INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO"

Transcrição

1 INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 06 de outubro de 2014

2 TECNOLOGIA GENÉTICA ACESSÍVEL PECUÁRIA Laboratório fará transferência de embriões de animais de alta linhagem. Objetivo é melhorar o rebanho bovino estadual 2

3 Pequenos pecuaristas de Pernambuco passarão a ter acesso a tecnologias que só estavam ao alcance de grandes e médios produtores. Inaugurado em maio do ano passado, o Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal, no município sertanejo de Arcoverde, começou a distribuir sêmen de animais de alta linhagem genética e, a partir de dezembro, começa a fazer transferência de embriões com tecnologia de fertilização in vitro. A proposta é contribuir para a melhoria genética do rebanho bovino leiteiro e melhorar a produtividade da bacia leiteira no Estado. O secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Aldo Santos, diz que a tecnologia é um avanço para o Estado. "Antes os criadores pernambucanos precisavam contratar empresa do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do País para coletar os óvulos em suas matrizes e levar para as regiões, onde estão situados os laboratórios que produzem embriões", observa, destacando que o custo com passagens aéreas e a distância dificultam e limitavam o acesso ao processo. O primeiro bezerro fertilizado in vitro nasceu na Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no dia 3 de maio, e foi batizado de "IPA Danilo FIV." Todo o processo foi realizado em Pernambuco, sob a coordenação do diretor de Pesquisa e pesquisador do IPA na área de Produção Animal, Antônio Santana, com a participação do pesquisador, Sebastião Guido, do professor da UFRPE, Cláudio Coutinho, e das alunas de mestrado da UFRPE/UAG Pábola Santos e Maiana Chaves. 3

4 TECNOLOGIA As estações do IPA contam com 200 matrizes de material genético de alta qualidade para usar na fertilização in vitro (FIV). A fertilização in vitro é um processo de criação de embriões obtidos de óvulos não fertilizados (oócitos), que são fecundados com o sêmen em condições de laboratório. Os oócitos são coletados dos ovários de vacas doadoras, por aspiração folicular, guiada por ultra-som. Após seleção, os oócitos são maturados, fertilizados e desenvolvidos em laboratório. Após sete a oito dias de fertilizados, os embriões que se desenvolveram são transferidos para vacas receptoras (barrigas de aluguel) dos produtores beneficiados, que vão levar a gestação até o parto. Apesar desse método já ter sido publicado há muitos anos, com o nascimento de um bezerro sadio, no dia 9 de junho de 1981, produzido por FIV, esta técnica é ainda muito onerosa e não está ao alcance da grande maioria de criadores de bovinos no Brasil, principalmente, do Nordeste brasileiro. A FIV, por proporcionar que uma vaca durante um ano gere mais filhos do que durante toda sua vida reprodutiva. A previsão para 2015 é fazer a transferência de embriões de FIV para os criadores pernambucanos. UM INVESTIMENTO DE R$ 2,7 MILHÕES Construído com investimento de R$ 2,7 milhões, o Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal tem capacidade para fornecer 100 mil doses de sêmen por ano. A coleta é realizada em oito touros das raças girolando e holandesa. As doses são distribuídas gratuitamente aos produtores. "Pelo preço de mercado eles pagariam entre R$ 20 e R$ 30 por dose", diz Antônio Santana, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Para adquirir as doses, os produtores precisam fazer a solicitação em um dos escritórios do IPA espalhados pelo Estado. O ideal é que o pedido é feito por associações e cooperativas para facilitar a distribuição. Cada botijão tem 600 doses de sêmen. Para aumentar a inclusão dos produtores, o IPA está oferecendo cursos de inseminação aos produtores nas estações experimentais do IPA nos municípios de Arcoverde (Sertão) e São Bento do Una (Agreste). Até o final do ano, a previsão do laboratório é entregar doses de sêmen aos produtores. "A ideia é disponibilizar o espaço para o desenvolvimento de pesquisa e formação de mão de obra qualificada para essa tecnologia", explica o presidente do IPA, Genil Gomes. O melhoramento genético é uma das apostas para o ganho de produtividade dos rebanhos. No Semiárido nordestino, 80% dos animais é girolando, um cruzamento da raça holandesa com GIR. Em 4

5 Pernambuco, 80% dos criadores têm menos de 20 animais. "O ideal é ter poucos animais com alta produtividade", destaca Santana. em 05/10/2014 Economia Setor sucroalcooleiro de Pernambuco pede ajuda ao Governo Federal novamente Subsídio, garantido pelas leis e , está orçado em R$ 560 milhões O setor sucroalcooleiro pernambucano cansou de esperar pelo Governo Federal. Nesta quarta-feira (1º), o presidente do Sindicato das Indústrias do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar-PE), Renato Cunha, pediu intervenção do Governo do Estado junto ao Ministério da Fazenda, que vem levando em banho-maria a regulamentação do decreto referente ao pagamento de subvenção das produções de cana-de-açúcar e etanol no Nordeste, referentes à safra 2012/2013. O subsídio já foi garantido pelas leis e , sancionadas pela presidente Dilma Rousseff em 18 de junho deste ano. O suporte ao setor está orçado em R$ 560 milhões e serão destinados para amenizar as perdas causadas pelo maior seca dos últimos 60 anos, que atingiu a Região na safra 2012/2013. De acordo com a assessoria do Palácio do Campo das Princesas, o governador de Pernambuco, João Lyra Neto, irá atender ao pedido do presidente do Sindaçúcar-PE. Não mediremos esforços no sentido de apoiar esse importante segmento da economia de Pernambuco que representa 40% da nossa pauta de exportações, afirmou Lyra Neto, por meio de comunicado oficial. Segundo o balanço de Renato Cunha, o pleito dá suporte à economia de 54 municípios do Estado através de produção de 50 usinas de etanol e cana-de-açúcar, envolvendo 11 mil fornecedores de cana e garantindo 80 mi empregos diretos. A liberação desses recursos será fundamental para que o setor se reestruture e volte a produzir dentro de sua média histórica mantendo ativada toda a cadeia produtiva e garantindo os empregos, afirmou Cunha, também por meio da assessoria de Imprensa do executivo estadual. Desde a safra 2009/2010 Pernambuco vinha mantendo uma meta de produção estimada em 16 milhões de toneladas de cana por safra. A seca, no entanto, declinou volume 13,6 milhões de toneladas. em 02/10/2014 5

6 Alternativas para incentivar o cultivo de milho em áreas de seca em Pernambuco O tema foi discutido durante a 4ª reunião do Fórum Permanente de Convivência Produtiva com as Secas, realizada semana passada. O debate, que ocorreu no Centro de Educação Empresarial do Sebrae em Pernambuco, em sua sede, na Ilha do Retiro, Recife, apresentou alternativas para aumentar a produtividade em plantações sem irrigação. A palestra foi apresentada pelo especialista Geraldo Berger, da Monsanto do Brasil, e debatido por Lauro Guimarães, da Embrapa Milho e Sorgo de Sete Lagoas, especialista em melhoramento do milho para tolerância à seca. Para o presidente do Sebrae em Pernambuco, Pio Guerra, o encontro trouxe informações sobre as pesquisas que estão sendo desenvolvidas e as principais tecnologias utilizadas para modificar geneticamente a semente do milho e, com isso, aumentar a produtividade. Outros assuntos também foram discutidos, como adubação, tratamento do solo, combate a ervas daninhas, entre outros aspectos para o sucesso da colheita. Os esforços são para que, a longo prazo, Pernambuco deixe de ser importador de milho e passe a ser exportador. São avanços que podem ser aplicados ao estado e a outras regiões do Nordeste que convivem com as mesmas características nos períodos de seca, relata Pio Guerra. Atualmente, Pernambuco produz 700 kg de milho por hectare. Em outras regiões do Brasil, o número chega a duas toneladas por hectare. Nas áreas que utilizam o milho híbrido a colheita atinge quatro toneladas por hectare. E dados já apontam para uma produção de 18 toneladas de milho por hectare em plantações que utilizam a semente geneticamente modificada. em 04/10/2014 Gargalos e avanços do produtor para a agricultura sustentável Três grandes eventos vão ajudar os produtores a entender e corrigir os gargalos em relação a agricultura sustentável. De 11 a 14 de novembro, serão realizados três seminários sobre Boas Práticas Agropecuárias e Produção Integrada. O local dos eventos será Foz de Iguaçu, no Paraná. As inscrições para participar dos encontros já estão abertas e podem ser feitas por meio do link Dúvidas ou outras informações podem ser obtidas pelo telefone (61) ou pelo O primeiro dos três eventos será o V Seminário Internacional de Boas 6

7 Práticas Agrícolas na Região do Mercosul: desafios da implementação em via de um marco comum para a região, será nos dias 11 e 12 de novembro e contará com a participação de representantes oficiais do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia e Venezuela, além de organizações não governamentais vinculadas à implementação das Boas Práticas Agrícolas (BPA) e de consultores internacionais convidados. Nos dias 13 e 14, serão realizados o XII Seminário Brasileiro de Produção Integrada de Frutas e o IV Seminário de Produção Integrada Agropecuária. Desde 2007, os dois eventos passaram a ser realizados em conjunto, tendo em vista a ampliação do fomento do Ministério da Agricultura à adoção de Boas Práticas Agropecuárias para outras cadeias produtivas, além da fruticultura. em 06/10/2014 7

Clipping de notícias. Recife, 15 de julho de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 15 de julho de 2015. Clipping de notícias Recife, 15 de julho de 2015. Cepe Recife, 15 de julho de 2015. 14/07/2015 ATÉ QUE ENFIM: 'Secretaria de Agricultura de Tabira instala balança no Curral do Gado' O prefeito de Tabira,

Leia mais

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 1 ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 2 Capitulo 1 - Parceiros e Principal Fornecedor. Parceiros do projeto In Vitro Brasil

Leia mais

OPORTUNIDADES PARA A PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL

OPORTUNIDADES PARA A PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL OPORTUNIDADES PARA A PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL 1. Produção de Leite Rodrigo Sant`Anna Alvim 1 O Brasil conta com um setor leiteiro que vem crescendo substancialmente nos últimos anos. Grande importador

Leia mais

Tecnologia de ponta ao alcance do pecuarista potiguar

Tecnologia de ponta ao alcance do pecuarista potiguar Notícias IBS Instituto BioSistêmico Nº 4 Outubro de 2014 Distribuição gratuita www.biosistemico.com.br Tecnologia de ponta ao alcance do pecuarista potiguar Geraldo Nobre/IBS Os projetos Gene leite e Gene

Leia mais

Implantação de unidades de observação para avaliação técnica de culturas de clima temperado e tropical no estado do Ceará Resumo

Implantação de unidades de observação para avaliação técnica de culturas de clima temperado e tropical no estado do Ceará Resumo Implantação de unidades de observação para avaliação técnica de culturas de clima temperado e tropical no estado do Ceará Resumo Os polos irrigados do Estado do Ceará são seis, conforme relacionados: Baixo

Leia mais

Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos

Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos ebook Avanza Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos Sumário 01 02 03 04 05 Introdução - Aumente a produtividade da sua criação Fertilização In Vitro Transferência de Embriões

Leia mais

BRASIL. Francisca Peixoto

BRASIL. Francisca Peixoto BRASIL Francisca Peixoto INTRODUÇÃO BRASIL Um dos principais fornecedores de alimentos e matériasprimas do mundo Dotação única em recursos naturais Política agropecuária alinhada com estratégia nacional

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

QUALIDADE VERDANA 2014

QUALIDADE VERDANA 2014 ano 2 MAIO 2014 EDIÇão 02 www.verdanaagropecuaria.com.br camapuã/ms INFORMATIVO Mais valor para você Editorial QUALIDADE VERDANA 2014 1 1 A QUALIDADE QUE FEZ A DIFERENÇA em 2013 ENCONTRO 2013 Vinte e seis

Leia mais

CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015

CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015 CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015 VEÍCULO EDITORIA Negógios: Fernando Castilho DATA 11/02/2015 Codevasf estuda ampliar experiência com camarão marinho em viveiros A experiência da Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

TRABALHO EXITOSO EM ATER - 2014 ARMAZENAMENTO DE FORRAGEM EM "SILO SACO" UMA TECNOLOGIA ACESSÍVEL AO HOMEM E A MULHER DO CAMPO

TRABALHO EXITOSO EM ATER - 2014 ARMAZENAMENTO DE FORRAGEM EM SILO SACO UMA TECNOLOGIA ACESSÍVEL AO HOMEM E A MULHER DO CAMPO TRABALHO EXITOSO EM ATER - 2014 ARMAZENAMENTO DE FORRAGEM EM "SILO SACO" UMA TECNOLOGIA ACESSÍVEL AO HOMEM E A MULHER DO CAMPO Passira/PE, 2014 ARMAZENAMENTO DE FORRAGEM EM "SILO SACO" UMA TECNOLOGIA ACESSÍVEL

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015. Clipping de notícias Recife, 29 de setembro de 2015. Saindo do papel O deputado Fernando Monteiro, da bancada pernambucana do PP na Câmara federal, regressou ontem de um giro pelos canais da Transposição

Leia mais

Palestras Scot Consultoria

Palestras Scot Consultoria Palestras Scot Consultoria índice palestras scot consultoria As melhores e mais fiéis informações de mercado vão até você temas 3 pecuária de corte e seus derivados temas 5 pecuária de leite e derivados

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 05 de janeiro de 2015 Só tem água em 8% da zona rural de Caruaru; IPA espera previsão de chuva Chuvas recentes apenas

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 08 de outubro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 08 de outubro de 2015. Clipping de notícias Recife, 08 de outubro de 2015. Recife,8 de outubro de 2015. Recife,8 de outubro de 2015. A reativação de mais uma sina em Pernambuco, desta vez a Pedroza, no município de Cortês, Zona

Leia mais

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG 1Elmer Ferreira Luiz de Almeida; 2José Alberto de Àvila Pires 1 Coordenador Técnico Bovinocultura de Leite da EMATER-MG 2Coordenador Técnico Bovinocultura de

Leia mais

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil 18_Animal Business-Brasil O Brasil e as biotecnologias reprodutivas

Leia mais

Courobusiness em Alagoas

Courobusiness em Alagoas Courobusiness em Alagoas Descrição Atração e instalação de empreendimentos de curtumes para o desenvolvimento e consolidação da cadeia produtiva do couro no Estado de Alagoas. Entidades responsáveis Célula

Leia mais

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A Palestra: História da Cana-de de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A ORIGEM DA CANA-DE-AÇÚCAR A cana-de de-açúcar é uma planta proveniente

Leia mais

O SORGO SACARINO É UMA ALTERNATIVA PARA COMPLEMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR NA PRODUÇÃO DE ETANOL E BIOMASSA PARA COGERAÇÃO DE ENERGIA.

O SORGO SACARINO É UMA ALTERNATIVA PARA COMPLEMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR NA PRODUÇÃO DE ETANOL E BIOMASSA PARA COGERAÇÃO DE ENERGIA. Seminário Temático Agroindustrial de Produção de Sorgo Sacarino para Bioetanol, 2. Ribeirão Preto, SP, 20-21/Setembro/2012. O SORGO SACARINO É UMA ALTERNATIVA PARA COMPLEMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR NA PRODUÇÃO

Leia mais

COMITÊ INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO A ESTIAGEM OPERAÇÃO SECA

COMITÊ INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO A ESTIAGEM OPERAÇÃO SECA COMITÊ INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO A ESTIAGEM OPERAÇÃO SECA (AÇÕES DE CONVIVÊNCIA COM SEMIÁRIDO) 2012 21/04 Governador reúne equipe para definir ações de combate à seca Reunião do Governador Eduardo Campos

Leia mais

Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais. Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago

Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais. Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago Colonial Agropecuária e Fazenda Calciolândia F-1, A MATRIZ MAIS ADEQUADA AO SISTEMA DE PRODUÇÃO

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. Homero Pereira) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO (Do Sr. Homero Pereira) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Homero Pereira) Requer o envio de Indicação ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, no sentido de implantar um Programa de Redução de Perdas de Produtos Agrícolas. Senhor

Leia mais

Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil

Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil Ézio José Gomes Os dados do último Censo Agropecuário do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de 2006

Leia mais

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe.

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe. O Brasil Melhorou 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos 42 milhões de brasileiros ascenderam de classe Fonte: SAE/PR O Brasil Melhorou O salário mínimo teve um aumento real de 70% Em 2003,

Leia mais

PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES

PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES Rafael Herrera Alvarez Médico Veterinário, Doutor, Pesquisador Científico do Pólo Centro Sul/APTA

Leia mais

A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento

A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento Duarte Vilela chgeral@cnpgl.embrapa.br Audiência Pública - 18/05/2010 Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento

Leia mais

ACONTE. Desafio de precocidade sexual Página 2. Pesquisa inédita em. informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015. Página 4.

ACONTE. Desafio de precocidade sexual Página 2. Pesquisa inédita em. informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015. Página 4. ACONTE informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015 Quem usa a genética CV, sente na carne Desafio de precocidade sexual Página 2 Pesquisa inédita em programas de PIVE Página 3 DIA DE CAMPO DO PROJETO

Leia mais

Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar

Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria sucroalcooleira SIMTEC 01 de

Leia mais

CONTROLE LEITEIRO. Segundo SILVA (2006), as finalidades do controle leiteiro são várias, destacando-se:

CONTROLE LEITEIRO. Segundo SILVA (2006), as finalidades do controle leiteiro são várias, destacando-se: CONTROLE LEITEIRO * Migacir Trindade Duarte Flôres O controle leiteiro é o registro de produção, em 24 horas, de cada animal, sendo uma ferramenta de aferição da capacidade de produção de leite de uma

Leia mais

MAIS PRODUÇÃO, RENDA E INCLUSÃO SOCIAL NO CAMPO

MAIS PRODUÇÃO, RENDA E INCLUSÃO SOCIAL NO CAMPO MAIS PRODUÇÃO, RENDA E INCLUSÃO SOCIAL NO CAMPO PLANO SAFRA 2014/2015 Plano Safra Estadual é um mecanismo de planejamento setorial abrange quinze instrumentos de política em diversos tipos de atividades

Leia mais

Aspectos básicos b produtividade da indústria de ovinos da Nova Zelândia

Aspectos básicos b produtividade da indústria de ovinos da Nova Zelândia Aspectos básicos b e produtividade da indústria de ovinos da Nova Zelândia NUTRIR Novembro 2009 Jack Cocks AbacusBio Ltd, New Zealand Renata Green e Bruno Santos Áries Repr. Melh.. Gen. Ovino Ltda, Brasil

Leia mais

GESTÃO E COMPETITIVIDADE DO LEITE

GESTÃO E COMPETITIVIDADE DO LEITE GESTÃO E COMPETITIVIDADE DO LEITE Odilio Sepulcri* 1. PLANEJANDO A ATIVIDADE Ao iniciar o negócio leite ou aperfeiçoá-lo devem-se tomar algumas decisões quanto a: que mercado participar? Quanto se quer

Leia mais

PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS. Hélio Machado. Introdução

PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS. Hélio Machado. Introdução Capítulo 34 Gestão da pecuária bovina de Minas Gerais PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS Hélio Machado Introdução Minas Gerais tem uma área de 58

Leia mais

DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1 APRESENTAÇÃO Com o objetivo de definir políticas de desenvolvimento integrado para o setor sisaleiro, nos âmbitos estaduais, nacional e internacional, e consolidar a posição brasileira para a 32 a Reunião

Leia mais

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil.

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. Marque com um a resposta correta. 1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. I. A região Nordeste é a maior região do país, concentrando

Leia mais

Aagropecuária responde por quase

Aagropecuária responde por quase P o r L A U R O V E I G A F I L H O Aagropecuária responde por quase 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do Pará e gera riquezas de praticamente R$ 3,9 bilhões, segundo estudo da Scot Consultoria, com base

Leia mais

PRODUTORES DO VALE PARAM PETROLINA E JUAZEIRO

PRODUTORES DO VALE PARAM PETROLINA E JUAZEIRO Discurso pronunciado pelo Deputado Gonzaga Patriota (PSB/PE), na Sessão de 23/05/2006. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, PRODUTORES DO VALE PARAM PETROLINA E JUAZEIRO Acompanhando os grandes

Leia mais

BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS

BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA LABORATÓRIO DE FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS Disciplina: Exterior e raças Prof. Mauricio van Tilburg

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

A função agricultura na Base Mapa/Sian

A função agricultura na Base Mapa/Sian A função agricultura na Base Mapa/Sian Encontram-se disponíveis da Base Mapa/SIAN informações sobre mais de 300 órgãos da administração pública brasileira que desempenharam atribuições relacionadas à agricultura,

Leia mais

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL Empresa Júnior de Nutrição de Ruminantes NUTRIR FCA-UNESP-FMVZ INTRODUÇÃO CONCEITOS BÁSICOS CENÁRIO DADOS MERCADO DO BOI CONSIDERAÇÕES FINAIS CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR.

EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR. EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR. Gelson Hein Médico Veterinário Unidade Local de Toledo NOVEMBRO

Leia mais

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Ronaldo Lazzarini Santiago 1 INTRODUÇÃO As fazendas Calciolândia e Colonial, de Gabriel Donato de Andrade, sempre foram a referência na seleção do

Leia mais

REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS.

REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS. REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS. BACIA HIDROGRÁFICA. É UMA REDE DE TERRAS DRENADAS POR UM RIO E SEUS PRINCIPAIS AFLUENTES.

Leia mais

CLIPPING De 25 de fevereiro de 2015

CLIPPING De 25 de fevereiro de 2015 CLIPPING De 25 de fevereiro de 2015 VEÍCULO EDITORIA DATA 24/02/2015 IPA promete pagar pipeiros do Sertão Caro Magno, Sobre a nota postada, hoje, em seu blog, tratando do atraso no pagamento de carros

Leia mais

Fórum Permanente de Convivência Produtiva com as Secas Agosto de 2014

Fórum Permanente de Convivência Produtiva com as Secas Agosto de 2014 Fórum Permanente de Convivência Produtiva com as Secas Agosto de 2014 MATÉRIAS PUBLICADAS Recife, 21 de agosto de 2014 quinta-feira Novo alerta contra a seca ESTIAGEM Governo ampliou por mais seis meses

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

Como eles produzem o melhor leite do mundo?

Como eles produzem o melhor leite do mundo? Como eles produzem o melhor leite do mundo? Na Nova Zelândia, pecuaristas e indústria se unem e criam sistemas inteligentes para fazer o melhor leite do mundo por Viviane Taguchi, de Hamilton (Nova Zelândia)

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 07 de novembro de 2014 SECRETARIA DE AGRICULTURA AMPLIA AÇÕES NO PAJEÚ Em visita a região do Pajeú, nesta quarta-feira

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 29 de outubro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 29 de outubro de 2015. Clipping de notícias Recife, 29 de outubro de 2015. Recife,29 de outubro de 2015. Recife,29 de outubro de 2015. Recife,29 de outubro de 2015. Estratégia comum diante da escassez de água para o abastecimento

Leia mais

Sistemas de Produção de Leite Prof. Geraldo Tadeu dos Santos

Sistemas de Produção de Leite Prof. Geraldo Tadeu dos Santos Sistemas de Produção de Leite Prof. Geraldo Tadeu dos Santos É Exite uma grande diversidade dos sistemas de produção de leite praticados nos vários países produtores Argentina Austrália Nova Zelândia É

Leia mais

Situação da Armazenagem no Brasil 2006

Situação da Armazenagem no Brasil 2006 Situação da Armazenagem no Brasil 2006 1. Estática de Armazenagem A capacidade estática das estruturas armazenadoras existentes no Brasil, registrada em dezembro de 2006 é de até o mês de novembro de 2006

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Com o mercado aquecido, agosto tem pouca variação O custo da produção na pecuária de corte aumentou no primeiro semestre deste ano, mais que em todo o ano de 2012. Com a alta do dólar, o cenário da exportação

Leia mais

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira Clusters para exportação sustentável nas cadeias produtivas da carne bovina e soja Eng Agrônomo Lucas Galvan Diretor

Leia mais

Conheça a primeira central de inseminação do mundo.

Conheça a primeira central de inseminação do mundo. Conheça a primeira central de inseminação do mundo. A primeira central de inseminação do mundo nasceu nos Estados Unidos e veste verde e amarelo há mais de 40 anos. A C.R.I. Genética é uma cooperativa

Leia mais

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR Eng. Agr. Breno Kirchof SITUAÇÃO MUNDIAL PRODUÇÃO MUNDIAL LEITE VACA - 599,6 bilhões de litros leite/ano CRESCIMENTO PRODUÇÃO - 1% a 2%

Leia mais

Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda

Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda São Paulo, 12 março de 2014 Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda Suprir a demanda de mercado com produtos de qualidade e sustentáveis. Este é

Leia mais

Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes de Milho

Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes de Milho Milho e Sorgo Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes de Milho Sete Lagoas Março 2012 Economia do Uso de Novas Tecnologias A escolha racional do agricultor: Aumento da produtividade dos

Leia mais

Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol

Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol Oficina Sustentabilidade do Bioetanol 25 e 26 de fevereiro de 2010 Brasília Miguel Taube Netto UniSoma Luis Franco de Campos Pinto UniSoma Estudo

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 14 de janeiro de 2015 Sindaçúcar divulga andamento da moagem de cana em Pernambuco O setor sucroalcooleiro de Pernambuco

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

PROJETOS DE PRODUÇÃO DE FORRAGEM PELA SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CEARÁ

PROJETOS DE PRODUÇÃO DE FORRAGEM PELA SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CEARÁ PROJETOS DE PRODUÇÃO DE FORRAGEM PELA SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CEARÁ Márcio José Alves Peixoto Agrônomo D.Sc. Coordenador de Pecuária / SDA PROJETO HORA DE PLANTAR 2012/2013 No Projeto

Leia mais

Enfrentando os Desafios Para Criar Competitividade Sustentável

Enfrentando os Desafios Para Criar Competitividade Sustentável SIMPÓSIO REGIONAL DE BOVINOCULTURA DE LEITE Guarapuava,07/10/2015 Enfrentando os Desafios Para Criar Competitividade Sustentável Ronei Volpi Coordenador Geral da Aliança Láctea Sul Brasileira Competitividade

Leia mais

http://www.crvlagoa.com.br/news/gerarnewsletterpdf.asp?idnewsletter=633

http://www.crvlagoa.com.br/news/gerarnewsletterpdf.asp?idnewsletter=633 Página 1 de 9 Caso não esteja visualizando este e-mail, clique aqui Ano 3 Número 607 Quarta, 5 de setembro de 2012 Clique aqui para fazer o download da newsletter em PDF» ALTERAÇÃO DE PREÇO CLASSIC» DISPONIBILIDADE

Leia mais

Cadeia Produtiva do Leite. Médio Integrado em Agroindústria

Cadeia Produtiva do Leite. Médio Integrado em Agroindústria Médio Integrado em Agroindústria A importância da cadeia do leite A cadeia do leite e de seus derivados desempenha papel relevante no suprimento de alimentos e na geração de emprego e renda, se igualando

Leia mais

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC Programa ABC Linha de Crédito para Agricultura de Baixa Emissão de Carbono Sidney

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 27 de janeiro de 2016.

Clipping de notícias. Recife, 27 de janeiro de 2016. Clipping de notícias Recife, 27 de janeiro de 2016. 26/01/2016 Programas que beneficiarão agricultores serão lançados nesta quinta em Araripina O secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco,

Leia mais

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Exatas e Ambientais Curso de Agronomia Disciplina: Bovinocultura de Leite

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Exatas e Ambientais Curso de Agronomia Disciplina: Bovinocultura de Leite Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Exatas e Ambientais Curso de Agronomia Disciplina: Bovinocultura de Leite Introdução a Pecuária Leiteira Valdirene Zabot Zootecnista valdirene@unochapeco.edu.br

Leia mais

ESTIMAÇÃO DOS FATORES QUE INTERFEREM DIRETAMENTE E INDIRETAMENTE NOS RESULTADOS DA FECUNDAÇÃO IN VITRO (FIV)

ESTIMAÇÃO DOS FATORES QUE INTERFEREM DIRETAMENTE E INDIRETAMENTE NOS RESULTADOS DA FECUNDAÇÃO IN VITRO (FIV) ESTIMAÇÃO DOS FATORES QUE INTERFEREM DIRETAMENTE E INDIRETAMENTE NOS RESULTADOS DA FECUNDAÇÃO IN VITRO (FIV) antonio hugo bezerra colombo 1, Liziane Zaniboni 1, Fabio Luiz Bim Cavalieri 2, Luiz Paulo Rigolon

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA PRODUÇÃO DE MAMONA EM UMA AMOSTRA DE PRODUTORES FAMILIARES DO NORDESTE

LEVANTAMENTO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA PRODUÇÃO DE MAMONA EM UMA AMOSTRA DE PRODUTORES FAMILIARES DO NORDESTE LEVANTAMENTO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA PRODUÇÃO DE MAMONA EM UMA AMOSTRA DE PRODUTORES FAMILIARES DO NORDESTE Vicente de Paula Queiroga 1, Robério Ferreira dos Santos 2 1Embrapa Algodão, queiroga@cnpa.embrapa.br,

Leia mais

Produzir Leite é Bom Negócio? Alto Paranaíba. Sebastião Teixeira Gomes

Produzir Leite é Bom Negócio? Alto Paranaíba. Sebastião Teixeira Gomes Produzir Leite é Bom Negócio? Alto Paranaíba Sebastião Teixeira Gomes Viçosa Novembro 1996 1 Índice Especificação Página 1. Introdução... 2 2. Notas Metodológicas... 2 3. Recursos Disponíveis... 3 4. Raça

Leia mais

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 Mercado Internacional Em 2007, a produção anual de milho atingiu quase 720 milhões de tonelada (Tabela 1), quando os Estados Unidos,

Leia mais

TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS AO MELHORAMENTO ANIMAL

TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS AO MELHORAMENTO ANIMAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELHORAMENTO ANIMAL TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS

Leia mais

SEBRAE CE. Projetos na Área Rural

SEBRAE CE. Projetos na Área Rural SEBRAE CE Projetos na Área Rural Projetos na Agricultura Fruticultura do Vale do Jaguaribe PRINCIPAIS AÇÕES Consultoria SEBRAETEC Central de Frutas Tabuleiros de Russas. RESULTADOS ALCANÇADOS 15% de toda

Leia mais

INOVAGRO. Inovação para Sustentabilidade e Produtividade. Seminário Boas Práticas de Bem-estar Animal em Sistemas Sustentáveis na Produção de Suínos

INOVAGRO. Inovação para Sustentabilidade e Produtividade. Seminário Boas Práticas de Bem-estar Animal em Sistemas Sustentáveis na Produção de Suínos INOVAGRO Inovação para Sustentabilidade e Produtividade Seminário Boas Práticas de Bem-estar Animal em Sistemas Sustentáveis na Produção de Suínos José Guilherme Tollstadius Leal SDC/MAPA A Agricultura

Leia mais

EDUCAMPO: um projeto que dá lucro 1

EDUCAMPO: um projeto que dá lucro 1 EDUCAMPO: um projeto que dá lucro 1 Sebastião Teixeira Gomes 2 1. Apresentação O objetivo deste artigo é apresentar o projeto Educampo, fruto da parceria entre o Sebrae-MG, a agroindústria e os produtores

Leia mais

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico II Congreso Ganadero Nacional CORFOGA 2008 Prof. Dr. Raysildo B. Lôbo ANCP, USP Crescimento da Pecuária de Corte Brasileira: produção de carne e abate 71,0%

Leia mais

ASPECTOS SOCIAIS DA PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL. Elmer Ferreira Luiz de Almeida. Introdução

ASPECTOS SOCIAIS DA PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL. Elmer Ferreira Luiz de Almeida. Introdução Capítulo 9 - Aspectos sociais da produção de leite no Brasil ASPECTOS SOCIAIS DA PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL Elmer Ferreira Luiz de Almeida Introdução O agronegócio Leite no Brasil tem passado por mudanças

Leia mais

CLIPPING De 20 de abril de 2015

CLIPPING De 20 de abril de 2015 CLIPPING De 20 de abril de 2015 VEÍCULO DATA 18/04/2015 2 3 4 5 6 VEÍCULO EDITORIA Negócios/Castilho DATA 17/04/2015 Fabricantes de arcos de violinos da Europa conhecem Pau Brasil do IPA Itapirema A comitiva

Leia mais

A visão da Indústria de Insumos. FEICORTE 22 DE JULHO 2007 Sergio Carlo Franco Morgulis ASBRAM

A visão da Indústria de Insumos. FEICORTE 22 DE JULHO 2007 Sergio Carlo Franco Morgulis ASBRAM A visão da Indústria de Insumos FEICORTE 22 DE JULHO 2007 Sergio Carlo Franco Morgulis ASBRAM Objetivos Objetivos em comum para toda a cadeia Economicamente viável Socialmente responsável Ambientalmente

Leia mais

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Francisco Sérgio Turra Presidente Executivo Soja no Mundo Mil toneladas Evolução da produção de soja por país (mil toneladas) 100 75 50 Brasil - 84 EUA - 82

Leia mais

Regimento. Programa de Residência Zootécnica como formador de agentes de desenvolvimento. Regimento

Regimento. Programa de Residência Zootécnica como formador de agentes de desenvolvimento. Regimento Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regimento Programa de Residência Zootécnica como formador de agentes de desenvolvimento territorial 2013 Embrapa Gado de Leite Juiz de Fora

Leia mais

Aspectos Gerais e Agronômicos. Silagem de Milho na Bovinocultura Leiteira 05/04/2013. Silagem de Milho Aspectos Gerais

Aspectos Gerais e Agronômicos. Silagem de Milho na Bovinocultura Leiteira 05/04/2013. Silagem de Milho Aspectos Gerais Silagem de Milho na Bovinocultura Leiteira % 60 50 40 30 20 10 0 Prof. Thiago Bernardes DZO/UFLA Ciclo de Palestras em Bovinocultura de Leite e Corte Terra Jr Consultoria 31 de Janeiro de 2013 Utilização

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 29 de janeiro de 2015 O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel, atendendo à solicitação

Leia mais

Comitê Integrado de Enfrentamento à Estiagem OPERAÇÃO SECA

Comitê Integrado de Enfrentamento à Estiagem OPERAÇÃO SECA 01/11/2012 Monitoramento dos Municípios Pernambucanos em Estado de Emergência Legenda: Estado de Emergência decretado pelo município, mas não homologadas pelo SEDEC 4 Municípios Estado de Emergência decretado

Leia mais

Levantamento de Estoques Privados de Café do Brasil

Levantamento de Estoques Privados de Café do Brasil Companhia Nacional de Abastecimento Levantamento de Estoques Privados de Café do Brasil Data de referência: 31/03/2007 Relatório final Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Ministério da

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

XXIV Congresso Nacional de Milho e Sorgo - 01 a 05 de setembro de 2002 - Florianópolis - SC

XXIV Congresso Nacional de Milho e Sorgo - 01 a 05 de setembro de 2002 - Florianópolis - SC Perfil de Propriedades e Produtores de Milho Varietal da Embrapa em Unidades de Observação/Validação Conduzidas pela Emater no Estado do Rio Grande do Sul. XXIV Congresso Nacional de Milho e Sorgo - 01

Leia mais

Projeto. II Seminario Alagoano de Nutriçao de Ruminates. Realização:

Projeto. II Seminario Alagoano de Nutriçao de Ruminates. Realização: Projeto II Seminario Alagoano de Nutriçao de Ruminates Realização: Universidade Federal de Alagoas Tabuleiros Costeiros 1. INTRODUÇÃO: A cadeia produtiva de ruminantes no Estado de Alagoas, sofre interrupções

Leia mais

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na

Leia mais

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore.

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de porteira fechada,aestampacedrodenelore. da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore. Os marcadores moleculares são considerados por unanimidade um marco no desenvolvimento da pecuária nacional. José

Leia mais

O SULCO COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. PRIMAVERA 2013. JohnDeere.com.br

O SULCO COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. PRIMAVERA 2013. JohnDeere.com.br 10 - Precisão na pecuária 14 - Trigo com tecnologia 18 - Turistas no pomar 10 14 18 PRIMAVERA 2013 O SULCO JohnDeere.com.br COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. capa 1 2 RICARDO

Leia mais

Departamento de Geração de Renda e

Departamento de Geração de Renda e Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor - DGRAV ESTRUTURA DO MDA Gabinete do Ministro Secretaria Executiva Secretaria da Agricultura Familiar SAF Secretaria de Reordenamento Agrário - SRA

Leia mais

INDEX ASBIA MERCADO 2014

INDEX ASBIA MERCADO 2014 INDEX ASBIA MERCADO 2014 INDEX ASBIA Mercado de sêmen 2014. O relatório do INDEX ASBIA 2014 representa aproximadamente 92% do mercado de sêmen no Brasil, incluindo as raças de corte e leite e é composto

Leia mais

Potencialidades e desafios do AGRONEGÓCIO PARANAENSE

Potencialidades e desafios do AGRONEGÓCIO PARANAENSE Potencialidades e desafios do AGRONEGÓCIO PARANAENSE NORBERTO ANACLETO ORTIGARA SECRETÁRIO DE ESTADO JOSÉ TARCISO FIALHO ASSESSOR TÉCNICO 03/09/2012 Principal Estado Agrícola do BRASIL 2,3% do território

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste O que é FCO? O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é um fundo de crédito criado pela Constituição Federal de 1988 com o objetivo de promover

Leia mais