3º SIMULADO - 8º ANO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3º SIMULADO - 8º ANO"

Transcrição

1 2013 3º SIMULADO - 8º ANO LÍNGUA PORTUGUESA, PRODUÇÃO DE TEXTO, MATEMÁTICA, HISTÓRIA, GEOGRAFIA, CIÊNCIAS, INGLÊS, ÉTICA, ARTES, EDUCAÇÃO FÍSICA 40 Questões 03 de dezembro - terça-feira

2 ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DO SIMULADO 3º TRI 1. A prova terá duração de 4h. 2. O aluno não poderá sair para beber água ou ir ao banheiro durante a prova. 3. O aluno não poderá levar a prova para casa. 4. O preenchimento do gabarito deve ser feito com caneta AZUL ou PRETA. NÃO É PERMITIDO O USO DE CANETAS COM PONTAS POROSAS. 5. O preenchimento incorreto do gabarito implicará na anulação da questão ou de todo o gabarito. 6. Durante a prova, o aluno não poderá manter nada em cima da carteira ou no colo, a não ser lápis, caneta e borracha. Bolsas, mochilas e outros pertences deverão ficar no tablado, junto ao quadro. Não será permitido empréstimo de material entre alunos. 7. O aluno que portar celular deverá mantê-lo na bolsa e desligado, sob pena de ter a prova recolhida, caso o mesmo venha a ser usado ou tocar. Caso não tenha bolsa, colocá-lo na base do quadro durante a prova. 8. O fiscal deve conferir o preenchimento do gabarito antes de liberar a saída dos alunos. 9. O gabarito estará disponível no site da escola a partir das 12 horas do dia 04/ O prazo máximo para conferir qualquer dúvida sobre o gabarito da prova se encerra dia 04/11, quarta-feira. Isso deve ser feito diretamente com o professor ou com a pedagoga da Unidade.

3 INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO CARTÃO RESPOSTA O ALUNO PODERÁ PREENCHER PREENCHER DESTA FORMA, QUE O CARTÃO RESPOSTA DESTA FORMA. SERÁ LIDO NORMALMENTE. O ALUNO DEVERÁ É PROIBIDO COLOCAR QUALQUER TIPO DE INFORMAÇÃO NESTE LOCAL. FORMA ERRADA DE PREEN- CHIMENTO

4

5 Leia o texto abaixo para responder à próxima questão: TEXTO 1 Com sua ajuda, Papai Noel dos Correios vai atender 15 mil crianças no Espírito Santo O Natal este ano vai ser especial para 15 mil crianças capixabas que vão participar da Campanha Papai Noel dos Correios - três mil a mais que no ano passado. Escolas localizadas em áreas de vulnerabilidade social foram selecionadas e as crianças até o 5º ano escreveram as cartinhas contando sua história de vida e o que gostariam de ganhar do Bom Velhinho. Entre os principais desejos estão brinquedos, roupas e materiais escolares. Mas para que todas essas crianças tenham um Natal mais feliz, os Correios precisam de pessoas que queiram se tornar padrinhos para adotar, não só uma carta, mas uma pequena história de vida. Quem já adotou uma cartinha conta que a sensação de poder ajudar uma criança é muito boa. O consultor jurídico Marcelo Lanzana participa da campanha há quatro anos e, segundo ele, este ano vai escolher várias cartinhas. A data em si é muito importante para pensarmos no renascimento, na desigualdade social que infelizmente tem no mundo. Por isso é muito importante ajudar o próximo, diz. Como adotar uma cartinha Os padrinhos que quiserem contribuir para o Natal de uma criança carente poderão adotar as cartinhas em quaisquer agências de Correios de todo o Espírito Santo, a partir do dia 20 de novembro. O período de apadrinhamento e retorno dos presentes vai até 06 de dezembro. O Correio se encarrega de entregar os presentes doados às crianças apadrinhadas. Fonte: - adaptado Observe, agora, o significado da palavra filantropia, retirado do dicionário Aurélio: Filantropia: sf. 1. Amor à humanidade. 2. A caridade. Adj.: Filantrópico. 1. Assinale, abaixo, a alternativa que exponha corretamente um ato filantrópico citado no texto 1. a) O ato das crianças escreverem uma cartinha define a filantropia, uma vez que elas são crianças carentes. b) Pegar uma cartinha e atender ao pedido de uma criança é um ato de filantropia que qualquer pessoa pode praticar, desde que tenha boa vontade. c) Os Correios praticam a filantropia ao doar presentes a todas as 15 mil crianças capixabas que escreveram as cartinhas. d) A filantropia é praticada pelas pessoas que vão até os Correios e se comovem com as histórias, pois as cartas precisam ser lidas por todos. e) Doar brinquedos é um ato de filantropia praticado pelos velhinhos que se vestem de Papai Noel no Natal para os Correios. 1

6 2. Observe com atenção: I. As crianças capixabas, que escreveram as cartinhas pro Papai Noel, terão um Natal mais feliz. II. As crianças capixabas que escreveram as cartinhas pro Papai Noel terão um Natal mais feliz. Os períodos acima são compostos por Oração Subordinada Adjetiva Restritiva (O.S.A.R.) e por Oração Subordinada Adjetiva Explicativa (O.S.A.E.). Indique a alternativa em que a diferença sintático-semântica dessas orações esteja corretamente explicada: a) No período I, formado por uma O.S.A.R., entendemos que todas as crianças capixabas escreveram cartinhas; já o período II, que é formado por O.S.A.E., indica que apenas as crianças que escreveram cartinhas terão um Natal mais feliz. b) Os dois períodos são formados por O.S.A.R., porém se diferenciam semanticamente: o I engloba todas as crianças capixabas e o II apenas as crianças que escreveram cartinhas. c) No período I, formado por uma O.S.A.E., entendemos que todas as crianças capixabas escreveram cartinhas; já o período II, que é formado por O.S.A.R., indica que apenas as crianças que escreveram cartinhas terão um Natal mais feliz. d) No período I, formado por uma O.S.A.E., entendemos que apenas as crianças capixabas que escreveram cartinhas terão um Natal feliz; já o período II, que é formado por O.S.A.R., indica que todas as crianças capixabas escreveram cartinhas. e) No período I, formado por uma O.S.A.E., entendemos que todas as crianças capixabas escreveram cartinhas; já o período II, que também é formado por O.S.A.E., indica que todas as crianças capixabas terão um Natal mais feliz. GABARITO: C 3. Leia: Na tira de Quino, a personagem Mafalda e o pai dela entendem a expressão o ano que vem de maneiras diferentes, a partir de pontos de vista distintos. Marque a opção que explicita o ponto de vista de cada personagem em relação ao ano que vem. a) Mafalda entende o ano que vem como algo que nunca chega, pois o ano corrente demora muito a passar. Já seu pai entende como algo natural da vida e da passagem dos dias. b) Mafalda, por ser muito nova, não entende que os anos passam. Seu pai tenta esclarecer que um ano sempre sucede o outro, mas Mafalda sempre traz um novo questionamento. c) Mafalda não acredita que o ano que vem venha, porque ela não nota nada de diferente acontecer. Seu pai tenta explicar que são apenas denominações, mas ele também não acredita no ano que vem. d) Mafalda, muito questionadora, entende o ano que vem como algo que necessita de comprovação para existir. Já seu pai entende a expressão como a passagem natural do tempo, pois um ano é sempre sucedido por outro. e) A expressão ano que vem é interpretada da mesma forma pelos dois personagens, mas a explicação se difere porque Mafalda não consegue expor corretamente seus pensamentos. 2

7 4. Observe a charge a seguir e assinale a alternativa correta sobre as orações: Se fosse no dia 11, Bin Laden não perdoava. a) Se fosse no dia 11 classifica-se como uma oração subordinada adverbial causal, pois exprime a causa de um fato presente na oração principal. b) Bin Laden não perdoava classifica-se como uma oração subordinada adverbial condicional, pois expressa uma condição para que ocorra o fato presente na oração principal. c) Se fosse no dia 11 classifica-se como uma oração subordinada adverbial condicional, pois expressa uma condição para que ocorra o fato presente na oração principal. d) Bin Laden não perdoava classifica-se como uma oração subordinada adverbial causal, pois exprime a causa de um fato presente na oração principal. e) Se fosse no dia 11 é a oração principal, seguida pela oração subordinada adverbial consecutiva, que indica a consequência desse fato. GABARITO: C 5. Leia um trecho do texto Futebol de rua, do Luís Fernando Veríssimo, para responder às próximas duas questões: Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. (I) Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de rua. Perto do futebol de rua qualquer pelada é luxo e qualquer terreno baldio é o Maracanã em jogo noturno. (II) Se você é homem, brasileiro e criado em cidade, sabe do que eu estou falando. Futebol de rua é (III) tão humilde que chama pelada de senhora. Não sei se alguém, algum dia, por farra ou nostalgia, botou num papel as regras do futebol de rua. (...) Marque a alternativa correta quanto às relações semânticas estabelecidas pelos conectivos marcados por (I) MAS (II) SE, (III) TÃO QUE. a) Em (I), a conjunção mas compara a pelada ao futebol de rua. b) Em (II), a conjunção se indica as condições para o conhecimento do fato. c) Em (III), o conectivo tão... que indica a causa da pelada ser tão humilde. d) Em (I) e (III), os conectivos têm o mesmo valor semântico. e) Em (II), poderíamos substituir a conjunção se pelo conectivo porém sem alteração de sentido. 6. Podemos afirmar que o texto de Veríssimo a) valoriza o futebol de rua por ser mais importante do que a pelada. b) deixa claro que futebol de rua só é conhecido pelos mais pobres. c) ao chamar futebol de rua de rudimentar traz uma ideia de superioridade. d) ao chamar o futebol de rua de rudimentar dá a ideia de algo anterior à invenção da pelada. e) trata futebol de rua e pelada como se fossem a mesma coisa, mas mostra que foram criados em épocas diferentes. Um dia, dizendo-lhe eu que não compreendia tamanha tristeza, quando eu daria a alma ao diabo para ter vida eterna, meu pai sorriu com uma tal expressão de superioridade, que me enterrou cem palmos abaixo do chão. Depois, respondeu que eu não sabia o que dizia; que a vida eterna afigurava-se-me excelente, justamente porque a minha era limitada e curta; em verdade, era o mais atroz dos suplícios. (Trecho do conto O Imortal, de Machado de Assis) 3

8 7. No trecho acima, o pai de Dr. Leão conversa com o filho sobre como se sentia em relação a sua imortalidade. De acordo com a narração de Dr. Leão no começo do conto, de que modo seu pai se tornou imortal? a) Ele nasceu imortal, pois quando sua mãe estava grávida, bebeu um líquido que o tornou imune a todas as doenças e ainda lhe deu a capacidade de regeneração instantânea. b) Ele se tornou imortal após realizar uma grande benfeitoria, atitude que lhe rendeu a benevolência divina, que lhe concedeu a imortalidade. c) Ele se tornou imortal ao ingressar para convento franciscano de Iguaraçu, onde ficou até 1639, pois nesse convento os religiosos sabiam o segredo da vida eterna. d) Ele se tornou imortal devido a um líquido que bebeu durante sua estadia em uma tribo indígena, o elixir lhe fora apresentado pelo índio Pirajuá. e) A história não dá detalhes sobre como ele se tornou imortal, apenas informa que o personagem envelheceu, viveu mais de 150 anos e nunca havia ficado doente. 8. O trecho acima mostra o posicionamento do pai de Dr. Leão em relação à imortalidade. Durante o conto, podemos perceber a postura do personagem diante da vida eterna. Escolha a alternativa que mais condiz com o pensamento do personagem: a) A imortalidade, para ele, é a melhor coisa que um homem pode receber, pois lhe dá a oportunidade de viver de tudo, sem medo da morte. b) A imortalidade, para ele, é a única forma de alcançar a verdadeira sabedoria, pois apenas um imortal poderá conhecer todas as coisas. c) A imortalidade, para ele, não vale a pena, pois o personagem tinha impulsos suicidas e não gostaria de ter viver muito. d) O personagem é indiferente à imortalidade. Vive como se fosse uma pessoa normal e mortal, sem ser percebido pelos demais. e) A imortalidade, para ele, não vale a pena, pois proporciona a perda sistemática dos entes queridos e a monotonia da vida que já experimentou de tudo. GABARITO: E 9. De que maneira o pai de Dr. Leão deixou de ser imortal? a) Fez diversas orações pedindo para que morresse, tendo sido atendido por Deus, que lhe concedeu uma morte tranquila e serena. b) Entrou em coma e pediu para que os médicos os mantivessem naquele estado, pois estar sempre dormindo eram similar a estar morto. c) Bebeu a outra metade do elixir que lhe fora dado por Pirajuá, pois assim como a primeira metade lhe dera a vida, a segunda lhe proporcionou a morte. d) Pediu ao papa para que lhe desligasse da ordem dos franciscanos, pois deixando de pertencer ao convento poderia morrer normalmente. e) Realizou uma grande maldade para anular a grande benfeitoria que lhe proporcionou a vida eterna, tornando-se novamente mortal. GABARITO: C 10. Entre as características da lenda que você estudou durante o trimestre, identifique abaixo a que melhor se pode associar ao conto O imortal: a) Assim como nas lendas, a história é repassada para a cidade através da oralidade, pois Dr. Leão conta a história de seu pai para o tabelião e para o Coronel. b) Assim como nas lendas, a história conta com a presença de seres folclóricos como o Saci-pererê e o Curupira. c) A história não se aproxima de uma lenda, pois é completamente verídica e conta a história de um personagem histórico. d) A história aproxima-se mais de um mito do que de uma lenda, pois podemos observar em seu enredo a presença de deuses gregos. e) Assim como nas lendas, não há a presença de diálogos durante o texto, pois a história é toda contada por um narrador observador. GABARITO: A 4

9 11. Num prédio existem 12 andares, todos ocupados. Alguns, por 4 pessoas, outros, por apenas 2 pessoas, num total de 38 pessoas. O número de andares ocupados por 2 pessoas é: a) 4. b) 5. c) 6. d) 8. e) Duas tangentes são traçadas a um círculo de um ponto exterior A e tocam o círculo nos pontos B e C respectivamente. Uma terceira tangente intercepta o segmento AB em P e AC em R e toca o circulo em Q. se AB = 20 cm, então o perímetro do triângulo APR, em cm, é igual a: a) 39,5. b) 40. c) 40,5. d) 41. e) Cláudio usou apenas notas de R$ 20,00 e de R$ 5,00 para fazer um pagamento de R$ 140,00. Quantas notas de cada tipo ele usou, sabendo que no total foram 10 notas? a) 6 de 20 e 4 de 5. b) 5 de 20 e 8 de 5. c) 7 de 20 e 1 de 5. d) 8 de 5 e 4 de 20. e) 10 de 5 e 4 de 20. GABARITO: A 14. Qual é o perímetro do triângulo ABC da figura? a) 24 cm. b) 30 cm. c) 36 cm. d) 40 cm. e) 45 cm. GABARITO: C 15. Observe os quadrados. Podemos afirmar que: a) No quadrado 1 temos 2 circunferências tangentes. b) No quadrado 2 temos 2 circunferências secantes. c) No quadrado 3 temos 2 circunferências tangentes externas. d) No quadrado 1 temos 2 circunferências secantes. e) No quadrado 2 temos 2 circunferências secantes externas. 5

10 16. O campeonato de futebol sul-americano denominado Libertadores da América faz referência e homenageia figuras históricas, como, Simon Bolívar, San Martin e Antônio José de Sucre, que, na luta pela libertação das colônias sul-americanas do domínio da Espanha a) aproveitaram o vácuo político e administrativo resultante da ocupação da Espanha pelos franceses, para arregimentar forças nacionalistas pela libertação de suas regiões americanas. b) aliaram-se aos recém-formados Estados Unidos e assinaram conjuntamente a Doutrina Monroe, que preconizava A América para os americanos. c) formaram, ao lado do Brasil, Cuba e Haiti, uma força de resistência à invasão do continente americano pelas tropas de Napoleão Bonaparte. d) obtiveram êxito graças à reunião de tropas formadas por nações indígenas e por grupos de negros libertos, que lutaram pela libertação da América. e) foram líderes políticos que incentivaram a introdução de esportes e da educação física como disciplinas nas escolas sul-americanas. GABARITO: A 17. Qual o papel conferido ao Imperador pela Constituição de 1824? a) Subordinação ao poder legislativo. b) Instrumento da descentralização político-administrativa. c) Chave de toda a organização política. d) Articulador da extinção do Padroado. e) Liderança do Partido Liberal. GABARITO: C 18. O episódio conhecido como "A Noite das Garrafadas", briga entre portugueses e brasileiros, relaciona-se com: a) a promulgação da Constituição da Mandioca pela Assembleia Constituinte. b) a instituição da Tarifa Alves Branco, que aumentava as taxas de alfândega, acirrando as disputas entre portugueses e brasileiros. c) o descontentamento da população do Rio de Janeiro contra as medidas saneadoras de Oswaldo Cruz. d) a manifestação dos brasileiros contra os portugueses ligados à sociedade "Colunas do Trono" que apoiavam Dom Pedro I. e) a vinda da Corte Portuguesa e o confisco de propriedades residenciais para alojá-la no Brasil. 19. No decorrer do Primeiro Reinado, vieram à tona conflitos, contradições e crises. No período Regencial, marcado por agitações sociais e políticas, a grave e prolongada crise econômica e financeira começou a ser superada com: a) O auge da mineração. b) O surto da cafeicultura. c) A utilização do açúcar de beterraba. d) A lei e a ordem impostas pela Guarda Federal. e) O aumento na exportação de algodão para os Estados Unidos. 20. Vez por outra, nos defrontamos com notícias sobre a escravização de trabalhadores/as em diversas regiões do Brasil, prática coibida pelo Direito e pela Justiça. Mas nem sempre foi assim. A escravidão como sistema de trabalho legal no Brasil apenas extinguiu-se em 1888, pela promulgação da Lei Áurea, embora o processo de libertação dos escravos tenha sido também pontuado por outras leis, como: a) A Lei do Ventre Livre, de 1871, que libertava os filhos de escravos nascidos no Brasil a partir daquela data, e pela qual se obrigava também o proprietário a sustentá-los até os oitos anos de idade. b) A Lei dos Sexagenários, que obrigava os proprietários a libertar, de imediato, aqueles escravos que tivessem sessenta ou mais anos de idade, recebendo, para tanto, uma indenização. c) A Lei Saraiva Cotegipe, que extinguia o tráfico negreiro, tanto ao nível internacional como entre as províncias brasileiras, favorecendo a contratação de trabalhadores livres. d) A Lei de Terras, de 1850, pela qual o governo imperial distribuiu entre ex-escravos lotes de terras devolutas para o cultivo do café na região do Parnaíba do Sul. e) A Lei Eusébio de Queirós, que obrigava os proprietários a prover o sustento dos seus ex-escravos maiores de sessenta e cinco anos. GABARITO: A 6

11 21. Os EUA, com o apoio do Reino Unido, em 2001, logo após os ataques do 11 de Setembro, invadiram o Iraque sob a acusação de: a) Apresentar armas de destruição em massa. b) Apresentar armas com tecnologia israelense. c) Sonegação fiscal e desvio de petróleo. d) Por abrigar um dos maiores terroristas, Osama Bin Laden. e) Destruir as torres gêmeas. GABARITO: A 22. O Estado de Israel, que completou 60 anos em maio deste ano, teve suas fronteiras definidas a partir de várias guerras com países vizinhos. A esse respeito, avalie as afirmativas abaixo: I. O plano de Partilha da ONU (Resolução 181) de 1947 previa a retirada das tropas do Império russo, a criação de um Estado judaico e de um Estado independente árabe-palestino na região da Palestina. II. Os árabes rejeitaram o plano de partilha da Palestina aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas e atacaram o recém-formado Estado de Israel em 1948: era o começo dos conflitos árabeisraelenses e do dilema dos refugiados palestinos. III. A vitória israelense na Guerra dos Seis Dias (1967) permitiu a ocupação de quase toda a Palestina, isto é, do Sinai, da Faixa de Gaza, da Cisjordânia, de Jerusalém e o do Iraque. IV. A partir de 1987, a população civil palestina começou a série de levantes (Intifada) contra a ocupação israelense usando paus, pedras e atentados. ASSINALE a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e III estão corretas. b) Somente as afirmativas I e II estão corretas. c) Somente as afirmativas II e IV estão corretas. d) Somente as afirmativas II e III estão corretas. e) Somente as afirmativas III e IV estão corretas. GABARITO: C 23. O Oriente médio sofre com o problema da falta de água potável, uma das soluções para resolver este problema tem sido: a) O plantio de árvores florestas no Líbano. b) A perfuração de poços em larga escala. c) A construção de usinas termonucleares. d) A transformação do oxigênio do ar atmosférico em água. e) A dessalinização da água salgada. GABARITO: E 24. A Guerra do Líbano, o conflito Irã/Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo, aquela que corretamente explica essa situação conflituosa é: a) A disputa de terras favoráveis ao cultivo, como as encontradas na planície da Mesopotâmia, numa área desértica. b) Os grandes lucros provenientes do petróleo que não beneficiam a maioria da população nos países árabes. c) O aumento, de forma rápida, do preço do barril de petróleo nos países membros da OPEP. d) A criação do Estado de Israel, sob a tutela britânica, numa região de ricas reservas de petróleo. e) O emaranhado de culturas, religiões e interesses estrangeiros numa área localizada a meio caminho entre a Ásia, Europa e África. GABARITO: E 7

12 25. A respeito da formação da OPEP, assinale a opção mais correta. a) Criada por países exploradores do petróleo, Estados Unidos, Holanda e Grã-Bretanha, construíram um verdadeiro cartel para controlar a exploração desse mineral e, assim, garantindo a lucratividade da produção para seus cofres públicos. b) Organizada pelos países produtores, a maioria árabe e do Oriente Médio, na década de 1960, esses países passaram a ditar as normas do mercado petrolífero, como por exemplo, o controle dos preços do barril de petróleo. c) A OPEP é uma aliança entre países produtores e importadores do petróleo. A organização administra as variações de mercado do preço do barril, no entanto as decisões finais são tomadas somente pelos países produtores. d) A OPEP foi criada como um órgão adjunto a OMC (Organização Mundial do Comércio), com o objetivo de acompanhar mais próximo as variações do preço do barril de petróleo, evitando negociações abusivas do produto no comércio exterior. e) Criada somente pelos países do Oriente Médio, teve como objetivo eliminar o cartel das Sete Irmãs, liderado pelos Estados Unidos. 26. Leia as informações e analise a imagem a seguir. Fertilização In Vitro A técnica de fertilização in vitro revolucionou o tratamento da infertilidade conjugal, permitindo a realização do sonho de ter filhos a muitos casais, até então sem a possibilidade de tratamento. Ela é a técnica mãe de todas as outras que são consideradas variantes. A técnica, também conhecida como bebê de proveta, foi desenvolvida inicialmente, para mulheres com problemas nas trompas, que são responsáveis pelo transporte dos óvulos e espermatozoides e por fornecer um ambiente adequado à fertilização e ao desenvolvimento inicial da gravidez. Disponível em: Acesso em: 20 jul Sobre o processo de reprodução assistida, Credito: Acesso em: 20 jul a) o processo GIFT consiste em introduzir o zigoto fecundado no útero da mulher. b) no processo IAIU coloca-se o espermatozoide via vaginal no colo do útero feminino. c) o processo ICSI consiste em colocar no útero da mulher o embrião pré-formado. d) no processo TV_TEST coloca-se via vaginal o embrião pré-formado nas tubas uterinas. e) o processo GIFT consiste em introduzir óvulos e espermatozoides no útero da mulher. 27. A comunidade científica demonstrou ser possível a reprodução de seres vivos através de sofisticadas técnicas de clonagem, que CONSISTEM em: a) injetar, dentro do óvulo de uma fêmea de uma espécie, um espermatozoide de um macho da mesma espécie. b) retirar e descartar o núcleo do óvulo de uma fêmea de uma espécie e injetar, neste óvulo anucleado, o núcleo de uma célula somática de um indivíduo da mesma espécie. c) injetar, dentro do óvulo de uma fêmea, o núcleo de um outro óvulo da mesma fêmea. d) retirar e descartar o núcleo de uma célula somática de uma espécie e injetar, nesta célula anucleada, o núcleo de uma célula ovo da mesma espécie. e) retirar o núcleo de uma célula da glândula mamária e introduzir nessa célula o núcleo de um óvulo da fêmea doadora. 8

13 28. A biotecnologia tornou possível a transferência de material genético entre os mais diversos organismos. Os conhecimentos da área são aplicados com sucesso na produção industrial da insulina e do hormônio de crescimento, que são administrados a pacientes de todo o planeta. Sobre os organismos geneticamente modificados ou transgênicos é correto afirmar que: a) Assim como as bactérias citadas no texto todos os demais transgênicos trazem somente benefícios à saúde do homem. b) Todos os seres transgênicos receberam genes de outros seres vivos e sua utilização não oferece nenhum risco à saúde. c) Produtos a base de vegetais transgênicos ainda não são comercializados em supermercados. d) O consumo de seres transgênicos na alimentação gera polêmica porque não se pode ainda avaliar com certeza se eles podem causar danos à saúde humana. e) A produção de vegetais transgênicos como a soja já oferece resultados muito positivos para economia doméstica, pois garantiu a redução significante nos preços dos derivados desse vegetal. 29. Olhos castanhos são dominantes sobre os olhos azuis. Um homem de olhos castanhos, filho de pai de olhos castanhos e mãe de olhos azuis, casa-se com uma mulher de olhos azuis. A probabilidade de que tenham um filho de olhos azuis é de: a) 25% b) 50% c) 0% d) 100% e) 75% 30. O albinismo na espécie humana é determinado por um par de alelos recessivos. Considere um casal com pele normal ambos heterozigotos e marque a alternativa que cita a probabilidade desse casal ter um filho(a) albino. a) 100% b) 25% c) 50% d) 75% e) 0% Read the text below and answer the questions that follow: (Leia o texto abaixo e responda as perguntas que seguem:) A Look at the Intriguing History of Snowboarding By Keith Kingston To say who actually invented the sport of snowboarding would be impossible because people have always loved to slide down a snow-covered hill. Soaring through the snow on some kind of seat or board is nothing new. The ways to enjoy the snow are numerous, and people have devised ways to turn garbage can lids and cardboard into snow boards to enjoy an afternoon frolic outdoors. The various ways to glide through snow have become more sophisticated and have evolved into using polished boards or skis in much the same manner as a surfboarder would ride a wave. There have been many attempts at developing a modern snowboard. In 1965, the Snurfer (a word play on snow and surfer ) was developed as a child s toy. Two skis were bound together and a rope was placed at the front end to afford control and stability. Over 500,000 Snurfers were sold in 1966 but they were never seen as more than a child's plaything even though organized competitions began to take place. Source: 9

14 31. Choose the correct alternative with three (3) verbs in the Simple Past taken from the text: (Escolha a alternativa correta com três (3) verbos no Simple Past tirados do texto:) a) Invented, because and surfboarder. b) Invented, organized and began. c) Loved, snowboard and bound. 32. According to the text, what was a snufer? a) Someone who can snowboard and surf. b) Something developed for children to play with as a skateboard. c) A snowboard made with two skis and a rope at the front. d) A toy used to surf. e) Some kind of surfboard. GABARITO: C d) Placed, rope and seen. e) Take, place and though. 33. Choose the correct alternative with the Past Continuous and the Simple Past. (Escolha a alternativa correta com o Past Continuous e o Simple Past.) a) Angela was playing volleyball when she hurt her leg. b) Angela was played volleyball when she was hurt her leg. c) Angela played volleyball when she hurting her leg. d) Angela was playing volleyball when she was hurting her leg. e) Angela did played volleyball when she did hurt her leg. GABARITO: A 34. Complete with WHEN or WHILE, then choose the alternative with the correct answers: (Complete com WHEN ou WHILE, depois escolha a alternativa com a resposta correta:) Mary was playing video game Joseph was playing cards. My mother was watching t.v. my father arrived. The boys were sleeping it started to rain. The teacher was explaining the exercise the students were listening. a) When, when, while, while b) While, when, while, when. c) When, while, when, while. d) While, when, when, while. e) When, while, while, while 35. Choose the correct answer for the question below: (Escolha a resposta correta para a pergunta abaixo:) a) I living in Italy for 2 years. b) I live in Italy last month. When did you live in Italy? c) I livied in Italy for last year. d) I lived in Italy 2 years ago e) I left in Italy for 2 years. 36. É mais comum vermos a imagem feminina sendo banalizada na mídia, como se a mulher fosse um elemento totalmente descartável, que vermos a imagem do homem sofrendo a mesma consequência, fruto da erotização do olhar. Logo, marque a opção que melhor resume a ligação deste fenômeno com outro bem mais antigo, o machismo brasileiro. a) A ligação que existe entre a erotização do olhar e o machismo se explica pela verdade inquestionável de que a inteligência masculina será sempre superior, pois, de fato, as mulheres sempre terão uma única razão de ser na sociedade, ou seja, serem aquelas que agradam pela beleza do corpo. b) A erotização do olhar, cultura antiga nessas terras brasileiras, pode ser explicada pela exploração do corpo e da sensualidade, que atinge homens e mulheres, porém com as mulheres as consequências são mais drásticas, devido ao machismo, que pode gerar a violência. c) O machismo até poderia ter ligação com a erotização do olhar se as mulheres fossem tratadas muitas vezes como mercadorias vendáveis, mas isso nunca aconteceu em nossa historia enquanto povo. d) Definitivamente, machismo e erotização são coisas do século passado, onde os meios de comunicação de massa reinavam algo que não é realidade atualmente. e) NDA (Nenhuma das alternativas) 10

15 37. Quem possui a faculdade de ver a beleza, não envelhece. (Franz Kafka). Sobre o pavor alimentado por muitos a respeito do natural envelhecimento, explique porque este sentimento pode ter relação com o modo de lidarmos com os nossos idosos, marcando apenas a opção correta, abaixo: a) Se sempre encararmos a velhice como a fase da solidão, da decadência física e do abandono, agiremos apenas com o objetivo de excluir o próprio idoso, como se pudéssemos permanecer sempre jovens e como se não houvesse também beleza na sabedoria dos mais velhos. b) Se ainda cresce o medo de envelhecer e aumenta o número de cirurgias plásticas no Brasil, podemos dizer que a fase da 3ª idade é vista como a fase mais bela da vida, já que nunca cultuamos o corpo mais do que a mente. c) O medo de envelhecer revela que a maioria não esta preocupada com a imagem que os outros podem ter de nós. Logo, o idoso sempre será visto como alguém lindo, por sua beleza interior e pureza. d) A preocupação com a chegada da velhice não tem nada a ver como o modo como tratamos os idosos, pois os idosos são os mais respeitados e bem visto na sociedade consumista. e) NDA (Nenhuma das alternativas). GABARITO: A 38. Analisando os discursos de muitas religiões, percebemos que existe a crença de que o homem possui em si uma beleza que vai muito além da beleza aparente. Na filosofia clássica, encontramos o conceito de beleza e de feiura de um modo bem particular. Pensando nessas realidades, marque abaixo a opção que NÃO define o conceito de beleza real para Platão e para seu maior discípulo, Aristóteles. a) A beleza ideal é para Platão a própria perfeição, algo que este mundo material jamais conhecerá, pois esta seria intocável. Já para Aristóteles, a beleza está nos valores morais de cada homem e nas suas atitudes. b) A beleza platônica é algo que está fora da caverna, pois tudo é apenas reflexo do belo. Para Aristóteles, a beleza esta na felicidade conquistada pela pratica da ética. c) A beleza platônica é sempre material. Já a beleza em Aristóteles está na prática do mal e na escolha racional pelo o que é imoral. d) No estudo da estética podemos dizer que para Platão a beleza é a origem de todas as coisas e não é somente aparente. Para Aristóteles, a beleza está na fidelidade aos princípios e em saber escolher entre o certo e o errado. e) Todas as alternativas estão corretas exceto a letra C. GABARITO: C 39. Esta escultura faz parte de uma série maior de esculturas de aparelhos e objetos domésticos que o escultor Claes Oldenburg trabalhou em Ele também criou esculturas de cheeseburgers, um gelo gigante, um cone de gelado e uma grande fatia de bolo, todos os quais são colocados diretamente no chão da galeria. A figura em questão é uma escultura contemporânea que tem como características: a) O trabalho com materiais articuláveis com lycra, algodão, miçangas, espuma, ervas, especiarias, tec., aproximando as linguagens da escultura e da instalação. b) A influência do Neoconcretismo do final da década de 50 e começo dos anos 60, e dos artistas do movimento como ligya Clark e Hélio Oiticica. c) A influência das ideias do modernismo e abstração geométrica que propunham a arte com formas orgânicas e trazendo os espectadores a participar e interagir com a obra. d) Maior liberdade na escolha das técnicas - a própria técnica se confunde com o objeto artístico: a escultura hoje se utiliza de meios mecânicos, eletromagnéticos, fenômenos naturais e da própria estrutura física do ambiente onde a obra será instalada. e) O objetivo não é mais o naturalismo e, com isso, a escultura ganhou novas formas de expressão, possibilitando a pesquisa de novos materiais e o emprego diferenciado das técnicas tradicionais. 11

16 40. Há cerca de duas décadas os meios de comunicações (rádio, televisão, internet, cinemas...) vêm nos alertando sobre as possíveis mudanças que nosso planeta poderá sofrer devido às nossas intervenções sem controle. Falta de água potável, acúmulo de gás carbono na atmosfera, inundações, tsunamis, florestas virando desertos dentre outros. Devido a esses fatos, percebemos que com o desaparecimento dos recursos naturais a demanda dos mesmos está crescendo. O que podemos fazer hoje e amanhã para reduzir e interromper nossas ações negativas? a) Consumir diariamente alimentos industrializados e de fast food sem se preocupar com as embalagens. b) Consumir excessivamente a energia elétrica. c) Evitar a atividade física ao ar livre, como rapel, escalada, ciclismo, triátlon, caminhada, pois a poluição é grande e está prejudicando nossa saúde. d) Fazer atividade física, pois ela promove bem estar, saúde mental e física, previne doenças, melhora o convívio social e a qualidade de vida, além de dar um grande suporte à Sustentabilidade. e) Com aumento do número de automóveis, ocorrendo, literalmente, um engarrafamento nas ruas e grandes avenidas, evitar ir ao trabalho de bicicleta ou a pé. 12

17

18 JARDIM DA PENHA (27) JARDIM CAMBURI (27) PRAIA DO CANTO (27) VILA VELHA (27)

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani 1 FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO Thiago Kotula Brondani Os avanços médicos-científicos e a disseminação das técnicas de reprodução humana assistida tornaram necessária a imposição de limites éticos e

Leia mais

Nome: Turma: Unidade: 2º SIMULADO - 7º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 27 de Agosto - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE

Nome: Turma: Unidade: 2º SIMULADO - 7º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 27 de Agosto - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE Nome: 2015 Turma: Unidade: 2º SIMULADO - 7º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 27 de Agosto - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DO SIMULADO - 2º TRI 1. O aluno só poderá

Leia mais

Aula 03 Passado do to be e past continuous

Aula 03 Passado do to be e past continuous Aula 03 Passado do to be e past continuous No passado, o to be se comporta de forma semelhante ao presente, ou seja, as afirmações, negações e questões são feitas da mesma forma. Examples: I was worried

Leia mais

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria Oriente Médio 1.(VEST - RIO) A Guerra do Líbano, o conflito Irã/ Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo, são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo,

Leia mais

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA:

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA: AVALIAÇÃO MENSAL DE GEOGRAFIA 1º Bim./2012 GABARITO Professor(a): Marcelo Duílio / Mônica Moraes Curso: Fund. II 9º ano Data: 08 / 03 / 2012 Tarde versão 2 Nome: BOA PROVA!!! Nº.: Instruções gerais Para

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio.

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto I Futebol de rua Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

A formação do Estado de Israel

A formação do Estado de Israel A formação do Estado de Israel 1946: 500 mil judeus na Palestina querem a independência de Israel do domínio britânico Aumento da tensão entre israelenses e ingleses: centenas de ataques de judeus a britânicos

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para o episódio 1, os trabalhos para o episódio 2 também trazem várias questões

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais Período composto Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas Orações que mantém relação de dependência sintática e semântica entre a oração subordinada e a oração principal. Ex.: Eu tenho dúvida

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO ATIVIDADES ONLINE 9º ANO 1) (UFV) Das alternativas, aquela que corresponde à causa do acordo entre Israel e a Organização para Libertação da Palestina (OLP) é: a) o fortalecimento do grupo liderado por

Leia mais

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C CONTEÚDOS DO EXAME Líderes religiosos, Motivação e Liderança Convivência com o grupo; Amizade e sentido de grupo Os projetos Solidários; O que é um projeto? Olhares sobre

Leia mais

Exercícios sobre Israel e Palestina

Exercícios sobre Israel e Palestina Exercícios sobre Israel e Palestina Material de apoio do Extensivo 1. Observe o mapa a seguir, que representa uma área do Oriente Médio, onde ocorrem grandes tensões geopolíticas. MAGNOLI, Demétrio; ARAÚJO,

Leia mais

As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade

As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade Sugestões de atividades As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade 9 CIÊNCIAS 1 Ciências Naturais 1. Por que a Física é considerada uma ciência básica? 2. O que a Biologia estuda? 3. O que

Leia mais

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? A grande maioria das pessoas só recorrem à oração quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doença. E sempre aguardando passivamente

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE Estado de Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE Estado de Minas Gerais Estado de Minas Gerais SOLDADOR CONCURSO PÚBLICO 01/2016 NÃO ABRA ESTE CADERNO DE QUESTÕES ANTES QUE LHE PEÇAM. AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA INICIAR A PROVA. Você está recebendo um Caderno de Questões com

Leia mais

Geografia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Geografia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Geografia Questão 1 Em 1967, por ocasião da Guerra dos Seis Dias, Israel ocupou de seus vizinhos árabes uma série de territórios, entre eles a Península do

Leia mais

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA

Leia mais

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil Leone Alves O fim da cegueira intelectual 1ª Edição São Paulo - Brasil 2015 1 Apresentação O fim da cegueira intelectual é um livro filosófico que tem como objetivo despertar na sociedade a capacidade

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

A formação moral de um povo

A formação moral de um povo É um grande desafio evangelizar crianças nos dias de hoje. Somos a primeira geração que irá dizer aos pais e evangelizadores como evangelizar os pequeninos conectados. Houve um tempo em que nos colocávamos

Leia mais

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. 2

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

ARTES VISUAIS PROVA DE CRIAÇÃO. 2 a Etapa HABILIDADE ESPECÍFICA II SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Duração da prova: DUAS HORAS E 30 MINUTOS.

ARTES VISUAIS PROVA DE CRIAÇÃO. 2 a Etapa HABILIDADE ESPECÍFICA II SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Duração da prova: DUAS HORAS E 30 MINUTOS. ARTES VISUAIS - HABILIDADE ESPECÍFICA II - PROVA DE CRIAÇÃO - 2 a Etapa ARTES VISUAIS 2 a Etapa HABILIDADE ESPECÍFICA II PROVA DE CRIAÇÃO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE)

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) SÓCRATES (469-399 a.c.) CONTRA OS SOFISTAS Sofistas não são filósofos: não têm amor pela sabedoria e nem respeito pela verdade. Ensinavam a defender o que

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias + 23% + 108% (em 20 anos a taxa é superior a 200%) 15% das mulheres e 65% dos homens brasileiros já tiveram ao menos uma experiência sexual fora do

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

Conflitos no Oriente Médio. Prof a Maria Fernanda Scelza

Conflitos no Oriente Médio. Prof a Maria Fernanda Scelza Conflitos no Oriente Médio Prof a Maria Fernanda Scelza Revolução Iraniana 1953: o Xá (rei) Mohamed Reza Pahlevi passou a governar autoritariamente o Irã; Seu objetivo era ocidentalizar o país, tornando-o

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

TIMOR LESTE. O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema. Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave

TIMOR LESTE. O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema. Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave 70 TIMOR LESTE O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave PÁIS ALVO No Timor Leste as pessoas são muito acolhedoras, sempre com um sorriso,

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a)

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) 5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) Roteiro Semanal de Atividades de Casa (06 a 10 de Maio 013) Desafio! 1) Agora, temos um desafio com formas geométricas. Observe. ) Complete a sequência seguindo

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

CONFLITO ENTRE ISRAEL E PALESTINA CLAUDIO F GALDINO GEOGRAFIA

CONFLITO ENTRE ISRAEL E PALESTINA CLAUDIO F GALDINO GEOGRAFIA CONFLITO ENTRE ISRAEL E PALESTINA CLAUDIO F GALDINO GEOGRAFIA Oferecimento Fábrica de Camisas Grande Negão AQUELA QUE TRAZ EMOÇÃO. PARA VOCÊ E SEU IRMÃO!!! Canaã Terra Prometida Abraão recebeu de Deus

Leia mais

22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece

22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece 22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece No Brasil, empregados dos Correios ajudam Papai Noel a levar o Natal aos mais pobres Por: James Hider

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 6º ANO - 17/ 03/ 2014 - Ecologia (níveis de organização; relações alimentares; cadeia e teia alimentar; relações ecológicas); 7º ANO - 17/ 03/

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Realidade vs Virtualidade

Realidade vs Virtualidade Realidade vs Virtualidade Vivendo entre quem Somos e quem queremos Ser Necessidade de sermos felizes Necessidade de sermos aceitos Necessidades de Sermos A CONSTRUÇÃO DA NOSSA IDENTIDADE Vivendo entre

Leia mais

Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2. prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes

Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2. prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2 prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes 1 ORIENTE MÉDIO Quadro político e socioeconômico Essa região divide se politicamente em uma porção continental:

Leia mais

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Seis dicas para você ser mais feliz

Seis dicas para você ser mais feliz Seis dicas para você ser mais feliz Desenvolva a sua Espiritualidade A parte espiritual é de fundamental importância para o equilíbrio espiritual, emocional e físico do ser humano. Estar em contato com

Leia mais

AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4.

AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4. AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4.1-42 INTRODUÇÃO A narrativa da Mulher Samaritana se desenvolve

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 1º Tri 2016: O Ministério de Jesus

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 1º Tri 2016: O Ministério de Jesus O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

Israel e o mundo Árabe

Israel e o mundo Árabe Israel e o mundo Árabe Leonardo Herms Maia¹ Regina Cohen Barros² Para uma compreensão espacial e econômica deste assunto, irei abordar temas principais que nos mostram como Israel se tornou uma grande

Leia mais

EXPRESSÃO ESCRITA. O Sumário aqui presente é a continuação do que desenvolvemos na aula anterior: 1. Introdução. 2.

EXPRESSÃO ESCRITA. O Sumário aqui presente é a continuação do que desenvolvemos na aula anterior: 1. Introdução. 2. EXPRESSÃO ESCRITA Sejam bem-vindos à segunda videoaula de Expressão Escrita. Sou a Maj Anna Luiza professora de Português da Seção de Idiomas da ECEME. Esta aula se destina a você, aluno do CP/ECEME e

Leia mais

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho.

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. RESOLVIDO 2012 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02 GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO As figuras a seguir apresentam os mapas com a atuação das massas de ar no inverno

Leia mais

Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM A BOLA

Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM A BOLA Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 3ª S SÉRIES A-B-C-D A BOLA O pai deu uma bola de presente ao filho. Lembrando o prazer que

Leia mais

Questões de gênero. Masculino e Feminino

Questões de gênero. Masculino e Feminino 36 Questões de gênero Masculino e Feminino Pepeu Gomes Composição: Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu Gomes Ôu! Ôu! Ser um homem feminino Não fere o meu lado masculino Se Deus é menina e menino Sou Masculino

Leia mais

Lindo e Triste Brasil

Lindo e Triste Brasil SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 07 / / 0 II AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 0,0 MÉDIA:

Leia mais

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA EJA - Ensino Fundamental 2º Segmento PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA Fase/Ano: 4ª Fase -6º e 7º Ano Ano Letivo: 2014 Componente Curricular: História Professora do Estúdio: Isabel Saraiva Silva Carga Horária:

Leia mais

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade.

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. ARTISTA DO SACI URBANO Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. Por Diana Mendes 1, Ana Maria Dietrich 2, Everson José de

Leia mais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Mundo está fragmentado em centenas de países, mas ao mesmo tempo, os países se agrupam a partir de interesses em comum. Esses agrupamentos, embora não deixem de refletir

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA http://plataformabrioli.xpg.uol.com.br/historiaresumo/2ano/epopeialusitana.pdf http://blog.msmacom.com.br/familia-real-portuguesa-quem-e-quem-na-monarquia/

Leia mais

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015 Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit Edital de Abertura Processo Seletivo de alunos 2015 A coordenação 2014/2015 do Cursinho Vitoriano, projeto de extensão da

Leia mais

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2 Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1 Boa tarde a todos e a todas! Marina Silva 2 Quero dizer que é motivo de muita satisfação participar de eventos como esse porque estamos aqui para

Leia mais

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p.

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p. 6º ANOS Cap. 4 - Sociedade: história e cultura Cap. 5 - As primeiras sociedades Cap. 7 - Os Egípcios Cap. 8 - Outros povos africanos Percursos: 7- Representação Gráfica do relevo 8- Os gráficos 9- A Terra

Leia mais

As fontes da nossa auto-imagem

As fontes da nossa auto-imagem AUTO IMAGEM O QUE EU ACHO DE MIM MESMO QUEM SOU EU E QUAL E O MEU VALOR? NARCISISMO (deus da mitologia grega que se apaixonou por si mesmo ao ver sua imagem refletida na água) AS FONTES DA NOSSA AUTO -

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém seis questões, abrangendo um total de nove

Leia mais

COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira. Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade

COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira. Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade O Bem Pessoal e o Comunitário O que é o Bem? Bem é a qualidade de excelência ética que

Leia mais

As fotos a seguir são tristemente verdadeiras...

As fotos a seguir são tristemente verdadeiras... As fotos a seguir são tristemente verdadeiras... Quem é responsável por enfrentar esta situação? Prefeitura? Entidades de defesa do ambiente?? Governo? Meios de comunicação? Cientistas? Organizações

Leia mais

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 1 o Bimestre 5 o ano história Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia o texto a seguir e responda Na

Leia mais

iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, do estado palestino judeu e do estado palestino árabe.

iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, do estado palestino judeu e do estado palestino árabe. 1 iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, decretada no ano de 1948 após uma decisão da assembléia geral da onu de 1947, presidida pelo brasileiro osvaldo

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 7 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Sotaque mineiro: é ilegal, imoral ou engorda? Gente, simplificar é um pecado. Se a vida não fosse tão corrida, se não tivesse

Leia mais

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante Caro Estudante, O Projeto Avalie pretende conhecer melhor o perfil do estudante do Ensino Médio da Bahia, por isso a sua participação representa a garantia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público. Prova: 14 de Março de 2010.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público. Prova: 14 de Março de 2010. PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público Prova: 14 de Março de 2010. CARGOS: 1. Auxiliar de serviço. II Operário Braçal, 2. Auxiliar de serviço II Serviço de Água, 3. Auxiliar

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 01/12/2003 POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 2 Índice Geral I POR QUE NÃO ORAMOS COM FREQUÊNCIA?... 4 II QUANDO NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS... 5 III

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: Querida criança, Além desta revisão, estude, em seu Material Didático, os conteúdos do Volume III. Leia este texto: ASA BRANCA

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Aline Trindade A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Introdução Existem várias maneiras e formas de se dizer sobre a felicidade. De quando você nasce até cerca dos dois anos de idade, essa

Leia mais

Transformação. Texto Bíblico

Transformação. Texto Bíblico Texto Bíblico Havia um fariseu chamado Nicodemos, uma autoridade entre os judeus. Ele veio a Jesus, à noite, e disse: Mestre, sabemos que ensinas da parte de Deus, pois ninguém pode realizar os sinais

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o :. Leia os textos e responda às questões e. Texto Na Grécia Antiga, Aristóteles (384 a.c.-3 a.c.) já defendia a ideia de que o Universo

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

Professora Erlani. Capítulo 3 Apostila 4

Professora Erlani. Capítulo 3 Apostila 4 Capítulo 3 Apostila 4 Aspectos cruciais para a compreensão do Oriente Médio e de suas relações internacionais petróleo e terrorismo. Petróleo indispensável como fonte de energia. Terrorismo desencadeia

Leia mais

O Movimento de Jesus

O Movimento de Jesus O Movimento de Jesus Tudo começou na Galiléia Quando Jesus começou a percorrer a Palestina, indo das aldeias às cidades, anunciando a Boa Nova do Evangelho, o povo trabalhador ia atrás dele. A fama de

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

Adeus à informalidade

Adeus à informalidade Adeus à informalidade A UU L AL A M Ó D U L O 23 E agora? Hilda nunca tinha imaginado que era preciso tanto papel, tanta espera, tantas idas e vindas para abrir uma pequena empresa. De uma coisa, no entanto,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015/2 DIREITO HISTÓRIA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015/2 DIREITO HISTÓRIA HISTÓRIA Questão 01 (Imagem disponível em: . Acesso em: 02 maio 2015) Leia atentamente o fragmento de texto a seguir:

Leia mais

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão:

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão: SESSÃO 3 'Eis a tua mãe' Ambiente Em uma mesa pequena, coloque uma Bíblia, abriu para a passagem do Evangelho leia nesta sessão. Também coloca na mesa uma pequena estátua ou uma imagem de Maria e uma vela

Leia mais

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos Cursos humanizados - A Educar e Transformar se dedica ao sonho de gerar cursos para lideranças profissionais de recursos humanos, com mentalidade de humanização na administração, cursos para líderes, motivação,

Leia mais

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A Europa no século XIX Napoleão realizou uma série de batalhas para a conquista de novos territórios para a França. O exército francês aumentou o número

Leia mais

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas Manual de Aplicação do Jogo da Escolha Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas 1 1. Como o jogo foi elaborado O Jogo da Escolha foi elaborado em 1999 pelo Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO. Candidato (a):

PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO. Candidato (a): PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO Data: 12/01/2015 Candidato (a): Valor: 10 Obtido: Analise o cartaz da propaganda. QUESTÃO 1 (1 PONTO) - Observe o texto principal da propaganda. Que estratégia

Leia mais

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP Depressão e Qualidade de Vida Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP 1 Percepções de 68 pacientes entrevistadas. 1. Sentimentos em relação à doença Sinto solidão, abandono,

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Período composto Orações subordinadas adverbiais Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe:

Leia mais