ASSEMBLEIA - SERVIDORES LOTADOS NO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSEMBLEIA - SERVIDORES LOTADOS NO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO"

Transcrição

1 Conforme deliberado em Assembleia ocorrida no auditório da LBV, Convocamos TODOS os Servidores lotados no SISTEMA SOCIOEDUCATIVO a comparecer em Assembleia, com a seguinte pauta: - Situação Atual no Sistema Socioeducativo. C O NVOCAÇÃO ASSEMBLEIA - SERVIDORES LOTADOS NO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO DATA: 29/09/2014 HORÁRIO: 14:00 horas LOCAL: Auditório SINDSASC, sito à 716 Norte, Bloco «D», sala nº: 39, Asa Norte.

2 I N F O R M A T I V O A Direção do SINDSASC informa aos Servidores que tiveram o Adicional de Insalubridade SUSPENSO, bem como aos que ainda não recebem esse Adicional, que a Assessoria Jurídica do Sindicato está ingressando com Ação Judicial, visando à manutenção do mesmo ou seu pagamento. Cabe ressaltar que já ingressamos com diversas ações, obtendo êxito em todos os processos já julgados. Desta forma, quem pretender ingressar com ação individual deverá acessar o site do e preencher a documentação relacionada, encaminhando para o Sindicato, não esquecendo de requerer o comprovante de entrega dos documentos. Informamos, ainda, que havendo cobrança de custas processuais, por parte da Justiça, será feito o estudo caso a caso.

3 I N F O R M A T I V O A Direção do SINDSASC informa aos Servidores que tiveram o Adicional de Insalubridade SUSPENSO, bem como, aos servidores que ainda não recebem este Adicional, que a Assessoria Jurídica do Sindicato está ingressando com Ação Judicial, visando à manutenção do mesmo ou o seu pagamento. Cabe ressaltar que já ingressamos com diversas ações, obtendo êxito em todos os processos já julgados. Desta forma quem pretender ingressar com ação individual deverá acessar o site do e preencher a documentação relacionada, encaminhando para o sindicato, não esquecendo de requerer o comprovante de entrega dos documentos. Informamos ainda que havendo por parte da justiça combrança de custas processuais será feito o estudo de caso a caso.

4 INFORMATIVO A Direção do SINDSASC informa aos Servidores que tiveram o Adicional de Insalubridade SUSPENSO, bem como, aos servidores que ainda não recebem este Adicional, que a Assessoria Jurídica do Sindicato está ingressando com Ação Judicial, visando à manutenção do mesmo ou o seu pagamento. Cabe ressaltar que já ingressamos com diversas ações, obtendo êxito em todos os processos já julgados. Desta forma quem pretender ingressar com ação individual deverá acessar o site do e preencher a documentação relacionada, encaminhando para o sindicato, não esquecendo de requerer o comprovante de entrega dos documentos. Informamos ainda que havendo por parte da justiça combrança de custas processuais será feito o estudo de caso a caso. A DIREÇÃO.

5 CONVOCAÇÃO COMISSÃO DE BASE POR COMPANHEIROS (AS), CARGO (UM POR ESPECIALIDADE) SOLICITAMOS AOS SERVIDORES DA CARREIRA PÚBLICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, QUE INDIQUEM REPRESENTANTE SINDICALIZADO PARA PARTICIPAR DE REUNIÃO DE COMISSÃO DE BASE POR CARGO, SENDO UM POR ESPECIALIDADE DE CADA UNIDADE, CONFORME CRONOGRAMA ABAIXO. PAUTA: DEFINIÇÃO DAS ESPECIALIDADES A PARTIR DAS ATRIBUIÇÕES, CONFORME A LEI 5.184/2013. C R O N O G R A M A D E R E U N I Õ E S CARGO DATA HORÁRIO LOCAL DE REALIZAÇÃO AUXILIAR EM ASSISTÊNCIA SOCIAL TÉCNICO EM ASSISTÊNCIA SOCIAL E ATRS ESPECIALISTA EM ASSISTÊNCIA SOCIAL 22/10/ :30 HORAS AUDITÓRIO SINDSASC 24/10/ :00 HORAS AUDITÓRIO SINDSASC 29/10/ :30 HORAS AUDITÓRIO SINDSASC A DIREÇÃO.

Art. 1º Convocar os servidores TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS ativos da Universidade Federal de Campina Grande para cadastramento biométrico.

Art. 1º Convocar os servidores TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS ativos da Universidade Federal de Campina Grande para cadastramento biométrico. O Secretário de Recursos Humanos da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e em cumprimento a determinação da Controladoria Geral da União no Estado da Paraíba, RESOLVE, Art.

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 Aprova o Regimento Interno da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Cargos

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA - FATECIB REGIMENTO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA - FATECIB REGIMENTO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA - FATECIB REGIMENTO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL OUTUBRO DE 2008 REGULAMENTO DO COLEGIADO DO CURSO SUPERIOR DE EM AUTOMAÇÃO

Leia mais

FUNDO DE SAÚDE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FUNSEP ESTATUTO

FUNDO DE SAÚDE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FUNSEP ESTATUTO FUNDO DE SAÚDE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FUNSEP ESTATUTO CAPÍTULO I Da Denominação, Natureza Jurídica, Sede, Duração e Finalidades. ARTIGO 1º O Fundo de Saúde dos Servidores do Poder Judiciário

Leia mais

PORTARIA Nº 24/2009. Art. 1º - Fica instituído o Regulamento das Bibliotecas do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, anexo a esta Portaria.

PORTARIA Nº 24/2009. Art. 1º - Fica instituído o Regulamento das Bibliotecas do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, anexo a esta Portaria. Pubicação: 18/09/09 DJE: 17/09/09 PORTARIA Nº 24/2009 Institui o Regulamento das Bibliotecas do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. O SEGUNDO VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

JOSÉ AFONSO JACOMO DO COUTO

JOSÉ AFONSO JACOMO DO COUTO O Diretor-Presidente da COOPERLEG - Cooperativa Habitacional dos Servidores do Legislativo LTDA, no uso das atribuições que lhe conferem o Estatuto Social da Entidade, convoca todos os cooperados ADIMPLENTES

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO POVO

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO POVO LEI Nº516/2012- DE 09 DE ABRIL DE 2012 Altera a Lei Municipal nº 280, de 30 de março de 2004, que dispõe sobre o Estatuto Geral do Servidores Públicos do Município de São José do Povo. JOÃO BATISTA DE

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 2008,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 o O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 1994,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO GESTOR DAS UNIDADES DE SAUDE

REGIMENTO INTERNO CONSELHO GESTOR DAS UNIDADES DE SAUDE REGIMENTO INTERNO CONSELHO GESTOR DAS UNIDADES DE SAUDE SEÇÃO I Da Instituição: Art. 1º - O presente Regimento Interno, regula as atividades e as atribuições do Conselho Gestor na Unidade de Saúde, conforme

Leia mais

DENOMINAÇÃO NATUREZA SEDE OBJETO DURAÇÃO

DENOMINAÇÃO NATUREZA SEDE OBJETO DURAÇÃO DENOMINAÇÃO NATUREZA SEDE OBJETO DURAÇÃO A Caixa de Assistência dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Estado do Espírito Santo é pessoa jurídica de direito privado, constituída em Assembleia Geral

Leia mais

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo.

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo. Cuiabá, Agosto de 2008. Prezado Servidor, O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Precisamos da sua participação. Para tanto, você deve responder a todas as questões,

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE r_------ ------------------- ------~ - ~ ~J INSTRUÇÃO NORMATIVA N aj.9 /2015-GAB, DE0Z,3DE J)tYci.Q. DE 2015 Dispõe sobre o controle e a fiscalização de frequência dos servidores públicos do Poder Executivo

Leia mais

Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina

Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais Art. 1º - O Curso de Bacharelado em Artes Cênicas, criado pela Resolução

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO

EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO Ji-Paraná, 07 de outubro de 2015. A Comissão Eleitoral para eleição de membros para o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de

Leia mais

Do 6º. Congresso Estatutário dos Funcionários da USP

Do 6º. Congresso Estatutário dos Funcionários da USP REGIMENTO DO 6º CONGRESSO ESTATUTÁRIO DOS FUNCIONÁRIOS DA USP SINDICATO DOS TRABALHADORES DA USP DATA: 27, 28, 29 E 30 DE ABRIL DE 2015. LOCAIS: ABERTURA DIA 27, ÀS 18H00 E INSTALAÇÃO DA PLENÁRIA PARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008. DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008. Regulamenta o artigo 66, do Estatuto dos Servidores Públicos de São Leopoldo, Lei nº 6.055 de 14 de Setembro de 2006, Da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes-

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (AD)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (AD) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (AD) CURITIBA OUTUBRO 2008 PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AD DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 056/2013 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES DELIBERAÇÃO Nº 044/2005 CONSELHO DEPARTAMENTAL EM 25 DE NOVEMBRO DE

Leia mais

REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET BARBACENA 2010 CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES O presente regulamento disciplina as atribuições e o funcionamento

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO Título I Da finalidade, sede e duração Art. 1º. A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa, fundada

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

REGULAMENTO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA DA AJURIS

REGULAMENTO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA DA AJURIS REGULAMENTO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA DA AJURIS DA FINALIDADE DO DAJ Art. 1º O departamento de Assistência Jurídica (DAJ) tem por finalidade facilitar o acesso de associados da AJURIS, em

Leia mais

O modelo OS do Espírito Santo e a gestão e controle das organizações qualificadas. Flávio Alcoforado f.alcoforado@uol.com.br

O modelo OS do Espírito Santo e a gestão e controle das organizações qualificadas. Flávio Alcoforado f.alcoforado@uol.com.br O modelo OS do Espírito Santo e a gestão e controle das organizações qualificadas Flávio Alcoforado f.alcoforado@uol.com.br ORGANIZAÇÃO SOCIAL Modelo: Pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

EMPREENDIMENTO: Bosque Heliópolis. Novo Heliópolis - Garanhuns-PE 24 meses após a assinatura do contrato CAIXA. CORREÇÃO: BLOCO: INCC

EMPREENDIMENTO: Bosque Heliópolis. Novo Heliópolis - Garanhuns-PE 24 meses após a assinatura do contrato CAIXA. CORREÇÃO: BLOCO: INCC BLOCO: 1 104 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 BLOCO: 2 004 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 102 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 BLOCO:

Leia mais

Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais. durante o Estágio Probatório.

Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais. durante o Estágio Probatório. Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais REGULAMENTO 001, DE 10 DE OUTUBRO DE 2013. Regula o Monitoramento da Inserção e das Atividades

Leia mais

Boletim 05/2014. Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014

Boletim 05/2014. Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014 Boletim 05/2014 Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014 A gestão 2013/2015 do SINASEFE Seção Local de Muzambinho, realizou no ultimo dia 28 de Novembro de 2014 (sexta-feira), às 10 horas no

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO

XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO O Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais - FENAPEF, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 14 e 25,

Leia mais

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A MINUTA ESPECÍFICA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A 2006/2007. I INTRODUÇÃO Os signatários, por este instrumento coletivo de trabalho, de um lado os legítimos representantes do Banco

Leia mais

Resolução GR nº 051/2013 e Instrução Normativa DGRH nº 01/2014

Resolução GR nº 051/2013 e Instrução Normativa DGRH nº 01/2014 MUDANÇA DE REGIME Resolução GR nº 051/2013 e Instrução Normativa DGRH nº 01/2014 Tendo em vista a Resolução GR nº 051/2013, que dispõe sobre a admissão de pessoal na Universidade Estadual de Campinas,

Leia mais

NORMA DE ESTÁGIO PROBATÓRIO PARA SERVIDOR DOCENTE DA UNIFEI

NORMA DE ESTÁGIO PROBATÓRIO PARA SERVIDOR DOCENTE DA UNIFEI 1 NORMA DE ESTÁGIO PROBATÓRIO PARA SERVIDOR DOCENTE DA UNIFEI UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Normatiza o Estágio Probatório de Docentes no âmbito da Universidade Federal de Itajubá. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. PORTARIA Nº CF-POR-2012/00116 de 11 de maio de 2012

PODER JUDICIÁRIO. PORTARIA Nº CF-POR-2012/00116 de 11 de maio de 2012 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL PORTARIA Nº CF-POR-2012/00116 de 11 de maio de 2012 Dispõe sobre a composição, o funcionamento e as atribuições dos Comitês Gestores do Código

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Secretário Executivo do SINDCONTAS, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto da entidade, convoca todos os filiados para comparecer a Assembléia

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO Art. 1º Este Regulamento Interno disciplina as normas relativas ao funcionamento da Comissão Própria

Leia mais

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º O Colegiado de Curso é órgão consultivo, normativo, de planejamento acadêmico e executivo, para os assuntos de política de

Leia mais

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório Belém/ Pará. Junho, 2013.

Leia mais

PARA COMPOSIÇÃO DO BANCO DE MEDIADORES/CONCILIADORES JUDICIAIS VOLUNTÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ

PARA COMPOSIÇÃO DO BANCO DE MEDIADORES/CONCILIADORES JUDICIAIS VOLUNTÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ EDITAL DE ABERTURA Nº 01/2015 CEJUSC-FAMAZ/TJPA - PROCESSO SELETIVO PARA COMPOSIÇÃO DO BANCO DE MEDIADORES/CONCILIADORES JUDICIAIS VOLUNTÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ A Excelentíssima

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul

Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul ESTRUTURA CFC Criados pelo DL 9295 de 27 de maio de 1946 CRCs DELEGACIAS REGIONAIS As Delegacias Regionais foram criadas a partir de 1958. O CRCRS

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE O DIRETOR DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DE PORTO ALEGRE, responsável

Leia mais

AGE 29/03/2012. De acordo com o Estatuto do ASMETRO-SN, ficam os seus associados convocados a participar da Assembleia Geral Extraordinária.

AGE 29/03/2012. De acordo com o Estatuto do ASMETRO-SN, ficam os seus associados convocados a participar da Assembleia Geral Extraordinária. Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato Nacional dos Servidores de Metrologia, Normalização e Qualidade - ASMETRO-SN. De acordo com o Estatuto do ASMETRO-SN, ficam os seus

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ CAPÍTULO I DA SOCIEDADE, DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, PRAZO E FINALIDADES Artigo 1 - A Comissão Estadual de Residência Médica

Leia mais

SEÇÃO 111. -.,---+"r-. DAS ATlUBUXç6ES DE CADA DIRETOR INDIVIDUALMEN

SEÇÃO 111. -.,---+r-. DAS ATlUBUXç6ES DE CADA DIRETOR INDIVIDUALMEN :.. A -. ~ SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÁO PAULO Pessoa Jurldica de Direito Privado - Inscrito no 5 Registro Civil de Pessoas Juridicas da Comarca de São Paulo - Capital

Leia mais

LAIS VANESSA CARVALHO DE FIGUEIREDO LOPES Assessora Especial da Secretaria-Geral da Presidência da República

LAIS VANESSA CARVALHO DE FIGUEIREDO LOPES Assessora Especial da Secretaria-Geral da Presidência da República LAIS VANESSA CARVALHO DE FIGUEIREDO LOPES Assessora Especial da Secretaria-Geral da Presidência da República 03/08/2015 ATIVIDADE: Reunião com Assessoria da Secretaria Executiva da SG HORÁRIO: 11h às 12

Leia mais

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas:

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas: N.º 114 14/05/2015 www.sindutemg.org.br (31) 3481-2020 sindute@sindutemg.org.br Educadores/as realizam, dia 14/05, assembleia estadual para avaliar e deliberar sobre as propostas de Salário e Carreira

Leia mais

Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores. Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos

Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores. Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos São Luís de Montes Belos, novembro de 2011 REGULAMENTO COLEGIADO DE CURSOS REGULAMENTO INTERNO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL N. 01/2013

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL N. 01/2013 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL N. 01/2013 Teste seletivo para ingresso ao quadro de Assessor Jurídico DAS-5 do Ministério Público do Estado do Paraná. A Promotora de Justiça, Dra. FABIANA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO ACADÊMICO DE ENSINO TÉCNICO

Leia mais

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015 Abono de permanência se aplica A partir do dia seguinte ao do cumprimento de TODOS os requisitos necessários para aposentadoria Acidente de Trabalho 24 horas 5 dias corridos Atestado Médico Adicional de

Leia mais

0003/09-TJAP. LEI Nº. 1.377, DE 07 DE OUTUBRO DE

0003/09-TJAP. LEI Nº. 1.377, DE 07 DE OUTUBRO DE Referente ao Projeto de Lei nº 0003/09-TJAP. LEI Nº. 1.377, DE 07 DE OUTUBRO DE 2009. Publicada no Diário Oficial do Estado nº 4597, de 07/10/2009. Autor: Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Altera

Leia mais

INCENTIVO À PREMIAÇÃO

INCENTIVO À PREMIAÇÃO Ata da Reunião da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia PRODEB e Sindicato dos Trabalhadores em Empresas e Órgãos Públicos de Processamento de Dados e Serviços de Informática e Similares

Leia mais

equipe; V elucidar as dúvidas relativas às normas de trabalho e ao desenvolvimento das atividades programada;

equipe; V elucidar as dúvidas relativas às normas de trabalho e ao desenvolvimento das atividades programada; LEI COMPLEMENTAR Nº 207 DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. Altera a Lei Complementar nº 71, de 18 de dezembro de 2003, que institui a Lei Orgânica da - Geral do Estado de Roraima, nos dispositivos que menciona

Leia mais

Estatuto Social do Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora

Estatuto Social do Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora Estatuto Social do da Universidade Federal de Juiz de Fora CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, FORO E FINALIDADE Art. 1º O da Universidade Federal de Juiz de Fora, doravante denominado, é uma associação,

Leia mais

Advogados fazem ato contra sistema de Processo Judicial Eletrônico e TRT admite falha

Advogados fazem ato contra sistema de Processo Judicial Eletrônico e TRT admite falha Fonte: Dra. Cláudia Brum Mothé Seção: Rio Versão: Online Data: 31/07 Advogados fazem ato contra sistema de Processo Judicial Eletrônico e TRT admite falha Presidente da OAB do Rio recorre ao STF para garantir

Leia mais

3 DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

3 DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA IFBA/CÂMPUS PAULO DE AFONSO DIRETORIA DE ENSINO / DIREN SERVIÇO SOCIAL EDITAL Nº 003/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Leia mais

AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014

AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014 AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014 A UNICAFES torna pública a realização da Cotação de Preços para contratação Cotação Eletrônica de Preços do Tipo Menor Preço e Melhor Técnica para contratação de profissional

Leia mais

Instrução de Serviço para EaD Esesp

Instrução de Serviço para EaD Esesp Instrução de Serviço para EaD Esesp A Diretora Presidente da Esesp, no uso das atribuições que lhe confere a Lei 4.912 de 09 de junho de 1994, reestruturada pela Lei Complementar 333 de 27 de outubro de

Leia mais

Regimento Interno da Comissão de Avaliação e Gestão de Projetos de Pesquisa e Inovação - CAGPPI

Regimento Interno da Comissão de Avaliação e Gestão de Projetos de Pesquisa e Inovação - CAGPPI Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Farroupilha Regimento Interno da Comissão de Avaliação

Leia mais

GABINETE DA CORREGEDORIA GERAL PORTARIA N 017/2015-GCG-DPE/AM

GABINETE DA CORREGEDORIA GERAL PORTARIA N 017/2015-GCG-DPE/AM GABINETE DA CORREGEDORIA GERAL PORTARIA N 017/2015-GCG-DPE/AM O CORREGEDOR GERAL DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício das atribuições legais de seu cargo, em especial o disposto no

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional AUDITORIA INTERNA PO. 05 08 1 / 5 1. OBJETIVO Descrever a atividade de auditoria interna da qualidade, utilizada pelo Crea GO para verificar a eficácia e adequação do Sistema de Gestão da Qualidade. 2.

Leia mais

CEUA BIOXEN P&D EM MEDICINA VETERINÁRIA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA NATUREZA E FINALIDADE

CEUA BIOXEN P&D EM MEDICINA VETERINÁRIA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA NATUREZA E FINALIDADE CEUA BIOXEN P&D EM MEDICINA VETERINÁRIA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º. A CEUA Comissão de Ética no Uso de Animais é um órgão deliberativo e de assessoramento da Alta direção

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

SEGS - SISTEMA DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO SINDICAL Procedimento

SEGS - SISTEMA DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO SINDICAL Procedimento SEGS - SISTEMA DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO SINDICAL Procedimento PR.06 REALIZAÇÃO DE SERVIÇOS 07/08/2012 14 1/5 1. OBJETIVO Executar os serviços sindicais de acordo com os padrões de qualidade estabelecidos

Leia mais

RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA

RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA O Presidente da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará, no uso das atribuições que lhes são conferidas, etc CONSIDERANDO a decisão da Assembleia

Leia mais

O COMITÊ GESTOR DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL é composto por membros permanentes, por membros temporários e por convidados.

O COMITÊ GESTOR DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL é composto por membros permanentes, por membros temporários e por convidados. REGIMENTO INTERNO Comitê Gestor da Logística Reversa do Setor da Construção Civil 1. OBJETIVOS O COMITÊ GESTOR DA LOGÍSTICA REVERSA DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL tem como objetivo realizar a implementação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO Conforme aprovado em reunião do Conselho Municipal de Habitação, realizada aos 29 de maio de 2012; REGIMENTO

Leia mais

DECRETO Nº 2530, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014

DECRETO Nº 2530, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 2530, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014 Regulamenta a realização de Concursos Públicos no âmbito da Administração Municipal e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA E POLITICAS PÚBLICAS: UMA APROXIMAÇÃO DO CRPRS COM O MEIO ACADÊMICO

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE ITU FILIADO A FESSPMESP

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE ITU FILIADO A FESSPMESP 1 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 - ESTATUTÁRIO Pelo presente instrumento particular de Acordo Coletivo de Trabalho de um lado o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Itu, entidade

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

Processo de Remoção para Técnico-Administrativos - Regulamentação -

Processo de Remoção para Técnico-Administrativos - Regulamentação - SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS Processo de Remoção para Técnico-Administrativos - Regulamentação

Leia mais

Número: 00218.001006/2012-09 Unidade Examinada: Universidade Federal Fluminense

Número: 00218.001006/2012-09 Unidade Examinada: Universidade Federal Fluminense Número: 00218.001006/2012-09 Unidade Examinada: Universidade Federal Fluminense Relatório de Demandas Externas n 00218.001006/2012-09 Sumário Executivo Este Relatório apresenta o resultado da ação de controle

Leia mais

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES 1 NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1 o O Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Comercial e Empresarial de Suzano

Leia mais

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Resolução n o 623, de 18 de Outubro de 2013 1. Qual a Resolução que trata sobre Conselho de Usuários e onde ela está disponível? Trata-se da Resolução n

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Altera o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 159 DE 14 DE ABRIL DE 2010

LEI COMPLEMENTAR Nº 159 DE 14 DE ABRIL DE 2010 Altera anexos e dispositivos da Lei Complementar nº 142, de 29 de dezembro de 2008, e dá outras providências. Complementar: O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA Faço saber que a Assembleia Legislativa aprovou

Leia mais

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer)

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer) RELATÓRIO Relatório das atividades realizadas no segundo trimestre do Setor de Suporte e Informática. EQUIPE: Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Er REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art 1º O Fórum da Agenda 21 Local Regional de Rio Bonito formulará propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável local, através

Leia mais

FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA

FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA RESOLUÇÃO CNE Nº 01/2008, REPUBLICADA (*), DE 07/07/2008 Artigo 1º Este Regimento Interno contém as normas que regulam o funcionamento

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO 1. O Comitê de Inovação (o "Comitê") é um órgão colegiado de assessoramento e instrução, instituído pelo

Leia mais

ESTATUTO DA EMPRESA FAI JÚNIOR

ESTATUTO DA EMPRESA FAI JÚNIOR ESTATUTO DA EMPRESA FAI JÚNIOR Capitulo I - Denominação, Sede, Finalidade e Duração Artigo 1 - A associação civil tem com a denominação social: FAI JÚNIOR, e como o titulo do estabelecimento a expressão

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3º... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II Da Finalidade

Leia mais

Administração Pública na CF/88 I

Administração Pública na CF/88 I Administração Pública na CF/88 I Olá Concursando, Hoje vamos continuar estudando um pouco de Direito Constitucional. Vamos fazer um estudo do art. 37 da CF/88, que trata da administração pública. Este

Leia mais

Carreiras de Técnico e de Analista Judiciário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT)

Carreiras de Técnico e de Analista Judiciário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Carreiras de Técnico e de Analista Judiciário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Prazer! Sou Marília Barcelos, ingressei no último concurso na carreira de técnico judiciário

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Comissão Permanente de Propriedade Intelectual RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL 1 CONCEITO A Emenda Constitucional nº 19/98 estabelece que o servidor nomeado

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais,

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais, Registro da segunda reunião Ordinária da Comissão de Sistematização e Elaboração de Propostas de Estatuto para a entidade resultante da unificação da FENAFISP E Unafisco Sindical. Presentes pela FENAFISP:

Leia mais

Eleições JuniorES 2014. 2º Edital

Eleições JuniorES 2014. 2º Edital Eleições JuniorES 2014 2º Edital Vitória, 08 de Outubro de 2014 1. Considerações Iniciais A JuniorES Federação de Empresas Juniores do Espírito Santo, por meio da Presidência do seu Conselho Deliberativo,

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe sobre a criação de estágio para estudantes de pós-graduação, denominado PGE Residência, no âmbito da Procuradoria-Geral do

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO EDITAL 01/2014 ENCRUZILHADA DO SUL O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Leia mais

público da administração pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual. (Vide art. 9º do Decreto nº 46.030, de 17/8/2011.

público da administração pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual. (Vide art. 9º do Decreto nº 46.030, de 17/8/2011. DECRETO 45851, DE 28/12/2011 DE 28/12/2011 (TEXTO ATUALIZADO) Regulamenta o estágio probatório e a avaliação especial de desempenho do servidor público civil ocupante de cargo de provimento efetivo em

Leia mais

Objetivo das definições: conferir contornos à RFB, definindo o papel do órgão e a sua inserção na Administração Pública Federal.

Objetivo das definições: conferir contornos à RFB, definindo o papel do órgão e a sua inserção na Administração Pública Federal. LEI ORGÂNICA DA RFB Definição: Trata-se de projeto de lei com a finalidade de regulamentar o disposto no art. 50 da Lei nº 11.457, que criou a Receita Federal do Brasil, englobando as atividades da extinta

Leia mais