Governo rejeita liberar compulsório para financiar imóvel

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Governo rejeita liberar compulsório para financiar imóvel"

Transcrição

1 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 58ª Edição Comercial Abrilde 2015 de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61) , Econsult Consultoria Econômica, Departamento de Economia da UnB, Campus Darcy Ribeiro,(61) , Clipping Governo rejeita liberar compulsório para financiar imóvel Nas últimas semanas, entidades da construção civil entregaram à área econômica do governo proposta para impulsionar o crédito imobiliário. Uma delas é a liberação do compulsório da poupança de até R$ 40 bilhões. O Banco Central e o Ministério da Fazenda não so mostraram muito sensíveis a essa demanda. Haveria, segundo fontes qualificadas, outras formas de "funding" para o crédito, como as Letras de Crédito Imobiliário (LCI). Não faz sentido, segundo economistas oficiais, medidas dessa natureza em um momento decisivo de aperto monetário para o controle da inflação. Numa tentativa de sensibilizar o governo a liberar os recursos dos compulsórios, bancos têm argumentado que a falta de recursos para financiamentos imobiliários poderá levar a uma queda na demanda e no preço dos imóveis no Brasil, com possíveis desdobramentos para a saúde do sistema bancário comparáveis ao subprime americano. Simulações feitas pelo BC mostram, porém, que o sistema é forte para absorver quedas extremas nos preços de imóveis. Somente neste ano, os clientes sacaram R$ 29 bilhões da caderneta de poupança, migrando os recursos para outros tipos de aplicação financeira, cujos rendimentos aumentaram depois que o COPOM subiu a taxa básica de juros. Atualmente, incide uma alíquota de compulsório de 20% sobre os saldos da caderneta, que faz com que R$ 120 bilhões dos recursos captados pelos bancos fiquem retidos no BC. A poupança é a principal forma de captação de recursos para habitação. A pesquisa mostra que a maioria dos domicílios brasileiros é de imóveis quitados ou em aquisição, representando 73,5% do total. Porém, o mercado de locação ainda é forte nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, onde tal condição de ocupação é superior à média nacional. Fonte: Valor Econômico. Adaptação: Econsult. Neste Boletim: Clipping...1 Comercialização...2 Venda Residencial...3 Venda Comercial...5 Locação...6 Locação Residencial...7 Locação Comercial...9 Rentabilidade...10 Séries Históricas...11 Índice Secovi-DF

2 Comercialização Neste estudo, foram considerados imóveis, dos quais foram imóveis comercias e residenciais. A categoria de apartamentos representa, mais uma vez, a maior parte da amostra, 69% de todos os imóveis analisados. As casas compõem 24% da amostra. Quitinetes e outras categorias de imóveis representam aproximadamente 7% da amostra. 2

3 Comercialização Residencial Imóveis Residenciais Destinados à Venda O gráfico III apresenta os valores medianos dos apartamentos de 2 e 3 dormitórios por região administrativa. Para os apartamentos de 3 dormitórios os maiores preços se encontram em Brasília, Águas Claras e Guará. Na categoria de 2 dormitórios, Brasília e Cruzeiroregistram os maiores valores, seguidos do Guará. As RA s que apresentam os menores valores medianos para apartamentos com 2 dormitórios são Gama, Samambaia e Taguatinga.. Em relação aos valores medianos por m², Brasília apresenta os maiores preços tanto para 2 dormitórios como para 3 dormitórios, com respectivamente R$ 9.167,00 e R$ 9.048,00. Cruzeiro, Guará e Águas Claras também apresentam valores elevados em comparação com as demais regiões. Os preços mais baixos são R$ para apartamentos de 2 dormitórios, em Sobradinho, e R$ para apartamentos de 3 dormitórios, em Ceilândia.. 3

4 Comercialização O Gráfico V apresenta o valor mediano das casas de 4 dormitórios. Além de Brasília, que é destaque em imóveis valorizados para essa categoria, Cruzeiro e Taguatinga também recebem destaque, com R$ ,00 e R$ ,00, respectivamente. Residencial O Gráfico VI mostra o Valor Mediano do m² de casas de 4 dormitórios. Diferentemente do verificado no gráfico para valor absoluto, Cruzeiro apresentou os maiores valores por m² de casas com 4 dormitórios. Sobradinho e Gama são as regiões que reportaram menor valor do m². Em relação aos bairros de Brasília, observa-se que na categoria Quitinete, a Asa Sul apresenta o maior valor mediano por m². No que tange aos apartamentos com 3 dormitórios, o Sudoeste possui o maior valor do m². Já na categoria de 4 dormitórios, seguido da Asa Norte, a Asa Sul apresenta o segundo maior valor mediano por m² nessa mesma categoria, com valor de R$ 5.208,00. 4

5 Comercialização Comercial Imóveis Comerciais Destinados à Venda Foram observados imóveis comerciais, que representam aproximadamente 7,2% do total de imóveis da amostra. Para a categoria Loja, os maiores valores medianos se encontram no Setor de Indústria e em Brasília, bem como os maiores valores por m². Em relação às Salas Comerciais, o Setor de Indústria apresenta os imóveis mais valorizados. Tabela II Preço mediano e preço mediano por metro quadrado de salas comerciais ofertadas no DF, em R$. Sala Comercial Valor Mediano Valor/m² Águas Claras Brasília Guará Setor de Indústria Taguatinga Os preços dos imóveis comerciais dos bairros de Brasília são mostrados no gráfico abaixo: 5

6 Locação No mês de março, foram observados imóveis para locação, sendo residenciais e comerciais. A amostra residencial é composta por 40,95% de apartamentos, 9,65% de casas e 21,24% de outros perfis de imóveis. 6

7 Locação Residencial Imóveis Residenciais Destinados à Locação O gráfico XI mostra os valores medianos do aluguel de algumas categorias de imóveis em cinco regiões administrativas do Distrito Federal. Brasília apresenta os maiores valores tanto para categoria de 2 dormitórios como para a categoria de 3 dormitórios, com valores de, respectivamente, R$ 2.200,00 e R$ 3.000,00. Taguatinga é a região onde foram observados os menores valores medianos: R$ 890,00 para 2 dormitórios e R$ 1.000,00 para 3 dormitórios. 7

8 Quando analisado pelo valor mediano por m² desses imóveis, o panorama se mantém o mesmo. Taguatinga e Samambaia são as regiões com o m² mais barato, para ambas as categorias. Brasília tem o m² mais valorizado, seguido por Cruzeiro e Águas Claras. O gráfico acima apresenta os valores medianos por m² dos imóveis localizados dentro de Brasília. Nas categorias Quitinete e Apartamento de 3 dormitórios, o Sudoeste apresenta o m² mais valorizado. Para apartamentos de 2 dormitórios, o m² mais caro encontra-se no Lago Norte. 8

9 Locação Imóveis Comerciais Destinados à Locação Comercial Em relação aos imóveis comerciais destinados a locação observa-se que na categoria loja os maiores valores para o Aluguel encontram-se no Setor de Indústria com um valor mediano de R$ 5.750,00 e os maiores valores por m² encontram-se em Águas Claras com R$ 56,00/m². Para as Salas comerciais, o Setor de Indústria apresenta os maiores preços tanto em valor mediano absoluto como em valor por m². O gráfico XIV apresenta o valor mediano por m² das lojas e salas comerciais dentro de Brasília. Em relação às lojas, Lago Sul e Asa Sul apresentam os imóveis mais valorizados com, respectivamente, R$ 56,00 e R$ 53,00. No que tange às salas comerciais, Asa Norte é o destaque, com R$ 49,00. 9

10 Rentabilidade O Índice de Rentabilidade Imobiliária mensura o quanto o aluguel de determinado tipo de imóvel rende ao mês em relação ao seu preço no mercado. Em relação ao índice residencial, a regiãode Águas Claras obteve o maior índice de rentabilidade em todas as categorias, com exceção para as Quitinetes, onde o Guará registrou índice de 0,51%. O perfil de imóvel mais rentável na amostra analisada foi o de Quitinetes. Quanto ao índice comercial, no mês de abril, a região administrativa de Taguatinga apresentou a maior rentabilidade na categoria Lojas, com Índice de 0,60% e na categoria Sala Comercial, a região de Águas Claras apresentou o maior registro (0,60%). 10

11 Séries Históricas As séries históricas objetivam contextualizar os dados ao longo do tempo, para que seja possível visualizar sua trajetória, destacando tendências. Preços medianos por metro quadrado de imóveis residenciais à venda Gráfico XVI Série histórica relativa ao preço do metro quadrado de imóveis residenciais em Águas Claras, em R$. Gráfico XVII Série histórica relativa ao preço do metro quadrado de imóveis residenciais no Guará, em R$... Gráfico XVIII Série histórica relativa ao preço do metro quadrado de imóveis residenciais em Brasília, em R$.. No mês de abril, as medianas por m² sofreram pequenas variações na cidade de Águas Claras. Apartamentos de 2 e 3 dormitórios variaram -0,5% e 0,0%, respectivamente, enquanto quitinetes sofreram variação negativa de 0,2%. No Guará, o destaque negativo vai para apartamentos de 2 dormitórios, que recuaram 1,4%, em contraste com o mês anterior quando a variação havia sido de 7,6%. Em Brasília, o comportamento geral foi de pequenas variações negativas, com exceção para as Quitinetes, que apresentaram expansão no preço de 0,7%. 11

12 Preços medianos por metro quadrado do aluguel de imóveis residenciais Séries Históricas Gráfico XIX Série histórica relativa ao preço do aluguel do metro quadrado de imóveis residenciais em Águas Claras, em R$. Gráfico XX Série histórica relativa ao preço do aluguel do metro quadrado de imóveis residenciais no Guará, em R$. Gráfico XXI Série histórica relativa ao preço do aluguel do metro quadrado de imóveis residenciais em Brasília, em R$. Em relação ao preço mediano por m² do aluguel, o comportamento geral foi de diminuição dos preços, a maior queda foi em Águas Claras, onde as Quitinetes registraram um valor mediano 3,6% menor que o do mês anterior, entretanto, os outros perfis de imóveis da região não apresentaram queda tão significativa, os apartamentos de 2 quartos apresentaram variação negativa de 0,6% e os de 3 quartos não apresentaram variação. Em Brasília, o preço das Quitinetes apresentou contração de 2,3% e os de casas de 3 e 4 dormitórios variaram, respectivamente, -1,8% e -2,3%. No Guará, o aluguel dos apartamentos de 2 dormitórios apresentou variação de -2,8%, para os apartamentos de 3 dormitórios a variação foi de -2,0% e para as Quitinetes não houve oscilação. Para as casas de 3 dormitórios houve queda no preço do aluguel de 2,2% e para as casas de 4 dormitórios, aumento de 4%. 12

13 Séries Históricas Preços medianos por metro quadrado de imóveis comerciais destinados à venda Fonte: Secovi DF. Elaboração: ESTAT. Análise: Econsult. Fonte: Secovi DF. Elaboração: ESTAT. Análise: Econsult. Gráfico XXIII Série histórica relativa ao preço do metro quadrado de imóveis de salas comerciais, em R$. Gráfico XXII Série histórica relativa ao preço do metro quadrado de imóveis de lojas, em R$. Em relação ao preço de venda para imóveis comerciais, houve forte desvalorização em Brasília e Guará. No Guará, o preço de lojas enfrentou desvalorização de 14,3%, em contraste com o aumento de 3,7% do mês anterior, e em Brasília a variação para o mesmo perfil foi de -6,2%, em Águas Claras a variação foi menos significativa, de apenas -0,1%. Para as Salas Comerciais, Brasília e Guará apresentaram variação negativa de, respectivamente, 1,6% e 1,8% e em Águas Claras o preço mediano aumentou 0,9%. 13

14 Séries Históricas Preços medianos por metro quadrado do aluguel de imóveis comerciais Gráfico XXIV Série histórica relativa ao preço do aluguel do metro quadrado de lojas, em R$. Gráfico XXV Série histórica relativa ao preço do aluguel do metro quadrado de salas comerciais, em R$. No que diz respeito ao preço mediano do m² de aluguel dos imóveis comerciais, as variações mais expressivas foram para as Lojas em Águas Claras e Brasília, com, respectivamente, -4,3% e -2,7%, enquanto no Guará a variação foi de 0,1%. Para as Salas Comerciais a variação no preço dos aluguéis não foi expressiva em Águas Claras. Em Brasília e Guará, as variações foram de, respectivamente, -2,1% e -1,0%. 14

15 Índice Imobiliário Secovi-DF O Índice Imobiliário Secovi-DF foi criado com o intuito de refletir, mês a mês, o comportamento geral dos preços dos imóveis ofertados no Distrito Federal. Comercialização Índice Imobiliário - Comercialização Mês Índice Variação Percentual No Mês abr/15 126,387 0,075% mar/15 126,292 0,487% fev/15 125,680 0,678% jan/15 124,833 0,289% dez/14 124,473 0,338% nov/14 124,054 0,276% Locação Índice Imobiliário - Locação Mês Índice Variação Percentual No Mês abr/15 113,409-0,847% mar/15 114,378 0,444% fev/15 113,872 1,112% jan/15 112,620 0,457% dez/14 112,108 1,118% nov/14 110,869 0,377% 15

16 Considerações Sobre o Boletim Este estudo pretende fornecer uma base para pesquisa e análise da conjuntura do mercado imobiliário no Distrito Federal. Espera-se que os dados divulgados possam ser usados tanto para fins acadêmicos quanto por investidores e pessoas interessadas na comercialização ou locação de imóveis. Vale ressaltar que os dados de apartamentos considerados na amostra são referentes apenas a imóveis seminovos ou antigos, de modo que lançamentos não participaram da pesquisa. Além disso, para cálculo mais verossímil dos índices, os valores extremos (outliers) foram removidos da análise. Além de que certas variações de determinados valores, apesar de serem expressivas são ocasionais e não se tornam relevantes quando se considera o longo prazo. Para elaboração dos gráficos, foram priorizados os dados de maior volume relativo na amostra. A amostragem foi feita através de levantamento de dados nas imobiliárias atuantes no DF. O total foi de imóveis entre comercialização e locação. Os dados aqui presentes são referentes ao mês de abril do ano de

17 Contatos SECOVI DF Sindicato da Habitação Setor de Diversões Sul, Bloco A, Nº44 Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424 (61) Colaboração Técnica ESTAT Econsult Consultoria Econômica Departamento de Economia da UnB Campus Darcy Ribeiro (61)

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Preço dos imóveis ficará estável em 2015, dizem os corretores

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Preço dos imóveis ficará estável em 2015, dizem os corretores + Boletim de Conjuntura Imobiliária 52ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Criada nova letra imobiliária que tem isenção de IR e reconhecimento internacional

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Criada nova letra imobiliária que tem isenção de IR e reconhecimento internacional + Boletim de Conjuntura Imobiliária 50ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

Aluguel residencial com aniversário em julho e reajuste pelo IGP-M subirá 5,59%.

Aluguel residencial com aniversário em julho e reajuste pelo IGP-M subirá 5,59%. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 60ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 19ª Edição Comercial - Janeiro de 2012

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 19ª Edição Comercial - Janeiro de 2012 Boletim de Conjuntura Imobiliária 19ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Novo fôlego para o mercado imobiliário

Novo fôlego para o mercado imobiliário + Boletim de Conjuntura Imobiliária 59ª Edição Comercial Maio de 2015 de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especialistas debatem sobre garantias locatícias em Brasília.

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especialistas debatem sobre garantias locatícias em Brasília. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 41ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

Crise não atinge mercado imobiliário de luxo.

Crise não atinge mercado imobiliário de luxo. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 64ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Águas Claras é a cidade mais rentável do Distrito Federal. 46ª Edição Comercial Abril de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Águas Claras é a cidade mais rentável do Distrito Federal. 46ª Edição Comercial Abril de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 46ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

SECOVI/DF debate a lei do corretor associado

SECOVI/DF debate a lei do corretor associado + Boletim de Conjuntura Imobiliária 56ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Comprar ou alugar? Especialistas falam sobre as vantagens de cada opção.

Comprar ou alugar? Especialistas falam sobre as vantagens de cada opção. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 63ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Corretores de imóveis são mantidos como Microempreendedores Individuais

Corretores de imóveis são mantidos como Microempreendedores Individuais + Boletim de Conjuntura Imobiliária 62ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Governo anuncia criação de nova faixa do Minha Casa, Minha Vida

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Governo anuncia criação de nova faixa do Minha Casa, Minha Vida + Boletim de Conjuntura Imobiliária 48ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Outubro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Outubro de 2010 Comercialização No mês de outubro, foram analisados 18.164 imóveis destinados à comercialização, contemplados em imóveis residenciais e comerciais. Na amostra, a participação dos imóveis residenciais obteve

Leia mais

Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Boletim de Conjuntura Imobiliária 23ª Edição Comercial - Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vantagens de casas e apartamentos em condomínios fechados. 35ª Edição Comercial - Maio de 2013 de 2012

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vantagens de casas e apartamentos em condomínios fechados. 35ª Edição Comercial - Maio de 2013 de 2012 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 35ª Edição Comercial - Maio de 2013 de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especialistas descartam uma possível bolha imobiliária. 38ª Edição Comercial Agosto de 2013 de 2012

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especialistas descartam uma possível bolha imobiliária. 38ª Edição Comercial Agosto de 2013 de 2012 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 38ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

+ Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

+ Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br + Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Boletim de Conjuntura Imobiliária 27ª Edição Comercial - de 2012 Econsult

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Banco Central descarta bolha imobiliária no país. 44ª Edição Comercial Fevereiro de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Banco Central descarta bolha imobiliária no país. 44ª Edição Comercial Fevereiro de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 44ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 11ª Edição Comercial - Maio de 2011. Custo do metro quadrado na construção no DF em maio foi de R$873,43

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 11ª Edição Comercial - Maio de 2011. Custo do metro quadrado na construção no DF em maio foi de R$873,43 Boletim de Conjuntura Imobiliária 11ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Novembro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Novembro de 2010 O Censo Demográfico 2010 e o mercado do DF Boletim de Conjuntura Imobiliária Alguns resultados do último recenseamento feito pelo IBGE foram divulgados. Os dados mostram que o Distrito Federal registrou

Leia mais

Versão Comercial Agosto de 2010. Publicado em Outubro de 2010

Versão Comercial Agosto de 2010. Publicado em Outubro de 2010 Versão Comercial Agosto de 2010 Publicado em Outubro de 2010 Comercialização No mês de agosto foram analisados 12.951 imóveis destinados à comercialização. A participação de imóveis residenciais foi de

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária Versão Comercial

Boletim de Conjuntura Imobiliária Versão Comercial Boletim de Conjuntura Imobiliária Versão Comercial Julho de 2010 Brasília, agosto de 2010 Oferta de Imóveis 1. Comercialização A seguir, gráficos comparativos que ilustram as diferenças na participação

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária

Boletim da Conjuntura Imobiliária MAIO DE 2015 Boletim da Conjuntura Imobiliária Brasília, junho de 2015 1 Boletim da Conjuntura Imobiliária Junho de 2015 2 Boletim da Conjuntura Imobiliária Maio de 2015 Descrição Capa: BRB - BANCO DE

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especulação leva à queda de preço nos lançamentos de imóveis em Brasília

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especulação leva à queda de preço nos lançamentos de imóveis em Brasília + Boletim de Conjuntura Imobiliária 41ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Junho de 2012

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Junho de 2012 Boletim de Conjuntura Imobiliária Junho de 2012 Brasília, julho de 2012 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor... 6 1.1.2.

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vigência do aumento do IR sobre ganhos de capital. 70ª Edição Comercial Abril de 2016

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vigência do aumento do IR sobre ganhos de capital. 70ª Edição Comercial Abril de 2016 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 70ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Dezembro de 2013

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Dezembro de 2013 Boletim da Conjuntura Imobiliária Dezembro de 2013 Brasília, Janeiro de 2014 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor...

Leia mais

www.cristianepoleto.com.br Quanto Custa Alugar e Comprar no DF Pesquisa mapeia os preços de aluguel e vendas de imóveis usados

www.cristianepoleto.com.br Quanto Custa Alugar e Comprar no DF Pesquisa mapeia os preços de aluguel e vendas de imóveis usados www.cristianepoleto.com.br Quanto Custa Alugar e Comprar no DF Pesquisa mapeia os preços de aluguel e vendas de imóveis usados Aluguel de Imóvel Usado em Brasília Brasília Participação Preço Mínimo Preço

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Agosto de 2013

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Agosto de 2013 Boletim de Conjuntura Imobiliária Agosto de 2013 Brasília, Setembro de 2013 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 5 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor... 6

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Caixa descarta aumento de juros para financiar casa própria. 71ª Edição Comercial Maio de 2016

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Caixa descarta aumento de juros para financiar casa própria. 71ª Edição Comercial Maio de 2016 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 71ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Fevereiro de 2013

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Fevereiro de 2013 Boletim de Conjuntura Imobiliária Fevereiro de 2013 Brasília, março de 2013 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor... 6

Leia mais

Projeto altera legislação sobre outorga onerosa.

Projeto altera legislação sobre outorga onerosa. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 65ª Edição Comercial Novembro de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

Nova linha de crédito para compra da casa própria

Nova linha de crédito para compra da casa própria + Boletim de Conjuntura Imobiliária 67ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Secovi/DF lança estudo sobre perfil de serviços imobiliários

Secovi/DF lança estudo sobre perfil de serviços imobiliários + Boletim de Conjuntura Imobiliária 57ª Edição Comercial Março de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

Comprar ou alugar imóveis?

Comprar ou alugar imóveis? + Boletim de Conjuntura Imobiliária 66ª Edição Comercial Dezembro de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Crédito imobiliário: consórcio pode ser utilizado para compra, construção e reforma.

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Crédito imobiliário: consórcio pode ser utilizado para compra, construção e reforma. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 47ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 9º Salão WImóveis movimenta R$50 milhões no DF. 53ª Edição Comercial Novembro de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 9º Salão WImóveis movimenta R$50 milhões no DF. 53ª Edição Comercial Novembro de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 53ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. CEB não fecha convênio com as imobiliárias. 39ª Edição Comercial Setembro de 2013

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. CEB não fecha convênio com as imobiliárias. 39ª Edição Comercial Setembro de 2013 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 39ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Setembro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Setembro de 2010 Comercialização No mês de setembro, foram analisados 12.105 imóveis destinados à comercialização, contemplados em imóveis residenciais e comerciais. Na amostra, a participação dos imóveis residenciais

Leia mais

BoletIM do Observatório Imobiliário do DF

BoletIM do Observatório Imobiliário do DF BoletIM do Observatório Imobiliário do DF Novembro/Dezembro/2012 6 SEDHAB - SUPLAN Edição Nº 06 NOV/DEZ 2012 SUMÁRIO 1. Introdução. 2. Situação do Mercado Imobiliário segundo o índice FIPEZAP em Novembro/Dezembro

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 12ª Edição Comercial - Junho de Imóveis sobem 14,6% no primeiro semestre

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 12ª Edição Comercial - Junho de Imóveis sobem 14,6% no primeiro semestre Boletim de Conjuntura Imobiliária 12ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 14ª Edição Comercial - Agosto de 2011

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 14ª Edição Comercial - Agosto de 2011 Boletim de Conjuntura Imobiliária 14ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária IGP M Mercado de Imóvel Comercial se Destaca como Opção de Investir em 2011

Boletim de Conjuntura Imobiliária IGP M Mercado de Imóvel Comercial se Destaca como Opção de Investir em 2011 Boletim de Conjuntura Imobiliária 9ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Fim da disputa entre indígenas e construtoras no Noroeste. 51ª Edição Comercial Setembro de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Fim da disputa entre indígenas e construtoras no Noroeste. 51ª Edição Comercial Setembro de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 51ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

No Distrito Federal imóveis ainda são rentáveis.

No Distrito Federal imóveis ainda são rentáveis. Brasília, 10 de Novembro de 2012 NOTA À IMPRENSA No Distrito Federal imóveis ainda são rentáveis. Por: (*) Rafhael Carvalho Marinho O índice de preços imobiliários verifica a existência de descolamento

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Outubro de 2014

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Outubro de 2014 Boletim da Conjuntura Imobiliária Outubro de 2014 Brasília, Novembro de 2014 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor...

Leia mais

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS NOVEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Outubro de 2013

Boletim da Conjuntura Imobiliária. Outubro de 2013 Boletim da Conjuntura Imobiliária Outubro de 2013 Brasília, Novembro de 2013 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor...

Leia mais

Sciesp. Clipping 21.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 21.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 21.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 IDEST Cliente pode ter desconto em taxas na primeira compra de imóvel

Leia mais

Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano

Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano SEDHAB Secretário de Estado Geraldo Magela Secretário Adjunto Rafael Oliveira Subsecretário de Planejamento Urbano Rômulo Andrade de Oliveira

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE JANEIRO DE 214 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de janeiro de 214 no que diz respeito ao VSO

Leia mais

SINCOR-SP 2016 FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS DEZEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Julho de 2013

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Julho de 2013 Boletim de Conjuntura Imobiliária Julho de 2013 Brasília, Agosto de 2013 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1. Atividade Econômica... 6 1.1. Cenário Nacional... 6 1.1.1. Consumidor... 6 1.1.2.

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Janeiro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Julho de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

1. Atividade Econômica

1. Atividade Econômica Julho/212 O Núcleo de Pesquisa da FECAP apresenta no seu Boletim Econômico uma compilação dos principais indicadores macroeconômicos nacionais que foram publicados ao longo do mês de referência deste boletim.

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Agosto de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 Data: 10/08/2015 Participantes Efetivos: Wagner de Jesus Soares Presidente, Mariana Machado de Azevedo Economista, Rosangela Pereira

Leia mais

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA SETEMBRO /2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 1. Dimensão e características da ocupação no setor da construção civil no Brasil e na Bahia (2000 e 2010)...

Leia mais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais PESQUISA ALUGUÉIS Belo Horizonte Outubro de 2009 A Pesquisa ALUGUÉIS levanta as características determinantes dos imóveis disponíveis para alugar em Belo Horizonte a partir de uma amostra das principais

Leia mais

Boletim Econômico da Scot Consultoria

Boletim Econômico da Scot Consultoria Boletim Econômico da Scot Consultoria ano 1 edição 2 22 a 28 de abril de 2013 Destaque da semana Alta na taxa Selic O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar a taxa Selic para 7,50% ao ano,

Leia mais

As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real?

As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real? As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real? Paulo Springer de Freitas 1 No final de 2007, o saldo da balança comercial começou a apresentar uma trajetória declinante,

Leia mais

Taxa básica de juros e a poupança

Taxa básica de juros e a poupança UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, SECRETARIADO E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Análise de Investimentos Prof. Isidro LEITURA COMPLEMENTAR # 2 Taxa

Leia mais

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09%

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09% Balanço 2010 - CRECISP Aluguel/Venda residencial Imóveis usados Cidade de São Paulo Aluguel residencial aumenta até 146,43% Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de

Leia mais

Pesquisa Ademi-Rio. A tabela abaixo mostra as unidades lançadas na cidade do Rio de Janeiro quanto à finalidade: residencial, comercial e hotel.

Pesquisa Ademi-Rio. A tabela abaixo mostra as unidades lançadas na cidade do Rio de Janeiro quanto à finalidade: residencial, comercial e hotel. Mercado Imobiliário da Cidade Rio de Janeiro no 1º trimestre de 2016 I - UNIDADES LANÇADAS Pesquisa Ademi-Rio A análise dos dados apurados pela Pesquisa ADEMI do Mercado Imobiliário no primeiro trimestre

Leia mais

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem.

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem. ANOTE Informativo Eletrônico do DIEESE Ano 4, N.º. 38 Maio de 2.003 1 CONJUNTURA Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história Calculada diariamente desde março de 1990, ou seja, a mais

Leia mais

CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FII (CXRI11) Informativo Mensal Janeiro/2015

CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FII (CXRI11) Informativo Mensal Janeiro/2015 Objetivo e Política do Fundo O fundo CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII tem como objetivo proporcionar retorno aos seus cotistas por meio de uma carteira diversificada de

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Julho de RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) PGA PB TOTAL CC FI DI/RF FI IRFM1 FI IMAB5 SUBTOTAL CC FI DI/RF FI IRFM1 FI

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em mar/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,06 trilhões em mar/15, após alta de 1,2% no mês

Leia mais

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário Prezado(a) investidor(a), É com satisfação que apresentamos o relatório do administrador do referente ao período de Janeiro e Junho de 2013. 1. Constituição, Objetivos e Início das Operações O foi constituído

Leia mais

MOEDA E CRÉDITO. Estêvão Kopschitz Xavier Bastos 1

MOEDA E CRÉDITO. Estêvão Kopschitz Xavier Bastos 1 MOEDA E CRÉDITO Estêvão Kopschitz Xavier Bastos 1 SUMÁRIO Em sua reunião de 20 de janeiro último, o Copom manteve a meta para a Selic estável em 14,25%. A decisão parece ter surpreendido o mercado, como

Leia mais

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2010 Salário-de-contribuição (R$) INSS até 1.040,22 8,00% de 1.040,23 até 1.733,70 9,00% de 1.733,71 até 3.467,40

Leia mais

INDICADORES DA QUALIDADE EM PROJETO. ESTUDO DE CASO DE EDIFÍCIOS HABITACIONAIS EM BRASÍLIA, DF

INDICADORES DA QUALIDADE EM PROJETO. ESTUDO DE CASO DE EDIFÍCIOS HABITACIONAIS EM BRASÍLIA, DF INDICADORES DA QUALIDADE EM PROJETO. ESTUDO DE CASO DE EDIFÍCIOS HABITACIONAIS EM BRASÍLIA, DF Cristiano ESTEFANI Eng. Mestrando em Estruturas e Construção Civil da Universidade de Brasília. Campus Universitário

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Setembro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Setembro de 2010 Boletim de Conjuntura Imobiliária Setembro de 2010 Brasília, outubro de 2010 Sumário Ressalvas Técnicas... 4 Introdução... 5 1.2 Distrito Federal... 10 1.2.1 Utilização da Capacidade Instalada (UCI) e

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Novembro de 2009 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 25º Edição - Abril de 2014 SUMÁRIO Conjuntura - Saúde Suplementar Apresentação 3 Seção Especial 5 Nível de Atividade 8 Emprego 9 Emprego direto em planos de saúde 10 Renda

Leia mais

FGTS poderá financiar imóveis de até R$ 300 mil

FGTS poderá financiar imóveis de até R$ 300 mil FGTS poderá financiar imóveis de até R$ 300 mil Atualmente, o limite é de R$ 190 mil para propriedades nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Página 3 JORNAL QUE

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Dezembro de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Dezembro de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Dezembro de 2015 Indústria espera que as exportações cresçam no primeiro semestre de 2016 A Sondagem industrial, realizada junto a 154 indústrias catarinenses no mês de dezembro, mostrou

Leia mais

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

EXPEDIENTE INSTITUTO FECOMÉRCIO/DF

EXPEDIENTE INSTITUTO FECOMÉRCIO/DF EXPEDIENTE INSTITUTO FECOMÉRCIO/DF Presidente Adelmir Araújo Santana Diretor Financeiro Paolo Orlando Piacesi Diretora Executiva Elizabet Garcia Campos Equipe de Pesquisa: Analista de Mercado e Consultora

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação O que é Inflação? Inflação É a elevação generalizada dos preços de uma economia O que é deflação? E a baixa predominante de preços de bens

Leia mais

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados Preço médio de locação teve queda nominal de 3,34% em 2015 No mesmo período a inflação foi de 10,67%. Dessa maneira o preço médio de locação caiu 12,66% em termos reais no ano passado O Índice FipeZap

Leia mais

16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS

16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 1 INTRODUÇÃO EDIÇÃO 2013 A Comissão da Indústria Imobiliária (CII/SINDUSCON-RS) vem desenvolvendo desde 1998, através do Departamento de Economia

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3. 347. Art. 2º (Revogado) (Revogado pela Resolução nº 3.706, de 27/3/2009.)

RESOLUÇÃO N 3. 347. Art. 2º (Revogado) (Revogado pela Resolução nº 3.706, de 27/3/2009.) RESOLUÇÃO N 3. 347 Dispõe sobre o direcionamento dos recursos captados em depósitos de poupança pelas entidades integrantes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O BANCO CENTRAL DO BRASIL,

Leia mais

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro O mercado imobiliário no Rio de Janeiro Índice 1- Potencial do Setor Imobiliário População Demanda Financiamento e taxa de juros 2- Mercado do Rio de Janeiro Evolução do Setor Grandes Investimentos Programa

Leia mais

ECONOMIA. Setor fecha 1º bimestre com crescimento de 3,67% Associação Brasileira de Supermercados

ECONOMIA. Setor fecha 1º bimestre com crescimento de 3,67% Associação Brasileira de Supermercados Associação Brasileira de Supermercados Nº38 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 26 de Março de 2014 Setor fecha 1º bimestre com crescimento de 3,67% Evolução do Índice de

Leia mais

RELATÓRIO 2º TRIMESTRE

RELATÓRIO 2º TRIMESTRE RELATÓRIO 2º TRIMESTRE FPMSMS FUNDO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO MATEUS DO SUL 2º TRIMESTRE 2014 ÍNDICE CENÁRIO MACROECONÔMICO ------------------------------------------------------------------ 4

Leia mais

ANEXO II RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA DE 2015

ANEXO II RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA DE 2015 ANEXO II RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA DE 2015 I - Critérios utilizados para a discriminação, na programação de trabalho, do código identificador de resultado primário

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 12/2013

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 12/2013 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 12/2013 Data: 25/07/2013. Participantes Efetivos: Edna Raquel Rodrigues Santos Hogemann Presidente, Valcinea Correia da Silva Assessora Especial,

Leia mais

Análise das Tarifas e Progressividade da conta de água em 13 Estados brasileiros

Análise das Tarifas e Progressividade da conta de água em 13 Estados brasileiros Análise das Tarifas e Progressividade da conta de água em 13 Estados brasileiros Análise das Tarifas de Água OBJETIVO: O objetivo desse trabalho é comparar e analisar as tarifas de água cobradas em diversos

Leia mais

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 Introdução Guilherme R. S. Souza e Silva * Lucas Lautert Dezordi ** Este artigo pretende

Leia mais

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 Entendendo o CUB/AL O CUB/AL é apurado por pesquisa direta de preços entre as Construtoras e lojas de materiais de construção que atuam no Estado de Alagoas. Os itens que compõem

Leia mais

XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS

XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 1 INTRODUÇÃO EDIÇÃO 2009 A Comissão da Indústria Imobiliária CII do SINDUSCON-RS -, vem desenvolvendo - através do Depto. de Economia e Estatística

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Junho de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Junho de 2010 Boletim de Conjuntura Imobiliária Junho de 2010 Brasília, julho de 2010 Sumário Ressalvas Técnicas... 3 1. Atividade Econômica... 4 1.1 Cenário Nacional... 4 1.1.1 Índice de Confiança do Consumidor (ICC):...

Leia mais

MARÇO DE 2016 RELATÓRIO MENSAL DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS

MARÇO DE 2016 RELATÓRIO MENSAL DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO MENSAL DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS MARÇO DE 2016 O IFIX registrou alta de 2,95% em fevereiro/16, passando a acumular perdas de 3,41% no ano e de 0,58% em 12 meses. Tais desempenhos, mensal e em 2016,

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS - MAIO As taxas de juros das operações de crédito ficaram estáveis em maio/2013. Vale destacar que em maio o Banco Central voltou a elevar

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Março 2015

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Março 2015 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Março 2015 Perspectivas para o Mercado Residencial. Conjuntura Econômica sem Sinais de Melhora e Estoques em Alta Acendem Sinal de Alerta

Leia mais

Construção e Comercialização

Construção e Comercialização 1 Construção e Comercialização Esta pesquisa fornece informações sobre o mercado de imóveis novos - construídos para vender. São apurados, mensalmente, os preços de oferta para venda à vista, a quantidade

Leia mais