Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, Brasil"

Transcrição

1 CURRÍCULO RESUMIDO Dados Pessoais Nome Carlos de Almeida Prado Bacellar Endereço profissional Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de História Av. Professor Lineu Prestes 338 Cid. Universitária - Sao Paulo , SP - Brasil Telefone: Formação Acadêmica/Titulação Pós-Doutorado Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, Brasil 1995 Doutorado em História Social. Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, Brasil Título: Família e Sociedade em uma Economia de Abastecimento Interno (Sorocaba, séculos XVIII e XIX) 1987 Mestrado em História Social. Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, Brasil Título: Os Senhores da Terra: Família e Sistema Sucessório entre os Senhores de Engenho do Oeste Paulista, Atuação profissional

2 1. Coordenador do Arquivo Público do Estado de São Paulo desde março de Professor de História do Brasil Colônia do Departamento de História, Universidade de São Paulo USP, desde Projetos de Pesquisa População e Regime Demográfico no Oeste Paulista: a paróquia de Nossa Senhora da Candelária, da vila de Itu, Descrição: O projeto tem por objetivo contribuir para um melhor conhecimento dos regimes demográficos vigentes no passado brasileiro, enquanto parte de um projeto de abrangência nacional proposto pelo Grupo de Pesquisa/CNPq "Demografia e História". Através da análise das séries de registros paroquiais de batismo, casamento e óbito, e também de listas nominativas de habitantes e mapas de população, pretende-se investigar e reconstituir alguns indicadores básicos da população ituana e cotejá-los com informações já disponíveis para outras regiões da América portuguesa. Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar (Responsável); Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq Além do Centro-Sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na América Descrição: Trata-se de projeto integrado, associando projetos individuais de professores de instituições diversas (UFPA, UFPR, USP, UNICAMP, UFRJ, UNISINOS, UNESP, PUC-MG, UFOP). Recebeu auxílio do CNPq, via Edital Universal , Processo / Tem por objetivo central a identificação, levantamento e análises de registros paroquiais da população brasileira em regiões pouco estudadas, em especial do Norte e Nordeste. Esta análise básica permitirá um primeiro conhecimento

3 dos padrões demográficos básicos dessas áreas, possibilitando uma tentativa pioneira de se estabelecer uma geografia e uma cronologia mínima dos regimes demográficos que vigoraram na América Portuguesa. Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar; Ana Silvia Volpi Scott; Maria Silvia Beozzo Bassanezi; Sergio Odilon Nadalin; Maria Luiza Andreazza; Antonio Otaviano Vieira; Cacilda Machado; Tarcisio Rodrigues Botelho; Paulo Eduardo Teixeira; Renato Pinto Venâncio Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq A família do escravo na lavoura paulista no início do século XIX Descrição: Esta pesquisa tem por objetivo a análise da família escrava no contexto de uma vila paulista do vale do Paraíba, São Luís do Paraitinga, no período que vai de finais do século XVIII ao início do XIX. Para tanto, iremos proceder à reconstituição das famílias escravas, buscando caracterizá-las em termos demográficos, a partir das séries de registros paroquiais de batismo, casamento e óbito, bem como das listas nominativas de habitantes. Tal reconstituição servirá de base para se indagar da importância e da representatividade do casamento entre os escravos, bem como para a análise do fenômeno do compadrio, como parte de um esforço para melhor conhecer as redes de solidariedade e sociabilidade estabelecidas entre os escravos e entre estes e a população livre. Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar (Responsável); Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq Atual Cafeicultura e escravidão no Caminho Novo da Piedade Descrição: O que hoje se conhece por região do fundo do Vale do Paraíba paulista (atuais municípios de Lorena, Cachoeira Paulista, Cruzeiro, Queluz, Silveiras, Areias, São José do Barreiro e Bananal) teve sua origem histórica na abertura do Caminho Novo da Piedade, em fins do século XVIII. Seu propósito era o de servir como ligação terrestre entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, e em seu entorno se desenvolveu o núcleo cafeicultor inicial da capitania e, posteriormente, província de São Paulo. Ao longo da primeira metade do século XIX, com a introdução maciça de escravos africanos e o deslanche da produção cafeeira, a região se transformou em uma típica zona de plantation. O projeto tem por propósito investigar a economia, a sociedade e a cultura escravistas dessa região. Um levantamento prévio nos arquivos locais indicou a existência de dois ótimos acervos, já catalogados e muito bem organizados. Ambos contêm séries completas da documentação judiciária das vilas e cidades da região (inventários, testamentos, processos cíveis,

4 processos crimes, livros de nota), afora a documentação de algumas de suas câmaras municipais. Esse levantamento prévio da documentação foi realizado por três professores do Departamento de História da FFLCH/USP, Maria Cristina Cortez Wissenbach, Carlos de Almeida Prado Bacellar e Rafael de Bivar Marquese, todos vinculados à linha de pesquisa Escravidão e História Atlântica, com o objetivo de iniciar os alunos de graduação na prática da pesquisa histórica, enfatizando em especial os ganhos do trabalho coletivo. Diante dessa massa documental e das perspectivas abertas, definiramse quatro linhas iniciais de investigação: a formação da cafeicultura, a configuração das fazendas, a rede urbana e o conjunto das relações sociais. Atualmente, trabalham no projeto seis bolsistas de Iniciação Científica Fapesp e CNPq; Levantamento, digitação e publicação das listas nominativas de habitantes da capitania e província de São Paulo Descrição: Este projeto desenvolveu, nas instalações do Arquivo do Estado de São Paulo, um trabalho de levantamento e digitação das listas nominativas de habitantes, com vistas a posterior publicação de um instrumento de pesquisa com o repertório completo de todas as listas existentes, além da publicação em CD-Rom da lista nominativa de 1836 sob a forma de um banco de dados. Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar Financiador(es): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF- IPEA Migração, Humanismo Latino e Territorialidade na Sociedade Paulista ( ) Descrição: Este projeto de pesquisa integra o Programa Brasil Latino, Cátedra 02, desde abril de 2001, desenvolvido junto ao NEPO/UNICAMP sob coordenação geral da Profa. Dra. Maria Silvia Bassanezi, e com apoio da Fondazione Cassamarca (Treviso-Itália). Entre os principais objetivos do projeto estão a organização de um Guia de Fontes sobre a história da imigração de origem latina para São Paulo, e a coleta, sistematização e disponibilização de dados quantitativos e seriados sobre estes imigrantes (baseados em recenseamentos e informações estatísticas variadas), bem como a elaboração de um Atlas da Imigração de origem latina para a Província/Estado de São Paulo. Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar; Maria Silvia Casagrande Beozzo Bassanezi; Ana Silvia Volpi Scott; Oswaldo M S Truzzi Financiador(es): Fondazione Cassamarca Di Treviso- CASSAMARCA Projeto "História Paulista: Estudo de Ribeirão Preto, séculos XVIII a XX"

5 Descrição: Projeto patrocinado por incentivos fiscais propiciados pela Lei 7.505/86, de incentivo à Cultura, visando reconstituir o processo de povoamento do território originalmente pertencente aos antigos municípios de São Simão e Ribeirão Preto, região Norte do Estado de São Paulo (Mojiana). Integrantes: Carlos de Almeida Prado BacellarLucila Reis Brioschi; Rosa Ester Rossini; Julio Manuel Pires; Maria Christina Siqueira de Souza Campos Financiador(es): Companhia Açucareira Vale do Rosário-CAVR, Irmãos Biagi S A Açúcar e Álcool-IRBIAG, Usina Açucareira Bela Vista S A-USBV, Usina de Açúcar e Álcool Mb Ltda-USAMB, Usina Moema Açúcar e Álcool Ltda-UMAA, Destilaria Jardinópolis S A- DJSA, Destilaria Mandu S A-DMSA Projeto "História do Vale do Rio Pardo" Descrição: Projeto financiado através de incentivos fiscais propociados pela Lei 7.505/86, de apoio à Cultura, e que visa analisar o processo de formação fundiária da antiga Freguesia de Batatais, correspondente à área de diversos municípios da região Norte do Estado de São Paulo (Mojiana). Integrantes: Carlos de Almeida Prado Bacellar; Lucila Reis Brioschi; José Chiachiri Filho; Heloisa de Mesquita Sampaio; Eduardo Diniz Junqueira Financiador(es): Companhia Açucareira Vale do Rosário-CAVR, Destilaria Mandu S A-DMSA, Destilaria Moema Ltda-DEMOL, Usina de Açúcar e Álcool Mb Ltda-USAMB. Artigos completos publicados em periódicos , SCOTT, Ana Silvia Volpi, BASSANEZI, Maria Silvia Beozzo Quarenta anos de demografia histórica. Revista Brasileira de Estudos da População., v.22, p , Solidariedade no sertão: a família e seus agregados em São Paulo colonial. Voz Lusíada (São Paulo)., v.19/20, p , BASSANEZI, Maria Silvia C Beozzo, Levantamentos de população publicados da Província de São Paulo no século XIX. Revista Brasileira de Estudos da População., v.19, p , Os reinóis na população paulista às vésperas da Independência. Oceanos., v.44, p.22-36, 2000.

6 Abandonados nas soleiras das portas: a exposição de crianças nos domicílios de 5. Sorocaba, séculos XVIII e XIX. Cativeiro e Liberdade Revista Interdisciplinar Em História Social., v.5, p.5-31, 1997., CHIACHIRI FILHO, J., BRIOSCHI, L. R. 6. A freguesia do Senhor Bom Jesus da Cana Verde à luz dos registros paroquiais. Revista Regional de História., v.1, p , Família, herança e poder em São Paulo: Estudos CEDHAL., v.3, p.1-99, A mulher em São Paulo colonial. Espacio Tiempo y Forma Série IV História Moderna., v.3, p , A família do engenho no Oeste paulista. Boletim do Centro de Memória da Unicamp., v.1, p.11-13, 1989., OLIVEIRA, F. R., SOUZA, F. A. R., ALMEIDA, M. Z. G. 10. São Paulo. Arquivo e Administração Edição Comemorativa do Centenário da Abolição., p , Escravos. Boletim do Arquivo (São Paulo)., v.8, p.17-24, A família do engenho no Oeste paulista, Boletim do Arquivo (São Paulo)., v.7, p.19-22, Livros publicados, SCOTT, Ana Silvia Volpi, BASSANEZI, Maria Silvia Casagrande Beozzo, TRUZZI, Oswaldo M S, GOUVÊA, Marina Machado de 1. Magalhães Repertório de legislação brasileira e paulista referente à imigração. Campinas, SP : NEPO/UNICAMP, 2005 p.132., BASSANEZI, Maria Silvia Casagrande Beozzo, SCOTT, Ana Silvia Volpi, TRUZZI, Oswaldo M S 2. Roteiro de fontes sobre a imigração em São Paulo, Campinas, SP : NEPO/UNICAMP, 2005 p Viver e sobreviver em uma vila colonial - Sorocaba, séculos XVIII e XIX. São Paulo : Annablume/Fapesp, 2001, v.1. p.274., BRIOSCHI, L. R. 4. Na estrada do Anhangüera: uma visão regional da história paulista. São Paulo : Humanitas FFLCH/USP, 1999 p Os senhores da terra: Família e sistema sucessório entre os senhores de engenho do Oeste paulista, Campinas : Centro de Memória/Unicamp, 1997 p , BRIOSCHI, L. R., CHIACHIRI FILHO, J., JUNQUEIRA, E.

7 D., SAMPAIO, H. M. Entrantes no sertão do rio Pardo - O povoamento da freguesia de Batatais, séculos XVIII e XIX. São Paulo : CERU, 1990 p.293. Capítulos de livros publicados, MARQUESE, Rafael de Bivar A produção açucareira nas páginas da Nitheroy In: Nitheroy, Revista Brasiliense - 1. Sciencias, Lettras e Artes ed.coimbra, Portugal : Edições MinervaCoimbra, 2006, p O processo de povoamento do território paulista, séculos XVI a XX In: Língua 2. Portuguesa em São Paulo: 450 anos ed.são Paulo : Associação Editorial Humanitas, 2006, p Uso e mau uso dos arquivos In: Fontes históricas ed.são Paulo : Contexto, 2006, SCOTT, Ana Silvia Volpi Nas malhas da justiça: imigração, contravenção e criminalidade em São Paulo nos 4. finais do século XIX e início do XX In: As interfaces do humanismo latino ed.porto Alegre : EDIPUCRS, 2004, p Abandonados nas soleiras das portas: a exposição de crianças nos domicílios de 5. Sorocaba, séculos XVIII e XIX In: Segredos de família ed.são Paulo : Annablume; Nemge/USP; Fapesp, 2002, p Agregados em casa, agregados na roça: uma discussão In: Sexualidade, família e religião na colonização do Brasil ed.lisboa : Livros Horizonte, 2001, p , BASSANEZI, Maria Silvia Casagrande Beozzo, SCOTT, Ana Silvia Volpi, TRUZZI, Oswaldo M S 7. Humanismo latino e imigração em São Paulo: uma questão em aberto In: Humanismo latino no Brasil de hoje ed.belo Horizonte : PUC Minas, 2001, p A escravidão miúda em São Paulo colonial In: Brasil: colonização e escravidão ed.rio de Janeiro : Nova Fronteira, 2000, p Apogeu cafeeiro na Alta Mojiana In: Na estrada do Anhangüera: uma visão regional da história paulista ed.são Paulo : Humanitas FFLCH/USP, 1999, p , BRIOSCHI, L. R. 10. Introdução In: Na estrada do Anhangüera: uma visão regional da história paulista ed.são Paulo : Humanitas FFLCH/USP, 1999, p Uma rede fundiária em transição In: Na estrada do Anhangüera: uma visão regional da história paulista ed.são Paulo : Humanitas FFLCH/USP, 1999, p verbetes: Agricultura; Antônio Rodrigues Veloso de Oliveira; Cana-de-açúcar;

8 Capitania de Mato Grosso; Chácara; Lavradores de canas; Migrações populacionais; Roças; Sesmarias; Sítio. In: História da colonização portuguesa no Brasil ed.lisboa : Verbo, 1994, p Realidade colonial In: Entrantes no sertão do Rio Pardo: o povoamento da freguesia de Batatais, século XVIII e XIX ed.são Paulo : CERU, 1991, p , SCOTT, Ana Silvia Volpi Sobreviver na senzala: estudo da composição e continuidade das grandes escravarias 14. paulistas, In: História e população. Estudos sobre a América Latina ed.são Paulo : ABEP/CELADE/IUSSP, 1990, p

Relatório da Coordenação do GT População & História Gestão 2007-2008

Relatório da Coordenação do GT População & História Gestão 2007-2008 Relatório da Coordenação do GT População & História Gestão 2007-2008 Ana Silvia Volpi Scott Maria Silvia C.B. Bassanezi O GT População e História tem apresentado nos últimos anos um crescimento significativo,

Leia mais

111 II111, Linga A/903268

111 II111, Linga A/903268 Linga-Bibliothek 111 II111, Linga A/903268 Roteiro de fontes sobre a imigração em São Paulo 1850-1950 Maria Silvia C. Beozzo Bassanezi Ana Silvia Volpi Scott Carlos de Almeida Prado Bacellar Oswaldo Mário

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO DA RIQUEZA DE SÃO SIMÃO: 1865-1895 Fernanda de Cássia Alves PIALARICI 1

A CONSTITUIÇÃO DA RIQUEZA DE SÃO SIMÃO: 1865-1895 Fernanda de Cássia Alves PIALARICI 1 A CONSTITUIÇÃO DA RIQUEZA DE SÃO SIMÃO: 1865-1895 Fernanda de Cássia Alves PIALARICI 1 ORIGEM DO MUNICÍPIO Durante os séculos XVI e XVII, São Paulo viveu extremamente dependente da mão-de-obra indígena,

Leia mais

BOLETIM DE PESQUISAS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS

BOLETIM DE PESQUISAS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS BOLETIM DE PESQUISAS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS Coordenação de Pesquisa do Curso ACONTECE Julho de 2008 ANPOCS 2008 Confira um quadro com o nome de professores do Departamento de Ciências Sociais, bem como alunos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina Código Denominação Carga horária AT 1 AP 2 APS. Ementa (constante no PPP vigente)

PLANO DE ENSINO. Disciplina Código Denominação Carga horária AT 1 AP 2 APS. Ementa (constante no PPP vigente) PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO: 2009 ANO DO CURSO: 3º Curso: Ciências Econômicas - Modalidade: Bacharelado - Turno: Noturno Centro: Ciências Sociais Aplicadas Campus: Cascavel Disciplina Código Denominação

Leia mais

O TERRITÓRIO BRASILEIRO. 6. Fronteiras Terrestres

O TERRITÓRIO BRASILEIRO. 6. Fronteiras Terrestres O TERRITÓRIO BRASILEIRO 6. Fronteiras Terrestres Até o começo do século XVII, os colonizadores se concentraram em cidades fundadas na região litorânea do Brasil, principalmente no Nordeste. A principal

Leia mais

ANA CRISTINA COUTINHO VIEGAS

ANA CRISTINA COUTINHO VIEGAS Colaboradores deste número ANA CRISTINA COUTINHO VIEGAS Possui Graduação em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1983), Mestrado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio

Leia mais

A FORMAÇÃO DE FORMADORES DO CURSO DE HISTÓRIA DA UFU: ALGUMAS REFLEXÕES

A FORMAÇÃO DE FORMADORES DO CURSO DE HISTÓRIA DA UFU: ALGUMAS REFLEXÕES A FORMAÇÃO DE FORMADORES DO CURSO DE HISTÓRIA DA UFU: ALGUMAS REFLEXÕES Adair Fernandes David Júnior; FACIP/UFU e-mail: adair.tuiu@hotmail.com Astrogildo Fernandes da Silva Júnior; FACIP/UFU; e-mail: silvajunior_af@yahoo.com.br

Leia mais

ÁREA: RESENHA CRÍTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS PET ECONOMIA UESB

ÁREA: RESENHA CRÍTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS PET ECONOMIA UESB UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS PET ECONOMIA UESB Tutor: Gildásio Santana Júnior Bolsista: Iago Fernandes Botelho e Silva Resenha da

Leia mais

Estudos sobre a população e a família em Porto Alegre no século XVIII: registros paroquiais como fonte de informações históricas.

Estudos sobre a população e a família em Porto Alegre no século XVIII: registros paroquiais como fonte de informações históricas. Estudos sobre a população e a família em Porto Alegre no século XVIII: registros paroquiais como fonte de informações históricas. * Marcelo Silveira Valadas ** Introdução Os registros paroquiais existentes

Leia mais

A Formação do Território Brasileiro.

A Formação do Território Brasileiro. A Formação do Território Brasileiro. A primeira fronteira do Brasil Fernando e Isabel 1492 - Colombo 1493 papa Alexandre VI (espanhol) editou a Bula Inter Coetera 1494 - Tratado de Tordesilhas. 1530 no

Leia mais

A legitimidade entre os cativos da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Franca - Século XIX

A legitimidade entre os cativos da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Franca - Século XIX A legitimidade entre os cativos da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Franca - Século XIX Maísa Faleiros da Cunha* Introdução1 Com a expansão das áreas de agro-exportação no Sudeste, aumenta a necessidade

Leia mais

REGISTROS HISTÓRICOS, HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA: um estudo historiográfico do Alto Sertão da Bahia no período colonial

REGISTROS HISTÓRICOS, HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA: um estudo historiográfico do Alto Sertão da Bahia no período colonial 1537 REGISTROS HISTÓRICOS, HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA: um estudo historiográfico do Alto Sertão da Bahia no período colonial SOUZA JÚNIOR, Tadeu Baliza de 1 ; NEVES, Erivaldo Fagundes 2 1. Bolsista PROBIC,

Leia mais

Paula Roberta Chagas. *Prof Ms. do curso de história da Universidade Estadual de Goiás - UEG

Paula Roberta Chagas. *Prof Ms. do curso de história da Universidade Estadual de Goiás - UEG Levantamento e catalogação de documentos históricos do sul goiano: a produção de material para o ensino de história da população na Universidade Estadual de Goiás (UEG - Brasil) Paula Roberta Chagas *Prof

Leia mais

AS MARGENS DO CAMINHO DOS GOYAZES: ECONOMIA E DEMOGRAFIA DO NORDESTE PAULISTA (1800 1832) Marina Costa de OLIVEIRA 1

AS MARGENS DO CAMINHO DOS GOYAZES: ECONOMIA E DEMOGRAFIA DO NORDESTE PAULISTA (1800 1832) Marina Costa de OLIVEIRA 1 AS MARGENS DO CAMINHO DOS GOYAZES: ECONOMIA E DEMOGRAFIA DO NORDESTE PAULISTA (1800 1832) Marina Costa de OLIVEIRA 1 No contexto de ocupação da capitania de São Paulo, a pesquisa que se encontra em andamento

Leia mais

RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 7º ano

RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 7º ano História/15 7º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 7ºhis303r RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 7º ano 3º trimestre Aluno(a), Seguem os conteúdos trabalhados no 3º trimestre. Como base neles você deverá

Leia mais

Redescobrindo o Poder Judiciário Paranaense: o acervo do arquivo Público do Paraná Bruna Marina Portela 1

Redescobrindo o Poder Judiciário Paranaense: o acervo do arquivo Público do Paraná Bruna Marina Portela 1 Redescobrindo o Poder Judiciário Paranaense: o acervo do arquivo Público do Paraná Bruna Marina Portela 1 Um trabalho inovador No primeiro semestre de 2004, o Arquivo Público do Paraná inovou o trabalho

Leia mais

CIÊNCIAS SOCIAIS 10/9/2012. I ECONOMIA COLONIAL SÉCULOS XVI a XIX OBJETIVOS: Formação Econômica e Social Brasileira (I)

CIÊNCIAS SOCIAIS 10/9/2012. I ECONOMIA COLONIAL SÉCULOS XVI a XIX OBJETIVOS: Formação Econômica e Social Brasileira (I) CIÊNCIAS SOCIAIS M.I DESENVOLVIMENTO DESIGUAL E COMBINADO DA SOCIEDADE MODERNA Formação Econômica e Social Brasileira (I) Profa. Claudete Pagotto Período 2 2012 2 OBJETIVOS: Abordar as características

Leia mais

GEOGRAFIA / 2º ANO PROF. SÉRGIO RICARDO

GEOGRAFIA / 2º ANO PROF. SÉRGIO RICARDO GEOGRAFIA / 2º ANO PROF. SÉRGIO RICARDO BRASIL 1) Aspectos Gerais: Território: 8 547 403 Km 2. 5 0 maior país do mundo em extensão e população. País continental devido a sua dimensão territorial. Ocupa

Leia mais

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo Mineração e a Crise do Sistema Colonial Prof. Osvaldo Mineração No final do século XVII, os bandeirantes encontraram ouro na região de Minas Gerais Grande parte do ouro extraído era de aluvião, ou seja,

Leia mais

Quem casa na Freguesia Madre de Deus de Porto Alegre? A formação Social através dos Registros Paroquiais de Casamento (1772 1806)

Quem casa na Freguesia Madre de Deus de Porto Alegre? A formação Social através dos Registros Paroquiais de Casamento (1772 1806) Quem casa na Freguesia Madre de Deus de Porto Alegre? A formação Social através dos Registros Paroquiais de Casamento (1772 1806) Palavras-chave: casamentos, população, Porto Alegre Denize Terezinha Leal

Leia mais

A PRESERVAÇÃO DOS ARQUIVOS NO MUNICÍPIO DE PALMITAL (SP)

A PRESERVAÇÃO DOS ARQUIVOS NO MUNICÍPIO DE PALMITAL (SP) Fontes e Arquivos A PRESERVAÇÃO DOS ARQUIVOS NO MUNICÍPIO DE PALMITAL (SP) Rodrigo Modesto Nascimento * O objetivo do artigo é divulgar os resultados da pesquisa que procurou analisar as formas de relação

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 7 o ano 4 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Leia o trecho da carta de Pero Vaz de Caminha, escrivão da armada de Pedro Álvares Cabral, escrita em maio de 1500 para o rei português

Leia mais

UNITWIN/UNESCO Chairs Programme. Educação e Inovação para Cooperação Solidária

UNITWIN/UNESCO Chairs Programme. Educação e Inovação para Cooperação Solidária UNITWIN/UNESCO Chairs Programme Educação e Inovação para Cooperação Solidária O que são as Cátedras UNESCO? O Programa de Cátedras e Redes UNITWIN tem como principal objetivo a capacitação através da troca

Leia mais

I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo

I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo Centro Histórico de São Paulo: documentação e estudos de reabilitação Universidade Presbiteriana Mackenzie

Leia mais

FONTES DOCUMENTAIS PARA O ESTUDO

FONTES DOCUMENTAIS PARA O ESTUDO DOSSIÊ ANÁLISES QUANTITATIVAS E INDICADORES SOCIAIS DO I: 10.5433/2176-6665.2013v18n1p206 FONTES DOCUMENTAIS PARA O ESTUDO DA POPULAÇÃO E DA FAMÍLIA ESCRAVA: FRANCA-SP, SÉCULO XIX Maísa Faleiros da Cunha

Leia mais

Fontes Primárias para o Estudo do Vale do Paraíba Paulista. Joaquim Roberto Fagundes

Fontes Primárias para o Estudo do Vale do Paraíba Paulista. Joaquim Roberto Fagundes Fontes Primárias para o Estudo do Vale do Paraíba Paulista Joaquim Roberto Fagundes Texto Guia Palestra proferida na ASBRAP Local e Data: Universidade Anhembi Morumbi-SP 11/06/2008 Fontes Primárias no

Leia mais

Catalão nas Fronteiras do Capitalismo: do desenvolvimento produtivo a construção da sociabilidade

Catalão nas Fronteiras do Capitalismo: do desenvolvimento produtivo a construção da sociabilidade Catalão nas Fronteiras do Capitalismo: do desenvolvimento produtivo a construção da sociabilidade Leonardo César PEREIRA 1 ; Revalino Antonio FREITAS (orientador) Palavras-chave: trabalho, migração, fronteira,

Leia mais

Expansão Territorial séc. XVII-XVIII

Expansão Territorial séc. XVII-XVIII BRASIL COLÔNIA Expansão Territorial séc. XVII-XVIII No período da União Ibérica, a Linha de Tordesilhas ficou sem efeito, permitindo um avanço do território brasileiro rumo ao interior. Duas formas básicas

Leia mais

PESQUISAS SOBRE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM MATEMÁTICA: A PRODUÇÃO NAS REGIÕES NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE

PESQUISAS SOBRE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM MATEMÁTICA: A PRODUÇÃO NAS REGIÕES NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE PESQUISAS SOBRE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM MATEMÁTICA: A PRODUÇÃO NAS REGIÕES NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE Patrícia Sandalo Pereira - UFMS Marisol Vieira Melo UFMS/CPAq Edinalva da Cruz Teixeira Sakai

Leia mais

A RECUPERAÇÃO DA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO BRASIL. Joffre Kouri (Embrapa Algodão / joffre@cnpa.embrapa.br), Robério F. dos Santos (Embrapa Algodão)

A RECUPERAÇÃO DA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO BRASIL. Joffre Kouri (Embrapa Algodão / joffre@cnpa.embrapa.br), Robério F. dos Santos (Embrapa Algodão) A RECUPERAÇÃO DA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO BRASIL Joffre Kouri (Embrapa Algodão / joffre@cnpa.embrapa.br), Robério F. dos Santos (Embrapa Algodão) RESUMO - Graças a incentivos fiscais, ao profissionalismo

Leia mais

Atlas da imigração internacional em São Paulo, 1850-1950. Repertório de legislação brasileira e paulista referente à imigração

Atlas da imigração internacional em São Paulo, 1850-1950. Repertório de legislação brasileira e paulista referente à imigração Atlas da imigração internacional em São Paulo, 1850-1950 São Paulo: Editora Unesp/Fapesp, 2008. (138 p.) Maria Silvia C. Beozzo Bassanezi et alii Repertório de legislação brasileira e paulista referente

Leia mais

End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com / ameliaalves29@hotmail.com. Licenciatura e bacharelado em História pela Univ.Federal de Mato Grosso

End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com / ameliaalves29@hotmail.com. Licenciatura e bacharelado em História pela Univ.Federal de Mato Grosso Curriculum Vitae. 2014. Historiadora/pesquisadora: MARIA AMELIA ASSIS ALVES CRIVELENTE End.: Faz Santa Clara Rodovia MT 251, altura km 30. CEP.: 78050-973 Cuiabá, Mato Grosso Brasil. End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com

Leia mais

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer CAUSAS: Acirramento da concorrência comercial entre as potências coloniais; Crise das lavouras de cana; Estagnação da economia portuguesa na segunda metade do século XVII; Necessidade de encontrar metais

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas

Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas Ricardo Figueiredo Pirola Mestrando UNICAMP No ano de 1832 foi descoberto em Campinas um plano de revolta escrava,

Leia mais

Trabalho Online DISCIPLINA: GEOGRAFIA. PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1-5

Trabalho Online DISCIPLINA: GEOGRAFIA. PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1-5 Trabalho Online NOME: Nº: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1. (Fuvest 2009) O processo de desconcentração industrial no Brasil vem sendo

Leia mais

ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL 13 ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Anna Inez Alexandre Reis (PIBIC/UFT) annaimezalexandre@hotmail.com Karylleila

Leia mais

PROGRAMAÇÃO. 9h30 - Mesa Redonda 1 Colonização e (E)Imigração: Questões Conceituais

PROGRAMAÇÃO. 9h30 - Mesa Redonda 1 Colonização e (E)Imigração: Questões Conceituais PROGRAMAÇÃO 7 de novembro (segunda-feira) 17h30 Solenidade de Abertura Confraternização 8 de novembro (terça feira) 9h30 - Mesa Redonda 1 Colonização e (E)Imigração: Questões Conceituais Coordenação: Vera

Leia mais

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013 Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Propostas de

Leia mais

RBEP RESENHAS. Uma história do curso de pedagogia no Brasil. Diogo da Silva Roiz

RBEP RESENHAS. Uma história do curso de pedagogia no Brasil. Diogo da Silva Roiz RESENHAS RBEP Uma história do curso de pedagogia no Brasil Diogo da Silva Roiz SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas, SP: Autores Associados, 2008. 259p. A história do ensino

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Luiz Roberto Liza Curi Sociólogo Doutor em Economia Conselheiro do Conselho Nacional de Educação Diretor LEYA

Leia mais

PROGRAMA DE MESTRADO EM ESTUDOS POPULACIONAIS E PESQUISAS SOCIAIS ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO

PROGRAMA DE MESTRADO EM ESTUDOS POPULACIONAIS E PESQUISAS SOCIAIS ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO ENCE Escola Nacional de Ciências Estatísticas Rua André Cavalcanti, 106 20231-050 Santa Teresa - Rio de Janeiro RJ Tel.: (21) 2142-4677 / 4679 - Fax: (21) 2142-0501 http://www.ence.ibge.gov.br PROGRAMA

Leia mais

1 A autora é aluna do curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da UFRJ, com

1 A autora é aluna do curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da UFRJ, com Demografia e sociabilidades em regiões açucareiras: experiências escravas de Campos dos Goytacazes/Brasil e Matanzas/Cuba 1790-1830 Sirlene de Andrade Rocha 1 Introdução: As últimas décadas do século XVIII

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil 4.2 Habilidades: Analisar como ocorrem os movimentos migratórios no território brasileiro e como as pessoas lidam com os problemas do campo e cidade. Revisão:

Leia mais

SILVA, Maria Beatriz Nizza da (Org.). História de São Paulo colonial. São Paulo: Ed. UNESP, 2009. 346p.

SILVA, Maria Beatriz Nizza da (Org.). História de São Paulo colonial. São Paulo: Ed. UNESP, 2009. 346p. Histórias da capitania de São Paulo SILVA, Maria Beatriz Nizza da (Org.). História de São Paulo colonial. São Paulo: Ed. UNESP, 2009. 346p. Denise A Soares de Moura * São Paulo de 1532 a 1822. 290 anos

Leia mais

A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL

A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL A Expansão do território brasileiro deu-se com a ocupação decorrente da prática de várias atividades econômicas. Nordeste: pau-brasil e a cultivo de cana-de-açúcar; Norte:

Leia mais

A expansão da América Portuguesa

A expansão da América Portuguesa 8 ANO A/B RESUMO DA UNIDADE 1 DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSORA: SUELEM *Os índios no Brasil A expansão da América Portuguesa Violência contra os povos indígenas; - Doenças, trabalho forçado; - Foram obrigados

Leia mais

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO É claro que o Brasil não brotou do chão como uma planta. O Solo que o Brasil hoje ocupa já existia, o que não existia era o seu território, a porção do espaço sob domínio,

Leia mais

Construindo Cidades Inteligentes da Instrumentação dos Ambientes ao Desenvolvimento de Aplicações Marcelo Sampaio de Alencar

Construindo Cidades Inteligentes da Instrumentação dos Ambientes ao Desenvolvimento de Aplicações Marcelo Sampaio de Alencar Construindo Cidades Inteligentes da Instrumentação dos Ambientes ao Desenvolvimento de Aplicações Marcelo Sampaio de Alencar Urbanização: dos primórdios ao século XXI Agricultura (surgiu há pelo menos

Leia mais

ECONOMIA ESCRAVISTA NO CAMINHO DOS GOIASES SÉCULO XIX *

ECONOMIA ESCRAVISTA NO CAMINHO DOS GOIASES SÉCULO XIX * ECONOMIA ESCRAVISTA NO CAMINHO DOS GOIASES SÉCULO XIX * Leonel de Oliveira Soares Mestre em História Social FFLCH/USP O arrefecimento do bandeirismo de apresamento, por volta da metade do século XVIII,

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. 020020 4 04 Semanal Mensal 04 60

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. 020020 4 04 Semanal Mensal 04 60 e Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária 020020 4 04 Semanal Mensal 04 60 Nome da Disciplina FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL Curso CIÊNCIAS ECONÔMICAS Situação econômica na Europa antes das grandes

Leia mais

Vestibular 2016 Alunos Aprovados

Vestibular 2016 Alunos Aprovados Amanda Macedo Ferreira Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP - Fisioterapia Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP - Fisioterapia Amanda Souza Nascimento Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

Modos de Vida Rural e Agricultura Familiar

Modos de Vida Rural e Agricultura Familiar Modos de Vida Rural e Agricultura Familiar Alecio Rodrigues de Oliveira 1 Vera Marisa Henriques de Miranda Costa 2 1. Resumo O presente trabalho contempla um estudo sobre a resistência dos pequenos produtores/proprietários

Leia mais

(GIANSANTI, Roberto. O desafio do desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atual, 1998. p. 13.)

(GIANSANTI, Roberto. O desafio do desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atual, 1998. p. 13.) PROCESSO SELETIVO/2006 1 O DIA GAB. 1 25 GEOGRAFIA QUESTÕES DE 41 A 50 41. Leia o trecho abaixo: Considera-se, em economia, o desenvolvimento sustentável como a capacidade de as sociedades sustentarem-se

Leia mais

O EVENTO HOMENAGENS

O EVENTO  HOMENAGENS O EVENTO O I Seminário Internacional Novas Territorialidades e Desenvolvimento Sustentável faz parte das atividades do projeto Novas Territorialidades e Desenvolvimento Sustentável, aprovado pela Chamada

Leia mais

Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1

Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1 Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1 Número de Inscrição Título do Projeto Nota Situação 1 Escritas Confessionais nos Compêndios Didáticos

Leia mais

Batismo e solidariedade na Vila de Sabará, 1723-1757

Batismo e solidariedade na Vila de Sabará, 1723-1757 Batismo e solidariedade na Vila de Sabará, 1723-1757 Ana Luiza de Castro Pereira Batismo: o primeiro de todos os sacramentos cristãos O primeiro dos Sacramentos católicos, o ritual do Batismo é responsável

Leia mais

A pesquisa em ensino de Ciências e Matemática no Brasil

A pesquisa em ensino de Ciências e Matemática no Brasil DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320150020001 EDITORIAL A pesquisa em ensino de Ciências e Matemática no Brasil As décadas de sessenta e setenta do século passado parecem ter sido propícias para

Leia mais

1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda

1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda 1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda A execução do tráfico atlântico de africanos escravizados envolveu a construção de portos, locais de quarentena e venda de africanos recém-chegados nas

Leia mais

A reforma urbana e o subúrbio carioca na historiografia 1

A reforma urbana e o subúrbio carioca na historiografia 1 A reforma urbana e o subúrbio carioca na historiografia 1 CRISTIANE REGINA MIYASAKA 2 Ainda que a historiografia a respeito das reformas urbanas empreendidas no Rio de Janeiro no início do século XX seja

Leia mais

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A Palestra: História da Cana-de de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A ORIGEM DA CANA-DE-AÇÚCAR A cana-de de-açúcar é uma planta proveniente

Leia mais

APONTAMENTOS SOBRE O TRÁFICO DE PESSOAS NO BRASIL: TENUIDADE DA LEGISLAÇÃO E O PODER DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. O QUE FAZER PARA MELHORAR?

APONTAMENTOS SOBRE O TRÁFICO DE PESSOAS NO BRASIL: TENUIDADE DA LEGISLAÇÃO E O PODER DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. O QUE FAZER PARA MELHORAR? APONTAMENTOS SOBRE O TRÁFICO DE PESSOAS NO BRASIL: TENUIDADE DA LEGISLAÇÃO E O PODER DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. O QUE FAZER PARA MELHORAR? Marcos Gabriel Eduardo Ferreira Martins de Souza¹, Cleia Simone

Leia mais

Título da sessão: Reflexões sobre a Construção Urbano-territorial do Brasil no Século XVIII

Título da sessão: Reflexões sobre a Construção Urbano-territorial do Brasil no Século XVIII SESSÃO DE INTERLOCUÇÃO Título da sessão: Reflexões sobre a Construção Urbano-territorial do Brasil no Século XVIII Proponente: Profa. Dra. Maria Berthilde Moura Filha Títulos das comunicações e autores/expositores:

Leia mais

Autorização de abertura de procedimentos licitatórios para contratação de obras. Bom Sucesso - São Tiago 45 63

Autorização de abertura de procedimentos licitatórios para contratação de obras. Bom Sucesso - São Tiago 45 63 Autorização de abertura de procedimentos licitatórios para contratação de obras Trecho Extensão (km) Valor da obra(r$ milhões) Bom Sucesso - São Tiago 45 63 Bonfinópolis de Minas (entroncamento MG-181)

Leia mais

Ministro de Estado da Educação José Goldemberg Secretário de Administração Geral Antônio de Souza Teixeira Júnior Coordenador Geral de Planejamento

Ministro de Estado da Educação José Goldemberg Secretário de Administração Geral Antônio de Souza Teixeira Júnior Coordenador Geral de Planejamento Ministro de Estado da Educação José Goldemberg Secretário de Administração Geral Antônio de Souza Teixeira Júnior Coordenador Geral de Planejamento Setorial Ana Elizabeth Lofrano Alves dos Santos APRESENTAÇÃO

Leia mais

Minas Gerais e a Região Metropolitana de Belo Horizonte no Censo 2010 *

Minas Gerais e a Região Metropolitana de Belo Horizonte no Censo 2010 * OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES CNPq/INCT Minas Gerais e a Região Metropolitana de Belo no Censo 2010 * Jupira Mendonça ** André Junqueira Caetano *** 1. INTRODUÇÃO O estado de Minas Gerais, um dos maiores

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO Renato Cymbalista Iara Rolnik Xavier Julho 2007 1. Avanços e retrocessos no projeto Urbal-10 da Prefeitura

Leia mais

LEITURAS E LEITORES DA COLEÇÃO BIBLIOTECA DAS MOÇAS. PONTOS PARA UMA PESQUISA A PARTIR DAS MARCAS DE LEITURA FEITAS POR NORMALISTAS i

LEITURAS E LEITORES DA COLEÇÃO BIBLIOTECA DAS MOÇAS. PONTOS PARA UMA PESQUISA A PARTIR DAS MARCAS DE LEITURA FEITAS POR NORMALISTAS i LEITURAS E LEITORES DA COLEÇÃO BIBLIOTECA DAS MOÇAS. PONTOS PARA UMA PESQUISA A PARTIR DAS MARCAS DE LEITURA FEITAS POR NORMALISTAS i Cássia Aparecida Sales M Kirchner ii Faculdade de Educação Unicamp

Leia mais

Carta Programa GESTÃO 2013-2015 - COMPROMISSO E PARTICIPAÇÃO

Carta Programa GESTÃO 2013-2015 - COMPROMISSO E PARTICIPAÇÃO Carta Programa GESTÃO 2013-2015 - COMPROMISSO E PARTICIPAÇÃO O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte tem se configurado, nos últimos anos, como a entidade científica mais representativa da área de

Leia mais

História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / /

História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 8ºhist301r ROTEIRO DE ESTUDO RECUPERAÇÃO 2015 8º ano do Ensino Fundamental II HISTÓRIA 1º TRIMESTRE 1. Conteúdos Objetivo 1: Africanos no Brasil (Cap.

Leia mais

ESTRUTURA DE POSSE DE ESCRAVOS EM ANGRA DOS REIS, SÉCULO XIX. Palavras-chave: demografia; estrutura de posse de escravos; século XIX.

ESTRUTURA DE POSSE DE ESCRAVOS EM ANGRA DOS REIS, SÉCULO XIX. Palavras-chave: demografia; estrutura de posse de escravos; século XIX. ESTRUTURA DE POSSE DE ESCRAVOS EM ANGRA DOS REIS, SÉCULO XIX Márcia Cristina de Vasconcellos Doutoranda em História Econômica pela USP Resumo: A presente comunicação busca apresentar os primeiros resultados

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS

AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS Jaqueline Freitas dos Santos 692 jaquelineufmg_09@hotmail.com Klécia Gonçalves de Paiva Farias kleciagp@gmail.com

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 7 o ano Unidade 1

Sugestões de avaliação. Geografia 7 o ano Unidade 1 Sugestões de avaliação Geografia 7 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Nome: Data: 1. Verdadeiro ( V ) ou falso ( F )? Responda considerando a localização do território brasileiro no planeta. a) o oceano que banha

Leia mais

INFORMAÇÕES PERTINENTES MAPA FONTE

INFORMAÇÕES PERTINENTES MAPA FONTE Original do Códice Sam Vicete Séc. XVI Publicado em Lisboa ca. 1640. Mapa conservado em Lisboa, citando a Vila do Porto de Santos. Nota-se já referência á fazendas na área continental de Santos. da Biblioteca

Leia mais

Autor (1); S, M, R INTRODUÇÃO

Autor (1); S, M, R INTRODUÇÃO PROJETOS EDUCATIVOS E AS RELAÇÕES ÉTNICOS-RACIAIS: DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES PRODUZIDOS NOS ESPAÇOS EDUCATIVOS NÃO- FORMAIS E O SISTEMA DE ENSINO BÁSICO ESCOLAR INTRODUÇÃO Autor (1); S, M, R Universidade

Leia mais

d) ampliar a produção acadêmica e científica sobre questões relacionadas à educação, a partir das bases de dados do INEP;

d) ampliar a produção acadêmica e científica sobre questões relacionadas à educação, a partir das bases de dados do INEP; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP EDITAL n o 001/2006/INEP/CAPES

Leia mais

Ágatha Francesconi Gatti

Ágatha Francesconi Gatti Ágatha Francesconi Gatti contato: agatha_gatti@yahoo.com.br link para o currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3170048013948376 FORMAÇÃO ACADÊMICA / TITULAÇÃO Graduação em História (fev.2001-dez.2005):

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 16 A MINERAÇÃO: SOCIEDADE E CULTURA

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 16 A MINERAÇÃO: SOCIEDADE E CULTURA HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 16 A MINERAÇÃO: SOCIEDADE E CULTURA Fixação 1) (UNESP) Se bem que a base da economia mineira também seja o trabalho escravo, por sua organização geral ela se diferencia amplamente

Leia mais

AS DINÂMICAS TERRITORIAIS DOS ASSENTAMENTOS RURAIS E O PAPEL DO GEÓGRAFO. Palavras-Chave: Geografia, Assentamentos Rurais, Espaço Geográfico.

AS DINÂMICAS TERRITORIAIS DOS ASSENTAMENTOS RURAIS E O PAPEL DO GEÓGRAFO. Palavras-Chave: Geografia, Assentamentos Rurais, Espaço Geográfico. AS DINÂMICAS TERRITORIAIS DOS ASSENTAMENTOS RURAIS E O PAPEL DO GEÓGRAFO Flamarion Dutra Alves 1 Resumo: Neste trabalho, procuramos discutir o papel do geógrafo frente às dinâmicas territoriais impostas

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE O PIBID NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO E SUAS CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

ALUNOS DO ANO DE 2010 QUE INGRESSARAM NAS UNIVERSIDADES EM 2012.

ALUNOS DO ANO DE 2010 QUE INGRESSARAM NAS UNIVERSIDADES EM 2012. ALUNOS DO ANO DE 2010 QUE INGRESSARAM NAS UNIVERSIDADES EM 2012. USP Administração UNESP Administração Pública Mackenzie Engenharia de Produção UNESP Engenharia Mecânica UFF (Federal Fluminense) Engenharia

Leia mais

Programa ADAI Projetos Brasileiros

Programa ADAI Projetos Brasileiros Programa ADAI Projetos Brasileiros Brasil 1999 1ª Convocatória Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: Conservação preventiva de acervo audiovisual. Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami:

Leia mais

1366. Coletânea Habitare - Vol. 5 - Procedimentos de Gestão Habitacional para População de Baixa Renda

1366. Coletânea Habitare - Vol. 5 - Procedimentos de Gestão Habitacional para População de Baixa Renda 1366. 6. Projetos HABITARE/FINEP, equipes e currículos dos participantes 6.1 Editores A dauto Lucio Cardoso é arquiteto pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, em 1974. Doutor em Arquitetura

Leia mais

Ensino Secundario - Escola Secundária Carlos Amarante

Ensino Secundario - Escola Secundária Carlos Amarante Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora 10.º Ano - Biologia e Geologia - 10.º Ano - Desenho A - CCH (AV - 10.º Ano - Economia A - CCH (CSE - 10.º Ano - Educação Física - CCH e CT 10.º Ano - Educação

Leia mais

Guarulhos (SP) - Ponto de Cultura faz passeio pelo antigo caminho do trem da Cantareira

Guarulhos (SP) - Ponto de Cultura faz passeio pelo antigo caminho do trem da Cantareira Guarulhos (SP) - Ponto de Cultura faz passeio pelo antigo caminho do trem da Cantareira Trajeto feito por ônibus fará paradas em locais históricos por Assessoria de Comunicação da AAPAH. Divulgação. No

Leia mais

Casamento e Maternidade entre Escravas de Angra dos Reis, Século XIX *

Casamento e Maternidade entre Escravas de Angra dos Reis, Século XIX * Casamento e Maternidade entre Escravas de Angra dos Reis, Século XIX * Marcia Cristina Roma de Vasconcellos USP Palavras-chave: mulheres escravas, procriação, casamento, família escrava. Na freguesia de

Leia mais

6ª 10 4/out/11 HISTÓRIA 4º. Valor: 80

6ª 10 4/out/11 HISTÓRIA 4º. Valor: 80 6ª 10 4/out/11 HISTÓRIA 4º Valor: 80 1. A invasão holandesa no Nordeste brasileiro, ao longo do século XVII, está relacionada com a exploração de um produto trazido para o Brasil pelos portugueses. Que

Leia mais

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: GEOCIÊNCIAS TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009 2009 COORDENAÇÃO 2008-2010 2010 Coordenador: Roberto

Leia mais

A SENZALA EM MOVIMENTO: NOTAS SOBRE OS PRIMÓRDIOS DA FAMÍLIA ESCRAVA NOS CAMPOS DE VIAMÃO (1747-1758)

A SENZALA EM MOVIMENTO: NOTAS SOBRE OS PRIMÓRDIOS DA FAMÍLIA ESCRAVA NOS CAMPOS DE VIAMÃO (1747-1758) A SENZALA EM MOVIMENTO: NOTAS SOBRE OS PRIMÓRDIOS DA FAMÍLIA ESCRAVA NOS CAMPOS DE VIAMÃO (1747-1758) Márcio Munhoz Blanco 1 O presente texto integra o segundo capítulo de minha dissertação de mestrado

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar HISTÓRIA

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar HISTÓRIA Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar HISTÓRIA A proposta A proposta do material didático para a área de História privilegia as novas tendências do estudo da História dando mais

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE Resumo Natália Cândido da Cruz Silva 1 - UFPB Márcia Verônica Costa Miranda 2 - UFPB Rebeca Nogueira Martins 3 -

Leia mais

ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP)

ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP) 105 ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP) LETÍCIA BARBOSA RIBEIRO 1 e LINDON FONSECA MATIAS 2 leticia.b.ribeiro@hotmail.com,

Leia mais

Os índios Por Marina Mesquita Camisasca

Os índios Por Marina Mesquita Camisasca Os índios Por Marina Mesquita Camisasca Os índios do Novo Mundo não formavam um grupo homogêneo, com características lingüísticas e culturais semelhantes. Ao contrário do que se imagina, existiram vários

Leia mais

TRÁFICO DE PESSOAS. Ana Paula BREDA 1 Monique Barbosa MATHIUZZI 2 Poliana de Jesus PRADO 3 Tiago Grazziotti da SILVA 4 Vinicius Manara SILVA 5

TRÁFICO DE PESSOAS. Ana Paula BREDA 1 Monique Barbosa MATHIUZZI 2 Poliana de Jesus PRADO 3 Tiago Grazziotti da SILVA 4 Vinicius Manara SILVA 5 TRÁFICO DE PESSOAS Ana Paula BREDA 1 Monique Barbosa MATHIUZZI 2 Poliana de Jesus PRADO 3 Tiago Grazziotti da SILVA 4 Vinicius Manara SILVA 5 RESUMO: O presente artigo tem como objetivo apresentar o tráfico

Leia mais

O Serviço Social em Defesa pelo Direito à cidade: Limites e Possibilidades da Intervenção Profissional

O Serviço Social em Defesa pelo Direito à cidade: Limites e Possibilidades da Intervenção Profissional O Serviço Social em Defesa pelo Direito à cidade: Limites e Possibilidades da Intervenção Profissional Tânia Maria Ramos de Godoi Diniz Londrina, Agosto de 2011 O direito à cidade é um direito coletivo,

Leia mais

FAMÍLIAS CATIVAS NO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO MG: REGISTROS DE BATISMO E MATRIMÔNIO DE ESCRAVOS NO ANTIGO ARRAIAL DE CAMPO BELO, 1835-1875

FAMÍLIAS CATIVAS NO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO MG: REGISTROS DE BATISMO E MATRIMÔNIO DE ESCRAVOS NO ANTIGO ARRAIAL DE CAMPO BELO, 1835-1875 FAMÍLIAS CATIVAS NO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO MG: REGISTROS DE BATISMO E MATRIMÔNIO DE ESCRAVOS NO ANTIGO ARRAIAL DE CAMPO BELO, 1835-1875 Aurelino José Ferreira Filho 1 Túlio Andrade dos Santos 2 A

Leia mais

Programas Vencedores: seis 9º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil 2004

Programas Vencedores: seis 9º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil 2004 Programas Vencedores: seis 9º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil 2004 1º Lugar: Programa Leitura e Ciência. Programa Leitura e Ciência.

Leia mais