Política Habitacional de Rosario Integralidad.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Política Habitacional de Rosario Integralidad."

Transcrição

1 Política Habitacional de Rosario Integralidad. Ordenamiento del tejido y trazado urbano. Provisión de infraestructura y equipamiento. Mejoramiento habitacional. Viviendas para relocalizaciones. Regularización dominial. Promoción de la participación de lo beneficiarios en la gestión de los proyectos Estimulación psicomotríz.educación social para niños de 10 a 14 años.nutrición.autoproducción de alimentos.recreación.orientación familiar Capacitación Laboral para Jóvenes.Apoyo y Consolidación de Microempresas

2 . Esquema organizacional democrático y flexible Estructura organizacional matricial que articula especialidades y gerencia de los proyectos Metodología de ejecución de proyectos que se adapta a la complejidad y variación de la realidad donde interviene Planificación Estratégica, Monitoreo y Evaluación de Proyectos Herramientas de Gerencia Social Adaptativa.

3 Asentamiento Villa Corrientes

4 Formulación ejecutiva Sensibilización Presentación del Programa Relevamiento Social y Físico

5 Ejecución Obras de relocalización

6 Ejecución Obras de mejoramiento

7 Integración y Creación de Ciudadanía

8 PROGRAMA URB-AL REDE 7: GESTÃO E CONTROLE DA METROPOLIZAÇÃO Projeto Tipo A O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA. IMAGENS SÃO PAULO Cidade Coordenadora

9 I Seminário Internacional Florença

10 I Evento Local São Paulo

11 II Evento Local São Paulo

12 II Evento Local São Paulo

13

14 EVOLUÇÃO

15 Vale do Anhangabaú

16 Praça da Sé

17 Vila Economizadora (casas de aluguel)

18 IAPI: Conjunto Residencial de Bangu (Rio de Janeiro) IAPI: Ed. Anchieta (São Paulo) Cj. Residencial Terra Nova (Rio de Janeiro)

19 Vista do Ed. Altino Arantes

20 Centro da cidade

21 Viaduto Santa Efigênia

22 Conjunto Habitacional - Zona Leste Cidade Tiradentes Zona Leste

23 Santa Etelvina Cidade Tiradentes Zona Leste

24 Penhinha Favelas: ocupação e urbanização Nossa Senhora Aparecida

25 Delamare Construção em mutirão Rincão

26 Vila Nova Esperança Loteamentos irregulares Cidade Tiradentes Zona Leste

27 Cingapura

28 2000 Ocupação consolidada em Área de Proteção aos Mananciais

29 Parque Novo Santo Amaro

30 DÉFICIT E INADEQUAÇÃO

31 Situação habitacional e urbana de M Boi Mirim Zona Sul

32 Situação habitacional e urbana de M Boi Mirim Zona Sul

33 Paraisópolis Paraisópolis

34 M Boi Mirim - Jardim Ângela Zona Sul

35 Ocupação próxima às represas Billings e Guarapiranga Zona Sul

36 POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO

37 Associação Sobradinho Sub Prefeitura Jaçanã Tremembé Zona Norte

38 Conjunto residencial Alpes do Jaraguá urbanização de loteamento

39 Glicério - Reabilitação de edificações e cortiços para habitação - Centro

40 Glicério - Reabilitação de edificações e cortiços para habitação - Centro

41 Glicério - Centro Brás - Centro

42 Construção em mutirão Paulo Freire Zona Leste

43 Construção em mutirão Che Guevara

44 CRÉDITOS FOTOGRÁFICOS Acervo LabHab. BONDUKI, Nabil. Origens da Habitação Social no Brasil. Arquitetura Moderna, Lei do Inquilinato e Difusão da Casa Própria. São Paulo, Estação Liberdade, NOBRE, Tatiana Morita. Trabalho Final de Graduação, FAU-USP, CRUZ, José Armênio Cruz; CARVALHO, Lúcia. São Paulo 450 Anos. A Escola e a Cidade. São Paulo, BEI Comunicação, KOK, Glória (texto e edição). São Paulo 450 anos: de vila a metrópole. São Paulo; BEI Comunicação,

45 PROGRAMA URB-AL REDE 7: GESTÃO E CONTROLE DA METROPOLIZAÇÃO Projeto Tipo A O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA. SÃO PAULO Cidade Coordenadora

46 ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL SISTEMATIZAÇÃO CONJUNTA DE INFORMAÇÕES, EXPERIÊNCIAS E DADOS A PARTIR DE UMA BASE SECUNDÁRIA ECONTROS LOCAIS ENCONTROS INTERNACIONAIS ETAPAS: 1. DIAGNÓSTICO DE CADA CIDADE PARTICIPANTE 2. SÍNTESE DOS DIAGNÓSTICOS 3. DOCUMENTO DE RECOMENDAÇÕES

47 CIDADES E ENTIDADES SÓCIAS CIDADE SÓCIA SÃO PAULO (CIDADE COORDENADORA) - BRASIL BARCELONA - ESPANHA ENTIDADE SÓCIA Prefeitura Municipal de São Paulo Secretaria Municipal de Habitação Departamento de Regularização do Solo - RESOLO Mancomunidad de Municipios del Área Metropolitana de Barcelona Instituto Metropolitano de Promoción de Suelo y Gestión Patrimonial TOSCANA - ITÁLIA Regione Toscana Direzione Generale delle Politiche Territotiali ed Ambientali Area Politiche Abitative e Riqualifizione degli insediamenti ROSÁRIO - ARGENTINA Municipalidad de Rosario Servicio Público de la Vivienda BUENOS AIRES - ARGENTINA Gobierno de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires

48 SÃO PAULO - BRASIL

49 REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO DIMENSÃO área de km 2 engloba 39 municípios POPULAÇÃO cerca de 18 milhões de habitantes 10,5% da população do país no município: 10,5 milhões de habitantes PIB cerca de 18% do país DÉFICIT HABITACIONAL 8,3 % do déficit do país

50 ESTRUTURA DO DIAGNÓSTICO DE SÃO PAULO INTRODUÇÃO PAINEL 1 Grandeza e expressão da problemática de acesso ao solo e à habitação social na cidade de São Paulo: especificações e escala PAINEL 2 - Evolução das políticas urbanas, de acesso ao solo e à habitação social no Brasil I. EIXO POLÍTICO INSTITUCIONAL 1. A Política de habitação e acesso à terra 1.1. No Nível Federal 1.2. No Estado de São Paulo 1.3. No Município de São Paulo 2. Financiamento da Política Habitacional II. EIXO JURÍDICO-FUNDIÁRIO III. EIXO URBANÍSTICO-AMBIENTAL IV. EIXO DE ORGANIZAÇÃO SOCIAL CONCLUSÃO - SÍNTESE DA ANÁLISE SOBRE O ACESSO AO SOLO E HABITAÇÃO SOCIAL

PROGRAMA URB-AL O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA.

PROGRAMA URB-AL O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA. PROGRAMA URB-AL REDE 7: GESTÃO E CONTROLE DA METROPOLIZAÇÃO Título (projeto comum do tipo A) O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA.

Leia mais

Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03

Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03 Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03 O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA Cidade Coordenadora: São Paulo Brasil DIAGNÓSTICO

Leia mais

A política urbana de Diadema: AEIS e Plano Diretor

A política urbana de Diadema: AEIS e Plano Diretor A política urbana de Diadema: AEIS e Plano Diretor DÉCADA DE 90 1990 - Criação do FUMAPIS Fundo Municipal de Apoio a Habitacão de Interesse Social que exerce, na prática, o papel de Conselho Municipal

Leia mais

Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03

Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03 Programa URB-AL Rede 7 PROJETO COMUM R7-A3-03 O ACESSO AO SOLO E À HABITAÇÃO SOCIAL EM CIDADES GRANDES DE REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA Cidade Coordenadora: São Paulo Brasil DIAGNÓSTICO

Leia mais

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP UMA VISÃO AMBIENTAL

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP UMA VISÃO AMBIENTAL ANÁLISE DE EMPREENDIMENTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP UMA VISÃO AMBIENTAL Sibila Corral de Arêa Leão Honda Arquiteta e Urbanista pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Mestre e Doutora

Leia mais

POLÍTICA URBANA E ACESSO À HABITAÇÃO SOCIAL EM REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA

POLÍTICA URBANA E ACESSO À HABITAÇÃO SOCIAL EM REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA POLÍTICA URBANA E ACESSO À HABITAÇÃO SOCIAL EM REGIÕES METROPOLITANAS DA AMÉRICA LATINA E EUROPA Profa. Dra. Maria Lucia Refinetti Martins LABHAB FAUUSP - Coordenadora Msc. Karina Oliveira Leitão LABHAB,

Leia mais

Escola de Governo: Política habitacional POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH. João Sette Whitaker Ferreira

Escola de Governo: Política habitacional POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH. João Sette Whitaker Ferreira Escola de Governo: Política habitacional POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH João Sette Whitaker Ferreira Escola de Governo: Política habitacional BREVE RESUMO DAS POLÍTICAS HABITACIONAIS ANTERIORES

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO SÃO PAULO

PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO SÃO PAULO PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO SÃO PAULO SUSHI SUSTAINABLE SOCIAL HOUSING INICIATIVE FINAL WORKSHOP USP São Paulo 21 de Junho 2011 O ESTADO DE SÃO PAULO E SEUS DESAFIOS ESTADO DE SÃO PAULO Estado da federação

Leia mais

ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL SECOVI-SP VICE- PRESIDÊNCIA DE INCORPORAÇÃO E TERRENOS URBANOS 18-04-2013

ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL SECOVI-SP VICE- PRESIDÊNCIA DE INCORPORAÇÃO E TERRENOS URBANOS 18-04-2013 ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL SECOVI-SP VICE- PRESIDÊNCIA DE INCORPORAÇÃO E TERRENOS URBANOS 18-04-2013 ZEIS-ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL década de 1980 surgimento de movimentos sociais

Leia mais

A Cooperação UE no Estado de São Paulo

A Cooperação UE no Estado de São Paulo A Cooperação UE no Estado de São Paulo Informações gerais: Superficië (km²): 248.209,426 População (IBGE 2012): 41.901.219 Produto Interno Bruto - PIB (2008) em R$ milhões: 1.003.016 Indice de Desenvolvimento

Leia mais

Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) em cidades brasileiras: trajetória recente de implementação de um instrumento de política urbana

Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) em cidades brasileiras: trajetória recente de implementação de um instrumento de política urbana Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) em cidades brasileiras: trajetória recente de implementação de um instrumento de política urbana Paula Freire Santoro Profa. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Regional Norte Dados Gerais. Aproximadamente 29% Regional Norte vive em assentamentos precários. 7 Subprefeituras. Área Assentamentos Norte*

Regional Norte Dados Gerais. Aproximadamente 29% Regional Norte vive em assentamentos precários. 7 Subprefeituras. Área Assentamentos Norte* Regional Norte Dados Gerais 7 Subprefeituras Área de São Paulo CASA VERDE/CACHOEIRINHA CASA CASAVERDE/CACHOEIRINHA VERDE/CACHOEIRINHA VERDE/CACHOEIRINHA CASA CASA VERDE/CACHOEIRINHA CASA VERDE/CACHOEIRINHA

Leia mais

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife.

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Data: dia 29 de abril de 2009 Local: sede da ONG Etapas no Recife PROGRAMA REABILITAÇÃO

Leia mais

Capítulo 3. Disseminação dos resultados

Capítulo 3. Disseminação dos resultados Capítulo 3 Disseminação dos resultados A relevância de São Paulo, como a maior cidade brasileira e aquela com os maiores desafios para o atendimento de diferentes demandas habitacionais, torna a disseminação

Leia mais

E CONFLITOS. Painel: Habitação Popular e Mercados Informais (Regularização Fundiária) / Outros Temas de Interesse Geral

E CONFLITOS. Painel: Habitação Popular e Mercados Informais (Regularização Fundiária) / Outros Temas de Interesse Geral REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NA CIDADE DE PIRACICABA - SP: AÇÕES A E CONFLITOS Painel: Habitação Popular e Mercados Informais (Regularização Fundiária) / Outros Temas de Interesse Geral Engª Civil Silvia Maria

Leia mais

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Realização Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Henry Cherkezian Rio, 18 de maio de 2011 A questão Habitacional Aspectos a serem abordados Breve Diagnóstico Um exemplo da

Leia mais

COPA. Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo

COPA. Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo COPA Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo José Roberto Bernasconi Presidente Sinaenco São Paulo SP/Agosto/ 2010 1 1 Um histórico Os dois principais estádios

Leia mais

POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH. Prova didática Concurso de Livre-Docência - FAUUSP

POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH. Prova didática Concurso de Livre-Docência - FAUUSP e d e s a f i o s Concurso Livre-Docência Prova Didática POLÍTICAS HABITACIONAIS NO BRASIL PÓS BNH João Sette Whitaker Ferreira Prova didática Concurso de Livre-Docência - FAUUSP I m p a s s e s BREVE

Leia mais

O Aeroporto na Cidade Contemporânea Gerson Moura Duarte RESUMO

O Aeroporto na Cidade Contemporânea Gerson Moura Duarte RESUMO O Aeroporto na Cidade Contemporânea Gerson Moura Duarte RESUMO Este artigo propõe uma reflexão acerca da problemática que envolve a questão dos loteamentos irregulares no entorno do Aeroporto Internacional

Leia mais

Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades. Porto Alegre, 23 de novembro de 2011 10º Congresso Mundial de Metrópoles

Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades. Porto Alegre, 23 de novembro de 2011 10º Congresso Mundial de Metrópoles COOPERAÇÃO DAS CIDADES BRASILEIRAS PARA REDUÇÃO DA POBREZA URBANA MESA 2: PARCERIAS PARA APOIAR AS ESTRATÉGIAS DOS DIRIGENTES LOCAIS Inês Magalhães Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades

Leia mais

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana?

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? IDELT Dr. Joaquim Lopes da Silva Junior Maio/2012 prioridade para o transporte coletivo Corredores de ônibus metropolitanos REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

POTENCIAL CONSTRUTIVO EM PROJETOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Jardim Edith / Comandante Taylor

POTENCIAL CONSTRUTIVO EM PROJETOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Jardim Edith / Comandante Taylor 4. VIVIENDA E INCLUSIÓN Tiago Azzi Collet e Silva I São Paulo, Brasil POTENCIAL CONSTRUTIVO EM PROJETOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Jardim Edith / Comandante Taylor Introdução O processo de ocupação

Leia mais

Curso de Capacitação em Desenvolvimento de Projetos Urbanos de Interesse Social

Curso de Capacitação em Desenvolvimento de Projetos Urbanos de Interesse Social Curso de Capacitação em Desenvolvimento de Projetos Urbanos de Interesse Social Consolidação da Proposta e Relatório Final maio de 2004 LabHab Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos da FAU USP

Leia mais

Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana

Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana Página 1 de 5 Busca Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana O Estatuto da Cidade prevê a criação de planos pilotos para o desenvolvimento de cidades e municípios. Para tornar

Leia mais

Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Habitação

Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Habitação Ministério das Cidades SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE MEJORAMIENTO DE BARRIOS México - 29 e 30 novembro/2004 Programa Habitar Brasil/BID Governo Federal Processo de Urbanização Brasileiro Crescimento da

Leia mais

Reabilitação Integrada do Centro Histórico de Madri

Reabilitação Integrada do Centro Histórico de Madri Reabilitação Integrada do Centro Histórico de Madri AUP 5869 Avaliação de Grandes Projetos Urbanos: crítica da prática recente Prof. Dr. Eduardo A. C. Nobre FAUUSP 1. Antecedentes Entre 1963 e 1979 o Centro

Leia mais

Planejamento Urbano Governança Fundiária

Planejamento Urbano Governança Fundiária Planejamento Urbano Governança Fundiária Instrumentos de Gestão, Conflitos Possibilidades de Inclusão Socioespacial Alexandre Pedrozo agosto. 2014 mobiliza Curitiba...... de antes de ontem...... de ontem......

Leia mais

Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil

Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil IV Encontro Estadual UMP 2011 Atuação da UMP-BA em Salvador-BA PARIPE -Vila Solidaria Mar Azul - Credito Solidário -236 Moradias-

Leia mais

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão Urbana do Município de São Paulo

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão Urbana do Município de São Paulo Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão Urbana do Município de São Paulo Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano - SMDU Departamento de Urbanismo - DEURB Departamento de

Leia mais

HABITAÇÃO NOS GRANDES CENTROS URBANOS BRASILEIROS. II Sobratema Fórum Brasil Infraestrutura - Cidades 18/10/2011

HABITAÇÃO NOS GRANDES CENTROS URBANOS BRASILEIROS. II Sobratema Fórum Brasil Infraestrutura - Cidades 18/10/2011 HABITAÇÃO NOS GRANDES CENTROS URBANOS BRASILEIROS II Sobratema Fórum Brasil Infraestrutura - Cidades 18/10/2011 Desenvolvimento Urbano 1929 Source: EMPLASA Made EMPLASA by: SMDU/DIPRO SMDU/DIPRO Desenvolvimento

Leia mais

Curso de Capacitação e Desenvolvimento de Projetos Material Didático

Curso de Capacitação e Desenvolvimento de Projetos Material Didático Curso de Capacitação e Desenvolvimento de Projetos Material Didático dezembro de 2003 LabHab Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de

Leia mais

PLANOS DE EXPANSÃO URBANA. Aula Profa. Dra. Paula Freire Santoro FAUUSP AUP-278 maio 2014

PLANOS DE EXPANSÃO URBANA. Aula Profa. Dra. Paula Freire Santoro FAUUSP AUP-278 maio 2014 PLANOS DE EXPANSÃO URBANA Aula Profa. Dra. Paula Freire Santoro FAUUSP AUP-278 maio 2014 ÁREAS DE EXPANSÃO URBANA NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS Lei Federal 6.766/79 Disciplina o parcelamento do solo no país

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DA HABITAÇÃO LESTE

PLANO MUNICIPAL DA HABITAÇÃO LESTE PLANO MUNICIPAL DA HABITAÇÃO PLANO DE AÇÃO REGIONAL LESTE Legenda: Subprefeitura Vias Principais de acesso Linha de Metrô / CPTM Região Leste 08 Subprefeituras: Penha, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista,

Leia mais

SÃO PAULO. COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DESCENTRALIZADA NO BRASIL Boas Práticas de Gestão Internacional dos Governos Subnacionais Brasileiros

SÃO PAULO. COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DESCENTRALIZADA NO BRASIL Boas Práticas de Gestão Internacional dos Governos Subnacionais Brasileiros SÃO PAULO COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DESCENTRALIZADA NO BRASIL Boas Práticas de Gestão Internacional dos Governos Subnacionais Brasileiros Dezembro/2013 OS DESAFIOS DA NOVA AGENDA MUNDIAL O MUNDO MUDOU O

Leia mais

Seminário Nacional Capacitação para Gestores e Comunidades dos CEUS das Artes e Esportes Unificados Política Nacional de Habitação

Seminário Nacional Capacitação para Gestores e Comunidades dos CEUS das Artes e Esportes Unificados Política Nacional de Habitação Seminário Nacional Capacitação para Gestores e Comunidades dos CEUS das Artes e Esportes Unificados Política Nacional de Habitação Brasília dezembro de 2014 GRAVES PROBLEMAS FUNDIÁRIOS Falta de registro

Leia mais

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 Cidade de São Paulo 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 LOCALIZAÇÃO POPULAÇÃO (Censo 2010) RMSP...19.683.975 habitantes Município de São Paulo...11.253.563 habitantes Estatuto

Leia mais

PLHIS. SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DOS Planos Locais de Habitação de Interesse Social

PLHIS. SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DOS Planos Locais de Habitação de Interesse Social 1 PLHIS SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DOS Planos Locais de Habitação de Interesse Social 2 Programação Introdução Parte I Parte II Parte III Política Nacional de Habitação, Sistema Nacional

Leia mais

O projeto Magia da Reforma na revitalização de Paraisópolis. Maria Teresa Diniz

O projeto Magia da Reforma na revitalização de Paraisópolis. Maria Teresa Diniz O projeto Magia da Reforma na revitalização de Paraisópolis Maria Teresa Diniz Município de São Paulo População = 10, 5 milhões hab. Área = 1.509 km² Subprefeituras = 31 Distâncias: Norte-Sul = 60 Km Leste-Oeste

Leia mais

Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida inserção urbana e qualidade arquitetônica

Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida inserção urbana e qualidade arquitetônica Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida inserção urbana e qualidade arquitetônica Prof. João Sette Whitaker Ferreira Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE HABITAÇÃO POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE HABITAÇÃO POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE HABITAÇÃO POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO Carlos Henrique Cardoso Medeiros Secretário POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO Orçamento Participativo da Habitação participaçãopopular

Leia mais

Metamorfose. ambulante. Livro que será lançado em breve faz radiografia da transformação urbana de São Paulo

Metamorfose. ambulante. Livro que será lançado em breve faz radiografia da transformação urbana de São Paulo ESPECIAL SÃO PAULO 45O ANOS Metamorfose ambulante CLAUDIA IZIQUE Livro que será lançado em breve faz radiografia da transformação urbana de São Paulo São Paulo é uma metrópole em transformação. Favelas,

Leia mais

Região Metropolitana de Curitiba: histórico e considerações sobre o modelo

Região Metropolitana de Curitiba: histórico e considerações sobre o modelo Seminário A Metrópole em Debate: do Estatuto à prática Curitiba 13 de julho de 2015 Região Metropolitana de Curitiba: histórico e considerações sobre o modelo Profª Drª Madianita Nunes da Silva Departamento

Leia mais

59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais

59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais 59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP Tema: Outros Modais Secretaria de Transportes e Vias Públicas ETCSBC Empresa de Transporte Coletivo de São Bernardo do Campo Alberto Alécio Batista

Leia mais

BANCO DE EXPERIÊNCIAS DE PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS

BANCO DE EXPERIÊNCIAS DE PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS BANCO DE EXPERIÊNCIAS DE PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS Nome do Município: São Paulo Unidade da Federação: São Paulo Tema de Destaque: (1) Planejamento Regional em Grandes Cidades; (2) Descentralização

Leia mais

Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social

Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social CASA LEGAL Programa Estadual de Regularização Fundiária Programa Casa Legal Devido a Lei Estadual nº 16.269, de 29 de maio de 2008, dispor em seu

Leia mais

A Política Habitacional. João de Araújo Chiavone Arquiteto Urbanista joaochiavone@gmail.com

A Política Habitacional. João de Araújo Chiavone Arquiteto Urbanista joaochiavone@gmail.com A Política Habitacional João de Araújo Chiavone Arquiteto Urbanista joaochiavone@gmail.com O que é a Política Habitacional? POLÍTICA HABITACIONAL = POLÍTICAS PÚBLICAS DESTINADAS A PROMOVER MORADIA Abrigo,

Leia mais

Cidade de Direitos. 1 1 novo hospital. 2 1 novo hospital. 3 1 novo hospital. 4 10 novas unidades AMA-Especialidades

Cidade de Direitos. 1 1 novo hospital. 2 1 novo hospital. 3 1 novo hospital. 4 10 novas unidades AMA-Especialidades Cidade de Direitos 1 1 novo hospital 2 1 novo hospital 3 1 novo hospital 4 10 novas unidades AMA-Especialidades 5 50 unidades de atendimento odontológico AMA-Sorriso 6 Garantir 7 ou mais consultas para

Leia mais

PROPOSTAS GT G HABITAÇÃO

PROPOSTAS GT G HABITAÇÃO PROPOSTAS GT HABITAÇÃO Propostas para Habitação Implementar os instrumentos previstos pelo Estatuto da Cidade: instituição de Zeis*- Zonas Especiais de Interesse Social e projetos integrados de habitação

Leia mais

A rede é mais ampla do que a pesquisa que a coloca em movimento num dado momento.

A rede é mais ampla do que a pesquisa que a coloca em movimento num dado momento. Cidades médias: agentes econômicos e reestruturação urbana e regional Metodologia e Resultados Beatriz Ribeiro Soares UFU Universidade Federal de Uberlândia Instituto de Geografia Caracterização da ReCiMe

Leia mais

DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL HABI RESOLO COHAB-SP. Antonio Augusto Veríssimo

DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL HABI RESOLO COHAB-SP. Antonio Augusto Veríssimo DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL HABI RESOLO COHAB-SP Antonio Augusto Veríssimo Junho de 2007 Índice Item Assunto Página 1 Introdução 3 2 Caracterização do atual arranjo institucional 5 3 Análise das principais

Leia mais

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE AGOSTO 2014 PROGRAMA DE METAS IMPLANTAR UMA REDE DE 400KM DE VIAS CICLÁVEIS. PROPICIA MAIOR EQUIDADE NO USO DA VIA PÚBLICA GANHOS SOCIO-AMBIENTAIS

Leia mais

PLANOS DIRETORES REGIONAIS

PLANOS DIRETORES REGIONAIS PLANOS DIRETORES REGIONAIS ORIGEM DOS PLANOS DIRETORES REGIONAIS CONSTITUIÇÃO FEDERAL ESTABELECE O PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO E A GESTÃO DEMOCRÁTICA II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICA URBANA PLANO DIRETOR

Leia mais

O desenho ambiental da infraestrutura urbana: princípios de projeto para regularização de interesse social

O desenho ambiental da infraestrutura urbana: princípios de projeto para regularização de interesse social EIXO TEMÁTICO: (X) Ambiente e Sustentabilidade ( ) Crítica, Documentação e Reflexão ( ) Espaço Público e Cidadania ( ) Habitação e Direito à Cidade ( ) Infraestrutura e Mobilidade ( ) Novos processos e

Leia mais

Conjunto Habitacional de Heliópolis SP

Conjunto Habitacional de Heliópolis SP Conjunto Habitacional de Heliópolis SP Eixo Minha Casa, Minha Vida PAC Minha Casa, Minha Vida Os recursos do eixo Minha Casa, Minha Vida (MCMV) do PAC 2 têm o claro objetivo de assegurar moradia para os

Leia mais

Cidade de Direitos. 15 Jornada de 7 horas no Ensino. 1 1 novo hospital. 16 9 anos no Ensino Fundamental. 17 120.000 novas famílias no Programa de

Cidade de Direitos. 15 Jornada de 7 horas no Ensino. 1 1 novo hospital. 16 9 anos no Ensino Fundamental. 17 120.000 novas famílias no Programa de Cidade de Direitos 1 1 novo hospital Freguesia do Ó 2 1 novo hospital Parelheiros 3 1 novo hospital Vila Matilde 4 10 novas unidades AMA-Especialidades 5 50 unidades de atendimento odontológico AMA-Sorriso

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003740A - Arquitetura V - Aspectos Sociais da Habitação Docente(s) Silvana Aparecida Alves Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes

Leia mais

Operações Urbanas - Oportunidades para o Desenvolvimento Urbano Sustentável

Operações Urbanas - Oportunidades para o Desenvolvimento Urbano Sustentável SP-URBANISMO Operações Urbanas - Oportunidades para o Desenvolvimento Urbano Sustentável Miguel Luiz Bucalem Secretario de Desenvolvimento Urbano do Municipio de São Paulo apresentado por João Cyro André

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DISCIPLINA (GDPL): AUP 0282 DESENHO URBANO E PROJETO DOS ESPAÇOS DA CIDADE 1º SEMESTRE DE 2015 PROFESSORES: Prof. Dr. Eduardo Nobre

Leia mais

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DOM PEDRO II

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DOM PEDRO II PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DOM PEDRO II UFJF Faculdade de Engenharia - Dep. de Arquitetura e Urbanismo Disciplina: Projeto VIII Prof: Luciane Tasca Grupo: Jeanny Vieira, Livia Cosentino, Marília

Leia mais

Monitoramento dos Avanços dos Países em Água e Saneamento MAPAS. Proposta para melhorar a eficiência do setor. VI Seminário Nacional Saneamento Rural

Monitoramento dos Avanços dos Países em Água e Saneamento MAPAS. Proposta para melhorar a eficiência do setor. VI Seminário Nacional Saneamento Rural Monitoramento dos Avanços dos Países em Água e Saneamento Proposta para melhorar a eficiência do setor VI Seminário Nacional Saneamento Rural Antonio Rodriguez João Pessoa, 7 Novembro 2012 Complete esta

Leia mais

UM PANORAMA DOS PROGRAMAS HABITACIONAIS NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA

UM PANORAMA DOS PROGRAMAS HABITACIONAIS NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA UM PANORAMA DOS PROGRAMAS HABITACIONAIS NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA Autora: Cláudia V. Cesar 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Resumo: Este artigo apresenta um breve panorama dos programas habitacionais

Leia mais

Considerando ainda que toda e qualquer revisão de Plano deve acontecer a partir de uma avaliação de sua aplicação, procurando responder às questões:

Considerando ainda que toda e qualquer revisão de Plano deve acontecer a partir de uma avaliação de sua aplicação, procurando responder às questões: EM DEFESA DE UMA CIDADE DEMOCRÁTICA, PACÍFICA, INCLUDENTE E SUSTENTÁVEL - CONTRA O APROFUNDAMENTO DA BARBÁRIE SOCIAL EM SÃO PAULO - CONTRA O ATUAL PROCESSO DE REVISÃO DO PLANO DIRETOR Publicado em: 11/06/2007

Leia mais

PLANO HABITACIONAL FRANCA PLHIS PLANO LOCAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

PLANO HABITACIONAL FRANCA PLHIS PLANO LOCAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL PLANO HABITACIONAL FRANCA PLHIS PLANO LOCAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL HABITAÇÃO: COMO NECESSIDADE HUMANA ABRIGO As pessoas precisam de proteção para si e suas famílias contra as intempéries da natureza.

Leia mais

O programa de urbanização de favelas da prefeitura de São Paulo um estudo de caso da favela de Heliópolis

O programa de urbanização de favelas da prefeitura de São Paulo um estudo de caso da favela de Heliópolis O programa de urbanização de favelas da prefeitura de São Paulo um estudo de caso da favela de Heliópolis Fabiana Cristina da Luz luz.fabiana@yahoo.com.br Universidade Cruzeiro do Sul Palavras-chave: Urbanização

Leia mais

FÓRUM NACIONAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Prêmio Selo Mérito 2013

FÓRUM NACIONAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Prêmio Selo Mérito 2013 FÓRUM NACIONAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Prêmio Selo Mérito 2013 Programa de Regularização Fundiária Sustentável de São Bernardo do Campo: Cidadania e Inclusão Social Urbana ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BRASIL Contribución al conocimiento del manejo sustenible de recursos hídricos para riego

UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BRASIL Contribución al conocimiento del manejo sustenible de recursos hídricos para riego Contribución al conocimiento del manejo sustenible de recursos hídricos para riego USO APROPIADO DE LOS RECURSOS HÍDRICOS PARA RIEGO Seminario - Taller Área de Estudio UFRB Área de Estudio UFRB Brasil

Leia mais

Seminários de Política Urbana Quitandinha+50

Seminários de Política Urbana Quitandinha+50 Seminários de Política Urbana Quitandinha+50 Q+50 Rio de Janeiro.novembro. 2013 ARQUITETURA, CIDADE, METRÓPOLE Democratizar cidades sustentáveis Mesa Redonda: Sistemas Institucionais Urbanos e Metropolitanos

Leia mais

Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993

Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993 Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993 Apresentação Projeto na Embajada Brasileira_ Buenos Aires Apresentação Projeto na Embajada Brasileira_ Buenos Aires Conceito_Participantes

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2015 PREFEITURA DE SÃO PAULO

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2015 PREFEITURA DE SÃO PAULO PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2015 PREFEITURA DE SÃO PAULO Projeto de Lei 467/2014 SUMÁRIO I. Resumo das Receitas e Despesas por Categoria Econômica... 3 II. III. IV. Investimentos em Obras e Instalações (Administração

Leia mais

Rafaela Mussolini Celestino de Oliveira¹, Mayara Mota Cordeiro Souza¹, Sibila Corral de Arêa Leão Honda², Marcela do Carmo Vieira²

Rafaela Mussolini Celestino de Oliveira¹, Mayara Mota Cordeiro Souza¹, Sibila Corral de Arêa Leão Honda², Marcela do Carmo Vieira² 324 HABITAÇÃO SOCIAL EM PRESIDENTE EPITÁCIO-SP E QUESTÕES URBANAS Rafaela Mussolini Celestino de Oliveira¹, Mayara Mota Cordeiro Souza¹, Sibila Corral de Arêa Leão Honda², Marcela do Carmo Vieira² 1 Discentes

Leia mais

CONSTRUINDO CIDADES E CIDADANIA

CONSTRUINDO CIDADES E CIDADANIA UCLG Congress Parallel Session: CONSTRUINDO CIDADES E CIDADANIA Inês da Silva Magalhães Secretária Nacional de Habitação - Brasil Cidade do México 18 de novembro de 2010 PRINCIPAIS MARCOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017)

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Consórcio Intermunicipal Grande ABC Brasília, 4 Dezembro 2015

Leia mais

Prevenção e mediação de conflitos fundiários urbanos

Prevenção e mediação de conflitos fundiários urbanos Prevenção e mediação de conflitos fundiários urbanos 1 Fatores geradores dos conflitos fundiários urbanos Reintegração de posse de imóveis públicos e privados, em que o processo tenha ocorrido em desconformidade

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO URBANO SEDURB DIRETORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Seminário Internacional Planejamento Urbano em Região Metropolitana - O caso de Aracaju Aracaju,

Leia mais

Lazer. Habitação. Requalificação Ambiental. Desenvolvimento Social. Conservação Ambiental. Urbanização. Patrimônio Cultural.

Lazer. Habitação. Requalificação Ambiental. Desenvolvimento Social. Conservação Ambiental. Urbanização. Patrimônio Cultural. Habitação Desenvolvimento Social Conservação Ambiental Esportes Lazer Requalificação Ambiental Urbanização Patrimônio Cultural SIMÕES FILHO LAURO DE FREITAS BACIA DO COBRE SALVADOR Bacia do Rio do Cobre

Leia mais

Definiu-se como área de estudo a sub-bacia do Ribeirão Fortaleza na área urbana de Blumenau e um trecho urbano do rio Itajaí-açú (Figura 01).

Definiu-se como área de estudo a sub-bacia do Ribeirão Fortaleza na área urbana de Blumenau e um trecho urbano do rio Itajaí-açú (Figura 01). Relatório Trimestral 1 RELATÓRIO TRIMESTRAL BOLSISTA/PESQUISADOR: LUCAS DA SILVA RUDOLPHO 1. APRESENTAÇÃO As atividades apresentadas a seguir foram desenvolvidas como etapas do projeto: DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS

Leia mais

Ministério das Cidades MCidades

Ministério das Cidades MCidades Ministério das Cidades MCidades Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ODS São Paulo, 02 de junho de 2014 Roteiro 1. O processo de urbanização no Brasil: histórico. 2. Avanços institucionais na promoção

Leia mais

os projetos de urbanização de favelas 221

os projetos de urbanização de favelas 221 5.15 Favela Jardim Floresta. Vielas e padrão de construção existente. 5.16 Favela Jardim Floresta. Plano geral de urbanização e paisagismo. 5.17 Favela Jardim Floresta. Seção transversal. 5.18 Favela Jardim

Leia mais

Organização do Espaço na Cidade de São Paulo

Organização do Espaço na Cidade de São Paulo Organização do Espaço na Cidade de São Paulo A Copa do Mundo e o Desenvolvimento da Zona Leste Arq. Alberto Fasanaro Lauletta Setembro / 2011 Histórico da Expansão Urbana Até 1929 LEGENDA São Paulo Região

Leia mais

Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria do Verde e Meio Ambiente. Os parques lineares como estratégia de recuperação ambiental

Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria do Verde e Meio Ambiente. Os parques lineares como estratégia de recuperação ambiental Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria do Verde e Meio Ambiente Os parques lineares como estratégia de recuperação ambiental na cidade de São Paulo. Autores: Alejandra Maria Devecchi, Rosélia

Leia mais

ESPAÇOS PÚBLICOS EM CONJUNTOS HABITACIONAIS. (São Paulo, SP)

ESPAÇOS PÚBLICOS EM CONJUNTOS HABITACIONAIS. (São Paulo, SP) EIXO TEMÁTICO: ( ) Ambiente e Sustentabilidade ( ) Crítica, Documentação e Reflexão (X) Espaço Público e Cidadania ( ) Habitação e Direito à Cidade ( ) Infraestrutura e Mobilidade ( ) Novos processos e

Leia mais

CRAS - Centro de Referência de Assistência Social

CRAS - Centro de Referência de Assistência Social CRAS - Centro de Referência de Assistência Social O Centro de Referência de Assistência Social CRAS é uma unidade pública estatal de base territorial, localizada em áreas de vulnerabilidade social. Executa

Leia mais

ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA RMSP. Col. Santa Clara - 2014 Prof. Marcos N. Giusti

ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA RMSP. Col. Santa Clara - 2014 Prof. Marcos N. Giusti ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA RMSP Col. Santa Clara - 2014 Prof. Marcos N. Giusti Região Metropolitana de São Paulo Col. Santa Clara Você sabe de onde vem a água que nós bebemos e utilizamos? Col. Santa Clara

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ LABORATÓRIO DE ARQUITETURA E URBANISMO LAURB GRUPO DE PESQUISA CIDADE, MEIO AMBIENTE E POLÍTICAS PÚBLICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ LABORATÓRIO DE ARQUITETURA E URBANISMO LAURB GRUPO DE PESQUISA CIDADE, MEIO AMBIENTE E POLÍTICAS PÚBLICAS 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ LABORATÓRIO DE ARQUITETURA E URBANISMO GRUPO DE PESQUISA CIDADE, MEIO AMBIENTE E POLÍTICAS PÚBLICAS Série Textos de reconhecimento do objeto de pesquisa 1 Título: CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE ÁREAS VEDADAS AO PARCELAMENTO DO SOLO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONJUNTOS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL

A UTILIZAÇÃO DE ÁREAS VEDADAS AO PARCELAMENTO DO SOLO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONJUNTOS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL 1 A UTILIZAÇÃO DE ÁREAS VEDADAS AO PARCELAMENTO DO SOLO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONJUNTOS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL AUTOR Maria da Graça Plenamente Silva INSTITUIÇÃO Doutoranda da FAU USP ENDEREÇO

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO AMBIENTAL E URBANIZAÇÃO

PLANO DE RECUPERAÇÃO AMBIENTAL E URBANIZAÇÃO As ocupações irregulares em áreas de Manancial configuram o principal problema ambiental da Região Metropolitana de Curitiba. A problemática ambiental que envolve o município de Campo Magro é complexa.

Leia mais

CONJUNTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL ESTIMULADORES DE IMPACTOS AMBIENTAIS?

CONJUNTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL ESTIMULADORES DE IMPACTOS AMBIENTAIS? Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 320 CONJUNTOS DE HABITAÇÃO SOCIAL ESTIMULADORES DE IMPACTOS AMBIENTAIS? Tauana Rodrigues Batista¹; Letícia Pirola

Leia mais

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS De acordo com o Plano Diretor as ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS são porções do território destinadas, prioritariamente, à recuperação urbanística, à regularização

Leia mais

desigual São Paulo uma cidade 10.886.518 milhões de habitantes muito 3,4 milhões São Paulo: maior concentração de pobreza das Américas

desigual São Paulo uma cidade 10.886.518 milhões de habitantes muito 3,4 milhões São Paulo: maior concentração de pobreza das Américas São Paulo São Paulo: maior concentração de pobreza das Américas uma cidade 10.886.518 milhões de habitantes muito Jornal Folha de São Paulo, 02/12/2007 3,4 milhões desigual de pessoas pobres (até ½ SM

Leia mais

FAVELAS: UM PROBLEMA DE MERCADO? A COMERCIALIZAÇÃO DE IMÓVEIS EM FAVELAS NA RMSP.

FAVELAS: UM PROBLEMA DE MERCADO? A COMERCIALIZAÇÃO DE IMÓVEIS EM FAVELAS NA RMSP. XIII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL 25 a 29 de maio de 2009 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil FAVELAS: UM PROBLEMA DE MERCADO? A COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto

Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto INÊS MAGALHÃES Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades Seminário Trabalho Social em Programas

Leia mais

eixo minha casa, minha vida

eixo minha casa, minha vida 8 eixo minha casa, minha vida Bairro Carioca, Rio de Janeiro RJ eixo minha casa, minha vida As ações do Eixo Minha Casa, Minha Vida do PAC 2 promovem o acesso à moradia digna a milhões de brasileiros por

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Legislação urbana e ambiental: Ergonomia Urbana CÓDIGO: URB033 CLASSIFICAÇÃO: G5 PRÉ-REQUISITO: NÃO CARGA HORÁRIA: TÉORICA

Leia mais

Fazendo a cidade com as próprias mãos Entenda a revisão da Lei de Zoneamento

Fazendo a cidade com as próprias mãos Entenda a revisão da Lei de Zoneamento Fazendo a cidade com as próprias mãos Entenda a revisão da Lei de Zoneamento Mandato do Vereador P O LI C E N E T O Subprefeitura M Boi Mirim Distritos Jardim Ângela e Jardim São Luís A cidade a gente

Leia mais

Desafios e metas do Estado de São Paulo

Desafios e metas do Estado de São Paulo 1º Seminário Saneamento Básico Universalização do Saneamento: Desafios e Metas para o Setor 07 de novembro de 2011 Desafios e metas do Estado de São Paulo Edson Giriboni Secretário de Saneamento e Recursos

Leia mais

Exposição. Inundações em. SãoPaulo

Exposição. Inundações em. SãoPaulo Exposição Inundações em SãoPaulo As sistemáticas inundações em São Paulo são frequentemente associadas ao processo de urbanização da cidade e, mais recentemente, às questões climáticas e do meio-ambiente.

Leia mais

Audiência Pública SESC INTERLAGOS (3ª)

Audiência Pública SESC INTERLAGOS (3ª) Audiência Pública SESC INTERLAGOS (3ª) CONGESTIONAMENTO (R32) (Rede Viária Estrutural/Da Política de Circulação Viária e Transportes/Da Pavimentação/Da Rede Estrutural Viária/Da Rede Estrutural de Transportes

Leia mais

Promover o acesso à terra urbanizada como desafio dos planos diretores

Promover o acesso à terra urbanizada como desafio dos planos diretores Promover o acesso à terra urbanizada como desafio dos planos diretores Fórum Salvador 500 24 março 2015 Paula Freire Santoro Profa. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo FAUUSP Objetivo Da reserva de terra

Leia mais

Uso de Serviços Públicos de Saúde

Uso de Serviços Públicos de Saúde Uso de Serviços Públicos de Saúde Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. OBJETIVO GERAL Levantar junto à população da área em estudo

Leia mais

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos:

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Gunther Calvente Grineberg Maio 2011 Mercado Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Alguém conhece

Leia mais