ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996"

Transcrição

1 ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996 ANEXO 1 LISTA DE SERVIÇOS a que se refere o art. 8º do Decreto-Lei nº 406/68, com a redação introduzida pelo art. 3º, inciso VII, do Decreto-Lei nº 834/69, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar nº 56, de 15 de dezembro de Serviços de: 1 - Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia e congêneres. 2 - Hospitais, clínicas, sanatórios, laboratórios de análise, ambulatórios, prontos-socorros, manicômios, casas de saúde, de repouso e de recuperação e congêneres. 3 - Bancos de sangue, leite, pele, olhos, sêmen e congêneres. 4 - Enfermeiros, obstetras, ortópticos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentária). 5 - Assistência médica e congêneres previstos nos itens 1, 2 e 3 desta Lista, prestados através de planos de medicina de grupo, convênios, inclusive com empresas para assistência a empregados. 6 - Planos de saúde, prestados por empresa que não esteja incluída no item 5 desta Lista e que se cumpram através de serviços prestados por terceiros, contratados pela empresa ou apenas pagos por esta, mediante indicação do beneficiário do plano. 7 - (Vetado). 8 - Médicos veterinários. 9 - Hospitais veterinários, clínicas veterinárias e congêneres Guarda, tratamento, amestramento, adestramento, embelezamento, alojamento e congêneres, relativos a animais Barbeiros, cabeleireiros, manicuros, pedicuros, tratamento de pele, depilação e congêneres Banhos, duchas, sauna, massagens, ginásticas e congêneres Varrição, coleta, remoção e incineração de lixo Limpeza e dragagem de portos, rios e canais Limpeza, manutenção e conservação de imóveis, inclusive vias públicas, parques e jardins Desinfecção, imunização, higienização, desratização e congêneres Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos e biológicos Incineração de resíduos quaisquer Limpeza de chaminés Saneamento ambiental e congêneres Assistência técnica Assessoria ou consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta Lista, organização, programação, planejamento, assessoria, processamento de dados, consultoria técnica, financeira ou administrativa Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa Análises, inclusive de sistemas, exames, pesquisas e informações, coleta e processamento de dados de qualquer natureza Contabilidade, auditoria, guarda-livros, técnicos em contabilidade e congêneres Perícias, laudos, exames técnicos e análises técnicas Traduções e interpretações Avaliação de bens Datilografia, estenografia, expediente, secretaria em geral e congêneres Projetos, cálculos e desenhos técnicos de qualquer natureza Aerofotogrametria (inclusive interpretação), mapeamento e topografia Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e de outras obras semelhantes e respectiva engenharia consultiva, inclusive serviços auxiliares ou complementares (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador de serviços, fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS) Demolição Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS) Pesquisa, perfuração, cimentação, perfilagem, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração e explotação de petróleo e gás natural Florestamento e reflorestamento Escoramento e contenção de encostas e serviços congêneres Paisagismo, jardinagem e decoração (exceto o fornecimento de mercadorias, que fica sujeito ao ICMS) Raspagem, calafetação, polimento, lustração de pisos, paredes e divisórias Ensino, instrução, treinamento, avaliação de conhecimentos, de qualquer grau ou natureza Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres Organização de festas e recepções: buffet (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica sujeito ao ICMS) Administração de bens e negócios de terceiros e de consórcio Administração de fundos mútuos (exceto a realizada por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central) Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros e de planos de previdência privada Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os serviços executados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central) Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos da propriedade industrial, artística ou literária Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de franquia ( franchise ) e de faturação ( factoring ) (excetuam-se os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central) Agenciamento, organização, promoção e execução de programas de turismo, passeios, excursões, guias de turismo e congêneres Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis e imóveis não abrangidos nos itens 45, 46, 47 e 48.

2 51 - Despachantes Agentes da propriedade industrial Agentes da propriedade artística ou literária Leilão Regulação de sinistros cobertos por contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis, prestados por quem não seja o próprio segurado ou companhia de seguros Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie (exceto depósito feito em instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central) Guarda e estacionamento de veículos automotores terrestres Vigilância ou segurança de pessoas e bens Transporte, coleta, remessa ou entrega de bens ou valores, dentro do território do Município Diversões públicas: a) cinemas, taxi-dancings e congêneres; b) bilhares, boliches, corridas de animais e outros jogos; c) exposições, com cobrança de ingresso; d) bailes, shows, festivais, recitais e congêneres, inclusive espetáculos que sejam também transmitidos, mediante compra do direito para tanto, pela televisão ou pelo rádio; e) jogos eletrônicos; f) competições esportivas ou de destreza física intelectual, com ou sem a participação do espectador, inclusive a venda de direitos à transmissão pelo rádio ou pela televisão; g) execução de música, individualmente ou por conjuntos Distribuição e venda de bilhetes de loteria, cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios ou prêmios Fornecimento de música, mediante transmissão por qualquer processo, para vias públicas ou ambientes fechados (exceto transmissões radiofônicas ou de televisão) Gravação e distribuição de filmes e video-tapes Fonografia ou gravação de sons ou ruídos, inclusive trucagem, dublagem e mixagem sonora Fotografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução e trucagem Produção, para terceiros, mediante ou sem encomenda prévia, de espetáculos, entrevistas e congêneres Colocação de tapetes e cortinas, com material fornecido pelo usuário final do serviço Lubrificação, limpeza e revisão de máquinas, veículos, aparelhos e equipamentos (exceto o fornecimento de peças e partes, que fica sujeito ao ICMS) Conserto, restauração, manutenção e conservação de máquinas, veículos, motores, elevadores ou de qualquer objeto (exceto o fornecimento de peças e partes, que fica sujeito ao ICMS) Recondicionamento de motores (o valor das peças fornecidas pelo prestador do serviço fica sujeito ao ICMS) Recauchutagem ou regeneração de pneus para o usuário final Recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e congêneres, de objetos não destinados a industrialização ou comercialização Lustração de bens móveis, quando o serviço for prestado para usuário final do objeto lustrado Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, prestados ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido Montagem industrial, prestada ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido Cópia ou reprodução, por quaisquer processos, de documentos e outros papéis, plantas ou desenhos Composição gráfica, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia Colocação de molduras e afins, encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres Locação de bens móveis, inclusive arrendamento mercantil Funerais Alfaiataria e costura, quando o material for fornecido pelo usuário final, exceto aviamento Tinturaria e lavanderia Taxidermia Recrutamento, agenciamento, seleção, colocação ou fornecimento de mão-de-obra, mesmo em caráter temporário, inclusive por empregados do prestador do serviço ou por trabalhadores avulsos por ele contratados Propaganda e publicidade, inclusive promoção de vendas, planejamento de campanhas ou sistemas de publicidade, elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários (exceto sua impressão, reprodução ou fabricação) Veiculação e divulgação de textos, desenhos e outros materiais de publicidade, por qualquer meio (exceto em jornais, periódicos, rádio e televisão) Serviços portuários e aeroportuários; utilização de porto ou aeroporto; atracação; capatazia; armazenagem interna, externa e especial; suprimento de água, serviços acessórios; movimentação de mercadorias fora do cais Advogados Engenheiros, arquitetos, urbanistas, agrônomos Dentistas Economistas Psicólogos Assistentes sociais Relações públicas Cobranças e recebimentos por conta de terceiros, inclusive direitos autorais, protestos de títulos, sustação de protestos, devolução de títulos não-pagos, manutenção de títulos vencidos, fornecimentos de posição de cobrança ou recebimento e outros serviços correlatos da cobrança ou recebimento (este item abrange também os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central) Instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central: fornecimento de talão de cheques; emissão de cheques administrativos; transferência de fundos; devolução de cheques; sustação de pagamento de cheques; ordens de pagamentos e de créditos, por qualquer meio; emissão e renovação de cartões magnéticos; consultas em terminais eletrônicos; pagamentos por conta de terceiros, inclusive os feitos fora do estabelecimento; elaboração de ficha cadastral; aluguel de cofres; fornecimento de segunda via de avisos de lançamento de extratos de conta; emissão de carnês (neste item não está abrangido o ressarcimento, a instituições financeiras, de gastos com portes do Correio, telegramas, telex e teleprocessamento, necessários à prestação dos serviços) Transporte de natureza estritamente municipal.

3 98 - Comunicações telefônicas de um para outro aparelho dentro do mesmo Município Hospedagem em hotéis, motéis, pensões e congêneres (o valor da alimentação, quando incluído no preço da diária, fica sujeito ao Imposto sobre Serviços) Distribuição de bens de terceiros em representação de qualquer natureza.

4 ANEXO 2 CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES Previsto no art. 338, I DAS ENTRADAS DE MERCADORIAS E BENS E DA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Compras para industrialização Compras para comercialização Industrialização efetuada por outras empresas Compras para utilização na prestação de serviços TRANSFERÊNCIAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Transferências para industrialização Transferências para comercialização Transferências para distribuição de energia elétrica Transferências para utilização na prestação de serviços DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES Devoluções de vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição Compra de energia elétrica para utilização no processo industrial Compra de energia elétrica para consumo no comércio Compra de energia elétrica para utilização na prestação de serviços AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação na prestação de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de comunicação pela indústria Aquisição de serviço de comunicação pelo comércio Aquisição de serviço de comunicação pelo prestador de serviço de transporte Aquisição de serviço de comunicação pela geradora ou distribuidora de energia elétrica AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela indústria Aquisição de serviço de transporte pelo comércio Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação Aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica OUTRAS ENTRADAS, AQUISIÇÕES E/OU TRANSFERÊNCIAS Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Transferências para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo Entradas para industrialização por encomenda Retorno simbólico de insumos utilizados na industrialização por encomenda Retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DE OUTROS ESTADOS COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Compras para industrialização Compras para comercialização Industrialização efetuada por outras empresas Compras para utilização na prestação de serviços TRANSFERÊNCIAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Transferências para industrialização Transferências para comercialização Transferências de energia elétrica Transferências para utilização na prestação de serviços DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES Devoluções de vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição Compra de energia elétrica para utilização no processo industrial Compra de energia elétrica para consumo no comércio

5 Compra de energia elétrica para utilização na prestação de serviço AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de comunicação pela indústria Aquisição de serviço de comunicação pelo comércio Aquisição de serviço de comunicação pelo prestador de serviço de transporte Aquisição de serviço de comunicação pela geradora ou distribuidora de energia elétrica AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela indústria Aquisição de serviço de transporte pelo comércio Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação Aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica OUTRAS ENTRADAS, AQUISIÇÕES E/OU TRANSFERÊNCIAS Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Transferências para o ativo imobilizado e/ou material de uso ou consumo Entradas para industrialização por encomenda Retorno simbólico de insumos utilizados na industrialização por encomenda Retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO EXTERIOR COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Compras para industrialização Compras para comercialização Compras para utilização na prestação de serviço DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES Devoluções de vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela indústria Aquisição de serviço de transporte pelo comércio Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação OUTRAS ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Entradas sob o regime de drawback Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO DAS SAÍDAS DE MERCADORIAS E BENS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Industrialização efetuada para outras empresas Vendas, de produção própria, efetuadas fora do estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, efetuadas fora do estabelecimento Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante TRANSFERÊNCIAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Transferências de produção do estabelecimento Transferências de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros Transferências de energia elétrica Transferências para utilização na prestação de serviço Transferências de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante Transferências de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES

6 Devoluções de compras para industrialização Devoluções de compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisição de serviços Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica para distribuição Venda de energia elétrica para indústria Venda de energia elétrica para comércio e/ou prestador de serviço Venda de energia elétrica para consumo rural Venda de energia elétrica a não-contribuinte PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de comunicação para contribuinte Prestação de serviço de comunicação a não-contribuinte PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de transporte para contribuinte Prestação de serviço de transporte a não-contribuinte OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS Vendas do ativo imobilizado Transferências de ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo Saídas para industrialização por encomenda Remessa simbólica de insumos utilizados na industrialização por encomenda Devoluções de compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Remessas para vendas fora do estabelecimento Outras saídas e/ou prestações de serviço não especificadas SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA OUTROS ESTADOS VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Industrialização efetuada para outras empresas Vendas de produção própria, efetuadas fora do estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, efetuadas fora do estabelecimento Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias de produção do estabelecimento, destinadas a não contribuintes Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, destinadas a não contribuintes TRANSFERÊNCIAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Transferências de produção do estabelecimento Transferências de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros Transferências de energia elétrica Transferências para utilização na prestação de serviço Transferências de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante Transferências de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES Devoluções de compras para industrialização Devoluções de compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisição de serviço Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica para distribuição Venda de energia elétrica para indústria Venda de energia elétrica para o comércio e/ou prestador de serviço Venda de energia elétrica para consumo rural Venda de energia elétrica a não-contribuinte PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de comunicação para contribuinte Prestação de serviço de comunicação a não-contribuinte PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de transporte para contribuinte Prestação de serviço de transporte a não-contribuinte OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS Vendas do ativo imobilizado Transferências de ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo Saídas para industrialização por encomenda Remessa simbólica de insumos utilizados na industrialização por encomenda Devoluções de compras para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo Remessas de mercadorias para vendas fora do estabelecimento Outras saídas e/ou prestações de serviços não especificadas

7 SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA O EXTERIOR VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES Devoluções de compras para industrialização Devoluções de compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisição de prestação de serviços Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇO Outras saídas ou prestações de serviços não especificadas NOTAS EXPLICATIVAS DO CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES DAS ENTRADAS DE MERCADORIAS E BENS E DA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Compras para industrialização: As entradas por compras, de mercadorias a serem utilizadas em processo de industrialização. Também serão classificadas neste código as entradas de mercadorias em estabelecimento de cooperativa, quando recebidas de seus cooperados ou de estabelecimento de outra cooperativa Compras para comercialização: As entradas, por compras, de mercadorias a serem comercializadas. Também serão classificadas neste código as entradas de mercadorias em estabelecimento de cooperativa, quando recebidas de seus cooperados ou de estabelecimento de outra cooperativa Industrialização efetuada por outras empresas: Os valores cobrados por estabelecimentos industrializadores compreendendo o dos serviços prestados e o das mercadorias empregadas no processo industrial, exceto quando a industrialização efetuada se referir a bens do ativo imobilizado e/ou de consumo do estabelecimento encomendante Compras para utilização na prestação de serviços: As entradas de mercadorias a serem utilizadas na prestação de serviços TRANSFERÊNCIAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO As entradas de mercadorias transferida do estoque de outros estabelecimento da mesma empresa, considerando-se: Transferências para industrialização: Referente às mercadorias a serem utilizadas em processo de industrialização Transferências para comercialização: Referente às mercadorias a serem comercializadas Transferências para distribuição de energia elétrica: Referente às operações para distribuição Transferências para utilização na prestação de serviços: Referente a mercadorias para serem utilizadas na prestação de serviços DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As entradas de mercadorias que anulem saídas feitas anteriormente pelo estabelecimento a título de vendas, bem como anulação de valores: Devoluções de vendas de produção do estabelecimento: Referente aos produtos industrializados no estabelecimento cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: Referente às vendas de mercadorias cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços: Correspondente a valor faturado indevidamente Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica: Correspondente a valor faturado indevidamente COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição: As compras de energia elétrica a serem utilizadas em sistema de distribuição. Também são classificadas neste código as compras de energia elétrica por cooperativa, quando recebida para distribuição a cooperados Compra de energia elétrica para utilização no processo industrial: As compras de energia elétrica a serem utilizadas em processos de industrialização. Também serão classificadas neste código as compras de energia elétrica por estabelecimentos de cooperativas, quando recebidas para utilização em processos de industrialização Compra de energia elétrica para consumo no comércio: As compras de energia elétrica consumida por estabelecimento comercial. Também serão classificadas neste código as compras de energia elétrica para consumo por estabelecimento de cooperativa Compra de energia elétrica para utilização na prestação de serviços:

8 As compras de energia elétrica a serem utilizadas pelo prestador de serviços, inclusive cooperativa AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza: Pela aquisição de serviço de comunicação Aquisição de serviço de comunicação pela industria: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo na indústria. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de comunicação para consumo em estabelecimento industrial das cooperativas Aquisição de serviço de comunicação pelo comércio: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo no comércio. Também será classificada neste código a aquisição para consumo em estabelecimento de cooperativa diverso do indicado no item anterior Aquisição de serviços de comunicação pelo prestador de serviço de transporte: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo em empresa de transporte Aquisição de serviço de comunicação pela geradora ou distribuidora de energia elétrica: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo da geradora ou distribuidora de energia elétrica AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza: A aquisição de serviço de transporte para emprego na execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela indústria: A aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial de cooperativa Aquisição de serviço de transporte pelo comércio: A aquisição de serviço de transporte por estabelecimento comercial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte por estabelecimento de cooperativa, diverso do indicado no item anterior Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação: Pela aquisição do serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação Aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica: Pela aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica OUTRAS ENTRADAS, AQUISIÇõES E/OU TRANSFERÊNCIAS Compras para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As entradas, por compras, destinadas ao ativo imobilizado e/ou de materiais para uso o consumo Transferências para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo. As entradas de bens destinados ao ativo imobilizado e/ou de materiais para uso ou consumo, transferidos de outro estabelecimento da mesma empresa Entradas para industrialização por encomenda: Entradas destinadas a industrialização por encomenda de outro estabelecimento Retorno simbólico de insumos utilizados na industrialização por encomenda: Retorno simbólico de insumos remetidos para industrialização por encomenda em outro estabelecimento Retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento: As entradas, em retorno, de mercadorias remetidas para vendas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, e não comercializadas Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas: As entradas de mercadorias, bens e serviços não compreendidos nos códigos anteriores, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação ou prestação, tais como: - retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento; - retornos de depósitos fechados e/ou armazéns gerais; - retornos de mercadorias remetidas para industrialização e não aplicadas no referido processo; - entradas por doação, consignação e demonstração; - entradas de amostra grátis e brindes ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DE OUTROS ESTADOS Compreenderá as operações em que o estabelecimento remetente esteja localizado em outra unidade da Federação: COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Compras para industrialização: As entradas, por compras, de mercadorias a serem utilizadas em processo de industrialização. Também serão classificadas neste código as entradas de mercadorias em estabelecimento de cooperativa, quando recebidas de seus cooperados ou de estabelecimento de outra cooperativa Compras para comercialização: As entradas, por compras, de mercadorias a serem comercializadas. Também serão classificadas neste código as entradas de mercadorias em estabelecimentos de cooperativa, quando recebidas de seus cooperados ou de estabelecimento de outra cooperativa Industrialização efetuada por outras empresas: Os valores cobrados por estabelecimentos industrializadores, compreendendo os dos serviços prestados e o das mercadorias empregadas no processo industrial, exceto quando a industrialização efetuada se referir a bens do ativo imobilizado e/ou de consumo do estabelecimento encomendante Compras para utilização na prestação de serviços: As entradas de mercadorias a serem utilizadas na prestação de serviços TRANSFERÊNCIAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO As entradas de mercadorias transferidas do estoque de outro estabelecimento da mesma empresa, considerando-se: Transferências para industrialização: Referente às mercadorias a serem utilizadas em processo de industrialização Transferências para comercialização: Referente às mercadorias a serem comercializadas Transferências de energia elétrica: Referente às operações para distribuição Transferências para utilização na prestação de serviço: Referente a mercadorias para serem utilizadas na prestação de serviço DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As entradas de mercadorias que anulem saídas feitas anteriormente pelo estabelecimento a título de venda, bem como anulações de valores: Devoluções de vendas de produção do estabelecimento: Referente aos produtos industrializados no estabelecimento cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: Referente a vendas de mercadorias cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de mercadorias recebidas ou adquiridas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços: Correspondente ao valor faturado indevidamente Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica: Correspondente ao valor faturado indevidamente COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição:

9 As compras de energia elétrica a serem utilizadas em sistema de distribuição. Também serão classificadas neste código as compras de energia elétrica por cooperativa, quando recebida para distribuição a cooperados Compra de energia elétrica para utilização no processo industrial: As compras de energia elétrica para serem utilizadas em processos de industrialização. Também serão classificadas neste código as compras de energia elétrica por estabelecimentos de cooperativas, quando recebidas para utilização em processo de industrialização Compra de energia elétrica para consumo no comércio: As compras de energia elétrica consumida pelo estabelecimento comercial. Também serão classificadas neste código as compras de energia elétrica para consumo por estabelecimento de cooperativa Compra de energia elétrica para utilização na prestação de serviços: As compras de energia elétrica a serem utilizadas pelo prestador de serviços, inclusive cooperativa AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza: Pela aquisição de serviço de comunicação Aquisição de serviço de comunicação pela indústria: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo na indústria. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de comunicação para consumo em estabelecimento industrial das cooperativas Aquisição serviço de comunicação pelo comércio: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo no comércio. Também será classificada neste código a aquisição para consumo em estabelecimento de cooperativa diverso do indicado no item anterior Aquisição de serviço de comunicação pelo prestador de serviço de transporte: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo em empresa de transporte Aquisição de serviço de comunicação pela geradora ou distribuidora de energia elétrica: Pela aquisição de serviço de comunicação para consumo em empresa geradora ou distribuidora de energia elétrica AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza: Aquisição de serviço de transporte para emprego na execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela industria: Aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial de cooperativa Aquisição de serviço de transporte pelo comércio: Aquisição de serviço de transporte por estabelecimento comercial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte prestado a estabelecimento de cooperativa diverso do indicado no item anterior Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação: Pela aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação Aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica: Pela aquisição de serviço de transporte pela geradora ou distribuidora de energia elétrica OUTRAS ENTRADAS, AQUISIÇÕES E/OU TRANSFERÊNCIAS Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo: As entradas por compra destinadas ao ativo imobilizado e/ou materiais destinados a uso ou consumo Transferências para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As entradas de bens destinados ao ativo imobilizado e/ou de materiais para uso ou consumo, transferidos de outro estabelecimento da mesma empresa Entradas para industrialização por encomenda: Entradas destinadas a industrialização por encomenda de outro estabelecimento Retorno simbólico de insumos utilizados na industrialização por encomenda: Retorno simbólico de mercadorias remetidas para industrialização, por encomenda, em outro estabelecimento Retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento: As entradas, em retorno, de mercadorias remetidas para vendas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, e não comercializadas Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas: As entradas de mercadorias, bens e serviços não compreendidos nos códigos anteriores, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação, tais como: - retornos de remessas para vendas fora do estabelecimento; - retornos de depósitos fechados e/ou armazéns gerais; - retornos de mercadorias remetidas para industrialização e não aplicadas no referido processo; - entradas por doação, consignação e demonstração; - entradas de amostras grátis e brindes ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO EXTERIOR Compreenderá as entradas de mercadorias de origem estrangeira, importadas diretamente pelo estabelecimento, bem como as decorrentes de aquisição por arrematação, concorrência ou qualquer outra forma de alienação promovida pelo Poder Público, e/ou serviços iniciados no exterior: COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Compras para industrialização: As entradas, por compras, de mercadorias a serem utilizadas em processo de industrialização Compras para comercialização: As entradas, por compras, de mercadorias a serem comercializadas Compras para utilização na prestação de serviço: As entradas, por compras, de mercadorias a serem utilizadas na prestação de serviços DEVOLUÇÕES DE VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA, DE TERCEIROS E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As entradas de mercadorias que anulem saídas feitas anteriormente pelo estabelecimento a título de venda, considerando-se: Devoluções de vendas de produção do estabelecimento: As referentes a produtos industrializados no estabelecimento cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de produção do estabelecimento Devoluções de vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As referentes às vendas de mercadorias cujas saídas tenham sido classificadas no código Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros Anulações de valores relativos a prestação de serviços: Correspondente aos valores faturados indevidamente Anulações de valores relativos a venda de energia elétrica: Correspondente a valores faturados indevidamente COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA Compra de energia elétrica para distribuição: As compras de energia elétrica a serem utilizadas em sistema de distribuição AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Aquisição de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza: Pela aquisição de serviço de comunicação AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE

10 Aquisição de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza. A aquisição de serviço de transporte para emprego na execução de serviço da mesma natureza Aquisição de serviço de transporte pela indústria: A aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte por estabelecimento industrial das cooperativas Aquisição de serviço de transporte pelo comércio: A aquisição de serviço de transporte por estabelecimento comercial. Também será classificada neste código a aquisição de serviço de transporte por estabelecimento de cooperativa diverso do indicado no item anterior Aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação: Pela aquisição de serviço de transporte pelo prestador de serviço de comunicação OUTRAS ENTRADAS E/OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇO Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo: As entradas, por compras, de mercadorias destinadas ao ativo imobilizado e/ou de materiais para uso ou consumo Entradas sob o regime de drawback : As entradas de mercadorias importadas para sofrer processo de industrialização e posterior exportação do produto resultante Outras entradas e/ou aquisições de serviços não especificadas: As entradas de mercadorias, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação, e/ou aquisições de serviços iniciados no exterior, em ambos os casos não compreendidas nos códigos anteriores. DAS SAÍDAS DE MERCADORIAS E BENS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO Compreenderá as operações e/ou prestações em que os estabelecimentos envolvidos estejam localizados na mesma unidade da Federação: VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento. Também serão classificadas neste código as saídas de mercadorias de estabelecimento de cooperativa, quando destinadas a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento. Também serão classificadas neste código as saídas, por vendas, de mercadorias de estabelecimento de cooperativa, quando destinadas a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa Industrialização efetuada para outras empresas: Os valores cobrados do estabelecimento encomendante, compreendendo o dos serviços prestados e o das mercadorias empregadas no processo industrial Vendas, de produção própria, efetuadas fora do estabelecimento: As saídas, por vendas efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, de produtos industrializados no estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, efetuadas fora do estabelecimento: As saídas, por vendas efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização e que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento, armazenados em depósito fechado, armazém geral ou outro, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, armazenadas em depósito fechado, armazém geral ou outro sem que tenham sido objeto de qualquer processo industrial, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante. Serão também classificadas neste código as saídas de mercadorias importadas, do recinto alfandegado ou da repartição alfandegária onde se processou o desembaraço aduaneiro, por vendas, com destino ao estabelecimento do comprador, sem transitar pelo estabelecimento do importador TRANSFERÊNCIAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS As saídas de mercadorias transferidas para o estoque de outro estabelecimento da mesma empresa, considerando-se: Transferências de produção do estabelecimento: As referentes a produtos industrializados no estabelecimento Transferências de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As referentes a mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento Transferências de energia elétrica: Referentes às operações para distribuição Transferências para utilização na prestação de serviço: Referentes às mercadorias a serem utilizadas na prestação de serviços Transferências de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante: As referentes a mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, armazenadas em depósito fechado, armazém geral ou outro sem que tenham sido objeto de qualquer processo industrial, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As saídas de mercadorias que anulem entradas anteriores no estabelecimento a título de compra, bem como anulações de valores: Devoluções de compras para industrialização: Referentes a mercadorias compradas para serem utilizadas em processo de industrialização cujas entradas tenham sido classificadas no código Compras para industrialização Devoluções de compras para comercialização: Referentes a mercadorias compradas para serem comercializadas cujas entradas tenham sido classificadas no código Compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisições de serviços: Correspondentes a valores faturados indevidamente Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica: Anulações de valores faturados indevidamente VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica para distribuição: As vendas de energia elétrica destinadas a distribuição Venda de energia elétrica para industria: As vendas de energia elétrica para o consumo na indústria. Também serão classificadas neste código as vendas desse produto para consumo por estabelecimento industrial das cooperativas Venda de energia elétrica para comércio e/ou prestador de serviço: As vendas de energia elétrica para consumo em estabelecimento comercial e/ou de prestação de serviço. Também serão classificadas neste código as vendas desse produto para o consumo por estabelecimento de cooperativas, exceto o industrial Venda de energia elétrica para consumo rural: Referente a venda desse produto a estabelecimentos rurais.

11 Venda de energia elétrica a não-contribuinte: As vendas desse produto a pessoas físicas e/ou não indicadas nos itens anteriores PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza: Pela prestação de serviço de comunicação Prestação de serviço de comunicação para contribuinte: A prestação de serviço de comunicação destinada a estabelecimento industrial, comercial e/ou de prestação de serviço não compreendida no item anterior Prestação de serviço de comunicação a não-contribuinte: Referente às prestações desse serviço a pessoas físicas e/ou não enquadradas nos itens anteriores PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza: A prestação de serviço de transporte para o emprego na execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de transporte para contribuinte: A prestação desse serviço destinado a estabelecimento industrial, comercial e/ou de prestação de serviço, exceto os da mesma natureza. Também será classificada neste código a execução de serviço de transporte destinado a estabelecimento industrial de cooperativas Prestação de serviço de transporte a não-contribuinte: Referente à prestação desse serviço a pessoas físicas e/ou não enquadradas nos itens anteriores OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS Vendas de ativo imobilizado: As saídas, por vendas, de bens pertencentes ao ativo imobilizado Transferências de ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As saídas, por transferências, de bens do ativo imobilizado e/ou material de uso ou consumo para estabelecimento da mesma empresa Saídas para industrialização por encomenda: Referentes aos insumos destinados a industrialização em outro estabelecimento Remessa simbólica de insumos utilizados na industrialização por encomenda: Refere-se à remessa simbólica de insumos recebidos e incorporados ao produto final, sob encomenda de outro estabelecimento Devoluções de compras para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As saídas de bens que anulem entradas anteriores no estabelecimento, a título de compras classificadas no código Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Remessas para vendas fora do estabelecimento: As saídas de mercadorias remetidas para vendas a serem efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo Outras saídas e/ou prestações de serviços não especificadas: Serão classificadas neste código todas as demais saídas de mercadorias, bens e serviços, não compreendidas nos códigos anteriores, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação e/ou prestação, tais como: - remessa para venda fora do estabelecimento; - remessa para depósitos fechados e/ou armazéns gerais; - retorno de mercadorias recebidas para industrialização e não aplicadas no referido processo; - saídas por doações, consignações e demonstrações; - saídas de amostras grátis e brindes SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA OUTROS ESTADOS Compreenderá as operações e/ou prestações em que os estabelecimentos envolvidos estejamlocalizados em unidades da Federação distintas VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento. Também serão classificadas neste código as saídas de mercadorias de estabelecimento de cooperativa, quando destinadas a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento. Também serão classificadas neste código as saídas de mercadorias de estabelecimento de cooperativa, quando destinadas a seus cooperados ou a outro estabelecimento de cooperativa Industrialização efetuada para outras empresas: Os valores cobrados do estabelecimento encomendante, compreendendo o dos serviços prestados e o das mercadorias empregadas no processo industrial Vendas de produção própria, efetuadas fora do estabelecimento: As saídas, por vendas efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, de produtos industrializados no estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, efetuadas fora do estabelecimento: As saídas, por vendas efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização e que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento, armazenados em depósito fechado, armazém geral ou outro, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, armazenadas em depósito fechado, armazém geral ou outro sem que tenham sido objeto de qualquer processo industrial, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante. Serão também classificadas neste código as saídas de mercadorias importadas, do recinto alfandegado ou da repartição alfandegária onde se processou o desembaraço aduaneiro, por vendas, com destino ao estabelecimento do comprador, sem transitar pelo estabelecimento do importador Vendas de mercadorias de produção do estabelecimento, destinadas a não contribuintes: As saídas por vendas de produtos industrializados no estabelecimento, destinados a não contribuintes Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, destinadas a não contribuintes: As saídas por vendas de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento, destinadas a não contribuintes TRANSFERÊNCIAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS As saídas de mercadorias transferidas para o estoque de outro estabelecimento da mesma empresa, considerando-se: Transferência de produção do estabelecimento: As referentes a produtos industrializados no estabelecimento Transferências de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As referentes a mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento Transferências de energia elétrica: Referentes a transferências desse produto para distribuição Transferências para utilização na prestação de serviço: Referentes a mercadorias a serem utilizadas na prestação de serviços Transferências de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante: As referentes a produtos industrializados no estabelecimento, armazenados em depósito fechado, armazém geral ou outro, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante.

12 Transferências de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante: As referentes a mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, armazenadas em depósito fechado, armazém geral ou outro sem que tenham sido objeto de qualquer processo industrial, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As saídas de mercadorias que anulem entradas anteriores no estabelecimento a título de compras, bem como anulações de valores: Devoluções de compras para industrialização: Referentes a mercadorias compradas para serem utilizadas em processo de industrialização, no código compras para industrialização Devoluções de compras para comercialização: Referentes a mercadorias compradas para serem comercializadas cujas entradas tenham sido classificadas no código Compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisições de serviços: Correspondentes a valores faturados indevidamente Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica: Anulações de valores faturados indevidamente VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica para distribuição: As vendas de energia elétrica destinada a distribuição Venda de energia elétrica para indústria: As vendas de energia elétrica para o consumo na indústria. Também serão classificadas neste código as vendas desse produto para consumo por estabelecimento industrial das cooperativas Venda de energia elétrica para o comércio e/ou prestador de serviço: As vendas de energia elétrica para consumo em estabelecimento comercial e/ou de prestação de serviço. Também serão classificadas neste código as vendas desse produto para o consumo por estabelecimento de cooperativa, exceto o industrial Venda de energia elétrica para consumo rural: Referente a vendas desse produto a estabelecimentos rurais Venda de energia elétrica a não-contribuinte: As vendas desse produto a pessoas físicas e/ou não indicadas nos itens anteriores PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação para execução de serviço da mesma natureza: Pela prestação de serviço de comunicação Prestação de serviço de comunicação para contribuinte: A prestação de serviço de comunicação destinada a estabelecimento industrial, comercial e/ou de prestação de serviço não compreendida no item anterior Prestação de serviço de comunicação a não-contribuinte: Referente a prestações desse serviço a pessoas físicas e/ou não enquadradas nos itens anteriores PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza: A prestação de serviço de transporte para o emprego na execução de serviço da mesma natureza Prestação de serviço de transporte para contribuinte: A prestação desse serviço destinado a estabelecimento industrial, comercial e/ou de prestação de serviço, exceto os da mesma natureza. Também será classificada neste código a execução de serviço de transporte destinado a estabelecimento industrial de cooperativa Prestação de serviço de transporte a não-contribuinte: Referente a prestação desse serviço a pessoas físicas e/ou não enquadradas nos itens anteriores OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS Vendas do ativo imobilizado: As saídas, por vendas, de bens pertencentes ao ativo imobilizado Transferências de ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As saídas, por transferências, de bens do ativo imobilizado e/ou de material de uso ou consumo para estabelecimento da mesma empresa Saídas para industrialização por encomenda: Referentes aos insumos destinados a industrialização em outro estabelecimento Remessa simbólica de insumos utilizados na industrialização por encomenda: Refere-se a remessa simbólica dos insumos recebidos e incorporados ao produto final sob encomenda de outro estabelecimento Devolução de compras para o ativo imobilizado e/ou de material para uso ou consumo: As saídas de bens que anulem entradas anteriores no estabelecimento, a título de compras, classificadas no código Compras para o ativo imobilizado e/ou material para uso ou consumo Remessas de mercadorias para vendas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo: As saídas de mercadorias remetidas para vendas a serem efetuadas fora do estabelecimento, inclusive por meio de veículo Outras saídas e/ou prestações de serviços não especificadas: Serão classificadas neste código todas as demais saídas de mercadorias, bens e serviços, não compreendidas nos códigos anteriores, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação e/ou prestação, tais como: - remessa para vendas fora do estabelecimento; - remessa para depósitos fechados e/ou armazéns gerais; - retornos de mercadorias recebidas para industrialização e não aplicadas no referido processo; - saídas por doações, consignações e demonstrações; - saídas de amostras grátis e brindes SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA O EXTERIOR Compreenderá as operações e/ou prestações em que o destinatário esteja localizado em outro país: VENDAS DE PRODUÇÃO PRÓPRIA E/OU DE TERCEIROS Vendas de produção do estabelecimento: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento Vendas de mercadorias adquiridas e/ou recebidas de terceiros: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento Vendas de produção do estabelecimento, que não deva transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de produtos industrializados no estabelecimento, armazenados em depósito fechado, armazém geral ou outro, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante Vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante: As saídas, por vendas, de mercadorias entradas para industrialização e/ou comercialização, armazenadas em depósito fechado, armazém geral ou outro sem que tenham sido objeto de qualquer processo industrial, que não devam transitar pelo estabelecimento depositante. Serão também classificadas neste código as exportações de mercadorias armazenadas em recinto alfandegado para onde tenham sido remetidas com o fim específico de exportação DEVOLUÇÕES DE COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E/OU ANULAÇÕES DE VALORES As saídas de mercadorias que anulem entradas anteriores no estabelecimento a título de compra, bem como anulações de valores, considerando-se: Devoluções de compras para industrialização: Referentes a mercadorias compradas para serem utilizadas no processo de industrialização cujas entradas tenham sido classificadas no código Compras para

13 industrializações Devoluções de compras para comercialização: Referentes a mercadorias compradas para serem comercializadas cujas entradas tenham sido classificadas no código Compras para comercialização Anulações de valores relativos a aquisição de prestação de serviços: Correspondentes a valores faturados indevidamente Anulações de valores relativos a compra de energia elétrica: Anulações de valores faturados indevidamente VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA Venda de energia elétrica: As vendas de energia elétrica para o exterior destinadas a distribuição PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO Prestação de serviço de comunicação: A prestação de serviço de comunicação, retransmissão ou para usuário final no exterior PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE Prestação de serviço de transporte: A prestação de serviço de transporte destinado a estabelecimento no exterior OUTRAS SAÍDAS E/OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇO Outras saídas e/ou prestações de serviço não especificadas: Serão classificadas neste código todas as demais saídas de mercadorias, bens e serviços não compreendidas nos códigos anteriores, qualquer que seja a natureza jurídica ou econômica da operação e/ou prestação. ANEXO 3 CÓDIGO FISCAL DE ATIVIDADESECONÔMICAS Previsto no art. 338, II SUMÁRIO 00 - Extração e tratamento de minerais 10 - Indústria de produtos de minerais não-metálicos 11 - Indústria metalúrgica 12 - Indústria mecânica 13 - Indústria de material elétrico e de comunicações 14 - Indústria de material de transporte 15 - Indústria de madeira 16 - Indústria de mobiliário 17 - Indústria de papel e papelão 18 - Indústria de borracha 19 - Indústria de couros e peles e produtos similares 20 - Indústria química 21 - Indústria de produtos farmacêuticos e veterinários 22 - Indústria de perfumaria, sabões e velas 23 - Indústria de produtos de materiais plásticas 24 - Indústria têxtil 25 - Indústria de vestuário, calçados e artefatos de tecidos 26 - Indústria de produtos alimentares 27 - Indústria de bebidas (e álcool etílico) 28 - Indústria de fumo 29 - Indústria de editorial e gráfica 30 - Indústrias diversas 31 - Indústria de utilidade pública 32 - Indústria de construção 40 - Agricultura e criação animal 50 - Serviços de transporte 51 - Serviços de comunicação 52 - Serviços de alojamento e alimentação 53 - Serviços de reparação, manutenção e conservação 54 - Serviços pessoais 55 - Serviços Comerciais 56 - Serviços de diversões e jogos 57 - Escritórios centrais e regionais de gerência e administração (e depósitos fechados) 59 - Entidades financeiras 60 - Comércio atacadista 61 - Comércio varejista 63 - Comércio, incorporação e loteamento e administração de imóveis 67 - Atividade artesanal e artística 69 - Atividades não especificadas ou não classificadas.

14 00 - EXTRAÇÃO E TRATAMENTO DE MINERAIS MINERAIS METÁLICOS chumbo cobre cromo (cromita) estanho (cassiterita) ferro manganês molibdênio nióbio (columbita, tantalita) titânio (ilmenita) zinco outros minerais metálicos MINERAIS NÃO-METÁLICOS amianto apatita argila barita calcário cristal de rocha caulim diatomita feldspato grafita magnesita mica pirofilita quartzo sal-gema sal marinho serpentinita talco vermiculita outros minerais não-metálicos PEDRAS PRECIOSAS E SEMIPRECIOSAS água-marinha amazonita ametista berilo citrino diamante esmeralda topázio turmalina outras pedras preciosas e semipreciosas PEDRAS ORNAMENTAIS E MINERAIS E ROCHAS EMPREGADAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL caucita granito mármore sodalita areia cascalho pedra outras pedras ornamentais e minerais e rochas empregadas na construção civil METAIS PRECIOSOS ouro prata platina outros metais preciosos ÁGUA E EXTRAÇÃO DE COMBUSTÍVEIS MINERAIS E RADIOATIVOS água mineral carvão de pedra gás natural monazita (areia monazitica) petróleo em bruto rádio tório urânio outros combustíveis minerais e radioativos 10 - INDÚSTRIA DE PRODUTOS DE MINERAIS NÃO-METÁLICOS aparelhamento de pedras para construção e execução de trabalhos em mármores, ardósia, granito e outras pedras britamento de pedras fabricação de cal fabricação de telhas, tijolos, manilhas e lajotas de cerâmica fabricação de azulejos e pastilhas fabricação de material sanitário, velas filtrantes e outros artefatos de porcelana, faiança e cerâmica artística, exclusive louças para serviço de mesa

15 fabricação de louças para serviço de mesa fabricação de cimento e clínquer fabricação de concreto e argamassa para construção fabricação de chapas, telhas, tubos e outros produtos de fibrocimento fabricação de peças e ornatos de gesso de estuque e de amianto fabricação de artefatos, pré-moldados e estruturas de cimento fabricação de espelhos fabricação de frascos, garrafas, tampas de vidros e outros artefatos de vidros fabricação, decoração, lapidação, gravação, espelhação e outros trabalhos em vidros e cristais fabricação de lixas, rebolos e esmeril e outros materiais abrasivos fabricação e elaboração de outros produtos minerais não-metálicos não especificados ou não classificados 11 - INDÚSTRIA METALÚRGICA produção de ferro gusa produção de ferro e aço em formas primárias produção de ferro-ligas em formas primárias produção de laminados de aço, inclusive de ferro-ligas produção de canos, tubos e conexões de ferro e aço produção de fundidos de ferro e aço produção de forjados de aço produção de arames de aço produção de relaminados de aço metalúrgica do alumínio, do cromo, do cobre e do chumbo metalúrgica de outros metais não-ferrosos em formas primárias produção de ligas de metais não-ferrosos em formas primárias, exclusive de metais preciosos produção de laminados de metais e de ligas de metais não-ferrosos, exclusive canos, tubos e arames produção de canos e tubos de metais e de ligas de metais não-ferrosos produção de formas, moldes e peças fundidas de metais e de ligas de metais não-ferrosos produção de fios e arames de metais e de ligas de metais não-ferrosos, exclusive fios, cabos e condutores elétricos produção de relaminados de metais e de ligas de metais não-ferrosos produção de soldas e anodos metalurgia dos metais preciosos metalurgia do pó, inclusive peças moldadas fabricação de estruturas metálicas fabricação de artefatos de trefilados de ferro e aço e de metais não-ferrosos, exclusive móveis fabricação de quinquilharias, esponjas e palhas de aço fabricação de parafusos, porcas, arruelas, pregos e rebites fabricação de latas e folhas de flande estamparia, funilaria e embalagens metálicas fabricação de ferragens, cadeados, fechaduras, dobradiças, ferrolhos, guarnições e congêneres fabricação de tanques, reservatórios similares, e outros produtos de caldeiraria fabricação de esquadrias de metais, portas de aço, grades, portões, basculhantes e outros produtos de serralharia fabricação de artigos de cutelaria, armas, ferramentas manuais e fabricação de artigos de metal para escritório, usos pessoal e doméstico, exclusive ferramentas para máquinas têmpera e cementação de aço, recozimento de arames e serviços de galvanotécnica fabricação de cofres fabricação de fogões, fogareiros e aquecedores não elétricos fabricação de outros produtos de indústria metalúrgica não especificados ou não classificados 12 - INDÚSTRIA MECÂNICA fabricação de máquinas, aparelhos e equipamentos industriais para instalações hidráulicas, aerotécnicas, térmicas, de ventilação e refrigeração equipados ou não com motores elétricos, inclusive peças e acessórios fabricação de montagem de máquinas-ferramentas, maquinas operatrizes e aparelhos industriais com ou sem motores elétricos, inclusive peças e acessórios fabricação de máquinas, aparelhos e materiais para agricultura, avicultura, cunicultura, apicultura, criação de outros pequenos animais e obtenção de produtos de origem animal e para beneficiamento ou preparação de produtos agrícolas, inclusive peças e acessórios fabricação de elevadores e escadas rolantes fabricação de máquinas, aparelhos e equipamentos para o exercício de artes e ofícios fabricação de cronômetros e relógios, elétricos ou não, inclusive peças e acessórios fabricação e montagem de tratores e de máquinas e aparelhos de terraplenagem, inclusive peças e acessórios reparação ou manutenção de máquinas, aparelhos e equipamentos industriais, agrícolas, e de máquinas de terraplenagem fabricação de equipamentos e peças para a indústria petrolífera fabricação de outras máquinas, aparelhos e equipamentos não especificados ou não classificados 13 - INDÚSTRIA DE MATERIAL ELÉTRICO E DE COMUNICAÇÃO fabricação de máquinas e aparelhos para produção e distribuição de energia elétrica fabricação de peças e acessórios para aparelhos de produção, transmissão e distribuição de energia elétrica fabricação de material elétrico, exclusive para veículos fabricação de fios e cabos condutores de eletricidade fabricação de lâmpadas, inclusive peças e acessórios fabricação de material elétrico, inclusive peças e acessórios fabricação de aparelhos e utensílios para usos doméstico e pessoal fabricação de aparelhos e utensílios elétricos para fins industriais e comerciais fabricação de aparelhos e equipamentos elétricos para fins terapêuticos, eletroquímicos e outros usos técnicos, inclusive peças e acessórios fabricação de material eletrônico, exclusive o destinado a aparelhos e equipamentos de comunicações fabricação de aparelhos de comunicações fabricação de material de comunicações fabricação de aparelhos e materiais de comunicações não especificados ou não classificados 14 - INDÚSTRIA DE MATERIAL DE TRANSPORTE construção de embarcações fabricação de caldeiras, máquinas, turbinas e motores marítimos, inclusive peças e acessórios construção e montagem de veículos ferroviários, inclusive peças e acessórios fabricação de unidades motrizes fabricação de montagem de veículos automotores

16 recondicionamento ou recuperação de motores para veículos automotores peças e acessórios para fabricação e montagem de automotores fabricação de carroçarias para veículos automotores fabricação de bicicletas, triciclos e motociclos, inclusive peças e acessórios construção e montagem de aeronaves, inclusive fabricação de peças e acessórios fabricação de veículos de tração animal fabricação de outros veículos e material de transporte, inclusive peças e acessórios, não especificados ou não classificados 15 - INDÚSTRIA DE MADEIRA desdobramento de madeira (serrarias) fabricação de esquadrias fabricação de estrutura de madeira e artigos de carpintaria fabricação de chapas e placas de madeira aglomerada ou prensada e madeira compensada, revestida ou não com material plástico, inclusive artefatos fabricação de artefatos de tanoaria e de madeira arqueada fabricação de artefatos de bambu, vime, junco ou palha trançada, exclusive móveis e chapéus fabricação de artefatos de cortiça fabricação de outros artigos de madeira não especificados ou não classificados 16 - INDÚSTRIA DE MOBILIÁRIO fabricação de móveis de madeira, vime e junco para residências fabricação de móveis de madeira para escritórios, escolas e para casas de espetáculos e auditórios fabricação de móveis de metais ou com predominância de metal fabricação de artigos de colchoaria, exclusive artigos de espuma de borracha fabricação de móveis revestidos ou moldados de material plástico fabricação de móveis estofados fabricação de móveis de aço fabricação de móveis e artigos de mobiliário, não especificados ou não classificados 17 - INDÚSTRIA DE PAPEL E PAPELÃO fabricação de celulose e pasta mecânica fabricação de papel, papelão, cartolina e cartão fabricação de artefatos de papel, inclusive sacos fabricação de artefatos de papelão, cartolina e cartão, impressos ou não, simples ou plastificados, não associada à produção de papelão, cartolina e cartão fabricação de artefatos diversos de fibra prensada ou isolante, inclusive peças e acessórios para máquinas e veículos fabricação de outros produtos de papel e papelão não especificados ou não classificados 18 - INDÚSTRIA DE BORRACHA beneficiamento de borracha natural e sintética fabricação de pneumáticos e câmaras de ar e fabricação de material para recondicionamento de pneumáticos fabricação de espumas de borracha e de artefatos de espumas de borracha, exclusive artigos de colchoaria (item 16.30) fabricação de artigos de borracha para uso médico-cirúrgico, pessoal e doméstico fabricação de artefatos de borracha para fins industriais fabricação de botas, galochas e calçados totalmente de borracha fabricação de outros artefatos de borracha não especificados ou não classificados 19 - INDÚSTRIA DE COUROS E PELES E PRODUTOS SIMILARES secagem, salga, curtimento e outras preparações de couros e peles, inclusive subprodutos fabricação de artefatos de selaria e correaria fabricação de malas, valises e outros artefatos para viagem fabricação de artigos de couros e peles, não especificados ou não classificados 20 - INDÚSTRIA QUÍMICA produção de elementos químicos e fabricação de produtos químicos inorgânicos produção de elementos químicos e fabricação de produtos químicos orgânicos fabricação de álcool para fins de combustível produção de elementos químicos e fabricação de produtos organo-inorgânicos fabricação de produtos químicos derivados do processamento do petróleo fabricação de materiais petroquímicos básicos e de produtos petroquímicos intermediários, exclusive produtos finais fabricação de produtos químicos derivados de carvão de pedra fabricação de asfalto fabricação de produtos químicos derivados de rochas oleigenas fabricação de produtos químicos derivados de álcool (butano-iso-octanol, metanol, etanol, etc.) fabricação de materiais plásticos, plastificantes, fios e fibras artificiais e sintéticas de borrachas e látex sintéticos fabricação de pólvora, explosivos, detonantes, munição para caça, pesca e armas de fogo fósforo de segurança artigos pirotécnicos (fogos de artifício) produção de óleos, óleos essenciais, gorduras e ceras de origem vegetal e outros produtos da destilação da madeira produção de tortas de sementes oleaginosas, exclusive de cacau produção de óleos, gorduras, sebo industrial de origem animal, exclusive banha de porco e de outras gorduras comestíveis fabricação de concentrados aromáticos naturais, artificiais e sintéticos, inclusive mesclas fabricação de preparo para limpeza e polimento, desinfetantes, inseticidas, germicidas e fungicidas, exclusive sabões e detergentes fabricação de tintas, esmaltes, lacas, vernizes, impermeabilizantes, solventes, secantes e massas preparadas para pintura e acabamento, inclusive pigmentos e corantes fabricação de adubos, fertilizantes e corretivos do solo fabricação de produtos químicos não especificados ou não classificados 21 - INDÚSTRIA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS E VETERINÁRIOS fabricação de produtos farmacêuticos alopáticos fabricação de produtos farmacêuticos homeopáticos fabricação de produtos veterinários 22 - INDÚSTRIA DE PERFUMARIA, SABÕES E VELAS fabricação de produtos de perfumaria fabricação de sabões e velas fabricação de detergentes

17 fabricação de glicerina 23 - INDÚSTRIA DE PRODUTOS DE MATERIAIS PLÁSTICOS fabricação de laminados plásticos fabricação de artefatos de material plástico para usos industriais fabricação de artefatos de material plástico para usos doméstico e pessoal, exclusive calçados, artigos de vestuário e de viagem fabricação de móveis moldados de material plástico fabricação de artefatos de material plástico para embalagem e acondicionamento, impressos ou não fabricação de manilhas, canos, tubos e conexões de material plástico para todos os fins fabricação de artefatos diversos de material plástico não especificados ou não classificados (exclusive brinquedos - item 30.70) 24 - INDÚSTRIA TÊXTIL beneficiamento de fibras têxteis vegetais, artificiais e sintéticas, de matérias têxteis de origem animal, fabricação de estopa, de materiais para estofos e recuperação de resíduos têxteis fiação e fabricação de tecidos fiação fabricação de tecidos malharia e fabricação de artefatos de malha (associada a tecelagem), inclusive tricotagem fabricação de artefatos de passamanaria, fitas, filós, rendas e bordados fabricação de tecidos especiais (feltros, tecidos de crina, tecidos felpudos, impermeáveis e de acabamento especial) acabamento de fios e tecidos, não processados em fiação e tecelagem fabricação de cordas, mantas e tapetes de sisal, piaçava e outras fibras fabricação de artefatos têxteis, não especificados ou não classificados 25 - INDÚSTRIA DE VESTUÁRIO, CALÇADOS E ARTEFATOS DE TECIDOS confecção de roupas e agasalhos femininos confecção de roupas e agasalhos masculinos confecção de roupas e agasalhos em geral artigos de vestuário e de viagem feitos de plásticos fabricação de chapéus fabricação de calçados fabricação de acessórios de vestuário, guarda-chuvas, lenços, gravatas, cintos, bolsas, etc confecção de calçados e artefatos de tecidos não especificados ou não classificados, exclusive os produzidos nas fiações e tecelagens 26 - INDÚSTRIA DE PRODUTOS ALIMENTARES moagem de trigo torrefação e moagem de café fabricação de café e mate solúveis produtos de milho, exclusive óleo produtos de mandioca fabricação de farinhas diversas preparação de refeição conservada, inclusive supergelada produção de conservas de frutas, legumes e outros vegetais preparação de especiarias e condimentos fabricação de doces, exclusive de confeitaria abate de animais em matadouros, frigoríficos e charqueadas, preparação de conservas de carnes, produção de banha de porco e de outras gorduras comestíveis de origem animal fabricação de conservas de peixes, crustáceos e moluscos pasteurização do leite leite em pó manteiga queijos e requeijão outros produtos lácteos fabricação, refinação e moagem de açúcar fabricação de balas, caramelos, pastilhas, dropes, bombons e chocolates, etc., inclusive gomas de mascar fabricação de produtos para padarias, confeitarias, doçarias e similares fabricação de bolachas e biscoitos fabricação de massa alimentícias refinação e preparação de óleo e gorduras vegetais e de origem animal destinados à alimentação fabricação de sorvetes, bolos e tortas geladas, inclusive cobertura preparação e refinação de sal de cozinha fabricação de vinagre fabricação de fermentos e leveduras fabricação de gelo produtos de cacau fabricação de rações balanceadas e de preparados para animais fabricação, beneficiamento, moagem e/ou torrefação de outros produtos alimentares, não especificados ou não classificados 27 - INDÚSTRIA DE BEBIDAS (E ÁLCOOL ETÍLICO) fabricação de vinhos fabricação de aguardentes, licores e de bebidas alcoólicas diversas, exclusive cervejas e chopes fabricação de cervejas, chopes e maltes fabricação de refrigerantes engarrafamento e gaseificação de águas minerais fabricação de outras bebidas não alcoólicas fabricação de sucos de frutas, legumes e xaropes para refrescos destilação de álcool etílico 28 - INDÚSTRIA DE FUMO preparação e beneficiamento de fumo fabricação de fumo em rolo ou em corda e rapé fabricação de cigarros fabricação de charutos e cigarrilhas outras atividades de elaboração do tabaco, não especificadas ou não classificadas

18 29 - INDÚSTRIA EDITORIAL E GRÁFICA edição e impressão de jornais e outros periódicos, livros e manuais impressão de material escolar, material para uso industrial e comercial, para propaganda e outros fins, inclusive litografados execução de outros serviços gráficos não especificados ou não classificados 30 - INDÚSTRIAS DIVERSAS fabricação de instrumentos, utensílios e aparelhos de medidas não elétricas para usos técnicos e profissionais fabricação de aparelhos ortopédicos e membros artificiais, inclusive cadeiras de rodas fabricação de aparelhos, utensílios, instrumentos e materiais para uso em medicina, cirurgia, odontologia e laboratório fabricação de aparelhos fotográficos e cinematográficos fabricação de material fotográfico fabricação de instrumentos e de materiais óticos lapidação de pedras preciosas e semipreciosas fabricação de artigos de joalharia e ourivesaria fabricação de artigos de bijuteria fabricação de instrumentos musicais e reprodução de discos para fonógrafos e de fitas magnéticas gravadas fabricação de escovas, broxas, pincéis, vassouras, espanadores e semelhantes fabricação de brinquedos fabricação de artefatos para caça e pesca, esporte e jogos recreativos, exclusive armas de fogo e munições fabricação de botões, fivelas e artefatos de chifre fabricação de material de escritório, escolar e de artigos para fins industriais e comerciais fabricação de perucas e artefatos de plumas e pelos fabricação de artigos de toucador fabricação de painéis de anúncios luminosos em acrílicos e placas pintadas de outros materiais fabricação de flores artificiais fabricação de divisórias de boxes de materiais diversos fabricação de flâmulas, bandeiras e semelhantes fabricação de produtos diversos, não especificados ou não classificados 31 - INDÚSTRIA DE UTILIDADE PÚBLICA geração e fornecimento de energia elétrica, distribuição de gás, tratamento e distribuição de água, saneamento e limpeza urbana, urbanização outras indústrias de utilidade pública não especificadas ou não classificadas 32 - INDÚSTRIA DE CONSTRUÇÃO construção civil pavimentação, terraplenagem e construção de estradas construção de obras de arte (viadutos, pontes, túneis, galerias, etc.) construção de obras hidráulicas e fluviais 40 - AGRICULTURA E CRIAÇÃO DE ANIMAIS LAVOURA abacate abacaxi abóbora algodão alho amendoim em casca arroz em casca banana batata-inglesa batata-doce borracha cacau cana-de-açúcar café caju cebola coco-da-bahia cravo-da-índia dendê feijão flores e plantas ornamentais fumo em folha gerlelim ou sésamo (semente de) girassol (semente de) goiaba guaraná laranja mamona mandioca manga melão melancia mangaba mamão maracujá milho pimenta-do-reino sisal soja sorgo uva umbu viveiros de espécie vegetal (mudas)

19 legumes e hortaliças florestamento e reflorestamento outras lavouras EXTRAÇÃO VEGETAL angico barbatimão bambu babaçu caroá carvão vegetal carnaúba ervas medicinais junco gomas vegetais licuri ou ouricuri madeiras piaçava vime outros produtos extrativos CRIAÇÃO DE ANIMAIS apicultura asininos, eqüídeos e muares avicultura bovinocultura bufalinocultura caprinocultura cunicultura ovinocultura piscicultura suínocultura criação de outros animais PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL cera de abelha couros e peles de animais leite natural mel de abelha ovos frescos outros produtos de origem animal CAÇA E PESCA couros e peles de animais selvagens e répteis crustáceos e moluscos peixes outros produtos do mar ou de água doce 50 - SERVIÇOS DE TRANSPORTES transportadoras de mercadorias (aquaviárias) transportadoras de mercadorias (ferroviárias) transportadoras de mercadorias (rodoviárias) transportadoras de mercadorias (aéreas) serviços de transportadoras não especificadas ou não classificadas 51 - SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO telegrafia, telefonia e correios, radiodifusão, televisão, jornalismo outros serviços de comunicação 52 - SERVIÇOS DE ALOJAMENTO E ALIMENTAÇÃO hotéis motéis pensões e outros serviços de alojamento restaurantes, churrascarias, pizzarias, lanchonetes e fornecedores de refeições cantinas bares, cafés e botequins padarias, pastelarias, confeitarias, doçarias, bombonerias, sorveterias e casas de chá lojas de "delicatessen" serviços de buffet outros serviços de alimentação não especificados ou não classificados 53 - SERVIÇOS DE REPARAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO reparação, manutenção e conservação de máquinas, aparelhos elétricos ou não, de uso pessoal e de escritório, com aplicação de peças reparação, manutenção e conservação de máquinas, aparelhos elétricos ou não, de uso pessoal e de escritório, sem aplicação de peças reparação, manutenção e conservação de veículos automotores (exclusive reparação de embarcação, veículos ferroviários e aéreos, tratores e máquinas de terraplenagem que se classificam no gênero 14 - Indústria de material de transporte ), com aplicação de peças reparação, manutenção e conservação de veículos automotores (exclusive reparação de embarcação, veículos ferroviários e aéreos, tratores e máquinas de terraplenagem que se classificam no gênero 14 - Indústria de material de transporte ), sem aplicação de peças recondicionamento de pneumáticos serviços de reparação, manutenção e conservação não especificados ou não classificados, com aplicação de peças serviços de reparação, manutenção e conservação não especificados ou não classificados, sem aplicação de peças 54 - SERVIÇOS PESSOAIS barbearia, salões de beleza, saunas, duchas, massagens e termas, manicures e pedicures serviços médicos, odontológicos e veterinários outros serviços pessoais não especificados ou não classificados

20 55 - SERVIÇOS COMERCIAIS armazéns gerais e trapiches, armazéns frigoríficos e silos leiloeiros, despachantes, agentes consignatários, representação, publicidade e propaganda, locação de bens móveis (exclusive leasing ) leasing serviços de processamento de dados, serviços de assessoria, consultoria, organização e administração de empresas, elaboração de projetos, pesquisas e informações comerciais, serviços de contabilidade, serviços de fotografia, aerofotogrametria e correlatos, empreiteiros e locadores de mão-de-obra, serviços de conservação, limpeza e segurança, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, acondicionamento e operações similares de objetos não destinados a comercialização ou industrialização, instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, prestados ao usuário final do serviço exclusivamente com material por ele fornecido (excetua-se a prestação de serviços ao poder público, a autarquia, a empresas concessionárias de produção de energia elétrica), composição gráfica, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia outros serviços comerciais não especificados ou não classificados 56 - SERVIÇOS DE DIVERSÕES cinemas, teatros, boates, parques de diversões, diversões em aparelhos elétricos e eletrônicos, jogos de boliches e semelhantes, jogos de aposta (loterias) outros serviços de diversões e jogos não especificados ou não classificados 57 -ESCRITÓRIOS CENTRAIS E REGIONAIS DE GERÊNCIA E ADMINISTRAÇÃO (E DEPÓSITOS FECHADOS) escritórios de gerência e administração de empresas comerciais, industriais e de serviços depósitos fechados escritórios de gerência e administração de empresas não classificadas ou não especificadas 59 - ENTIDADES FINANCEIRAS bancos comerciais, caixas econômicas, bancos de investimento, empresas de crédito, financiamento e investimento, empresas corretoras e distribuidoras de valores, empresas de seguros e capitalização, empresas de crédito imobiliário, fundos de investimentos e fundos de investimentos fiscais, loterias outras entidades financeiras não especificadas ou não classificadas 60 - COMÉRCIO ATACADISTA comércio atacadista de animais vivos comércio atacadista de animais abatidos e subprodutos comércio atacadista de couros e peles, e artefatos e outros produtos de origem animal comércio atacadista de fumo em folha comércio atacadista de cacau em baga comércio atacadista de produtos de cacau comércio atacadista de mamona em baga comércio atacadista de soja comércio atacadista de sisal comércio atacadista de piaçava comércio atacadista de algodão comércio atacadista de café em grão comércio atacadista de óleo e gordura de origem vegetal comércio atacadista de outros produtos agrícolas comércio atacadista de ferragens e produtos metalúrgicos comércio atacadista de madeira e artefatos de madeira comércio atacadista de materiais de construção comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos para indústria agropecuária e transporte comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos para uso comercial, profissional e doméstico, material elétrico e de comunicações em geral comércio atacadista de peças e acessórios para veículos comércio atacadista de móveis, inclusive para escritório, artigos de colchoaria e tapeçaria O comércio atacadista de papel, impressos, artigos de escritório e de material escolar comércio atacadista de material para indústria gráfica comércio atacadista de produtos químicos, farmacêuticos, odontológicos e produtos de perfumaria comércio atacadista de combustíveis e lubrificantes de origem vegetal ou mineral comércio atacadista de tecidos, fios têxteis, artigos de vestuário e artigos de cama, mesa e banho comércio atacadista de artigos de armarinho comércio atacadista de calçados comércio atacadista de cereais e farinhas comércio atacadista de chocolate, inclusive bombons e caramelos comércio atacadista de açúcar e outros adoçantes comércio atacadista de carnes e derivados comércio atacadista de peixes e produtos do mar comércio atacadista de frutas, legumes, aves e ovos comércio atacadista de leite e derivados comércio atacadista de massas alimentícias, produtos de confeitaria e pastelaria comércio atacadista de produtos alimentícios em geral comércio atacadista de bebidas, refrigerantes e sucos comércio atacadista de cigarros, charutos, cigarrilhas e artigos de tabacaria comércio atacadista de fumo de corda comércio atacadista de mercadorias em geral, exclusive produtos alimentícios comércio atacadista de artigos de joalharia e relojoaria, artigos de ótica, material fotográfico e cinematográfico comércio atacadista de brinquedos, artigos desportivos e de recreação comércio atacadista de borracha, resinas artificiais e sintéticas comércio atacadista de materiais de embalagem comércio atacadista de louças, cristais, porcelanas e artigos de copa e cozinha comércio atacadista de artigos importados comércio atacadista de sucatas (ferro-velho) comércio atacadista de papel e papelão velhos comércio atacadista de artigos usados em geral empresas comerciais exportadoras ( trading companies ) comércio atacadista de produtos não especificados ou não classificados 61 - COMÉRCIO VAREJISTA comércio varejista de ferragens e produtos metalúrgicos comércio varejista de material de construção e artigo sanitários

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA TABELA XVI IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA LISTA DE SERVIÇOS 1. Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia e congéneres.

Leia mais

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE O Prefeito Municipal de João Monlevade faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei : Art.1º

Leia mais

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S 1 Lista de Serviços 1 - Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006.

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006. Estado do Rio Grande do Norte Prefeitura Municipal de Carnaúba dos Dantas Rua Juvenal Lamartine, 200 Centro 9374-000 Carnaúba dos Dantas-RN - (0 84) 479-2312/2000 CNPJ 08.088.24/0001-1 E-mail: pmcdantas@hotmail.com

Leia mais

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 SÚMULA: VISA dar nova Redação aos artigos 29 e 36 da lei 24/79 (Código Tributário Municipal), e altera a Lista de Serviços do Anexo I, da referida Lei 24/79. CÂMARA

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987 ALTERA A REDAÇÃO DOS ARTIGOS 21, 23 E 30 DA LEI MUNICIPAL Nº 2032/78 (CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL). JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) Altera o caput do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a redação que lhe foi conferida pela Lei nº 13.476, de 30

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1561/92

LEI MUNICIPAL Nº 1561/92 LEI MUNICIPAL Nº 1561/92 Altera a redação dos índices constantes do anexo I, do Art. 166 do Código Tributário Municipal, Lei nº 720/76 em atenção os dispositivos da Lei Complementar nº 56, de 15.12.87,

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aprovou e eu, Izidoro Dalchiavon, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aprovou e eu, Izidoro Dalchiavon, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL Nº 718/90 Súmula: Altera os artigos 29 e 34 da Lei Municipal nº 536/81, do Código Tributário Municipal e da outras providencias. Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 406, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1968

DECRETO-LEI Nº 406, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1968 DECRETO-LEI Nº 406, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1968 Estabelece Normas Gerais de Direito Financeiro, aplicáveis aos Impostos sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre serviços de qualquer

Leia mais

SUBSTITUTIVO Nº 02 AO PROJETO DE LEI Nº

SUBSTITUTIVO Nº 02 AO PROJETO DE LEI Nº PUBLICADO DOM 26/11/2003, PLENÁRIO, PÁG. 73 1 SUBSTITUTIVO Nº 02 AO PROJETO DE LEI Nº 385/2003 Altera a legislação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS, e dá outras providências. A CÂMARA

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988... TÍTULO VI DA TRIBUTAÇÃO E DO ORÇAMENTO CAPÍTULO I DO SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL... Seção V Dos Impostos dos Municípios Art. 156. Compete aos Municípios

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N.º 116, DE 31 DE JULHO DE 2003

LEI COMPLEMENTAR N.º 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 LEI COMPLEMENTAR N.º 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009 SUB ITEM DA LISTA DE SERVIÇOS ANEXO ÚNICO CRONOGRAMA DE INGRESSO DE ATIVIDADES (considerando a Lista de Serviços constante na Lei Complementar n 3.606/2006) DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE INICIO DA EMISSÃO DA

Leia mais

II - LISTA DE SERVIÇOS ANEXA À LEI N. 4.279/90, DE 28/12/1990, VIGENTE A PARTIR DO EXERCÍCIO DE 2004.

II - LISTA DE SERVIÇOS ANEXA À LEI N. 4.279/90, DE 28/12/1990, VIGENTE A PARTIR DO EXERCÍCIO DE 2004. II - LISTA DE SERVIÇOS ANEXA À LEI N. 4.279/90, DE 28/12/1990, VIGENTE A PARTIR DO EXERCÍCIO DE 2004. 1 Serviços de informática e 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 1.02 Programação. 1.03 - Processamento

Leia mais

Instrução Normativa GSF nº 06/2009 Teresina, 16 de dezembro de 2009. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso de suas atribuições legais, e

Instrução Normativa GSF nº 06/2009 Teresina, 16 de dezembro de 2009. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso de suas atribuições legais, e ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS Instrução Normativa GSF nº 06/2009 Teresina, 16 de dezembro de 2009 O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso de suas

Leia mais

Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF

Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF CÓDIGO DE 01.01.01-000 Análise e desenvolvimento de sistemas 0101 01.02.01-000 Programação 0102 01.03.01-000 Processamento de dados 0103 01.05.01-000 Licenciamento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul Índice 01 Disposição Preliminar... 03 Título I Dos Tributos Municipais... 03 Título II Dos Impostos... 03 CAPÍTULO I Do Imposto Sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana... 03 Seção I - Da Incidência...

Leia mais

Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Secretaria Municipal da Fazenda

Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Secretaria Municipal da Fazenda Lista de Serviços (Lei Municipal nº 2.140/02) Alíquotas 1 Serviços de informática e 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 1.02 Programação. 1.03 Processamento de dados e 1.04 Elaboração de programas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAÇARIGUAMA Estado de São Paulo

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAÇARIGUAMA Estado de São Paulo PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAÇARIGUAMA GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR N.º 07 1, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1994 LIVRO I - DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL TÍTULO I - Das Disposições Gerais Art. 1º - Esta

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF

DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBUTAÇÃO ABRASF DES-IF CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DES-IF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA 101 10199001 10100001 Análise e desenvolvimento de sistemas

Leia mais

LEI MUNICIPAL N. 778, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007.

LEI MUNICIPAL N. 778, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007. LEI MUNICIPAL N. 778, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007. Altera disposições da Lei Municipal nº 566, de 07 de dezembro de 2000 e dá outras providências. A Câmara Municipal de Coronel Xavier Chaves aprova e eu,

Leia mais

CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE :

CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE : Dep artamento de Rendas Mobiliárias CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE : 1 TOMADOR DE SERVICOS - PESSOA FÍSICA : 1.1. - Art. 7º - O tomador de serviços é responsável

Leia mais

L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ.,

L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ., L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. Altera e revoga dispositivos da Lei 2032, de 29 de dezembro de 1998 (Código Tributário Municipal) e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ.,

Leia mais

ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF. Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC

ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF. Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC 116/03. Informação Descrição Oc Obr Tipo Tam Cod Trib

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA. *Publicado no DOE de 01/07/202

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA. *Publicado no DOE de 01/07/202 GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA *Publicado no DOE de 01/07/202 DECRETO Nº 719, DE 28 DE junho DE 2002 Procede alteração no Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 35.245, de 26 de dezembro

Leia mais

Prefeitura do Município de Londrina Estado do Paraná

Prefeitura do Município de Londrina Estado do Paraná INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/GAB/SMF, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015. SÚMULA: Fixa normas complementares ao Programa Nota Londrina, e dá outras providências. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

ANEXO 1 DA INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM Nº 8/2011

ANEXO 1 DA INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM Nº 8/2011 Legenda: NFS-e - Nota de s Eletrônica GRUPO 1. CONSTRUÇÃO CIVIL 01015 7.02 Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de obra hidráulica e de outras obras semelhantes, inclusive sondagem,

Leia mais

LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03)

LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03) LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03) Estabelece normas para o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza-ISSQN, altera a Lei n. 1.943, de 10 de dezembro de 1979, e dá outras

Leia mais

LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias

LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias O Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo

Leia mais

PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS

PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 925/2003 DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA, INSTITUI A LISTA DE SERVIÇOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito

Leia mais

IX - as empresas, Instituições Financeiras, entidades, administradoras que exploram loterias, em todas as suas modalidades, pules ou cupons de

IX - as empresas, Instituições Financeiras, entidades, administradoras que exploram loterias, em todas as suas modalidades, pules ou cupons de PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO Aviso de Licitação Modalidade: TOMADA DE PREÇOS nº 28/2013. Tipo: MENOR PREÇO "GLOBAL. Objeto: Ampliação e reforma de 01 Unidade Básica de Saúde, na Vila Planaltina,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes Secretaria de Finanças

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes Secretaria de Finanças IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA- ISSQN LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 (TEXTO COMPILADO) Dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN, e da outras providências.

Leia mais

CFOP DESCRIÇÃO APLICAÇÃO

CFOP DESCRIÇÃO APLICAÇÃO CFOP DESCRIÇÃO APLICAÇÃO 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO Classificam-se, neste grupo, as operações ou prestações em que o estabelecimento remetente esteja localizado na mesma unidade

Leia mais

TABELA I. CÓDIGOS FISCAIS DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES (códigos a que se refere o artigo 230 deste Regulamento)

TABELA I. CÓDIGOS FISCAIS DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES (códigos a que se refere o artigo 230 deste Regulamento) TABELA I CÓDIGOS FISCAIS DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES (códigos a que se refere o artigo 230 deste Regulamento) B) DAS SAÍDAS DE MERCADORIAS, BENS OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS Grupo 5.000 Grupo 6.000 Grupo 7.000

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.564 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.564 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003. LEI COMPLEMENTAR Nº 2.564 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003. Altera dispositivos do Código Tributário do Município de INHUMAS e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS, Estado de Goiás, aprovou e

Leia mais

kpmg Tabela de Correlação Listas de Serviços ISS

kpmg Tabela de Correlação Listas de Serviços ISS 1 Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia e congêneres. 4.01 4.02 Medicina e biomedicina. Análises clínicas, patologia, eletricidade

Leia mais

CAPÍTULO I DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA SEÇÃO I DO FATO GERADOR, DA INCIDÊNCIA E DA NÃO INCIDÊNCIA

CAPÍTULO I DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA SEÇÃO I DO FATO GERADOR, DA INCIDÊNCIA E DA NÃO INCIDÊNCIA LEI COMPLEMENTAR Nº 081/2003, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2003. DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA DE COMPETÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA-MT E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara

Leia mais

DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004

DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004 DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004 REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 - QUE DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre alteração do Sistema Tributário do Município de Primavera do Leste, instituído pela Lei Municipal nº 699 de 20 de dezembro de 2001. A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã LEI COMPLEMENTAR Nº 015/2004 SÚMULA: ALTERA NA ÍNTEGRA O ARTIGO 162, CRIANDO OS 1º, 2º, 3º E 4º, ALTERA NA ÍNTEGRA O ARTIGO 163,SUPRIMINDO OS 1º, 2º., CRIANDO OS INCISOS I, II E III E PARÁGRAFO ÚNICO,

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito

Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito LEI COMPLEMENTAR Nº 032/2003 ALTERA E REVOGA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 10, DE 31 DE DEZEMBRO DE

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2005

LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2005 LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2005 Institui o Código Tributário do Município de Meridiano, e dá outras providências. JOSÉ TORRENTE DIOGO DE FARIAS, Prefeito Municipal de Meridiano, Estado

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003. LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003. Dispõe sobre a cobrança do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza e dá outras providências : Faço saber que a Câmara Municipal de Colatina,

Leia mais

CFOP DE ENTRADA DE MERCADORIA/UTILIZAÇÃO DE SERVIÇO

CFOP DE ENTRADA DE MERCADORIA/UTILIZAÇÃO DE SERVIÇO DE ENTRADA DE MERCADORIA/UTILIZAÇÃO DE SERVIÇO IMPORTAÇÃO DESCRIÇÃO DA OPERAÇÃO OU PRESTAÇÃO 1.100 2.100 3.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL, COMERCIALIZAÇÃO OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. 1.101

Leia mais

LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003.

LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003. LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003. DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GILBERTO MORI, PREFEITO MUNICIPAL NOVO TIRADENTES, ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

ENTRADAS DE BENS E MERCADORIAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS

ENTRADAS DE BENS E MERCADORIAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS TABELA I CÓDIGOS FISCAIS DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES (códigos a que se refere o artigo 254 deste Regulamento) A) DAS ENTRADAS DE BENS E MERCADORIAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS Grupo 1.000 Grupo 2.000 Grupo

Leia mais

ANEXO V - CLASSIFICAÇÃO DAS OPERAÇÕES, PRESTAÇÕES E SITUAÇÕES TRIBUTÁRIAS (a que se refere o artigo 597 deste regulamento)

ANEXO V - CLASSIFICAÇÃO DAS OPERAÇÕES, PRESTAÇÕES E SITUAÇÕES TRIBUTÁRIAS (a que se refere o artigo 597 deste regulamento) TABELA I - CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES (CFOP) ANEXO V - CLASSIFICAÇÃO DAS OPERAÇÕES, PRESTAÇÕES E SITUAÇÕES TRIBUTÁRIAS (a que se refere o artigo 597 deste regulamento) DAS ENTRADAS DE MERCADORIAS,

Leia mais

FAÇO saber a todos os habitantes do Município, que a Câmara de Vereadores, aprovou e eu sanciono a seguiente lei.

FAÇO saber a todos os habitantes do Município, que a Câmara de Vereadores, aprovou e eu sanciono a seguiente lei. LEI Nº. 4.920 ALTERA O SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL, DISPOSTO PELA LEI MUNICIPAL Nº 4.200 (CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL) DE 10 DE DEZEMBRO DE 1007, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de São

Leia mais

DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010

DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010 DOM DE 20 A 22/02/2010 Alterado pelo Dec. 21.542, de 18/01/2011 DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010 Regulamenta a substituição tributária do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISS, e

Leia mais

Anexo 2.0 Código Fiscal de Operações e Prestações CFOP Art. 317 do RICMS/03

Anexo 2.0 Código Fiscal de Operações e Prestações CFOP Art. 317 do RICMS/03 Anexo 2.0 Código Fiscal de Operações e Prestações CFOP Art. 317 do RICMS/03 Alterações: Decreto nº 19.887 de 19.09.2003 Decreto nº 20.204 de 19.12.2003 Decreto nº 20.912 de 25.11.2004 Decreto nº 20.919

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN, e da outras providências. O Prefeito Municipal de Mogi das Cruzes; Faço saber que a

Leia mais

LEI N.º 1.337/2001 PARTE GERAL. Das Disposições Preliminares LIVRO I DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

LEI N.º 1.337/2001 PARTE GERAL. Das Disposições Preliminares LIVRO I DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N.º 1.337/2001 INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE ALTO ARAGUAIA-MT E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O SENHOR JERÔNIMO SAMITA MAIA NETO, PREFEITO MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA, ESTADO DE MATO GROSSO,

Leia mais

A n e x o. Consolidação das Leis Tributárias do Município do Rio de Janeiro aprovada pelo Decreto nº 38245 de 6 de janeiro de 2014.

A n e x o. Consolidação das Leis Tributárias do Município do Rio de Janeiro aprovada pelo Decreto nº 38245 de 6 de janeiro de 2014. DECRETO Nº 38245 DE 6 DE JANEIRO DE 2014 Aprova a Consolidação das Leis Tributárias do Município do Rio de Janeiro em vigor até 31 de dezembro de 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO SERRO CEP 39.150-000 - SERRO - MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DO SERRO CEP 39.150-000 - SERRO - MINAS GERAIS LEI Nº 2.672/2013 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E NO MUNICÍPIO DE SERRO. O Povo do Município de Serro, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome,

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA

Leia mais

UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN

UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN TRIBUTOS 2 UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN 1.1 Conceitos O Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN - é o tributo de competência dos Municípios, incidente sobre a atividade

Leia mais

Contabilidade Central. Manual de Empresas Prestadoras de Serviços

Contabilidade Central. Manual de Empresas Prestadoras de Serviços Contabilidade Central Manual de Empresas Prestadoras de Serviços 1 ÍNDICE LIVRO DE REGISTRO DE ENTRADA DE SERVIÇOS ----------------------------------------------- 03 RETENÇÃO DE ISS --------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPÃO GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPÃO GABINETE DO PREFEITO T Í T U L O I DOS TRIBUTOS EM GERAL INDICE CAPÍTULO I DO SISTEMA TRIBUTÁRIO... Art. 1º CAPÍTULO II DO IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO... Art. 5º SEÇÃO I DO FATO GERADOR SEÇÃO II DO SUJEITO PASSIVO

Leia mais

DECRETO Nº 23.753 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2003

DECRETO Nº 23.753 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2003 DECRETO Nº 23.753 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2003 Altera o Decreto 10.514, de 8 de outubro de 1991, que regulamenta as disposições legais relativas ao Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza. O Prefeito da

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 5 DE OUTUBRO DE 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 5 DE OUTUBRO DE 1988 1 PÁG. CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 5 DE OUTUBRODE 1988 (Parte relativa) 01 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL LEI 5.172 DE 25/10/66 (Parte relativa) 03 CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA, ECONÔMICA E CONTRA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua Gabinete do Prefeito

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua Gabinete do Prefeito 1 LEI Nº.2.869, DE 04 DE DEZEMBRO DE 2003. Revoga todos os dispositivos da Lei Municipal nº 2.472, de 18 de novembro de 1997, que instituiu no Código Tributário do Município - Lei Municipal nº 1.584/83

Leia mais

P re fe i tu ra d o M u n i cípio d e A p u ca ra n a. A p u caran a - P R - w w w.ap u caran a.p r.g o v.b r LEI N 159/03 L E I

P re fe i tu ra d o M u n i cípio d e A p u ca ra n a. A p u caran a - P R - w w w.ap u caran a.p r.g o v.b r LEI N 159/03 L E I LEI N 159/03 SÚMULA: Altera disposições da Lei 085/02, de 30/12/2002, que instituiu o Sistema Tributário do Município de Apucarana e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE APUCARANA, ESTADO DO PARANÃ,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº. 369, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009. (PUBLICADA NO D.O.M. Nº. 3.662, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009)

LEI COMPLEMENTAR Nº. 369, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009. (PUBLICADA NO D.O.M. Nº. 3.662, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009) LEI COMPLEMENTAR Nº. 369, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009. (PUBLICADA NO D.O.M. Nº. 3.662, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009) Alterações: Lei Complementar nº. 400, de 27 de dezembro de 2010 (DOM. nº. 3.908, de 27/12/2010);

Leia mais

LEI Nº 12.977, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2005.

LEI Nº 12.977, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2005. LEI Nº 12.977, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2005. Introduz modificações na Lei nº 10.403, de 29 de dezembro de 1989, que dispõe sobre os tributos no âmbito do Distrito Estadual de Fernando de Noronha. O GOVERNADOR

Leia mais

O Prefeito Municipal de Canaã dos Carajás faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei. DISPOSIÇÃO PRELIMINAR

O Prefeito Municipal de Canaã dos Carajás faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei. DISPOSIÇÃO PRELIMINAR LEI N 032/98, de 28 de Dezembro de 1998. INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE CANAÃ DOS CARAJÁS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Canaã dos Carajás faz saber que a Câmara Municipal

Leia mais

IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009

IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009 IPI ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009 INFRAÇÕES E ACRÉSCIMOS MORATÓRIOS Infrações - Procedimentos do Contribuinte - Pagamento - Acréscimos Moratórios - Multa de Mora

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes)

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) *C0055177A* C0055177A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) Altera a Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, para modificar a competência para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sidrolândia ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

Prefeitura Municipal de Sidrolândia ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI COMPLEMENTAR Nº 014/03 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA, ESTABELECENDO NORMAS GERAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE SIDROLÂNDIA,

Leia mais

LEI Nº 2464 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2004

LEI Nº 2464 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2004 LEI Nº 2464 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2004 Altera a Lei nº 2032 de 29 de dezembro de 1998(Código Tributário Municipal) e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ, Faço saber que a CÂMARA

Leia mais

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e DECRETO Nº 24.113 DE 14 DE ABRIL DE 2004 (Publicado no D O Rio de 15/04/2004) (Com as alterações do Decreto nº 24.170, de 05/05/2004) Altera a regulamentação das disposições da Lei 2.538, de 3 de março

Leia mais

IPI ICMS - DF/GO/TO ICMS - DF ICMS - GO LEGISLAÇÃO - GO ICMS - TO ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 51/2010

IPI ICMS - DF/GO/TO ICMS - DF ICMS - GO LEGISLAÇÃO - GO ICMS - TO ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 51/2010 ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 51/2010 IPI LEI DE INFORMÁTICA - BENEFÍCIOS FISCAIS Introdução - Benefícios Fiscais do IPI - Processo Produtivo Básico - Manutenção e Utilização

Leia mais

LEI Nº 2.435/05 SUBTÍTULO III. DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA CAPÍTULO I DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL SEÇÃO I DO FATO GERADOR E INCIDÊNCIA

LEI Nº 2.435/05 SUBTÍTULO III. DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA CAPÍTULO I DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL SEÇÃO I DO FATO GERADOR E INCIDÊNCIA LEI Nº 2.435/05 MODIFICA A REDAÇÃO DA LEI Nº 2.090, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1998, QUE INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE CAETÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais,

Leia mais

50 A 56 - VER TABELA DA NATUREZA DE CREDITO

50 A 56 - VER TABELA DA NATUREZA DE CREDITO TABELA CORRELAÇÃO CFOP x CST-PIS/COFINS x CST -ICMS/IPI OBS: Os Cfops assinalados em vermelho são os geradores de creditos reg (M105 e M505) do SPED CONTRIBUIÇÕES. VALIDOS PRA SPED CONTRIBUIÇOES ATUALIZADO

Leia mais

Data de publicação: 07/01/2016 Matéria nº : 311154 Diário Oficial nº : 199

Data de publicação: 07/01/2016 Matéria nº : 311154 Diário Oficial nº : 199 Data de publicação: 07/01/2016 Matéria nº : 311154 Diário Oficial nº : 199 DECRETO RIO Nº 41196 DE 6 DE JANEIRO DE 2016 Aprova a Consolidação das Leis Tributárias em vigor no Município do Rio de Janeiro

Leia mais

Legenda: NFS-e - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Código de Serviço. Item da Lei 13.701/03 GRUPO. Livro Fiscal (Modelo) Documentos Fiscais (Nota 1)

Legenda: NFS-e - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Código de Serviço. Item da Lei 13.701/03 GRUPO. Livro Fiscal (Modelo) Documentos Fiscais (Nota 1) Legenda: NFS-e - Nota s Eletrônica GRUPO 01015 7.02 1. CONSTRUÇÃO CIVIL Descrição Natureza Alíquota Base Cálculo Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, obra hidráulica e outras obras

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA DIRETORIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO GERÊNCIA DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA DIRETORIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO GERÊNCIA DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Senhor Contribuinte PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Com vistas a oferecer aos Substitutos Tributários todo o suporte necessário ao perfeito entendimento e posterior aplicação dos conhecimentos necessários

Leia mais

ÍNDICE ARTIGOS. Disposição Preliminar 1º Livro Primeiro Parte Especial Tributos 2º

ÍNDICE ARTIGOS. Disposição Preliminar 1º Livro Primeiro Parte Especial Tributos 2º ÍNDICE ARTIGOS Disposição Preliminar 1º Livro Primeiro Parte Especial Tributos 2º Título I DOS IMPOSTOS CAPÍTULO I DO IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E TERRITORIAL URBANA Seção I Hipótese de Incidência

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 05 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012.

LEI COMPLEMENTAR Nº 05 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. LEI COMPLEMENTAR Nº 05 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. Dispõe sobre Imposto sobre Transmissão Inter Vivos, de bens imóveis e de direitos reais sobre eles, e estabelece normas de apuração, medidas de fiscalização,

Leia mais

Solicitações para recebimento de exemplares via correio ou se desejar retirar pessoalmente e ainda enviar sugestões:

Solicitações para recebimento de exemplares via correio ou se desejar retirar pessoalmente e ainda enviar sugestões: ELÓI PIETÁ Prefeito NESTOR CARLOS SEABRA MOURA Secretário de Finanças GRUPO TÉCNICO RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO TRABALHO Coordenação: Eldon Luiz Fiorin Equipe Técnica: Andrea Rinaldi de Campos Valdete

Leia mais

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2 3

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2 3 KARIN CRISTINA IKOMA Consultora Impostos IOB Thomson CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL A) ENTRADAS: NOVOS ANTIGOS GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2

Leia mais

A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004)

A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004) A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004) O Município do Rio de Janeiro foi um dos primeiros a sancionar sua nova lei do ISS, com base na Lei Complementar

Leia mais

Resolução n.º 01, de 13 de julho de 2011.

Resolução n.º 01, de 13 de julho de 2011. Resolução n.º 01, de 13 de julho de 2011. Dispõe sobre a opção pelo Regime Especial de Emissão e Impressão de Notas Fiscais Eletrônicas dos contribuintes do Imposto sobre Serviços do Município de Bagé

Leia mais

RICMS (Decreto nº 43.080/2002) Anexo XIII - Itens 1 a 5.06 ANEXO XIII

RICMS (Decreto nº 43.080/2002) Anexo XIII - Itens 1 a 5.06 ANEXO XIII RICMS (Decreto nº 43.080/2002) Anexo XIII - Itens 1 a 5.06 ANEXO XIII LISTA DE SERVIÇOS (a que se refere a Lei Complementar Federal nº 116, de 31de julho de 2003) (237) 1 Serviços de informática e congêneres.

Leia mais

ANEXO I A TABELA PARA COBRANÇA DO IPTU

ANEXO I A TABELA PARA COBRANÇA DO IPTU ANEXO I A TABELA PARA COBRANÇA DO IPTU Nº DE ORDEM ESPECIFICAÇAO % SOBRE O VALOR VENAL 001 IMOVEIS EDIFICADOS 0,5 % 002 IMOVEIS NÃO EDIFICADOS 1,0 % ANEXO I B TABELAS E PLANTA GENÉRICA DE VALORES Tabela

Leia mais

RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE

RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS POR PESSOA JURÍDICA APLICAÇÃO: SETOR PRIVADO E PÚBLICO 1 - INCIDÊNCIA 2 - SERVIÇOS ABRANGIDOS 2.1 - LISTA DE SERVIÇOS 2.2 FACTORING E ASSEMELHADOS

Leia mais

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações CÓDIGOS DE OPERAÇÕES DE ENTRADAS 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO Classificam-se, neste grupo, as operações ou prestações em que o estabelecimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL REVOGADO PELO DECRETO 26 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 14, DE 21 DE JANEIRO DE 2005. Regulamenta a Concessão, Execução e Prestação de Contas de Suprimento de Fundos. O PREFEITO MUNICIPAL DE PALMAS,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Lúcia DEPTO. DE CADASTRO E TRIBUTAÇÃO

Prefeitura Municipal de Santa Lúcia DEPTO. DE CADASTRO E TRIBUTAÇÃO LEI N 198/2003 SUMULA: ALTERA E ACRESCENTA DISPOSITIVOS À LEI NM25/98 QUE DISPÕE SOBRE O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE SANTA LÚCIA, E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS. A Câmara Municipal de Santa Lúcia, Estado

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 6/07

INSTRUÇÃO NORMATIVA 6/07 INSTRUÇÃO NORMATIVA 6/07 Define contribuintes do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza obrigados a efetuar a Declaração Mensal- escrituração eletrônica mensal do livro fiscal, a ser realizada por

Leia mais

4.1. A consulta aos dados acima será acessada através do módulo Consulta, rotina Cadastramento, opção Prefeitura/ISS.

4.1. A consulta aos dados acima será acessada através do módulo Consulta, rotina Cadastramento, opção Prefeitura/ISS. 1 de 9 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 03/2000 Estabelece procedimentos a serem adotados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual quando da retenção e do recolhimento do Imposto sobre Serviços

Leia mais

Art. 102. O ISS tem como fato gerador a prestação dos serviços não compreendidos na competência dos Estados, incidindo sobre as atividades de:

Art. 102. O ISS tem como fato gerador a prestação dos serviços não compreendidos na competência dos Estados, incidindo sobre as atividades de: TÍTULO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISS CAPÍTULO I DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL SEÇÃO I DA INCIDÊNCIA E DO FATO GERADOR Art. 102. O ISS tem como fato gerador a prestação dos serviços não

Leia mais

CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP. Descrição da operação ou prestação. Interna Interestadual Importação

CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP. Descrição da operação ou prestação. Interna Interestadual Importação CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP Interna Interestadual Importação 5.100 6.100 7.100 5.101 6.101 7.101 5.102 6.102 7.102 5.103 6.103 5.104 6.104 Descrição da operação

Leia mais

Visando facilitar as consultas sobre os CFOP, elaboramos quadro prático contendo os códigos vigentes e respectivas datas de aplicação.

Visando facilitar as consultas sobre os CFOP, elaboramos quadro prático contendo os códigos vigentes e respectivas datas de aplicação. 1. Introdução Os Códigos Fiscais de Operações e Prestações (CFOP) visam aglutinar em grupos homogêneos nos documentos e livros fiscais, nas guias de informação e em todas as análises de dados, as operações

Leia mais

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. A) ENTRADAS: N=Novo

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. A) ENTRADAS: N=Novo CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL Entradas Saídas A) ENTRADAS: Novos Antigos N=Novo GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPO 3 GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPO 3 1100 2100 3100 110 210 310 * COMPRAS

Leia mais

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2 3

CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL. GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2 3 KARIN CRISTINA IKOMA Consultora/Impostos CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E DE PRESTAÇÕES - CFOP CORRELAÇÃO GERAL A) ENTRADAS: NOVOS ANTIGOS GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO GRUPO N = Novo 1 2 3 1 2 3 1.100 2.100

Leia mais

CURSO EAD ENSINO A DISTÂNCIA. Anexo 10 - CFOP e CST - Vigência desde 01/01/2003

CURSO EAD ENSINO A DISTÂNCIA. Anexo 10 - CFOP e CST - Vigência desde 01/01/2003 CURSO EAD ENSINO A DISTÂNCIA Anexo 10 - CFOP e CST - Vigência desde 01/01/2003 CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES - CFOP - SEÇÃO I - CÓDIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA - CST (Ajuste SINIEF 07/01) 002 CÓDIGO

Leia mais

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações A presente relação de códigos fiscais é baseada noconvênio SINIEF s/nº, de 15.12.1970, com suas respectivas alterações. A relação encontra-se devidamente

Leia mais

ICMS - Tabela - Códigos Fiscais de Operações e Prestações (CFOP)

ICMS - Tabela - Códigos Fiscais de Operações e Prestações (CFOP) ICMS - Tabela - Códigos Fiscais de Operações e Prestações (CFOP) Este procedimento apresenta todos os Códigos Fiscais de Operações e Prestações (CFOP) a serem utilizados nas operações de entrada e saída

Leia mais

decorrentes de prestações de serviços de comunicação. 1.206 2.206 3.206 Anulação de valor relativo à prestação de serviço de transporte

decorrentes de prestações de serviços de comunicação. 1.206 2.206 3.206 Anulação de valor relativo à prestação de serviço de transporte CFOP DE ENTRADA DE MERCADORIA/UTILIZAÇÃO DE SERVIÇO CFOP IMPORTAÇÃO DESCRIÇÃO DA OPERAÇÃO OU PRESTAÇÃO 1.100 2.100 3.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL, COMERCIALIZA- ÇÃO OU PRESTAÇÃO DE

Leia mais