Dilma na abertura do ano legislativo é gesto significativo, diz Renan

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dilma na abertura do ano legislativo é gesto significativo, diz Renan"

Transcrição

1 semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associ Associd Associd Imprens ImprensdImpre ns Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens As Associd Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd ImprensImprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd ImprensImprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd As Imprens Imprens Imprens Associd Imprens Associd Acesse pelo celulr blurte d imprens & DISTRIBUIÇÃO: SÁBADOS CIRCULAÇÃO: Águs Linds, Snto Antônio do Descoberto, Alexâni, Aprecid de Goiâni, Goiâni e Brsíli * 1 A 6 DE FEVEREIRO DE ANO XVI Funddores: Vlério Antônio Pinto Bsto d Roch e Benedit Yolnd Dis * GOIÁS Págin 7 Governdores defendem put comum Mrconi quer que pr retomd do desenvolvimento escols de Goiás sejm de Primeiro Mundo Governdor disse que ficou estrrecido o ssistir, hoje, o vídeo em que o líder do MST, João Pedro Stédile, incit lunos invdirem escols Págin 7 EM DESTAQUE Dilm n bertur do no legisltivo é gesto significtivo, diz Renn ÁGUAS LINDAS Págin 6 Começm s uls n rede municipl de ensino BRASIL Págin 2 Mrconi recebe Arcebispo uxilir do Pp Frncisco no Plácio ds Esmerlds Hospitl Municipl Bom Jesus tende mis de 500 pcientes por di GOIÁS Págin 8 Pg. 3 Pgs. 04 e 05 ACESSE NOSSO PORTAL! imprensj.com.br

2 2 IN FOCO BRASIL Dilm n bertur do no legisltivo é gesto significtivo, diz Renn DE BRASIL-247 Fotos: Divulgção O presidente do Congresso Ncionl, sendor Renn Clheiros (PMDB-AL), considerou que previsão de comprecimento d president Dilm Rousseff n cerimôni de bertur do no legisltivo é um gesto significtivo. É um gesto significtivo e é sobretudo um oportunidde pr que nós possmos discutir os rumos do pís neste no de dificulddes, disse Renn. N opinião de Renn, president, que enfrent um pedido de impechment berto no Congresso, está tentndo mudr relção com os prlmentres. Signific mudnç de ptmr n relção. Ao vir, presidente demonstr que quer conversr e o ppel do Congresso Ncionl é preservr o interesse do pís. Embor o no legisltivo só comece oficilmente prtir de mnhã, o presidente Renn Clheiros compreceu o Sendo hoje (1º) pr um reunião com 25 governdores. Eles vierm Brsíli pedir jud n provção de mtéris legisltivs que podem judr desfogr s conts dos estdos. Com primeir reunião de líderes prtidários mrcd pr mnhã trde, Renn convidou o governdor do Distrito Federl, Rodrigo Rollemberg, pr prticipr do encontro como representnte dos demis. Os governdores estão DA G1 Fotos: Divulgção preocupdos com o grvmento d situção. Pedirm que fizéssemos um put emergencil federtiv e mnhã vmos reunir líderes e decidir o que fzer com ess put federtiv, disse. Segundo Rollemberg, cd governdor ficou de conversr com su bncd no Legisltivo federl sobre possibildde de derrubd do veto presidencil o projeto de lei que trt d reptrição de recursos evdidos pr o exterior no trecho que se refere à destinção do imposto diretmente pr os estdos. De cordo com Renn, ele tmbém vi trtr desse ssunto com o governo e com os colegs sendores. N reform do ICMS, er fundmentl contr com esses recursos, ms os governdores estão preocupdos com grvmento d situção dos estdos e eles preferem que esses recursos possm ir diretmente pr estdos e municípios. Fiquei de conversr com líderes e com presidente d repúblic, disse. Em visit oficil o Brsil, Evo Morles é recebido por Dilm no Plnlto Em visit oficil o Brsil, o presidente d Bolívi, Evo Morles, foi recebido n terç-feir (2) pel presidente Dilm Rousseff no Plácio do Plnlto. Ele pssou em revist às trops militres, subiu rmp do plácio e posou pr foto o ldo d presidente. O último encontro entre Dilm e Evo ocorreu n semn pssd, durnte Cúpul dos Estdos Ltino-Americnos (Celc), no Equdor, qundo posrm pr foto oficil do evento um do ldo do outro. Após Evo chegr o Plnlto, Dilm e o coleg bolivino seguirm pr chmd reunião mplid, d qul prticipm ministros e representntes dos dois governos. Aind nest terç, os dois frão um declrção à imprens e seguirão pr o Plácio do Itmrty, sede do Ministério ds Relções Exteriores, onde lmoçrão juntos. De cordo com Secretri de Comunicção Socil, mesmo com visit de Evo Brsíli, os dois píses não ssinrão cordos de cooperção. Segundo o Itmrty, o Brsil é o principl prceiro comercil d Bolívi, por ser o primeiro destino ds exportções do pís, principlmente do gás nturl. Em 2015, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústri e Comércio Exterior, o fluxo comercil entre os dois píses somou R$ 3,9 bilhões. Em jneiro do no pssdo, Dilm chegou trocr su prticipção no Fórum Econômico Mundil, em Dvos (Suíç), pr comprecer à cerimôni de posse de Evo em L Pz, cpitl bolivin. A últim visit dele o Brsil, contudo, ocorreu em julho de 2015, qundo os presidentes do Mercosul (Brsil, Argentin, Prgui, Urugui e Venezuel) se reunirm em Brsíli com os chmdos Estdos Associdos do Mercosul (Bolívi, Chile, Colômbi, Equdor e Peru). Golpe Em dezembro do no pssdo, cerc de dus semns pós o presidente d Câmr dos Deputdos, Edurdo Cunh (PMDB-RJ), colher pedido de impechment de Dilm, Evo Morles siu em defes d coleg brsileir e flou em tenttiv de golpe prlmentr no Brsil, mesm tese defendid pelos lidos d petist, que legm não hver bse jurídic pr o fstmento del do crgo. Minh Cs Minh Vid é o mior progrm de interesse socil d Améric Ltin, diz Dilm durnte cerimôni de entreg simultâne de uniddes do MCMV em cinco estdos, beneficindo mis de 31 mil pessos em Itu (SP), Inditub (SP), Jundií (SP), Slvdor (BA), Cmçri (BA), Luís Edurdo Mglhães (BA), Cuci (CE), Timon (MA) e Cmpo Mourão (PR). A president disse ind que, pesr ds dificulddes econômics do Pís, o governo entregou css por di em 2015, e que flt entregr 1,6 milhão de css já contrtds pel segund fse do progrm. O Brsil pss por dificulddes e nós temos feito um imenso esforço pr voltr crescer. Ms eu quero dizer que nós, de mneir lgum, cortmos progrms sociis. Nós fizemos um esforço imenso pr mnter o Minh Cs Minh Vid, pontou Dilm. O Minh Cs Minh Vid é um progrm cujo foco é fmíli. Um fmíli bem estruturd torn o futuro mis grntido e seguro, finlizou president. Atques Lul redobrm qundo DA IMPRENSA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Fotos: Roberto Stuckert Filho/PR A president Dilm Rousseff firmou, n qurt-feir (3), que vi lnçr terceir fse do Progrm Minh Cs Minh Vid (MCMV) em mrço, com previsão de construção de 2 milhões de novs mordis té Com isso, o progrm vi chegr 6 milhões de css entregues desde su crição. É o mior progrm hbitcionl d Améric Ltin. Só não deve ser um progrm hbitcionl mior do que o d Chin. Agor, o d Chin é pgo integrlmente, ou um grnde prte. Vocês tmbém pgm. Não estão gnhndo. Vocês estão pgndo tmbém com o esforço de vocês. Ms prcel que vocês pgm d prestção trnsform esse no mior progrm populr de interesse socil d Améric Ltin, disse president. A declrção foi feit em Inditub, interior de São Pulo, economi começ dr indícios de recuperção DA REDE BRASIL ATUAL Fotos: Divulgção Os tques quse sem precedentes o ex-presidente Luiz Inácio Lul d Silv, n semn pssd, lembrm s mnipulções relizds ns eleições de 1989 que culminou com eleição de Fernndo Collor de Mello, e contece justmente no momento em que economi começ ds sinis de recuperção. A observção é do colunist político d Rádio Brsil Atul, Pulo Vnnuchi. Sobre o suposto prtmento do ex-presidente no Gurujá, Vnnuchi sugere leitur d not de esclrecimento do Instituto Lul, que desmont frs. O comentrist clssific imprens como grnde prtido de oposição, que tem ns dificulddes econômics enfrentds, em grnde medid decorrentes do cenário externo, clim fvorável á proliferção de noticiário negtivo, reforçdo pels mnchetes proporcionds pel Operção Lv Jto. Pr Vnnuchi, operção permite evidencir estrtégi de tque político disfrçd de combte à corrupção o permitir que, em csos envolvendo gente ligdos prtidos com o PSDB, em conluio com grnde imprens, s denúncis sejm minimizds ou escondids. Como mis um indictivo de perseguição, Vnnuchi cit Operção Zelotes, que investig sonegção de impostos no âmbito do Conselho Administrtivo de Recursos Fiscis (Crf), envolvendo empress como Brdesco, Sfr, Gerdu, RBS (filid d Rede Globo no Rio Grnde do Sul). Segundo ele, operção deixou de ldo esses envolvidos e pssou concentrr esforços em tingir Lul, chegndo tomr do ex- -presidente depoimento de mis de seis hors, pr explicr operções de ptrocínio bsolutmente legis, do ponto de vist técnico- -jurídico, relizds por seu filho. Vnnuchi vli que s forçs democrátics, especilmente o movimento populr e sindicl, devem preprr ções de resistênci. N hor que tiverem condições (os prtidos de oposição e mídi) vão cbr com os progrms sociis e, nesse sentido, é preciso tirr de cen o Lul.

3 3 A slvção pel polític Mrconi vi liderr missão goin n Oceni A polític pode ter váris definições. Um dels é que descreve como o exercício do poder pr resolução de conflitos no interesse de um coletividde. Sem um fim, polític como conceito não se justific. Como processo, serve pr tudo, té pr derrubr o poder constituído. Não é o cso borddo neste texto. Voltndo um psso trás, o que se esper d polític é que el sej não somente expressão de um ordenmento constitucionl posto em vigor pel vontde d miori do povo, ms tmbém o instrumento pr resolução de crises, dos impsses que fligem um dd sociedde. No cso, noss, brsileir. O Brsil, por su pouc relevânci geopolític, foi poupdo dos grndes conflitos mundiis. Em contrprtid, não deixmos de crir problems pr nós mesmos. A crise que nos ssol não tem rízes externs, é um produto mjoritrimente ncionl. O conteúdo locl de noss crise ultrpss os 90% do totl. Nosss decisões nos levrm à presente situção, e isso está clro pr todos. Ms poucos em Brsíli querem ceitr tl relidde. O tmnho d crise não deve ser medido pel intensidde ds mnchetes, e sim pel friez dos números. Apresentmos hoje o mior desemprego em nos e tmbém mior populção desocupd. Fechmos postos de trblho em número igul o que precisrímos gerr. Ou sej: 1,5 milhão de trblhdores perderm emprego e outro tnto não conseguiu se encixr no mercdo. Mis ou menos, isso quer dizer que começmos o no com 3 milhões de desempregdos mis do que em A inflção de 2015, medid pelo governo, ficou em 10,67%, mior desde O prognóstico pr 2016 é igulmente tenebroso, ind que poss ficr bixo dos índices de Em medos de jneiro o dólr bti increditáveis R$ 4,17, num pís que tem mis de US$ 370 bilhões em reservs. O que signific que nosss reservs são insuficientes pr dr trnquilidde o mercdo, os investidores e à economi em gerl. Temos, obvimente, um grve déficit de credibilidde, o que é muito mis importnte do que o déficit fiscl ds conts públics. Afinl, píses como EUA, Jpão e Itáli, por exemplo, têm um déficit fiscl muito pior que o nosso. Ms contm com confinç dos mercdos e dos investidores. É í que reside o nosso problem: credibilidde. O que fzer?. A solução está n polític. A polític slv e destrói os píses. Impulsion os destinos de um nção pr glóri ou pr o burco. Apens, e tão somente, pel polític conseguiremos desenhr síds pr noss crise. E em sendo ssim, que fzer? O dignóstico é simples, difícil é implementá- -lo. É como o obeso que trv um lut contr blnç: não lhe flt convicção, e sim energi pr dotr medids que contrriem o que sempre lhe foi cro n vid. É o nosso cso. (Murillo de Argão) DE GOIÁS-247 Fotos: Divulgção O governdor Mrconi Perillo lider, prtir do di 10 de fevereiro, primeir missão interncionl do Governo de Goiás em 2016, que tem como destino Oceni. Formd por cerc de 15 pessos, delegção terá compromissos n Austráli e n Nov Zelândi. A gend inclui encontros com utoriddes dos ministérios ustrlinos de Relções Exteriores e de Indústri e Comércio. No di 16 de fevereiro, o governdor conhecerá o sistem de trnsporte público de Sydney e se reunirá com executivos d empres Trnsit Systems, responsável pelo sistem. Mrconi ministrrá plestrs empresários em Sydney e Wellington sobre promoção de investimentos em Goiás. A expecttiv é trir multincionis pr o Estdo, ssim como fez durnte missão comercil n Europ em outubro do no pssdo. Um dos frutos à époc foi o núncio d instlção d Cervejri Heineken em solo goino. Executivos d empres nuncirm que vão construir um fábric em Itumbir (GO). No di 18 de fevereiro, delegção goin embrc pr Nov Zelândi, onde continum os seminários sobre Goiás e visits políticos, embixdores e empresários. Antes de retornr o Brsil, Mrconi ind visitrá fzend d empres QConz, ligd o processo de produção de lácteos. A delegção que compnhrá Mrconi n missão à Oceni ind está sendo definid. Além d primeir-dm, Vléri Perillo, devem compor equipe lguns empresários ligdos o rmo d indústri e comércio, lém de uxilires do governo. Estudntes de EJA desocupm Colégio Professor Fustino DA COMUNICAÇÃO SETORIAL DA SEDUCE Fotos: Divulgção Alunos do turno noturno (EJA), do Colégio Estdul Professor Fustino, no centro de Anápolis, promoverm n noite de qurt-feir, 3/2, desocupção d unidde. Instisfeitos e revoltdos com ocupção ocorrid n mnhã dest mesm qurt eles protestrm contr presenç de mnifestntes ns dependêncis d unidde té que o grupo teve de sir com o poio de um negocidor d segurnç públic. Pelo cordo, negocido com os estudntes, que lutrm pr grntir o direito legítimo de estudr, um vistori técnic será feit n unidde ind n mnhã dest quint- -feir, 4/2, pr o imedito retorno às uls. Entend o que conteceu Um grupo de proximdmente 30 pessos, entre homens, mulheres e crinçs, invdiu o Colégio Estdul Professor Fustino, no centro de Anápolis, n mnhã de qurt-feir, 3/2, por volt ds 11 hors, cusndo pânico entre os lunos e professores que estvm n escol em horário de ul. De cordo com diretor d escol, professor Krl Brend Gonçlves, o grupo chegou com megfone, tmbor, pndeiros fzendo muito brulho, nuncindo que irim ocupr unidde educcionl. Os mnifestntes não ceitrm nenhum conversção, fizerm bstnte rruç, lguns ndndo de skte no sguão e gritndo plvrs de ordem. Eles tmbém tentrm rrombr um portão que dá cesso às clsses e à Subsecretri Regionl de Anápolis, o que cusou desespero entre os lunos que estvm ssistindo ul. Os mnifestntes, que se dizem contrários o projeto governmentl de gestão comprtilhd com orgnizções sociis, pssrm um cdedo no portão, impedindo entrd e síd de pessos. Segundo o Boletim de Ocorrênci Registrdo n 11ª Delegci Distritl de Políci de Anápolis, um coordendor d escol, que está grávid, sentiu-se ml e teve de ser socorrid pós os eles finlmente brirem o portão. Os próprios mnifestntes disserm à diretor que entre eles hvi pens três lunos d escol. A Secretri de Educção, Cultur e Esporte lment profundmente invsão gressiv e inceitável, que meçou segurnç, perturbou o trblho dos professores e prejudicou o direito inlienável dos estudntes de prender.

4 4 Sou como sou... Autêntic e sem pretensiosidde! cobrselgrtos.blog.br ÁGUAS LINDAS Eleições 2016 Chegou hor Prbéns Biometri Besteirol O mordor dest cidde tem té o di 26 pr fzer su biometri. O Crtório Eleitorl pede que se evite fil não deixndo pr os últimos dis. O horário: de segund sext ds 08 às 18hs, e no sábdo de 08 às14, você tmbém pode procurr o Vpt-Vupt munido dos documentos (comprovnte de residênci, identidde e CPF). Cso o comprovnte sej em nome de um prente que deve comprovr o prentesco. Pels redes sociis já tem biltre desestimulndo s pessos não trnsferir seu domicilio eleitorl e nem fzer biometri? É turm do qunto pior melhor. Tem de tudo Um língu de cobr me flou que ns eleições de 2016 já tem: Turist, Loroteiro, Periguéte Gospel, Ptife, Brux do 71, Brbe Gospel, Don Florind e Ttú. Esss figurs escprm do zoo e permbulm pel cidde. Como ficou um burco n cerc, outrs figurs devem precer em breve pr mostrr sus firuls. Voltndo lbut Mrcdo pr 15 de fevereiro o reinicio dos trblhos n Câmr Municipl. Como é de prxe neste governo, o prefeito comprece pr ler su mensgem e cont com presenç não só de servidores públicos, como tmbém dos bndeirntes de plntão. Como é no de eleição, recomendo que você chegue cedo porque vi fltr espço pr comportr todos. O início previsto é s 10 hors d mnhã. Recdo Qundo digo que o prefeito Hildo será eleito pr mis qutro nos não é pr cortr o brto de ninguém, é pens pr lembrr que é preciso estrutur e que se mostre lgum serviço prestdo. Noss gente não vi mis cir no conto do vigário, como tmbém não credit em pnfletos denegrindo imgem de quem está trblhndo. Vle lembrr que o investimento n cmpnh que gor é limitdo pel lei, é desvinculdo d pré-cmpnh, e que o tostão contr o milhão é um pid de muito ml gosto. N cultur populr, s comdres pssvm o di fofocndo sobre vid dos vizinhos, n tulidde tudo mudou! Ns redes sociis homens e mulheres estão dndo de lvd ns comdres do pssdo. Se ntes er ppo de homens flr sobre futebol, hoje s mulheres ns redes sociis flm sobre dministrção municipl e comentários levinos sobre vid do prefeito. São políticos e politiqueiros que precem não ter o que fzer não ser fofocr. Estmos em um no eleitorl, se esss criturs são cndidtos que procurem mostrr trblho e proposts viáveis, se são politiqueiros que procurem judr seus cndidtos. Flr e mostrr erosões cudds pels do mês de jneiro é perd de tempo. O governo municipl trvés d Secretri de Obrs está monitorndo tod cidde e com certez tomrá s providencis conforme procedimento pdrão. Qundo um meb é processd diz que o governo é que é intolernte, n relidde está fltndo bom censo os biltres. A volt dos que não form Aind ontem, enxerguei pessos que no pssdo ssumirm lgum crgo público nest cidde e form expurgdos pr o bem de todos, querendo voltr à tiv. A primeir providênci é sempre procurr o prefeito Hildo que muito sbimente lhes oferece um cord.... Agor eles se enforcrem ou morrem engsgds em seu próprio vômito. Apressdo como cru... A verdde precis ser lembrd sempre, quse totlidde dos problems dest cidde deve-se à press em se emncip-l (er um vil e pssrm à condição de cidde pr fturrem com os lotes irregulres e preço de bnn). Não dint portnto botr culp no tul prefeito porque não col, o erro foi d press de lguns pr enriquecerem nos depois d emncipção, cidde não se tem esgoto pronto, é pouco sfltd, e miori dos mordores não votm qui! Além disso, cidde sequer tem ind um rodoviári, entre outros mles! Vle lembrr que muito foi feito pelo tul gestor ms sbemos que flt muito mis. Fltndo 7 meses pr o registro ds cndidturs, vemos pens os nomes de Hildo do Cndngo, Tulio d Silv, Airton dos Anjos (Corretor) e Socorro Pires como pré-cndidtos o Executivo. Os demis té que se prove em contrário, são blefes. Vle lembrr que no início de 2015 surgirm mis de 20 bndeirs que o longo dos meses form sendo rreds meio mstro ou simplesmente erm de ppel e o vento rsgou. Gto por lebre A vend de gto por lebre é cois de metido esperto e quem compr ou é bobo ou está querendo dr o troco depois. É o cso de pseudos pstores que procurm o prefeito em período pré-eleitorl pr vender os votos de sus ovelhs, depois fzem mesm cois pr o dversário, não necessrimente ness ordem. Vle lembrr que vender o que não se tem tmbém é picretgem. Êxito Desde o início d históri dest cidde, poucs mulheres ssumirm um crgo no Legisltivo Municipl. A primeir foi Mris do telefone (primeir suplente de veredor ssumir). Até hoje prticipção feminin tem sido muito tímid. Atulmente temos três mulheres, porém não servem de referênci em defes d mulher. Está n hor de mudr isso. Temos um mulher presidente d Repúblic que tem lutdo contr o mchismo. Está n hor de nosss lidernçs feminins mostrrem sus bndeirs e conquistr seu espço já que ficou mis fácil. Serão 19 cdeirs, vmos equilibrr esse jogo mulherd. Est semn dus mulheres presentrm seus nomes o Executivo guslindense, um é ex-veredor e cdêmic de direito Rit Corretor e outr é contdor e bchrel em direito Socorro Pires. Espero que s pretenss cndidts presentem proposts e fçm diferenç. Bo sorte esss e outrs mulheres tmbém. Ldrões... Mis de mil nos se pssrm depois d morte de Jesus e n polític populção ind continu preferindo Brrbás. Esper-se que ns eleições de 2016 isso mude e os eleitores prefirm cndidtos com fich limp e com proposts viáveis pr qutro nos. Vle lembrr que serão pens qutro nos porque foi proibid reeleição pr crgos Executivos. Ao inicir o último no do tul mndto, o veredor Crlinhos (do mercdo Super Mis) fz um blnço ds conquists destes três nos. O prlmentr refirm que está com consciênci trnquil, fiz o melhor que pude, votei sim em projetos que venhm beneficir miori, e fiz s gestões solicitds pel comunidde e n miori já fomos tendidos. Esse prlmentr já ciu no gosto populr e pelo fto de ser muito conhecido, tem mis de novent por cento de chnce de ser reeleito. Dest vez terá ns mãos s provs do trblho já feito e pode fzer muito mis em prceri com o Governo Municipl. Ftos & Botos n rede Botei pilh n turm e desde semn pssd que os ftos e botos estão surgindo ns redes sociis. Pelo menos 100 grupos já estão formdos pr debter, criticr, crir fctoides e denegrir políticos. Um língu de cobr me flou que o lvo principl n semn dos grupos, tem sido o veredor Giovne, Túlio, e o prefeito Hildo. Depois do Crnvl cois deve esquentr. Espero que não prtm pr o pessol e depois d eleição tudo sej esquecido. Lembrete Gostri de lembrr os vicidos em redes sociis que nenhum político tem poderes sobre nturez, pode chover ou fzer sol que eles mesmo que queirm, não podem controlr. É bsbquice botr culp no prefeito ou no secretário de obrs, porque choveu e cusou lgum dno. Acredito que os pretensos cndidtos devm presentr proposts viáveis pr tentr persudir os eleitores e prr de crítics que não levm nd, fic dic. Aniversário Aldenice Monteiro dos Sntos (Nice), telefonist d prefeitur de Águs Linds é niversrinte ilustre deste sábdo (30) de jneiro. Pr el os sinceros votos de um feliz niversário e muitos nos de vid com muit súde. São os nossos votos! Aniversrinte Ilustre Hoje o secretário de comunicção Mrquinhos comemor mis no de vid. Prbéns pelo seu niversário, que este di poss lhe trzer muits legris!. O fotógrfo Crlos Cstnheiro comemor seu niversário. Que cd bom momento se mov e se repit. A vid imit rte qundo é muito bem vivid. Prbéns! Polêmic A polêmic de sext-feir (29) n rede socil foi que lguém comentou que o prefeito Hildo estri conversndo com o empresário e ex-prefeito José Pereir Sores, o que gerou mior controvérsi e meçs de processos e cois e tl. Mis preci brig de comdre. Gente, qul é o problem que tem o fto do prefeito conversr com qulquer um dos mordores. Hildo é o Executivo d cidde! Sendo verdde ou não, sujeir está n mente de quem pens besteir, ninguém tem nd ver com quem o prefeito convers... Só esclrecendo... Ciu n rede que, um jovem teri procurdo tendimento no Hospitl Municipl e o ser medicd teve lergi o medicmento vindo ficr em com durnte muito tempo. Ocorre que muitos biltres se pressrm em tomr prtido ntes mesmo de lerem o que foi publicdo. Teve sno que já estv com mrret e o crvo pr crucificr o prefeito. São os politiqueiros oposicionists. N relidde Hildo do Cndngo n qulidde de gestor é o responsável pelos funcionários ms qundo se contrt um médico, profissionl que estudou mis de doze nos, entende-se que se deve dr um voto de confinç o dignóstico desse profissionl! Se houve erro médico que ele sej punido. Este o cso já está no MP... Como o cso foi no Hospitl Municipl, Prefeitur poi fmíli enqunto gurd decisão d justiç. E fim de ppo. Ml-entendido! Outro ssunto mexeu com o mundo político! N qulidde de chefe político o prefeito Hildo pode convidr qulquer presidente de prtido pr conversr, nd ilegl ou imorl. Ocorre que um notíci publicd n net dv como cert união do Rede Sustentbilidde com o PTB porque seu presidente Pr. Nixon teri conversdo mistosmente com o prefeito, o ssunto rendeu té que lguém teve idei de ouvir o presidente do Rede que é um prtido em fse de implntção, e o pstor Nixon esclreceu: Aceitei o convite do prefeito pr um convers informl e foi só. Vle lembrr que o Rede trvés de seu presidente tinh nuncido no finl de 2015 que cminhri em 2016 com o PDT. Já Airton Corretor, presidente do PDT grnte não ver nenhum promiscuidde nisso. Os dois são chefes políticos e podem conversr á vontde...

5 Sou como sou... Autêntic e sem pretensiosidde! 5 CADE neg recurso contr intervenção em postos Secretri d Crinç lnç cmpnh pr proteção infntil no crnvl Iris é o culpdo pelo cos em Goiâni Vecci visit birros e defende descentrlizção ALEXÂNIA Mrconi recebe líder do Vticno e fl de possível visit do Pp BRASÍLIA: O tribunl do Conselho Administrtivo de Defes Econômic (Cde) negou recurso d Cscol Combustíveis, que pediu suspensão d medid preventiv dotd pelo órgão no inquérito dministrtivo que investig suposto crtel de combustíveis no Distrito Federl (DF). A medid preventiv do di 25 de jneiro determin intervenção n Cscol, mior rede de postos de combustível do DF, com nomeção de um dministrdor provisório pr comndr os postos d rede com bndeir d BR Distribuidor. O objetivo é reestbelecer concorrênci no mercdo de combustíveis do Distrito Federl. 36 peditrs tomrm posse segund-feir (di 1º) BRASÍLIA: A Secretri de Polítics pr Crinçs, Adolescentes e Juventude, com Compnhi do Metropolitno do Distrito Federl (Metrô-DF), lnç, às 14 hors de quint-feir (4). A cmpnh de proteção à crinçs e dolescentes pr o crnvl 2016 será n Estção Prç do Relógio, em Tguting. Neste no, o Distrito Federl se une à Cmpnh Ncionl de Enfrentmento d Violênci Sexul de Crinçs e Adolescentes no Crnvl - promovid nulmente pel Secretri de Direitos Humnos (SDH) do Ministério ds Mulheres, d Iguldde Rcil e dos Direitos Humnos - com o tem: Não desvie o olhr. Fique tento. Denuncie. Protej nosss crinçs e dolescentes d violênci. Brincr é direito de tod crinç e dolescente, e brincr o crnvl, um fest populr tão trdicionl no Brsil, fz prte disso, ms precismos sempre nos lembrr de protegê- -los de qulquer tipo de explorção, lert o secretário d Crinç, Aurélio Arújo. Mrconi vi liderr missão goin n Oceni GOIÂNIA: Em entrevist à um importnte rádio goin, deputdo federl Jovir Arntes (PTB) culpou o ex-governdor Iris Rezende (PMDB) pelo que chmou de cos dministrtivo em Goiâni. O tul prefeito Pulo Grci (PT), herdou gestão em 2010 qundo Iris siu pr ser cndidto o governo e depois reeleito em Iris é o principl culpdo pel situção que Goiâni enfrent, já que defendeu cndidtur de Pulo Grci mesmo sbendo que ele não dri cont de dministrr cidde. É, portnto, o vlist-mor deste cos que torment o goiniense. Rollemberg recebe governdores n Residênci Oficil de Águs Clrs GOIÂNIA: Pré-cndidto pelo PSDB à Prefeitur de Goiâni, deputdo federl percorreu o Jrdim Nov Espernç, Finsocil, Curitib II, Bo Vist, Birro d Vitóri e Vil Mutirão, n região Noroeste d cpitl, pr pedir poio d militânci tucn o seu nome ns prévis do prtido, mrcds pr o di 21 de fevereiro. Segundo o prlmentr, crição de subprefeiturs vi proximr o serviço público d populção e solucionr s demnds d comunidde com mis rpidez e eficiênci. Dniel Vilel deve ser o presidente e Pulo Cezr Mrtins o vice-presidente do PMDB GOIÂNIA: Governdor recebeu, no Plácio ds Esmerlds, neste sábdo (30), o rcebispo Dom Ângelo Vicenzo Zni, secretário d Congregção pr Educção Ctólic do Vticno, crgo do segundo esclão d Snt Sé. Ele está em Goiás com missão de visitr Pontifíci Universidde Ctólic (PUC-GO) e os colégios ctólicos do Estdo. Em convers prticulr, o governdor e Vicenzo flrm de um possível visit do Pp o Estdo pr inugurção d nov Bsílic de Trindde, previst pr Mrconi recrimin vídeo do MST poindo invsores BRASÍLIA: A rede públic de súde contrá com mis 36 peditrs, serem lotdos no Hospitl de Bse, no Hospitl Mterno-Infntil de Brsíli e nos Hospitis Regionis de Ceilândi, do Gm, do Prnoá, de Sobrdinho, de Snt Mri e de Tguting. A unidde que mis receberá profissionis é de Ceilândi, pr onde vão 12 médicos. Segundo o secretário de Súde, Fábio Gondim, contrtção vi beneficir s urgêncis e s emergêncis ds uniddes e ind permitirá rebrir o Centro de Ginecologi e Obstetríci do Hospitl Regionl de Snt Mri fechdo desde julho do no pssdo por flt de pessol. Pr isso, os profissionis precisrão ntes pssr por cursos de renimção neontl, cteterismo umbilicl, mmentção n sl de prto, ventilção mecânic em premturos e contto pele pele. Agend propositiv é síd pr crise GOIÂNIA: Governdor vi comndr, prtir do di 10 de fevereiro, primeir missão interncionl do governo de Goiás em 2016, que tem como destino Oceni; formd por cerc de 15 pessos. A delegção terá compromissos n Austráli e Nov Zelândi. No di 16, o governdor conhecerá o sistem de trnsporte público de Sydney e se reunirá com executivos d empres Trnsit Systems, responsável pelo sistem, com objetivo de trir multincionis pr o Estdo, ssim como fez durnte missão comercil n Europ no no pssdo. Um dos frutos à époc foi o núncio d instlção de fábric d Heineken n cidde de Itumbir. BRASÍLIA: Governdores e vice-governdores de 25 uniddes d Federção reunirm-se n trde d segund-feir (1º) n Residênci Oficil de Águs Clrs. Eles discutirm soluções econômics comuns serem encminhds o presidente do Sendo, Renn Clheiros (PMDB-AL), em reunião mrcd pr noite de hoje. Queremos sensibilizr o Congresso Ncionl sobre importânci de os estdos e o DF terem cesso recursos pr investimento, firmou o governdor de Brsíli, Rodrigo Rollemberg, pós reunião d Residênci Oficil. N put dos governntes e vices estvm renegocição de dívids e necessidde de utorizção de créditos pr os Executivos locis. Últimos dis pr mtrículs n rede públic de ensino GOIÂNIA: O deputdo federl Dniel Vilel deve ssumir presidênci do PMDB no início de fevereiro. O deputdo estdul Pulo Cezr Mrtins deve ser indicdo pr vice. José Nelto é cotdo pr ser o secretário-gerl ou o tesoureiro (180 mil reis por mês do Fundo Prtidário). O irists tendem ficr for d direção do prtido. Mrconi vê Judiciário como âncor d sociedde GOIÂNIA: Ao empossr novos uxilires, sext-feir (29), o governdor criticou tução de segmentos políticos que se opõem à modernizção d áre d educção em Goiás; O Brsil vive um crise morl, polític, de credibilidde; um crise econômic sem precedentes. E é impressionnte como os que estão cudos por cont de muitos erros cometidos tentm nos colocr n vl comum. Há um inicitiv deliberd de setores rdicis no pís no sentido de tentr nos nivelr eles. Referindo-se o vídeo em que o líder do MST, João Pedro Stédile, discurs convocndo lunos invdirem escols, disse: Hoje cedo vi um vídeo que fiquei estrrecido. O presidente ncionl do MST, o invsor número Um de terrs, de proprieddes no Brsil, incitndo os lunos invdirem escols. Com que objetivo? Tentr crir um cizâni mior no pís, como se os problems já fossem poucos?, indgou. Executivo convoc deputdos distritis construir um legdo pr Brsíli Uber começ operr em Goiâni GOIÂNIA: Vice-governdor e secretário de Desenvolvimento Econômico (SED), José Eliton, disse terç-feir(02) que segund reunião do Fórum Permnente de Governdores relizd n segund(01) em Brsíli cumpriu ppel estrtégico o vnçr num gend propositiv pr o pís fim de crir os elementos básicos pr retomd do desenvolvimento; dirigentes dos três poderes form visitdos pel comitiv compost por 25 representntes dos Estdos. As proposts vism lvncgem de recursos pr retomd de investimentos, com gerção de emprego e rend ns uniddes d Federção, disse Eliton, que representou o governdor Mrconi Perillo. BRASÍLIA: N bertur dos trblhos d Câmr Legisltiv em 2016, o chefe d Cs Civil, Sérgio Smpio, levou os deputdos distritis mensgem do governdor Rodrigo Rollemberg pr este no prlmentr. No texto, ele destcou importânci de oferecer serviço público de melhor qulidde os brsilienses, continundo com medids pr o equilíbrio ds conts e o umento de receit. Em grdecimento o poio dos deputdos proposts envids pelo Executivo, o governdor se colocou à disposição pr um diálogo permnente e um relção produtiv com Câmr. BRASÍLIA: Neste no, de cordo com Secretri de Educção, rede públic de ensino terá cerc de 470 mil estudntes, e não 470 mil vgs, conforme informdo nteriormente. Termin quint- -feir (4) o przo pr mtrícul n rede públic de ensino do no letivo de Pr grntir vg ds inscrições feits pelo telefone 156, lém dquels que pedirm remnejmento escolr e de quem vi trocr de nível, os responsáveis devem presentr documentção n unidde que o luno frequentrá s uls. As vgs remnescentes - vinds d não efetivção de mtrícul de quem fez inscrição pelo serão ofertds de de fevereiro, pens pr quem não fez inscrição por telefone e pr queles que fizerm e perderm vg por não terem comprecido té o di 4, à escol n qul o luno foi contempldo. GOIÂNIA: Em discurso n solenidde de posse d nov diretori d Associção dos Mgistrdos de Goiás (Asmego), o governdor ressltou domingo (31) importânci do Poder Judiciário pr o enfrentmento ds crises econômic e polític, de cordo com Mrconi, em um pís desgoverndo, o judiciário exerce ppel de âncor d sociedde. Venho qui pr trzer o meu brço e reiterr o meu preço este poder goino e o brsileiro pel independênci e utonomi com que exerce su função e tmbém pr ressltr importânci d Mgistrtur nesses tempos de crise. Não fosse o Judiciário nesses tempos difíceis, s pessos estrim com utoestim ind mis bld ness crise sem precedentes enfrentd no pís. GOIÂNIA: Uber, empres que oferece serviços de trnsporte semelhntes o de táxi, começou operr em Goiâni n trde de sext-feir (29). N quint-feir, convite d direção d empres norte-mericn, o secretário de Gestão e Plnejmento de Goiás (Segpln), Thigo Peixoto, foi escolhido pr ser o primeiro pssgeiro do serviço. Sou um entusist do Uber e de outros tipos de vnços tecnológicos. Goiâni se mostr um cidde mis conectd e de vngurd com chegd dess novidde. A qulidde do motorist, do crro e do serviço estão provdos, disse o secretário.

6 6 DE ÁGUAS LINDAS Prefeitur investe n preservção mbientl O trblho relizdo pel Prefeitur de Águs Linds pr recuperr e prevenir os dnos mbientis no município tem sido de grnde importânci. Entre s mudnçs estão: construção d Estção de Trtmento de Esgoto (ETE) em fse de conclusão e mudnç no bstecimento de águ desde Brrgem do Descoberto (tmbém em ndmento), que são um mrco pr o município. Foi crido o Progrm Educção Ambientl ns Escols (EAE) no qul são trblhds de mneir integrd s frentes de educção mbientl diretmente com os professores e lunos, colet seletiv e reciclgem dos mteriis recolhidos. Há cpcitção de professores pr o desenvolvimento, em sl de ul, de tividdes relcionds à questões mbientis. O progrm estimul formção de vlores e titudes de identificção, prevenção e solução de problems mbientis com os lunos ds escols de rede públic e privd. As escols incluíds no progrm de Educção Ambientl relizm estudos e exposições de trblhos referentes à tems mbientis tendo inclusive prticipção d comunidde dos birros. Os projetos desenvolvidos ns escols têm o objetivo de sensibilizr s crinçs qunto o uso dequdo do meio mbiente, conscientizr populção d necessidde de não jogr lixo ns rus e nos terrenos bldios, lertr os ciddãos pr mnter limpos os lotes não ocupdos pelos donos, desenvolver prátics ciddãs em relção à limpez públic, elborr um plno de colet dequd pr seleção do lixo, entre outrs. Ações importntes form desenvolvids como: Seminário Educção Ambientl em escols municipis n semn do Meio Ambiente, projeto de Descentrlizção d Secretri do Meio Ambiente, crição do Conselho Municipl de Meio Ambiente COMMA-, poio o Fundo Municipl do Meio Ambiente, cdstrmento municipl junto o estdo pr recebimento de recurso do ICMS Ecológico. Contrtção dos profissionis mbientis. E Aind o Credencimento d Secretri de Meio Ambiente junto o CEMAm - Conselho Estdul de Meio Ambiente pr emissão de licencimento mbientl, elborção do projeto de Educção Ambientl, em prceri com Secretri de Educção. Recuperção sfáltic continu em vis d cidde Dndo continuidde o trblho de recuperção ds rus e venids d cidde, Prefeitur de Águs Linds por meio d Secretri Municipl de Obrs e Trnsportes tem designdo equipes diversos setores onde houve dnos em decorrênci ds últims chuvs no município. Durnte est semn s equipes d Secretri de Obrs estão ns venids do Jrdim Brrgem II, onde relizm o trblho de recuperção sfáltic. Pr o prefeito Hildo do Cndngo esses serviços vism melhorr qulidde de vid d comunidde. Além disso, com recuperção ds vis, motorists e pedestres podem utilizr melhor o espço, dndo ssim mis segurnç todos. Hospitl Bom Jesus tende mis de 500 pcientes por di Começm s uls n rede municipl de ensino A prefeitur de Águs Linds por meio d Secretri de Educção iniciou n segund-feir (01) às uls n rede municipl de ensino. Mis de 22 mil lunos são recebidos por professores, coordendores, e outros servidores ds uniddes. N Escol Municipl Érico de Sous, loclizd no Jrdim Brsíli foi promovid colhid com presenç dos pis dos lunos. Váris uniddes escolres do município receberm ou estão recebendo obrs de reform e mplição. Form relizdos repros n pintur, piso e telhdo lém d construção de novs sls de ul, bnheiro, reform d cntin e quisição de novos equipmentos como: geldeir, freezer, ventildor e fogão. As obrs vism mudr o mbiente escolr possibilitndo melhores condições de trblho e consequentemente umentndo qulidde de ensino oferecido s nosss crinçs. Ns Creches Jrdim Snt Lúci e Mundo Encntdo s uls tmbém form inicids. O prefeito Hildo do Cndngo diz que s mets pr educção são lcnçds di pós di. Hildo destc importânci e tenção que são dds o setor de educção em su Gestão. A educção é o principl cminho pr consolidção de um sociedde mis just, por isso investimos tnto nest áre. As reforms de tods ests escols vism tmbém intervir n estrutur, cessibilidde e no pisgismo, oferecendo um locl conchegnte pr lunos e servidores, declrou o prefeito. A equipe d Secretri Municipl de Obrs e Serviços Urbnos está relizndo intervenção n áre do setor Mnsões Centro Oeste com intuito de diminuir o lgmento que vem cusndo trnstorno os mordores d região. A medid vis colocr de form provisóri prte d rede de cptção A Prefeitur de Águs Linds por meio d Secretri Municipl de Súde e do Hospitl Municipl Bom Jesus tem relizdo mis de 500 tendimentos diários. Com plntão de três médicos durnte semn (qutro n segund-feir) o HMBJ tem recebido um grnde fluxo de pcientes. Em 2015 form mis de 82 mil tendimentos médicos, de enfermgem e dentário relizdos ns 18 uniddes ESF (Estrtégi Súde d Fmíli) esplhdos por tod cidde. De cordo com ddos d diretori de Vigilânci em Súde e coordenção d Atenção Básic d SMS somndo os tendimentos no HMBJ, Policlínic e Cps o número pss de 150 mil. Tnto o Hospitl Municipl Bom Jesus, qunto Policlínic e s uniddes Estrtégi Súde d Fmíli registrm dirimente ssistênci pcientes vindos de váris ciddes incluindo o Distrito Federl. A Prefeitur tem feito um importnte trblho n reestruturção d súde em todo o município. Dus Uniddes Básics de Súde form inugurds e oferecem tendimento médico, odontológico, enfermgem, frmáci básic, vcinção, lém de contr com Agentes Comunitários de Súde e Agentes de Combte Endemis que relizm um importnte trblho de compnhmento junto comunidde. Pr mplir s condições de trblho os servidores e melhorr qulidde de tendimento oferecido os ciddãos às uniddes ESF pssm por obrs de reform e mplição, que grntirão instlções mis equipds e mior conforto os pcientes. Prefeitur reliz obr pr diminuir lgmento no setor Mnsões Centro Oeste de águs pluviis pr funcionr té que obr totl do empreendimento sej retomd. Est região fz prte do pcote de obrs do Complexo Pérol que foi inicid em O prefeito Hildo do Cndngo determinou que fosse feit est intervenção com recursos do próprio município pr diminuir o volume de águ ds chuvs e ssim evitr mis trnstornos pr comunidde.

7 7 GOIÁS Governdores defendem put comum pr retomd do desenvolvimento Vice-governdor José Eliton represent governdor Mrconi Perillo no Fórum Permnente relizdo nest segund-feir (1.º), em Brsíli. Agend vis melhorr mbiente econômico e finnçs estduis. Um ds prioriddes é renegocição ds dívids e o longmento dos przos pr pgmento. O foco é retomd dos investimentos pr gerr obrs que grntm emprego e rend, disse Eliton DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO VICE-GOVERNADOR Fotos: Wildes Brbos A definição de um put comum que vis retomd do desenvolvimento foi o tem centrl do segundo encontro do Fórum Permnente de Governdores, relizndo n segund-feir (1º/2), n residênci oficil do governdor do Distrito Federl, Rodrigo Rollemberg, em Águs Clrs, Brsíli. Eles definirm um gend pr melhorr o mbiente econômico do pís e s finnçs estduis. Um ds prioriddes é renegocição ds dívids e o longmento dos przos pr o pgmento, fim de que possm ser gerdos recursos pr investimentos. O vice-governdor José Eliton representou o governdor Mrconi Perillo no encontro e ns tividdes que movimentrm o di em Brsíli. Após reunião em Águs Clrs, eles seguirm pr Supremo Tribunl Federl (STF), onde mntiverm udiênci com o presidente d instituição, ministro Ricrdo Lewndowski. N sequênci, se reunirm com o presidente do Sendo Federl, Renn Clheiros. Um dos ssuntos trtdos é Propost de Emend à Constituição (PEC) 74/2015, que permite utilizção de 40% dos recursos de depósitos judiciis pr pgmento de prectórios. José Eliton considerou o resultdo do encontro extremmente positivo. Segundo ele, os governdores estão empenhdos em vibilizr medids concrets pr retomd do desenvolvimento com foco em ções pontuis que vibilizem investimentos no curto przo pr gerr obrs que grntm emprego e rend. É preciso que os três poderes estejm empenhdos n cus comum que é frer continuidde d reces- Mrconi quer que escols de Goiás sejm de Primeiro Mundo DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO GOVERNADOR Fotos: Divulgção são e buscr tods s lterntivs possíveis pr que o pís revert s expecttivs negtivs e poss pontr um rumo protivo pr requecer o processo produtivo, disse ele. O governdor do Distrito Federl, Rodrigo Rollemberg, nfitrião do encontro, disse que segund reunião do fórum contou com prticipção de 20 governdores e cinco vice-governdores, o que representou um grnde vnço. Tmbém destcou, entre outros ssuntos, retomd ds operções de crédito utorizds pelo governo federl pr umentr cpcidde de investimentos dos estdos. Prlelo o encontro dos governdores, secretários de Estdo d Fzend e de Gestão e Plnejmento consolidvm proposts de cd estdo pr superção d crise. Representrm Goiás An Crl Abrão (Sefz) e Thigo Peixoto (Segpln). De cordo com secretári An Crl Abrão, reunião trtou de um gend de consenso pr dr suporte os governdores ns discussões com União, focd nos débitos dos estdos e n form como o governo federl trt dívid. Além disso, foi um gend estruturnte, em que form discutidos, entre outros ssuntos, lei de responsbilidde fiscl dos estdos, previdênci complementr, questões em que Goiás já vnçou, ms que deverá gnhr ind mis form n gend em bloco, dos estdos e dos governdores, disse. Segundo o secretário Thigo Peixoto, lém dos pontos comuns todos os estdos reltivos às questões d dívid, reunião serviu, tmbém, pr discussão do desenvolvimento econômico. Vivemos um crise e, lém d questão fiscl, nós temos que ter um dimensão de como gerr mis desenvolvimento pr tenur s dificulddes, firm. Isso gnh forç porque deix de ser cus de um estdo e pss ser cus de um nção, diz ele. Fórum Est é segund reunião do Fórum Permnente de Governdores, crido em dezembro pssdo pr promover o desenvolvimento econômico do pís no pós-crise. Idelizdo pelo nfitrião, governdor Rodrigo Rollemberg, o fórum definiu, n primeir reunião, BRASÍLIA oito eixos de ção no curto przo e que form presentdos o ministro d Fzend, Nelson Brbos. Um ds ções proposts foi retomd ds operções de crédito que demndm vl do governo federl. Os governdores tmbém querem utilizr os recursos de compensção previdenciári - que os estdos têm direito - pr bter ns dívids com União. E pedem rediscussão do refinncimento ds dívids com o governo federl com bse em outro indexdor. Pretendem, ind, vl pr cobrrem ds segurdors de plnos de súde tendimentos n rede públic dos pcientes convenidos. N primeir reunião, os governdores mnifestrm, ind, necessidde de crir um fundo grntidor federl pr prceris público-privds. Pedirm prorrogção dos przos pr pgmento de prectórios pr dez nos. GDF dá posse 36 peditrs e diz que l em hospitl deve ser rebert Ao empossr, n trde de hoje, novos uxilires, o governdor Mrconi Perillo criticou tução de segmentos políticos que se opõem à modernizção d áre d educção em Goiás. O Brsil vive um crise morl, polític, de credibilidde; um crise econômic sem precedentes. E é impressionnte como os que estão cudos por cont de muitos erros cometidos tentm nos colocr n vl comum. Há um inicitiv deliberd de setores rdicis no pís no sentido de tentr nos nivelr eles. Não no specto morl eu sou qutro vezes governdor e não há nenhum ção contr mim; ms no sentido político, declrou. Referiu-se, em seguid, um vídeo que ssistiu hoje pel mnhã em que o líder do MST, João Pedro Stédile, discurs convocndo lunos invdirem escols. Hoje cedo vi um vídeo que fiquei estrrecido. O presidente ncionl do MST, o invsor número Um de terrs, de proprieddes no Brsil, incitndo os lunos invdirem escols. Com que objetivo? Tentr crir um cizâni mior no pís, como se os problems já fossem poucos?, indgou. No pssdo, tentrm me criminlizr por cont de um cs que eu vendi, escriturei, coloquei no meu imposto de rend, vendi em um preço, e hoje prece dinheiro no estrngeiro, triplex de empreiteir. E í? Eu quse fui imputdo em um CPI por cont de um cs que eu vendi, que er minh; que eu comprei, pguei. Eles vão fzendo tudo qunto é tipo de flctru no pís e tentm nos colocr no mesmo nível. Tentm crir um clim de instbilidde contr, por exemplo, um polític n qul estmos postndo pr melhorr educção, completou. Mrconi firmou que o principl objetivo do governo estdul o propor gestão comprtilhd com Orgnizções Sociis (OSs) é trnsformr s escols do Estdo em instituições de Primeiro Mundo. O que eu quero é que s nosss escols sejm escols pdrão Primeiro Mundo. É isso que eu quero. Ontem de novo foi divulgdo o rnking de instituições de pesquis em inovção no mundo e, de novo, dentre s cem melhores instituições do mundo, não prece nenhum instituição brsileir. Dentre s 200 universiddes mis importntes do mundo, não prece nenhum brsileir, informou. Or, está tudo errdo. É preciso que simos do mis do mesmo, d mesmice e tentr ções que efetivmente fçm diferenç. Eu não iri colocr em risco minh históri, minh biogrfi, meu nome, os qutro mndtos que o povo me entregou pr inventr lgo que mnhã pudesse sir contr os lunos. E outr cois: nós não estmos mentindo em nd, e é incrível s mentirs que eles inventm ns redes sociis. Nós estmos desmentindo gor n televisão, mostrndo que escol vi continur públic, e porque nós queremos que filho de pobre estude em escol como se fosse de filho de rico, sem pgr nd, pr ter os melhores empregos, entrr ns melhores universiddes. Não há outro desejo não ser esse, observou. Lembrou que ns áres d Cultur e Súde gestão com OSs deu certo, e que experiênci exitos é grnti de que n Educção tmbém será eficz. Nós estmos mudndo súde, e se deu certo em um áre tão difícil como súde, que não podemos esperr dois minutos pr slvr um vid, senão gente perde quel vid, como não vi dr certo n educção? Temos um excelente experiênci e não querem ceitr que nós discutmos. E eu sei por que não querem. Não querem porque, se der certo, vi cbr com o corportivismo trsdo, retrógrdo, firmou. Mrconi reiterou que os desfios de modernizr dministrção públic são grndes, e que o governo persistirá n lut pelo rompimento de prdigms. Um ds crcterístics dos nossos governos foi inovção permnente. Esse debte d OS estmos discutindo lgo propositivo pr o futuro e vmos continur ssim, enftizou. DA SECRETARIA DE SAÚDE Fotos: Divulgção A rede públic de súde contrá com mis 36 peditrs, serem lotdos no Hospitl de Bse, no Hospitl Mterno-Infntil de Brsíli e nos Hospitis Regionis de Ceilândi, do Gm, do Prnoá, de Sobrdinho, de Snt Mri e de Tguting. A unidde que mis receberá profissionis é d Ceilândi, pr onde vão 12 médicos. Segundo o secretário de Súde, Fábio Gondim, contrtção vi beneficir s urgêncis e s emergêncis ds uniddes e ind será possível rebrir o Centro de Ginecologi e Obstetríci do Hospitl Regionl de Snt Mri fechdo desde julho do no pssdo por flt de pessol. Pr isso, os profissionis precisrão ntes pssrem por cursos de renimção neontl, cteterismo umbilicl, mmentção n sl de prto, ventilção mecânic em premturos e contto pele pele. O grupo, cuj solenidde de posse foi nest segund-feir (1º), n sede d Secretri de Súde, integr os 63 nomedos em 29 de dezembro de 2015, provdos em concurso público de Do restnte, 12 pedirm finl de fil, e os outros não comprecerm. A rede públic cont, segundo Secretri de Súde, com 604 peditrs efetivos e 73 temporários. De cordo com pst, no último no form nomedos concursdos pr diverss especiliddes. Desse totl, 758 tomrm posse, e os demis pedirm reposicionmento pr o fim d fil ou não se presentrm. Além dos que prticiprm d solenidde de posse hoje, 70 form nomedos em Desses, 25 tomrm posse, e um pediu exonerção. Outros 34 requisitrm reposicionmento de fim de fil, e 11 não se presentrm. OUTRAS ESPECIALIDA- DES - Em 7 de jneiro deste no, form nomedos 29 médicos ns especiliddes de nestesiologi, clínic médic, gstroenterologi e rdioterpi. O przo de 30 dis pr entreg d documentção termin este mês, e s instruções podem ser obtids no site d pst. As nomeções são complemento de convocções ocorrids em 2015, cujs vgs não form totlmente preenchids. Os locis de lotção ind estão sendo definidos. Segundo o secretário, pst estud crênci n rede pr identificr necessidde de profissionis por especilidde em cd região. Fzemos um trblho profundo de dimensionmento d rede, pegndo os prâmetros normtivos e plicndo-os em cd um ds uniddes pr que possmos identificr o que necessário contrtr.

8 8 BRASIL DA IMPRENSA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Fotos: Roberto Stuckert Filho/PR Dilm pede provção temporári d CPMF e diz que Pís precis do Congresso pr voltr crescer GOIÁS Em posse d Asmego, Mrconi resslt importânci do Judiciário no enfrentmento d crise brsileir DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO GOVERNADOR Fotos: Mntovni Fernndes Em discurso n solenidde de posse d nov diretori d Associção dos Mgistrdos de Goiás (Asmego) pr o biênio 2016/2017, o governdor Mrconi Perillo ressltou no domingo (31/1) importânci do Poder Judiciário pr o enfrentmento ds crises econômic e polític por que pss o Pís. De cordo com Mrconi, em um pís desgoverndo, o judiciário exerce ppel de âncor d sociedde. Venho qui pr trzer o meu brço e reiterr o meu preço o Judiciário goino e o brsileiro pel independênci e utonomi com que exerce su função e tmbém pr ressltr importânci d Mgistrtur, do Judiciário no Brsil nesses tempos de crise, disse o governdor. Não fosse o Judiciário nesses tempos difíceis, s pessos estrim com utoestim ind mis bld ness crise sem precedentes enfrentd no pís, firmou Mrconi. A presidênci d Asmego ficrá crgo do juiz Wilton Müller A president Dilm Rousseff firmou, nest terç-feir (2), que o Brsil precis d contribuição do Congresso Ncionl pr dr sequênci à estbilizção fiscl e ssegurr retomd do crescimento. Estes objetivos não são contrditórios, pois o crescimento durdouro d economi depende d expnsão do investimento público e do investimento privdo, o que, por su vez, requer equilíbrio fiscl e controle d inflção. As firmções form feits em pronuncimento durnte sessão de rebertur dos trblhos do Congresso Ncionl, relizd n Câmr dos Deputdos. A president lembrou s principis medids que estão n put de votção do Congresso, como provção d Contribuição Provisóri sobre Movimentções Finnceirs (CPMF), extint há oito nos, e prorrogção d Desvinculção de Receits d União (DRU) pelo Congresso Ncionl, medid que permite o Executivo mior flexibilidde com prte do orçmento não destind despess fixs, s chmds despess crimbds. Vmos propor prticipção dos estdos e municípios n rrecdção d CPMF, destinndo esses recursos pr seguridde Slomão. Tmbém form empossdos o 1.º vice-presidente, o desembrgdor Crlos Alberto Frnç, e 2.ª vice-presidente, juíz Mriúcci Benício Sores Miguel, lém dos membros do Conselho Delibertivo d entidde. O governdor reiterou prceri entre os poderes Executivo e Judiciário. Doutor Wilton Slomão, conte com minh solidriedde, prceri e entusismo pr o trblho que vocês vão desenvolver dqui pr frente n Asmego, grntiu. Ao ser empossdo, o presidente Wilton Müller Slomão firmou que nov gestão d Asmego tem socil. Além disso, proporemos doção d DRE e d DRM tmbém pr estdos e municípios. As três esfers de governo, precism de mis flexibilidde pr gerir o orçmento e de novs receits pr dr sustentbilidde à trnsição do juste fiscl à reform fiscl. Esss dus medids irão dr o espço necessário pr dministrr polític fiscl, té que s reforms de médio e longo przo comecem produzir seus efeitos. É por isso que, pr nós, CPMF é provisóri. A president crescentou que esper contr, o longo deste no, mis um vez, com prceri do Congresso Ncionl pr fzer o Brsil lcnçr ptmres mis ltos de justiç, solidriedde e iguldde de oportuniddes. Queremos construir s bses pr sustentbilidde fiscl no médio e longo przos, estbelecendo um cenário de mior confinç n economi brsileir, disse. Dilm enftizou que o Executivo vi propor um reform que ltere permnentemente tx de crescimento ds despess primáris. Queremos discutir com o Congresso Ncionl fixção como mets defes do primeiro gru ds prerrogtivs dos mgistrdos e de eleições direts no Tribunl de Justiç de Goiás (TJ- -GO). O trblho que propomos pr Asmego tem como objetivos o reconhecimento do trblho dos mgistrdos goinos e de bndeirs como vlorizção de primeiro gru e lut pel democrtizção do Poder Judiciário, conquist ds eleições direts, descentrlizção d gestão, implementção ds ssembleis virtuis e defes intrnsigente ds prerrogtivs e d independênci dos mgistrdos, firmou. de um limite globl pr o crescimento do gsto primário do governo, pr dr mis previsibilidde à polític fiscl. Previdênci Socil A president Dilm lembrou que um crise é sempre um momento muito doloroso pr ser desperdiçdo. Nesse momento, nos cbe enfrentr o desfio mior pr polític fiscl no Brsil e pr vários píses do mundo, que é sustentbilidde d Previdênci Socil em um contexto de envelhecimento d populção. Segundo el, no no pssdo, Previdênci Socil e os benefícios ssistenciis responderm por 44% do gsto primário do governo. Mntids s regrs tuis de posentdori, esse percentul tende umentr exponencilmente, lertou. Em 2050, o Brsil terá um populção em idde tiv similr à tul. Já populção cim de 65 nos será três vezes mior, exemplificou. A president Dilm destcou que há váris forms de preservr sustentbilidde d Previdênci Socil e que o Executivo vi presentr sus proposts e considerr s demis proposts em todos os foros de debte. Vmos dilogr com sociedde pr encminhr o Congresso Ncionl um propost exequível e just pr os brsileiros; um propost que primore s regrs de posentdori por idde e por tempo de contribuição, pr que se justem, grdulmente, à expecttiv de vid d populção. El enftizou que propost que será encminhd o Congresso terá, como premiss, o respeito os direitos dquiridos e levrá em considerção expecttivs de direitos, envolvendo, portnto, um dequdo período de trnsição. Não queremos e não vmos retirr qulquer direito ds brsileirs e dos brsileiros. Quero ressltr que reform d previdênci não é um medid em benefício do tul governo. Seu impcto fiscl será mínimo no curto przo. A reform d previdênci é um questão de Estdo brsileiro, pois melhorrá sustentbilidde fiscl do Brsil no médio e no longo przo, proporcionndo mior justiç entre s gerções tul e futur e, sobretudo, propicindo um horizonte de estbilidde o Pís. Mrconi recebe Arcebispo uxilir do Pp Frncisco no Plácio ds Esmerlds DE ASSESSORIA DE IMPRENSA DO GOVERNADOR Fotos: Mntovni Fernndes O governdor Mrconi Perillo recebeu, no Plácio ds Esmerlds, no sábdo, di 30, o Arcebispo Dom Ângelo Vicenzo Zni, Secretário d Congregção pr Educção Ctólic do Vticno, crgo do segundo esclão d Snt Sé. Ele está em Goiás com missão de visitr Pontifíci Universidde Ctólic e os colégios ctólicos do Estdo. N convers prticulr, podem ter fldo sobre um possível visit do Pp o Estdo pr inugurção d nov Bsílic de Trindde, previst pr 2018, como está sendo especuld, ms não dintrm nd e té mesmo evitrm flr sobre o ssunto. Juntmente com primeir- -dm, Vléri Perillo, Mrconi, Dom Vicenzo, Dom Wshington Cruz (rcebispo Metropolitno de Goiâni) e membros d cúpul d Igrej Ctólic em Goiás, conversrm sobre importânci d implntção de universiddes ctólics em locis com instbilidde polític e institucionl, como em Mcu e Twin. A guerr em Mcu terminou em prte por cont d instlção d Universidde Ctólic, que judou estbelecer pz no locl, explicou Dom Vicenzo. Mrconi contou sobre vigem que fez à Itáli, nos trás, pr conhecer Clábri, região ntl do bisvô dele. É um lugr belíssimo e muito grdável, firmou o governdor, que disse Dom Vicenzo que quse chmou-se Pulo, por cus do Apóstolo de Jesus. Minh mãe me chmou de Pulo grvidez vid inteir. Escolheu o nome por cus do Apóstolo, ms n hor do registro cbou fzendo um homengem o meu pi, revelou. O governdor vliou como muito positivo o encontro. Foi muito grdável. Flmos bstnte sobre o Pp Frncisco, que é um Pp querido hoje no mundo inteiro. Foi um momento de firmção dest relção de prceri do Governo de Goiás com Igrej Ctólic e, principlmente, com Pontifíci Universidde Ctólic. Prticiprm tmbém do lmoço o ex-secretário d Cs Civil, José Crlos Siqueir, compnhdo d espos; Wolmir Amdo (Reitor d PUC/Goiás); Muricio d Silv Ferreir (Reitor d Universidde Ctólic de Slvdor/ BA); os pró-reitores d PUC/GO e membros d cúpul d Igrej Ctólic no Estdo. A loj de presentes mis complet d cidde e replet de noviddes! Av. Jk Qd. 27 Lt. 02, Jrdim Brsíli, Águs Linds de Goiás

A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA

A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA AUTORES: AMARAL, An Pul Mgno; NETO, Antônio d Luz Cost. E-MAIL: mgno_n@yhoo.com.br; ntonioluzneto@gmil.com INTRODUÇÃO Sendo um desfio ensinr químic pr

Leia mais

Semelhança e áreas 1,5

Semelhança e áreas 1,5 A UA UL LA Semelhnç e áres Introdução N Aul 17, estudmos o Teorem de Tles e semelhnç de triângulos. Nest ul, vmos tornr mis gerl o conceito de semelhnç e ver como se comportm s áres de figurs semelhntes.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

Vem aí, novo curso no Icesp/Promove

Vem aí, novo curso no Icesp/Promove Aem n S Informe Icesp Semnl Ano IV nº 49 11/04/2014 Vem í, novo curso no Icesp/Promove A prtir do segundo semestre de 2014, o ICESP Promove de Brsíli brirá inscrições pr o curso de Tecnologi em Construção

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA: 022 - Progrm Súde d Fmíli 1. Problem: Alto índice de pcientes que visitm unidde Mist de Súde pr trtr de problems que poderim ser resolvidos com visit do médico em su cs.

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA a CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE MEIO AMBIENTE, URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA a CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE MEIO AMBIENTE, URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL 1 N O T A T É C N I C A N º. 0 0 3 / 2 0 0 7 Análise ds demnds identificds ns udiêncis públics do Plnejmento Estrtégico. Construção de plnejmento. 1 JUSTIFICATIVA Após relizção de seis udiêncis públics

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Paulo/SP

WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Paulo/SP WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Pulo/SP PNRS E O WASTE-TO-ENERGY Definições do Artigo 3º - A nov ordenção básic dos processos Ordem de prioriddes do Artigo 9º

Leia mais

PT defende afastamento de Cunha e mudanças na política econômica

PT defende afastamento de Cunha e mudanças na política econômica semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA PROPOSTA DO GOVERNO / Prtidos d Bse PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO do Governo (Mensgem Retifictiv) E / OU ATEMPA / SIMPA Vo t ç ão TEXTO DO CONGRESSO Diverss estrtégis pr tingir s mets Emend 1- exclui

Leia mais

Dia 1 de Outubro Dia Nacional da Água

Dia 1 de Outubro Dia Nacional da Água Divisão de Plnemento Ambientl e Proteção Civil Di 1 de Outubro Di Ncionl d Águ entre 2 mil e 8 mil milhões de pessos té Águ 2050, num momento em que meç do Aquecimento Globl d Terr é um A águ é essencil

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

Marconi se torna principal defensor de Dilma no Estado

Marconi se torna principal defensor de Dilma no Estado semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

Eleições Diretório Acadêmico Fisioterapia

Eleições Diretório Acadêmico Fisioterapia Eleições Está berto o período de inscrição pr s novs chps do Diretório Acdêmico - Gestão 2015 Inscrições: dos dis 17 29 de gosto de 2015 somente pelo e-mil: fisioufu.d.@gmil.com A votção será relizd nos

Leia mais

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA (ABEM) Av. Brsil, 4036 sls 1006/1008 21040-361 Rio de Jneiro-RJ Tel.: (21) 2260.6161 ou 2573.0431 Fx: (21) 2260.6662 e-mil: rozne@bem-educmed.org.br Home-pge: www.bem-educmed.org.br

Leia mais

Quem tem força moral, reputação ilibada e biografia suficientes para atacar minha honra?

Quem tem força moral, reputação ilibada e biografia suficientes para atacar minha honra? semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná ESMAFE/PR Escol d Mgistrtur Federl do Prná Curso Regulr Preprtório pr Crreir d Mgistrtur Federl com opção de Pós-Grdução ltu sensu em Direito Público em prceri com UniBrsil - Fculddes Integrds do Brsil

Leia mais

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do Reltório de tividdes Abril / 2011 Jneiro / 2014 A d UFG/CAC está vinculd à direção do Câmpus e, posteriormente, o Setor de Convênios e Contrtos do Gbinete d Reitori. Tem como função intermedir s relções

Leia mais

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente.

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção U04.6 Urbnísitic EMISSÃO DE LICENÇA ESPECIAL OU COMUNICAÇÃO PRÉVIA PARA OBRAS INACABADAS LISTA DE DOCUMENTOS 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009)

Leia mais

Simbolicamente, para. e 1. a tem-se

Simbolicamente, para. e 1. a tem-se . Logritmos Inicilmente vmos trtr dos ritmos, um ferrment crid pr uilir no desenvolvimento de cálculos e que o longo do tempo mostrou-se um modelo dequdo pr vários fenômenos ns ciêncis em gerl. Os ritmos

Leia mais

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial º semestre de Engenhri Civil/Mecânic Cálculo Prof Olg (º sem de 05) Função Eponencil Definição: É tod função f: R R d form =, com R >0 e. Eemplos: = ; = ( ) ; = 3 ; = e Gráfico: ) Construir o gráfico d

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

Data Tema Objetivos Atividades Recursos

Data Tema Objetivos Atividades Recursos Plno Anul de Atividdes do Pré-Escolr Dt Tem Objetivos Atividdes Recursos Setembro Integrção /dptção ds crinçs -Promover integrção/ (re) dptção ds crinçs á creche; -Proporcionr um mbiente que permit às

Leia mais

Transporte de solvente através de membranas: estado estacionário

Transporte de solvente através de membranas: estado estacionário Trnsporte de solvente trvés de membrns: estdo estcionário Estudos experimentis mostrm que o fluxo de solvente (águ) em respost pressão hidráulic, em um meio homogêneo e poroso, é nálogo o fluxo difusivo

Leia mais

Distritais vão explicar farra da gasolina à Justiça

Distritais vão explicar farra da gasolina à Justiça semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº 5.580 Institui o Plno de Crreir e Vencimentos do Mgistério Público Estdul do Espírito Snto O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Fço sber que Assembléi Legisltiv decretou e eu snciono seguinte

Leia mais

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras Universidde Estdul de Cmpins Fernnd Resende Serrdourd RA: 093739 Disciplin: CS101- Métodos e Técnics de Pesquis Professor: Armndo Vlente Propost de Projeto de Pesquis Liberdde de expressão n mídi: seus

Leia mais

TARIFÁRIO 2016 Operadora Nacional SEMPRE PERTO DE VOCÊ

TARIFÁRIO 2016 Operadora Nacional SEMPRE PERTO DE VOCÊ TARIFÁRIO 2016 Operdor Ncionl SEMPRE PERTO DE VOCÊ 24 HOTÉIS PORTUGAL E BRASIL LAZER E NEGÓCIOS CIDADE, PRAIA E CAMPO Os Hotéis Vil Glé Brsil Rio de Jneiro VILA GALÉ RIO DE JANEIRO 292 qurtos 2 resturntes

Leia mais

Regras. Resumo do Jogo Resumo do Jogo. Conteúdo. Conteúdo. Objetivo FRENTE do Jogo

Regras. Resumo do Jogo Resumo do Jogo. Conteúdo. Conteúdo. Objetivo FRENTE do Jogo Resumo do Jogo Resumo do Jogo Regrs -Qundo for seu turno, você deve jogr um de sus crts no «ponto n linh do tempo» que estej correto. -Se você jogr crt corretmente, terá um crt menos à su frente. -Se você

Leia mais

Barbosa: Política fiscal de Meirelles é mais do mesmo

Barbosa: Política fiscal de Meirelles é mais do mesmo semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Produção Período/Módulo: 6º Período Disciplin/Unidde Curriculr: Simulção de Sistems de Produção

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 004/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

EDITAL/SEE Nº 002/2014

EDITAL/SEE Nº 002/2014 EDITAL/SEE Nº 002/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR/A PROFESSOR/A INDÍGENA DO ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO PARA AS ESCOLAS INDÍGENAS DA REDE ESTADUAL DE

Leia mais

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO 6.1 Recursos de curto przo 6.2 Administrção de disponibiliddes 6.3 Administrção de estoques 6.4 Administrção de conts 6.1 Recursos de Curto Przo Administrção Finnceir e

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA #8. fonte imagem: Google Earth

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA #8. fonte imagem: Google Earth FUNCIONL ENTORNO IDENTIFICR RELÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERNDO OS TRIBUTOS DO LUGR - MSSS EDIFICDS, RELÇÕES DE PROXIMIDDE, DIÁLOGO, INTEGRÇÃO OU UTONOMI O ENTORNO D CSH #9 É COMPOSTO

Leia mais

Professores Edu Vicente e Marcos José Colégio Pedro II Departamento de Matemática Potências e Radicais

Professores Edu Vicente e Marcos José Colégio Pedro II Departamento de Matemática Potências e Radicais POTÊNCIAS A potênci de epoente n ( n nturl mior que ) do número, representd por n, é o produto de n ftores iguis. n =...... ( n ftores) é chmdo de bse n é chmdo de epoente Eemplos =... = 8 =... = PROPRIEDADES

Leia mais

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT GOVERNO FEDERAL COM MAIS CASOS DE CORRUPÇÃO, em Mrço de 2006 - [estimuld e únic, em %] Em 1º lugr Som ds menções Bse: Totl d mostr Collor Lul FHC 11

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295 Anuiddes equivlentes: $480 + $113 + $149 5 9% 5 VPL A (1, 09) $56, 37 A 5 9% 3,88965 5 9% 5 9% AE = = = = $14, 49 = 3,88965 AE B $140 $620 + $120 + 7 9% 7 VPL B (1, 09) $60, 54 = = = 5, 03295 7 9% 7 9%

Leia mais

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS 1 SUMÁRIO I. Administrção Públic... II. Atos Administrtivos... III. Poder de Políci... IV. Serviço Público... V. Responsbilidde Civil do Estdo... VI. Controle d Administrção Públic... 02 09 21 23 25 27

Leia mais

1 ANALISTA DE SISTEMAS 1.1 Cidade de realização das provas: MANAUS/AM 1.1.1 Local de realização das provas:

1 ANALISTA DE SISTEMAS 1.1 Cidade de realização das provas: MANAUS/AM 1.1.1 Local de realização das provas: PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL N.º 7 IPEA, DE 8 DE DEZEMBRO

Leia mais

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama.

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama. Crtilh Explictiv Segurnç pr quem você m. Bem-vindo, novo prticipnte! É com stisfção que recebemos su desão o Fmíli Previdênci, plno desenhdo pr oferecer um complementção de posentdori num modelo moderno

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Técnic de nível médio de Auxilir de Contbilidde

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº.768, DE 5 DE OUTUBRO DE 005 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sus tribuições legis, e considerndo o disposto n Portri MP no 08, de de julho

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Mnul de Operção e Instlção Clh Prshll MEDIDOR DE VAZÃO EM CANAIS ABERTOS Cód: 073AA-025-122M Rev. B Novembro / 2008 S/A. Ru João Serrno, 250 Birro do Limão São Pulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Nossos prceiros Pel trnsprênci e qulidde d plicção dos recursos públicos Ilh Solteir, 17 de jneiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Ao Exmo. Sr. Alberto dos Sntos Júnior Presidente d Câmr Municipl de Ilh

Leia mais

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa.

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa. Av. Fernndo Ferrri, 514 Vitóri ES CEP: 29.075-910 Cmpus de Goibeirs Tel/Fx: +55 (27) 4009-7657 E-mil: ppghis.ufes@hotmil.com http://www.histori.ufes.br/ppghis EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ALUNO ESPECIAL

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 12:45 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

Operadores momento e energia e o Princípio da Incerteza

Operadores momento e energia e o Princípio da Incerteza Operdores momento e energi e o Princípio d Incertez A U L A 5 Mets d ul Definir os operdores quânticos do momento liner e d energi e enuncir o Princípio d Incertez de Heisenberg. objetivos clculr grndezs

Leia mais

INFLUÊNCIA DO CLIMA (EL NIÑO E LA NIÑA) NO MANEJO DE DOENÇAS NA CULTURA DO ARROZ

INFLUÊNCIA DO CLIMA (EL NIÑO E LA NIÑA) NO MANEJO DE DOENÇAS NA CULTURA DO ARROZ INFLUÊNCIA DO CLIMA (EL NIÑO E LA NIÑA) NO MANEJO DE DOENÇAS NA CULTURA DO ARROZ Ricrdo S. Blrdin Mrcelo G. Mdlosso Mônic P. Debortoli Giuvn Lenz. Dep. Defes Fitossnitári - UFSM; Instituto Phytus. Em nos

Leia mais

Semana Epidemiológica de Início de Sintomas

Semana Epidemiológica de Início de Sintomas Boletim Epidemiológico Volume 46 N 3-2015 Secretri de Vigilânci em Súde Ministério d Súde ISSN 2358-9450 Monitormento dos csos de dengue e febre de chikunguny té Semn Epidemiológic (SE) 53 de 2014 Dengue

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA : 15 Mnutenção e Revitlizção do Ensino Infntil FUNDEB 40% 1. Problem: O município possui pens dus escol que oferece ensino infntil e não tende tod demnd.

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ESOLA SEUNDÁRIA DR. JOAQUIM DE ARVALHO, FIGUEIRA DA FOZ PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015-2016 [Escrev texto] Págin 0 B I B L I O T E A E S O L A R PLANO ANUAL DE TRABALHO/ATIVIDADES A urrículo, litercis

Leia mais

TRIGONOMETRIA. A trigonometria é uma parte importante da Matemática. Começaremos lembrando as relações trigonométricas num triângulo retângulo.

TRIGONOMETRIA. A trigonometria é uma parte importante da Matemática. Começaremos lembrando as relações trigonométricas num triângulo retângulo. TRIGONOMETRIA A trigonometri é um prte importnte d Mtemátic. Começremos lembrndo s relções trigonométrics num triângulo retângulo. Num triângulo ABC, retângulo em A, indicremos por Bˆ e por Ĉ s medids

Leia mais

EXPO ENERGIA LUSOFONIA PROGRAMA PRELIMINAR

EXPO ENERGIA LUSOFONIA PROGRAMA PRELIMINAR A PROGRAMA PRELIMINAR ALTO PATROCÍNIO ECONOMIA DIPLOMACIA AMBIENTE CIDE ANFITRIÃ PATROCÍNIOS ORGANIZAÇÃO ENQUADRAMENTO Portugl pltform intercontinentl e polo de inovção Portugl tem de conseguir cpitlizr

Leia mais

Desenvolvendo novas ferramentas pedagógicas para a formação de gestores de parques nacionais: jogos de papéis e simulação informática.

Desenvolvendo novas ferramentas pedagógicas para a formação de gestores de parques nacionais: jogos de papéis e simulação informática. Desenvolvendo vs ferrments pedgógics pr formção gestores prques ncionis: jogos ppéis e simulção informátic 1 Equipe Jen-Pierre Briot (LIP6 & LES/DI/PUC-Rio) (coorndor) Mrt Irving (EICOS/IP/UFRJ) (vice-coorndor)

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brsil CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brsíli DF Ferrments e Metodologis d OIT pr Promover Investimentos Públicos

Leia mais

Recordando produtos notáveis

Recordando produtos notáveis Recordndo produtos notáveis A UUL AL A Desde ul 3 estmos usndo letrs pr representr números desconhecidos. Hoje você sbe, por exemplo, que solução d equção 2x + 3 = 19 é x = 8, ou sej, o número 8 é o único

Leia mais

Comportamento de RISCO

Comportamento de RISCO Comportmento de RISCO SEXO e um responsilidde Aprtment203/1016YA FCRISKY Cred Progrm Ncionl De Lut Contr SIDA Poe seguinte list por ordem, do comportmento mis seguro pr o mis rriscdo c d Ter vários prceiros

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenção/Colegido o(s) qul(is) será vinculdo: Engenhris Curso (s) : Engenhris Nome do projeto: MtLb Aplicdo n Resolução de Sistems Lineres.

Leia mais

Presidente Michel Temer orienta ministros a concluírem obras em andamento

Presidente Michel Temer orienta ministros a concluírem obras em andamento semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associd Associd Associd Imprens Impren Imprens s

Leia mais

3. Cálculo integral em IR 3.1. Integral Indefinido 3.1.1. Definição, Propriedades e Exemplos

3. Cálculo integral em IR 3.1. Integral Indefinido 3.1.1. Definição, Propriedades e Exemplos 3. Cálculo integrl em IR 3.. Integrl Indefinido 3... Definição, Proprieddes e Exemplos A noção de integrl indefinido prece ssocid à de derivd de um função como se pode verificr prtir d su definição: Definição

Leia mais

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010.

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010. DECRETO Nº 27631 de 22 de bril de 2010. Regulment Períci Médic e Ocupcionl dos servidores municipis d Prefeitur de Gurulhos. SEBASTIÃO DE ALMEIDA, PREFEITO DA CIDADE DE GUARULHOS, no uso de sus tribuições

Leia mais

Resumo Executivo. Violência contra a mulher

Resumo Executivo. Violência contra a mulher S T U L s R E K Q F zs B x f b w s X R e R y P Z K O q u A r G J M e z YLU E p z P c o Resumo Executivo iolênci contr mulher estudo revel predominânci de viés policilesco n cobertur noticios do tem Estudo

Leia mais

1. VARIÁVEL ALEATÓRIA 2. DISTRIBUIÇÃO DE PROBABILIDADE

1. VARIÁVEL ALEATÓRIA 2. DISTRIBUIÇÃO DE PROBABILIDADE Vriáveis Aletóris 1. VARIÁVEL ALEATÓRIA Suponhmos um espço mostrl S e que cd ponto mostrl sej triuído um número. Fic, então, definid um função chmd vriável letóri 1, com vlores x i2. Assim, se o espço

Leia mais

Aprimorando os Conhecimentos de Mecânica Lista 7 Grandezas Cinemáticas I

Aprimorando os Conhecimentos de Mecânica Lista 7 Grandezas Cinemáticas I Aprimorndo os Conhecimentos de Mecânic List 7 Grndezs Cinemátics I 1. (PUCCAMP-98) Num birro, onde todos os qurteirões são qudrdos e s rus prlels distm 100m um d outr, um trnseunte fz o percurso de P Q

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS LICITAÇÕES HOMOLOGADAS NO MÊS DE FEVEREIRO/2014

DEMONSTRATIVO DAS LICITAÇÕES HOMOLOGADAS NO MÊS DE FEVEREIRO/2014 ESTDO D BHI PREFEITUR MUNICIPL DE QUIJINGUE PODER EXECUTIVO MUNICIPL COMISSÃO DE LICITÇÃO DEMONSTRTIVO DS LICITÇÕES HOMOLOGDS NO MÊS DE FEVEREIRO/2014 Órgão/Entidade: PREFEITUR MUNICIPL DE QUIJINGUE Exercício:

Leia mais

EQUAÇÕES INTENSIDADE / DURAÇÃO / PERÍODO DE RETORNO PARA ALTO GARÇAS (MT) - CAMPO ALEGRE DE GOIÁS (GO) E MORRINHOS (GO)

EQUAÇÕES INTENSIDADE / DURAÇÃO / PERÍODO DE RETORNO PARA ALTO GARÇAS (MT) - CAMPO ALEGRE DE GOIÁS (GO) E MORRINHOS (GO) ABES - Associção Brsileir de Engenhri Snitári e Ambientl V - 002 EQUAÇÕES INTENSIDADE / DURAÇÃO / PERÍODO DE RETORNO PARA ALTO GARÇAS (MT) - CAMPO ALEGRE DE GOIÁS (GO) E MORRINHOS (GO) Alfredo Ribeiro

Leia mais

Cargos/Áreas Candidatos Locais. Todos os candidatos inscritos para o cargo de Auxiliar de Enfermagem Urgência e Emergência

Cargos/Áreas Candidatos Locais. Todos os candidatos inscritos para o cargo de Auxiliar de Enfermagem Urgência e Emergência PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, DE NÍVEL MÉDIO E DE NÍVEL FUNDAMENTAL EDITAL N.º 7/2004 SMS,

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP VESTIBULAR 2012 1 a Fase RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP VESTIBULAR 2012 1 a Fase RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP VESTIBULAR 01 1 Fse Prof. Mri Antôni Gouvei. QUESTÃO 83. Em 010, o Instituto Brsileiro de Geogrfi e Esttístic (IBGE) relizou o último censo populcionl brsileiro, que mostrou

Leia mais

EDITAL 001/2013 - EADUnC

EDITAL 001/2013 - EADUnC EDITAL 001/2013 - EADUnC O Reitor d Universidde do Contestdo-UnC, de cordo com o disposto no Regimento, fz sber, trvés do presente Editl, que estrão berts inscrições e mtriculs pr ingresso nos Cursos de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA CAPÃO REDONDO Ru Lubvitch, 64 01123010 Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: 11 3361 4976 www.poiesis.org.br TRIluminção Técnic ArenCPR ÍNDICE DO TERMO

Leia mais

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C.

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C. As grndezs A, B e C são tis que A é diretmente proporcionl B e inversmente proporcionl C. Qundo B = 00 e C = 4 tem-se A = 5. Qul será o vlor de A qundo tivermos B = 0 e C = 5? B AC Temos, pelo enuncido,

Leia mais

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de ANEXO II EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES QUADRO DE VAGAS REMANESCENTES PARA O PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES FORMADORES ÁREA DA PESQUISA EMENTA EIXO

Leia mais

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS O coordendor dos projetos de pesquis e desenvolvimento institucionl nº 034280, 042571, 042576, torn públic bertur de inscrições pr seleção de lunos dos cursos de grdução

Leia mais

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis Crid pel Lei Estdul nn 2. 766/63 CNPJ.: 21.420.85610001-96 - lrrsc Estdul. ISENTA Entidde M ntenedor do Grupo Educcionl Uni: Centro Universitdrio do Sul d Mins - UNIS Fculdde Bum- FABE Fculdde Três Ponts

Leia mais

!!!!!! Este programa foi desenvolvido pelo Departamento dos ministérios da Criança a partir das propostas de textos das palestras para os adultos.!

!!!!!! Este programa foi desenvolvido pelo Departamento dos ministérios da Criança a partir das propostas de textos das palestras para os adultos.! Este progrm foi desenvolvido pelo Deprtmento dos ministérios d Crinç prtir ds proposts de textos ds plestrs pr os dultos. Nots importntes pr o Monitor: Sempre que ler um texto bíblico, fç-o com Bíbli bert.

Leia mais

Lucrará mais quem apostar no País, afirma Dilma ao lançar programa de investimento de R$ 198,4 bi

Lucrará mais quem apostar no País, afirma Dilma ao lançar programa de investimento de R$ 198,4 bi Vmos experimentr o pequi com rroz de Goiás? Cheg do cfé com leite do eixo sul... Págin 2 semnário Imprens Associd Associd Imprens Imprens Imprens Associ Associd Associd Imprensd Imprens Imprens Associd

Leia mais

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES ano 6 nº 43 setembro de 2013 www.cut.org.br

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES ano 6 nº 43 setembro de 2013 www.cut.org.br CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES no 6 nº 43 setembro de 2013 www.cut.org.br R Ex-presidentes d CUT flm ds luts e desfios pr os próximos nos Págin 2 Do Conclt o PL 4330: Luts e conquists d Centrl Págins

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Sntn de Prníb Áre de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curriculr: LNR Legislção e Norms Regulmentodors

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL 1. DO PROGRAMA 1.1. O PSG destin-se pessos de bix rend cuj rend fmilir mensl per cpit não ultrpsse 2 slários mínimos federis,

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito ns melhores fculddes IBMEC 03/junho/007 ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA DISCUSIVA 01. O dministrdor de um boliche pretende umentr os gnhos com sus pists. Atulmente, cobr $ 6,00 por um hor

Leia mais

construindo agenda 21 na comunidade escolar

construindo agenda 21 na comunidade escolar construindo gend 21 n comunidde escolr Governo do Estdo d Bhi Secretri d Educção Construindo Agend 21 n Comunidde Escolr Bhi Governdor do Estdo d Bhi Jques Wgner Secretário d Educção do Estdo d Bhi Osvldo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO/2006 RESOLUÇÃO 1. Braz Moura Freitas, Margareth da Silva Alves, Olímpio Hiroshi Miyagaki, Rosane Soares Moreira Viana.

PROCESSO SELETIVO/2006 RESOLUÇÃO 1. Braz Moura Freitas, Margareth da Silva Alves, Olímpio Hiroshi Miyagaki, Rosane Soares Moreira Viana. PROCESSO SELETIVO/006 RESOLUÇÃO MATEMÁTICA Brz Mour Freits, Mrgreth d Silv Alves, Olímpio Hiroshi Miygki, Rosne Sores Moreir Vin QUESTÕES OBJETIVAS 0 Pr rrecdr doções, um Entidde Beneficente usou um cont

Leia mais

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS (FINEP) CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA NOS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO EDITAL Nº 7 FINEP, DE 29 DE JULHO

Leia mais

Memória da 41ª Reunião do Comitê Gestor de Capacitação CGCAP 25/5/2015

Memória da 41ª Reunião do Comitê Gestor de Capacitação CGCAP 25/5/2015 Memóri d 41ª Reunião do Comitê Gestor de Cpcitção CGCAP 25/5/2015 Às quinze hors e vinte minutos do di vinte e cinco de mio de dois mil e quinze, presentes André de Mrque, Helen Arujo, Erismr Noves, Crl

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CXLV 243 Brsíli - DF, segund-feir, 15 de dezembro de 2008. Sumário PÁGINA Atos do Poder Judiciário... 1 Atos do Poder Executivo... 1 Presidênci d Repúblic... 104 Ministério d Agricultur,

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO ESTDO D PRIB PREFEITUR MUNICIPL DE LGO SEC GBINETE DO PREFEITO Lei nº 117/20, de 31 de dezembro de 20 INSTITUI O CENTRO DE TENÇÃO PSICOSSOCIL NO MUNICÍPIO DE LGO SEC-PB, CRI CRGOS DE PROVIMENTO EFETIVO

Leia mais

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Oportunidde de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Mio/2007 1 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Prestção de Serviço Conversão de motores utomotivos (GNV) DESCRIÇÃO: Oficin pr montgem de Kit

Leia mais

Rolamentos com uma fileira de esferas de contato oblíquo

Rolamentos com uma fileira de esferas de contato oblíquo Rolmentos com um fileir de esfers de contto oblíquo Rolmentos com um fileir de esfers de contto oblíquo 232 Definições e ptidões 232 Séries 233 Vrintes 233 Tolerâncis e jogos 234 Elementos de cálculo 236

Leia mais

a) sexto b) sétimo c) oitavo d) nono e) décimo

a) sexto b) sétimo c) oitavo d) nono e) décimo 1 INSPER 16/06/013 Seu Pé Direito ns Melhores Fculddes 1. Nos plnos seguir, estão representds dus relções entre s vriáveis x e y: y = x e y = x, pr x 0.. Em um sequênci, o terceiro termo é igul o primeiro

Leia mais

O sistema de cotas no Brasil: um estudo de caso na Universidade Estadual do Norte Fluminense -UENF

O sistema de cotas no Brasil: um estudo de caso na Universidade Estadual do Norte Fluminense -UENF O sistem de cots no Brsil: um estudo de cso n Universidde Estdul do Norte Fluminense -UENF Ludmil Gonçlves d Mtt Doutor em Sociologi Polític Professor do Mestrdo em Plnejmento Regionl e Gestão de Ciddes

Leia mais

ESTUDO COM ALUNOS DO CEFET BAMBUÍ SOBRE ENERGIA ELÉTRICA E MEIO AMBIENTE, PROPONDO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

ESTUDO COM ALUNOS DO CEFET BAMBUÍ SOBRE ENERGIA ELÉTRICA E MEIO AMBIENTE, PROPONDO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL I Jornd Científic e VI FIP do CEFET Bmuí Bmuí/MG - 8 ESTUDO COM LUNOS DO CEFET BMBUÍ SOBRE ENERGI ELÉTRIC E MEIO MBIENTE, PROPONDO EDUCÇÃO MBIENTL Bárr níl de OLIVEIR (); Ronilson Rodrigues COST (); Chrles

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO

PLANO ANUAL DE TRABALHO PLANO ANUAL DE TRABALHO DE ARAUCÁRIA 06 smed@rucri.pr.gov.br 1 1. APRESENTAÇÃO O Conselho Municipl de Educção CME de Arucári, crido nos termos d Lei Municipl nº 1.527/04, de 02 de novembro de 04, é o órgão

Leia mais

1 Fórmulas de Newton-Cotes

1 Fórmulas de Newton-Cotes As nots de ul que se seguem são um compilção dos textos relciondos n bibliogrfi e não têm intenção de substitui o livro-texto, nem qulquer outr bibliogrfi. Integrção Numéric Exemplos de problems: ) Como

Leia mais

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 A FACULDADE DE TECNOLOGIA MACHADO DE ASSIS FAMA, trvés d Comissão do Processo Seletivo COPS, comunic os interessdos bertur ds inscrições o PROCESSO SELETIVO pr ingresso nos

Leia mais