UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Avis Públic Nº 08/Unesc/2012 O Magnífic Reitr da Universidade d Oeste de Santa Catarina - Unesc, pessa jurídica de direit privad, mantida pela Fundaçã Universidade d Oeste de Santa Catarina Funesc, cm sede na Rua Getúli Vargas, 2125, na cidade de Jaçaba - SC, inscrita n CNPJ sb nº / , mantida pela Fundaçã Universidade d Oeste de Santa Catarina Funesc, n us de suas atribuições regimentais e estatutárias, ite Avis Públic para s pregads dcentes interns que desejar inscrever-se para ministrar aula n 2º sestre de 2012, na Unesc, Unidade de Chapecó, lcalizada na Av. Nereu Rams, D, Bairr Sinári, de acrd cm s requisits a seguir indicads, atendend também as critéris de credenciament da UNOESC. 1 DAS INSCRIÇÕES 1.1 As inscrições estarã abertas de 23 a 25 de abril de 2012, n hrári das 07h às 22h30, n Setr de Prtcl da UNOESC, Unidade de Chapecó. 1.2 Os candidats interessads deverã preencher a ficha de inscriçã, atençã e cnfrmidade cm a respectiva pntuaçã descrita n it 5 deste Avis Públic. a) Sã cnsiderads dcuments cmprbatóris ds seguintes critéris de avaliaçã: experiência prfissinal na área específica d cmpnente, cmprvada pr mei de ftcópia d registr CTPS u cntrat de prestaçã de serviçs; participaçã atividade de capacitaçã para a dcência n ensin superir u atualizaçã na área deste cmpnente ns últims 12 meses, cmprvada pr mei de ftcópia ds certificads de participaçã; publicaçã event u periódic científic ns últims 3 ans, cmprvada pr mei de ftcópia da(s) publicaçã(ões). b) As infrmações relativas as critéris de avaliaçã descrits na alínea a d it 1.2 dev ser atualizadas n currícul LATTES (CNPQ), que será utilizad para cnfirmaçã da pntuaçã declarada na ficha de inscriçã. c) A cmissã geral de seleçã pderá, cas de dúvida, slicitar que candidat apresente, até 48h, s dcuments riginais u ftcópia(s) autenticada(s) que cmprvam as infrmações cntidas n currícul LATTES (CNPQ) apresentad. d) Nã será necessária cópia impressa d currícul LATTES (CNPQ) atualizad, uma vez que a cnsulta será feita pela internet.

2 1.3 Na falta de títul de dutr, mestre, u especialista cm registr da realizaçã de mngrafia u trabalh de cnclusã de curs - TCC, candidat deverá cmprvar também um ds seguintes requisits: a) exercíci de mnitria, equivalente a, n mínim, 120 hras u 2 (dis) sestres letivs, durante u após a graduaçã; b) prduçã científica, técnica, artística u cultural na área, devidamente cmprvada e cnsiderada relevante; c) experiência prfissinal na área de afinidade cm (s) cmpnente(s) (es), pr um períd mínim de um an; d) exercíci da dcência pr um períd mínim de um an; e) participaçã curss de aperfeiçament u especializaçã técnic-prfissinal nã inferires a 360 hras, ns últims 5 (cinc) ans. 1.4 Nã será permitida a inscriçã simultânea para cmpnentes es a ser lecinads n mesm hrári e dia da sana. 1.5 Nã será permitida a inscriçã de prfessr cntratad regime ergencial, pis este t cntrat de trabalh pr praz pré-determinad. DAS VAGAS, DOS COMPONENTES CURRICULARES E DAS EMENTAS I - Área de Ciências Sciais Aplicadas Curs de Administraçã Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Administraçã Ética e Inserçã A Administraçã e 2ª 02 Quinta-feira Nturn Graduaçã Prfissinal prfissinal Administradr. Os Administraçã e Cnselhs Federal e Reginal Mestrad de Administraçã. Ética: Educaçã. cnceituaçã e fundamentaçã. Os desafis étics da atualidade. O Códig de Ética d Administradr.

3 Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Administraçã Prduçã de Cesã e cerência textuais. 1ª 04 Quarta-feira Nturn Graduaçã Texts Leitura, prduçã, análise e Letras; reescritura de texts. Dutrad Argumentaçã x persuasã. Letras. Gramática cntextualizada: acentuaçã, cncrdância verbal e nminal, crase, rtgrafia, pntuaçã, prnme pessal e de tratament, regência verbal e nminal. Cnceit de cmunicaçã. Frmas de cmunicaçã. Prcess de cmunicaçã. Text e discurs. Text e sua rganizaçã. 01 Administraçã Cmunicaçã Cmunicaçã: cnceit, 2ª 04 Terça-feira Nturn Graduaçã Empresarial prcess e elents. Letras, Tecnlgia da infrmaçã e Dutrad cmunicaçã. Cmunicaçã Letras. presarial: interna e externa. O Administradr e a cmunicaçã. Cmunicaçã ral: ratória (nções básicas). Organizaçã de entrevistas, reuniões, events, etiqueta e prtcl. Cmunicaçã nã verbal. Pesquisa cmunicaçã presarial.

4 Curs Cmpnente 01 Administraçã Cmérci Exterir Cenári Ecnômic Mundial. Organizações Internacinais. Definiçã de Terms d Cmérci Internacinal. Estrutura d Cmérci Exterir Brasileir. Cmérci Exterir Brasileir. Viabilidade e análise para a Exprtaçã. Mdalidades de Cmercializaçã Internacinal. Frmaçã d Preç Internacinal. Mdalidades de pagament. Operacinalizaçã ds Prcesss Cmercias Internacinais. Legais. Incentivs sana Turn 7ª 04 Segunda-feira Nturn Frmaçã Graduaçã Administraçã e Mestrad Relações Internacinais para Mercsul. 01 Administraçã Pesquisa MCDA Metdlgia Multi 7ª 04 Terça-feira Nturn Graduaçã Operacinal Critéri de api a Decisã. Administraçã, Prgramaçã linear. Teria das Mestrad Redes: prfissinalizante PERT/CPM. Teria ds Engenharia de Estques. Teria ds Jgs. Prduçã. Risc e Incerteza.

5 Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Administraçã Gestã Ambiental Evluçã da questã ambiental. 7ª 02 Quinta-feira Nturn Graduaçã e Sustentabilidade A questã ambiental na Ciências presa. Abrdag Bilógicas; ecnômica. O sista de Mestrad gestã ambiental: frmulaçã Ciências de plíticas, prcess de Ambientais. planejament, implentaçã de sistas, prcesss de aprendizag e melhria cm vistas a sustentabilidade. Impacts da nrmatizaçã nas rganizações. Padrões ambientais. Auditria ambiental. Nrmas ambientais: série ISO Administraçã Estági Atuar cm prfessr 7ª 0,5h Alternads Nturn Graduaçã cm Supervisinad rientadr ds Estágis Especializaçã Módul I Supervisinads de Áreas afins. Administraçã. 03 Administraçã Estági Supervisinad Módul II Atuar cm prfessr rientadr ds Estágis Supervisinads de 8ª 0,5h Alternads Nturn Graduaçã cm Especializaçã Áreas afins. Administraçã.

6 Curs de Administraçã Linha de Frmaçã Cmérci Exterir Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Administraçã linha de frmaçã Cmérci Exterir Direit aplicad a Cmérci Exterir Nções Intrdutórias de Direit. Nções de Direit Cnstitucinal. Nções de Direit das Obrigações e de Cntrats. Sciedades Cmerciais. Empresa Estrangeira n Brasil. Títuls de 4ª 4 Quinta feira Nturn Graduaçã Direit e especializaçã áreas afins. Crédit. 01 Administraçã linha de frmaçã Cmérci Exterir Sistática Cambial Intrduçã a câmbi. História d câmbi n Brasil. As medas e sua imprtância. Os bancs e as perações de câmbi. O papel d Banc Central d Brasil n sista. A legislaçã: Cnslidaçã das Nrmas Cambiais d Banc Central d Brasil. As ressas para exterir vinculadas às exprtações. O fechament de câmbi: a dcumentaçã. As perações de ACC e ACE. 6ª 4 Sexta feira Nturn Graduaçã Administraçã e especializaçã Gestã ds Negócis Internacinais e Cmérci Exterir. Curs de Ciências Cntábeis Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Ciências Planejament e Planejament presarial. 7ª 04 Terça- Nturn Graduaçã Cntábeis Cntrle Sista rçamentári glbal. feira Ciências Cntábeis, Orçamentári Orçament de vendas, Pós-graduaçã prduçã, despesas Cntabilidade peracinais, investiments e Gerencial e Custs, caixa. Dnstraçã de e Resultad, Balanç Patrimnial Cperativism. e d Flux de Caixa prjetads. Cntrle rçamentári. Avaliaçã da execuçã d rçament.

7 Curs de Direit Curs Cmpnente 01 Direit Scilgia jurídica 01 Direit Direit municipal 01 Direit Direit das cisas I Scilgia jurídica e scilgia geral. Scilgia jurídica e dgmática jurídica. Scilgia jurídica e ciências sciais. O fenômen scial cm bjet de estud de diversas disciplinas. Saber jurídic e ciências sciais. Funçã scial da ciência. O direit cm fenômen scial. Orig scial d direit. Sciedade, direit e pder. Estad e direit, direit e idelgia. Princípis cnstitucinais. O Municípi na estrutura federativa brasileira: atribuições e cmpetências cnstitucinais. Organizaçã municipal. Psse e Prpriedade.Classificaçã. Funçã scial. Limitações. Aquisiçã e perda. Direits de vizinhança. Cndmíni. sana 2ª 04 Quartafeira Turn Frmaçã Manhã Graduaçã Direit u área afim Especializaçã Direit u área afim 8ª 02 Sábads Manhã Graduaçã Direit u área afim Especializaçã Direit u área afim 3ª 04 Terça-feira Nturn Graduaçã Direit u área afim Especializaçã Direit u área afim Curs Superir de Tecnlgia Lgística Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 01 Tecnlgia Lgística Tecnlgia da infrmaçã lgística Princípis da infrmaçã; a infrmaçã cm fatr estratégic das rganizações; cnceits de Tecnlgia e Sistas de Infrmaçã; papel da infrmaçã na Lgística; tecnlgia da infrmaçã cm api a Gerenciament da Cadeia de Abasteciment; sistas lgístics; visã prática das ferramentas e sistas. 4ª 04 Terçafeira Nturn Graduaçã e Mestrad área afim. 06 Tecnlgia Lgística Trabalh de cnclusã de curs Execuçã d prjet e elabraçã da mngrafia sbre ta da área da Lgística, de acrd cm Manual de Elabraçã d TCC, anex. 6ª 0,5h Alternad s Nturn Graduad cm Especializaçã Áreas afim.

8 III Área das Ciências Bilógicas e da Saúde Curs de Educaçã Física Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 1 Educaçã Física Esprtes de Aventura Atividades físicas cntprâneas. Atividades físicas cntat cm a natureza. Equipaments, segurança, técnica e prática ds esprtes de aventura ns meis urbans e naturais. 6ª 4 Terça-feira Nturn Mestrad Educaçã. Especializaçã Interdisciplinarida de. 1 Educaçã Física Trabalh de Pesquisa II Desenvlviment d prjet de pesquisa e elabraçã d relatóri final, realizad na educaçã física da educaçã básica. 6ª 4 Quintafeira e Cncentrad a Nturn Graduaçã Educaçã Física Mestre Educaçã. IV Área das Ciências Exatas e da Terra Curs de Sistas de Infrmaçã Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 1 Sistas de infrmaçã Fundaments Sistas infrmaçã. Cnceits, bjetivs, funções e cmpnentes ds Sistas de Infrmaçã. Evluçã e tips de Sistas de Infrmaçã. Dimensões tecnlógica, rganizacinal e humana ds Sistas de Infrmaçã. Áreas de pesquisa Sistas de Infrmaçã. Gerenciament de tecnlgia da infrmaçã. Atualidades Sistas de Infrmaçã. 2ª 4 Segundafeira Nturn Graduaçã na área da cmputaçã cm Especializaçã áreas afins. Curs de Tecnlgia Gestã Ambiental Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã

9 Curs Cmpnente sana Turn Frmaçã 1 Tecnlgia Gestã ambiental Instruments públics de gestã ambiental Orig d Estad e Administraçã Pública. A nva Gestã Pública. A redefiniçã d papel d Estad. Instruments gerenciais cntprânes. O Plan Diretr das cidades. Atuaçã municipal n cntrle ambiental. Desenvlviment de COMDEMA`s. Agenda 21 Lcal, Estatut da Cidade. 2ª 2 Sexta-feira Sábad Nturn Matutin e vespertin Graduaçã Ciências Bilógicas. Especializaçã Ciências Ambientais. 2 DA REMUNERAÇÃO Os prfessres selecinads serã runerads cnfrmidade cm s respectivs enquadraments n Plan de Cargs, Saláris e Carreira Dcente da Unesc. 3 DAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO 3.1 O prcess seletiv de dcentes será crdenad pr uma Cmissã Geral de Seleçã, nmeada pel Reitr da UNOESC. 3.2 A Cmissã Geral de Seleçã indicará as Cmissões Específicas de Avaliaçã para prceder a avaliaçã ds pnts, que será frmada, minimamente, pr dis prfessres da área de cnheciment. 4 DA AVALIAÇÃO 4.1 Será atribuída a candidat pntuaçã individual cnfrme critéris a seguir apresentads. 4.2 Critéris de avaliaçã I Mair titulaçã: a) Dutrad: 4 (quatr) pnts. b) Mestrad: 3 (três) pnts. c) Especializaçã (lat sensu): 2 (dis) pnts. d) Graduaçã: 1 (um) pnt. Parágraf Únic. Será cmputada a pntuaçã relativa à mair titulaçã d candidat, limitada esta à titulaçã requerida na respectiva vaga cnstante d it 2 deste avis públic. II Regime de trabalh n sestre curs: a) de 30 a 40 hras: 4 (quatr) pnts.

10 b) de 20 a 29 hras: 3 (três) pnts. c) entre 08 e 20 hras: 2 (dis) pnts. III Experiência n ensin superir há, n mínim, um an cm dcente efetiv: a) n cmpnente, mas cm utra nmenclatura: 3 (três) pnts. b) cmpnente crrelat que antecede u sucede este: 2 (dis) pnts. c) n ensin superir: 1 (um) pnt. IV Credenciament cmpnente neste curs, cnfrmidade cm a Resluçã n.º 13/CONS.ADM/FUNOESC/2005: a) Sim, cm enquadrament 1: 4 (quatr) pnts b) Sim, cm enquadrament 2: 2 (dis) pnts V Experiência prfissinal na área específica d cmpnente, cmprvada pr mei de ftcópia d registr CTPS u cntrat de prestaçã de serviçs: a) Acima de 36 meses: 3 (três) pnts b) De 24 a 35 meses: 2 (dis) pnts c) De 12 a 23 meses: 1 (um) pnt VI Participaçã atividade de capacitaçã para a dcência n ensin superir u atualizaçã na área deste cmpnente ns últims 12 meses, cmprvada pr mei de ftcópia ds certificads de participaçã: a) Smatóri cm 36 hras de capacitaçã u superir: 3 (três) pnts b) Smatóri entre 24 e 35 hras de capacitaçã: 2 (dis) pnts c) Smatóri entre 12 e 23 hras de capacitaçã: 1 (um) pnt VII Publicaçã event u periódic científic ns últims 3 ans, cmprvada pr mei de ftcópia da(s) publicaçã(ões): a) Dis artigs, u mais, periódic científic: 3 (três) pnts b) Um artig periódic científic: 2 (dis) pnts c) Uma apresentaçã de trabalh, u mais, event científic: 1 (um) pnt VIII - Lcal de residência: a) N própri municípi u até 39 km (vinda e retrn), de nde está send fertada a vaga: 2 (dis) pnts b) Em municípi distante 40 km (vinda e retrn), u mais, de nde está send fertada a vaga: 1 (um) pnt 4.3 A atribuiçã de pntuaçã cada critéri descrit n it 5.2 incidirá unicamente sbre quesit (alínea) que permitir a candidat a mair pntuaçã pssível. 4.4 O resultad final será determinad pr mei d smatóri ds pnts btids cada critéri pr cada candidat. Cada candidat pderá bter a pntuaçã máxima de 26 (vinte e seis) pnts. O candidat que btiver mair pntuaçã será classificad, bservand-se, n entant, a exigência de pntuaçã mínima de 8 (it) pnts.

11 4.5 Critéris de despate: I Será classificad prfessr cm pntuaçã mais elevada n critéri de titulaçã; II Persistind pate, será classificad prfessr cm pntuaçã mais elevada n critéri regime de trabalh n sestre curs; III Persistind pate, será classificad prfessr cm pntuaçã mais elevada n critéri experiência na dcência n ensin superir; IV Cm últim critéri de despate, será classificad prfessr cm mair tp de trabalh na Unesc. 5 DOS PRAZOS 5.1 A hmlgaçã das inscrições válidas crrerá n dia 26/04/ Caberá recurs à Cmissã Geral de Seleçã ns dias 27 e 28/04/ O prcess de avaliaçã crrerá ns dias 02 e 03/05/ O resultad final será divulgad n dia 04/05/ Caberá recurs até 07/05/ DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 6.1 Cnsidera-se "dcente" para fins de habilitaçã n certame: a) integrantes d crp dcente e/u técnic-administrativ que estejam, n sestre de publicaçã d edital, ministrand atividade /cmpnente, salv caráter ergencial. b) integrantes d crp dcente e/u técnic-administrativ cm credenciament válid alguma atividade /cmpnente e que nã esteja despenhand atividades n sestre de publicaçã d edital funçã de seu nã fereciment. 6.2 As vagas cmpnentes es, de que trata it 2 deste Edital, smente serã alcadas as dcentes classificads se fr ferecidas ns respectivs curss. 6.3 Qualquer questã que reste duvidsa será reslvida, primeira instância, pela Cmissã Geral de Seleçã e, segunda e máxima instância, pel Reitr. Jaçaba, 20 de abril de ARISTIDES CIMADON Reitr da Unesc

12 AVISO PÚBLICO Nº /UNOESC/2012. FICHA DE INSCRIÇÃO E DE AVALIAÇÃO NOME CANDIDATO CURSO COMPONENTE CURRICULAR LOCAL DE RESIDÊNCIA ( CIDADE e ESTADO ) TITULAÇÃO ( DOUTOR, MESTRE, ESPECIALISTA, GRADUADO ) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO (para us exclusiv da Cmissã Específica de Avaliaçã) QUESITOS AVALIADOS I Mair titulaçã. II Regime de trabalh n sestre curs. III Experiência n ensin superir há, n mínim, um an cm dcente efetiv. IV Credenciament cmpnente neste curs, cnfrmidade cm a Resluçã nº 13/CONS.ADM/FUNOESC/2005. V Experiência prfissinal na área específica d cmpnente cmprvada. PONTOS a) Dutrad: 4 (quatr) pnts. b) Mestrad: 3 (tres) pnts. c) Especializaçã (lat sensu): 2 (dis) pnts. d) Graduaçã; 1 (um) pnt. a) de 30 a 40 hras: 4 (quatr) pnts. b) de 20 a 29 hras: 3 (três) pnts. c) de 08 a 20 hras: 2 (dis) pnt. a) n cmpnente, mas cm utra nmenclatura: 3 (três) pnts. b) cmpnente crrelat que antecede u sucede este: 2 (dis) pnts. c) n ensin superir: 1 (um) pnt. a) sim, cm enquadrament 1: 4 (quatr) pnts. b) sim, cm enquadrament 2: 2 (dis) pnts. a) acima de 36 meses: 3 (três) pnts b) de 24 a 35 meses: 2 (dis) pnts c) de 12 a 23 meses: 1 (um) pnt a) smatóri cm 36 h de capacitaçã u superir: 3 (três) pnts VI Participaçã atividades de b) smatóri entre 24 e 35 h de capacitaçã para a dcência. capacitaçã: 2(dis) pnts c) smatóri entre 12 e 23 h de capacitaçã: 1 (um) pnt. VII Publicações ns três últims ans a) dis artigs, u mais, periódic PONTUAÇÃO OBTIDA

13 cmprvada. VIII Lcal de residência. científic: 3 (três) pnts b) um artig periódic científic: 2 (dis) pnts c) uma apresentaçã de trabalh, u mais, event científic: 1 (um) pnt a) n própri municípi u até 39 Km (vinda e retrn), de nde esta send fertada a vaga: 2 (dis) pnts b) municípi distante de 40 Km (vinda e retrn), u mais, de nde está send fertada a vaga: 1 (um) pnt PONTUAÇÃO TOTAL Chapecó (SC), / / 2012 Candidat Assinatura Nme: Cmissã Específica de Avaliaçã Nme: Cmissã Específica de Avaliaçã Nme: Cmissã Geral de Seleçã Nme: Cmissã Geral de Seleçã

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 1º semestre / 2015 O FGV Law Prgram da Escla

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( )

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médi PLANO DE ENSINO 2009 Médi Prfissinalizante ( ) Prfissinalizante ( ) Graduaçã ( x ) Pós-graduaçã ( ) I. Dads Identificadres Curs Superir de Tecnlgia em Gestã Ambiental

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE AVISO PÚBLICO Nº 017/VR-SMO/2009

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE AVISO PÚBLICO Nº 017/VR-SMO/2009 1 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE AVISO PÚBLICO Nº 017/VR-SMO/2009 O Vice-reitor de Campus da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de São Miguel

Leia mais

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013 Salvadr, Bahia Sexta-feira 19 de Julh de 2013 An XCVII N 21.187 EDITAL Nº 073/2013 FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA SELEÇÃO DE DIVULGADORES DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014 DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS PROJETO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (X) PROJETO DE PESQUISA PROJETO DE EXTENSÃO Acadêmic ; Scial PROJETO DE INTERDISCIPLINARIDADE

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 10/11/2014 a 10/12/2014 Carg: Analista de Desenvlviment Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: até R$ 5.218,56 Nº Vagas: 15 + Cadastr de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 01/09/2014 a 07/10/2014 Carg: Analista Financeir Cntábil Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: R$ 7.491,32 Nº Vagas: 01 Data da Prva: 30/11/2014

Leia mais

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos Guia Prátic d Estági Seu Estági em 5 Passs O que é Estági? A atividade de estági é um fatr significativ na frmaçã d prfissinal, pr prprcinar a interaçã d alun cm a realidade da prfissã e a cmplementaçã

Leia mais

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 Este frmulári deve ser preenchid pr tds s aluns matriculads n Mestrad em Atençã à Saúde n an de 2013. Os dads servirã para atualizar, n Cleta Capes, as atividades

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 027/ DE 19 DE NOVEMBRO DE VESTIBULAR 16/01 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL REGULAMENTO ESPECÍFICO: EQUIPAMENTOS PARA A COESÃO LOCAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 Ns terms d regulament específic Equipaments para a Cesã Lcal,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Ciências Cntábeis Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 01

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad:. Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos PLANO DE CURSO MSOBRPCMME PAG1 Plan de curs Planejament e Cntrle da Manutençã de Máquinas e Equipaments Justificativa d curs Nã é fácil encntrar uma definiçã cmpleta para Gestã da manutençã de máquinas

Leia mais

1- Objetivo Orientar e apoiar a utilização dos serviços de Biblioteca por parte do corpo docente, discente e comunidade.

1- Objetivo Orientar e apoiar a utilização dos serviços de Biblioteca por parte do corpo docente, discente e comunidade. Sistema de Gestã de Prcesss Sistema de Gestã da Qualidade Utilizaçã ds Serviçs de Bibliteca 1- Objetiv Orientar e apiar a utilizaçã ds serviçs de Bibliteca pr parte d crp dcente, discente e cmunidade.

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 27/10/2014 a 21/11/2014 Carg: Auxiliar de Sala: Educaçã Infantil Taxa de Inscriçã: R$ 48,00 Salári/Remuneraçã: R$ 1.146,27 Nº Vagas: Cadastr de

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional Códig / Nme d Curs Status Códig - Área Subárea Especialida Dads Gerais 196 / Escla Gestres- Curs Especializaçã em Gestã Esclar Ativ 49 / Educaçã Gestã Educacinal Gestã Esclar Nivel d Curs Especializaçã

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

TREINAMENTO. Instrumentos Financeiros, Derivativos e Contabilidade de Hedge para Bancos

TREINAMENTO. Instrumentos Financeiros, Derivativos e Contabilidade de Hedge para Bancos C ésar Rams & Cia Auditria e Cnsultria César Rams & Cia Ltda Edifíci Mnument Avenida Brigadeir Faria Lima nº 1478 CEP 01451-001, Sã Paul, Brasi Telefne: +5511 35897580 TREINAMENTO Instruments Financeirs,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 18/10/2014 a 30/11/2014 Carg: Agente de Api Técnic Taxa de Inscriçã: R$ 55,00 Salári/Remuneraçã: R$ 958,76 Nº Vagas: 12 Data da Prva: 01/02/2015

Leia mais

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Capital

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Capital Banc Industrial d Brasil S.A. Gerenciament de Capital 2014 1 Sumári 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL... 4 4. PLANO DE CAPITAL... 5 5. RESPONSABILIDADES... 6

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT O significad das cisas nã está nas cisas em si, mas sim em nssa atitude em relaçã a elas. (Antine de Saint-Exupéry, 1943) CURSOS bacharelads: Administraçã Geral Ciências Cntábeis Direit Educaçã Física

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE VIDEIRA AVISO PÚBLICO Nº 04 VDA/2014

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE VIDEIRA AVISO PÚBLICO Nº 04 VDA/2014 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE VIDEIRA AVISO PÚBLICO Nº 04 VDA/2014 O Vice-reitor de Campus da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de Videira SC, Instituição Educacional,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº 14/UNOESC-R/2009

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº 14/UNOESC-R/2009 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº 14/UNOESC-R/2009 O Reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Instituição Educacional, com sede na Rua Getúlio Vargas, 2125, na cidade

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

PROJETO 23ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 28 e 29 DE OUTUBRO DE 2015 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO

PROJETO 23ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 28 e 29 DE OUTUBRO DE 2015 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO PROJETO 23ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 28 e 29 DE OUTUBRO DE 2015 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO Objetivs: SEGURANÇA DO TRABALHO Desenvlver cmpetências para eliminar u minimizar s riscs de acidentes

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 12/2005, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO N o 12/2005, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO N 12/2005, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2005 Aprva Regiment da Bibliteca Universitária - Sistema de Biblitecas da UFMG, e revga a Resluçã n 27/93, de 22/12/93, que aprvu Regiment da Bibliteca Universitária.

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Administraçã Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 02 Data

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N 01/2007 De 8 de nvembr de 2007 Reedita as Nrmas para Recnheciment de Títuls de Pós-Graduaçã, revgand a Resluçã Cmplementar n 02/93, de 25 de junh de 1993. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 24/11/2014 a 15/12/2014 Carg: Técnic em Cntabilidade Taxa de Inscriçã: R$ 40,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.835,16 Nº Vagas: 02 Data da Prva: 18/01/2015

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO 52ª PREMIAÇÃO ANUAL IAB RJ EDITAL 2014 INTRODUÇÃO O Institut de Arquitets d Brasil - IAB-RJ cnvca arquitets e urbanistas a participarem da 52ª Premiaçã Anual ds Arquitets que, em 2014, agrega às categrias

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Faculdade Independente d Nrdeste Credenciada pela Prtaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada n D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ENFERMAGEM Recnhecid pela Prtaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12

Leia mais

CLEINALDO DE ALMEIDA COSTA Presidente

CLEINALDO DE ALMEIDA COSTA Presidente UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 45/2014-CONSUNIV Fixa as vagas ns curss de Graduaçã para ingress na Universidade d Estad d Amaznas, pr mei d Cncurs Vestibular e d

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Prcess/Instruções de Pagament para Aplicaçã n Prgrama de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Requisits de Elegibilidade 1. A empresa deve estar lcalizada em znas de cnstruçã activa na Alum Rck Avenue

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Informática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróleo e Gás

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Informática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróleo e Gás PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Infrmática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróle e Gás Objetiv: Elabrar e desenvlver um prjet na área prfissinal,

Leia mais

EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA

EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA O presente dcument tem cm bjetiv dispnibilizar a divulgaçã ficial das cndições estabelecidas pel Sesc Santa Catarina para

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Missã d Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

Objetivos. A quem se destina. Programa. Comportamento de Compra do Shopper. Natureza da compra. Lógica de escolha. Compras planejadas e não planejadas

Objetivos. A quem se destina. Programa. Comportamento de Compra do Shopper. Natureza da compra. Lógica de escolha. Compras planejadas e não planejadas Sluções in Stre Objetivs Evidenciar s pilares fundamentais para desenvlviment de um trabalh cm categrias e marcas n Pnt de Venda, munind s participantes de infrmações que permitam cnhecer shpper e sua

Leia mais

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre.

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre. Códig: MAP-SERPU-001 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Secretaria de Relações Públicas e Cerimnial Aprvad pr: Presidência 1 OBJETIVO Definir e padrnizar s prcediments para planejament e

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017 Admissões para Creche e Pré-esclar 2016 / 2017 1ª Fase: Pré-candidatura Decrre entre 4 a 29 de Janeir (2016): - Ficha de candidatura devidamente preenchida e assinada (dispnível na Secretaria u n site:

Leia mais

Introdução: marco normativo internacional e nacional

Introdução: marco normativo internacional e nacional Cidade d Panamá, 21 de abril de 2014 A Assciaçã para a Prevençã da Trtura vem pr mei desta, em respsta a fíci n. 122/2014/CAO-DH enviad pel Centr de Api Operacinal das Prmtrias de Justiça de Defesa ds

Leia mais

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA Organizaçã: Parceria: I WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA EXAMES DE CERTIFICAÇÃO DE AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO A ANCORD já certificu mais de 14.000 Agentes Autônms de Investiment. Obs.: A

Leia mais

Curso de Extensão: Finanças Corporativas

Curso de Extensão: Finanças Corporativas 1. Apresentaçã Curs de Extensã: Finanças Crprativas Uma crpraçã é, genericamente, caracterizada pela tmada de duas decisões fundamentais, a de financiament e a de investiment. O prcess de seleçã, análise

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 03/10/2014 a 20/11/2014 Carg: Assistente Administrativ Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.123,73 Nº Vagas: Cadastr de Reserva Data

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 10/10/2014 a 07/11/2014 Carg: Assessr: Administraçã Taxa de Inscriçã: R$ 187,45 Salári/Remuneraçã: R$ 9.897,27 Nº Vagas: 01 Data da Prva: nã definida

Leia mais

Carla Cristina Martins Pica

Carla Cristina Martins Pica Carla Cristina Martins Pica Telemóvel: 91 712 29 69 Crrei electrónic: carla.pica@marinha.pt u carlapica@me.cm Habilitações Literárias e Académicas Mestre em Ciências Jurídic-Plíticas, pela Faculdade de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA DISCENTES NOS PROJETOS DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES EM 2015.2

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA DISCENTES NOS PROJETOS DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES EM 2015.2 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA DISCENTES NOS PROJETOS DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES EM 2015.2 A Faculdade ASCES, através d Núcle de Extensã e Atividades Cmplementares,

Leia mais

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company.

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company. A Stavale & CCT ferece treinaments aberts e in cmpany. Clabradres mais qualificads e empresa mais lucrativa. Sluções mais rápidas e efetivas. Treinaments custmizads para sua empresa. Dispms de sala cm

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos os autos do Pedido de Providências 0.970,

VISTOS, relatados e discutidos os autos do Pedido de Providências 0.970, 1 Pedid de Prvidências n" 970 Requerente: Escla Nacinal da Magistratura e Assciaçã ds Magistrads d Brasil. Assunt:Resluçã n 11/2006 CNJ - Atividade jurídica - Curss de Pósgraduaçã - Ediçã de nrma de transiçã.

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Novas Salvaguardas Ambientais e Sociais

Novas Salvaguardas Ambientais e Sociais Nvas Salvaguardas Ambientais e Sciais Discussões Técnicas de Gvern ESS1 Avaliaçã e Gerenciament de Riscs e Impacts Sciais e Ambientais 15 de utubr, 2014 Objetivs da ESS1 Identificar, avaliar e gerir s

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores www. escla-apel.cm Frmaçã Pedagógica Inicial de Frmadres DESIGNAÇÃO DO CURSO Frmaçã Pedagógica Inicial de Frmadres OBJECTIVOS GERAIS DO CURSO Cnsciencializar-se das cmpetências e d perfil de um frmadr;

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2015 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 2.1. Organgrama... 4 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3.

Leia mais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais Inf - Estruturas Infrmaçã Mensal d Sectr Linha de Crédit PME 2009 Alteraçã à Linha de Crédit para api às Empresas de Prduçã, Transfrmaçã e Cmercializaçã de Prduts Agríclas, Pecuáris e Flrestais A Linha

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC EDITAL UESC Nº 10 ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS PARA DISCIPLINA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA/PPGE, MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO, OFERECIDA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL PARA O SEGUNDO PERÍODO LETIVO DE 2014. 1. PREÂMBULO 1.1. O Crdenadr d Prgrama de

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2015.1

Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2015.1 Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia d Ri de Janeir Edital Simplificad de Seleçã de Mnitria 2015.1 A Direçã Geral d IFRJ/, cmunica, pel presente Edital, que estarã abertas as inscrições para

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estudo de Caso

CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estudo de Caso CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estud de Cas Camila Gmes da Silva 1, Vilma da Silva Sant 2, Paul César Ribeir Quintairs 3, Edsn Aparecida de Araúj Querid Oliveira 4 1 Pós-graduada em

Leia mais

METAS DE COMPREENSÃO:

METAS DE COMPREENSÃO: 1. TÓPICO GERADOR: Vivend n sécul XXI e pensand n futur. 2. METAS DE COMPREENSÃO: Essa atividade deverá ter cm meta que s aluns cmpreendam: cm se cnstrói saber científic; cm as áreas d saber estã inter-relacinadas

Leia mais

EDITAL 001/2016/FACELI

EDITAL 001/2016/FACELI EDITAL 001/2016/FACELI ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSORES PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO CONTRATAÇÃO PARA 2016 (1º e 2º SEMESTRES) A Diretora

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

PROGRAMA FORMAR / 2009 Modalidade Apoio Formativo Plurianual

PROGRAMA FORMAR / 2009 Modalidade Apoio Formativo Plurianual PROGRAMA FORMAR / 2009 Mdalidade Api Frmativ Plurianual INSCRIÇÕES - GUIA DE PROCEDIMENTOS De acrd cm a Prtaria nº 1229/2006, de 15 de Nvembr, Institut Prtuguês da Juventude (IPJ) cntinua a prmver a frmaçã

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS Sã Paul 2013 1 1 INTRODUÇÃO Este Manual tem a finalidade de servir à nrmalizaçã da elabraçã de Trabalhs de Cnclusã de Curs TCC pr mei de artigs científics,

Leia mais

EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA

EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG SECRETARIA GERAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SEaD EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA A Secretária de Educação a

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários.

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários. OBJETIVO Este dcument tem cm bjetiv definir as plíticas referentes à relaçã entre a Siux e seus funcináris. A Siux se reserva direit de alterar suas plíticas em funçã ds nvs cenáris da empresa sem avis

Leia mais

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL Carga Hrária: 16 hras/atividade Hrári: 8h30 às 18h (cm interval para almç) Brasília, 26 e 27 de nvembr de 2015

Leia mais

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmi Cidadania, categria Estudante, premia trabalhs de caráter técnic u científic, referente a implementaçã

Leia mais

Universidade Luterana do Brasil Faculdade de Informática. Disciplina de Engenharia de Software Professor Luís Fernando Garcia www.garcia.pro.

Universidade Luterana do Brasil Faculdade de Informática. Disciplina de Engenharia de Software Professor Luís Fernando Garcia www.garcia.pro. Universidade Luterana d Brasil Faculdade de Infrmática Disciplina de Engenharia de Sftware Prfessr Luís Fernand Garcia www.garcia.pr.br EVOLUÇÃO EM ENGENHARIA DE SOFTWARE 10 Sistemas Legads O investiment

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 08/12/2014 a 08/01/2015 Carg: Pedagg Taxa de Inscriçã: R$ 100,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.247,98 Nº Vagas: 09 Data da Prva: 07/03/2015 Nível: Superir

Leia mais

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana Horário de aulas do 6 Ano Ensino Fundamental ao 3ª Ensino Médio Segunda- feira Segunda - feira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Terça- feira - Terçafeira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Quarta-feira Quartafeira Ed.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA De Plenári, err1 substituiçã à COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sbre Prjet de Lei da Câmara 209, de 2015, de autria d Deputad Aeltn Freitas, que altera a Lei n 8.906, de 4 de julh de 1994

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO PRIVADA SETOR HABITACIONAL JARDINS MANGUEIRAL

PARCERIA PÚBLICO PRIVADA SETOR HABITACIONAL JARDINS MANGUEIRAL PARCERIA PÚBLICO PRIVADA SETOR HABITACIONAL JARDINS MANGUEIRAL Jardins Mangueiral Primeira Parceria Públic-Privada d Brasil Jardins Mangueiral Famílias beneficiadas: 8.000. Casas de dis e três quarts

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº03 UNOESC-R/2012

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº03 UNOESC-R/2012 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC AVISO PÚBLICO Nº03 UNOESC-R/2012 O Reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Instituição Educacional, com sede na Rua Getúlio Vargas, 2125, na cidade

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. !

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. ! .., 1'1 I'IJ!li 111 ll I- IA ~ - CRIMES NO MEIO AMBIENTE DICiITAL Cels Antni Pachec Firill Christiany Pegrari Cnte B22 @ n,. Editr~ ~ Saraiva SUMARIO,. - ', CAP(TULO 1 - DO MEIO AMBIENTE DIGITAL... 11

Leia mais