APRENDE

MATEMÁTICA E MÚSICA: CANTANDO TAMBÉM SE APRENDE MATEMÁTICA E MÚSICA: CANTANDO TAMBÉM SE APRENDE Silvia Regina Pereira de Mendonça Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte /Santa Cruz silvia.mendonca@ifrn.edu.br Enne

Leia mais

QUE BICHO ESTÁ NO VERSO?

QUE BICHO ESTÁ NO VERSO? SINOPSE Neste livro divertido e criativo, oferece ao leitor uma série de adivinhas poéticas, que brincam com a aparência física de vários bichos e a maneira como eles se vestem. Com as belíssimas ilustrações

Leia mais

A DANÇA E SEUS EFEITOS NO DESENVOLVIMENTO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS DA CRIANÇA

A DANÇA E SEUS EFEITOS NO DESENVOLVIMENTO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS DA CRIANÇA ICPG Instituto Catarinense de Pós-Graduação www.icpg.com.br 1 A DANÇA E SEUS EFEITOS NO DESENVOLVIMENTO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS DA CRIANÇA Maria de Lourdes Cardoso Mallmann Sidirley de Jesus Barreto

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL NA FORMAÇÃO DE UMA SOCIEDADE DE LEITORES

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL NA FORMAÇÃO DE UMA SOCIEDADE DE LEITORES FACULDADE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE PARANAVAÍ RECONHECIDA PELO GOVERNO FEDERAL, CONFORME DECRETO Nº 69.599 DE 23/11/1971 CNPJ (MF) 80 904 402/0001-50 Campus Universitário Frei Ulrico Goevert

Leia mais

AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E O DESENVOLVIMENTO AFETIVO E INTELECTUAL DA CRIANÇA

AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E O DESENVOLVIMENTO AFETIVO E INTELECTUAL DA CRIANÇA AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E O DESENVOLVIMENTO AFETIVO E INTELECTUAL DA CRIANÇA Eliana de Sousa Alencar* 1 Introdução A dimensão afetiva é um importante fator a ser considerado quando pretendemos compreender

Leia mais

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS TERCEIRO E QUARTO CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL ARTE OBJETIVOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Os Parâmetros Curriculares Nacionais indicam como objetivos do ensino fundamental que

Leia mais

8. ENSINO FUNDAMENTAL

8. ENSINO FUNDAMENTAL 8. ENSINO FUNDAMENTAL 8.1 ORGANIZAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL A legislação educacional brasileira define que o ensino fundamental, com duração de oito anos, é de freqüência obrigatória e oferta gratuita

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Ensino Fundamental de nove anos, alfabetização e letramento, lúdico.

PALAVRAS-CHAVE: Ensino Fundamental de nove anos, alfabetização e letramento, lúdico. 1 MAS AFINAL: O QUE É O 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS? Gabriela Medeiros PPGE/UFPel Caroline Michel PPGEC/FURG Mônica Vahl ICH/UFPel Agência financiadora: CNPq RESUMO Este texto pode ser considerado

Leia mais

Vamos mergulhar no mundo do Era uma vez

Vamos mergulhar no mundo do Era uma vez Projeto Curricular da Sala de 3 Anos Vamos mergulhar no mundo do Era uma vez Educadora Marlene Cardoso Ano Letivo 2012 / 2013 ÍNDICE Introdução... 3 Objetivos Gerais... 4 Caracterização do Espaço e dos

Leia mais

Aspectos desenvolvidos pela dança: a busca do autodesenvolvimento

Aspectos desenvolvidos pela dança: a busca do autodesenvolvimento Resumo Aspectos desenvolvidos pela dança: a busca do autodesenvolvimento humano Bolsista: Luciana Mayumi Kussuda 1 Orientadora: Evelyn Lauria Noronha 2 O artigo é resultado de um projeto voltado para a

Leia mais

A Educação Física na Educação Infantil: a importância do movimentar-se e suas contribuições no desenvolvimento da criança

A Educação Física na Educação Infantil: a importância do movimentar-se e suas contribuições no desenvolvimento da criança A Educação Física na Educação Infantil: a importância do movimentar-se e suas contribuições no desenvolvimento da criança ANDRÉIA PAULA BASEI Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria,

Leia mais

O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues

O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues RESUMO: O conteúdo voleibol, enquanto prática desportiva nas escolas

Leia mais

O Faz de Conta e o Desenvolvimento Infantil

O Faz de Conta e o Desenvolvimento Infantil 1 O Faz de Conta e o Desenvolvimento Infantil Elisangela Modesto Rodrigues de Oliveira 1 Juliana de Alcântara Silveira Rubio 2 Resumo A finalidade deste trabalho é mostrar a importância da brincadeira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA LISIANE CHIARADIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA LISIANE CHIARADIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA LISIANE CHIARADIA FAZ-DE-CONTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PREVENÇÃO DE DIFICULDADES E PROMOÇÃO DE APRENDIZAGENS. PORTO

Leia mais

O USO DA LITERATURA INFANTIL NA ESCOLA COMO FORMA DE ESTÍMULO À LEITURA RESUMO

O USO DA LITERATURA INFANTIL NA ESCOLA COMO FORMA DE ESTÍMULO À LEITURA RESUMO Revista Científica Eletrônica de Ciências Sociais Aplicadas da EDUVALE - ISSN 1806-6283 O USO DA LITERATURA INFANTIL NA ESCOLA COMO FORMA DE ESTÍMULO À LEITURA SOUZA, Elisangela Ruiz de 1 MUNIZ, Valdinéia

Leia mais

AS DIMENSÕES EDUCATIVAS

AS DIMENSÕES EDUCATIVAS AS DIMENSÕES EDUCATIVAS Regina Barros Leal Universidade de Fortaleza, Brasil 1. INTRODUÇÃO A escola, ao exercer sua função social de educar deve estar atenta, no cotidiano da prática pedagógica, as dimensões

Leia mais

EVASÃO NA EJA E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA

EVASÃO NA EJA E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA EVASÃO NA EJA E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA FERNANDA DE SOUZA THEODORO DIAS (FAP- FACULDADE DE APUCARANA). Resumo As mudanças Sociais trouxeram novas exigências de

Leia mais

A PRINCESA QUE ERA UMA VEZ

A PRINCESA QUE ERA UMA VEZ SINOPSE Era uma vez uma princesa que já estava cansada de ouvir as histórias serem narradas sempre do mesmo modo. Por esse motivo, pediu ao Narrador que contasse a história dela de uma forma diferente,

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL CONTINUADO PARÂMETROS EM AÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL CONTINUADO PARÂMETROS EM AÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL CONTINUADO PARÂMETROS EM AÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL Brasília 1999 Secretaria de Educação Fundamental Iara

Leia mais

TECENDO DIÁLOGOS, RESSIGNIFICANDO SABERES: O TORNAR-SE PROFESSOR (A)

TECENDO DIÁLOGOS, RESSIGNIFICANDO SABERES: O TORNAR-SE PROFESSOR (A) TECENDO DIÁLOGOS, RESSIGNIFICANDO SABERES: O TORNAR-SE PROFESSOR (A) Neide Cavalcante Guedes 1 Base de Pesquisa FORMAR/UFPI A possibilidade de protagonizar a própria vida pressupõe, dentre outras coisas,

Leia mais

A construção social e psicológica dos valores

A construção social e psicológica dos valores A construção social e psicológica dos valores Prof. Dr. Ulisses F. Araújo, Universidade de São Paulo A discussão sobre a construção social e psicológica dos valores, neste texto, localiza-se na intersecção

Leia mais

A FORMAÇÃO ESPORTIVA NA MED SPORT

A FORMAÇÃO ESPORTIVA NA MED SPORT Brandão e Momjian p1 A FORMAÇÃO ESPORTIVA NA MED SPORT Neiva Cristina Paraschiva Brandão - Diretora Salete Momjian - Coordenadora Pedagógica MED SPORT ESCOLA DE ESPORTES UM POUCO DE HISTÓRIA Em 1981, três

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DESENVOLVENDO CONHECIMENTO SOBRE O CORPO

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DESENVOLVENDO CONHECIMENTO SOBRE O CORPO EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DESENVOLVENDO CONHECIMENTO SOBRE O CORPO Flaviane da Silva Mendes 1 Paula Hentschel Lobo da Costa (O) 2 I. INTRODUÇÃO Vivendo a realidade de uma professora de Educação Física,

Leia mais

Influência da atividade física no desenvolvimento motor e rendimento escolar em crianças do Fundamental

Influência da atividade física no desenvolvimento motor e rendimento escolar em crianças do Fundamental UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ CAMPUS UNIVERSITÁRIO CAUCAIA CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA AMÂNDIA ELIZABETH DA SILVA CEZÁRIO Influência da atividade física no desenvolvimento motor

Leia mais

As crianças pequenas e seus processos de apropriação da música

As crianças pequenas e seus processos de apropriação da música As crianças pequenas e seus processos de apropriação da música Small children and their processes of music appropriation Sílvia Cordeiro Nassif Schroeder Universidade de São Paulo (USP) scnassif@terra.com.br

Leia mais

É MUITO POUCO! Márcia Leite SINOPSE PALAVRAS D0 AUTOR FICHA TÉCNICA

É MUITO POUCO! Márcia Leite SINOPSE PALAVRAS D0 AUTOR FICHA TÉCNICA SINOPSE Lúdico e divertido, este livro explora situações de oposição pensadas a partir do cotidiano da criança, mostrando que a noção de quantidade percebida pelas pessoas passa pela afetividade. Com delicadeza

Leia mais

A INCLUSÃO DE CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS E OS DESAFIOS DO DOCENTE EM LIDAR COM ISSO

A INCLUSÃO DE CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS E OS DESAFIOS DO DOCENTE EM LIDAR COM ISSO A INCLUSÃO DE CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS E OS DESAFIOS DO DOCENTE EM LIDAR COM ISSO Aline de Jesus Souza 1 Carla Michele Batista Passos 2 Geise dos Santos Lisboa 3 Luciene Santos de

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE ENSINO UTILIZADAS, TAMBÉM, COM UM ALUNO CEGO, EM CLASSE REGULAR

ESTRATÉGIAS DE ENSINO UTILIZADAS, TAMBÉM, COM UM ALUNO CEGO, EM CLASSE REGULAR ESTRATÉGIAS DE ENSINO UTILIZADAS, TAMBÉM, COM UM ALUNO CEGO, EM CLASSE REGULAR Luzia Guacira dos Santos Silva (Secretaria Municipal de Educação Natal/RN) GT 08 Educação Infantil e Ensino Fundamental. INTRODUÇÃO

Leia mais

MARIA ELISANDRE DA SILVA A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O DESENVOLVIMENTO E A APRENDIZAGEM DA CRIANÇA

MARIA ELISANDRE DA SILVA A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O DESENVOLVIMENTO E A APRENDIZAGEM DA CRIANÇA MARIA ELISANDRE DA SILVA A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O DESENVOLVIMENTO E A APRENDIZAGEM DA CRIANÇA LONDRINA 2010 MARIA ELISANDRE DA SILVA A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais