GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA"

Transcrição

1 GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

2 Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra que pretendem realizar um período de estudos numa universidade nacional ou estrangeira. I PROCESSO DE CANDIDATURA A cada passo do processo de candidatura, vai receber diversos s enviados pela DRI e automáticos da base de candidaturas. CRIE uma pasta para guardar toda a correspondência relativa à sua mobilidade. O estudante só tem permissão para avançar com o processo de candidatura online, após a confirmação de que leu o Guia de Candidatura e o Regulamento e que concorda com as condições neles contidas. O estudante ao iniciar o processo de mobilidade autoriza, também, que os seus dados (nome e ) sejam disponibilizados a outros estudantes de mobilidade (caso não concorde, deve apresentar, na DRI, uma declaração a atestar o contrário). Aconselha-se a que, durante o processo de candidatura online, o estudante leia atentamente as perguntas e responda de forma adequada, pois uma vez terminado esse processo de inscrição, não haverá lugar a correções e/ou a alterações. O processo completo de candidatura online processa-se em quatro fases: 1) Registo com declaração online em como leu e aceita as condições de candidatura; Transcrição da declaração online: Declaro que li o Guia de Candidatura e aceito as condições nele contidas e que tomei conhecimento que os estudantes que se encontrem ou venham a estar em situação de prescrição não podem candidatar-se a um período de mobilidade. 2) Pré-Inscrição; 3) Preenchimento da candidatura e impressão/entrega de documentos; 4) Aceitação na Universidade de acolhimento. 1) REGISTO Nota: Antes de fazer o seu Registo online verifique se o seu não enviará para o lixo eletrónico os s enviados pela DRI. Registo no site: 2

3 Depois de se registar, receberá um com os dados para aceder à sua candidatura sempre que necessário. Deverá guardar este . Prazo: de 1 de dezembro a 31 de janeiro 2) PRÉ-INSCRIÇÃO Prazo: 1 de dezembro a 31 de janeiro a) Introduzir a informação: - dados pessoais (tenha à mão o seu o documento de identificação, NIF e NIB e cartão de estudante) - dados académicos (faculdade, curso, grau, nº de inscrições, nº de créditos realizados) - dados linguísticos - dados referentes ao período de estudos a que se candidata deverá escolher três universidades e indicá-las por ordem de preferência; O estudante pode inscrever-se a um máximo de 3 programas e aquando da decisão final por um dos programas, terá de informar a DRI sobre a desistência dos restantes. Para cada programa terá de efetuar um registo. Verifique com atenção todos os dados antes de guardar em PDF ou imprimir porque não é possível corrigir a informação introduzida. b) Imprimir Pré-inscrição c) Levar ao Coordenador / Gabinete de Relações Internacionais da Faculdade para ser assinada (a quem deverá entregar uma cópia). Cabe aos Coordenadores da respectiva área de estudo, proceder à seriação dos candidatos. A seriação dos candidatos é feita com base no mérito académico, no conhecimento da língua de ensino e na motivação, respectivamente. d) Entregar original na DRI, até ao final da primeira semana de fevereiro, com os seguintes documentos: - Declaração e comprovativo do NIB; - Fotocópia do Documento de Identificação; - Fotocópia do Cartão de Contribuinte; - Fotocópia do Cartão de Estudante ou Certificado Multiusos. 3) CANDIDATURA 3

4 Saberá que a sua Pré-inscrição foi aceite quando receber um a solicitar o prosseguimento da candidatura. a) Analisar com o Coordenador Departamental o Plano de Estudos que pretende efetuar na Universidade de Acolhimento; b) Preencher o formulário de candidatura, com o respetivo Contrato de Estudos; c) Imprimir a candidatura da Universidade de Coimbra e da Universidade de acolhimento, assinar e levar ao Coordenador para assinar; d) Entregar as fichas de Candidatura na DRI, juntamente com os seguintes documentos: 1) Transcrição de registo académico / histórico escolar em português (com tradução em inglês para todas as universidades de língua estrangeira); Este documento pode ser retirado do Inforestudante em português e em inglês) 2) Fotografias coladas nas respetivas Fichas. Aconselha-se o estudante a ficar com fotocópia da Ficha de Candidatura. Nota O estudante deve obrigatoriamente visitar o site da Universidade à qual se está a candidatar e retirar e preencher as Fichas de Candidatura que essa Universidade poderá eventualmente exigir dos estudantes. Existem ainda algumas Universidades que exigem uma Candidatura online. O estudante deve também ter em atenção as datas-limite para envio desses documentos ou de inscrição online, pois normalmente não são aceites candidaturas enviadas após essas datas. O estudante deverá também procurar outro tipo de informação que considere relevante, tal como documentos solicitados pela universidade anfitriã, Fichas de Alojamento, datas de início de aulas, etc. 4) ACEITAÇÃO NA UNIVERSIDADE DE ACOLHIMENTO Logo que a DRI receba a confirmação de aceitação do estudante, este receberá um com informação sobre os documentos a entregar na DRI antes de partir: - Procuração (não necessita de reconhecimento notarial) e cópia do documento de identificação do Procurador; 4

5 - Atualização de Contactos; - Cópia do Cartão Europeu de Seguro de Doença ou cópia de um outro seguro válido para o estrangeiro. - Fotocópia do Passaporte (no caso de universidades não europeias ou de cidadãos não europeus). Caso seja o estudante a receber a informação da sua aceitação, deverá reenvia-la imediatamente para a DRI. O estudante não deve sair em mobilidade sem antes ter a confirmação por parte da Instituição de acolhimento da sua aceitação. O facto de um estudante ser aceite para efetuar um período de mobilidade numa Universidade parceira, não significa que lhe seja garantida a atribuição de uma Bolsa de Mobilidade. E a bolsa, caso venha a ser concedida, só será paga após reunidas as condições financeiras para tal. II ANTES DE PARTIR Nota O estudante não pode sair em mobilidade sem se matricular na Universidade de Coimbra. O estudante que se encontre prescrito não pode sair em mobilidade. O estudante tem de: - deslocar-se à DRI para saber se o processo está em ordem ou se falta algum tipo de documento e assinar o Contrato de Estudante; - imprimir e levar para a Instituição de acolhimento os seguintes documentos: a) Documento de chegada b) Fotocópia da Candidatura que contém o Plano de Estudos; c) Documento de partida. - Online Linguistic Support - os participantes em atividades de mobilidade no âmbito do ERASMUS que utilizem as línguas Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Espanhol ou Holandês como a língua principal de estudo terão, obrigatoriamente, de participar no OLS. O OLS consistirá no seguinte: 1. Teste 1 de avaliação da competência linguística do estudante - 5

6 antes do início da mobilidade 2. Curso de língua - no início da mobilidade (se aplicável) 3. Teste 2 de avaliação da competência linguística do estudante - no fim da mobilidade Os Testes 1 e 2 de avaliação da competência linguística são obrigatórios para todos, mas o facto de o estudante ter uma nota negativa no teste, não significa que não possa sair em mobilidade. O curso de língua é opcional. Este curso pode ser atribuído, pela Universidade de Coimbra, ao estudante, tendo por base o nível de competência linguística demonstrada pelo estudante no Teste 1 de avaliação. Os testes de avaliação e os cursos de língua OLS não têm custos para os estudantes. III À CHEGADA À UNIVERSIDADE DE ACOLHIMENTO - Documento de chegada a enviar, por , para a DRI, depois de assinado e carimbado por um responsável da universidade anfitriã, nos 15 dias seguintes à sua chegada. Este documento é essencial para introdução da informação do período de mobilidade na ficha do estudante no NONIO. É mediante a apresentação deste documento que a DRI procederá à transferência de uma eventual bolsa de mobilidade; - Alteração ao Plano de Estudos A alteração ao Plano de Estudos deve ser efectuada no prazo de um mês após a chegada à Universidade de Acolhimento. Caso o estudante verifique a necessidade de alterar o Plano de Estudos, deve contactar imediatamente o seu Coordenador Departamental da U.C. para definir o novo Plano e, logo que este esteja definido, deverá preencher a alteração ao Plano de Estudos no site da DRI, imprimir, assinar, dar ao Coordenador da Instituição de acolhimento para assinar e, enviar para a DRI que o encaminhará ao Coordenador Departamental, para assinatura. O Regulamento Académico da Universidade de Coimbra é a matriz e referência para todas as normas que regem a atividade académica da UC. - Pedido de prolongamento de estudos - Caso o estudante decida prolongar o seu período de estudos, terá de ter a autorização da Universidade de Acolhimento, do Coordenador Departamental da Universidade de Coimbra e da DRI. O pagamento de uma eventual bolsa, relativamente ao prolongamento, não é garantido. IV REGRESSO À UNIVERSIDADE DE ORIGEM - Documento de partida - a enviar para a DRI por , devidamente assinado e carimbado pelo responsável da universidade de acolhimento, nos 15 dias seguintes ao término do período de mobilidade. 6

7 É com base neste documento que se insere a data de partida no NONIO e faz o cálculo ao nº correto de meses de mobilidade do estudante e se faz os acertos da eventual bolsa de mobilidade (se o estudante não cumprir os meses estipulados em Contrato poderá ter de devolver parte da bolsa de mobilidade). O estudante deverá preencher : Relatório Final ERASMUS É obrigatório o seu preenchimento pelos estudantes «ERASMUS». O estudante receberá um com indicações sobre o preenchimento. O não preenchimento deste Relatório implica a devolução da bolsa. Inquérito de Avaliação Documento a ser preenchido online no site https://surveys.uc.pt/index.php/survey/index/sid/387526/lang/pt NOTA: Este Guia não dispensa a leitura do Regulamento do Programa ERASMUS e do Regulamento dos Programas de Outras Mobilidades. Os estudantes que estiverem em condições de receber uma bolsa de Mobilidade mas que não cumpram o estipulado, ou não obtenham aproveitamento académico, perdem o direito à totalidade da Bolsa ou a parte dela. Divisão de Relações Internacionais da Universidade de Coimbra Largo D. Dinis Colégio S. Jerónimo Apartado Coimbra Telef.: / Fax: Mobilidade Outgoing Ana Isabel Ferreira - Sofia Jesus - 7

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

NOTA: Para o preenchimento dos formulários em linha, é necessário que Javascript e cookies estejam activados (Internet Explorer e Firefox)

NOTA: Para o preenchimento dos formulários em linha, é necessário que Javascript e cookies estejam activados (Internet Explorer e Firefox) 2012/13 Universidade de Coimbra Mobilidade de Estudantes OUTRAS MOBILIDADES Guia de Inscrição online Guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade

Leia mais

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade?

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade? ERASMUS+ - MOBILIDADE DE ESTUDANTES PERGUNTAS FREQUENTES O que é o Erasmus+? Quais os tipos de mobilidade a que posso concorrer? Quem pode candidatar-se? Que restrições existem? Já fui beneficiário de

Leia mais

Instituto Ciências da Saúde. da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

Instituto Ciências da Saúde. da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO Instituto Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO 1 CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O que é o Erasmus+? O Erasmus+ teve início no dia 1 de Janeiro de 2014. PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O Erasmus+ é o novo programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto que se

Leia mais

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 7 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 9 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE...

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 7 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 9 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... Índice PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 7 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 9 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... 13 Gabinete de Mobilidade ICBAS - 2013 Página 1 PRÉ-CANDIDATURAS

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS FORMALIZAÇÃO DA CANDIDATURA 1. Quais são os prazos para formalizar a candidatura?

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA 1. Quem se pode candidatar à mobilidade Erasmus para estudos?

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp)

GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS Placements A Universidade de

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA 1. Quem se pode candidatar à mobilidade Erasmus para estudos?

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL.

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Edição 2015-2017 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de Fevereiro,

Leia mais

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio 1. Devo matricular-me na UAc mesmo indo para o estrangeiro? 2. Tenho de pagar propinas na UAc? 3. Tenho que pagar propinas na Universidade

Leia mais

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Introdução O Banco Santander, através da sua divisão Santander Universidades, promove o Programa de Bolsas Ibero-américa, um

Leia mais

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo)

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) Manual de GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/20 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático

Leia mais

REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci

REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci REGULAMENTO DE MOBILIDADE DE DIPLOMADOS Leonardo da Vinci Tendo a Coordenação em colaboração com o DGA RI, elaborado e submetido uma candidatura ao Programa Leonardo da Vinci, foi esta aprovada pela Agência

Leia mais

Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13

Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Adoção (32 V4.08) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social,

Leia mais

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante ERASMUS Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Guia do Estudante Normas Gerais A mobilidade de estudantes, uma das acções mais frequentes do Programa, inclui duas vertentes de actividade: realização

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem GUIA DE CANDIDATURA PARA MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA ESTÁGIOS ERASMUS+ (SMP)

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Guia de Apoio à Candidatura Online

Guia de Apoio à Candidatura Online Recomendações gerais: Consultar as Normas e as Perguntas Frequentes - FAQ disponíveis no sítio eletrónico http://rehabitarlisboa.cm-lisboa.pt, menu COMO FAZER / Programa O Bairro (com)vida ; Certificar-se

Leia mais

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE...

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... Índice PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... 12 Gabinete de Mobilidade ICBAS - 2013 Página 1 PRÉ-CANDIDATURAS

Leia mais

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade

Leia mais

EDITAL Nº 100/2016 PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 100/2016 PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 100/2016 PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO O VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no exercício da reitoria, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA DE GRADUAÇÃO / POSGRADUAÇÃO / MESTRADO E DOUTORADO / PESSOAL ACADEMICO FELLOW-MUNDUS Edital de Seleção de bolsas Fellow Mundus. 01.2015

Leia mais

CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Candidato

CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Candidato CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Lisboa, Setembro de 2007 Índice I Introdução... 3 II Inscrição Obrigatória. 4 III - Aplicação Contratação de Escola.......... 5 1. Acesso à aplicação Contratação de

Leia mais

wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopas Guia Prático de Mobilidade dos dfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl

wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopas Guia Prático de Mobilidade dos dfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwert yuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa sdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghj klçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Gabinete de Relações Exteriores wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty

Leia mais

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11 GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS Missões de Ensino e Formação no IPV I 2010/11 11 1 GUIA ERASMUS PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA 2010/11 -Mis Missões sões de Ensino e Formação

Leia mais

REGULAMENTO Regulamento do programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (LLP) ERASMUS Mobilidade de Alunos Missão de Estudos e Estágios

REGULAMENTO Regulamento do programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (LLP) ERASMUS Mobilidade de Alunos Missão de Estudos e Estágios RG- 10-01 Data: 2010-01-06 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA ESAC Escola Superior Agrária de Coimbra ESEC Escola Superior de Educação de Coimbra ESTeSC Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra

Leia mais

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO Preâmbulo O Programa de Mobilidade de Estudantes SÓCRATES / ERASMUS é uma iniciativa da União

Leia mais

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Declaração de Remunerações On-Line (2026 V4.10) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE EDITAL INTERNACIONAL 01-15

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE EDITAL INTERNACIONAL 01-15 UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE EDITAL INTERNACIONAL 01-15 A Assessoria Internacional da Universidade da Região de Joinville FURJ/UNIVILLE torna público aos alunos de graduação, a abertura

Leia mais

C MATRÍCULA E INSCRIÇÃO E RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO ANUAL EM CURSO DO IPL

C MATRÍCULA E INSCRIÇÃO E RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO ANUAL EM CURSO DO IPL C MATRÍCULA E INSCRIÇÃO E RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO ANUAL EM CURSO DO IPL 1. Matrícula e Inscrição 1.1. Ingressei no IPL através do Concurso Nacional de Acesso. Como procedo para efectuar a matrícula/inscrição?

Leia mais

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA ATENÇÃO: - O da FZEA solicita um prazo de 5 (cinco) dias úteis após a entrega da documentação da matrícula para que as informações sejam cadastradas

Leia mais

Universidade de Coimbra PROGRAMAS DE MOBILIDADE ERASMUS E OUTROS

Universidade de Coimbra PROGRAMAS DE MOBILIDADE ERASMUS E OUTROS Universidade de Coimbra PROGRAMAS DE MOBILIDADE ERASMUS E OUTROS https://www.youtube.com/watch?v=zubalbd94wa NOVIDADES - PROGRAMA ERASMUS+ Apoio Linguístico online : - Testes obrigatórios para todos os

Leia mais

Artigo 3º Bolsas de Investigação para Frequência de Estágios

Artigo 3º Bolsas de Investigação para Frequência de Estágios PROGRAMA OPERACIONAL DE VALORIZAÇÃO DO POTENCIAL HUMANO E COESÃO SOCIAL DA RAM EIXO I EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE FORMAÇÃO AVANÇADA E QUALIFICAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial

Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial O candidato deve, em primeiro lugar, inscrever-se como membro do Clube dos Amigos da Fundação Macau para que, posteriormente,

Leia mais

1/12 Perguntas Frequentes sobre o Processo de Candidatura a Bolsas de Formação Contínua Comenius

1/12 Perguntas Frequentes sobre o Processo de Candidatura a Bolsas de Formação Contínua Comenius 1/12 Bem-vinda(o) à Área de Perguntas Frequentes sobre o Processo de Candidatura às Bolsas de Formação Contínua Comenius! Esta área, e respectiva informação disponibilizada, têm como objectivo facilitar

Leia mais

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2.

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2. Manual do Fénix Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso Candidatura Online para o 2. º Ciclo SI (Versão 1.0) Maio 2011 Este manual tem como objectivo auxiliar na

Leia mais

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais)

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais) Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES Regulamento Artigo 1º (Disposições Gerais) O Programa de Bolsas de Mobilidade para Estudantes da Universidade de Lisboa tem por objectivo proporcionar

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estudos

Leia mais

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prestações de Desemprego Montante Único

Leia mais

PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA

PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA Município de Idanha-a-Nova Contribuinte 501 121 030 PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, pretende implementar medidas de apoio social

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO PARA APERFEIÇOAMENTO EM MÚSICA REGULAMENTO. DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º

BOLSAS DE ESTUDO PARA APERFEIÇOAMENTO EM MÚSICA REGULAMENTO. DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º BOLSAS DE ESTUDO PARA APERFEIÇOAMENTO EM MÚSICA REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º 1. Com o fim de estimular a valorização profissional e a especialização nos diversos domínios da Música, a Fundação

Leia mais

normas de carácter geral programa ERASMUS na vertente estudos

normas de carácter geral programa ERASMUS na vertente estudos programa ERASMUS+ 2016 2017 FACULDADE DE BELAS-ARTES UNIVERSIDADE DE LISBOA guia informativo do programa erasmus estudos o que é o programa ERASMUS +? O programa ERASMUS+, com início em Janeiro de 2014,

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 Pág. 1/12 Rua Conselheiro Emídio Navarro 1 Importante: O processo de candidatura decorre online. Este manual aplica-se a todos os cursos/regimes de candidatura, com as

Leia mais

SIDER. Guia para o preenchimento do Formulário de Pedido de Pagamento do Incentivo

SIDER. Guia para o preenchimento do Formulário de Pedido de Pagamento do Incentivo REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA ECONOMIA DIREÇÃO REGIONAL DE APOIO AO INVESTIMENTO E À COMPETITIVIDADE SIDER Guia para o preenchimento do Formulário de Pedido de Pagamento do Incentivo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 052/2014 CONSUNI (Alterada pela Resolução n 107/2014 CONSUNI)

RESOLUÇÃO Nº 052/2014 CONSUNI (Alterada pela Resolução n 107/2014 CONSUNI) RESOLUÇÃO Nº 052/2014 CONSUNI (Alterada pela Resolução n 107/2014 CONSUNI) Institui o Programa de Auxílio à Mobilidade Estudantil Nacional e Internacional da UDESC PROME Nacional e PROME Internacional.

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA.

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA. INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA Edição 2014-2016 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de

Leia mais

Programa Leitorado para Instituição Universitária Estrangeira. Edital nº. 52/2014

Programa Leitorado para Instituição Universitária Estrangeira. Edital nº. 52/2014 Programa Leitorado para Instituição Universitária Estrangeira Edital nº. 52/2014 A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria de Relações Internacionais

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO 1. ENTIDADES COORDENADORAS Coordenador de Mobilidade do Mestrado em: Engenharia Biológica (https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/cursos/mebiol/programas-de-mobilidade

Leia mais

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012 INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012 Serviço de Cooperação com os Países Lusófonos e Latino-Americanos SCPLLA Endereço Reitoria da Universidade

Leia mais

TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA

TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA www.ft.lisboa.ucp.pt Universidade Católica Portuguesa savlita TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA SITUAÇÕES ESPECIAIS 1ª EDIÇÃO DOCUMENTO IDENTIDADE DO CURSO REGULAMENTO INFORMAÇÕES Gabinete de Apoio

Leia mais

1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20. Data de Emissão. Contribuinte Fiscal Nº de Eleitor Residente no Concelho desde

1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20. Data de Emissão. Contribuinte Fiscal Nº de Eleitor Residente no Concelho desde CÂMARA MUNICIPAL CENTRO DE INTERVENÇÃO SOCIAL gabinete de educação BOLSA DE ESTUDO AO ENSINO SUPERIOR: CANDIDATURA 1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20 IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Morada Código Postal Natural

Leia mais

GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS GUIA DE CANDIDATURA PARA ENSINO E ESTÁGIOS ERASMUS+ Conteúdos I Mobilidade Erasmus+ ENSINO II Candidatura à Mobilidade de Ensino ERASMUS + III Outras

Leia mais

Manual de candidaturas online

Manual de candidaturas online Instituto Superior de Agronomia Manual de candidaturas online 20-06-2014 (Versão 1.0) O objetivo deste manual é auxiliar o candidato na apresentação da sua candidatura. Índice Introdução 1. Registo do

Leia mais

GUIA PRÁTICO ENTREGA DE DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES (DMR)

GUIA PRÁTICO ENTREGA DE DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES (DMR) GUIA PRÁTICO ENTREGA DE DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES (DMR) INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/20 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Entrega de Declaração de Remunerações (2016 A V1.4)

Leia mais

Perguntas e respostas sobre a bolsa de mérito para estudos pós-graduados. Ano académico de 2016/2017

Perguntas e respostas sobre a bolsa de mérito para estudos pós-graduados. Ano académico de 2016/2017 Perguntas e respostas sobre a bolsa de mérito para estudos pós-graduados Ano académico de 2016/2017 1. Pergunta: Quais os documentos que devo de ler antes de apresentar o pedido? Devem ser lidos, pormenorizadamente,

Leia mais

MANUAL do UTILIZADOR

MANUAL do UTILIZADOR Software OFICIAR Gestão de Expediente Versão 2 para Windows MANUAL do UTILIZADOR Janeiro de 2014 J.P.M. & ABREU, Lda. Apartado 2927 2410-902 LEIRIA Telef: 244800570 Fax: 244 824576 Linha Verde: 800 225

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ALEMANHA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ALEMANHA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ALEMANHA Tendo em vista a oportunidade propiciada pelo Programa Ciência sem Fronteiras, a Assessoria

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016

EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016 EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016 O Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, por meio de sua Reitoria, divulga as informações para o processo de seleção

Leia mais

Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa

Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional

Leia mais

I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS SMS e Outras Mobilidades com a Europa

I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS SMS e Outras Mobilidades com a Europa Universidade de Coimbra MOBILIDADE DE ESTUDANTES ERASMUS SMS E OUTRAS MOBILIDADES COM A EUROPA Guia de Inscrição online Guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes

Leia mais

BOLETIM DE CANDIDATURA. Bolsas de Estudo Ensino Superior

BOLETIM DE CANDIDATURA. Bolsas de Estudo Ensino Superior Responda a todos os itens de forma mais completa possível. Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Barcelos 1. Estabelecimento de Ensino Estabelecimento de ensino Localidade Telefone Fax E-mail

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NOS ESTADOS UNIDOS

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NOS ESTADOS UNIDOS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NOS ESTADOS UNIDOS Tendo em vista a oportunidade propiciada pelo Programa Ciência sem Fronteiras,

Leia mais

FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO

FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO FICHA DE PERCURSO PROFISSIONAL E DE FORMAÇÃO NRP / (A atribuir pelo IEFP) UNIDADE ORGÂNICA RECEPTORA Data de Recepção - - Técnicos Responsáveis: O Técnico Receptor PREENCHER ESTA PÁGINA COM LETRAS MAIÚSCULAS

Leia mais

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Protocolo de Estágio entre AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo, E.P.E. e (nome da entidade) Entre PRIMEIRO:

Leia mais

da Universidade Católica Portuguesa

da Universidade Católica Portuguesa Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO Aprovado no Conselho Científico de 2 de julho de 2014 CAPÍTULO I Disposições

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp)

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) GUIA DE CANDIDATURA PARA ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) INTRODUÇÃO 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extra-curricular) efectuada

Leia mais

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo)

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prova Escolar (Abono de Família

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016 Pág. 1/12 Rua Conselheiro Emídio Navarro 1 Importante: O processo de candidatura decorre online. Este manual aplica-se a todos os cursos/regimes de candidatura,

Leia mais

PLANO ANUAL DE ESTÁGIOS CURRICULARES NÃO REMUNERADOS 2015/2016

PLANO ANUAL DE ESTÁGIOS CURRICULARES NÃO REMUNERADOS 2015/2016 PLANO ANUAL DE ESTÁGIOS CURRICULARES NÃO REMUNERADOS 2015/2016 1. Introdução 2. Plano Anual de Estágios não Remunerados 3. Candidatura e seleção dos estagiários 4. Formalização dos estágios 5. Acompanhamento

Leia mais

Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez

Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Processo de Matricula - Alunos 1º Ano 1ª Vez O processo de matrícula consiste em 3 passos: 1. Pagamento e entrega de documentos (nos

Leia mais

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: ANTES do preenchimento da candidatura: o que precisa saber/ fazer? Reunir informação: Consultar as Normas

Leia mais

Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura

Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura Centro de Informática e Técnico 1 passo 1: abrir candidatura O primeiro passo consiste em efetuar a abertura do processo

Leia mais

Check-list da documentação necessária para intercâmbio. Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa. Documentos solicitados Ok Observações

Check-list da documentação necessária para intercâmbio. Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa. Documentos solicitados Ok Observações Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa Formulário de aplicação (este documento será enviado pela universidade para o e-mail do aluno após a nomeação feita pela ARI). Cópia escaneada do passaporte

Leia mais

Subsídio por cessação de atividade Atualizado em: 07-12-2015

Subsídio por cessação de atividade Atualizado em: 07-12-2015 SEGURANÇA SOCIAL Subsídio por cessação de atividade Atualizado em: 07-12-2015 Esta informação destina-se a Trabalhadores independentes O que é e quais as condições para ter direito O que é É uma prestação

Leia mais

Guia de Apoio ao Formando. Formação à distância

Guia de Apoio ao Formando. Formação à distância Regras&Sugestões- Formação e Consultoria, Lda. Guia de Apoio ao Formando Data de elaboração: abril de 2014 CONTACTOS Regras & Sugestões Formação e Consultoria, Lda. Av. General Vitorino laranjeira, Edifício

Leia mais

Guia de Cliente Seguro de Saúde

Guia de Cliente Seguro de Saúde 1 2 Índice O que está coberto pelo meu Seguro de Saúde? Qual o valor máximo pago pelo Segurador por ano por cada cobertura? O que tenho de pagar quando utilizar o Seguro de Saúde? Tabela de Franquias e

Leia mais

Abra o ficheiro «Formulário de Candidatura» e guarde-o no seu computador

Abra o ficheiro «Formulário de Candidatura» e guarde-o no seu computador NOTA PRÉVIA As candidaturas ao Programa de Financiamento a projectos pelo INR, I.P. implicam 2 momentos distintos e complementares: Efetuar a candidatura on-line, através da plataforma web disponível no

Leia mais

F.A.Q. - OUTGOING. 3. Quais instituições estrangeiras possuem acordo com a UFSC?

F.A.Q. - OUTGOING. 3. Quais instituições estrangeiras possuem acordo com a UFSC? SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS AVENIDA DESEMBARGADOR VITOR LIMA, N.º 222 TRINDADE CEP: 88.040-400 - FLORIANÓPOLIS

Leia mais

I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS e Outras Mobilidades com a Europa

I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS e Outras Mobilidades com a Europa 2011/12 Universidade de Coimbra MOBILIDADE DE ESTUDANTES ERASMUS E OUTRAS MOBILIDADES COM A EUROPA Guia de Inscrição online Guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para

Leia mais

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Edição: Coordenação: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P.

Leia mais

Candidatuta on-line Instruções operacionais de preenchimento

Candidatuta on-line Instruções operacionais de preenchimento Candidatura on-line 2014 NOTA PRÉVIA As candidaturas ao Programa de Financiamento a projectos pelo INR, I.P. implicam 2 momentos distintos e complementares: Efetuar a candidatura on-line, através da plataforma

Leia mais

Manual do Estagiário ESCS

Manual do Estagiário ESCS Manual do Estagiário ESCS ESCS 2015 ÍNDICE APRESENTAÇÃO. 3 INTRODUÇÃO...4 OS ESTÁGIOS NA ESCS....5 A ESCS RECOMENDA AINDA... 6 DIREITOS DO ESTAGIÁRIO.. 7 SUBSÍDIOS 7 DURAÇÃO DO ESTÁGIO....8 PROTOCOLO DE

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artº. 1º. 1. A Fundação Calouste Gulbenkian, através

Leia mais

EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015

EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015 EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015 A Universidade Federal de Itajubá, por meio de sua Secretaria de Relações Internacionais SRI, torna pública a chamada para seleção de candidatos para participação no programa

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Desemprego Montante Único

Leia mais

CERTIFICADOS DE APTIDÃO PROFISSIONAL (CAP) PARA:

CERTIFICADOS DE APTIDÃO PROFISSIONAL (CAP) PARA: CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL TELEFONE 218423502 INFORMAÇÃO AERONÁUTICA AFTN - LPPTYAYI AEROPORTO DA PORTELA 14/06 TELEX 12120 - AERCIV P 1749-034 LISBOA

Leia mais

EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016

EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016 EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016 CHAMADA PÚBLICA INTERNA PARA ALUNOS DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO IFSC PROGRAMA CAPES BRAFITEC 2016 BRASIL-FRANÇA RETIFICADO EXECUÇÃO: MARÇO 2016 A JULHO DE

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing Unidade Rio de Janeiro, de acordo com o regimento interno, torna pública as normas do Processo

Leia mais

FAQ - Perguntas Mais Frequentes

FAQ - Perguntas Mais Frequentes FAQ - Perguntas Mais Frequentes I-Bolsas de Estudo 1. Que legislação regulamenta a atribuição de bolsas de estudo? Relativamente ao ano letivo 2013-2014, o Despacho nº 8442-A/2012, de 22 junho, que se

Leia mais

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental.

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental. Regulamento PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1º Âmbito 1. O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe a dinamização de um concurso de ideias, denominado Concurso 50/50, destinado

Leia mais

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016.

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. NORMAS DO PROCESSO SELETIVO AGENDADO PARA INGRESSO NA FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EM 2016. A Direção da Faculdade Cesumar de

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DE CINEMA, DANÇA E TEATRO. Enquadramento

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DE CINEMA, DANÇA E TEATRO. Enquadramento REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DE CINEMA, DANÇA E TEATRO 2016 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian concede, através do Programa de Língua e Cultura Portuguesas

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 2014 CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA Direcção Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social [DOCUMENTO DE APOIO À CANDIDATURA ON LINE ] Para mais esclarecimentos, ligue para 21 798 86 01/ 86 55 ou através

Leia mais

BOLSA DE ESTUDO PARA PESQUISA PRIMITIVO DE VEGA 2010

BOLSA DE ESTUDO PARA PESQUISA PRIMITIVO DE VEGA 2010 BOLSA DE ESTUDO PARA PESQUISA PRIMITIVO DE VEGA 2010 1. QUESTIONÁRIO DE SOLICITAÇÃO DO DIRETOR DO PROJETO (*) TÍTULO DO PROJETO Título:... Instituição onde será realizada a formação ou pesquisa, endereço,

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP)

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) INFORMAÇÃO GERAL 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extracurricular) efectuada

Leia mais