APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos"

Transcrição

1 Administrativas APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos RG-083 Rev. 1 20/09/2012 CONTRATO / FRENTE DE TRABALHO: GESTÃO ATNAS ESCOPO: APOIO TÉCNICO / ADMINISTRATIVO E TRANSPORTE DE PESSOAS ALTERAÇÃO / MOTIVO: Não conformidades e oportunidades de melhorias estabelecidas na Auditoria Interna DATA INICIAL: 14/06/2012 DATA: 24/09/2012 RESPONSÁVEL: SMS (Luciana Ruas e Fabio Costa) RESPONSÁVEL: SMS (Luciana Ruas, Fabio Costa, Bruno Jeronymo e Jorge Boechat) Consumo de materiais do escritório Redução de recursos naturais N L Não C1 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades 3) Medidas MA: a) Estímulo à utilização de meios eletrônicos em detrimento às impressões ou cópias de documentos; b) Veiculações em mecanismos internos de comunicação da Atnas para conscientização do consumo racional dos materias de escritório. Consumo de energia elétrica Redução dos recursos naturais N L Não C5 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades 3) Medidas MA: a) Veiculações em mecanismos internos de comunicação da Atnas para conscientização da necessidade do uso racional de energia elétrica; b) Conscientização e envolvimento dos colaboradores do papel e responsabilidade de todos em relação à sustentabilidade ambiental por meio do consumo consciente de energia elétrica. Consumo de água Redução de recursos naturais N L Não C1 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades 3) Medidas MA: a) Veiculações em mecanismos internos de comunicação da Atnas para conscientização da necessidade do uso racional da água; b) Conscientização e envolvimento dos colaboradores do papel e responsabilidade de todos em relação à sustentabilidade ambiental por meio do consumo consciente de água. Descarte de resíduos Classe I - Perigosos (lâmpadas fluorescentes, cartuchos, tonners, baterias e pilhas) qualidade do solo e água N L Não RS2; RS3; RS11 1) Objetivo: Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico e PO-SMS Gestão de Resíduos 3) Medidas MA: a) Orientação aos colaboradores de atendimento as normas, procedimentos e recomendações do cliente.

2 Administrativas Descarte de resíduos sólidos (classe 2) Redução da capacidade dos aterros sanitários N A Não RS2 1) Objetivo: Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico e PO-SMS Gestão de Resíduos 3) Medidas MA: a) Descarte dos resíduos em coletores apropriados; b) Conscientização e envolvimento dos colaboradores quanto ao descarte correto dos resíduos gerados nos serviços executados; C) Orientação aos colaboradores de atendimento as normas, procedimentos e recomendações do cliente. Geração de esgotos sanitários qualidade da água N A Não EF1 1) Objetivo: Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico 3) Medidas MA: a) Orientação aos colaboradores de atendimento as normas, procedimentos e recomendações do cliente. Ingestão de alimento impróprio Ingestão de água contaminada Intoxicação doenças infecto-contagiosas E A Não RB3 E A Não RB2 2) Procedimento: PO-SMS Programa de Gestão de SMS; PO-SMS Preparação e Respostas à : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Divulgação de material de conscientização; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Análise e investigação do incidente/ acidente, e aplicação de ações decorrentes. Exposição a radiações nãoionizantes Fadiga visual / Estresse N L Não RF5 : a) Aplicação da "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; b) Veiculações em mecanismos internos de comunicação da Atnas para conscientização da necessidade de cumprir as orientações de SMS. Postura inadequada Movimentos repetitivos Fadiga/ Lesões osteomusculares/ Estresse Lesões osteomusculares N A Não RE7 N A Não RE6 : a) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; b) Veiculações em mecanismos internos de comunicação da Atnas para conscientização da necessidade de respeitar as orientações de SMS; c) Realização de palestras prevencionistas sobre LER/DORT. Manuseio de arquivos e materiais de almoxarifado Manuseio inadequado de objetos, ferramentas e equipamentos Lesão pessoal e de terceiros Pequenos cortes/ / N A Não AC3 N A Não AC3 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades.

3 Administrativas Contato com fontes energizadas Lesões/ N A Não AC6 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Levantamento e transporte manual de peso Fadiga/ Lesões osteomusculares N T Não RE5 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Iluminação inadequada Estresse/ Fadiga/ Lesão N T Não RE4 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Níveis de Temperatura (conforto ambiental) Desconforto térmico/ Estresse N A Não RF2 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Mal subito Mal estar/ Desmaio/ Lesão E A Não AC1 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente. Assalto / invasão do local de trabalho Lesão pessoal / Estresse E A Não AC1 : a) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente.

4 Administrativas Agressão Lesões/ Estresse E T Não AC1 : a) Treinamento de Integração em SMS ; b) Disseminação do Código de Ética; c) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; d) Realização de DSMS. Queda em mesmo nível Desmaios/ E A Não AC4 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Queda com diferença de nível (inclusive trabalho em altura) Desmaios/ E L Não RE1 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Contato com superfícies quentes Queda de objetos Desmaios E T Não AC4 E A Não AC4 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Sinistros de percurso envolvendo colaboradores Afogamento/ Lesões múltiplas/ Doenças/ E A Não AC1 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; d) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes.

5 mpo e Frentes de Trabalho Administrativas Ataque de animais / Insetos Lesões / Alergias / Inchaço / Envenenamento / Desmaio / E A Não AC2 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; d) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Blackout Estresse /Lesões superficiais/ Lesões múltiplas E A Não AC2 : a) Orientação aos colaboradores de atendimento as normas, procedimentos e recomendações do cliente. Incêndio - Geração de gases e material particulado, resíduos de rescaldo e efluentes líquidos Incêndio qualidade do solo, água e ar, e redução da capacidade dos aterros sanitários Estresse/ / Asfixia/ Intoxicação por fumaça/ Lesões superficiais/ E L Não AC12 E L Não AC12 1) Objetivos: Conservar a qualidade do ar atmosférico; Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico; Prevenir lesões e doenças do trabalho aos colaboradores. ; PO-SMS-002-Preparação e resposta à emergências e PO-SMS Investigação e análise de incidentes. 3) Medidas de MA: a) Treinamento de Integração em SMS; b) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; c) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Exposição a poeiras Irritação ocular/ Doenças respiratórias N A Não AC5 Exposição a condições meteorológicas adversas e fenomenos da natureza Desconforto/ Desidratação/ Insolação/ Mal súbito/ Estresse/ Fadiga/ Queimadura/ Lesões/ Afogamento N A Não AC5 : PO-SMS Programa de Gestão de SMS; : a) Treinamento de Integração em SMS; b) PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; c) PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; d) Avaliação Ambiental; e) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade.

6 ntes de Trabalho Visitas à Campo e Frentes de Trabalho 1) Objetivo: Prevenir lesões e doenças MEDIDAS do trabalho DE MITIGAÇÃO aos colaboradores E CONTROLE : PO-SMS Programa de Gestão de SMS; : a) Treinamento de Integração em SMS; b) PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; c) PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; d) Avaliação Ambiental; e) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Exposição a ruído Desconforto acústico/ Estresse/ Perda auditiva N T Não RF1 Contato com fontes energizadas Manuseio inadequado de objetos, ferramentas e equipamentos Lesões/ Pequenos cortes/ / N A Não AC6 N A Não AC3 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Agressão Lesões/ Estresse E T Não AC1 : a) Treinamento de Integração em SMS ; b) Disseminação do Código de Ética; c) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; d) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Incêndio / Asfixia/ Intoxicação por fumaça/ Lesões superficiais/ E L Não AC12 1) Objetivos: Conservar a qualidade do ar atmosférico; Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico; Prevenir lesões e doenças do trabalho aos colaboradores. ; PO-SMS-002-Preparação e resposta à emergências e PO-SMS Investigação e análise de incidentes. : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; c) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Ingestão de alimento impróprio Ingestão de água contaminada Intoxicação doenças infecto-contagiosas E A Não RB3 E A Não RB2 2) Procedimento: PO-SMS Programa de Gestão de SMS; PO-SMS Preparação e Respostas à : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Divulgação de material de conscientização; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes.

7 Visitas à Campo e Frentes de Trabalho Queda de objetos Desmaios/ E L Não AC4 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; d) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Contato com superfícies quentes E A Não AC4 : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; d) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Mal subito Mal estar/ Desmaio/ Lesão E T Não AC1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente. Desabamento/ Deslizamento Esmagamento/ Asfixia/ Lesão E A Não AC1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente/ acidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente. Explosão/ Implosão Lesão/ Queimadura E A Não AC10 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente.

8 Descargas Atmosféricas Desmaio/ Parada respiratória/ Queimadura E A Não AC5 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente. Exposição à fumos metálicos Exposição à gases Exposição à vapores Intoxicação/ Queimadura/ Distúrbios respiratórios Asfixia/ Irritação ocular/ Intoxicação/ Distúrbios respiratórios Intoxicação/ Irritação ocular/ Distúrbios respiratórios N A Não RQ1; RQ2; AC5 N A Não AC5 N A Não AC5 : PO-SMS Programa de Gestão de SMS; : a) Treinamento de Integração em SMS; b) PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; c) PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; d) Avaliação Ambiental; e) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Ataque de animais / Insetos Lesões/ Alergias/ Inchaço/ Envenenamento/ Desmaio/ E A Não AC2 Emergência; PO-SMS Investigação e análise de incidentes. de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Queda em mesmo nível Desmaios/ E A Não AC4 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Análise e investigação do incidente, e aplicação de ações decorrentes.

9 Utilização e condução de veículos Queda com diferença de nível (inclusive trabalho em altura) Desmaios/ E L Não RE1 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do cliente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Sinistros de percurso envolvendo colaboradores e terceiros Afogamento/ Lesões múltiplas/ Doenças/ E L Não AC1 de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência do clente e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; e) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes; f) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Consumo de combustíveis Redução dos recursos naturais N L Não L1 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades : PO-SMS Programa de Gestão de SMS 3) Medidas MA: a) Realização de treinamento de Direção Defensiva quanto ao consumo consciente de combustível; b) Realização mensal de Inspeção de Segurança Veicular (ISV); c) Monitoramento do consumo de combustivel por meio da análise dos relatórios de sistema específico; d) Encaminhamento dos veículos para manutenção de acordo com o cronograma do manual do veículo ou quando encontrada alguma não conformidade na ISV e somente para oficinas que possuem licença de operação e toda documentação necessária conforme as legislações vigentes. Emissão de Gases qualidade do ar N L Não RQ2 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades; Conservar a qualidade do ar atmosférico. : PO-SMS Programa de gestão de SMS; 3) Medidas MA: a) Instalação de kit GNV e recomendação expressa de utilização preferencial desse combustível; b) Realização mensal de Inspeção de Segurança Veicular (ISV); c) Os veículos são encaminhados para manutenção de acordo com o cronograma do manual do veículo ou quando encontrada alguma não conformidade na ISV e somente para oficinas que possuem licença de operação e toda documentação necessária conforme as legislações vigentes; d) Realização de avaliação da fumaça preta dos veículos à diesel.

10 Utilização e condução de veículos Vazamentos / derramamentos de derivados de petróleo (motor e tanque do veículo) qualidade do solo e água E T Não RS10 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades; e Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico : PO-SMS Preparação e resposta à emergências; 3) Medidas MA: a) Realização mensal de Inspeção de Segurança Veicular (ISV); b) Os veículos são encaminhados para manutenção de acordo com o cronograma do manual do veículo ou quando encontrada alguma não conformidade na ISV e somente para oficinas que possuem licença de operação e toda documentação necessária para descarte de óleo; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; d) Investigação e análise do incidente e aplicação de ações decorrentes; e) realização de simulados para cenário de derramamento de óleo combustível. Geração de efluentes da lavagem de veículos qualidade do solo e água N A Não EF1 1) Objetivo: Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico 3) Medidas MA: a) Os efluentes gerados são destinados à rede de esgoto pública do município; b) Quando em local onde não há sistema público deve ser instalado fossa séptica com limpeza de filtro por fornecedor qualificado e destinação legal; c) Recomendação aos colaboradores sobre orientação do fabricante de lavagem a seco do motor do veículo. Descarte de pneus / óleos lubrificantes / baterias qualidade do solo N A Não RS10; RS5 1) Objetivo: Minimizar impactos ao meio ambiente gerados por nossas atividades; Conservar a qualidade do solo e dos mananciais e outras fontes de abastecimento hídrico. : PO-SMS Programa de Gestão de SMS e PO-SMS Gestão de Resíduos 3) Medidas MA: a) Os veículos são encaminhados para manutenção de acordo com o cronograma do manual do veículo ou quando encontrada alguma não conformidade na ISV e somente para oficinas que possuem licença de operação e toda documentação necessária para descarte de resíduos perigosos. Exposição a condições meteorológicas adversas e fenomenos da natureza Desconforto/ Desidratação/ Insolação/ Mal súbito/ Estresse/ Fadiga/ Queimadura/ Lesões/ Afogamento N A Não RF1; RF2; RB1 : PO-SMS Programa de Gestão de SMS; : a) Treinamento de Integração em SMS; b) PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; c) PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; d) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; e) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Postura inadequada Movimentos repetitivos Levantamento e transporte manual de peso Fadiga/ Lesões osteomusculares/ Estresse Lesões osteomusculares Fadiga/ Lesões osteomusculares N A Não RE7 N T Não RE6 N T Não RE5 ; : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades. Mal subito Mal estar/ Desmaio/ Lesão E A Não AC1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Realização de simulado; d) Treinamento de pessoas chave em 1º Socorros; e) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; f) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente.

11 Queda com diferença de nível ou mesmo nível Desmaios/ E A Não RE1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Realização de DSMS; d) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; e)treinamento de pessoas chave em 1º Socorros; f) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; g) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes; h) Fornecimento dos EPI`s adequados para a atividade. Ingestão de alimento impróprio Ingestão de água contaminada Intoxicação doenças infecto-contagiosas E A Não RB3 E A Não RB2 2) Procedimento: PO-SMS Programa de Gestão de SMS; PO-SMS Preparação e Respostas à : a) Treinamento de Integração em SMS; b) Realização de DSMS; c) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; f) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente. Manuseio inadequado de objetos, ferramentas e equipamentos Pequenos cortes/ / E A Não AC3 ; PO-SMS Preparação e Respostas à : a) Realização de Treinamento de Direção Defensiva onde são repassadas orientações aos motoristas quanto ao uso correto de equipamentos e ferramentas; b) Treinamento de Integração em SMS; c) Realização de DSMS; d) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; e) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; f) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Agressão Lesões/ Estresse E A Não AC1 : a) Treinamento de Integração em SMS ; b) Disseminação do Código de Ética; c) Envolvimento e participação da CIPA para ações preventivas e corretivas, quando pertinente; d) Realização de DSMS; e) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; f) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes. Assalto/ roubo de veículo Lesão/ Estresse E A Não AC1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Realização de DSMS; d) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; e) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; f) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes, quando pertinente.

12 Sinistros envolvendo colaboradores e terceiros (incluindo atropelamento) Lesões múltiplas/ / E L Não AC1 ações preventivas e corretivas, quando pertinente; c) Realização de DSMS; d) Aplicação de "CLC - Check List Comportamental" onde se verifica semestralmente a situação comportamental e de segurança na execução das atividades; e) Treinamento de pessoas chave em 1º Socorros; f) Em casos de situação de emergência, aplicar as ações estabelecidas no Plano de Emergência (Atnas ou Cliente) e atender ao estabelecido no fluxo de comunicação; g) Investigação e análise do incidente, e aplicação de ações decorrentes.

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA RG PS 02 01 REVISÃO: 02 FOLHA de Emergência Manuseio a objetos cortantes (tesoura, estilete) N D 1 Corte 3 NS 2013 Técnico Descarga elétrica no manuseio de equipametos energizados Pisos com superfície

Leia mais

LEVANTAMENTO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS

LEVANTAMENTO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS Setor: Operacional LEVANTAMENTO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS Data: 18/12/2015 Rev. 01 Procedimento: P-11 Seq. Atividade Aspecto Impacto Situação Incidência Abrangência A B C A+B+C Severidade Frequência

Leia mais

AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL Número Situação Probabilidade Gravidade Resultado da Significância AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL Avaliação do Risco a SSO Processo Atividade Perigo Riscos Associados Controle Existente

Leia mais

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo.

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: OIL TREATMENT Aplicação: Aditivo concentrado para óleo de motor. Fornecedor: Orbi Quimica Ltda. Avenida Maria Helena, 600 - Leme SP Brasil - CEP

Leia mais

Levantamento e Avaliação de Aspectos, Impactos, Perigose Danos - LAIPD

Levantamento e Avaliação de Aspectos, Impactos, Perigose Danos - LAIPD Área/Divisão: 550/558 - SEIFRA Correias Transportadoras Identificação: e Outros (º RC) água Redução e esgotamento dos recursos naturais MA A A 1 2 1 Lei nº 6938, de 31/08/1981 3 Programa de combate ao

Leia mais

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental.

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. Tecnólogo em Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Biologia Aplicada à Saúde e Segurança no Trabalho Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. DISCIPLINA: Informática Aplicada

Leia mais

LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS

LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS fl. de 7 Endereço Local Aprovado Data Rev. UNIOP-SP Av. Paulista, 06 São Paulo SP 9º, 5º, 7º e 8º andares JMn (SESMS) 0/08/ C Atividade Perigo Dano (Todas) Agressão Física Assédio Discriminação Energizadas

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS MODELO PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NOME DA EMPRESA PERÍODO Dia / Mês / Ano a Dia / Mês / Ano 1 SUMÁRIO 3 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 4 4 OBJETIVO GERAL CONDIÇÕES PRELIMINARES 5 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

ENTRADA EM ESPAÇOS CONFINADOS

ENTRADA EM ESPAÇOS CONFINADOS ENTRADA EM ESPAÇOS CONFINADOS Uma vez concluída a avaliação de um trabalho em espaço confinado é necessário que se avalie também os perigos e se desenvolva um programa para que ele seja realizado com sucesso.

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS - NORMA REGULAMENTADORA Nº 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS 9.1 - Do Objeto e Campo de Aplicação Item 9.1 da NR 9 alterado pelo art. 1º da Portaria SSST nº 25 - DOU 30/12/1994 - Republicada

Leia mais

Selo de Qualidade e Sustentabilidade para Lavanderias - SQS REFERENCIAL NORMATIVO REF.001

Selo de Qualidade e Sustentabilidade para Lavanderias - SQS REFERENCIAL NORMATIVO REF.001 Selo de Qualidade e Sustentabilidade para Lavanderias - SQS REFERENCIAL NORMATIVO REF.001 Versão Jul.2011 1. Introdução Este programa da Qualidade, Meio Ambiente e Segurança em Lavanderias SQS estabelece

Leia mais

Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos sobre o meio ambiente ;

Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos sobre o meio ambiente ; Certificação pela Norma ISO 14001: Meio Ambiente em Empresas de Saúde NORMA ISO 14001 Gestão Ambiental Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Zinco

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Zinco 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome comercial: Cloreto de Zinco Código interno de identificação do produto: A023 Nome da Empresa: Endereço: Estrada Municipal Engenheiro Abílio Gondin Pereira, 72

Leia mais

MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO 6 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO AMBIENTAL INEAA MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO José Roberto Teixeira NOVEMBRO/2002 MEIO AMBIENTE, SAÚDE E

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ LIMPA VIDROS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ LIMPA VIDROS Página 1/7 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Sinônimo: Nome da empresa: GITANES PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA Endereço: Rua Dos Diamantes, 72- Prosperidade São Caetano SP CEP: 09550-450.

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nº: 059 Data da última revisão: 04/05/2013 Nome do Produto: Betugrout Super 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Betugrout Super Código do Produto:026050100. Nome da Empresa:Betumat

Leia mais

Laudo Técnico de condições Ambientais do Trabalho LTCAT MOBRA SERVIÇOS DE VIGILNCIA LTDA

Laudo Técnico de condições Ambientais do Trabalho LTCAT MOBRA SERVIÇOS DE VIGILNCIA LTDA Laudo Técnico de condições Ambientais do Trabalho LTCAT MOBRA SERVIÇOS DE VIGILNCIA LTDA JANEIRO / 2014 DADOS DA EMPRESA Razão Social: MOBRA SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA LTDA. CGC: 87.134.086/0001-23, Endereço:

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE S AMBIENTAIS Importância PPRA O PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores;

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA N.º 3638/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO e o MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO na Região de Caxias do Sul, com fundamento nos artigos 6º, inciso XX, da Lei Complementar

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código interno: 12044 (1,5L) Aplicação: Desinfetante para Roupas Empresa: BOMBRIL S/A - Marginal Direita da Via Anchieta, km14 -

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Veda calha Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km 120 n 26640

Leia mais

MANUAL INTEGRADO DOS SISTEMAS DO MEIO AMBIENTE E DE SAÚDE OCUPACIONAL E SEGURANÇA (EHS)

MANUAL INTEGRADO DOS SISTEMAS DO MEIO AMBIENTE E DE SAÚDE OCUPACIONAL E SEGURANÇA (EHS) 1/20 DO MEIO AMBIENTE E DE SAÚDE Emitido pelo Coordenador de EHS Luis Fernando Rocha Aguiar Aprovado pela Gerência da Usina de Itaúna Valério Toledo de Oliveira 2/20 Índice: 1 Objetivo e campo de aplicação

Leia mais

Ingredientes ativos N CAS Faixa de concentração (%) Glicerina 56-81-5 > 30

Ingredientes ativos N CAS Faixa de concentração (%) Glicerina 56-81-5 > 30 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: PNEU PRETINHO Aplicação: Foi desenvolvido para dar mais brilho, proteção, limpeza e conservação, aumentando a vida útil do pneu e evitando o ressecamento.

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS NOME DO PRODUTO: CARTECH LIMPA PNEUS

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS NOME DO PRODUTO: CARTECH LIMPA PNEUS Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: CARTECH LIMPA PNEUS Principais Usos: Limpa pneus. Nome da empresa: CARTECH COM. E DISTRIB. DE PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA. Endereço:

Leia mais

NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Transcrito pela Nutri Safety * O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o disposto nos artigos 155

Leia mais

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 Projeto N o Data de entrada: 3RFollowGoGreener-001-10-2010 Data de saída: Título do Projeto: Programa 3RFollowGoGreener - Sistema Follow é composto por Modelos de Documentos

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código interno: 7500 (12 X 500 ml) Empresa: BOMBRIL S/A TELEFONE DE EMERGÊNCIA: 0800 014 8110 Aplicação: detergente para pré-lavagens.

Leia mais

1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. REFERÊNCIAS 4. DEFINIÇÕES E ABREVIAÇÕES GESTÃO DE RESÍDUOS

1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. REFERÊNCIAS 4. DEFINIÇÕES E ABREVIAÇÕES GESTÃO DE RESÍDUOS Versão: 03 Página 1 de 6 1. OBJETIVO Estabelecer as diretrizes para a segregação, coleta e transporte interno, armazenamento temporário, transporte e destinação dos resíduos sólidos gerados, de acordo

Leia mais

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente VicePresidência de Engenharia e Meio Ambiente IGR 4.4.632 ÍNDICE 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS 3. DEFINIÇÕES 4. APLICAÇÃO 5. DESCRIÇÃO DO PROCESSO 6. FLUXO DO PROCESSO 7. RESPONSABILIDADES 8. ANEXOS 9. CONTROLE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS TERMO DE REFERÊNCIA PLANO DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - PGIRS 1 JUSTIFICATIVA O presente Termo de Referência tem por fim orientar a elaboração do PGIRS. 2 OBJETIVO O objetivo do PGIRS

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS-FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS-FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS-FISPQ Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: HIPERPLASTIFICANTE PARA CONCRETO C-44 Nome da empresa fabricante: ALLCHEM

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ PASTA DESENGRAXANTE GEL

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ PASTA DESENGRAXANTE GEL GARANTIA DE QUALIDADE Página 1/6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Sinônimo: Nome da empresa: GITANES PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA Endereço: Rua Dos Diamantes, 72- Prosperidade São

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: PAC 200 PÓ Página de 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: PAC 200 PÓ Página de 1 de 5 NOME DO PRODUTO: PAC 200 PÓ Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: PAC 200 PÓ Principais Usos: Desinfetante à base de ácido peracético Nome da empresa: ADHETECH QUÍMICA

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico ORBI SPRAAY - LIMPA CONTATOS Fispq n : 007.748

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico ORBI SPRAAY - LIMPA CONTATOS Fispq n : 007.748 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: ORBI SPRAY - LIMPA CONTATOS Aplicação: Limpa Contatos Elétricos Eletrônicos Fornecedor: Orbi Quimica Ltda. Avenida Maria Helena, 600 - Leme SP

Leia mais

Argônio Altamente Refrigerado

Argônio Altamente Refrigerado 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Argônio Gás Altamente Refrigerado Registrante: AGA S/A Alameda Mamoré, 989-12 o andar - Alphaville 06454-040 Barueri - SP Tel: 11-4197-3456 Telefone

Leia mais

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Introdução A Engemix possui uma equipe de Engenheiros de Segurança e Meio Ambiente capacitada para dar todo subsídio técnico para implantação, operação e desmobilização

Leia mais

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

A NR-20 e o armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis em instalações administrativas

A NR-20 e o armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis em instalações administrativas A NR-20 e o armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis em instalações administrativas Autora Patrícia Lins de Paula A NR-20, Norma Regulamentadora 20 do Ministério do Trabalho e Emprego, trata

Leia mais

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente. Histórico de Alterações

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente. Histórico de Alterações Histórico de Alterações Nº de Revisão Data de Revisão Alteração Efetuada 1-Foi alterado o texto do item 2, onde foram suprimidas as referências anteriores e referenciada a PGR-4.3.2 e várias PGR s. 2-No

Leia mais

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE I. Objetivos do Regulamento dos Laboratórios Especializados da Área de Saúde 1. Fornecer um guia geral e regras básicas consideradas mínimas

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR-MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 189,de 17 de novembro de 2004. CONSULTA PÚBLICA

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Conjunto de medidas educacionais, técnicas, médicas e psicológicas adotadas com o objetivo de prevenir acidentes. As causas de um acidente: a) condição insegura: Tal condição

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO FISPQ

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO FISPQ Página: 1 / 7 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA - Identificação do Produto: Nome do produto ou Nome Comercial: Uso da Substância/Preparação: Desmoldante para fôrmas biodegradável. - Empresa/identificação

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO

SEGURANÇA DO TRABALHO GESTÃO DE PESSOAS EM UAN / UPR SEGURANÇA DO TRABALHO Profª Celeste Viana TREINAMENTO FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Portaria 3.214/78, NR nº9, subítem 9.5.2: Os empregadores deverão informar aos trabalhadores, de

Leia mais

Rótulo ecológico para pneus reformados PE-145. Itens Revisados: - 5-6.2.1-9

Rótulo ecológico para pneus reformados PE-145. Itens Revisados: - 5-6.2.1-9 Rótulo ecológico para pneus reformados PE-145 Itens Revisados: - 5-6.2.1-9 0 Introdução O programa de Rotulagem Ambiental da ABNT foi desenvolvido para apoiar um esforço contínuo para melhorar e/ou manter

Leia mais

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho V FORUM - NR 32 São Paulo 09.06.2010 Noeli Martins auditora fiscal do trabalho médica do trabalho PORTARIA MTE 3214/78-33 Normas Regulamentadoras NR 01 Disposições Gerais NR 02 Inspeção Prévia NR 03 Embargo

Leia mais

SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

SEGURANÇA EM LABORATÓRIO SEGURANÇA EM LABORATÓRIO 1 Portaria nº 3.214, de 08 de Junho de 1978 O Ministro de Estado, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no Artigo 200, da Consolidação das Leis do Trabalho,

Leia mais

GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd)

GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd) GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd) Antonio Keh Chuan Chou Gerente EHS GSC Latin America Sherwin Williams São Paulo, 22 de agosto de 2013 workshop AGENDA workshop Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho Operações

Leia mais

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base [informe a unidade/complexo] Anexo 1 do PGS-3209-46-63 Data - 07/10/2013 Análise Global: - [informe o número e data da análise] p. 1/27 Sumário

Leia mais

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ Nº. 038/BR REVISÃO: 00 Página 1 de 5 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código interno de identificação do produto: Nome da empresa: Endereço: HOMOPOLÍMERO DE POLIPROPILENO

Leia mais

ANEXO III - EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE Página 1 de 7

ANEXO III - EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE Página 1 de 7 Página 1 de 7 1. OBJETIVO 1.1. Estas exigências definem os deveres e as responsabilidades da CONTRATADA e estabelecem as orientações e procedimentos concernentes às atividades de Segurança, Proteção ao

Leia mais

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: DENINLAV S100 Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: DENINLAV S100 Nome da Empresa: INDÚSTRIA

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO VIAPOL LTDA Nome do Produto: DILUENTE POLIMAX FISPQ Nº: 093 Página: 1 de 6 Data: 05/11/12 Rev: 02

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO VIAPOL LTDA Nome do Produto: DILUENTE POLIMAX FISPQ Nº: 093 Página: 1 de 6 Data: 05/11/12 Rev: 02 Página: 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: DILUENTE POLIMAX Empresa: Viapol Ltda Endereço: Rodovia Vito Ardito, 6.401 km 118,5 Complemento: Bairro: Jd. Campo Grande Cidade: Caçapava

Leia mais

HIGIENE OCUPACIONAL 10/03/2011 CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL HISTÓRIA DA HIGIENE OCUPACIONAL

HIGIENE OCUPACIONAL 10/03/2011 CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL HISTÓRIA DA HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL A Higiene do Trabalho é uma das ciências que atuam no campo da Saúde Ocupacional. Aplica os princípios e recursos da Engenharia, da Medicina,

Leia mais

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE NÚMEROS ALARMANTES São 160 milhões de trabalhadores no mundo. Não essa não é uma estatística sobre um mega evento comemorativo ou o número de vagas disponíveis no Mercado

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS NOME DO PRODUTO: CARTECH OIL Página de 1 de 5

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS NOME DO PRODUTO: CARTECH OIL Página de 1 de 5 NOME DO PRODUTO: CARTECH OIL Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: CARTECH OIL Principais Usos : Aditivo para óleo de motores. Nome da empresa : CARTECH COM. E DISTRIB.

Leia mais

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20 capítulo 1 O trabalho e a segurança do trabalho 1 Da pré-história à industrialização 2 O trabalho na era industrial 4 Primeira Guerra Mundial 5 Segunda Guerra Mundial 6 Transição da era industrial para

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA 01/05 1. DENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Limpa e desengordura superfícies laváveis, como fogões, coifas, azulejos, pisos, e similares. Diluição até 1:20 Telefone de emergência:

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Detergente Eucalipto Gel Maranso 1.2 Código de Venda:004 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim

Leia mais

Angelo Felipe Rando 1 João Luiz Kovaleski 2

Angelo Felipe Rando 1 João Luiz Kovaleski 2 OS POTENCIAIS RISCOS QUE A ATIVIDADE DE DESCARACTERIZAÇÃO E DESCONTAMINAÇÃO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES POR MEIO DO EQUIPAMENTO PAPA-LÂMPADAS" OFERECE AO TRABALHADOR. Angelo Felipe Rando 1 João Luiz Kovaleski

Leia mais

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS Análise Prevencionista da Tarefa - APT SMS EM OBRAS INTRODUÇÃO Nos slides a seguir, estamos divulgando a APT que é uma ferramenta que complementa a AST, analisando o passo a passo e pontos de atenção das

Leia mais

Módulo 3 Conceitos: identificação, registros, avaliação de significância de aspectos e impactos ambientais, analise de risco e controles / Exercícios

Módulo 3 Conceitos: identificação, registros, avaliação de significância de aspectos e impactos ambientais, analise de risco e controles / Exercícios Módulo 3 Conceitos: identificação, registros, avaliação de significância de aspectos e impactos ambientais, analise de risco e controles / Exercícios Registros de aspectos ambientais Três fases podem ser

Leia mais

GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO

GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO República de Angola Ministério da Energia e Águas GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO Guia de recomendações e orientações para a operação e a manutenção Emissão: MINEA/DNEE Dezembro

Leia mais

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO ALCOOL NORD DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS NOME DO FABRICANTE Cinord

Leia mais

SUMÁRIO. Este procedimento estabelece a sistemática de medição e monitoramento nas instalações da OGX. ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3

SUMÁRIO. Este procedimento estabelece a sistemática de medição e monitoramento nas instalações da OGX. ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3 OGX Procedimento de Gestão Denominação: Medição e Monitoramento SUMÁRIO Este procedimento estabelece a sistemática de medição e monitoramento nas instalações da OGX. ÍNDICE 1 Objetivo: 3 2 Aplicação e

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO N o : LINHA VZ. DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Folha: 1 / 5

FICHA DE INFORMAÇÃO N o : LINHA VZ. DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Folha: 1 / 5 DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Folha: 1 / 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO QUÍMICO E DA EMPRESA Nome do Produto: LINHA VZ Verniz de Corte para pasta Código do Produto: VZ 0710 Empresa: Camallon Ind. e Comércio

Leia mais

NR7, NR9, NR17 - PROGRAMAS. Adriano Fernandes da Silva Lucas dos Reis Furtado Natália Barrios da Vila

NR7, NR9, NR17 - PROGRAMAS. Adriano Fernandes da Silva Lucas dos Reis Furtado Natália Barrios da Vila NR7, NR9, NR17 - PROGRAMAS Alunos: Adriano Fernandes da Silva Lucas dos Reis Furtado Natália Barrios da Vila NR 7 PCMSO - PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL Esta Norma Regulamentadora - NR

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX 1.IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DO DISTRIBUIDOR Nome do produto: desinfetante náutico maltex. Aplicação: para um ambiente livre de germes e bactérias, utilize o desinfetante maltex na limpeza de louças sanitárias,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5 NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: DESINFETANTE CLORADO HP Principais Usos: Desinfetante Hospitalar para Superfícies Fixas

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral)

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Curso Técnico Segurança do Trabalho Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade

Leia mais

SUMÁRIO. Daniel Bortolin02/02/2015 ÍNDICE: ÁREA. Número 80 Título. Aprovação comunicada para Cintia Kikuchi/BRA/VERITAS; Fernando Cianci/BRA/VERITAS

SUMÁRIO. Daniel Bortolin02/02/2015 ÍNDICE: ÁREA. Número 80 Título. Aprovação comunicada para Cintia Kikuchi/BRA/VERITAS; Fernando Cianci/BRA/VERITAS Aprovado ' Elaborado por Daniel Bortolin/BRA/VERITAS em 02/02/2015 Verificado por Cintia Kikuchi em 02/02/2015 Aprovado por Americo Venturini/BRA/VERITAS em 02/02/2015 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

QUIMICRYL S/A Ficha de Segurança de Produtos Químicos Página 1 de 8 BAUCRYL 5.000. Data da última revisão: 28/3/2013

QUIMICRYL S/A Ficha de Segurança de Produtos Químicos Página 1 de 8 BAUCRYL 5.000. Data da última revisão: 28/3/2013 Ficha de Segurança de Produtos Químicos Página 1 de 8 1. Identificação do Produto e da Empresa Produto: BAUCRYL 5.000. Usos Recomendados: SISTEMA MAI MEMBRANA DE POLÍMERO MODIFICADA COM CIMENTO Impermeabilizante

Leia mais

Mod 10-381 rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Prestadores de Serviços de Manutenção de Material Circulante

Mod 10-381 rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Prestadores de Serviços de Manutenção de Material Circulante Mod 10-381 rev 0 Manual de Boas Práticas Ambientais Prestadores de Serviços de Manutenção de Material Circulante Mensagem do Conselho de Administração Mensagem do Conselho de Administração A implementação

Leia mais

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA.

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. CLAUSULA PRIMEIRA: OBJETIVO. 1.1. Estabelecer diretrizes de

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico REGENERADO. Basile Química Ind. e Com. Ltda. Rua Pierre Lafage, 196 Vila Jaraguá SP

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico REGENERADO. Basile Química Ind. e Com. Ltda. Rua Pierre Lafage, 196 Vila Jaraguá SP Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Regenerado RB-30, Borracha Regenerada, Borracha Regenerada Refinada, Regenerado N Principais usos recomendados: Fabricação

Leia mais

R.LIGUORI LTDA. AUTOTAL

R.LIGUORI LTDA. AUTOTAL RLIGUORI LTDA AUTOTAL 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Endurecedor p/ Primer Pu Poliuretano Fornecedor: RLiguori Ltda Rua: Noraldino Alves de Lima,75 CEP 07251-170 Guarulhos São

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CARBOLÁSTICO 1

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CARBOLÁSTICO 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Códigos internos de identificação do produto: 112085, 121510, 121610, 112082 e 112080 Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço:

Leia mais

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Abrilhantador

Leia mais

E NOS TRAB E NOS TR ALHOS EM

E NOS TRAB E NOS TR ALHOS EM SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS DEZ/2014 1 ÍNDICE Objetivo Definição... 04 Oque É Espaço Confinado... 05 Onde É Encontrado O Espaço Confinado... 06 Quais São Os Tipos De Trabalhos

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ Produto: Ultra Fluído Reativo 100M Página 1 de 5 1 Informação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Ultra Fluído Reativo 100M Fornecedor Nome: Ultralub Química Ltda. Endereço: Estrada dos Crisântemos,

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 017/2015 ANEXO Q12 DIRETRIZES DE SAÚDE, MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA PARA CONTRATOS SERVIÇOS ÍNDICE

EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 017/2015 ANEXO Q12 DIRETRIZES DE SAÚDE, MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA PARA CONTRATOS SERVIÇOS ÍNDICE ANEXO Q12 DIRETRIZES DE SAÚDE, MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA PARA CONTRATOS SERVIÇOS ÍNDICE 1. OBJETIVO 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA E COMPLEMENTARES 3. NOMENCLATURA 4. DEFINIÇÕES 5. RESPONSABILIDADES 6. REQUISITOS

Leia mais

MMA. D i r e t o r a d e A m b i e n t e U r b a n o S e c r e t a r i a d e Re c u r s o s H í d r i c o s e M e i o U r b a n o

MMA. D i r e t o r a d e A m b i e n t e U r b a n o S e c r e t a r i a d e Re c u r s o s H í d r i c o s e M e i o U r b a n o M INISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MMA Zilda Maria Fa ria Veloso D i r e t o r a d e A m b i e n t e U r b a n o S e c r e t a r i a d e Re c u r s o s H í d r i c o s e M e i o U r b a n o POLÍTICA NACIONAL

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/9 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial: Abrilhantador Ita Eco Único Nome químico do principal componente: Vanilina Código interno de identificação do produto: Ita 1406 Fabricante:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos Tinta pó Branco Evereste -Pág. 01/06 Este produto atende a classificação para Cal de pintura

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos Tinta pó Branco Evereste -Pág. 01/06 Este produto atende a classificação para Cal de pintura Tinta pó Branco Evereste -Pág. 01/06 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA. Nome do Produto: Tinta pó Branco Evereste Código Interno de Identificação do Produto: Indicação: A Tinta em Pó Super Refinada

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Grafite spray Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km 120 n 26640

Leia mais

ULTRASOLVE T 19. Desengraxante biodegradável. FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Nome do Produto: Ultrasolve t 19

ULTRASOLVE T 19. Desengraxante biodegradável. FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Nome do Produto: Ultrasolve t 19 Desengraxante biodegradável 1 SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Nome do Produto: Ultrasolve t 19 Utilização: Desengraxante biodegradável. Empresa: Supreme Indústria e Comercio de Especialidades

Leia mais

GELALCOOL START 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

GELALCOOL START 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Versões: CRISTAL, EUCALIPTO e LAVANDA. Nome da empresa: Lima & Pergher Indústria Comércio e Representações Ltda. Endereço: Avenida Airton Borges

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO UNESP-2014 DANIELLE VARGAS E-mail:danielle@franca.unesp.br COSTSA Grupo de Segurança e Sustentabilidade Ambiental -7 (sete) TST -1 engenheiro de Segurança -1 engenheiro eletricista

Leia mais

Portaria SIT nº 308, de 29.02.2012 - DOU 1 de 06.03.2012

Portaria SIT nº 308, de 29.02.2012 - DOU 1 de 06.03.2012 Portaria SIT nº 308, de 29.02.2012 - DOU 1 de 06.03.2012 Altera a Norma Regulamentadora nº 20 - Líquidos Combustíveis e Inflamáveis, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978. A Secretária

Leia mais

NOME DO PRODUTO: Tinta Epoxi FISPQ No 00248-02

NOME DO PRODUTO: Tinta Epoxi FISPQ No 00248-02 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: Tinta Epoxi Código Interno: 160.01.28 NOME COMERCIAL: Tinta Epoxi NOME DO FABRICANTE: VELOZ QUÍMICA DERIVADOS DE PETRÓLEO E SOLVENTES LTDA END:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: PINHO GEL Página de 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: PINHO GEL Página de 1 de 5 NOME DO PRODUTO: PINHO GEL Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: PINHO GEL Principais Usos: Limpeza e odorização de ambientes Nome da empresa: ADHETECH QUÍMICA INDÚSTRIA

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: LUBRAX OB 10 Página 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: LUBRAX OB 10 Código interno de identificação: Pb0048. Nome da empresa: Petróleo Brasileiro S. A. Endereço:

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS DATA DE APROVAÇÃO: 31/08/2012 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Manta Piscina Fabricado por Lwart Química Endereço Rodovia Marechal Rondon, Km 303,5, Lençóis Paulista-SP

Leia mais

Avaliação do Impacto sobre o Meio Ambiente. Abrangência. Frequência ou Probab. Incidência. Serviços Internos. 2 Regional. Baixa. Local. Baixa.

Avaliação do Impacto sobre o Meio Ambiente. Abrangência. Frequência ou Probab. Incidência. Serviços Internos. 2 Regional. Baixa. Local. Baixa. fl. de 5 Endereço Aprovado Data Rev. UNIOP-SP Av. Paulista, 0 São Paulo SP 9º, 5º, 7º e 8º andares JMn (SESMS) 0/08/4 C Atividade Aspecto Ambiental Impacto Todas Emissão Atmosférica (Incêndio) Geração

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico. Aplicação: Óleo solúvel semi-sintético para usinagem de metais.

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico. Aplicação: Óleo solúvel semi-sintético para usinagem de metais. Página 1 de 10 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: ME-100. Aplicação: Óleo solúvel semi-sintético para usinagem de metais. Fornecedor: Tapmatic do Brasil Indústria e Comércio Ltda.

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico AQUATACK RB-900 AQUATACK RB-900. Não disponível. Basile Química Ind. e Com. Ltda.

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico AQUATACK RB-900 AQUATACK RB-900. Não disponível. Basile Química Ind. e Com. Ltda. Folha: 1 / 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: Cas number: Empresa: Endereço: Utilizado principalmente como agente de pegajosidade.

Leia mais

1 OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO

1 OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO Aprovado ' Elaborado por Cintia Kikuchi/BRA/VERITAS em 02/01/2015 Verificado por Rodolfo Ferreira em 08/01/2015 Aprovado por Americo Venturini/BRA/VERITAS em 09/01/2015 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

Quem somos DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE

Quem somos DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE Quem somos QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Quem somos O mercado está cada dia mais competitivo e dentro deste cenário, nasce a

Leia mais