Aspectos da convergência de mídias e da produção de conteúdo multimídia no Clarín.com

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aspectos da convergência de mídias e da produção de conteúdo multimídia no Clarín.com"

Transcrição

1 Aspectos da convergência de mídias e da produção de conteúdo multimídia no Clarín.com Daniela Osvald Ramos 1 Resumo: Neste artigo abordamos vários aspectos relacionados à convergência de mídias no Clarín.com, observados em uma pesquisa de quatro dias na sede da empresa, em Buenos Aires, Argentina, no final de março, início de abril 2008, logo do anúncio da futura integração de algumas editorias com o jornal impresso. Embora vários aspectos sejam citados, procuramos dar ênfase à produção de conteúdo multimídia do portal, tanto aos processos que envolvem a publicação de vídeo, áudio, galeria de fotos e textos por justaposição, quanto ao núcleo multimídia por integração, que publica os chamados Especiales Multimedia. Palavras-chave: Convergência, multimídia, ciberjornalismo, Clarín.com, linguagem digital Introdução Convergência é um termo bastante citado ultimamente no campo do Jornalismo, especialmente quando se trata de mudanças em redações de jornais impressos. Saad (2007, P. 9), aponta: (...) o grande foco das atenções das empresas informativas, atualmente, está na convergência dos centros de produção de conteúdo, ou seja, das redações. Este processo se dá principalmente na integração entre operações de uma mesma empresa de comunicação. Assim, redações de TV, rádio, internet e impresso podem conviver em um mesmo espaço físico, sem a garantia (embora seja esta a intenção) de que por isso as equipes efetivamente colaborem entre si e consigam adequar e otimizar a produção de informação a distintos meios. As fusões de jornais impressos com as operações de internet até agora foram as mais comuns. Este processo envolve também o medo, muitas vezes por razões concretas, de que estas mudanças sirvam para justificar demissões. No final de março de 2008 foi a vez da redação do Clarín.com, objeto do nosso artigo, receber um comunicado do editor geral do diário impresso El Clarín, Ricardo Luis Kirschbaum, anunciando a convergência: as editorias Ultimo Momento, Deportes 1 Doutoranda no programa de Interfaces Sociais da Comunicação na ECA/USP, pesquisadora e professora de Novas Tecnologias da Comunicação na Faculdade Cásper Líbero. Trabalhou na área de internet na Zero Hora e Editora Abril, e deu aulas na Universidade Anhembi Morumbi e Universidade Presbiteriana Mackenzie.

2 e Videonotas do portal iriam para a sede do impresso ainda em 2008, fato concretizado no início de julho. A escolha destas editorias tampouco foi justificada. Até então e desde 1996 a redação inteira do Clarín.com era mantida em outro prédio, sem relação física nenhuma com o papel. Em estadia de pesquisa na sede do Clarín.com, de 31 de março a 4 de abril de 2008, 2 constatamos que a impressão dos editores-chefe envolvidos no processo era distinta. Facundo Quiroga, de Deportes, não quis comentar o tema. Sua equipe, de dez repórteres, produz conteúdo tanto para a seção de esportes do Clarín.com como para o site de outro jornal de esportes da empresa, o Olé.com, os dois com posicionamentos distintos, já que o público do Clarín é mais tradicional e o do Olé.com, mais jovem. Há neste caso um cruzamento de definições (DOMINGO et al, 2007) do jornalista polivalente, pois produzem conteúdo da mesma área temática para dois produtos digitais diferentes. Daniel Vittar, do Ultimo Momento, que tem 16 jornalistas, acha que agora a integração vai ser mais concreta, pois sempre participamos das reuniões de pauta com o impresso para ter uma coincidência de tratamento da notícia. A idéia é a equipe do digital escrever também para o impresso, compartilhar culturas jornalísticas. Teremos uma redação para distintos meios, o conceito de Continuous News Desk, nos falou, mostrando conhecimento de termos. Já Horacio Bilbao, editor chefe da equipe de Videonotas (cinco jornalistas), que produz e edita vídeos especialmente para internet, arquivados no blog Camera Libre (http://weblogs.clarin.com/camara-libre/), pensa que a mensagem é: não há mais jornalistas web e jornalistas papel, somos todos jornalistas que trabalhamos para plataformas múltiplas, mas se 20% do total for trabalhar assim, isso será muito. São 700 jornalistas no papel. Só de fotógrafos são 70. Franco Torchia, videoredactor, como se autodenomina, diz que o medo maior da convergência é se transformar no câmera do jornalista de papel. Ser o produtor, o editor técnico de uma nota de um jornalista. Sabemos que a posição oficial não é essa, mas como vamos saber de verdade? A convergência afeta muito mais a nós (do meio digital) 3 do que os que estão acostumados só a escrever. 2 Todas as entrevistas referenciadas neste artigo com os colaboradores do Clarín.com foram realizadas durante este período, a saber: terça-feira, dia 1 de abril, Facundo Quiroga; 2 de abril, Daniel Vittar e Ángel Sotera, 3 de abril, Javier Febré, Damián Corteaux, Javier Elliot, Horacio Bilbao e Franco Torchia. 3 Parênteses da autora.

3 As expectativas e temores dos envolvidos com a transição revelam um pouco do que se passa internamente em uma redação longe dos holofotes das declarações de diretores dos diários impressos, como vimos no último World Editors Forum, realizado na Suécia de 1 a 4 de junho deste ano. O assunto foi tema de uma mesa de discussão na qual Lisbeth Knudsen, CEO e editora chefe do jornal dinamarquês Berlinsgke Tidende, afirmou categoricamente: Integrated newsrooms? There is no other option.. 4 Maria Ángeles Cabrera relatou no blog Infotendencias.com as declarações, no mesmo evento, de Javier Moreno, diretor do espanhol El País: El modo de hacer periodismo de su diario ha cambiado en los últimos años, al igual que el modo en que distribuye y se perciben y trabajan juntas las redacciones de El País y Elpais.com. (...) Junto con El País, The New York Times y The Wall Street Journal, han apostado por un modelo de integración plena de las redacciones impresa y digital. 5 Em artigo datado de 2003, Salaverría propôs entendermos a convergência em quatro dimensões: empresarial, tecnológica, profissional e comunicativa, e, dentro desta última, a produção de conteúdo multimídia. Em 2007, Domingo et al propuseram a análise da convergência também em quatro dimensões: produção integrada, jornalista polivalente, distribuição multiplataforma e audiência ativa. 6 Rich Gordon (APUD SAAD), por sua vez, divide a convergência em dois campos, tecnologias e organizacional : "Convergência de tecnologias: sistemas para a criação, distribuição e consumo de conteúdos; Convergência organizacional: na propriedade (fusões, aquisições, monopólios multimídia, etc.); nos aspectos táticos (parcerias, mercados, provimentos de conteúdos); na estrutura organizacional (formato das redações, treinamento de pessoal); no processo de captação de informações; e nos processos de apresentação dos conteúdos (narrativas multimídia)." (GORDON, Rich. APUD SAAD, 2007, P. 8) Nosso objetivo neste artigo não é nos aprofundarmos especificamente na questão da fusão das redações embora seja este o cenário, como vimos anteriormente, mas identificarmos alguns aspectos da convergência de mídias na redação do Clarín.com, antes da mudança recentemente anunciada. Nos dedicaremos a seguir à questão da produção de conteúdo multimídia, ou narrativas multimídia: 4 Redações integradas? Não há outra opção, tradução livre da autora. 5 4/06/2008. Para mais detalhes sobre o projeto, acessar 6 Do original: Integrated production, Multiskilled Professionals, Multiplataform Delivery e Active Audience, sem página, (ver Bibliografia).

4 Online journalism is also leading another convergence trend that can have implications in integrated newsrooms: the development of a multimedia news language (Salaverría, 2005) that combines textual, audiovisual and graphic news genres into a new set of production practices that is still on the inicial phases os its configuration. (DOMINGO ET ALL, 2007, sem pág.) 7 O grupo Clarín é composto por várias empresas de diferentes mídias e serviços: provedores de internet, publicações impressas, TV a cabo e aberta, rádio, conteúdo digital para internet e celular. Possui a maior rede de portais e sites da Argentina. Desde 26 de setembro de 2007 o Clarín.com conta com a subsidiária Prima Internacional, ou Compañía de Medios Digitales (CMD) S.A., e tem entre 700 e 800 mil usuários únicos por dia. 8 O Clarín.com aproveita conteúdo de várias mídias, como rádio e TV. Todas as editorias do portal são orientadas neste sentido, nos disse Julia Tortoriello, editora, em entrevista no dia 16 de janeiro de 2007, um ano antes do anúncio de Kirschbaum. Nos próximo tópico detalharemos a produção de multimídia por justaposição e, no segundo, multimídia por integração (SALAVERRÍA 2005). 1 - Multimídia por justaposição no Clarín.com Entendemos multimídia por justaposição como colocar um vídeo, áudio, texto ou foto ao lado do outro, acessíveis pelo usuário de maneira independente, como define Salaverría (2005, P. 58): Yuxtaponer es situar una cosa junto a otra. No es necesario que ambas combinen entre sí, ni que la una reclame a la otra. Simplemente, basta con que aparezcan juntas. Se deduce, po tanto, que la multimedialidad por yuxtaposición es aquella que presenta los elementos multimedia - textos, imágenes y/o sonidos - de manera disgregrada. Los enlaces a esos elementos pueden aparecer reunidos en una misma página web, pero el consumo de cada uno de ellos - es decir, su lectura, visionado o audición - sólo se puede realizar de manera independiente y, si acaso, consecutiva. Das editorias que vão para a redação do jornal diário em papel, Videonotas produz estritamente vídeos para internet, enquanto Ultimo Momento e Deportes utilizam 7 Tradução livre da autora: O jornalismo online está na dianteira de outra tendência convergente que pode ter implicações nas redações integradas: o desenvolvimento de uma linguagem multimídia para notícias (SALAVERRÍA, 2005), que combine gêneros jornalísticos textuais, audiovisuais e gráficos em um novo conjunto de práticas de produção que ainda está em fase inicial de configuração. 8 Mais informações: acesso em 25/06/2008.

5 vídeos e áudios do canal TN Todo Noticia, e Radio Mitre. É uma publicação muito multimídia, temos que publicar foto, áudio, vídeos, texto. É outro código, diz Facundo. Isso é possível através de um sistema de integração e digitalização de vídeos e áudios que, enquanto são transmitidos nos seus meios de origem, TV e Rádio, são descarregados permanentemente no software de captura Media Sender. Uma equipe de três pessoas, na redação do Clarín.com, é encarregada de cortar os vídeos e áudios em blocos de três minutos, classificá-los por tags, ou palavras-chave, e enviá-los por FTP para os sistemas de publicação, os CMS (Content Management System) Furva e Rubra. O arquivo é recuperado posteriormente através da palavra-chave pela qual foi classificado ou pelo nome do arquivo, o qual é informado à redação. Furva e Rubra foram desenvolvidos pela equipe de programação do Clarín.com em Javascript, por ser uma linguagem mais segura, segundo Javier Febré, responsável pelo suporte de tecnologia à redação. Podemos compreender os elementos de um sistema de CMS dividindo-o em front end e back end (LÓPEZ, X; GAGO, M; PEREIRA, X. 2003, P. 197), ou seja, respectivamente, a interface gráfica gerada pelo sistema e que é visível ao usuário, e o sistema operacional de input de dados visível internamente na redação. Assim, o back end do Rubra é um sistema de formulários de publicação de notas e matérias que, através da ativação de campos específicos, integra automaticamente vídeo, áudio, texto e galeria de fotos. O resultado visível no front end são players de vídeo e áudio em Flash na mesma página do texto da matéria (ver Figura 1). O Furva, um outro CMS, é usado para a publicação da homepage do portal, e tem uma interface WYSIWYG (What You See is What You Get), ou seja, no seu back end, o editor pode ver o que está publicando ou corrigindo, ao invés de visualizar um formulário com campos prédeterminados, como é o caso do Rubra.

6 Figura 1 O Rubra, CMS que facilita a localização e integração de diferentes mídias, é uma estratégia para a publicação de conteúdos multimídia por justaposição. Barbosa (2008, P. 5 e 6) aponta esta dinâmica e o uso de bases de dados na convergência jornalística quando identifica o Modelo JDBD, ou Modelo Jornalismo Digital em Base de Dados, proposto como um paradigma para sites jornalísticos de perfil dinâmico (IDEM, P. 5). Diz a autora: O JDBD é o modelo que tem as bases de dados como definidoras da estrutura e da organização, bem como da apresentação dos conteúdos de natureza jornalística, de acordo com funcionalidades e categorias específicas, que vão permitir a criação, a manutenção, a atualização, a disponibilização e a circulação de produtos jornalísticos digitais dinâmicos. (IDEM, P. 6) Dentre as 18 funções do modelo JDBD selecionamos as compatíveis com nosso objeto de análise: (...) Indexar e classificar as peças informativas e os objetos multimídia / Agilizar a produção de conteúdos, em particular os de tipo multimídia/garantir a flexibilidade combinatória e o relacionamento entre os conteúdos/ Gerar resumos de notícias estruturados e/ou matérias de modo automatizado. (IDEM, IBIDEM) Entre os editores envolvidos no processo de convergência há uma visão distinta do uso dos recursos multimídia. Para Facundo, é preciso conviver, necessitam caminhar juntos (texto, vídeo, áudio e fotos), são formas diferentes de apresentar um conteúdo, vê-se a notícia de diferentes lados. Mas a escrita é o começo, é como dar a partida em um carro. Já Daniel Vittar considera que o texto deve ser independente do

7 áudio e do vídeo, porque nem sempre todos são publicados ao mesmo tempo. A multimídia seria um elemento a mais, não algo fundamental para a compreensão da notícia. Horacio Bilbao e Franco Torchia já possuem outra abordagem sobre o assunto, pois são eles mesmos que produzem os vídeos, com a consciência de buscarem uma estética apropriada para internet, que não a da TV. Sua equipe, composta de mais três jornalistas, grava e edita, ou seja, desenvolveu habilidades e foi treinada - a empresa pagou um curso de edição de vídeo para a equipe, que antes dependia do núcleo multimídia (ver segundo tópico deste artigo) para a edição do mesmos. Ao contrário dos vídeos do canal TN, os de Videonotas não são indexados no sistema de CMS e aproveitados pela redação. Como a hierarquia do Clarín.com não é por editorias, mas por cronologia, não foi aberta uma seção para eles, por isso a criação de um blog para indexação de seus conteúdos. O blog vem ocupar o lugar da falta de estrutura para arquivá-los. Nossa decisão foi intuitiva, o grupo achou que o que fazemos tinha que durar mais um tempo. Não sabemos muito bem para onde vai o Clarín.com, não temos supervisão de nenhum tipo. Nem a favor, nem contra. O depoimento de Bilbao revela como a empresa está preparada para integrar e arquivar a produção de vídeo que vem da sua cadeia de TV, mas não os vídeos que são produzidos especialmente para internet, nem para avaliar esta produção ou encaixá-la em seu banco de dados. A estética do vídeo produzido para a internet já é um assunto diverso do que propomos aqui, mas faz parte dos assuntos que surgem com o processo de convergência de mídias. Na TV é mais difícil errar, na internet se pode tentar, experimentar, e isso é bem visto, diz Horácio. Franco acha que a identidade do vídeo na internet poderia ser o paradigma do vídeo caseiro. Tem muito a ver com o primeiro plano, o subjetivismo, a expressão pessoal. Horacio comenta a questão dizendo que existe a preponderância do ritmo sobre a qualidade, e que sempre há a procura jornalística, e Franco acho que a estética é a fragmentação e o ritmo. Estamos diante de um novo código audiovisual no Jornalismo, e há dificuldades evidentes na assimilação deste código na rotina de utilização de conteúdos multimídia da empresa: o que é incorporado são os códigos e formatos já legitimados, oriundos de TV e Rádio.

8 Domingo et all (2007, sem P.), apontam tendência semelhante na empresa espanhola Prisacom, detentora do El País.com: Prisacom manages the websites of the newspapers, radio and television networks of the group. All the sites share a single content management system that allows fot the easy crossposting of content generated by any of the media. The online version os the newspaper El País is the one that most benefits from this strategy, as it offers video and audio as a complement of their stories. 9 Percebemos que a experiência é a mesma no Clarín.com, com exceção da produção interna de vídeo para internet, outro ponto recente na história das redações online. Em visita à redação do El Mundo, 10 cujo espaço é compartilhado pelo papel e online, constatamos que há seis meses foi criada uma editoria com três jornalistas que produz, edita e publica vídeos para o site, com pautas próprias ou encomendadas pelas editorias. 2 - Multimídia por integração na seção Especiales Multimedia O núcleo de produção dos Especiales Multimedia, que produz conteúdo jornalístico no formato de multimídia por integração por enquanto não sairá da sede do Clarín.com, embora Gustavo Sierra, um dos jornalistas que mais colabore com o núcleo, trabalhe na sede do diário de papel. Tendência que Domingos et al, mais uma vez, apontam (2007, sem P.): Collaboration is restricted to individual journalists; (...). A equipe conta com sete pessoas e nenhuma é jornalista. Conversamos com o coordenador, Javier Elliot, e o editor multimídia, Damián Courteaux, ambos formados em Cinema, assim como o outro editor multimídia, Matías Rossi. Compondo ainda a equipe, há um sonorizador, dois designers, e um infografista. Elliot diz que sente falta de um jornalista fixo para trabalhar com os Especiales, que são produzidos desde 2000, quando nasceram da colaboração do Clarín.com com os estudantes da Maestría en Periodismo, convênio que a empresa mantém com a Universidad de San Andrés. Desde então, contou Elliot, o que mudou foi a utilização do vídeo, já que atualmente há maior velocidade de banda, o que permite uma compressão com maior qualidade. Anteriormente, como no especial Piqueteros ou Améxica 9 Prisacom administra os sites dos jornais, rádio e redes de televisão do grupo. Todos os sites dividem um mesmo CMS (Content Management System) que permite o fácil cruzamento de conteúdo gerado por qualquer dos meios de comunicação. A versão on-line do jornal El País é o que mais se beneficia desta estratégia, oferecendo áudio e vídeo como um complemento de suas histórias. Tradução livre da autora /07/2008, Madri, Espanha.

9 (http://www.clarin.com/diario/especiales/index.html), havia mais infográficos interativos, mas hoje, explicou, o objetivo é centrar mais nos vídeos. Uma das principais características da multimídia por integração (SALAVERRÍA, 2005) é a procura do desenvolvimento de uma linguagem digital, com um discurso coerente em um ou mais suportes com unidade comunicativa (IDEM, IBIDEM). Como exemplo de unidade comunicativa, o mesmo autor cita o cinema, que articula imagem e som como uma simbiose perfeita (2005, P. 59). O coordenador dos Especiales e os editores de multimídia são formados nesta área e uma das principais referências e especialização da equipe atualmente é esta, como também os videodocumentários e a TV. Diz Corteaux: Assim como o cinema, também estamos tomando emprestado várias linguagens, mas a idéia é, no futuro, chegar a uma interatividade entre o vídeo e a pessoa, este é nosso objetivo, oferecer uma interatividade que nem a TV nem o cinema podem ter. Buscamos uma linguagem própria, e essa linguagem pressupõe um protagonismo do vídeo, o que Salaverría (2001, p. 389) chama de cessão de protagonismo para o código que seja mais pertinente. Apesar da predominância do vídeo com inspiração documental, percebemos também a harmonização de diversos elementos informativos comunicados através de diferentes códigos (IDEM, IBIDEM), pois além do vídeo central de um especial, há também infográficos, galerias de fotos, weblogs e uma consulta selecionada sobre o assunto ao banco dados do jornal impresso. Apesar da produção e classificação das produções multimídias serem relativamente recentes, reconhece-se dois caminhos de protagonismo de códigos nos formatos por integração: o vídeo com inspiração documental e outro, baseado na infografia interativa. O primeiro seria o caso do Clarín.com e o segundo, dos espanhóis El Mundo e El País, para restringirmos o campo, já que há mais exemplos, como New York Times, MSNBC, BBC, entre outros. Entendemos que pelo conceito do formato seja possível identificarmos o código predominante da multimídia por integração. BERTOCCHI (2006, P. 171) destaca estas duas formas narrativas nos cibermeios informativos os que (...) apresentam maleabilidade e capacidade de adaptação ao novo suporte." Segundo a autora, uma das explicações é que estes deixam intocável a questão da autoria, e por isso talvez tenham sido os dois formatos, embora ainda pouco

10 desenvolvidos, com maior relevância atualmente por explorarem a hipertextualidade, multimidialidade e interatividade, a tríplice exigência da retórica do Ciberjornalismo (BERTOCCHI 2006). A interatividade menos, pois (...) tanto a reportagem multimedia como a infografia interativa - que de interativa pouco tem, no sentido de intervenção em seu conteúdo - destacaram-se no ciberespaço informativo porque deixam quase que intocável a questão da autoria do jornalista (IDEM, IBIDEM). Lembramos ainda que a memória, atualização contínua e personalização de conteúdos são outras características do Ciberjornalismo (PALACIOS 2002). MIELNICZUK (2003, Capítulo 2), busca as origens e decorrentes aplicações do termo formato aplicado ao Jornalismo. Formatos (P. 77) permitem identificar certos padrões de apresentação do conteúdo jornalístico no jornal impresso, do rádio e da televisão. Quando surge o rádio e a TV, o processo de desenvolvimento destes meios passou do empréstimo de linguagens de outros meios até a definição de formatos próprios: "Com o passar do tempo, após um processo de migração, foram desenvolvidos formatos próprios para as informações jornalísticas radiofônicas, explorando e aproveitando as especificidades oferecidas pelo então novo suporte. O mesmo pode-se dizer com relação ao desenvolvimento da narrativa jornalística televisiva." (P. 89) Achamos que estamos nesta fase em relação à produção multimídia por integração nos cibermeios, mas não queremos com isso afirmar que exista no horizonte alguma possibilidade de definição estática para os formatos ciberjornalísticos, mas sim parâmetros e contornos mais definidos. A seguir, destacamos ainda alguns aspectos que julgamos importante neste campo, observados no Clarín.com Edição: rotinas e especialização Sobre sua formação em Cinema, Damían conta que foi contratado para dar um sabor de documental a um vídeo que antes era um jornalista falando em frente à câmera e nada mais. Então, pouco a pouco vou agregando pós-produção de vídeo, áudio, música especial e edição com mais ritmo. Não há muito tempo, a equipe dos Especiales ajudava os jornalistas da equipe de Horacio Bilbao a editar seus vídeos, mas como a empresa pagou a eles um curso de edição, isso deixou de acontecer com freqüência: No Clarín se incentiva a saída com câmera. Em um ano que estou aqui a qualidade de imagem melhorou, também quando a empresa pagou cursos de edição de

11 imagem. Isso foi no final de Mas o manejo da câmera não melhorou com o curso, que era de edição, mas com conversas aqui com a equipe multimídia. Assim, ao mesmo tempo que nós fomos nos especializando, os jornalistas foram se generalizando, avalia o editor. O jornalista que antes só fazia a entrevista, hoje faz a entrevista e edita o vídeo. Seu depoimento revela ainda certa tendência na constituição de perfil de componentes de equipes em multimídia por justaposição e integração: a generalização de funções versus a especialização. Diz ele: De alguma maneira, a generalização do jornalista nos deu mais tempo para ficarmos mais específicos. Antes fazíamos de tudo. Agora nos sobra um tempo para dizer 'eu só edito', e mais tempo para fazer isso com mais qualidade. Sobre a relação com seu principal colaborador do papel, Gustavo Sierra, Corteaux conta que não há discussão de um roteiro prévio, mas que a equipe é avisada por ele de determinada pauta, para se preparem quanto à ambientação da história, procedimento que é recente. Antes, se decidia depois, com o material já apurado, se o conteúdo valia o esforço de produção. O material que ele traz para nós é em paralelo, não é que ele vai fazer só multimídia, ele viaja pelo papel. Ele traz material para o diário impresso e também em vídeo para o núcleo multimídia porque quer. O editor multimídia conta também que, com o passar do tempo, Sierra foi melhorando o enquadramento e a qualidade dos vídeos com as dicas de sua equipe Implicações na concepção e percepção da palavra e da imagem A relação entre palavra e imagem é um aspecto importante na edição multimídia. Novamente recorremos à entrevista com Corteaux, já acostumado a editar em conjunto com o criador do roteiro do especial, processo que é restrito ao jornalista. O roteiro não segue um modelo, e pode ser mais fechado ou aberto, a depender do jornalista envolvido, nos contou o mesmo Corteaux. Mas, continua ele, gostaríamos de participar um pouco mais do roteiro, pois o jornalista não tem um pensamento visual como nós. Às vezes sentem necessidade de contar com palavras algo que sabemos que

12 se pode contar com imagens. Esta é a próxima barreira a vencer: na hora da escritura do roteiro, nós tomarmos parte. Ou instruir o jornalista a pensar um pouco mais por imagens e não ser tão escravo das palavras; ele sente que se não está escrito, se não se diz, não existe. A necessidade do uso da palavra por parte do jornalista dos meios digitais remete à dificuldade de abdicar do código escrito para a explicação dos fatos. Reproduzimos aqui mais uma vez as declarações de Corteaux pela sua capacidade crítica em relação a este ponto: Os jornalistas tem medo do silêncio Venda de publicidade patrocinada Uma novidade na Publicidade do Clarín.com é a encomenda de especiais multimídias por anunciantes, o que poderia gerar um novo modelo de negócio para a área e impulsionar a demanda de multimídia por integração. Liliana Jalave, chefe da área de Publicidade dos sites do grupo, nos disse que estão trabalhando Jornalismo com Publicidade, porque cada vez mais estas duas coisas são um 'todo', e com a equipe multimídia porque é publicidade com conteúdo. Em contrapartida, os jornalistas precisam aceitar a encomenda, que não deveria, segundo ela, ser imposta à redação pelos anunciantes, especialmente porque os jornalistas não gostam deste tipo de relação. Quando estivemos na redação do portal, uma recente venda de especiais tinha sido fechada com a marca de turismo do governo, Argentina.ar. No início de abril, haviam quatro no ar, sobre tango, design argentino, vinhos e inovação e ciência. Este tipo de conteúdo é diferenciado do jornalístico nas chamadas da home pois ao invés de Especial Multimedia, o termo usado é Informes Multimedia. Jalave não revelou cifras, mas disse que este tipo de anúncio é muito mais caro que o normal (algo além de 20 mil pesos argentinos, ou mais ou menos 14 mil reais). Para Elliot esta é a prova de que o negócio funciona. Ele espera, como decorrência, mais valorização da equipe por parte empresa. Já Corteaux avalia que a idéia é buscar o patrocínio, para termos um fluxo mais constante. Porque até agora dependemos de um jornalista que vem aqui e diz 'tenho material', proponho isso.

13 Publicidade misturada com informação jornalística é uma mistura polêmica, e, além disso, uma mistura que muitos acham impossível existir. Apesar deste ser um capítulo de análise à parte, vale ter atenção aos desdobramentos da questão, que pode ser uma implicação a mais no desenvolvimento de linguagens digitais no Jornalismo. Apontamentos conclusivos Apesar da necessária separação de campos específicos da convergência de mídias (DOMINGO et al 2007; SAAD 2007; SALAVERRÍA 2004), notamos que vários aspectos podem ser observados concomitantemente, como por exemplo, no caso do Clarín.com, confirmando hipótese de Domingo et al (2007, sem P.), de que as quatro dimensões da convergência de mídias existam e convivam em uma empresa de comunicação, em diferentes níveis de desenvolvimento, e mesmo antes de uma real fusão de redações. Por outro lado, estamos apenas no início do anúncio de uma posição oficial da empresa quanto à integração de impresso e online, processo que pretendemos acompanhar ao longo da nossa pesquisa de doutorado, com aprofundamento na questão das narrativas multimídia por integração. A publicação automatizada de multimídia por justaposição com conteúdos produzidos por operações da própria empresa é um caminho no caso do Clarín.com, e uma tendência para os jornais online, como colocou Chris Brauer em evento realizado em A Coruña, em 19 de junho (RAMOS, 2008). Brauer pesquisou vários cibermeios ingleses e chegou à conclusão que o vídeo online faz parte do futuro do Ciberjornalismo, fato que é facilitado com um CMS programado para esta necessidade e em diálogo com o banco de dados do grupo (BARBOSA, 2008). No entanto, a estética do vídeo jornalístico produzido para meios digitais ainda não está legitimado e incorporado totalmente à rotina de publicação de vídeos no Clarín.com, como sugere a ausência de catalogação dos vídeos da equipe de Videonotas. Em posterior desenvolvimento do tópico sobre multimídia por integração, pretendemos verificar e aprofundar a hipótese do protagonismo de dois códigos, o documental em vídeo e o da infografia digital interativa como formatos no Ciberjornalismo. Tal questão remete à especialização destas equipes, em contraposição à generalização das atividades do jornalista na redação de um portal ou site jornalístico.

14 Outra implicação é a tendência de códigos unidimensionais, como a escrita, perderem importância em relação a códigos bidimensionais, como a imagem, e das superfícies, como as telas, passarem a ser mais atraentes do que as linhas (FLUSSER, 2008), fato impactante para o Jornalismo. Finalmente, apontamos que a observação direta de processos convergentes em empresas de mídia é fundamental para entendermos o estado da produção jornalística nos Cibermeios, assim como o surgimento de modelos de negócio até o momento considerados inapropriados para o campo. Referências bibliográficas BARBOSA, Suzana (2008). As Bases de Dados no Curso da Convergência Jornalística: Uma Análise Preliminar a Partir do Modelo JDBD. Artigo apresentado no I+C Investigar la Comunicación, Congreso Fundacional da Asociación Española de Investigación de la Comunicación (AE-IC), 30/01 a 01/02 de 2008, Facultade de Ciencias da Comunicación, da Universidade de Santiago de Compostela, Espanha. (2007). Jornalismo Digital em Base de Dados (JDBD) - Um paradigma para produtos jornalísticos digitais dinâmicos. Tese de Doutorado, FACOM/UFBA, Salvador. BERTOCCHI, Daniela (2006). A Narrativa Jornalística no Ciberespaço: transformações, conceitos e questões. Dissertação de Mestrado, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Portugal. CABRERA, Maria Ángeles (2008). Sobre la integración de las redacciones impresa y digital de El País. acesso em 10/06/2008. DIAZ NOCI, Javier; SALAVERRÍA ALIAGA, Ramón. (2003). Manual de Redación Ciberperiodística. Barcelona, Ariel. DOMINGO, David et al. (2007). Four Dimensions of Journalistic Convergence: A preliminary approach to current media trends at Spain. In: 8th International Symposium on Online Journalism. Austin, Texas (EUA): 30 e 31/Março. acesso em 29/05/2008. JENKINS, Henry. (2004). The cultural logic of media convergence. In: International Journal of Cultural Studies. V. 7 (1). pp: acesso em: 14/11/2007. FLUSSER, Vilém. (2007). O mundo codificado. Cosac & Naify, São Paulo. LÓPEZ, Xosé; GAGO, Manuel; PEREIRA, Xosé. (2003). Arquitectura y Organización de la Información. In: DÍAZ NOCI, Javier; SALAVERRÍA ALIAGA, Ramón. Manual de Redación Ciberperiodística. Barcelona: Ariel. MIELNICZUK, Luciana. (2003). Jornalismo na Web: uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual. Tese de Doutorado, FACOM/UFBA, Salvador. PALACIOS, Marcos. (2002). Jornalismo Online, Informação e Memória: Apontamentos para debate. acesso em 15/07/2008.

15 RAMOS, Daniela Osvald. (2008). Chris Brauer entrevista editores online britânicos, que dizem: Multimedia has to be an answer (AEDE V). acesso em 15/07/2008. SAAD, Elizabeth Corrêa. (2007). Convergência de mídias: metodologias de pesquisa e delineamento do campo brasileiro. Documento de trabalho apresentado no I Colóquio Internacional Brasil-Espanha sobre Cibermeios. Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, 3 a 7 de Dezembro. SALAVERRÍA, Ramón (2005). Redacción periodística en internet. EUNSA, Ediciones Universidad de Navarra, S.A. Pamplona, Espanha. (2004). Diseñando el lenguaje para el ciberperiodismo. Chasqui (Revista Latinoamericana de Comunicación), nº 86, pp , Quito (Ecuador), junio acesso em 20/06/2008. (2003). Convergencia de medios. Chasqui: Revista Latinoamericana de Comunicación, nº 81. Quito, Ecuador, marzo 2003, pp acesso em 25/06/2008. (2001). Aproximación al concepto de multimedia desde los planos comunicativo e instrumental. Estudios sobre el mensaje periodístico, nº 7, Universidad Complutense, Madrid, 2001: acesso em 25/06/2008

Sistemas de Publicação em Ciberjornalismo Rotinas produtivas

Sistemas de Publicação em Ciberjornalismo Rotinas produtivas Sistemas de Publicação em Ciberjornalismo Rotinas produtivas Luciana Mielniczuk UFRGS UFSM luciana.mielniczuk@gmail.com redação jornalística em fins de 1980 X redação jornalística hoje Uma redação jornalística

Leia mais

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 I Jornada de Pesquisa e Extensão Projeto Experimental COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 Leonardo Ferreira COSTA 2 Pablo

Leia mais

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Ana Carolina Fernandes MAXIMIANO 2 Bruno da SILVA 3 Rita de Cássia Romeiro PAULINO 4 Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas;

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas; APRESENTAÇÃO O Myself é um sistema de gerenciamento de conteúdo para websites desenvolvido pela Genial Box Propaganda. Seu grande diferencial é permitir que o conteúdo de seu website possa ser modificado

Leia mais

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015 REGULAMENTO I - AS CATEGORIAS São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 11 de Matéria Completa 3 de Texto 4 de Arte 4 de Fotografia 5 Digitais 2 Especiais Prêmio Roberto Civita Prêmio Matéria

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO. Unidade

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO. Unidade Código Unidade 042 Cód. Curso Curso 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL Habilitação Etapa Sem/Ano JORNALISMO 6ª 2º / 2009 Cód. Disc. Disciplina Créditos CH Sem Teoria Prática 121.3604.2 PLANEJAMENTO GRÁFICO EM JORNALISMO

Leia mais

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos.

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos. Questão nº 1 I. Seleção de dados relevantes para o assunto em pauta, comparação, hierarquização. Devem aparecer nos textos: a) a Internet grátis desafia os provedores estabelecidos. Ressaltar as posições

Leia mais

Inovação e o Telejornalismo Digital

Inovação e o Telejornalismo Digital Inovação e o Telejornalismo Digital Prof. Antonio Brasil Cátedra UFSC - RBS 2011 Telejornalismo Digital Novas práticas, desafios e oportunidades O que é Telejornalismo Digital Inovação tecnológica Interatividade

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo WEBJORNALISMO Aula 04: Características do Webjornalismo Prof. Breno Brito Características do webjornalismo O webjornalismo apresenta algumas características específicas em relação a aspectos que quase

Leia mais

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL EXAMES ÉPOCA ESPECIAL ANO LETIVO 2014/2015 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EXAMES ÉPOCA ESPECIAL 2014/2015 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA 4º Semestre 1º Semestre Teorias da Comunicação

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 65, DE 11 DE MAIO DE 2012 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 257ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de maio de 2012, e considerando

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

Um Jornal Laboratório multimídia, multi-usuário e descentralizado. O caso da Plataforma Panopticon

Um Jornal Laboratório multimídia, multi-usuário e descentralizado. O caso da Plataforma Panopticon Um Jornal Laboratório multimídia, multi-usuário e descentralizado. O caso da Plataforma Panopticon Marcos Palacios, Elias Machado, Carla Schwingel Lucas Rocha Grupo de Pesquisa em Jornalismo On-line Brasil

Leia mais

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro 10 de setembro JCL Tecnologia 2009 Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website 1 Hamilton Junior Multimídia Designer APRESENTAÇÃO Meu trabalho consiste em criar conceitos e a partir

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos LABORATÓRIO DE CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS PROJETO DE CRIAÇÃO DE UM NOVO AMBIENTE DE APRENDIZADO COM BASE EM REDES DIGITAIS. 1 Palavras-chave: Convergência,

Leia mais

Classes Funcionais 21

Classes Funcionais 21 Classes Funcionais 21 3 Classes Funcionais Em todo trabalho de classificação funcional é necessário determinar quais serão as classes funcionais utilizadas. Esta divisão não se propõe a ser extensiva,

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

JORNALISMO NA INTERNET

JORNALISMO NA INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO JORNALISMO NA INTERNET Coord. Prof. Dr. Marcos Palacios Equipe: Susana Barbosa Carla Schwingel Salvador, 2002 1. Definição

Leia mais

EXAMES ÉPOCA DE RECURSO

EXAMES ÉPOCA DE RECURSO EXAMES ÉPOCA DE RECURSO 2.º SEMESTRE ANO LETIVO 2014/2015 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EXAMES ÉPOCA DE RECURSO 2.º, 4.º e 6.º SEMESTRES 2014/2015 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA Comunicação

Leia mais

Revistas digitais educativas para tablet: possibilidade de enriquecimento audiovisual da revista Nova Escola

Revistas digitais educativas para tablet: possibilidade de enriquecimento audiovisual da revista Nova Escola Revistas digitais educativas para tablet: possibilidade de enriquecimento audiovisual da revista Nova Escola Francisco Rolfsen Belda e-mail: belda@faac.unesp.br Danilo Leme Bressan e-mail: danilo.bressan@gmail.com.br

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas WEBJORNALISMO Aula 03: Contextualizando o webjornalismo Prof. Breno Brito Conceitos e Nomenclaturas Jornalismo digital Jornalismo eletrônico Ciberjornalismo Jornalismo on-line Webjornalismo 2 Prof. Breno

Leia mais

Ações de Interatividade

Ações de Interatividade Ações de Interatividade Fundação Padre Anchieta TV Cultura Julho de 2007 Diário de Bárbara Em agosto de 2007, 14 adolescentes de várias partes do mundo foram convidados a conhecer o Pólo Norte para ver

Leia mais

Um Site Sobre Viagens...

Um Site Sobre Viagens... Um Site Sobre Viagens... www.cidadaodoplaneta.com.br contato@cidadaodoplaneta.com.br @caiofochetto 2 HISTÓRICO...03 CURRÍCULO...04 MÍDIAS DO SITE...05 PUBLICIDADE...06 ESTATÍSTICAS DE ACESSO...07 DADOS

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO O QUE É MÍDIA DIGITAL? É conjunto de meios de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição de informação na forma escrita, sonora

Leia mais

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7%

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7% Lançado em julho de 2000, o clicrbs é um portal de internet voltado às comunidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Com mais de 100 canais, os usuários encontram o conteúdo dos jornais, das rádios

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY A Rock Content ajuda você a montar uma estratégia matadora de marketing de conteúdo para sua empresa. Nós possuimos uma rede de escritores altamente

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

Capítulo 9 Emprego. 9.1 Introdução

Capítulo 9 Emprego. 9.1 Introdução Capítulo 9 Emprego 9.1 Introdução Hoje em dia, as redes sociais são as grandes responsáveis pelas contratações de emprego. Muitos dos responsáveis por recrutamento e recursos humanos das empresas avaliam

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org REFORMULAÇÃO DO SITE FSM (www.forumsocialmundial.org.br) O processo FSM passa por uma nova fase

Leia mais

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover SATIS 2011 Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de massa. Os tipos

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL As Faculdades Integradas Barros Melo vêm tornar público aos alunos regularmente matriculados nos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

Joice Vieira Estagiária do Jornal Correio

Joice Vieira Estagiária do Jornal Correio Considero o Programa Correio de Futuro um ponta pé inicial para minha carreira profissional, pois apesar de não ter experiência em redação de jornal, o programa foi uma porta aberta que me levou a fazer

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Sheet1. Criação de uma rede formada por tvs e rádios comunitárias, para acesso aos conteúdos

Sheet1. Criação de uma rede formada por tvs e rádios comunitárias, para acesso aos conteúdos Criação de um canal de atendimento específico ao público dedicado ao suporte de tecnologias livres. Formação de comitês indicados por representantes da sociedade civil para fomentar para a ocupação dos

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional.

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional. Contribuições para a comunicação organizacional de um curso de Jornalismo: Website do Curso de Comunicação Social - Jornalismo da UFSJ 1 Priscila NATANY 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de

Leia mais

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc Técnica SEO: Search engine Optimization "INDEXADOR" Web Software para Grandes Portais (Gera todo o conteúdo SEO - Otimizado nas buscas)

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO Eletiva VOCÊ EM VÍDEO E.E. Princesa Isabel Número da sala e sessão Professor(es) Apresentador(es): Adriana Prado Aparecida Pereira da Silva Realização: Foco A Escola Estadual Princesa Isabel, por meio

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

Mídia Brasil Online Manual do Usuário

Mídia Brasil Online Manual do Usuário 1) Menu Principal O Menu Principal se estende no topo da tela do MBO, apresentando as seguintes opções: Clicar sobre cada uma dessas opções permite o acesso às diferentes seções do site. 2) Funções do

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

ENTREVISTA: "NÃO SE FAZ NOTÍCIA SÓ COM TECNOLOGIA", diz a pesquisadora Thais de Mendonça Jorge

ENTREVISTA: NÃO SE FAZ NOTÍCIA SÓ COM TECNOLOGIA, diz a pesquisadora Thais de Mendonça Jorge ENTREVISTA: "NÃO SE FAZ NOTÍCIA SÓ COM TECNOLOGIA", diz a pesquisadora Thais de INTERVIEW: DON'T MAKE NEWS ONLY WITH TECHNOLOGY, says researcher Thais de Thaisa Cristina Bueno 1 Lucas Santiago Arraes Reino

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Menu Cenário Menu + + Cenário RI hoje: uma operação indiferenciada Comunicação muito limitada com foco quase

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE E APOIO AOS PROJETOS E AÇÕES DO CURSO DE JORNALISMO UEPG

A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE E APOIO AOS PROJETOS E AÇÕES DO CURSO DE JORNALISMO UEPG ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL Se, na verdade, não estou no mundo para simplesmente a ele me adaptar, mas para transformá-lo [...] devo usar toda possibilidade que tenha para não apenas

Leia mais

Entrevista Caru Schwingel defende incluir programação digital na formação do novo jornalista Interview Caru Schwingel advocates include digital programming in forming the new journalist Entrevista Caru

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

Programa de vivência, criação e circulação artística e cultural. Programa de vivência, criação e circulação artística e cultural

Programa de vivência, criação e circulação artística e cultural. Programa de vivência, criação e circulação artística e cultural 1 1. Apresentação // 4 2. Objetivos e metas // 8 3. Estratégia - Música e Economia criativa // 9 4. Temáticas // 9 5. Programas // 10 6. Projetos Especiais // 10 7. Conselho gestor // 11 1. Apresentação

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo

Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo Algumas questões importantes sobre um projeto digital. Dependendo do cliente não é necessário levantar uma grande quantidade de dados. Utilize este

Leia mais

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR Já pensou um bairro inteirinho se transformando em escola a

Leia mais

MÍDIA FJU - A VOZ DA FORÇA JOVEM

MÍDIA FJU - A VOZ DA FORÇA JOVEM P R O J E T O ANO 2015 MÍDIA FJU - A VOZ DA FORÇA JOVEM #QUEMSOMOS O MÍDIA FJU é o projeto da Força Jovem Universal responsável por divulgar e fazer conhecido tudo o que acontece na FJU, tanto para o público

Leia mais

A grande reportagem multimídia como gênero expressivo no ciberjornalismo

A grande reportagem multimídia como gênero expressivo no ciberjornalismo A grande reportagem multimídia como gênero expressivo no ciberjornalismo 1 Raquel Ritter Longhi 2 Resumo: Conteúdos noticiosos ciberjornalísticos mostram uma consolidação em produtos que exploram de forma

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Do jornalismo online ao webjornalismo: formação para a mudança

Do jornalismo online ao webjornalismo: formação para a mudança Do jornalismo online ao webjornalismo: formação para a mudança João Manuel Messias Canavilhas Universidade da Beira Interior Índice 1 Formação actual dos jornalistas 2 2 Formar webjornalistas 3 3 Conclusão

Leia mais

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina Blois, Marlene Montezi e-mail: mmblois@univir.br Niskier, Celso e-mail: cniskier@unicarioca.edu.br

Leia mais

Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada

Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada 9 MATERIAIS DIDÁTICOS - Com base no conhecimento adquirido nas reuniões anteriores, o professor deve preparar uma proposta dos materiais que pretende produzir para o seu curso/disciplina. - É importante

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

Po r t f o l i o. Web / Graphic Designer / PDF Portfolio

Po r t f o l i o. Web / Graphic Designer / PDF Portfolio Po r t f o l i o Quem é quem? A Codiworks é uma empresa criativa, dinâmica e jovem, buscando sempre estar antenada com as últimas tendências e tecnologias nas áreas de web, design e Identidade Visual.

Leia mais

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 COSTA 2 Daiane dos Santos; FONSECA 3 Aurea Evelise dos Santos; ZUCOLO 4 Rosana Cabral 1 Trabalho submetido ao SEPE 2011 Simpósio

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BLOG DO CONHECIMENTO APRESENTAÇÃO O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma ferramenta de COLABORAÇÃO que tem como objetivo facilitar

Leia mais

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno)

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Disciplina Ementa Pré- requisito C.H. Curso Assessoria de Comunicação Conhecimento geral, reflexão e prática

Leia mais

Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você

Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você A fim de criar, controlar, gerenciar sua reputação online e construir a carreira que você deseja, alguns ações são necessárias. A primeira

Leia mais

Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações

Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações Roberto Tonera Projeto Fortalezas Multimídia - Universidade Federal de Santa Catarina Brasil projeto@fortalezasmultimidia.com.br artonera@hotmail.com

Leia mais

ISO 14001:2015 Revisão Perguntas Frequentes

ISO 14001:2015 Revisão Perguntas Frequentes Latest update New and revised ISO 14001:2015 Revisão Perguntas Frequentes Introdução A ISO 14001 Sistemas de Gestão Ambiental, a primeira norma ambiental internacional do mundo tem ajudado milhares de

Leia mais

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM JORNALISMO JO 01 Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/ série) Modalidade voltada a agências de jornalismo experimentais, criadas, desenvolvidas

Leia mais

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo Anissa Ayala CAVALCANTE 1 - UFMA Jessica WERNZ 2 - UFMA Márcio CARNEIRO 3 - UFMA

Leia mais

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE 2006. O Presidente, Substituto, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, no uso de suas atribuições, tendo em vista a Lei nº 10.861,

Leia mais

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale A Associação Pró Ensino Superior em Novo Hamburgo ASPEUR, mantenedora do Centro Universitário Feevale, com sede na

Leia mais

Memorial Descritivo. Portfólio Acadêmico Online

Memorial Descritivo. Portfólio Acadêmico Online Faculdade de Tecnologia SENAC Memorial Descritivo Portfólio Acadêmico Online Projeto Integrador do Módulo 1 Produção Multimídia Por Irene Coelho 09 de maio de 2014 Sumário 1. Introdução pág.01 2. Objetivos

Leia mais

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3 A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1 RESUMO Thais CASELLI 2 Iluska COUTINHO 3 Universidade Federal de Juiz De Fora, Juiz de Fora, MG Este trabalho verifica como é a

Leia mais

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Maicon Ferreira de SOUZA 3 Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel, PR. RESUMO O presente

Leia mais

Tecnologia em. Design Gráfico

Tecnologia em. Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico CARREIRA O Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico oferece oportunidade para o trabalho profissional em diversas profissões relacionadas

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Letícia BARROSO 2 Thaís PEIXOTO 3 Centro Universitário Fluminense Campus II- Campos/RJ RESUMO: A falta de espaço nos veículos convencionais

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte 4 Metodologia [...] a metodologia inclui as concepções teóricas de abordagem, o conjunto de técnicas que possibilitam a apreensão da realidade e também o potencial criativo do pesquisador. (Minayo, 1993,

Leia mais

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet.

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Agência de Publicidade Divulgando, criando e comunicando nas mais diversas

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais