Apresentação Objetivos Público-alvo:... 13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação... 12 Objetivos... 13 Público-alvo:... 13"

Transcrição

1

2 Apresentação Objetivos Público-alvo: Organização COMISSÃO ACADÊMICA COMISSÃO ORGANIZADORA Apoio Resumo "PROPAGAÇÃO DO MOVIMENTO ROTACIONAL DE SATÉLITES ESTABILIZADOS POR ROTAÇÃO COM TORQUE DE GRADIENTE DE GRAVIDADE" A "POLÍTICA DO PAI NOSSO" COMO MÉTODO DE ARTICULAÇÃO SOCIAL DE DOM BOSCO A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL/RELIGIOSA DO PARATIENSE: A CONTRIBUIÇÃO DA DEVOÇÃO A SANTA CRUZ DA GENEROZZA A CONTAÇÃO DE HISTÓRIA E OS JOGOS TEATRAIS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO A DROGADIÇÃO COMO VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE:A PERSPECTIVA DO SERVIÇO SOCIAL A EDUCAÇÃO BÁSICA ESCOLAR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA: FORMANDO PROFESSORES PARA A CONSTRUÇÃO DA AUTONOMIA A ESCOLA PARA ALÉM DA ES-CO-LA: UM OLHAR SOBRE A EDUCAÇÃO INTEGRAL A FRAGILIDADE DO SISTEMA BANCÁRIO NOS ANOS 90 - A QUEBRA DOS BANCOS BAMERINDUS, ECONÔMICO E NACIONAL A FUNÇÃO SOCIAL DO DIREITO E DE SEUS OPERADORES A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA E A ESCOLA: CAPACITANDO PROFESSORES A INFIDELIDADE VIRTUAL E SEUS ASPECTOS JURÍDICOS A INSEGURANÇA JURÍDICA DECORRENTE DA CRESCENTE ATIVIDADE LEGISLATIVA DO JUDICÍÁRIO BRASILEIRO A INTERDISCIPLINARIDADE ROMPENDO ESTRUTURAS INSTITUCIONAIS: UMA PARCERIA ENTRE UNISAL E FATEA, CONTRIBUINDO PARA ALUNOS MATRICULADOS NO EJA NA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA - SP A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO E SUA ÁRDUA CONSEQUÊNCIA: A REJEIÇÃO DA PATERNIDADE A MEDIAÇÃO ENDOPROCESSUAL NA SOLUÇÃO DE CONFLITOS FAMILIARES PONDERAÇÕES JURÍDICAS E CONSEQUÊNCIAS FÁTICAS A MUDANÇA DA ESCOLA: ENTRE O POSSÍVEL E O DESEJADO... 36

3 17 - A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS E O INSTITUTO DA LOGÍSTICA REVERSA: ANÁLISE DO POLO INDUSTRIAL DO MUNICÍPIO DE LORENA A PROTEÇÃO JURÍDICA DO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL NO ENTORNO DA ESTRADA REAL, NO ESTADO DE SÃO PAULO A QUESTÃO HISTÓRICA NO POLÍGONO DA SECA A UNIÃO ESTÁVEL COMO FORMA ALTERNATIVA AO CASAMENTO E AS ALTERAÇÕES NO SISTEMA JURÍDICO A VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE - PEDOFILIA INTRAFAMILIAR : A PERSPECTIVA DO SERVIÇO SOCIAL A VIOLÊNCIA ESCOLAR E O BULLYING: QUAL A SITUAÇÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS? A VIOLÊNCIA NO CONTEXTO ESCOLAR: PERSPECTIVAS DE COMPREENSÃO E INTERVENÇÃO PELO SERVIÇO SOCIAL AGRESSIVIDADE E PSICOTICISMO EM ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE RISCO ANÁLISE DA VARIAÇÃO DIMENSIONAL DE ARGAMASSAS DESTINADAS NO ASSENTAMENTO DE PEÇAS CERÂMICAS EXPOSTAS A INTEMPERISMOS ANÁLISE DE FADIGA EM BGA ANÁLISE DE POLÍMEROS CONDUTORES PARA USO EM BLINDAGEM DE ONDAS ELETROMAGNÉTICAS NA FAIXA DE MICRO-ONDAS APLICABILIDADE DO CDC AOS SERVIÇOS PÚBLICOS APRENDENDO TABUADA BRINCANDO ARBITRAGEM ONLINE: NOVOS PARÂMETROS PARA RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS AS FRONTEIRAS ARTIFICIAIS DA AMÉRICA LATINA ASPECTOS RELEVANTES AO ESTUDO COMPARADO ENTRE O SISTEMA JURÍDICO BRASILEIRO E O SISTEMA JURÍDICO DA COMMON LAW ASSÉDIO PSICOLÓGICO E A SAÚDE DO TRABALHDOR AUTISMO NA ESCOLA REGULAR E O APRENDIZADO AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DE JUNTAS SOLDADAS COM ARAME TUBULAR RUTÍLICO E ARAME TUBULAR DO TIPO METAL CORED AVALIAÇÃO E AUTO-AVALIAÇÃO: PROCESSOS DE AUTO-PUNIÇÃO PELA ESCOLA E NA SOCIEDADE AVALIAÇÃO QUALITATIVA, SEPARAÇÃO E DESTINAÇÃO DOS MATERIAIS USADOS EM ELETRO-ELETRÔNICOS, POSSIBILIDADES DE RECICLAGEM CÓDIGOS CORRETORES DE ERRO E IMPLEMENTAÇÃO EM FPGA ALTERA DE0-NANO COMO CAPACITAR TECNICAMENTE SEM REDUZIR O FATOR HUMANO? UM ESTUDO SOBRE OS IMPACTOS NA VIDA DOS ALUNOS DE CURSOS TÉCNICOS EM AMERICANA/SP COMPORTAMENTOS DE DOCENTES QUE FAVORECEM O DESENVOLVIMENTO ESCOLAR DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA

4 41 - CONSCIÊNCIA DE SI E INTERSUBJETIVIDADE NA FILOSOFIA REFLEXIVA DE LOUIS LAVELLE CONSTRUÇÃO DO INVENTÁRIO DE AUTOCONCEITO PROFISSIONAL CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES NA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE SÃO PAULO CONTRIBUIÇÃO FILOSÓFICA DE VIKTOR FRANKL NA BUSCA DO SENTIDO DE VIDA EM JOVENS EM SITUAÇÃO DE RISCO CONTRIBUIÇÕES DOS ESTUDOS CULTURAIS E PÓS-COLONIAIS PARA A PRÁTICA DOCENTE: PERSPECTIVAS DE APROPRIAÇÃO DO CONHECIMENTO E DO DESENVOLVIMENTO DA AUTONOMIA NA CONTEMPORANEIDADE CORRELAÇÃO DA AVALIAÇÃO DAS FUNÇÕES PSICOMOTORAS COM INDICADORES DE DIFICULDADE E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM DE CRIANÇAS DE 5 E 6 ANOS DE SENZALA À PATRIMÔNIO HISTÓRICO CULTURAL DESENVOLVIMENTO DE WEB SITE DE DIVULGAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI DINÂMICA DE SATÉLITES ARTIFICIAIS COM A INFLUÊNCIA DA FORÇA DE RADIAÇÃO SOLAR: ESTUDO DAS REGIÕES DE SOMBRA E A MAGNITUDE DO TORQUE DIREITO DE FAMÍLIA E A NOVA PERSPECTIVA DO MUNDO MODERNO E DA FAMÍLIA PLURIPARENTAL: PODER FAMILIAR DOS PADRASTOS E MADRASTAS SOBRE SEUS ENTEADOS DIREITO SUCESSÓRIO NA UNIÃO ESTÁVEL CONCORRÊNCIA SUCESSÓRIA ENTRE CÔNJUGE E COMPANHEIRO NA UNIÃO ESTÁVEL QUANDO ESTA SE DÁ CONCOMITANTEMENTE COM O CASAMENTO DIREITOS E EDUCAÇÃO: UM ESTUDO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS SOBRE DIREITOS HUMANOS NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL. UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE AMERICANA DIREITOS HUMANOS DOS POBRES DIREITOS HUMANOS E CONFLITOS SOCIAIS: O DIREITO DE RESISTÊNCIA DIREITOS HUMANOS, JUSTIÇA E EDUCAÇÃO: PERCEPÇÕES DE ALUNOS LICENCIATURA EM PSICOLOGIA ESTRATÉGIA DE GESTÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES DE ALTA PERFORMANCE NAS INDÚSTRIAS TÊXTEIS DE AMERICANA-SP FINANÇAS PESSOAIS: INVESTIMENTOS EM TÍTULOS PÚBLICOS GÊNERO, CORPO E CONSUMISMO: O FACEBOOK FORJANDO IDENTIDADES GPS INDOOR UTILIZANDO REDES ZIGBEE HOMOFOBIA, VIOLÊNCIA E EDUCAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE UMA POPULAÇÃO NO ANO DE IMPLICAÇÕES DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL... 92

5 62 - ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO BMF BOVESPA INÉDITO VIÁVEL: A METODOLOGIA FREIRIANA PARA O "EXERCÍCIO DA CIDADANIA DESDE A INFÂNCIA" INFLUÊNCIA SOCIAL TRANSMITIDA ATRAVÉS DAS PRINCESAS DA DISNEY INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: ENCANTOS DE UM PAÍS PLURAL INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM BASEADO NA LÓGICA FUZZY INTERAÇÕES SOCIAIS DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS: UM OLHAR PARA A VIOLÊNCIA ESCOLAR JOGO: PLANO CARTESIANO JOGOS PSICOPEDAGÓGICOS DIGITAIS: APOIO AO ENSINO FUNDAMENTAL LETRAMENTO CRÍTICO MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL E SUSTENTABILIDADE - REUTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E NOVOS MATERIAIS APLICADOS A CONSTRUÇÕES POPULARES MEDIDAS ELÉTRICAS DE CONDUTORES UTILIZANDO DIFERENTES MÉTODOS E SUBSTRATOS DISTINTOS METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO SUPERIOR NA ÁREA DE EXATAS: ESTUDO E ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO PEER INSTRUCTION MODELAGEM DE PROCESSOS DE PRODUÇÃO: DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA RESFRIADA EM UMA EMPRESA QUÍMICA DA REGIÃO MUITO ALÉM DO GIZ: OS MULTILETRAMENTOS COMO ESTRATÉGIA DIDÁTICA PARA A LEITURA/ESCRITA NOME SOCIAL X NOME CIVIL: MAIS QUE UMA QUESTÃO DE CIDADANIA, UMA QUESTÃO DE RESPEITO A IDENTIDADE DE GÊNERO O GOLPE DE 1964: OS MILITARES NO PODER O IMPACTO DO DIAGNÓSTICO DO HIV POSITIVO NA VIDA DE UMA PESSOA À LUZ DO PENSAMENTO PARADOXAL NIETZSCHIANO DE SAÚDE E DOENÇA O MOVIMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: RELEITURA DE ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS O NARCISISMO: UMA APROXIMAÇÃO AXIOLÓGICA DE JEAN PAUL SARTRE A LOUIS LAVELLE OS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO DE GUARATINGUÉTA: DIREITOS HUMANOS E HISTORIOGRAFIA OS DESAFIOS PARA A COMUNICAÇÃO SOCIAL E PARA A AUTONOMIA INTELECTUAL COM OS AVANÇOS DAS NOVAS TECNOLOGIAS OS IMPACTOS DAS COMPOSIÇÕES FAMILIARES ATUAIS NO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS

6 84 - OS MOVIMENTOS DE OCUPAÇÃO COMO PROTAGONISTAS DA CRÍTICA E ROMPIMENTO COM A LEGALIDADE OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS TRIBUTÁRIOS DA CAPACIDADE TRIBUTÁRIA E DA VEDAÇÃO AO CONFISCO: UMA ANÁLISE DA CASUÍSTICA EM JULGADOS DOS TRIBUNAIS SUPERIORES PESCA ESPORTIVA: GARANTIA DE UM DIREITO FUNDAMENTAL OU AFRONTA AO DIREITO-DEVER DE PROTEÇÃO AMBIENTAL? PIBID - A CRIANÇA E A CULTURA ESCRITA: LETRA, TEXTO E VOZ PIBID/FSDB: OPORTUNIDADE DE PRÁTICAS INCLUSIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL PÚBLICA PRODUTOS NOTÁVEIS PROJETO O DIREITO DE APRENDER: BRINCANDO COM AS PALAVRAS PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO DA REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR SOBRE HOMOFOBIA E HOMOSSEXUALIDADE PROSTITUIÇÃO INFANTIL PROSTITUIÇÃO MASCULINA NA ADOLESCÊNCIA: PERSPECTIVA DO SERVIÇO SOCIAL PROTÓTIPO DE UM SISTEMA PARA AUXÍLIO À TOMADA DE DECISÕES VOLTADO PARA PEQUENAS EMPRESAS PSICODRAMA COMO UM DISPOSITIVO DE METODOLOGIA DE PESQUISA ACADÊMICA EM EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA: O ESTADO DA ARTE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: O CUIDADOR DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS E A CARGA DE SERVIÇOS REGULAMENTAÇÃO DA ATIVIDADE PROSTITUCIONAL: VETORES MORAIS E JURÍDICOS. DIREITOS E GARANTIAS JUSFUNDAMENTAIS DOS PROFISSIONAIS DO SEXO RELAÇÕES DE GÊNERO: QUANDO O DESEJO TRANSCENDE AO RÓTULO RELIGIÃO, JUVENTUDE E CIDADANIA- JOVENS PRATICANTES DA RELIGIÃO PROTESTANTE E O ENVOLVIMENTO COM A CIDADANIA: UM OLHAR NA PERSPECTIVA DO SERVIÇO SOCIAL RESÍDUOS DE FLUXO DE SOLDA EM PLACAS DE CIRCUITO IMPRESSO CONTENDO COMPONENTES SOLDADOS RESILIÊNCIA E DESGASTES PERMEANDO O COTIDIANO DOCENTE: A SÍNDROME DE BURNOUT SAAM - SERVIÇO DE ACOMPANHAMENTO AO ALUNO DE MATEMÁTICA SUBPROJETO DO PIBID DO UNISAL/LORENA SEXUALIDADE HUMANA: DESENVOLVIMENTO POR MEIO DA EDUCAÇÃO SEXUAL SINDROME DE BURNOUT: FATORES QUE POSSAM DESENCADEAR A SINDROME EM ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM 1 E 4 ANO DO INTERIOR DE SÃO PAULO SISTEMA DE ORIENTAÇÃO ESPACIAL PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

7 106 - SUICÍDIO - BREVES COMENTÁRIOS FILOSÓFICOS. DA LICITUDE DO SUICÍDIO PERANTE O ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO-PROCEDIMENTOS TRANSTORNO ALIMENTAR: UMA ANALISE DO COMPORTAMENTO DE BLOGS SOBRE O ASSUNTO UMA HISTÓRIA E UMA PROPOSTA ATRAVÉS DE UM ESTUDO DE CASOS UTILIZAÇÃO DE PLANEJAMENTO DE EXPERIMENTOS EM DADOS PROVENIENTES DE TRATAMENTO DE CHORUME VIA PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS UTILIZAÇÃO DE SENSOR DE EFEITO HALL PARA MONITORAMENTO DA VELOCIDADE DE ACIONAMENTOS MECÂNICOS VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTE A EFETIVIDADE DOS DIREITOS DOS HIPERVULNERÁVEIS NA RELAÇÃO CONSUMERISTA A POSSIBILIDADES NA NANOROBÓTICA A PROTEÇÃO JURÍDICA DO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL NO ENTORNO DA ESTRADA REAL, NO ESTADO DE SÃO PAULO A VIOLÊNCIA DA MÍDIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE AMBIENTE DE PESQUISA CADASTRAL: DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE WEB PYTHON ANALISE DINÂMICA E CINEMÁTICA DE CORPOS RÍGIDOS, APLICADO EM MECANISMO PLANO ANÁLISE ESTRUTURAL ESTÁTICA DE UMA PRENSA HIDRÁULICA, CONSIDERANDO A METODOLOGIA FEM (FINITE ELEMENT METHOD) APLICAÇÃO DA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL NO DESIGN DE UM PRODUTO INOVADOR: ESTUDO DE CASO DE UM CONJUNTO RODA E PNEU MANUFATURADOS PARA O RAMO AGRÍCOLA APLICAÇÃO DA PROTOTIPAGEM RÁPIDA NA MEDICINA APLICAÇÃO DE MATERIAIS POLIMÉRICOS ADSORVENTE PARA A REMOÇÃO DE TURBIDEZ DE COMBUSTÍVEIS LÍQUIDOS ASPECTOS HISTÓRICOS E SOCIAIS NO ESTUDO DA NAVEGAÇÃO: O MUNDO É UM LIVRO QUE SE NAVEGA ASSOCIAÇÃO ENTRE A OCORRÊNCIA DE LESÃO E O ALONGAMENTO ANTES E APÓS A PRÁTICA DE CORRIDA, EM ATLETAS DE CAMPINAS, SP AVALIAÇÃO DA PERSONALIDADE POR MEIO DO TESTE DE WARTEGG AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS PARA USO NÃO POTÁVEL CORRELAÇÃO ENTRE PROCESSOS DE DEGRADAÇÃO NATURAL E ACELERADO PARA MATERIAIS POLIMÉRICOS

8 127 - DETECÇÃO DE HARMÔNICAS E INTER-HARMÔNICAS EM SISTEMAS DE ENERGIA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS ESTUDO DE PESQUISA DE MERCADO PARA DISPONIBLIDADE DE CASCAS DE OVOS NA PRODUÇÃO DE COMPÓSITOS ESTUDO SOBRE ABSORVEDORES DE POTÊNCIA TÉRMICA PARA O PROJETO SIRIUS DO LABORATÓRIO NACIONAL DE LUZ SÍNCROTRON FERRAMENTA DE BUSCA PARA PÁGINA DA WEB GASEIFICAÇÃO DE RESÍDUOS PARA A PRODUÇÃO DE GÁS COMBUSTÍVEL GESTÃO DE PESSOAS: OS TIPOS DE LIDERANÇA E SUA CONTRIBUIÇÃO NO PROCESSO PRODUTIVO GESTÃO DE PESSOAS: OS TIPOS DE LIDERANÇA E SUA CONTRIBUIÇÃO NO PROCESSO PRODUTIVO HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DO DIREITO DO CONSUMIDOR IMPLEMENTAÇÃO ADROID SKETCHUP INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO: INCENTIVANDO MENINAS E JOVENS NAS CARREIRAS DAS ENGENHARIAS JOGOS RÍTMICOS E MELÓDICOS E OS LETRAMENTOS MÚLTIPLOS: POSSIBILIDADES PARA A ALFABETIZAÇÃO NO ENSINO FUNDAMENTAL I O ENSINO DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU POR MEIO DO TBL- APRENDIZAGEM BASEADA EM EQUIPES PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, MECÂNICA, ELÉTRICA E DE TELECOMUNICAÇÕES DO UNISAL (CAMPINAS) SOBRE AS NANOTECNOLOGIAS PROJETO E CONSTRUÇÃO DE UM EQUIPAMENTO DE RESISTÊNCIA AO IMPACTO DE PLÁSTICOS RÍGIDOS PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UM PÓS- PROCESSADOR PARA COMANDO NUMÉRICO COMPUTADORIZADO, VIA PLATAFORMA CREO MANUFACTURING PROPRIEDADES MECÂNICAS DE COMPÓSITOS DE RESINA DE POLIÉSTER INSATURADO COM FIBRAS DE PEROBA-GARAPEIRA SIMULAÇÃO MULTIFÍSICA POR ELEMENTOS FINITOS DA JUNTA DA SOLDA BGA EM UM SLOT DE MEMÓRIA SISTEMA DE MENSURAÇÃO DE NÍVEIS DE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA EM MOTORES DC: SIMULAÇÃO DE ENSAIOS SEGUNDO NORMAS AUTOMOTIVAS PARA EMC SITE INSTITUCIONAL: DESENVOLVIMENTO E IMPLEMENTAÇÃO DE FERRAMENTAS DE ACESSIBILIDADE SMART GRID - ANÁLISE E TESTES USO DE SOFTWARE DE SIMULAÇÃO OPEN SOURCE PARA APLICAÇÃO EM PROBLEMAS DE ENGENHARIA DE RESERVATÓRIOS

9 148 - "A IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA A FORMAÇÃO DE NOVOS TALENTOS" A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DOMÉSTICOS NO MUNICÍPIO DE LORENA: O CONSUMISMO E A CORRIDA CONTRA O RETROCESSO AMBIENTAL E SUAS IMPLICAÇÕES JURÍDICAS A NÃO REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL: UMA ANÁLISE SOCIAL E JURÍDICA À LUZ DA DIGNIDADE HUMANA A RELEVÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM CLIENTES PARA A VANTAGEM COMPETITIVA A TUTELA DAS RELAÇÕES HOMOAFETIVAS PELO DIREITO PREVIDENCIÁRIO: AS LACUNAS DA LEI 8.213/ A VIOLAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DECORRENTE DA PRÁTICA DE DUMPING SOCIAL NAS RELAÇÕES DE TRABALHO ANIMAIS SUJEITOS DE DIREITO: SERES NÃO-HUMANOS SOB A ÓTICA DO DIREITO CONSTITUCIONAL E AMBIENTAL APLICAÇÃO DA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL NO DESIGN DE UM PRODUTO INOVADOR: ESTUDO DE CASO DE UM CONJUNTO RODA E PNEU MANUFATURADOS PARA O RAMO AGRÍCOLA APLICAÇÃO DA PROTOTIPAGEM RÁPIDA NA MEDICINA AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOMOTRICIDADE NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIBEIRÃO QUILOMBO NA CIDADE DE AMERICANA SP AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO DE ÁGUAS CINZAS PARA IMPLANTAÇÃO EM COMUNIDADES ISOLADAS CARACTERÍSTICAS DOS ATLETAS DE CORRIDA DE RUA DE CAMPINAS, SP CARACTERIZAÇÃO MECÂNICA DE COMPÓSITO COM FIBRAS DE MADEIRA CÓDIGOS CORRETORES DE ERRO E IMPLEMENTAÇÃO EM FPGA ALTERA DE0-NANO COLABORATIVIDADE DO DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE (QFD) NO PROJETO DE UM PRODUTO SUSTENTÁVEL COMPÓSITO DE RESINA DE POLIÉSTER INSATURADO COM FIBRAS TÊXTEIS DE PET RECICLADO CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA MOTIVAÇÃO E A RELEVÂNCIA DA ATUAÇÃO DA SUPERVISÃO NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO MÓVEL PARA ANÁLISE DE CUSTO BENEFÍCIO DESENVOLVIMENTO DE PROCEDIMENTOS DE ENSAIO PARA O ESTUDO DE METROLOGIA NO LABORATÓRIO DESENVOLVIMENTO DO LABORATÓRIO DE METROLOGIA DO UNISAL

10 169 - DINÂMICA DE SATÉLITES ARTIFICIAIS: ESTUDO DA ATITUDE DE SATÉLITES ARTIFICIAIS CONSIDERANDO A INFLUÊNCIA DO TORQUE MAGNÉTICO ESTUDO APLICADO DE CARÁTER NÃO DESTRUTIVO EM MATERIAIS COMPÓSITOS A PARTIR DE CASCAS DE OVOS ESTUDO DA INOVAÇÃO REVERSA NO ESTADO DE SÃO PAULO ESTUDO DE FIBRAS DE TURURI COMO REFORÇO DE COMPÓSITOS ESTRUTURAIS ESTUDO E CARACTERIZAÇÃO DE RESINAS DE POLI ÁCIDO LATICO (PLA) FRAUDE NAS RELAÇÕES DE EMPREGO: CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA COMO EMPREGADO GERENCIAMENTO DE PROJETOS E OTIMIZAÇÃO DE ATIVIDADES GOOGLE: COMO A EMPRESA QUE OFERECE SERVIÇOS GRATUITOS CONSEGUE SER A MARCA MAIS VALIOSA DO PLANETA? INCENTIVO PARA MENINAS NA CARREIRA DE ENGENHARIA: PROPRIEDADES DE COMPÓSITOS POLIMÉRICOS COM FIBRAS SUSTENTÁVEIS INTEGRAÇÃO DE SOFTWARES SOLIDWORKS E LABVIEW: UMA PROPOSTA DE ESTUDO DE MOVIMENTO CINEMÁTICO PLANAR, APLICADA EM UM CONJUNTO DE MORSA MECÂNICA INTEGRAÇÃO E TESTES DE INFRAESTRUTURA LABORATORIAL COM CONTROLE REMOTO VIA INTERNET (WEBLAB) PARA ENSINO DE TÉCNICAS DE MEDIÇÃO EM RADIOFREQUÊNCIA (RF) JOGOS RÍTMICOS E MELÓDICOS E OS LETRAMENTOS MÚLTIPLOS: POSSIBILIDADES PARA A ALFABETIZAÇÃO NO ENSINO FUNDAMENTAL I MATERIAL DE PESQUISAS E ESTUDOS COMPLEMENTARES: UMA PLATAFORMA VIRTUAL EM PYTHON MONTAGEM E VALIDAÇÃO DE UM LABORATÓRIO EDUCACIONAL PARA ANÁLISE DE PARÂMETROS DE LINHAS DE TRANSMISSÃO NO DOMÍNIO DO TEMPO E DA FREQUÊNCIA O ABANDONO AFETIVO PODE OU NÃO LEVAR INDENIZAÇÃO? O LÚDICO NO ENSINO DA MATEMÁTICA ORAÇÃO EM VERSOS: A POESIA DE PE. ISAC BARRETO LORENA COMO SIMÃO CIRENEU EM "FÔLHAS SÊCAS" OS DIREITOS DA MULHER NO ISLÃ: UM ASPECTO UNIVERSAL SOBRE A ÓTICA DOS DIREITOS HUMANOS E OS DIREITOS DA MULHER AO LONGO DA HISTÓRIA OS JOGOS SÃO SIGNIFICATIVOS NO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL E A POLÍTICA ÉTNICO-RACIAL E CULTURAL DO UNISAL PRENSA MECÂNICA DE PARAFUSO: CONSIDERAÇÕES DE PROJETO SOB O PONTO DE VISTA DA DINÂMICA DE CORPOS RÍGIDOS, MECANISMOS E SIMULAÇÃO DINÂMICA

11 190 - PROPAGAÇÃO DA ATITUDE DE SATÉLITES ESTABILIZADOS POR ROTAÇÃO SOB A INFLUÊNCIA DO TORQUE MAGNÉTICO RESIDUAL, CORRENTES DE FOUCAULT E TORQUE ELÉTRICO PARA O MODELO DE DIPOLO QFD - RESINA DE POLIÉSTER INSATURADO COM FIBRAS DE PEROBA-GARAPEIRA RECONHECIMENTO DE PADRÕES GEOMÉTRICOS EM IMAGENS COM A TRANSFORMADA DE HOUGH E REDES NEURAIS SISTEMA AUTOMATIZADO PARA ALINHAMENTO DE DISPOSITIVOS ÓPTICOS SISTEMA DIDÁTICO AUTOMATIZADO PARA MEDIÇÃO DE PARÂMETROS BÁSICOS DE ANTENAS UTILIZAÇÃO DE UM MODELO DE VEGETAÇÃO DINÂMICA PARA CRIAÇÃO DE PROJEÇÕES FUTURAS DA INFLUENCIA DO USO DO SOLO NA VEGETAÇÃO NATURAL SOBRE A AMAZÔNIA

12 Apresentação Criada no contexto do III Congresso de Educação do UNISAL: Rumo aos 50 anos numa Sociedade do Conhecimento: Da Ciência à Sabedoria, a Mostra de Produção Científica ocorreu concomitantemente à II Feira das Indústrias, à III Feira de Turismo do Vale do Paraíba, à III Feira de Livros de Lorena e à Mostra de Estágios e tinha por objetivos : resgatar a história do passado (os 49 anos da criação da então Faculdade Salesiana ) dentro da problemática atual (a sociedade do conhecimento); vivenciar a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; proporcionar a intercomunicação de conhecimentos entre as diferentes Unidades do Centro Unisal (Americana, São Paulo, Campinas e Lorena) e nos vários níveis (Graduação, Especialização e Mestrado); favorecer a intercomunicação entre Instituições Universitárias, particularmente as do Vale do Paraíba; abrir-se à comunidade, especialmente local, para um intercâmbio reciprocamente benéfico; refletir sobre a atual sociedade do conhecimento com vistas à sua compreensão e à sua transformação dentro do espírito da solidariedade. Atualmente, já na décima quarta edição, a Mostra de Produção Científica se consagrou como um evento institucional que envolve as quatro Unidades de Ensino: Americana, Campinas, Lorena e São Paulo, sendo realizada a cada ano em uma Unidade. Abaixo são apresentados os locais que sediaram o evento desde seu início: 2001, 2005, 2009 e 2013 Unidade de Ensino Lorena 2002, 2006 e 2010 Unidade de Ensino Americana 2003, 2007, 2011 e 2012 Unidade de Ensino Campinas 2004 e 2008 Unidade de Ensino São Paulo. 12

13 Objetivos Gerais: Divulgar os trabalhos científicos e as inovações metodológicas desenvolvidas pelos alunos e profissionais, nas diversas áreas do conhecimento; Oportunizar maior proximidade da comunidade regional com o meio acadêmico, tecnológico e cultural. Específicos: Estimular o desenvolvimento de pesquisas aplicadas às práticas profissionais; Desenvolver a prática interdisciplinar; Proporcionar ao corpo discente, docente e técnico a oportunidade de aperfeiçoar atividades acadêmicas e de pesquisa. Público-alvo: Constituem o público-alvo da Mostra de Produção Científica UNISAL: Alunos da graduação e pós-graduação regularmente vinculados ao Unisal e outras Instituições de Ensino Superior e/ou Centros Tecnológicos, que possuam pesquisas concluídas ou ainda em desenvolvimento; Professores e pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior ou Centros Tecnológicos. 13

14 Organização COMISSÃO ACADÊMICA Chanceler Prof. Dr. Pe. Edson Donizetti Castilho Reitor Prof. Dr. Pe. Ronaldo Zacharias Pró-Reitora de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação Profª. Drª. Romane Fortes Bernardo Pró-Reitora de Extensão, Ação Comunitária e Pastoral Profª. Me. Regina Vazquez Del Rio Jantke Pró-Reitor Administrativo Prof. Me. Nilson Leis Secretária Geral Esp. Valquíria Vieira de Souza Coordenador Institucional de Pesquisa Prof. Dr. Eduardo José Sartori Campus Santa Teresinha Diretora de Operações Profª. Me. Rosana Manzini Gerente Financeiro Pe. Jose Adilson Morgado Coordenações Administração Prof. Me. Paulo Henrique Falco Ortiz Direito Prof. Dr. Adriano Lichtenberger Parra Gestão de Recursos Humanos Prof. Me. Paulo Henrique Falco Ortiz Pedagogia Profª. Me. Delma Lúcia de Mesquita Processos Gerenciais Prof. Me. Paulo Henrique Falco Ortiz Pós-Graduação Lato Sensu Prof. Me. Paulo Henrique Falco Ortiz Profª. Me. Tathiane Cecilia Arruda Extensão Profª. Me. Karen Simões Monteiro 14

15 COMISSÃO ORGANIZADORA Presidente Profª. Dr.ª Romane Fortes Bernardo Demais membros Profª. Me. Delma Lúcia de Mesquita Esp. Elisangela Lubianco Prof. Me. Flávio Camilo Prof. Dr. Henrique Kopke Filho Profª. Me. Karen Simões Monteiro Luiz Fernando C. de Sousa Esp. Maria Aparecida Nobre Santana Wellington Carlos de Macedo Gomes Apoio CIEE Centro de Integração Empresa Escola Comunicação e Marketing Relações Institucionais Setor de Audiovisuais Setores de Manutenção e Limpeza Setor de Tecnologia da Informação 15

16 Resumo A produção e divulgação contínuas de pesquisas são responsáveis pelo surgimento de novos consumidores do conhecimento científico. Transformar em fenômeno educativo o trinômio fazer-divulgar-consumir ciência tem sido a meta da Mostra de Produção Científica do UNISAL em todos os seus campi desde sua primeira edição. Reconhecendo que o fazer ciência, no espaço acadêmico, é fruto de um trabalho integrador visando à aquisição e à socialização do saber científico, pesquisadores, profissionais e estudantes, em sua maioria jovens, expuseram 195 trabalhos, na manhã de 25 de outubro, no campus Santa Teresinha, São Paulo. Os resultados são gratificantes como podemos constatar pela qualidade dos trabalhos apresentados nestes Anais. São reveladores da seriedade e do alto nível de formação científica com que foram orientados e produzidos para este evento. 16

17 1 - "PROPAGAÇÃO DO MOVIMENTO ROTACIONAL DE SATÉLITES ESTABILIZADOS POR ROTAÇÃO COM TORQUE DE GRADIENTE DE GRAVIDADE" Apresentação: Oral Tipo de Trabalho: Iniciação Científica Classificação: Teórico-Empírico (Estudo de Campo) Eixo: ENGENHARIAS Expositor Principal: KEILA MOTA DE OLIVEIRA Orientador: PROFª. DRª. REGINA ELAINE SANTOS CABETTE Introdução: Um satélite artificial está sujeito a forças externas que afetam sua órbita e atitude. Neste trabalho os satélites estabilizados por rotação foram estudados e as equações do movimento rotacional apresentadas em termos da ascensão reta a e declinação do eixo de rotação d. O torque considerado aqui é devido a força do gradiente de gravidade (TGG) que ocorre devido a força gravitacional atuante em diferentes pontos do satélite. Essa força depende da distribuição de massa e da forma do satélite. Objetivos: O objetivo deste trabalho é estudar o movimento rotacional introduzindo o torque de gradiente de gravidade nas equações, simuladas por integração numérica no software FORTRAN e os resultados comparados com dados reais e dados simulados analiticamente (Borderes Motta, 2014). Métodos e Materiais: As simulações são realizadas no software FORTRAN e funciona da seguinte forma: a propagação é feita no período de um dia e seu resultado é comparado com os dados do dia seguinte, sendo os dados reais fornecidos pelo Centro de Controle de Satélites do INPE (CCS/INPE) para os dados de atitude do SCD1 e do SCD2. Dessa forma, nesta abordagem ao fim de cada dia os dados são atualizados usando os dados reais do CCS/INPE. Resultados, Discussão e Conclusão: As forças externas que atuam sobre os satélites causam torques que são descritos por modelos teóricos e a análise da atitude de satélites é realizada através da determinação das soluções para as equações que descrevem o movimento rotacional do satélite, nas quais se inclui as parcelas destes torques externos. Neste trabalho foi dada ênfase aos satélites estabilizados por rotação e as equações do movimento rotacional apresentadas descrevem o comportamento temporal da ascensão reta a e da declinação do eixo de rotação d. É considerado que a órbita do satélite é conhecida, aproximada pela órbita Kepleriana. O torque considerado é o torque de gradiente de gravidade (TGG) que ocorre devido ao gradiente da força gravitacional que depende da distribuição de massa e da forma do satélite. As simulações são realizadas no software FORTRAN e funciona da seguinte forma: a propagação é feita no período de um dia e seu resultado é comparado com os dados reais fornecidos pelo Centro de Controle de Satélites do INPE (CCS/INPE) para os dados de atitude do SCD1 e do SCD2. Referências: C. E. Chiaradia, Influência do Torque de Gradiente de Gravidade na Atitude de Sat. Art. estabilizados por rotação, Trabalho de Graduação. UNESP Campus de Guaratinguetá, Cabette, R. E. S. Estabilidade do movimento rotacional de satélites artificiais / Regina Elaine Santos Cabette. - São José dos Campos: INPE, p. (INPE TDI/1252). SENE, L. T. F. Propagação da Atitude de Satélites Estabilizados por rotação com quatérnions. Trabalho de Conclusão de Curso. Faculdade de Engenharia UNESP.Guaratinguetá, ZANARDI, M.C. Dinâmica da atitude de satélites artificiais Tese de Livre Docência, Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, Palavra Chave: Movimento rotacional, Satélites Estabilizados por Rotação, Torque de Gradiente de Gravidade 17

18 2 - A "POLÍTICA DO PAI NOSSO" COMO MÉTODO DE ARTICULAÇÃO SOCIAL DE DOM BOSCO Apresentação: Oral Tipo de Trabalho: Dissertação de Mestrado Classificação: Teórico Eixo: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS Expositor Principal: CRISTIANO ROBERTO CAMPELO Orientador: PROF. DR. SEVERINO ANTÔNIO MOREIRA BARBOSA Introdução: O presente artigo analisará o conceito da Política do Pai Nosso cunhada por Dom Bosco que delineou a atuação do padre turinês a fim de articular sociedade civil e religiosa da Itália em meados do século XIX, para seu intento filantrópico e educativo, o de formar jovens como bons cristãos e honestos cidadãos. Objetivos: 1. Examinar o conceito de "Política do Pai Nosso"; 2. Analisar a atuação política de Dom Bosco nas esferas civil e religiosa. Métodos e Materiais: Resultados, Discussão e Conclusão: Dom Bosco viveu imerso em um ambiente hostil e tumultuado. Viu-se em situações muito delicadas politicamente: ser padre em um Estado anticlerical e reformista (unificação da Itália), e, ser italiano em uma Igreja que lutava por seu status quo temporal (Estados Pontifícios). Acrescente-se a isso, a situação de miséria e delinquência que uma sociedade em mudança estrutural possa conter. Os jovens veem-se perdidos e sem perspectivas nesta sociedade que não os identifica como futuro, mas apenas como massa de manobra que dará consistência numérica aos interesses revolucionários. Inúmeras tentativas por constituir seu Oratório resultaram em fracasso. Dom Bosco percebeu que a oposição declarada a qualquer dos polos litigantes seria o fim definitivo de seu projeto educativo e de seus destinatários: os jovens. Era mister buscar os pontos de convergência entre os litigantes; deixar claro que não se tratava de um grupo reacionário, mas sim de iniciativa filantrópica que buscava atender às necessidades temporais e espirituais de seus jovens, sem precisar abrir mão de valores essenciais. Referências: BOSCO, São João. Memórias do Oratório de São Francisco de Sales Trad. Fausto Santa Catarina. Brasília: Editora Dom Bosco, BRAIDO, Pietro. Don Bosco educatore scritti e testimonianze. 2ª Ed. Roma: LAS, 1992.DESRAMAUT, Francis. Don Bosco en son temps ( ). Torino: Società Editrice Internazionale, FERREIRA, Antônio da Silva. Não basta amar... A pedagogia de Dom Bosco em seus escritos. São Paulo: Editora Salesiana, MARRIOT, John Arthur Ransome. Makers of Modern Italy: Mazzini Cavour Garibaldi. London: Macmillan, STELLA, Pietro. Don Bosco nella storia della religiosità cattolica. Vol. I. 2ª Ed. Roma: LAS, Palavra Chave: Política Dom Bosco Articulação Social - Jovem 18

19 3 - A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL/RELIGIOSA DO PARATIENSE: A CONTRIBUIÇÃO DA DEVOÇÃO A SANTA CRUZ DA GENEROZZA. Apresentação: Oral Tipo de Trabalho: Iniciação Científica Classificação: Teórico-Empírico (Estudo de Campo) Eixo: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Expositor Principal: MARCELL COSTA MORAES Orientador: PROFESSOR DOUTOR JÚLIO CÉSAR MORENO Introdução: A Capela de Santa Cruz da Generozza, construída no início do século XX, é de grande valor religioso e cultural para Paraty. Sua localização no perímetro urbano, mas que conserva elementos rurais, em suas manifestações, tanto religiosas como culturais contribui para a manutenção das tradições locais, possibilitando a permanência de aspectos da identidade do paratiense, fornecendo subsídios para, analisarmos suas práticas devocionais e a constituição da identidade cultural/religiosa local. Objetivos: A pesquisa tem como objetivo, evidenciar os aspectos culturais/religiosos da comunidade de Paraty, analisando por meio de pesquisa oral e documental como essas manifestações se renovaram e se adaptaram ao longo do tempo. Métodos e Materiais: O trabalho está utilizando pesquisa oral com membros mais antigos da comunidade, levantamento bibliográfico sobre os conceitos fundamentais para o estudo e referentes a Capela,investigação documental, pesquisa fotográfica para entender o local estudado, desde a sua origem e por quais transformações esse espaço físico passou ao longo dos anos, e quais interferências ocorreram. Resultados, Discussão e Conclusão: Nossa pesquisa se estendeu, não só as práticas religiosas no período da Festa de Santa Cruz, mas também em outras atividades que ocorrem na capela durante o ano, marcadas por outras características no seu bojo cultural/religioso, porém de extrema importância para nosso estudo.dentro deste prisma, também fizemos o levantamento iconográfico destas manifestações recorrentes na capela, como o caso da Missa da Imaculada Conceição e a Novena de Natal realizadas no mês de dezembro, Festa de Santo Antônio no mês de junho, Terço pelas Almas com regularidade as segundas feiras, Finados em novembro, e outras orações esporádicas que acontecem na capela, a pedido de algum devoto não só de Santa Cruz, para assim agradecer pagar como é costume dizer pelos devotos, alguma promessa ao Santo que o atendeu.temos ainda um grande caminho a percorrer até a finalização desta etapa de nossa pesquisa, porém já percebemos a influência dessas práticas religiosas no convívio social do paratiense, como essas questões estão arraigadas no cotidiano do povo e como elas permeiam o imaginário desses indivíduos Referências: DAMATTA, Roberto, O que faz o brasil, Brasil?, Rio de Janeiro: Rocco Editora, FREIRE, José Carlos, Crônica de Paraty, 1ª Ed. Rio de Janeiro: Impressora Velha Lapa, MELLO, Diuner, Paraty Estudante, 2ª Ed. Angra do Reis: Gráfica Freitas, RIBEIRO, Darcy, O povo brasileiro A formação e o sentido do Brasil, 2ª Ed., São Paulo: Companhia Das 19

20 Letras Editora, SOUZA, Marina de Mello e, Parati: a cidade e as festas, Rio de Janeiro: Editora UFRJ/Editora Tempo Brasileiro, Palavra Chave: Santa Cruz, Cultura, Imaginário, Identidade, Devoção. 20

UNISAL - Campus Santa Teresinha XIV Mostra de Produção Científica 24 a 25 de outubro de 2014 EDITAL. Comissão Acadêmica

UNISAL - Campus Santa Teresinha XIV Mostra de Produção Científica 24 a 25 de outubro de 2014 EDITAL. Comissão Acadêmica UNISAL - Campus Santa Teresinha XIV Mostra de Produção Científica 24 a 25 de outubro de 2014 EDITAL Comissão Acadêmica Chanceler Prof. Dr. Pe. Edson Donizetti Castilho Reitor Prof. Dr. Pe. Ronaldo Zacharias

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h. Estrutura Curricular do Curso Disciplinas

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h. Estrutura Curricular do Curso Disciplinas CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h Ética profissional na Educação Fundamentos históricos, conceitos, sociais e legais na Educação Inclusiva Legislação Aplicável na Educação Inclusiva Fundamentos

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 30 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PEDAGOGIA Disciplina: Comunicação e Expressão Ementa: A leitura como vínculo leitor/texto através do conhecimento veiculado pelo texto escrito. Interpretação:

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 Autora: Maria Thaís de Oliveira Batista Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Email: taholiveira.thais@gmail.com

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2004.1. Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2004.1. Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 10 h/a Créditos: 2 : A Antropologia enquanto ciência e seus principais ramos. Metodologia da pesquisa em Antropologia

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL... 4 02 INVESTIGAÇÃO PEDAGÓGICA: DIVERSIDADE CULTURAL NA APRENDIZAGEM... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE PEDAGOGIA, Licenciatura REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente documento

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Prática: 15 h/a Carga Horária: 60 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Lições de Cidadania - um Projeto em Construção Área Temática de Direitos Humanos Resumo No presente

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 OBJETIVOS DO CURSO OBJETIVO GERAL

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 OBJETIVOS DO CURSO OBJETIVO GERAL SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: DIREITO MISSÃO DO CURSO Desenvolver um ensino que propicie sólida formação ao aluno, constante aprimoramento docente e atualização curricular periódica.

Leia mais

Pós-graduação em Gestão das Minorias

Pós-graduação em Gestão das Minorias 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais

Trabalhos Aprovados: Eixo: Educação Infantil Manhã (8:30 às 12:00hrs.) Sala 26

Trabalhos Aprovados: Eixo: Educação Infantil Manhã (8:30 às 12:00hrs.) Sala 26 AS APRESENTAÇÕES ACONTECERÃO DIA 20/05 (QUARTA-FEIRA), NO PERÍODO DA MANHÃ E DA TARDE! Trabalhos Aprovados: Eixo: Educação Infantil Manhã (8:30 às 12:00hrs.) Sala 26 s: Práticas na leitura e escrita na

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS- EJA

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS- EJA O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS- EJA RESUMO Alba Patrícia Passos de Sousa 1 O presente artigo traz como temática o ensino da língua inglesa na educação de jovens e adultos (EJA),

Leia mais

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Salvador, 21 de setembro de 2015 Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Nos dias 19, 20 e 21 de agosto de 2015 realizou-se no Hotel Vila Velha, em

Leia mais

Plano Educação. www.planoeducacao.com.br LISTA COMPLETA DE CURSOS DO PLANO EDUCAÇÃO. Área Assunto Titulo

Plano Educação. www.planoeducacao.com.br LISTA COMPLETA DE CURSOS DO PLANO EDUCAÇÃO. Área Assunto Titulo Plano Educação LISTA COMPLETA DE CURSOS DO PLANO EDUCAÇÃO 1 Administração Comércio, Vendas e Negociações Administração de Mercado Exterior Administração Comércio, Vendas e Negociações Atendimento ao cliente

Leia mais

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Serviços técnicos do Serviço Social na área da família e infância nos processos do Fórum de União da Vitória O Serviço

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA RELAÇÃO DE LINHAS DE, S E PARA METODOLOGIAS DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS EDUCATIVOS Constituição histórica das metodologias do ensino e as diferentes concepções de ensino

Leia mais

A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO MUNICIPIO DE MOSSORÓ

A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO MUNICIPIO DE MOSSORÓ A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO MUNICIPIO DE MOSSORÓ Selma Andrade de Paula Bedaque 1 - UFRN RESUMO Este artigo relata o desenvolvimento do trabalho de formação de educadores

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA.

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. Profa. Elizabeth Rodrigues Felix 1 I- INTRODUÇÃO Com dezoito anos de existência, o

Leia mais

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL Resumo 1 Discente do Curso de Serviço Social da Faculdade Novos Horizontes MG 2 Discente do Curso de Serviço

Leia mais

EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA

EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA Aline Mendes da SILVA, Marcilene Cardoso da SILVA, Reila Terezinha da Silva LUZ, Dulcéria TARTUCI, Maria Marta Lopes FLORES, Departamento de Educação UFG - Campus

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI

REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI Francisco Cleiton da Rocha 1 Marcos Vinícius de Sousa 2 Stella Indira Rocha Lobato 3 1 Professor Assistente da Universidade

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO FUTEBOL PARA TODOS EDUCANDO ATRAVÉS DO ESPORTE

PROJETO DE EXTENSÃO FUTEBOL PARA TODOS EDUCANDO ATRAVÉS DO ESPORTE PROJETO DE EXTENSÃO FUTEBOL PARA TODOS EDUCANDO ATRAVÉS DO ESPORTE *Luciano Leal Loureiro *Jéssica Finguer RESUMO O presente texto busca explicar o que é o projeto Futebol Para Todos, oferecido pelo curso

Leia mais

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT Myrian Lucia Ruiz Castilho André Luiz Castilho ** A educação é um direito

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização:

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS)

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS) ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1 Edital de ofertas de cursos para o Programa de Pós- Graduação Lato Sensu da UESPI, conforme Resolução CONSUN nº 045/2003. Cursos de Especialização

Leia mais

A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1

A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1 A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1 Claudiane da S. EUSTACHIO Dayana Pires Alves GARCIA Fátima RODRIGUES Jean de J. SANTANA 2 Juliana CESANA 3 Ana Lucia de Carvalho MARQUES

Leia mais

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS Turma: A / B / C / D /E SÉRIE/ANO: 8ª / 9º Turno: MATUTINO Bimestral: 1º / 2º / 3º / 4º Anual: 2013 Professor: MÁRIO CÉSAR CASTRO E-mail:

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

Uso da Lousa Digital em Aulas de Matemática: um estudo com professores do Ensino Médio

Uso da Lousa Digital em Aulas de Matemática: um estudo com professores do Ensino Médio Uso da Lousa Digital em Aulas de Matemática: um estudo com professores do Ensino Médio João Victor Maceno Lacerda 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância Resumo: Neste

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA SETOR DE EXTENSÃO COMUNITÁRIA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PROJETO COMUNITÁRIO PROFESSORES(AS): FASE: Constituída a partir da conclusão de 30% da PAULO

Leia mais

Relação completa dos cursos do Estude Sem Fronteiras

Relação completa dos cursos do Estude Sem Fronteiras Relação completa dos cursos do Estude Sem Fronteiras Curso Carga horária Área: Direito Direito Coletivo do Trabalho 40 Direito Empresarial 40 Direito Municipal e Urbanístico Direito Tributário Aplicado

Leia mais

Pós-Graduação Especialização em Psicomotricidade e/ou Educação Infantil. Local: Avenida Pereira Rego, 1545, Centro, Candelária

Pós-Graduação Especialização em Psicomotricidade e/ou Educação Infantil. Local: Avenida Pereira Rego, 1545, Centro, Candelária Pós-Graduação Especialização em Psicomotricidade e/ou Educação Infantil Local: Avenida Pereira Rego, 1545, Centro, Candelária Carga horária: 360 horas Resolução 01/2007 CES/CNE/MEC: "Art. 5. Os cursos

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E ESPORTE: CONTRIBUIÇÕES PARA A INCLUSÃO

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E ESPORTE: CONTRIBUIÇÕES PARA A INCLUSÃO EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E ESPORTE: CONTRIBUIÇÕES PARA A INCLUSÃO Priscila Reinaldo Venzke Luciano Leal Loureiro RESUMO Este trabalho é resultado da pesquisa realizada para a construção do referencial teórico

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 1.ª SÉRIE DE OFERTA 99-8791-04 DIDÁTICA 160 0 160 99-8792-04

MATRIZ CURRICULAR 1.ª SÉRIE DE OFERTA 99-8791-04 DIDÁTICA 160 0 160 99-8792-04 Curso: Graduação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA MATRIZ CURRICULAR SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura

Leia mais

Ações Socioeducativas

Ações Socioeducativas AÇÕES SOCIOEDUCATIVAS NA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Assistência Social Ações Socioeducativas Garantia dos direitos Inclusão social Desenvolvimento do protagonismo Desenvolvimento da autonomia individual

Leia mais

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 Sete Lagoas Março de 2014 Sumário 1. DADOS DA INSTITUIÇÃO... 4 1.1. Composição da Comissão

Leia mais

Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014

Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014 Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014 Eixo I O plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação. Instituir, em cooperação

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC FLORIANÓPOLIS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC FLORIANÓPOLIS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC FLORIANÓPOLIS PORTARIA DE CREDENCIAMENTO DA FACULDADE Portaria Nº 3.544 de 13 de dezembro de 2002, publicada no DOU em 16 de dezembro de 2002. Diretor da Faculdade: José Carlos

Leia mais

OS JOGOS MATEMÁTICOS: UM RECURSO QUE FAVORECE NO PROCESSO DE ENSINO - APRENDIZAGEM.

OS JOGOS MATEMÁTICOS: UM RECURSO QUE FAVORECE NO PROCESSO DE ENSINO - APRENDIZAGEM. OS JOGOS MATEMÁTICOS: UM RECURSO QUE FAVORECE NO PROCESSO DE ENSINO - APRENDIZAGEM. UCHÔA, Yasmim Figueiredo Graduanda de Pedagogia/ UEPB. Bolsista PIBID CABRAL, Isabel Cristina Gomes de Morais Graduanda

Leia mais

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS.

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. 1 Marcos Antonio de Sousa Rodrigues Bolsista/ PIBID/ UESPI 2 Sara Juliana Lima Ferreira Bolsista/

Leia mais

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão - FACON. Catálogo de Cursos. Pós-graduação e Extensão. Conchas SP 2015.2

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão - FACON. Catálogo de Cursos. Pós-graduação e Extensão. Conchas SP 2015.2 * Catálogo de Cursos Pós-graduação e Extensão Edição 1º de Julho de 2015 Conchas SP 2015.2 Pós-Graduação e Extensão FACON Catálogo de Cursos de Pós-Graduação Direção Acadêmica Coordenação de Pós-Graduação

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE 1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE Natália Maria G. Dantas de Santana- UAE/CFP/UFCG Mayrla Marla Lima Sarmento-UAE/CFP/UFCG Maria Thaís de Oliveira

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Pedagogia Obs.: Para proposta

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB Edital Pibid n 061 /2013 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. Conheça: est.edu.br

O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. Conheça: est.edu.br O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. EXTENSÃO Conheça: est.edu.br PROGRAMA DE EXTENSÃO A Faculdades EST é vinculada à Rede Sinodal de Educação, identificada com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana

Leia mais

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Maria Madalena Dullius, madalena@univates.br Daniela Cristina Schossler,

Leia mais

PESQUISA APLICADA EM COOPERAÇÃO universidades e escolas institucionais de Ministério Público

PESQUISA APLICADA EM COOPERAÇÃO universidades e escolas institucionais de Ministério Público PESQUISA APLICADA EM COOPERAÇÃO universidades e escolas institucionais de Ministério Público José Roberto Porto de Andrade Júnior joserobertopajr@hotmail.com joseporto@mpsp.mp.br Assessor da Diretoria

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO AEE 2009/2010 I. IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012)

Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012) Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012) O Ensino de Direitos Humanos da Universidade Federal do

Leia mais

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO 1º N1 1. Espaços e Práticas Culturais 40h N1 2. Oficina de Artes Visuais 80h N1 3. Prática de Leitura e escrita 80h

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: UMA ANÁLISE DE SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

ESTÁGIO SUPERVISIONADO: UMA ANÁLISE DE SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO: UMA ANÁLISE DE SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL Jocelma Tossin Martins (UNICENTRO), Rosângela Bujokas de Siqueira (Orientadora), e-mail: janja.bujokas@uol.com.br

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Fase Cód. Disciplina I Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Prérequisito s Carga Horária

Leia mais

08/10/14 sala 2. 13h30. 13h45. 14h00. 14h15

08/10/14 sala 2. 13h30. 13h45. 14h00. 14h15 08/10/14 sala 2 FORMAÇÃO INICIAL E O PROCESSO DA ESCRITA EM FRANCÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CONCEPÇÕES DE LINGUAGEM E DE LEITURA COMO ASPECTOS CONSTITUTIVOS DA BASE DE CONHECIMENTOS DO PROFESSOR CRENÇAS DE

Leia mais

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO:

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1. Profissionais da educação: formação inicial e continuada 1.1. Implantar

Leia mais

Pós-graduação Especialização em Educação Especial: Déficit Cognitivo/Deficiência Mental com Enfoque Pedagógico

Pós-graduação Especialização em Educação Especial: Déficit Cognitivo/Deficiência Mental com Enfoque Pedagógico Pós-graduação Especialização em Educação Especial: Déficit Cognitivo/Deficiência Mental com Enfoque Pedagógico Local: Taquari Carga horária: 400 horas. Resolução 01/2007 CES/CNE/MEC: "Art. 5. Os cursos

Leia mais

AÇÕES DE POTENCIALIZAÇÃO DE JOVENS EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA ATENDIDOS NO CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DA ASISTÊNCIA SOCIAL

AÇÕES DE POTENCIALIZAÇÃO DE JOVENS EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA ATENDIDOS NO CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DA ASISTÊNCIA SOCIAL AÇÕES DE POTENCIALIZAÇÃO DE JOVENS EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA ATENDIDOS NO CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DA ASISTÊNCIA SOCIAL RESUMO AMORIM 1, Tâmara Ramalho de Sousa SIMÕES 2, Poliana

Leia mais

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Metodologia Científica 60 horas História da Educação 60 horas Sociologia da Educação I 60 horas Filosofia

Leia mais

A DIVERSIDADE E CURRÍCULO: DESAFIOS PARA UMA ESCOLA DEMOCRÁTICA

A DIVERSIDADE E CURRÍCULO: DESAFIOS PARA UMA ESCOLA DEMOCRÁTICA A DIVERSIDADE E CURRÍCULO: DESAFIOS PARA UMA ESCOLA DEMOCRÁTICA Josenilson Felizardo dos Santos 1 INTRODUÇÃO É possível compreender o papel da escola diante de todo o processo de ensino aprendizagem. E

Leia mais

Projeto de Qualificação da Gestão do Ensino - Progen/UNIPAMPA

Projeto de Qualificação da Gestão do Ensino - Progen/UNIPAMPA Projeto de Qualificação da Gestão do Ensino - Progen/UNIPAMPA Equipe responsável: PROGRAD - Coordenadoria de Desenvolvimento do Ensino de Graduação GVR - Coordenadoria de Apoio Pedagógico CAP E-mail: pedagogiauniversitária@unipampa.edu.br

Leia mais

CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA

CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA O curso de Pedagogia, Licenciatura da FACECLA de acordo com as Diretrizes Curriculares de

Leia mais

O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE MATEMÁTICA NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DO COLÉGIO SÃO JOÃO BATISTA, CEDRO-CE

O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE MATEMÁTICA NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DO COLÉGIO SÃO JOÃO BATISTA, CEDRO-CE O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE MATEMÁTICA NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DO COLÉGIO SÃO JOÃO BATISTA, CEDRO-CE ¹C. J. F. Souza (ID); ¹M. Y. S. Costa (ID); ²A. M. Macêdo (CA)

Leia mais

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: FATORES PRECURSORES E RISCOS ASSOCIADOS.

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: FATORES PRECURSORES E RISCOS ASSOCIADOS. GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: FATORES PRECURSORES E RISCOS ASSOCIADOS. RIBEIRO, Fernanda Nunes. Discente de Psicologia da Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: fernandanunesribeiro@hotmail.com SANTANA,

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 60 h Prática: 15 h Créditos: 4 A Biologia e o educador. Herança e meio, a hereditariedade. Reprodução humana. As funções vegetativas (digestão e alimentos,

Leia mais

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica 15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME Política Nacional de Educação Infantil Mata de São João/BA Junho/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores urbanos e rurais

Leia mais

PROJETO A SER DESENVOLVIDO PELA ACADÊMICA DO CURSO DE CAPACITAÇÃO ATENA CURSOS-SC. MARA REGINA MACHADO

PROJETO A SER DESENVOLVIDO PELA ACADÊMICA DO CURSO DE CAPACITAÇÃO ATENA CURSOS-SC. MARA REGINA MACHADO 1 PROJETO A SER DESENVOLVIDO PELA ACADÊMICA DO CURSO DE CAPACITAÇÃO ATENA CURSOS-SC. MARA REGINA MACHADO TRANSTORNOS NA APRENDIZAGEM. Passo Fundo, dezembro 2014. 2 TRANSTORNOS NA APRENDIZAGEM Professora:

Leia mais

Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção

Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção Silvia Christina Madrid Finck E-mail: scmfinck@ uol.com.br Resumo: Este artigo refere-se ao projeto de pesquisa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: Perspectivas da formação de professores no viés da Gestão de Conhecimento

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: Perspectivas da formação de professores no viés da Gestão de Conhecimento PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: Perspectivas da formação de professores no viés da Gestão de Conhecimento Leonardo Rocha de Almeida Mestrando Profissional em Gestão Educacional Universidade

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

PRÁTICAS DE LEITURAS SIGNIFICATIVAS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

PRÁTICAS DE LEITURAS SIGNIFICATIVAS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL PRÁTICAS DE LEITURAS SIGNIFICATIVAS NOS ANOS INICIAIS Resumo DO ENSINO FUNDAMENTAL MARTINS, Esilda Cruz UEPG maria.esilda@hotmail.com Eixo Temático: Práticas e Estágios nas Licenciaturas. Agência Financiadora:

Leia mais

Alessandra Santana. Angélica Cristina da Silva Freire

Alessandra Santana. Angélica Cristina da Silva Freire Câmpus Alfenas 28 de novembro de 2011 SUMÁRIO Alessandra Santana... 2 Angélica Cristina da Silva Freire... 2 Bárbara Luiza Novais... 3 Bruna Aparecida Reis... 3 Carolina Esteves Martins... 4 Celsianne

Leia mais

Proposta de ações para elaboração do. Plano Estadual da Pessoa com Deficiência;

Proposta de ações para elaboração do. Plano Estadual da Pessoa com Deficiência; 1 Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação das diretrizes e metas na garantia de direitos às pessoas com deficiência

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA, Daniela C. F. Barbieri Programa de Pós-Graduação em Educação Núcleo: Formação de professores UNIMEP

Leia mais

ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE

ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE Elaine Barbosa da Silva Xavier Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco - Mestranda Neuma Kelly Vitorino

Leia mais

A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA

A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA Autor - Juliana ALVES - IFTM 1 Coautor - Andriza ASSUNÇÃO IFTM 2 Coautor - Aparecida Maria VALLE IFTM 3 Coautor - Carla Alessandra NASCIMENTO

Leia mais

MEDIAÇÃO DE CONFLITOS ESCOLARES: PROJETO BLITZ DA PAZ

MEDIAÇÃO DE CONFLITOS ESCOLARES: PROJETO BLITZ DA PAZ 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA MEDIAÇÃO DE CONFLITOS ESCOLARES: PROJETO BLITZ DA PAZ

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

ANEXO E: EMENTÁRIO DO CURRÍCULO 13

ANEXO E: EMENTÁRIO DO CURRÍCULO 13 ANEXO E: EMENTÁRIO DO CURRÍCULO 13 I CICLO DE ESTUDOS INTERDISCIPLINARES (1º e 2º semestres): FUNDAMENTOS DA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO EMENTÁRIO: O I Ciclo do Curso de Pedagogia do UniRitter desenvolve os fundamentos

Leia mais

30 de julho a 01 de agosto de 2014 Santa Maria/RS Brasil Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia (AINPGP)

30 de julho a 01 de agosto de 2014 Santa Maria/RS Brasil Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia (AINPGP) RELATO DE EXPERIÊNCIA COM O PROJETO AGENTE EXTENSIONISTA DE DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL, SOBRAL, CEARÁ, BRASIL ¹ Antonio Wescla Vasconcelos Braga ² Leidy Dayane Paiva de Abreu 3 Antônio Emanuel Martins Bezerra

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE PSICOLOGIA NO CONTEXTO ESCOLAR

A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE PSICOLOGIA NO CONTEXTO ESCOLAR A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE PSICOLOGIA NO CONTEXTO ESCOLAR Larissa Brito da Silva, Waleria Maria de Sousa Paulino, Stefania Germano Dias, Flavio Pereira de Oliveira, Leilane Menezes Maciel

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica.

ENSINO FUNDAMENTAL. De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica. ENSINO FUNDAMENTAL De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica. Art. 32 "o Ensino Fundamental, com duração mínima de oito

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR COM A LENDA DO BOTO RESUMO

ALFABETIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR COM A LENDA DO BOTO RESUMO ALFABETIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR COM A LENDA DO BOTO RESUMO Cristina Maria da Silva Lima cris86lima@yahoo.com.br Diana Gonçalves dos Santos dianasantos07@gmail.com (IEMCI/UFPA) Este estudo apresenta um relato

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu.

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu. ISSN 2316-7785 A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu.br Resumo O artigo é resultado da análise de

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Conceição, o estudante aprende e desenvolve habilidades dentro e fora da sala de aula, por meio de atividades esportivas, artísticas, culturais, científicas e de solidariedade.

Leia mais