Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável"

Transcrição

1 Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável Presidente Deputado Adão Villaverde PT

2 Índice Composição Mesa Diretora da Assembleia Legislativa p.03 Composição da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável p.04 Agradecimentos p.05 1 Considerações Iniciais 1.1 Introdução p Objetivos p Duração dos Trabalhos p Ato Solene de Instalação da Comissão Especial p.08 2 Palavra do Presidente da Comissão Especial Deputado Adão Villaverde p Palavra do Relator da Comissão Especial Deputado Juliano Roso p.11 3 Reuniões e Audiências Públicas 3.1 Cronograma de reuniões e audiências públicas p Reuniões p Audiências Públicas p.22 4 Conclusões e Recomendações p.41 5 Anexos 5.1 Plano de Trabalho p Relação de Materiais Técnicos Apresentados nas Audiências Públicas da Comissão Especial P.53 6 Anteprojeto de Lei Complementar p.55 Propostas da Trensurb p.62 2

3 Composição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa 54ª Legislatura Presidente Deputado Edson Brum 1º Vice-Presidente Deputado Ronaldo Santini 2º Vice-Presidente Deputada Regina Becker Fortunati 1º Secretário Deputada Silvana Covatti 2º Secretário Deputado Edegar Pretto 3º Secretário Deputado Adilson Troca 4º Secretário Deputada Liziane Bayer 3

4 Composição da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Presidente: Deputado Adão Villaverde Vice-Presidente: Deputado Ciro Simoni Relator: Deputado Juliano Roso Deputados Titulares Adilson Troca Álvaro Boessio Gerson Borba Juliano Roso João Fischer Liziane Bayer Marlon Santos Maurício Dziedricki Tarcísio Zimmermann Tiago Simon Deputados Suplentes Elton Weber Enio Bacci Frederico Antunes Gilberto Capoani Jorge Pozzobom Luís Augusto Lara Marcel van Hattem Manuela d Ávila Nelsinho Metalúrgico Regina Becker Fortunati Stela Farias Vilmar Zanchin Equipe Técnica Coordenador: Gerri Machado Ribeiro Secretária: Tânia Estela Di Maio Assessores: Anderson Nunes dos Santos e Paulo Henrique Soares

5 Agradecimentos Queremos registrar a nossa gratidão pelo apoio que tivemos dos deputados integrantes da Comissão Especial e seus assessores, agradecemos aos palestrantes convidados especiais pela disponibilidade e qualidade das temáticas apresentadas, bem como a todos que participaram das audiências públicas, razão do nosso trabalho, e contribuíram de maneira efetiva em todas as discussões e encaminhamentos. Agradecemos a parceria de vários colaboradores das mais diferentes esferas da sociedade, tais como: Metroplan, Agergs, Secretarias de Estado, Câmaras de Vereadores, prefeituras, Granpal, CREA-RS, Trensurb, Caixa Federal-RS, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público, Fegam, ATM, UAMPA, FAMURS, EPTC, IAB, Federasul, Ministério das Cidades, Conselho Estadual das Cidades e tantas outras instituições e entidades que, de uma forma ou de outra, prestigiaram esta Comissão Especial com a sua participação Registramos os mais sinceros agradecimentos e, acima de tudo, o reconhecimento a todos que possibilitaram o andamento dos trabalhos desta Comissão Especial. Agradecemos ao trabalho realizado pela equipe técnica da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, nas pessoas do coordenador técnico Gerri Machado Ribeiro, da secretária Tânia Estela Di Maio, dos assessores Anderson Nunes dos Santos e Paulo Henrique Soares que não pouparam esforços e muito lutaram na busca de dados, ações, sugestões, promovendo debates a fim de contribuir para a melhoria da situação preocupante em que se encontra a mobilidade urbana nas cidades nos dias de hoje. 5

6 1 - Considerações Iniciais Introdução No presente relatório queremos destacar os trabalhos desenvolvidos pela Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável referente à questão de sustentabilidade em ações conjuntas com os entes públicos e a sociedade civil organizada, objetivando a realização de amplos debates em torno dos principais pontos priorizados pela Comissão: mobilidade urbana e sua sutentabilidade, salientando a necessidade de realizar um conjunto de ações socialmente e economicamente sustentáveis. A instalação desta Comissão, proposta pelo Deputado Adão Villaverde, além de proporcionar um estreitamento das relações entre o Poder Legislativo do Estado com a sociedade organizada, se propôs, através de estudos, análises e levantamento de dados, minimizar conflitos iminentes à mobilidade urbana e o seu gerenciamento. Ressalta-se que tanto a Comissão, como as entidades afins, desejam dar seguimento às discussões para lograr avanços ainda maiores no que concerne à mobilidade urbana como um todo. Assim, acreditamos que a instituição de um espaço permanente de discussão sobre o tema da mobilidade urbana sustentável significará, para a história deste Parlamento, o reforço perante a sociedade acerca do conceito inerente a esta Assembleia Legislativa que é o de precursora no levantamento e discussão de temas relevantes na vida dos cidadãos. Várias audiências públicas foram realizadas e muitas manifestações nos levam a crer na criação de um fórum permanente de debates sobre mobilidade urbana sustentável, um espaço que visa possibilitar uma seqüência das ações encaminhadas por esta Comissão Especial, garantindo o debate permanente sobre o tema. 6

7 1.2 - Objetivos Analisar e propor sugestões e alternativas ao atual disciplinamento da mobilidade urbana sustentável nas regiões metropolitanas e aglomerações urbanas no Estado do Rio Grande do Sul, uma vez que os municípios que não possuírem plano de mobilidade urbana até abril de 2015 estarão impedidos de receberem recursos federais destinados à mobilidade urbana. Contribuir para o acesso universal à cidade, com foco no desenvolvimento da consciência urbana das cidades e no combate ao desenvolvimento desordenado, o fomento e a concretização das condições que contribuam para a efetivação dos princípios, objetivos e diretrizes da política de desenvolvimento urbano, por meio do planejamento e da gestão democrática e da efetivação de um sistema estadual de mobilidade urbana, visando à qualidade de vida para uma dinâmica de desenvolvimento urbano, econômico, cultural e social das cidades Duração dos Trabalhos A Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável foi instalada no dia 31 de março de 2015, conforme RCE nº3/2015, tendo como data limite para o seu encerramento o dia 13 de agosto de 2015, contando 120 dias regimentais, sendo que no período de recesso parlamentar os trabalhos da Comissão Especial foram suspensos, do dia 17 ao 31 de julho de 2015, conforme RDI nº3/

8 1.4 - Ato Solene de Instalação da Comissão Especial ATA Aos trinta e um dias do mês de março do ano dois mil e quinze, às treze horas e trinta minutos, no Salão Júlio de Castilhos, localizado no primeiro andar do Palácio Farroupilha, o Exmo. Sr. Deputado Edson Brum, Presidente da Assembleia Legislativa, reuniu-se com os Exmos. Srs. Deputados para a solenidade de instalação da Comissão Especial da Mobilidade Urbana Sustentável, com o objetivo de analisar e propor sugestões e alternativas ao atual disciplinamento da mobilidade urbana sustentável nas regiões metropolitanas e aglomerações urbanas do Estado do RS. Presentes os Deputados Adão Villaverde, Dr. Baségio, Eduardo Loureiro, Gabriel Souza, Adilson Troca, Sérgio Turra, Juliano Roso, Regina Becker Fortunati, Valdeci Oliveira, Catarina Paladini, Gilberto Capoani, Vilmar Zanchin, Marcel van Hatem, Jefferson Fernandes e Lisiane Bayer. Prestigiaram a cerimônia o Exmo. Senhor Secretário Estadual dos Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen; o Exmo. Sr. Representante da Procuradoria-Geral da Justiça, Dr. Adriano Marmitt; o Exmo. Sr. Representante da Procuradoria-Geral do Estado, Dr. Paulo Moura Jardim; o Sr. Representante da Câmara Municipal de Porto Alegre, Vereador Engenheiro Comassetto; o Engenheiro Civil Melvis Barrios Junior, do CREA-RS; Wilson Valério Lopes, da FEGAM; Paulo Ávila, da UAMPA; Lenise Cantarutto, da FAMURS; Paulo Menze, da FEDERASUL; Marco Arildo Cunha, Diretor da Trensurb; Vereador Sérgio Kumpfer de Viamão; assessores e imprensa. O Presidente, Exmo. Sr. Deputado Edson Brum, saudou os presentes e, atendendo ao disposto nos artigos 75 e 79 do Regimento Interno da Assembleia Legislativa, procedeu à instalação da Comissão Especial da Mobilidade Urbana Sustentável. Passam a integrar a Comissão, conforme indicação dos líderes de Bancada, como Membros Titulares, os Exmos. Srs. Deputados Adão Villaverde (PT), Álvaro Boéssio (PMDB); Tiago Simon (PMDB); Tarcísio Zimmermann (PT); Ciro Simoni (PDT); João Fischer (PP); Gerson Borba (PP); Maurício Dziedricki (PTB); Liziane Bayer (PSB); Adilson Troca (PSDB) e Manuela d'ávila (PcdoB); e como Membros Suplentes, os Exmos. Srs. Deputados Gilberto Capoani (PMDB); Vilmar Zanchin (PMDB); Nelsinho Metalúrgico (PT); Stela Farias (PT); Enio Bacci (PDT); Regina Becker Fortunati (PDT); Frederico Antunes (PP); Marcelo van Hattem (PP); Luis Augusto Lara (PTB); Elton Weber (PSB); Jorge Pozzobom (PSDB) e Juliano Roso (PcdoB). Ato contínuo o Presidente declarou instalada a Comissão Especial e empossados seus integrantes, consultando, a seguir, os senhores membros integrantes da Comissão Especial quanto à indicação para a presidência o Senhor Deputado Adão Villaverde, primeiro signatário do requerimento de Comissão Especial. Não havendo objeção, o Exmo. Sr. Presidente declarou empossado o Presidente da Comissão Especial. Após, manifestou-se ressaltando a preocupação desta Casa frente à questão da mobilidade urbana sustentável, sendo matéria merecedora de estudos e debates buscando encontrar alternativas que atendam aos mais altos interesses da nossa sociedade e das gerações futuras. A seguir, o Presidente da Comissão Especial, Deputado Adão Villaverde falou do crescimento desordenado das cidades ao longo das últimas décadas e das dificuldades que isso acarreta em termos de mobilidade. Disse que a comissão proporá articulações entre todas as regiões metropolitanas de um ponto de vista sustentável. A intenção, segundo ele, é agendar uma primeira reunião já na segunda-feira para a eleição do vicepresidente e do relator do grupo técnico. Nada mais havendo a tratar, foi dada por encerrada a cerimônia às treze horas e quarenta e cinco minutos. E, para constar, eu, Lais Schmitt, lavrei a presente ata que, após lida e aprovada, será assinada pelo Presidente da Assembleia Legislativa, Exmo. Sr. Deputado Edson Brum, pelo Presidente da Comissão Especial da Mobilidade Urbana Sustentável, Exmo. Sr. Deputado Adão Villaverde, e por mim, Secretária ad hoc. Deputado Edson Brum Presidente da Assembleia Legislativa Deputado Adão Villaverde Presidente da Comissão Especial Lais Schmitt - Secretária ad hoc 8

9 2 Palavra do Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Após 120 dias de trabalho, nove audiências públicas e sete reuniões temáticas, a Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável da Assembleia Legislativa do RS encerra, formalmente, seu empenho parlamentar com uma conclusão geral celebrando o conceito que abarca recomendações, sugestões e projeções obrigatórias de curto, médio e longo prazo. A convicção inabalável de que para o sucesso do planejamento da mobilidade é imprescindíve cidadão como razão vital da existência urbana e como núcleo essencial de nossas cidades. As pessoas devem ser o centro prioritário de toda abordagem relativa à mobilidade, constituída das variáveis do sistema de deslocamento no espaço urbano com calçadas e passeios para pedestres, vias para veículos automotores, ciclovias para bicicletas, sistemas de transporte público, corredores de ônibus, BRTs, VLTs, aeromóvel, metrôs, trens, embarcações, trânsito para veículos particulares, modais compartilhados, etc. Os gestores não podem se submeter à ideia superada do progresso sobre rodas, de que as cidades são feitas para privilegiar veículos automotores, ocupando espaços públicos nas vias de tráfego e nos estacionamentos. Na Comissão Especial, ouviu-se, de forma ampla, representantes da sociedade expressando seus desejos de melhorias profundas e urgentes para a própria sobrevivência das relações em sociedade. Há um clamor emergente das comunidades por respeito às pessoas que se aglomeram nas paradas de ônibus e superlotam veículos que desrespeitam os horários das linhas, desconectadas de um processo racional. Todos anseiam por transporte público acessível e de qualidade, que seja revertido em rotinas menos estressantes e cotidianos mais humanizadas, sem a perda excessiva de tempo em viagens urbanas que poderiam estar sendo usado para descanso, lazer, estudos e convívio social. Ouviu-se, igualmente, no órgão legislativo, depoimentos de técnicos, de autoridades do setor em níveis estadual e municipal, prefeitos e vereadores, integrantes de entidades civis, padecendo ou reconhecendo a piora crescente do caos da mobilidade urbana em cidades que deixam-se dominar pela especulação mercadológica e que respondem por impulso e de improviso às demandas do crescimento demográfico e das suas decorrências estruturais, habitacionais, comerciais, que deveriam ser planejadas com cuidado e visão de futuro. 9

10 Mas a Comissão Especial também recorreu a experiências exitosas e corajosas - de gestores municipais de capitais como São Paulo e Rio de Janeiro que enfrentam a desorganização e o descontrole urbano com a decisão política de reverter o predomínio do carro particular, inovar na bilhetagem eletrônica e desafiar o poder econômico da construção imobiliária que mercantiliza o espaço público. O projeto de lei que apresentamos no Legislativo gaúcho, de isenção do ICMS na compra de bicicletas (até um valor limitado a 60 UPFs), trafega no mesmo sentido de busca de alternativa com menos danos ambientais. A bicicleta deve, é claro, inserir-se em projeto de maior abrangência dentro de um programa de macromobilidade que considere a cidade, a região metropolitana e as aglomerações urbanas no RS, como um espaço de deslocamento integrado, acolhendo modais diferentes que se complementem. As respostas ao dilema do transporte nas cidades devem levar em consideração a sustentabilidade ambiental e a qualidade de vida. A primeira dimensão em que devem ser dirigidas é no sentido de diminuir as emissões de gases e resíduos poluentes, a segunda, que assume importância central, é o comprometimento da atual geração de cidadãos e cidadãs, que devem legar modos de convivência harmônica aos seus descendentes. No final deste trabalho listamos conclusões, recomendações e uma proposta de legislação instituindo uma Política Estadual de Mobilidade Urbana Sustentável no Rio Grande do Sul. O PL afirma-se como um marco legal na promoção da melhoria dos sistemas de mobilidade e acessibilidade dos cidadãos com a devida integração dos modais de transporte. O que se pretende, ao fim e ao cabo, é simples: contribuir para a melhor qualidade de vida das pessoas nos aglomerados urbanos onde nos deslocamos, trabalhamos, estudamos, consumimos, nos divertimos e vivemos. Deputado Estadual Adão Villaverde 10

11 2.1 Palavra do Relator da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável É fundamental que o Parlamento Gaúcho esteja atento às pautas e demandas da sociedade gaúcha e historicamente esta Casa tem procurado cumprir este papel. A questão urbana é um dos grandes gargalos dos municípios gaúchos e brasileiros. Desde a aprovação do Estatuto da Cidade, Lei Federal /2001, a criação do Ministério das Cidades, das Conferências das Cidades e do Conselhos das Cidades, a partir de 2003, tivemos um grande salto na construção nas políticas de desenvolvimento urbano no Brasil, fruto de histórica mobilização e articulação de atores, pela reforma urbana. Por outro lado, a sustentabilidade também tem sido grande preocupação da nossa sociedade. Dados apontam que em grandes cidades, até 90% da poluição do ar é de responsabilidade dos carros. E com o contínuo aumento das frotas, a tendência destes números é tornarem-se ainda piores. Em 2012 foi aprovado a Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei ) que, além de buscar estabelecer uma nova cultura na mobilidade urbana, também determina a elaboração de planos de municipais de mobilidade urbana. Estes planos devem ser o acordo de todos atores envolvidos na construção do transporte e mobilidade das cidades e deveriam ser elaborados até abril de A lei de mobilidade também apontam a priorização dos modais não motorizados, do transporte coletivo, em relação ao transporte individual motorizado, apontados na lei, enfim, a lei busca construir uma nova cultura na mobilidade nas nossas cidades. Deputado Estadual Juliano Roso 11

12 31 de março 3 Reuniões e Audiências Públicas 3.1 Cronograma de reuniões e audiências públicas Data Pauta Palestrante Local Instalação da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Horário: 13h30 min. 06 de abril 07 de abril 13 de abril 13 de abril 23 de abril Reunião - Pauta: Eleição do Relator, Vice-Presidente, aprovação Plano de Trabalho. Horário: 17 h Reunião Pauta: Eleição do Relator e do Vice- Presidente e aprovação Plano de Trabalho. Apresentação e votação de Requerimentos. Horário: 13 h Reunião - Pauta: Aprovação de Atas. Horário: 17 h Audiência Pública Pedro Bisch Neto - Pauta: Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana PITMUrb. Governo do Estado Horário: 17h30min. Audiência Pública Pauta: Plano Nacional de Mobilidade Urbana e o Estatuto da Metrópole Horário: 17h Salão Júlio de Castilhos - ALRGS Espaço da Convergência Sala Adão Pretto - ALRGS Sala Maurício Cardoso-ALRGS Sala Maurício Cardoso-ALRGS Sala Maurício Superintendente da Metroplan Cardoso - ALRGS Marcos Daniel Souza dos Santos -Plenarinho- Representante da Secretaria ALRGS Nacional de Mobilidade Urbana - Ministério das Cidades Governo do Federal Cristiano Tatsch Secretário Estadual do Planejamento e Desenvolvimento Regional Humberto Kasper - Diretor- Presidente da Trensurb 28 de abril 29 de abril Reunião - Pauta: Aprovação de Atas Assuntos Gerais Horário: 17h30min. Reunião - Pauta: Aprovação de Atas Assuntos Gerais Horário: 13:30 h Sala Sarmento Leite- ALRGS Sala Salzano Vieira da Cunha - ALRGS 11 de Audiência Pública Wilson Valério Lopes -Espaço da 12

13 maio Pauta: O Custo das Tarifas e a Federação Gaúcha das Associações de Convergência 20 de maio 25 de maio 01 de junho Construção de um Fundo Metropolitano que Subsidie o Sistema de Transporte Público Horário: 17 h Reunião - Pauta: Aprovação de Atas Assuntos Gerais Requerimentos- Horário: 17 h Audiência pública Moradores Fegam Hélio Schreinert Filho - Representante da Metroplan Governo do Estado Ayres Luiz Apolinário Presidente da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS AGERGS Sala Adão Pretto - ALRGS Sala Maurício Cardoso - ALRGS Márcio Barcellos - Espaço da Pauta: A Execução das Obras de Representante da Metroplan Convergência Mobilidade Urbana a Serem Realizadas Governo do Estado Sala Adão Pretto com Recursos do PAC nos Municípios Pedro Amar de Lacerda - ALRGS da Região Metropolitana de Porto Alegre Horário: 14 h Audiência pública Pauta: O Consórcio Metropolitano e a Rede Integrada de Transporte Público Horário: 17 h Superintendente da Caixa Federal RS Oscar Echer - Arquiteto Vanderlei Cappellari - Diretor-presidente da empresa Pública de Transporte e Circulação EPTC Porto Alegre Mauri Cruz Representante Plenarinho - Conselho de ALRGS Desenvolvimento Metropolitano CDM Pedro Bisch Neto - Superintendente Metroplan Governo do Estado Vanderlei Cappellari Diretor-Presidente Empresa Pública de Transporte e Circulação EPTC PoA 13

14 08 de junho Audiência pública Pauta: Os Desafios da Mobilidade nos Grandes Centros Urbanos Horário: 18 h Adilson Pires - Vice-Prefeito Plenarinho - do Rio de Janeiro e ALRGS Secretário Municipal de Desenvolvimento Social 09 de junho 26 de junho 06 de julho Audiência Pública Francisco G. de Souza - Ginásio Pauta: Prolongamento da Av. Ipiranga Coordenador do Conselho Popular Paroquial Santa até a Divisa com o Município de da Lomba do Pinheiro Clara Bairro Viamão Horário: 19h30 Audiência Pública Pauta: Situação da Mobilidade Urbana Prefeitura de Rio Grande no Acesso ao Município de Rio Grande Horário: 14 h Audiência Pública Pauta: A Mobilidade Urbana na Construção de Uma Cidade Sustentável. Horário: 17h30 Jesse Sangali Presidente da Lomba do Associação Jardim Universitário Pinheiro Porto Jorge Ribeiro - Representante da Alegre Prefeitura de Porto Alegre Nilton Magalhães - Representante da Prefeitura de Viamão Pablo Melo - Representante da Metroplan Governo do Estado Edson Lopes Representante da Câmara Rafael Rosa Hallal Representante do DNIT/ Pelotas Luiz Antônio Teixeira - Representante do DAER Ver. Thiago P. Gonçalves - Representante da Câmara Municipal de Rio Grande Municipal de Rio Grande Jilmar Tatto Secretário Plenarinho - Municipal Transporte de São ALRGS Paulo Recesso Parlamentar: de 16 a 31 de Julho 03 de agosto Discussão do Relatório Final 10 de agosto Prazo Final- votação do Relatório da Comissão 13 de agosto Encerramento dos Trabalhos 14

15 3.2 - Reuniões Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul COMISSÃO ESPECIAL DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL ATA nº 02 Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze, às treze horas e vinte e cinco minutos, na Sala Maurício Cardoso, realizou-se reunião da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, compareceram o Sr. Presidente da Comissão Especial, deputado Adão Villaverde, as deputadas Manuela d Ávila, Liziane Bayer, os deputados Tarcício Zimmermann, Ciro Simoni, Adilson Troca, João Fischer, Gerson Borba, Álvaro Boessio e Tiago Simon. O Sr. Presidente Adão Villaverde abriu os trabalhos comunicando o recebimento do Memorando nº 126/2115, da bancada do PDT, retificando a indicação dos componentes da Comissão Especial, que serão como segue: deputados Marlon Santos e Ciro Simoni, como titulares e deputada Regina Becker Fortunati e deputado Enio Bacci como suplentes. Após foi apresentado e entregue a cada um dos presentes o plano de trabalho da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, lembrou a todos que sugestões podem ser acrescentadas ao longo dos trabalhos. O presidente solicitou a inversão da pauta, para votar primeiramente o Requerimento nº 2/2015, referente à eleição do relator. A deputada Manuela d Ávila manifestou disposição em exercer a relatoria dos trabalhos. O Presidente Adão Villaverde colocou em votação o nome da deputada Manuela d Ávila para a relatoria dos trabalhos, que foi aprovado pelos deputados Adilson Troca, Manuela d Ávila, Tarcísio Zimmermann, Liziane Bayer, João Fischer, Gerson Borba, Ciro Simoni e Adão Villaverde. Logo a seguir o presidente colocou em votação o Requerimento nº 1/2015, referente à eleição do vice-presidente. O deputado Ciro Simoni manifestou disposição em ocupar a vice-presidência dos trabalhos. O Presidente Adão Villaverde colocou em votação o nome do deputado Ciro Simoni para vice-presidente da Comissão Especial, que foi aprovado pelos deputados Adilson Troca, Manuela d Ávila, Tarcísio Zimmermann, Liziane Bayer, João Fischer, Gerson Borba, Ciro Simoni e Adão Villaverde. Em seguida foi colocado em votação o Requerimento nº 3/2015, que requer a suspensão dos trabalhos da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável no período de 17 a 31 de julho de 2015, conforme o recesso parlamentar, consoante com o art. 77 do Regimento Interno desta Casa, que foi aprovado pelos deputados Adão Villaverde, Ciro Simoni, Adilson Troca, Manuela d Ávila, Tarcísio Zimmermann, Liziane Bayer, João Fischer, Gerson Borba, Álvaro Boessio e Tiago Simon. Após foram apresentadas sugestões de audiências públicas para tratar do tema nos âmbitos estadual e nacional. O Presidente deputado Adão Villaverde informou que estas reuniões integrarão um conjunto de encontros que apontarão deficiências e necessidades, bem como proposições que, ao final dos 120 dias de funcionamento da Comissão Especial englobarão rol de sugestões para a melhoria da mobilidade urbana sustentável, um dos entraves agudos para o funcionamento das grandes cidades, integrantes das regiões metropolitanas e aglomerados urbanos. O deputado Adilson Troca sugeriu que fosse realizada uma audiência pública na sua cidade, Rio Grande, que também apresenta problemas relativos à mobilidade urbana. Colocou em votação o Requerimento de Audiência Pública n 01/2015, a ser realizada na sala Maurício Cardoso, da Assembleia Legislativa, dia 13 de abril, às 17 horas, tratará do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana - PITMUrb. Será convidados o diretor-superintendente da Metroplan, engenheiro Pedro Bisch Neto, uma vez que a entidade é a responsável, sob o ponto de vista da gestão estadual, por tratar das questões ligadas à mobilidade urbana. Colocou em votação e foi aprovado pelos deputados: Adão Villaverde, Ciro Simoni, Adilson Troca, Manuela d Ávila, Tarcísio Zimmermann, Liziane Bayer, João Fischer, Gerson Borba, Álvaro Boessio e Tiago Simon. O presidente Adão Villaverde frisou que esse primeiro debate norteará as linhas gerais sobre este tema no Rio Grande do Sul. Colocou em votação o Requerimento de Audiência Pública nº 2/2015, a ser realizada no plenarinho da Assembleia Legislativa, dia 23 de abril, às 17 15

16 horas, abordará temas amplos, como o Estatuto das Metrópoles, o Plano Nacional de Mobilidade Urbana, o Estatuto das Cidades, bem como toda a legislação que orienta as várias formas desta mobilidade, situações envolvendo o transporte coletivo, os modais de mobilidade e outras situações nesta área serão avaliados. Serão convidados o secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério dos Transportes, Dário Rais Lopes; o Secretário Estadual do Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado do Rio Grande do Sul, Cristiano Tatsch; o diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper. Colocou em votação e foi aprovado pelos deputados: Adão Villaverde, Ciro Simoni, Adilson Troca, Manuela D Ávila, Tarcísio Zimmermann, Liziane Bayer, João Fischer, Gerson Borba, Álvaro Boessio e Tiago Simon. O presidente Adão Villaverde salientou a necessidade de uma discussão profunda de alternativas às nossas cidades, como ciclovias, sistema aquaviário de transporte e outros, observou que se trata de um debate essencial, que influencia na vida de milhões de pessoas. Por fim, o presidente Adão Villaverde comunicou a realização de encontros nas quatro regiões-macro do Estado: regiões metropolitanas da Grande Porto Alegre e Serra e os aglomerados urbanos do Litoral Norte e Zona Sul. Às 13h40min. declarou encerrada a reunião, convocando para a próxima reunião a realizar-se no dia treze de abril, às dezessete horas na Sala Maurício Cardoso. Não havendo mais nada a tratar, o Presidente agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a reunião e, para constar, foi lavrada a presente Ata que, depois de lida e aprovada, vai assinada pelo Sr. Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, Deputado ADÃO VILLAVERDE e por mim, Secretária. Deputado ADÃO VILLAVERDE Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Tânia Estela Di Maio Secretária Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul COMISSÃO ESPECIAL DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL ATA nº 07 Aos vinte e nove dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze, às treze horas e trinta e sete minutos, na Sala Salzano Vieira da Cunha, realizou-se reunião da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, compareceram o Sr. Vice-Presidente da Comissão Especial, deputado Ciro Simoni, que presidiu os trabalhos, estavam presentes os deputados Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Sr. Vice-Presidente Ciro Simoni iniciou os trabalhos no item ordem do dia, colocando em discussão e votação as seguintes matérias: Requerimento de Audiência Pública nº 3/2015, do deputado Tarcísio Zimmermann, a ser realizada na sede da Assembleia Legislativa, para debater a execução das obras de mobilidade urbana a serem realizadas com recursos do PAC do governo federal, com previsão de execução através do governo do Estado do Rio Grande do Sul, nos municípios da região metropolitana de Porto Alegre, tendo como convidados: Secretário Estadual dos Transportes e Mobilidade, Sr. Pedro Westphalen; Presidente da Metroplan; Sr. Superintendente da GEDUR/CEF, os prefeitos dos municípios envolvidos: Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Esteio, Canoas, Porto Alegre, Viamão. O deputado Marlon Santos solicitou a inclusão do Sincodiv Sindicato Intermunicipal dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Rio Grande do Sul e a Fenabrave Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, no rol de convidados. A deputada Stela Farias sugeriu que o prefeito do município de Alvorada fosse incluído no rol de convidados. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as 16

17 deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Requerimento de Audiência Pública nº 4/2015, do deputado Adão Villaverde, a ser realizada na sede da Assembleia Legislativa, para tratar do Consórcio Metropolitano e a Rede Integrada de Transporte Público, tendo como convidados: o Sr. Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati; o Sr. Prefeito de Canoas, Jairo Jorge; o Sr. Prefeito de Gravataí, Marco Alba; o Sr. Prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Paulo Roberto Bier; o Sr. Presidente da Granpal. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Requerimento de Audiência Pública nº 5/2015, da deputada Manuela d Ávila, a ser realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre, em conjunto com a CUTHAB da Câmara Municipal, para tratar da apresentação das propostas de plano de mobilidade urbana e licitação do transporte coletivo em Porto Alegre, tendo como convidados: Prefeitura de Porto Alegre, Empresa Pública de Transporte e Circulação - EPTC/SMT, Conselho Municipal de Transportes Urbanos - COMTU, Conselho do Orçamento Participativo, Conselho Nacional das Cidades - Ministério das Cidades, Conselho Estadual das Cidades - SEHABS/RS, Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional - Metroplan, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS - Agergs, Associação Nacional de Transportes Públicos - ANTP, União das Associação dos Moradores do Porto Alegre UAMPA, Confederação Nacional de Associações de Moradores - CONAM, Federação Gaúcha de Associações de moradores do RS - FEGAM, Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do RS - CREA, Associação dos Transportadores Intermunicipais Metropolitanos de Passageiros - ATM, Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre - ATP, Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos NTU, Movimentos de Cicloativistas, EMBARQ Brasil. O deputado Marlon Santos solicitou a inclusão do Sincodiv Sindicato Intermunicipal dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Rio Grande do Sul e a Fenabrave Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, no rol de convidados. O deputado Tarcísio Zimmermann solicitou a inclusão do Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público do Estado no rol de convidados. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Requerimento de Audiência Pública nº 6/2015, da deputada Manuela d Ávila, para tratar da elaboração dos planos municipais de mobilidade urbana participativos, de acordo com a lei /2012, a ser realizada em Porto Alegre, tendo como convidados: Ministério das Cidades, Secretaria de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. - TRENSURB, Conselho Nacional das Cidades - Ministério das Cidades, Conselho Estadual das Cidades - SEHABS/RS, Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional - Metroplan, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS - Agergs, Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul FAMURS, União dos Vereadores do Rio Grande do Sul - UVERGS, Frente Nacional de Prefeitos, Prefeitos da Região Metropolitana, Câmaras de Vereadores da Região Metropolitana, Associação Nacional de Transportes Públicos - ANTP, Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte - MDT, Confederação Nacional de Associações de Moradores CONAM, Federação Gaúcha de Associações de moradores do RS - FEGAM, Movimento Nacional de Luta pela Moradia - MNLM, UAMPA e Uniões de Associações de Moradores da Região Metropolitana, Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do RS - CREA, Associação dos Transportadores Intermunicipais Metropolitanos de Passageiros - ATM, Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre - ATP, Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos - NTU, Senhor Professor Antônio 17

18 Lindao. O deputado Tarcísio Zimmermann observou já ter ocorrido tal audiência pública, se não seria um assunto repetitivo. O vice-presidente Ciro Simoni manifestou que o assunto é de importância devido ao atual momento por que passa a situação da mobilidade urbana. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Requerimento de Audiência Pública nº 7/2015, do deputado Adilson Troca, a ser realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Rio Grande, para tratar da situação da mobilidade urbana no Município de Rio Grande, tendo como convidados: prefeito de Rio Grande, secretários municipais, presidente e vereadores da Câmara Municipal, CDL, Câmara do Comércio, Centro de Indústria, Empresas de Transportes Rodoviários Locais e Sindicatos afins. O deputado Adilson Troca, proponente da matéria, solicitou a inclusão na lista de convidados dos municípios que pertencem à Aglomeração Urbana do Sul: Pelotas, Capão do Leão, Arroio do Padre e São José do Norte. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. O Requerimento de Audiência Pública nº 8/2015, proposto pela FEGAM - Federação Gaúcha de Associações de Moradores, a ser realizada na sede da Assembleia Legislativa, para debater o custo das tarifas e a construção de um fundo metropolitano que subsidie o sistema de transporte público, tendo como convidados: Ministério das Cidades, Conselho das Cidades, Secretaria de Transporte RS, Conselho das Cidades RS, Metroplan, Agergs, Câmaras e Prefeituras da RM, ATMATP, NTU, ANTP, MDT, CONAM, FEGAM, Uniões de Associações, TCE, Universidades, Autoridades do Tema, Forum da Reforma Urbana. A deputada Stela Farias solicitou a inclusão na lista de convidados da Secretaria Municipal de Transportes. Votaram favoravelmente os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, João Fischer, Gerson Borba, Marlon Santos, Adilson Troca, Álvaro Boessio e as deputadas Liziane Bayer e Stela Farias. Não havendo mais nada a tratar, o vice-presidente agradeceu a presença de todos e às 13h50min. deu por encerrada a reunião e, para constar, foi lavrada a presente Ata que, depois de lida e aprovada, vai assinada pelo Sr. vice-presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, Deputado Ciro Simoni e por mim, Secretária. Deputado CIRO SIMONI Vice-Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Tânia Estela Di Maio Secretária Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul COMISSÃO ESPECIAL DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL ATA nº 09 Aos vinte dias do mês de maio do ano de dois mil e quinze, às treze horas e trinta minutos, na Sala Maurício Cardoso, realizou-se reunião da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, compareceram o Sr. Presidente da Comissão Especial deputado Adão Villaverde, os deputados Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, Gerson Borba, Adilson Troca, Gilberto Capoani e a deputada Liziane Bayer. O Sr. Presidente Adão Villaverde iniciou os trabalhos com a aprovação das atas nºs 06/2015 e 7/2015, das reuniões realizadas nos dias 28 e 29 de abril, respectivamente e ata nº 8/2015, referente à audiência pública realizada no dia 11 de maio, ressalvado aos deputados o direito de retificá-las por escrito. Seguiu os trabalhos com a exposição das correspondências recebidas: Gabinete Dep. Marlon Santos informando a ausência na audiência pública da Comissão Especial no dia 23 de abril por estar em audiência a serviço do mandato com o vereador Eloi Ferraz de Andrade, de Ibirubá; Gabinete Dep. Manuela d Ávila informando a ausência na reunião do dia 29 de abril por estar em reunião com a Direção de 18

19 Comunicação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PUCRS; Gabinete Dep. Adão Villaverde informando a ausência na reunião do dia 29 de abril em razão do falecimento de sua mãe, Sra. Nair Rodrigues Villaverde, ocorrido no dia 28/04/2015, conforme certidão de óbito enviada à Mesa Diretora desta Casa. O deputado Tarcísio Zimmermann sugeriu inverter a ordem dos trabalhos, passando para o item Assuntos Gerais e depois votar os requerimentos existentes na Ordem do Dia. O Sr. Presidente da Comissão Especial deputado Adão Villaverde consultou os demais deputados que se posicionaram a favor da inversão de pauta. O deputado Tarcísio Zimmermann convidou os presentes a participarem da audiência pública, cuja proposta é de sua autoria, a ser realizada no dia 25 de maio, às 14 horas, no Espaço da Convergência, que debaterá a execução das obras de mobilidade urbana a serem realizadas com recursos do PAC do governo federal, com previsão de execução através do governo do Estado do Rio Grande do Sul, nos municípios da região metropolitana de Porto Alegre, tendo como convidados o Secretário Estadual dos Transportes e Mobilidade, Sr. Pedro Westphalen; Presidente da Metroplan; Sr. Superintendente da GEDUR/CEF, os prefeitos dos municípios envolvidos: Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Esteio, Canoas, Porto Alegre, Viamão. O Deputado Ciro Simoni comunicou que não estará presente devido ao seu comparecimento em audiência pública a ser realizada no município de Santo Antônio da Patrulha sobre a área da saúde. O deputado Adilson Troca comunicou que não estará presente devido ao comparecimento em audiência pública a ser realizada no município de Canguçu. O Sr. Presidente da Comissão Especial deputado Adão Villaverde divulgou a programação de audiências públicas da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável: Dia 1º de junho: Tratar do consórcio metropolitano e a rede integrada de transporte público. Dia 8 de junho: Os desafios da mobilidade nos grandes centros urbanos. Dia 09 de junho, às 11h haverá uma audiência pública da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, em conjunto com a CUTHAB da Câmara Municipal, para tratar da apresentação das propostas de plano de mobilidade urbana e licitação do transporte coletivo em PoA. Dia 09 de junho, às 19h, no tratar a mobilidade urbana na Região Leste de Porto Alegre, Bairro Lomba do Pinheiro, em especial acerca da extensão da Av. Ipiranga até a divisa com o município de Viamão. Dia 22 de junho: A elaboração dos planos municipais de mobilidade urbana participativos, de acordo com a lei n /2012. Dia 26 de junho: Tratar da situação da mobilidade urbana no município de Rio Grande. Dia 06 de julho: A mobilidade urbana na construção de uma cidade sustentável. Na ordem do dia, houve discussão e votação das seguintes matérias: Requerimento de Audiência Pública nº 9/2015, da deputada Stela Farias. Assunto: Tratar da mobilidade urbana na Região Leste/Lomba do Pinheiro em especial sobre a possibilidade de um estudo técnico acerca da extensão e abertura da Av. Ipiranga até a divisa com o Município de Viamão. Convidados: Lideranças comunitárias da região leste de Porto Alegre, Restinga, Viamão. Metroplan, Prefeitura de Porto Alegre e de Viamão, Câmara de Vereadores de Porto Alegre e de Viamão, Reitoria da UFRGS, Conselho Popular da Lomba do Pinheiro. Local: Ginásio Paroquial Santa Clara. Rua João de Oliveira Remião, Bairro Lomba do Pinheiro - Porto Alegre. Votaram favoravelmente os deputados Adão Villaverde, Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, Gerson Borba, Adilson Troca, Gilberto Capoani e a deputada Liziane Bayer. Requerimento de Audiência Pública nº 10/2015, do deputado Adão Villaverde. Assunto: Os desafios da mobilidade nos grandes centros urbanos. Convidados: Sr. Sérgio Povoa Pires, presidente do Instituto de Planejamento Urbano de Curitiba IPPUC; Adilson Pires, vice-prefeito do Rio de Janeiro. Local: Assembleia Legislativa RS. Votaram favoravelmente os deputados Adão Villaverde, Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, Gerson Borba, Adilson Troca, Gilberto Capoani e a deputada Liziane Bayer. Requerimento de Audiência Pública nº 11/2015, do deputado Adão Villaverde. Assunto: A mobilidade urbana na construção de uma cidade sustentável. Convidados: Sr. Jilmar Tatto, Secretário Municipal de Transporte do Município de São Paulo. Local: Assembleia Legislativa RS. Votaram favoravelmente os deputados Adão Villaverde, Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, Gerson Borba, Adilson Troca, 19

20 Gilberto Capoani e a deputada Liziane Bayer. Requerimento de Audiência Pública nº 12/2015, do deputado Adão Villaverde. Assunto: Apresentar o diagnóstico do transporte coletivo por ônibus no Estado em Convidado: Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul. Local: Assembleia Legislativa Votaram favoravelmente os deputados Adão Villaverde, Ciro Simoni, Tarcísio Zimmermann, Gerson Borba, Adilson Troca, Gilberto Capoani e a deputada Liziane Bayer. O Sr. Presidente da Comissão Especial Deputado Adão Villaverde, às 13h44min, declarou encerrada a reunião. Não havendo mais nada a tratar, o Presidente agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a reunião e, para constar, foi lavrada a presente Ata que, depois de lida e aprovada, vai assinada pelo Sr. Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, Deputado ADÃO VILLAVERDE e por mim, Secretária. Deputado ADÃO VILLAVERDE Presidente da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável Tânia Estela Di Maio - Secretária Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul COMISSÃO ESPECIAL DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL ATA nº 16 Aos cinco dias do mês de agosto do ano de dois mil e quinze, às treze horas e trinta e dois minutos, na Sala Maurício Cardoso, realizou-se reunião da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável, compareceram o Sr. Presidente da Comissão Especial, deputado Adão Villaverde, a deputada Liziane Bayer, os deputados Juliano Roso, Tarcísio Zimmermann, Tiago Simon, Adilson Troca, Marlon Santos e Álvaro Boessio. Havendo quorum para deliberar, o Sr. Presidente Adão Villaverde iniciou os trabalhos com a aprovação da ata nº 09/2015, referente à reunião realizada dia 20/05, das atas nºs 10/2015, 11/2015, 12/2015, 13/2015, 14/2015,15/2015 referente às audiências públicas realizadas por esta Comissão Especial, ressalvando aos deputados o direito de retificá-las por escrito. Comunicou as correspondências recebidas: Memorando nº 048/2015, do Gabinete da Deputada Manuela d Ávila, informando a renúncia da relatoria da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável; Memorando n 190/2015, do DCP Superintendência Legislativa. Informa, conforme memorando nº 073/2015, da Coordenadoria da Bancada do PCdoB, que a deputada Manuela d Ávila passa a integrar essa comissão como suplente e o deputado Juliano Roso passa à condição de membro titular; Memorando nº 028/2015, do Gabinete do Deputado Gerson Borba, informando sua ausência nas audiências públicas realizada nos dias 08 e 09 de junho de 2015 devido ao cumprimento de agenda parlamentar no Ministério da Justiça e Ministério da Integração em Brasília; Memorando nº 078/2015, do Gabinete do Deputado Marlon Santos, informando sua ausência na audiência pública realizada no dia 06 de julho de 2015 devido ao cumprimento de agenda parlamentar no Município de Novo Cabrais. No item ordem do dia foi votado o Requerimento nº 04/2015, de autoria do deputado Adão Villaverde, requer a eleição do novo relator da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável. O deputado Juliano Roso manifestou disposição em exercer a relatoria dos trabalhos, informou que participou das cinco Conferência das Cidades realizadas pelo País, salientou que é membro do Conselho Nacional das Cidades e é o representante da Unale e da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul em nível nacional e estadual respectivamente. O Presidente Adão Villaverde colocou em votação o nome do deputado Juliano Roso para a relatoria dos trabalhos, que foi aprovado pelos deputados Adão Villaverde, Tarcísio Zimmermann, Tiago Simon, Adilson Troca, Marlon Santos, Álvaro Boessio, Juliano Roso e pela deputada Liziane Bayer. No espaço destinado a assuntos gerais houve uma apresentação preliminar do conteúdo do relatório final da Comissão Especial de Mobilidade Urbana Sustentável. Às treze horas e quarenta e dois minutos, o deputado Adão Villaverde declarou 20

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle. AGENDA Reunião Ordinária

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle. AGENDA Reunião Ordinária DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009. PRO 1 Departamento de Comissões Parlamentares S DAS COMISSÕES Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização

Leia mais

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA: PLANOS DE MOBILIDADE URBANA RENATO BOARETO Brasília, 28 de novembro de 2012 Organização Não Governamental fundada em 2006 com a missão de apoiar a

Leia mais

REGIMENTO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE RIO CLARO

REGIMENTO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE RIO CLARO 1 REGIMENTO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE RIO CLARO CAPÍTULO I DA CONFERÊNCIA Artigo 1.º - A 3ª Conferência Municipal de Educação - 3ª CME, convocada pelo Prefeito Municipal de Rio Claro e

Leia mais

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA MOBILIDADE URBANA EM REGIÕES METROPOLITANAS Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA Marco Aurélio Spall Maia Diretor Presidente TRENSURB-Porto Alegre Região Metropolitana

Leia mais

Relatório Final da VI Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa Piraí RJ.

Relatório Final da VI Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa Piraí RJ. PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI P.A.I. PONTO DE APOIO AO IDOSO Inaugurado numa quinta-feira, o novo ano no Calendário Gregoriano,

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS Lúcia Maria Mendonça Santos Marcos Daniel Souza dos Santos Paula Coelho da Nóbrega Departamento de Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Considerando que: 1. A experiência do Conselho Local de Educação em Palmela procurou fomentar a valorização da educação como motor de desenvolvimento do local,

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO-MG CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTO DE SAÚDE: 6627803

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO-MG CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTO DE SAÚDE: 6627803 REGULAMENTO VI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO CAPITULO I DA REALIZAÇÃO Art. 1º A VI Conferência Municipal de Saúde de São Tiago é convocada e presidida pelo Prefeito Municipal e, na sua ausência

Leia mais

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DAS COMUNIDADES

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DAS COMUNIDADES MPPR-0046.13.002014-5 ATA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA Aos 18 de abril de 2013, às 19h, na Rua da Cidadania da Regional Boa Vista, localizada na Av. Paraná, 3600, no Bairro Boa Vista, em Curitiba-PR, tiveram início

Leia mais

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA.

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Aos quatro (04) dias do Mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Treze (2013), às 17:35 horas, com a presença de nove (09) vereadores,

Leia mais

Governo Estadual RS 509

Governo Estadual RS 509 1 - RODOVIAS / TRAVESSIA URBANA Governo Federal BR 158, BR 287 e BR 392 Governo Estadual RS 509 Governo Municipal Av. Helvio Basso 2 - MOBILIDADE URBANA Plano Diretor de Mobilidade Urbana TR está pronto.

Leia mais

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições:

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: Artigo I: O Fórum Permanente da Agenda 21 de Saquarema, criado pelo

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 11.914, DE 20 DE MAIO DE 2003. (publicada no DOE nº 096, de 21 de maio de 2003) Cria o Conselho de Segurança

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

PROC. Nº 0268/09 PR Nº 001/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 0268/09 PR Nº 001/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A criação da Comissão Especial de Acompanhamento e Apoio à Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre faz-se necessária, tendo em vista a grande mobilização e investimentos que deverão

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades.

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. A Política de Mobilidade Urbana no desenvolvimento das cidades! AS CIDADES País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. Processo de urbanização caracterizado pelo

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Seminário Internacional Planejamento Urbano em Região Metropolitana - O caso de Aracaju Aracaju,

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

kleber.matos@planalto.gov.br, gerson.almeida@planalto.gov.br e joao.filho@planalto.gov.br

kleber.matos@planalto.gov.br, gerson.almeida@planalto.gov.br e joao.filho@planalto.gov.br À SECRETARIA ESPECIAL DE DIREITOS HUMANOS Ministro Paulo de Tarso Vannuchi E-mail: paulo.vannuchi@sedh.gov.br e valeria.silva@sedh.gov.br AO MINISTÉRIO DAS CIDADES Ministro Márcio Fortes de Almeida E-mail:

Leia mais

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 O espaço urbano como bem ambiental. Aspectos ambientais do Estatuto da cidade garantia da qualidade de vida. Meio ambiente natural; Meio ambiente cultural; Meio ambiente

Leia mais

DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TRANSPORTE E TRÂNSITO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE-MS

DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TRANSPORTE E TRÂNSITO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE-MS PROJETO DE LEI Nº 7.476/13. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TRANSPORTE E TRÂNSITO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE-MS A P R O V A: Art. 1º - Fica criado o Conselho

Leia mais

A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA

A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA SITUAÇÃO ATUAL INTEGRAÇÃO METROPOLITANA NA LEI ORGÂNICA DE CURITIBA TÍTULO IV - DA ORDEM ECONÔMICA E SOCIAL CAPÍTULO I - DA ORDEM ECONÔMICA

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Er REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art 1º O Fórum da Agenda 21 Local Regional de Rio Bonito formulará propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável local, através

Leia mais

Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável

Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável Relatório Final Comissão Especial Mobilidade Urbana Sustentável Presidente Deputado Adão Villaverde PT Índice Composição Mesa Diretora da Assembleia Legislativa p.03 Composição da Comissão Especial de

Leia mais

LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / /

LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= Dispõe sobre a composição,

Leia mais

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada Fórum da Agenda 21 de Guapimirim Aprender a APRENDER e a FAZER. Aprender a CONVIVER, e Aprender a SER Cidadãos Participativos, Éticos e Solidários Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO outubro 2013 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Em atendimento à Lei Federal 12.587 Institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 32 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 30/09/2013 Aos trinta dias do mês de setembro do ano de dois mil e treze, nesta cidade de

Leia mais

Propostas para o Plano Diretor de Curitiba

Propostas para o Plano Diretor de Curitiba Propostas para o Plano Diretor de Curitiba Revisão de 2014 Andressa Mendes Fernanda Castelhano Rafaela Scheiffer As propostas contidas nesta cartilha foram resultados de intervenções urbanas e processos

Leia mais

Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social. Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis

Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social. Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis O que é? Um mecanismo (ou processo) pelo qual a população

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS VICE-GOVERNADORIA ATA DE REUNIÃO. CAMG - Palácio Tiradentes Sala Cláudio Manoel

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS VICE-GOVERNADORIA ATA DE REUNIÃO. CAMG - Palácio Tiradentes Sala Cláudio Manoel ATA DE REUNIÃO Evento: Local: 2ª Reunião do Comitê Intersetorial de Políticas Públicas para a Juventude CAMG - Palácio Tiradentes Sala Cláudio Manoel Data: 20 de fevereiro de 2013 Horário: 15h00min Nesta

Leia mais

Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno

Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º O Comitê de Articulação

Leia mais

Relatório Final Aprovado ad referendum da Comissão Organizadora Municipal (COM)

Relatório Final Aprovado ad referendum da Comissão Organizadora Municipal (COM) Relatório Final Aprovado ad referendum da Piancó - PB Agosto de 2013 Relatório Final 1ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Piancó Por um futuro melhor, vamos cuidar de Piancó. (José Willame Vitor

Leia mais

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável. AGENDA Reunião Ordinária

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável. AGENDA Reunião Ordinária DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, segunda-feira, 25 de junho de 2012. PRO 1 Departamento de Comissões Parlamentares S DAS COMISSÕES Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

capa Menos de 30% das principais cidades brasileiras possuem Plano de Mobilidade Urbana

capa Menos de 30% das principais cidades brasileiras possuem Plano de Mobilidade Urbana Menos de 30% das principais cidades brasileiras possuem Plano de Mobilidade Urbana Mesmo com lei, municípios brasileiros caminham lentamente na elaboração dos planos de mobilidade urbana. Na reta final

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DIRETORIA DE ATENÇÃO BÁSICA

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DIRETORIA DE ATENÇÃO BÁSICA GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DIRETORIA DE ATENÇÃO BÁSICA ORIENTAÇÕES BÁSICAS À GESTÃO MUNICIPAL: ORGANIZAÇÃO DA CONFÊRENCIA

Leia mais

Ministério das Cidades

Ministério das Cidades Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Ministério das Cidades A Mobilidade Urbana no Brasil Seminário Internacional:

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL

RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE PARA CUIDAR BEM DAS PESSOAS: DIREITO DO POVO BRASILEIRO ETAPA MUNICIPAL DA 15ª CONFERÊNCIA NACIONAL

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO.

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. Estado do Rio Grande do Norte Município de Mossoró CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. REGIMENTO

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia PORTARIA Nº 14/2009 Aprova o Regulamento da I Conferência Municipal de Cultura de Eunápolis-BA e dá outras providências. A SECRETÁRIA

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE INFORMÁTICA NATAL, 08.07.2005 BOLETIM OFICIAL 2222 ANO XVI SEXTA-FEIRA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE INFORMÁTICA NATAL, 08.07.2005 BOLETIM OFICIAL 2222 ANO XVI SEXTA-FEIRA A MESA DIRETORA Deputado ROBINSON FARIA PRESIDENTE Deputada LARISSA ROSADO 1 VICE-PRESIDENTE Deputado RICARDO MOTTA 1 SECRETÁRIO Deputado ALEXANDRE CAVALCANTI 3 SECRETÁRIO Deputado VIVALDO COSTA 2 VICE-PRESIDENTE

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO ATA DA VIGÉSIMA SÉTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DO SEGUNDO PERÍODO DA DÉCIMA OITAVA LEGISLATURA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO, CEARÁ. Aos 04 (quatro) dias do mês de setembro de 2013 (dois mil e treze), às

Leia mais

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Confere nova regulamentação ao Conselho Municipal de Segurança

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA O Decreto-Lei nº7/2003, de 15 de Janeiro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 41/2003, de 22 de Agosto, retificada pela

Leia mais

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian Planos Municipais de Mobilidade Urbana e Acessibilidade e o papel do TCE-RS na sua implementação Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian SUPORTE

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CAPÍTULO I Da Natureza Art. 1º O Plano Municipal de Educação é um plano global de toda a educação do Município de Caxias do Sul,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA CAP I - Da Natureza Art. 1 - O Conselho Consultivo do Parque Nacional da Tijuca CCPNT é órgão consultivo integrante da estrutura administrativa

Leia mais

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo a seguinte Lei: Das disposições Gerais Art.

Leia mais

Prefeitura Municipat de São José dos Campos - Estado de São Paulo - ~U"tCAOO (A) NO JOR

Prefeitura Municipat de São José dos Campos - Estado de São Paulo - ~UtCAOO (A) NO JOR Prefeitura Municipat de São José dos Campos ~U"tCAOO (A) NO JOR b@utim DO MUNJCb ~ dt

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Altera o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades

Leia mais

FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES.

FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES. FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES. Art. 1º - O Fórum permanente da Agenda 21 de Tanguá, criado pela Lei

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC)

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) COMCITEC Gestão Plenárias Conferência Eventos Legislação QUEM SOMOS? O COMCITEC é um órgão autônomo que atua em estreita articulação com

Leia mais

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ 1 1 Introdução Sustentabilidade Mudança nos atuais modelos de produção e consumo Alternativas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83.

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Fórum do CB27 em Natal Medidas para a redução do efeito estufa

Fórum do CB27 em Natal Medidas para a redução do efeito estufa 11 Fórum do CB27 em Natal Medidas para a redução do efeito estufa Alex Régis Ana Lúcia Araújo Assessora de Comunicação da SEMURB Considerado um dos mais participativos, desde a sua criação, o VI Encontro

Leia mais

Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV

Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV Teve lugar no dia vinte e nove de maio de dois mil e doze, a sessão número trinta e seis da Comissão Nacional de Eleições, na sala de reuniões sita na Av. D.

Leia mais

REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º- A Conferência Municipal/Regional do Esporte com sede no município de São Leopoldo, com a participação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE APRESENTADO PARA SER DISCUTIDO E APROVADO na reunião do Conselho CAPÍTULO

Leia mais

COMISSÃO ESTADUAL DA AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE ALFABETIZAÇÃO E DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO ESPÍRITO SANTO

COMISSÃO ESTADUAL DA AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE ALFABETIZAÇÃO E DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO ESPÍRITO SANTO COMISSÃO ESTADUAL DA AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE ALFABETIZAÇÃO E DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO ESPÍRITO SANTO REGIMENTO INTERNO SUMÁRIO CAPITULO I Do fundamento legal CAPITULO

Leia mais

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO LEI Nº 2.998/2007 REGULAMENTA O CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO - COPLAN, CRIADO NO ARTIGO 2º, DA LEI COMPLEMENTAR N.º 037/2006, DE 15 DE DEZEMBRO, QUE DISPOE SOBRE NORMAS DE

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E AMBIENTAL CONDURB, REALIZADA EM 23 DE SETEMBRO DE 2003.

ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E AMBIENTAL CONDURB, REALIZADA EM 23 DE SETEMBRO DE 2003. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Aos vinte e três dias de setembro de dois mil e três, foi realizada reunião extraordinária do Conselho Municipal de Desenvolvimento

Leia mais

EFETIVIDADE DA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMO MECANISMO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL EM PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA

EFETIVIDADE DA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMO MECANISMO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL EM PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA EFETIVIDADE DA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMO MECANISMO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL EM PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA Aline Maia Pastor Willy Gonzales-Taco EFETIVIDADE DA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMO MECANISMO DE PARTICIPAÇÃO

Leia mais

Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade

Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade Art. 1º - O Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI- possui atribuições de caráter propositivo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Prefeitura Municipal de Porto Alegre DECRETO Nº 17.301, DE 14 DE SETEMBRO DE 2011. Aprova o Regimento Interno do Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade (FMCC). O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no

Leia mais

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle. AGENDA Reunião Ordinária

Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES. Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle. AGENDA Reunião Ordinária DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, terça-feira, 23 de outubro de 2012. PRO 1 Departamento de Comissões Parlamentares AGENDAS DAS COMISSÕES Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho)

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho) *C0051538A* C0051538A *C0056280A* C0056280A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho) Dá ao Plenário 16 do Anexo II da Câmara dos Deputados a denominação "Zezéu

Leia mais

Porto Alegre: transformações na metrópole e na Região Metropolitana mais meridional do Brasil (1980-2010)

Porto Alegre: transformações na metrópole e na Região Metropolitana mais meridional do Brasil (1980-2010) Observatório das Metrópoles INCT/CNPq Porto Alegre: transformações na metrópole e na Região Metropolitana mais meridional do Brasil (1980-2010) Luciano Joel Fedozzi Paulo Roberto Rodrigues Soares Observatório

Leia mais

Infraestrutura Turística. Magaeventos Esportivos e a Promoção da Imagem do Brasil no Exterior 16 e 17 de agosto Brasília.

Infraestrutura Turística. Magaeventos Esportivos e a Promoção da Imagem do Brasil no Exterior 16 e 17 de agosto Brasília. Infraestrutura Turística. Magaeventos Esportivos e a Promoção da Imagem do Brasil no Exterior 16 e 17 de agosto Brasília Mobilidade Urbana Renato Boareto 1 Organização Não Governamental fundada em 2006

Leia mais

DOCUMENTO DE PROVIDÊNCIAS AUDIÊNCIA PÚBLICA: COPA DO MUNDO DE 2014 EM CURITIBA E A UTILIZAÇÃO DO POTENCIAL CONSTRUTIVO

DOCUMENTO DE PROVIDÊNCIAS AUDIÊNCIA PÚBLICA: COPA DO MUNDO DE 2014 EM CURITIBA E A UTILIZAÇÃO DO POTENCIAL CONSTRUTIVO DOCUMENTO DE PROVIDÊNCIAS AUDIÊNCIA PÚBLICA: COPA DO MUNDO DE 2014 EM CURITIBA E A UTILIZAÇÃO DO POTENCIAL CONSTRUTIVO AS ENTIDADES E MOVIMENTOS DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA PRESENTES NA AUDIÊNCIA PÚBLICA

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO Art. 1º - O Conselho Municipal de Planejamento Urbano, criado pela Lei Complementar nº 510,

Leia mais

R E G I M E N T O. Preâmbulo

R E G I M E N T O. Preâmbulo R E G I M E N T O Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei n.º 46/86, de 14 de outubro, com a redação que lhe foi dada pela Lei n.º 115/97, de 19 de setembro) e de acordo com as alterações introduzidas

Leia mais

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação Cartilha para Conselhos Municipais de Educação Sistemas de ensino são o conjunto de campos de competências e atribuições voltadas para o desenvolvimento da educação escolar que se materializam em instituições,

Leia mais

Grupo A (Temas discutidos) - Como atrair a Comunidade para as propostas do Conselho da Comunidade?

Grupo A (Temas discutidos) - Como atrair a Comunidade para as propostas do Conselho da Comunidade? CONCLUSÕES DO I ENCONTRO DE CONSELHOS DA COMUNIDADE DA REGIÃO SUL DO BRASIL E DO III SEMINÁRIO DO PROJETO TRABALHO PARA A VIDA DA CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA DO RS, REALIZADO EM PORTO ALEGRE, EM 18 DE

Leia mais

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos RELATÓRIO OFICINA FNEPAS ESTADUAL MINAS GERAIS INTEGRALIDADE E QUALIDADE NA FORMAÇÃO E NAS PRÁTICAS EM SAÚDE: Integrando Formação, Serviços, Gestores e Usuários Local: COBEM Uberlândia Data: 22 de outubro

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO / SP.

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO / SP. REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO / SP. CAPÍTULO I DA NATUREZA, DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA Art. 1º - O Comitê Gestor de TI, de

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA NOTA JUSTIFICATIVA A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos locais de Educação. A Lei 169/99, de 18

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 (do deputado Zezéu Ribeiro - PT/BA) Assegura às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social.

Leia mais

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA Em 22 e 23 de outubro de 2015, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano SEDU, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba COMEC,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL REGIMENTO INTERNO A Comissão Institucional de Gestão Ambiental CIGA, do Ministério Público

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 Aprovado em reunião do CMEM realizada em 9 de abril de 2014 Artigo 1º Noção e Objetivos O Conselho Municipal de Educação,

Leia mais

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS ABERTURA Pessoa da cooperativa que não fará parte da mesa verifica o número de associados presentes certificando o quorum

Leia mais

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA HUMBERTO COSTA Secretário das Cidades Governo de Pernambuco 17 de setembro Recife / PE Prevenção da violência x ESPAÇO URBANO AS ESTATÍSTICAS

Leia mais

VII CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO URBANÍSTICO

VII CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO URBANÍSTICO VII CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO URBANÍSTICO "Direito Urbanístico e Justiça Urbana: cidade, democracia e inclusão social" São Paulo - 11 a 13 de novembro de 2013 CHAMADA DE TRABALHOS A Comissão Científica

Leia mais

Como criar o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional

Como criar o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Como criar o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Brasília - 2011 INDICE 3 Apresentação 04 Direito à Alimentação 06 Conselho Nacional

Leia mais

PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012.

PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012. PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012. Aprova o Regimento Interno do Conselho Consultivo da Reserva Biológica Mata Paludosa. A SECRETÁRIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo A Lei nº 159/99, de 14 de setembro, visou estabelecer um quadro de transferências de atribuições e competências da Administração

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016 LEI Nº 325/2013 Data: 04 de Novembro de 2013 SÚMULA: Dispõe sobre o Plano Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas, que tem por finalidade fortalecer e estruturar o COMAD como órgão legítimo para coordenar,

Leia mais

UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO

UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO Aos vinte e dois dias do mês de abril de dois mil e quatro, nas dependências do Hotel Mercure, na

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO Art. 1º Este Regulamento Interno disciplina as normas relativas ao funcionamento da Comissão Própria

Leia mais

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI ÓRGÃO COLEGIADO SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS DO

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Viajeo Plus City Showcase in Latin America Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Nívea Oppermann Peixoto, Ms Diretora de Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil EMBARQ Brasil auxilia governos e empresas

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 29ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística de Cuiabá

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 29ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística de Cuiabá Ministério Público do Estado de Mato Grosso 29ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística de Cuiabá Carlos Eduardo Silva Promotor de Justiça Abr. 2015 Direito à Cidade/Mobilidade Urbana O ambiente

Leia mais

PROGRAMA SINERGIA/CETURB-GV FORTALECENDO O RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE. Alice Carreiro Ribeiro Lírio; Gilmar Pahins Pimenta.

PROGRAMA SINERGIA/CETURB-GV FORTALECENDO O RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE. Alice Carreiro Ribeiro Lírio; Gilmar Pahins Pimenta. PROGRAMA SINERGIA/CETURB-GV FORTALECENDO O RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE. Alice Carreiro Ribeiro Lírio; Gilmar Pahins Pimenta. Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória-CETURB-GV Avenida Nossa

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO

REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO CAPITULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º - O Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco, órgão colegiado permanente, consultivo e

Leia mais

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Seminário de Mobilidade Urbana Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Celio Bouzada 23 de Setembro de 2015 Belo Horizonte População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais