Simulador do Processador Neander T&D-Bench Simulator Manual do Usuário. por Júlio César Maccali. revisado por Prof. Christian Zambenedetti

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Simulador do Processador Neander T&D-Bench Simulator Manual do Usuário. por Júlio César Maccali. revisado por Prof. Christian Zambenedetti"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL CAMPUS UNIVERSITÁRIO DA REGIÃO DOS VINHEDOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, DA NATUREZA E DE TECNOLOGIA CURSO DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS Simulador do Processador Neander T&D-Bench Simulator Manual do Usuário por Júlio César Maccali revisado por Prof. Christian Zambenedetti orientação: Sandro Neves Soares Bento Gonçalves, outubro de 2006.

2 SUMÁRIO 1 Download e instalação do simulador Execução do simulador Área de trabalho do simulador Operando o simulador Carregando programas na memória Mensagens relacionadas ao programa carregado Executando a simulação de programas Compreendendo o diagrama de blocos Interrompendo a simulação Configurando a visualização de dados Alterando parâmetros na execução da simulação Exemplo de programa em código Assembly...10

3 3 1 Download e instalação do simulador Para instalar e executar o simulador, siga os seguintes passos: a) Faça o download do arquivo TDSim.zip, enviando um de solicitação para < > com a sua identificação (nome e empresa). O link para o arquivo de instalação será enviado como resposta; b) Salve o arquivo TDSim.zip em uma pasta temporária na sua unidade de disco rígido; c) Crie a pasta TDSim na raiz da sua unidade de disco rígido e descompacte o arquivo TDSim.zip dentro dela; d) Edite o arquivo SetJavaPath.bat, especificando na linha SET PATH=... a pasta onde se encontra o Java Runtime Environment (JRE), que precisa estar instalado no seu computador. Veja mais informações sobre a instalação do JRE na página da Sun (java.sun.com). 1.1 Execução do simulador Para executar o simulador, você deve acessar a pasta onde foi instalado o T&D- Bench Simulator, via Prompt de comando. Após, digite o comando: simula vneander

4 4 2 Área de trabalho do simulador Ao executar o simulador, será aberta imediatamente a sua área de trabalho. Além do menu principal, onde são acessadas as funções específicas para controle da simulação, há painéis onde são visualizados os resultados da simulação em um determinado tempo. Estes painéis mostram, entre outras informações, o programa que está sendo executado, o conteúdo da memória e o diagrama de blocos. A figura 2.1 mostra a área de trabalho do simulador. Figura 2.1 área de trabalho do simulador

5 5 3 Operando o simulador A simulação ocorre de maneira depurativa, ou seja, passo-a-passo. O simulador carrega um programa Assembly, escolhido pelo usuário, e executa-o ciclo a ciclo, instrução a instrução, ou um número estipulado de ciclos ou instruções. A simulação pode ser acompanhada das seguintes formas, através dos painéis de dados: para cada tempo simulado, o simulador atualiza o estado dos componentes estruturais do processador, conforme o comportamento que eles desempenham ao executar uma dada instrução. Isso pode ser visualizado na aba Caminho de Dados, onde encontra-se o diagrama de blocos do processador; as instruções e os dados do programa podem ser visualizados na memória principal (painel mem CONTEÚDO ), ainda na aba Caminho de Dados ; na aba Controle é possível visualizar o estágio atual de execução de uma instrução, o seu opcode, operação na ALU e descrição; é possível também, a qualquer momento, verificar o estado de um componente estrutural específico (entradas, saídas, atributos e conteúdo) na aba Caminho de Dados(2). Seleciona-se o componente e o seu estado é mostrado. 3.1 Carregando programas na memória Os programas são criados na linguagem Assembly, em um editor de textos qualquer, e salvos com a extensão txt ou asm. Estes arquivos podem ficar armazenados em qualquer pasta, porém o padrão é salvar dentro da pasta <dir.de instalação>\processors\neander\programs. O simulador não carrega nenhum arquivo quando é executado pela primeira vez. Para carregar um programa, clique no menu Arquivo Abrir programa... e escolha o programa Assembly para executar, conforme mostram as figuras 3.1 e 3.2. Figura 3.1 menu Arquivo Abrir programa... Figura 3.2 janela Abrir Arquivo...

6 6 3.2 Mensagens relacionadas ao programa carregado Ao carregar um determinado programa, o simulador ativa, automaticamente, a aba Mensagens, mostrando o código Assembly, bem como possíveis mensagens de erro no código do programa. A figura 3.3 mostra um programa com um erro na quarta linha. A instrução correta é STA X. Caso não existam erros no código do programa, deve-se clicar na aba Caminho de Dados para acompanhar a execução da simulação. Figura 3.3 mensagem de erro em um programa 3.3 Executando a simulação de programas O T&D-Bench Simulator pode simular uma ou várias unidades de tempo (ciclos de relógio) por vez e também uma ou várias instruções completas de uma só vez. Uma instrução é composta de vários ciclos. A figura 3.4 mostra o menu Simular, onde há as opções para a execução da simulação. Figura 3.4 menu de execução da simulação marcada. Primeiro, uma das opções de simulação, por ciclos ou instruções, deve estar O item de menu Simular executa a simulação de um ciclo ou uma instrução, conforme a opção de simulação escolhida. Há também, abaixo do menu Arquivo, um botão com a letra S que é um atalho para o item de menu Simular. Clicando neste botão o processador irá avançar uma unidade de tempo ou uma instrução completa. Através do item de menu Simular... é possível realizar a simulação de várias unidades de tempo ou de várias instruções com apenas um comando. Para isso, na caixa de diálogo que se abre, é necessário digitar a quantidade de ciclos ou o número de instruções, conforme a opção de simulação escolhida, a serem executadas e clicar no botão OK.

7 7 3.4 Compreendendo o diagrama de blocos O diagrama de blocos apresenta o estado da organização do processador durante a simulação, com valores impressos nas próprias representações gráficas de componentes estruturais e suas portas, no lugar da visualização em tabelas como ocorre nas outras janelas do simulador. Conforme a simulação avança, o usuário notará que alguns componentes e linhas se destacam, alterando sua cor. As três cores significam algum tipo de ação que ocorreu no último tempo simulado, de acordo com a seguinte descrição: Branco inativo Laranja leitura Amarelo ativação Vermelho escrita Os componentes que representam circuitos seqüenciais registradores e memórias, por exemplo alternam entre as cores branco, laranja e vermelho. Já os componentes que representam circuitos combinacionais somadores, multiplexadores e ULAs, por exemplo apenas alternam entre amarelo e branco. 3.5 Interrompendo a simulação A simulação pode ser interrompida através do menu Arquivo, opção Reset. Isso interrompe a execução do programa carregado e inicializa o processador. Para executar novamente uma simulação, um programa deve ser carregado pelo menu Arquivo Abrir programa.... Quando a simulação de um programa termina, caso se queira iniciá-la novamente é necessário recarregar o programa. 3.6 Configurando a visualização de dados No menu Exibir há as opções para a visualização dos dados, conforme mostra a figura 3.5. Estão disponíveis as visualizações nas bases Decimal, Hexadecimal e Binária. Alterar a base numérica fará com que todos os valores no diagrama de blocos, e nas tabelas da interface gráfica, sejam apresentados de acordo com o novo parâmetro escolhido. Figura 3.5 menu Exibir 3.6 Alterando parâmetros na execução da simulação No menu Alterar há as opções para configuração, alteração e execução de componentes do processador que está sendo simulado, conforme mostra a figura 3.6. O item de menu Configurar processador... não é utilizado para a simulação do processador Neander.

8 No item de menu Alterar valor de porta... é possível atribuir novos valores a portas de entrada e de controle dos componentes estruturais (ver figura 3.7). Isso pode ser importante, em conjunto com o item de menu Executar..., para demonstrar o funcionamento individual de componentes estruturais enquanto nenhum programa em Assembly tenha sido carregado. 8 Figura 3.6 menu Alterar Figura 3.7 janela para alterar valor de porta A figura 3.8 mostra um exemplo onde foram atribuídos valores às portas de entrada E1 e E2 do componente MPXPC, assim como a sua porta de controle SEL. Figura 3.8 alterando valores de portas do componente MPXPC No item de menu Alterar conteúdo... é possível atribuir novos valores ao conteúdo dos componentes estruturais que representam circuitos sequenciais, conforme mostra a figura 3.9. Para o processador Neander, somente é usado o parâmetro X. Se o componente selecionado for memória (MEM), em X deve ser colocado o endereço de memória. Se o componente selecionado for um registrador (PC), em X deve ser colocado sempre zero. No campo Valor, em qualquer caso, deve ser colocado o novo valor a ser atribuído. Isso pode ser importante, em conjunto com o item de menu Executar..., para demonstrar o

9 funcionamento individual de componentes estruturais enquanto nenhum programa em Assembly tenha sido carregado. No item de menu Executar..., que é mostrado na figura 3.10, é possível executar o comportamento de um componente estrutural específico, após serem atribuídos valores às suas portas de entrada e de controle, e mesmo ao seu conteúdo. Isso é importante para demonstrar o funcionamento individual de componentes estruturais enquanto nenhum programa em Assembly tenha sido carregado. 9 Figura 3.9 janela para atribuir valores ao conteúdo dos componentes Figura 3.10 executando o componente MPXPC O novo estado do componente MPXPC, após a atribuição de valores que foi mostrada na figura 3.8, é mostrado na figura Figura 3.11 resultado da execução do componente MPXPC

10 Exemplo de programa em código Assembly ORG 10 loop:lda X ADD Y STA X fim: HLT X DEF BYTE=10 Y DEF BYTE=5 Em todos os programas carregados no simulador do processador Neander, a primeira instrução deve ser um ORG, seguida do endereço de memória no qual dar-se-á a carga do programa. Ex.: ORG 10 carrega o programa a partir do endereço 10 da memória. O programa anterior, simplesmente, faz X = X+Y.

MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS 7 (32 BITS)

MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS 7 (32 BITS) MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS 7 (32 BITS) Introduçã o Este documento tem como objetivo auxiliar o processo de instalação da versão Local dos Sistemas

Leia mais

MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS

MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS MANUAL COMPLEMENTAR PARA INSTALAÇÃO DOS SISTEMAS SIM E SINASC EM AMBIENTES COM WINDOWS Introduçã o Este documento tem como objetivo auxiliar o processo de instalação da versão Local dos Sistemas SIM e

Leia mais

TUTORIAL DO EMBRAPEC

TUTORIAL DO EMBRAPEC TUTORIAL DO EMBRAPEC I Instalação 1 Instalale o Java (JRE) versão 5 a partir do site da Sun Microsystem http://java.sun.com/javase/downloads/index_jdk5.jsp. Selecione a opção Java Runtime Environment (JRE)

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Gerência de Informática Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Versão 1.1 Novembro de 2015 Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Índice 1 Acesso ao Sistema...3 2 Adicionar

Leia mais

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 A U T O R I Z A D O R W E B B I O M E T R I A GUIA DE INSTALAÇÃO Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 UTILIZANDO A BIOMETRIA... 4 INSTALAÇÃO... 5 CADASTRO DA DIGITAL...15

Leia mais

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem.

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. TUTORIAL MOODLE Titulo: Primeiro Acesso a Plataforma MOODLE. Autor: NUTEIA Data de Criação: 03 / 02 / 2008. Atualizado em: 16 / 03 / 2012. 1ª Etapa 01

Leia mais

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria-Executiva Unidade de Coordenação de Programas Esplanada dos Ministérios Bl. P 4º Andar Salas 409/410 CEP 70.048-900 Brasília DF Tel: (61) 3412.2492 email: ucp@fazenda.gov.br

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC Treinamento Básico do Correio Eletrônico Brasília Março de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 1.1 Como acessar

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ÊXITO GESTÃO DE PROCESSOS. Dividir Arquivo com Winrar

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ÊXITO GESTÃO DE PROCESSOS. Dividir Arquivo com Winrar 1 Acesse a pagina http://www.win-rar.com/index.php?id=970&dl=/rar/ wrar393br.exe&btn=1, clique no ícone Download Now. 2 Ao clicar faça Download do Software, ao concluir o download de um duplo clique no

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas... 10 O que é Token? É um dispositivo

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

Assinatura ainda não verificada

Assinatura ainda não verificada Assinatura ainda não verificada Adobe Reader versão 9 Atenção! Se Assinatura não válida for apresentado no painel de assinaturas do documento PDF significa que a assinatura ainda não foi verificada. Siga

Leia mais

Nota de Aula: Utilização da IDE Code::Blocks

Nota de Aula: Utilização da IDE Code::Blocks INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO LUÍS MONTE CASTELO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I PROFESSOR:

Leia mais

Usando o simulador MIPS

Usando o simulador MIPS Usando o simulador MIPS O objetivo desta aula prática será a utilização do simulador MipsIt para executar programas escritos em linguagem de máquina do MIPS. 1 Criando um projeto Cada programa a ser executado

Leia mais

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 A Área de trabalho é a principal área exibida na tela quando se liga o computador e faz logon no Windows. É onde se exibe tudo o que é aberto (programas, pastas,

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração. Módulo Remote. (G2KA) para NFSE. v1.0

Manual de Instalação e Configuração. Módulo Remote. (G2KA) para NFSE. v1.0 Manual de Instalação e Configuração Módulo Remote (G2KA) para NFSE v1.0 Página 1 Sumário 1 Download e Instalação... 3 2 Configuração... 5 3 Inicialização Manual... 8 4 Inicialização via serviço do Windows...

Leia mais

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Utilitários

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Utilitários Bem-vindo ao Guia de Introdução - Utilitários Table of Contents File Recover... 1 Introdução do File Recover... 1 Instalação... 1 Introdução... 2 iii File Recover Introdução do File Recover Instalação

Leia mais

Atualização do Certificado Digital

Atualização do Certificado Digital Atualização do Certificado Digital Houve uma renovação no certificado AC Raiz, este novo certificado Raiz da ICP-BRASIL ainda não está presente nos repositórios dos navegadores de internet. Por este motivo

Leia mais

Passo a passo da instalação do certificado da AC Raiz da Sefaz. Certificado AC Raiz Sefaz AL

Passo a passo da instalação do certificado da AC Raiz da Sefaz. Certificado AC Raiz Sefaz AL Certificação Digital Sefaz Certificação Digital SEFAZ Com o objetivo de tornar mais seguras as aplicações disponíveis na nossa página na Internet, a Secretaria Executiva de Fazenda passará a partir do

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET Obs.: Caso já possua um programa compactador de arquivo pular a etapa 1. 1 - Compactador de Arquivo Para instalar o Chef Foods Net você precisa de um programa descompactador

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO OUTLOOK EXPRESS

CONFIGURAÇÃO DO OUTLOOK EXPRESS CONFIGURAÇÃO DO OUTLOOK EXPRESS Antes de configurar o Outlook, é necessário fazer a instalação do certificado de segurança. Veja a seguir como fazer 1 Faça o download do arquivo: https://www.pae.sc.gov.br/down/caciasc.crt

Leia mais

REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo.

REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo. REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo. 1. O USUÁRIO DEVERÁ ACESSAR O SITE DA JUNTA COMERCIAL (www.jucepa.com),

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD ORIENTAÇÕES SOBRE USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (MOODLE) PARA DISPONIBILIZAÇÃO

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Conteúdo 1 Introdução... 3 2 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 7 4 SMS... 10 5 Contatos... 14 6 Estatística... 18 7 Configurações... 19 8 SIM Tool

Leia mais

mobile PhoneTools Guia do Usuário

mobile PhoneTools Guia do Usuário mobile PhoneTools Guia do Usuário Conteúdo Requisitos...2 Antes da instalação...3 Instalar mobile PhoneTools...4 Instalação e configuração do telefone celular...5 Registro on-line...7 Desinstalar mobile

Leia mais

Memeo Instant Backup Guia de Referência Rápida

Memeo Instant Backup Guia de Referência Rápida Introdução O Memeo Instant Backup é uma solução de backup simples para um mundo digital complexo. Fazendo backup automático e contínuo de seus valiosos arquivos na sua unidade C, o Memeo Instant Backup

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Copyright 2010 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida,

Leia mais

MODEM USB LTE. Manual do Usuário

MODEM USB LTE. Manual do Usuário MODEM USB LTE Manual do Usuário 2 Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Descrição da Interface do Cliente... 4 3 Conexão... 7 4 SMS... 10 5 Contatos... 14 6 Estatística... 18 7 Configurações...

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0)

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) 1. Pré-requisitos para instalação do Virtual Lab Windows XP, Windows Vista ou Windows 7 Adobe AIR instalado. Disponível em: http://get.adobe.com/br/air/

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Através deste documento, buscamos sanar dúvidas com relação aos tipos de acessos disponíveis a partir desta alteração.

Através deste documento, buscamos sanar dúvidas com relação aos tipos de acessos disponíveis a partir desta alteração. COMUNICADO A Courart Informática, visando à satisfação de seus clientes, efetuou a contratação de um novo servidor junto à Locaweb, onde está alocado o sistema TransControl IV com todos os seus componentes.

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Motor Periférico Versão 8.0 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Java... 3 2.1 Download e Instalação... 3 2.2 Verificar Instalação... 3 3. Download do Motor Periférico...

Leia mais

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7) SafeSign Standard 3.0.77 (Para MAC OS 10.7) 2/23 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Hardware Homologado... 4 5 Instruções de Instalação... 5

Leia mais

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO ROTEIRO DE INSTALAÇÃO O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do sistema UNICO, afim, de auxiliar os técnicos e evitar possíveis dúvidas e erros de instalação. Instalador O instalador

Leia mais

Plataforma SMS Manual do Usuário

Plataforma SMS Manual do Usuário 1 - Logando no Sistema Acesse o site: http://paineldeenvioscom/painel/ Conforme tela abaixo Informe seu usuário e senha Caso você não se lembre da senha, informe seu usuário e em seguida clique no botão

Leia mais

CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3

CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3 CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3 1. INTRODUÇÃO Este software permite a configuração dos dispositivos de detecção manuais e ou automáticos do sistema digital de alarme de incêndio FP1. Pode-se, por intermédio

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: O que é a Internet? 3 O que são Intranets? 3 Sobre o Nestcape Navigator 3 Para iniciar o

Leia mais

Instalação e utilização do Document Distributor

Instalação e utilização do Document Distributor Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Instalação e utilização do Document Distributor O Lexmark Document Distributor é composto por pacotes

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT Sumário 1.Pré-requisitos...2

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS

SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMAS OPERACIONAIS Conceitos Básicos Sistema Operacional: Um Sistema Operacional é um programa que atua como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador. O Propósito do SO é fornecer

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br 1 - SOBRE O SGR Este manual irá lhe ajudar a entender o funcionamento do SGR (Sistema de Gerenciamento Remoto) permitindo assim que você possa atualizar

Leia mais

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário MODEM USB LTE LU11 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Instalação... 4 3 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 8 5 Mensagens SMS... 10 6 Contatos...

Leia mais

Procedimentos para Instalação da DES 3.0.

Procedimentos para Instalação da DES 3.0. Procedimentos para Instalação da DES 3.0. 1. Acessar o portal BHISSDigital e acessar o menu Sistemas->DES->Instalação >Instalação conforme indicação abaixo: 2. Clicar no link assinalado abaixo: 3. Prosseguir

Leia mais

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 2 Sumário 1. Efetuar login... 3 2. Gerenciar Notícias... 5 2.1 Cadastrar Notícias... 6 2.2 Editar Notícia... 7 2.3 Excluir Notícia... 8 3.

Leia mais

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014 Autor Raphael Reis Aprovador Bruno Barros Número de páginas 57 Página 2 de 57 Sumário 1 Sistema operacional compatível para

Leia mais

Como Instalar o Sistema

Como Instalar o Sistema Como Instalar o Sistema Atualizado em: 06/2013 Atualizado por: Amilton José dos Santos Junior Versão: 2.08.16 Observação Importante! O procedimento de instalação deve ser executado pelo profissional de

Leia mais

5.5.1.12 Lab - Utilizando a ferramenta de Restauração do sistema no Windows Vista

5.5.1.12 Lab - Utilizando a ferramenta de Restauração do sistema no Windows Vista 5.0 5.5.1.12 Lab - Utilizando a ferramenta de Restauração do sistema no Windows Vista Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você criará um ponto de restauração e voltará o

Leia mais

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2.

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. As descrições fornecidas nesta documentação são baseadas nos sistemas operacionais Windows 7 e Mac OS X Mountain Lion. Leia

Leia mais

3) INSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO NORMAL DA AUTORIDADE DE CERTIFICAÇÃO E CADEIA DE CERTIFICADO

3) INSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO NORMAL DA AUTORIDADE DE CERTIFICAÇÃO E CADEIA DE CERTIFICADO 3) INSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO NORMAL DA AUTORIDADE DE CERTIFICAÇÃO E CADEIA DE CERTIFICADO EM ESTAÇÕES COM WINDOWS 7 ESTE PASSO DEVE SER EXECUTADO COMO ADMINISTRADOR LOCAL DO COMPUTADOR. EM ESTAÇÕES COM WINDOWS

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

Como Instalar o Sistema

Como Instalar o Sistema Como Instalar o Sistema Atualizado em: 06/2013 Atualizado por: Amilton José dos Santos Junior Versão: 2.08.16 Observação Importante! O procedimento de instalação deve ser executado pelo profissional de

Leia mais

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB Guia de Instalação do TOTVS ESB Copyright 2011 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida, traduzida ou transmitida por qualquer meio eletrônico

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico - Tópicos ACESSANDO O AMBIENTE VIRTUAL (AVA) MATERIAL DE APOIO FÓRUM

Leia mais

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL ATENÇÃO! Para utilizar este tutorial não se esqueça: Onde estiver escrito seusite.com.br substitua pelo ENDEREÇO do seu site (domínio). Ex.: Se o endereço do seu site é casadecarnessilva.net

Leia mais

COMO INSTALAR O CATÁLOGO

COMO INSTALAR O CATÁLOGO Este guia tem por finalidade detalhar as etapas de instalação do catálogo e assume que o arquivo de instalação já foi baixado de nosso site. Caso não tenho sido feita a etapa anterior favor consultar o

Leia mais

Orientações para o uso do Mozilla Thunderbird

Orientações para o uso do Mozilla Thunderbird Orientações para o uso do Mozilla Thunderbird Mozilla Thunderbird O Mozilla Thunderbird é um software livre feito para facilitar a leitura, o envio e o gerenciamento de e-mails. Índice Configurando o Mozilla

Leia mais

Manual de Utilização. Versão 1.0.0

Manual de Utilização. Versão 1.0.0 Manual de Utilização Versão 1.0.0 Sumário 1 Funções do Emissor... 3 1.1 Aba Sistema... 4 1.2 Aba Certificados... 4 1.3 Aba Recebimento de E-mail... 5 1.4 Aba Saída de Dados... 6 1.5 Aba Proxy... 7 1.6

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC

5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC 5.0 5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá instalar e configurar o Modo XP no Windows 7. Você vai executar uma aplicação baseada

Leia mais

Manual do Assinador de Documentos

Manual do Assinador de Documentos Manual do Usuário Manual do Assinador de Documentos PROJUDI Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Requisitos Básicos... 3 2. Atualizar a Versão do Java... 3 2.1 Adicionar Site à Lista de Exceções... 10 3. Baixar

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Página1 Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Página2 Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas...10 Página3

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Configuração Java Nota Legal Porto Alegre

Configuração Java Nota Legal Porto Alegre Configuração Java Nota Legal Porto Alegre Manual do Usuário Sumário 1. Sobre... 03 2. Configuração do Java... 04 3. Configuração do Applet... 10 4. Geração da NFS-e... 13 Sobre A Prefeitura de Porto Alegre

Leia mais

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco).

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco). Permissões de compartilhamento e NTFS - Parte 2 Criando e compartilhando uma pasta - Prática Autor: Júlio Battisti - Site: www.juliobattisti.com.br Neste tópico vamos criar e compartilhar uma pasta chamada

Leia mais

Manual de Utilização ao Módulo Rede Federal SIMEC - Versão 14/set/2015.

Manual de Utilização ao Módulo Rede Federal SIMEC - Versão 14/set/2015. Manual de Utilização ao Módulo Rede Federal SIMEC - Versão 14/set/2015. O Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação (SIMEC) é um portal operacional e de gestão do

Leia mais

PRINCIPAIS DÚVIDAS NA UTILIZAÇÃO DO NOVO COMPONENTE RESPONSÁVEL PELAS OPERAÇÕES DE ANEXAÇÃO NO SCDP

PRINCIPAIS DÚVIDAS NA UTILIZAÇÃO DO NOVO COMPONENTE RESPONSÁVEL PELAS OPERAÇÕES DE ANEXAÇÃO NO SCDP PRINCIPAIS DÚVIDAS NA UTILIZAÇÃO DO NOVO COMPONENTE RESPONSÁVEL PELAS OPERAÇÕES DE ANEXAÇÃO NO SCDP ÍNDICE 1. Por que foi desenvolvido um novo componente responsável pelas operações de anexação de arquivos

Leia mais

NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO.

NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO. INSITE BOLETIM DE INSTALAÇÃO Página 2: Instalando o INSITE Página 7: Removendo o INSITE NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO. A INSTALAÇÃO OU O USO INCORRETOS PODEM

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configuração e uso dos componentes Nextel Cloud... 7 3.1

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR.

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. INDICE 1 Verificar a compatibilidade dos sistemas de hardware e software 1.1 Opcionais de Hardware 1.2 Opcionais de Software 2 Parametrização do

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

* MANUAL CLIENTE PARA UTILIZAÇÃO E ACESSO À PLATAFORMA TORPEDO CERTO

* MANUAL CLIENTE PARA UTILIZAÇÃO E ACESSO À PLATAFORMA TORPEDO CERTO * MANUAL CLIENTE PARA UTILIZAÇÃO E ACESSO À PLATAFORMA TORPEDO CERTO Este Manual visa orientar o operador da plataforma TORPEDO CERTO a conhecer e utilizar as funcionalidades do sistema conforme o índice

Leia mais

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5 Manual do usuário Softcall Java versão 1.0.5 Sumário Iniciando SoftCall...3 Tela Principal...3 Configurando o SoftCall...4 Agenda...5 Incluindo um contato...5 Procurando um contato...6 Apagando um contato...6

Leia mais

Procedimento para Atualização do DDFinance

Procedimento para Atualização do DDFinance Procedimento para Atualização do DDFinance Importante! Faça o backup do Banco de Dados antes de executar o procedimento. O processo de atualização deve ser executado diretamente no servidor para sistemas

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais