DESENVOLVIMENTO DE UM DISPOSITIVO PARA ABERTURA AUTOMATIZADA DE GAVETAS PARA MÓVEIS DE COZINHAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESENVOLVIMENTO DE UM DISPOSITIVO PARA ABERTURA AUTOMATIZADA DE GAVETAS PARA MÓVEIS DE COZINHAS"

Transcrição

1 5, 6 e 7 de Agosto de 2010 ISSN DESENVOLVIMENTO DE UM DISPOSITIVO PARA ABERTURA AUTOMATIZADA DE GAVETAS PARA MÓVEIS DE COZINHAS Leonardo Batassini (UCS) Carlos Alberto Costa (UCS) Joanir Luis Kalnin (UCS) Marcos Alexandre Luciano (UCS) A busca por produtos mais funcionais e inteligentes tem-se tornado cada vez mais constante, e isso também é evidenciado no setor moveleiro. O sistema automatizado de abertura de gavetas é uma realidade, mas atualmente possuem custo elevado.. Diante da procura por esse mecanismo, uma empresa do setor moveleiro da Serra Gaúcha, identificou a oportunidade de fazer um estudo para o desenvolvimento de um dispositivo com funções similares aos produtos importados e com preço mais acessível. Realizou-se o projeto informacional com o levantamento dos requisitos que o produto deve apresentar, e em seguida dois conceitos para o dispositivo foram apresentados. O conceito utilizando a bobina de acionamento se mostrou mais viável em termos de custos. Com isso, foi projetado e construído um protótipo, onde foi possível fazer diversas avaliações de seu funcionamento. Palavras-chaves: Processo de Desenvolvimento de Produto, Ergonomia, Automatização de Móveis

2 Introdução Uma tendência no design de móveis é a inexistência de puxadores, o que confere aparência moderna e um visual limpo. Para que isso se concretize, são necessários dispositivos ou sistemas para abrir portas e gavetas. Existem disponíveis no mercado diferentes soluções que são empregadas para conferir a automatização de abertura de portas e gavetas, entretanto, na maioria dos casos, são importados e possuem custo elevado. Quando se tratam de móveis destinados a cozinhas, esses dispositivos de abertura, além de permitirem que gavetas e portas sejam abertas com um toque, também contribuem para um maior conforto no uso. Pode-se, por exemplo, abrir uma gaveta que esteja localizada na parte inferior com um toque de pé, tornozelo, joelho ou quadril e com isso facilitando a realização de tarefas. Diante deste cenário, uma empresa do setor moveleiro da Serra Gaúcha identificou a oportunidade de oferecer como opcional a um determinado modelo de gaveta sua abertura de modo automatizado, demonstrando sua preocupação para que soluções inteligentes e com preço atrativo sejam oferecidas para os clientes como um diferencial. O objetivo desse trabalho é apresentar o desenvolvimento de um dispositivo de abertura automatizada para um determinado modelo de gaveta aplicado a cozinhas. Inicialmente são tratados alguns conceitos vinculados ao Processo de Desenvolvimento de Produtos que são referenciais ao projeto do sistema proposto. Posteriormente são apresentados alguns dados e conceitos ergonômicos que nortearam o desenvolvimento do protótipo. Por fim, é apresentado o dispositivo desenvolvido e são discutidos alguns resultados preliminares. Processo de Desenvolvimento de Produtos O desenvolvimento de produtos é um processo de negócio cada vez mais crítico para a competitividade das empresas, principalmente com a crescente internacionalização dos mercados, aumento da diversidade e variedade, e redução do ciclo de vida dos produtos no mercado. Rozenfeld et al (2006), afirmam que desenvolver produtos consiste em um conjunto de atividades por meio das quais se busca, a partir das necessidades do mercado e das possibilidades e restrições tecnológicas, e considerando as estratégias competitivas e de produto da empresa, chegar às especificações de projeto de um produto e de seu processo de produção, para que a manufatura seja capaz de produzi-lo. Segundo Pahl et al. (2005), face à grande importância do desenvolvimento de um produto no momento certo e que desperte interesse por parte do mercado, torna-se necessário um procedimento para o desenvolvimento de boas soluções, que seja planejável, flexível, otimizável e verificável. Tal procedimento só é aplicável quando, alem do necessário conhecimento especializado, os projetistas souberem trabalhar de modo sistemático e essa metodologia de trabalho exigir ou for auxiliada por medidas organizacionais. O processo de desenvolvimento de um novo produto parte do planejamento e do esclarecimento da formulação da tarefa, passa pela identificação das funções necessárias, 2

3 elaboração de soluções preliminares, constituição de estruturas modulares com subconjuntos, seguindo até a documentação do produto completo. Em alguns casos não será possível uma separação muito precisa entre as fases principais, pois, por exemplo, estudos sobre a forma são necessários previamente à etapa de concepção; ou decisão bastante detalhada com relação à tecnologia de produção tem que ser tomadas já na fase de projeto. Nem sempre será evitável um retorno, quando no projeto, por exemplo, para as subfunções somente agora percebidas, for preciso procurar soluções preliminares. Mesmo assim, no planejamento e controle do processo de desenvolvimento, o desdobramento em fases principais sempre é útil. Ergonomia nas atividades domésticas Conforme Iida (2005), com o progresso tecnológico e a crescente automação industrial, há uma tendência de se liberar o trabalhador das tarefas que exigem muitos esforços ou aquelas de natureza simples e repetitiva. As atividades domésticas representam uma das maiores ocupações humanas em todo o mundo. Nelas estão envolvidas tanto os adultos como as crianças e pessoas idosas, havendo uma grande predominância do elemento feminino. Comparando ao trabalho industrial em linhas de produção, o trabalho doméstico tem a vantagem de ser bastante variado, permitindo frequentes mudanças de postura e inserção de pausas durante o trabalho. A cozinha é um dos lugares mais importante da casa, sendo o centro de produção de alimentos, e está ocupada durante o dia todo. Uma cozinha dura, em média, 20 anos. Por isso, quem compra uma cozinha deseja poder ter a confiança de que esta possa satisfazer suas necessidades durante muitos anos. O Age Explorer criado pelo Instituto Meyer-Hentschel (Blum, 2009), permite entender melhor as necessidades do usuário da cozinha, simulando limitações de movimento que aparecem com o decorrer da vida. Ele é composto por diversos itens como, por exemplo: uma espécie de macacão que dificulta esticar os braços, limita a mobilidade de cotovelos e joelhos; pesos fixados diretamente nas musculaturas dos braços e pernas simulam a força muscular decrescente; amortecedor auditivo simula a redução auditiva; óculos limitam a acuidade visual; viseira em tonalidade amarela limita o campo da face e simula a turvação e a alteração de cor do cristalino e luvas especiais imitam a artrite e dificultam pegar ou apalpar objetos. Estima-se que ao usar esse instrumento, composto pelos itens acima citados, por um período de 2 horas o usuário experimentará uma simulação de 20 anos de envelhecimento. Testes mostraram que portas e prateleiras no armário inferior provocam dificuldades, especialmente para pessoas com limitações de movimento. Gavetas com extração parcial também prejudicam o campo de visão. Deve-se, portanto dar preferência a gavetas com extração total que são ergonomicamente mais convenientes, evitando flexões desnecessárias e permitindo uma ampla visualização. Abrir uma gaveta pesada quando a força muscular está em declínio e as ações motoras estão limitadas é um trabalho penoso. Em contrapartida com o sistema elétrico de abertura essa tarefa torna-se simples e fácil. Já que o sistema de abertura entra em atividade não somente com o toque da mão, mas também com o quadril, joelho ou pé, gavetas podem ser abertas não apenas sem esforços como também sem flexões (figura 1). 3

4 Figura 1 Sistema elétrico de abertura, abertura simples e fácil. (Fonte: Blum (2009)). Para obter de forma empírica as opiniões dos consumidores, foi montada uma cozinha num estúdio de pesquisa de mercado, toda ela equipada com o sistema motorizado de abertura de gavetas (Hettich, 2008). Está simulação em ambiente real com consumidores que na maioria dos casos eram mães com crianças com menos de sete anos de idade, permitiu estudar, protocolar por escrito e documentar em filmagens as diversas opiniões. A análise das sondagens resultou em informações interessantes: 68% das pessoas interrogadas gostaram espontaneamente da função de abertura motorizada das gavetas, achando muito boa ou boa. Entre as mães com crianças até aos sete anos, a reação positiva foi de 63%, (figura 2). A utilidade prática, o facilitar do trabalho e o fato de que o sistema motorizado confere as cozinhas um toque de requinte e de qualidade foram os aspectos de maior realce. Figura 2 Pesquisa de Mercado. (Fonte: Hettich (2008)). Apenas 12% dos interrogados tiveram uma postura relutante em relação ao sistema. Especialmente 16% das pessoas com idade entre 50 e 70 reagiram espontaneamente rejeitando o sistema. Os argumentos que apresentaram referiam-se a pouca força de ativação que poderia representar um risco de abertura involuntária. Desenvolvimento do dispositivo de abertura automática de portas Considerando que uma cozinha dura em média 20 anos, deve-se levar em conta o fator envelhecimento dos usuários, atendendo no futuro com facilidade e conforto, as atividades realizadas. Os dispositivos destinados à abertura automatizada de gavetas trazem muitos benefícios e conforto na realização das tarefas domésticas e também permitem a construção 4

5 de mobiliário sem o uso de puxadores. Este trabalho possui um caráter exploratório, devido ao contexto pouco conhecido e sua natureza qualitativa. Para identificar alguns parâmetros de projeto foi realizada uma pesquisa bibliográfica e também entrevistas com questionários semi-abertos junto aos franqueados, vendedores, projetistas, decoradores, montadores e distribuidores. Optou-se por uma empresa moveleira de médio porte, pelo fato dela apresentar as informações organizadas segundo as necessidades de cada uma das etapas do processo de desenvolvimento do produto. Existem disponíveis no mercado sistemas eletro-mecânicos importados que fazem à abertura de gavetas através de um toque. Esses dispositivos se agregados aos produtos da empresa acarretariam um adicional de 360% sobre cada gaveta, o que é elevado. A empresa acredita que se dispusesse de um sistema 40% mais barato em relação ao importado, teria um preço atraente e diferenciado perante os concorrentes que já utilizam esses dispositivos. Projeto Informacional O modelo de gaveta para o qual o dispositivo está sendo desenvolvido conta com um sistema de guias deslizantes com capacidade para 25kg de carga e com amortecimento no fechamento, e atualmente são comercializadas cerca de 600 gavetas/mês. Como a empresa não é especializada em produção de ferragens e acessórios para móveis, esse mecanismo de abertura, deve ser composto o máximo possível por elementos já existentes no mercado, para que sua produção seja viabilizada. Pesquisando os dispositivos importados disponíveis no mercado, constatou-se que eles funcionam com um motor elétrico, que aciona um braço, existindo patente internacional para o mecanismo. Com base nas entrevistas realizadas foram elencadas as seguintes necessidades que o produto deve satisfazer: Permitir abertura de gavetas sem o uso de puxadores e sem esforços; permanecer com o sistema de fechamento com amortecimento; preço acessível; segurança; silencioso; sistema isento de manutenção e fácil montagem. O modelo de gavetas para o qual o mecanismo está sendo desenvolvido possui um sistema de amortecimento no fechamento que é ativado durante a abertura da gaveta ao longo de 40 mm do curso inicial. Foram realizadas medições com dinamômetro (CROWN nº AT01866 de 50 N de capacidade), para obter a força que o sistema impulsionador deveria exercer (figura 3). A gaveta estava com peso de 25kg, que é seu limite de carga, e resultou na força de 22 N para iniciar o movimento e a força aumentou para 25 N ao final dos 40 mm de curso. Com a gaveta vazia a força no inicio foi de 20 N e no final do curso de 40 mm foi de 23 N. Verificou-se que a influência do peso é baixa e o maior responsável pelo esforço é o sistema de amortecimento. Figura 3 Medição com dinamômetro. 5

6 Transformando as necessidades dos clientes em linguagem de projeto e considarando os dados da medição do esforço de abertura inicial da gaveta tem-se as especificações-meta do produto que compreendem os parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetado deverá ter. Seguem as especificações-meta do produto na tabela 1. Requisito Valor meta Sensor Preço menor que os produtos de terceiros 40% < Custo dos componentes Sistema de toque para abrir a gaveta Toque na parte frontal Aplicação de meios para ativar o dispositivo Sistema impulsionador da gaveta 25 N Medições, cálculos e testes Sistema não poderá interferir no Aplicação de meios para Retornar ao estado inicial amortecimento do fechamento retornar ao estado inicial Componentes já existentes no mercado 70% Componentes já existentes 200 (larg.) x Sistema deverá se adaptar ao espaço 130 (alt.) x disponível no móvel 87 (prof.) mm Dimensional Para segurança o sistema deve apenas dar o impulso inicial Baixo nível de ruído Sistema eficaz e confiável Curso inicial 50 a 80 mm Similar aos produtos importados 5 anos de garantia Curso de atuação do atuador na gaveta Comparativo Estimativa do nº de abertura da gaveta Sistema fácil instalação 20 min. Cronômetro Tabela 1 Especificações-Meta do Produto Essas especificações-meta são importantes nas fases posteriores para avaliar se o dispositivo está de acordo com o planejado. Projeto Conceitual Nessa fase, se busca a concepção para a função global exigida pelo produto e para atender da melhor forma as especificações-meta definidas no projeto informacional. Por meio da análise das especificações-meta, foi definido que a função global é movimentar gaveta. Desdobrando a função global em funções secundárias, conforme figura 4, tem-se: fronteira do sistema sinal energia acionar dispositivo impulsionar a gaveta retornar ao estado inicial movimento Figura 4 Desdobramento da função global. O próximo passo foi encontrar os princípios de soluções que contenham o efeito físico e a configuração necessária para atender as funções. Com base na função requerida começou a ser analisado e concebido o sistema e dois conceitos foram gerados e modelados em um sistema CAD 3D e se inicio uma análise de movimentos, concebendo a geometria e tamanho do braço acionador, considerando características de tamanho, torque, força e curso, tanto para o microredutor elétrico, como para as bobinas de acionamento disponíveis no mercado. O conceito 1 utiliza um microredutor, conforme vista da parte traseira do gaveteiro, figura 5, o braço será acoplado diretamente no seu eixo e o ângulo de atuação deverá ser limitado por 6

7 batentes e ação dos sensores. Figura 5 Conceito 1: microredutor elétrico. O conceito 2 (com bobina de acionamento), conforme vista traseira do gaveteiro, figura 6 (a), o braço terá uma conexão secundária que será acoplada à bobina e o ângulo de atuação será limitado pelo curso da bobina, conforme vista ampliada, figura 6 (b). A bobina estando energizada é acionada, cessando a energia, retorna por ação de uma mola. a Figura 6 Conceito 2, bobina de acionamento: (a) vista traseira gaveteiro; (b) vista ampliado do dispositivo. Para os dois conceitos, foram realizadas cotações de componentes com os possíveis fornecedores. As duas alternativas foram comparadas conforme tabela 2. Neste custo não foi considerado a parte elétrica, mas sabe-se que o conceito 2, teria um circuito mais simples, isso porque a bobina possui mola para o retorno ao estado inicial. CONCEITO 1 CONCEITO 2 COMPONENTE PREÇO (R$) COMPONENTE PREÇO (R$) Suporte 4,85 Suporte 5,60 Braço acionador 3,65 Braço acionador 2, Braço conector 1, Suporte braço acionador 2,12 Microredutor elétrico Bobina solenóide 150,00 12 V CC 220 V CA 110,00 Fonte CC 12V 450,00/10 = 45, Parafusos e outros 2,20 Parafusos e outros 2,60 TOTAL 205,7 TOTAL 123,59 Tabela 2 - Comparação do custo dos componentes. Como o custo é o principal requisito, se verificou que o conceito 2 é mais viável, e desta b 7

8 forma foi construído um protótipo para avaliar na prática o funcionamento do mecanismo com a bobina solenóide de acionamento. Projeto Preliminar Para efeito de teste de funcionamento do mecanismo foi utilizada uma bobina modelo 040, que apresenta uma curva de força inferior ao modelo 075, que é adequada em função da estimativa de força de 80,6 N. Como essa bobina usada apresenta força menor com a requerida pelo sistema de amortecimento, o mesmo foi desativado e serão feitas medições com o dinamômetro para verificar qual a força que essa bobina consegue exercer na gaveta. O dispositivo é composto por um suporte principal, que sustenta a bobina e o suporte do braço acionador, um suporte braço acionador, um braço acionador, e um braço conector. As peças foram fabricadas e o dispositivo foi montado e fixado a um suporte na parte traseira da gaveta. No estado inicial, com a gaveta fechada, o dispositivo permanece encostado na parte traseira da gaveta, conforme figura 7. Figura 7 Dispositivo no estado inicial. Primeiramente, foi realizada uma tentativa de acionamento com o sistema de amortecimento ativado. Como era esperado o sistema não foi capaz de impulsionar a gaveta. Então o sistema de amortecimento foi desativado e foram realizadas medições com o dinamômetro. Verificouse que o sistema consegue acionar até 8 N de força na gaveta, estando dos 25 N requerido pelo sistema de amortecimento. Com o sistema de amortecimento desativado e com o móvel nivelado o sistema conseguiu impulsionar a gaveta até a sua abertura total, mesmo estando com peso. Verificou-se que, ao colocar pesos, o sistema durante a abertura se flexiona para baixo e com isso facilita o deslizamento até o curso final. Conforme análise de funcionamento do dispositivo foi realizada uma avaliação perante as especificações-meta, conforme tabela 3. Requisito Valor meta Avaliação Conceito 2 Preço menor que os produtos de terceiros 40% < O produto não foi completamente desenvolvido, mas apresenta um custo viavel. Custo alvo: R$ % = R$ 228,00. Custo do dispositivo construído sem a parte elétrica: R$ 123,59. Sistema de toque para abrir a Toque na parte Parte elétrica não desenvolvida gaveta frontal Sistema impulsionador da 25 N Como o protótipo foi usado uma bobina de 8

9 gaveta Sistema não poderá interferir no fechamento que já conta com amortecimento Componentes já existentes no mercado Sistema deverá se adaptar ao espaço disponível no móvel Para segurança o sistema deve apenas dar o impulso inicial Baixo nível de ruído Sistema eficaz e confiável Sistema fácil instalação Retornar ao estado inicial 70% 200 (larg.) x 130 (alt.) x 87 (prof.) mm Curso inicial 50 a 80 mm Similar aos produtos importados 5 anos de garantia 20 min. Tabela 3 - Avaliação do protótipo conceito 2. menor capacidade a força não foi atingida Ok A bobina representa o maior custo e já existe no mercado Ok 60 mm. Ok Precisa ser melhorado o contato do braço acionador com a gaveta e as conexões. A vida útil da bobina é de 3 milhões de acionamentos sem que haja esforço lateral. Considerando que em um dia a gaveta seja aberta 50 vezes, tem-se: 50 x 365 dias = x 5 anos = vezes. Como a parte elétrica não foi desenvolvida ainda não se tem um tempo definido de instalação. Conforme a avaliação do protótipo, concluiu-se que o projeto precisa ser aprimorado. Novos testes com bobinas de maiores capacidades de força precisam ser realizados. Diversos parâmetros, como geometria dos componentes, precisam ser aprimorados para melhor otimizar os recursos de força e curso disponíveis pelas bobinas. CONSIDERAÇÕES FINAIS Este trabalho teve como objetivo desenvolver um dispositivo de abertura de gavetas com preço mais acessível, em torno de 40% mais barato que os mecanismos importados. Como se trata de um projeto novo, diversas soluções foram analisadas e a alternativa com o uso de uma bobina de acionamento, apresentou custo mais acessível. Com a construção do protótipo pode-se afirmar que a função global, que é impulsionar a gaveta na abertura, foi alcançada. Porém, vários fatores precisam ser melhorados e deverão ser estudados. Novos testes com bobinas de maior capacidade de força precisam ser feitos. A geometria do braço acionador precisa ser refinada, para que se tenha um melhor aproveitamento de força e curso oferecidos pelas bobinas. As conexões também devem ser aprimoradas, para que se tenha diminuição do atrito e ruído entre elas. Concluindo, pode-se afirmar que o equipamento até agora apresenta funcionamento e custo abaixo do limite estipulado. Contudo, como a parte elétrica do acionamento precisa ser desenvolvida, deve ser feito um estudo, para que o preço final não ultrapasse o projetado. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS 9

10 KAMINSKI, Paulo Carlos. Desenvolvendo produtos com planejamento, criatividade e qualidade. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, IIDA, Itiro. Ergonomia: projeto e produção. São Paulo: Edgard Blücher, ROZENFELD, Henrique [et al.]. Gestão de desenvolvimento de produtos: uma referência para a melhoria do processo. São Paulo: Saraiva, BACK, Nelson [et al.]. Projeto Integrado de produtos: planejamento, concepção e modelagem. São Paulo: Manole, PAHL, Gerhard [et al.]. Projeto na engenharia: fundamentos do desenvolvimento eficaz de produtos, métodos e aplicações. São Paulo: Blücher, BOLGENHAGEN, Nilson Jair. O Processo de Desenvolvimento de Produtos: Proposição de um Modelo de Gestão e Organização. Dissertação de Mestrado. UFRGS. Porto Alegre, FORUM DE TENDÊNCIAS HETTICH, 2008, Alemanha. A cozinha do futuro. Disponível em: <http://www.hettich.com.br/hettich/portal/produc/2008_intime.pdf>. Acesso em: 15 out BLUM, 2008, Áustria. Age Explorer. Disponível em: <http://www.blum.com.br/br/pt/04/40/.../ageexplorer.php>. Acesso em: 14 set

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS

ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS Alexandre Santos de Souza Júlio Cesar Roque Rutson Alves de Aquino AEDB FER RESUMO O presente artigo tem como

Leia mais

Sistemas para portas de correr da Hettich

Sistemas para portas de correr da Hettich Adorando correr. Sistemas para portas de correr da Hettich Qual o impacto que as portas de correr têm sobre o consumidor final e quais as suas expectativas? A pesquisa de mercado da Hettich analisa essas

Leia mais

InnoTech: O sistema de gavetas para todos os seus móveis.

InnoTech: O sistema de gavetas para todos os seus móveis. InnoTech: O sistema de gavetas para todos os seus móveis. Conceito de plataforma InnoTech: um perfil de gaveta único para todas as variantes. A diversidade pode ser tão simples: todas as variantes de gaveta

Leia mais

Indicadores de Desempenho do SGQ

Indicadores de Desempenho do SGQ Módulo 3: Indicadores de Desempenho do SGQ Instrutor: Henrique Pereira Indicadores de Desempenho do SGQ Partes interessadas: Quem são? Quais são suas necessidades? Como monitorar e medir os processos:

Leia mais

Corrediça Invisível. Quadro

Corrediça Invisível. Quadro Corrediça Invisível Quadro e p - Bigfer + Hettich A Hettich é uma empresa alemã, líder mundial em ferragens e acessórios para móveis. No Brasil seus produtos são distribuídos pelo Grupo Bigfer, o maior

Leia mais

Controlador Automático para Escoamentos de Gases

Controlador Automático para Escoamentos de Gases Controlador Automático para Escoamentos de Gases Aluno: Diego Russo Juliano Orientador: Sergio Leal Braga Introdução Medidores e controladores de vazão são peças fundamentais nos principais setores industriais,

Leia mais

Desenvolvimento de Cadeira para Atividades Pedagógicas e de Reabilitação para Crianças com Deficiências Múltiplas

Desenvolvimento de Cadeira para Atividades Pedagógicas e de Reabilitação para Crianças com Deficiências Múltiplas Desenvolvimento de Cadeira para Atividades Pedagógicas e de Reabilitação para Crianças com Deficiências Múltiplas Mauro Erlei Schneider Martin, UniRitter mauromartin@uniritter.edu.br Gustavo Portella dos

Leia mais

Aplicação de QFD num projeto de fórmula SAE considerando a cadeia de suprimentos

Aplicação de QFD num projeto de fórmula SAE considerando a cadeia de suprimentos Aplicação de QFD num projeto de fórmula SAE considerando a cadeia de suprimentos Maria Clara da Costa Teixeira (EESC USP) mclara@sc.usp.br Álvaro Costa Neto (EESC USP) costa@sc.usp.br Resumo Diante das

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial Prof. Daniel Hasse Robótica Industrial Aula 02 - Robôs e seus Periféricos Tipos de Sistemas de Controle Volume de Trabalho Dinâmica e Precisão dos Movimentos Sistemas de Acionamentos Garras Tipos de Sistemas

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

Automação de Bancada Pneumática

Automação de Bancada Pneumática Instituto Federal Sul-rio-grandense Campus Pelotas - Curso de Engenharia Elétrica Automação de Bancada Pneumática Disciplina: Projeto Integrador III Professor: Renato Allemand Equipe: Vinicius Obadowski,

Leia mais

Atuadores Pneumáticos

Atuadores Pneumáticos / / D Atuadores Pneumáticos Os atuadores pneumáticos HiTork são dispositivos utilizados para o acionamento de válvulas de controle e outros elementos semelhantes. Possuem construção robusta, grandes torques

Leia mais

REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL

REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL 1. OBJETIVO...3 2. APRESENTAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS...3 3. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...4 3.1 Características Gerais...4 3.2 Carroceria...4 4. ACESSIBILIDADE...8 4.1

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

TÍTULO: GERADOR DE INDUÇÃO COMO ALTERNATIVA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

TÍTULO: GERADOR DE INDUÇÃO COMO ALTERNATIVA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA TÍTULO: GERADOR DE INDUÇÃO COMO ALTERNATIVA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA JARAGUÁ DO SUL

Leia mais

Planejamento da produção: Previsão de demanda para elaboração do plano de produção em indústria de sorvetes.

Planejamento da produção: Previsão de demanda para elaboração do plano de produção em indústria de sorvetes. Planejamento da produção: Previsão de demanda para elaboração do plano de produção em indústria de sorvetes. Tiago Esteves Terra de Sá (UFOP) tiagoeterra@hotmail.com Resumo: Este trabalho busca apresentar

Leia mais

HORUS. www.moveisbelo.com.br. Av. Maracanã, 407 Vila Industrial Arapongas PR CEP 86706 000 Tel.: 43 3303 2573 Fax.: 43 3303 2590

HORUS. www.moveisbelo.com.br. Av. Maracanã, 407 Vila Industrial Arapongas PR CEP 86706 000 Tel.: 43 3303 2573 Fax.: 43 3303 2590 Outubro/2010 Av. Maracanã, 407 Vila Industrial Arapongas PR CEP 86706 000 Tel.: 43 3303 2573 Fax.: 43 3303 2590 belo@moveisbelo.com.br vendas@moveisbelo.com.br www.moveisbelo.com.br LINHA bybeloescritórios

Leia mais

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA TOUCH SCREEN

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA TOUCH SCREEN INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA TOUCH SCREEN Eduardo Reis Tomiassi¹, Wyllian Fressatti 2 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí -Paraná- Brasil tomiassi88@hotmail.com, wyllian@unipar.br Resumo: Neste trabalho

Leia mais

Software para especificação de motores de indução trifásicos

Software para especificação de motores de indução trifásicos Instituto Federal Sul-riograndense Campus Pelotas - Curso de Engenharia Elétrica Software para especificação de motores de indução trifásicos Disciplina: Projeto Integrador III Professor: Renato Neves

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM PRODUTO NO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Cleidiane Silva e Silva¹; Tassyane Lara Souza²; Patrícia Caroline Verissimo³; Antônio Luiz Ferreira Junior 4 1234 Universidade

Leia mais

TRANSFORMAÇÕES MAGNÉTICAS: UMA FONTE DE ENERGIA LIMPA PARA RECARREGAR DISPOSITIVOS MÓVEIS EIXO TEMÁTICO: ENERGIA

TRANSFORMAÇÕES MAGNÉTICAS: UMA FONTE DE ENERGIA LIMPA PARA RECARREGAR DISPOSITIVOS MÓVEIS EIXO TEMÁTICO: ENERGIA TRANSFORMAÇÕES MAGNÉTICAS: UMA FONTE DE ENERGIA LIMPA PARA RECARREGAR DISPOSITIVOS MÓVEIS EIXO TEMÁTICO: ENERGIA PERKOVSKI, Mairon 1 ; MIRANDA, Fernanda Machado de 2 ; BLUME, Evandro 3. Palavras Chave:

Leia mais

INTRODUÇÃO À ROBÓTICA

INTRODUÇÃO À ROBÓTICA Material de estudo 2010 INTRODUÇÃO À ROBÓTICA André Luiz Carvalho Ottoni Introdução à Robótica Capítulo 1 - Introdução Robótica é um ramo da tecnologia que engloba mecânica, eletrônica e computação, que

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA. Eficiente. Flexível. Confiável.

WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA. Eficiente. Flexível. Confiável. WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA Eficiente. Flexível. Confiável. Automação SSI Schaefer: Pensamento Global Ação Local Liderança de mercado A SSI SCHAEFER é uma empresa mundialmente conhecida quando se trata

Leia mais

A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação?

A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação? Nota técnica Principais fatores a se considerar ao selecionar uma codificadora a laser A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação? Equipamento Fluidos Treinamento

Leia mais

Palavras-chaves: Jogos matemáticos; Ensino e aprendizagem.

Palavras-chaves: Jogos matemáticos; Ensino e aprendizagem. Emanuella Filgueira Pereira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia O JOGO NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Resumo O presente artigo apresenta resultados parciais de uma pesquisa mais ampla que

Leia mais

TRIZ NUM PROBLEMA DE QUALIDADE AUTOMOTIVO: ALINHAMENTO DO BOCAL DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL

TRIZ NUM PROBLEMA DE QUALIDADE AUTOMOTIVO: ALINHAMENTO DO BOCAL DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL TRIZ NUM PROBLEMA DE QUALIDADE AUTOMOTIVO: ALINHAMENTO DO BOCAL DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL Edson Oliveira Martins, Eng.Mec. - edson26@pop.com.br Marco Aurélio de Carvalho, Eng.Mec., Me., Dr. marcoaurelio@utfpr.edu.br

Leia mais

Tema: Braço Mecânico Hidráulico (Fluído Água)

Tema: Braço Mecânico Hidráulico (Fluído Água) Tema: Braço Mecânico Hidráulico (Fluído Água) O projeto é uma maquete que explica a Lei de Pascal, simulando o movimento de um Braço Mecânico Hidráulico real utilizado em escavadeiras, caminhões Munk,

Leia mais

Quem somos nós. Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas

Quem somos nós. Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas Produtos e Serviços Quem somos nós Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas Durante muitos anos, a Hydratight tem fornecido soluções na forma de juntas aparafusadas de categoria internacional

Leia mais

Detecção de vazamentos na rede urbana de água com rede de sensores sem fio

Detecção de vazamentos na rede urbana de água com rede de sensores sem fio Detecção de vazamentos na rede urbana de água com rede de sensores sem fio Igo Romero Costa de Souza 1, Icaro Ramires Costa de Souza 1, Mailson Sousa Couto 1 1 Instituto Federal da Bahia (IFBA) - Campus

Leia mais

MATRIZ SWOT VANTAGENS DE SUA UTILIZAÇÃO NO COMÉRCIO VAREJISTA

MATRIZ SWOT VANTAGENS DE SUA UTILIZAÇÃO NO COMÉRCIO VAREJISTA MATRIZ SWOT VANTAGENS DE SUA UTILIZAÇÃO NO COMÉRCIO VAREJISTA Daniela Vaz Munhê 1 Jenifer Oliveira Custódio Camara 1 Luana Stefani 1 Murilo Henrique de Paula 1 Claudinei Novelli 2 Cátia Roberta Guillardi

Leia mais

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide - SEPesq UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide 1. Introdução Diego Augusto de Jesus Pacheco Giovani Geremia Segundo Vargas (2012) é perceptível que uma

Leia mais

SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 ME EPP 80,00 CURSO

SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 ME EPP 80,00 CURSO FORMATO EVENTO SINOPSE PÚBLICO CARGA- HORÁRIA PREÇO SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 80,00 SENAI - AUTOMOTIVO - MECÂNICO DE TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA 120

Leia mais

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia H-1000-0116-02-A Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia Fixações para CMM Fixações para inspeção visual Fixações para Equator Fixações especiais Fixações CMM Renishaw Fixações

Leia mais

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO Jessica Garcia Luz, Wyllian Fressatti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil jessica.garcia.luz@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008

PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008 PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 19, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro

Leia mais

Permanecendo competitivo

Permanecendo competitivo Permanecendo competitivo Você consegue sobreviver sem o BIM? AFINAL, É UM MUNDO EM 3D Na virada do século 21, a indústria de edificações e construção passou por uma transição do método 2D para projetos

Leia mais

Como Elaborar uma RFP

Como Elaborar uma RFP Como Elaborar uma RFP Eduardo Mayer Fagundes Engenheiro eletricista, especialista em telecomunicações, mestre em Ciência da Computação. Extensão universitária em Darden School of Business na Universidade

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES

DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NOME: FELIPE VESCOVI ORIENTADOR: FABIO REDIN DO NASCIMENTO CARAZINHO, DEZEMBRO DE 2011. DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES PALAVRA CHAVES:

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

FOTOS E DESCRIÇÕES DO FABRICANTE

FOTOS E DESCRIÇÕES DO FABRICANTE FOTOS E DESCRIÇÕES DO FABRICANTE Fotos CÓDIGO APLICAÇÃO PERFIL V1045 LINHA 1000 "PERFIL" = PERFIL COM 45 MM DE VISUALIZAÇÃO, SENDO O ÚNICO MODELO 'ABAULADO" NA FRENTE PERFIL V1145 LINHA 1000 "PERFIL" =

Leia mais

Lift Advanced. Simetria e movimento suave para seus móveis aéreos.

Lift Advanced. Simetria e movimento suave para seus móveis aéreos. Lift Advanced Lift Advanced Os projetos de armários aéreos devem contar com acessórios que irão potencializar sua conveniência, acesso e ergonomia. Para esta necessidade, a Bigfer Acessórios apresenta

Leia mais

5 Mecanismo de seleção de componentes

5 Mecanismo de seleção de componentes Mecanismo de seleção de componentes 50 5 Mecanismo de seleção de componentes O Kaluana Original, apresentado em detalhes no capítulo 3 deste trabalho, é um middleware que facilita a construção de aplicações

Leia mais

Manual de funcionamento Esteira transportadora

Manual de funcionamento Esteira transportadora Manual de funcionamento Esteira transportadora Sumário 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 2 2. ITENS DO SISTEMA... 3 2.1. PLACA DE COMANDO... 3 2.1.1. Sinalizador... 3 2.1.2. Botão pulsador... 3 2.1.3. Chave comutadora...

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS John F. Eichstaedt, Toni Édio Degenhardt Professora: Eliana V. Jaeger RESUMO: Este artigo mostra o que é um SIG (Sistema de Informação gerencial) em uma aplicação prática

Leia mais

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações.

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações. Postura A postura é, freqüentemente, determinada pela natureza da tarefa ou do posto de trabalho. Um porteiro de hotel tem uma postura estática, enquanto um carteiro passa a maior parte do tempo andando.

Leia mais

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que temos. (Alain Emile Chartier) Neste módulo, faremos, a partir

Leia mais

MARKETING AMBIENTAL: UMA FERRAMENTA EMPRESARIAL ESTRATÉGICA

MARKETING AMBIENTAL: UMA FERRAMENTA EMPRESARIAL ESTRATÉGICA 1 MARKETING AMBIENTAL: UMA FERRAMENTA EMPRESARIAL ESTRATÉGICA Felipe Rogério Pereira (UniSALESIANO Araçatuba/SP) HerculesFarnesi Cunha ( Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas- AEMS e UniSALESIANO

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

1. Ementa 2. Objetivos Gerais: 3. Objetivos Específicos 4. Estruturação do conteúdo da disciplina e sistemática as ser desenvolvida:

1. Ementa 2. Objetivos Gerais: 3. Objetivos Específicos 4. Estruturação do conteúdo da disciplina e sistemática as ser desenvolvida: 1. Ementa Gerenciamento e desenvolvimento de um projeto que acompanhe as etapas do ciclo de vida do software e ou hardware, com ênfase em: documentação, determinação dos requisitos, projeto lógico, projeto

Leia mais

PROJETO ECONÔMICO LOTUS RESIDENCIAL

PROJETO ECONÔMICO LOTUS RESIDENCIAL PROJETO ECONÔMICO LOTUS RESIDENCIAL 1 Histórico da Empresa Considerada referência no segmento de móveis planejados do Rio de janeiro há mais de 40 anos, o Grupo Onda é reconhecido por sua excelência na

Leia mais

Este trabalho tem como objetivo propor um modelo multicritério para a priorização dos modos de falha indicados a partir de uma aplicação do processo

Este trabalho tem como objetivo propor um modelo multicritério para a priorização dos modos de falha indicados a partir de uma aplicação do processo 1 Introdução A atual regulamentação do setor elétrico brasileiro, decorrente de sua reestruturação na última década, exige das empresas o cumprimento de requisitos de disponibilidade e confiabilidade operativa

Leia mais

ANÁLISE DE INTERFACES HOMEM-MÁQUINA (IHM) EM EQUIPAMENTOS CONTROLADOS ELETRONICAMENTE

ANÁLISE DE INTERFACES HOMEM-MÁQUINA (IHM) EM EQUIPAMENTOS CONTROLADOS ELETRONICAMENTE 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ANÁLISE DE INTERFACES HOMEM-MÁQUINA (IHM) EM EQUIPAMENTOS CONTROLADOS ELETRONICAMENTE Gustavo Peloi da Silva 1, Valdecir Bertoncelo 2, Filipe Cogo 3 RESUMO:

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS CATEGORIAS DE SEGMENTO DE MERCADO E CATEGORIAS ESPECIAIS Roteiro de Elaboração do Case Buscando aperfeiçoar o Sistema de Avaliação do Top de

Leia mais

LINHA PRESTO FERRAGENS

LINHA PRESTO FERRAGENS LINHA PRESTO FERRAGENS V o c ê t r a b a l h a n d o m e l h o r. QUALIDADE GARANTIDA Com um dos parques fabris mais modernos da América Latina, na Presto todos os processos produtivos são monitorados

Leia mais

Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto

Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto Prof. Andréa Cristina dos Santos, Dr. Eng. andreaufs@gmail.com

Leia mais

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS Nadia Al-Bdywoui (nadia_alb@hotmail.com) Cássia Ribeiro Sola (cassiaribs@yahoo.com.br) Resumo: Com a constante

Leia mais

BRAVA! Catálogo BRAVA! Linhas BRAVA! e SISTEMA BRAVA!

BRAVA! Catálogo BRAVA! Linhas BRAVA! e SISTEMA BRAVA! BRAVA! Catálogo BRAVA! Linhas BRAVA! e SISTEMA BRAVA! PA I X Ã O P E L O Q U E FA Z E M O S Ao longo da sua história de mais de 45 anos, a Iriel manteve sempre o compromisso com a alta qualidade dos seus

Leia mais

Dreno Eletrônico 1321823

Dreno Eletrônico 1321823 1321823 Dreno Eletrônico Sua empresa utiliza ar comprimido? Ar comprimido Um produto importante em todas as indústrias. Seja qual for a finalidade com que utiliza o ar comprimido, a qualidade tem de ser

Leia mais

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking Perspectivas, impactos e desafios Nilton Omura (nilton.omura@br.ey.com) Abril, 2012 As condições estruturais para viabilizar a massificação de smartphones e tablets no Brasil estão criadas, e irão transformar

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Estudo de Viabilidade PGE: Plastic Gestor Empresarial Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Recife, janeiro de 2013 Sumário 1. Motivação... 1 2. Introdução: O Problema Indentificado... 2

Leia mais

Auditoria Interna Como assessoria das entidades

Auditoria Interna Como assessoria das entidades Auditoria Interna Como assessoria das entidades Francieli Hobus 1 Resumo A auditoria interna vem se tornando a cada dia, uma ferramenta indispensável para as entidades. Isso está ocorrendo devido à preocupação

Leia mais

Engenharia de Sistemas Computacionais

Engenharia de Sistemas Computacionais Engenharia de Sistemas Detalhes no planejamento UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Curso de Ciência da Computação Engenharia de Software I Prof. Rômulo Nunes de Oliveira Introdução Na aplicação de um sistema

Leia mais

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM Introdução Os motores de tração são os equipamentos responsáveis pela propulsão dos trens. Sua falha implica na diminuição do desempenho

Leia mais

D-18969-2010. Ao seu lado no hospital

D-18969-2010. Ao seu lado no hospital D-18969-2010 Ao seu lado no hospital 2 Estamos procurando empresas de tecnologia hospitalar que atuem como parceiras, não como apenas fornecedoras. D-18971-2010 D-18972-2010 Soluções terapêuticas efetivas

Leia mais

Sistemas de esteiras transportadoras de caixas, bolsas e embalagens plásticas

Sistemas de esteiras transportadoras de caixas, bolsas e embalagens plásticas Sistemas de esteiras transportadoras de caixas, bolsas e embalagens plásticas Sistemas de esteiras transportadoras de caixas, bolsas e embalagens plásticas As soluções em esteiras transportadoras da Intelligrated

Leia mais

Tecnologia em Molas Hidraulicas. Máquinas Estéticas

Tecnologia em Molas Hidraulicas. Máquinas Estéticas Tecnologia em Molas Hidraulicas Máquinas Estéticas Tornar a Segurança num produto As Molas Hidráulicas têm de lidar com rotinas diárias assim como com situações de emergência. Elas suavizam os movimentos

Leia mais

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior 5.1 Nome da iniciativa ou Projeto Academia Popular da Pessoa idosa 5.2 Caracterização da Situação Anterior O envelhecimento é uma realidade da maioria das sociedades. No Brasil, estima-se que exista, atualmente,

Leia mais

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos.

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos. A Empresa A Duplikar é representante autorizado da marca Engecass, queremos apresentar uma solução caso tenha necessidades de aumentar suas vagas de garagem. A Engecass é uma indústria Brasileira, fabricante

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil RENATO OLIVEIRA GUIMARÃES Empresa Energética do Mato Grosso do Sul S.A. ANTONIO DE PADUA

Leia mais

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, celulose e água 1 Disponível para Locação, Leasing e Cartão Amboretto Skids Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel

Leia mais

MANUAL DE VENDA E MONTAGEM

MANUAL DE VENDA E MONTAGEM MANUAL DE VENDA E MONTAGEM Localizada na cidade de Ivoti, Rio Grande do Sul, distante 36km de Porto Alegre, a VILLÀGGIO iniciou suas atividades em 2000 visando atender às necessidades do mercado moveleiro,

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DA SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES POR TECNOLOGIA LED EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS

ANÁLISE ECONÔMICA DA SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES POR TECNOLOGIA LED EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS ANÁLISE ECONÔMICA DA SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES POR TECNOLOGIA LED EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS Thiago de Carvalho Sousa (UVV) thiagocs01@hotmail.com Lucca de Carvalho De Biase

Leia mais

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Corrediça Oculta TN Slowmotion Corrediça Telescópica TN H45 Corrediça Telescópica TN H45 Slowmotion Corrediça Telescópica TN MINI H35 Capa TN Corrediça

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES?

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES? PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES? Índice 1. O que é planejamento de...3 1.1. Resultados do planejamento de vendas e operações (PVO)...

Leia mais

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Considerações Iniciais "PNEUMÁTICA

Leia mais

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual Logística Empresarial Evolução da Disciplina Aula 1 Aula 1 O papel da Logística empresarial Aula 2 A flexibilidade e a Resposta Rápida (RR) Operadores logísticos: conceitos e funções Aula 3 Prof. Me. John

Leia mais

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: Caixa Econômica Federal Endereço: Setor SBS Quadra 4 Bloco A Lote 3 e 4 Asa Sul Brasília/ DF CEP 70.092-900 CNPJ:

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

Nosso negócio é criar soluções para ambientes

Nosso negócio é criar soluções para ambientes COMPONENTES Nosso negócio é criar soluções para ambientes Há 14 anos atuando no mercado, a Base home solutions é uma das principais empresas especializadas em criar, desenvolver e fabricar componentes

Leia mais

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014.

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. Desenvolvimento de um Dispositivo Mecânico para Rebarbar Peças de Grande Porte Fundidas em Aço Marcelo de Brito Steil marcelobs@sc.senai.br Iveraldo de Aguiar iveraldodeaguiar@hotmail.com Resumo: Este

Leia mais

Infra estrutura precária Máquinas e Equipamentos

Infra estrutura precária Máquinas e Equipamentos Variável: Infra estrutura precária Máquinas e Equipamentos Participantes do Aprofundamento da Variável: Coordenador: Mário Vinícius Bueno Cerâmica Betel - Uruaçu-Go Colaboradores: Juarez Rodrigues dos

Leia mais

Apresentação. 1. Introdução. 2. Situação Problema

Apresentação. 1. Introdução. 2. Situação Problema EASY GLASS Easy Glass Resumo O Easy Glass é um projeto desenvolvido para implantar a manutenção dos pára-brisas dos veículos ferroviários, cujo objetivo consiste na implantação de um guindaste de coluna

Leia mais

Soluções ergonômicas para manipulação de materiais. Novo! Sistemas de manipulação a vácuo

Soluções ergonômicas para manipulação de materiais. Novo! Sistemas de manipulação a vácuo Soluções ergonômicas para manipulação de materiais Novo! Sistemas de manipulação a vácuo Tubo de elevação a vácuo JumboFlex Tubo de elevação a vácuo JumboFlex Manipulação flexível e eficiente do material

Leia mais

Industrial. CVI3 Sistema de montagem avançado. More Than Productivity. Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável

Industrial. CVI3 Sistema de montagem avançado. More Than Productivity. Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável Industrial Tools 3 Sistema de montagem avançado Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável More Than Productivity Soluções totalmente integradas para aplicações delicadas

Leia mais

Teoria da Decisão MÉTODOS QUANTITATIVOS DE GESTÃO

Teoria da Decisão MÉTODOS QUANTITATIVOS DE GESTÃO Teoria da Decisão MÉTODOS QUANTITATIVOS DE GESTÃO INTRODUÇÃO Todo problema de decisão envolve julgamento sobre um conjunto conhecido de alternativas; Informações Disponíveis (Dados) Conhecidos com certeza;

Leia mais

ANÁLISE DE FALHAS EM CADEIRAS COM AJUSTE DE ALTURA POR PISTÃO PNEUMÁTICA

ANÁLISE DE FALHAS EM CADEIRAS COM AJUSTE DE ALTURA POR PISTÃO PNEUMÁTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO EDUARDO LACERDA HEBERT B. MAGNAVITA MICHEL SANTOS GASPARINI ANÁLISE DE FALHAS EM CADEIRAS COM AJUSTE DE ALTURA POR PISTÃO PNEUMÁTICA

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR APRESENTAÇÃO DO TI O Trabalho Interdisciplinar é um projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros bimestres do curso. Os alunos tem a oportunidade de visualizar a unidade da estrutura curricular do

Leia mais

Sistema de Armazenamento - Farmácias

Sistema de Armazenamento - Farmácias - Farmácias Proporcione organização com economia de espaço com o sistema de armazenamento por gaveteiros. 2 de 10 O sistema de armazenamento por meio de gaveteiros possibilita uma compactação de espaços

Leia mais

Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho.

Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho. 0 IMPORTANTE LEIA E SIGA AS SEGUINTES INSTRUÇÕES Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho. ATENÇÃO Atenção indica uma situação potencialmente

Leia mais

Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais

Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais Tatiane Goulart OLIVEIRA ¹; Estefânia Paula da SILVA²; Rodrigo Herman

Leia mais

MBB C 2500 L LIFETIME EXCELLENCE TRANSPORTE DE CARGAS ATÉ 2500 KG SEGURO, FÁCIL E EFICIENTE, PARA OS MAIS DIVERSOS TIPOS DE APLICAÇÕES

MBB C 2500 L LIFETIME EXCELLENCE TRANSPORTE DE CARGAS ATÉ 2500 KG SEGURO, FÁCIL E EFICIENTE, PARA OS MAIS DIVERSOS TIPOS DE APLICAÇÕES MBB C 2500 L LIFETIME EXCELLENCE TRANSPORTE DE CARGAS ATÉ 2500 KG SEGURO, FÁCIL E EFICIENTE, PARA OS MAIS DIVERSOS TIPOS DE APLICAÇÕES MOVIMENTAÇÃO ÁGIL E SEGURA DEVIDO AO SEU PISO ANTIDERRAPANTE A FERRAMENTA

Leia mais

Armazenagem e controle. Prof. Paulo Medeiros FATEC - Pompéia

Armazenagem e controle. Prof. Paulo Medeiros FATEC - Pompéia Armazenagem e controle Prof. Paulo Medeiros FATEC - Pompéia Armazenagem Armazenagem e manuseio de mercadorias são componentes essenciais do conjunto de atividades logísticas.seus custos podem absorver

Leia mais

Caesb conquista uma série de benefícios com projeto de Integração de Soluções

Caesb conquista uma série de benefícios com projeto de Integração de Soluções Caesb conquista uma série de benefícios com projeto de Integração de Soluções Perfil A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal - Caesb é uma sociedade de economia mista, regida pela Lei das

Leia mais

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque Limitadores de torque Guia de seleção Limitadores de torque Há mais de 80 anos, a tem sido líder no setor de proteção contra sobrecargas em equipamentos,

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL TRABALHO INTERDISCIPLINAR

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL TRABALHO INTERDISCIPLINAR APRESENTAÇÃO DO TI O Trabalho Interdisciplinar é um projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros bimestres do curso. Os alunos tem a oportunidade de visualizar a unidade da estrutura curricular do

Leia mais

O custeio ABC e sua utilização para estudar o preço de venda de produtos em uma empresa alimentícia e outra de bem durável na cidade de Uberlândia

O custeio ABC e sua utilização para estudar o preço de venda de produtos em uma empresa alimentícia e outra de bem durável na cidade de Uberlândia O custeio ABC e sua utilização para estudar o preço de venda de produtos em uma empresa alimentícia e outra de bem durável na cidade de Uberlândia Elaine Gomes Assis (UNIMINAS) elainega@uniminas.br Luciane

Leia mais