Além das cláusulas estipuladas pelos sócios, o Contrato Social mencionará no mínimo as informações abaixo (Cláusulas obrigatórias):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Além das cláusulas estipuladas pelos sócios, o Contrato Social mencionará no mínimo as informações abaixo (Cláusulas obrigatórias):"

Transcrição

1 Sociedades Limitadas: Modelo de Contrato Social Resumo: Apresentamos neste espaço um Modelo de Contrato Social de Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada (ou, simplesmente Sociedade Limitada), tendo como base a disciplina instituída pelo Código Civil/2002, aprovado pela Lei nº /2002. Também aproveitamos a oportunidade para apresentar aos nossos leitores as principais disposições contratuais mínimas que este documento deverá possuir. 1) Introdução: A Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada (ou, simplesmente Sociedade Limitada) atualmente é regida pelo Código Civil/2002 (CC/2002), aprovado pela Lei nº /2002. Neste tipo societário cada sócio responde pelo valor de sua quota, porém, todos terão responsabilidade solidária pela integralização do chamado Capital Social. Portanto, a limitação da responsabilidade é dos sócios que a compõem e não da sociedade que, como qualquer pessoa, tem em seu patrimônio a garantia de seus credores. A Sociedade Limitada é constituída mediante instrumento público ou particular que é o contrato escrito em que no mínimo 2 (duas) pessoas participam do quadro societário. Importante registrar que, enquanto não for formalizado a constituição da sociedade não há o que se falar em pessoa jurídica. Portanto, a Sociedade Limitada passa a existir a partir do registro do Contrato Social no órgão competente, ou seja, na Junta Comercial do Estado de domicílio. O Contrato Social é a peça jurídica principal utilizada para a constituição da sociedade. Nele são estabelecidas as cláusulas e as condições sob as quais a sociedade será regida, representando as regras básicas de conduta e convivência entre os sócios, cujos atos de gestão têm repercussão também entre terceiros. Devido ser um documento de larga utilização por advogados, empresas, contabilistas e pessoas naturais em geral, decidimos publicar neste espaço um Modelo de Contrato Social de Sociedade Limitada, tendo como base a disciplina instituída pelo CC/2002. Também aproveitamos a oportunidade para apresentar aos nossos leitores as principais disposições contratuais mínimas que este documento deverá possuir. Base Legal: CC/2002 (UC: 13/03/15). 2) Disposições Contratuais: A Sociedade Limitada é constituída mediante instrumento público ou particular que é o contrato escrito em que no mínimo 2 (duas) pessoas participam do quadro societário. Nele são estabelecidas as cláusulas e as condições sob as quais a sociedade será regida, representando as regras básicas de conduta e convivência entre os sócios, cujos atos de gestão têm repercussão também entre terceiros. Além das cláusulas estipuladas pelos sócios, o Contrato Social mencionará no mínimo as informações abaixo (Cláusulas obrigatórias): a. nome, nacionalidade, estado civil, profissão e residência dos sócios, se pessoas naturais, e a firma ou a denominação, nacionalidade e sede dos sócios, se jurídicas (Qualificação dos sócios); b. denominação, objeto, sede e prazo da sociedade; c. Capital Social da sociedade, expresso em moeda corrente, podendo compreender qualquer espécie de bens suscetíveis de avaliação pecuniária; d. a quota de cada sócio no Capital Social e o modo de realizá-la; e. as prestações a que se obriga o sócio, cuja contribuição consista em serviços; f. as pessoas naturais incumbidas da administração da sociedade e seus poderes e atribuições (Administração); g. a participação de cada sócio nos lucros e nas perdas; h. se os sócios respondem, ou não, subsidiariamente, pelas obrigações sociais. Base Legal: Arts. 997 e do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.1) Qualificação dos sócios: Os dados pessoais dos sócios são informações indispensáveis para confecção do Contrato Social, haja vista a necessidade que os órgãos Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 1 de 8

2 têm para a perfeita identificação dos membros da sociedade, não somente no que se refere às questões de natureza tributária, mas para eventuais necessidades nas relações gerais com terceiros interessados ou outros fins que se fizerem necessários a precisa identificação dos participantes do negócio. Assim, quando da confecção do Contrato Social, devem ser observados as seguintes regras para qualificação dos sócios: a. Sócio Pessoa Física: deverá conter no mínimo o nome completo, nacionalidade, naturalidade, estado civil, regime de bens (se casado), data de nascimento (se solteiro), profissão, número no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), número do documento de identidade, com seu órgão expedidor e Uunidade da Federação (UF) onde foi emitida (1), domicílio e residência (tipo e nome do logradouro, número, bairro/distrito, Município, UF e CEP); b. Sócio Pessoa Jurídica: deverá conter no mínimo o nome empresarial, endereço completo da sede, e se sediada no Brasil, o número de identificação do registro de empresas (NIRE) ou número atribuído no Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas e o número do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), além da qualificação completa dos representantes da empresa no ato. Na hipótese de sócio pessoa física menor de 18 (dezoito) anos, deverá ser observado ainda as seguintes regras: a. Quando solteiro: i. maior de 16 (dezesseis) anos: deverá obrigatoriamente ser assistido pelo pai, pela mãe ou tutor, além disso, deverá constar também do preâmbulo do Contrato Social a expressão "ASSISTIDO POR", e a qualificação completa do(s) assistente(s); ii. menor de 16 (dezesseis) anos: deverá ser representado pelo pai, pela mãe ou tutor, além disso, deverá constar também do preâmbulo do Contrato Social a expressão "REPRESENTADO POR" e a qualificação completa dos representantes; b. Quando emancipado (maior 16 anos): deverá constar da qualificação a forma da emancipação, arquivando, em separado, a prova da emancipação, feita antes o registro no Registro Público no caso de outorga pelos pais ou por sentença. Já na hipótese de sócio pessoa jurídica domiciliado no exterior, deverá ser nomeado procurador no Brasil, com poderes para receber citação. Referido procurador deverá constar do preâmbulo do Contrato Social, após o nome e qualificação completa do sócio, com a expressão: "REPRESENTADO POR SEU PROCURADOR, NOME E QUALIFICAÇÃO COMPLETA, juntado ao processo o respectivo instrumento de mandato". Notas Tax Contabilidade: (1) São documentos de identidade válidos, a carteira de identidade (RG), certificado de reservista, carteira de identidade profissional (OAB, CRC, etc), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). (2) Quando se tratar de sócio analfabeto, deverá também constar no Contrato Social o nome e a qualificação completa do procurador constituído, com poderes específicos, por instrumento público. Base Legal: Arts. 976, 997, I e do CC/2002 (UC: 13/03/15) e; Lei nº 9.503/1997 (UC: 13/03/15). 2.2) Denominação, objeto, sede e prazo da sociedade: A denominação (ou nome empresarial) não pode conter as expressões "ME" ou "EPP", não pode ser idêntico ou semelhante a nome já protegido, ou seja, com denominação anteriormente registrado, e na composição do nome deve ser observado as regras gerais e as próprias do tipo escolhido (firma social ou denominação). Importante que se tenha em mente, ainda, que, o nome empresarial deve estar relacionado com a atividade econômica da empresa, integradas pela palavra "limitada" ou sua abreviatura "Ltda.". Lembrando que a omissão da palavra "Limitada" ou "Ltda." determina a responsabilidade solidária e ilimitada dos administradores. O endereço comercial da sede e das filiais declaradas, quando houver, deverá conter no mínimo o tipo e o nome do logradouro, número, complemento, bairro/distrito, Município, UF e CEP. Por fim, o objeto social deve declarar precisamente e detalhadamente as atividades a serem desenvolvidas, mencionando gênero e espécie. Nota Tax Contabilidade: (3) O prazo de duração da Sociedade Limitada pode ser indeterminado ou determinado, neste último deverá ser indicado no Contrato Social à data de início e fim da sociedade. Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 2 de 8

3 Base Legal: Arts. 997, II e do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.3) Capital Social: No que se refere ao Capital Social, o Contrato Social deve: a. indicar numericamente e por extenso o total do Capital Social; b. mencionar o valor nominal de cada quota, que pode ter valor desigual; c. mencionar o total de quota(s) de cada sócio; d. declarar a forma e o prazo de integralização do Capital Social (4); e. no caso de integralização com bem imóvel, descrever e identificar o imóvel, sua área, dados relativos a sua titulação, número de matrícula no Registro de Imóveis e autorização do cônjuge no instrumento contratual com a referência pertinente, salvo se o regime de bens for o de separação absoluta. Nota Tax Contabilidade: (4) Caso haja sócio menor de idade, o Capital Social deverá estar totalmente integralizado. Base Legal: Art. 997, III e IV do CC/2002 (UC: 13/03/15) ) Cessão de Quotas: Não dispondo o Contrato Social de forma diferente, o sócio poderá ceder sua quota, total ou parcialmente, a quem seja sócio, independentemente de audiência dos outros, ou a estranho, se não houver oposição de titulares de mais de 1/4 (um quarto) do Capital Social. A perfeita redação da clausula detalhando a cessão de quotas é muito importante e deverá ser feita com muito cuidado, dependendo da filosofia e do interesse dos sócios, ser mais aberta ou fechada. Base Legal: Art do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.4) Administração: A sociedade pode ser representada por um ou mais administradores, os quais podem constar no Contrato Social ou em ato separado. Independentemente se designado no Contrato ou em ato separado, devem ser indicadas suas atribuições e poderes, entre eles o de usar do nome empresarial. Além disso, deve-se indicar, também, o prazo de gestão, se determinado. O Contrato Social pode estabelecer a designação de administrador NÃO sócio. Caso seja previsto, a designação dependerá de aprovação de todos os sócios, se o Capital Social não estiver integralizado e de no mínimo 2/3 (dois terços), se totalmente integralizado. Nota Tax Contabilidade: (5) O sócio menor de idade somente poderá exercer o cargo de administrador caso seja emancipado. Base Legal: Artigos 997, VI e a do Código Civil/ ) Data de encerramento do exercício social: Deve-se também indicar a data do término de cada exercício social, para a elaboração do inventário, do Balanço Patrimonial (BP) e do Balanço do Resultado Econômico (ou DRE) e a referência ao julgamento das contas no 1º (primeiro) quadrimestre seguinte ao término do exercício pelos sócios e à colocação destes documentos à disposição dos sócios não administradores, até 30 (trinta) dias antes da reunião ou da assembleia de sócios. Base Legal: Arts e do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.6) Participação de cada sócio nos lucros e nas perdas: A sociedade no decorrer de sua existência e em decorrência de sua atividade operacional, pode obter lucros ou prejuízos, que em última Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 3 de 8

4 instância, pertencerão aos sócios. Assim, estes resultados, sejam positivos ou negativos, devem ser atribuídos aos membros da sociedade mediante uma regra de distribuição que deverá constar no Contrato Social. Ressaltamos que para a participação nos resultados, os percentuais podem ser diferentes das proporções das quotas de Capital Social. Base Legal: Art. 997, VII do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.7) Falecimento, interdição ou retirada de sócio: O Contrato Social deverá indicar se no caso de morte de sócio, a sua quota será liquidada ou se os herdeiros ingressarão na sociedade ou mesmo se a sociedade será dissolvida. De acordo com o artigo do Código Civil/2002, qualquer sócio poderá retirar-se da sociedade; se de prazo indeterminado, mediante notificação aos demais sócios, com antecedência mínima de 60 (sessenta) dias; se de prazo determinado, provando judicialmente justa causa. Assim, em função do dispositivo legal, deverá constar no Contrato Social referida hipótese, bem como a forma de liquidação de sua quota nos termos do artigo 1031 do Código Civil/2002. Base Legal: Arts e do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.8) Dissolução: A dissolução da sociedade é prevista nos artigos 1033 à 1038 do Código Civil/2002. Recomendamos que seja inserido no Contrato Social as formas de dissolução previstas nos incisos I à V do artigo 1033 do Código Civil/2002. Base Legal: Arts a do CC/2002 (UC: 13/03/15). 2.9) Foro: Também deverá constar no Contrato Social a indicação do domicílio onde a sociedade exerce e cumpre os direitos e as obrigações deles resultantes (Foro). 2.10) Assinaturas: A assinatura dos sócios ou dos seus procuradores no fecho do Contrato Social é obrigatória, bem com a reprodução de seus nomes. (6) O visto (e assinatura) de advogado, com a indicação de seu nome e número de inscrição na OAB/Seccional também é obrigatório. Lembramos apenas que, o visto é dispensado para Contrato Social de microempresa (ME) e de empresa de pequeno porte (EPP). Importante também que seje rubricado as demais folhas não assinadas. Além disso, o documento não poderá conter rasuras, emendas ou entrelinhas sem expressa ressalva dos sócios. Notas Tax Contabilidade: (6) Quando o sócio for menor de 16 (dezesseis) anos, o ato será assinado pelo representante do sócio. Já o sócio com idade entre 16 (dezesseis) e 18 (dezoito) anos, terá o ato assinado, conjuntamente, pelo sócio e seu assistente. (7) No Estado de São Paulo, a Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) não obriga o reconhecimento da firma dos sócios, porém, deverá ser apresentado cópia autenticada do RG e CPF dos mesmos. Também não é obrigatório o reconhecimento de firma das testemunhas. Base Legal: Art. 9º, 2º da LC nº 123/2006 (UC: 13/03/15); Art. 1º, 2º da Lei nº 8.906/1994 (UC: 13/03/15) e; Art. 1º, I da Lei 8.934/1994 (UC: 13/03/15). 3) Registro do Contrato Social: Nos 30 (trinta) dias subsequentes à constituição da sociedade, deverá a mesma requerer a inscrição do Contrato Social no Registro Civil das Pessoas Jurídicas do local de sua sede. O pedido de inscrição será acompanhado do instrumento autenticado do contrato, e, se algum Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 4 de 8

5 sócio nele houver sido representado por procurador, o da respectiva procuração, bem como, se for o caso, da prova de autorização da autoridade competente. Atendidas essas regras, será a inscrição tomada por termo no livro de registro próprio, e obedecerá numero de ordem contínuo para todas as sociedades inscritas. Base Legal: Art. 998 do CC/2002 (UC: 13/03/15). 4) Modelo de Contrato Social de Sociedade Limitada: Apresentamos neste capítulo um modelo simplificado de Contrato Social de Sociedade Limitada, tendo como base a disciplina instituída pelo Código Civil/2002, aprovado pela Lei nº /2002. Referido modelo é apenas exemplificativo, podendo ser utilizado na constituição de Sociedades Limitadas com as devidas adaptações a cada caso e observadas, ainda, as disposições gerais da legislação que disciplina a matéria. CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA (Razão Social) Por este instrumento particular e na melhor forma de direito, os abaixo-assinados Sr(a). (Nome do sócio 1), (Nacionalidade), natural de (Naturalidade), (Estado Civil), (Profissão), nascido(a) em / /, portador da cédula de identidade RG nº - SSP/ (Estado) e inscrito no CPF/MF nº.. -, residente e domiciliada à (Endereço), CEP:. -, em / (Cidade/Estado); e Sr(a). (Nome do sócio 2), (Nacionalidade), natural de (Naturalidade), (Estado Civil), (Profissão), nascido(a) em / /, portador da cédula de identidade RG nº - SSP/ (Estado) e inscrito no CPF/MF nº.. -, residente e domiciliada à (Endereço), CEP:. -, em / (Cidade/Estado), têm entre si justo e contratado constituir uma sociedade empresária, sob a forma de sociedade limitada, nos termos dos arts e seguintes do Código Civil/2002 (Lei nº /2002), que se regerá pelas seguintes cláusulas e condições: DO NOME EMPRESARIAL, SEDE E OBJETO Cláusula Primeira - A sociedade girará sob o nome empresarial de (Razão Social) e terá a sede social estabelecida na (Endereço), CEP:. -, em / (Cidade/Estado). Cláusula Segunda - A Sociedade tem como objetivo social a (Detalhar objeto social). Parágrafo Único Os sócios declaram que a sociedade explora atividade econômica empresarial organizada, sendo, portanto uma sociedade empresária, nos termos do artigo 966, caput e parágrafo único e artigo 982 do Código Civil/2002. DO CAPITAL SOCIAL E RESPONSABILIDADE DOS SÓCIOS Cláusula Terceira - O Capital Social será de R$ X.XXX,XX (Valor por extenso), dividido em X.XXX (Número por extenso) quotas de valor nominal R$ X.XXX,XX (Valor por extenso), totalmente subscritas e integralizadas, neste ato em moeda corrente do País, e distribuídas aos sócios da seguinte forma: Sócios Quotas Unitário Total Sócio 1 X.XXX R$ X.XXX,XX R$ X.XXX,XX Sócio 2 X.XXX R$ X.XXX,XX R$ X.XXX,XX Totalizando - R$ X.XXX,XX Cláusula Quarta - A responsabilidade dos sócios é restrita ao valor das suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do Capital Social. DA CESSÃO DE QUOTAS, DA INCAPACIDADE E MORTE DOS SÓCIOS Cláusula Quinta - A cessão total ou parcial de quota, sem a correspondente modificação do contrato social com o consentimento dos demais sócios, não terá eficácia quanto a estes e à sociedade. Depois de averbada a modificação do contrato, o cedente não mais responderá perante a sociedade e terceiros, pelas obrigações que tinha como sócio. Cláusula Sexta - As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem o consentimento do sócio remanescente, a que fica assegurado, em igualdade de condições e preço direito de preferência para a sua aquisição se postas à Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 5 de 8

6 venda, formalizando, se realizada a cessão delas, a alteração contratual pertinente. Parágrafo único - Se eventualmente ingressar na Sociedade um novo quotista, por haver adquirido de sócio anterior às quotas que este último detinha, ou então, injetando novo capital na Sociedade, mediante aprovação dos sócios que nela existiam, o novo admitido somente será aceito definitivamente se atender as exigências do artigo 972 do Código Civil/2002. Cláusula Sétima - O sócio não pode ser substituído no exercício das suas funções, sem o consentimento do sócio remanescente, da quantidade de Quotistas. Cláusula Oitava - Qualquer sócio, vindo a falecer ou recebendo a imputabilidade de interditado judicialmente, não interromperá as atividades da sociedade, passando a ser gerida pelos herdeiros, sucessores ou o incapaz, este acionado por Curador. Não sendo possível ou inexistindo interesse destes ou do(s) sócio(s) remanescente(s), o valor de seus haveres será apurado e liquidado com base na situação patrimonial da sociedade, à data da resolução, verificada em balanço especialmente levantado. O prazo para pagamento será: XX% (Porcentagem por extenso) no prazo de 12 (doze) meses; XX% (Porcentagem por extenso) 18 (dezoito) meses; e XX% (Porcentagem por extenso) 24 (vinte e quatro) meses, podendo ser efetuado em dinheiro ou bens. Parágrafo único - O mesmo procedimento será adotado em outros casos em que a sociedade se resolva em relação a seu sócio. Cláusula Nona - Ressalvado o disposto no artigo do Código Civil/2002, quando a maioria dos sócios, representativa de mais da metade do Capital Social, entender que um ou mais sócios estão pondo em risco a continuidade da empresa, em virtude de atos de inegável gravidade, poderá excluí-los da sociedade por justa causa, mediante alteração do contrato social. Parágrafo único - A exclusão somente poderá ser determinada em reunião especialmente convocada para esse fim, ciente o acusado em tempo hábil para permitir seu comparecimento e o exercício do direito de defesa. Cláusula Décima - O credor particular de sócio pode, na insuficiência de outros bens do devedor, fazer recair a execução sobre o que a este couber nos lucros da sociedade, ou na parte que lhe tocar em liquidação. Se a sociedade não estiver dissolvida será determinada reunião especialmente convocada para esse fim. DA ADMINISTRAÇÃO E REMUNERAÇÃO DOS SÓCIOS- ADMINISTRADORES Cláusula Décima Primeira - A administração da sociedade será exercida ISOLADAMENTE pelo Sócio Administrador (Nome do sócio), e a ele caberá a responsabilidade ou representação ativa e passiva da sociedade, judicial e extrajudicialmente, com os poderes e atribuições, autorizado o uso do nome empresarial, vedado, no entanto, em atividades estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros, bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade, sem autorização do outro sócio. Parágrafo Único - A sociedade permitirá administradores não sócios e a designação deles dependerá de aprovação de dois terços dos sócios. Cláusula Décima Segunda Somente o Sócio Administrador terá direito a uma retirada mensal a título de "Pró-labore", cujo valor será fixado em comum acordo entre os sócios, não ultrapassando os limites previstos na Legislação atual, ficando a critério dos mesmos em retirar ou não mensalmente. Cláusula Décima Terceira - Fica estabelecido que a sociedade não terá conselho fiscal. DO PRAZO DE DURAÇÃO E DO EXERCÍCIO SOCIAL Cláusula Décima Quarta - A sociedade inicia suas atividades na data de assinatura deste instrumento, sendo indeterminado o prazo de sua duração. Cláusula Décima Quinta - O exercício social coincidirá com o ano civil. Anualmente a 31 (trinta e um) de Dezembro, será elaborado um Balanço geral e uma Demonstração do Resultado do Exercício. Os lucros ou prejuízos apurados serão divididos ou suportados pelos sócios quotistas na proporção de suas quotas de capital. Parágrafo Primeiro - Em caso de liquidação ou dissolução da sociedade será o liquidante escolhido por unanimidade dos sócios. Nessa hipótese, será levantado um balanço de encerramento, os haveres da sociedade serão empregados na liquidação das obrigações e o saldo remanescente, se houver, será rateado entre os sócios em proporção ao número de quotas que cada um possuir. Parágrafo Segundo - A Sociedade está dispensada de publicação em periódicos do Balanço Patrimonial e da Demonstração de Resultado do Exercício. DELIBERAÇÕES NAS REUNIÕES, FORMA DE REGISTRO, PERIODICIDADE E CONVOCAÇÃO Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 6 de 8

7 Cláusula Décima Sexta - As deliberações dos sócios, obedecido ao disposto no artigo do Código Civil/2002 serão sempre em reunião, a serem convocadas previamente pelo Sócio Administrador, no prazo mínimo de 03 (três) dias úteis. A periodicidade fica estabelecida nos quatro meses seguintes a cada 05 (cinco) anos, os sócios deliberarão sobre as contas e designarão administrador quando for o caso. As convocações para as reuniões dos sócios serão por Carta com Aviso de Recebimento (AR), no entanto, caso todos os sócios declarem por escrito estarem cientes do local; data; hora e ordem do dia, para a instalação da reunião ficam dispensadas as formalidades de convocação. O registro das reuniões será feito em Livro de Atas de Reunião, devendo este ser arquivado na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). DA ABERTURA DE FILIAIS E SUA EXTINÇÃO Cláusula Décima Sétima - A sociedade poderá a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou outra dependência, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios. Cláusula Décima Oitava - As filiais serão extintas nas seguintes hipóteses: 1) ocorrendo extinção da Sociedade ou; 2) por decisão de 2/3 (dois terços) dos sócios. DO FORO DE ELEIÇÃO E DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Cláusula Décima Nona - O(s) Administrador(es) declara(m), sob as penas da Lei, de que não estão impedidos de exercerem a administração da sociedade, por lei especial, ou em virtude de condenação criminal,ou por se encontrar sob os efeitos dela, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, fé pública, ou a propriedade. Cláusula Vigésima - Os casos omissos serão resolvidos pela aplicação dos dispositivos do Código Civil/2002 e das demais normas vigentes, subsidiariamente, pela Lei das Sociedades Anônimas (Lei nº.6.404/1976), sem prejuízo das disposições supervenientes. Cláusula Vigésima Primeira - Fica eleito para dirimir as dúvidas e resolver os conflitos deste instrumento o foro da Comarca de Cidade, Estado de (Estado) com renúncia á qualquer outro, por mais privilegiado que seja. E assim por estarem justos e contratados, lavram o presente instrumento em 03 (três) vias de igual forma e teor, que serão assinadas pelos sócios na presença de 2 (duas) testemunhas. (Cidade), (Dia) de (Mês) de (Ano). Sócios: (Nome do sócio 1) (Nome do sócio 2) Testemunhas: (Nome da testemunha) (RG da testemunha) Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 7 de 8

8 (Nome da testemunha) (RG da testemunha) Advogado: (Nome do advogado) (OAB do advogado) Base Legal: CC/2002 (UC: 13/03/15). Informações Adicionais: Este material foi escrito em 20/03/2013 pela Equipe Técnica da Tax Contabilidade, sendo que o mesmo foi atualizado em 05/04/2015, conforme legislação vigente nesta mesma data. Todos os direitos reservados. Copyright - Tax Contabilidade - Todos os direitos reservados. Página 8 de 8

MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE:

MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE: MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE: 1. FULANO DE TAL, nacionalidade, naturalidade, estado civil (se casado indicar o regime de bens), categoria

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ, brasileiro, maior, casado sob o regime de comunhão ------- -------de bens, empresário,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda.

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA <nome> Ltda. INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda. Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, XXX, brasileiro, solteiro/casado/divorciado, natural de

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ...

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... Por este instrumento particular e na melhor forma de direito, FULANO DE TAL, brasileiro, natural

Leia mais

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES]

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES] ... ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS...(nome da Sociedade)... [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ

Leia mais

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6 folha 1 de 6 Os abaixo identificados e qualificados: 1) MARILIA SANTOS MAIA, brasileira, viúva, empresária, inscrita no CPF/MF sob n o 605.877.769-00, portadora da carteira de identidade RG nº. 874.820-0

Leia mais

MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA)

MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA) MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA) Pelo presente instrumento particular de constituição de sociedade de advogados comparecem as partes a seguir denominadas:

Leia mais

1-ELEMENTOS DO ATO CONSTITUTIVO O

1-ELEMENTOS DO ATO CONSTITUTIVO O Srs. Analistas/Examinadores No dia 9/1/2012 - Segunda feira- entra em vigor o novo tipo jurídico Empresa Individual de Responsabilidade Limitada-Eireli.Estaremos disponibilizando o ato de constituição

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DO REGISTRO DO COMÉRCIO - DNRC Nº 112 DE 12.04.2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DO REGISTRO DO COMÉRCIO - DNRC Nº 112 DE 12.04.2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DO REGISTRO DO COMÉRCIO - DNRC Nº 112 DE 12.04.2010 D.O.U.: 26.04.2010 - republicado no DOU de 28.04.2010 Dispõe sobre o processo de transformação de

Leia mais

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS -------------------------------- [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem contem o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição

Leia mais

1. CONSTITUIÇÃO E LEGALIZAÇÃO DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA

1. CONSTITUIÇÃO E LEGALIZAÇÃO DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Curso: Direito 7º DIV e 7º DIN Disciplina: ESTÁGIO IV Profª. Ilza Maria da Silva Facundes UNIDADE IV.1 CONSTITUIÇÃO E LEGALIZAÇÃO DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA. 1.1 ELEMENTOS

Leia mais

CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS

CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS RENÊ GABRIEL JUNIOR Graduando do Centro Universitário São Camilo - ES INTRODUÇÃO O presente trabalho busca apresentar o contrato

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS PARA CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS COMPOSTA POR SÓCIOS PATRIMONIAIS E DE SERVIÇO

INFORMAÇÕES GERAIS PARA CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS COMPOSTA POR SÓCIOS PATRIMONIAIS E DE SERVIÇO INFORMAÇÕES GERAIS PARA CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS COMPOSTA POR SÓCIOS PATRIMONIAIS E DE SERVIÇO Previsto no Provimento nº 112/2006 Artigo 2º - Inciso XIII e Deliberação nº 21 de 12 de abril

Leia mais

ALTERAÇÃO DA DENOMINAÇÃO SOCIAL

ALTERAÇÃO DA DENOMINAÇÃO SOCIAL ALTERAÇÃO CONTRATUAL Instrumento Particular de Alteração de Contrato de Sociedade de Advogados, consubstanciado nas cláusulas e condições abaixo discriminadas. NOME DO ADVOGADO, brasileiro, casado, advogado,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, SÓCIA 2; SÓCIO 2, resolvem constituir uma sociedade limitada,

Leia mais

Contratos Sociais: Minuta 3 ou mais sócios INFORMAÇÕES SOBRE CONTRATO SOCIAL

Contratos Sociais: Minuta 3 ou mais sócios INFORMAÇÕES SOBRE CONTRATO SOCIAL Contratos Sociais: Minuta 3 ou mais sócios INFORMAÇÕES SOBRE CONTRATO SOCIAL Modelo de Contrato para 03 (três) ou mais Sócios (Razão Social escolhida) CONTRATO SOCIAL Pelo presente instrumento particular,

Leia mais

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF ELETRA - FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA www.eletra.org.br - versão: 05/2015 12.08.2015 - pág.: 1 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) ( ) ATIVO ( ) APOSENTADO

Leia mais

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 34ª ALTERAÇÃO CONTRATUAL PARA TRANSFORMAÇÃO DE SOCIEDADE

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 34ª ALTERAÇÃO CONTRATUAL PARA TRANSFORMAÇÃO DE SOCIEDADE OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 34ª ALTERAÇÃO CONTRATUAL PARA TRANSFORMAÇÃO DE SOCIEDADE OHL CONCESIONES S.L., UNIPERSONAL, sociedade devidamente constituída

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE EMPRESARIA LIMITADA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA CAPITULO I DAS PARTES DENOMINAÇÃO SEDE E OBJETO As partes identificadas abaixo têm,

Leia mais

Exmo. Sr. Dr. Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo.

Exmo. Sr. Dr. Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo. Exmo. Sr. Dr. Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo. (Razão Social...), com sede (Endereço Completo...), com seu Contrato Social devidamente registrado nesta D.Seção sob o nº...,

Leia mais

IPERCO CLINÍCA ODONTOLÓGICA S/S LTDA CNPJ nº. 05.607.147/0001-68 SEXTA ALTERAÇÃO CONTRATUAL

IPERCO CLINÍCA ODONTOLÓGICA S/S LTDA CNPJ nº. 05.607.147/0001-68 SEXTA ALTERAÇÃO CONTRATUAL Por este instrumento particular e na melhor forma de direito: 1. TERTULIANO RICARDO LOPES, brasileiro, casado sob o regime de comunhão universal de bens, cirurgião dentista, residente e domiciliado à Avenida

Leia mais

18/05/2010 (Orientação) Contabilidade - Participação de Menores na Sociedade Limitada

18/05/2010 (Orientação) Contabilidade - Participação de Menores na Sociedade Limitada 18/05/2010 (Orientação) Contabilidade - Participação de Menores na Sociedade Limitada Texto elaborado em 30.04.2010 Sumário 1. Introdução 2. Capacidade de ser sócio 3. Impedimentos 4. Impedimentos para

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações.

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações. ESTATUTO SOCIAL Pettenati S/A Indústria Têxtil Atualizado até 29/10/2010 ESTATUTO SOCIAL I Denominação, sede, objeto e duração da sociedade Art. 1º - A sociedade terá por denominação social Pettenati S/A

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

www.uniestudos.com.br Direito Empresarial

www.uniestudos.com.br Direito Empresarial www.uniestudos.com.br Direito Empresarial Helder Goes Professor de Direito Empresarial do Universo de Estudos Advogado e Consultor Jurídico Graduado em Direito pela Universidade Tiradentes Especialista

Leia mais

BONAIRE PARTICIPAÇÕES S.A. ESTATUTO SOCIAL

BONAIRE PARTICIPAÇÕES S.A. ESTATUTO SOCIAL BONAIRE PARTICIPAÇÕES S.A. ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração e Objeto Artigo 1º A BONAIRE PARTICIPAÇÕES S.A. é uma sociedade anônima de capital autorizado, que se

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP Nº 24, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO CNSP Nº 24, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO CNSP Nº 24, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre a homologação da eleição de membros para os cargos de Administração previstos no estatuto social dos Resseguradores Locais, e dá outras providências.

Leia mais

Orientações sobre Transformação

Orientações sobre Transformação Orientações sobre Transformação Informações organizadas por: Eber Cordeiro Subgerente de Registro/JUCEES Grazielli Bonomo Analista de Registro Empresarial Janeiro/20 ª Revisão - Agosto/204 2ª revisão Junho/205

Leia mais

Fazendo referência a Instrução Normativa DREI nº 29, de 07.10.2014, publicada no DOU 1 de 08.10.2014, informamos:

Fazendo referência a Instrução Normativa DREI nº 29, de 07.10.2014, publicada no DOU 1 de 08.10.2014, informamos: Rio de Janeiro, 09 de outubro de 2014 Of Circ Nº 333/14 Referência: Instrução Normativa DREI nº 29/14 - Registro público de empresas mercantis e atividades afins - Procedimentos de registro e arquivamento

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0002/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 13/01/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 30/01/2015 HORARIO...: 09:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

D E C R E T A: Art. 3º. Para obtenção do CRC será necessária a apresentação das seguintes documentações:

D E C R E T A: Art. 3º. Para obtenção do CRC será necessária a apresentação das seguintes documentações: Decreto nº 015, de 16 de outubro de 2015. Regulamenta o Certificado de Registro Cadastral- CRC para fornecedores e/ou prestadores de serviços, previsto no artigo 34 da Lei Federal nº 8.666/93, e dá providências

Leia mais

OBRIGATORIEDADE DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE

OBRIGATORIEDADE DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE OBRIGATORIEDADE DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE RESOLUÇÃO CFC Nº 1.457/13 Altera a Resolução CFC n. 987/03, que dispõe sobre a obrigatoriedade do contrato de prestação de serviços

Leia mais

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DO ADVOGADO, brasileiro, divorciado, advogado, inscrito na OAB/BA sob n ------, CPF.: -----------------------, residente e domiciliado nesta

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 Aos dezesseis dias do mês de julho de 2015, na sede da Coordenadoria Executiva de Licitações, localizada à Avenida Brahim Antônio Seder, nº 34 /

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Processo nº.: 0011605 Modalidade: Pregão Edital nº.: 18/2016 Tipo: Menor Preço Por Item Objeto: Referente a aquisição de materiais elétricos para as diversas Secretarias do município

Leia mais

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante.

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante. CONTRATO Nº 004/2015 REFERENTE À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE QUERÊNCIA E A EMPRESA RÁDIO LÍDER SERVIÇOS E PUBLICIDADE LTDA ME. A Estado de Mato Grosso, Pessoa Jurídica

Leia mais

Associação, pode ser definida como ato que reúne cidadãos diversos, determinados à obtenção de fins coletivos em pequenas ou larga escala.

Associação, pode ser definida como ato que reúne cidadãos diversos, determinados à obtenção de fins coletivos em pequenas ou larga escala. CDT - CENTRO DE ESTUDOS E DISTRIBUIÇÃO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE PESSOAS JURÍDICAS DE SÃO PAULO. TELEFONE: 3248.1018 / 3248.1019 - SETOR DE PESSOAS JURÍDICAS SUGESTÃO DE TEXTO PARA ESTATUTO DE CONSTITUIÇÃO

Leia mais

"EZO COMÉRCIO DE CALÇADOS LYDA"- SANTA MARIA CONTRATO SOCIAL DE CONSTITUICÃO

EZO COMÉRCIO DE CALÇADOS LYDA- SANTA MARIA CONTRATO SOCIAL DE CONSTITUICÃO 3 sçg% "EZO COMÉRCIO DE CALÇADOS LYDA"- SANTA MARIA CONTRATO SOCIAL DE CONSTITUICÃO Por este instrumento particular e na melhor forma de direito, MIRLEI THEREZINHA VIVAN, brasileira, solteira, maior, capaz,

Leia mais

r04,359.46710001-83-1 GOIAS IE-'UTRI;kDE RECCLES LTDA UE

r04,359.46710001-83-1 GOIAS IE-'UTRI;kDE RECCLES LTDA UE GoiásRecicláveis ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA Declaramos a pedido do interessado e para os devidos fins que a empresa TRANSPORTADORA AMBIENTAL LTDA, estabelecida na STRC Trecho 04 Conjunto C Lote 02

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado

CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 10 DE ABRIL DE 2008 (Lavrada sob a forma sumária, conforme

Leia mais

RESOLUÇÃO TRE Nº 965, DE 08 DE ABRIL DE 2014. Regulamenta o Programa de Serviço Voluntário no âmbito dos Cartórios Eleitorais de Minas Gerais.

RESOLUÇÃO TRE Nº 965, DE 08 DE ABRIL DE 2014. Regulamenta o Programa de Serviço Voluntário no âmbito dos Cartórios Eleitorais de Minas Gerais. RESOLUÇÃO TRE Nº 965, DE 08 DE ABRIL DE 2014 Regulamenta o Programa de Serviço Voluntário no âmbito dos Cartórios Eleitorais de Minas Gerais. O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS, no uso de suas

Leia mais

Telecomunicações de São Paulo S/A

Telecomunicações de São Paulo S/A INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA ONEROSA DE USO DA RELAÇÃO DE ASSINANTES No. Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP, com sede na Capital do Estado de São Paulo, na Rua Martiniano de Carvalho, n.º

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI, CELEBRAM O MUNICÍPIO DE RIO VERDE, ATRAVÉS DO FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - FME E A SRª HELENA DA SILVA GUIMARÃES DE SOUZA,

Leia mais

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada.

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada. Página 1 de 7 CONTRATO DE MÚTUO Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus Participantes. Fundação Vale do Rio

Leia mais

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS Livro... Folha... ESCRITURA PÚBLICA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL que fazem, como outorgantes e reciprocamente outorgados NOME e NOME,

Leia mais

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Credenciamento de instituições financeiras interessadas na concessão de empréstimos consignados em folha de pagamento aos empregados desta

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS Resolução nº RP/2/2011* Dispõe sobre entendimentos em matéria de Direito Empresarial submetida à Comissão Especial constituída através da Portaria n o P/106/2011 O Plenário da Junta Comercial do Estado

Leia mais

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL INDICADO PARA empreendedores que pretendem constituir uma sociedade e não se enquadram nos critérios aplicáveis aos Empreendedores Individuais (EI) - leia mais abaixo. SERVE PARA formalizar uma sociedade

Leia mais

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 004/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 06 PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PROCESSO N 004/2015 VALIDADE 12 meses Aos 11 dias do

Leia mais

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 14 CAPÍTULO XXVI DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES 26.1 DA FICHA CADASTRAL 26.1.1 As Sociedades Corretoras deverão manter cadastros atualizados de seus clientes, contendo,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 O Município de Itatiba do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, torna público para o conhecimento dos interessados, que em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 02/2016 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (TÉCNICO SÊNIOR II)

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 02/2016 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (TÉCNICO SÊNIOR II) COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 02/2016 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (TÉCNICO SÊNIOR II) Tipo: Melhor Técnica O Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM, associação civil

Leia mais

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05 CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA 1 - DADOS DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Nº Cooperativa PAC 4031 00 Nome CECM DOS COLABORADORES CVRD LTDA 2 - DADOS PESSOAIS Nome 1 titular CNPJ 20.961.629/0001-05

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto

ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto Artigo 1º A UPTICK PARTICIPAÇÕES S.A. é uma sociedade anônima de capital autorizado, que se rege pelas leis e usos do comércio,

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A.

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A. 1 ÍNDICE 1 OBJETIVOS... 3 2 PARTICIPANTES... 3 3 ADMINISTRAÇÃO DO PLANO... 3 4 AÇÕES OBJETO DESTE PLANO... 5 5 OUTORGA DA OPÇÃO... 5 6 EXERCÍCIO

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS

TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS CONTRATO 235/2013 CREDOR VALOR 81.000,00 DATA 04/11/2013 VENCIMENTO 04/05/2014 TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICO-HOSPITALAR NA ESPECIALIZAÇÃO DE ORTOPEDIA ENTRE

Leia mais

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração;

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; ALTERAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA: *ELEMENTOS DA ALTERAÇÃO CONTRATUAL a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; b) Preâmbulo; c) Corpo da alteração: Nova

Leia mais

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições:

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições: ADMINISTRADORA DE CARTÕES LTDA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO E DE FORNECIMENTO DE CARTÃO REFEIÇÃO Por este instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, MAXXCARD ADMINISTRADORA

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP)

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE CONTRATO Nº 003/2006 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO E FORNECIMENTO DE CRACHÁS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CADE CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA E A EMPRESA AS NAVES COMPUTAÇÃO E

Leia mais

ANEXO VI MODELOS DE DECLARAÇÕES

ANEXO VI MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VI MODELOS DE DECLARAÇÕES O ANEXO VI do EDITAL de Licitação é composto de [xx] ([xx]) documentos, que consistem em DECLARAÇÕES e MODELOS, necessários à participação do certame e que deverão ser devidamente

Leia mais

FUNDAÇÃO DE CULTURA CIDADE DO RECIFE

FUNDAÇÃO DE CULTURA CIDADE DO RECIFE FUNDAÇÃO DE CULTURA CIDADE DO RECIFE CONTRATO Nº 2016, DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, A FUNDAÇÃO DE CULTURA CIDADE DO RECIFE E, DO OUTRO LADO, A EMPRESA. Pelo presente instrumento

Leia mais

ESTILO COMÉRCIO, TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA. NIRE 42.204.672.508 CNPJ/MF 13.591.644/0001-43 4ª ALTERAÇÃO DE CONTRATO SOCIAL

ESTILO COMÉRCIO, TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA. NIRE 42.204.672.508 CNPJ/MF 13.591.644/0001-43 4ª ALTERAÇÃO DE CONTRATO SOCIAL ESTILO COMÉRCIO, TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA. NIRE 42.204.672.508 CNPJ/MF 13.591.644/0001-43 4ª ALTERAÇÃO DE CONTRATO SOCIAL Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, os abaixo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SÓCIO-CONTRIBUINTE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SÓCIO-CONTRIBUINTE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SÓCIO-CONTRIBUINTE CONTRATADA: ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE POMPÉIA, entidade sem fins lucrativos, inscrita no C.N.P.J. 44.483.568/0001-86, I.E. Isenta, Estatuto

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO TERMO DE CONTRATO DE CREDENCIAMENTO, ORIGINÁRIO DA LICITAÇÃO OBJETIVANDO O CREDENCIAMENTO SPAL Nº 03/2014, QUE ENTRE SI FAZEM A COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Deve-se propor ação renovatória, com fulcro no art. 51 e ss. da Lei n.º 8.245/1991. Foro competente: Vara Cível de Goianésia GO, conforme dispõe o art. 58, II, da Lei n.º 8.245/1991:

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 33ª ALTERAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL OHL CONCESIONES S.L., UNIPERSONAL, sociedade devidamente constituída e validamente existente

Leia mais

R 25ª AULA = MODELOS 01 ACORDO PARA COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO COLETIVO:

R 25ª AULA = MODELOS 01 ACORDO PARA COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO COLETIVO: R 25ª AULA = MODELOS 01 ACORDO PARA COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO COLETIVO: Pelo presente instrumento, xxxxx (qualificar), com sede nesta Cidade, na Rua xxxxx nº xxxxx, Cep nº xxxxx Bairro xxxxx,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016.

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. VALIDADE: 12 meses Aos dezoito dias do mês de março de 2016, na sala de reuniões da Prefeitura Municipal,

Leia mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES CNPJ - 87.613.485/0001-77 FONE: (054) 3338 1242/1273 LICITAÇÃO Nº.

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES CNPJ - 87.613.485/0001-77 FONE: (054) 3338 1242/1273 LICITAÇÃO Nº. SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES CNPJ - 87.613.485/0001-77 FONE: (054) 3338 1242/1273 LICITAÇÃO Nº. 002/2010 MODALIDADE TOMADA DE PREÇO TIPO DE JULGAMENTO: Menor preço por

Leia mais

ANO XXII - 2011-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2011 ASSUNTOS CONTÁBEIS ASSUNTOS DIVERSOS IMPORTAÇÃO/EXPORTAÇÃO IMPOSTO DE RENDA

ANO XXII - 2011-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2011 ASSUNTOS CONTÁBEIS ASSUNTOS DIVERSOS IMPORTAÇÃO/EXPORTAÇÃO IMPOSTO DE RENDA ANO XXII - 2011-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2011 ASSUNTOS CONTÁBEIS Instrução Normativa DNRC nº 117, de 22.11.2011 (DOU de 30.11.2011) - Atos de Registro de Empresa Individual

Leia mais

Sociedades. Feedback aula anterior: 26/10/2010

Sociedades. Feedback aula anterior: 26/10/2010 Prof. Thiago Gomes Sociedades Feedback aula anterior: Quais são os tipos societários que uma sociedade pode adotar? Adoção de tipo societário na sociedade simples/empresária Sociedade em nome coletivo

Leia mais

Portaria n.º 65, de 28 de janeiro de 2015.

Portaria n.º 65, de 28 de janeiro de 2015. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Portaria n.º 65, de 28 de janeiro de 2015. O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR

CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR CONTRATO (2013/2) MUTUANTE: ASSOCIAÇÃO JUINENSE DO ENSINO SUPERIOR DO VALE DO JURUENA - AJES, inscrita

Leia mais

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE _ (nome da empresa), CNPJ-MF n.º, sediada (endereço completo), telefone (xx) xxxx-xxxx, email: xxxxxxx@xxxxx.com.br, tendo examinado

Leia mais

Celebrado em [---] de junho de 2008

Celebrado em [---] de junho de 2008 Instrumento de Justificação e Protocolo de Incorporação da Softway Contact Center Serviços de Teleatendimento a Clientes S.A. pela Tivit Atendimentos Telefônicos S.A. Celebrado em [---] de junho de 2008

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES - ARR

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES - ARR PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES - ARR 1. Objetivo da Outorga de Opções 1.1. O Plano de Opção de Compra de Ações da JHSF Participações S.A. ( Companhia ), instituído nos termos do art. 168, 3º, da Lei

Leia mais

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES São partes neste Contrato: 1. PROCIDADES COMÉRCIO E SERVIÇOS DE APOIO LTDA, pessoa jurídica de direito privado inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas

Leia mais

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL Fulano de Tal, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB/PR sob o nº 00.000, residente e domiciliado na Av....

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa PUBLICENTER INFORMÁTICA COMÉRCIO E LOCAÇÃO LTDA-ME CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras MINUTA Fls. 1 PROCESSO - nº 41.506/10 Aos dias do mês de do ano de dois mil e dez, na sede da Prefeitura Municipal de Franca, localizada na Rua Frederico Moura nº 1517, neste município de Franca, compareceram

Leia mais

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e,

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e, DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013 Cria a Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A RIOSAÚDE e aprova seu Estatuto. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 016/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

CONTRATO POR INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO

CONTRATO POR INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO CONTRATO N.º 25/2015 DISPENSA N.º 02/2015 Pelo presente instrumento particular e nos melhores termos de direito, as partes adiante nomeadas, qualificadas e no final assinadas, tem, entre si, por justo

Leia mais

CAPÍTULO XVIII 1 DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS

CAPÍTULO XVIII 1 DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS CAPÍTULO XVIII 1 DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS SEÇÃO I 2 DA ESCRITURAÇÃO 1. É atribuição dos Oficiais do Registro Civil das Pessoas Jurídicas: a) registrar os atos constitutivos, contratos sociais

Leia mais

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO Art. 1º - Sob a denominação de MINASMÁQUINAS S/A,

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S.A. Datado de 15 de abril de 2011 O presente Protocolo

Leia mais

CIRCULAR N 3.084. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.432, de 3/2/2009.

CIRCULAR N 3.084. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.432, de 3/2/2009. CIRCULAR N 3.084 Documento normativo revogado pela Circular nº 3.432, de 3/2/2009. Dispõe sobre obrigação financeira, recursos não procurados, adiantamento a fornecedores, agregação de despesas e encerramento

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO)

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO) COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO) Tipo: Melhor Técnica O Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM, associação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. Fixa os critérios e procedimentos para a realização de concursos públicos de provas e títulos, destinados ao provimento dos cargos efetivos do

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE SOCIEDADE LIMITADA

PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE SOCIEDADE LIMITADA PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE SOCIEDADE LIMITADA Teotonio Vilela Filho Governador do Estado José Thomaz Nonô Vice-governador do Estado Luiz Otávio Gomes Secretário do Estado do Planejamento e do Desenvolvimento

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo da presente Política de Divulgação é estabelecer as regras e procedimentos a serem adotados pela Raízen

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM.

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM. Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM 1 Estatuto CASFAM CAPITULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO CAPITULO I

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 6 DE AGOSTO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS

Leia mais