Mais de 300 mil MEI na Bahia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mais de 300 mil MEI na Bahia"

Transcrição

1 Especial Microempreendedor Individual Ano III, nº 11, Abril de 2015 Mais de 300 mil MEI na Bahia Cinco anos depois, baianos formam o quarto maior contingente de microempreendedores individuais do País CAPACITAÇÕES Saiba como o Sebrae pode ajudar na gestão do seu negócio (pág. 5) FIQUE ATENTO Mantenha-se em dia com suas obrigações para não perder os benefícios (pág. 6) 1

2 Expediente Informe Conexão Especial Microempreendedor Individual Ano III, nº 11, Abril de 2015 Presidente do Conselho Deliberativo Antônio Ricardo Alvarez Alban Diretores Adhvan Novais Furtado Franklin Santana Santos Lauro Alberto Chaves Ramos Cinco anos depois, uma nação empreendedora Mais de 4,7 milhões de brasileiros formalizados integram o fenômeno de inclusão produtiva do MEI O que me chamou a atenção foi a questão da segurança. Quando estava retomando o meu salão, sofri um acidente grave de moto. Recebi sete meses de auxílio-doença e não sei o que faria sem o benefício. Sem a formalização, seria impossível receber qualquer tipo de benefício previdenciário. Célio Lopes Cabeleireiro, 37 anos, Campo Formoso. Foto: Humberto Bartilotti Unidade de Marketing e Comunicação Adriana Mira, Alice Vargas, Mauro Viana, Vanessa Câmera, Pedro Soledade, Rafael Pastori, Rodrigo Rangel e Isabela Santana. Estagiários: Isabel Tavares, Daiane Santiago e Thais Almeida. Agência Sebrae de Notícias Anaísa Freitas, Carla Fonseca, Carlos Baumgarten, Cristhiane Castro, Danielle Cristine, Fernanda Barros, Gustavo Rozário, João Alvarez (foto), Laiana Meira, Luciane Souza, Lucilene Santos, Maria Clara Lima, Nara Zaneli, Renata Smith, Silvia Araújo, Tamara Leal e Virginia Mercês. (Varjão & Associados Comunicação) Sebrae Bahia A utilização da marca Sebrae é de uso exclusivo do titular da mesma. Seu uso por terceiros, sem autorização prévia, expressa e formal da Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae Bahia, é passível de punição, conforme previsto pela Lei da Propriedade Industrial nº 9279/96. Não é sempre que se pode testemunhar, dentro de um período de cinco anos, a formação de um movimento que mobilize mais de 4,7 milhões de pessoas. O montante é maior do que a população de alguns Estados brasileiros, como o Espírito Santo (3,8 milhões), ou até mesmo países vizinhos, como o Uruguai (3,5 milhões). Distribuída pelo Brasil, esta nação reúne um objetivo em comum: o empreendedorismo como ferramenta para crescer. E foi na figura do Microempreendedor Individual (MEI), disponível desde 9 de fevereiro de 2010 para todas as unidades federativas, através do Portal do Empreendedor (www. portaldoempreendedor.gov.br), que estes profissionais encontraram a chance que faltava para transformar a nova categoria em um fenômeno de inclusão produtiva. A Bahia conta, hoje, com mais de 300 mil MEI, sendo o quarto Estado com o maior número de formalizações no Brasil. Criado a partir da Lei Complementar 128/2008, que alterou a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, o MEI permitiu que fossem formalizados trabalhadores por conta própria com faturamento de até R$ 60 mil por ano. Entre os muitos benefícios, esses empreendedores passaram a ser enquadrados no Simples Nacional, com isenção dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI, CSLL), pagando apenas um valor fixo mensal de R$ 40,40 (comércio ou indústria), R$ 44,40 (prestação de serviços) ou R$ 45,40 (comércio e serviços). Era a porta de entrada para uma vida mais segura e planejada, com acesso a benefícios como a aposentadoria pelo INSS, salário-maternidade, auxíliodoença, entre outros. 2

3 Aliado a isso, veio a maior rentabilidade da atividade profissional, garantida pela conquista do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), que possibilita a emissão de notas fiscais e, com ela, uma maior competitividade no mercado. Deixando de lado o estigma da informalidade, o cadastro permite a participação em licitações, a compra de materiais direto dos fornecedores e também facilita processos bancários da empresa, como a abertura de contas e pedido de empréstimos. Cinco anos depois de sua criação, hoje cerca de 500 atividades profissionais podem ser enquadradas como MEI, número que cresceu após a Resolução nº 117 do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), que regulamenta algumas das alterações da lei 147/14. Com a alteração, a extensa lista, que já incluía atividades variadas, como costureira, fotógrafo, pedreiro e cabeleireiro, abriu oportunidade para mais trabalhadores se juntarem à categoria. Desde 1º de janeiro de 2015, profissionais, como diaristas, personal trainers e cuidadores de animais, puderam aderir a esta nação. Presente nesta caminhada desde o início, o Sebrae oferece orientações aos profissionais ainda em processo de formalização, além de soluções e capacitações para os que já trilham este caminho. Na Bahia, os microempreendedores individuais podem obter mais informações nos pontos de atendimento do Sebrae no Estado, no site ou ainda através do telefone Entre as opções disponíveis, estão as Oficinas SEI, que abrangem desde o processo de planejamento até as vendas, passando pela gestão financeira. Tudo isso para que os microempreendedores individuais dominem ferramentas de gestão de seus negócios e sejam capazes de crescer de maneira sustentável, por muitos outros anos. Foto: Matheus Pereira As possibilidades de ter uma conta de pessoa jurídica e vender por cartão de crédito alavancaram muito as minhas vendas. Hoje, tenho clientes em todo o litoral brasileiro. Desde a formalização, minhas vendas cresceram cerca de 300%. Acho que o MEI é um exemplo para o mundo. Fábio Pinheiro Vendedor de equipamentos de surfe, 34 anos, Salvador. Mulher, empresária, microempreendedora individual, vencedora. As mulheres estão ganhando cada vez mais destaque no mundo dos negócios, e já representam 48% dos microempreendedores individuais da Bahia. Se você faz parte deste grupo, conte sua história de sucesso e participe do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que reconhece e premia as melhores iniciativas do público feminino no empreendedorismo brasileiro. 3 Inscrições abertas até 31/07 Procure o Sebrae.

4 Conhecimento para crescer Sebrae oferece palestras e oficinas gratuitas que ajudam o MEI a aumentar as vendas e melhorar a gestão Não importa o tamanho do negócio, nem o produto ou serviço que comercializa, mas é fundamental que o MEI desenvolva uma ampla visão de sua empresa e esteja sempre disposto a buscar conhecimento, planejamento e inovação. Esse comportamento é para quem deseja ir mais longe, alçar novos voos e encontrar novos nichos de mercado. Para isso, o Sebrae oferece um leque de capacitações que tratam desde as primeiras noções do empreendedorismo até gestão do próprio negócio. Nos formatos de oficinas, palestras, consultorias, cursos, treinamentos e encontros, elas trazem valiosas informações que contribuem para a abertura do conhecimento de mercado, despertam o potencial empreendedor e ajudam na organização da gestão, promovendo a sustentabilidade, maior lucratividade e a competitividade do negócio. Gratuitas ou com investimento acessível, as capacitações são ministradas por consultores especializados e credenciados pelo Sebrae. A grade de programação é atualizada mensalmente e pode ser obtida pelo telefone Os 31 pontos de atendimento do Sebrae distribuídos pela Bahia também podem oferecer mais informações. Foto: Nara Zaneli Quando fui demitida, resolvi colocar em prática o meu desejo de empreender, mas senti que precisava ter uma segurança. Hoje, posso contar com benefícios, como seguro-desemprego e licença-maternidade, além de poder fornecer para empresas e órgãos governamentais, emitindo nota fiscal. A produção e a demanda só aumentaram. Fernanda Dourado Cozinheira, 33 anos, Irecê. Comecei a perceber que a pessoa jurídica tinha uma demanda muito maior por profissionais qualificados em algumas áreas. Investi e hoje meu trabalho é todo voltado para a indústria. O meu faturamento aumentou bastante e estou muito satisfeita. Anete Santana Costureira, 49 anos, Salvador. Foto: Matheus Pereira Foto: Gilberto Silva Sair da informalidade e iniciar as capacitações do Sebrae me proporcionaram mudança de atitude. Inseri novos serviços que contribuíram para a fidelização e aumento da clientela. Assim, a rentabilidade cresceu e o meu trabalho teve mais visibilidade na cidade. Posso garantir que o Sebrae foi responsável por esta virada. Alone Alves Cabeleireira, 33 anos, Campo Formoso. 4

5 Confira como o Sebrae pode ajudar o MEI As Oficinas Marca SEI principal reúnem sete soluções ministradas por especialistas do Sebrae nas áreas de administração, financeira e C de 100 marketing. / M 0 / Y 0 / K 0 A vantagem Pantone Cyan Process é que C o empreendedor pode escolher as modalidades de aprendizagem, presencial ou C 100 on-line. / M 43 / Y 0 / Veja K 0 quais Pantone os 300 benefícios C e conhecimentos que o MEI pode obter em cada uma das oficinas: SEI Vender Adquire conhecimento para pensar melhor o negócio, ampliar suas vendas, utilizando os SEI Vender componentes de marketing: produto, ponto, preço, promoção e cliente. Compreende as práticas necessárias para gerir o negócio e entender a diferença entre recursos pessoal e empresarial e os princípios básicos de controle de caixa de entrada e saída do dinheiro. Compreende as práticas necessárias para gerir o negócio e entender a diferença entre recursos pessoal e empresarial e os princípios básicos de controle de caixa de entrada e saída do dinheiro. SEI Planejar Exposição de temas relacionados a diversos aspectos do mundo dos negócios, como A Importância da Embalagem nos seus Negócios, Planejamento Empresarial, Como Arrumar o Ponto de Venda e Exposição Microcrédito de temas uma relacionados boa opção de a diversos aspectos financiamento do mundo orientado. dos negócios, como A Importância da Embalagem nos seus Negócios, Planejamento Empresarial, Como Arrumar o Ponto de Venda e Microcrédito uma boa opção de financiamento orientado. SEI Controlar Meu Dinheiro SEI Controlar Meu Dinheiro Pensa em possibilidades de imprimir mudanças na empresa em pequeno, médio e longo prazos, SEI Planejar vislumbrando perspectiva e oportunidades no mercado, dispondo produtos e serviços adequados à demanda. Descobre o comportamento empreendedor, necessário para a tomada de decisões assertivas e conscientes. SEI Unir Forças para Melhorar SEI Empreender Aprende a negociar com fornecedores, buscando produtos e serviços de qualidade, preço e prazo compatíveis no sentido de aumentar a lucratividade. Entende as diferenças entre MEI e microempresa e adquire mais segurança na hora de optar SEI Crescer pela migração. SEI Crescer Adquire conhecimento para pensar melhor o negócio, ampliar suas vendas, utilizando os componentes de marketing: produto, ponto, preço, promoção e cliente. Pensa em possibilidades de imprimir mudanças na empresa em pequeno, médio e longo prazos, vislumbrando perspectiva e oportunidades no mercado, dispondo produtos e serviços adequados à demanda. Descobre o comportamento empreendedor, necessário para a tomada de decisões assertivas e conscientes. Observa as vantagens de empreender em grupo, para superar problemas, desafios e necessidades comuns. SEI Unir Forças para Melhorar Observa as vantagens de empreender em grupo, para superar problemas, desafios e necessidades comuns. Aprende a negociar com fornecedores, buscando produtos e serviços de qualidade, preço e prazo compatíveis no sentido de aumentar a lucratividade. SEI Comprar Entende as diferenças entre MEI e microempresa e adquire mais segurança na hora de optar pela migração. Empreendedorismo, crédito e inovação Além das Oficinas SEI, o Sebrae traz uma série de eventos que contribuem para que o microempreendedor individual possa se fortalecer no mercado. Oficinas Inovação como Palestras de Crédito Diferencial Competitivo Oficinas Inovação como Palestras Nestas atividades, de Crédito o MEI tem a possibilidade A palestra apresenta Diferencial soluções de mudanças na atividade Competitivo empresarial, no de interagir com representantes de instituições financeiras, obter informações, orientações e tirar dúvidas para adquirir crédito e utilizá-lo com consciência para Nestas incrementar atividades, a sua o empresa. MEI tem a possibilidade de interagir com representantes de instituições financeiras, obter informações, orientações e tirar dúvidas para adquirir crédito e utilizá-lo com consciência para incrementar a sua empresa. SEI Empreender SEI Comprar desenvolvimento do espírito criativo, com o intuito de reduzir custos e agregar valor para competir de forma diferenciada no mercado. A palestra Focadas apresenta em soluções estratégias de e mudanças dimensões na atividade adequadas, empresarial, a capacitação no contempla desenvolvimento temas relacionados espírito criativo, a design, com o inovação, intuito de qualidade, reduzir custos propriedade e agregar valor intelectual, para competir sustentabilidade, de forma diferenciada produtividade, no tecnologia, mercado. Focadas informação em estratégias e comunicação. e dimensões adequadas, a capacitação contempla temas relacionados a design, inovação, qualidade, propriedade intelectual, sustentabilidade, produtividade, tecnologia, informação e comunicação. Programa Negócio a Negócio Atendimento personalizado e gratuito, com a visita, no estabelecimento, de um Agente de Orientação Empresarial Sebrae, que vai ajudar e encontrar soluções para as dificuldades do dia a dia da atividade. O Agente realiza um diagnóstico da empresa e fornece dicas, indica soluções e propostas, além de fazer uma avaliação do negócio, após a adoção das medidas sugeridas. 5

6 Fique atento! Para manter os benefícios provenientes da formalização, o MEI deve seguir determinadas obrigações. É fundamental estar em dia com seus compromissos para assegurar a formalidade do negócio e não ter prejuízos futuros. Pagamento dos tributos Carnê da Cidadania O MEI deve ficar em dia com o pagamento de tributos. O não pagamento implica na perda de benefícios previdenciários, como licença-maternidade, aposentadoria, auxílio-doença, entre outros. Único boleto que o MEI tem obrigação de pagar e que será emitido para a sua residência. Inclui os valores de todos os tributos para o empreendedor trabalhar formalizado. Declaração Anual Documentação Todo ano, o MEI deve enviar à Receita Federal a sua Declaração Anual Simplificada (DASN-Simei) do valor de faturamento, no período de janeiro a maio, sem multa. Para quem perder o prazo, haverá uma multa de R$ 50. O empreendedor deve guardar as notas de compra de mercadorias, os documentos do empregado contratado e o canhoto das notas fiscais que emitir. Faturamento superior a R$ 60 mil Faturamento superior a R$ 72 mil O empreendimento será considerado uma microempresa. Assim, o pagamento dos impostos passará a ser de um percentual do faturamento por mês, que varia de 4% a 17,42%, dependendo do tipo de negócio e do montante do faturamento. O valor do excesso deverá ser acrescentado ao faturamento do mês de janeiro e os tributos serão pagos juntamente com o DAS referente àquele mês. Nesse caso, o enquadramento no Simples Nacional é retroativo e o recolhimento sobre o faturamento passa a ser feito no mesmo ano em que ocorreu o excesso no faturamento, com acréscimos de juros e multa. Ao perceber que seu faturamento no ano será maior que R$ 72 mil, o empreendedor deve iniciar, imediatamente, o cálculo e o pagamento dos tributos por meio do aplicativo disponível no Portal do Simples Nacional: Relatório mensal Montante de compras Até o dia 20 de cada mês, o microempreendedor individual deve preencher (pode ser manualmente) o Relatório Mensal das Receitas que obteve no mês anterior. No caso de a atividade ser ligada ao comércio, o MEI deve atentar para o montante de compras. Se ultrapassar 20% do limite da receita bruta anual (em R$ 60 mil) de faturamento, a Inscrição Estadual do MEI será inabilitada. Contratação de funcionário Saiba mais O MEI só pode contratar um empregado, que deve receber até um salário mínimo ou o piso salarial da atividade que exerce. Ele deve recolher o FGTS (8% do S. M.) e recolher 3% desse salário para a Previdência Social. Mantenha-se informado no Portal do Empreendedor e nos pontos de atendimento do Sebrae. Acesse: Atenção! Qualquer outro documento que chegar à sua residência, além do Carnê da Cidadania, não tem nenhuma relação com a manutenção do seu CNPJ e dos benefícios previdenciários. Portanto, não é obrigatório realizar nenhum outro tipo de pagamento, além dos valores referentes aos impostos (ISS ou ICMS) e ao INSS. 6

7 Bahia tem mais de 300 mil MEI Estado é o quarto do País em número de formalização, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais De 2010 a 2014, o número de microempreendedores individuais deu um salto de mais de 300% na Bahia, conforme pesquisa realizada pelo Sebrae. O Estado é o quarto com maior número de MEI do total do Brasil, com 6,4%, ficando apenas atrás de São Paulo (25,1%), Rio de Janeiro (11,9%) e Minas Gerais (10,8%). Um ano depois da criação da Lei do Microempreendedor Individual, o Estado registrou cerca de 74 mil empresários enquadrados nessa figura jurídica, saltando para , em 2011; , em 2012; e , em A capital baiana é onde se concentra o maior número de MEI, com Atividades , seguida de Feira de Santana, com ; Vitória da Conquista, com ; e Lauro de Freitas, com O percentual é considerado expressivo e demonstra a necessidade de o empreendedor formalizar seu negócio e obter as vantagens da nova condição ao adquirir o CNPJ da empresa e ter maior segurança jurídica. A evolução é natural, pois, inicialmente, a formalização era uma novidade. Com o passar dos anos, os empreendedores foram percebendo os benefícios de ser MEI, como a emissão de nota fiscal, o acesso ao crédito bancário, além dos fatores previdenciários, analisa a técnica da Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Bahia, Dora Parente. Para Dora, as vantagens do baixo custo mensal de manter a formalização, assim como a legalização rápida e simples dos negócios, situações bem diferentes com que ocorre para montar uma empresa, também impulsionaram a tomada de decisão do empreendedor na formalização. Tudo isso, aliado à forte campanha do Sebrae, com trabalhos de conscientização e informação intensificaram o crescimento, conforme explica a técnica. Foto: Mateus Pereira Quando falamos em formalização, muitos só pensam no imposto a pagar, mas, para o MEI, o custo é mínimo e vale a pena, pois você estará seguro e oferece facilidades para os informais. Meu faturamento cresceu tanto que, no próximo ano, acredito que eu migre para a categoria de microempresa. Foto: Marcos Santiago Robson Freire Promotor de eventos, 43 anos, Juazeiro. A formalização só me trouxe benefícios, principalmente porque os empresários que compram querem fornecedores com CNPJ. Também aumentou a procura, pois as pessoas veem o meu trabalho na decoração de uma loja, por exemplo, e acabam se interessando. Carolina Leão Artista plástica, 41 anos, Salvador. Os dados do Sebrae revelam que nestes quatro anos os setores de Serviço e Comércio foram os que mais cresceram. Atualmente, de um total de MEI na Bahia, 144 mil atuam na área de Serviço e 96 mil no Comércio. No primeiro caso, destacam-se os segmentos de salões de beleza, alimentos, informática e mercados. A forte atuação destes setores condiz com a realidade econômica do País, que atende a uma demanda de consumidores em busca de contratação de serviços e utilização do comércio, explica Dora. A pesquisa ainda revela que a necessidade de homens e mulheres baianos em se formalizar como MEI está praticamente no mesmo patamar: 52% são formados pelo gênero masculino e 48%, pelo feminino. Microempreendedor Individual na Bahia: 144 mil atuam na área de Serviço 52% são homens 100 mil atuam em Salvador 7

8 12 passos para empreender Para iniciar o próprio negócio, é necessário ter um comportamento empreendedor, mas é fundamental também buscar conhecimento Você tem uma boa ideia para montar um negócio, mas muitas vezes corre riscos na gestão empresarial, emperrando a atividade e não alcançando o sucesso desejado? Veja algumas dicas de procedimentos que podem ser úteis na rotina e profissionalização do seu negócio Desenvolva capacidade de inovação, adotando um estilo criativo, mas mantendo o foco no negócio. Seja um líder, trabalhando com dinâmica e proatividade. Atualize-se no mercado, pesquise informações sobre o universo da sua atividade, seus concorrentes, públicos, fornecedores e esteja atento às oportunidades e demandas do setor. Dedique-se à atividade, estando aberto ao conhecimento. Portanto, capacite-se sempre, para melhorar o processo da empresa. 05 Faça bons contatos de relacionamento para que sua marca seja reconhecida e lembrada. 06 Adquira conhecimento técnico da atividade, componente essencial para identificar e resolver problemas e alcançar o sucesso do negócio. 07 Mantenha a autoconfiança, para a tomada de decisões adequadas. 08 Esteja aberto a críticas. Procure sempre escutar, no sentido de lapidar seu campo de ação e manter o clima de motivação. 09 Assuma riscos calculados, saia da zona de conforto, encontrando novas oportunidades 10 Procure garantir a satisfação do cliente, cumprindo prazos, respeitando a entrega de produtos, serviços e projetos, mantendo um relacionamento transparente e saudável. 11 Gerencie sua rotina de trabalho com sabedoria, estabelecendo prioridades de atendimento às demandas. 12 Planeje, estabeleça metas e organize suas tarefas, procedimentos vitais para a sustentabilidade do negócio. 8

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes?

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? Apresentação - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? 2 Importância dos Pequenos Negócios 52% dos empregos formais 40% da massa salarial 62%

Leia mais

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE RIO CLARO AUTOR(ES):

Leia mais

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual Apresentação Muitos brasileiros trabalham informalmente por conta própria, ou seja, não têm nenhum tipo de registro. E por isso ficam sem acesso a diversos benefícios, como a Previdência Social, cursos

Leia mais

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor

Leia mais

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social Florianópolis - SC 27 de outubro de 2014 A INFORMALIDADE NO BRASIL A INFORMALIDADE Pesquisa ECINF IBGE Pertencem ao setor

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares 19 a 21 de junho de 2012 Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares Mostra de Oportunidades de Negócios Visite os estandes e conheça a exposição de produtos e serviços

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2014

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2014 EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual

Leia mais

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Oportunidade de regularização para os empreendedores individuais, desde a vendedora de cosméticos, da carrocinha de cachorro-quente ao pipoqueiro. 2 Empresas em geral Microempresas

Leia mais

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade Bem-Vindos! APRESENTAÇÃO Ana Afonso organizadora profissional em São Paulo atua desde 2006 realizando serviços de organização de espaços, gestão de residências, treinamento de funcionários domésticos,

Leia mais

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano;

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano; cultura 1. Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? 2. Faturar até R$ 36 mil por ano; Não participar de outra empresa, como sócio ou titular; Trabalhar sozinho

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2015

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2015 EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual

Leia mais

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham!

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! 2ª Etapa 2009 a 2011 EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! Benefícios para o Setor de Agenciamento de Viagens Com a Lei Complementar 128/08 - que alterou o Estatuto

Leia mais

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual 10/07 12/08 07/09 12/06 03/07 03/07 07/07 09/07 09/07 Sanção da Lei Geral da MPE (re)fundação da Frente Parlamentar da MPE Criação da subcomissão Permanente da MPE Entrada em vigor do Simples Nacional

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

Sede Sebrae Nacional

Sede Sebrae Nacional Sede Sebrae Nacional Somos o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, uma entidade privada sem fins lucrativos, e a nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI Associação

Leia mais

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009.

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009. M.E.I. (Micro empreendedor Individual) Lei Complementar numero 128 de 19 de dezembro de 2008. Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002

Leia mais

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas A I U G OLE R T N TO O N C E DE AM R R O U D T DE FA N O E D RE E P L M A E L U A D I U DO V N I IND ÇÃO A A RA D A A L IC DEC MPLIF SI BRASÍLIA 2010 Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro

Leia mais

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP)

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) Edição 2013 01) O que é Microempreendedor Individual - MEI? Considera-se Microempreendedor Individual - MEI o empresário individual

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >>

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> Para se candidatar a Vaga de Promotor(a) iremos dividir por etapas a apresentação e o treinamento: Primeira Etapa: 1. Apresentação da Empresa e seus Canais de Vendas 2. Apresentação

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014.

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014. Fortalecimiento del diálogo y de la cooperación entre la Unión Europea (UE) y América Latina y el Caribe (ALC) para el establecimiento de modelos de gestión sobre migración y políticas de desarrollo www.migracion-ue-alc.eu

Leia mais

Agenda de Capacitações - Sebrae Bahia. Unidade Regional Salvador - Março / 2016

Agenda de Capacitações - Sebrae Bahia. Unidade Regional Salvador - Março / 2016 Agenda de Capacitações - Sebrae Bahia Unidade Regional Salvador - Março / 2016 *Inscrições: presencialmente, em um dos pontos de atendimento do Sebrae; pela Central de Relacionamento Sebrae, no telefone

Leia mais

Carnê da Cidadania do MEI

Carnê da Cidadania do MEI Carnê da Cidadania do MEI NOTÍCIAS ATENÇÃO: Vários empreendedores do Paraná começaram a receber o carnê!!! A Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (SMPE/PR) vai enviar, pelos

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1. NOÇÕES GERAIS MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1.1. O que é Micro Empreendedor Individual? É o contribuinte que tenha auferido receita bruta no ano calendário

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1. NOÇÕES GERAIS MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1.1. O que é Micro Empreendedor Individual? É o contribuinte que tenha auferido receita bruta no ano calendário

Leia mais

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI?

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI? FAQ -MEI 1. Qual o significado da sigla MEI? R: MEI é a sigla utilizada para Micro Empreendedor Individual 2. Qual é a definição de MEI? R: O MEI é o empresário individual a que se refere o art. 966 do

Leia mais

o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual

o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual sumário >> Introdução... 3 >> Você sabe o que é MEI?... 5 >> Quais as vantagens em ser um MEI?... 11 >> Quais as responsabilidades do MEI?... 14 >> Como

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

Tudo que você precisa saber para trabalhar como Microempreendedor Individual.

Tudo que você precisa saber para trabalhar como Microempreendedor Individual. MEI http://sebr.ae/sp/compredopequeno MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Tudo que você precisa saber para trabalhar como Microempreendedor Individual. os osmét ic pa RouCasa em Pode chegar, vendedor, cabeleireiro

Leia mais

Palestra Magna 30 de julho. 31 de julho a 2 de agosto Arena Olímpica Av. Monsenhor Mancini, 775 São Sebastião do Paraíso

Palestra Magna 30 de julho. 31 de julho a 2 de agosto Arena Olímpica Av. Monsenhor Mancini, 775 São Sebastião do Paraíso Palestra Magna 30 de julho Ouro Verde Tênis Clube Av. Wenceslau Braz, 1939 - Mocoquinha 31 de julho a 2 de agosto Arena Olímpica Av. Monsenhor Mancini, 775 São Sebastião do Paraíso Mostra de Oportunidades

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente facadiferente.sebrae.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA blogdosempreendedores.com.br Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae, Vol. 1, março 2008) 2.307.530

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

COMITÊ GESTOR PROROGA PRAZO DA COMPETÊNCIA 12/2008 E REGULAMENTA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 128/2008

COMITÊ GESTOR PROROGA PRAZO DA COMPETÊNCIA 12/2008 E REGULAMENTA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 128/2008 COMITÊ GESTOR PROROGA PRAZO DA COMPETÊNCIA 12/2008 E REGULAMENTA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 128/2008 O Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) publicou resoluções que prorrogam o prazo da competência

Leia mais

Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) É o empresário individual (sem sócio) que tenha auferido receita bruta anual de até R$ 36.000,00. (Faturamento médio de R$ 3 mil/mês) O Microempreendedor

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI

GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI 2009 APRESENTAÇÃO O Guia Prático do Microempreendedor Individual MEI - é uma publicação da FENACON e dos sindicatos que fazem parte do Sistema SESCAP/SESCON.

Leia mais

MANUAL DO PGMEI Versão Janeiro/2016

MANUAL DO PGMEI Versão Janeiro/2016 MANUAL DO PGMEI Versão Janeiro/2016 PGMEI Pág. 1 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA... 3 1.2 OBJETIVO DO PROGRAMA... 3 1.3 A QUEM SE DESTINA... 3 1.4 TRIBUTOS ABRANGIDOS PELO SIMEI...

Leia mais

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação.

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação. APRESENTAÇÃO O objetivo do e-book COMO REGULARIZAR SEU NEGÓCIO DE DOCES é ajudar você que está começando ou que já tem o seu pequeno negócio de doces, mas ainda trabalha na informalidade. Você vai aprender

Leia mais

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO COMO ABRIR SEU NEGÓCIO 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Reflexão Qual o principal motivo para buscar a formalização de seu negócio? É importante lembrarmos que: Para desenvolver suas

Leia mais

31 - JANEIRO 2015 PG. 15. Café com o Contabilista. Tira-Teima - Perguntas e Respostas - Janeiro 2015. Débito

31 - JANEIRO 2015 PG. 15. Café com o Contabilista. Tira-Teima - Perguntas e Respostas - Janeiro 2015. Débito 31 - JANEIRO 2015 Tira-Teima - Perguntas e Respostas - Janeiro 2015 Débito Como se planejar desde já para não sofrer com o IR em 2015 Salário mínimo será arredondado para R$ 790, diz relator do Orçamento.

Leia mais

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 Informativo 19 - Página 285 - Ano 2009 ORIENTAÇÃO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Opção pelo SIMEI Conheça as condições para recolhimento

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

Cobranças Fraudulentas. Microempreendedor Individual

Cobranças Fraudulentas. Microempreendedor Individual Cobranças Fraudulentas Microempreendedor Individual COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO AUDIÊNCIA PÚBLICA Quem são os Pequenos Negócios? MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita

Leia mais

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO I DA CONVOCAÇÃO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO Sebrae/RJ, entidade associativa de direito privado, sem fins econômicos, torna público que promoverá seleção de expositores para

Leia mais

Segunda-feira, 22 de abril de 2013

Segunda-feira, 22 de abril de 2013 Segunda-feira, 22 de abril de 2013 22/04/2013 07h00 - Atualizado em 22/04/2013 07h00 Empresários dão dicas de como empreender após a aposentadoria Professora aposentada montou empresa de reforma de calçadas.

Leia mais

IMPOSTOS SOBRE O LUCRO! Imposto de Renda e Contribuição Social! As alterações mais recentes da legislação da Contribuição Social

IMPOSTOS SOBRE O LUCRO! Imposto de Renda e Contribuição Social! As alterações mais recentes da legislação da Contribuição Social UP-TO-DATE. ANO I. NÚMERO 43 IMPOSTOS SOBRE O LUCRO! Imposto de Renda e Contribuição Social! As alterações mais recentes da legislação da Contribuição Social João Inácio Correia (advcor@mandic.com.br)

Leia mais

Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes

Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes Lei das micro e pequenas empresas e empreendedorismo individual Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes Quem são as micro e pequenas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE

A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE Celso Valente Silveira Unidade de Atendimento Individual SEBRAE Nacional Cenário de Empreendedorismo no Brasil A proporção dos brasileiros

Leia mais

DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015

DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015 DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015 OFICINA: COMO USAR UM BLOG PARA A SUA EMPRESA DATA: 30/JAN INVESTIMENTO: R$ 30,00 CARGA HORÁRIA: 3 HORAS OFICINA: COMO ABRIR UMA

Leia mais

Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa

Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa Página 1 de 6 Grave nosso FEED Pensando Grande Página Inicial Autores deste blog Contato Sobre Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa Por CamilaZanqueta em 29 de July de 2010 O Brasil

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Empresas no Desenvolvimento do Mercado Nacional PROF. LÍVIO GIOSA

Empresas no Desenvolvimento do Mercado Nacional PROF. LÍVIO GIOSA O papel das Micro e Pequenas Empresas no Desenvolvimento do Mercado Nacional PROF. LÍVIO GIOSA PROF. LÍVIO GIOSA Especialista em modelos de Gestão Empresarial Presidente do CENAM: Centro Nacional de Modernização

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 1 MEI-MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMBASAMENTO LEGAL: MEI - é o empresário individual definido no art. 966 do Código Civil - Lei 10.406/2002; Art.18-A,

Leia mais

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br COMPRA certa Treinamento para o profissional de compras www.contento.com.br 503117 Tributação e seus impactos na rentabilidade editorial Calculando a rentabilidade Gerir uma farmácia requer conhecimentos

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS IR? COFINS?? INSS? PIS SUMÁRIO 1 Introdução 3 2 Planejamento 5 3 Simples Nacional com a inclusão de novas categorias desde 01-2015 8 4 Lucro

Leia mais

O atual contexto do ambiente econômico das MPEs

O atual contexto do ambiente econômico das MPEs O atual contexto do ambiente econômico das MPEs Brasil e Minas Gerais Belo Horizonte, outubro de 2013 1 Presidente Roberto Luciano Fortes Fagundes Superintendência Geral Gilson Elesbão de Siqueira Departamento

Leia mais

Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880. Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880. Secretaria de Desenvolvimento Econômico Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880 Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880 O que é o Empreendedor Individual? O Empreendedor Individual (EI) é uma oportunidade para quem trabalha, por conta própria, conquistar

Leia mais

GUIA DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

GUIA DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) APOSTILA PARA CAPACITAÇÃO DE GESTORES MUNICIPAIS, MICRO E PEQUENOS EMPRESÁRIOS DO SETOR AGROINDUSTRIAL E DE SERVIÇOS TÉCNICOS PARA A INDÚSTRIA AGROALIMENTAR CONVÊNIO Ministério do Desenvolvimento, Indústria

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I COORDENADORIA de PLANEJAMENTO e DESENVOLVIMENTO URBANO SUPERVISÃO TÉCNICA de LICENCIAMENTO - SUSL MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I Esta palestra é baseada nos sites: PMSP/SEMEI e no PORTAL do EMPREENDEDOR

Leia mais

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Maria Tereza da Silva Santos Confecção - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 09/01/2014 14:36 Data Modificação: 21/02/2014 14:36 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8 4. OS CINCO PASSOS PARA A FORMALIZAÇÃO DO SEU NEGÓCIO...15 5. CONTRATAÇÃO DE UM COLABORADOR...31 6.

Leia mais

PRÊMIO CARLOS DREHER. Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) REGULAMENTO

PRÊMIO CARLOS DREHER. Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) REGULAMENTO PRÊMIO CARLOS DREHER Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) Carlos Dreher dedicou mais de duas décadas a uma fotografia transformadora, aquela que propicia cidadania

Leia mais

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS.

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. Resumo efetuado a partir do Manual Como Elaborar um plano de negócios SEBRAE/ 2013 Profa. Célia Regina Beiro da Silveira ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA O 1º CONCURSO

Leia mais

Conheça as capacitações e consultorias do Sebrae para gestão empresarial SALVADOR MERCÊS CAPACITAÇÃO PERÍODO INVESTIMENTO HORÁRIO

Conheça as capacitações e consultorias do Sebrae para gestão empresarial SALVADOR MERCÊS CAPACITAÇÃO PERÍODO INVESTIMENTO HORÁRIO SALVADOR MERCÊS Cursos para Microempresa Gestão Financeira 16/11 a 20/11 200,00 18h às 22h xx Dialogo Empresarial Otimização: Perspectiva Financeira Registro de Marca Protegendo E Valorizando a Sua Como

Leia mais

PLANO DE AÇÃO . TREINAMENTOS . PROGRAMAS . PALESTRAS PARANAÍBA MS

PLANO DE AÇÃO . TREINAMENTOS . PROGRAMAS . PALESTRAS PARANAÍBA MS PLANO DE AÇÃO. TREINAMENTOS. PROGRAMAS. PALESTRAS PARANAÍBA MS 2015 TREINAMENTO - Ciclo de Palestras - Auxiliar o empresário, ou potencial empreendedor, desde a tomada de decisão de abrir um novo negócio

Leia mais

Microempreendedor Individual

Microempreendedor Individual Microempreendedor Individual Tópico 1 A dura vida do informal A vida do trabalhador informal não é fácil. A informalidade traz uma série de prejuízos para o microempreendedor. Veja se você se encaixa em

Leia mais

IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal Manual do Microempreendedor Individual MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal Manual do Microempreendedor Individual MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal 1 MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL 2 Flávio Carvalho Costa IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal 3 FLÁVIO CARVALHO COSTA MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

II Concurso de Artigos de Agentes de Desenvolvimento, 2014

II Concurso de Artigos de Agentes de Desenvolvimento, 2014 II Concurso de Artigos de Agentes de Desenvolvimento, 2014 FORTALECIMENTO DOS PEQUENOS EMPREENDIMENTOS NA CIDADE DE MONTES CLAROS ATRAVÉS DA IMPLEMENTAÇÃO DA LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E AÇÕES

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento

1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento 1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento O EMPREENDEDORISMO E O MERCADO DE CAPITAIS - Luiz Guilherme

Leia mais

Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação.

Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação. Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação. 1) Tipos de Empresas Apresenta-se a seguir, as formas jurídicas mais comuns na constituição de uma Micro ou

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO Orientador Empresarial Microempreendedor Individual-Formalização-Setor de Serviços-Crescimento SETOR DE SERVIÇOS É CAMPEÃO EM

Leia mais

CURSO: GESTÃO FINANCEIRA NA MEDIDA CURSO: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA MEDIDA

CURSO: GESTÃO FINANCEIRA NA MEDIDA CURSO: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA MEDIDA CURSO: GESTÃO ESTRATÉGICA DE VENDAS NA MEDIDA Horário: 18h as 22h Valor Inscrição: R$ 200,00 14/07 a 17/07 30/07 30/07 Parceria Prefeitura Rua Ana Queiroz, 40,, Catu PALESTRA: INTERNET NA MEDIDA Horário:

Leia mais

AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE

AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE O MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI Seminário tripartite - OIT Políticas para superar a informalidade Maio/09 - Brasília - DF 12/08 07/09

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

XVII Semana do Administrador do Sudoeste da Bahia ISSN: 2358-6397 O Administrador da Contemporaneidade: desafios e perspectivas

XVII Semana do Administrador do Sudoeste da Bahia ISSN: 2358-6397 O Administrador da Contemporaneidade: desafios e perspectivas Acesso e Obtenção de Crédito: A percepção de microempreendedores individuais do segmento de beleza em Vitória da Conquista BA Autoria: Cláudia Moura Aguiar¹ ¹Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO O Sr. Fúlvio Oliveira, empresário de uma loja de confecções, está seriamente preocupado com seu negócio. As dívidas não param de crescer. Vamos entender sua situação.

Leia mais

SIMPLES NACIONAL LC 128/08 VALDIR DONIZETE SEGATO

SIMPLES NACIONAL LC 128/08 VALDIR DONIZETE SEGATO SIMPLES NACIONAL LC 128/08 VALDIR DONIZETE SEGATO 1 Empresário Contábil, MBA em Contabilidade Empresarial pela PUC-SP, Delegado Regional do CRC-SP em Jundiai, Professor Universitário e de Pós-Graduação.

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS Joel Queiroz 1 COOPERATIVAS DE CRÉDITO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO ECONÔMICA Associação voluntária de pessoas para satisfação de necessidades econômicas,

Leia mais

PROJETO IN$TRUIR - 2014

PROJETO IN$TRUIR - 2014 PROJETO IN$TRUIR - 2014 DÚVIDAS ESCLARECIMENTOS Impostos incidentes sobre a emissão da NF para os convênios Pagamentos dos médicos associados à clínica. Alteração no relatório DMED. (Declaração de Serviços

Leia mais

MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Carlos Alberto dos Santos Diretor de Administração e Finanças SEBRAE Nacional Inclusão Financeira A inclusão

Leia mais

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Estrutura do plano de negócio Capa Sumário 1. Sumário executivo 2. Analise estratégica 3. Descrição da empresa 4. Produtos e serviços 5. Plano

Leia mais

Palavras Chave: Micro Empreendedor I - Formalização - Lei complementar 128 - -

Palavras Chave: Micro Empreendedor I - Formalização - Lei complementar 128 - - Benefícios Propostos pela Lei Complementar 128/2008: Análise da Sua Efetividade em um Município do Interior do Espírito Santo Alice Rodrigues da Silva Vieira alice.rv@hotmail.com Doctum Jociley Freitas

Leia mais

Simples Nacional e o Planejamento Tributário RESUMO

Simples Nacional e o Planejamento Tributário RESUMO 1 Simples Nacional e o Planejamento Tributário Marcos A. Nazário De Oliveira marcosadinavi@gmail.com Egresso do curso de Ciências Contábeis Rafael Antônio Andrade rfaandrade@msn.com Egresso do curso de

Leia mais