ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO-TERMOS DE REFERÊNCIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO-TERMOS DE REFERÊNCIA"

Transcrição

1 ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO-TERMOS DE REFERÊNCIA TERCEIRIZAÇÃO NÚMERO /DATA ORIGEM 1. OBJETIVO 1.1 Contratação de empresa (s) especializada (s) para prestação de serviços de suporte às atividades fins de fiscalização e de outorga, nos termos de que trata o parágrafo único, do artigo 22, da lei nº 9.472/1997, nos seguintes segmentos: Atendimento ao Público; Administração do Almoxarifado e Patrimônio; Consolidação de Dados relativo fiscalizações; Gravações e Degravações de programações de Radiodifusão; 2. PRODUTOS Os prestadores de serviços deverão estar devidamente capacitados para desempenhar as atividades especificas, sendo elas: 2.1 Prestação de serviços de Atendimento ao Público Áreas de Atuação/Atividades a) Recepção: Atendimento aos usuários dos serviços de Telecomunicações e ao público em Geral, na recepção da Anatel, respondendo aos questionamentos iniciais desses usuários, e oferecendo orientações básicas. Fazer triagem dos visitantes, indicando a cada um, onde deverá dirigir-se para seu pleno atendimento; Distribuição de material institucional (revistas, Boletins, panfletos, etc.), enviados pela Anatelsede e destinados ao público em Geral; b) Atendimento - Sala do Cidadão: Orientar os usuários na utilização dos computadores, disponibilizados nas Salas do Cidadão; Esclarecimentos de dúvidas mediante acesso ao Banco de Dados da Anatel (site Internet) Orientar os usuários a acessar o Call-Center da Anatel ( ); Receber reclamações dos usuários e registrá-las; c) Protocolo Fazer triagem de todos os documentos internos e Externos; Consultar e Registrar no SICAP o andamento de processos e de documentos; Receber, Preparar e Enviar Malotes e outras correspondências; Abertura de Processos Administrativos, de Fiscalização e de Solicitações de Novos Serviços de Telecomunicações. d) Informações relativo ao Fistel Atendimento de usuários, interessados em informações sobre a Taxa Fistel; Emissão de Boletos da taxa Fistel (apenas consulta e emissão); Entregas de Licenças; Verificação da situação de inadimplência dos usuários de telecomunicações; Elaboração e encaminhamento de ofícios de cobrança do Fistel; Recebimento e Distribuição de documentos, fisicamente e no Sistema informatizado (SICAP) C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 1 7

2 e) Informações sobre Licenciamento de Serviços de Telecomunicações Atendimento de usuários com interesse em prestar serviços de Telecomunicações, orientandoos e colaborando com os mesmos no preenchimento dos formulários exigidos pela Anatel; Elaboração e Encaminhamento de Ofícios de Exigências aos usuários de Telecomunicações; Numeração de folhas de processos; Recebimento e Distribuição de documentos, fisicamente e no sistema informatizado (SICAP); Arquivamento de Processos e documentos; f) Atendimento telefones/telefonistas Atendimento das ligações telefônicas; Realização de chamadas telefônicas para usuários e servidores sem linhas autorizadas a realizar com Interurbanos; Manutenção de arquivo atualizado dos ramais dos servidores da Anatel; Anotar e transmitir todos os recados destinados aos servidores da Anatel Metodologia As Atividades descritas no item 3.1.1, deverão ser executadas com: Aplicação dos conhecimentos básicos sobre telecomunicações, principalmente aqueles descritos na Lei 9.472/97; Aplicação dos procedimentos e normas do Sistema de Qualidade da Anatel (ISO 9002). Utilização de Sistema Informatizado da Anatel SAPD/SICAP Sistema de Acompanhamento de Processos e Documentos, para: O recebimento e distribuição de documentos e processos; Consultas sobre o endereço atual dos processos e documentos. Esclarecimento de Dúvidas deverão ser feitos com base em informações do Banco de Dados da Anatel (Site-Anatel) e quando for o caso, com a gerência correspondente ao assunto. Utilização de Sistema informatizado da Anatel SITAR Sistema de Informações Técnicas para Administração de Radiofrequencias, para: Emissão de Licenças Verificação de inadimplência; Emissão de Boletos; Utilização de aplicativos Windows (Word e Planilhas Excel) Registro de reclamações deverão ser em formulários próprios e fornecidos pela Anatel. O Atendimento pessoal ou por telefone deverá ser feito com: cordialidade e presteza Parâmetro de Avaliação As atividades descritas no item 3.1.1, serão avaliadas de acordo com a performance da (o) atendente no intervalo de 30 dias. A Anatel disponibilizará ao público, meios (Urnas, Caixa para mensagens) para que usuário possa se manifestar, quanto ao seu atendimento. Com base nas informações coletadas o fornecedor poderá ser penalizado, em conformidade com a legislação em vigor e de acordo com os seguintes critérios:: Até 05 reclamações Considerado Satisfatório, porém, será exigido do fornecedor justificativas formais; De 06 a 10 reclamações Advertência ao Fornecedor; De 11 a 20 reclamações - Aplicação de multa,. Acima de 20 reclamações - Rescisão do contrato C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 2 7

3 2.1.4 Quantitativo de Postos de Serviços e Horários ATENDIMENTO AO PÚBLICO (*) ÁREAS DE ATUAÇÃO ER-7 UO-7.1 UO-7.2 UO-7.3 TOTAL Recepção Atendimento Sala do Cidadão Protocolo Informações sobre Fistel Informações sobre licenças serv. telecomunicações Telefonistas TOTAL POSTOS DE SERVIÇOS (*) Os serviços deverão ser prestados, nos horários: 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00, exceto para os cargos de telefonistas que terá horário ininterruptos: das 7:00 às 19:00hs - de Segunda a Sexta feira. 2.2 Prestação de serviços de Administração de Almoxarifado e Patrimônio; Áreas de Atuação/Atividades a) Controle de Almoxarifado; Recebimento e Inspeção de Itens de Almoxarifado; Controle do quantitativo dos itens de Almoxarifado; Controle de Armazenamento; Entrega de itens requisitados pelas áreas; Encaminhamento/transferências de itens de Estoque às Unidades Operacionais; Verificação das necessidades de reposição de Estoque; Emissão de relatórios e documentos pertinentes ao Almoxarifado; Inventariar periodicamente o saldo físico do estoque;. b) Controle Patrimonial; Administração do controle Patrimonial; Plaquetamento dos bens Patrimoniais; Cadastramento de bens patrimoniais; Emissão/Elaboração de formulários para a transferências de bens; Controle e Saída de Bens Patrimoniais para entidades externas à Anatel; Controle e Saída de equipamentos/instrumentos para rotas de Fiscalização; Controle e envio de equipamentos para fiscalização; Realizar inspeção visual e testes básicos nos equipamentos Metodologia - As Atividades descritas no item 3.2.1, deverão ser executadas com: A utilização de métodos próprios de controle de estoque e principalmente do Sistema Informatizado da Anatel SIAM Sistema Integrado de Administração de Material para: Administração do Estoque; Controle do quantitativo dos itens de Estoque; Verificação das necessidades de reposição de estoque. A utilização de métodos próprios de Administração de Patrimônio e principalmente do Sistema informatizado da Anatel - PATRIM -Sistema de Controle de Patrimônio, para: C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 3 7

4 Administração do Patrimônio; Controle de Entrada e Saída de Bens Patrimoniais; Emissão de Relatórios relativo ao Patrimônio. Aplicação dos procedimentos e normas do Sistema de Qualidade da Anatel (ISO 9002). Utilização de aplicativos Windows (Word e planilha Excel); Utilização da legislação pertinentes a administração de Material e de Patrimônio Parâmetro de Avaliação As atividades descritas no item 3.2.1, serão avaliadas em conformidade com o quantitativo de atrasos verificados nos prazos estabelecidos no cronograma mencionado no item 7 Disposições Gerais e de acordo com os seguintes critérios: Paras as atividades: A Emissão e Entrega de Inventários; Plaquetamento de Bens; Entrega de Itens requisitados ao Almoxarifado, Recebimento e Inspeção de Itens de Almoxarifado; Armazenamento em locais apropriados, a Anatel estabelecerá um cronograma de entrega/conclusão. Não poderá haver dos prazos estabelecidos no referido cronograma, sob pena da aplicação de penalidades da legislação em vigor, obedecendo a seguinte tabela: Atraso até 24 horas Considerado Satisfatório, porém, será exigido do fornecedor justificativas formais; Atraso superior a 24 até 48 horas Advertência ao Fornecedor; Atraso superior a 48 até 72 horas Aplicação de multa; Atraso superior a 72 horas Rescisão do contrato Quantitativo de Postos de Serviços e Horários ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO E PATRIMONIAL ÁREAS DE ATUAÇÃO ER-7 UO-7.1 UO-7.2 UO-7.3 TOTAL Administração de Almoxarifado Administração Patrimonial TOTAL POSTOS DE SERVIÇOS Horário: Das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 de Segunda a Sexta feira Prestação de Serviços de Consolidação de Dados relativo à fiscalizações Áreas de Atuação/Atividades Controle de reclamações de radiointerferências; Elaboração de relatórios, Informes e Boletins sobre Fiscalização; Expedição de documentos aos usuários reclamantes, sobre os resultados das fiscalizações Preparação inicial dos Processos de Apuração de Infração (carimbos, anexação de documentos), para encaminhamento à Sub-procuradoria Arquivos e manutenção de acervo de dos documentos, originados nas rotas de fiscalização (Autos de Infrações, Laudos, etc), em conformidade com as exigências do Procedimentos específicos do Sistema de Qualidade ISSO Metodologia C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 4 7

5 As Atividades descritas no item 3.3.1, deverão ser executadas com: Aplicação dos procedimentos e normas do Sistema de Qualidade da Anatel (ISO 9002). Utilização de Sistema Informatizado da Anatel SAPD/SICAP Sistema de Acompanhamento de Processos e Documentos, para: recebimento e distribuição de documentos e processos; Consultas sobre o endereço atual dos processos e documentos. Utilização de aplicativos Windows (Word e planilha Excel); Aplicação de metodologia própria e específica para instrução de processos, conforme estabelecidos nos Procedimentos da Qualidade; Aplicação das orientações da ECT, sobre encaminhamento de correspondências Parâmetro de Avaliação As atividades descritas no item serão avaliadas em conformidade com as seguintes ocorrências: De processos devolvidos pela Sub-Procuradoria, devido a falta de informações nas instruções dos mesmos; Correspondências devolvidas pela ECT, por falhas no preenchimento, como CEP e endereços; Documentos não localizados nos arquivos pertinentes às fiscalizações. Para todas as ocorrências acima mencionadas, serão aceitas no máximo 5% de irregularidades, em relação ao total mensal de processos instaurados, ao total de correspondências expedidas ou em relação ao de documentos e processos arquivados, acima desse percentual serão adotados os seguintes critérios: Acima de 5% até 10% - Considerado Satisfatório, porém, será exigido do fornecedor justificativas formais; Acima de 10% até 15% - Advertência ao Fornecedor; Acima de 15% até 25% - Aplicação de multa; acima de 25% - Rescisão do contrato Quantitativo de Postos de Serviços e Horários CONSOLIDAÇÃO DE DADOS RELATIVO FISCALIZAÇÕES ÁREAS DE ATUAÇÃO ER-7 UO-7.1 UO-7.2 UO-7.3 TOTAL Consolidação dos Dados relativo fiscalizações TOTAL POSTOS DE SERVIÇOS Horário: Das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 de Segunda a Sexta feira Prestação de Serviços Gravações e Degravações de Programações de radiodifusão Áreas de Atuação/Atividades As principais atividades a serem desenvolvidas, são: Acompanhar, realizar gravações e degravações e coletar dados relativo ao conteúdo (Ex. Hora do Brasil, Horários gratuitos do Tribunal Superior Eleitoral, quantidade de Publicidade, etc.) das programações de radiodifusão. Elaboração de relatórios, com os resultados dos trabalhos executados e outros documentos pertinentes à atividade especificados pela Fiscalização Indireta. C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 5 7

6 2.4.2 Metodologia As Atividades mencionadas no item 3.4.1, deverão ser executadas, com: Utilização de videocassete, gravadores, computadores e outros equipamentos disponibilizados para a realização das tarefas; Aplicação das normas contidas no manual de Radiovideometria, fornecido pela Anatel; Sigilo e descrição Cumprimento com rigor das orientações da Gerências de Fiscalizações da Anatel; Exatidão e confiabilidade na emissão de relatórios e informes; Utilização de eficiência Técnica( as gravações deverão estar audíveis, não podendo haver ruídos) Parâmetro de Avaliação As atividades descritas no item serão avaliadas semestralmente, em conformidade com as seguintes ocorrências: Haverá determinações formais para gravações/degravações, expedidas pela Fiscalização Indireta da Anatel, onde será definido os horários, as emissoras e o período. O fornecedor não atendendo essas determinações, poderá ser penalizado com os seguintes critérios: 01 ocorrência Considerado Satisfatório, porém, será exigido do fornecedor justificativas formais; 02 ocorrências Advertência ao Fornecedor; 03 ocorrências Aplicação de multa; 04 ocorrências ou mais - Rescisão do contrato Quantitativo de Postos de Serviços e Horários SERVIÇOS GRAVAÇÕES E DEGRAVAÇÕES DE PROGRAMAÇÕES DE RADIODIFUSÃO ÁREAS DE ATUAÇÃO ER-7 UO-7.1 UO-7.2 UO-7.3 TOTAL Gravações / Degravações de Programações de Radiodifusão TOTAL POSTOS DE SERVIÇOS Para essa atividade prever 01 Posto de serviço durante 24 horas, inclusive Sábado, Domingo e feriado 3. FASES DE IMPLEMENTAÇÃO PRAZOS E LOCAIS 3.1 Os serviços serão implantados da partir da assinatura do contrato, com vigência de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos, limitado a 60 (sessenta) meses, conforme disposto no Art. 57, Inciso II, da Lei 8666/93. Ressaltamos que os serviços serão requisitados e implantados de acordo com a necessidade da Anatel 3.2 O Escritório da Anatel Goiás (ER07) e Suas Unidades Operacionais, funcionam nos seguintes endereços: LOTE 1 - ER-7- Escritório Regional da Anatel Goiás Rua 13, nº 618 Setor Oeste Goiânia Goiás CEP Goiânia GO LOTE 2 -UO Unidade Operacional da Anatel Mato Grosso Rua Barão de Melgaço, salas 204, 205 B. Porto-CEP: Cuiabá-MT LOTE 3 - UO Unidade Operacional da Anatel Mato Grosso do Sul C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 6 7

7 Rua Joaquim Murtinho, 65 Centro CEP Campo Grande MS LOTE 4 - UO Unidade Operacional da Anatel - Tocantins ACNE II conjunto 02 Lote 24 Centro CEP Palmas To 4. QUALIFICAÇÕES DOS PROPONENTES 4.1 A Qualificação, será definida no Edital que convocará as empresas a participarem do processo licitatório, ressalta-se porém, que não serão contratadas empresas que não estiverem com cadastros atualizados no SICAF Sistema de Cadastro de Fornecedores ou que não apresentarem as certidões negativas: INSS, FGTS, Receita Federal e Dívida da União. 4.2 A Licitante deverá manter sede ou representação na cidade correspondente ao lote em que for vencedora. 5. CONFIDENCIALIDADE 5.1 Os prestadores de serviços não poderão se pronunciar em nome da ANATEL; 5.2 Os assuntos dados ao seu conhecimento serão reservados ao ambiente de trabalho; 5.3 O desrespeito às normas de conduta a serem impostas no contrato, implicará na imediata aplicação das penalidades previstas na legislação em vigor e também no item 03 desse documento. 6- DISPOSIÇÕES GERAIS As disposições Gerais integrais, constam do Edital, que convocará as empresas a participarem desse processo licitatório, entretanto, ressalta-se alguns aspectos específicos: fornecedor indicará um preposto o qual representará a contratante (que poderá ser da equipe de executores das atividades). A Anatel fará todas suas exigências, seus contatos, somente através deste preposto; As informações obtidas através das gravações, serão de uso exclusivo da Anatel e do Ministério das Comunicações. Não serão permitidas que nenhuma informação, obtida através das gravações de conteúdo de programações, sejam repassadas a terceiros. Anatel disponibilizará cronograma para cumprimento das atividades pertinentes À Administração de Almoxarifado e de Patrimônio; A Falta de itens de Estoque e de Patrimônio, não será admitido pela Anatel. O Fornecedor terá 24 horas para justificativas. A Anatel avaliará todas as justificativas e exigirá ressarcimento das situações irreversíveis; A Anatel realizará auditorias periódicas (através de técnicos da própria Anatel), com intervalos mínimo de 30 dias para apurar possíveis irregularidades; 7. PAGAMENTOS DOS SERVIÇOS 7.1 Mensal, até 10 (dez) dias úteis, contados a partir do 1.º dia útil após o registro do documento de cobrança no protocolo da ANATEL ou da aceitação dos serviços, ou que ocorrer por último. C:\Tratamento\anexoI_pa002_2001.doc -Dirceu -Anatel-Goiás 7 7

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015 O Município de Benjamin Constant do Sul - RS, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, torna público para conhecimento dos interessados a

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA N.º 001/2014 COREN/PI

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA N.º 001/2014 COREN/PI EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA N.º 001/2014 COREN/PI O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO PIAUÍ Coren-PI no uso de suas atribuições legais que lhe confere a Lei n

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ATENDIMENTO IT. 14 16 1 / 23 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento realizado pelo Crea GO ao profissional, empresa e público em geral. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Lei n 5.194 24 de dezembro

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA A

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA A 1. OBJETIVO Estabelecer as condições para realização de licitação com vistas à contratação do Serviço Telefônico Fixo Comutado STFC, destinado ao uso público em geral, com chamada franqueada. 2. OBJETO

Leia mais

DECRETO EXECUTIVO Nº. 100/2009

DECRETO EXECUTIVO Nº. 100/2009 DECRETO EXECUTIVO Nº. 100/2009 Homologa a Instrução Normativa do Sistema de Controle de Almoxarifado SCA N.º 001/2009 VERSÃO 01/2009, que dispõe sobre os procedimentos de Controle do Almoxarifado da Prefeitura

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS)

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo PRODAM-SP S/A Avenida Francisco Matarazzo,

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO EDITAL N.º002/2015 PROCESSO N 017/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO EDITAL N.º002/2015 PROCESSO N 017/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO EDITAL N.º002/2015 PROCESSO N 017/2015 CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS À SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. O MUNICÍPIO DE NOVO TIRADENTES-

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

Identificação da Prestadora Prestadora de Pequeno Porte? ( ) Sim ( ) Não

Identificação da Prestadora Prestadora de Pequeno Porte? ( ) Sim ( ) Não Identificação da Prestadora Razão Social Prestadora de Pequeno Porte? ( ) Sim ( ) Não Grupo Econômico Serviço(s) Explorado(s) pelo Grupo Econômico ( ) Concessionária do STFC ( ) Prestadora do SMP ( ) Outros.

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

ACERP Diretoria Administrativa e Financeira Gerência de Logística Núcleo de Suprimento Norma de Suprimentos

ACERP Diretoria Administrativa e Financeira Gerência de Logística Núcleo de Suprimento Norma de Suprimentos ACERP Diretoria Administrativa e Financeira Gerência de Logística Núcleo de Suprimento Norma de Suprimentos OBJETIVO Estabelecer Normas e Procedimentos sobre a aquisição de Bens e Serviços visando assegurar

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO COM RECURSOS

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO Cotação Eletrônica Processo DL nº. 000020/2013

DISPENSA DE LICITAÇÃO Cotação Eletrônica Processo DL nº. 000020/2013 Processo DL nº. 000020/2013 Página 1 de 7 INSTRUÇÕES AOS INTERESSADOS Boa Vista Energia S/A, leva ao conhecimento dos interessados - com base no Art. 24 II da Lei nº. 8.666/1993, Lei 10.520/02 e Art. 4º

Leia mais

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VALINHOS MANUAL DE QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES INSTITUCIONAL

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VALINHOS MANUAL DE QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES INSTITUCIONAL IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VALINHOS MANUAL DE QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES INSTITUCIONAL Valinhos 2013 Introdução: A finalidade deste manual é aprimorar a relação entre a Santa Casa de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 INSTITUTO DE GESTÃO EM SAÚDE INSTITUTO GERIR, Associação sem fins lucrativos, inscrito no CNPJ sob o nº 14.963.977/0001-19, qualificado como Organização Social pelo Estado

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

Número: DFC 001/2014 TERMO DE REFERÊNCIA 29/01/2014 DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE - DFC

Número: DFC 001/2014 TERMO DE REFERÊNCIA 29/01/2014 DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE - DFC CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA INDEPENDENTE PARA ELABORAÇÃO DE PARECER PARA CERTIFICAÇÃO DO RELATÓRIO DE CONTROLE PATRIMONIAL - RCP REFERENTE AO ANO DE 2013,

Leia mais

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL Nº 032, DE 17-02-2004 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP, previsto no art. 15, da Lei nº 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO PORTARIA No- 431, DE 21 DE JULHO DE 2010 Estabelece procedimentos para a prestação de serviços

SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO PORTARIA No- 431, DE 21 DE JULHO DE 2010 Estabelece procedimentos para a prestação de serviços SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO PORTARIA No- 431, DE 21 DE JULHO DE 2010 Estabelece procedimentos para a prestação de serviços por Empresas Credenciadas para Vistoria - ECV, para

Leia mais

CONSIDERANDO as contribuições apresentadas nas Audiências Públicas nº 063/2007 e nº 083/2008, RESOLVE:

CONSIDERANDO as contribuições apresentadas nas Audiências Públicas nº 063/2007 e nº 083/2008, RESOLVE: AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES RESOLUÇÃO Nº 2885, DE 09 DE SETEMBRO DE 2008 DOU de 23 DE SETEMBRO DE 2008 Estabelece as normas para o Vale-Pedágio obrigatório e institui os procedimentos de

Leia mais

1. OBJETO 2. PRODUTOS

1. OBJETO 2. PRODUTOS 1. OBJETO 1.1 Aquisição com instalação de aparelhos de ar-condicionado tipo split para atendimento da Unidade Operacional da Anatel em Mato Grosso do Sul (UO7.2). 2. PRODUTOS 2.1 Fornecimento de 4 (quatro)

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE VALE-REFEIÇÃO ELEIÇÕES 2016 1 OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada no fornecimento de 11.958 (onze mil, novecentos e cinquenta e oito) vales-refeições de valor

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 A Agência de Desenvolvimento e Inovação Inova Sorocaba, Organização Social, sediada na Av. Itavuvu, 11.777 Parque Tecnológico, CEP 18.078-005, Sorocaba SP, torna público

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ATENDIMENTO IT. 14 13 1 / 20 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento realizado pelo Crea GO ao profissional, empresa e público em geral. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Lei n 5.194 24 de dezembro

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 O Município de Itatiba do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, torna público para o conhecimento dos interessados, que em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA APOIO TÉCNICO E ADMINISTRATIVO PARA ASSESSORAR A DIREÇÃO DA ASSOCENE NA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DAS ATIVIDADES ORIENTADAS PARA O FORTALECIMENTO

Leia mais

QUESTIONAMENTOS PE 017/12

QUESTIONAMENTOS PE 017/12 QUESTIONAMENTOS PE 017/12 QUESTIONAMENTO COMERCIAL LICITAÇÕES Não localizei no edital do pregão em referência, solicitação de vistoria como requisito de habilitação, não será necessária realização de vistoria

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 Estabelece normas e procedimentos para aquisição de serviços e recebimento, controle, guarda e distribuição de materiais permanentes e de consumo no âmbito do Poder Legislativo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LINK LOJA ALDEOTA

TERMO DE REFERÊNCIA LINK LOJA ALDEOTA SECRETARIA DAS CIDADES CAGECE COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTO DO CEARA TERMO DE REFERÊNCIA LINK LOJA ALDEOTA PROCESSO Nº 0664.000146/2015-10 Outubro/2015 Página 1 de 5 1. DO OBJETO Contratação por 12 (doze)

Leia mais

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - SCI FOLHA DE VERIFICAÇÃO - DALC COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA Processo: TRT/SOF nº Volumes: Exercício: Subelemento:

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA GERENCIA EXECUTIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 RELAÇÃO DE ITENS ASSUNTOS 1. OBJETIVO... 1 2. DO OBJETO... 2 3. DA JUSTIFICATIVA DO OBJETO... 2 4. DAS ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS... 2 5. DA PRESTAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS MODALIDADE: CONCORRÊNCIA ESPECIAL CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MAIS VANTAJOSO DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 17/06/2016 1. INTRODUÇÃO 1.1

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DECRETO Nº 8.407 DE 18/12/2014 REGULAMENTA O CADASTRAMENTO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS NA DIVISÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES E PRESTADORES DE SERVIÇOS DICAD, SETOR INTEGRANTE DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Edital de convite para

Edital de convite para CÂMARA MUNICIPAL DE ARVOREZINHA EDITAL DE CONVITE N.º 004/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 006/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES DA DOCUMENTAÇÃO: 13/11/2014,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CLIPPING ELETRÔNICO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CLIPPING ELETRÔNICO 1 - OBJETO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CLIPPING ELETRÔNICO 1.1 Contratação de empresa de comunicação especializada em serviços de fornecimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA PRAD Nº 2 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. Prof. Sidnei Azevedo de Souza Pró-Reitor de Administração PRAD/UFGD

INSTRUÇÃO NORMATIVA PRAD Nº 2 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. Prof. Sidnei Azevedo de Souza Pró-Reitor de Administração PRAD/UFGD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA PRAD Nº 2 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014 Dispõe sobre o Rol de Atribuições da Pró-Reitoria de Administração (PRAD) da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados

Leia mais

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005.

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no artigo 15, 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e artigo 11 da Lei Federal nº 10.520, de 17 de julho

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO O Secretário Municipal de Saúde do Município de Araucária, Estado do Paraná, torna público, para conhecimento de todos os interessados, o CHAMAMENTO PÚBLICO,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS Estado de Mato Grosso

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS Estado de Mato Grosso INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL- Nº. 002/2013- Versão 02 Unidade Responsável: Secretaria Legislativa de Administração Unidade Executora: Setor de Material e Patrimônio Aprovação em: 24/01/13 Dispõe sobre os procedimentos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS FORNECEDOR: WORKSOFT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 08.707.221/0001-06, com sede

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 38/2015 TIPO MENOR PREÇO EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES COMPRAS E SERVIÇOS a. Autorização para abertura da licitação; b. Edital assinado, constando a data do procedimento; c. Planilha constando a descrição do(s) material(s)

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 18ª REGIÃO - SERGIPE EDITAL Nº 01/2016/CRESS-SE, DE 09 DE MARÇO DE 2016

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 18ª REGIÃO - SERGIPE EDITAL Nº 01/2016/CRESS-SE, DE 09 DE MARÇO DE 2016 CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 18ª REGIÃO - SERGIPE EDITAL Nº 01/2016/CRESS-SE, DE 09 DE MARÇO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CARGO TEMPORÁRIO DE ASSISTENTE ADMINISTRATIVO PARA ATUAR

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários:

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários: REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 Este Regulamento normatiza o funcionamento das Bibliotecas da Universidade do Vale do Sapucaí Univás, mantida pela Fundação de Ensino Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013. Disciplina as operações das sociedades seguradoras por meio de seus representantes de seguros, pessoas jurídicas,

Leia mais

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SERVIÇOS BÁSICOS SEMUSB 2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 Edital de chamamento público para formalização de convênio com

Leia mais

Processo nº 50608.000045/2014-27

Processo nº 50608.000045/2014-27 Processo nº 50608.000045/2014-27 EXAME DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO JURÍDICA, FISCAL, ECONÔMICO FINANCEIRA EDITAL Nº 0438/2014-08. Objeto: Seleção de empresa especializada para Execução de serviços técnicos

Leia mais

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto.

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS A SER EXECUTADO NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 Disciplina a celebração de convênios e operações de crédito com previsão de ingresso de recursos financeiros que beneficiem órgãos e entidades da Administração

Leia mais

EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS

EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS PROCESSO Nº 007.000697.13.3 Prefeitura Municipal de Porto Alegre EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS A FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRO-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS DIVISÃO DE PATRIMONIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRO-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS DIVISÃO DE PATRIMONIO 1. INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROJETO BÁSICO 1.1. Este projeto básico apresenta as especificações e condições que visam esclarecer e orientar a contratação, execução e forma de como

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010 DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) Institui, no âmbito da Justiça do Estado do Ceará, o sistema eletrônico de tramitação de

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de

Leia mais

PLANO ANUAL DE AUDITORIA INTERNA PAAI - 2014

PLANO ANUAL DE AUDITORIA INTERNA PAAI - 2014 I INTRODUÇÃO: PLANO ANUAL DE AUDITORIA INTERNA PAAI - 2014 O presente PAAI Plano de Auditoria Interna para o exercício de 2014 da SGCI Secretaria Geral de Controle Interno da Câmara Municipal de Domingos

Leia mais

PORTARIA DETRAN/RS N. 370, DE 31 DE JULHO DE 2012. O DIRETOR-PRESIDENTE SUBSTITUTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO - DETRAN/RS, no exercício da

PORTARIA DETRAN/RS N. 370, DE 31 DE JULHO DE 2012. O DIRETOR-PRESIDENTE SUBSTITUTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO - DETRAN/RS, no exercício da PORTARIA DETRAN/RS N. 370, DE 31 DE JULHO DE 2012. O DIRETOR-PRESIDENTE SUBSTITUTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO - DETRAN/RS, no exercício da competência que lhe foi conferida pelo art. 6º da Lei

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14 A COMPANHIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - SULGÁS, com sede na cidade de Porto Alegre/RS, à Rua Sete de Setembro, 1069 5º andar, Bairro Centro Histórico - CEP: 90010-191, com fundamento no artigo

Leia mais

PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.)

PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.) PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.) Institui, no âmbito da Justiça de Primeiro Grau do Estado de Mato Grosso do Sul, o sistema eletrônico

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS:

CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS: CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul Setor de Licitações Rua Mário Linck, nº. 352, Centro Almirante Tamandaré do Sul/RS CEP 99523-000

Leia mais

PROVIMENTO Nº 38/2012. O Corregedor-Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 38/2012. O Corregedor-Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 38/2012 Dispõe sobre o envio, por meio eletrônico, através do Portal Eletrônico do Advogado - PEA, das petições iniciais e em andamento de processos físicos que tramitam na primeira instância

Leia mais

Lei nº 17.079 (DOE 8636 - Data 23 de janeiro de 2012) A Assembleia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei:

Lei nº 17.079 (DOE 8636 - Data 23 de janeiro de 2012) A Assembleia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei: Lei nº 17.079 (DOE 8636 - Data 23 de janeiro de 2012) Dispõe sobre a informatização dos processos administrativos de qualquer natureza, no âmbito da Secretaria de Estado da Fazenda. A Assembleia Legislativa

Leia mais

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS FINALIDADES

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS FINALIDADES Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS FINALIDADES ARTIGO 1º As atividades socioeducativas desenvolvidas pela Associação Projeto Cuidado- APJ,reger-se-ão pelas normas baixadas nesse Regimento e pelas

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS 2013 MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS UNIPAMPA Pró-Reitoria de Administração 12/02/2013 APRESENTAÇÃO Este Manual destina-se a orientar sobre procedimentos de contratações de serviços (terceirizados; energia

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

CARTILHA CONTRATAÇÃO DIRETA

CARTILHA CONTRATAÇÃO DIRETA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO - PROGEST DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES - DCL Av. José de Sá Maniçoba, S/N Sala 30 Centro, Petrolina-PE

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO I PROJETO BÁSICO/TERMO DE REFERÊNCIA 1) OBJETO: A presente Licitação tem como objeto Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013.

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE GAURAMA, torna público para o conhecimento dos interessados, que às 15:00 horas do dia 18 de março de 2013, nas dependências do Salão Nobre

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS

port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS PORTARIA ANVISA Nº 617, DE 30 DE AGOSTO DE 2007 DOU 03.09.2007 Dispõe sobre a Política de Atendimento ao Público da Agência Nacional

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 6.523, DE 31 DE JULHO DE 2008. Vigência Regulamenta a Lei n o 8.078, de 11 de setembro de 1990, para fixar normas gerais

Leia mais

07 de julho 2015 LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Nº 01/2015

07 de julho 2015 LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Nº 01/2015 07 de julho 2015 LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Nº 01/2015 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1. O presente edital ( Edital ) estabelece as regras

Leia mais

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL.

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Período 2015/2016 O Diretor da Santa Casa de Misericórdia de Sobral,

Leia mais

Apresentação. Documentos de diversas modalidades que formalizam atividades de cooperação entre a UFRGS e outras instituições.

Apresentação. Documentos de diversas modalidades que formalizam atividades de cooperação entre a UFRGS e outras instituições. Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul interage com instituições públicas ou privadas, nacionais ou internacionais, em conformidade com as leis federais, estatuto e regimento, resoluções,

Leia mais

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT 1. DO OBJETO: PROJETO BÁSICO Do Pedido de Serviço PGT/0/2005 Constitui o objeto deste projeto a contratação de empresa para a prestação de serviços especializados na área de informática, a saber: 1) nos

Leia mais

Requisitos para inscrição

Requisitos para inscrição COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000271-2013-A INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL II ÁREA DE ATUAÇÃO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INFORMÁTICA BÁSICA CFP 1.44 SÃO BERNARDO DO CAMPO CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO

Leia mais

PARECER DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA

PARECER DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA 1/14 PARECER DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA A Unidade de da FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS, em função do disposto no Parágrafo 6º do Artigo 15 do Decreto nº. 3.591, de 06/09/2000 redação que

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Processo 50618.000923/2008-47 1. OBJETO 01.01. Contratação de empresa para fornecimento de combustível para abastecimento dos veículos a serviço da Superintendência Regional

Leia mais

CONTRATO Nº 002/15. Parágrafo Único a presente contratação não gera qualquer vínculo empregatício da

CONTRATO Nº 002/15. Parágrafo Único a presente contratação não gera qualquer vínculo empregatício da CONTRATO Nº 002/15 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA ÁREA DE INFORMÁTICA PARA LOCAÇÃO DE SISTEMAS E SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO E TREINAMENTO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 002/2015 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 002/2015.

Leia mais

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008;

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008; Dispõe sobre os critérios e valores para pagamento de Gratificações por Encargo de Cursos ou Concursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). A COORDENADORA-GERAL

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS 1 1. Estrutura Física / Equipamentos de Garagens e Pátios de Estacionamento 1.1. Especificação do Padrão das Garagens e Pátios de Estacionamento

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP)

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

EDITAL 001/2015 PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI

EDITAL 001/2015 PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI EDITAL 001/2015 PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI PROCEDIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO/MT PMI Nº 001/2015, PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS

Leia mais

TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013

TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013 TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013 1. DO TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 1.1 A Fundação de Ciência e Tecnologia, torna público o presente Termo de Dispensa de Licitação, autorizada no expediente

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis 8 Nível: Médio Reporte: Coordenador Sumário Executar atividades administrativas de apoio às diversas áreas da empresa. Atividades Arquivar documentos Arquivar documentos, classificando-os em pastas específicas,

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA 1. DEFINIÇÃO DO OBJETO 1.1.A proposição tem por objeto a contratação da prestação de serviços telefônicos, conforme fracionamento da Tabela 1 a seguir, para atender às necessidades de telecomunicações

Leia mais

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente.

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente. PORTARIA Nº 1.519, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre o horário de funcionamento da Advocacia Geral da União, a jornada de trabalho e o controle de freqüência dos servidores técnico administrativos

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 1 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ 1. DA CONVOCAÇÃO: CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO

Leia mais

COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015

COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015 COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015 Respostas aos questionamentos da Unimed Seguros PERGUNTA 1: Podemos entender que poderão participar do processo de credenciamento todas as empresas interessadas

Leia mais

Câmara Municipal dos Barreiros

Câmara Municipal dos Barreiros Barreiros, 30 de Abril de 2010 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO Ofício nº 006/2010 SCI EXMO. SR. JOSÉ GERALDO DE SOUZA LEÃO M.D. Presidente da Câmara de Vereadores dos Barreiros NESTA O Coordenador do Sistema

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE: Aqui designado apenas como a empresa que fez o cadastro pelo sistema de vendas online no site www.netflexfidelidade.com.br CONTRATADA: Openhaus Soluções Tecnológicas

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071 ou email cgl@vr.rj.gov.br, confirmando a retirada

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SEVERIANO DE ALMEIDA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SEVERIANO DE ALMEIDA EXTRATO DE EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 011/2013 O Município de Severiano de Almeida, em conformidade com a Lei Federal Nº. 8.666/93 e suas alterações, torna público que no dia 08 de Agosto de 2013, às

Leia mais