DISTRIBUIDOR NEWHOTEL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DISTRIBUIDOR NEWHOTEL"

Transcrição

1 DISTRIBUIDOR NEWHOTEL

2 CANDIDATURA PARA DISTRIBUIDORES 1. Elegibilidade e vantagens a) São elegíveis Distribuidores da Newhotel Software SA, empresas já estabelecidas e comprometidas no seu negócio de vender soluções de software para hotéis e actividades relacionadas (restaurantes, bares, Spas, Casinos, Clubs, Cabarets, Centros de Convenções, Golfe). b) Empresas que representem ou tenham representado outras soluções de software para a gestão hoteleira, e apostem em melhorar e actualizar os seus serviços mudando para uma solução mais avançada e de maior qualidade como as nossas aplicações Newhotel. Neste caso específico, a Newhotel Software SA assegura condições especiais e competitivas para a migração de sistemas antigos para a NewHotel (competive upgrade). Newhotel Software é, provavelmente, a mais completa e mais sofisticada solução integrada de aplicações para a gestão de unidades hoteleiras no mundo. Caracteriza-se por uma solução fidedigna, competitiva e capaz de responder às mais exigentes necessidades (legais e fiscais para qualquer país do mundo, disponível em sistema multilingue e multi-moeda). Para mais informações consultar o nosso site em. Receitas Distribuidor soluções Newhotel: Comissão sobre percentagem de vendas das soluções Newhotel, que variam de acordo com o volume de vendas alcançado por ano e objectivos concretizados; Serviços prestados pelo Distribuidor aos Clientes no que diz respeito a instalações, parametrização, formação e suporte às soluções Newhotel; 50% sobre o valor do Contrato Anual de Assistência do Cliente, correspondendo ao suporte local assegurado pelo Distribuidor. Serão consideradas preferenciais as candidaturas de empresas que tenham já reunido o know-how e/ ou contacto com a actividade hoteleira e turística. Página 1 de 3

3 2. Requisitos O Distribuidor deve reunir os recursos comerciais e técnicos para assegurar a venda, suporte e pós-venda dos produtos Newhotel dentro da área geográfica definida. O Distribuidor deve assegurar disponibilidade a tempo inteiro de recursos humanos dedicados à promoção, demonstração e venda dos produtos Newhotel na área geográfica definida. O Distribuidor deve assegurar pessoal técnico qualificado para instalar, formar e dar a assistência técnica dos produtos Newhotel na àrea geográfica definida. 3. Documentos de candidatura As candidaturas para Distribuidor oficial da Newhotel Software SA devem ser submetidas à Newhotel Software SA através do preenchimento dos seguintes documentos: Formulário de Aplicação de Distribuidor fornecido pela Newhotel Software SA que deve identificar a empresa, capital social, volume de vendas, recursos humanos, experiência. Plano de negócios para os primeiros 2 anos de actividade previstos como Distribuidor. Este plano de negócios não é de formato mandatório, mas deve incluir pelo menos a seguinte informação: a) Caracterização das oportunidades de negócio para aplicações de gestão hoteleira na área geográfica definida; b) Nome e curriculum vitae dos colaboradores responsáveis pela actividade comercial e técnica que trabalharão com as aplicações Newhotel Software SA. c) Projecção do número de hotéis e instalações associadas que o Distribuidor tem como previsão para os primeiros 2 anos; 4. Suporte da Newhotel ao Distribuidor Uma vez que o candidato é aceite pela Newhotel, será enviado ao Distribuidor o Contrato de Distribuição Comercial e Lista de Preços para as Aplicações Newhotel para a área geográfica definida. O Contrato de Distribuição Comercial é assinado em duas cópias pela Newhotel Software SA e pelos representantes do Distribuidor, e ambas as partes guardam uma das cópias. Newhotel Software SA organizará cursos de formação com condições especiais de forma a garantir a qualificação tanto técnica como comercial do pessoal do Distribuidor, preparando-os para as vendas, demonstração e instalação das soluções Newhotel. Página 2 de 3

4 Newhotel Software SA participará conjuntamente com o Distribuidor no start-up de negócios iníciais tais como: acções de apresentação em hotéis, road-shows e presença em trade shows. Newhotel Software SA enviará pessoal técnico especializado para fazer as primeiras instalações do software no(s) primeiro(s) cliente(s) angariado(s) pelo Distribuidor até que o pessoal local assumam estas responsabilidades sem quaisquer riscos. Página 3 de 3

5 FORMULÁRIO DE CANDIDATURA PARA DISTRIBUIDOR Nome da Empresa: Endereço: Cidade: Região: Código Postal: País: Tel: Fax: Telemóvel: Responsável/ Contacto: Cargo: Website: Nº Fiscal da Empresa: Gerente: IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 1) Ano de início de actividade da empresa 2) Total de Vendas da Empresa no ano de : e ano anterior: 3) Principais produtos e serviços actualmente comercializados pela vossa empresa? 3.1. Hardware: 3.2. Software: 3.3. Serviços: PROJECTO NEWHOTEL 1) Área geográfica onde propõe vender soluções NewHotel: 2) A sua empresa está interessada em comercializar software para: Hotéis e Resorts ( ) Pontos de Venda (POS) ( ) Grupos Hoteleiros ( ) Stocks F&B ( ) SPA, Golf ou Eventos ( ) Outros (indicar) ( ) 3) Total de empregados:, sendo Técnicos: ; Comerciais: ; Outros: 4) Número de Comerciais a envolver na venda Software Newhotel 5) Estimativa de vendas de software Newhotel/ ano: 6) Possui experiência comercial ou técnica com os sectores de Hotelaria ou Turismo? Sim ( ) Não ( ) 7) Vende ou já vendeu algum outro software para Hotelaria? 7.1. Sim ( ) Por favor, indique qual? 7.2. Não ( ) Redigido por: X Data: / / Assinatura Imprimir nome dia mês ano

6 RELATÓRIO COMERCIAL MENSAL Distribuidor: Comercial: Data de Envio: Nr. Proposta Produtos Newhotel Cliente nr. nr. nr. POS Quartos Data Workstations Status Follow-Up Proposta Data Fecho Valor Comentários Status Follow-Up Produtos Newhotel 0% Negócio perdido 1- Front-Office 8- NewSpa 15% Proposta entregue 2- NewConta 9- NewGolfe 30% Demonstração feita 3- NewPos 10- NewCentral 40% Proposta em avaliação, potencial concorrência 4- NewPaga 12- NewPlan 70% Short List para a decisão final 5- NewStock 13- Navigator 90% Compra confirmada, espera assinatura 6- WebNewhotel 14- Compass 100% Encomenda assinada e recebida 7- NewGes 15- NewCRM

7 DECLARAÇÃO DE VENDA Newhotel Software SA Av. Almirante Gago Coutinho, nr LISBOA PORTUGAL DISTRIBUIDOR: Morada Telefone Comercial: Nr. Declaração de Venda: Data: Produto Descrição Nr. Valor Unitário Desconto Valor Total Sub-Total Total USD Datos do Cliente da Licença Newhotel Nome: Morada: Código Postal: País: Contacto: Idioma: Observações:

8 LICENÇA DE UTILIZAÇÃO PARA SOFTWARE NEWHOTEL Este documento estipula as condições gerais da Licença de Utilização dos Produtos de Software Newhotel, adiante designados abreviadamente por Software, concedidos pela empresa Newhotel Software SA ao CLIENTE. 1. DIREITOS DO CLIENTE Mediante esta licença Newhotel Software SA concede ao CLIENTE o direito não exclusivo e intransmissível à utilização do Software num único computador ou num único sistema constituído por vários postos de trabalho até ao número indicado. O Software é considerado em uso num computador quando está residente na sua memória principal (i.e. RAM) ou instalado numa memória secundária (i.e. disco rígido ou outro suporte equivalente) 2. DIREITOS DE AUTOR O Software pertencente à Newhotel Software SA é protegido pela legislação de Direitos de Autor de Portugal, nomeadamente pela Lei da Criminalidade Informática (Decreto-Lei nº. 109/91), bem como por outras disposições e tratados internacionais aplicáveis à protecção da propriedade industrial e intelectual. A Newhotel Software SA retém todos os direitos de propriedade intelectual sobre o Software bem como sobre a documentação, conceitos e manuais que o acompanham ou dele fazem parte. 3. AUTORIZAÇÃO DE UTILIZAÇÃO DE DADOS O CLIENTE concorda em que a Newhotel Software SA e as empresas suas afiliadas reúnam e utilizem as informações técnicas recolhidas como parte do suporte técnico, eventualmente existente, prestado ao CLIENTE relacionado com o software. A Newhotel Software SA e as empresas suas afiliadas poderão utilizar estas informações unicamente para melhorar os seus produtos ou para fornecer serviços ou tecnologias personalizadas ao CLIENTE, comprometendo-se a não divulgar essas informações de nenhuma forma que identifique pessoalmente o CLIENTE. 4. ACTUALIZAÇÕES Para utilizar o software identificado como versão actualizada, o CLIENTE deverá primeiro estar licenciado para o software identificado pela Newhotel como elegível para actualização. Após a instalação da actualização, o CLIENTE deixa de poder utilizar o software original que constituía a base de elegibilidade para a actualização, excepto como parte do software actualizado. 5. OUTRAS RESTRIÇÕES O CLIENTE não pode transmitir, vender, arrendar, emprestar, alterar, amalgamar, ou modificar este Software de modo algum, incluindo desmontá-lo ou descompilá-lo. 6. GARANTIA LIMITADA A Newhotel Software SA garante que o Software se conforma substancialmente com a documentação de utilizador aplicável. Durante os primeiros 90 dias após a data da emissão da licença a Newhotel Software SA oferece ao CLIENTE uma garantia limitada ao que se refere à correcção de quaisquer erros que dentro desse prazo sejam comunicados por escrito pelo CLIENTE. 7. ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MANUTENÇÃO Expirados os 90 dias de período de garantia o CLIENTE poderá continuar a dispôr de Assistência Técnica e Manutenção ao Software por parte da Newhotel Software SA, incluindo receber actualizações e novas versões que venham a ser desenvolvidas, devendo para tal assinar um Contrato de Assistência e Manutenção com os serviços da Newhotel Software SA. 8. LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE Porque um Software é inerentemente um produto complexo e pode não estar completamente livre de erros, recomenda-se que o CLIENTE e os utilizadores verifiquem rigorosamente o seu trabalho e façam cópias de segurança. Em caso algum a Newhotel Software SA será responsável por quaisquer danos directos, indirectos, de cobertura incidentais ou consequenciais que surjam do uso ou inabilidade de uso do Software ou da documentação que o acompanha, mesmo que tenha sido avisada da possibilidade de haver tais danos. Em nenhum caso a responsabilidade da Newhotel Software SA excederá o valor que foi pago pela Licença de utilização do Software. 9. PRODUTOS ORACLE CORPORATION Se o Software abrangido por esta Licença requerer licenças embedded ou run-time da ORACLE Corporation, os mesmos considerar-se-ão sub-licenciados e incluídos no presente Acordo, ao abrigo do Contrato de Aliança Comercial nº celebrado entre a Newhotel Software SA e a ORACLE, desde que tal direito for adquirido pelo CLIENTE, o Software da ORACLE aplicar-se-ão todas as regras e restrições descritas na presente Licença para o Software da Newhotel Software SA, bem como as especificadas pelo respectivo fabricante. Este acordo é regido pelas Leis de Portugal e ambas as partes aceitam a jurisdição dos tribunais portugueses. Página 1 de 1

Licença de Utilização do FLiP 8

Licença de Utilização do FLiP 8 I Disposições Gerais Licença de Utilização do FLiP 8 1. A Priberam Informática, S.A., adiante Priberam ou Licenciante, com sede na Alameda D. Afonso Henriques, n.º 41-2.º, em Lisboa, Portugal, NIPC 502

Leia mais

REGULAMENTO. Preâmbulo

REGULAMENTO. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo O espírito de iniciativa, a criatividade, a capacidade de detectar e aproveitar oportunidades, de assumir o risco e formar decisões, constituem premissas essenciais para o sucesso

Leia mais

Descrição do Serviço Envio Fast-Track

Descrição do Serviço Envio Fast-Track TERMOS E CONDIÇÕES DO ENVIO PRIORITÁRIO(EP ou o Programa ) Considerando as cláusulas abaixo estipuladas, as partes acordam no seguinte: Para efeitos do presente Acordo, aplicam-se as seguintes definições:

Leia mais

1 INTRODUÇÃO 2 DEFINIÇÕES

1 INTRODUÇÃO 2 DEFINIÇÕES 1 INTRODUÇÃO 1.1 Os presentes Termos Gerais e Condições para Customer Care Packages (Pacotes de Serviços a Clientes) da Leica Geosystems ( Termos e Condições CCP ) aplicam-se exclusivamente aos Customer

Leia mais

1) Termos e Condições

1) Termos e Condições 1) Termos e Condições Termos e Condições Plataforma Compras Públicas A informação contida nesta área regula o uso da presente página de Internet www.compraspublicas.com e de todo o seu conteúdo. Recomenda-se

Leia mais

REGULAMENTO REDE C+ CENTRO

REGULAMENTO REDE C+ CENTRO REGULAMENTO REDE C+ CENTRO Índice 1 Apresentação da Rede C+...3 1.1. Destinatários...3 1.2. Aderentes à Rede C+...4 2 Adesão à Rede C+...5 2.1 Requisitos de adesão à Rede C+...5 2.1.1 REDE C + COMERCIAL...6

Leia mais

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior DESPACHO CONJUNTO Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior Considerando a Decisão da Comissão nº C (2004) 5735,

Leia mais

CERTIFICADO DO PROGRAMA DE LICENCIAMENTO COREL LICENCE FOR LEARNING Termos e condições

CERTIFICADO DO PROGRAMA DE LICENCIAMENTO COREL LICENCE FOR LEARNING Termos e condições CERTIFICADO DO PROGRAMA DE LICENCIAMENTO COREL LICENCE FOR LEARNING Termos e condições 1. Declaração de propósito. A COREL criou o programa de licenciamento CLL ( Programa ) para proporcionar a determinados

Leia mais

UNDERLUX men s luxury underwear

UNDERLUX men s luxury underwear Termos & Condições Bem-vindo a UnderLux.com Os presentes Termos e condições têm por objetivo definir as condições de venda estabelecidas entre a UnderLux e o Utilizador, desde o acto da encomenda aos diversos

Leia mais

CONTRATO MÁSTER DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO MÁSTER DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO MÁSTER DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Considerando que: a. a DELL COMPUTADORES DO BRASIL LTDA. fabrica e comercializa produtos de informática e soluções de tecnologia de informação (doravante denominados

Leia mais

Manual de Instalação e Manual de Utilizador footscan 7/8 export tool

Manual de Instalação e Manual de Utilizador footscan 7/8 export tool Manual de Instalação e Manual de Utilizador footscan 7/8 export tool RSscan International RS-PRD-00593-001 1 Data da última revisão: 2015-05-11 As informações neste manual estão sujeitas a alterações sem

Leia mais

PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE

PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PROPOSTA Empresa/Sector: A constituir / Construção Civil Contacto: Lurdes Coelho Projeto: Prestação de serviços de contabilidade; Gestão do Projeto: Vitória

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS [PREENCHER], empresa estabelecida em [preencher cidade, estado, logradouro], inscrita no CNPJ sob o número [preencher], neste ato representada na forma de seu contrato

Leia mais

FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO

FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO NRP / (A atribuir pelo IEFP) UNIDADE ORGÂNICA RECEPTORA Data de Recepção - - Técnicos Responsáveis: O Técnico Receptor PREENCHER ESTA PÁGINA COM LETRAS MAIÚSCULAS

Leia mais

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Ao abrigo do disposto no n.º 5 do artigo 9.º, no n.º 2 do artigo 10.º, nos artigos 11.º e

Leia mais

ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD

ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD 1. ACORDO ENTRE O USUÁRIO E A ROSETTA STONE: O presente Acordo de Licença de Usuário Final (doravante designado por "Acordo") é um contrato

Leia mais

RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO RATING DYNAMIIC

RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO RATING DYNAMIIC Página 1 de 5 Data : 22-03-2016 Assinante : CLIENTE EXEMPLO SERV ON LINE SA A/C : Cliente Exemplo V/Ref : Via Online RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO IDENTIFICAÇÃO RATING DYNAMIIC Nome EMPRESA EXEMPLO LDA

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas

Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas Preâmbulo A Câmara Municipal de Nordeste tem vindo a apoiar ao longo dos anos de forma directa e organizada toda a actividade desportiva no concelho

Leia mais

CONTRATO DE TRANSFERÊNCIA DA RESPONSABILIDADE PELA GESTÃO DE ÓLEOS USADOS PARA SISTEMA INTEGRADO, NOS TERMOS DO DECRETO-LEI N

CONTRATO DE TRANSFERÊNCIA DA RESPONSABILIDADE PELA GESTÃO DE ÓLEOS USADOS PARA SISTEMA INTEGRADO, NOS TERMOS DO DECRETO-LEI N (rubricar) CONTRATO DE TRANSFERÊNCIA DA RESPONSABILIDADE PELA GESTÃO DE ÓLEOS USADOS PARA SISTEMA INTEGRADO, NOS TERMOS DO DECRETO-LEI N.º 153/2003, DE 11 DE JULHO Entre: Por uma parte, Sogilub - Sociedade

Leia mais

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com Prime Soluções Empresariais SEDE: Rua de Entrecampos, 28, 1749-076 Lisboa Nº de Pessoa Colectiva 502 M 757 - N' de Matricula 08537 C.R.C.L Capital Social de EUR.; 30 000 000. I/ -I- CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES

GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES Art. 1º 1. GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA

Leia mais

CERTIFICADOS DE APTIDÃO PROFISSIONAL (CAP) PARA:

CERTIFICADOS DE APTIDÃO PROFISSIONAL (CAP) PARA: CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL TELEFONE 218423502 INFORMAÇÃO AERONÁUTICA AFTN - LPPTYAYI AEROPORTO DA PORTELA 14/06 TELEX 12120 - AERCIV P 1749-034 LISBOA

Leia mais

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras.

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. REGULAMENTO T E R M O S E C O N D I Ç Õ E S 1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. 2. Podem ingressar no clube

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS FORNECEDOR: WORKSOFT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 08.707.221/0001-06, com sede

Leia mais

INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS

INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS MINISTÉRIO DO AMBIENTE, DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS CONDIÇÕES E DOCUMENTAÇÃO PARA REQUERER CONCESSÃO / RENOVAÇÃO DE ALVARÁ PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

Contrato de Aquisição de Conhecimentos. Programa de Investigação Tecnologias Inteligentes de Comunicação Veícular

Contrato de Aquisição de Conhecimentos. Programa de Investigação Tecnologias Inteligentes de Comunicação Veícular Contrato de Aquisição de Conhecimentos Programa de Investigação Tecnologias Inteligentes de Comunicação Veícular Aveiro, 29 de Abril de 2010 Entre: Brisa Inovação e Tecnologia, S.A., com sede na Quinta

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS SELECÇÃO DE UM PONTO DE RECOLHA NO DISTRITO DE VISEU CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE. SECÇÃO I Disposições Gerais 2

CADERNO DE ENCARGOS SELECÇÃO DE UM PONTO DE RECOLHA NO DISTRITO DE VISEU CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE. SECÇÃO I Disposições Gerais 2 Folha 1/15 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE SECÇÃO I Disposições Gerais 2 SECÇÃO II Apresentação de propostas 7 SECÇÃO III Selecção e celebração de contrato 12 SECÇÃO IV Disposições Finais 13 Anexos: Anexo I

Leia mais

Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença

Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença Município de Valença Tlf: 251 809500 Fax: 251 809519 Site: www.cm-valenca.pt E-mail: gap@cm-valenca.pt Entidade gestora

Leia mais

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Protocolo de Estágio entre AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo, E.P.E. e (nome da entidade) Entre PRIMEIRO:

Leia mais

Manual Web.Newhotel Configuração NewHotel

Manual Web.Newhotel Configuração NewHotel Manual Web.Newhotel Configuração NewHotel Versão: 1.1 Rev. 2008-11-17 Av. Almirante Gago Coutinho, 70 1700-031 Lisboa PORTUGAL Tel. 21 7817810, 53-52631959 Faxx 21 7971579 marketing@newhotel.com helpdesk@newhotel.com

Leia mais

Descrição do Serviço Diagnóstico no Local

Descrição do Serviço Diagnóstico no Local Apresentação do serviço A Dell tem o prazer de fornecer o Serviço de (o Serviço ) de acordo com este documento (a Descrição do Serviço ). Este fornece actividades opcionais de diagnóstico no local na empresa

Leia mais

Condições Gerais. versão 1.0 - Junho 2008

Condições Gerais. versão 1.0 - Junho 2008 Condições Gerais 1 versão 1.0 - Junho 2008 Condições da Teleroute 2 Obrigado por decidir tornar-se cliente da Teleroute. A Teleroute oferece vários produtos e serviços ao sector dos transportes. A nossa

Leia mais

INTERFURNITURE 2012. Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012. Formulário de Inscrição. Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto

INTERFURNITURE 2012. Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012. Formulário de Inscrição. Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto INTERFURNITURE 2012 Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012 Formulário de Inscrição DADOS EMPRESA Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto CAE (Ver. 3): NIF: Postos de trabalho: Freguesia: Concelho:

Leia mais

Modelo de contrato para SPINs Simples

Modelo de contrato para SPINs Simples Modelo de contrato para SPINs Simples Janeiro 2016 Cofinanciado pela União Europeia ISR-UC Tradução: ISR Universidade de Coimbra Pólo II 3030 290 Coimbra Contacto: pfonseca@isr.uc.pt; carlospatrao@isr.uc.pt

Leia mais

CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS.

CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS. CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS. MÓDULO SISTEMAS DE GESTÃO LTDA, com sede na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, na Rua Amapá, 309

Leia mais

Estatutos. Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas. CAPÍTULO PRIMEIRO (Denominação, Sede, Objecto e Duração)

Estatutos. Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas. CAPÍTULO PRIMEIRO (Denominação, Sede, Objecto e Duração) Estatutos Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas CAPÍTULO PRIMEIRO (Denominação, Sede, Objecto e Duração) Artigo Primeiro A Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas (APDM) é uma Sociedade Cientifica

Leia mais

Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas

Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas Município de Serpa Praça da República 7830-389 Serpa Telefone: 284 540 100 Fax: 284 540 109 Endereço

Leia mais

TERMOS DE SERVIÇOS 1. DECLARAÇÃO DE VONTADE

TERMOS DE SERVIÇOS 1. DECLARAÇÃO DE VONTADE TERMOS DE SERVIÇOS Este Contrato de Licença de Usuário Final ( EULA ) é um acordo legal entre o usuário pessoa física ou jurídica (o USUÁRIO ) e a Nideia Tecnologia Ltda., empresa estabelecida nesta cidade

Leia mais

CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS COMERCIAIS

CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS COMERCIAIS CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS COMERCIAIS DIRECTRIZES DA APORMED AOS SEUS ASSOCIADOS SOBRE AS INTERACÇÕES COM OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE E O MERCADO DE PRODUTOS DE SAÚDE Documento aprovado na Assembleia-Geral

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO MUNICÍPIO DE S. PEDRO DO SUL GABINETE DE DESPORTO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

Leia mais

Formulário de Candidatura

Formulário de Candidatura (a preencher pela ADRAL) N.º de Processo: Data de Entrada : (a preencher pela entidade receptora) Entidade Receptora : Local e data : Criação de Empresa: SIM NÃO Prazo de Financiamento Ano de Carência

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19 REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA Pág.1/19 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS 3 1. Localização 3 2. Âmbito 3 3. Política e Estratégia de Actuação 3 4. Inscrições

Leia mais

CONTRATO DE ASSINATURA ENTRE O SITE PAPRIKA E ASSINANTE

CONTRATO DE ASSINATURA ENTRE O SITE PAPRIKA E ASSINANTE CONTRATO DE ASSINATURA ENTRE O SITE PAPRIKA E ASSINANTE Agência Thinkers Comunicação Ltda, pessoa jurídica, com sede em São Paulo, inscrita no CNPJ sob o n 15.587.615/0001 33, doravante denominada simplesmente

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

AVISO (20/GAOA/2015)

AVISO (20/GAOA/2015) AVISO (20/GAOA/2015) Humberto Fernando Leão Pacheco de Brito, Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, submete a consulta pública, para recolha de sugestões, por um período de 30 dias, a contar

Leia mais

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão)

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão) Regulamento Interno O presente regulamento aplica-se a todos os Cursos de formação concebidos, organizados e desenvolvidos pelo Nucaminho - Núcleo dos Camionistas do Minho, com o objetivo de promover o

Leia mais

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição:

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Uma subscrição de um espaço web da One.com oferece acesso aos servidores

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016 Preâmbulo O departamento de Acção Cultural da Fundação GDA, através do programa de Apoio a Bolsas de Qualificação

Leia mais

Entidades intervenientes

Entidades intervenientes Entidades intervenientes As candidaturas deverão ser apresentadas, preferencialmente, no Município de Vizela, ou nas entidades abaixo indicadas. Câmara Municipal de Vizela Rua Dr. Alfredo Pinto, 42 4815-391

Leia mais

Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter.

Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Proposta MD20091123253 Web site, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Versão 1.0 23 de Novembro de 2009 RESTRIÇÕES AO USO E DIVULGAÇÃO DA INFORMAÇÃO

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

Perguntas Frequentes.

Perguntas Frequentes. O presente documento estabelece um conjunto de ações e condições gerais sobre o uso do FideliZii incluindo aqui o sistema, hardware e site da marca de propriedade da ViZii Comunicação Ltda. aqui determinada

Leia mais

Condições contratuais gerais TVCABO?

Condições contratuais gerais TVCABO? Condições contratuais gerais TVCABO? 1. OBJECTO 1.1. As presentes Condições Gerais regulam, em conjunto com os seus Anexos e os demais elementos referidos nas mesmas (conjuntamente Condições dos Produtos

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Endereço(s) de correio electrónico Telemóvel 968457470 / 915731240 Av. vieira Guimarães 30G, 2450-111 Nazaré (Portugal)

Leia mais

RELATÓRIO INTERCALAR (nº 3, do artigo 23º, da Decisão 2004/904/CE)

RELATÓRIO INTERCALAR (nº 3, do artigo 23º, da Decisão 2004/904/CE) (nº 3, do artigo 23º, da Decisão 2004/904/CE) Comissão Europeia Direcção-Geral da Justiça, da Liberdade e da Segurança Unidade B/4 Fundo Europeu para os Refugiados B-1049 Bruxelas Estado-Membro: PORTUGAL

Leia mais

Regulamento de Formação AIP

Regulamento de Formação AIP Regulamento de Formação AIP Introdução Considerando que: Primeiro: A AIP Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria é uma organização de utilidade pública sem fins lucrativos que

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las PFC Valorização PSI 20 Entidade Emitente:

Leia mais

MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO

MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO NotíciasdoDireito Janeiro a Março de 2012 SECTOR BANCÁRIO E FINANCEIRO MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO A Lei n.º 4/2012, de 11 de Janeiro, altera a Lei n.º 63-A/2008,

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016

Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016 FICHA TÉCNICA INOVAR 2020 Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016 Introdução O INOVAR 2020, Sistema de Incentivos

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre: EDP Inovação, S.A., com sede na Praça Marquês de Pombal, nº 12, em Lisboa, pessoa colectiva e matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa número 507

Leia mais

ASSUNTO: Certificação de Organizações de Formação do pessoal do controlo de tráfego aéreo, prevista na Lei n.º 6/2009, de 29 de Janeiro

ASSUNTO: Certificação de Organizações de Formação do pessoal do controlo de tráfego aéreo, prevista na Lei n.º 6/2009, de 29 de Janeiro INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL, I.P. C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INFORMAÇÃO AERONÁUTICA Aeroporto da Portela / 1749-034 Lisboa Telefone: 21 842 35 02 / Fax:

Leia mais

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Entre: ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional, com sede na

Leia mais

Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI

Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI Dell Serviços Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI Apresentação dos serviços A Dell tem o prazer de fornecer os Serviços de recuperação de

Leia mais

Manda o Governo, pelos Ministros de Estado e das Finanças e das Obras Públicas Transportes e Comunicações, o seguinte: Artigo 1.º.

Manda o Governo, pelos Ministros de Estado e das Finanças e das Obras Públicas Transportes e Comunicações, o seguinte: Artigo 1.º. Legislação Portaria n.º 542/2007, de 30 de Abril Publicado no D.R., n.º 83, I Série, de 30 de Abril de 2007 SUMÁRIO: Aprova os Estatutos do Instituto da Construção e do Imobiliário, I.P.. TEXTO: O Decreto-Lei

Leia mais

Avisos do Banco de Portugal. Aviso nº 2/2007

Avisos do Banco de Portugal. Aviso nº 2/2007 Avisos do Banco de Portugal Aviso nº 2/2007 O Aviso do Banco de Portugal nº 11/2005, de 13 de Julho, procedeu à alteração e sistematização dos requisitos necessários à abertura de contas de depósito bancário,

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SI À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Data: 13 de Outubro

Leia mais

Código de Conduta de Promotores OREY FINANCIAL INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A.

Código de Conduta de Promotores OREY FINANCIAL INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Código de Conduta de Promotores OREY FINANCIAL INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Novembro de 2011 CÓDIGO DE CONDUTA DE PROMOTORES O objectivo deste documento é o de fixar um código de conduta e um

Leia mais

Cartão Cliente Vista Alegre Atlantis

Cartão Cliente Vista Alegre Atlantis Cartão Cliente Vista Alegre Atlantis Proposta de adesão AVENIDA ALMIRANTE GAGO COUTINHO, 76 1700-031 LISBOA Vista Alegre Atlantis, S.A. Vista Alegre Atlantis, S.A. vaacard@vaa.pt vistaalegreatlantis.com

Leia mais

Responsabilidade Civil Profissional para Consultores e Empresas de Tecnologia e Informática Proposta de Seguro

Responsabilidade Civil Profissional para Consultores e Empresas de Tecnologia e Informática Proposta de Seguro O propósito desta proposta de seguro é conhecê-lo a si e ao seu negócio. O seu preenchimento não vincula nenhuma das partes à contratação deste seguro. Um seguro é um contrato de confiança entre duas partes.

Leia mais

Acordo de parceria Grin Pixels

Acordo de parceria Grin Pixels Acordo de parceria Grin Pixels Os termos e condições (os "Termos e Condições") que regem o relacionamento entre você (o "Provedor de Conteúdo") de um lado, e a Grin Pixels em parceria com a Division SL,

Leia mais

Termos e Condições de Uso Sistema SGI

Termos e Condições de Uso Sistema SGI Termos e Condições de Uso Sistema SGI Aceite dos Termos Este Contrato de Licença de Usuário Final ( EULA ) é um acordo legal entre o licenciado (pessoa física ou jurídica) (o LICENCIADO ) e a THIAGO DA

Leia mais

Contrato de Confidencialidade e Autorização para Divulgação de Informações dos Usuários BIVA SERVIÇOS FINANCEIROS S.A.

Contrato de Confidencialidade e Autorização para Divulgação de Informações dos Usuários BIVA SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. Contrato de Confidencialidade e Autorização para Divulgação de Informações dos Usuários BIVA SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. 1. Quem somos Biva Serviços Financeiros S.A. ( BIVA ) é uma plataforma online de prestação

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO-PILOTO DE INTEGRAÇÃO DOS ATRIBUTOS PROFISSIONAIS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS TÉCNICOS NO SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ATRIBUTOS PROFISSIONAIS (SCAP) Entre:

Leia mais

Análise da proposta de. condições gerais do. Contrato de Uso das Redes - RARI

Análise da proposta de. condições gerais do. Contrato de Uso das Redes - RARI Análise da proposta de condições gerais do Contrato de Uso das Redes - RARI Junho de 2006 Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 21 303 32 00 Fax: 21 303 32 01 e-mail: erse@erse.pt www.erse.pt

Leia mais

ThyssenKrupp Elevadores

ThyssenKrupp Elevadores ThyssenKrupp Elevadores MUNICÍPIO DE PORTIMÃO AJUSTE DIRECTO N.º 31612/14 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DO ELEVADOR INSTALADO NO BALCÃO ÚNICO MUNICIPAL 24 DE MARÇO DE 2015 ThyssenKruppElevadores

Leia mais

SOLUÇÕES MOÇAMBIQUE-EMPRESAS JULHO 2013

SOLUÇÕES MOÇAMBIQUE-EMPRESAS JULHO 2013 JULHO 2013 EM MOÇAMBIQUE, COMO EM PORTUGAL O BPI e o BCI disponibilizam as Soluções Moçambique-Empresas, um conjunto de produtos e serviços desenhados para empresas que pretendam investir ou exportar para

Leia mais

FORMULÁRIO PROGRAMA DE APOIO A PROJECTOS NO PAÍS

FORMULÁRIO PROGRAMA DE APOIO A PROJECTOS NO PAÍS Comissão para as Alterações Climáticas Comité Executivo Fundo Português de Carbono FORMULÁRIO PROGRAMA DE APOIO A PROJECTOS NO PAÍS CANDIDATURA DE PROGRAMA [de acordo com o Anexo do Regulamento] Resumo

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DO USUÁRIO FINAL (EULA) PARA O YSOFT SAFEQ. Y Soft Corporation, a.s.

CONTRATO DE LICENÇA DO USUÁRIO FINAL (EULA) PARA O YSOFT SAFEQ. Y Soft Corporation, a.s. CONTRATO DE LICENÇA DO USUÁRIO FINAL (EULA) PARA O YSOFT SAFEQ Y Soft Corporation, a.s. N.º de versão do Contrato de Licença do Usuário Final: EULA V 5 Data do início da vigência desta versão do Contrato

Leia mais

MANUAL DA INCUBADORA DO TAGUSPARK

MANUAL DA INCUBADORA DO TAGUSPARK MANUAL DA INCUBADORA DO TAGUSPARK Data: Outubro de 2013 Índice 1. Introdução... 1 2. Âmbito... 1 3. Modelo de incubação... 2 3.1 Pré-Incubação... 2 3.2 Incubação... 3 3.3 Desenvolvimento Empresarial...

Leia mais

ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS

ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS DESPACHO N.º 7 094/2011 Através do despacho n.º 9 178/2008, de 28 de Março, foram aprovadas pela ERSE as condições gerais que integram o contrato de fornecimento

Leia mais

Condições gerais de venda

Condições gerais de venda Condições gerais de venda As presentes CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES DE VENDA ON-LINE são acordadas livremente e de boa-fé entre Bonecas Namorar Portugal da marca Pó de Arroz e representadas pela empresa

Leia mais

Regulamento das Máquinas Fiscais 31 DE DEZEMBRO DE 2015 1940 (189) CAPÍTULO VI ARTIGO 3

Regulamento das Máquinas Fiscais 31 DE DEZEMBRO DE 2015 1940 (189) CAPÍTULO VI ARTIGO 3 31 DE DEZEMBRO DE 2015 1940 (189) CAPÍTULO VI Disposições Diversas ARTIGO 34 (Regime Fiscal da Empresa) ARTIGO 35 (Força Executiva dos documentos) 1. Os documentos emitidos pela Maputo Sul, E.P., desde

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2016

Regulamento PAPSummer 2016 Regulamento PAPSummer 2016 Artigo 1º Objetivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses ( Estudante ) de desenvolver um

Leia mais

O Programa Enfermeiros de Família. (Página intencionalmente deixada em branco)

O Programa Enfermeiros de Família. (Página intencionalmente deixada em branco) (Página intencionalmente deixada em branco) 2 Conteúdo A Saúde Quem Somos... O programa Enfermeiros de Família... O Enfermeiro de Família Saúde... O desafio de carreira... Principais competências e responsabilidades...

Leia mais

Termos de uso. Antes de utilizar o CAW NF e, é necessário que você leia, entenda e concorde com estes termos.

Termos de uso. Antes de utilizar o CAW NF e, é necessário que você leia, entenda e concorde com estes termos. Antes de utilizar o CAW NF e, é necessário que você leia, entenda e concorde com estes termos. Aceite dos Termos Este Contrato de Licença de Usuário Final ( EULA ) é um acordo legal entre o licenciado

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE ADESÃO AO PROGRAMA DE AFILIADOS

CONTRATO PARTICULAR DE ADESÃO AO PROGRAMA DE AFILIADOS Pelo presente instrumento particular, as partes a seguir identificadas, de um lado T A Soluções em Marketing Digital Ltda, empresa devidamente inscrita no CNPJ/MF sob nº 03.007.331/0001-41, situada na

Leia mais

C O N C E I T O E I M A G E M. Transparência nas Ações

C O N C E I T O E I M A G E M. Transparência nas Ações C O N C E I T O E I M A G E M. Transparência nas Ações 1. TERMOS GERAIS Este é um serviço de usuários de web ou mesmo de criação espontânea de grupos virtuais, destinado à troca de assuntos interligados

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO Introdução 1. As Autarquias locais desempenharam ao longo dos últimos anos um papel insubstituível no desenvolvimento

Leia mais

Número de acções detidas detidas indirectamente % Total sobre o capital. directamente

Número de acções detidas detidas indirectamente % Total sobre o capital. directamente Estrutura Capital Salvo se indicação em contrário, as respostas reportam à situação a 31 de Dezembro do ano #### Contacto da sociedade para esclarecimento: Nome Telefone E mail Quesito Identificação da

Leia mais

PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO

PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO I1058 19.01.2016 Cartões de Crédito Particulares Agência/ OE Gestor Rede Ponto 24/ VISA Electron Private Exclusivo PROPOSTA DE ADESÃO - CARTÃO DE DÉBITO DAKI Pronto a Usar EU Não protocolado REFERÊNCIA

Leia mais

NORMAS DE ADMISSÃO DE SÓCIOS À AGENCIA REGIONAL DE PROMOÇÃO TURÍSTICA DO ALENTEJO TURISMO DO ALENTEJO

NORMAS DE ADMISSÃO DE SÓCIOS À AGENCIA REGIONAL DE PROMOÇÃO TURÍSTICA DO ALENTEJO TURISMO DO ALENTEJO NORMAS DE ADMISSÃO DE SÓCIOS À AGENCIA REGIONAL DE PROMOÇÃO TURÍSTICA DO ALENTEJO TURISMO DO ALENTEJO CAPITULO I Disposições Gerais 1. Âmbito As presentes normas têm como finalidade estabelecer as regras

Leia mais

Serviço HP SupportPlus

Serviço HP SupportPlus Serviço HP SupportPlus HP Care Pack Services O Serviço HP de SupportPlus é composto por serviços completos de hardware e software que lhe permitem melhorar a disponibilidade da sua infra-estrutura de TI.

Leia mais

CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ARTIGO 1º

CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ARTIGO 1º ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ARTIGO 1º (Denominação, constituição e duração) É constituída e reger-se-á pelos presentes Estatutos e pela Lei aplicável, uma Associação de âmbito nacional,

Leia mais

Candidatura a pedido de Apoio Institucional à Embaixada do Japão

Candidatura a pedido de Apoio Institucional à Embaixada do Japão Candidatura a pedido de Apoio Institucional à Embaixada do Japão 1 de Agosto de 2015

Leia mais

Regulamento do Ninho de Empresas

Regulamento do Ninho de Empresas Regulamento do Ninho de Empresas Aprovado em Assembleia Geral, a 30 de Março de 2012. Artigo 1.º (Âmbito) O presente regulamento define as condições para a utilização do serviço de ninho de empresas da

Leia mais

REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci

REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci Tendo a Coordenação em colaboração com o DGA RI, elaborado e submetido uma candidatura ao Programa Leonardo da Vinci, foi esta aprovada pela Agência

Leia mais

ANEXO I TERMO DE ADESÃO. Atenção: Leia cuidadosamente este contrato antes de se tornar um usuário do PMA

ANEXO I TERMO DE ADESÃO. Atenção: Leia cuidadosamente este contrato antes de se tornar um usuário do PMA ANEXO I TERMO DE ADESÃO Atenção: Leia cuidadosamente este contrato antes de se tornar um usuário do PMA INTERNET GRATUITA. 1. ÍNTEGRA DO TERMO 1.1. Os termos abaixo se aplicam aos serviços oferecidos pela

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Executivo nº 197/08 de 16 de Setembro Considerando a necessidade do estabelecimento de disposições relativas ao estatuto das entidades inspectoras das redes e ramais de

Leia mais

Termo de Adesão ao Programa de Afiliados de aprendahebraico.com.br

Termo de Adesão ao Programa de Afiliados de aprendahebraico.com.br Termo de Adesão ao Programa de Afiliados de aprendahebraico.com.br Versão 1.2 07/08/2013 O presente TERMO DE ADESÃO AO PROGRAMA DE AFILIADOS contém as regras que se aplicam à participação de Pessoas Físicas

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE INCENTIVOS AO INVESTIMENTO. Nota Justificativa

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE INCENTIVOS AO INVESTIMENTO. Nota Justificativa Regulamento de Concessão de Incentivos ao Investimento REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE INCENTIVOS AO INVESTIMENTO Nota Justificativa A elaboração do presente Regulamento tem como objetivo criar um conjunto

Leia mais