EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA MECÂNICA. Rui Mendes João Fernandes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA MECÂNICA. Rui Mendes João Fernandes"

Transcrição

1 EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA MECÂNICA Rui Mendes João Fernandes

2 1. UMA ABORDAGEM MULTIFACETADA alunos FINALISTAS entidades EMPREGADORAS diplomados do 1º CICLO que não prosseguem estudos no IST diplomados do 2º CICLO (1 ano/5 anos experiência profissional)

3 2. NOTAS METODOLÓGICAS Ano da recolha Taxas Resposta IST Universo Eng. Mec. Taxa Resposta Eng. Mec. 1º CICLO % n.a. n.a. FINALISTAS % % (78) 2º CICLO 2009 Recém Diplomados % 78 58% (45) 2º CICLO 2005 Diplomados 5 anos exp % 96 37% (35) EMPREGADORES % (19%) n.a. n.a.

4 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA TEMPO DE ESPERA PARA OBTENÇÃO DO PRIMEIRO EMPREGO ANTES DE TERMINAR O CURSO 51,1% 33,3% ATÉ 6 MESES APÓS A CONCLUSÃO DO CURSO 77,8% 93,3% ATÉ 1 ANO APÓS A CONCLUSÃO DO CURSO 93,3% 96,7% Mais de 50% dos recém-diplomados do MEMec consegue emprego antes de terminar o curso Nº MÉDIO DE OFERTAS DE TRABALHO ANTES DA CONCLUSÃO DO CURSO DEPOIS DA CONCLUSÃO DO CURSO

5 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA NEGÓCIO PRÓPRIO EMPRESA DE COMÉRCIO DE EQUIPAMENTO TIPO DE VÍNCULO + 44% Após 4 anos, cerca de 60% possui contrato efetivo. Os bolseiros, uma saída profissional comum em início de carreira reduzem-se substancialmente (-14%).

6 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA FORMA DE COLOCAÇÃO ACADEMIA - 3,2% AEIST 5,0% - AGÊNCIA DE EMPREGO 4,8% - ANÚNCIO 23,8% 25,8% ATT / JOB BANK IST 4,8% 3,2% CANDIDATURA ESPONTÂNEA 14,3% 12,9% CONCURSO PÚBLICO 11,9% 12,9% CONTACTOS PESSOAIS 14,3% 16,1% CRIAÇÃO DE NEGÓCIO PRÓPRIO - 3,2% DEPARTAMENTOS 2,4% 3,2% HEAD-HUNTERS - 3,2% IAESTE/AIESEC - - IEFP 7,1% - INOV JOVEM 4,8% 3,2% PROGRAM TRAINEES 7,1% 3,2% Em ambas as coortes (2005 e 2009) o anúncio agrega cerca de ¼ das formas de colocação 12,4% O IST, através das suas estruturas, é responsável pela colocação de uma parte substancial dos recém-diplomados do MEM

7 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA TRABALHAR NA ÁREA DE FORMAÇÃO 2009 A quase totalidade dos graduados trabalha na área de formação PRINCIPAIS FUNÇÕES % ENG. MECÂNICO 49% ENG. MANUTENÇÃO 10% INVESTIGADORES/BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO 10% ENG. PRODUÇÃO 7% AUDITOR 5% DIRECTOR DE OBRA 5% 1 (SCHINDLER); 1 (GASFOMENTO) PRINCIPAIS FUNÇÕES % ENG. MECÂNICO 44% GESTOR/ADMINISTRADOR 13% INVESTIGADOR 9% GESTOR DE PRODUTO/COMERCIAL/MARKETING 6% ENG. MANUTENÇÃO 6% ENG. PROJECTOS/GESTOR DE PROJECTOS 6%

8 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA QUAIS AS INSTITUIÇÕES EMPREGADORAS? % 84% IST GALP ENERGIA FAP LNEC SIEMENS PETROGAL 5% 16% IBM PORTUGAL DAIMLER SIEMENS ELECTROFER REFER LEGRAND SG ALD AUTOMOTIVE LISNAVE CBD ENERGY SHELL ( ) ( ) UNIV. ROTERDÃO UNIV. CHALMERS TOTAL

9 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA APÓS 4 ANOS, PARA ALÉM DA REMUNERAÇÃO

10 3. DIPLOMADOS 2º CICLO ENG. MECÂNICA RECOMENDARIA O SEU CURSO E ESCOLA? 68 % 0 % 0 % 32 % Sim, no meu curso Sim, noutro curso Não Talvez Motivos para recomendação da Escola e Curso Desafio, Rigor, Aprender a aprender. Bases sólidas Uma das melhores faculdades de Engenharia do País e da Europa. Engenharia Mecânica é um curso bastante abrangente em termos de mercado de trabalho Alargado leque de conhecimentos. Boa ginástica mental Excelente formação e preparação Boa preparação para o mercado do trabalho

11 4. ALUNOS FINALISTAS ENG. MECÂNICA ONDE ESTÃO A TRABALHAR A CERCA DE 6 MESES DO FIM DO CURSO? Com que vínculo? 28% Onde? AUTOSIL - BATERIAS BOSCH TERMOTECNOLOGIA SA BPI EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE SA ESCOLA SEC. EMÍDIO NAVARRO FRANCE AIR PORTUGAL GALP GREEN SOLUTIONS INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO LMGE LÓGICA NAV, E.P.E. OCCAM TECNORÉM ENG.E CONSTRUÇÕES TCP SERVIÇOS DE CONSULTORIA De que forma? ANÚNCIO (24%) CONCURSO PÚBLICO (14%) CONTACTOS PESSOAIS (14%) AEIST (10%) CANDIDATURA ESPONTÂNEA (10%) ATT/JOB BANK (10%) DEPARTAMENTOS (5%) HEAD-HUNTERS (5%) IEFP (5%) OUTRA (5%) Com que função?

12 5. ALGUNS ALUMNI DE RELEVO MARÇAL GRILO Actual Administrador da F. C. GULBENKIAN Ministro da Educação (95-99) Consultor do BANCO MUNDIAL DIAMANTINO DURÃO Actual Reitor da UNIVERSIDADE LUSÍADA Ministro da Educação (91-92) Presidente do IST HENRIQUE GOMES Actual Secretário de Estado da Energia Administardor/Director Geral da REN Administrador da GÁS DE PORTUGAL CARLOS DIAS ALVES Actual Administrador COO dos CTT Vogal do Conselho de Administração de várias empresas do GRUPO BPI JOSE ANT. MARQUES GONÇALVES Actual Vogal do C.A. GALP ENERGIA Director-geral da GENERAL MOTORS Portugal Director Executivo da VAUXHALL MOTORS ENG. MECÂNICA IST JOAQUIM FERREIRA DO AMARAL Actual Membro não exec. C.A. LUSOPONTE Ministro do Comércio e Turismo (85-90), Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (90-95) FARIA DE OLIVEIRA Actual Presidente do C.A. da CGD Administrador do HPP Ministro do Comércio e Turismo (90-95) ANTÓNIO COIMBRA Actual Presidente Executivo da VODAFONE Director de Marketing da TELECEL Responsável de Marketing da OLIVETTI MARIA GRAÇA CARVALHO Actual Deputada no Parlamento Europeu Ministra da Ciência e do Ensino Superior (04-05) Vice-Presidente da Ordem dos Engenheiros MANUEL HEITOR Actual Professor Universitário E.U.A Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (05-11)

13 6. PROJECTO EUROPEU ATTRACT O ENGENHEIRO MECÂNICO NOS GOVERNOS CONSTITUCIONAIS Resultados do Projecto Europeu ATTRACT - The attractiveness of being an engineer 42% de todos os MINISTROS (N=318) eram ENGENHEIROS (N=94) 16% 5% de todos os ENGENHEIROS (N=94) eram ENGENHEIROS MECÂNICOS DO IST (N=15) 1 PRIMEIRO MINISTRO AGO-NOV 1978 (III) ALFREDO NOBRE DA COSTA de todos os MINISTROS (N=318) eram ENGENHEIROS MECÂNICOS DO IST (N=15)

14 6. PROJECTO EUROPEU ATTRACT OS ENGENHEIROS TÊM FÁCIL ACESSO AO MERCADO DE TRABALHO? Sim : Principais razões No 23% Yes 77% Versatilidade do Engenheiro Necessidade de Engenheiros Elevado número de anúncios de emprego Maioria dos Engenheiros que conhece está empregado Não : Principais razões Mercado de trabalho saturado Actual crise económica Competências mais desenvolvidas no curso (segundo os graduados 2005 e 2009): FLEXIBILIDADE DE FUNÇÕES / UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS INFORMÁTICAS Fonte: Inquérito às percepções sobre Engenharia 2010, IST ; Websurvey: 233 respostas; Inquérito aos graduados do 2º ciclo 2011

15 6. PROJECTO EUROPEU ATTRACT QUAIS AS COMPETÊNCIAS/CARACTERÍSTICAS QUE OS EMPREGADORES PROCURAM? ENGENHEIROS Competência técnica específica Planeamento e organização Liderança Inglês Orientação para objectivos Competências informáticas Responsabilidade Trabalho em equipa N.A. ENGENHEIROS Inglês Competências Informáticas Planeamento e organização Competência técnica específica Outra língua estrangeira Comunicação Trabalho em equipa Dinamismo 65% dos anuncios só para engenheiros exigiam algum tipo de experiência profissional Fonte: OFERTAS PUBLICADAS ENTRE 7 E 14 DE SETEMBRO DE 2010

16 7. OEIST Mais informações através do ou em OE.IST.UTL.PT

EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM FÍSICA E TECNOLOGICA. Rui Mendes João Fernandes

EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM FÍSICA E TECNOLOGICA. Rui Mendes João Fernandes EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM FÍSICA E TECNOLOGICA Rui Mendes João Fernandes 1. UMA ABORDAGEM MULTIFACETADA alunos FINALISTAS entidades EMPREGADORAS diplomados do 1º CICLO que não prosseguem

Leia mais

ANÁLISE DA EVOLUÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST

ANÁLISE DA EVOLUÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST ANÁLISE DA EVOLUÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST PG4 Processo de Gestão da Qualidade SP4 Inquéritos de Avaliação dos Processos de Realização - Ensino/Aprendizagem 1- Objectivos No âmbito do SIQUIST,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PERCURSO FORMATIVO NO IST (2º ciclo) APFIST

AVALIAÇÃO DO PERCURSO FORMATIVO NO IST (2º ciclo) APFIST AVALIAÇÃO DO PERCURSO FORMATIVO NO IST (2º ciclo) APFIST PG4 Processo de Gestão da Qualidade SP4 Inquéritos de Avaliação dos Processos de Realização - Ensino/Aprendizagem 1- Objectivos No âmbito do SIQUIST,

Leia mais

ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 1.1. METODOLOGIA... 3 2. CARACTERIZAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES EMPREGADORAS... 4

ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 1.1. METODOLOGIA... 3 2. CARACTERIZAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES EMPREGADORAS... 4 2 ÍDICE ÍDICE... 2 1. COSIDERAÇÕES IICIAIS... 3 1.1. METODOLOGIA... 3 2. CARACTERIZAÇÃO DAS ISTITUIÇÕES EMPREGADORAS... 4 3. FORMAS HABITUAIS DE RECRUTAMETO... 5 4. PESO DOS DIPLOMADOS DO IST FACE AOS

Leia mais

PERCEPÇÃO SOBRE O ENGENHEIRO EM CONTEXTO FORMATIVO E PROFISSIONAL

PERCEPÇÃO SOBRE O ENGENHEIRO EM CONTEXTO FORMATIVO E PROFISSIONAL PERCEPÇÃO SOBRE O ENGENHEIRO EM CONTEXTO FORMATIVO E PROFISSIONAL ATTRACT WP5 João Fernandes Rui Mendes XIV Encontro Nacional SIOT 25 e 26 de Maio de 2011 Universidade Autónoma de Lisboa 1. O Projecto

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA BIOMÉDICA:

EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA BIOMÉDICA: EMPREGABILIDADE DOS DIPLOMADOS DO IST EM ENGENHARIA BIOMÉDICA: 15 de Março 2012 Rui Mendes João Fernandes 1. UMA ABORDAGEM MULTIFACETADA alunos FINALISTAS entidades EMPREGADORAS diplomados do 1º CICLO

Leia mais

António Luís Guerra Nunes Mexia

António Luís Guerra Nunes Mexia António Luís Guerra Nunes Mexia É licenciado em Economia pela Universidade de Genebra, na Suíça (1980), onde exerceu o cargo de docente convidado no Departamento de Economia. Foi, igualmente, docente no

Leia mais

SITUAÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST

SITUAÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST SITUAÇÃO PROFISSIONAL DOS DIPLOMADOS DO IST 2013 Comparação entre os diplomados de 2011, 2010, 2007 e 2002 (1, 2, 5 e 10 anos após a conclusão do curso) OEIST Núcleo de Estudos e s Área de Estudos e Planeamento

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe Curso Coordenação Direção CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe ESEnfCVPOA Mestre Henrique Pereira Código: 3451 Descrição Objetivos Destinatários

Leia mais

Negociação e Gestão de Carreira Ray Human Capital

Negociação e Gestão de Carreira Ray Human Capital Negociação e Gestão de Carreira Ray Human Capital Março de 2011 Programa de Apresentação 1 2 3 4 Planear Etapas na Carreira Importância da Formação e Networking Tabelas e Valores Salariais Estratégias

Leia mais

Conselho Nacional de Educação. Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006)

Conselho Nacional de Educação. Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006) Votos de Pesar VOTOS DE PESAR Conselho Nacional de Educação Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006) Faleceu hoje, vítima de doença prolongada, a Prof. a Doutora Maria Teresa Vieira

Leia mais

AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA. MÓDULO III Bolsas e Estágios

AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA. MÓDULO III Bolsas e Estágios AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA MÓDULO III Bolsas e Estágios Bolsas e Estágios Bolsas Acção Social do Ensino Superior Fundação para a Ciência e a Tecnologia Fundação Calouste Gulbenkian Instituto

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA

DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA DURAÇÃO / COMPONENTE / DIPLOMA CURSO DE FORMAÇÃO AVANÇADA I Edição 2014 30 Horas lectivas / Teórica / Curso de Formação Avançada COORDENAÇÃO Coordenação Científica Prof.

Leia mais

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição Pós-Graduação Leadership & Management 3ª Edição 2010/2011 Leadership & Management Direcção Científica Prof. Doutor José Verissimo Doutora Teresa Passos A Direcção Executiva é partilhada entre o IDEFE e

Leia mais

Estudo sobre os diplomados pelo ISCTE-IUL. Perspectiva das Entidades Empregadoras

Estudo sobre os diplomados pelo ISCTE-IUL. Perspectiva das Entidades Empregadoras Estudo sobre os diplomados pelo ISCTE-IUL Perspectiva das Entidades Empregadoras Julho 2011 Ficha Técnica ISCTE Instituto Universitário de Lisboa Edição Gabinete de Estudos, Avaliação, Planeamento e Qualidade

Leia mais

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança)

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) 1 - Apresentação Grau Académico: Mestre Duração do curso: : 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema

Leia mais

Assunto: Candidatura a eventual vaga no Aldeamento Pedras del Rei

Assunto: Candidatura a eventual vaga no Aldeamento Pedras del Rei Assunto: Candidatura a eventual vaga no Aldeamento Pedras del Rei Tavira, 17 de Julho de 2012 Exmo/a Sr/a do Departamento de Recursos Humanos Acabo de me Licenciar no curso de Gestão, na Escola Superior

Leia mais

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO MODERAÇÃO PEDRO BEJA AFONSO Para além de Presidente do Conselho de Administração do Hospital Distrital da Figueira

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO DINSTITUTO SUPERIOR CURSOS PARA EXECUTIVOS E GESTÃO BANCÁRIA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO Início: 29 de Setembro de 2005 INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA. Decreto n.º 29/2002 Acordo entre a República Portuguesa e a República da Letónia sobre Cooperação nos Domínios da Educação, da Cultura e da Ciência e da Tecnologia, assinado em Lisboa em 17 de Outubro

Leia mais

Os Diplomados e o Emprego na UL

Os Diplomados e o Emprego na UL Os Diplomados e o Emprego na UL NOTA PRÉVIA A Universidade de Lisboa (UL) foi pioneira no estudo da empregabilidade dos diplomados saídos dos cursos que oferece. Em 2000 e em 2005 publicaram-se dois relatórios,

Leia mais

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade No passado dia 15 de Novembro, a Share Associação para a Partilha de Conhecimento e a Faculdade de Ciências da Universidade de

Leia mais

Procura de Excelência

Procura de Excelência www.mba.deg.uac.pt Procura de Excelência MASTER IN BUSINESS ADMINISTRATION Mestrado em Gestão (MBA) Secretariado Departamento de Economia e Gestão Rua da Mãe de Deus Apartado 1422 E-mail: mba@uac.pt Tel:

Leia mais

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Enquadramento As sucessivas e dependentes crises financeiras - do subprime e das dívidas soberanas - têm levado

Leia mais

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Currículos 1. Membros do Conselho de Administração 1.1. Administradores Executivos 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Ano de Nascimento: 1944 - Licenciatura em Engenharia Aeronáutica e Mecânica

Leia mais

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974.

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. 1 CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO ESTUDOS E GRAUS ACADÉMICOS Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. Concluiu a licenciatura em

Leia mais

Daniel Bessa. Foi ministro da Economia, Indústria, Comércio e Turismo(1995-1996).

Daniel Bessa. Foi ministro da Economia, Indústria, Comércio e Turismo(1995-1996). Daniel Bessa Licenciado em Economia pela FEP (1970). Doutorado em Economia pelo Instituto Superior de Economia da Universidade Técnica de Lisboa (1986). Docente da Universidade do Porto: da FEP (1970-1999),

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 62 30 de março de 2015 7769 INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E DO AVE

Diário da República, 2.ª série N.º 62 30 de março de 2015 7769 INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E DO AVE Diário da República, 2.ª série N.º 62 30 de março de 2015 7769 Doutor Bruno Filipe Rama Travassos, Professor Auxiliar da Universidade da Beira Interior; Doutor Victor Manuel de Oliveira Maças, Professor

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

Barómetro das Profissões

Barómetro das Profissões Número 1T/2011 Período: 1 de Janeiro a 31 de Março Abril 2011 Realizado por Isabel Machado para IPAM Carreiras INTRODUÇÃO O presente Barómetro trimestral inserido na investigação do IPAM Carreiras pretende

Leia mais

António Luis Guerra Nunes Mexia

António Luis Guerra Nunes Mexia António Luis Guerra Nunes Mexia É licenciado em Economia pela Universidade de Genebra, na Suíça (1980), onde exerceu o cargo de docente convidado no Departamento de Economia. Foi, igualmente, docente no

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

Proposta / Ponto 4. DOCUMENTOS PREPARATÓRIOS ASSEMBLEIA GERAL Porto 8 maio 2013. Exmo. Senhor. Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Proposta / Ponto 4. DOCUMENTOS PREPARATÓRIOS ASSEMBLEIA GERAL Porto 8 maio 2013. Exmo. Senhor. Presidente da Mesa da Assembleia Geral DOCUMENTOS PREPARATÓRIOS ASSEMBLEIA GERAL Porto 8 maio 2013 Proposta / Ponto 4 Exmo. Senhor Presidente da Mesa da Assembleia Geral Grupo Soares da Costa, SGPS,S.A. Exmo. Senhor Presidente, Relativamente

Leia mais

Apresentação da nova Equipa de Gestão. Lisboa, 4 Dezembro 2007

Apresentação da nova Equipa de Gestão. Lisboa, 4 Dezembro 2007 Apresentação da nova Equipa de Gestão Lisboa, 4 Dezembro 2007 Agenda 1. Enquadramento 2. Proposta de nova Equipa de Gestão 3. Outra informação relevante 4. Conclusão 2 Millennium bcp: 1985 2007 Da criação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

Curso de Especialista em Direção de Restaurantes

Curso de Especialista em Direção de Restaurantes 450 horas letivas Formação Online A Academia de formação AHRESP tem como objetivo profissionalizar o setor da restauração e hotelaria ao nível gastronómico e empresarial. Academia AHRESP Uma porta aberta

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Informata - que engloba todos os profissionais de Informática. O Congresso Nacional

Leia mais

GT 2: Gestão da Qualidade no Ensino Superior

GT 2: Gestão da Qualidade no Ensino Superior GT 2: Gestão da Qualidade no Ensino Superior ESTRUTURAS & MECANISMOS DE PROMOÇÃO DA EMPREGABILIDADE NAS INSTITUIÇÕES DO GT2 CS/11 Comissão Sectorial para a Educação e Formação Sessão Plenária de 17 de

Leia mais

CITIES ARE OUR CHALLENGE

CITIES ARE OUR CHALLENGE CITIES ARE OUR CHALLENGE Regeneração Urbana e Sustentabilidade Gestão de Projeto Consultadoria Estratégica em Imobiliário Desenvolvimento de Negócios ÍNDICE I II III IV V VI VII VIII IX APRESENTAÇÃO MARCA

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Notas curriculares. Aurélio Rodrigues, nasceu a 05/06/1954, no concelho de Melgaço.

Notas curriculares. Aurélio Rodrigues, nasceu a 05/06/1954, no concelho de Melgaço. Notas curriculares Aurélio Rodrigues, nasceu a 05/06/1954, no concelho de Melgaço. Licenciado em História, pela Universidade do Porto. Doutorando em Políticas Públicas, na Universidade de Aveiro. Especialista

Leia mais

CV RESUMIDO DE LUÍS VALADARES TAVARES

CV RESUMIDO DE LUÍS VALADARES TAVARES CV RESUMIDO DE LUÍS VALADARES TAVARES Professor Catedrático do IST de Investigação Operacional e Engenharia de Sistemas Área Científica: Sistemas e Gestão I Dados Pessoais Nasceu em Lisboa, a 28/03/1946

Leia mais

27% das empresas prevê aumento dos postos de trabalho

27% das empresas prevê aumento dos postos de trabalho Análise da Michael Page sobre Recursos Humanos 27% das empresas prevê aumento dos postos de trabalho Manter a motivação das equipas é o principal desafio das empresas portuguesas, sendo apontado por 42%

Leia mais

Relatório de Empregabilidade 2010/2011. Licenciaturas e Mestrados Full-time

Relatório de Empregabilidade 2010/2011. Licenciaturas e Mestrados Full-time Relatório de Empregabilidade 2010/2011 (ALUNOS QUE FINALIZARAM O CURSO EM 2009/2010) Licenciaturas e Mestrados Full-time 1 A. LICENCIATURAS 2009/2010 3 1. Informação Geral da amostra recolhida 3 1.1 Género

Leia mais

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função GOVERNANTA GERAL Ref. 3 ( M /F ) Preferencialmente curso técnico profissional na área de housekeeping Espírito inovador e disponibilidade para trabalhar em contextos de elevada exigência Boas capacidades

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Técnico superior de um centro de formação profissional de reparação automóvel, tendo como principais responsabilidades:

CURRICULUM VITAE. Técnico superior de um centro de formação profissional de reparação automóvel, tendo como principais responsabilidades: CURRICULUM VITAE Tomé Pereira de Matos Canas Residência: Largo Carlos Selvagem, n.º 4, 1º D to. Código Postal: 1500-140 Lisboa Telefone: 21 7743434 Telemóvel: 96 4159509 E-mail: tome.canas@clix.pt Data

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais

CORPO DOCENTE DA LICENCIATURA EM TURISMO ÁLVARO OLIVEIRA LEITE

CORPO DOCENTE DA LICENCIATURA EM TURISMO ÁLVARO OLIVEIRA LEITE CORPO DOCENTE DA LICENCIATURA EM TURISMO ÁLVARO OLIVEIRA LEITE Desempenha funções no departamento de Marketing do Aeroporto do Porto, como Marketing Aviation Manager. Áreas de trabalho: desenvolvimento

Leia mais

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMAS EXECUTIVOS UM COMPROMISSO DE DUAS INSTITUIÇÕES Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG e da IFACC. A união de sinergias

Leia mais

Nas condições a seguir mencionadas, os cursos só poderão, porém, ser realizados com um mínimo de 15 inscrições.

Nas condições a seguir mencionadas, os cursos só poderão, porém, ser realizados com um mínimo de 15 inscrições. Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso Básico de Gestão (CBG) destinado a chefias intermédias e do Curso de

Leia mais

OBJECTIVOS PARA O BIÉNIO 2005/2006

OBJECTIVOS PARA O BIÉNIO 2005/2006 OBJECTIVOS PARA O BIÉNIO 2005/2006 Objectivos Gerais: Continuar a lutar pela criação de Emprego Científico; o Organizar uma nova conferência sobre o Emprego Científico; Exigir a regulamentação do novo

Leia mais

10 de Março 11h30. Inauguração da Futurália com a presença de Sua Excelência a Ministra da Educação, Dra. Isabel Alçada

10 de Março 11h30. Inauguração da Futurália com a presença de Sua Excelência a Ministra da Educação, Dra. Isabel Alçada PROGRAMA DE ACTIVIDADES > AUDITÓRIOS Quarta-feira 10 de Março 11h30 Inauguração da Futurália com a presença de Sua Excelência a Ministra da Educação, Dra. Isabel Alçada Quarta-feira 9h00 11h30 Inscrições

Leia mais

A EXPERIÊNCIA FALA POR NÓS. geral@qualitividade.pt 800 10 24 20

A EXPERIÊNCIA FALA POR NÓS. geral@qualitividade.pt 800 10 24 20 A EXPERIÊNCIA FALA POR NÓS geral@qualitividade.pt 800 10 24 20 CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2012 Curso COMUNICAR A SUSTENTABILIDADE Curso INTERNACIONALIZAR UM NEGÓCIO Por onde Começo? Curso INTEGRAÇÃO: Inovação,

Leia mais

M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS

M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS JÁ PENSASTE EM ESTUDAR MATEMÁTICA? Esta brochura destina-se a todos os jovens que gostam de Matemática e que querem conhecer

Leia mais

Urbana. Urbana. Nuno Vitorino 19 Outubro 2011 16 Nov 2010. Nuno Vitorino

Urbana. Urbana. Nuno Vitorino 19 Outubro 2011 16 Nov 2010. Nuno Vitorino Inicia&va Iniciativa JESSICA JESSICA Financiamento Financiamento de de Projectos Projectos Sustentáveis Sustentáveis de Reabilitação de Reabilitação Nuno Vitorino Nuno Vitorino 19 Outubro 2011 JESSICA

Leia mais

Jornadas UL A intervenção social no ES: que consequências para o curriculo?

Jornadas UL A intervenção social no ES: que consequências para o curriculo? Projeto QUESTE-SI Responsabilidade social e desenvolvimento sustentável na formação superior Jornadas UL A intervenção social no ES: que consequências para o curriculo? 1 Pedro Lourtie, Marta Pile 5 Nov

Leia mais

Gestão e Novas Tecnologias

Gestão e Novas Tecnologias Curso de Especialização em Gestão e Novas Tecnologias Índice 1- Enquadramento 2- Objectivos 3- Destinatários 4- Conteúdos programáticos 5- Corpo docente 6- Planeamento da formação 7- Organização e responsabilidade

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79. MBA em Finanças pela Universidade Católica em 1995

CURRICULUM VITAE. Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79. MBA em Finanças pela Universidade Católica em 1995 CURRICULUM VITAE Franquelim Fernando Garcia Alves Nascido em 16/11/1954, 2 filhas Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79 Revisor Oficial de Contas em 1987 MBA em Finanças

Leia mais

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho Pesquisa Semesp A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho 2008 Ensino superior é um forte alavancador da carreira profissional A terceira Pesquisa Semesp sobre a formação acadêmica dos profissionais

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO CIVIL

PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO CIVIL PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO CIVIL DOCENTES MESTRE ISABEL ONETO Licenciada em Direito, mestre e doutoranda em Direito, em Ciências Jurídico-Criminais. Governadora Civil do Distrito do Porto entre 2005 e 2009

Leia mais

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS UMA INICIATIVA INTEGRADA NA: URBAVERDE FEIRA DAS CIDADES SUSTENTÁVEIS ª 7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS ARRENDAMENTO E REABILITAÇÃO: DINAMIZAR O MERCADO, REGENERAR A CIDADE 12 de Abril de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COORDENAÇÃO Eng.º Nuno Ribeiro da Silva Prof.

Leia mais

CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO

CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO Casado (2 filhos) Casa da Música Porto 2001, SA HABILITAÇÕES ACADÉMICAS E PROFISSIONAIS (Relevantes): - Licenciatura em História pela Faculdade de Letras da

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios -

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - No âmbito do desenvolvimento do seu centro de formação a Self Energy Innovation propõe-se executar em parceria com a Agência Municipal de Energia

Leia mais

Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades. AEP Março.2012

Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades. AEP Março.2012 Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades AEP Março.2012 1/ Perfil Em busca da Excelência Missão Inovar com qualidade 1/ Perfil Trabalhamos diariamente no desenvolvimento de soluções

Leia mais

MARKETING RELACIONAL. Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva? Regime b-learning. mestrado 2012 > 2013

MARKETING RELACIONAL. Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva? Regime b-learning. mestrado 2012 > 2013 2012 > 2013 mestrado MARKETING RELACIONAL Regime b-learning escola superior de tecnologia e gestão instituto politécnico de leiria Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva?

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE

ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE Estou a acabar o meu curso, e agora? Estratégias de procura QUASE de emprego A ACABAR O CURSO, E AGORA? ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE EMPREGO A conclusão dos estudos e a transição para o mercado de trabalho

Leia mais

Precisa-se Eng para quinta em Beja

Precisa-se Eng para quinta em Beja DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal ABRIL 2014 Ofertas de emprego Precisa-se Eng para quinta em Beja Precisa-se Eng. Para gestão de quinta produção de melão couves e outros

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO DO JÚRI PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE INVESTIGAÇÃO NO ÂMBITO DO PROJECTO PICO II, CONFORME O ANÚNCIO 20.001_BI_2015 APRESENTADO EM ANEXO

ACTA DA REUNIÃO DO JÚRI PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE INVESTIGAÇÃO NO ÂMBITO DO PROJECTO PICO II, CONFORME O ANÚNCIO 20.001_BI_2015 APRESENTADO EM ANEXO ACTA DA REUNIÃO DO JÚRI PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE INVESTIGAÇÃO NO ÂMBITO DO PROJECTO PICO II, CONFORME O ANÚNCIO 20.001_BI_2015 APRESENTADO EM ANEXO DATA: 17 de Agosto de 2015 LOCAL: WavEC /Offshore

Leia mais

Composição da CTE 215 (versão 26 Abril 2013) pag. 1

Composição da CTE 215 (versão 26 Abril 2013) pag. 1 Composição da CTE 215 (versão 26 Abril 2013) pag. 1 VOGAL Empresa Data entrada na CTE Observações Fausto Marques EUROCABOS 2009-03-26 vogal Álvaro José Fernandes de Oliveira VODAFONE PORTUGAL 2009-03-26

Leia mais

1 INFORMAÇÕES SOBRE O TITULAR DA QUALIFICAÇÃO. 1.1 Apelido(s): xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. 1.3 Data de nascimento (ano/mês/dia): xxxxxxx

1 INFORMAÇÕES SOBRE O TITULAR DA QUALIFICAÇÃO. 1.1 Apelido(s): xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. 1.3 Data de nascimento (ano/mês/dia): xxxxxxx SUPLEMENTO AO DIPLOMA Este Suplemento ao Diploma segue o modelo elaborado pela Comissão Europeia, pelo Conselho da Europa e pela UNESCO/CEPES. A finalidade deste Suplemento é fornecer dados independentes

Leia mais

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Curso Novo Ficha Académica de Curso GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Pós-Graduação Curso Pós-Graduação em GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Unidade Orgânica ULP / FCNET Grau ECTS 65 ECTS Horas de Contacto

Leia mais

Maria da Conceição Gonçalves Costa

Maria da Conceição Gonçalves Costa Maria da Conceição Gonçalves Costa Identificação pessoal Conceição Costa tem um Master of Arts in Business Communication and Public Relations pela European University (equivalência a grau de mestre pela

Leia mais

17,5 mil milhões de dólares são 17,5 mil milhões de oportunidades para a sua empresa. Bem-vindo, Dr. João Belo Director-Geral do Grupo About Media

17,5 mil milhões de dólares são 17,5 mil milhões de oportunidades para a sua empresa. Bem-vindo, Dr. João Belo Director-Geral do Grupo About Media APRESENTAÇÃO O Grupo About Media organiza pela primeira vez em Luanda o Programa Avançado para Decisores sobre Concursos Inseridos no Programa de Investimentos Públicos (PIP) de Angola, com o aval do Ministro

Leia mais

A participação portuguesa no Horizonte 2020

A participação portuguesa no Horizonte 2020 Infoday Nacional de Energia A participação portuguesa no Horizonte 2020 Ordem dos Engenheiros Lisboa, 9 de Outubro de 2015 Participação Portuguesa no FP7 vs H2020 FP7 FP7 H2020 H2020 Participação média

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores Informação Pessoal Nome Nuno Miguel Fernandes Aires Data de Nascimento 24 de Julho de 1971 Morada Avenida 5 Outubro, 25 6º andar 8000 Faro Nacionalidade Portuguesa Telemóvel 915 333 112 E-mail naires@msn.com

Leia mais

MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Telefone Fax PEDRO MIGUEL CAMILO TENREIRO Rua Cónego Luciano Afonso dos Santos Nº5 3ºDireito 4700-371 Braga (S. Vicente) PORTUGAL (+351)

Leia mais

MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS

MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS O PNFQ E O MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR Ministério do Ensino Superior é responsável pela formação de quadros superiores altamente especializados

Leia mais

O programa assenta em três eixos determinantes:

O programa assenta em três eixos determinantes: São vários os estudos europeus que apontam para um défice crescente de recursos especializados nas tecnologias de informação. Só em Portugal, estima-se que estejam atualmente em falta 3.900 profissionais

Leia mais

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL PROGRAMAS EXECUTIVOS

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL PROGRAMAS EXECUTIVOS VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMAS EXECUTIVOS UM COMPROMISSO DE DUAS INSTITUIÇÕES Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG e da IFACC. A união de sinergias

Leia mais

APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES

APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES We Reach Targets Uma Companhia Consultora Especializada no Desenvolvimento de Equipas e Projectos Comerciais. Definição A A.C.G. CONSULTORES, é uma Empresa de Consultoria,

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA Procedimento Concursal para. Recrutamento de 20 Técnicas/os Superiores

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA Procedimento Concursal para. Recrutamento de 20 Técnicas/os Superiores INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA Procedimento Concursal para Recrutamento de 20 Técnicas/os Superiores Nos termos do disposto no nº 2 do artigo 47º da Lei nº 82-B/2014, de 31 de dezembro, e do nº 5 do

Leia mais

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Índice Investimento público e privado no Ensino Superior Propinas Investimento público e privado

Leia mais

Âmbito. Objetivos. Destinatários. Preço. Carga Horária. Consulte os nossos protocolos para saber os descontos que pode usufruir!

Âmbito. Objetivos. Destinatários. Preço. Carga Horária. Consulte os nossos protocolos para saber os descontos que pode usufruir! Âmbito O Curso foi especialmente concebido para todos os avaliadores que desejem obter a certificação de peritos avaliadores de imóveis de Fundos de Investimento Imobiliário, bem como para todos aqueles

Leia mais

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal COTEC PORTUGAL - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PARA A INOVAÇÃO A COTEC Portugal - Associação

Leia mais

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA Conselho Estratégico da Green Business Week Entidades Empresas convidadas

Leia mais

da Uniiversiidade de Évora

da Uniiversiidade de Évora Universidade de Évora Rellatóriio sobre o Inquériito aos Liicenciiados da Uniiversiidade de Évora Pró-Reitoria para a Avaliação e Política da Qualidade Jacinto Vidigal da Silva Luís Raposo Julho de 2010

Leia mais

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Iniciativas Inovadoras de Formação e Qualificação Profissional para o Comércio CIM Alto Minho 30 de junho de 2015 Missão Sucesso

Leia mais

SE CHALLENGE. Ideias e projectos de empreendedores sociais ATREVE-TE A CONCORRER! És interessado, dedicado e comprometido com a transformação social?

SE CHALLENGE. Ideias e projectos de empreendedores sociais ATREVE-TE A CONCORRER! És interessado, dedicado e comprometido com a transformação social? SE SIM És interessado, dedicado e comprometido com a transformação social? Ideias e projectos de empreendedores sociais És um agente de mudança social? Se sim, este concurso é a oportunidade ideal para

Leia mais

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO MESTRADO GESTÃO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos O mestrado em Gestão é uma novidade da oferta formativa da ESTG, para o

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 LUANDA PROGRAMA AVANÇADO PARA DECISORES CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 2.ª EDIÇÃO Inscrições e mais informações em: www.ambienteonline.pt/luanda-concursos-internacionais-2015

Leia mais

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Coimbra, 18 de Março de 2004 As métricas O Projecto TIM, globalmente,

Leia mais

Nuno Alexandre de Almeida Carapito. Engenheiro Mecânico

Nuno Alexandre de Almeida Carapito. Engenheiro Mecânico Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Rua José Leite Vasconcelos Lote 165 3º Esq, 3020-106 Coimbra (Portugal) 915011628 nuno.carapito@hotmail.com Sexo Masculino Data de nascimento 07/07/1982 Nacionalidade

Leia mais

InovaçãoemPortugalcaiparaníveisde2010

InovaçãoemPortugalcaiparaníveisde2010 14deJunhode2013 PIB Défice InovaçãoemPortugalcaiparaníveisde2010 http://www.publico.pt/economia/noticia/inovacao-em-portugal-cai-para-niveis-de-2010-1583482 http://www.freegreatpicture.com/3d-business-people/d-villain-30435

Leia mais

IDC CLOUD LEADERSHIP FORUM

IDC CLOUD LEADERSHIP FORUM IDC CLOUD LEADERSHIP FORUM 12 de Março 2013 Reitoria da Universidade Nova de Lisboa RESUMO DO EVENTO PATROCINADORES O EVENTO FOI ORGANIZADO PELA E PATROCINADO PELAS SEGUINTES EMPRESAS: PLATINUM KEYNOTE

Leia mais