Conferência Mundial de Negócios da Aquicultura

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conferência Mundial de Negócios da Aquicultura"

Transcrição

1 FRI-AQUA n o t í c i a s Publicação trimestral da Nutreco Fri-Ribe Nutrição Animal S.A. Edição Setembro 2012 Nº 03 Nesta edição Conferência Mundial de Negócios da Aquicultura Realizada a cada dois anos, a AquaVision consiste em uma conferência mundial organizada pela Nutreco sobre aquicultura. A edição de 2012 foi realizada em Stavanger, Noruega, de 11 a 13 de Junho e foi estruturada em 3 temas principais, direcionando o ciclo de palestras para o atual cenário de transformações: Alimentando 9 bilhões de pessoas, A revolução azul na Ásia e Depois de amanhã. Tal divisão possibilitou a abordagem dos desafios da aquicultura, enfatizando a necessidade de melhoria contínua na cadeia de produção, a importância da sustentabilidade e o papel que a aquicultura representará no desafio global de alimentar 9 bilhões de pessoas em Acesse o site da Nutreco Fri-Ribe, conheça melhor nossos produtos e contate nosso Serviço de Atendimento ao Cliente. Segue na página 03 Página 2 Editorial Parceria internacional Página 3 AquaVision 2012 Páginas 4 e 5 Consultoria Nutreco Fri-Ribe Dietas de saúde Página 7 Entrevista técnica Piscicultura Página 8 Eventos: FENACAM e PECNORDESTE Páginas 9 NIR Tecnologia a serviço da qualidade Página 10 Carcinicultura em destaque Página 11 Consultoria Nutreco Fri-Ribe Carcinicultura LINHA DE PRODUTOS NUTRECO FRI-RIBE PARA AQUICULTURA

2 Editorial Visita internacional Nutreco Fri-Ribe e Compescal visitam o Equador para intercâmbio de conhecimentos Nutreco Fri-Ribe mantém cronograma para os principais investimentos em Aquicultura. O último trimestre (maio/junho/julho) foi de intensa movimentação na Nutreco Fri-Ribe: participamos de eventos nacionais e internacionais (FENACAM, AQUAVISION, PECNORDESTE), ministramos palestras e organizamos uma visita ao Equador para intercâmbio técnico em carcinicultura. Além destas atividades, intensificamos a implementação da ferramenta Gaiola X Gaiola (piscicultura) e da metodologia de leitura intestinal (carcinicultura), que já estão apresentando excelentes resultados práticos. Nova fábrica em Teresina-PI CEPAC (Mossoró-RN) Entramos no ultimo quadrimestre de 2012 com todos os investimentos em infraestrutura seguindo o cronograma: nova fábrica em Teresina - PI, nova extrusora para produção de produtos especiais em Maracanaú - CE e o Centro de Pesquisa Aplicada à Carcinicultura (CEPAC) em Mossoró - RN. Desta forma, damos um inovador passo para o processo de melhoria contínua dos nossos produtos e pavimentamos o caminho para os novos investimentos previstos para Abraço, Antonio Klüppel Neto Gerente corporativo comercial NE expediente Luís (Flávio) e equipe técnica da COMPESCAL: Hudson Lucena, Victor Wolf e Alison Silva. Representada pelo Gerente de Carcinicultura, Luís dos Santos (Flávio), a Nutreco Fri-Ribe realizou em conjunto com a equipe técnica da COMPESCAL uma visita ao Equador para promover troca de experiências com os técnicos de carcinicultura local. A equipe foi recepcionada pelo consultor da SKRETTING Dagorberto Sanchez e seguiu uma programação nas principais empresas de carcinicultura equatoriana, como os grupos: Texcumar, Prilabsa, Concepta Azu e Expalsa. Na ocasião, foram visitados laboratórios, fazendas, beneficiamento e instituição de P & D. O itinerário foi montado para que o grupo pudesse visitar todos os setores da cadeia de produção equatoriana. Estas visitas proporcionaram uma visão sistêmica da produção local e a possibilidade de analisar as diferenças quando comparada com a tecnologia de produção utilizada no Ceará, pois as técnicas são distintas e os equatorianos convivem com a WSSV (Mancha Branca) há alguns anos. Nutreco Fri-Ribe Nutrição Animal S.A. Via de Ligação 1, nº 900 Distrito Industrial III CEP Marcanaú CE Fone Fax Gerente Corporativo Comercial NE: Antonio Klüppel Superintendente Técnico de Aquicultura: Marcelo Toledo Colaboração: Ítalo Régis, Charlys Emanoel, Daniela Nomura, Adriano Guaraná, Allison Paulino e Raphael Venâncio Edição: Danielle dos Santos Silva Edição de arte: Rosana Pozzobon Fotos: Arquivo Nutreco Fri-Ribe Nutrição Animal S.A. 2 Fri-Aqua Notícias

3 AquaVison 2012 Conferência Mundial de Negócios da Aquicultura Continuação da capa A abertura do evento foi realizada pelo novo CEO da Nutreco, o Sr. Knut Nesse e, logo em seguida, o ciclo de palestras foi iniciado, abordando os mais diversos assuntos ligados aos temas principais citados anteriormente. Foram ministradas palestras sobre os desafios da aquicultura, segurança alimentar, genética, contribuição da indústria de ração para o desenvolvimento do setor, sustentabilidade, aquicultura asiática, sanidade, fornecimento de matérias-primas e políticas de investimentos. O encerramento do evento foi conduzido pelo Sr. Wout Dekker que, em agosto, encerrou o ciclo de 12 anos como CEO da Nutreco. O principal momento do evento foi a palestra do Sr. Kofi Annan, membro executivo da ONU, com o tema Como a aquicultura pode contribuir para alimentação de 9 bilhões de pessoas em 2050?. Após o discurso, foi realizada uma mesa redonda com os participantes do evento. A AquaVision conseguiu reunir os principais líderes da aquicultura e evidenciar os desafios globais, criando conceitos para ações locais respeitando as limitações socioeconômicas e ambientais dos países que estes líderes e formadores de opiniões exercem influência. Segundo o Sr. Wout Dekker, a principal mensagem é trazer inspiração para os gestores. A Nutreco Fri-Ribe recebeu 9 convidados no evento que foram recepcionados pelo Presidente da empresa, Sr. Eduardo Amorim, e pelo Sr. Antonio Kluppel, Gerente Corporativo Comercial do Nordeste. Além do programa oficial do evento, a Nutreco Fri-Ribe teve a satisfação de acompanhar os seus convidados em duas atividades extras: visita ao centro de pesquisa da SKRETTING e visita a Marine Harvest (produção de salmão). Durante as visitas os convidados puderam observar toda a tecnologia aplicada em pesquisa e desenvolvimento da Nutreco, bem como o modelo utilizado nas produções de salmão da Noruega. Kofi Annan em discurso sobre Como a aquicultura pode contribuir para alimentação de 9 bilhões de pessoas em 2050? Skretting Aquaculture Research Center (ARC) Marine Harvest Convidados pela Nutreco Fri-Ribe para participação da AquaVision 2012: Julio Neves (Poli Nutri), Fabiana Pilarski (CAUNESP), Gustavo Bozzano (M. Cassab), Lenah Cutait (M. Cassab), Mario Cutait (M. Cassab), Elisabeth Urbinati (CAUNESP), Dalton Carneiro (CAUNESP), Camilo Diógenes (ACEAQ), Jaldir Lima (BNDES) Fri-Aqua Notícias 3

4 Consultoria Nutreco Fri-Ribe - Piscicultura Dietas de saúde: princípios e aplicabilidade Daniela Nomura Varandas, Coordenadora Técnica em Piscicultura, unidade de SP A aquicultura é uma atividade emergente com práticas de manejo intensivas que podem favorecer o surgimento de enfermidades. Melhoramento genético e boas práticas de manejo são realidades que já acontecem no Brasil que, quando aliadas a dietas que melhorem o sistema imune de peixes e camarões, têm apresentado resultados surpreendentes. Uma dieta de saúde deve ser capaz de melhorar o sistema imune, a saúde intestinal, ter efeito antimicrobiano, aumentar a capacidade antioxidante e ainda fortalecer a pele e escama dos peixes e a casca do camarão. Seguindo o firme propósito de contribuir para a produção de alimentos, por meio de tecnologias nutricionais, a Nutreco Fri-Ribe disponibilizou ao mercado inovação, com base em tecnologias extremamente aplicáveis na nutrição de organismos aquáticos. A NUTRI- ÇÃO ATIVA é um conceito inovador, baseado em sólidos resultados obtidos pela Nutreco na produção de peixes e crustáceos pelo mundo. Este conceito está incorporado nos novos alimentos Fri-Aqua Protec, que são dietas especiais, cujo objetivo é proteger a biomassa em produção. O centro de pesquisa da Skretting (Aquaculture Reserch Center ARC Skretting) há anos trabalha com o conceito de NUTRIÇÃO ATIVA, onde cada ingrediente/nutriente é incluído nas formulações por razões específicas, buscando outras funcionalidades além de seu conteúdo nutricional. O Fri-Aqua Protec compõe um programa exclusivo de nutrição, adaptado as espécies e condições ambientais brasileiras, proporcionando aos peixes e camarões maior capacidade para enfrentar os desafios produtivos. O produto Fri-Aqua Protec é elaborado com matérias-primas diferenciadas de altíssima qualidade, seguindo o padrão Nutreco de excelência, assegurando os benefícios de uma dieta livre de contaminantes, dentro de um amplo conceito de segurança alimentar. Fri-Aqua Protec é certamente o melhor investimento para períodos de desafio produtivo ao contribuir de forma eficaz para a homeostase e saúde dos peixes e camarões. Fri-Aqua Protec age no organismo com o objetivo de proteger os estoques frente a condições adversas do ambiente e de manejo. É um alimento eficiente para regular cinco aspectos fundamentais da fisiologia dos animais aquáticos e sua interação com os patógenos: 1 Fortalecimento do sistema imune; 2 Estabilização da microflora intestinal; 3 Manutenção da integridade intestinal, com efeito antimicrobiano e anti- -inflamatório; 4 Aumento da capacidade antioxidante e suporte metabólico; 5 Fortalecimento da pele e barreiras externas. 4 Fri-Aqua Notícias

5 NATUMIX Principais benefícios do Fri-Aqua Protec Proteína de alto valor biológico, proporcionando maior disponibilidade de aminoácidos para a construção e reparação de tecidos, assim como a disponibilidade de peptídeos com ação na resposta imunológica. Os ácidos graxos da série Ômega 3 auxiliam na permeabilidade das membranas celulares, com reflexos diretos na melhoria da resistência a doenças destes organismos. As Vitaminas Lipossolúveis A, D e E são importantes agentes de estímulo à resistência a doenças. A Vitamina A tem função específica na manutenção da integridade da pele e das mucosas, a Vitamina D tem papel no metabolismo de Cálcio e Fósforo e a Vitamina E interage com a membrana celular, aumentando a atividade imunológica. A Vitamina C atua na formação do tecido conjuntivo, auxiliando na recuperação da pele e das mucosas, além de estimular de forma direta o sistema imunológico. A Colina é precursora de elementos estruturais da membrana celular, e tem função na transmissão do impulso nervoso, na utilização de lipídeos e na formação do aminoácido metionina. Os minerais orgânicos (maior assimilação) têm importante função na formação de tecidos cutâneo, muscular, ósseo e do sangue, e em uma grande variedade de processos metabólicos e equilíbrio osmótico dos organismos aquáticos. A interação do Selênio com a Vitamina E pode auxiliar na resistência dos organismos aquáticos. Beta-Glucano é um polissacarídeo formado por cadeias de glucomoleculas, as quais estão conectadas as ligações 1,3/1,6, da parede celular das leveduras (Saccharomyces cerevisiae). Seu mecanismo de ação envolve a estimulação de Macrófagos (fagocitam, digerem e matam antígenos), como parasitos, vírus e bactérias. Sua inclusão tem como objetivo potencializar o sistema imune inespecífico, reduzir a mortalidade produzida por patógenos oportunistas e aumentar a resistência frente a parasitos. Nucleotídeos são compostos biológicos constituintes de ácidos nucleicos (ADN e ARN), fundamentais para a multiplicação celular. São considerados nutrientes semi essências. Estes nutrientes ajudam a manter a estrutura e funcionalidade do intestino, com aumento da altura das vilosidades, favorecimento da regeneração dos enterócitos e estimulam a produção de muco no intestino. Prebióticos na forma de mananoligossacarídeos são carboidratos específicos da parede celular de leveduras que auxiliam como substrato a manutenção de cepas benéficas no trato digestório. Natumix: composto de origem natural (extratos vegetais) exclusivo da Nutreco, que apresenta importante atividade antimicrobiana determinada por grupos funcionais destes extratos (sulfurados, fenólicos, etc), inibindo o metabolismo bacteriano mediante a alteração da permeabilidade da membrana celular. Consulte a equipe técnica da Nutreco Fri-Ribe para maiores informações e instruções de uso. Atividade antibacteriana frente a Aeromonas hydrophila, Streptococcus agalactiae e Edwardsiella sp A resistência aos antimicrobianos é um dos maiores problemas na aquicultura mundial, devido à contaminação ambiental e do pescado pelo surgimento de cepas multidrogas-resistentes. Isto tem motivado a busca por novas alternativas terapêuticas, como o uso de produtos naturais que são ecologicamente corretos. Foi realizado um estudo em parceria com o Laboratório de Patologia de Organismos Aquáticos da UNESP de Jaboticabal, com o objetivo de avaliar a atividade antibacteriana, in vitro, do produto Natumix (composto de origem natural extratos vegetais exclusivo da Nutreco) frente a três bactérias potencialmente patogênicas para peixes mencionadas acima. Para avaliar a atividade antibacteriana do produto, determinou-se a Concentração Inibitória Mínima (CIM) e a Concentração Bactericida Mínima (CBM) do produto sobre as cepas citadas, pelo método da macrodiluição em caldo, utilizando concentrações do Natumix entre 1 e 20%. A concentração das três cepas testadas foi ajustada para 1,0x108 UFC/ml. Como pode ser verificado nos gráficos abaixo, o Natumix apresentou atividade efetiva antibacteriana contra as três cepas avaliadas e pode ser usado como um potencial inibidor de bactérias patogênicas para peixes. Quantidade de colônias (UFC/ml) por concentração de NATUMIX (em %) Aeromonas hydrophila (UFC/ml) Concentração de Natumix (%) Streptococcus agalactiae (UFC/ml) Concentração de Natumix (%) Edwardsiella sp (UFC/ml) CIM = 6% CIM = 4% CIM = 6% Concentração de Natumix (%) Autores do experimento: Daniela Nomura Varandas, Marcelo Pereira de Aguiar Toledo; Fernanda de Alexandre Sebastião e Fabiana Pilarski. Fri-Aqua Notícias 5

6

7 Entrevista técnica Piscicultura Nutrição e processamento da tilápia Bruno Francisco de Souza Casalino, médico veterinário, atualmente é o responsável técnico pela piscicultura da Tilápia do Brasil. Márlon Leonel Pazini, médico veterinário, é o responsável técnico pelo frigorífico da Tilápia do Brasil. Em entrevista à Nutreco Fri-Ribe, eles comentam sobre a interferência e a importância da nutrição de qualidade e do manejo alimentar no rendimento de filé da tilápia. Na visão de vocês, o que mudou no mercado de piscicultura na última década? Quais as perspectivas para o mercado nos próximos 5 anos? A piscicultura atualmente é vista com outros olhos. Antigamente a piscicultura era considerada como atividade de subsistência, amadora. Hoje é muito profissional e vista como uma atividade rentável. A demanda de pescado vem aumentando, embora isto não possa ser traduzido com maior produção e venda. O aumento no consumo de pescado ocorre com oscilações e a venda não é constante, ou seja, sobra e falta peixe. A perspectiva é de aumento na produção e instabilidade, muito influenciada pelas matérias-primas que compõem os alimentos dos peixes. Como futuros piscicultores deveriam estruturar sua produção considerando as tendências mencionadas de mercado? Buscar aumentar o valor agregado dos produtos, como obter um peso diferenciado dos peixes, cultivar diferentes espécies de peixes, além de adotar estratégias como vacinação e manejo alimentar, visando o aumento da produtividade. Um dos pontos críticos de sucesso que temos observado é a sobrevivência. Outro ponto crítico é seguir bem uma curva de crescimento, diminuir os erros nas contagens e classificação dos peixes. O entrosamento com a equipe operacional é fundamental para efetividade destas ações. Bruno Qual a importância de uma nutrição de qualidade na sustentabilidade da piscicultura? Na eleição dos fornecedores de nutrição, quais qualidades você considera como diferenciais? Nutrição de qualidade é o básico. Sem alimento de qualidade não se obtém resultados competitivos e boa digestibilidade. Quanto melhor a qualidade nutricional da ração, maior o aproveitamento e menor a poluição do ambiente de cultivo. Toda a piscicultura está alicerçada em qualidade da ração. O controle da conversão alimentar, ganhos de peso diário, pontualidade na entrega, prazo para pagamento são importantes, mas o principal é a qualidade, que gera resultados zootécnicos e custo/benefício. Bruno - Considerando a nutrição, é possível diferenciar de forma prática seu reflexo no rendimento de filé? Sim. Quando se fala em rendimento, vários são os fatores que influenciam, mas a nutrição é fundamental. Já realizamos vários testes e existe diferença notável no rendimento do filé quando comparamos os diferentes fornecedores de ração. Márlon - Considerando sua experiência, é possível relatar alguma interferência da nutrição, positiva ou negativa, nas características da carne de tilápia? Acredito que a ração de má qualidade interfere muito no crescimento e desenvolvimento do animal, interferindo negativamente na susceptibilidade a doenças, no crescimento e no desenvolvimento de massa corpórea, resultando em baixo rendimento de filé. Ao contrário, uma boa nutrição pode até fortalecer os peixes debilitados, numa tentativa de fortalecimento da saúde. Os melhores rendimentos de filé vêm de animais alimentados com a melhor nutrição. Do ponto de vista do manejo alimentar, quais controles vocês consideram importantes para obter a melhor conversão alimentar com alto rendimento de filé? Com o tempo percebe-se que não adianta oferecer alimento considerando a quantidade que o peixe come, é preciso ter estratégia. Recomendamos uma estratégia de alimentar a vontade peixes até 600 gramas e depois reduzir um pouco. Seguimos uma curva de crescimento, como observamos no trabalho realizado pela equipe Nutreco Fri- -Ribe na análise Gaiola x Gaiola: na fase 2 alimentamos bem, como recomenda o modelo e, na fase 3, reduzimos o fornecimento. Fri-Aqua Notícias 7

8 Eventos Nutreco Fri-Ribe participa da FENACAM e PECNORDESTE 2012 Stand Nutreco Fri-Ribe (FENACAM 2012) Simpósio Skretting Fri-Ribe (Fenacam 2012) Equipe Nutreco Fri-Ribe (PECNORDESTE 2012) A FENACAM (Feira Nacional do Camarão) é o evento mais importante da aquicultura do Brasil. Já em sua 9ª edição, o evento foi realizado no Centro de Convenções de Natal/RN, de 11 a 14 de junho. Durante o evento, foram apresentadas diversas palestras e trabalhos técnicos sobre aquicultura. Além disto, os produtores puderam interagir com empresas fornecedoras de insumos e equipamentos, fechar negócios e realizar parcerias. A Nutreco Fri-Ribe participou de todas as edições da FENACAM, pois acredita ser uma excelente oportunidade para estreitar o relacionamento com clientes e parceiros. A equipe comercial, técnica e diretores estiveram presentes no stand para receber os participantes e apresentar a completa linha de produtos e serviços para aquicultura ofertados pela empresa, assim como sanar quaisquer dúvidas sobre a empresa. A Nutreco Fri-Ribe também organizou duas palestras técnicas: Avanços na Nutrição e Manejo Alimentar do Litopenaeus Vannamei na Ásia, ministrada pelo Dr. Dagoberto Sanches (consultor de carcinicultura da Skretting Américas) e Ferramentas de Análise da Produção para a Tilápia Modelo de Crescimento, realizada pelo Dr. Marcelo Toledo (Superintendente de Aquicultura da Nutreco Fri-Ribe). Além das palestras oficiais, a Nutreco Fri-Ribe preparou um evento extra, o Simpósio Skretting Fri- -Ribe, com mais duas palestras técnicas: Dietas de Saúde: uma Ferramenta de Auxílio no Manejo Alimentar de Camarões (Dr. Marcelo Toledo) e Técnica de Leitura de Intestinos para Melhor Controle de Manejo Alimentar de Camarões (Dr. Dagoberto Sanches). A Nutreco Fri-Ribe também participou do PECNORDESTE 2012, um dos principais eventos do agronegócio nordestino, realizado nos dias 18 a 21 Novidades Nutreco Fri-Ribe de junho no Centro de Exposições do Ceará, em Fortaleza. O PECNORDESTE (Seminário Nordestino de Pecuária) contempla uma extensa programação técnico-científica, com a realização de seminários setoriais, palestras, mesas redondas, mini-cursos, entre outras atividades. A Nutreco Fri-Ribe esteve presente no evento como expositora e também organizou uma palestra sobre dietas de saúde para pisicultura, ministrada pelo Dr. Marcelo Toledo. O evento entregou prêmios aos expositores que se destacaram e a Nutreco Fri-Ribe ganhou pela segunda vez consecutiva como o melhor stand do evento. Nestes dois eventos, a Nutreco Fri-Ribe apresentou o novo design da marca da linha de produtos para aquicultura (peixes e camarões), que além de contar com um layout mais moderno, passou a ser escrita de outra maneira Fri- -Aqua (a grafia antiga era FRI-ACQUA). A Empresa também consolidou o lançamento dos novos alimentos Fri-Aqua Protec, que são dietas especiais, diferenciadas para camarões e peixes, cujo objetivo é proteger a biomassa em produção, proporcionando aos animais maior capacidade para enfrentar condições adversas de ambiente e manejo. 8 Fri-Aqua Notícias

9 Nutrindo resultados NIR - Near Infrared: tecnologia a serviço da qualidade O mercado de indústria de rações tem parâmetros de qualidade exigentes e a Nutreco Fri-Ribe é uma empresa reconhecida por possuir elevados padrões de controle de qualidade. Seguindo este conceito, um programa rigoroso de inspeção é realizado nas várias etapas do processo produtivo, desde a seleção de matérias-primas, inspeção contínua do processo de fabricação, até o produto acabado. A Nutreco Fri-Ribe investe constantemente em novas tecnologias e, recentemente, adquiriu um equipamento para análises laboratoriais com leituras no infravermelho conhecido como NIR (Near Infrared). Trata-se de um instrumento de tecnologia avançada que tem como objetivo avaliar parâmetros nutricionais e de qualidade, tais como umidade, extrato etéreo, cinzas, fibra, proteína e granulometria, fornecendo resultados consistentes e precisos de forma rápida. O funcionamento do NIR se baseia no princípio mecânico de iluminar uma amostra com luz de comprimento na região no infravermelho, isto é, na região que se estende além do vermelho no arco-íris (não visível para humanos). Como as ligações covalentes das substâncias orgânicas absorvem a energia luminosa e usam esta absorção para estimar o número e o tipo de ligações moleculares, através desta diferença entre a quantidade de luz emitida pelo NIR e a quantidade de luz refletida pela amostra, pode-se predizer a sua composição química (padrões de umidade, proteína, extrato etéreo, cinzas, fibra, etc.), o que tem sido comparado à impressão digital da amostra. Para os principais parâmetros de qualidade, o Infravermelho (NIR) oferece a mesma exatidão dos métodos químicos de referência, com a vantagem de não ser necessário diluições ou reagentes, pois o preparo da amostra é simples, somente moagem na maioria dos casos, e a leitura é feita diretamente na amostra que permanece inalterada, podendo ser reaproveitada, reduzindo assim os custos com reagentes e sem geração de resíduos de análise. Isto faz com que esta ferramenta seja ideal para uso ao longo do processo de produção de rações, de modo a poder responder em tempo real às alterações de processo não desejadas. O processo de recepção/ seleção de matérias-primas também ganha agilidade e segurança, pois com a rapidez das análises do Infravermelho (NIR), o tempo de espera para descarregamento é reduzido de horas para minutos, quando comparado com o tempo despendido pelas análises químicas. Atualmente, a Nutreco Fri-Ribe dispõe de um equipamento NIR alocado na Unidade do Ceará, o qual está calibrado para análises de matérias-primas críticas como as de origem animal: farinha de carne e ossos, farinha de vísceras de aves e farinha de peixes. Como diferenciais nas análises de nutrientes também podemos contar com a avaliação dos níveis de metionina e lisina. Dentre os ingredientes de origem vegetal temos calibrações para farelo de soja, glúten de milho e outras. As calibrações também são dedicadas aos produtos finais, conforme tabela abaixo. Outro equipamento foi adquirido para a unidade de São Paulo, localizada na cidade de Pitangueiras. Além disto, novas curvas de calibração para análise de outros ingredientes (sorgo, farinha de trigo, óleos, quirera, etc.), novas curvas para análise de outros insumos (rações fareladas de aves e ruminantes) e análises de digestibilidade serão implantadas. O objetivo da Nutreco Fri-Ribe é aprimorar cada vez mais o seu processo de qualidade, pesquisa e desenvolvimento em nutrição animal. Atualmente, além de várias matérias-primas, o NIR também está calibrado para análises das seguintes linhas de produtos: Calibração Nutrientes Produto acabado Umidade Proteína Cinzas Extrato etéreo Rações para camarão X X X X Rações para peixes X X X X Pet Food X X X X Fri-Aqua Notícias 9

10 Carcinicultura em destaque Pearce Furtado planeja aumentar sua área produtiva e investe para melhorar o ambiente de cultivo Flávio Luís Azevedo Furtado é proprietário da fazenda Pearce Furtado, localizada na zona rural do município de Itarema-CE. A fazenda possui 8 hectares de lâmina d água, sistema de cultivo intensivo com densidade de 50 camarões/m² e produz mais de kg de camarão por hectare, dando preferência para animais com 10 g de peso médio. Em entrevista à Nutreco Fri-Ribe, ele comenta sobre as tendências da carcinicultura e sobre a importância de uma nutrição de qualidade para o sucesso da produção. Principais dados médios dos 2 últimos ciclos produtivos Área (ha) Dias cultivo Povoam. Dens. Ini (cam/m 2 ) Sob% Peso Final Na sua visão, o que mudou no mercado de carcinicultura na última década? A principal mudança foi o redirecionamento do escoamento da produção, que antes tinha como principal destino o mercado externo. Agora, a produção é quase totalmente absorvida pelo mercado interno. Esta mudança foi ocasionada por uma crise no início da década. Hoje, o mercado apresenta um quadro de pseudo estabilidade, sempre na iminência da abertura da importação de camarão ou uma interdição das fazendas por conta da dificuldade de renovação da licença de operação. Quais as perspectivas do mercado para os próximos 5 anos? Há a perspectiva de crescimento da demanda do mercado consumidor. Para que este crescimento seja favorável ao produtor brasileiro, o governo precisa fazer novas políticas fiscais, ambientais e de incentivos a atividade. O desenvolvimento de novas ferramentas e tecnologias também é necessário, favorecendo métodos de cultivos alternativos, visando um aumento na produção para suprir as demandas do mercado. Para buscar o surgimento de tais melhorias, é preciso aumentar as parcerias entre setor privado e universidades. I.S. Biomassa Despescada (kg) FCA Produto (Kg/ha) foto Lab. Produto % 11 0, , Potiporã 35 HD Como você está estruturando sua produção, considerando as tendências mencionadas de mercado? A Pearce Furtado está sempre buscando melhorias para o seu negócio. Vamos aumentar nossa área de produção para 14 hectares e, para planos futuros, já temos aprovado um total de 26 hectares. Vamos ativar os berçários, buscando melhorar a sobrevivência final. Planejamos construir e equipar um minilaboratório para acompanhamento da sanidade dos animais. Para melhorar o nosso F.C.A., estabelecemos uma parceria com a Nutreco Fri-Ribe, implantando em 50% da fazenda um protocolo de alimentação baseado na leitura do trato intestinal e outras medidas, como oxigênio dissolvido, temperatura e tempo adequado de intervalo entre tratos. Em busca de melhorar o crescimento inicial, iremos adicionar à nossa preparação do viveiro a utilização do Bionutre, produto diferenciado e aprovado na região. Cite um ou mais pontos críticos de sucesso observados no seu sistema de produção? Gerenciamento e consultorias: apesar de ser uma fazenda pequena, conto com um Engenheiro de Pesca (Daniel Barreto), que gerencia e administra minha produção, deixando-me mais tranquilo e certo dos bons resultados. Além disto, conto com a equipe técnica da Nutreco Fri-Ribe, que acompanha de perto o meu cultivo e me orienta sobre as novidades do mercado (técnicas e comerciais). Qualidade de água: tenho um controle rigoroso de todos os parâmetros, pois em um cultivo intensivo todo cuidado é pouco. Sempre invisto em novos produtos que possam melhorar o ambiente de cultivo (probiótico para água e solo). Densidade de estocagem: trabalho com 50 animais/m² e procuro sempre respeitar as necessidades nutricionais e ambientais para o sucesso do cultivo. Qual a importância de uma nutrição de qualidade na sustentabilidade da sua carcinicultura? Na eleição dos fornecedores de nutrição, quais qualidades você considera como diferenciais? Tem um papel fundamental, pois, com a densidade de estocagem que eu trabalho, a ração participa quase que 100% da resposta de crescimento dos animais. Por isso preciso de um produto que atenda a todos os desafios impostos pelo meu sistema de produção, fornecendo os nutrientes necessários para os animais, trazendo um melhor custo beneficio. Atender as minhas necessidades técnicas, credibilidade no mercado, atendimento diferenciado, logística, acessibilidade (diretoria e gerência), transparência. A ração é o meu principal investimento e acredito que hoje seja um dos principais responsáveis pelo sucesso do meu cultivo, por isso a escolha não comercial, mas que seja parceira do meu empreendimento. Qual sua perspectiva em relação à chegada da doença da mancha branca no Nordeste? Como qualquer produtor, fico apreensivo e torcendo para que não chegue à nossa região e que temperaturas baixas ainda sejam um limitante para o seu gatilho. Acredito que seja necessária a união de toda cadeia produtiva para buscar melhorias e metodologia preventiva para evitar o avanço da doença. 10 Fri-Aqua Notícias

11 Inovação Leitura por Coloração do Conteúdo Intestinal de Camarões: resultados preliminares no Ceará Adriano Guaraná, Vitor Galdino, Augusto Cesar, Marcelo P. de Aguiar Toledo A metodologia de leitura intestinal foi apresentada no I Workshop Internacional de Carcinucultura, realizado em novembro de 2011 em Fortaleza-CE, pelo Professor PhD Chalor Linsuwam, que já vem aplicando esta técnica na Ásia com excelentes resultados práticos. O método consiste na avaliação do conteúdo intestinal dos camarões de modo a identificar de forma clara a presença de alimento (ração ou alimento natural) ou a ausência (vazio). A ração é caracterizada no intestino do camarão por um castanho claro e alimentos naturais (detritos, plâncton e bentos) aparecem com uma cor escura (figura 1). Parâmetros de temperatura e oxigênio dissolvido são fundamentais para utilizar a metodologia, pois auxiliam na realização de um manejo alimentar eficaz e no desenvolvimento uma estratégia alimentar personalizada ara cada unidade de produção. Outro ponto importante é que as tabelas de alimentação não permitem ajustes sutis durante o cultivo e, algumas vezes, induzem a falhas na determinação dos volumes ofertados. A equipe técnica da Nutreco Fri-Ribe está implementando junto aos clientes este novo modelo de acompanhamento. Com este trabalho, a empresa busca estabelecer um elo inovador de parceria, levando ao produtor difusão de tecnologia, capacitação de mão-de-obra e o monitoramento do cultivo, através do acompanhamento sistemático das condições ambientais e aplicação de manejos específicos para indicação de dietas de alto desempenho. Este trabalho já está sendo realizado em fazendas nos estados do RN e CE, apresentando resultados excelentes. O acompanhamento se inicia com uma avaliação geral dos aspectos da fazenda. As leituras são realizadas 1 hora antes da Gráfico 1 Crescimento médio semanal apresentado durante experimento de avaliação da utilização da metodologia de leitura de intestino - Em gramas 2,9 0 30/jun No gráfico acima, inferimos que as melhores taxas de crescimento apresentadas são decorrentes da melhoria da condição ambiental dos viveiros, que influencia positivamente a assimilação dos nutrientes da ração. Tabela 1 Resultados referentes à estimativa de fechamento dos viveiros em avaliação Método Experimento Biometria 3,6 07/jul Leitura de intestino + Bandejas 4,05 Área (ha) Densidade (cam./m 2 ) primeira oferta de alimento e depois 2 e 1 hora antes da próxima oferta, com objetivo de identificar qual a taxa de substituição da ração pelo alimento natural no intestino do camarão entre as ofertas de alimento, considerando o manejo alimentar normal utilizado na fazenda. Após as leituras, é realizada uma análise, considerando os parâmetros sugeridos como base para a implantação da metodologia (% de redução < 10%, oxigênio dissolvido > 3,0 mg/l às 04:00). Todo o processo é acompanhado por uma equipe da fazenda, que passará por um processo de capacitação para multiplicar aos demais colaboradores. As avaliações são realizadas diariamente pelos colaboradores da fazenda, buscando a 1,6 14/jul 4,6 2,7 21/jul 5,24 2,8 28/jul Peso (g) Produto (kg/ha) Sobr. (%) FCA Tempo (dias) 6,0 38,3 8, , Tabela + Bandejas 4,9 28,2 8, , Na tabela 1, demonstramos uma estimativa do impacto da metodologia de leitura de intestino sobre o controle da oferta de alimento e consequente redução da conversão alimentar de 1,23 (tabela + bandejas) para 1,1 (leitura intestino + bandejas). 6,09 3,85 04/ago Figura 1 Avaliação do Conteúdo Intestinal de Camarões padronização dos parâmetros de leitura (cor do conteúdo do intestino), considerado também a possibilidade de um melhor monitoramento quanto à sanidade, desenvolvimento, homogeneidade do plantel, dentre outros aspectos como período de muda (ecdise troca de carapaça), períodos de ronda, possíveis incidências de mortalidade, etc. Esta metodologia resulta em melhoria da qualidade de água (aumento de transparência), redução do bloom de algas (crescimento exagerado de fitoplancton) e uma redução real de volume de ração com ganho de biomassa. A consequência esperada é o menor F.C.A. (Fator de Conversão Alimentar) parcial do viveiro avaliado. Fri-Aqua Notícias 11

12

O papel da Nutrição na Saúde dos Peixes. João Manoel Cordeiro Alves Gerente de Produtos Aquacultura Guabi Nutrição Animal

O papel da Nutrição na Saúde dos Peixes. João Manoel Cordeiro Alves Gerente de Produtos Aquacultura Guabi Nutrição Animal O papel da Nutrição na Saúde dos Peixes João Manoel Cordeiro Alves Gerente de Produtos Aquacultura Guabi Nutrição Animal Você éo que você come(u)! Esta éuma visão do passado Vamos prever o futuro? Você

Leia mais

RAÇÕES PARA PEIXES: FATORES NUTRICIONAIS IMPORTANTES E IMPACTOS NOS RESULTADOS. Silvia Pastore - M.Sc. V Aquishow Agosto/2014

RAÇÕES PARA PEIXES: FATORES NUTRICIONAIS IMPORTANTES E IMPACTOS NOS RESULTADOS. Silvia Pastore - M.Sc. V Aquishow Agosto/2014 RAÇÕES PARA PEIXES: FATORES NUTRICIONAIS IMPORTANTES E IMPACTOS NOS RESULTADOS Silvia Pastore - M.Sc. V Aquishow Agosto/2014 Perguntas frequentes 1. As rações são todas iguais? 2. Como diferenciar as rações

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NO DESEMPENHO DAS AVES POEDEIRAS

IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NO DESEMPENHO DAS AVES POEDEIRAS IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NO DESEMPENHO DAS AVES POEDEIRAS ALEXANDRE DA SILVA SECHINATO Médico veterinário Pesquisador Tortuga Cia Zootecnica Agrária INTRODUÇÃO Ovo é um excelente alimento Alimento completo

Leia mais

notícias Tecnologia e inovação nutrindo resultados NESTA EDIÇÃO CONSULTORIA NUTRECO

notícias Tecnologia e inovação nutrindo resultados NESTA EDIÇÃO CONSULTORIA NUTRECO notícias Publicação trimestral da Nutreco Brasil Nutrição Animal LTDA. Edição Maio 2013 NESTA EDIÇÃO Página 2 Editorial 2013: mudando para liderar Página 3 Nutreco Brasil vai investir ainda mais em aquicultura

Leia mais

Multi Star Adulto 15kg e 5kg

Multi Star Adulto 15kg e 5kg Multi Star Adulto 15kg e 5kg Proteína Bruta Extrato Etéreo (Mín.) 21% (Mín.) 8% Matéria Mineral Matéria Fibrosa (Máx.) 8% (Máx.) 4% Cálcio (Máx.) 1,8% Fósforo (Mín.) 0,8% Carne de Frango e Arroz Extrato

Leia mais

Avanços de Melhoramento Genético de Camarão no Brasil

Avanços de Melhoramento Genético de Camarão no Brasil 1 Avanços de Melhoramento Genético de Camarão no Brasil João Luís Rocha, Ana Carolina Guerrelhas, Ana Karina Teixeira, Flávio Augusto Farias, e Ana Paula Teixeira Programa de Melhoramento Genético Genearch

Leia mais

CUIDADO NA FORMULAÇÃO DE DIETAS VEGETAIS OU COM SUBPRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL.

CUIDADO NA FORMULAÇÃO DE DIETAS VEGETAIS OU COM SUBPRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL. Data: Junho/2005 CUIDADO NA FORMULAÇÃO DE DIETAS VEGETAIS OU COM SUBPRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL. 1. Introdução Milho e farelo de soja são os principais ingredientes utilizados na formulação de rações para

Leia mais

Alimentação da vaca leiteira

Alimentação da vaca leiteira Alimentação da vaca leiteira A exploração leiteira consiste em atividade de converter recursos alimentares em leite, cujo valor agregado é superior a matéria-prima original. Recursos alimentares: Volumosos

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Último Encontro: Vila Velha 1 Escolha dos temas a serem trabalhados. Tema de hoje: Oficina sobre alimentação saudável 1) Alimentos Alimentos construtores: fornecem proteínas

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE MANEJO. Prof. Dr. Dalton José Carneiro

BOAS PRÁTICAS DE MANEJO. Prof. Dr. Dalton José Carneiro BOAS PRÁTICAS DE MANEJO NA ALIMENTAÇÃO DE PEIXES Prof. Dr. Dalton José Carneiro PRINCIPAIS FATORES DETERMINANTES DO DESEMPENHO NUTRICIONAL DAS DIETAS FORMULADAS PARA ORGANISMOS AQUÁTICOS Interdependência

Leia mais

MANEJO ALIMENTAR DE PEIXES

MANEJO ALIMENTAR DE PEIXES MANEJO ALIMENTAR DE PEIXES Paula Adriane Perez Ribeiro 1 Juliana Sampaio Guedes Gomiero 2 Priscila Vieira Rosa Logato 3 1 Introdução Dentre os diversos aspectos relacionados à piscicultura, aqueles envolvidos

Leia mais

Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA-

Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA- Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA- Índice Sobre o diagnóstico Aspectos sociais e produtivos Aspectos econômicos e mercadológicos Mercado consumidor Análise estratégica Sobre o diagnóstico

Leia mais

Streptococcus sp. Boletim Técnico

Streptococcus sp. Boletim Técnico Boletim Técnico S Streptococcus sp. C A Estreptococose é uma doença causada por bactérias gram positivas do gênero Streptococcus sp. e S. agalactiae. Esta é considerada a enfermidade de maior impacto econômico

Leia mais

Nutrição completa para equinos. Linha Equinos. Rações Suplementos Minerais

Nutrição completa para equinos. Linha Equinos. Rações Suplementos Minerais Nutrição completa para equinos Linha Equinos Rações Suplementos Minerais Confiança, Tecnologia, Qualidade e Resultado Estes são os ingredientes que fazem a diferença dos produtos Fanton. Há mais de 25

Leia mais

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS Porção de 100g (1/2 copo) Quantidade por porção g %VD(*) Valor Energético (kcal) 64 3,20 Carboidratos 14,20 4,73 Proteínas 1,30 1,73 Gorduras

Leia mais

140 - Acompanhamento biométrico no desenvolvimento de frangos de corte Gigante Negro alimentados com rações comercial e orgânica

140 - Acompanhamento biométrico no desenvolvimento de frangos de corte Gigante Negro alimentados com rações comercial e orgânica 140 - Acompanhamento biométrico no desenvolvimento de frangos de corte Gigante Negro alimentados com rações comercial e orgânica SIGNOR, Arcângelo Augusto. UEM, angelo_signor@gmail.com; CORRÊIA, Arlindo

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi Prof. Marta E. Malavassi Conceito: processo orgânico que envolve ingestão, digestão, absorção, transporte e eliminação das substâncias alimentares para a manutenção de funções, a formação e regeneração

Leia mais

PROJETO SOED. Relatório do primeiro ano de formação na UFSC. Genyess R.A.S.Vieira. (Março - Dezembro de 2011)

PROJETO SOED. Relatório do primeiro ano de formação na UFSC. Genyess R.A.S.Vieira. (Março - Dezembro de 2011) PROJETO SOED Relatório do primeiro ano de formação na UFSC Genyess R.A.S.Vieira (Março - Dezembro de 2011) Florianópolis, 2012 A cidade de Florianópolis, é a cidade capital do estado Santa Catarina, localizado

Leia mais

TAMBAQUI alimentando com eficiência para reduzir custos

TAMBAQUI alimentando com eficiência para reduzir custos 1 Por: Fernando Kubitza, Ph.D. Acqua Imagem Serviços em Aquicultura fernando@acquaimagem.com.br entre os peixes amazônicos, o tambaqui é a espécie de maior destaque na América Latina, em especial no Brasil.

Leia mais

Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins

Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins Edição1 2014 Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins Piscicultores e técnicos da região central do Tocantins se reuniram no dia 24 de julho de

Leia mais

O Aquanegócio Brasileiro: uma visão diferente. SEBRAE/MT Cuiabá, 16 Outubro 2014

O Aquanegócio Brasileiro: uma visão diferente. SEBRAE/MT Cuiabá, 16 Outubro 2014 O Aquanegócio Brasileiro: uma visão diferente SEBRAE/MT Cuiabá, 16 Outubro 2014 28 Estados-Membros; 507 milhões de habitantes; Maior importadora mundial de alimentos; Alta demanda por qualidade, segurança

Leia mais

notícias NESTA EDIÇÃO VI Curso de Extensão Sanidade em Piscicultura EVENTO DA PISCICULTURA

notícias NESTA EDIÇÃO VI Curso de Extensão Sanidade em Piscicultura EVENTO DA PISCICULTURA notícias Publicação trimestral da Nutreco Brasil Nutrição Animal LTDA. Edição Setembro 2013 NESTA EDIÇÃO Página 2 Editorial I Convenção de Aquicultura Página 3 Nova Planta em Teresina: inovação e expansão

Leia mais

FARELO DE SOJA: PROCESSAMENTO E QUALIDADE

FARELO DE SOJA: PROCESSAMENTO E QUALIDADE Data: Janeiro/2001 FARELO DE SOJA: PROCESSAMENTO E QUALIDADE...A soja é uma das mais importantes culturas agrícolas mundiais, sendo sua produção destinada para a obtenção de óleo e farelo, pela indústria

Leia mais

Introdução. Conceitos aplicados a alimentação animal. Produção animal. Marinaldo Divino Ribeiro. Nutrição. Alimento. Alimento. Nutriente.

Introdução. Conceitos aplicados a alimentação animal. Produção animal. Marinaldo Divino Ribeiro. Nutrição. Alimento. Alimento. Nutriente. Conceitos aplicados a alimentação animal Introdução Produção animal Marinaldo Divino Ribeiro EMV Depto de Produção ão Animal - UFBA Genética Sanidade Nutrição Alimento Susbstância que, consumida por um

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO E DO MANEJO DE VACAS LEITEIRAS EM PRODUÇÃO

A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO E DO MANEJO DE VACAS LEITEIRAS EM PRODUÇÃO A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO E DO MANEJO DE VACAS LEITEIRAS EM PRODUÇÃO 1 Ricardo Dias Signoretti A atual situação econômica da cadeia produtiva do leite exige que os produtores realizem todas as atividades

Leia mais

USO DE ÓLEOS E GORDURAS NAS RAÇÕES

USO DE ÓLEOS E GORDURAS NAS RAÇÕES 1 USO DE ÓLEOS E GORDURAS NAS RAÇÕES 1. INTRODUÇÃO A evolução gradual dos métodos que o homem tem usado para alimentação dos animais tem proporcionado um amplo e melhor conhecimento da ciência aplicada

Leia mais

APÊNDICE C DIRETRIZES VOLUNTÁRIAS PARA A INTEGRAÇÃO DA BIODIVERSIDADE NAS POLÍTICAS, PROGRAMAS E PLANOS DE AÇÃO NACIONAIS E REGIONAIS DE NUTRIÇÃO

APÊNDICE C DIRETRIZES VOLUNTÁRIAS PARA A INTEGRAÇÃO DA BIODIVERSIDADE NAS POLÍTICAS, PROGRAMAS E PLANOS DE AÇÃO NACIONAIS E REGIONAIS DE NUTRIÇÃO APÊNDICE C DIRETRIZES VOLUNTÁRIAS PARA A INTEGRAÇÃO DA BIODIVERSIDADE NAS POLÍTICAS, PROGRAMAS E PLANOS DE AÇÃO NACIONAIS E REGIONAIS DE NUTRIÇÃO Objetivo O objetivo das Diretrizes é apoiar os países a

Leia mais

QUALIDADE DA RAÇÃO E MANEJO ALIMENTAR NA SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E AMBIENTAL EM EMPREENDIMENTOS AQUÍCOLAS

QUALIDADE DA RAÇÃO E MANEJO ALIMENTAR NA SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E AMBIENTAL EM EMPREENDIMENTOS AQUÍCOLAS QUALIDADE DA RAÇÃO E MANEJO ALIMENTAR NA SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E AMBIENTAL EM EMPREENDIMENTOS AQUÍCOLAS Eduardo Gianini Abimorad Dr., PqC do Polo Regional Noroeste Paulista/APTA abimorad@apta.sp.gov.br

Leia mais

Aviagen Brief - Optimizing Broiler FCR, June 2011

Aviagen Brief - Optimizing Broiler FCR, June 2011 Aviagen Brief - Optimizing Broiler FCR, June 2011 AviagenBrief Dezembro / 2011 Otimizando a Taxa de Conversão Alimentar do Frango de Corte Este artigo foi elaborado especificamente para produtores de aves

Leia mais

O uso de novas tecnologias na produção sustentável de peixes

O uso de novas tecnologias na produção sustentável de peixes O uso de novas tecnologias na produção sustentável de peixes Prof. Dr. Rogério Salvador Universidade Estadual do Norte do Paraná Campus Luiz Meneghel Bandeirantes / Paraná Laboratório de ImunoPatologia

Leia mais

Criança nutrida & criança Vitaminada

Criança nutrida & criança Vitaminada Criança nutrida & criança Vitaminada IMC INFANTIL Muitos pais se preocupam com o peso e a estatura de seu filho. Questionam-se se a massa corporal da criança está de acordo com a idade, se a alimentação

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

Entrevista Inovação em dose dupla

Entrevista Inovação em dose dupla Entrevista Inovação em dose dupla Por Juçara Pivaro Foto: L. R.Delphim Uma importante aquisição no setor de empresas fornecedoras de ingredientes ocorreu em 2012, unindo duas grandes forças desse mercado,

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Farinha de Rocha no Enriquecimento Alimentar de Galinhas Poedeiras

Farinha de Rocha no Enriquecimento Alimentar de Galinhas Poedeiras CADERNO DE BOAS PRÁTICAS DE ATER NA AGRICULTURA FAMILIAR E NA REFORMA AGRÁRIA Farinha de Rocha no Enriquecimento Alimentar de Galinhas Poedeiras CATEGORIA: ATER E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (a. sistemas

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

Profa. Susana M.I. Saad Faculdade de Ciências Farmacêuticas Universidade de São Paulo

Profa. Susana M.I. Saad Faculdade de Ciências Farmacêuticas Universidade de São Paulo XIV Congresso Brasileiro de Nutrologia Simpósio ILSI Brasil Probióticos e Saúde Profa. Dra. Susana Marta Isay Saad Departamento de Tecnologia Bioquímico-Farmacêutica USP e-mail susaad@usp.br Alimentos

Leia mais

Análise comparativa de resultados econômicos dos polos piscicultores no segundo trimestre de 2015

Análise comparativa de resultados econômicos dos polos piscicultores no segundo trimestre de 2015 Ano 1 - Edição 5 - Agosto de 2015 Análise comparativa de resultados econômicos dos polos piscicultores no segundo trimestre de 2015 Não há uma tendência observada no comportamento dos custos de produção

Leia mais

INCENTIVANDO O CONSUMO DE PESCADO À REDE EDUCACIONAL DO MUNICÍPIO DE SOLÂNEA - PARAÍBA

INCENTIVANDO O CONSUMO DE PESCADO À REDE EDUCACIONAL DO MUNICÍPIO DE SOLÂNEA - PARAÍBA INCENTIVANDO O CONSUMO DE PESCADO À REDE EDUCACIONAL DO MUNICÍPIO DE SOLÂNEA - PARAÍBA SOUZA, Weysser Felipe Cândido de 1 MAGALHÃES, Jeysiane Alves 2 SILVA, José Elenilson Ferreira 2 FILHO, Pedro Brito

Leia mais

UNIVERSIDADES CORPORATIVAS: UM ALICERCE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ORGANIZACIONAL.

UNIVERSIDADES CORPORATIVAS: UM ALICERCE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ORGANIZACIONAL. UNIVERSIDADES CORPORATIVAS: UM ALICERCE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ORGANIZACIONAL. O mundo está passando por grandes transformações, em decorrência da era do conhecimento, com profundos reflexos sobre

Leia mais

Impacto da nutrição na qualidade da carne e do leite. Marcone Costa Zootecnista - DSc Ass. Téc. Nutrição Animal

Impacto da nutrição na qualidade da carne e do leite. Marcone Costa Zootecnista - DSc Ass. Téc. Nutrição Animal Impacto da nutrição na qualidade da carne e do leite Marcone Costa Zootecnista - DSc Ass. Téc. Nutrição Animal 1 Introdução: Brasil exportador - carne e leite ; Saltos de produtividade; Ganhos em escala;

Leia mais

Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas

Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas Ricardo Neukirchner Presidente da ABCT Ass. Brasileira dos Criadores de Tilápia Sócio-Diretor Piscicultura Aquabel Ltda Sócio-Diretor

Leia mais

MICROBIOTA INTESTINAL PREBIÓTICOS PROBIÓTICOS SIMBIÓTICOS Apresentado por : Prof. Dr. Yvon Toledo Rodrigues Membro Titular da Academia Nacional de Medicina. Presidente da Academia Latino-Americana de Nutrologia.

Leia mais

SUMÁRIO MÓDULO 6 ALIMENTOS E NUTRIENTES ATIVIDADE 1 (PÁGINA 221)

SUMÁRIO MÓDULO 6 ALIMENTOS E NUTRIENTES ATIVIDADE 1 (PÁGINA 221) 1 SUMÁRIO Módulo 6 Alimentos e nutrientes... 1 Atividade 1 (página 221)... 1 Atividade 2 (página 228)... 1 Atividade 3 (página 229)... 2 Em Casa (pagina 231)... 3 Módulo 7 O processo de digestão I... 4

Leia mais

LINHAS DE PESQUISA EMPREENDEDORISMO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

LINHAS DE PESQUISA EMPREENDEDORISMO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO LINHAS DE PESQUISA EMPREENDEDORISMO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO Nos países desenvolvidos e, em menor grau, nos países em desenvolvimento, assiste-se ao surgimento de padrões tecno-econômicos onde os resultados

Leia mais

34 Por que as vacas mastigam o tempo todo?

34 Por que as vacas mastigam o tempo todo? A U A UL LA Por que as vacas mastigam o tempo todo? Nos sítios e fazendas que têm criação de gado, os bois e vacas se espalham pelo pasto e têm hora certa para ir ao cocho receber o trato. O trato pode

Leia mais

Como produzir suínos sem milho?

Como produzir suínos sem milho? Página 1 de 8 Como produzir suínos sem milho? Curtir Cadastre-se para ver do que seus amigos gostam. Luiz Fernando Teixeira Albino Professor Titular DZO/UFV Viçosa, MG Fernando de Castro Tavernari Pesquisador

Leia mais

Os animais são o que comem! Qual a influência da dieta sobre o

Os animais são o que comem! Qual a influência da dieta sobre o Os animais são o que comem! Qual a influência da dieta sobre o organismo animal e a relação da nutrição com a Alcon Pet? Objetivos da Alcon Pet Proporcionar uma nutrição balanceada que atenda completamente

Leia mais

ALIMENTOS PARA CÃES E GATOS VISÃO GERAL

ALIMENTOS PARA CÃES E GATOS VISÃO GERAL ALIMENTOS PARA CÃES E GATOS VISÃO GERAL Prof. Roberto de Andrade Bordin DMV, M.Sc. Setor de Nutrição e Metabolismo Animal Medicina Veterinária Universidade Anhembi Morumbi São Paulo, Brasil. Várias são

Leia mais

Situação Atual e Desafios

Situação Atual e Desafios III ENCONTRO DE NEGÓCIOS DA AQUICULTURA DA AMAZÔNIA Políticas para o Desenvolvimento Sustentável da Aquicultura da Amazônia CADEIA PRODUTIVA DOS SURUBINS Situação Atual e Desafios Thiago Tetsuo Ushizima

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 64823 MICROBIOLOGIA GERAL 17/34 ODONTOLOGIA MICROBIOLOGIA

Leia mais

A tabela abaixo demonstra alguns índices de produtividade da espécie: valores sujeitos a alterações dados dezembro de 2008/ Mato Grosso do Sul.

A tabela abaixo demonstra alguns índices de produtividade da espécie: valores sujeitos a alterações dados dezembro de 2008/ Mato Grosso do Sul. O CULTIVO DOS SURUBINS PINTADO E CACHARA 1. PERSPECTIVAS PARA A CRIAÇÃO DOS SURUBINS Os surubins são peixes nobres, conhecidos e valorizados no mercado nacional, por sua carne branca, de sabor suave e

Leia mais

Proteína: digestibilidade e sua importância na produção. Fabrizio Oristanio (Biruleibe)

Proteína: digestibilidade e sua importância na produção. Fabrizio Oristanio (Biruleibe) Proteína: digestibilidade e sua importância na produção Fabrizio Oristanio (Biruleibe) Introdução Evolução das estimativas protéicas a partir da década de 80 Método fatorial Manutenção Produção Sistemas

Leia mais

Milho: o grão que vale ouro nas dietas de aves... mas que ainda não recebeu a devida importância do setor produtivo

Milho: o grão que vale ouro nas dietas de aves... mas que ainda não recebeu a devida importância do setor produtivo Milho: o grão que vale ouro nas dietas de aves...... mas que ainda não recebeu a devida importância do setor produtivo Gustavo J. M. M. de Lima 1 1 Eng.Agr o., Ph.D., Embrapa Suínos e Aves, gustavo@cnpsa.embrapa.br.

Leia mais

Dos resíduos às matérias-primas rentáveis

Dos resíduos às matérias-primas rentáveis Dos resíduos às matérias-primas rentáveis 1 Dos resíduos às matérias-primas rentáveis O aumento da população e do nível de vida previstos para as próximas décadas, pressupõem um acréscimo na procura de

Leia mais

Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257. Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840

Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257. Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 Músculos Ok Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257 Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 Conhecendo seu corpo e seus músculos Proteínas e o ganho de

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

PROBOVI PROGRAMA DE NUTRIÇÃO PARA BOVINOS

PROBOVI PROGRAMA DE NUTRIÇÃO PARA BOVINOS 1 PROBOVI PROGRAMA DE NUTRIÇÃO PARA BOVINOS www.kerabrasil.com.br Fone:(54)2521-3124 Fax:(54)2521-3100 2 INTRODUÇÃO PROGRAMA KERA PARA BOVINOS DE LEITE E CORTE Com o acelerado melhoramento genético dos

Leia mais

Proteína Bruta SILAGEM MILHO SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM FENO SIM NÃO SIM SIM SIM SIM SIM PASTA DE MILHO SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM

Proteína Bruta SILAGEM MILHO SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM FENO SIM NÃO SIM SIM SIM SIM SIM PASTA DE MILHO SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM O PRODUTO TM é um kit que oferece a possibilidade de prover ao animal a melhor ração, assim como foi definida pelo nutricionista. O analisador NIR permite o ajuste da ração em tempo real durante a fase

Leia mais

NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL 1. HISTÓRICO E IMPORTANCIA DOS ESTUDOS COM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO:

NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL 1. HISTÓRICO E IMPORTANCIA DOS ESTUDOS COM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO: NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL 1. HISTÓRICO E IMPORTANCIA DOS ESTUDOS COM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO: 1750 Europa com o início do processo da Revolução Industrial houve aumento da população nas cidades, com

Leia mais

Parques aquícolas: Oportunidades para Transformar a Aquicultura Brasileira em Agronegócios

Parques aquícolas: Oportunidades para Transformar a Aquicultura Brasileira em Agronegócios V Encontro de Negócios da Aquicultura da Amazônia Manaus/AM Parques aquícolas: Oportunidades para Transformar a Aquicultura Brasileira em Agronegócios André Luiz Scarano Camargo Zootecnista Mestre em Aquicultura

Leia mais

Lisina, Farelo de Soja e Milho

Lisina, Farelo de Soja e Milho Lisina, Farelo de Soja e Milho Disponível em nosso site: www.lisina.com.br Veja como substituir uma parte do farelo de soja por Lisina Industrial e milho Grande parte dos suinocultores conhecem a Lisina

Leia mais

Boletim de Serviços Financeiros

Boletim de Serviços Financeiros PRODUTOS DE INFORMAÇ ÃO E INTELIGÊNCIA D E MERCADOS Boletim de Serviços Financeiros BOLETIM DO SERVIÇO B RASILEIRO DE APOIO À S MICRO E PEQUENAS E MPRESAS WWW.SEBRAE.COM.BR 0800 570 0800 PERÍODO: JULHO/2014

Leia mais

ALIMENTAÇÃO. Benefícios do arroz. Dr. Fernando Lucchese

ALIMENTAÇÃO. Benefícios do arroz. Dr. Fernando Lucchese ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Benefícios do arroz Dr. Fernando Lucchese DIETA Significa... ESTILO DE VIDA! Fatores que prolongam a vida Assistência Médica M 10% Genética 17% Meio Ambiente 20% Estilo de Vida 53%

Leia mais

Políticas do MPA para o Desenvolvimento da Aquicultura, com Ênfase na Carcinicultura Brasileira. Ministro Marcelo Crivella

Políticas do MPA para o Desenvolvimento da Aquicultura, com Ênfase na Carcinicultura Brasileira. Ministro Marcelo Crivella Ministério da Pesca e Aquicultura Políticas do MPA para o Desenvolvimento da Aquicultura, com Ênfase na Carcinicultura Brasileira Ministro Marcelo Crivella SEMINÁRIO PESCA, AQUICULTURA e CARCINICULTURA

Leia mais

Aquicultura responsável

Aquicultura responsável a Nutreco brand Publicação da Nutreco Brasil Nutrição Animal LTDA. Edição 9 - AGOSTO 2014 Aquicultura responsável possui um papel fundamental em alimentar o planeta Brasileiros que participaram da 10ª

Leia mais

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo O que são Cereais Integrais? São cereais que não foram processados. Consistem no gérmen, endosperma e casca. Endosperma: Constitui aproximadamente 83% do peso

Leia mais

Trato Digestivo do Suíno

Trato Digestivo do Suíno Trato Digestivo do Suíno Monogástrico onívoro com limitada fermentação pós-gástrica Estômago simples, incapaz de utilizar dietas ricas em forragem Incapaz de digerir algumas substâncias presentes em grãos,

Leia mais

Introdução a avicultura

Introdução a avicultura Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Exatas e Ambientais Curso de Agronomia Introdução a avicultura Profª. Valdirene Zabot AVICULTURA NO BRASIL E NO MUNDO Introdução Início do

Leia mais

Características dos Ovos

Características dos Ovos Características dos Ovos Miryelle Freire Sarcinelli 1 (e-mail: miryelle@hotmail.com) Katiani Silva Venturini 1 (e-mail: katiani_sv@hotmail.com) Luís César da Silva 2 (website: www.agais.com) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 Introdução O cérebro humano representa apenas 2% do nosso peso total, mas usa aproximadamente 20% do oxigênio consumido por todo nosso corpo quando está em repouso. Ele é um órgão complexo que

Leia mais

SANIDADE DE ANIMAIS AQUÁTICOS E AS NOVAS ATRIBUIÇÕES DO MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA

SANIDADE DE ANIMAIS AQUÁTICOS E AS NOVAS ATRIBUIÇÕES DO MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA SANIDADE DE ANIMAIS AQUÁTICOS E AS NOVAS ATRIBUIÇÕES DO MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA Henrique César Pereira Figueiredo Professor da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais Coordenador-Geral

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

Alimentos Funcionais: Mais do que Nutrição

Alimentos Funcionais: Mais do que Nutrição Alimentos Funcionais: Mais do que Nutrição A mudança de alguns hábitos alimentares pode ter reflexos diretos sobre a saúde. Isso porque alguns alimentos vão além da função nutricional, atuando de forma

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA AERAÇÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO AQUÍCOLAS. Kátia Daniele do Nascimento

A IMPORTÂNCIA DA AERAÇÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO AQUÍCOLAS. Kátia Daniele do Nascimento A IMPORTÂNCIA DA AERAÇÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO AQUÍCOLAS. Kátia Daniele do Nascimento Universidade Federal de Minas Gerais Limnologia Aplicada à Aquicultura Prof. Ricardo Motta Pinto-Coelho Aquacultura

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE PESCADOS AMAZÔNICOS S.A.

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE PESCADOS AMAZÔNICOS S.A. INDÚSTRIA BRASILEIRA DE PESCADOS AMAZÔNICOS S.A. Comparativo do Processo Produtivo do Pescado Asiático com o Pescado Brasileiro na Aquicultura FENACAM Junho 2013 Cenário na Aquicultura Mundial Fonte: FAO

Leia mais

Felipe Azevedo Ribeiro

Felipe Azevedo Ribeiro Implicações para Autenticação Isotópica da Carne Felipe Azevedo Ribeiro Engenheiro Agrônomo (UFSCar) Mestrando em Zootecnia (UNESP) Setembro de 2013 Importância da pecuária no Brasil Maior rebanho comercial

Leia mais

Confira a lista dos 25 melhores alimentos para emagrecer:

Confira a lista dos 25 melhores alimentos para emagrecer: Emagrecer nem sempre é uma das tarefas mais simples. A fórmula parece simples (dieta + exercício + descanso) porém diferentes pessoas precisam de diferentes soluções. Uma coisa é certa: qualquer ajuda

Leia mais

VEGESOY FIBER. Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó. Informações Técnicas

VEGESOY FIBER. Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó. Informações Técnicas Informações Técnicas VEGESOY FIBER Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó INTRODUÇÃO A soja é uma leguminosa cultivada na China há mais de 5 mil anos. Ao longo do tempo passou a ser consumida por

Leia mais

Comunicado Técnico 02

Comunicado Técnico 02 Comunicado Técnico 02 Controle da Qualidade do Leite Instruções Técnicas para redução da Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT). Responsável: Juliana Jorge Paschoal Zootecnista;

Leia mais

RELATÓRIO. Curso Química analítica aplicada a aquicultura. Curso Qualidade da água em piscicultura de água doce

RELATÓRIO. Curso Química analítica aplicada a aquicultura. Curso Qualidade da água em piscicultura de água doce Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências Agrárias - Departamento de Aquicultura Florianópolis - Santa Catarina - Brasil Southern Oceans Education and Development Project (Canadian International

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL GEORG, Raphaela de Castro; MAIA, Polyana Vieira. Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás rcgeorg@gmail.com Palavras

Leia mais

ALIMENTAÇÃO DE CORDEIROS LACTENTES

ALIMENTAÇÃO DE CORDEIROS LACTENTES ALIMENTAÇÃO DE CORDEIROS LACTENTES Mauro Sartori Bueno, Eduardo Antonio da Cunha, Luis Eduardo dos Santos Pesquisadores Científicos do Instituto de Zootecnia, IZ/Apta-SAA-SP CP 60, Nova Odessa-SP, CEP

Leia mais

Atenção no manejo dos peixes na saída do inverno Por: Fernando Kubitza, Ph.D. Acqua & Imagem - Jundiaí-SP fernando@acquaimagem.com.

Atenção no manejo dos peixes na saída do inverno Por: Fernando Kubitza, Ph.D. Acqua & Imagem - Jundiaí-SP fernando@acquaimagem.com. Atenção no manejo dos peixes na saída do inverno Por: Fernando Kubitza, Ph.D. Acqua & Imagem - Jundiaí-SP fernando@acquaimagem.com.br E stamos chegando ao final do inverno nas regiões sul e sudeste, que

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS Data: Agosto/2003 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS Óleos e gorduras são constituintes naturais dos ingredientes grãos usados nas formulações de rações para animais. Podem

Leia mais

Uniquímica lança novo canal de comunicação. Informativo Bimestral

Uniquímica lança novo canal de comunicação. Informativo Bimestral Informativo Bimestral Uniquímica lança novo canal de comunicação A Uniquímica, através da Gerência de Ovos PUFA, lança um novo veículo de Comunicação. É o Jornal VIDA PUFA. O Informativo será enviado via

Leia mais

SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ!

SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ! SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ! NOSSO CENÁRIO BUSCA CONSTANTE POR VIDA SAUDÁVEL TECNOLOGIA E MEDICINA DA LONGEVIDADE SETORES

Leia mais

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009.

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Para os produtores de sorgo o ano de 2008 pode ser considerado como bom. As condições climatológicas foram favoráveis durante todo o ciclo

Leia mais

PROGRAMA NUTRICIONAL PARA SUÍNOS. "Seu resultado é o nosso compromisso." EXCELÊNCIA EM NUTRIÇÃO ANIMAL. www.guabi.com.

PROGRAMA NUTRICIONAL PARA SUÍNOS. Seu resultado é o nosso compromisso. EXCELÊNCIA EM NUTRIÇÃO ANIMAL. www.guabi.com. PROGRAMA NUTRICIONAL "Seu resultado é o nosso compromisso." PARA SUÍNOS EXCELÊNCIA EM NUTRIÇÃO ANIMAL www.guabi.com.br 0800 16 90 90 s para as fases de Maternidade e Creche A linha Nutriserviços para nutrição

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

Puppy Small Bites. PVP 2010 15kg 70.00 3kg 22.50. 3 6 Cinza total

Puppy Small Bites. PVP 2010 15kg 70.00 3kg 22.50. 3 6 Cinza total 15kg 70.00 3kg 22.50 Puppy Small Bites Alimentos completos e balanceados para as raças pequenas, cachorros, gestating e aleitamento cadelas. Cibau Puppy Small Bites é um alimento completo para o cultivo

Leia mais

Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos

Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos FONTE: ANVISA Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos IX - Lista de alegações de propriedade funcional aprovadas

Leia mais

PROGRAMA GUABI DE ALIMENTAÇÃO PARA EQUINOS

PROGRAMA GUABI DE ALIMENTAÇÃO PARA EQUINOS PROGRAMA GUABI D ALIMNTAÇÃO PARA QUINOS PROGRAMA GUABI D ALIMNTAÇÃO PARA QUINOS O Programa de Alimentação para quinos Guabi é composto de produtos que atendem a todas as classes de equinos, desde seu nascimento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

EFEITO DA UTILIZAÇÃO DE PRÓBIÓTICOS EM DIETAS PARA BOVINOS NELORE TERMINADOS EM CONFINAMENTO INTRODUÇÃO

EFEITO DA UTILIZAÇÃO DE PRÓBIÓTICOS EM DIETAS PARA BOVINOS NELORE TERMINADOS EM CONFINAMENTO INTRODUÇÃO EFEITO DA UTILIZAÇÃO DE PRÓBIÓTICOS EM DIETAS PARA BOVINOS NELORE TERMINADOS EM CONFINAMENTO INTRODUÇÃO Aditivos alimentares são utilizados em dietas para bovinos de corte em confinamento com o objetivo

Leia mais

Panorama da AQÜICULTURA, novembro/dezembro, 1998

Panorama da AQÜICULTURA, novembro/dezembro, 1998 Rações Comerciais para Peixes no Brasil: Situação Atual e Perspectivas Fernando Kubitza, Ph.D. (Projeto Pacu/Agropeixe) José Eurico Possebon Cyrino, Ph.D. (Dep. de Zootecnia ESALQ/USP) Eduardo Akifumi

Leia mais

MICRONUTRIENTES: Vitaminas e Minerais

MICRONUTRIENTES: Vitaminas e Minerais Projeto de Extensão Saúde da Família e o Papel da Escola MICRONUTRIENTES: Vitaminas e Minerais Danielle Mayumi Tamazato Maiara Jaloretto Barreiro O que são vitaminas? Vitaminas são micronutrientes essenciais

Leia mais

Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015

Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015 Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015 O País é banhado por uma costa marítima de 8,5 mil quilômetros e possui 12% da água doce do planeta; O pescado é a proteína animal mais saudável e consumida

Leia mais