GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,"

Transcrição

1 DOC 05/09/07 (p. 01) DECRETO Nº , DE 4 DE SETEMBRO DE 2007 Dispõe sobre a convocação e inclusão dos Profissionais da Saúde, lotados na Secretaria Municipal da Saúde, nas Jornadas Especiais de Trabalho que especifica. GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, D E C R E T A: Art. 1º. A convocação e a inclusão dos Profissionais da Saúde, lotados em unidades assistenciais de saúde, nas jornadas de 24 (vinte e quatro), 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas de trabalho semanais, J-24, J-30 e J-40, respectivamente, dar-se-ão de acordo com as disposições deste decreto. Art. 2º. Poderão ser convocados, para ingresso nas Jornadas Especiais de Trabalho, observadas as condições estabelecidas por este decreto, os seguintes Profissionais da Saúde: I - Cirurgião-Dentista, Médico e Médico Veterinário: Jornadas Especiais de 24 (vinte e quatro) e 40 (quarenta) horas de trabalho semanais - J-24 e J-40, respectivamente; II - Cirurgião-Dentista e Médico: Jornada Especial de 30 (trinta) horas de trabalho semanais - J-30; III - Enfermeiro, Educador de Saúde Pública e Fisioterapêuta: Jornada Especial de 40 (quarenta) horas de trabalhos semanais - J-40. 1º. A Jornada Especial de 24 (vinte e quatro) horas de trabalho semanais J-24 deverá ser prestada em regime de plantão: I - de 12 (doze) horas consecutivas, em 2 (dois) dias da semana; II - de 24 (vinte e quatro) horas consecutivas de trabalho. 2º. A Jornada de 40 (quarenta) horas de trabalho semanais - J-40 deverá ser prestada em 8 (oito) horas diárias de trabalho. 3º. Os Profissionais em regime de acúmulo de cargos ou funções poderão ingressar na Jornada Especial de 24 (vinte e quatro) horas de trabalho semanais - J-24, em ambos os vínculos, desde que a carga horária semanal total não ultrapasse 60 (sessenta) horas.

2 Art. 3º. Poderão ser convocados, nos termos do artigo 2º deste decreto, os servidores municipais afastados para as Autarquias vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde, de acordo com a necessidade de cada uma dessas entidades e suas respectivas disponibilidades financeiras. Parágrafo único. A convocação de que trata o "caput" deste artigo será de responsabilidade do Superintendente de cada Autarquia, observadas as disposições contidas neste decreto. Art. 4º. É vedada a convocação para quaisquer Jornadas Especiais de Trabalho dos seguintes Profissionais da Saúde: I - readaptados ou com alteração ou restrição de função, nos termos da legislação vigente; II - incluídos no Regime Especial de Trabalho de que trata a Lei nº 7.957, de 20 de novembro de 1973, exceto os que operam com "Raios X", que poderão ser convocados para Jornada Especial de 24 horas de trabalho semanais - J-24; III - não-optantes pelos padrões de vencimentos instituídos para o Quadro dos Profissionais da Saúde. Art. 5º. A inclusão nas Jornadas Especiais de 24 (vinte e quatro), 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas de trabalho semanais, J-24, J-30 e J-40, será feita mediante: I - solicitação do Coordenador de Saúde ou do Diretor de Departamento, devidamente justificada; II - anuência do Profissional indicado e assinatura do termo de permanência, pelo prazo mínimo de 1 (um) ano; III - autorização do Secretário Municipal da Saúde ou dos Superintendente s das Autarquias Hospitalares Municipais Regionais. 1º. Na convocação dos profissionais, deverá ser observada, sob pena de responsabilidade funcional, o limite máximo estabelecido no Anexo Único deste decreto, para cada Jornada Especial, por categoria profissional. 2º. A Secretaria Municipal da Saúde definirá o número de Profissionais, por categoria, nas jornadas especiais, mediante portaria, observado o limite máximo fixado no Anexo Único deste decreto e a disponibilidade orçamentária-financeira prevista para o Órgão. 3º. A anuência e o termo de permanência de que trata o inciso II deste artigo deverão ser feitos a cada convocação e terão validade enquanto durar a prestação de serviços na unidade respectiva.

3 Art. 6º. A inclusão nas Jornadas Especiais de Trabalho produzirá efeitos a partir da data da respectiva publicação no Diário Oficial da Cidade de São Paulo. Parágrafo único. Para o cumprimento da Jornada Especial de Trabalho, o Profissional deverá aguardar a publicação de sua inclusão no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, exceto nos casos de prorrogação de convocação devidamente formalizada. Art. 7º. O desligamento das Jornadas Especiais de Trabalho de 24 (vinte e quatro), 30 (trinta) e 40 (quarenta), respectivamente, dos Profissionais que nela ingressam por convocação, dar-se-á nas seguintes hipóteses: I - a pedido, após o cumprimento do período de permanência mínimo de 1 (um) ano; II - nomeação ou designação para o exercício de cargo de provimento em comissão; III - remoção ou transferência de unidade; IV - afastamento para outros órgãos deste Município ou para a Administração Pública, Direta e Indireta, de quaisquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e de outros municípios; V - afastamento para freqüentar cursos de especialização ou equivalente que excedam a 30 (trinta) dias, ainda que sem prejuízo de vencimentos; VI - por conveniência da Administração, quando não mais configurada a situação que ensejou a convocação. Parágrafo único. Nas hipóteses dos incisos II a VI deste artigo, o desligamento será automático, ficando o Profissional dispensado do cumprimento do período obrigatório de permanência, se, à época, ainda não tiver transcorrido o período mínimo de 1 ano. Art. 8º. A inclusão e o desligamento dos Profissionais da Saúde das Jornadas Especiais de Trabalho serão obrigatoriamente comunicados às correspondentes unidades de apontamento, pelas respectivas chefias imediatas, sob pena de responsabilidade funcional. Parágrafo único. A Coordenação de Recursos Humanos da Secretaria Municipal da Saúde e as Gerências de Recursos Humanos das Autarquias Municipais vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde providenciarão a publicação da inclusão e do desligamento do Profissional da Jornada Especial no Diá rio Oficial da Cidade de São Paulo, anteriormente à inclusão ou exclusão na folha de pagamento.

4 Art. 9º. A convocação e inclusão nas Jornadas Especiais de 24 (vinte e quatro), 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas de trabalho semanais - J-24, J-30 e J-40, respectivamente, na forma deste decreto, dos profissionais que se encontrarem prestando horas suplementares de trabalho na conformidade dos Decretos nº , de 29 de outubro de 2002, e nº , de 21 de novembro de 2002, acarretará a imediata cessação da convocação e da prestação dessas horas suplementares. Art. 10. Fica vedada a convocação dos Profissionais da Saúde referidos no artigo 2º deste decreto para prestação de horas suplementares de trabalho, a partir da inclusão das respectivas categorias nas Jornadas Especiais de Trabalho. Art. 11. A competência para autorizar a inclusão dos Profissionais da Saúde nas Jornadas Especiais de que trata este decreto poderá ser delegada internamente. Art. 12. Fica atribuída à Coordenação de Recursos Humanos, da Secretaria Municipal da Saúde, e às Gerências de Recursos Humanos, das Autarquias Municipais vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde, a responsabilidade pelo controle do número de profissionais incluídos nas Jornadas Especiais de Trabalho de que trata este decreto. Parágrafo único. As Autarquias vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde deverão, por meio de portaria do respectivo Superintendente, fixar as necessidades dentre as diversas Jornadas Especiais de Trabalho, observadas as disposições deste decreto. Art. 13. A convocação e o desligamento dos Profissionais das Jornadas Especiais de Trabalho far-se-ão em formulários próprios, conforme modelos aprovados por portaria do Secretário Municipal da Saúde. Art. 14. As propostas de convocação deverão observar as disposições contidas nas Leis nº , de 13 de setembro de 1993, e nº , de 19 de abril de 1994, com as alterações posteriores, bem como neste decreto. Art. 15. Ficam convalidadas as convocações de profissionais para jornadas especiais de trabalho em vigor na data da publicação deste decreto, até o seu termo final. Art. 16. Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogado o Decreto nº , de 9 de maio de PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 4 de setembro de 2007, 454º da fundação de São Paulo. GILBERTO KASSAB, PREFEITO

5 JANUARIO MONTONE, Secretário Municipal de Gestão MARIA APARECIDA ORSINI DE CARVALHO FERNANDES, Secretária Municipal da Saúde Publicado na Secretaria do Governo Municipal, em 4 de setembro de CLOVIS DE BARROS CARVALHO, Secretário do Governo Municipal Anexo Único integrante do Decreto nº , de 4 de setembro de 2007 (LIMITES DE CONVOCAÇÕES POR JORNADA E CATEGORIA PROFISSIONAL) TABELA A - AUTARQUIAS HOSPITALARES MUNICIPAIS REGIONAIS CENTRO-OESTE J24 J30 J40 CIRURGIÃO-DENTISTA 44 ENFERMEIRO 97 MÉDICO FISIOTERAPÊUTA 3 LESTE J24 J30 J40 CIRURGIÃO-DENTISTA 31 1 ENFERMEIRO 240 MÉDICO FISIOTERAPÊUTA 3 NORTE J24 J30 J40 CIRURGIÃO-DENTISTA 42 5 ENFERMEIRO

6 MÉDICO FISIOTERAPÊUTA 3 SUDESTE J24 J30 J40 CIRURGIÃO-DENTISTA 24 4 ENFERMEIRO 12 MÉDICO FISIOTERAPÊUTA 2 SUL J24 J30 J40 CIRURGIÃO-DENTISTA 2 3 ENFERMEIRO 23 MÉDICO FISIOTERAPÊUTA 1 TABELA B - ADMINISTRAÇÃO DIRETA JORNADA ESPECIAL - 24 CIRURGIÃO-DENTISTA 8 ENFERMEIRO MÉDICO 650 MÉDICO-VETERINÁRIO 150 JORNADA ESPECIAL - 40 CIRURGIÃO-DENTISTA

7 ENFERMEIRO 267 MÉDICO 549 MÉDICO-VETERINÁRIO 98 FISIOTERAPÊUTA 2

DECRETO Nº 034/2013. O Prefeito do Município de Sertanópolis, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e considerando:

DECRETO Nº 034/2013. O Prefeito do Município de Sertanópolis, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e considerando: DECRETO Nº 034/2013 SÚMULA: Dispõe sobre a jornada de trabalho em Regime de Trabalho em Turnos RTT e Regime de Trabalho de Sobreaviso RPS no âmbito da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARAPIRACA/AL,

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARAPIRACA/AL, LEI Nº 2.808/ 2012. Revisa os Valores Vencimentais dos Cargos Integrantes do Sistema Público de Educação do Município de Arapiraca, Autoriza a Abertura de Crédito Suplementar e Adota Providências Correlatas.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO N 0 53, DE 30 DE ABRIL DE 2014 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO LEI Nº 1151 DE 17 DE JANEIRO DE 1994 Dispõe sobre a criação do Grupo Ocupacional Profissionais da Saúde- PSAU, no Plano de Cargos e Vencimentos da Prefeitura do Município de Porto Velho e dá outras providências.

Leia mais

O povo do Município de São Gotardo, por seus representantes, aprovou, e eu,prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei Complementar:

O povo do Município de São Gotardo, por seus representantes, aprovou, e eu,prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei Complementar: LEI COMPLEMENTAR N.º 021, DE 21 DE JANEIRO DE 2005. DISPOE SOBRE CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA POR EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O povo do Município

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 47 DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE GUAÍRA APROVA:

PROJETO DE LEI Nº 47 DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE GUAÍRA APROVA: PROJETO DE LEI Nº 47 DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015. Altera a Lei Municipal nº 2101 de 02/09/2004 e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE GUAÍRA APROVA: Art. 1º Fica alterado o art. 6º da Lei Complementar

Leia mais

LEI 10.073. Parágrafo único - São consideradas atividades do Agente Comunitário

LEI 10.073. Parágrafo único - São consideradas atividades do Agente Comunitário LEI 10.073 Regulamenta o exercício das atividades de Agente Comunitário de Saúde e de Agente de Combate às Endemias no âmbito do Município e dá outras providências. O Povo do Município de Uberaba, Estado

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar.

O PREFEITO MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar. LEI COMPLEMENTAR Nº 499, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015(ORIGINAL) (Original) Processo: PROCESSO 245/2015 Autor: Poder Executivo Data de Publicação: 30/12/2015 (jornal Jornal do Município) Data de Promulgação:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA LEI Nº 278, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014. Altera e insere dispositivos na Lei Municipal nº 016, de 20 de janeiro de 2004, a qual dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Servidores do Magistério

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E DOS CONCEITOS NORMATIVOS

A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E DOS CONCEITOS NORMATIVOS ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA LEI Nº. 209/12, DE 04 DE ABRIL DE 2012. INSTITUI O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SÃO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT

INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT Dispõe sobre o registro de ponto e controle de frequência dos Profissionais Técnicos da Educação Superior da Universidade do Estado de Mato Grosso. CONSIDERANDO o disposto

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu DECRETO N o 20.437, DE 3 DE JUNHO DE 2011. Regulamenta jornada de trabalho, horas extraordinárias, tolerância de atraso e o banco de horas. O Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, no uso

Leia mais

LEI N 1021 DE 30 DE JUNHO DE 2010

LEI N 1021 DE 30 DE JUNHO DE 2010 LEI N 1021 DE 30 DE JUNHO DE 2010 Altera a Lei nº 256, de 30 de março de 2000, para aperfeiçoar as regras e procedimentos sobre o Plano de Carreira e Remuneração (PCR) do Grupo Ocupacional do Magistério

Leia mais

MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG

MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG Regulamenta o processo de implementação e avaliação da flexibilização da jornada de trabalho dos servidores técnico-administrativos

Leia mais

ML-24/2013 Encaminha Projeto de Lei. São Bernardo do Campo, 14 de junho de 2013. PROJETO DE LEI N. 42/13 PROTOCOLO GERAL N. 3.

ML-24/2013 Encaminha Projeto de Lei. São Bernardo do Campo, 14 de junho de 2013. PROJETO DE LEI N. 42/13 PROTOCOLO GERAL N. 3. ML-24/2013 Encaminha Projeto de Lei. Senhor Presidente: São Bernardo do Campo, 14 de junho de 2013. PROJETO DE LEI N. 42/13 PROTOCOLO GERAL N. 3.878/13 Encaminhamos a Vossa Excelência, para apreciação

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N.º 3629, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2003. (Com alterações impostas pelas leis n. os 3.636, de 17 de dezembro de 2003; 3.727, de 27 de janeiro de 2005; 3.816, de 27 de dezembro de 2005; 4.048, de 07 de março

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 581/2007

PROJETO DE LEI Nº 581/2007 1 PUBLICADO DOC 09/02/2008, PÁG. 85 EMENDA Nº 01 AO PROJETO DE LEI Nº 581/2007 Altera-se redação do artigo 2º como segue Art. 2º. Ficam instituídas as carreiras dos servidores de nível superior da Prefeitura

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.980/2011 (Publicada no D.O.U. 13 dez. 2011, Seção I, p.225-226) Fixa regras para cadastro, registro, responsabilidade técnica e cancelamento para as pessoas

Leia mais

ATO PGJ N.º 122/2013. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e

ATO PGJ N.º 122/2013. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e ATO PGJ N.º 122/2013 REGULAMENTA O ARTIGO 10, DA LEI Nº 2.708/2001, ALTERADO PELA LEI PROMULGADA Nº 89, DE 21 DE OUTUBRO DE 2010. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1524/2009 Altera a Lei Municipal nº 1032 de 29 de Junho de 1998 e a Lei Municipal nº 1030 de 29 de Junho de 1998 e dá outras providências: Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado

Leia mais

O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal de Macuco aprovou e ele sanciona a seguinte,

O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal de Macuco aprovou e ele sanciona a seguinte, LEI Nº 302/05 "DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS" O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que

Leia mais

PORTARIA Nº 67/2015/SEGES (D.O.E. de 15/10/2015)

PORTARIA Nº 67/2015/SEGES (D.O.E. de 15/10/2015) PORTARIA Nº 67/2015/SEGES (D.O.E. de 15/10/2015) Dispõe sobre o controle de assiduidade e pontualidade, do registro de frequência através do Sistema Biométrico - Web Ponto, dos servidores lotados na Secretaria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. RESOLUÇÃO Nº 16/2013-CONSU De 13 de junho de 2013 CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. RESOLUÇÃO Nº 16/2013-CONSU De 13 de junho de 2013 CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ RESOLUÇÃO Nº 16/2013-CONSU De 13 de junho de 2013 EMENTA: Revoga a resolução nº 010/2013-CONSU e Fixa normas de afastamento de Técnico-Administrativos

Leia mais

2º. Por se tratar de bolsa de estudo, não haverá incidência de pagamento de 13º (décimo terceiro) salário, férias ou demais direitos trabalhistas.

2º. Por se tratar de bolsa de estudo, não haverá incidência de pagamento de 13º (décimo terceiro) salário, férias ou demais direitos trabalhistas. SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI N. 08, DE 01 DE FEVEREIRO 2016 Dispõe sobre o Programa de Residência Médica do Município de Lucas do Rio Verde, disciplina o pagamento de bolsa destinada aos Médicos Residentes

Leia mais

DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014

DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014 DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014 Dispõe sobre o uso do controle eletrônico de ponto para registro de assiduidade e pontualidade dos servidores públicos lotados e em exercício nos órgãos do Município

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 201, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito do Instituto Geral de Perícias (IGP) e estabelece outras providências.

Leia mais

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO que celebra o Serviço Social da Indústria Departamento Nacional - SESI/DN CNPJ-33.641.358/0001-52, Conselho Nacional - SESI/CN CNPJ - 03.800.479/0001-39, Serviço Nacional de

Leia mais

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008;

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008; Dispõe sobre os critérios e valores para pagamento de Gratificações por Encargo de Cursos ou Concursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). A COORDENADORA-GERAL

Leia mais

DECRETO Nº 50.077, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Regulamenta o artigo 50 da Lei nº 14.223, de 26 de setembro de 2006, o qual dispõe sobre a celebração de

DECRETO Nº 50.077, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Regulamenta o artigo 50 da Lei nº 14.223, de 26 de setembro de 2006, o qual dispõe sobre a celebração de DECRETO Nº 50.077, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Regulamenta o artigo 50 da Lei nº 14.223, de 26 de setembro de 2006, o qual dispõe sobre a celebração de termos de cooperação com a iniciativa privada, visando

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 203, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina e estabelece outras

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DA JORNADA DE TRABALHO

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DA JORNADA DE TRABALHO DECRETO nº 1877, de 03 de julho de 2012 Disciplina a jornada de trabalho dos servidores pertencentes ao Poder Executivo do Município de Contagem e estabelece diretrizes para elaboração, aprovação e aplicação

Leia mais

Provimento Cargo / Lotação Ref. Qde. Gestor de Centro Educacional Unificado

Provimento Cargo / Lotação Ref. Qde. Gestor de Centro Educacional Unificado DECRETO Nº 48.111, DE 24 DE JANEIRO DE 2007 Transfere cargos do Quadro Específico de Cargos de Provimento em Comissão de que trata o Decreto nº 45.751, de 4 de março de 2005, para os órgãos que especifica.

Leia mais

LEI Nº 1.729/2008. I - Equipe PSF e PACS:

LEI Nº 1.729/2008. I - Equipe PSF e PACS: LEI Nº 1.729/2008 EMENTA: Dispõe sobre a contratação temporária de pessoal para o PSF Programa de Saúde da Família e o PACS Programa de Agentes Comunitários de Saúde, nos termos do art. 37, IX da Constituição

Leia mais

LEI Nº 2.581/2009. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei:

LEI Nº 2.581/2009. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: LEI Nº 2.581/2009 DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE CAETÉ. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal

Leia mais

Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo.

Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo. ATO 994/07 Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo. Considerando a Lei Federal nº 6.494, de 07/12/1977, que dispõe sobre o estágio de estudantes de ensino superior,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 01/88

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 01/88 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 01/88 Disciplina a aplicação do Decreto nº 94.664, de 23 de julho de 1987, no que concerne ao regime de trabalho do pessoal de magistério

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 Dispõe sobre as regras e procedimentos adotados para concessão, indenização, parcelamento e pagamento

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH -

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH - SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS Estrada de São Lázaro, 197. Federação. Salvador/Bahia. CEP.: 40210-730. Tel/Fax: +55 71 3331-2755 REGIMENTO

Leia mais

Controle Eletrônico de Assiduidade e Pontualidade. Legalidade, Implicações para as chefias e Posicionamento dos Órgãos de Controle.

Controle Eletrônico de Assiduidade e Pontualidade. Legalidade, Implicações para as chefias e Posicionamento dos Órgãos de Controle. Controle Eletrônico de Assiduidade e Pontualidade Legalidade, Implicações para as chefias e Posicionamento dos Órgãos de Controle. BASE LEGAL DECRETO Nº 1.590, DE 10 DE AGOSTO DE 1995. Dispõe sobre a jornada

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Gestão com Pessoas

Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Gestão com Pessoas O CONSELHO DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO COM PESSOAS INSTITUI REGULAMENTO DE AFASTAMENTO DOS SERVIDORES TÉCNICO ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO / UNIFESP PARA CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO CAPÍTULO I DOS CONCEITOS

Leia mais

DECRETO Nº 2.108/2009

DECRETO Nº 2.108/2009 DECRETO Nº 2.108/2009 Súmula: Estabelece Procedimentos e critérios para os atestados médicos dos Servidores Públicos Municipais. O Prefeito Municipal de Colombo, no uso de suas atribuições que lhe são

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 038/2008. DISPÕE SOBRE ESTÁGIO DE ESTUDANTES, ESTABELECE VALORES DA BOLSA-AUXÍLIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

PROJETO DE LEI Nº. 038/2008. DISPÕE SOBRE ESTÁGIO DE ESTUDANTES, ESTABELECE VALORES DA BOLSA-AUXÍLIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PROJETO DE LEI Nº. 038/2008. DISPÕE SOBRE ESTÁGIO DE ESTUDANTES, ESTABELECE VALORES DA BOLSA-AUXÍLIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. CELSO OLIMAR CALGARO, Prefeito do Município de José Bonifácio, Estado de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar: ( ) LEI COMPLEMENTAR Nº 836, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997 Institui Plano de Carreira, Vencimentos e Salários para os integrantes do Quadro do Magistério da Secretaria da Educação e dá outras providências

Leia mais

INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA

INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA Regulamenta, no âmbito do PREVIMPA, o uso de Transporte Administrativo, estabelece competências para o gerenciamento, controle e uso dos veículos automotores, e dá outras

Leia mais

ROSANA MARTINELLI, PREFEITA MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, EM EXERCÍCIO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A:

ROSANA MARTINELLI, PREFEITA MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, EM EXERCÍCIO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A: DECRETO Nº. 207/2015 DATA: 09 de setembro de 2015 SÚMULA: Institui o ponto eletrônico, regulamenta o controle de frequência nos órgãos públicos da Administração Direta e Autárquica do Poder Executivo e

Leia mais

LEI ORDINÁRIA N 1693, DE 18 DE NOVEMBRO DE 1985

LEI ORDINÁRIA N 1693, DE 18 DE NOVEMBRO DE 1985 LEI ORDINÁRIA N 1693, DE 18 DE NOVEMBRO DE 1985 Institui o regime de adiantamento no Município. DAYTON ALEIXO DE SOUZA, Prefeito Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, usando das atribuições que

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO PUBLICADO EM PLACAR Em 09/07/2007 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS DECRETO Nº 138, DE 09 DE JULHO 2007. Estabelece os requisitos necessários, para a liberação dos profissionais enquadrados no PCCV da Secretaria

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA RESOLUÇÃO/UEPB/CONSUNI/054/2010 ESTABELECE NORMAS PARA ATRIBUIÇÃO DE ENCARGOS DOCENTES NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA O CONSELHO UNIVERSITARIO - CONSUNI da UNIVERSIDADE

Leia mais

I - Grupo ocupacional de controle externo, integrado pelas seguintes carreiras:

I - Grupo ocupacional de controle externo, integrado pelas seguintes carreiras: PROPOSTA PROJETO DE LEI Autor: Tribunal de Contas Dispõe sobre a reestruturação organizacional dos cargos e carreiras do quadro permanente, a criação de cargos de provimento em comissão e fixa o subsídio

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 132/10. Normatiza o registro de frequência dos servidores técnico- administrativos, docentes, e estagiários do IFPR. O CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DO, no uso de suas atribuições

Leia mais

PORTARIA Nº 146 /2011-DG BRASÍLIA, 16 DE JUNHO DE 2011.

PORTARIA Nº 146 /2011-DG BRASÍLIA, 16 DE JUNHO DE 2011. PORTARIA Nº 146 /2011-DG BRASÍLIA, 16 DE JUNHO DE 2011. DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE INCENTIVO DE CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO DE IDIOMA ESTRANGEIRO NO ÂMBITO DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS

Leia mais

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Dispõe sobre estágios no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Estado do Piauí para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva, vinculados

Leia mais

LEI Nº 8.690, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2003. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 8.690, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2003. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 8.690, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2003 Institui o Plano de Carreira dos Servidores da Área de Atividades de Administração Geral da Prefeitura de Belo Horizonte, estabelece a respectiva Tabela de Vencimentos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL CAPÍTULO I OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL CAPÍTULO I OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL CAPÍTULO I OBJETIVOS Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional, vinculado ao Instituto

Leia mais

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente.

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente. PORTARIA Nº 1.519, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre o horário de funcionamento da Advocacia Geral da União, a jornada de trabalho e o controle de freqüência dos servidores técnico administrativos

Leia mais

MUNICÍPIO DE NOVA LARANJEIRAS ESTADO DO PARANÁ

MUNICÍPIO DE NOVA LARANJEIRAS ESTADO DO PARANÁ LEI Nº 1077/2015 DATA: 07/12/2015 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE NOVA LARANJEIRAS PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 A CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA LARANJEIRAS, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU 026/2013

RESOLUÇÃO CONSU 026/2013 RESOLUÇÃO CONSU 026/2013 Redefine o Programa de Ajuda de Custo para Servidores Docentes e Técnicos - PACDT para PADF Programa de Apoio para o desenvolvimento profissional para Cursos de Pós-Graduação Stricto

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014

ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014 ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no exercício de suas atribuições legais, de conformidade com o art. 57, inciso XVIII, da Lei Orgânica do Município de Porto

Leia mais

*DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009.

*DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009. Diário Oficial nº : 25145 Data de publicação: 24/08/2009 Matéria nº : 238068 *DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009. Dispõe sobre a concessão de diárias a servidores públicos civis ou militares e empregados

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009 Convoca aprovados em concurso público de que trata o Edital Nº 001/2009, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO REAL, Estado do Rio de Janeiro, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação para

Leia mais

Estabelece a estrutura organizacional dos Campus Experimentais da Unesp

Estabelece a estrutura organizacional dos Campus Experimentais da Unesp Resolução Unesp-38, de 10-9-2008 Estabelece a estrutura organizacional dos Campus Experimentais da Unesp O Reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, tendo em vista o deliberado

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MACHADO DE ASSIS FEMA FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MACHADO DE ASSIS FEMA FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MACHADO DE ASSIS FEMA FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS PLANO DE CARREIRA DOCENTE SANTA ROSA MARÇO/2010 PLANO DE CARREIRA DOCENTE CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - O presente

Leia mais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO CONSULTORIA-GERAL DA UNIÃO

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO CONSULTORIA-GERAL DA UNIÃO a ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO CONSULTORIA-GERAL DA UNIÃO Despacho do Consultor-Geral da União nº 658/2011 PROCESSO: 35000.001389/2011-56 INTERESSADO: Ministro de Estado da Previdência Social ASSUNTO: Jornada

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº... (Autoria: Poder Executivo) CAPÍTULO I DA CARREIRA

PROJETO DE LEI Nº... (Autoria: Poder Executivo) CAPÍTULO I DA CARREIRA PROJETO DE LEI Nº... (Autoria: Poder Executivo) Dispõe sobre a carreira Assistência à Educação do Distrito Federal e dá outras providências CAPÍTULO I DA CARREIRA Art. 1. Carreira Assistência à Educação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG. NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG. NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014 Dispõe sobre a Disciplina iniciação à docência no ensino

Leia mais

PORTARIA-R N.º 634/2011, de 17 de agosto de 2011

PORTARIA-R N.º 634/2011, de 17 de agosto de 2011 PORTARIA-R N.º 634/2011, de 17 de agosto de 2011 O Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a subdelegação

Leia mais

Vitória, 07 de dezembro de 2011. Mensagem nº. 273/2011. Senhor Presidente:

Vitória, 07 de dezembro de 2011. Mensagem nº. 273/2011. Senhor Presidente: Vitória, 07 de dezembro de 2011 Mensagem nº. 273/2011 Senhor Presidente: Encaminho a essa Casa de Leis Projeto de Lei Complementar que propõe alteração na Lei nº 3.196/1978, para permitir a convocação

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT CNPJ.: 03.238.672/0001-28

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT CNPJ.: 03.238.672/0001-28 DECRETO Nº. 810/2015, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2015 Regulamenta o estágio de estudantes em órgãos municipais, com base na Lei Federal nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, e dá outras providências. O PREFEITO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM RESOLUÇÃO Nº 02/2015 RESOLVE: CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM RESOLUÇÃO Nº 02/2015 RESOLVE: CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM RESOLUÇÃO Nº 02/2015 Dispõe sobre as atividades de ensino e pesquisa do Programa de Pósgraduação em Enfermagem.

Leia mais

Procuradoria-Geral de Justiça ATO PGJ N. 26/2012

Procuradoria-Geral de Justiça ATO PGJ N. 26/2012 Revogado expressamente pelo Ato-PGJ n. 59-2014, art. 22. - Revogou expressamento os Atos PGJ n. 16/2004, n. 38/2011, n. 55/2011 e n. 2/2012, art. 21. ATO PGJ N. 26/2012 Dispõe sobre o horário de expediente

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO (lato sensu) CAPITULO I DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO (lato sensu) CAPITULO I DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA R E I T O R I A Rua Esmeralda, 430-97110-060 Faixa Nova Camobi Santa

Leia mais

O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Lei 7238 de 30 de Dezembro de 1996 DISPÕE SOBRE O QUADRO ESPECIAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, INSTITUI O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DA SAÚDE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE, ESTABELECE

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO VALE DO CABAÇAL PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO DO CÉU LEI Nº 408 DE 03 DE MAIO DE 2011

ESTADO DE MATO GROSSO VALE DO CABAÇAL PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO DO CÉU LEI Nº 408 DE 03 DE MAIO DE 2011 LEI Nº 408 DE 03 DE MAIO DE 2011 Dispõe sobre a concessão de diárias aos Conselheiros Tutelares e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SALTO DO CÉU, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou

Leia mais

PORTARIA N 014, DE 30 DE JUNHO DE 1999

PORTARIA N 014, DE 30 DE JUNHO DE 1999 PORTARIA N 014, DE 30 DE JUNHO DE 1999 Aprova as Instruções Reguladoras para Concessão do Auxílio Transporte no âmbito do Exército Brasileiro (IR 70-21). O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DE SERVIÇOS, no uso

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.697-C DE 2009 Dispõe sobre as carreiras dos servidores do Ministério Público da União e as carreiras dos servidores do Conselho Nacional do Ministério Público; fixa valores

Leia mais

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB.

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB. Dispõe sobre o Programa de Bolsa de Monitoria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB, revogando as disposições em contrário, em especial as Resoluções CONSEPE/UESB 18/94 e 48/97. O Conselho

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires DECRETO Nº 5.672, DE 02 DE ABRIL 2015 Dispõe sobre as inspeções de saúde física e mental no Poder Executivo Municipal. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES, no uso de suas atribuições

Leia mais

Lei n.º 346/2014. Iracema-RR, em 12 de Maio de 2014. Que dispõe sobre:

Lei n.º 346/2014. Iracema-RR, em 12 de Maio de 2014. Que dispõe sobre: Lei n.º 346/2014. Iracema-RR, em 12 de Maio de 2014. Que dispõe sobre: Estabelece o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação Básica do Município de Iracema e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL nº 024/2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS ALMOXARIFE DE FACULDADE E CAIXA DE FACULDADE.

EDITAL nº 024/2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS ALMOXARIFE DE FACULDADE E CAIXA DE FACULDADE. EDITAL nº 024/2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS ALMOXARIFE DE FACULDADE E CAIXA DE FACULDADE. A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS torna público

Leia mais

LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008.

LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008. LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008. Altera a Lei nº. 1.767, de 28 de novembro de 2001, que dispõe sobre a Nova Estrutura Organizacional da Prefeitura Municipal de Cáceres, e dá outras providências, modificada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito MINUTA DE CONVÊNIO Convênio que celebram entre si o Município de Canoas e o Centro Integração Empresa Escola (CIEE/RS). O MUNICÍPIO DE CANOAS, pessoa jurídica de direito público interno, com sede na Rua

Leia mais

JUAREZ COSTA, PREFEITO MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A:

JUAREZ COSTA, PREFEITO MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A: DECRETO Nº. 245/2014 DATA: 24 de novembro de 2014 SÚMULA: Disciplina a utilização das linhas telefônicas móveis, os chamados Celulares Corporativos, e dá outras providências. JUAREZ COSTA, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Of. nº 1028/GP. Paço dos Açorianos, 6 de dezembro de 2012.

Of. nº 1028/GP. Paço dos Açorianos, 6 de dezembro de 2012. Of. nº 1028/GP. Paço dos Açorianos, 6 de dezembro de 2012. Senhor Presidente: Tenho a honra de submeter à apreciação dessa Colenda Câmara o presente Projeto de Lei que cria a Gratificação por Atividade

Leia mais

LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE

LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE A LEI FEDERAL NÃO SE APLICA AOS SERVIDORES MUNICIPAIS LEI 7418/ 1985 Art. 1º Fica instituído o vale-transporte, (Vetado) que o empregador, pessoa física ou jurídica, antecipará

Leia mais

SINDICATO DOS ENFERMEIROS DA RAM

SINDICATO DOS ENFERMEIROS DA RAM SINDICATO DOS ENFERMEIROS DA RAM Rua de Santa Maria n.º 90 Telef: 291224942 291225115 9060 291 Funchal www.seram.pt SUPLEMENTO INFORMATIVO Relembramos o capítulo VI, artigos 54, 55 e 56 do decreto-lei

Leia mais

1º Excetuam-se da remuneração integral as vantagens indenizatórias, eventuais e transitórias.

1º Excetuam-se da remuneração integral as vantagens indenizatórias, eventuais e transitórias. DECRETO Nº 1.863, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013 Regulamenta o afastamento do servidor público efetivo para frequentar curso de pós-graduação e estabelece outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (DO SR. VICENTINHO PT/SP)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (DO SR. VICENTINHO PT/SP) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (DO SR. VICENTINHO PT/SP) Dispõe sobre a regulamentação das profissões de DJ Profissional. O Congresso Nacional decreta: DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 346/2005 Publicada no D.O.E. de 20-09-2005 Pág.17 Estabelece normas para a alteração de Regime de Trabalho, Controle

Leia mais

NOTA TÉCNICA 27/2011

NOTA TÉCNICA 27/2011 Proposta de alteração do cumprimento da carga horária obrigatória destinada aos profissionais médicos das Equipes de Saúde da Família - ESF disposta na Política Nacional de Atenção Básica 1 NOTA TÉCNICA

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 972, DE 17 DE OUTUBRO DE 1969

DECRETO-LEI Nº 972, DE 17 DE OUTUBRO DE 1969 DECRETO-LEI Nº 972, DE 17 DE OUTUBRO DE 1969 Dispõe sobre exercício da profissão de jornalista. OS MINISTROS DA MARINHA DE GUERRA, DO EXÉRCITO E DA AERONÁUTICA MILITAR, usando das atribuições que lhes

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001498/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/08/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039452/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.012508/2013-39 DATA DO PROTOCOLO: 01/08/2013 ACORDO COLETIVO

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 265, DE 26 DE JUNHO DE 2014

LEI COMPLEMENTAR Nº 265, DE 26 DE JUNHO DE 2014 LEI COMPLEMENTAR Nº 265, DE 26 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre a Reorganização do plano de carreiras do SANTAFÉPREV Instituto Municipal de Previdência Social e dá outras providências correlatas. Armando

Leia mais

Resolução N.º 2/2012-CD

Resolução N.º 2/2012-CD Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE FUERN Conselho Diretor - CD Rua Almino Afonso, 478 -

Leia mais

EMENTÁRIO LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006

EMENTÁRIO LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006 LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006 (D.O.M. 20.01.2006 Nº. 1406 Ano VII) DISPÕE sobre o Plano de Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus SERVMED, institui o correspondente Fundo de Custeio

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000612/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR052450/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.015329/2015-54

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 202/2016

RESOLUÇÃO N.º 202/2016 RESOLUÇÃO N.º 202/2016 Dispõe sobre o registro e controle de frequência dos servidores do Poder Judiciário do Estado do Acre. O TRIBUNAL PLENO ADMINISTRATIVO, no uso das atribuições que lhe conferem o

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP Capítulo I DA NATUREZA E SUAS FINALIDADES Art. 1º O estágio baseia-se na Lei nº. 11.788, sancionada em 25 de setembro de 2008. Parágrafo

Leia mais

PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014 UNICÍPIO DE MARIANA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Rua Bom Jesus, 16 - CENTRO. 35420-000 MARIANA/MG (31) 3557-9030/9068 PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014 Estabelece normas para a organização do Quadro

Leia mais