PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA/SP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA/SP"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA/SP CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 003/2014 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO ADMINISTRADOR DE REDES LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO Esta prova contém 50 questões de múltipla escolha com 04 opções de resposta cada; Transcreva para a Folha de Respostas a alternativa que julgar correta; Assinale somente uma alternativa em cada questão; Sua resposta não será computada se houver marcação de duas ou mais alternativas ou se não houver marcação; Não rasure a Folha de Respostas, pois não será distribuída outra; O candidato ao terminar a prova, entregará ao fiscal, juntamente com a folha de respostas oficial, seu caderno de questões. Somente poderá levar o rascunho do gabarito. As provas serão disponibilizadas na internet no ato da divulgação do gabarito oficial; O candidato poderá anotar suas respostas na Folha de Rascunho Padrão entregue pelo Fiscal de Sala; Leia com atenção cada questão da prova e não deixe nenhuma sem resposta; A ausência do recinto de provas somente será permitida depois de decorridos 60 minutos do início das mesmas; A não assinatura na Folha de Respostas Oficial (Gabarito) implica na eliminação imediata do candidato; O Gabarito Oficial será disponibilizado a partir das 16 horas do dia 11/03/2014 no endereço eletrônico Inscrição nº: Nome do candidato: ATENÇÃO ao preencher a Folha de Respostas! E não esqueça de assiná-la no campo apropriado! Duração desta prova: (04) Quatro Horas Boa Prova! Realização: Reis & Reis Auditores Associados

2 PROVA Nº 01 - PORTUGUÊS Leia o texto abaixo para responder as perguntas de 01 a 10. Uma usina no espaço Se a humanidade continuar queimando combustíveis fósseis no ritmo atual, a temperatura do planeta vai aumentar e coisas muito ruins irão acontecer. Mas e se existisse uma fonte de energia totalmente limpa, totalmente segura e sem nenhum impacto ambiental na Terra? Para a empresa japonesa Shimizu, existe: a energia solar que atinge a Lua. Ela seria captada pelo Luna Ring, um imenso anel de painéis de energia solar, com 400 quilômetros de largura, instalado ao longo dos 11 mil quilômetros de diâmetro da Lua. Ele seria construído por robôs, usando o silício presente na Lua, e geraria 8,8 tera-watts de eletricidade. É uma quantidade enorme: 72 vezes mais do que toda a energia gerada no Brasil. Isso porque, como a Lua quase não tem atmosfera, os painéis solares receberiam mais radiação solar do que na Terra, e produziriam mais eletricidade. A energia seria enviada para a humanidade por meio de antenas de micro-ondas e canhões de laser, que seriam focalizados em estações receptoras construídas na Terra. Atualmente, esses métodos são muito ineficientes, pois desperdiçam até 75% da eletricidade. Mas a Shimizu espera que a tecnologia progrida até o ano de 2035, quando o anel começaria a ser construído. A empresa não estimou o custo do projeto, que é visto com ceticismo por especialistas. Pode até ser viável, mas a relação custobenefício é duvidosa, diz Ruberval Baldini, presidente da Associação Brasileira de Energias Alternativas e Meio Ambiente. Com custos menores, poderíamos produzir a mesma quantidade de energia solar aqui na Terra, instalando painéis no sertão do Nordeste. Outro problema seria costurar acordos políticos com todos os países, pois ninguém é dono da Lua. Ela é propriedade do mundo. Por isso, o Luna Ring também deve ser um projeto coletivo, não só nosso, admite Kenji Takagi, porta-voz da empresa. SANTOS, Marcos R. dos. Uma usina no espaço. Superinteressante, São Paulo, n. 329, p. 19, fev Texto adaptado. 2

3 01) O sentido principal do texto é: a) informar o leitor sobre os cuidados que se deve ter caso a humanidade não pare de queimar combustíveis fósseis; b) informar o leitor sobre um projeto que pode ser construído para se enviar energia limpa para a terra a partir do espaço lunar; c) mostrar as opiniões contrárias a respeito do Luna Ring; d) evidenciar se a relação custo-benefício é viável para os construtores do Luna-Ring. 02) Segundo o texto, pode-se dizer que: a) o projeto Luna Ring é uma unanimidade entre os especialistas; b) para a efetivação do projeto Luna Ring é possível que se tenha que fazer vários acordos políticos; c) o projeto Luna Ring não seria viável, pois com ele corre-se o risco da temperatura da terra aumentar; d) atualmente a tecnologia existente está bastante desenvolvida, a ponto de se desenvolver o Luna Ring. 03) Se a humanidade continuar queimando combustíveis fósseis no ritmo atual, a temperatura do planeta vai aumentar e coisas muito ruins irão acontecer. (1º. parágrafo) A palavra grifada acima introduz uma: a) proporção; b) concessão; c) consequência; d) condição. 04) Pode até ser viável, mas a relação custo-benefício é duvidosa. (3º parágrafo). A palavra grifada no fragmento textual acima é: a) um adjetivo que se refere à expressão a relação custo-benefício ; b) um advérbio de modo que determina a relação custo-benefício ; c) um advérbio que qualifica a relação custo-benefício ; 3

4 d) uma locução adjetiva que se refere à expressão a relação custobenefício. 05) Atualmente, esses métodos são muito ineficientes, pois desperdiçam até 75% da eletricidade. (2º parágrafo) Sem que se perca o sentido do texto, o pois grifado acima, pode ser substituído e justificado adequadamente, entre parênteses, na alternativa: a) então (com sentido conclusivo); b) portanto (com sentido explicativo); c) visto que (com sentido explicativo); d) porque (com sentido conclusivo). 06) Atualmente, esses métodos são muito ineficientes, pois desperdiçam até 75% da eletricidade. (2º. parágrafo) A palavra grifada acima é: a) um adjetivo que exprime circunstância de tempo; b) um advérbio que exprime circunstância de modo; c) uma conjunção temporal; d) um advérbio que exprime circunstância de tempo. 07) Mas a Shimizu espera que a tecnologia progrida até o ano de 2035, quando o anel começaria a ser construído. (2º parágrafo) O até, grifado no fragmento textual acima, produz um sentido: a) indicador de intensidade; b) indicador de modo; c) indicador de progressão; d) indicador de temporalidade. 08) Mas a Shimizu espera que a tecnologia progrida até o ano de 2035, quando o anel começaria a ser construído. (2º parágrafo) A alternativa que mostra adequadamente o tempo e o modo do verbo grifado é: 4

5 a) futuro do presente do indicativo; b) futuro do subjuntivo; c) futuro imperfeito; d) futuro do pretérito do indicativo. 09) A energia seria enviada para a humanidade por meio de canhões de laser, que seriam focalizados em estações receptoras construídas na Terra. (2º parágrafo - adaptado). O referente do que grifado no trecho acima é: a) canhões de laser; b) por meio de; c) seriam focalizados; d) estações receptoras. 10) No 3º parágrafo do texto aparecem aspas. Qual o sentido desses sinais de pontuações nesse texto? a) Destacar alguns fatos que demonstram a viabilidade absoluta do Luna Ring; b) Destacar as falas de outros através do discurso direto; c) Enfatizar a inviabilidade absoluta do projeto Luna Ring; d) Destacar as falas de outros através do discurso indireto. PROVA Nº 05 LÍNGUA ESTRANGEIRA (INGLÊS) Considere o texto abaixo para responder as questões de 11 a 14: Amazonia, the most precious place on the planet Amazonia is home to the world s largest tropical forest and has an incredible diversity of animal, plant and tree species. Learn more about this region, which has been devastated by man in recent decades, and which is fundamental to our planet s climate Amazonia is one of the largest and most important regions in the world. It stretches into nine countries: Brazil, Venezuela, Peru, Colombia, Bolivia, Ecuador, Suriname, Guiana and French Guiana. About 60% of the total area of Amazonia is in Brazil, covering about 5.5 million square meters. Brazilian Amazonia stretches to the States of Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Mato Grosso 5

6 and Tocantins. At least 55% of the indigenous population of Brazil lives in the Amazonian region. In terms of volume of water, the Amazon is the world s largest river. The region also has other great rivers, such as the Negro. Twenty percent of all the fresh water on the planet passes through the rivers in Amazonia. The region is also home to the largest tropical forest in the world. In the rivers and undergrowth of the region live millions of fish, birds and mammals. The plant wealth of the Amazonia is awesome. There are 200 different types of tree per hectare. The region also has the biggest mineral reserves on earth. Fonte - Acesso em 20/02/ ) Sobre o texto Amazonia, the most precious place on the planet é correto afirmar: Sobre as amputações é correto afirmar: a) O território da Amazônia se estende por oito países diferentes; b) A Amazônia possui apenas diversidade de plantas e árvores; c) O território da Amazônia abriga menos de 55% da população indígena; d) Em termos de volume de água, a Amazônia possui os maiores rios. 12) No primeiro parágrafo os verbos has e has been corresponde, respectivamente aos tempos verbais: a) Present perfect continuous; present simple; b) Present simple; present perfect simple; c) Past continuous; present perfect simple; d) Past continuous; past perfect simple. 13) No segundo parágrafo, a expressão At least quer dizer que: a) Pelo menos; b) Menos de; c) Mais de; d) Mais ou menos. 6

7 14) No último parágrafo, as expressões largest e the biggest são: a) Adjetivos comparativos; b) Adjetivos superlativos; c) Advérbios; d) Expressões substantivadas. Considere o texto abaixo para responder as questões de 15 a 18: The downside of social networks It is important to apply common sense and intelligence when using social networks. Bad choices on a social network can cause problems such as job loss or the end of a relationship. In March, two stories involving Facebook were highlighted in the press. In Londrina, Paraná state, a student used the social network to offend a teacher. The case had a negative impact across the city and was reported on the TV news show, Jornal Hoje (Globo). At the end of the month in São José dos Campos, São Paulo state, the local police tracked down members of a criminal gang thanks to Facebook. In the USA, a thief published photos of his robbery on Facebook, showing the amount of money he had stolen, and was arrested by the FBI in September There are many cases of people losing their jobs or ending relationships because they used Facebook irresponsibly. In 2011 a Chicago airport employee was fired after offending Muslims on his Facebook page. In the USA and the UK, Facebook has been increasingly cited as one of the major causes of couples separations. Fonte - Acesso em 20/02/ ) Sobre o texto The downside of social networks é correto afirmar: a) Um exemplo citado pelo texto trata-se de uma aluna utilizou uma rede social para insultar uma professora, em São José dos Campos, estado de São Paulo; b) Outro exemplo citado pelo texto trata-se da ação da policia na captura de gangues em Londrina, Paraná; 7

8 c) O texto cita outras situações da utilização das redes sociais com irresponsabilidade, dentre elas, a perda do emprego e o término de relacionamentos; d) O título O lado bom das redes sociais resume o sentido do texto. 16) No último parágrafo os verbos had stolen e was arrested corresponde, respectivamente aos tempos verbais: a) Present continuous; present perfect continuous; b) Present perfect simple; present simple; c) Past perfect simple; past simple; d) Past perfect continuous; past perfect. 17) No último parágrafo, as expressões involving e showing são: a) Particípios de verbos irregulares; b) Expressões substantivadas; c) Verbos no gerúndio; d) Advérbios. 18) Assinale a alternativa que reescreva a frase In the USA and the UK, Facebook has been increasingly cited as one of the major causes of couples separations., sem perder o sentido do texto: a) In the USA and the UK, Facebook has been increasingly cited as one of the major causes of couples separations; b) The Facebook has been increasingly cited as one of the major causes of couples separations in the USA and the UK; c) The Facebook has been increasingly cited as one, in the USA and the UK, of the major causes of couples separations; d) The Facebook has been increasingly cited as one of the major, in the USA and the UK, causes of couples separations. 8

9 Considere o trecho da música do KISS I Stole Your Love para responder as questões 19 e 20: I Stole Your Love KISS. You never stop runnin' around You pick me up, then you could still put me down You were the girl that nobody could own Stay for a while, then you would leave me alone Fonte: 19) Sobre a palavra then destacada no trecho é correto afirmar: a) É um advérbio de tempo; b) É uma conjunção e serve como conectivo entre as ideias; c) É uma forma de chamar a atenção da pessoa amada; d) É uma expressão substantivada capaz de gerar relação de tempo. 20) A última frase do trecho Stay for a while, then you would leave me alone quer dizer: a) Que a garota que ele ama nunca irá deixa-lo; b) Que a garota que ele ama ninguém poderá possuir; c) Que a garota que ele ama nunca poderá derrubá-lo; d) Que ele sabe que, depois de um tempo, ela o deixará. PROVA Nº 06 ESPECÍFICA ADMINISTRADOR DE REDES 21) Assinale a alternativa que corresponde ao protocolo de aplicação que permite ao usuário navegar na Internet de forma segura: a) UDPS; b) FTP; c) SSH; d) HTTPS. 9

10 22) Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos básicos de internet e de segurança da informação: I - A porta geralmente associação ao tráfego DNS, a UDP 53, e normalmente deixada livre em sistemas de filtragem de pacotes, para que servidores DNS internos à rede possam funcionar. II - O ICMP (Internet Control Message Protocol) é muito utilizado para reportar condições de erro e emitir e responder a requisições simples. Um de suas características é que os serviços ou as portas não precisam estão ativos para propagar suas mensagens. III - Uma autoridade certificadora é uma pessoa física que recebe um certificado e passa a ter o direito de assinar documentos digitalmente. III - Uma autoridade certificadora é uma pessoa jurídica de direito público que recebe um certificado e passa a ter o direito de assinar documentos digitalmente. Assinale a alternativa correta: a) I e II estão corretas; b) II e III estão corretas; c) I e III estão corretas. d) II e IV estão corretas. 23) Para o funcionamento adequado de um servidor DNS, são necessários alguns registros de recursos. Citando como exemplo, um registro SOA tem-se o fornecimento do nome da principal fonte de informações sobre a zona do servidor de nome, como: o endereço de correio eletrônico do administrador e seus timeouts. Assinale a alternativa que contenha o tipo de registro que permite a criação de nomes alternativos: a) SRV; b) ANAME; c) CNAME; d) MX. 10

11 24) Sobre os conceitos de proteção e segurança da informação, assinale a alternativa correta: a) Uma CO (certificado de originalidade) é uma entidade responsável pelo estabelecimento e a garantia da autenticidade de chaves públicas pertencentes a usuários ou a outras autoridades de certificação; b) Uma VPN é a extensão da internet que engloba vínculos autenticados, criptografados e encapsulados. Geralmente utilizadas por entidades financeiras para conexão com seus clientes domésticos, as conexões do tipo VPN podem fornecer acesso remeto e conexões seguras à internet; c) O SSL é um protocolo para comunicações seguras em redes que usam uma combinação de tecnologia de chave secreta e pública; d) Um sistema tolerante a falhas está relacionado à habilidade de um computador ou sistema operacional em assegurar a integridade dos dados quando falhas de hardware ocorrem. No gerenciamento de disco, apenas volumes espelhados são tolerantes a falhas. 25) Assinale a alternativa que corresponda ao equipamento utilizado para negociação de parâmetros, algoritmos e chaves entre as LANs: a) Patch panel; b) Firewall; c) Placas de rede com WOL (Wake on LAN); d) Hub de conexão coaxial. 26) As LANs, também conhecidas como redes locais, são utilizadas para conectar computadores de forma a permitir que recursos e informações sejam compartilhados. A respeito do tamanho de uma LAN, assinale a alternativa correta: a) abrangem um único edifício ou campus; b) possuem abrangência máxima de 1 metro; c) abrangem toda uma cidade; d) são geograficamente distribuídas. 27) Para que interconexões de redes de computadores sejam realizadas faz-se necessário filtro de tráfego. Nas alternativas abaixo, assinale a que corresponde a 3 dispositivos de interconexão que realizam filtros de tráfego: 11

12 a) Switch, hub e repeater; b) Bridge, hub e repeater; c) Router, hub e switch; d) Router, switch e bridge. 28) Sobre equipamentos roteadores é correto afirmar: a) Não definem as rotas percorridas por pacotes; b) Pode ser utilizado para interligar redes; c) Pode ser utilizado para interligar apenas redes externas; d) Possuem apenas tabelas de roteamento dinâmicas. 29) Em um protocolo de roteamento, flooding corresponde a: a) um controle de tráfego, evitando o congestionamento; b) um algoritmo de caminho mais curto; c) um algoritmo estático que envia pacotes para todas as suas interfaces, exceto para aquela em que chegou; d) um mecanismo que previne que mensagens de atualização. 30) Considerando-se as características da Segurança da Informação na transmissão de dados, quando o destinatário examina uma mensagem para certificar-se de que ela não foi alterada durante o transito, isto é chamado de: a) Criptografia simétrica; b) Criptografia assimétrica; c) Verificação de integridade de dados; d) Garantia de qualidade dos dados. 31) Os algoritmos são importantes elementos na criptografia em comunicação de dados. Assinale a alternativa daquele que NÃO pode ser considerado um exemplo utilizado na criptografia em comunicação de dados: a) 3DES; b) SSA; c) DES; d) RSA. 12

13 32) Os protocolos de criptografia para redes wireless apresentam características especificas. Sobre o protocolo WEP podemos afirmar: a) Tem por objetivo garantir apenas a integridade das informações em uma rede Wireless; b) É o protocolo original de autenticação e criptografia definido pelo IEEE ; c) Sua chave varia de 40 e 128 bits (opcional); d) Não utiliza o protocolo RC4 para cifrar os dados. 33) As redes de microcomputadores empresariais utilizam os padrões Ethernet e Fast Ethernet, empregando hub e switch como equipamentos, cabo de par trançado UTP e conectores padronizados internacionalmente. Assinale a alternativa correta que corresponde, por padronização, à sigla como esses conectores são conhecidos: a) RJ-45; b) RJ-11; c) BNC; d) USB. 34) Assinale a alternativa correta que corresponde ao equipamento de rede que representa um único domínio de colisão em redes Ethernet: a) ROUTER; b) DSU/CSU; c) SWITCH; d) HUB. 35) Sobre os equipamentos do tipo repetidor é correto afirmar: a) São utilizados por causa das limitações de distância impostas pelos cabos de comunicação; b) São utilizados por causa das limitações de velocidade impostas pelos cabos de injunção; c) São utilizados para confirmar as mensagens enviadas, repetindo-as; d) São equipamentos com função exclusiva de repetidor, não sendo possível acumular outras funções devido ao custo proibitivo. 13

14 36) Sobre os equipamentos utilizados em uma rede local é correto afirmar: a) as bridges não fazem segmentação de rede; b) os repetidores se encontram na camada 2 do modelo OSI; c) os hubs têm como uma de suas funções fazer a segmentação da rede; d) os switches são elementos da camada 2 do modelo OSI. 37) Sobre a relação de equipamentos e as camadas OSI é correto afirmar: a) O Conversor de mídia e o Hub correspondem à camada OSI de rede; b) O Conversor de mídia e o Bridge correspondem à camada OSI de rede; c) O Conversor de mídia e o Hub correspondem à camada OSI física; d) O Conversor de mídia e o Bridge correspondem à camada OSI enlace. 38) Sobre a infraestrutura para uma Intranet é correto afirmar: a) WLAN é uma rede local sem fio para fazer conexão com a Internet ou entre os dispositivos da rede; b) Wireless é um padrão específico de uma tecnologia de redes sem fio; c) Wi-Fi refere-se genericamente à transmissão de dados sem a utilização de meios físicos; d) Wi-Fi refere-se genericamente à transmissão de dados sem a utilização de meios geográficos. 39) Sobre TCP/IP, considerando-se uma rede classe C e 4 subredes, é correto afirmar: a) A notação CIDR é /27; b) O número total de máquinas é 240; c) A máscara é ; d) O endereço de broadcast para a interface é

15 40) Considerando a classe C de endereços IP, pode-se dizer que sua máscara padrão é: a) b) c) d) ) Durante a navegação na WEB, os códigos de estado indicam situações variadas. Assinale a alternativa correta a que o código de estado 301 indica: a) objeto requisitado não existe no servidor; b) requisição não foi compreendida pelo servidor; c) objeto requisitado foi removido permanentemente do servidor; d) versão do protocolo HTTP requisitado não é suportada pelo servidor. 42) Sobre o barramento USB é correto afirmar: a) Na versão 3.0 sua velocidade pode atingir 4.8 Gbps; b) Na versão 5 do barramento, atinge até 38Mbps; c) Na versão 1.1 do barramento possui velocidade de 5Mbps que equivale a 0,625 MB/s. d) Pode-se conectar até 10 dispositivos diferentes a cada porta USB. 43) O servidor é utilizado para resolução de nomes Netbios, tendo como característica marcante: a formação de nomes de espaço plano e a não formação de um espaço de nomes hierárquico. Assinale a alternativa correta que corresponda ao servidor que preenche adequadamente a lacuna: a) DHCP; b) FTP; c) DNS; d) WINS. 15

16 44) Para que os sistemas operacionais desempenhem funções de gerência alguns componentes são necessários. Assinale a alternativa correta que relaciona esses componentes: a) usuários, firewalls, equipamentos de segurança e software; b) processamento, memória, dispositivos de entrada/saída e dados; c) microprocessador, barramentos USB, slots de memória e controladoras de armazenamento; d) registradores, unidade de controle, unidade lógica e aritmética e barramentos de interconexão. 45) O é o servidor de arquivos no ambiente LINUX que trata a comunicação tal como o sistema Microsoft Windows. Assinale a alternativa correta que corresponda ao servidor que preenche adequadamente a lacuna: a) WINS; b) CNAME; c) NIS; d) SAMBA. 46) O Linux permite executar a configuração de uma rota no contexto da administração de sistemas. Dessa forma, para adicionar uma rota para a rede acessível através da interface eth0, qual o comando que deve ser utilizado: a) netconfig route eth0; b) route add net eth0; c) add route eth0 network; d) traceroute eth0. 47) Sobre o paradigma cliente-servidor, é correto afirmar que: a) o servidor, em geral, é dedicado a prover um serviço, mas que pode processar requisições de vários clientes simultaneamente; b) é um paradigma em que uma aplicação inicia a interação com outra aplicação que não está esperando por requisições; c) é uma instância de uma aplicação numa máquina servidora; d) o cliente, em geral, é um programa de aplicação de requisição arbitrária. 16

17 48) Sobre a arquitetura cliente-servidor é correto afirmar: a) O protocolo HTTP é uma das formas de comunicação entre clientes e servidores; b) No contexto da Internet, os navegadores Web são exemplos de programas servidores de páginas HTML; c) No contexto da Internet, os navegadores Web são exemplos de programas servidores de páginas STMH; d) A maior capacidade de processamento encontra-se geralmente no lado cliente. 49) Sobre a administração de redes, é correto afirmar: a) LSH é um protocolo de rede projetado para substituir os protocolos rlogin, telnet e rsh e prover uma comunicação segura entre os computadores; b) DSL e TSL são protocolos que provêm comunicação segura na Internet; c) mensagens ICMP são normalmente enviadas quando ocorre um erro no protocolo IP usando o protocolo Ethernet; d) PHP é uma linguagem de programação usada principalmente para a geração de conteúdo dinâmico para a Web. 50) Sobre os comandos existentes no ambiente Linux é correto afirmar: a) chmod é utilizado para mudar o grupo a que um usuário pertence; b) pwd mostra o caminho completo do diretório corrente; c) passwd é utilizado para elaborar a senha de um usuário; d) passwd é utilizado para mudar o grupo a que um usuário pertence. 17

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 05

PROVA ESPECÍFICA Cargo 05 10 PROVA ESPECÍFICA Cargo 05 QUESTÃO 21 Durante a leitura de um dado de arquivo, são necessários o endereço da trilha e do setor onde o dado se encontra no disco, além da posição da memória onde o dado

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação REDE DE COMPUTADORES Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) 1 Apresentação Conhecendo os alunos Conceitos básicos de redes O que é uma rede local Porque usar uma rede local 2 Como surgiram

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 A arquitetura de redes tem como função

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA.

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA. INSTRUÇÕES Verifique, com muita atenção, este Caderno de QUESTÕES que deve conter 14 (quatorze) questões, sendo 03 (três) de Língua Portuguesa e 10 (dez) de Conhecimentos Específicos e 1 (uma) questão

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES 1 2 REDES DE COMPUTADORES ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Classificação quanto ao alcance geográfico LAN Local Area Network, tem alcance em nível de empresas, órgãos, organizações ou casas.

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Julgue os itens subsecutivos, acerca de noções básicas de arquitetura de computadores. 51 Periféricos são dispositivos responsáveis pelas funções de entrada e saída do computador, como, por exemplo, o

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 11: Redes de Computadores Prof.: Roberto Franciscatto REDES - Introdução Conjunto de módulos de processamento interconectados através de um sistema de comunicação, cujo objetivo é compartilhar

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Conceito de Redes Redes de computadores são estruturas físicas (equipamentos) e lógicas (programas, protocolos) que permitem que dois ou mais computadores

Leia mais

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes 1 Redes de Dados Inicialmente o compartilhamento de dados era realizado a partir de disquetes (Sneakernets) Cada vez que um arquivo era modificado ele teria que

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry REDES DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Fundamentos em Informática Mundo Globalizado Acelerado desenvolvimento tecnológico

Leia mais

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente Internet e Intranet Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Cliente / Servidor SERVIDOR Computador ou equipamento que fornece algum tipo de serviço em redes (Armazenamento e compartilhamento

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA 26. Considerando o sistema de numeração Hexadecimal, o resultado da operação 2D + 3F é igual a: a) 5F b) 6D c) 98 d) A8 e) 6C 27. O conjunto

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa 1ª Exercícios - REDES LAN/WAN INSTRUTOR: MODALIDADE: TÉCNICO APRENDIZAGEM DATA: Turma: VALOR (em pontos): NOTA: ALUNO (A): 1. Utilize 1 para assinalar os protocolos que são da CAMADA DE REDE e 2 para os

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações Internet, Internet2, Intranet e Extranet 17/03/15 PSI - Profº Wilker Bueno 1 Internet: A destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi assim também com nossa internet

Leia mais

Curso de extensão em Administração de Redes

Curso de extensão em Administração de Redes Curso de extensão em Administração de Redes Italo Valcy - italo@dcc.ufba.br Ponto de Presença da RNP na Bahia Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Administração de Redes,

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES www.professormarcelomoreira.com.br falecom@professormarcelomoreira.com.br Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias

Leia mais

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL ARP Protocolo de resolução de endereços (Address Resolution Protocol) Descrito na RFC 826 Faz a tradução de endereços IP para endereços MAC da maioria das redes IEEE 802 Executado dentro da sub-rede Cada

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme Profª: Luciana Balieiro Cosme Revisão dos conceitos gerais Classificação de redes de computadores Visão geral sobre topologias Topologias Barramento Anel Estrela Hibridas Árvore Introdução aos protocolos

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Interconexão redes locais (LANs)

Interconexão redes locais (LANs) Interconexão redes locais (LANs) Descrever o método de funcionamento dos dispositivos bridge e switch, desenvolver os conceitos básicos de LANs intermediárias, do uso do protocolo STP e VLANs. Com o método

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Redes I Fundamentos - 1º Período Professor: José Maurício S. Pinheiro Material de Apoio III DISPOSITIVOS

Leia mais

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Delfa M. HuatucoZuasnábar 2010 2 A década de 50 - Uso de máquinas complexas de grande porte operadas por pessoas altamente especializadas e o enfileiramento de usuários para submeter

Leia mais

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 As redes de computadores possibilitam que indivíduos possam trabalhar em equipes, compartilhando informações,

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias de Redes; Meios de Transmissão; Arquitetura de Redes; Conteúdo deste

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Topologias Tipos de Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 REDES LOCAIS LAN -

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Kurose Redes de Computadores e a Internet Uma Abordagem Top-Down 5ª. Edição Pearson Cap.: 1 até 1.2.2 2.1.2 2.1.4 Como funciona uma rede? Existem princípios de orientação e estrutura?

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012

Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012 Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012 2 INTRODUÇÃO Com a informatização dos sistemas nas empresas veio também o aumento da competitividade e isso fez com que a qualidade dos serviços fosse questionada. O

Leia mais

Redes de Computadores Aula 01

Redes de Computadores Aula 01 No Caderno Responda as Questões abaixo 1 O que significa o termo Rede? 2 Porque utilizar um Ambiente de Rede? 3 Defina LAN. 4 Defina WAN. 5 O que eu preciso para Montar uma Rede? 6 - O que eu posso compartilhar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF.

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN E L A B O R A Ç Ã O : M Á R C I O B A L I A N / T I A G O M A

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Por que redes de computadores? Tipos de redes Componentes de uma rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 Quando o assunto é informática, é impossível não pensar em

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores... 1 Mobilidade... 1 Hardware de Rede... 2 Redes Locais - LANs... 2 Redes metropolitanas - MANs... 3 Redes Geograficamente Distribuídas - WANs... 3 Inter-redes... 5 Software de Rede...

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas REDES DE COMPUTADORES Edital Nº. 04/2009-DIGPE 0 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 2012 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

Re R d e e d s e Ygor Colen Morato

Re R d e e d s e Ygor Colen Morato Redes Ygor Colen Morato Histórico : Década 50 primeiros computadores, chamados de Mainframes. Processamento em lote ou batch. Década 60 primeiros terminais interativos. Porém sem capacidade de processamento.

Leia mais

Interconexão de redes locais. Repetidores. Pontes (Bridges) Hubs. Pontes (Bridges) Pontes (Bridges) Existência de diferentes padrões de rede

Interconexão de redes locais. Repetidores. Pontes (Bridges) Hubs. Pontes (Bridges) Pontes (Bridges) Existência de diferentes padrões de rede Interconexão de redes locais Existência de diferentes padrões de rede necessidade de conectá-los Interconexão pode ocorrer em diferentes âmbitos LAN-LAN LAN: gerente de um determinado setor de uma empresa

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose)

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) 1. Quais são os tipos de redes de computadores e qual a motivação para estudá-las separadamente? Lan (Local Area Networks) MANs(Metropolitan Area Networks) WANs(Wide

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES Página 1 CONHECIMENTO ESPECÍFICO 01. Suponha um usuário acessando a Internet por meio de um enlace de 256K bps. O tempo mínimo necessário para transferir um arquivo de 1M byte é da ordem de A) 4 segundos.

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

Componentes de uma Rede. Aula 2. Prof. Wladimir da Costa

Componentes de uma Rede. Aula 2. Prof. Wladimir da Costa Componentes de uma Rede Aula 2 Prof. Wladimir da Costa Objetos de estudo: - NICs. - Nobreak. - Hub. - Switches - Repetidores. - Bridges (pontes). - Roteadores. - Estações de trabalho. - Servidores - Sistema

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Elementos de Redes Locais

Fundamentos de Redes de Computadores. Elementos de Redes Locais Fundamentos de Redes de Computadores Elementos de Redes Locais Contexto Implementação física de uma rede de computadores é feita com o auxílio de equipamentos de interconexão (repetidores, hubs, pontos

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

Equipamentos de Redes. Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways

Equipamentos de Redes. Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways Equipamentos de Redes Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways Placas de Rede Placas de Rede Preparação dos quadros para que possam ser enviados pelos cabos. A placa de

Leia mais

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1)

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1) Cenário das redes no final da década de 70 e início da década de 80: Grande aumento na quantidade e no tamanho das redes Redes criadas através de implementações diferentes de hardware e de software Incompatibilidade

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF LISTA DE EXERCÍCIOS

CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF LISTA DE EXERCÍCIOS CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF ALUNO(A): MATRÍCULA: COMPONENTE CURRICULAR: SISTEMA DE REDE WIRELESS PROFESSOR(A): Marcelo Mendes DATA: 04 07 2011 TURMA: LISTA DE EXERCÍCIOS

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 22 - ( ESAF - 2004 - MPU - Técnico Administrativo ) O

Leia mais