Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages"

Transcrição

1 Desenvolvimento de aplicações Web Java Server Pages Hamilton Lima

2 Como funciona? Servidor web 2 Internet 1 Browser 3 Arquivo jsp 4 JSP Compilado 2

3 Passo a passo 1 browser envia requisição ao servidor 2 servidor recebe requisição Verifica se o contexto projeto existe 3 procura pelo arquivo solicitado Procura pelo arquivo login.jsp 4 verifica se já foi compilado Caso não tenha sido compila Executa o arquivo e transmite resposta ao browser 3

4 O que retorna... O que retorna do servidor para o browser na maioria dos casos é HTML mas podemos retornar qualquer conteúdo imagens, arquivos pdf, planilhas, textos, ou qualquer conteúdo desejado qualquer conteúdo Protocolo HTTP 4

5 Como funciona o JSP Java Server Pages, permite mesclar HTML e código Java, fazendo com que o código Java inserido seja executado no servidor. <html><body> <h3>pagina de Teste</h3> <% String nome = request.getparameter( nome ); if( nome == null ){ %>Nenhum nome foi informado<% } else { %>O nome informado é <b><%= nome %></b> <hr> </body> </html> 5

6 Primeiro exemplo <html><body> <h3>pagina de Teste</h3> <% String nome = request.getparameter( nome ); if( nome == null ){ %>Nenhum nome foi informado<% } else { %>O nome informado é <b><%= nome %></b> <hr> </body> </html> O texto em verde é html, os trechos em azul são código Java inserido no html 6

7 Mesclando html com java Arquivo JSP Retorno HTML JAVA HTML Executa! HTML HTML HTML 7

8 Elementos de JSP Scriplets Expressões Variáveis pré-definidas Tratando requisições Mantendo dados entre páginas Declarações Diretivas de página Javabeans 8

9 Scriplets Scriplets, são trechos de código java iniciados por <% e terminados por %> Neles escrevemos o código que será executado no servidor Todas instruções devem ser terminadas com ponto e virgula Quando houverem estruturas de controle que possuem bloco, for, while, if ou outras os blocos podem iniciar em uma parte da tag do scriplet e terminar em outra 9

10 Scriplet com bloco <html><body> <h3>caixa de selecao</h3> <form method= POST > <select name= numero > <% for( int n = 0; n < 10; n ++ ){ %> <option><%= n +1 %></option> <% } %> </select> </form> </body> </html> Início do bloco do for em um scriplet Fim do bloco do for em outro scriplet 10

11 Gerando html no codigo <html><body> <h3>pagina da margarida</h3> <% if (Math.random() < 0.5) { out.println("<b>bem</b> me quer"); } else { out.println("<b>mal</b> me quer"); } %> </body> </html> Trechos de html também podem gerados no código Java usando os métodos print( ) ou println( ) do objeto já instanciado out 11

12 Expressões Uma expressão em JSP inicia com <%= e termina com %> Não possue ponto e virgula no final É executada quando a página é chamada, ou seja em tempo de execução Transforma o resultado de uma expressão Java válida em String e exibe na posição indicada Funciona semelhanto ao out.println( ) 12

13 Exemplos de expressões <%= (int)(math.random( ) * 10) %> numero randomico entre 0 e 10 <%= request.getparameter( nome ) %> parametro nome recebido pela pagina <%= nome == null? : nome.trim() %> conteudo da variavel String nome (previamente declarada) se for nulo exibirá caso contrário exibirá o conteúdo da veriável sem espaços em branco antes e depois 13

14 Variáveis pré-definidas request requisições recebidas do cliente response objeto com a resposta a ser enviada ao cliente out permite adicionar conteúdo na resposta a ser enviada ao cliente session mantém dados entre as páginas de uma mesmo browser aberto application mantém dados disponíveis para todas as sessões abertas 14

15 request Request, objeto do tipo HttpServletRequest que oferece por exemplo os seguintes métodos getparameter( nome ) - onde uma informação submetida para a página pode ser recuperada getattribute( nome ) - onde um objeto pode ser atribuido ao request antes de repassa-lo a outra página 15

16 Request exemplo <html><body> <h3>pagina de Teste</h3> <% String nome = request.getparameter( nome ); if( nome == null ){ %>Nenhum nome foi informado<% } else { %>O nome informado é <b><%= nome %></b> <hr> </body> </html> O parametro nome pode ter sido enviado através de um um formulário ou através de um link 16

17 envio de dados - POST POST envio dos dados através de um formulário HTML onde o atributo method do formulário é igual a POST para cada objeto contido no formulário será criado um parâmetro a ser recuperado pelo metodo getparameter() do objeto request Não existe limite de atributos a serem enviados através do método POST É o mais comum a ser usado em formulários 17

18 envio de dados - GET Os dados são enviados junto do endereço da página, normalmente é usado em links, podendo também ser usado para formulários, alterando o atributo method do form Usa o seguinte formato: A? separa a pagina dos parametros e cada parametro é separado por um & 18

19 mantendo dados entre as páginas Por diversas vezes precisamos manter um conjunto de informações disponíveis entre páginas, visto que cada página é executada do início ao fim sem se manter na memória, algumas estratégias são indicadas para manter os dados entre páginas Re-escrita de url Uso da sessão Input hidden 19

20 exemplo de fluxo Página de login informa usuário Dados pessoais do usuário alteração consulta alteração Servidor web Consulta agenda do usuário consulta alteração sessão usuário 20

21 re-escrita de URL Todo link envolvido no fluxo da aplicação passa a receber como parâmetros informações que devem passar de página em página Se deseja passar por exemplo o código de um produto passar a adicionar em toda URL produto=codigo É um recurso muito trabalhoso, porém consome pouco recurso do servidor 21

22 input hidden Esta estratégia é muito semelhante a reescrita de URL, contudo pela diferença que todos os formulários deverão possuir <input type= hidden > para os parâmetros que desejamos manter entre as páginas Deve ser tomado o cuidado de atualizar os valores a cada exibição da página Exige muito esforço de programação para manter os campos em todos os formulários 22

23 input hidden exemplo <html><body> <form method= post action= teste.jsp > <% String codigo = request.getparameter( codigo ); if (codigo == null) codigo = 0 ; int valor = Integer.parseInt( codigo ) +1; %> <h3>formulario de teste</h3> <input type= hidden name= contador value= <%= valor %> > <input type= submit value= Enviar > <h3>contador <%= valor %></h3> </body> </html> Coloca o valor no value do input para que o valor seja propagado 23

24 Uso da sessão Objeto do tipo HttpSession que permite adicionar e/ou recuperar qualquer objeto através de uma nome identificador Para cada navegador aberto é criada uma sessão no servidor e através deste objeto é possível manter informações entre as páginas Deve ser usado com cuidado para evitar deixar informações na sessão que possam causar confusão em outras páginas 24

25 session exemplo <html><body> <% Integer numero = (Integer) session.getattribute( contador ); %> <h3>contador <%= numero.intvalue() %></h3> <% numero = new Integer( numero.intvalue() +1 ); session.setattribute( contador, numero ); %> <hr> </body> </html> Observe o molde de tipo pois o método getattribute() retorna Object Atualiza o objeto e coloca de volta na sessão, ficando o objeto disponível para a própria página ou outras durante a navegação 25

26 Declarações Uma declaração em JSP inicia com <%! e termina com %> Pode ser usada para declarar variáveis Pode ser usada para declarar métodos Segue as mesmas regras de sintaxe do scriplet 26

27 Exemplos de declarações <%! int n = 0; %> declara variável inteira n <%! int a, b; double c; %> faz diversas declarações ao mesmo tempo <%! Circle a = new Circle(2.0); %> declara e inicializa uma variável da classe Circle 27

28 Diretivas de páginas As diretivas de página seguem o formato diretiva atributo1=... atributo2=... atributon=... %> As diretivas permitem configurar diversos comportamentos das páginas JSP Veremos as seguintes diretivas: page include 28

29 Diretiva page Como o próprio nome já diz permite configurações do comportamento da pagina, tendo os seguintes atributos import contenttype isthreadsafe session buffer language - autoflush - extends - info - errorpage - iserrorpage 29

30 Atributo import page import="pacote.classe" %> page import="pacote.classe1,...,pacote.classn" %> Funciona como o import de uma classe Java permite o uso de uma classe em um trecho de programa sem referenciar o nome completo da mesma, podendo usar Vector ao invés de java.util.vector por exemplo se realizar o page import="java.util.*" %> 30

31 Atributo contenttype Indica o MIME-TYPE do conteúdo que a página vai gerar page contenttype="text/plain" %> indica que o contéudo gerado pela página será texto puro e nao html page contenttype="application/vnd.ms-excel" %> indica que conteúdo será de uma planilha excel (o conteúdo deverá ser um html com uma tabela que será lida na planilha com cada <td> em uma célula) 31

32 isthreadsafe, session, buffer page isthreadsafe="true" %> define que esta página não deve ser acessada simultaneamente page session="false" %> desabilita a sessão automática,neste caso se o objeto session for usado ocorrerá um erro page buffer="32kb" %> page buffer="none" %> define quantos bytes serão armazenados antes de enviar a resposta ao client 32

33 autoflush, extends page autoflush="false" %> define que caso o buffer alcance o seu limite não deve ser enviado automaticamente uma resposta ao client, e sim ocorrer um erro de buffer overflows page extends="pacote.classe" %> define uma classe personalizada para ser a superclasse do JSP compilado 33

34 info, language page info="descrição" %> adiciona um texto que pode ser recuperado através do metodo getservletinfo( ) page language="java" %> define a linguagem usada na página, sendo javaa única opção disponível 34

35 errorpage, iserrorpage page errorpage="url relativa" %> define que página deve ser chamada caso algum erro ocorra page iserrorpage="true" %> define que a pagina atual é uma pagina de erro recebendo o objeto exception contendo a exceção ocorrida em outra página 35

36 Exemplo de página de erro page iserrorpage="true" %> <html><body> <h3>ocorreu um erro</h3> <b><%= exception %></b> <pre> <% exception.printstacktrace(new PrintWriter(out)); %> </pre> </body> </html> Usa o objeto de saída padrão do jsp para exibir Exibe a pilha de chamadas do erro 36

37 Diretiva include include file="topo.html" %> inclui em tempo de compilação o conteúdo da URL fornecida, caso haja alteração nas páginas incluídas deve ser recompilado o arquivo JSP <jsp:include page="url" flush="true" /> inclui a URL em tempo de execução, não podendo ser um JSP 37

38 Javabeans São objetos que podem ser usados para facilitar a manipulação de dados nas páginas Para uma classe poder ser usada como JavaBean ela precisa obedecer alguns requisitos: Implementar a interface java.io.serializable Para cada atributo que se deseja oferecer acesso possuir metodos set/get de acesso 38

39 Exemplo de classe Javabean public class Usuario implements java.io.serializable{ private String nome; private boolean administrador; public String getnome(){ return nome;} public void setnome( String nome ){ this.nome = nome; } } public String isadministrador(){ return administrador;} public void setadministrador( String administrador ){ this.administrador = administrador; } 39

40 Usando Javabeans sem Javabeans... <% Usuario user = (Usuario) session.getattribute( usuario ); if( user == null ){ user = new Usuario(); user.setnome( request.geetparameter( nome )); session.setattribute( usuario, user ); } %> COM Javabeans! <jsp:usebean class= Usuario id= user scope= session /> <jsp:setproperty name="user" property="nome" /> 40

41 Entendendo javabeans Indica a classe do objeto a ser criado <jsp:usebean class= Usuario id= user scope= session /> Indica o nome da variável a ser criada Indica o escopo do objeto a ser criado 41

42 escopos de javabeans O escopo dos javabeans definem a abrangência ou visibilidade dos objetos criados, e são as seguintes: page, o objeto somente é visível na própria página, muito útil para formulários e uso de atribuição automática com muitos atributos session, visivel por toda a navegação das páginas daquela janela aberta application, visível por todas as sessões, permitindo compartilhar informações entre usuários 42

43 atribuições automáticas <jsp:setproperty name="user" property="nome" /> A tag jsp:setproperty permite a atribuição de valores passados como parâmetro (GET ou POST) diretamente para um JavaBean No atributo name vai o nome do bean, e no property o nome do atributo Desejando atribuir para todos possiveis use property= * 43

44 fim "Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei." Salmo

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo JavaServer Pages (JSP) Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

UNIDADE III JAVA SERVER PAGES

UNIDADE III JAVA SERVER PAGES UNIDADE III JAVA SERVER PAGES MODELO JSP Um dos principais objetivos da tecnologia J2EE é fazer com que as tarefas sejam realizadas de forma separada. Eliminando as dependências, componentes J2EE tornam-se

Leia mais

JSP - JavaServer Pages

JSP - JavaServer Pages JSP - JavaServer Pages 1 Sumário O que é o JSP? Comparação com ASP, Servlets, e Javascript Disponibilidade Um exemplo simples Mais sobre Sintaxe Um pouco de JavaBeans Um exemplo mais complexo 2 O que são

Leia mais

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java II Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Por quê JSP? Com Servlets é fácil Ler dados de um formulário Recuperar dados de uma requisição Gerar informação de resposta Fazer gerenciamento

Leia mais

Tecnologias Web. Formulários HTML

Tecnologias Web. Formulários HTML Tecnologias Web Formulários HTML Cristiano Lehrer, M.Sc. Tag form (1/2) Todo formulário em HTML é construído usando elementos dentro de um bloco . O bloco define a URL que receberá o formulário

Leia mais

JSP (Java Server Pages)

JSP (Java Server Pages) JSP (Java Server Pages) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Prof. Edwar Saliba Júnior 1 Introdução Tecnologia para desenvolvimento de aplicações WEB fundamentada na

Leia mais

Relatório referente a compreensão da programação JSP. Realizado do dia de 22 abril de 2010 a 03 de maio de 2010.

Relatório referente a compreensão da programação JSP. Realizado do dia de 22 abril de 2010 a 03 de maio de 2010. Relatório do GPES Relatório referente a compreensão da programação JSP. Realizado do dia de 22 abril de 2010 a 03 de maio de 2010. Compreender a programação JSP. Os Servlets assim como JSP são tecnologias

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB GABRIELA TREVISAN Formulários e Aula 3 Relembrando HTML 5 Tag Form o Utilizada para marcar a região do formulário. o Os atributos mais importantes são o method e o action.

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB. Unidade 2 Introdução a Construção de Páginas Estáticas. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com

TECNOLOGIAS WEB. Unidade 2 Introdução a Construção de Páginas Estáticas. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DESTA UNIDADE HTML TAG S HTML LINGUAGEM HTML Hypertext Markup Language Interpretada pelo navegador Não linearidade da informação Formatação

Leia mais

Java na WEB Componentes Bean

Java na WEB Componentes Bean 1 Java na WEB Componentes Bean Objetivo: Ao final da aula o aluno será capaz de: Criar site dinâmico utilizando componentes Bean Utilizar Tags de ação Empregar Coleções de Bean. Sumário 5. Definição de

Leia mais

Programação Web. Professor: Diego Oliveira. Conteúdo 02: JSP e Servlets

Programação Web. Professor: Diego Oliveira. Conteúdo 02: JSP e Servlets Programação Web Professor: Diego Oliveira Conteúdo 02: JSP e Servlets JSP JSP é um template de uma página Web que usa Java para gerar HTML dinamicamente JSP é considerado server-side e roda em um objeto

Leia mais

Introdução a Servlets e JSP. Prof. Samuel Martins samuellunamartins at gmail dot com Faculdade São Miguel

Introdução a Servlets e JSP. Prof. Samuel Martins samuellunamartins at gmail dot com Faculdade São Miguel Introdução a Servlets e JSP samuellunamartins at gmail dot com Conteúdo da aula Introdução a HTML Introdução a Servlets Preparando o ambiente de programação Exemplo de Servlets 2 Websites na década de

Leia mais

Scriptlets e Formulários

Scriptlets e Formulários 2 Scriptlets e Formulários Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Permitir ao aluno aprender a criar um novo projeto Java para web no Netbeans IDE,

Leia mais

HTML. Sessão 8 HTML. Criação de Páginas WEB. Formulários

HTML. Sessão 8 HTML. Criação de Páginas WEB. Formulários HTML Sessão 8 HTML Falta ver de que forma podemos trocar informações com nosso visitante. Este aspecto é primordial para a grande quantidade de acções que se podem realizar : Comprar um artigo, preencher

Leia mais

" # $ %&'( ) *' ( +,)+ ( - $ (+*' 0 12 ' ( %+ -12 )+3 ) (4 )) ) % 12 ) *' (

 # $ %&'( ) *' ( +,)+ ( - $ (+*' 0 12 ' ( %+ -12 )+3 ) (4 )) ) % 12 ) *' ( ! " # $ %&'( ) *' ( +,)+ ( - $ (+*'.%/ 0 12 ' ( %+ -12 )+3 ) (4 )) ) % 12 ) *' ( 2 (5) '%'1%6% %/ )1%12 74 % +1%() %% % *8) + 9 "(:4 8) % ; *' 3 "( % '% + 4% % ) +' 455 %' 4 *' ( +% ) + %,)1 0 +

Leia mais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB através de JSP. Todos os direitos reservados Klais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB através de JSP. Todos os direitos reservados Klais Curso de Java Geração de Páginas WEB através de JSP Todos os direitos reservados Klais JSP e Servlets Servletsconstituem um mecanismo conveniente para a geração de páginas HTML dinâmicas e seu tratamento

Leia mais

Servlets, JSPs e Java Beans

Servlets, JSPs e Java Beans Servlets, JSPs e Java Beans Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior PUC Minas Disponível em www.pasteurjr.blogspot.com 1-Servlets 1.1 O que são Servlets são classes Java executadas em servidores web. Servem

Leia mais

JavaServer Pages (JSP) Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

JavaServer Pages (JSP) Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br JavaServer Pages (JSP) Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Especificação/IDE/Implementação Esse curso foi preparado em 03/2015 usando a seguinte especificação, IDE e implementação Especificação

Leia mais

HTML Básico Formulários. Matheus Meira

HTML Básico Formulários. Matheus Meira HTML Básico Formulários Matheus Meira 1 Objetivos Neste apresentação conheceremos os fundamentos básicos de HTML para a manipulação com servlets e jsp. Serão vistos Formulários Links Elementos de disparo

Leia mais

JSP e Servlets. Instituto Superior de Engenharia do Porto. 2003/2004 Linguagens de Programação II Filipe Costa 1020525

JSP e Servlets. Instituto Superior de Engenharia do Porto. 2003/2004 Linguagens de Programação II Filipe Costa 1020525 JSP e Servlets Instituto Superior de Engenharia do Porto 2003/2004 Linguagens de Programação II Filipe Costa 1020525 Índex Introdução ao JSP, descrição e comparação 3 JSP Funcionamento 4 Servlets 4 Sintax

Leia mais

Java para Desenvolvimento Web

Java para Desenvolvimento Web Java para Desenvolvimento Web JSP Antes de iniciarmos a comentar sobre a Tecnologia Java Server Pages, teremos uma breve apresentação do Servidor (Web Contanier) TomCat. Então vamos lá. Servidor TomCat

Leia mais

Programação WEB II. Formulários Em PHP. Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Formulários Em PHP. Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Formulários Em PHP Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Objetivos Entender o funcionamento

Leia mais

JavaServer Pages. Também são conhecidas pela sigla correspondente (JSP). Representam mais uma tecnologia da plataforma JEE.

JavaServer Pages. Também são conhecidas pela sigla correspondente (JSP). Representam mais uma tecnologia da plataforma JEE. Slide 1 Conceito Também são conhecidas pela sigla correspondente (JSP). Representam mais uma tecnologia da plataforma JEE. Uma JSP é uma página HTML com código Java embutido com o objetivo de fornecer

Leia mais

Java Web. Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com

Java Web. Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Java Web Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java Web Outubro, 2008 1 CV Nome: Ricardo Terra Email: rterrabh [at] gmail.com www: ricardoterra.com.br Twitter: rterrabh

Leia mais

Introdução. Servlet. Ciclo Vida. Servlet. Exemplos. Prof. Enzo Seraphim

Introdução. Servlet. Ciclo Vida. Servlet. Exemplos. Prof. Enzo Seraphim Introdução Servlet Ciclo Vida Exemplos Servlet Prof. Enzo Seraphim Visão Geral São objetos de uma subclasse de javax.servlet (javax.servlet.httpservlet). Possuem um ciclo de vida. Incluem em seu código,

Leia mais

JSP (Java Server Pages)

JSP (Java Server Pages) JSP (Java Server Pages) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br JSP A linguagem surgiu por volta de 1995. JSP foi inicialmente inventado por Anselm Baird-Smith durante um final de semana e depois Satish

Leia mais

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagem de Programação IV -PHP Aula 06 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Criação de Formulários o Um formulário consiste em uma série de campos que são preenchidos pelo usuário

Leia mais

Java Server Pages. O código HTML pode indicar o método de arranque do servlet gerado por um JSP : doget ou dopost.

Java Server Pages. O código HTML pode indicar o método de arranque do servlet gerado por um JSP : doget ou dopost. Java Server Pages O código HTML pode indicar o método de arranque do servlet gerado por um JSP : doget ou dopost. servlet: Exemplo em que o método get é invocado no arranque do

Leia mais

Incorporando JavaScript em HTML

Incorporando JavaScript em HTML Incorporando JavaScript em HTML Existem quatro maneiras de incorporar JavaScript em HTML. Vamos abordar as três primeiras, por ser mais comum: Entre as tags dentro do código HTML. A partir

Leia mais

Web. Professor: Rodrigo Alves Sarmento rsarmento@catolica-es.edu.br rasarmento@gmail.com

Web. Professor: Rodrigo Alves Sarmento rsarmento@catolica-es.edu.br rasarmento@gmail.com Web Professor: Rodrigo Alves Sarmento rsarmento@catolica-es.edu.br rasarmento@gmail.com Objetivos O que é uma aplicação Web? Web x Stand-Alone Web x Cliente Servidor Tradicional Tipos de Aplicação Dois

Leia mais

Iniciando PHP. Agenda

Iniciando PHP. Agenda Agenda Módulo 2 Iniciando PHP Professor: Eduardo Mendes Visão Geral Arquitetura Cliente-Servidor Programas Básicos Sintaxe do PHP HTML Básico Formulários Manipulação de Strings Controle de Fluxo Visão

Leia mais

Tecnologias Web. Java Enterprise Edition

Tecnologias Web. Java Enterprise Edition Tecnologias Web Java Enterprise Edition Cristiano Lehrer, M.Sc. Introdução Java Enterprise Edition (JEE): Plataforma de tecnologias para o desenvolvimento de aplicações corporativas distribuídas. É uma

Leia mais

Para o envio de e-mails pelo PHP é necessário seguir a seguinte sintaxe:

Para o envio de e-mails pelo PHP é necessário seguir a seguinte sintaxe: 28 Aula 3 Envio de e-mails Para o envio de e-mails pelo PHP é necessário seguir a seguinte sintaxe: Onde: bool mail ( string $to, string $subject, string $message [, string $additional_headers [, string

Leia mais

Programação WEB II. Conhecendo o PHP. Prof: Kelly E. Medeiros Bacharel em Sistema de Informação. Módulo III

Programação WEB II. Conhecendo o PHP. Prof: Kelly E. Medeiros Bacharel em Sistema de Informação. Módulo III Programação WEB II Conhecendo o PHP Módulo III Prof: Kelly E. Medeiros Bacharel em Sistema de Informação 1 Conhecendo o PHP Com o NotePad++ aberto com um arquivo em branco, devemos fazer uma pequena configuração

Leia mais

formulário html do Owen Formulários são feitos de HTML O formulário Relate uma Abdução de Owen (baixe este código através do site da altabooks.com.br) se compõe, inteiramente, de tags e atributos HTML.

Leia mais

Programação Na Web. Sessão II. Índice. Visão geral da API Sessão. Obter dados sobre uma sessão. Extrair informação sobre uma Sessão

Programação Na Web. Sessão II. Índice. Visão geral da API Sessão. Obter dados sobre uma sessão. Extrair informação sobre uma Sessão Programação Na Web Sessão II António Gonçalves Índice Visão geral da API Sessão Obter dados sobre uma sessão Extrair informação sobre uma Sessão Adicionar Dados a uma sessão 1 Programação Na Web Motivação

Leia mais

Sessões. Cookies HTTP Sessões Atributos de sessão

Sessões. Cookies HTTP Sessões Atributos de sessão Sessões Cookies HTTP Sessões Atributos de sessão O problema O protocolo HTTP não mantém estado entre transações distintas Ao término do atendimento da requisição, a conexão TCP é fechada pelo servidor

Leia mais

!" # # # $ %!" " & ' ( 2

! # # # $ %!  & ' ( 2 !"# # #$ %!" "& ' ( 2 ) *+, - 3 . / 4 !" 0( # "!#. %! $""! # " #.- $ 111.&( ( 5 # # 0. " % * $(, 2 % $.& " 6 # #$ %% Modelo (Encapsula o estado da aplicação) Implementado como JavaBeans Responde a consulta

Leia mais

Inserindo e Listando registros

Inserindo e Listando registros Inserindo e Listando registros Dando prosseguimento à aula anterior, agora precisaremos construir uma rotina que faça a inserção no banco de dados Escola. A ação agora é inserir o aluno na tabela alunos

Leia mais

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi Introdução ao PHP Prof. Késsia Marchi PHP Originalmente PHP era um assíncrono para Personal Home Page. De acordo com convenções para atribuições de nomes recursivas do GNU foi alterado para PHP Hypertext

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados...

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados... Manual de PHP Índice O que é PHP?... 4 Objectivo... 6 Justificativa... 7 Lógica de Programação... 8 Sequência Lógica... 9 PHP História... 10 PHP & MySql... 11 Comunicação Cliente x Servidor... 12 Delimitando

Leia mais

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Ao projetar uma aplicação Web, é importante considerála como sendo formada por três componentes lógicos: camada

Leia mais

Gerador de código JSP baseado em projeto de banco de dados MySQL

Gerador de código JSP baseado em projeto de banco de dados MySQL Gerador de código JSP baseado em projeto de banco de dados MySQL Juliane Menin Orientanda Prof. Alexander Roberto Valdameri Orientador Roteiro Introdução e Objetivos Fundamentação Teórica Especificação

Leia mais

Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objeto

Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objeto Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objeto WEB JSP Professora Sheila Cáceres JSP É uma tecnologia que permite incluir código Java dentro de páginas web. Uma página jsp é uma página HTML

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. HTML - Introdução

Desenvolvimento em Ambiente Web. HTML - Introdução Desenvolvimento em Ambiente Web HTML - Introdução O que é HTML? HTML é uma linguagem para descrever a estrutura de uma página WEB. Ela permite: Publicar documentos online com cabeçalhos, texto, tabelas,

Leia mais

Enviado dados para o PHP através de formulário

Enviado dados para o PHP através de formulário Enviado dados para o PHP através de formulário Bom galera, eu estive um tempo parado sem postar nada aqui no blog, mas prometo que vou tentar voltar a ativa. Mas vamos deixar de conversa e vamos ao que

Leia mais

Prova Específica Cargo Desenvolvimento

Prova Específica Cargo Desenvolvimento UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

Prova de pré-requisito

Prova de pré-requisito Prova de pré-requisito PHP & MySQL: Técnicas para Web 2.0 1 - Qual das opções constrói a tabela abaixo: DIA MÊS ANO 28 04 1988 22 02 2002 a) b) c) dia mês ano

Leia mais

Web Browser como o processo cliente. Servidor web com páginas estáticas Vs. Aplicações dinâmicas para a Web:

Web Browser como o processo cliente. Servidor web com páginas estáticas Vs. Aplicações dinâmicas para a Web: Web Browser como o processo cliente Servidor web com páginas estáticas Vs Aplicações dinâmicas para a Web: 1 Cliente Web browser HTTP porto 80 Servidor web... JDBC RMI XML... Base de Dados Aplicação em

Leia mais

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java II Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Servlets Servlet Aplicação Java que é executada no servidor que estende a capacidade do servidor Web Alternativa Java para os scripts CGI Gerenciado

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 Servlets 2 1 Plataforma WEB Baseada em HTTP (RFC 2068): Protocolo simples de transferência de arquivos Sem estado (não mantém sessão aberta) Funcionamento (simplificado):

Leia mais

Programação de Servidores CST Redes de Computadores

Programação de Servidores CST Redes de Computadores Programação de Servidores CST Redes de Computadores Marx Gomes Van der Linden http://marx.vanderlinden.com.br ( Material baseado no original de Marcelo José Siqueira Coutinho de Almeida ) HMTL Arquivo-texto

Leia mais

Java na WEB Servlet. Sumário

Java na WEB Servlet. Sumário 1 Java na WEB Servlet Objetivo: Ao final da aula o aluno será capaz de: Utilizar Servlets para gerar páginas web dinâmicas. Utilizar Servlets para selecionar páginas JSPs. Utilizar Servlets como elemento

Leia mais

Programação para Internet II

Programação para Internet II Programação para Internet II Aulas 01 e 02 Prof. Fernando Freitas Costa http://professor.fimes.edu.br/fernando nando@fimes.edu.br Prof. Fernando 1 Ementa Instalação e configuração básica do NetBeans e

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Java Beans e Servlets

Java Beans e Servlets 6 Java Beans e Servlets Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Apresentar os recursos de orientação à objetos Java em JSP e integrá-los a tecnologia

Leia mais

Introdução a JavaServer Pages. Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Desenvolvimento de sistemas web

Introdução a JavaServer Pages. Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Desenvolvimento de sistemas web Introdução a JavaServer Pages Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Desenvolvimento de sistemas web JavaServer Pages Problemas com Servlets: É improdutivo para gerar todo o conteúdo

Leia mais

Personal Home Page PHP. Prof. Luiz Claudio F. de Souza www.luizclaudiofs.blogspot.com

Personal Home Page PHP. Prof. Luiz Claudio F. de Souza www.luizclaudiofs.blogspot.com Personal Home Page PHP 1 O que é PHP? PHP (Personal Home Page) é uma linguagem que permite criar sites WEB dinâmicos, possibilitando uma interação com o usuário através de formulários, parâmetros da URL

Leia mais

Programação Na Web. Servlets: Como usar as Servlets. Agenda. Template genérico para criar Servlets Servlet 2.4 API

Programação Na Web. Servlets: Como usar as Servlets. Agenda. Template genérico para criar Servlets Servlet 2.4 API Programação Na Web Servlets: Como usar as Servlets 1 António Gonçalves Agenda Template genérico para criar Servlets Servlet 2.4 API Exemplo: Hello World Output: Texto, HTML e hora local. Compilar uma Servlets

Leia mais

Objetos Implícitos. Conceito. Instanciados pelo próprio contêiner. Disponíveis em quaisquer páginas JSP.

Objetos Implícitos. Conceito. Instanciados pelo próprio contêiner. Disponíveis em quaisquer páginas JSP. Slide 1 Conceito Instanciados pelo próprio contêiner. Disponíveis em quaisquer páginas JSP. Instruções de criação inseridas no método _jspservice( ). Slide 2 Identificação e tipo Identificação Tipo application

Leia mais

IFSC-Programação para a WEB - prof. Herval Daminelli

IFSC-Programação para a WEB - prof. Herval Daminelli 1 Um script em PHP ou página HTML pode transferir dados para outro script em PHP no servidor de diversas maneiras. Algumas destas maneiras são: Por meio de formulários, usando o método GET ou POST; Através

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Java Server Pages. Arquitectura de uma aplicação distribuída em Internet. Figura 1 Modelo 2

Java Server Pages. Arquitectura de uma aplicação distribuída em Internet. Figura 1 Modelo 2 Java Server Pages Arquitectura de uma aplicação distribuída em Internet Figura 1 Modelo 2 A implementação desta arquitectura, com um controlador que direcciona a execução de s, de Servlets e de JavaBeans,

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Software cliente: browser e outros Protocolo HTTP Infraestrutura de transporte

Leia mais

J2EE. Exemplo completo Utilização Servlet. Instrutor HEngholmJr

J2EE. Exemplo completo Utilização Servlet. Instrutor HEngholmJr J2EE Exemplo completo Utilização Servlet Instrutor HEngholmJr Page 1 of 9 AT09 Exemplo complete Utilização Servlet Version 1.1 December 5, 2014 Indice 1. BASEADO NOS EXEMPLOS DE CÓDIGO DESTA APOSTILA,

Leia mais

Programação WEB I. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Jun/ 2015

Programação WEB I. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Jun/ 2015 Programação WEB I Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Jun/ 2015 Desenvolvendo Aplicações WEB Aplicativos web estão em alta hoje em dia. Cada vez mais antigos sistemas desktops migram

Leia mais

Atividade JSP com Banco de Dados

Atividade JSP com Banco de Dados Instituto Federal de Santa Catarina - Campus Chapecó Engenharia de Controle e Automação Programação II Professor: Bruno Crestani Calegaro Atividade JSP com Banco de Dados Objetivos Elaborar um projeto

Leia mais

Análise de Programação

Análise de Programação Análise de Programação Conceitos Avançados da Linguagem de Programação Java Prof Gilberto B Oliveira Encapsulamento Proteger o dado dentro de uma classe (capsula segura) Facilita o uso da classe por outros

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

Listando, gravando, alterando e excluindo registro do banco de dados com JSP

Listando, gravando, alterando e excluindo registro do banco de dados com JSP SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 3º ANO PROGRAMAÇÃO II PROF. RONALDO FERREIRA DA SILVA JavaServer Pages JavaServer Pages (JSP) é uma tecnologia que ajuda os desenvolvedores de software a criarem páginas web geradas

Leia mais

Aula 12: Funções. Pré-requisitos: Todas as aulas anteriores deste módulo. 1. Aproveitando Códigos no Programa

Aula 12: Funções. Pré-requisitos: Todas as aulas anteriores deste módulo. 1. Aproveitando Códigos no Programa Aula 12: Funções Nesta aula explicaremos o que são e como usar funções nos seus programas em JavaScript. Você aprenderá como elas podem receber e retornar valores à estrutura que as acionou. Entenderá

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Documentação Usando o Javadoc

Documentação Usando o Javadoc Documentação Usando o Javadoc Prof. MSc. João Carlos Pinheiro jcpinheiro@cefet-ma.br Versão 2.1 Última Atualização: 04/2005 1 Comentários e Documentação Comentários em Java Existem três tipos de comentários

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB I - 7122

DESENVOLVIMENTO WEB I - 7122 6.2 - Formulários: Um dos recursos mais fascinantes da linguagem HTML é a possibilidade de criar formulários eletrônicos. Usando um formulário o usuário pode interagir com o servidor, enviando dados que

Leia mais

Tecnologias para Web

Tecnologias para Web Tecnologias para Web Carlos Lucena lucena@inf.puc-rio.br Vitor Pellegrino vitorp@gmail.com Cidiane Lobato cidianelobato@yahoo.com.br Andrew Diniz andrew@les.inf.puc-rio.br Agenda Servlets MVC JSP Taglibs

Leia mais

6.2 - Formulários: form
...
form action method POST GET exceto outros formulários form

6.2 - Formulários: form <form action=url_de_script method=método>...</form> form action method POST GET exceto outros formulários form 6.2 - Formulários: Um dos recursos mais fascinantes da linguagem HTML é a possibilidade de criar formulários eletrônicos. Usando um formulário o usuário pode interagir com o servidor, enviando dados que

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal

Leia mais

Java para WEB. Servlets

Java para WEB. Servlets Servlets Servlets são classes Java que são instanciadas e executadas em associação com servidores Web, atendendo requisições realizadas por meio do protocolo HTTP. Servlets é a segunda forma que veremos

Leia mais

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo Arquitetura de Aplicações Distribuídas na Web Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

Calculador de preços e prazos de encomendas

Calculador de preços e prazos de encomendas Calculador de preços e prazos de encomendas O calculador de preços e prazos de encomendas dos Correios é destinado aos clientes que possuem contrato de SEDEX, e-sedex e PAC, que necessitam calcular, no

Leia mais

WebWork 2. João Carlos Pinheiro. jcpinheiro@cefet-ma.br

WebWork 2. João Carlos Pinheiro. jcpinheiro@cefet-ma.br WebWork 2 João Carlos Pinheiro jcpinheiro@cefet-ma.br Versão: 0.5 Última Atualização: Agosto/2005 1 Agenda Introdução WebWork 2 & XWork Actions Views Interceptadores Validação Inversão de Controle (IoC)

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Formulários e JavaScript Como visto anteriormente, JavaScript pode ser usada para

Leia mais

4. A Linguagem JavaScript

4. A Linguagem JavaScript 4. A Linguagem JavaScript! A linguagem XHTML, por não ser uma linguagem de programação e sim uma linguagem de marcação, não permite interação entre o usuário e a página, além de clicar em um link, fazendo

Leia mais

Aula de JavaScript 05/03/10

Aula de JavaScript 05/03/10 Objetos Sabe-se que variável são contêiners que podem armazenar um número, uma string de texto ou outro valor. O JavaScript também suporta objetos. Objetos são contêiners que podem armazenar dados e inclusive

Leia mais

www.coldfusionbrasil.com.br

www.coldfusionbrasil.com.br www.coldfusionbrasil.com.br 2000 PASSANDO VARIÁVEIS ATRAVÉS DE FORM E URL 3 ALTERA.CFM 3 FORMALTERA.CFM 4 ALTERA.CFM 4 FORMALTERA.CFM 4 CRIANDO E MANIPULANDO VARIÁVEIS COM CFSET 4 VALORES ESTÁTICOS 5 PARÂMETROS

Leia mais

Estudo Dirigido - Parte 1

Estudo Dirigido - Parte 1 Linguagem Java para Web - JSP Professora Lucélia Estudo Dirigido - Parte 1 Na primeira parte deste tutorial, vamos receber os dados de um formulário e verificar se os dados foram ou não preenchidos. Se

Leia mais

Java para Desenvolvimento Web

Java para Desenvolvimento Web Java para Desenvolvimento Web Cookies Um nada mais é que um bloco de informação que é enviado do servidor para o navegador no cabeçalho da página. A partir de então, dependendo do tempo de validade do,

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Tutorial para criação de componentes JSF Facelets Por Érico GR 07/08/2007

Tutorial para criação de componentes JSF Facelets Por Érico GR 07/08/2007 Tutorial para criação de componentes JSF Facelets Por Érico GR 07/08/2007 Nível: Intermediário Este tutorial tem como objetivo criar um simples componente que renderiza uma tag label utilizando recursos

Leia mais

J2EE. Projeto de Sistemas de Software

J2EE. Projeto de Sistemas de Software J2EE Projeto de Sistemas de Software Agenda Visão geral da Arquitetura J2EE Servlets Boas Práticas JSP Laboratório de Engenharia de Software PUC-Rio 2 J2EE (Java 2 Enterprise Edition) Plataforma de Tecnologias

Leia mais

HTML: Formulários Programação de Servidores

HTML: Formulários Programação de Servidores HTML: Formulários Programação de Servidores Marx Gomes Van der Linden ( Material baseado no original de Marcelo José Siqueira Coutinho de Almeida ) Exemplo 2 Criando um Formulário Um formulário é composto

Leia mais

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas O cálculo remoto de preços e prazos de encomendas dos Correios é destinado aos clientes que possuem contrato de SEDEX, e-sedex e PAC, que necessitam calcular,

Leia mais

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique.

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique. Lista de Revisão 1. Nos sistemas web, geralmente os usuários apresentam dois problemas típicos, a desorientação e a sobrecarga cognitiva. Discorra sobre esses problemas. 2. Apresente as principais diferenças

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

Prof.ª Daniela Barreiro Claro

Prof.ª Daniela Barreiro Claro Prof.ª Daniela Barreiro Claro A API JavaServlet é uma extensão da plataforma Java que permite que os desenvolvedores adicionem, nos servidores Web, mecanismos que estendam sua funcionalidade. Um servlet

Leia mais

JSF e PrimeFaces. Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL Campus Sapucaia do Sul

JSF e PrimeFaces. Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL Campus Sapucaia do Sul JSF e PrimeFaces Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL 2015 Agenda Introdução Desenvolvimento Web Java Server Faces Exercício 2 Introdução Ao longo dos anos diversas linguagens de programação foram

Leia mais

Aula 8: Servlets (III)

Aula 8: Servlets (III) Aula 8: Servlets (III) Diego Passos Universidade Federal Fluminense Técnicas de Projeto e Implementação de Sistemas II Diego Passos (UFF) Servlets (III) TEPIS II 1 / 30 Última Aula Respostas de requisições.

Leia mais