Milagre do Nascimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Milagre do Nascimento"

Transcrição

1 Milagre do Nascimento A ciência colabora com o sonho de casais que não poderiam ter filhos por métodos tradicionais. Por Viviane Bittencourt A inseminação artificial é um dos métodos da reprodução assistida utilizado por casais que possuem dificuldade para engravidar. Essa incapacidade afeta aproximadamente 15 % dos casais em idade reprodutiva e pode ter várias causas. Na modernidade, houve uma maior liberação sexual e com isso a disseminação de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST s) que acarretam alterações tubáreas e uterinas. Outro fator é concretização da maternidade ser cada vez mais adiada, geralmente em virtude de projetos profissionais e financeiros. A mulher está chegando a uma idade avançada para ter filhos, caracterizando algumas das causas da dificuldade de engravidar, além de causas hormonais, genéticas etc. Processo de Fecundação: espermatozóides tentando penetrar o óvulo. Fonte: Segundo doutor Marcos Moura, ginecologista com pós-doutorado nos Estados Unidos e tendo obtido a primeira fertilização in Vitro (FIV) do em um hospital público do país em 1972, os fatores que causam infertilidade podem ser diversos. No que se refere a mulher eles são: a obstrução tubárea, que pode ser ocasionada por doença inflamatória pélvica, a não ovulação devido a Síndrome de Ovários Policísticos e a alteração na fase lútea, ou seja período subseqüente a ovulação além de casos mais complexos como a endometriose, responsável em grande parte pelas (FIV s).

2 Endometriose e infertilidade A endometriose ocorre quando há uma descamação do útero e esse tecido flui para fora da cavidade uterina da mulher, fixando-se em qualquer parte externa da trompa, bexiga, rins. Essa alteração provoca severas dores durante a menstruação. Alguns medicamentos podem ser tomados para minimizar seus efeitos danosos e dolorosos, no entanto, ondas de calor, irritabilidade podem ser efeitos colaterais. A Fertilização in Vitro (FIV), ou a Injeção Citoplasmática de Espermatozóide (ICSI), também conhecida como micromanipulação de gametas, podem permitir que uma mulher com endometriose moderada a severa possa ter filhos. Além das causas femininas anteriormente explicitadas, o homem também possui igual responsabilidade na dificuldade de ter filhos e sua principal alteração orgânica refere-se à baixa concentração de espermatozóides. Ainda segundo doutor Marcos, a idade da mulher é muito importante a fim de permitir uma maior facilidade de engravidar. E a minimização de doenças genéticas como a Síndrome de Down que é crescente com a idade, sendo mais marcante após os 42 anos de idade. Além da Síndrome de Down, que é a trissomia do cromossomo 21, existe a possibilidade de ocorrer a Síndrome de Klinefelter, em que os indivíduos acometidos têm um cromossomo X a mais, e estão sujeitos a estatura elevada, testículos pequenos e desenvolvimento de tecido mamário. Tipos de Tratamentos Os principais tratamentos relacionados à reprodução assistida são: Inseminação intraútero (IUI), Fertilização in Vitro (FIV), Injeção Citoplasmática de Espermatozóide (ICSI). A fertilização in Vitro surgiu em 1978, com o nascimento da inglesa Louise Brown, e o método consiste basicamente do encontro do espermatozóide com o óvulo fora do corpo da mulher, substituindo assim a função das trompas, que seria onde naturalmente ocorre esse encontro. As indicações médicas para que ocorra a FIV são fracassos após 3 tentativas de IUI, problemas de aderência tubárea, ou obstrução, por exemplo. Além das anteriormente citadas o fator idade é relevante, para que uma inseminação seja considerada. Mulheres com 37 anos ou mais, ou com endometriose moderada a severa, além das que desejam doação de ovúlos/ embriões recorrem a FIV s.

3 Procedimento de fertilização InVitro Fonte: Avanço nos métodos A injeção citoplasmática de espermatozóides, ou também conhecida como micromanipulação de gametas, consiste em um aperfeiçoamento da FIV. A maior diferença é como o espermatozóide é colocado dentro de cada óvulo, através de uma agulha microscópica que o introduz. Esse tratamento é indicado a pacientes que obtiveram falha na fertilização in Vitro, e que a concentração de espermatozóides é menor que 2 milhões/ ml. A inseminação intra-útero consiste na seleção de espermatozóides testados laboratorialmente e a sua introdução dentro da cavidade uterina. Sua indicação é para homens que possuem uma maior concentração de espermatozóides (igual ou superior a 5 milhões/ ml), além de fator cervical, que é quando há a presença de anticorpos no muco cervical. Esse procedimento é semelhante à relação sexual, e se vários folículos forem coletados e fertilizados haverá a possibilidade de gestação múltipla. Gravidez múltipla De acordo com Doutor Marcos, o percentual de sucesso no que se refere à fertilização in Vitro, são próximos de 40 a 50%, comparados com procedimentos de menor complexidade, chegando a alguns casos após três tentativas a 75%. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, esses tratamentos de fertilização não são sinônimos de gravidez múltipla. É claro que quando se transfere um maior número de embriões para o corpo da mulher, a possibilidade de gestação múltipla é maior. Mas, ultimamente, as clínicas, como a do doutor Marcos, tentam transferir o menor número possível de embriões. Para cada 3 embriões transferidos, e acontecendo a gestação, a

4 probabilidade de trigêmeos é de 5%, de gêmeos 30% e a maior chance, de 65% de uma gestação única. A questão psicológica também é extremamente relevante relacionada a reprodução assistida. Segundo a psicóloga Lívia Mayara Rosa Coelho, especialista em psicoterapias pela Faculdade de Medicina de Marília. As tentativas frustradas de se conceber um filho podem levar a reações diversificadas entre homens e mulheres. Geralmente a tendência é a diminuição da auto-estima, o aumento da irritabilidade, ansiedade, culpa além do distanciamento do casal, incompreensão, diminuição do desejo e conseqüentemente das relações sexuais. Na sociedade atual ainda é muito cobrado que a mulher seja mãe e quando ela não corresponde a essa expectativa social ou íntima há frustração. Problemas Psicológicos Quando a gravidez não acontece, por problemas fisiológicos ou até mesmo psicológicos, seu emocional tende a ficar abalado para as próximas tentativas. Esse seria, talvez, um dos fatores em que casais que já possuem o problema fisiológico bem resolvido e, no entanto não engravidam. Decisões do tipo como ter um filho, qual tratamento seguir, que médico procurar, gera grandes expectativas e é necessária muita paciência, pois há um esgotamento emocional do casal. Eles precisam estar muito unidos e seguros do que desejam, apoiando-se um no outro. É notável que, quando a dificuldade de engravidar está relacionada ao homem, ele se sente mais fragilizado, pois culturalmente a imagem masculina está associada à virilidade, masculinidade e potência. De acordo com a Dra Lívia, esse ideal popular em nada corresponde com o que realmente acontece com o homem. Contudo, sua auto-estima e moral podem ficar muito abaladas, necessitando recorrer a tratamentos psicológicos associados ao tratamento de fertilização. Perfil dos casais O perfil psicológico dos casais que recorre à inseminação artificial, de acordo com a Dra Lívia Coelho, são aqueles que já estão tentando engravidar a pelo menos um ano e com relativo poder aquisitivo. Uma alternativa a essa dificuldade seria a adoção, contudo, ainda segundo a psicóloga, o casal sente a necessidade de ter parte

5 deles no filho que terão. Esse pensamento só faz com que a fila de crianças para a adoção aumente. O programa Acesso vem como uma alternativa para facilitar a integração nos tratamentos de fertilidade. Ele é a parceria das empresas Merck Serono, referência em tratamentos reprodutivos e a Vidalink que, através de subsídios, possibilita medicamentos com menor custo. De acordo com Doutor Marcos Moura, essa é uma iniciativa bastante interessante, pois permite que casais que não possuam condição financeira elevada para tais tratamentos, não abdiquem de seu sonho. Há parceria com as clínicas de fertilização, que após uma comprovação de renda, e aprovação no programa, o casal poderá contar com redução nos valores dos medicamentos, das consultas e exames médicos. Programas como esse, que de certa forma popularizam procedimentos de reprodução assistida, permitem que muitos casais tenham chances de alcançar seus sonhos. Objetivos que podem ou não ser realizados com auxílio de tais programas, e que simplesmente movem incondicionalmente o casal para ter o tão sonhado filho ou filha. Depoimentos Érica Bispo é um exemplo de desejo incondicional de ser mãe. Casada há oito meses, ela e seu marido decidiram ter um filho, então parou de usar anticoncepcionais. Passou-se mais de um ano e nada de bebê a vista, decidiu então a recorrer a tratamentos via oral e fertilização in Vitro, ambas tentativas sem sucesso. Érica resolveu não desistir, e procurou fazer o tratamento novamente, mas em outra clínica. O tratamento foi iniciado em janeiro de 2007 e, em fevereiro do mesmo ano, os embriões já haviam sido transferidos. Após 15 dias, o resultado de seu exame saiu, e ela estava grávida. No dia 22 de outubro de 2007, o tão sonhado dia chegou, nasceu Nicole a filha desejada. Érica não foi a única que imaginou que seu desejo não se realizaria. Marisa Perreira Martins também teve insucessos para engravidar e descobriu que parte do problema tinha a ver com seu marido. Fábio Henrique Toanom, com 27 anos, tinha concentração de espermatozóides muito abaixo do esperado, em torno de 1 milhão/ml. Nele também foi detectada a varicocele, que é a deformação das veias na região do escroto, comprometendo assim a qualidade dos espermatozóides. Os tratamentos

6 iniciaram-se em outubro de 2003, com o uso da medicação, e já no dia 27 do mesmo mês foram retirados os folículos de Marisa para o procedimento de inseminação. Já no dia 30 foram transferidos três embriões para a barriga da futura mamãe, e no dia 14 de novembro, ela fez o exame e estava grávida!... Mariana é minha vida e após uma única tentativa de ICSI já estava grávida. Apesar de todo o medo, e angústia que passamos durante o tratamento é extremamente gratificante você olhar para sua filha e vê-la crescer. Ela acredita que a reprodução assistida é estar na hora certa e com o embrião certo, e imagino que há um céu cheio de bebês esperando a hora de vir para cá, realizar o sonho de suas mamães...

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE Revista: Carta Capital 28 de Agosto de 2002 SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE DOIS ESPECIALISTAS DIZEM O QUE É CIÊNCIA E O QUE É MITO, ESCLARECEM AS POSSÍVEIS CAUSAS DO PROBLEMA E AS MELHORES ALTERNATIVAS PARA

Leia mais

Tratamentos convencionais

Tratamentos convencionais CAPÍTULO 17 Tratamentos convencionais A indicação terapêutica baseia-se na história clínica do casal, juntamente com a avaliação da pesquisa básica laboratorial. Levase também em consideração a ansiedade

Leia mais

Unidade 1 - REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE

Unidade 1 - REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE Que modificações ocorrem no organismo feminino após a nidação? A nidação e as primeiras fases de gestação encontram-se sob estreito controlo hormonal. A hormona hcg estimula o corpo lúteo a produzir hormonas,

Leia mais

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani 1 FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO Thiago Kotula Brondani Os avanços médicos-científicos e a disseminação das técnicas de reprodução humana assistida tornaram necessária a imposição de limites éticos e

Leia mais

AS CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS NAS MULHERES INFÉRTEIS E ESTÉREIS

AS CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS NAS MULHERES INFÉRTEIS E ESTÉREIS AS CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS NAS MULHERES INFÉRTEIS E ESTÉREIS Lucilaine Rodrigues Azem; Maria Cláudia Martins dos Santos; José Rogério de Paula. Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium - UNISALESIANO

Leia mais

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 Pais doam embrião congelado para engravidar mulher infértil...2 Adormecidos no nitrogênio líquido há até dez anos...3 À espera da chance de ser mãe...3

Leia mais

Reprodução Medicamente Assistida. Grupo: Ana Sofia Ramalhete Nº3 Bárbara Mello Nº23 Beatriz Luz Nº7 Bruno Alberto Nº31 Carina Fernandes Nº8

Reprodução Medicamente Assistida. Grupo: Ana Sofia Ramalhete Nº3 Bárbara Mello Nº23 Beatriz Luz Nº7 Bruno Alberto Nº31 Carina Fernandes Nº8 Reprodução Medicamente Assistida Grupo: Ana Sofia Ramalhete Nº3 Bárbara Mello Nº23 Beatriz Luz Nº7 Bruno Alberto Nº31 Carina Fernandes Nº8 Introdução A reprodução medicamente assistida é um tipo de reprodução

Leia mais

Os avanços da fertilização assistida

Os avanços da fertilização assistida Página 1 de 5 Os avanços da fertilização assistida Roger Abdelmassih Foto: Divulgação As conquistas de Roger Abdelmassih, especialista em andrologia e reprodução humana NILZA BELLINI Filho de libaneses,

Leia mais

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8 CAPÍTULO 8 Fator emocional O projeto comum de ter filhos, construir a própria família, constitui um momento existencial muito importante, tanto para o homem como para a mulher. A maternidade e a paternidade

Leia mais

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU)

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Material distribuído exclusivamente por profissionais de saúde às pacientes usuárias de SIU, a título de orientação.

Leia mais

Conceitos Básicos de Reprodução Assistida

Conceitos Básicos de Reprodução Assistida Conceitos Básicos de Reprodução Assistida Mariana Antunes Ribeiro ribeiro.mantunes@gmail.com Tratamentos IIU - Inseminação intra-uterina FIV - Fertilização in vitro convencional ICSI - Intracytoplasmic

Leia mais

www.ivi.net.br IVI Brasil Press kit onde a vida nasce

www.ivi.net.br IVI Brasil Press kit onde a vida nasce www.ivi.net.br IVI Brasil Press kit onde a vida nasce Instituto Valenciano de Infertilidade O Instituto Valenciano de Infertilidade nasceu em 1990 como a primeira instituição médica na Espanha especializada

Leia mais

Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade

Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade FERTILIDADE Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade Antes de iniciar o tratamento contra a doença, pacientes devem ser informados sobre a possibilidade de preservar

Leia mais

Perpetuando a vida - 2

Perpetuando a vida - 2 A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Perpetuando a vida - 2 Atenção - Maria, olhe só o resultado do exame: positivo para gonadotrofina coriônica! Alberto e Maria olharam um para o outro, sem

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Gestar

Mostra de Projetos 2011. Projeto Gestar Mostra de Projetos 2011 Projeto Gestar Mostra Local de: São José dos Pinhais Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais Nome da Instituição/Empresa: Instituto Ser-Vir Cidade:

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

TAC: INFERTILIDADE CONJUGAL. 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade Belém-PA 31 de maio de 2013 Zeliete Zambon

TAC: INFERTILIDADE CONJUGAL. 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade Belém-PA 31 de maio de 2013 Zeliete Zambon TAC: INFERTILIDADE CONJUGAL 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade Belém-PA 31 de maio de 2013 Zeliete Zambon Brasil Região Metropolitana de Campinas Estado de São Paulo Município

Leia mais

PROPEDÊUTICA BÁSICA DO CASAL INFÉRTIL

PROPEDÊUTICA BÁSICA DO CASAL INFÉRTIL PROPEDÊUTICA BÁSICA DO CASAL INFÉRTIL Profa. Márcia Mendonça Carneiro Departamento de Ginecologia e Obstetrícia FM-UFMG Ambulatório de Dor Pélvica Crônica e Endometriose HC- UFMG G INFERTILIDADE Incapacidade

Leia mais

CAPA. Arquivo Pessoal

CAPA. Arquivo Pessoal CAPA Arquivo Pessoal Aline e Rogério: mesmo com a Endometriose, casal não perde as esperanças de realizar o sonho de ter um filho, nem que seja por meio da fertilização in vitro 48 A endometriose rouba

Leia mais

BIOLOGIA 12º ANO. Prof. Ângela Morais UNIDADE 1 REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE

BIOLOGIA 12º ANO. Prof. Ângela Morais UNIDADE 1 REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE Escola B+S Bispo D. Manuel Ferreira Cabral Ano Letivo 2011/2012 BIOLOGIA 12º ANO Prof. Ângela Morais UNIDADE 1 REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE 2. Manipulação da Fertilidade 2.2 Infertilidade Humana

Leia mais

Gestação de Substituição ASPECTOS PSICOLÓGICOS II Simpósio de Direito Biomédico OAB Cássia Cançado Avelar Psicóloga Centro Pró-Criar Gestação de Substituição Esse tratamento é indicado para pacientes que

Leia mais

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte!

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte! Agrupameo de Escolas de Casquilh Escola Secundária de Casquilh 2º Teste Sumativo (90 minut) DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turmas A e B TEMA: Reprodução Humana e Engenharia Genética Dezembro 2013 Professora

Leia mais

ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL

ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL DEFINIÇÃO Infertilidade é a incapacidade do casal engravidar, após um ano de relações sexuais regulares, sem uso de método contraceptivos. A chance de um casal normal engravidar

Leia mais

Alternativa fértil Médicos e pacientes recorrem a terapias complementares para auxiliar no combate à infertilidade

Alternativa fértil Médicos e pacientes recorrem a terapias complementares para auxiliar no combate à infertilidade Assuntos Principais: SAÚDE; TERAPIA ALTERNATIVA; FERTILIZAÇÃO; INFERTILIDADE; GRAVIDEZ; MULHER; MATERNIDADE; FAMÍLIA; ACUPUNTURA; MEDICINA HOLÍSTICA; HOMEOPATIA; IOGA Autor: FLÁVIA MANTOVANI; MARCOS DÁVILA

Leia mais

Informe Público - Out/2010 Santa Maria / RS. www.labpasteursm.com.br SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO

Informe Público - Out/2010 Santa Maria / RS. www.labpasteursm.com.br SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO O início da vida sexual é um momento marcante na adolescência. São tantas dúvidas, medos preconceitos e mitos, que as vezes ficamos confusos! O exercício da sexualidade exige

Leia mais

INTRODUÇÃO FORMULÁRIOS ESCRITOS DO PROCESSO DE CONSENTIMENTO INFORMADO PARA: Introdução. Introdução. Estimulação ovariana controlada (ECO)

INTRODUÇÃO FORMULÁRIOS ESCRITOS DO PROCESSO DE CONSENTIMENTO INFORMADO PARA: Introdução. Introdução. Estimulação ovariana controlada (ECO) 1 FORMULÁRIOS ESCRITOS DO PROCESSO DE CONSENTIMENTO INFORMADO PARA: 03 05 08 12 16 20 25 30 35 38 43 47 51 55 59 61 65 70 74 78 83 86 90 93 Introdução Estimulação ovariana controlada (ECO) Inseminação

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015

RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015 RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015 Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida sempre em defesa do aperfeiçoamento das práticas e da observância aos princípios éticos e bioéticos

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM nº 1.957/2010 (Publicada no D.O.U. de 06 de janeiro de 2011, Seção I, p.79) A Resolução CFM nº 1.358/92, após 18 anos de vigência, recebeu modificações relativas

Leia mais

QUANDO INDICAR FERTILIZAÇÃO IN VITRO

QUANDO INDICAR FERTILIZAÇÃO IN VITRO 1 INFORMATIVO PROFERT - VOLUME 1 - NÚMERO 7-20/12/2009 Prezado(a) colega, Você recebe agora o SEXTO capítulo do programa "Reprodução Assistida no Consultório", com o tema "Quando encaminhar o casal para

Leia mais

I Simpósio Regional de Enfermagem de Jundiaí Assistência de Enfermagem Segura: Experiências e Desafios SAÚDE DA MULHER E DO RECÉM-NASCIDO

I Simpósio Regional de Enfermagem de Jundiaí Assistência de Enfermagem Segura: Experiências e Desafios SAÚDE DA MULHER E DO RECÉM-NASCIDO SAÚDE DA MULHER E DO RECÉM-NASCIDO ID: 97 EFEITOS DO ÁLCÓOL DURANTE A GRAVIDEZ- SÍNDROME ALCÓOLICA FETAL Mércia Regiane Luis (FACCAMP) Prof. Ms. Fabio Amorim (FACCAMP) Prof. Dra. Simone Manzolli (FACCAMP)

Leia mais

MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE

MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE A Fertilidade é o termo empregado para categorizar a capacidade de produzir vida. Ao longo do tempo o Homem tem vindo a demonstrar interesse em controlá-la, arranjando para isso

Leia mais

Unidade 7. Fecundação. Gestação. Parto

Unidade 7. Fecundação. Gestação. Parto Unidade 7 Fecundação Gestação Parto Reprodução Sexual A fecundação resulta na formação de uma nova célula (célula-ovo ou zigoto), que dará origem a um novo indivíduo. A célula deste novo indivíduo contém

Leia mais

TÍTULO: FILHOS DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA: REVELAR OU NÃO REVELAR, EIS A QUESTÃO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

TÍTULO: FILHOS DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA: REVELAR OU NÃO REVELAR, EIS A QUESTÃO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS TÍTULO: FILHOS DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA: REVELAR OU NÃO REVELAR, EIS A QUESTÃO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES

Leia mais

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004)

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Flikweert S, Wieringa-de Waard M, Meijer LJ, De Jonge A, Van Balen JAM traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização

Leia mais

7ª série / 8º ano U. E. 11

7ª série / 8º ano U. E. 11 7ª série / 8º ano U. E. 11 Os sistemas genitais masculino e feminino A espécie humana se reproduz sexuadamente. As células reprodutivas femininas os óvulos são produzidas nos ovários da mulher, e as células

Leia mais

Síndromes cromossômicas. Alunos: Agnes, Amanda e Pedro Conte.

Síndromes cromossômicas. Alunos: Agnes, Amanda e Pedro Conte. Síndromes cromossômicas Alunos: Agnes, Amanda e Pedro Conte. Introdução: As anomalias cromossômicas sexuais ocorrem em virtude de meioses atípicas, durante a produção de gametas (espermatozoide e óvulo).

Leia mais

O que é a injeção intracitoplasmática de espermatozóides?

O que é a injeção intracitoplasmática de espermatozóides? O que é a injeção intracitoplasmática de espermatozóides? A injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI) é uma técnica de reprodução assistida que faz parte do tratamento de Fecundação in Vitro

Leia mais

Descubra quando você está ovulando

Descubra quando você está ovulando 1 Descubra quando você está ovulando O maior segredo para engravidar logo é saber exatamente quando você está ovulando, ou seja, quando um de seus dois ovários está liberando um óvulo. Pense neste óvulo

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013 (Publicada no D.O.U. de 09 de maio de 2013, Seção I, p. 119) Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida, anexas à presente resolução, como

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13 Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida, anexas à presente resolução, como dispositivo deontológico a ser seguido pelos médicos e revoga

Leia mais

Guia de Orientação para tratamento da infertilidade

Guia de Orientação para tratamento da infertilidade Guia de Orientação para tratamento da infertilidade Parabéns! Ao receber este guia vocês terão tomado a importante decisão de ter filhos. Pode ser que estejam tentando descobrir os motivos porque eles

Leia mais

Subfertilidade Resumo de diretriz NHG M25 (segunda revisão, abril 2010)

Subfertilidade Resumo de diretriz NHG M25 (segunda revisão, abril 2010) Subfertilidade Resumo de diretriz NHG M25 (segunda revisão, abril 2010) Van Asselt KM, Hinloopen RJ, Silvius AM, Van der Linden PJQ, Van Oppen CCAN, Van Balen JAM traduzido do original em holandês por

Leia mais

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que 01 - (Unicastelo SP) O gráfico representa os níveis de concentração dos diferentes hormônios femininos, no organismo, durante o ciclo menstrual. (www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Curso Inicial & Integração Novos Representantes 1 SISTEMA REPRODUTOR FEMININO O conjunto de órgãos do sistema reprodutor feminino tem como função principal

Leia mais

Mutações Gênicas. Prof. Nelson Jorge

Mutações Gênicas. Prof. Nelson Jorge Mutações Gênicas Prof. Nelson Jorge Mutações São alterações no cariótipo (número ou estrutura do cromossomo). Mutações Numéricas São alterações no número de cromossomos. São classificadas em euploidias

Leia mais

Reprodução Medicamente Assistida RMA

Reprodução Medicamente Assistida RMA Reprodução Medicamente Assistida RMA Reprodução Medicamente Assistida Trabalho realizado por: Daniel Lopes, nº10 Simão Serrano, nº21 Sofia Mendes, nº27 Marta Mendes, nº 29 RMA Escola Secundária Maria Amália

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO

FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO 1 UNIVERSIDADE DE CUIABÁ Atividade Presencial: estudo através de Textos e Questionários realizado em sala de aula SOBRE A FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO CADA ESTUDANTE DEVERÁ IMPRIMIR E LEVAR

Leia mais

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano Desde o momento em que o óvulo é fecundado pelo espermatozoide, seu futuro bebê começa uma aventura extraordinária dentro de sua barriga, assim passando de um aglomerado de células a um perfeito ser humano.

Leia mais

PLANEJANDO A GRAVIDEZ

PLANEJANDO A GRAVIDEZ dicas POSITHIVAS PLANEJANDO A GRAVIDEZ Uma pessoa que vive com HIV/aids pode ter filhos biológicos? Pode. As pessoas que vivem com HIV/aids não devem abandonar seus sonhos, incluindo o desejo de construir

Leia mais

PROCESSO-CONSULTA CFM nº 8.036/11 PARECER CFM nº 7/12 INTERESSADO: Fertilização in vitro Gestação de substituição. Cons. José Hiran da Silva Gallo

PROCESSO-CONSULTA CFM nº 8.036/11 PARECER CFM nº 7/12 INTERESSADO: Fertilização in vitro Gestação de substituição. Cons. José Hiran da Silva Gallo PROCESSO-CONSULTA CFM nº 8.036/11 PARECER CFM nº 7/12 INTERESSADO: CRM-PE ASSUNTO: RELATOR: Fertilização in vitro Gestação de substituição Cons. José Hiran da Silva Gallo EMENTA: A doação temporária do

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS

AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS Vera Simone Schaefer Kalsing Professora Adjunto do Departamento de Ciências Humanas da Universidade

Leia mais

Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana

Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana Nome: Data: / / 1. Os sistemas reprodutores masculino e feminino são diferentes apesar de serem constituídos por estruturas com

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA MÉTODOS CONTRACEPTIVOS OU ANTICONCEPCIONAIS. Prof. Me. Cristino Rêgo 8º Ano Ensino Fundamental II

REPRODUÇÃO HUMANA MÉTODOS CONTRACEPTIVOS OU ANTICONCEPCIONAIS. Prof. Me. Cristino Rêgo 8º Ano Ensino Fundamental II REPRODUÇÃO HUMANA MÉTODOS CONTRACEPTIVOS OU ANTICONCEPCIONAIS Prof. Me. Cristino Rêgo 8º Ano Ensino Fundamental II Métodos Contraceptivos ou Anticoncepcionais 1 Coito Interrompido (Onanismo): Consiste

Leia mais

Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar,

Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar, Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar, para que possa ponderar, junto com o seu médico oncologista,

Leia mais

Infertilidade FECUNDAÇÃO

Infertilidade FECUNDAÇÃO FECUNDAÇÃO A fecundação é o processo pelo qual um ovócito e um espermatozóide se unem, dando origem a um zigoto ou embrião. Esta união ocorre no aparelho genital feminino, mais concretamente na trompa

Leia mais

Informação da CRIANÇA

Informação da CRIANÇA Form R-3P02012011 PARTA(Portuguese) DOCUMENTO VALIDO EXCLUSIVAMENTE PARA EFEITOS DE TRADUÇAO Commonwealth of Massachusetts Department of Public Health (Departamento de Saúde Pública) Registry of Vital

Leia mais

CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO: AUTORIZAÇÃO PARA O DIAGNÓSTICO GENÉTICO PRÉ-IMPLANTACIONAL PARA DETECÇÃO DE ANEUPLOIDIAS CROMOSSÔMICAS

CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO: AUTORIZAÇÃO PARA O DIAGNÓSTICO GENÉTICO PRÉ-IMPLANTACIONAL PARA DETECÇÃO DE ANEUPLOIDIAS CROMOSSÔMICAS CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO: AUTORIZAÇÃO PARA O DIAGNÓSTICO GENÉTICO PRÉ-IMPLANTACIONAL PARA DETECÇÃO DE ANEUPLOIDIAS CROMOSSÔMICAS Nós, (nome esposa) e (nome marido), concordamos em realizar o estudo

Leia mais

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade Unidade 7 Reprodução e hereditariedade O ESTUDO DA HEREDITARIEDADE Teoria da pré-formação ou Progênese: dentro de cada semente (gameta) existiam miniaturas de seres humanos, chamados homúnculos. Gregor

Leia mais

PLANEJAMENTO FAMILIAR

PLANEJAMENTO FAMILIAR PLANEJAMENTO FAMILIAR O que é? Qual a importância? A quem interessa? Como fazer? PLANEJAMENTO FAMILIAR (cont.) Fundamentação na legislação Constituição Federal 1988. Título VII Artigo 226 Parágrafo 7 o.

Leia mais

A doação compartilhada de óvulos no Brasil sob enfoque do Direito e da Bioética

A doação compartilhada de óvulos no Brasil sob enfoque do Direito e da Bioética SEÇÃO BIOÉTICA A doação compartilhada de óvulos no Brasil sob enfoque do Direito e da Bioética Egg sharing in Brazil from the legal and bioethical point of view Instituto Bioetica 1, Marianna Gazal Passos

Leia mais

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA GLÂNDULAS SEXUAIS GÔNADAS MASCULINAS = TESTÍCULOS GÔNADAS FEMININAS = OVÁRIOS PRODUZEM GAMETAS E HORMÔNIOS SEXUAIS CONTROLE HORMONAL DO SISTEMA TESTÍCULOS

Leia mais

Os exames que avaliam a fertilidade do casal

Os exames que avaliam a fertilidade do casal CAPÍTULO 4 Os exames que avaliam a fertilidade do casal Na pesquisa da fertilidade, os fatores são estudados levando-se em consideração cada uma das etapas no processo de reprodução. Para cada uma delas,

Leia mais

ANOMALIAS CROMOSSÔMICAS SEXUAIS

ANOMALIAS CROMOSSÔMICAS SEXUAIS ANOMALIAS CROMOSSÔMICAS SEXUAIS As anomalias cromossômicas sexuais ocorrem em virtude de meioses atípicas durante o processo da gametogênese, isto é, a produção de gametas (espermatozoide e óvulo). Especificamente

Leia mais

Noções Básicas da CONTRACEPÇÃO

Noções Básicas da CONTRACEPÇÃO Noções Básicas da CONTRACEPÇÃO Texto dirigido ao trabalho com adolescentes MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS OU CONTRACEPTIVOS Reversíveis: É o método que pode ser parado a qualquer momento, se for por vontade

Leia mais

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS MÉTODOS CONTRACEPTIVOS MÉTODOS CONTRACEPTIVOS 1. MÉTODOS COMPORTAMENTAIS Os métodos contraceptivos são utilizados por pessoas que têm vida sexual ativa e querem evitar uma gravidez. Além disso, alguns

Leia mais

1.1 Revisão de tópicos da morfologia e fisiologia do sistema genital feminino, sob o aspecto clínico nas diferentes espécies domésticas.

1.1 Revisão de tópicos da morfologia e fisiologia do sistema genital feminino, sob o aspecto clínico nas diferentes espécies domésticas. PROGRAMA PARA O CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DAS VAGAS PARA O CARGO DE PROFESSOR ADJUNTO, EDITAL Nº 764, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015, NA ÁREA DE REPRODUÇÃO ANIMAL 1) FÊMEA - PARTE TEÓRICA: 1.1 Revisão

Leia mais

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa?

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Menopausa é a parada de funcionamento dos ovários, ou seja, os ovários deixam

Leia mais

Causas de Infertilidade Humana

Causas de Infertilidade Humana Causas de Infertilidade Humana?? Trabalho elaborado por: Andreia S. nº9 Andreia V. nº10 Andreia R. nº12 Catarina nº17 Liliana nº43 Prof. Paula Castelhano Novembro 2006 1. Sumário 2. O que é a Infertilidade?

Leia mais

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Embriologia GAMETOGÊNESE É o processo de formação e desenvolvimento de células especializadas chamadas de GAMETAS As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Espermatogônias

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais

Orientações Gerais sobre o Tratamento com Fertilização In Vitro

Orientações Gerais sobre o Tratamento com Fertilização In Vitro Orientações Gerais sobre o Tratamento com Fertilização In Vitro 2015 Fértilis Medicina Reprodutiva Rua Marcelino Soares Leite 33, Sorocaba-SP, CEP: 18060-390 Brasil. FoneFax : 015-32330708 www.fertilis.com.br

Leia mais

DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL NA IMPRENSA: O CASO DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA

DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL NA IMPRENSA: O CASO DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL NA IMPRENSA: O CASO DA REPRODUÇÃO ASSISTIDA Clecí KÖRBES Noela INVERNIZZI Universidade Federal do Paraná RESUMO: O presente trabalho analisa as informações veiculadas

Leia mais

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... - Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino Útero Trompa de Falópio Colo do útero Vagina

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS

AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS AS NOVAS TECNOLOGIAS REPRODUTIVAS CONCEPTIVAS NO COMITÊ DE BIOÉTICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE - RS Vera Simone Schaefer Kalsing 1 Introdução As novas tecnologias reprodutivas conceptivas

Leia mais

Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273)

Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273) Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273) -DST (no passado conhecidas como doenças venéreas ou doenças de rua ); - São doenças transmitidas por meio de ato sexual ou contato com sangue do doente; -

Leia mais

Métodos contraceptivos podem ser:

Métodos contraceptivos podem ser: Oqueéacontracepção? É todo o método que vise impedir a fertilização de um óvulo ou impedir a nidificação do embrião. Métodos contraceptivos podem ser: Métodos naturais. Métodos não naturais Métodos mecânicos.

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O(A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao

Leia mais

CAPÍTULO 14. InFERTILIDADE MASCULInA. 1. INTRODUçãO

CAPÍTULO 14. InFERTILIDADE MASCULInA. 1. INTRODUçãO CAPÍTULO 14 InFERTILIDADE MASCULInA 1. INTRODUçãO Aproximadamente 15% dos casais se tornam incapazes de conceber após um ano de relações sexuais desprotegidas. O fator masculino é responsável exclusivo

Leia mais

Histórico e Epidemiologia

Histórico e Epidemiologia Capítulo 1 Histórico e Epidemiologia A queixa de atraso em conceber uma gravidez ocorre em 9% a 15% dos casais em todo o mundo. Estudos sugerem que esses números correspondem a apenas metade do número

Leia mais

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase.

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase. O que são DSTs? DSTs significa, doenças sexualmente transmissíveis, que são passadas nas relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças. São DSTs, a gonorréia, a sífilis, a clamídia, o herpes

Leia mais

Aula 16: Métodos Anticoncepcionais

Aula 16: Métodos Anticoncepcionais Aula 16: Métodos Anticoncepcionais Hormônios sexuais femininos Os dois hormônios ovarianos, o estrogênio e a progesterona, são responsáveis pelo desenvolvimento sexual da mulher e pelo ciclo menstrual.

Leia mais

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ - CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ No início de cada ciclo menstrual (primeiro dia do fluxo menstrual), a hipófise anterior lança no sangue feminino o FSH (hormônio folículo-estimulante),

Leia mais

Atuação do enfermeiro em Reprodução Humana Assistida

Atuação do enfermeiro em Reprodução Humana Assistida REVISÃO Atuação do enfermeiro em Reprodução Humana Assistida Amanda Torres Ricardo Aluna do Curso de Graduação em Enfermagem. Egle de Lourdes Fontes Jardim Okazaki Docente do Curso de Graduação em Enfermagem.

Leia mais

Biotecnologia da Reprodução. Inseminação artificial. Transferência de embriões. Produção de animais transgênicos. Clonagem Cultura de células-tronco

Biotecnologia da Reprodução. Inseminação artificial. Transferência de embriões. Produção de animais transgênicos. Clonagem Cultura de células-tronco 23/07/12 Produção e Manipulação de Pré-embriões Inseminação artificial Fertilização in vitro Biotecnologia da Reprodução Produção de animais transgênicos Biopsia de embrião Determinação genética pré-implante

Leia mais

Valdir Martins Lampa. Declaração de conflito de interesse

Valdir Martins Lampa. Declaração de conflito de interesse Valdir Martins Lampa Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico

Leia mais

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados.

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados. MÉTODOS HORMONAIS 1 - ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS (PÍLULAS) É o método mais difundido e usado no mundo. As pílulas são consideradas um método reversível muito eficaz e o mais efetivo dos métodos

Leia mais

METODOS CONTRACEPTIVOS ENF. MARIANA P. JUSTINO

METODOS CONTRACEPTIVOS ENF. MARIANA P. JUSTINO METODOS CONTRACEPTIVOS ENF. MARIANA P. JUSTINO METODOS DE BARREIRA Imobilizam os espermatozóides, impedindo-os de entrar em contato com o óvulo e de haver fecundação. Espermicidas (sob a forma de óvulos,

Leia mais

Ana$Catarina$Correia$da$Silva$Costa$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ Curriculum)Vitae $

Ana$Catarina$Correia$da$Silva$Costa$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ Curriculum)Vitae $ 1 DADOSBIOGRÁFICOS NOME:AnaCatarinaCorreiadaSilvaCosta DATADENASCIMENTO:10deMaiode1975 NATURALIDADE:FreguesiadeSéNova Coimbra ESTADOCIVIL:Casada MORADA:RuaHenriqueMesquita,PereiraL3220O232MirandadoCorvo

Leia mais

Eu e a minha sexualidade. 2 de Fevereiro de 2009

Eu e a minha sexualidade. 2 de Fevereiro de 2009 Eu e a minha sexualidade Enf.ª Nádia Gonçalves 2 de Fevereiro de 2009 O QUE É A ADOLESCÊNCIA? É a transição entre a infância e a idade adulta; Etapa essencial da vida que permite ao ser humano conquistar

Leia mais

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS. Professora Daiana Escola La Salle Águas Claras 8º ano

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS. Professora Daiana Escola La Salle Águas Claras 8º ano MÉTODOS CONTRACEPTIVOS Professora Daiana Escola La Salle Águas Claras 8º ano METODOS DE BARREIRA Imobilizam os espermatozoides, impedindo-os de entrar em contato com o óvulo e ocorrer a fecundação. Espermicidas

Leia mais

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo???

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Lembre-se que os seres humanos só podem ter 46 cromossomos, sendo um par sexual, por exemplo: se dois espermatozóides com cromossomo sexual X e

Leia mais

Biologia 1ª Série Resumo - Reprodução Humana

Biologia 1ª Série Resumo - Reprodução Humana Assim como as casas são feitas de tijolos, todos os organismos são formados por pequenas unidades, chamadas células. Extremamente pequenas, cabem centenas de células num pingo de um i Toda a programação

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Autores: Priscila Mayumi Kashiwabara Ana Beatriz Vitiritti Débora Frigi Rodrigues Dimitson Ferreira de Oliveira Elisama Silva de Oliveira Márcio Moreno REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Contexto: Esta aula

Leia mais

Caracterização clínica e os paradigmas biopsicossociais da infertilidade. E-mail: francine_phc@hotmail.com.

Caracterização clínica e os paradigmas biopsicossociais da infertilidade. E-mail: francine_phc@hotmail.com. Caracterização clínica e os paradigmas biopsicossociais da infertilidade Francine Pereira Higino da Costa 1, Cristine Mara Fragoso dos Santos Oliveira 1, Felipe Amorim e Silva 1, Rodrigo da Silva Santos

Leia mais

Técnicas de Reprodução Assistida

Técnicas de Reprodução Assistida Manipulação da Fertilidade Técnicas de Reprodução Assistida Juliana, nº19 Elisa, nº20 Tânia, nº26 12ºA Técnicas complementares 1. Indução da ovulação Geralmente, antes de realizar qualquer processo de

Leia mais

Introdução. A resposta mais curta é sim!

Introdução. A resposta mais curta é sim! Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Fazer bebés: ter uma família à maneira huntington Fazer bebés: artigo

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS TÍTULO: CRIOPRESERVAÇÃO EM REPRODUÇÃO HUMANA ASSISTIDA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA Página1 A REPRODUÇÃO HUMANA Reprodução sexuada e dimorfismo sexual A reprodução é uma função dos seres vivos que permite dar origem a outros seres da mesma espécie. Reprodução sexuada Na espécie humana

Leia mais