ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria. DRG / SP - Educação Corporativa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria. DRG / SP - Educação Corporativa"

Transcrição

1 ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria DRG / SP - Educação Corporativa 1

2 Método do Treinamento: - Expositivo baseado na apresentação; - Organizado pelo conteúdo programático; - Desenvolvido no padrão e sem personalizações da ferramenta. 2

3 Conteúdo Programático 1. Conceito: -O que é sistema de Gestão Empresarial (ERP)? -O que é Controladoria no ERP PROTHEUS? -Quais são os processos introdutórios para ativar um bem, pagar fornecedor e contabilizar o lançamento? 2. Prática: 2.1. Navegação no sistema integrado ERP PROTHEUS Ativo Fixo, Financeiro, Contabilidade e Planejamento Controle Orçamentário: -Help de Campos - Help On-Line - Fluxo das operações - Visualizar a Planilha Orçamentária e sua estrutura Simulação das operações no ERP Protheus para Ativo Fixo: - Visualizar os principais cadastros que envolverão o bem adquirido, assim como, inclusão, pagamento, contabilização e depreciação do ativo. - Consultar bem, ficha do ativo, posição de fornecedor e a contabilização. - Emitir Relatório baseado no processo do ativo imobilizado. 3

4 Conteúdo Programático 2. Prática (Continuação...): 2.3. Simulação das operações no ERP Protheus para Financeiro (Contas á Pagar): - Visualizar os cadastros importantes do processo de pagamento. - Movimentar por baixa manual, ou seja, o pagamento e a contabilização. -Consultar a posição de título á pagar e a rastreabilidade do mesmo. - Emitir Relatório da posição de título e movimentação Simulação das operações no ERP Protheus para Contabilidade: - Visualizar os cadastros do Lançamento Padrão, Plano de Contas, Centro de Custo, Histórico Inteligente e os lançamentos contábeis integrados. -Movimentar através da integração contábil a partir do ativo, a depreciação, o pagamento ao fornecedor do bem adquirido e acerto do lançamento, se necessário. -Emitir relatórios de Balancete, Razão, Diário e Conferencia de Lançamentos (Digitados ou Integrados). 4

5 Esclarecimentos Ítensque não fazem parte do escopo desta modalidade de treinamento: Lista de dúvidas; Simulações de operações da empresa; Dúvidas sobre personalizações; As divergências serão direcionadas para a nossa área de Atendimento e Relacionamento. 5

6 Apresentações: Nome Cargo Empresa e ramo de atividade Você conhece algum ERP? Qual? Qual a sua expectativa no treinamento? 6

7 Documentos Lista de presença Termo de ciência de atraso Pesquisa de satisfação Certificado 7

8 Sala de aula Dicas de boas práticas: Foco 100% no treinamento; Celulares e notebooks desligados; Acesso à Internet restrito (somente pesquisa de satisfação); Ausências excessivas da sala de aula comprometem o treinamento. 8

9 Horários Inicio do curso: 08:30 Termino: 17:30 Inicio do curso: 18:30 Termino: 22:30 Diurno e sabados Coffe Break: 2 intervalos de 15 Noturno Coffe Break: 1 intervalo de 15 Almoço: 12:00 às 13:30 9

10 Objetivo Apresentar o funcionamento dentro do ERP PROTHEUS para a Introdução a Controladoria e preparar o participante para realizar os demais treinamentos da TOTVS. Público-Alvo: Destinado a pessoas que desejam conhecer o sistema integrado ERP PROTHEUS para a introdução a Controladoria que tange a ativo imobilizado, financeiro, contabilidade e a planilha orçamentária. Pré-requisitos: Conhecimentos básico de informática (navegação no sistema Windows), Contabilidade (débito, crédito e histórico padrão), Noções de rotinas ou processos relacionados ao curso e ter realizado o curso de Introdução ao Sistema ERP TOTVS. 10

11 Conceito: O que é sistema de Gestão Empresarial (ERP)? ERP (Enterprise Resource Planning) ou sistemas Integrados de Gestão Empresarial são sistemas de informação que integram todos os processos e dados de uma organização em um único sistema, ou seja, o TOTVS ERP PROTHEUS. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional dos módulos e processos de compras, estoque, produção, administração de vendas, faturamento, fiscal, financeiro, contabilidade, recursos humanos e verticais e sob a perspectiva sistêmica de processamento de transações de entradas e saídas através de dados que os módulos gerarão informações gerenciais de apoio a decisão. O ERP em linha geral é uma plataforma de software complexa e desenvolvido para integrar os diversos departamentos e aréas de uma empresa, ao qual, possibilita a automação, otimização e armazenamento de dados e das informações de negócios. 11

12 Conceito: O que é sistema de Gestão Empresarial (ERP)? Empresa CNPJ Macro Fluxo dos Processos do TOTVS ERP PROTHEUS Regras de Negócios Compras Processos Mapeamento Entradas Saídas CFOP Cadastro TES Fiscal Financeiro Parâmetros Compras Estoque SPED Inventário Cadastros Regras Necessidades ERP PROTHEUS Ativo Fixo Faturamento Nf-e Contábil Quais são os cadastros mais importante numa ordem do TOTVS ERP PROTHEUS? Lançamentos Padronizados Livros Fiscais SPED FISCAL Contabilidade SPED Contábil 12

13 Conceito: O que é Controladoria no ERP PROTHEUS? A controladoria são atividades baseadas em processo num conhecimento híbrido que recebe das integrações sistémicas, ao qual, são responsáveis em suprimir informações aos tomadores de decisões. No âmbito prático, são os dados de entradas e saídas através das integrações do ativofixo, financeiro, contabilidade, livros fiscais e planejamentocontrole orçamentário que transforma em informações estratégicas, diante dos fatos contábeis e seus respectivos regimes competência e caixa. Ela apoia no ERP PROTHEUS como sistema de informações numa visão multidisciplinar, diante da análise de requisitos, construção e manutenção baseado no modelo de gestão homologada numa aderência sistémica a fim de suprir de forma adequada as necessidades de informação dos gestores. 13

14 Conceito: O que é Controladoria no ERP PROTHEUS? A contabilidade concebi á captar, registrar, acumular, resumir, medir e interpretar os fenômenos que afetam a situação patrimonial, financeira e econômica de qualquer empresa, seja qual for seu ramo de atividade ou sua forma jurídica. É um instrumento da administração, útil que adapta as necessidades da empresa. A complexidade da tomada de decisões nos negócios da empresa acarretou o uso sistemático da contabilidade para controle e planejamento administrativos. Bem utilizadas, as demonstrações contábeis constituem a base mais completa de informação, uma vez que, por meio delas, é possível identificar os pontos fracos da estrutura econômico-financeira da empresa, proporcionando uma visão resumida do resultado dos negócios e da situação patrimonial e servindo de base para exercer a ação corretiva de qualquer controle adequado. Entretanto, não são apenas os administradores que se valem das informações produzidas pela contabilidade. Essas informações também são úteis a terceiros, tais como os sócios ou acionistas sem ingerência nos negócios, fornecedores, instituições financeiras, entidades governamentais, clientes, etc., que, por qualquer motivo participação nos lucros, concessão de crédito, tributação, planos setoriais e outros necessitam conhecer a situação da empresa. 14

15 Quais são os processos introdutórios da Controladoria? Contabilidade As aquisições dos bens e serviços que integram através do Tipo de Entrada e Saída são aplicadas configurações que enviarão dados e informações ao ativofixo, aos livros fiscais, a financeiro e ao planejamentocontrole orçamentário, assim como, na contabilidade gerencialatravés dos lançamentos padronizados. Nos cadastros mais importantes do sistema, por exemplo, Tipo de Entrada e Saída possuem as informações que enviará o bem ao ativofixo, assim como, o Lançamento Padronizado integrará a contabilidade através do fato contábil gerido pela emissão a contabilização do fornecedor, da despesa, do produto ou serviço, os impostos de apurações e os impostos de retenções. É importante que seja definidos através da análise de requisitos e o mapeamento do processo, quais sãos os fatos contábeis e as regras contábeis para integrar através dos lançamentos padronizados, ao qual, a contabilização poderá ser ON-LINE ou OFF-LINE, ou seja, conforme a necessidade de cada processo / operação de determinado negócio. São definidos pelo contador os cadastros de Plano de Contas, Centro de Custo e Lançamentos Padronizados. 15

16 Contabilidade Entidades Contábeis Cadastros Plano de Contas é um elenco das contas contábeis da empresa tidas como necessárias aos seus registros. Estas receberão os valores totais lançados dia-a-dia pela integração ou pela Contabilidade. São elaborados pelas empresas para atender aos seus interesses e à legislação vigente (atualmente a Lei nº 6404, de 15 de dezembro de Lei das Sociedades por Ações). Deve ser flexível para permitir alterações sem quebra de unidade. As contas devem ser ordenadas, agrupadas e dispostas de forma a facilitar a implantação do plano. Além disso, não pode ser excessivamente sintético, a ponto de não proporcionar as informações requeridas pelos diversos usuários. Por outro lado, também não deverá ser excessivamente detalhado, a ponto de gerar informações desnecessárias. 16

17 Contabilidade Entidades Contábeis Cadastros Centro de Custo permite o cadastro dos centros de custo, a visualização tradicional e a visualização com estrutura de árvore. Especifica qual o código do centro de custo. O tamanho de um centro de custo pode variar entre 9 e 20 caracteres. O tamanho padrão é de 9 caracteres, sendo que para alterá-lo basta utilizar o módulo Configurador. Especifica a classe do centro de custo que pode ser: 1 = Sintético: centros de custo totalizadores dos centros de custo analíticos; 2 = Analítica: centros de custo que recebem os valores dos lançamentos contábeis. 17

18 Contabilidade Entidades Contábeis Cadastros lançamento Padronizado é o elo entre os diversos módulos Protheus e o módulo Contabilidade Gerencial. Toda a integração contábil é feita a partir dos dados e regras cadastrados. As regras contábeis são fundamentais para a correta integração contábil, portanto antes de iniciar o cadastramento é necessário definir como cada processo, gerador de lançamentos contábeis, deve ser integrado. Uma vez estabelecidas as regras de contabilização, os processos são automaticamente contabilizados sem a necessidade de intervenção do usuário. Os lançamentos de integração podem ser on-line ou off-line. Isso é válido para quase todos os módulos do Protheus, com exceção do próprio módulo Contabilidade Gerencial, que só gera lançamentos online e do módulo Estoque / Custos que devido ao volume de processamento gera apenas lançamentos off-line. 18

19 Quais são os processos introdutórios da Controladoria? Ativo Fixo ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria O objetivo do Ativo Fixo é controlar o ativo permanente da empresa. No ativo permanente estão as aplicações de recursos feitas pela empresa em caráter permanente, ora representando bens adquiridos para uso da empresa como veículos, móveis e utensílios, etc. Ora representando aplicações de recursos na compra de ações ou quotas de outras empresas de caráter permanente, ou ainda, representando aplicações de recursos em despesas que devem onerar os resultados de vários exercícios. Usuários que utilizam o ambiente Compras integrado ao ambiente Ativo Fixo podem ter alguns bens adquiridos através do Compras. A integração deve ser informada no campo "Atual. Ativo" no cadastro de TES. Dessa forma, ao digitar uma Nota Fiscal de Entrada com o TES específico será gerado um registro no Ativo com o status "A Classificar". Classificar significa incluir as demais informações (as contas do bem, taxas de depreciação, centro de custo, etc) do bem, para que se possa efetuar o cálculo da depreciação. A classificação e os Cadastros dos grupos de bens, bem, assim como, a depreciação e virada anual, são de responsabilidade do analista contábil para ativoimobilizado e contador da empresa. 19

20 Ativo Fixo Cadastros ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria Classificação do ativovindo de compras e a inclusão do bem. 20

21 Quais são os processos introdutórios da Controladoria? Financeiro O módulo é uma ferramenta administrativa que possibilita o acompanhamento dos eventos financeiros e recursos de uma empresa. Entre suas inúmeras funções, permite estes controles dentro de uma gestão financeira: Planejamento financeiro das operações, por meio de orçamentos; Acompanhamento dos eventos que resultam em entrada ou desembolsos de recursos, pelo uso do Fluxo de Caixa e que tem como finalidade permitir ao administrador, em tempo real, a tomada de decisões referentes à disponibilidade de caixa; Transparência nas operações, pela contabilização dos dados; Controle de títulos e valores, de clientes e de fornecedores; Administração dos registros de títulos a pagar e receber; Comunicação bancária. Os cadastros de Fornecedores, Natureza Financeiro e Condição de Pagamento são compartilhado entre os departamentos, no âmbito das inclusões de dados cadastrais, contábeis, financeiros e fiscais. 21

22 Financeiro Cadastros ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria O cadastro defornecedor permite que sejam registrados fornecedores dos tipos: pessoa física, pessoa jurídica, ou outros (exterior -uso para importação). O pagamento dos fornecedores pode ser efetuado por meio de títulos a pagar gerados pelos registros dos documentos de entrada, ou por registros manuais utilizando os recursos disponíveis no Ambiente Financeiro. Seu preenchimento define o perfil completo do fornecedor, dados que poderão ser utilizados em outras rotinas do sistema. 22

23 Financeiro Cadastros ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria O cadastro de Naturezasé de extrema importância para o controle gerencial do sistema, já que possibilita o controle das finanças da empresa sem a colaboração direta da Contabilidade, na geração automática de títulos. É através da natureza que o sistema faz a classificação dos títulos a pagar e a receber, conforme a operação. Podem ser classificadas em analíticas ou sintéticas, permitindo a totalização dos relatórios financeiros baseados em naturezas sintéticas. São exibidas de formas: Padrão: exibe os dados da natureza e Estruturada: exibe a atela dividida em duas partes: uma com a árvore da natureza e a outra com os dados da natureza. 23

24 Financeiro Cadastros ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria As Condições de Pagamentos são as negociações de compras e vendas de produtos ou serviços, normalmente, se baseiam nas condições de pagamento. Elas determinam como e quando serão efetuados os pagamentos, especificando datas de vencimentos, número e valores das parcelas, descontos e acréscimos. O Protheus permite a composição de diferentes condições de pagamento, considerando três campos principais: "Código", "Tipo" e "Cond. Pagto". Sendo que a base da condição, é determinada pelo campo "Tipo". Conforme o tipo da condição, o sistema irá tratar de forma diferenciada o conteúdo dos campos "Código" e "Cond. Pagto", o que permite a configuração de diferentes condições de pagamento, para aplicação aos pagamentos tanto de fornecedores como de clientes. O Protheus possui nove tipos de condição de pagamento, configurados através do campo "Tipo", no cabeçalho da condição. São elas: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, e B. 24

25 Quais são os processos introdutórios da Controladoria? Planejamento e Controle Orçamentário O ambiente Planejamento e Controle Orçamentário reúne ferramentas eficientes e necessárias no processo de desenvolvimento do orçamento financeiro de uma empresa. Muitas organizações estão distribuídas geograficamente em escritórios, plantas de produção, lojas e outras unidades que podem estar em cidades e países diferentes. Hoje as empresas estão interligadas com redes, , Internet, fax, etc. porém o processo orçamentário ainda é deficiente quando são consideradas as necessidades de preparação de orçamentos, relatórios gerenciais, etc. Além do aspecto físico existe o aspecto de controle. Quando são utilizados softwares de planilhas por exemplo, o orçamento fica fora de sintonia com o resto da organização exigindo uma demanda maior para a execução do orçamento e às vezes com números que não oferecem confiança. O SIGAPCO oferece no orçamento informações do processo orçamentário. A integração com os outros componentes da aplicação Protheus (Compras, Vendas, Financeiro, Estoques e Custos, etc) promove o controle integrado do processo orçamentário oferecendo dados gerenciais precisos sobre o orçamento e a gestão da organização. São os cadastros mais importantes realizados pelo gestor ou controllerou analista orçamentista: Planilha Detalhada, Tipos de Saldos e Bloqueios, por exemplo. 25

26 Planejamento e Controle Orçamentário - Cadastros As planilhas orçamentárias é unificar os planos de orçamentos de um determinado periodoa ser planejado de uma empresa ou de um determinado grupo de empresas. Poderá conter o orçamento inteiro em uma única planilha ou dividido em várias planilhas orçamentárias, tais como: vendas, produção, compras e caixa. Compõe contas orçamentárias e valores previstos para um determinado período que configurado na inclusão. Sua elaboração e manutenção agiliza com facilidade a visualização das informações do orçamento. A planilha orçamentária define as contas orçamentárias que farão parte dela e também a periodicidade e os valores a serem digitados, além da classe/operação e das entidades contábeis. O criador da planilha recebe automaticamente o status de administrador. 26

27 Planejamento e Controle Orçamentário - Cadastros O tipo de saldo é toda e qualquer diferença entre crédito e débito de valores, em relação aos saldos iniciais de uma determinada conta orçamentária e em determinado período. A classificação dos tipos de saldos é de extrema importância, já que identifica os movimentos orçamentários contabilizados dentro do contexto definido pelo gestor do orçamento. Este cadastro é utilizado para efetuar a criação e a manutenção dos tipos de saldos utilizados durante o acompanhamento do ciclo orçamentário. No planejamento e controle orçamentário podem ser utilizados quantos tipos de saldos forem necessários para o acompanhamento do orçamento. Por Exemplo, OR ORCADO, PR PREVISTO, EM EMPRENHADO e RE REALIZADO. 27

28 Planejamento e Controle Orçamentário - Cadastros Os pontos de bloqueio são responsáveis pela integração dos processos do Sistema Protheus com o Sistema Planejamento e Controle Orçamentário (PCO). Qualquer verificação orçamentária se baseia nas regras cadastradas nos pontos de bloqueio, efetuados nos processos de compras, estoque, faturamento, financeiro, gestão de contratos, etc. e por meio deles é que se faz o controle efetivo dos saldos previstos, orçados, empenhados, realizados, etc. A quantidade de saldos que podem ser controlados pelo sistema também está configurada nos pontos de bloqueio. Em Pontos de Bloqueiopodemos visualizar e efetuar manutenção em todos os pontos de integração disponíveis para o sistema PCO por meio de um browsepor processos e pontos de lançamentos. Estes pontos de lançamento possuem uma numeração exclusiva que é preenchida automaticamente pelo sistema e sujeita a alterações em atualizações (em uma atualização de repositório, novos pontos de lançamentos que antes não estavam disponíveis, ficam disponíveis para configuração e utilização). No PCO, qualquer integração a partir de pontos de bloqueio sempre será efetuada em modo online. Não existe para o sistema de controle orçamentário a opção de controle de lançamentos off-line, uma vez que estes valores devem ser acompanhados on-line para gerenciar corretamente o orçamento. 28

29 Prática Navegar no sistema integrado ERP PROTHEUS Entrada Inicial no ERP PROTHEUS Sigamdi Tcp PROTHEUS11 Usuário: admin Senha: deixar em branco Ambiente: 02 -Compras 29

30 Fase 1 Apresentação de Necessidades Consultar o help das operações, funções e campos ON-LINE dos módulos que tratam a Controladoria que são Ativo Fixo, Contabilidade, Financeiro e Planejamento Controle Orçamentário; Visualizar os principais cadastros que envolverão a compra do bem imobilizado, ativação, pagamento, orçamento e contabilização; Atividade de navegar entre as principais telas da planilha orçamentária, ativo imobilizado, contas á pagar e a contabilização do processo deste lançamento. 30

31 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 HELP DO ERP PROTHEUS C:\TOTVS 11\Microsiga\Help OnLine\portuguese\help110.htm 31

32 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 Ativo Fixo Fluxo Operacional O objetivo do Ativo Fixo é controlar o ativo permanente da empresa. No ativo permanente estão as aplicações de recursos feitas pela empresa em caráter permanente, ora representando bens adquiridos para uso da empresa como veículos, móveis e utensílios, etc, ora representando aplicações de recursos na compra de ações ou quotas de outras empresas de caráter permanente, ou ainda, representando aplicações de recursos em despesas que devem onerar os resultados de vários exercícios. 32

33 Financeiro ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 Fluxo Operacional 33

34 Contabilidade ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 Fluxo Operacional 34

35 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 Planejamento Controle Orçamentário O Fluxo de operação do Ambiente Planejamento e Controle Orçamentário, que deve ser utilizado pelo usuário como um apoio quanto à forma de implantação e operação do sistema. O usuário pode, no entanto, preferir cadastrar as informações de forma paralela, uma vez que nas opções de Atualização do Ambiente Planejamento e Controle Orçamentário, a tecla [F3] possibilita o sub cadastramento em arquivos cuja informação está sendo utilizada, portanto o usuário pode, por exemplo, cadastrar uma Conta Orçamentária quando estiver atualizando o arquivo de Operações. Desta forma, o fluxo operacional pode assumir algumas variações em relação à sequência que o usuário desejar adotar de acordo com sua conveniência. 35

36 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 36

37 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 37

38 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 38

39 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 39

40 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 Contabilidade Orçamento Ativo Fixo Financeiro Help de Campo: Plano de Conta, Centro de Custo e Conta Orçamentária. 40

41 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 1 1) Entrar no TOTVS ERP PROTHEUS - Usuário: admin - Senha: deixar em branco 2) Acessar o ambiente do TOTVS ERP PROTHEUS CONTABILIDADE - Entrar nos seguintes cadastros assistidos pelo instrutor SIGACTB : a) Visualizar Plano de Contas, Centro de Custo e Histórico Inteligente; b) Visualizar Pontos de Lançamentos e Lançamentos Padronizados. 41

42 Executar no TotvsERP Protheus11 Fase 2 3) Acessar o ambiente do TOTVS ERP PROTHEUS COMPRAS - Entrar no processo da nota fiscal de compras F12 Contabilização ON-LINE : a) Receber ativo imobilizado do fornecedor ; b) O bem será CADEIRA SIMPLES, 10 Pçsá $ 1.145,00 e sob o TES 191; c) A condição de Pagamento em Duplicatas 10X, ou seja, 10 Parcelas; d) Comentar aos principais campos e confirmar cada etapa. - Entrar no cadastro de Lançamentos Padronizados: a) Pesquisar e visualizar o LP 650; b) Explicar os principais campos; c) Acessar a Miscelânea e explicar a contabilização OFF-LINE. 42

43 Executar no TotvsERP Protheus 11 Fase 3 4) Acessar o ambiente do TOTVS ERP PROTHEUS ATIVO FIXO - Entrar no processo da Classificação do Bem: a) Ativar; b) Informar as Contas Contábeis; c) Incluir os Centros de Custos; d) Comentar sobre o cadastro de Grupo de Bens e confirmar etapa. -Entrar no cadastro do Ativo: a) Pesquisar o bem classificado; b) Visualizar e explicar os principais campos desta ação. - Entrar em Miscelânea e realizar o processo de Depreciação: a) Identificar a data da última depreciação; b) Verificar a data atual, ou seja, data base. - Consultar a Ficha do Ativo Classificado e Depreciado. 43

44 Executar no TotvsERP Protheus 11 Fase 3 5) Acessar o ambiente do TOTVS ERP PROTHEUS FINANCEIRO -Entrar no processo do Contas á Pagar: a) Visualizar o título á pagar; b) Baixar o Título á pagar, contabilizando. - Entrar no processo da contabilização OFF-LINE do Financeiro: a) Pesquisar o Lançamento Padrão que integram as baixas á pagar na contabilidade; b) Entrar e visualizar os parâmetros de perguntas em Miscelânea deste processo. - Consultar a Posição do Título. - Consultar a Posição do Fornecedor. 44

45 Executar no TotvsERP Protheus 11 Fase 3 6) Acessar o ambiente do TOTVS ERP PROTHEUS CONTABILIDADE - Entrar no processo do movimento contábil: a) Pesquisar por data, por exemplo, hoje; b) Identificar e visualizar a contabilização integrada; c) Incluir um Lançamento Contábil Manual; d) Explicar os lotes de integrações e manuais, assim como, possível alteração das entidades. - Navegar no processo para simular SPED Contábil: a) Verificar Entidades; b) Plano Referencial; c) Responsáveis (Empreendedor e Contador). 45

46 Executar no Totvs ERP Protheus 11 Fase Final 6) Relatórios a) Ficha do Ativo e Posição Valorizada; b) Balancete Modelo 1, Razão Contábil e Balanço Patrimonial; c) Título á Pagar e Posição de Fornecedor; d) Planilha de Orçamento e Registro de Kardex. 46

47 CONCLUSÃO Dúvidas do Treinamento? TOTVS ERP PROTHEUS Introdução a Controladoria Por favor, responder a Pesquisa de Satisfação: Obrigado pela participação de todos, boa sorte e sucesso! 47

Publicação. Grupo TOTVS S.A. Produção. Equipe de documentação

Publicação. Grupo TOTVS S.A. Produção. Equipe de documentação Notas de Release Todos os direitos reservados. Partes deste trabalho não podem ser reproduzidas, de forma alguma ou por meio algum - gráfico, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópias, gravações, digitações

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br.

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. C C P SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

Conta Fácil. Manual do usuário - 8 a. edição. Financeiro, compras, vendas, estoque, faturamento, cobrança, serviços e livros. fiscais.

Conta Fácil. Manual do usuário - 8 a. edição. Financeiro, compras, vendas, estoque, faturamento, cobrança, serviços e livros. fiscais. Conta Fácil Financeiro, compras, vendas, estoque, faturamento, cobrança, serviços e livros fiscais. Manual do usuário - 8 a. edição Tecnologia que simplifica Allsoft 1 Informática Ltda. Tecnologia que

Leia mais

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas.

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas. Balancete Orçamentário Produto : TOTVS Gestão Patrimonial - 12.1.6 Processo : Relatórios Subprocesso : Balancete Orçamentário Data publicação da : 17/06/2015 O Balancete é um relatório contábil oficial

Leia mais

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda Versão para atualização do Gerpos Retaguarda A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível.

Leia mais

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS C C P SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR Roteiro para utilização do GEP Versão de referência: GEP V1.00 Índice analítico I Apresentação... 2 I.1 Controles básicos do sistema;... 2 I.2 Primeiro acesso... 2 I.3 Para trocar a senha:... 3 I.4 Áreas

Leia mais

Sistema representação G3.ss. Tabela de Clientes. Tabela de Representantes. Tabela de Fornecedores

Sistema representação G3.ss. Tabela de Clientes. Tabela de Representantes. Tabela de Fornecedores Tabela de Clientes Além de registrar os dados principais do cliente, pode-se registrar vários contatos, o endereço de cobrança e de entrega (se forem diferentes do principal). Cada cliente tem um registro

Leia mais

Informativo de Versão 18.09cb

Informativo de Versão 18.09cb Informativo de Versão 18.09cb Índice Resulth Business... 3 Movimento Cobrança Eletrônica / Remessa (Chamado 23025)... 3 Movimento Digitação e Emissão NF-e (Chamado 23538)... 4 Cadastro de Produtos (Chamado

Leia mais

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2 Acessando o SVN Para acessar o SVN é necessário um código de usuário e senha, o código de usuário do SVN é o código de cadastro da sua representação na Ninfa, a senha no primeiro acesso é o mesmo código,

Leia mais

Integração da Digitação de Eventos

Integração da Digitação de Eventos Integração da Digitação de Eventos Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 1 1.2. Conhecendo a Plataforma... 3 1.2.1. Seleção da Empresa... 3 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações...

Leia mais

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Versão 6.04.00 Abril/2015 SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Passo a Passo: Cadastros, Configurações e Operações SPED Contribuições O SPED Contribuições é um arquivo digital instituído no Sistema Publico

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

Atendimento Eletrônico via Internet para Concessionárias

Atendimento Eletrônico via Internet para Concessionárias Atendimento Eletrônico via Internet para Concessionárias Manual Operacional Concessionária Atendimento Eletrônico via Internet. A maneira mais inteligente de agilizar o seu atendimento, fidelizar seus

Leia mais

Klavier Tecnologia da Informação. Klavier Sistemas Integrados. Contas a Pagar

Klavier Tecnologia da Informação. Klavier Sistemas Integrados. Contas a Pagar Klavier Sistemas Integrados Contas a Pagar Versão 3.00.003 2009 1 - Contas a Pagar O módulo Contas a Pagar contém toda a previsão de pagamentos futuros bem como o movimento pago e / ou em aberto da empresa.

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Faturamento - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Faturamento - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 90 1. Introdução: Pode ser definido como a receita bruta decorrente da venda de mercadorias e de serviços, sejam eles de qualquer natureza. O módulo Faturamento culmina numa série de ações

Leia mais

SUMÁRIO SISTEMA TELECONT CONTROLE CONTÁBIL

SUMÁRIO SISTEMA TELECONT CONTROLE CONTÁBIL SUMÁRIO SISTEMA TELECONT CONTROLE CONTÁBIL 1. Noções Gerais 10 1.1. Sistema com Fundamento Atualizável 10 1.2. Processamento dos Movimentos Contábeis 10 1.3. Assistência Técnica 10 1.4. Procedimento para

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

Manual de Uso do Módulo. MerchFinanças

Manual de Uso do Módulo. MerchFinanças Manual de Uso do Módulo MerchFinanças Bento Gonçalves Julho de 2010 Conteúdo 1. Introdução... 4 2. Menu Cadastros... 5 2.1. Bancos/Contas... 5 2.1.1. Agências... 5 2.1.2. Bancos... 6 2.1.3. Contas... 7

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

O sistema é dividido por quatro menus principais: Cadastro, Comercial, Estoque e Pesquisa como verá a seguir:

O sistema é dividido por quatro menus principais: Cadastro, Comercial, Estoque e Pesquisa como verá a seguir: Visão Rápida do sistema Administrativo LC O sistema Administrativo LC é um sistema completo para administrar o seu escritório, loja ou comercio em geral. Nosso sistema pode ser customizado a necessidade

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso

Leia mais

Manual de Processos. Versão 6.04.00 Junho/2013. Manual de. Versão 1.1. Agosto/2011. Módulo Financeiro. Processos. Financeiro

Manual de Processos. Versão 6.04.00 Junho/2013. Manual de. Versão 1.1. Agosto/2011. Módulo Financeiro. Processos. Financeiro Versão 6.04.00 Junho/2013 Versão 1.1 Agosto/2011 Manual de Processos Manual de Módulo Financeiro Processos Financeiro c 1 2 Sumário Introdução ao Manual de Processos... 7 Conceituado os Processos de Negócio...

Leia mais

Sistema Comercial G3.ss. Tabela de Clientes. Tabela de Representantes. Tabela de Fornecedores

Sistema Comercial G3.ss. Tabela de Clientes. Tabela de Representantes. Tabela de Fornecedores Tabela de Clientes Além de registrar os dados principais do cliente, pode-se registrar vários contatos, endereço de cobrança e de entrega (se forem diferentes do principal). Cada cliente tem um registro

Leia mais

O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios,

O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios, O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios, parte financeira, entrada de mercadorias entre outros.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTABILIDADE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTABILIDADE 6/06/205 PCO-0. INTRODUÇÃO O Manual de tem por objetivo estabelecer procedimento para registro e análise das informações contábeis, bem como, a elaboração e divulgação das Demonstrações Financeiras da

Leia mais

Auditoria Financeira

Auditoria Financeira Auditoria Financeira Processo de Uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

Entrada de Produtos por arquivo XML. Varejo-Vestuário

Entrada de Produtos por arquivo XML. Varejo-Vestuário Entrada de Produtos por arquivo XML Varejo-Vestuário 1 Objetivo: A importação de produtos através do arquivo XML da nota fiscal eletrônica permite o controle de estoque. Não há erros no cadastro de entrada

Leia mais

SEGMENTO DE ATACADO E DISTRIBUIÇÃO_

SEGMENTO DE ATACADO E DISTRIBUIÇÃO_ SEGMENTO DE ATACADO E DISTRIBUIÇÃO_ APRESENTAÇÃO DE SOFTWARE Solução exclusiva GESTÃO INTEGRADA_ Gerenciar os aspectos administrativos e operacionais da cadeia de distribuição e armazenamento com o Open

Leia mais

Histórico de mudanças no ERP

Histórico de mudanças no ERP 1:11:31 HW Sistemas e Computadores LTDA Data Inicial: 16/08/2014 - Data Final: 29/01/201 - Release 4.0.9.1 CAIXA AUXILIAR 4.0 Correção Correção 1.214 29/01/201 Após quitar parcial um crédito e valor do

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Boletim Técnico. Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 21/06/13. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Boletim Técnico. Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 21/06/13. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Arquivo Magnético FCI Ficha de Conteúdo Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 21/06/13 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TGKCCZ/THDEN7/THEIPI/THLAYD

Leia mais

GERA GESTÃO E CONTROLE DE TÍTULOS: parte I

GERA GESTÃO E CONTROLE DE TÍTULOS: parte I Olá! Você verá a seguir um importante treinamento que vai facilitar suas atividades diárias! Ao acessá-lo pela primeira vez, procure assistir até o final. Caso não consiga, você poderá reiniciar de onde

Leia mais

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal Banco do Setor público 2 Sumário Introdução 04 Cartão de Pagamento do Governo Federal CPGF 04 Passo a Passo 10 Perguntas e Respostas 12 Legislação I Ementa

Leia mais

SIGA Manual -1ª - Edição

SIGA Manual -1ª - Edição SIGA Manual -1ª - Edição ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 4 2. MÓDULO DE PROCESSOS 4 3. ACESSO AO SISTEMA 4 3.1 Acessando o Sistema 4 3.2 Primeiro Acesso 5 3.3 Login do Fornecedor 5 o Teclado Virtual 5 o Máquina Virtual

Leia mais

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN.

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN. VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE ACD2016 FINALIZAÇÃO: 10 JUN. 13 04 NOV.2014 FEV. 201313 JUN. 2016 PUBLICAÇÃO: Prezado Cliente, Neste documento estão descritas todas as novidades

Leia mais

A nova visão da. Contabilidade Aplicada ao Setor Público

A nova visão da. Contabilidade Aplicada ao Setor Público A nova visão da Contabilidade Aplicada ao Setor Público Constituição Federal Lei de Responsabilidade Fiscal 101/2000 Lei 4.320/64 Finanças Públicas Lei 12.249/2010 Conselho Federal de Contabilidade Lei

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1

2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO SISTEMA DE CONTROLE DE BENS MÓVEIS SISPRO VERSAO 4.1 WEB

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO SISTEMA DE CONTROLE DE BENS MÓVEIS SISPRO VERSAO 4.1 WEB PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO SISTEMA DE CONTROLE DE BENS MÓVEIS SISPRO VERSAO 4.1 WEB 11-1 -111 Manual Operacional - WEB 1 DEFINIÇÕES DOS SÍMBOLOS E ÍCONES USADOS

Leia mais

SISME Sistema de Minuta de Empenho Parte I

SISME Sistema de Minuta de Empenho Parte I MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SISME Sistema de Minuta de Empenho Parte I MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Service Report. Cliente: Sayerlack. Processo: Contas á Pagar FI-AP

Service Report. Cliente: Sayerlack. Processo: Contas á Pagar FI-AP Service Report Cliente: Sayerlack Processo: Contas á Pagar FI-AP 1. Dados Mestres 1.1 Exibir fornecedor Objetivo Disparador Use este procedimento para exibir os dados dos fornecedores. Execute este procedimento

Leia mais

PARAMETRIZAÇÃO RMS RETAIL X LOJA ELETRÔNICA

PARAMETRIZAÇÃO RMS RETAIL X LOJA ELETRÔNICA PARAMETRIZAÇÃO RMS RETAIL X LOJA ELETRÔNICA RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado

Leia mais

SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS

SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS Visual Adm - Soft Administrador de Escritório Contábil. Pág : 1 Sumário Menu Arquivos Empresas...

Leia mais

Versão 6.04.00 Setembro/2013. Manual de Processos. Módulo Protocolo

Versão 6.04.00 Setembro/2013. Manual de Processos. Módulo Protocolo Versão 6.04.00 Setembro/2013 Manual de Processos Módulo Protocolo 1 1 2 2 Sumário Sumário... 3 Introdução ao Manual de Processos... 4 Conceituado os Processos de Negócio... 5 Estrutura do Manual de Processos...

Leia mais

Concorrência nº 22/2008

Concorrência nº 22/2008 Concorrência nº 22/2008 A Comissão Permanente de Licitação (CPL) registra a seguir perguntas de empresas interessadas em participar do certame em referência e respostas da CPL para as mesmas. Pergunta

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA: UM INSTRUMENTO AO PROCESSO DECISÓRIO Priscila Rubbo 1 Paulo Roberto Pegoraro 2 Resumo: O demonstrativo do fluxo de caixa tem como finalidade a projeção das entradas e saídas

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Central de Materiais Esterilizados. Versão 1.0

Ajuda On-line - Sistema de Central de Materiais Esterilizados. Versão 1.0 Ajuda On-line - Sistema de Central de Materiais Esterilizados Versão 1.0 Sumário Central de Materiais Esterilizados 3 1 Manual... de Processos - Central de Materiais Esterilizados 4 Fluxos do... Processo

Leia mais

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO 1 PARÂMETROS 1.1 Aba Geral 1. No quadro Período, no campo: Observação: Após ser efetuado o cálculo de qualquer período, o campo Inicial, não poderá mais ser alterado. Inicial, informe

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT Revisado em 03/12/2013 MANUAL DOS APLICATIVOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Release 3.83. Resumo das alterações. Gerais. Contabilidade. Estoque. ERP-7113 Lançamentos Erros ao alterar lançamentos contábeis.

Release 3.83. Resumo das alterações. Gerais. Contabilidade. Estoque. ERP-7113 Lançamentos Erros ao alterar lançamentos contábeis. Release 3.83 Resumo das alterações Gerais Contabilidade ERP-7113 Lançamentos Erros ao alterar lançamentos contábeis. 1. Corrigido processo de alteração do lançamento contábil em lotes manuais, nos casos

Leia mais

Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro

Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro Painel de recebíveis e Painel de linhas de crédito Versão 1.0 1 As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT Atualizado em 03/04/14 MANUAL DOS APLICATIVOS: SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1 MANUAL DO USUÁRIO 1 SUMÁRIO Tela de Login... 3 Telas de Atualização e Informação... 3 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Grupos... 7 Cadastro de Subgrupos... 8 Cadastro de Fornecedores... 8 Cadastro

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos O CIAF Hotelaria, é um sistema que permite ao administrador, gerenciar completamente sua empresa que presta serviço de hospedagem como hotéis e pousadas por exemplo. Facilmente você poderá cadastrar suas

Leia mais

FLUXO DE CAIXA: IMPORTANTE FERRAMENTA PARA AS DECISÕES EMPRESARIAIS Cristiane Aparecida MOTA 1 Hiroshi Wilson YONEMOTO 2 Marcela de Souza CABRAL 3

FLUXO DE CAIXA: IMPORTANTE FERRAMENTA PARA AS DECISÕES EMPRESARIAIS Cristiane Aparecida MOTA 1 Hiroshi Wilson YONEMOTO 2 Marcela de Souza CABRAL 3 1 FLUXO DE CAIXA: IMPORTANTE FERRAMENTA PARA AS DECISÕES EMPRESARIAIS Cristiane Aparecida MOTA 1 Hiroshi Wilson YONEMOTO 2 Marcela de Souza CABRAL 3 RESUMO: Este trabalho tem a intenção de demonstrar a

Leia mais

Abaixo, questionamentos referentes ao certame supracitado e respostas conforme área técnica da CESAMA.

Abaixo, questionamentos referentes ao certame supracitado e respostas conforme área técnica da CESAMA. Juiz de Fora, 17 de maio de 2013. Referência: Concorrência 009/12 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de licenças de uso perpétuo, implantação, customização, treinamento e manutenção

Leia mais

Manual de Conciliação Bancária

Manual de Conciliação Bancária Manual de Conciliação Bancária Índice Conciliação Bancária... 2 O módulo de Conciliação Bancária no SIGEF... 3 Conciliação Bancária Extrato Bancário... 5 Fazendo a Conciliação Bancária Extrato Bancário...

Leia mais

Nova tela de relatórios

Nova tela de relatórios Nova tela de relatórios A tela de Relatórios do sistema foi remodelada com a finalidade de deixá-la mais intuitiva. Agora são menos agrupamentos de relatórios e cores separam os tipos de relatórios. Além

Leia mais

CeC. Cadastro Eletrônico de Contribuintes

CeC. Cadastro Eletrônico de Contribuintes CeC Cadastro Eletrônico de Contribuintes Versão 1.0 Usuário Externo Março/2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos... 3 3. Solicitação de CeC... 4 3.1. Cadastro de pessoas físicas... 5 3.1.1. Cadastro

Leia mais

0079 - Relatórios Protheus

0079 - Relatórios Protheus Relatórios Todos os direitos autorais reservados pela TOTVS S.A. Proibida a reprodução total ou parcial, bem como a armazenagem em sistema de recuperação e a transmissão, de qualquer modo ou por qualquer

Leia mais

1. Release 10.2/11-06 - 2015... 7 1.1 Instalação/ Logix Update 10.2/11-06 - 2015... 7 1.2 Inovação 10.2/11-06 - 2015... 9 1.2.

1. Release 10.2/11-06 - 2015... 7 1.1 Instalação/ Logix Update 10.2/11-06 - 2015... 7 1.2 Inovação 10.2/11-06 - 2015... 9 1.2. TOTVS 1. Release 10.2/11-06 - 2015.................................................................................... 7 1.1 Instalação/ Update 10.2/11-06 - 2015...................................................................

Leia mais

S E M P R E E.R.P. Sistema de Gestão Empresarial. Angel Brasil Sistemas +55 14 8147-0493 - +55 14 3221-0840. www.angelbrasilsistemas.com.

S E M P R E E.R.P. Sistema de Gestão Empresarial. Angel Brasil Sistemas +55 14 8147-0493 - +55 14 3221-0840. www.angelbrasilsistemas.com. S E M P R E Sistema de Gestão Empresarial E.R.P. +55 14 8147-0493 - +55 14 3221-0840 www.angelbrasilsistemas.com.br O SEMPRE É UM E.R.P. Enterprise Resource Planning Definição de ERP Sistemas Integrados

Leia mais

Boletim Técnico. Transferência Crédito ICMS na NF-e

Boletim Técnico. Transferência Crédito ICMS na NF-e Transferência Crédito ICMS na NF-e Produto : Datasul Faturamento TOTVS 12 Chamado : TRFOE6 Data da criação : 26/01/2015 Data da revisão : 26/01/2015 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Efetuada

Leia mais

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8 Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 O QUE É GISSONLINE?... 6 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 6 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO Nome da Empesa: CNPJ: Contato: Telefone: Relação de Documentos para Análise Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO 1 Ficha cadastral e Autorização de Consulta de Restritivos assinada (Anexo); 2

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) ATIVO Nota Explicativa CIRCULANTE 39.755 68.651 Disponibilidades 522 542 Relações Interf./Aplicações R.F. 5 13.018 27.570 Relações Interdependências 6-1.733 Operações

Leia mais

Acompanhamento e Execução de Projetos

Acompanhamento e Execução de Projetos Acompanhamento e Execução de Projetos Manual do Usuário Atualizado em: 28/11/2013 Página 1/24 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ABRANGÊNCIA DO SISTEMA... 3 3. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 4. COMO ACESSAR O SISTEMA...

Leia mais

Notas de Release. Vínculo com PMS

Notas de Release. Vínculo com PMS Notas de Release Todos os direitos reservados. Partes deste trabalho não podem ser reproduzidas, de forma alguma ou por meio algum - gráfico, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópias, gravações, digitações

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

Nº Nome Telefone e-mail. É necessário está conectado com um usuário e senha que tenha permissão para acessar as opções abaixo descritas.

Nº Nome Telefone e-mail. É necessário está conectado com um usuário e senha que tenha permissão para acessar as opções abaixo descritas. PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP Nº 1511.0008 DIRECTA SISTEMAS INTELIGENTES SISTEMA APLWEB DEPARTAMENTO(S) ALMOXARIFADO/EXPEDIÇÂO/DPA MÓDULO/MENU PRODUTOS/SERVIÇOS Versão do Documento Nº 1.0 Data

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

ERP-8115 Nota Fiscal Eletrônica v2.0 (XML) Erro "Elemento inválido" emitido pelo sistema na transmissão da Nota Fiscal Eletrônica.

ERP-8115 Nota Fiscal Eletrônica v2.0 (XML) Erro Elemento inválido emitido pelo sistema na transmissão da Nota Fiscal Eletrônica. Release 3.60 Resumo das alterações Faturamento ERP-6954 Em casos em que o usuário tentar efetivar um pedido de vendas onde um dos produtos encontra-se inativo, o sistema está efetivando normalmente. Para

Leia mais

Aquisição. Manual APC

Aquisição. Manual APC Sumário 1. ORÇAMENTO... 1 1.1 CADASTRO DAS VERBAS...3 1.2 UNIDADE ORGANIZACIONAL...4 1.1.1 Orçamento...6 2. SUGESTÕES DE COMPRA... 1 1.3 ITENS...3 2.1.1 VISUALIZAÇÃO...7 1.4 CONSULTA GERAL E GERAÇÃO DE

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota ATIVO Explicativa CIRCULANTE 19.098 15.444 Disponibilidades 98 90 Relações Interf. / Aplicações R.F. 5 13.053 9.797 Operações de Crédito 6 5.760 5.518 Outros

Leia mais

ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST

ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST Para auxiliar nas providências que devem ser tomadas para o encerramento de exercício, foi elaborada uma série de verificações, em formato de checklist, que devem ser

Leia mais

modernidade e eficiência em automação comercial ANOS

modernidade e eficiência em automação comercial ANOS modernidade e eficiência em automação comercial ANOS FUNCIONALIDADES Fácil de usar, contendo teclas de atalho para todos os comandos; Cadastro unificado de pessoas (Fornecedores, Clientes, Vendedores entre

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO USUÁRIO (Sistema NFSE) Acesse nossos manuais em: ead.sempretecnologia.com.br

GUIA RÁPIDO DO USUÁRIO (Sistema NFSE) Acesse nossos manuais em: ead.sempretecnologia.com.br GUIA RÁPIDO DO USUÁRIO () Acesse nossos manuais em: ead.sempretecnologia.com.br Sumário Configurações iniciais... 3 Acessando o sistema... 3 Alterando a senha de acesso... 3 Cadastrando clientes... 4 Cadastrando

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial

www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial O MERCADO NOSSA METODOLOGIA DE TRABALHO GRANDES VENDORS CONTRATOS CORPORATIVOS ALTO CUSTO DE IMPLANTAÇÃO E CONSULTORIA POUCA CUSTOMIZAÇÃO

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis 8 Nível: Médio Reporte: Coordenador Sumário Executar atividades administrativas de apoio às diversas áreas da empresa. Atividades Arquivar documentos Arquivar documentos, classificando-os em pastas específicas,

Leia mais

A função Fazer Solicitação de Registro de Preço permite:

A função Fazer Solicitação de Registro de Preço permite: 0BSolicitação de Registro de Preço 1BCaracterísticas A função Fazer Solicitação de Registro de Preço permite: criar solicitações que darão origem às licitações de registro de preços, através de concorrência

Leia mais

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio Software de Gestão Rural ADM Rural 4G 2011 ADM Rural 4G Agenda de Apresentação E Empresa Planejar O Software ADM Rural 4G Diferenciais Benefícios em

Leia mais

Processos Administrativos de Compras

Processos Administrativos de Compras Processos Administrativos de Compras INTRODUÇÃO A função compras é um segmento essencial do Departamento de Materiais e Suprimentos, que tem pôr finalidade suprir as necessidades de materiais ou serviços

Leia mais

Versão 2.0.9. Comissão Sobre Produtos... 2. Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6

Versão 2.0.9. Comissão Sobre Produtos... 2. Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6 FORMULÁRIO DE ATUALIZAÇÕES PARA PRÓXIMA VERSÃO Versão 2.0.9 Conteúdo Alterações realizadas no Software Comissão Sobre Produtos... 2 Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6 Atualização de Valores

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 Escreva seu Número de Inscrição neste retângulo: 2 3 4 5 6 7 8 9 Este Caderno contém 40 questões de múltipla escolha, assim distribuídas: 01 a 30 Conhecimentos Específicos; 31

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES 1 1. Conceito e caracterização CONTABILIDADE GERENCIAL A Contabilidade

Leia mais

Curso Contas a Pagar / Receber Avançado

Curso Contas a Pagar / Receber Avançado MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Curso Contas a Pagar / Receber Avançado [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Material Desenvolvido para a Célula

Leia mais

Contas. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN 9788502065901

Contas. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN 9788502065901 Contas 2.1. Conceito Na sua linguagem cotidiana, o que representa a palavra conta? Você poderá responder: Uma operação aritmética de soma, subtração, multiplicação ou divisão; A conta de água e esgoto,

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 02/04/2016 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.188a REA SSPlus 8.0

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

Sistema INTEGRATO. Administrativo Financeiro Estoque

Sistema INTEGRATO. Administrativo Financeiro Estoque 2012 Sistema INTEGRATO Administrativo Financeiro Estoque Há mais de 12 anos atuando com sucesso. Adaptável aos mais diversos ramos de comércio e serviços. Poderosa ferramenta para a gestão empresarial.

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

2. Corrigida a pesquisa e filtro por grupo de estoque nível 1 que em alguns casos fazia com que o relatório fosse exibido em branco.

2. Corrigida a pesquisa e filtro por grupo de estoque nível 1 que em alguns casos fazia com que o relatório fosse exibido em branco. Release 3.99 Resumo das alterações Gerais Faturamento ERP-22761 Nota Fiscal Eletrônica v3.0 (XML) Falha na transmissão da NF-e Ao transmitir uma NF de entrada com frete internacional do tipo "Courrier",

Leia mais

Baixa Boletos de Locação - Sami ERP++

Baixa Boletos de Locação - Sami ERP++ Baixa Boletos de Locação - Sami ERP++ 1. Baixa Manual de Boletos 1.1. Recebimentos Doc s - Caixa Acesse o módulo TERMINAL DE CAIXA/ CAIXA/ ABERTURA DE CAIXA/ LOCAÇÃO LANÇAMENTOS AUTOMÁTICO/ RECEBIMENTOS

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.2 13/10/2010 Sumário Apresentação... 3 Objetivo... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas ATIVO 2014 2013 Explicativas CIRCULANTE 39.466 27.437 Disponibilidades 221 196 Relações Interf. / Aplicações R.F. 5 27.920 18.274 Operações de Crédito 6 11.138

Leia mais