Produção fonográfica: Etapas e Envolvidos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produção fonográfica: Etapas e Envolvidos"

Transcrição

1

2 Produção fonográfica: Etapas e Envolvidos A produção fonográfica começou no início do século XX e passou por diversas transformações por conta de aspectos tecnológicos, culturais e econômicos. Hoje, com novas tecnologias, equipamentos, plugins e Digital Audio Workstations (DAWs), os músicos têm a possibilidade de trabalhar de uma forma independente - muitas vezes compondo, arranjando, gravando, editando, mixando e até masterizando suas próprias canções. Entretanto, é necessária a compreensão de que isto não foi sempre assim, bem como uma profunda reflexão sobre os benefícios e malefícios dessa abordagem. DAW: Studio One 02

3 Mudanças na Era Digital Até 1989, a indústria fonográfica possuía um modus operandi muito claro. Estúdios possuíam sua equipe de engenheiros de gravação, mixagem e masterização e bandas e artistas os procuravam acompanhados apenas do produtor musical que, na maior parte das vezes, era enviado pela editora musical e/ou pela gravadora. Após essa data, quando então surgiu o Pro Tools (na época, chamado Sound Tools), a acessibilidade promovida pelo software fez com que as etapas do processo se misturassem. Hoje, muitas vezes nos deparamos com a situação onde o produtor musical atua, também, como editor, engenheiro de gravação, mixagem e masterização. 03

4 O Processo de Produção Fonográfica O processo de produção fonográfica envolve diferentes etapas e funções. O diagrama abaixo mostra o processo, suas etapas e cada fase delas. PRODUTOR MUSICAL PRÉ-PRODUÇÃO PRODUÇÃO PÓS-PRODUÇÃO SELEÇÃO DE ESTÚDIO E EQUIPAMENTOS GRAVAÇÃO EDIÇÃO SUGESTÕES NO ARRANJO SAMPLEAMENTO MIXAGEM SÍNTESE MASTERIZAÇÃO 04

5 Os Envolvidos na Produção Fonográfica Os envolvidos e responsáveis por cada etapa e/ou processo são os seguintes: Produtor Musical Envolvido em todas as etapas, coordenador do projeto de produção fonográfica. Principal agente orientador da pré-produção. Engenheiro de Gravação Agente importante no projeto de gravação do álbum. Coordena a captação das mais diversas informações de áudio. Editor Responsável por solucionar problemas de gravação e/ou adicionar edições de áudio de acordo com a orientação do produtor musical e do artista. Engenheiro de Mixagem Responsável por colocar todas as informações de áudio juntas, soando de acordo com que o fonograma deve soar em sua etapa. Engenheiro de Masterização Responsável por finalizar o fonograma já recebendo-o em uma única faixa de áudio. 05

6 Produtor Musical

7 O Produtor Musical O produtor musical é o agente, dentro da construção de um fonograma, que exerce um papel bastante diversificado. Ele está envolvido visceralmente ao projeto, coordenando e participando das etapas de pré-produção, produção e pós-produção, tomando decisões que irão influenciar diretamente no resultado obtido. Na pré-produção, o produtor musical exerce um trabalho tanto criativo quanto administrativo. Administrativamente, o produtor musical é, talvez, um dos maiores responsáveis em fazer com que a banda/artista invista da maneira mais correta o seu tempo na produção de um álbum. Rick Rubin - Produtor Musical 07

8 O Produtor Musical O produtor musical tem a responsabilidade de entender o som da banda/artista, a ponto que ele saiba realizar ajustes nos timbres, arranjos e composições. Para isso, é importantíssimo que ele esteja alinhado com as referências e os objetivos estéticos deles, bem como com o mercado musical. Muitas vezes, o produtor musical escolhe o estúdio, o engenheiro de mixagem e o engenheiro de masterização. Quando sob as condições contratuais estabelecidas com uma editora musical, o produtor trabalha para o resultado do fonograma com a finalidade de atingir as metas da editora e o resultado musical esperado pelos artistas. Em casos que envolvem editoras muito grandes, as conhecidas majors, este trabalho se torna um grande desafio, uma vez que o produtor tem que dar conta de aspectos comerciais e artísticos, que, em muitos casos são convergentes e em muitos outros, não. Rick Rubin - Produtor e co-produtor musical de vários álbuns 08

9 Engenheiro de Gravação

10 O Engenheiro de Gravação O engenheiro de gravação é o profissional responsável pelo registro sonoro. Ele capta a performance realizada pelos artistas e toma decisões quanto a objetivos estéticos da captação através das orientações do produtor musical e de um conhecimento extenso sobre a captação de áudio. Ele entende profundamente o processo de escolha e posicionamento de microfones, comportamento acústico de diferentes ambientes, amplificadores, processadores de dinâmica e características gerais do som produzido pelos intérpretes. Ele utiliza destes conhecimentos para alcançar os conceitos que o produtor e/ou o artista desejam. Quando artistas trabalham com samples, (amostras pré selecionadas de áudio), o engenheiro de gravação avalia a qualidade de captação destas amostras antes de passá-las ao editor. Aliado à pre-produção, um trabalho de gravação bem executado pode facilitar muito o trabalho do engenheiro de mixagem, pois o fonograma pode se aproximar muito de objetivos estéticos mais refinados mesmo antes da etapa de edição. Na indústria, esses profissionais podem se especializar em diferentes áreas, como engenheiro de gravação de voz, de orquestra, de música clássica, de gêneros ou instrumentos específicos. Greg Fidelman Foi engenheiro de gravação de diversos álbuns produzidos por Rick Rubin, além de ser produtor e engenheiro de mixagem de outros. 10

11 Editor

12 O Editor (Digital Editor, Pro Tools Editor, etc...) O editor, orientado pelo produtor musical, realiza a seleção de melhores takes das gravações, corrige problemas de fase entre diferentes microfones, desafinações de instrumentos e voz e imprecisões rítmicas. Seu trabalho é extremamente técnico, essencial para o engenheiro de mixagem realizar sua função sem ter que se preocupar com falhas de execução e problemas de captação. 12

13 Engenheiro de Mixagem

14 O Engenheiro de Mixagem A mixagem é um processo criativo orientado por princípios técnicos de áudio. Nesta etapa, o engenheiro de mixagem recebe os clips de áudio ou audio stems, (informações de áudio separadas umas das outras), já editados e em diferentes canais. Sua função é atingir uma sonoridade muito próxima à sonoridade final na soma final destes canais, através do processamento individual e/ou conjunto do sinal que passa pelos mesmos. Compreender isso é de suma importância. Não existe um workflow único de como mixar ou a melhor forma de mixar. Existem profissionais diferentes com metodologias diferentes, trabalhando com prioris diferentes. Sendo um processo criativo, a mixagem não tem como obrigação o processamento de algum sinal de áudio, nem uma ordem predefinida para o processamento dos mesmos. Porém, na maior parte das vezes, o engenheiro de mixagem começará pelo processo de nivelamento de volumes entre os canais, colocando-os no ambiente stereo (mais para a direita, ou mais para a esquerda) e, em seguida, criará grupos e subgrupos, inserindo processadores de dinâmica e equalizadores. Ele atinge resultados estéticos através de processamentos do sinal de áudio, partindo de princípios técnicos para orientar as escolhas destes processamentos. Sua missão é entregar um único track pronto para ser masterizado. Andrew Scheps Trabalhou como engenheiro de mixagem em várias produções de Rick Rubin, bem como trabalhou como produtor musical e engenheiro de gravação em outros álbuns. 14

15 Engenheiro de Masterização

16 O Engenheiro de Masterização O engenheiro de masterização trabalha com o fonograma resultante da soma dos canais da mixagem. Ou seja, neste processo final há somente uma informação de áudio e o fonograma encontra-se quase pronto para ser distribuído. A função do engenheiro de masterização é realizar os ajustes finais na sonoridade desejada pelo produtor e/ou artista, através de processos complexos de aplicação de processadores de dinâmica, equalização, reverb, etc... Este profissional prepara o fonograma para a execução em diferentes mídias (Streaming digital, CD, DVD, Blue Ray, Sala de Cinema, etc...) ele estabiliza para o comportamento do sinal de áudio quando executado em diferentes equipamentos de reprodução sonora. Stephen Marcussen Foi engenheiro de masterização do álbum 13 da banda Black Sabbath, produzido por Rick Rubbin,além de ter masterizado diversos outros álbuns. 16

17 Como posso melhorar meu Workflow? O processo que estudamos, por muitas vezes, é ineficiente pela falta de compreensão e posicionamento das operações que realizamos dentro dele. As vezes, é difícil saber se estamos mixando, compondo ou editando. Esse esclarecimento é essencial. Hoje, graças a altíssima tecnologia de áudio digital, temos acesso à diversas ferramentas úteis às três etapas do processo sob nossos olhares no workstation digital. Por isso, é muito fácil não resistir a tentação e começar a colocar etapas de produção durante a pré produção, invertendo a ordem de tudo. Claro que a liberdade e o poder de ir e vir é excelente! Como os custos são muito mais baixos do que eram na época da gravação em fita, podemos voltar e realizar melhorias nas etapas anteriores quando for necessário. Porém, é importante ter em mente que organizar o processo e ter discernimento da operação que estamos realizando são fundamentais para a economia de tempo, dinheiro e para a efetividade do projeto. 17

18 Para aprofundar seus conhecimentos, a Ossia oferece: NOVO CURSO DE GRAVAÇÃO E MIXAGEM HomeStudio na Prática Saiba mais em: Ossia.com.br/gravacao

APRESENTAÇÃO O CURSO

APRESENTAÇÃO O CURSO APRESENTAÇÃO Para competir no mercado de produção musical é fundamental uma formação que forneça o conhecimento necessário para o trabalho e técnicas de gravação, edição, mixagem e masterização, além do

Leia mais

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO Nos encontramos na música O AfroReggae e a Natura acreditam na cultura. Por isso, estamos juntos mais uma vez para revelar talentos e dar voz aos jovens

Leia mais

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW Ciclo de Vida Aula 2 Revisão 1 Processo de Desenvolvimento de Software 1 O Processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades, parcialmente ordenadas, com a finalidade de obter um produto

Leia mais

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta)

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta) 1ª RODADA RELAÇÃO PRÁTICA E TEORIA Pouca teoria, muitas oficinas Matérias não suprem as necessidades de um designer Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa

Leia mais

GNU Image Manipulation Program, mais conhecido pelo acrônimo GIMP.

GNU Image Manipulation Program, mais conhecido pelo acrônimo GIMP. 3 Ferramentas de Autoria em Multimídia Autoria multimídia é a criação de produções multimídia tais como filmes e apresentações. Estas produções buscam interação com o usuário (aplicações interativas).

Leia mais

Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016

Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016 Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016 O Laboratório de Novas Mídias do MIS, LABMIS, primeiro media lab situado em um museu público brasileiro, que tem como objetivo fomentar a produção de obras desenvolvidas

Leia mais

PRÉ-PRODUÇÃO E PRODUÇÃO Marilia Mello Pisani

PRÉ-PRODUÇÃO E PRODUÇÃO Marilia Mello Pisani O presente teto faz parte do curso de Produção de Vídeo e é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição Não Comercial 3.0. Não Adaptada. Permissões além do escopo dessa licença podem estar disponíveis

Leia mais

Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida. por Caio Amon. Imagens Sonoras. A Expansão da Imagem pelo Som

Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida. por Caio Amon. Imagens Sonoras. A Expansão da Imagem pelo Som Imagens Sonoras por Caio Amon A Expansão da Imagem pelo Som Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida Aprenda a produzir som e trilha para seus projetos. Imagens Sonoras A Expansão

Leia mais

SUMÁRIO. White Paper - NETGLOBE 2

SUMÁRIO. White Paper - NETGLOBE 2 SUMÁRIO Conhecendo a Telepresença... 3 A nova era da Videoconferência: Telepresença... 3 Como viabilizar um projeto de Telepresença... 4 Telepresença oferece excelente qualidade em uma fantástica experiência,

Leia mais

APRESENTAÇÃO O CURSO

APRESENTAÇÃO O CURSO APRESENTAÇÃO A cena de música eletrônica tem crescido muito. Se apresentar-se como DJ já era considerada uma forma de expressão artística, ainda que desvalorizada, com o passar do tempo isto está mudando.

Leia mais

Miguel Nascimento Nº 2010426 TIM LTM 12 Janeiro 2011

Miguel Nascimento Nº 2010426 TIM LTM 12 Janeiro 2011 Miguel Nascimento Nº 2010426 TIM LTM 12 Janeiro 2011 Introdução Existem actualmente diversos formatos para reprodução de som multi-canal, mas neste trabalho serão abordados os seguintes: Estéreo LCRS 5.1

Leia mais

Dicas para um Áudio Mobile. www.mvmob.com.br

Dicas para um Áudio Mobile. www.mvmob.com.br www.mvmob.com.br 1 1. Introdução Este guia foi produzido para auxiliar educandos e educadores durante as ofi cinas oferecidas pelo projeto MVMob - Minha Vida Mobile, como material de subsídio pedagógico.

Leia mais

O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Prof. Leugim Corteze Romio Universidade Regional Integrada URI Campus Santiago-RS leugimcr@urisantiago.br Prof.

Leia mais

Práticas de. Engenharia de Software. Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.

Práticas de. Engenharia de Software. Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu. "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Práticas de Engenharia de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE QUADRINHOS ATRELADOS A EPISÓDIOS HISTÓRICOS PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA RESUMO

CONSTRUÇÃO DE QUADRINHOS ATRELADOS A EPISÓDIOS HISTÓRICOS PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA RESUMO XXII Semana de Educação da Universidade Estadual do Ceará 31 de agosto a 04 de setembro de 2015 CONSTRUÇÃO DE QUADRINHOS ATRELADOS A EPISÓDIOS HISTÓRICOS PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA Laura Andrade Santiago

Leia mais

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento.

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento. PROGRAMA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS FUNDEP REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO DE PROJETOS UFMG A Fundep//Gerência de Articulação de Parcerias convida a comunidade acadêmica da UFMG a cadastrar propostas de acordo

Leia mais

Sumário. O Programa. Módulos. Básico Intermediário Avançado. Níveis de Desenvolvimento

Sumário. O Programa. Módulos. Básico Intermediário Avançado. Níveis de Desenvolvimento Sumário O Programa Módulos Básico Intermediário Avançado Níveis de Desenvolvimento Básico (Conceitos e exemplos isolados) Intermediário (Produção completa de um techo musical) Avançado (Projeto de conclusão

Leia mais

Apoio a Mostras e Festivais

Apoio a Mostras e Festivais Anexo 1: Tabela Consolidada de Serviços Na tabela abaixo você encontra um resumo das principais informações dos s oferecidos pelo CTAv: Serviços Descrição/ Finalidade: Forma de prestação de (presenci al,

Leia mais

Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas

Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas Margarida M. Krohling Kunsch Introdução No âmbito de uma sociedade cada vez mais complexa, reserva-se à comunicação um papel de crescente

Leia mais

A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva

A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva Pela primeira vez, o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD)

Leia mais

Gestão e criação de conteúdo para mídias sociais

Gestão e criação de conteúdo para mídias sociais Gestão e criação de conteúdo para mídias sociais Segundo Eduardo Lapa, a gestão de conteúdo é caracterizada pelo: Conjunto de técnicas, modelos, definições e processos de ordem estratégica e tecnológica

Leia mais

1 Introdução Como definir uma estratégia de remuneração alinhada com a cultura organizacional?

1 Introdução Como definir uma estratégia de remuneração alinhada com a cultura organizacional? 1 Introdução Não existe estratégia de negócios ideal para ser aplicada a qualquer empresa, assim como não existe uma cultura organizacional ideal. (PASCHINI, 2006), Killman (1985) afirma que a cultura

Leia mais

MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais

MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais MARKETING DE VENDAS Alcioni João Bernardi Prof. Ivanessa Felicetti Lazzari Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Processos Gerenciais (EMD0130) Prática do Módulo IV 27/11/12 RESUMO Este trabalho

Leia mais

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch? Escalas - I Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?v=ek0phekndbu Sumário Introdução Escalas Musicais...0 Escala Pentatônica Menor Histórico

Leia mais

COM O BROFFICE IMPRESS

COM O BROFFICE IMPRESS Unidade Unidade 5 4 Preparando Compondo suas planilhas apresentações eletrônicas com com o BrOffice o BrOffice Impress Calc UNIDADE 5 PREPARANDO SUAS APRESENTAÇÕES COM O BROFFICE IMPRESS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

OMiD Academia de Áudio

OMiD Academia de Áudio Apresentação Cursos de Técnico de Som e Acústica OMiD Academia de Áudio OMiD Academia de Áudio apresenta os procedimentos de trabalho dos estúdios de gravação de Los Angeles, considerados os melhores do

Leia mais

Gestão de Ambientes de Saúde

Gestão de Ambientes de Saúde Gestão de Ambientes de Saúde É sempre tempo de melhorar a performance do seu ambiente de saúde Não adianta você ter um avião rápido e seguro se não dispõe de um piloto capacitado para viajar. O mesmo ocorre

Leia mais

Atualmente, existem vários tipos de software para MIDI. Vamos falar das características principais de alguns deles :

Atualmente, existem vários tipos de software para MIDI. Vamos falar das características principais de alguns deles : Dicas MIDI O que são softwares plug-ins? São softwares que necessitam de um programa "hospedeiro" para trabalhar. A instalação de plug-ins em seu software acrescenta janelas e funções e principalmente

Leia mais

BRAININ MARKETING DIGITAL DE RESULTADO

BRAININ MARKETING DIGITAL DE RESULTADO BRAININ IN MARKETING DIGITAL DE RESULTADO 75% OFF Sua empresa está em crise? Nossos clientes não estão. AUMENTE SUAS VENDAS COM MARKETING DE RESULTADOS. + + = Consultoria Web Marketing Digital SGW Flex

Leia mais

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material elaborado por Taís Vieira e Marley Rodrigues

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material elaborado por Taís Vieira e Marley Rodrigues Faccat Faculdades Integradas de Taquara Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda Disciplina: Planejamento e Assessoria em Comunicação Profª Me. Taís Vieira ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material

Leia mais

Consumidor e produtor devem estar

Consumidor e produtor devem estar A produção científica tem um produtor e um consumidor e, evidentemente, todo produtor é também um consumidor: quanto melhor consumidor ele for, melhor será como produtor. Há pesquisas em psicologia que

Leia mais

Escolha Certa! As profissões do século 21

Escolha Certa! As profissões do século 21 Produção Multimídia Esse profissional é responsável por garantir a qualidade de som e imagem das mídias eletrônica e digital; produzir material para rádio, cinema, TV e mídia digital; editar imagens e

Leia mais

PROJETO TENDÊNCIAS. Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa

PROJETO TENDÊNCIAS. Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa PROJETO TENDÊNCIAS Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa Preparado por Ibope Inteligência Para Associação de Marketing Promocional Maio/2009 Introdução Objetivos: Investigar o mercado

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 Índice 1. Introdução...3 1.1. O que é um Computador?... 3 1.2. Máquinas Multiníveis... 3 2 1. INTRODUÇÃO 1.1 O QUE É UM COMPUTADOR? Para estudarmos como um computador

Leia mais

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação:

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação: RESENHA Resenha é a apreciação crítica sobre uma determinada obra (livro, artigo, texto, filme, etc.). Trata-se de um breve texto, semelhante a um resumo, que visa comentar um trabalho realizado. Será

Leia mais

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. 1 RESENHA Mónica Santos Pereira Defreitas 1 SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. O livro de Lúcia Santaella, Por que as comunicações e as artes estão

Leia mais

Remuneração e Avaliação de Desempenho

Remuneração e Avaliação de Desempenho Remuneração e Avaliação de Desempenho Objetivo Apresentar estratégias e etapas para implantação de um Modelo de Avaliação de Desempenho e sua correlação com os programas de remuneração fixa. Programação

Leia mais

BroadNeeds Content Partner

BroadNeeds Content Partner BroadNeeds Content Partner BroadNeeds Content Partner - BCP 1) SOBRE O PROGRAMA O Programa BroadNeeds Content Partner, tem como objetivo oferecer uma parceria comercial para produtores de conteúdo, que

Leia mais

O UniBH quer ser seu parceiro em seu projeto de vida!

O UniBH quer ser seu parceiro em seu projeto de vida! Pósgraduação 2016 O UniBH quer ser seu parceiro em seu projeto de vida! Estamos na era do conhecimento: não existe mais data para encerrar os estudos para atender a um mercado em constantes mudanças. Para

Leia mais

Inovação e Empreendedorismo na Economia Criativa

Inovação e Empreendedorismo na Economia Criativa Instituto de Economia - UFRJ Inovação e Empreendedorismo na Economia Criativa Ary V. Barradas Email: ary@ie.ufrj.br Empreendedorismo o empreendedor é aquele que destrói a ordem econômica existente pela

Leia mais

Planejamento de Marketing Digital

Planejamento de Marketing Digital .pdf [ebook] Planejamento de Marketing Digital 2012 2013 2014 2015 2016 Dicas para a leitura deste ebook Os itens do índice são todos clicáveis. Ao clicar no conteúdo de interesse você será levado para

Leia mais

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa O marketing digital está revolucionando a forma como as empresas conquistam clientes. Consumidores tornaram-se mais independentes e, segundo pesquisas na área, percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT Disciplina: Modelagem a Programação Orientada a Objetos

Leia mais

Montando seu Estúdio Digital

Montando seu Estúdio Digital Montando seu Estúdio Digital 1. Definição da configuração ideal Antes de tudo, é preciso saber o que você pretende fazer em seu estúdio, para podermos definir os componentes necessários para a realização

Leia mais

Self-Service como vantagem competitiva

Self-Service como vantagem competitiva Self-Service como vantagem competitiva Com a alteração do comportamento do consumidor as empresas têm de criar novas vantagens competitivas para continuar relevantes no mercado em que atuam, ao mesmo tempo

Leia mais

Biblioteca. Política de Seleção e. desenvolvimento de coleção

Biblioteca. Política de Seleção e. desenvolvimento de coleção Biblioteca Política de Seleção e desenvolvimento de coleção 2007 1 INTRODUÇÃO Atualmente com o crescimento do fluxo de informações tornou-se necessário adotar critérios para uma Política de Atualização

Leia mais

YURI CORBAL (guitarra e voz) IRLAN GUIMARÃES (baixo) RAFAEL MARCOLINO (bateria) EDUARDO MATOS (guitarra)

YURI CORBAL (guitarra e voz) IRLAN GUIMARÃES (baixo) RAFAEL MARCOLINO (bateria) EDUARDO MATOS (guitarra) De início veio a inquietude. Deixando de lado o bate-boca se a cena rocker é boa, péssima ou já deu pro gasto, pra eles o que se via não era suficiente. Trazendo referências diversas do Rock, Blues, R'n'B,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação: 108-16

SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação: 108-16 SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação: 108-16 Em conformidade com o Regulamento de Compras e Contratações de Obras e Serviços da Organização Social de Cultura Associação Amigos do Projeto Guri, decreto nº.

Leia mais

Financial Services. Precisão competitiva. Metodologias específicas e profissionais especializados na indústria de seguros

Financial Services. Precisão competitiva. Metodologias específicas e profissionais especializados na indústria de seguros Financial Services Precisão competitiva Metodologias específicas e profissionais especializados na indústria de seguros Nossa experiência na indústria de seguros A indústria de seguros vem enfrentando

Leia mais

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06 Levantamento, Análise e Gestão Requisitos Aula 06 Agenda Técnicas de Levantamento de Requisitos: Entrevista Workshop, Brainstorming, Storyboarding e Roleplaying Prototipação JAD Joint Application Design

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS.

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS. GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS. BARBOSA, Roger Eduardo 1 Resumo Neste artigo analisaremos como o planejamento estratégico na gestão de pessoas nas

Leia mais

Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina: Ambiente de Negócios e Marketing

Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina: Ambiente de Negócios e Marketing Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina: Ambiente de Negócios e Marketing Recursos Humanos cynaracarvalho@yahoo.com.br Conceitos A gestão

Leia mais

Programa de Formação Cultural Fundo para a Infância e Adolescência

Programa de Formação Cultural Fundo para a Infância e Adolescência Programa de Formação Cultural Fundo para a Infância e Adolescência FIA - Fundo para a Infância e Adolescência O que é? É um instrumento legal, que permite à sociedade ajudar as crianças e adolescentes

Leia mais

Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Convenção Apresentado na XV Convenção Nacional

Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Convenção Apresentado na XV Convenção Nacional Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Convenção Apresentado na XV Convenção Nacional 17 a 19 de Maio de 2011, São Paulo, SP Este artigo foi reproduzido do original entregue pelo autor, sem edições,

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android Guia do Usuário Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android 2011-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. AVIGILON é marca comercial registrada e/ou não registrada da Avigilon

Leia mais

Mundo multicanal CINEMAEMCASA. Nem sempre é fácil olhar para SHERWOOD R-963RT PIONEER NS-DV990. INDÚSTRIA Formatos sonoros. 7.1 para todos Pág.

Mundo multicanal CINEMAEMCASA. Nem sempre é fácil olhar para SHERWOOD R-963RT PIONEER NS-DV990. INDÚSTRIA Formatos sonoros. 7.1 para todos Pág. SHERWOOD R-963RT 7.1 para todos Pág. 44 PIONEER NS-DV990 Só falta gravar Pág. 46 CINEMAEMCASA INDÚSTRIA Formatos sonoros Mundo multicanal Dois canais, cinco-ponto-um, DTS, Dolby Digital... Tem a certeza

Leia mais

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III. Prof. Hugo Souza

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III. Prof. Hugo Souza Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III Prof. Hugo Souza Continuando nossas aulas, após vermos uma abordagem acerca do paradigma da informática

Leia mais

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA 1 ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA Andréa Pereira de Castro Universidade de Cruz Alta UNICRUZ, Cruz Alta andreap@unicruz.edu.br Adriana Pereira Cocco Universidade

Leia mais

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 A pequena empresa é um mercado massivo em importante crescimento, que alcançou uma maturidade em termos de oportunidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 56 de 16 de JUNHO de 2016, publicado

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares Gerência de Projetos Oferece uma visão integrada de todos

Leia mais

Especializado Edição de Vídeo. Sobre o curso. Destinatários. Programa. Design, Multimédia e 3D - Video e Multimédia. Nível: Iniciado Duração: 96h

Especializado Edição de Vídeo. Sobre o curso. Destinatários. Programa. Design, Multimédia e 3D - Video e Multimédia. Nível: Iniciado Duração: 96h Especializado Edição de Vídeo Design, Multimédia e 3D - Video e Multimédia Nível: Iniciado Duração: 96h Sobre o curso A Edição de Vídeo é o processo de corte e montagem de filmes, em meio analógico ou

Leia mais

ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE OPERACIONAL

ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE OPERACIONAL Anexo VI -fls.1/7 ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE OPERACIONAL Serão apresentados a seguir os conceitos, requisitos e especificações básicas do Sistema de Monitoramento e Controle

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? As ofertas de cloud pública proliferaram e a cloud privada popularizou-se. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Produção musical para jogos eletrônicos

Produção musical para jogos eletrônicos Produção musical para jogos eletrônicos 1 1. Descrição do curso! 3 2. Objetivos de aprendizado! 4 3. Duração e metodologia! 5 4. Conteúdo! 6 5. Avaliação! 9 6. Investimento! 10 2 1. Descrição do curso

Leia mais

CINCO DICAS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS METAS DA SUA EQUIPE COMERCIAL

CINCO DICAS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS METAS DA SUA EQUIPE COMERCIAL CINCO DICAS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS METAS DA SUA EQUIPE COMERCIAL INTRODUÇÃO Não importa qual o tamanho da empresa: ela precisa saber aonde quer chegar. Para isso é preciso traçar um caminho e a melhor

Leia mais

Como Capacitar sua Força de Vendas. Não é Automação. É Pessoal.

Como Capacitar sua Força de Vendas. Não é Automação. É Pessoal. Como Capacitar sua Força de Vendas Não é Automação. É Pessoal. 2 Como capacitar Sua Força de Vendas: Não É Automação. É Pessoal. Como capacitar Sua Força de Vendas Não É Automação. É Pessoal. O digital

Leia mais

CURSO DE PRODUÇÃO MUSICAL

CURSO DE PRODUÇÃO MUSICAL CURSO DE PRODUÇÃO MUSICAL I. NÚMERO DE CURSO E TÍTULO MPP101: Curso de Produção Musical II. DESCRIÇÃO DO CURSO O Curso de Produção Musical mostra todos os processos de Produção Musical, de Pré-Produção,

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. OBJETIVO DO MANUAL... 3 2. QUEM É CONSIDERADO INTEGRADOR?... 3 3. QUAIS PROCESSOS SERÃO ALTERADOS?... 4 3.1» COMISSÃO... 4 3.2» NOVO CHECKLIST ON-LINE...

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Venha fazer negócios conosco e saia Feliz a Bessa e tenha a irmandade que você pode escolher.

Venha fazer negócios conosco e saia Feliz a Bessa e tenha a irmandade que você pode escolher. A empresa, com larga experiência no setor imobiliário, tem infra-estrutura e equipe especializada pronta para atendê-lo. Firma fundada em 1975 registrada pelo PJ: 183. Corretor Responsável com CRECI: 669

Leia mais

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE 51 MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE Prof a. Dr a. Ana Paula Peters UNESPAR/EMBAP anapaula.peters@gmail.com Para comentar a relação que estabeleço entre música popular brasileira e o

Leia mais

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS E TABELA DE PONTUAÇÃO PARA JULGAMENTO DE TÍTULOS

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS E TABELA DE PONTUAÇÃO PARA JULGAMENTO DE TÍTULOS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CONCURSO PÚBLICO PARA ENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de 11 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União nº 30, de 12 de fevereiro de 2014. INFORMAÇÕES

Leia mais

Bancos e big data: risco e conformidade na balança dos executivos

Bancos e big data: risco e conformidade na balança dos executivos Um relatório do The Economist Intelligence Unit Bancos e big data: risco e conformidade na balança dos executivos Patrocinado por Como os big data podem ajudar os bancos no gerenciamento de riscos Em uma

Leia mais

Equalização: Corrigir ou Criar

Equalização: Corrigir ou Criar Equalização: Corrigir ou Criar Equalizar Equalizar O termo equalizar pode ser entendido como "tornar igual". Mas, o que isso quer dizer exatamente? Se tomarmos como ponto de partida o comportamento do

Leia mais

Programa Sonora Eletrônica 1. Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS

Programa Sonora Eletrônica 1. Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS Programa Sonora Eletrônica 1 Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS RESUMO O uso e a produção áudio-visual no jornalismo hoje, não depende mais exclusivamente

Leia mais

PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO

PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO 1 PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO Aline Silva SANTOS 1 RGM 088607 Andressa Faustino da SILVA¹ RGM 089712 Diego Dias dos SANTOS¹ RGM 087266 Tatiane Gomes dos SANTOS¹ RGM 089204 Viviane Regina

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE DOCENTE PROFESSOR CELSO CANDIDO QUALIDADE DE SOFTWARE Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Conhecimentos: o Web Designer; o Arquitetura

Leia mais

Dicas para Liderar com alta performance

Dicas para Liderar com alta performance Walbron Siqueira 5 Dicas para Liderar com alta performance Faça da melhoria contínua um hábito e seja o protagonista de sua carreira Sobre o autor Walbron Siqueira é bancário, especialista em gestão de

Leia mais

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO Universidade Estadual de Campinas Fernanda Resende Serradourada A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO INTRODUÇÃO: O Projeto de Desenvolvimento realizado por mim visava à confecção

Leia mais

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação.

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação. Curso Formação Efetiva de Analístas de Processos Curso Gerenciamento da Qualidade Curso Como implantar um sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 Formação Profissional em Auditoria de Qualidade 24 horas

Leia mais

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira.

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Silvanda de Jesus Aleixo Ferreira 0201002501 Belém-PA

Leia mais

Rua Baronesa do Engenho Novo, 189 Eng. Novo - Rio de Janeiro - RJ. Rua Buenos Aires, 12 / 12 o andar Centro - Rio de Janeiro - RJ

Rua Baronesa do Engenho Novo, 189 Eng. Novo - Rio de Janeiro - RJ. Rua Buenos Aires, 12 / 12 o andar Centro - Rio de Janeiro - RJ Manual do Cursista Copyright COP EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados a COP EDITORA LTDA. Essa é uma co-edição entre a COP EDITORA LTDA e a FUNAGER - Fundação Nacional de Apoio Gerencial. Proibida

Leia mais

Conhecendo uma Agência de Publicidade¹

Conhecendo uma Agência de Publicidade¹ Conhecendo uma Agência de Publicidade¹ Anthony Andrade NOBRE² Edmilson da Silva GUSMÃO³ Marla Eglaea da Silva FREIRE 4 Rakel de Araripe Bastos CAMINHA 5 Rodolfo Carlos MARQUES 6 Claúdia Adriane SOUZA 7

Leia mais

KADU BARACHO PONTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA GESTÃO DE AFILIADOS QUE GERE RESULTADOS

KADU BARACHO PONTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA GESTÃO DE AFILIADOS QUE GERE RESULTADOS KADU BARACHO PONTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA GESTÃO DE AFILIADOS QUE GERE RESULTADOS De uns tempos para cá, a moda do marketing digital é fazer LANÇAMENTOS, de preferência 7 em 7 (sete dígitos em sete dias)

Leia mais

Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI)

Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI) Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI) Coordenador: Paulo Celso Budri Freire Aprovada pelo Conselho do Departamento de Dermatologia da

Leia mais

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã Com certeza, esse final de século XX e começo de século XXI mudarão nossas vidas mais do que elas mudaram há 30-40 anos atrás. É muito difícil avaliar como será essa mudança, mas é certo que ela virá e

Leia mais

Documento a ser encaminhado à 1ª Câmara Interministerial de Educação e Cultura

Documento a ser encaminhado à 1ª Câmara Interministerial de Educação e Cultura Documento a ser encaminhado à 1ª Câmara Interministerial de Educação e Cultura Uma das estratégias criadas pelo Governo Federal para reduzir a distância entre o Estado e a Sociedade foi a criação das Câmaras

Leia mais

3 Metodologia da pesquisa

3 Metodologia da pesquisa 3 Metodologia da pesquisa Neste capítulo será abordada a caracterização da pesquisa abrangendo o tipo de pesquisa escolhido, critérios para seleção dos entrevistados, os procedimentos adotados para a coleta

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO I. Família Pai, mãe, filhos. Criar condições para a perpetuação da espécie

ADMINISTRAÇÃO I. Família Pai, mãe, filhos. Criar condições para a perpetuação da espécie 1 INTRODUÇÃO 1.1 ORGANIZAÇÃO E PROCESSOS A administração está diretamente ligada às organizações e aos processos existentes nas mesmas. Portanto, para a melhor compreensão da Administração e sua importância

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO PARA OS CURSOS PRÉ-VESTIBULARES

A IMPORTÂNCIA DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO PARA OS CURSOS PRÉ-VESTIBULARES A IMPORTÂNCIA DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO PARA OS CURSOS PRÉ-VESTIBULARES Alexandre do Nascimento Sem a pretensão de responder questões que devem ser debatidas pelo coletivo, este texto pretende instigar

Leia mais

O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR

O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR III SBA Simpósio Baiano de Arquivologia 26 a 28 de outubro de 2011 Salvador Bahia Políticas arquivísticas na Bahia e no Brasil O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR Poline Fernandes

Leia mais

3 Análise para a definição da estratégia

3 Análise para a definição da estratégia 3 Análise para a definição da estratégia O presente capítulo aborda os aspectos relacionados à transação sob dois prismas, sendo o primeiro o Transaction Cost Theory (TCT), no qual o foco é a análise dos

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

Filósofos. A história administração. Filósofos. Igreja Católica e Organização Militar. Revolução Industrial

Filósofos. A história administração. Filósofos. Igreja Católica e Organização Militar. Revolução Industrial Uninove Sistemas de Informação Teoria Geral da Administração 3º Semestre Prof. Fábio Magalhães Blog da disciplina: http://fabiotga.blogspot.com A história administração A história da Administração é recente,

Leia mais

SOBRE A AUTORA. Alcançou sua independência financeira através da Internet, conseguindo já no primeiro mês de blog R$ 1.215,67.

SOBRE A AUTORA. Alcançou sua independência financeira através da Internet, conseguindo já no primeiro mês de blog R$ 1.215,67. SOBRE A AUTORA Leticia Pietras tem 17 anos, é Empreendedora digital, fundadora do blog www.empreendedora-digital.com. Alcançou sua independência financeira através da Internet, conseguindo já no primeiro

Leia mais