BRUNO CÉSAR LOPES TRECENTI UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRUNO CÉSAR LOPES TRECENTI UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA."

Transcrição

1 0 FUNDAÇÃO DE ENSINO EURÍPIDES SOARES DA ROCHA CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS COM HABILITAÇÃO EM ANÁLISE DE SISTEMAS BRUNO CÉSAR LOPES TRECENTI UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA. MARÍLIA 2007

2 1 BRUNO CÉSAR LOPES TRECENTI UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA. Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Curso de Administração de Empresas com Habilitação em Análise de Sistemas do Centro Universitário Eurípides de Marilia, mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha, para obtenção do Título de Bacharel em Administração de Empresas com Habilitação em Análise de Sistemas. Orientador: Professor Ms. Ricardo Petruzza do Prado MARÍLIA 2007

3 2

4 A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein) 3

5 4 TRECENTI, Bruno César L.. UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Administração de Empresas com habilitação em Análise de Sistemas) Centro Universitário Eurípides de Marília, Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha, Marília, RESUMO Este estudo buscou identificar e explorar os padrões IEEE 802.3; e conhecidos respectivamente como Ethernet, Wireless LAN (Wi-fi) e Wi-Max, demonstrando suas características e refletindo-as na engenharia de software como uma variável que permite a abertura de novos horizontes para o desenvolvimento de software. Palavras Chave: Redes, Wireless, Engenharia de Software.

6 5 TRECENTI, Bruno César L.. UM ESTUDO SOBRE REDES WIRELESS NO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Administração de Empresas, habilitado em Análise de Sistemas) Centro Universitário Eurípides de Marília, Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha, Marília, ABSTRACT This study sought to identify and exploit the IEEE 802.3; and standards, respectively known as Ethernet, Wireless LAN (Wi-fi) and Wi-Max, demonstrating its features and reflecting them in engineering software such as a variable that allows the opening of new horizons for the development of software. Keywords: Network, Wireless Software Engineering.

7 6 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1.1: Modelo Cliente Servidor Figura 1.2: Modelo Cliente Servidor Figura 1.3 Aparelho Roteador D-Link WBR Figura 1.4 Aparelho Switch D-Link DES-1024D Figura 1.5 Exemplo de uma rede Broadcast Figura 1.6 Exemplo de uma rede Multicast Figura 1.7 Rede Ponto a Ponto Figura 1.8 Rede em Anel Figura 1.9 Rede em Estrela Figura 1.10 Rede Hierárquica Figura 1.11 Rede Distribuída Figura 2.1 Modelo em Cascata Figura 2.2 Modelo de desenvolvimento evolucionário Figura 2.3 Camadas da aplicação Figura 2.4 Arquitetura cliente-servidor de três camadas Figura 2.5 Arquitetura de objetos distribuídos

8 7 LISTA DE TABELAS Tabela 1.1 Classificação de processadores interconectados por escala Tabela 1.2 Os modelos de Referência OSI e TCP/IP Tabela 1.3 Protocolos e Redes no modelo TCP/IP Tabela 1.4 Os Tipos mais comuns de cabeamento Ethernet Tabela 2.1 Especificação de requisitos de sistema utilizando um formulário padrão Tabela 3.1 Métricas para especificação de requisitos não funcionais

9 8 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS CORBA: Common Object Request Broker Architecture DCOM: Distributed Component Object Model DEC: Digital Equipment Corporation DSSS: Direct Sequence Spread Spectrum ERP: Enterprises Resources Planning FTP: File Transfer Protocol FHSS: Frequency Hopping Spread Spectrum HTTP: Hyper Text Transfer Protocol IEEE: Institute of Electrical and Electronics Engineers IP: Internet Protocol ISM: Industrial, Scientific, Medical (Bandas de Radiofreqüência) LAN: Local Area Network LLC: Logical Link Control MAC: Medium Access Control MAN: Metropolitan Area Network Mbps: Mega Bytes por segundo Mhz: Megahertz PAN: Personal Area Network OFDM: Orthogonal Frequency Division Multiplexing OSI: Open Systems Interconnection SMTP: Simple Mail Transfer Protocol TCP: Transmissão de Controle de Protocolo orientado a Conexão UDP: Protocolo de Transmissão não orientado a Conexão

10 9 WAN: Wide Area Network WAP: Wireless Internet Protocol Wi-Fi: Wireless Fidelity Wi-Max: Worldwide Interoperability for Microwave Access WLAN: Wireless Local Area Networks WWW: World Wide Web.

11 10 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO 1 - REDES Redes de Comunicação Redes de Computadores Aplicações comerciais Aplicações Domésticas e Lazer Usuários móveis Hardware e Tipos de Rede Emissores e Receptores Meios de Transmissão Tipos de Redes Topologia das Redes Redes Locais Redes Metropolitanas Redes Geograficamente Distribuídas Modelos de Referências e Camadas Hierarquia de protocolos Tipos de Serviços Modelo OSI Camada Física Camada de Enlace de Dados Camada de Rede Camada de Transporte Camada de Sessão Camada de Apresentação Camada de Aplicação Modelo de referência TCP/IP Camada Host/Rede Ethernet Camada de Rede Camada de Transporte Camada de Aplicação Arquitetura IEEE Medium Access Control (MAC) Logical Link Control (LLC) Redes Wireless... 43

12 11 CAPÍTULO 2 - DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Engenharia de Software Modelos de Processos de Software Modelo Cascata Modelo de Desenvolvimento Evolucionário Especificação Estudo de viabilidade Requisitos Requisitos de Sistema Projeto e Desenvolvimento Projeto de Arquitetura Arquitetura de sistemas distribuídos Arquiteturas de cliente-servidor Arquiteturas de objetos distribuídos Validação e Evolução CAPÍTULO 3 - WIRELESS E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Visão geral Wireless e o processo de especificação de software Wireless no desenvolvimento e arquitetura de software CONCLUSÕES REFERÊNCIAS... 70

13 12 INTRODUÇÃO Atualmente, com a realidade da globalização, nota-se uma grande evolução na utilização de meios de comunicação mais ágeis, seguros e eficientes, como celulares, internet, rádio freqüência, etc. Entretanto o meio de comunicação cuja demanda está em ascensão atualmente são as Redes Wireless. Uma Rede de Comunicação pode ser definida como a utilização de um meio físico para conectar dois ou mais componentes de um grupo. Transferindo este conceito para área de informática uma rede pode utilizar de fios, cabos, radiofreqüência, para fazer a comunicação entre dois ou mais computadores de um grupo. Wireless é um termo inglês e sua tradução é justamente sua característica, ou seja, a não utilização de fios para transmissão de informações entre o grupo. Uma rede desse tipo utiliza-se de transmissores e receptores, que são capazes de emitir e receber ondas de radiofreqüência, para efetuar a comunicação entre os diversos computadores do grupo. Podese notar dentro dessa tecnologia diversas variações que influenciam principalmente em: área de cobertura, velocidade da conexão, e segurança; e implementam diferentes métodos para transmissão de dados como: Bluetooth, Radiofreqüência e Infravermelho. Tendo em vista essa tecnologia emergente e sua grande presença no mercado atual, esse projeto identifica e caracteriza as diferentes possibilidades de utilização de redes Wireless no desenvolvimento de um software, destacando principalmente as diferenças e semelhanças, em todo o processo, em relação a uma rede de fios convencional (Par-trançado). O projeto também define as referidas redes sem fio de acordo com os padrões da IEEE, assim possibilitando também uma análise técnica de suas características e funcionalidades, e como elas interferem no desenvolvimento de software.

14 13 Como o objetivo do projeto é identificar as influências de uma rede sem fio em um software, este descreve ainda todas as fases do desenvolvimento de software, bem como as dos diversos processos.

15 14 CAPÍTULO 1 - REDES 1.1. Redes de Comunicação A comunicação é um avanço tecnológico da humanidade que contribui para a melhoria das interações sociais, a partir da escrita o homem pôde comunicar-se e assim agilizar e facilitar as atividades desenvolvidas de acordo com sua necessidade. Além disso, a comunicação permitiu a criação de regras e doutrinas a serem seguidas pelos integrantes da sociedade. A comunicação em geral envolve vários elementos básicos: o emissor, o receptor, a mensagem, o canal e o meio de comunicação, esses elementos são as variáveis da comunicação que está a ser transmitida em um determinado ambiente. A rede de comunicação de um grupo é na verdade varias comunicações estabelecidas entre um receptor e um emissor, através de um canal em certo meio de comunicação. Podemos observar as primeiras redes de comunicação desde a Idade Antiga a.c. onde as sociedades, em um mesmo grupo, se comunicavam através de mensageiros. Essa tecnologia foi sendo aprimorada juntamente com a escrita devido ao grande crescimento da população mundial as expansões marítimas e a dispersão de diversas comunidades pelo mundo, criou a demanda de um meio de comunicação mais ágil e eficaz, pois muitas vezes a mensagem não chegava ao receptor, ou chegava com ruídos ou incompleta, comprometendo a comunicação. A posterior invenção do telégrafo elétrico, do rádio, do televisor e do telefone para suprir essa crescente demanda criada pelas necessidades sociais e por necessidades surgidas nas guerras, foi um importante avanço na comunicação à distância o que deu origem a várias redes de comunicação em escala global.

16 15 Entretanto o nascimento e crescimento da indústria de informática foi o avanço tecnológico que impactou as redes de comunicação. Conforme cita Tanenbaum (2003): O século XVII foi a época dos grandes sistemas mecânicos [...] O século XIX foi a era das máquinas a vapor [...] As principais conquistas do século XX se deram no campo da aquisição, do processamento e da distribuição das informações. Entre outros desenvolvimentos, [...] o nascimento e criação sem precedentes da indústria da informática e o lançamento de satélites de comunicação. Assim os computadores criaram uma enorme facilidade na manutenção das informações, obviamente cresceu também o volume dessas informações o que levou a demanda de um meio de comunicação mais eficiente e de um processamento de informações mais avançado. Contudo essas tecnologias tiveram um rápido avanço e em menos de 20 anos havia milhares de computadores espalhados pelo mundo, sendo eles utilizados para fins comerciais, industriais, e lazer. Em uma empresa, antigamente a utilização do computador era restrita a uma pessoa por vez, executando apenas um processo, atualmente devido ao advento das Redes de Comunicação um mesmo processo pode ser efetuado por vários computadores interconectados e diferentes pessoas. Essa nova estrutura e as Redes de Comunicação, que vamos citar por Redes de Computadores, são o objeto de estudo e aplicação no desenvolvimento de um software Redes de Computadores As redes de computadores como citado anteriormente pode ter diversas funcionalidades e finalidades, ou seja, podemos utilizá-las para diversos fins como: comercial

17 16 e industrial, doméstico e lazer, cada qual com suas especificidades e características mencionadas abaixo Aplicações comerciais A quantidade de informações necessárias para o funcionamento de uma empresa é muito grande quando pensamos em transcrevê-las em papéis e documentos físicos, este aspecto nas empresas foi um fator crítico para globalização e para a utilização de computadores no processamento de informações. Hoje se percebe um grande numero de computadores dentro das empresas com esta finalidade, entretanto essa informação não tem valor algum se tratada individualmente, e nesse ponto surgiu a necessidade de criar um grupo interconectado de computadores para o processamento dessas informações. A correlação entre esses computadores permitiu o compartilhamento de recursos e criação de uma empresa informatizada, agilizando todos os processos sejam eles processos físicos como: impressoras, scanners, etc. ou de informações como registros de clientes, produtos, etc. Esse avanço permitiu a integração das diversas áreas da administração de empresas com a informática permitindo a empresa um ganho excepcional em eficiência e agilidade, com esse objetivo, empresas de desenvolvimento de software criaram sistemas que integram todas as áreas e processos da empresa, um sistema que implementa o modelo cliente servidor, ou seja, um servidor de informações ou de aplicações que pode ser acessado por diversos clientes, assim todos os integrantes das diversas áreas da empresa tinham comum acesso as informações de todas as áreas. 1.1: Um exemplo do modelo cliente servidor convencional pode ser observado na Figura

18 17 Figura 1.1: Modelo Cliente Servidor Fonte: MN_position=208:5. Acessado em 18/09/2007 O modelo cliente servidor basicamente efetua uma transferência, entre o emissor e o receptor, da mensagem, por exemplo, o cliente envia uma solicitação para o servidor através da rede, este processa a solicitação e devolve uma resposta para o cliente. Nesse caso, como podemos observar na Figura 1.2, temos duas comunicações uma na direção cliente servidor e outra na direção servidor cliente onde cada um são respectivamente emissor e receptor em cada transação.

19 18 Figura 1.2: Modelo Cliente Servidor Fonte: Adaptada de: MN_position=208:5. Acessado em 18/09/2007 A partir do modelo cliente servidor essas empresas criaram software como o Enterprises Resources Planning (ERP), que são responsáveis por controlar, fazer manutenção e planejar todos os recursos físicos e de informação da empresa através do modelo cliente servidor com um potencial banco de dados. A importância de uma rede em um sistema ERP está descrita no capitulo 3, bem como as técnicas de implementação de uma rede cliente servidor, ou seja, LANs, MANs, WANs e suas topologias: anel, ponto a ponto, difusão, barramento, malha e estrela Aplicações Domésticas e Lazer As redes não são somente uma interação entre os computadores de uma empresa, mas pode também abranger metrópoles, e ser até uma rede mundial, com todo esse potencial surgiu a World Wide Web (WWW) que tem âmbito mundial e funciona como uma rede convencional, as pessoas têm acesso a informações de todo o mundo a partir de seus computadores pessoais.

20 19 Além disso, pode ser utilizado para a comunicação informal entre grupos de pessoas como nos chats abertos ou chats privados, como exemplo o MSN Messenger sistema de mensagens instantâneo ou o Internet Relay Chat (IRC), e mais recentemente através de recursos audiovisuais com a criação do Voice Internet Protocol (VoIP), que implementa um sistema para áudio-conferência através da internet. As redes estão presentes também nos sistemas de também é de grande utilidade não somente doméstica, mas comercial também, é um sistema capaz de enviar e receber correspondências com pessoas de todo o mundo com diversos recursos audiovisuais. Podemos também citar o uso de redes para entretenimento através de jogos interativos onde jogadores compartilham através da internet o mesmo jogo, competindo com diversos jogadores de todo o mundo. Um dos jogos mais bem sucedidos da atualidade é o Counter-Strike da produtora Valve, que simula em um ambiente urbano ataques terroristas e a repressão dele com forças militares, um jogo típico de tiro em terceira dimensão e multiplayer, para vários jogadores através de uma rede. Há também outras opções de jogos com capacidade para até cinco mil jogadores simultaneamente, são os chamados massively multiplayer on-line games ou MMOG ou ainda MMO, geralmente são jogos de Role Playing Game (RPG) que simulam uma história desenvolvida pelo personagem (jogador) dentro de um mundo virtual. Um exemplo desse tipo de jogo é o World of Warcraft da produtora Blizzard e o Second Life da Liden Research, que implementam um mundo virtual cheio de possibilidades e de variações. Além disso, podemos citar o uso da internet para compras e comércio de mercadorias, assim abrindo um enorme leque de possibilidades para as empresas expandirem seus negócios e facilitando a vida de compradores.

21 20 Tanenbaum (2003) cita alguns dos usos mais populares da internet para usuários domésticos: Acesso a informações remotas, comunicação entre pessoas, entretenimento interativo e comércio eletrônico. Um dos adventos da utilização doméstica de redes foi o surgimento de diversas redes não hierárquicas para compartilhamento de informações, ou seja, não existem conexões cliente-servidor fixas e cada usuário pode ter acesso as informações de outro usuário. Esse fato possibilitou as conexões diretas mais conhecidas por suas abreviações como Peer-to-Peer (P2P), Business-to-Business (B2B), etc. e também a circulação ilegal de musicas e vídeos sem direitos autorais Usuários móveis As redes de computadores, não são somente aquelas redes interligadas por fio como vimos anteriormente, elas implementam também a tecnologia wireless, sem fio ou o padrão IEEE , possibilitando assim a conexão de usuários moveis como notebooks, Personal Digital Assistants (PDA) e quaisquer aparelhos eletrônicos móveis com conectividade a uma rede local ou global. Uma pessoa que possui um notebook pessoal pode acessar a internet ou a rede interna de sua empresa com seu próprio equipamento apenas utilizando a tecnologia wireless. Entretanto nem toda rede sem é móvel e nem toda rede móvel é sem fio, observe que um computador do tipo desktop pode estar conectado a uma rede sem fio através de um roteador wireless (rede sem fio imóvel) e um notebook quando utilizado em um hotel através de uma rede conectada via fio telefônico (rede com fio móvel).

22 21 Nota-se atualmente a presença de redes também nos celulares mais recentes que implementam a tecnologia Wireless Application Protocol (WAP), pode-se com essa tecnologia ter acesso a contas de banco, , chats, e sites da internet em geral através do celular. Além dessa rede celulares também implementam a tecnologia Bluetooth, que implementa o padrão IEEE b e também presente nos padrões (Wireless PANs) e (Wireless MANs). O Bluetooth citado acima é uma das redes em ascensão no mercado mundial, algumas das redes sem fio para escritório e residenciais já utilizam dessa tecnologia Hardware e Tipos de Rede As redes podem ser constituídas de diversas tecnologias para a emissão, recepção fluxo e segurança das informações, em função disso dispõem-se também diversas formas de estruturação do grupo ou dos grupos constituintes em uma rede. Essa estruturação facilita o fluxo da informação e agiliza o processo de difusão da rede Emissores e Receptores Os emissores e receptores de rede normalmente são implementados em um único aparelho, e normalmente implementa-se uma única tecnologia como o padrão IEEE Ethernet para conexões em redes locais com fio, entretanto não é difícil encontrar atualmente aparelhos que implementam duas ou mais tecnologias como a Ethernet e Wireless. Um exemplo desse aparelho e o roteador D-Link modelo WBR-2310, apresentado na Figura 1.3, que implementa quatro padrões IEEE: g, b, e 802.3u.

23 22 Figura 1.3 Aparelho Roteador D-Link WBR Fonte: Acessado em 17/09/2007 Para computadores em uma rede convencional, utilizam-se o padrão IEEE que geralmente é implementado juntamente com a placa-mãe dos computadores, quando não este pode ser adaptado através de uma placa de rede que utiliza o mesmo padrão. Em uma rede de pequeno porte, a conexão entre os computadores pode ser configurada de modo a ser intermediada por um aparelho chamado Hub que facilita distribuição da rede, esse aparelho interconecta dois ou mais computadores, entretanto não é muito eficiente pois permite o tráfego interno de uma conexão por vez. Em redes de grande porte não convém a utilização de um Hub já que este prejudica a velocidade de conexão, contudo um outro aparelho chamado Switch, como ilustra a Figura 1.4, possui a mesma função de um Hub entretanto o Switch faz com que cada conexão nele seja independente, segmentada, e assim evita colisões de dados e a espera por uma conexão, podendo ser chamado também de comutador.

24 23 Figura 1.4 Aparelho Switch D-Link DES-1024D Fonte: Acessado em 17/09/ Meios de Transmissão temos: Os meios de transmissão podem ser: guiados ou sem fio. Para transmissão guiada Meios magnéticos (Fita Cassete, DVD); Cabo de Par Trançado (Diversos fios traçados em pares); Cabo coaxial (Fio único com camadas de proteção); Fibra ótica (Fio com proteção refletora da luz). Transmissão sem fio: Transmissão de radio; Transmissão de Microondas; Transmissão por ondas de infravermelho; Transmissão por ondas de Luz.

25 Tipos de Redes As redes podem estar dispostas de diversas formas sem uma regra geral, entretanto existem algumas distribuições que são mais adequadas a uma determinada situação ou disposição física existente. Em função disso Tanenbaum (2003) cita que: Não existe nenhuma taxonomia de aceitação geral na qual todas as redes de computadores possam ser classificadas, mas duas dimensões se destacam das demais: a tecnologia de transmissão e a escala. Assim temos que as redes dispõem-se atualmente de duas formas: Difusão; Ponto a Ponto. Em um sistema por difusão temos que a mensagem é divulgada em um canal para todos os integrantes da rede, essas mensagens contém um campo de endereçamento que contém o destino da mensagem, entretanto a mensagem não muda seu caminho de acordo com o destino. Na realidade ela é distribuída a todos da rede e apenas aqueles que estão citados no endereço podem recebê-la. Esse método é também conhecido como broadcasting. As redes de pequeno porte geralmente são redes multicasting devido a sua alta versatilidade e simplicidade, entretanto redes com um grande número de integrantes tendem a seguir outro método o ponto a ponto ou unicasting. O unicasting consiste em várias conexões entre dois computadores, um pacote tem que passar por diversas máquinas até chega seu destino e não necessariamente precisa dirigir-se a todas elas, geralmente pacotes seguem o caminho mais rápido os quais são calculados entre os receptores e emissores por roteadores. Segundo Tanenbaum (2003) outro método de analisar as redes é através de sua escala, veja a Tabela 1.1 a seguir:

26 25 Tabela 1.1 Classificação de processadores interconectados por escala Distância entre Processadores Processadores Localizados no(a) mesmo(a) Exemplo 1 metro Metro quadrado Rede Pessoal 10 metros Sala 100 metros Edifício Rede Local 1 quilometro Campus 10 quilômetros Cidade Rede Metropolitana 100 quilômetros País quilômetros Continente quilômetros Planeta Rede Ortograficamente distribuída A Internet Fonte: Redes de computadores, Tanenbaum (2003) Topologia das Redes. A topologia regra as distribuições físicas de uma rede de acordo com suas necessidades e funcionalidades. Assim dispõe Tauroco (1977, p.46): A topologia da rede depende do projeto das operações, da confiabilidade e do custo operacional da rede... Ao planejar uma rede muitos fatores devem ser considerados na escolha da topologia mais adequada. Esses fatores dependem de: quais e quantos computadores terão acesso à rede, qual a disposição física desses computadores, quais operações utilizaram a rede, a rede se conectará com outras. Além disso, um fator determinante da topologia é o tipo de rede: difusão ou ponto a ponto, entretanto não podemos dizer que as topologias apresentadas a seguir são únicas ou

27 26 regras gerais, elas podem assumir infinitas formas de acordo com a necessidade, entretanto as que aqui apresento são as principais e mais utilizadas devido a sua versatilidade. As estruturas básicas são de ponto a ponto e por difusão, existem também topologias mistas formando redes mais complexas como: as redes do tipo estrela, hierárquica, em anel e as redes distribuídas. Uma rede onde os pacotes (mensagens) são comumente difundidos, ou seja, para todos os integrantes do grupo, é definida como broadcasting, banda-larga ou multiponto, como ilustra a Figura 1.5: Figura 1.5 Exemplo de uma rede Broadcast. Fonte: Acessado em 17/09/2007 Ainda citando broadcasting, pode-se observar a difusão da mensagem de uma forma diferente, ou seja, com destinatários identificados, esse método recebe outro nome multicasting, onde o destinatário pode ser um ou um grupo de integrantes da rede. Um exemplo dessa topologia de rede pode ser observado na Figura 1.6:

28 27 Figura 1.6 Exemplo de uma rede Multicast Fonte: Uma rede ponto a ponto, ilustrada na Figura 1.7, é o tipo mais simples de conexão que pode ser feita entre dois computadores, consiste em uma conexão única e direta, pode utilizarse de um cabo de par trançado, fibra ótica ou de redes sem fio: Bluetooth e Infravermelho, basicamente aceita todos os meios de transmissão por ser a mais simples. Figura 1.7 Rede Ponto a Ponto Fonte: Acessado em 17/09/2007 Uma rede ponto a ponto pode-se estender em diversas formas e tamanhos, sempre havendo a conexão entre dois computadores diretamente, duas topologias destacam-se nesse caso: A topologia do anel consiste em efetivar a conexão dos computadores de modo com que forme um ciclo fechado entre eles, tendo assim a forma de um anel, é uma estrutura versátil, entretanto pode não eficaz caso haja uma falha em dois pontos da conexão, o que

29 28 pode comprometer em parte ou por completo a rede, podemos observar um exemplo dessa topologia na Figura 1.8: Figura 1.8 Rede em Anel Fonte: acessado em 17/09/2007 Uma topologia muito utilizada durante a fase de crescimento das redes nas empresas foi a rede em estrela, apresentada na Figura 1.9, onde todos os computadores tem acesso ao computador central. Figura 1.9 Rede em Estrela Fonte: Topolox%C3%ADa_en_estrela.png. Acessado em 08/10/2007. Essa topologia foi substituída posteriormente por uma mais adequada à utilização de computadores em redes nas empresas, que com o passar do tempo cresceu exponencialmente e devido a esse crescimento a utilização de uma rede mais eficaz se tornou um fator chave para agilidade e versatilidade dos processos.

30 29 As redes hierárquicas fizeram esse papel de substituto das antigas redes em estrela, tendo assim um maior controle dos usuários. Esse processo foi muito utilizado, conforme cita Tarouco (1977, p.49), para supervisão de processos em real-time. Pode-se dizer que a utilização dessa topologia contribui também para a utilização do sistema ERP, facilitando o controle dos usuários, a qual é uma característica chave desse sistema. Pode-se observar um exemplo dessa topologia na Figura 1.10: Figura 1.10 Rede Hierárquica. Fonte: Acessado em 17/09/2007. Todas essas topologias se fundiram em uma com o advento da internet e a World Wide Web (WWW), originando as redes distribuídas uma das maiores e mais utilizadas redes mundialmente, a vantagem de uma rede desse tipo é que sua conexão raramente pode ser interrompida já que oferece diversos caminhos para um mesmo ponto. Por isso também sua implementação foi um sucesso para a internet, como mostra a Figura 1.11.

31 30 Figura 1.11 Rede Distribuída. Fonte: Acessado em 08/10/2007. As redes wireless podem assumir diferentes topologias dependendo do seu uso e funcionalidade, segundo Tanenbaum (2003): o padrão da IEEE poderia funcionar em dois modos, na presença de uma estação-base ou na ausência de uma estação base, isso implica que: quando essa rede disponibilizar de uma estação base os computadores estariam conectados via difusão ou broadcasting, e quando não eles se comunicariam entre si formando uma rede ponto a ponto. Essa flexibilidade que a torna a tecnologia atual de maior importância para o mundo da informática Redes Locais A definição de uma rede local é uma característica subjetiva que depende da percepção de tamanho de cada, por exemplo, a distancia de um quilômetro pode não significar local para uma pessoa e pode se muito perto para outra, entretanto Tanenbaum (2003) define

32 31 redes locais como sendo redes privadas contidas em um único edifício ou campus universitário com até alguns quilômetros de extensão. Uma rede local também pode ser definida com uma rede privada onde somente os integrantes previamente autorizados podem ter acesso a ela, por ser uma rede local um termo usual lhe é conferido LAN acrônimo do inglês Local Area Network. Geralmente as redes locais são conectadas por difusão através de cabos, geralmente os cabos de par trançado, que permitem uma conexão que varia de 10 Mbps a 100 Mbps, entretanto há redes com maiores velocidades de conexão como 1 Gbps a 10 Gbps, e justamente por serem composta de fios são limitadas as distancias de conexão entre os pares de computadores. Atualmente com o advento da tecnologia wireless as redes locais estão migrando para essa nova tecnologia passando a implantá-la, entre os diversos benefícios físicos que esta apresenta os mais importantes são a velocidade que pode variar entre 11 Mbps a 54 Mbps e a ausência de fios. O alcance das redes sem fio locais varia entre 50 metros com o aparelho cercado por paredes ou obstáculos e 500 metros ao ar livre sem nenhum obstáculo Redes Metropolitanas Redes metropolitanas assim como as redes locais também dependem da percepção de cada pessoa sobre seu tamanho, entretanto podemos dizer que uma rede metropolitana como o próprio nome sugere é uma rede que abrange uma metrópole ou uma cidade. Redes de televisão a cabo, estações de rádio são exemplos práticos dessa tecnologia. As redes metropolitanas ou MAN geralmente são redes de difusão ou broadcasting atualmente estas redes não se restringem apenas a redes de TV ou rádio, fornecendo também

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores... 1 Mobilidade... 1 Hardware de Rede... 2 Redes Locais - LANs... 2 Redes metropolitanas - MANs... 3 Redes Geograficamente Distribuídas - WANs... 3 Inter-redes... 5 Software de Rede...

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme Profª: Luciana Balieiro Cosme Revisão dos conceitos gerais Classificação de redes de computadores Visão geral sobre topologias Topologias Barramento Anel Estrela Hibridas Árvore Introdução aos protocolos

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I Redes de Computadores I Introdução a Redes de Computadores Prof. Esbel Tomás Valero Orellana Usos de Redes de Computadores Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e/ou dispositivos

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 11: Redes de Computadores Prof.: Roberto Franciscatto REDES - Introdução Conjunto de módulos de processamento interconectados através de um sistema de comunicação, cujo objetivo é compartilhar

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Rede É um conjunto de computadores chamados de estações de trabalho que compartilham recursos de hardware (HD,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

Aula 1 - Redes de computadores 15

Aula 1 - Redes de computadores 15 Aula 1 - Redes de computadores Objetivos Compreender os conceitos iniciais de redes de computadores. Compreender as principais classificações de redes. Definir e diferenciar as principais topologias de

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias de Redes; Meios de Transmissão; Arquitetura de Redes; Conteúdo deste

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos Arquiteturas de Rede 1 Sumário Introdução; Modelo de Referência OSI; Modelo de Referência TCP/IP; Bibliografia. 2/30 Introdução Já percebemos que as Redes de Computadores são bastante complexas. Elas possuem

Leia mais

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro Introdução às Redes de Computadores Por José Luís Carneiro Portes de computadores Grande Porte Super Computadores e Mainframes Médio Porte Super Minicomputadores e Minicomputadores Pequeno Porte Super

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES MEMÓRIAS DE AULA AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO, HISTÓRIA, EQUIPAMENTOS E TIPOS DE REDES Prof. José Wagner Bungart CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Definição de Redes de Computadores e Conceitos

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 A arquitetura de redes tem como função

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

Redes de Computadores. Introdução

Redes de Computadores. Introdução Redes de Computadores Introdução Rede de Computadores Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES www.professormarcelomoreira.com.br falecom@professormarcelomoreira.com.br Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software

Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software Disciplina: Redes de Computadores 2. Arquiteturas de Redes: Modelo em camadas Prof. Ronaldo Introdução n Redes são

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

1 Redes de comunicação de dados

1 Redes de comunicação de dados 1 Redes de comunicação de dados Nos anos 70 e 80 ocorreu uma fusão dos campos de ciência da computação e comunicação de dados. Isto produziu vários fatos relevantes: Não há diferenças fundamentais entre

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Tanenbaum, Redes de Computadores, Cap. 1.2 AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 15.3 Escravo é um

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados Estrutura de um Rede de Comunicações Profa.. Cristina Moreira Nunes Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação Utilização do sistema de transmissão Geração de sinal Sincronização Formatação das mensagens

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

Introdução a redes de computadores UNESP - São José do Rio Preto andre.proto@sjrp.unesp.br O que será abordado O que é uma rede Transmissão de dados em meios físicos Tipos de transmissão Classificação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Campus: Campo Mourão Professor: Feitosa dos Santos E-mail: luiz_arthur@fornet.com.br Sumário: Introdução; Classificação. 2 É Praticamente impossível hoje

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT 15.565 Integração de Sistemas de Informação: Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais 15.578 Sistemas de Informação Global:

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

Protocolos Hierárquicos

Protocolos Hierárquicos Protocolos Hierárquicos O que é a Internet? Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais Executando aplicações distribuídas Enlaces de comunicação fibra, cobre, rádio,

Leia mais

1 Lista de exercícios 01

1 Lista de exercícios 01 FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ 2007 1 Lista de exercícios 01 1) No desenvolvimento e aperfeiçoamento realizado em redes de computadores, quais foram os fatores que conduziram a interconexão de sistemas abertos

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Se interligarmos

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Introdução as Redes de Computadores Transparências baseadas no livro Computer Networking: A Top-Down Approach Featuring the Internet James Kurose e Keith Ross Redes de Computadores A. Tanenbaum e Prof.

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Kurose Redes de Computadores e a Internet Uma Abordagem Top-Down 5ª. Edição Pearson Cap.: 1 até 1.2.2 2.1.2 2.1.4 Como funciona uma rede? Existem princípios de orientação e estrutura?

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Padrão 802.11 Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Arquitetura Wireless Wi-Fi

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Elementos da Comunicação Origem da mensagem ou remetente; O canal meio físico; Destino da mensagem ou receptor; Rede de dados ou redes de informação são capazes de trafegar diferentes

Leia mais

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 PROFESSOR: Hiarly Alves Rodrigues Paiva Introdução a Redes de Computadores FACULDADE UNICE Fortaleza CE Ementa Introdução. Topologias de

Leia mais

Tecnologia da Informação Apostila 02

Tecnologia da Informação Apostila 02 Parte 6 - Telecomunicações e Redes 1. Visão Geral dos Sistemas de Comunicações Comunicação => é a transmissão de um sinal, por um caminho, de um remetente para um destinatário. A mensagem (dados e informação)

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

REDES INTRODUÇÃO À REDES

REDES INTRODUÇÃO À REDES REDES INTRODUÇÃO À REDES Simplificando ao extremo, uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Ex: Se interligarmos

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 6 Pág. 167 Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral RCO2 LANs, MANs e WANs Visão geral 1 LAN, MAN e WAN Classificação quanto a alcance, aplicação e tecnologias Distâncias: WAN: : distâncias arbitrariamente longas MAN: : distâncias médias (urbanas) LAN:

Leia mais

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1)

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1) Cenário das redes no final da década de 70 e início da década de 80: Grande aumento na quantidade e no tamanho das redes Redes criadas através de implementações diferentes de hardware e de software Incompatibilidade

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro

Fundamentos de Redes de Computadores. Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro Fundamentos de Redes de Computadores Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro Resumo Camada física. Padrões. Equipamentos de rede. Camada de enlace. Serviços. Equipamentos de

Leia mais

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 03 MODELO OSI/ISO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 PROTOCOLOS Protocolo é a regra de comunicação usada pelos dispositivos de uma

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Introdução à tecnologia de redes Redes de Computadores Século XX - Era da Informação -> invenção do computador. No início, os

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Redes de Dados. Aula 1. Introdução. Eytan Mediano

Redes de Dados. Aula 1. Introdução. Eytan Mediano Redes de Dados Aula 1 Introdução Eytan Mediano 1 6.263: Redes de Dados Aspectos fundamentais do projeto de redes e análise: Arquitetura Camadas Projeto da Topologia Protocolos Pt - a Pt (Pt= Ponto) Acesso

Leia mais

APLICAÇÃO REDE APLICAÇÃO APRESENTAÇÃO SESSÃO TRANSPORTE REDE LINK DE DADOS FÍSICA 1/5 PROTOCOLOS DE REDE

APLICAÇÃO REDE APLICAÇÃO APRESENTAÇÃO SESSÃO TRANSPORTE REDE LINK DE DADOS FÍSICA 1/5 PROTOCOLOS DE REDE 1/5 PROTOCOLOS DE O Modelo OSI O OSI é um modelo usado para entender como os protocolos de rede funcionam. Para facilitar a interconexão de sistemas de computadores, a ISO (International Standards Organization)

Leia mais

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Delfa M. HuatucoZuasnábar 2010 2 A década de 50 - Uso de máquinas complexas de grande porte operadas por pessoas altamente especializadas e o enfileiramento de usuários para submeter

Leia mais

Rede de Computadores

Rede de Computadores Escola de Ciências e Tecnologia UFRN Rede de Computadores Prof. Aquiles Burlamaqui Nélio Cacho Luiz Eduardo Eduardo Aranha ECT1103 INFORMÁTICA FUNDAMENTAL Manter o telefone celular sempre desligado/silencioso

Leia mais

Modelo OSI. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução

Modelo OSI. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução Modelo OSI Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução Crescimento das redes de computadores Muitas redes distintas International Organization for Standardization (ISO) Em 1984 surge o modelo OSI Padrões

Leia mais

Redes 10 Gigabit Ethernet

Redes 10 Gigabit Ethernet Redes 10 Gigabit Ethernet Ederson Luis Posselt 1, Joel Henri Walter 2 1 Instituto de Informática Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) Bairro Universitário na Av. Independência 2293 Santa Cruz do Sul

Leia mais

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes 1 Redes de Dados Inicialmente o compartilhamento de dados era realizado a partir de disquetes (Sneakernets) Cada vez que um arquivo era modificado ele teria que

Leia mais

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira 2. Padrões de Redes Locais 2.1 - Criação da Ethernet 2.2 - Padrões IEEE 802.x 2.3 - Especificações 802.3 2.4 - Token Bus 2.5 - Token Ring 2.1 - Criação

Leia mais

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores ATIVIDADE 1 Definição de redes de computadores As redes de computadores são criadas para permitir a troca de dados entre diversos dispositivos estações de trabalho, impressoras, redes externas etc. dentro

Leia mais

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. Alan Nakai

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. Alan Nakai INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES Alan Nakai ROTEIRO Introdução Tipos de Redes de Computadores Protocolos Modelo em Camadas Internet Introdução O que é uma rede de computadores? Coleção de computadores

Leia mais

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose)

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) 1. Quais são os tipos de redes de computadores e qual a motivação para estudá-las separadamente? Lan (Local Area Networks) MANs(Metropolitan Area Networks) WANs(Wide

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Modelos de Redes em Camadas

Modelos de Redes em Camadas Modelos de Redes em Camadas Prof. Gil Pinheiro 1 1. Arquitetura de Sistemas de Automação Sistemas Centralizados Sistemas Distribuídos Sistemas Baseados em Redes Arquitetura Cliente-Servidor 2 Sistemas

Leia mais

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa 1ª Exercícios - REDES LAN/WAN INSTRUTOR: MODALIDADE: TÉCNICO APRENDIZAGEM DATA: Turma: VALOR (em pontos): NOTA: ALUNO (A): 1. Utilize 1 para assinalar os protocolos que são da CAMADA DE REDE e 2 para os

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Conceito de Redes Redes de computadores são estruturas físicas (equipamentos) e lógicas (programas, protocolos) que permitem que dois ou mais computadores

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Topologias Tipos de Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 REDES LOCAIS LAN -

Leia mais