GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA MECÂNICA: ENERGIAS RENOVÁVEIS E TECNOLOGIA NÃO POLUENTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA MECÂNICA: ENERGIAS RENOVÁVEIS E TECNOLOGIA NÃO POLUENTE"

Transcrição

1 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM

2 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de. Credenciada cm universidade na década de 90, inauguru seu segund câmpus, lcalizad na regiã da Mca, para ferta cncentrada de curss na área da Saúde. Nas duas primeiras décadas d nv milêni, a Universidade cntinuu sua trajetória de expansã cm lançament de nvs câmpus Mrumbi, Vale d Anhangabaú, Paulista 1 e Paulista 2 e pls de educaçã a distância em diversas regiões. A lng de sua história, a Anhembi Mrumbi trnu-se recnhecida pela ferta de curss inédits cm: Gastrnmia, Aviaçã Civil, Design Digital, Quirpraxia, entre utrs. Em 2005, trna-se uma universidade internacinalizada a integrar a Rede Internacinal de Universidades Laureate, dinamizand ainda mais binômi criatividade e invaçã que sempre esteve presente na Anhembi Mrumbi. Cm a internacinalizaçã, passu a ferecer as estudantes a prtunidade de frmaçã e atuaçã mundial pr mei de prgramas exclusivs de intercâmbi para cmplement de suas matrizes curriculares, múltipla diplmaçã, estági internacinal, entre utrs. Situada em Sã Paul, a Anhembi Mrumbi cnta, atualmente, cm mais de 31 mil estudantes em Curss Superires de Tecnlgia, de Graduaçã, Pós-graduaçã Lat Sensu, nas mdalidades presencial e a distância, além de Pós-graduaçã Strict Sensu e curss de Extensã. A Universidade tem cm missã Prver educaçã de alta qualidade, frmand líderes e prfissinais capazes de respnder às demandas d mund glbalizad e cntribuir para prgress scial cm espírit empreendedr e valres étics. Sua visã é: Cnslidar a psiçã de liderança n Ensin Superir em tdas as áreas de cnheciment em que atua, frmand mair númer de prfissinais diferenciads, pr mei da excelência acadêmica, invaçã e internacinalidade. Nsss valres mdelam nssas ações, ptencializand ainda mais resultads sempre vltads à educaçã e à excelência acadêmica, assegurand a perenidade de nssa Instituiçã, que valriza Respeit à Diversidade, Trabalh em Equipe, a Invaçã, Fc em Resultad, a Respnsabilidade Crprativa, Cmprmiss Scial, a Ética, Transparência e a Paixã. ESCOLA DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA O principal element mtivadr para a frmaçã da Escla de Engenharia e Tecnlgia fi a cnstataçã da necessidade de um melhr planejament d prcess ensin-aprendizagem, bjetivand a qualidade d prfissinal e d cidadã que se pretende frmar. A elabraçã e cnstruçã d prjet de uma nva Escla - enquant prpsta de trabalh cletivamente assumida - pde cntribuir para que s curss envlvids atinjam seus bjetivs, sintetizads na frmaçã de prfissinais cmpetentes, criativs, cm visã crítica, bem cm de cidadãs cientes de suas respnsabilidades para cm a sciedade. Cmpõem a Escla s seguintes curss de graduaçã: Bacharelad em Engenharia (habilitações Civil, Prduçã, Elétrica, Mecânica, Ambiental e Cmputaçã), Sistemas de Infrmaçã, Ciência da Cmputaçã e Aviaçã Civil; Curss de graduaçã tecnlógica em Gestã Ambiental, Análise e Desenvlviment de Sistemas, Gestã de Tecnlgia da Infrmaçã e Redes de Cmputadres. 2

3 O Prjet da Escla de Engenharia e Tecnlgia - bem acmpanhad em sua execuçã e peridicamente revist e aperfeiçad - certamente cnstitui-se em valis instrument indutr da melhria da qualidade e da busca da excelência n ensin de graduaçã. Váris fatres, interns e externs, cntribuíram para a implantaçã d Prjet da Escla; tds, de algum md, vinculam-se à cnvicçã de que planejament e avaliaçã cnstituem-se ações indispensáveis à eficiência e eficácia das atividades de frmaçã integral d prfissinal de Engenharia, Tecnlgia da Infrmaçã e áreas afins, que se pretende entregar à sciedade e a mercad de trabalh. Um element impulsinadr decisiv, assciad a fatres interns, fi a necessidade de reestruturaçã curricular ds curss, de md a melhr atender às demandas d mercad e permitir mair flexibilidade curricular. Um prjet cnjunt de trabalh, visand a engajament ds segments dcente, discente e técnic-administrativ, à eficiência d prcess e à qualidade da frmaçã plena d alun em terms científic-culturais, prfissinais e de cidadania, cnstitui grande diferencial ds curss pertencentes a esta Escla. SOBRE O CURSO Os principais diferenciais d curs de Engenharia Mecânica sã: Estud de prblemas reais da engenharia. Os estudantes d sétim e itav semestre participam d Prjet Sistemas Prdutivs Sustentáveis realizad em usinas que separam resídus recicláveis. Eles estudam s prblemas da Cperativa, discutem pssíveis sluções cm s cperads e prjetam uma sluçã (equipament, manuais, etc...) cuj bjetiv é aumentar a prdutividade e melhrar ambiente de trabalh; Prjets cm equipes multidisciplinares. Os estudantes participam d prjet Aerdesign da SAE, cmpetiçã recnhecida na área da engenharia que estimula a invaçã n prjet de uma aernave cargueira radi cntrlada. A cmpetiçã é anual, send necessári apresentar um relatóri d prjet e prtótip da aernave que é testad na cmpetiçã que crre durante uma semana; Aplicaçã da mderna engenharia, cm prjets e cntexts reais. Um exempl é Prjet ERRBA, veícul a gaslina de alt desempenh premiad na Maratna Universitária de Eficiência Energética. Event de enrme prestígi e visibilidade nas diversas áreas de engenharia; Matriz curricular flexível capaz de frnecer a estudante desenvlviment de cmpetências e habilidades em áreas que permeiam a frmaçã de um prfissinal cm frmaçã ética e scial; Envlviment d crp discente em atividades de engenharia mecânica desde iníci d curs, pr mei de treinament de práticas básicas em labratóris específics. OBJETIVOS DO CURSO GERAIS O curs tem cm bjetiv principal frmar prfissinais na área da Engenharia Mecânica, generalistas em sua frmaçã básica, mas cm cnheciments técnic-científics que capacitem a absrver e desenvlver nvas tecnlgias. Fc é dad n desenvlviment de aptidões para atuar de frma cntextualizada, crítica e criativa, na identificaçã e resluçã de prblemas, cnsiderand seus aspects plítics, ecnômics, sciais, ambientais, étics e culturais. 3

4 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM ESPECÍFICOS Prprcinar uma cnsistente frmaçã acadêmica e prfissinal que garanta dmíni de um cnjunt de fundaments científics, teórics e prátics, capacitand assim prfissinal para a prática da Engenharia Mecânica. Estimular uma pstura investigativa, gerand prduçã de cnheciments para tratament das questões assciadas às áreas da Engenharia Mecânica. Pssibilitar a percepçã das demandas, cnslidadas e emergentes, clcadas cm desafis para a Engenharia Mecânica. Diante ds bstáculs impsts pel mercad prfissinal, manter uma pstura de aut aprimrament cntínu para inevitável enfrentament étic cmpetitiv. Prpiciar as egresss recnheciment d cnstante caráter evlutiv d cntext da Engenharia Mecânica, a partir de uma capacitaçã científica e tecnlógica que pssibilite a cnstruçã e a identificaçã de seus bjets de açã. Apreender as estratégias e técnicas de peracinalizaçã d fazer prfissinal, articuladas as referenciais teóric-prátics. Garantir uma atualizaçã curricular permanente, deslcand s cnteúds mens estáveis e mais sujeits à desatualizaçã tecnlógica para elenc de disciplinas cmplementares que integram s perfis de frmaçã específica. Aumentar númer de atividades interdisciplinares e multidisciplinares que pssibilitem mair integraçã entre assunts tratads n mesm semestre e n decrrer d curs. Impulsinar desenvlviment tecnlógic da Engenharia sb cnceit de sustentabilidade ambiental. Prestar serviçs que atendam s anseis da sciedade e estabelecer cm esta uma relaçã de reciprcidade. Estimular a sintnia cm várias instituições d grup que atuam frtemente nesta área de cnheciment, viabilizand imprtantes parcerias e fmentand intercâmbi acadêmic internacinal de aluns e dcentes. PÚBLICO-ALVO O perfil ds aluns de Engenharia Mecânica é frmad pr estudantes que pssuem facilidade cm as disciplinas da área de Ciências Exata, cm aptidões em criar e cnstruir nv e interesse em se desenvlver na área de Engenharia Mecânica. Sã jvens precupads cm a qualidade de ensin, mercad de trabalh futur, mei ambiente e cm frte inserçã nas mídias sciais. 4

5 MATRIZ CURRICULAR (GRADE 2013) Atividades de Engenharia Ciências Ambientais Cmunicaçã e Expressã Desenh Técnic Fundaments de Física Infrmática Aplicada Matemática 360 Cálcul Diferencial Expressã Gráfica de Prjets Física Geral Metdlgia: Ciência e Nrmas Técnicas Práticas Industriais 0 Antrplgia e Cultura Brasileira Cálcul Integral Engenharia d Trabalh Física Aplicada à Engenharia Lógica de Prgramaçã Química Aplicada à Engenharia Elements de Máquinas Empreendedrism e Sustentabilidade Estatística Inferencial 6 Máquinas Hidráulicas 7 8 Sistemas Mecatrônics Termdinâmica Elements de Mecanisms Manufatura Assistida pr Cmputadr Prcesss de Transfrmaçã Mecânica Prjet Integrad I Transmissã de Calr Gestã da Prduçã e Operações Máquinas de Transprtes Mecânica Vibratória Prjet de Mecanisms Prjet Integrad II Refrigeraçã e Ar Cndicinad Optativa I Álgebra Linear e Vetres Equações Diferenciais 9 Prjet de Fábrica Prjet Integrad de Curs I Sistema Hidrpneumátics 4 Mecânica Geral Métds Numérics Tecnlgias Veiculares Prpriedades ds Materiais Resistência ds Materiais Desenvlviment Human e Scial Fenômens de Transprte Prbabilidade e Estatística Resistência ds Materiais Aplicada Tecnlgia Mecânica Engenharia d Prdut Gestã da Manutençã Optativa II Prjet Integrad de Curs II Qualidade Industrial 4 Atividades Cmplementares 2 0 Estági Curricular 160 CARGA HORÁRIA TOTAL: 4.2 5

6 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM S 1 SEMESTRE ATIVIDADES DE ENGENHARIA h Discute papel scial ds engenheirs na sciedade brasileira e a regulamentaçã prfissinal. Discute respnsabilidades e atribuições ds engenheirs pautadas na visã d mercad de trabalh e nvs camps de atuaçã. Abrda a Engenharia e as técnicas de criaçã e invaçã, além de tópics e cass especiais das grandes áreas da engenharia nacinal. CIÊNCIAS AMBIENTAIS h Estuda a bisfera e seu equilíbri, analisand s efeits das ações antrópicas sbre equilíbri eclógic, verificand cm é pssível prspectar desenvlviment tecnlógic cm base na sustentabilidade ds recurss naturais e d mei ambiente. Discute tecnlgias aplicadas às prduções industriais e às cnstruções civis, e abrda s prblemas ambientais decrrentes da cupaçã urbana. COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO h A disciplina abrda aspects relacinads à rganizaçã de texts prduzids em diferentes linguagens. Frnece subsídis teórics e prátics para a prduçã de texts cerentes, cmpreensã da intertextualidade, tips de text e gêners de discurs, relacinand-s a seus cntexts de prduçã e recepçã. DESENHO TÉCNICO h Explra a leitura, cmpreensã e execuçã de desenhs técnics e de engenharia, elements imprtantes para a visualizaçã espacial. Oferece cnheciments prátics sbre métd de cncepçã e as nrmas que regem a elabraçã, em escala, de desenhs técnics. Intrduz ferramentas básicas para elabraçã de desenhs de prjets de engenharia. FUNDAMENTOS DE FÍSICA h Nesta disciplina sã explradas e retmadas as bases da Física newtniana clássica, essenciais para aprimrament d pensar físic, tant teóric, abstrat cm aplicad. Os cnceits e a mdelagem matemática ds sistemas físics sã cnstruíds sbre aplicações nas mais diversas áreas da engenharia e das tecnlgias, prprcinand uma bservaçã assertiva da natureza. INFORMÁTICA APLICADA h Abrda us analític-estratégic das planilhas eletrônicas tratand, sbretud, ds aspects cnceituais que envlvem us de tais aplicativs. A disciplina inicia cm uma intrduçã à história da cmputaçã, evluçã das planilhas eletrônicas e sua utilidade. Na sequência, sã apresentads s recurss deste tip de sftware: representaçã de infrmações, fórmulas, funções, gráfics e ferramentas de análise de dads, aplicads à sluçã de prblemas. MATEMÁTICA h Sã trabalhads nesta disciplina cnceits fundamentais da matemática e da lógica matemática, frtalecend cnheciment prévi d estudante, aprimrand pensar lógic-abstrat e levand- à reflexã sbre a cnceituaçã, frmulaçã e aplicaçã d ferramental desenvlvid. O ferramental adquirid cnstituirá a base para a cnstruçã de nvs cnceits tant em engenharia quant em tecnlgia. S 2 SEMESTRE CÁLCULO DIFERENCIAL h Nesta disciplina sã intrduzids nvs cnceits e frmalisms matemátics essenciais a desenvlviment d pensament analític-abstrat, além da manipulaçã e aplicaçã de limites e derivadas na cmpreensã detalhada de fenômens recrrentes ns sistemas físics, químics, cmputacinais e das engenharias. A explraçã dessa abrdagem da matemática é fundamental na frmaçã d estudante. 6

7 EXPRESSÃO GRÁFICA DE PROJETOS h Sã abrdads cmands e recurss de sftwares específics de desenh técnic. Sã realizadas interpretações de prjets de engenharia pr cmputadr e incentivad us de sftware para elabraçã de prjets gráfics cnstituíds pr vistas (plantas), crtes (seções) e detalhes de cnstruções de peças, redes de circuits elétrics, prjets hidráulics, bras e layuts, cm recurss de impressã. FÍSICA GERAL h Discute cnceits fundamentais para cmpreensã ds fenômens que cmpõem a Mecânica ds Fluids e ds fenômens relacinads à Óptica Gemétrica, cm abrdagem teórica e ensais em labratóri. O detalhament desses cnceits e a resluçã de prblemas representam a base necessária para aprendizad de disciplinas aplicadas ns diverss rams da engenharia. METODOLOGIA - CIÊNCIAS E NORMAS TÉCNICAS h A disciplina enfca a imprtância e relevância d cnheciment científic e de sua prduçã; intrduz s métds e as técnicas de pesquisa, abrangend s aspects peracinais para a elabraçã de trabalhs científics cujas práticas sã exigidas em nível universitári. PRÁTICAS INDUSTRIAIS h Abrda s fundaments ds mecanisms de frmaçã d cavac, as frças e ptências de usinagem, a vida útil das ferramentas de usinagem, bem cm s diferentes materiais empregads na cnfecçã destas ferramentas. Discute s prcesss de lubrificaçã e refrigeraçã que cntribuem para as cndições ecnômicas de usinagem e de máxima prduçã. S 3 SEMESTRE ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA h A disciplina intrduz, desdbra e aprfunda s cnceits que cmpõem as áreas específicas das ciências sciais, enfatizand a antrplgia scial. Discute as sciedades cntemprâneas, em especial, suas relações sciais, plíticas, ecnômicas e culturais. Abrda a diversidade cultural brasileira, suas manifestações e prduçã material. CÁLCULO INTEGRAL h Abrda s cnceits fundamentais de cálcul integral para a sluçã e interpretaçã de prblemas envlvend variáveis na sluçã de prblemas de engenharia. Os cnceits sã aplicads em situações reais que crrem na elabraçã de sftwares, de prjets e na prduçã industrial, seja da cnstruçã civil, mecânica u elétrica. ENGENHARIA DO TRABALHO h Abrda a imprtância ds estuds de temps e métds, e de mviments nas perações de engenharia industrial. Evidencia questões de balanceament das perações, rganizaçã ds psts de trabalh e d arranj físic para melhria da prdutividade. Apresenta-se s princípis e cnceits fundamentais de higiene e segurança n trabalh, riscs ambientais e medicina d trabalh. FÍSICA APLICADA À ENGENHARIA h Trata cnceits e fundaments de temperatura, teria cinética ds gases ideais, termdinâmica, eletrstática, eletricidade e eletrmagnetism, apiads em ensais labratriais. Cnstituem cnceits imprtantes e prévis na cmpreensã ds fenômens discutids em disciplinas aplicadas, tais cm geraçã de energia elétrica, elabraçã de estruturas mecânicas e civis. 7

8 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO h A disciplina apresenta s cnceits fundamentais da lógica aplicada à prgramaçã de cmputadres, vltads à resluçã de prblemas pr mei de métds e técnicas cmputacinais. A descriçã da sluçã d prblema é feita pr uma sequência finita de instruções delimitadas pela análise d prblema, dentr d cntext da engenharia. QUÍMICA APLICADA À ENGENHARIA h Abrda cnceits fundamentais da química geral aplicads as mecanisms de transfrmações e perações envlvidas na demanda de prduçã de bens e serviçs. Discute cnceits básics de fenômens relacinads a mei ambiente: pluiçã, tratament de pluentes, limites permissíveis; e as materiais empregads nas engenharias: patlgias, durabilidade, especificações e prduçã de nvs materiais. S 4 SEMESTRE ÁLGEBRA LINEAR E VETORES h Esta disciplina abrda s cnceits elementares de sistemas de equações lineares e suas técnicas de sluçã, intrduzind ainda ideias fundamentais de vetres, espaç vetrial, pnt, reta e plan, suas relações, prpriedades e perações matemáticas para auxiliar na resluçã de prblemas. EQUAÇÕES DIFERENCIAIS h Nesta disciplina sã abrdads s cnceits e as técnicas de mdelagem de prblemas da engenharia pr Equações Diferenciais, pr mei das práticas que envlvam métds clássics de sluçã, sejam eles analítics u numérics, entre eles a abrdagem cmputacinal e a utilizaçã adequada de prgramas cmputacinais. MECÂNICA GERAL h Trata ds cnceits teórics e fundamentais de centr de gravidade, mment de inércia, equilíbri estátic e mviment rígid plan. Tais cnceits cnstituem subsídi imprtante na prduçã de equipaments mecânics. Tais cnceits cnstituem subsídis para análise e interpretaçã de equilíbri estátic de estruturas, equipaments e sistemas diverss. MÉTODOS NUMÉRICOS h A disciplina trata ds mdels matemátics cuja finalidade é reslver prblemas reais sejam eles físics, químics u ecnômics, dentre utrs. A mdelagem é realizada utilizand cmputadr cm uma ferramenta de engenharia, pssibilitand a futur engenheir slucinar prblemas, em sua área, de frma prática e lógica. PROPRIEDADES DOS MATERIAIS h Abrda cnceits teórics de diverss materiais (aç, cncret, madeira, cerâmica, rcha etc.) relacinads às prpriedades tecnlógicas específicas, us na cnstruçã civil e na indústria, em prcesss de beneficiament industrial, bem cm s impacts a mei ambiente. Abrda, ainda, s ensais para caracterizaçã tecnlógica ds materiais. RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS h A disciplina trata das prpriedades mecânicas ds materiais, d cálcul de vigas isstáticas cm a btençã ds esfrçs interns slicitantes, da determinaçã de tensões nrmais devid às ações axiais e de flexã simples e da determinaçã das tensões de cisalhament devid à açã da frça crtante, assunts que subsidiam prjets e análises d cmprtament de estruturas. 8

9 S 5 SEMESTRE DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL h Explra de que maneira se desenvlve psiquism a partir da inserçã d indivídu n ambiente psicsscial, identificand as manifestações d incnsciente n cmprtament d sujeit. Abrda fenômen da percepçã e sua relaçã cm desenvlviment de aptidões mentais. Dedica-se também à psiclgia rganizacinal e a impact da cmunicaçã, mtivaçã e liderança nas relações de trabalh. FENÔMENOS DE TRANSPORTE h Abrda s fundaments ds fenômens de transprte de calr, de massa e de quantidade de mviment, essenciais em prcesss de engenharia. Enfque é dad as tópics básics da mecânica ds fluids, apiads na realizaçã de experiments prátics cm a identificaçã de fenômens físics que crrem a lng d prcess. PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA h Sã estudads s cnceits básics de prbabilidade e estatística pr mei de prcesss matemátics pertinentes a entendiment de fenômens estudads e, sbretud, pela cnstruçã e cmpreensã das ptencialidades e limites d desenvlviment analític da bservaçã da natureza, que gera cnclusões relevantes e agrega nvs saberes sbre bjet de um estud u experiment. RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS APLICADA h Analisa a estabilidade ds elements estruturais, discutind métds de cálcul das tensões de cisalhament pr esfrç crtante e trçã, da cmpsiçã de tensões nrmais e tangenciais n estad plan de tensões e da determinaçã da equaçã da linha elástica de vigas isstáticas. Sã explrads ferramentais cmputacinais de elabraçã de prjets estruturais. TECNOLOGIA MECÂNICA h Abrda s principais prcesss de fabricaçã de natureza mecânica cm e sem retirada de aparas além ds prcesss de uniã entre peças. Estuda cntrle dimensinal de peças mecânicas, abrdand s principais cnceits de nrmalizaçã e qualidade envlvids n desenvlviment de tlerâncias e ajustes. Mstra s principais aspects relacinads as instruments de mediçã. S 6 SEMESTRE ELEMENTOS DE MÁQUINAS h Trata da representaçã ds elements de máquinas pr mei de desenh técnic e cm auxíli de prgramas de desenh assistid pr cmputadr. Explra us de mdelagens tridimensinais verificand a mvimentaçã e interferência entre as peças de um cnjunt mecânic. Discute leitura, interpretaçã e execuçã de desenhs mecânics cm sluções técnicas viáveis e ecnmicamente cmpetitivas. EMPREENDEDORISMO E SUSTENTABILIDADE h Abrda empreendedrism e papel d empreendedr, suas habilidades e características. Sã abrdads s aspects estratégics, gerenciais e peracinais que subsidiam a elabraçã d plan de negócis necessári à viabilidade de um empreendiment. Destaque é dad a desenvlviment sustentável, empreendedrism étic e cnsum respnsável. ESTATÍSTICA INFERENCIAL h Abrda a aplicaçã da estatística em situações reais na engenharia, tais cm us de métds estatístics para planejar e desenvlver nvs prduts u sistemas de fabricaçã e suas timizações, pr mei da cnstruçã e cmpreensã das ptencialidades e limites d desenvlviment analític. 9

10 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM MÁQUINAS HIDRÁULICAS h A disciplina caracteriza e dimensina máquinas hidráulicas destinadas à cnversã da energia ptencial de um fluíd em trabalh mecânic (turbinas) e aquelas que se destinam à cnversã da energia mecânica em energia de pressã (bmbas). Apresenta as técnicas de análise dimensinal n prjet de máquinas e s cuidads na instalaçã e peraçã de máquinas hidráulicas. SISTEMAS MECATRÔNICOS h A disciplina trata de cnjunts mecatrônics abrdand a metdlgia de prjet d prdut e us de mdels tridimensinais e prttipagem rápida. Sã apresentads s principais cmpnentes de circuits eletrônics, sensres, e sua aplicaçã em circuits eletrônics básics. Sã abrdads ainda, s cnceits básics de micrcntrladres. TERMODINÂMICA h A disciplina trata ds cnceits fundamentais da termdinâmica embasads ns cnceits de calr e trabalh e das prpriedades das substâncias puras. Abrda s cnceits da primeira lei da termdinâmica aplicada a vlumes de cntrle e da segunda lei da termdinâmica e entrpia. S 7 SEMESTRE ELEMENTOS DE MECANISMOS h Trata da seleçã, dimensinament e aplicaçã ds principais elements que cmpõem s cnjunts de acinaments mecânics. Dimensina s principais acplaments e elements de transmissã de mviment. Apresenta critéris aplicáveis à timizaçã dimensinal e de rendiment ns cnjunts mecânics. Vale-se de ferramentas cmputacinais diversas n auxíli a execuçã das tarefas. MANUFATURA ASSISTIDA POR COMPUTADOR h Nesta disciplina sã desenvlvids s cnceits de rbótica industrial: classificaçã, seleçã e aplicaçã n prcess de manufatura, em sistemas integrads de manufatura SIM, e em sistemas flexíveis de manufatura FMS. Sã apresentadas as principais máquinas de usinagem CNC e seus cmpnentes. Sã desenvlvids prgramas para máquinas CNC e rbôs. PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO MECÂNICA h Estuda s fundaments da cnfrmaçã mecânica ds materiais sem geraçã de aparas. Apresenta a caracterizaçã e classificaçã ds diverss prcesss e suas aplicações cnfrme as características mecânicas e gemétricas. Abrda s principais cnceits n prjet de ferramentas de estampagem, injeçã, frjament, extrusã e trefilaçã, além ds prcesss de fundiçã. PROJETO INTEGRADO I h Primeir prjet desenvlvid a lng d semestre letiv, empregand s cnceits já adquirids n curs, cm frma de sistematizaçã e ampliaçã d cnheciment, para analise e prpsiçã de sluções tecnlógicas de prblemas reais. TRANSMISSÃO DE CALOR h A disciplina trata ds cnceits fundamentais de transferência de calr. Estudand as cndições e aplicações de mdels matemátics para aplicações de engenharia de cnduçã, cnvecçã e radiaçã. Os cnceits sã aplicads n prjet de equipaments mecânics. 10

11 S 8 SEMESTRE GESTÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES h Apresenta uma visã sistêmica d negóci e cm a manufatura pde ser parte imprtante d estad cmpetitiv d negóci sustentad ns cnceits de prgramaçã e gestã da manufatura e fundamentad n plan de vendas, prgramaçã e cntrle da prduçã, cálcul da capacidade prdutiva e sequenciament das perações, integrand planejament, as perações prdutivas e cntrle da manufatura. MÁQUINAS DE TRANSPORTES h A disciplina abrda de frma geral s diverss tips e aplicações de equipaments de mvimentaçã e transprte, mstrand também sua classificaçã cnfrme nrma. Discrre sbre s diverss subsistemas utilizads nestes tips de equipaments. MECÂNICA VIBRATÓRIA h Trata d estud ds fenômens e prcesss relacinads à dinâmica de mecanisms, sistemas e máquinas a partir das leis d mviment, identificand s princípis básics ds mviments vibratóris e s mdels para análise. Estuda s mecanisms em sistemas cmpsts cm mais de um grau de liberdade. Desenvlve métds numérics para sluçã e análise de prblemas reais. PROJETO DE MECANISMOS h A disciplina analisa de frma abrangente prcess de prjet de mecanisms. Trata d prjet de cnjunts mecânics verificand aspects cm rendiment, critéris de resistência e timizaçã, utilizand prgramas de auxíli a prjet (CAE, elements finits, entre utrs), juntamente cm métds tradicinais. PROJETO INTEGRADO II h Engenharia Mecânica: Segund prjet desenvlvid a lng d semestre letiv, empregand s cnceits já adquirids n curs, cm frma de sistematizaçã e ampliaçã d cnheciment, para analise e prpsiçã de sluções tecnlógicas de prblemas reais. REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO h Nesta disciplina sã estudads s fundaments ds sistemas de ar cndicinad e refrigeraçã, a classificaçã, identificaçã e seleçã ds principais cmpnentes e s princípis de peraçã e manutençã. Sã discutidas as melhres práticas n prjet e dimensinament de instalações de refrigeraçã e ar cndicinad para as mais diversas situações. S 9 SEMESTRE OPTATIVA I h É ferecid um rl de disciplinas as estudantes, incluind LIBRAS. PROJETO DE FÁBRICA h Abrda s principais aspects n prjet de uma instalaçã industrial cnsiderand: lcalizaçã física, planejament de flux e cartas de prcess, ergnmia e segurança. Discute timizações de layut e as resistências às mudanças. Sã trabalhads aspects metdlógics para elabraçã de um prjet a partir das necessidades de demanda, utilizaçã e balanceament ds recurss dispníveis. PROJETO INTEGRADO DE CURSO I h Orienta e desenvlve, pr mei de um prjet prátic, a metdlgia básica de pesquisas científicas e tecnlógicas. Estabelece s prcediments indispensáveis para revisã crítica da literatura d tema da pesquisa, bem cm para cmpreensã d prcess de cnheciment, visand desenvlviment tecnlógic. 11

12 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS HIDROPNEUMÁTICOS h Nesta disciplina sã trabalhads a identificaçã, dimensinament e seleçã ds principais cmpnentes pertencentes as sistemas hidráulics, eletr-hidráulics, pneumátics e eletrpneumátics. Discute a elabraçã de circuits hidráulics, eletr-hidráulics, pneumátics e eletrpneumátics, e as principais técnicas, bem cm s cuidads na instalaçã e manutençã ds sistemas. TECNOLOGIAS VEICULARES h A disciplina apresenta s principais cmpnentes de um veícul, mstrand suas características de funcinament e relacinament cm desempenh d veícul. Avalia as tecnlgias veiculares e seu impact n mei ambiente. S 10 SEMESTRE ENGENHARIA DO PRODUTO h Apresenta as diversas etapas de cncepçã de um prdut, desde a filtragem de ideias até a execuçã d prjet final, estudand uma série de ferramentas e metdlgias vinculadas tant as aspects técnics em si (planejament da qualidade e seu desdbrament, análise de valr e utras) cm as aspects gerenciais (análise d mercad e análise de viabilidade ecnômica). GESTÃO DA MANUTENÇÃO h Trata d gerenciament da manutençã ds sistemas de perações rganizacinais e sua imprtância, sb s aspects d desempenh das instalações industriais, da cnfiabilidade e da prdutividade. Abrda as relações entre atividades de manutençã e atividades de melhria, sb a ótica d gerenciament da manutençã preditiva. OPTATIVA II = h É ferecid um rl de disciplinas as estudantes, incluind LIBRAS. PROJETO INTEGRADO DE CURSO II h Cnsiste na aplicaçã ds fundaments cnceituais adquirids n curs em um prjet cuj tema é definid a partir de prblemas reais existentes, nas áreas de engenharia, infrmática e tecnlgias. O prjet é cmpst pela estruturaçã metdlógica da pesquisa de um cas real, suas etapas de cnstruçã, métds e técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa e relatóri final de pesquisa. QUALIDADE INDUSTRIAL h Aplica cnceits de prdutividade e qualidade para a melhria ds prcesss de manufatura e serviçs a partir da mdelagem d sistema de negóci em sistemas administrativs e prduçã. Aplica ferramentas da qualidade baseads n cicl PDCA cm bjetiv de alcançar ganhs de prdutividade e cmpetitividade para sistema de negóci. 12

13 SISTEMA DE AVALIAÇÃO A Universidade Anhembi Mrumbi desenvlve a avaliaçã de aprendizagem em duas etapas: N1 e N2. A N1 cnsiste em uma série de atividades desenvlvidas a lng d semestre que permitem avaliar estudante cntinuamente. A N2 cnsiste em uma prva presencial individual. A nta final d estudante (NF) é btida a partir da média entre N1 e N2. É cnsiderad aprvad estudante que atingir média igual u superir a 6,0 (seis). Ns curss e disciplinas na mdalidade a distância, a N2 crrespnde a 60% da nta final. O estudante tem direit a realizar prva de segunda chamada n cas de ter perdid a prtunidade de cumprir a prva na data estipulada, u para fins de melhria de nta. Se, eventualmente, fr reprvad estudante deverá cumprir nvamente a disciplina em regime de dependência. FREQUÊNCIA A avaliaçã d desempenh esclar, além d aprveitament, abrange também aspects de frequência. A Universidade adta cm critéri para aprvaçã a frequência mínima de 75% da carga hrária ttal da disciplina. O estudante que ultrapassar esse limite está autmaticamente reprvad na disciplina. Nas disciplinas e curss a distância, a frequência é apurada a partir da cmpletude das atividades prpstas n ambiente de aprendizagem e seguem mesm critéri para aprvaçã. 13

14 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM DIREÇÃO / COORDENAÇÃO DIREÇÃO DA ESCOLA DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA Dr. Fabian d Prad Marques Bacharel em Ciência da Cmputaçã pela Universidade de Sã Paul (1997), mestre em Ciência da Cmputaçã e Matemática Cmputacinal pela Universidade de Sã Paul (2000) e dutr em Ciência da Cmputaçã e Matemática Cmputacinal pela Universidade de Sã Paul (2004). Além de Diretr, atua também cm dcente. Tem experiência em crdenaçã de curss de graduaçã e de pós-graduaçã, gestã e avaliaçã acadêmica. Tem experiência na área de Ciência da Cmputaçã, cm ênfase em Otimizaçã Cmbinatória, atuand principalmente ns seguintes temas: prblemas de crte em bbinas de aç, prblema da mchila, timizaçã inteira e prblema de crte e empactament. COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA Prf. Carls Rbert Carneir Mestrad na área de Educaçã, Artes e História da Cultura, é frmad em Engenharia Mecânica, pós-graduad em Engenharia de Segurança d Trabalh e em Administraçã da Prduçã. O crdenadr d curs tem dedicaçã em temp integral, send 20 hras semanais dedicadas à crdenaçã de curs. O crdenadr d curs atua n magistéri superir há mais de 25 ans. Há 7 ans, exerce a funçã de gestr acadêmic e há 34 ans, atua cm prfissinal na área de engenharia. COORDENAÇÃO ADJUNTA DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA Prf. Héli Pekelman Engenheir mecânic, mestre em Engenharia de Prduçã pela Escla Plitécnica da Universidade de Sã Paul, cm mais de 20 ans de experiência em dcência em diversas áreas de Engenharia Mecânica e de Prduçã. Ele atua juntamente cm crdenadr de curs nas tarefas de gestã acadêmica. O crdenadr adjunt tem 23 ans de experiência cm dcente em ensin superir, e cm gestr acadêmic pssui um an de experiência desenvlvid cm crdenadr adjunt n curs de Engenharia Mecânica. ANHEMBI MORUMBI PARA VOCÊ Vcê, estudante, é parte integrante da cmunidade acadêmica da Anhembi Mrumbi e pde desfrutar de tda infraestrutura que a Universidade ferece. Sã seis câmpus cm instalações mdernas, labratóris de última geraçã, biblitecas cm acerv abundante, além de academias de ginástica. CÂMPUS Centr Rua Dr. Almeida Lima, Mca Paulista 1 Av. Paulista, Bela Vista Paulista 2 Rua Treze de Mai, Bela Vista Mrumbi Av. Rque Petrni Jr., 630 Mrumbi Vale d Anhangabaú Rua Líber Badaró, 487 Centr Vila Olímpia Rua Casa d Atr, 275 Vila Olímpia 14

15 Dez / 2013

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AVIAÇÃO CIVIL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AVIAÇÃO CIVIL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura)

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CINEMA E AUDIOVISUAL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CINEMA E AUDIOVISUAL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular ANO ANO Missã d Curs É missã d Curs de Arquitetura e Urbanism da UFC frmar prfissinais capacitads a pesquisar, cnceber e cnstruir, cm visã crítica da realidade sci-ecnômica e cnheciment aprfundad d cntext

Leia mais

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA www.mastercmp.net 1 www.mastercmp.net www.mastercmp.net INFORMAÇO ES ADICIONAIS DO CURSO DE PROMODEL E MS PROJECT Prgramaçã: Carga hrária: 32 Hras Lcal: Sã Sebastiã d Paraís MG Prgramas usads n curs: MS

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL COM ÊNFASE EM MULTIMEIOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL COM ÊNFASE EM MULTIMEIOS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Colégio Integrado EXATO

Colégio Integrado EXATO Clégi Integrad EXATO Rua: Ri de Janeir, 47 Jardim Bela Vista Mgi Guaçu SP CEP 13840-210 Telefne (19) Prpsta Plític-pedagógica d Clégi Integrad EXATO S/S Ltda. O Clégi Integrad EXATO cntextualiza sua açã

Leia mais

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março)

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) REFERENCIAL DE FORMAÇÃO Curss Prfissinais de Nível Secundári (Decret-Lei n.º 74/2004, de 26 de Març) Família Prfissinal: 07 - Infrmática 1. QUALIFICAÇÕES / SAÍDAS PROFISSIONAIS As qualificações de nível

Leia mais

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida O que é invaçã? Para a atividade humana: é a intrduçã de alg nv, que atua cm um vetr para desenvlviment human e melhria da qualidade de vida Para as empresas: invar significa intrduzir alg nv u mdificar

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PSICOLOGIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS Versã 0.0 25/10/2010 Sumári 1 Objetivs... 3 2 Cnceits... 3 3 Referências... 3 4 Princípis... 3 5 Diretrizes d Prcess... 4 6 Respnsabilidades... 5 7

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PUBLICIDADE E PROPAGANDA PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PEDAGOGIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PEDAGOGIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

Projetos, Programas e Portfólios

Projetos, Programas e Portfólios Prjets, Prgramas e Prtfólis pr Juliana Klb em julianaklb.cm Prjet Segund PMBOK (2008): um prjet é um esfrç temprári empreendid para criar um nv prdut, serviç u resultad exclusiv. Esta definiçã, apesar

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta www.masterhuse.cm.br Prpsta Cm Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Apresentaçã Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Cpyright 2011-2012

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo:

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo: Gestã d Escp 1. Planejament da Gestã d Escp: i. Autrizaçã d prjet ii. Definiçã d escp (preliminar) iii. Ativs em cnheciments rganizacinais iv. Fatres ambientais e rganizacinais v. Plan d prjet i. Plan

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO:

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5.1 INTRODUÇÃO A rganizaçã da manutençã era cnceituada, até há puc temp, cm planejament e administraçã ds recurss para a adequaçã à carga de trabalh esperada.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Curso de Extensão: Finanças Corporativas

Curso de Extensão: Finanças Corporativas 1. Apresentaçã Curs de Extensã: Finanças Crprativas Uma crpraçã é, genericamente, caracterizada pela tmada de duas decisões fundamentais, a de financiament e a de investiment. O prcess de seleçã, análise

Leia mais

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Intrduçã A Faculdade Santa Marcelina é recnhecida nacinalmente pel seu pineirism pr lançar a primeira graduaçã de mda

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvlviment de Sistemas 3ª série Fundaments de Sistemas Operacinais A atividade prática supervisinada (ATPS) é um métd de ensinaprendizagem desenvlvid

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Critéris de Avaliaçã Direçã Reginal de Educaçã d Nrte Agrupament de Esclas AMADEO DE SOUZA-CARDOSO Telões - Amarante EDUCAÇÃO MUSICAL 2ºCICLO An Letiv 2014/2015 Dmíni Cgnitiv

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RÁDIO E TV

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RÁDIO E TV UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS COM ÊNFASE EM COMUNICAÇÃO INTEGRADA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS COM ÊNFASE EM COMUNICAÇÃO INTEGRADA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO:

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3.1 MANUTENÇÃO CORRETIVA A manutençã crretiva é a frma mais óbvia e mais primária de manutençã; pde sintetizar-se pel cicl "quebra-repara", u seja, repar ds equipaments após a avaria.

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Crdenaçã CG/CW/GR/AD Senhres Aluns, Seguem infrmações imprtantes sbre PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Prjet Integrad Multidisciplinar) sã prjets brigatóris realizads els aluns ds curss de graduaçã

Leia mais

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis PCP Vensis PCP O PCP é módul de planejament e cntrle de prduçã da Vensis. Utilizad n segment industrial, módul PCP funcina de frma ttalmente integrada a Vensis ERP e permite às indústrias elabrar

Leia mais

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região Ministéri da Justiça Departament da Plícia Federal Academia Nacinal de Plícia Secretaria Nacinal de Segurança Pública Departament de Pesquisa, Análise da Infrmaçã e Desenvlviment Humanan Orientações para

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE JORNALISMO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE JORNALISMO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

Sistema de Gestão de BPM

Sistema de Gestão de BPM 1/13 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL. FL. 01 X 26 02 X 27 03 X 28 04 X 29 05 X 30 06 X

Leia mais

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos Estági II Semestral 6 Invaçã e Desenvlviment de Prduts Turístics Desenvlviment e Operacinalizaçã de Prjects Turístics Inglês Técnic IV Legislaçã e Ética d Turism Opçã Semestral 4 6/6 Sistemas de Infrmaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism

Leia mais

Academia FI Finanças

Academia FI Finanças Academia FI Finanças A Academia é melhr caminh para especializaçã dentr de um tema n ERP da SAP. Para quem busca uma frmaçã cm certificaçã em finanças, mais indicad é participar da próxima Academia de

Leia mais

Objeto de Avaliação Caraterísticas e Estrutura Critérios Gerais de Classificação. Tipologia / nº itens. A prova está organizada em cinco grupos:

Objeto de Avaliação Caraterísticas e Estrutura Critérios Gerais de Classificação. Tipologia / nº itens. A prova está organizada em cinco grupos: ESCOLA SECUNDÁRIA PADRE BENJAMIM SALGADO An Letiv 2011/2012 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina: Bilgia - Códig 302 Nível de Ensin: Secundári Frmaçã: Específica Mdalidade: Prva Escrita

Leia mais

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company.

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company. A Stavale & CCT ferece treinaments aberts e in cmpany. Clabradres mais qualificads e empresa mais lucrativa. Sluções mais rápidas e efetivas. Treinaments custmizads para sua empresa. Dispms de sala cm

Leia mais

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional Códig / Nme d Curs Status Códig - Área Subárea Especialida Dads Gerais 196 / Escla Gestres- Curs Especializaçã em Gestã Esclar Ativ 49 / Educaçã Gestã Educacinal Gestã Esclar Nivel d Curs Especializaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária Uma nva prpsta para a Agenda Ambiental Prtuária Marcs Maia Prt Gerente de Mei Ambiente O grande desafi a tratar cm as questões ambientais prtuárias é bter um resultad equilibrad que harmnize s cnflits

Leia mais

REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS

REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS Julh 2007 INTRODUÇÃO As amplas, prfundas e rápidas transfrmações pr que passa a nssa sciedade prvcaram, frçsamente,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE PROJETO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

Leia mais

REGULAMENTO 1- OBJETIVO

REGULAMENTO 1- OBJETIVO REGULAMENTO 1- OBJETIVO O Prgrama Nv Temp é um iniciativa da Cargill Agricla SA, que visa ferecer as seus funcináris e das empresas patrcinadras ds plans de previdência sb a gestã da CargillPrev Sciedade

Leia mais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais 53 3 Frmulaçã da Metdlgia 3.1. Cnsiderações Iniciais O presente capítul tem cm finalidade prpr e descrever um mdel de referencia para gerenciament de prjets de sftware que pssa ser mensurável e repetível,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT O significad das cisas nã está nas cisas em si, mas sim em nssa atitude em relaçã a elas. (Antine de Saint-Exupéry, 1943) CURSOS bacharelads: Administraçã Geral Ciências Cntábeis Direit Educaçã Física

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2015.1

Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2015.1 Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia d Ri de Janeir Edital Simplificad de Seleçã de Mnitria 2015.1 A Direçã Geral d IFRJ/, cmunica, pel presente Edital, que estarã abertas as inscrições para

Leia mais

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi Benefícis ds serviçs de transprte de táxis cmpartilhads Shared-transprt / Shared-taxi Reuniã de Especialistas sbre Transprte Urban Sustentável: Mdernizand e Trnand Eclógicas as Frtas de Táxis nas Cidades

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 OBJETIVO Infraestrutura e tecnlgia d Prtheus sã a base de uma sluçã de gestã empresarial rbusta, que atende a tdas as necessidades de desenvlviment, persnalizaçã, parametrizaçã

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO 1. OBJETIVO O Prêmi de Incentiv à Educaçã é uma iniciativa das empresas d Pl Industrial, através d Cmitê de Fment Industrial de Camaçari - COFIC. Tem pr bjetiv estimular,

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS AUXILIAR DE SECRETARIA Organizar e manter atualizad serviç de escrituraçã esclar. Redigir fícis, expsições de mtivs, atas, declarações, certidões de cntagem

Leia mais

A Estratégia do Tribunal de Justiça do Rio Grande Do Sul

A Estratégia do Tribunal de Justiça do Rio Grande Do Sul A Estratégia d Tribunal de Justiça d Ri Grande D Sul PODER JUDICIÁRIO Missã: De acrd cm fundament d Estad, Pder Judiciári tem a Missã de, perante a sciedade, prestar a tutela jurisdicinal, a tds e a cada

Leia mais