1. O QUE É O WOMENCHANGEMAKERS?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. O QUE É O WOMENCHANGEMAKERS?"

Transcrição

1

2 Page 2

3 1. O QUE É O WOMENCHANGEMAKERS? Criado em 2010 e lançado em 2011 pela Womanity Foundation, o WomenChangeMakers (WCM) é um programa de Fellowship que seleciona, apoia e conecta empreendedores sociais que lidam com o papel da mulher na sociedade. O modelo WCM foi inspirado na experiência mundial da Ashoka em promover o progresso através de empreendedores sociais. A sua singularidade reside em dar ênfase a empreendedores sociais que trabalham pelo empoderamento da mulher e que estão preparados para aumentar a escala de suas iniciativas, uma vez comprovado o sucesso de seu modelo. O WCM se destaca, também, pela capacidade de mobilizar apoio para os seus Fellows, os empreendedores sociais membros do Programa, majoritariamente junto a profissionais do setor empresarial. O WCM oferece aos seus Fellows três anos de apoio ativo e customizado para o fortalecimento das capacidades das suas organizações, assim como acesso vitalício à rede WCM como Alumni. O Fellowship proporciona acesso a profissionais que oferecem apoio em áreas-chave previamente identificadas, de maneira a ajudar as organizações dos Fellows a aumentarem a sua escala de forma exitosa e/ou replicar o empreendimento com o objetivo final de ampliar a sua contribuição para um progresso social duradouro. Além disso, a equipe WCM auxilia os Fellows a identificarem parcerias e oportunidades de financiamento. O programa encontra-se em seu quarto ano de implementação. Os primeiros Fellows foram escolhidos no Brasil em agosto de 2011 e na Índia em abril de O programa continua a oferecer apoio para os Fellows de primeira e de segunda geração, levando em conta as suas características específicas, estágio de desenvolvimento e contextos. Em 2015, os Fellows de primeira geração completarão o programa e se formarão, tornando-se Alumni WCM, enquanto já se tem planejada outra rodada do processo de seleção para a escolha dos Fellows de terceira geração, tanto na Índia quanto no Brasil. Página 3

4 1.1 O APOIO WCM Os parceiros profissionais do WCM oferecem apoio a cada um dos Fellows WCM na forma de consultorias, treinamento e outros serviços profissionais especializados em áreas como: Gestão do negócio Desenvolvimento e apoio para a implementação de estratégias e planos de ação para o crescimento; desenvolvimento de modelos de financiamento, etc. Tecnologias da informação e comunicação Gestão de dados, de informações e do conhecimento; aprimoramento de processos operacionais com soluções de TI. Recursos humanos Formação de equipes; gestão de talentos; desenvolvimento de capacidades; treinamento de lideranças; planejamento da sucessão; aperfeiçoamento de práticas de RH. Comunicações e RP Relações públicas; marketing; estratégias de comunicação interna e externa. Apoio Jurídico Auditorias jurídicas; revisão de procedimentos; estrutura jurídica; assistência jurídica ad-hoc; aconselhamento geral sobre o cumprimento da legislação; apoio para uma melhor aderência a políticas e regulamentos. Monitoramento, avaliação e elaboração de relatórios Tem como alvo o impacto qualitativo; criação de indicadores de sucesso; abordagem de desafios para a melhoria de processos futuros; apoio em atividades de M&A. Página 4

5 2. QUEM SÃO OS FELLOWS, QUAIS SÃO AS SUAS MISSÕES E COMO VÊM AUMENTANDO A ESCALA DO SEU IMPACTO? Até o presente, o WCM trabalhou com duas gerações de Fellows. As da primeira geração são Alice Freitas, da Rede Asta (Brasil) e Safeena Husain, da Educate Girls (Índia). A segunda geração inclui Maria Beatriz Bia Kern, da Mulher em Construção; Panmela Castro, da Rede Nami (Brasil); Chandra Shekhar Gosh, da Bandhan Konnagar (Índia); e Neelam Chhiber, da Industree Foundation (Índia). Esta seção descreve os seus projetos e ações e as atividades desenvolvidas sob o Fellowship do WCM. 2.1 FELLOWS DE PRIMEIRA GERAÇÃO Rede Asta Alice Freitas, Fundadora e Diretora Executiva da Rede Asta, foi selecionada para ser Fellow WCM no Brasil em agosto de A iniciativa foi fundada em 2005 com a missão de contribuir para a redução da desigualdade social no país. A Rede Asta é um negócio social que ajuda a fortalecer empresas de produção lideradas por artesãs da base da pirâmide, proporcionando-lhes acesso ao mercado, conhecimento e a formação de redes e contatos. Constrói pontes entre microempresas e o mercado estimulando a cadeia produtiva; sensibilizando o consumidor sobre a produção inclusiva; e espalhando os conceitos de comércio justo e de economia solidária com a visão de fazer do consumidor uma ferramenta para a inclusão social e econômica. COMO A REDE ASTA VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? Em 2014, a Rede Asta abriu uma nova loja em Ipanema (Rio de Janeiro), uma privilegiada localização comercial. Isso ajudará a Asta a construir a sua marca e reputação na cidade e alcançar uma base de consumidores mais ampla. Além disso, as vendas da Asta cresceram 9% enquanto a economia brasileira cresceu apenas 0,6%; houve um crescimento de 31% no número de grupos produtivos; e a organização gerou R$512 mil em rendimentos para os grupos produtivos contra R$436 mil em 2013 (17%). Nos últimos seis meses, a Rede Asta se concentrou em aumentar as vendas. O crescimento de quase 9% nas vendas dos seus grupos produtivos em 2014 foi limitado pela estagnação econômica do país. Página 5

6 Como forma de estimular o crescimento das vendas, a Rede Asta lançou um projeto com a APEX-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) em A APEX-Brasil, que oferece apoio a marcas brasileiras para a sua venda em mercados internacionais, vem auxiliando a Rede Asta a tornar-se exportadora. A primeira iniciativa bem-sucedida consistiu na oferta de duas mil almofadas a compradores internacionais durante a Copa do Mundo. Agora, a APEX-Brasil contribuirá com a sua estratégia, conhecimento e conexões para tornar os produtos da Rede Asta aptos para a exportação, uma contribuição bem-vinda dado o cenário de deterioração da economia brasileira. Além disso, no contexto da sua colaboração com a Coca Cola, os designers da Rede Asta criaram uma coleção exclusiva usando materiais reciclados, trabalhando com 12 grupos produtivos. Esses produtos foram oferecidos através de canais de venda mais amplos, como o site da Rede Asta e o seu catálogo virtual. O segmento Asta para Empresas recebeu dois pedidos extremamente importantes da L Oréal e da L Occitane (dez mil sacolas a serem presenteadas a consumidores que comprassem mais de R$250,00 em suas lojas no Brasil). As sacolas foram confeccionadas por mais de um grupo produtivo ao mesmo tempo. Esses pedidos deram à Rede Asta o conhecimento e a experiência necessários para começar uma rede produtiva, ex.: a colaboração entre vários grupos de artesãos num único projeto. COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA REDE ASTA? Áreas prioritárias da assistência técnica oferecida pelos Parceiros do Programa WCM em apoio ao crescimento da Rede Asta: Gestão do Negócio - Marketing & Vendas (Parceira: Accenture) A Accenture apoiou a Rede Asta com base num plano inicial de estratégia de apoio e de engajamento. Em 2014, a ADP fez um diagnóstico da organização e das suas principais necessidades tecnológicas e recomendou as melhores soluções de TI para o gerenciamento de dados e o aprimoramento das operações A Chanel Brasil, através da Chanel Paris, vem revisando o design, o branding e o marketing da Rede Asta, proporcionando assessoria especializada nessa área. Comunicação e RP (Parceira: Francesca Versace) Francesca Versace desenhou uma linha exclusiva de novos produtos confeccionados pelas artesãs da Rede Asta que teve um grande impacto em termos de cobertura de mídia e de valorização da marca. Recursos Humanos (Parceira: Egon Zehnder International) O WCM continua a trabalhar com Maitée Camargo, da Egon Zehnder International (EZI) para oferecer apoio na área de recrutamento e gestão. Maitée Camargo trabalhou pro bono com a Rede Asta na elaboração de um relatório de Recursos Humanos. Página 6

7 Além do apoio técnico recebido dos Parceiros do Programa, a equipe WCM criou oportunidades de redes, parcerias e financiamentos junto a organizações aliadas: O WCM facilitou o diálogo entre a Rede Asta e Roberto Patriarca, do Banco UBS no Brasil. Juntos, trabalharão num programa de voluntariado e já organizaram um bazar de Natal que vendeu R$1500 em um único dia, incrementando enormemente as vendas e o reconhecimento da marca. A Fundação Chanel estendeu a sua doação para 2015 para apoiar o crescimento da Rede Asta. Educate Girls Safeena Husain é a primeira Fellow WCM da Índia, tendo sido selecionada em abril de É Fundadora e Diretora Executiva da Educate Girls. Fundada em 2005, a Educate Girls (EG) desenvolveu um completo modelo para a reforma escolar que alavanca os recursos existentes no governo, nos vilarejos e nas escolas dando à comunidade domínio sobre a reforma escolar e a educação de meninas. O programa garante que governos locais, professores, pais e as próprias alunas se tornem participantes ativos do processo, operando de maneira independente na governança escolar até mesmo com o término do programa da EG. A EG vem construindo, ativamente, um quadro de líderes jovens baseados nos vilarejos, chamados de Team Ballika, para serem defensores da educação de meninas e catalizadores da reforma escolar. O Team Ballika trabalha dentro das escolas, assim como nas comunidades, espalhando a sensibilização sobre a educação de meninas para aumentar as matrículas, a retenção e melhorar os resultados de aprendizagem para todas as meninas. COMO A EG VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? Atualmente, a EG tem presença programática (concentrando-se na matrícula, na retenção de alunas meninas e nos resultados da aprendizagem infantil) em seis distritos no Rajastão onde é crítica a disparidade entre os gêneros, ex.: Pali, Jalore, Sirohi, Ajmer, Bundi e Rajsamand. A EG caminha em direção ao seu alvo de expansão para 15 distritos onde há grande disparidade entre os gêneros até 2018 impactando, assim, quatro milhões de crianças. Em 2014, a expansão da EG para três novos distritos acrescentou mais meio milhão de crianças ao programa, elevando a base cumulativa de beneficiários para 1,1 milhões. Em 2014, a EG incorporou o rastreamento móvel como parte da sua avaliação de impacto. Consequentemente, todos os vilarejos e escolas incluídos na intervenção programática foram geomarcados, aperfeiçoando a coleta e a análise de dados da EG e, consequentemente, melhorando o monitoramento e a avaliação. Página 7

8 Além disso, durante 2014, a EG incorporou a Aprendizagem e Ensino Criativos (AEC), uma pedagogia com base em atividades, lançada em sala de aula por um período de 12 semanas como parte do seu empenho em melhorar os resultados de aprendizagem das crianças. A EG resolveu estender o programa para 24 semanas a partir de Finalmente, durante 2014, Safeena e a EG receberam os prêmios USAID Millennium Alliance Award (USD 170 mil), o Stars Impact Award (USD 120 mil) e o WISE Award (USD 20 mil). COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA EG? Com o WCM, determinadas áreas foram priorizadas para apoiar o crescimento da Educate Girls: Este é um apanhado geral do engajamento dos parceiros profissionais do WCM na Índia com a EG, de julho a dezembro de 2014, e que permite à organização consolidar as suas atividades principais, aumentar a escala do seu modelo de intervenção e organizar processos internos: Gestão do Negócio, Comunicações & Integração (Parceira: APCO Worldwide) Educate Girls O compromisso da APCO Worldwide (uma agência de recursos em comunicação) de produzir um estudo sobre oportunidades de parceria para a EG continua a ajudá-la a criar estratégias de abordagem para parcerias viáveis, tanto para a expansão do programa quanto para criar alianças para as áreas programáticas atuais. Além disso, a APCO ajudou a EG a desenvolver as habilidades da equipe para a pesquisa de base governamental, usando pesquisas secundárias para identificar programas-chave dentro do governo indiano com os quais a organização poderia se aliar, além de estratégias para abordá-los. Recursos Humanos (Parceira: Mercuri Urval) A Mercuri Urval continua o seu engajamento com a EG para desenvolver as capacidades e os processos dos recursos humanos da organização. A Mercuri se comprometeu em consolidar um manual de gerenciamento de RH para a EG descrevendo para os funcionários, com detalhes, gestão de equipe, valores fundamentais e princípios norteadores. Além disso, a Mercuri Urval ajudou a EG a atualizar a sua estrutura organizacional esclarecendo papéis, responsabilidades e o escopo das funções dos membros da equipe. Página 8

9 2.2 FELLOWS DE SEGUNDA GERAÇÃO BRASIL Mulher em Construção COMO A MEC VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? Maria Beatriz (Bia) Kern, Fundadora e Diretora da Mulher em Construção (MEC), de Canoas, Rio Grande do Sul, foi selecionada para ser Fellow WCM em dezembro de 2013 devido ao seu trabalho inovador pelo empoderamento das mulheres e por ajudá-las a melhorar a sua posição dentro da comunidade. A MEC já treinou mais de mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica e de violência doméstica no sul do Brasil em especialidades da construção civil como pedreiras, azulejistas, pintoras, eletricistas, encanadoras, etc. além de reparos domésticos, aumentando radicalmente a sua empregabilidade e renda. No semestre passado, a MEC matriculou 400 mulheres em seus cursos. Bia Kern calcula que pessoas tenham sido diretamente beneficiadas pelo trabalho da MEC desde A organização busca apoiar pelo menos mulheres por ano através de seus cursos. Hoje, a MEC está presente na zona metropolitana de Porto Alegre e no litoral do Rio Grande do Sul. Nos próximos três anos, a organização pretende treinar mulheres por ano, em diversos estados brasileiros e ajudar pelo menos 40% de suas formandas capacitadas a encontrarem trabalho estável na construção civil e 28% a criarem o próprio negócio. COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA MULHER EM CONTRUCÃO? Áreas prioritárias da assistência técnica oferecida pelos Parceiros de Programa do WCM, de maneira a apoiar o crescimento da MEC: Gestão do Negócio - Marketing & Vendas (Parceiras: Consultoras Independentes: Daniela Plesnik e Reza Shahcheraghi) Daniela Plesnik, colaboradora da Deloitte, vem mentorando e assistindo Bia Kern. Através de coaching, tem ajudado Bia Kern a ter uma melhor compreensão do valor do trabalho da sua organização, da importância de estruturá-la melhor e a ter uma abordagem mais proativa com relação à sua atividade principal. Além disso, o WCM está contratando um renomado consultor de negócios e de estratégia, Reza Shahcheraghi (ex-consultor McKinsey), para desenvolver um plano que auxilie a expansão e o fortalecimento da organização. Página 9

10 Apoio Jurídico (Parceira: parceiros jurídicos da Thomson Reuters Foundation no Brasil) O WCM ajudou a MEC a submeter uma candidatura bem-sucedida para a Thomson Reuters Foundation. Com a aprovação da solicitação, a MEC receberá apoio na forma de aconselhamento jurídico gratuito durante todo o seu processo de expansão e além. Monitoramento, avaliação e elaboração de relatórios (Parceiras: ZIGLA e Universidade de St. Gallen) Depois de apoiar a MEC a aprimorar o seu sistema de monitoramento e avaliação (M&A), o que ajudou a organização a aperfeiçoar as ferramentas desenhadas para medir o seu impacto, a equipe da ZIGLA vem instalando soluções tecnológicas para rastrear um conjunto de indicadores com um sistema de relacionamento com o consumidor (CRM, Salesforce). Com isso, a MEC dá um enorme passo para a consolidação de seus dados de impacto num único lugar, o que logo permitirá a organização analisar seu impacto com precisão. Para consolidar a área de apoio ao M&A, o WCM facilitou uma parceria com a Universidade de St. Gallen, através da qual um pesquisador vem trabalhando com a MEC há dois meses para analisar o impacto socioeconômico de seu trabalho. A colaboração será finalizada em maio de Uma das metas é mostrar como a diversidade de gênero melhora um canteiro de obras, o que dará ainda mais argumentos para a MEC em prol do seu programa. Além do apoio técnico recebido dos Parceiros do Programa, a equipe WCM criou oportunidades de redes e contatos, parcerias e financiamento junto a organizações aliadas para a MEC: Através de uma conexão facilitada pelo WCM, a MEC teve um projeto de USD 10 mil aprovado pela Brazil Foundation (dezembro de 2014) para treinar 100 mulheres em técnicas de construção no Rio Grande do Sul. Página 10

11 Rede Nami Panmela Castro é fundadora e Presidente da Nami Rede Feminista de Arte Urbana no Rio de Janeiro, tornando-se Fellow WCM em dezembro de A organização de Panmenla, a Rede Nami, é uma rede de artistas mulheres urbanas baseada no Rio de Janeiro, que se dedica à desigualdade de gênero através da arte, campanhas e oficinas de grafitagem. A Rede Nami organiza oficinas, ensinando sobre a violência contra mulheres e meninas e instruindo participantes na arte da grafitagem como ferramenta de advocacy. A Rede Nami também ensina grafitagem para jovens de talento, oferecendo-lhes oportunidades econômicas na área, antes dominada por homens. A Rede Nami organiza as atividades num grupo de estudos sobre a arte urbana com 180 integrantes, concentrando-se nas artes urbanas e no compartilhamento de experiências intelectuais. COMO A REDE NAMI VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? Com as suas oficinas, a Rede Nami treinou jovens entre os 14 e 19 anos em 2014 a agirem e a expressarem as suas opiniões com relação às questões de gênero. Além disso, no segundo semestre, a Rede Nami exibiu as obras de arte criadas durante o treinamento e atingiu 50 mulheres com uma oficina de grafitagem no contexto da iniciativa Pequim+20. COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA REDE NAMI? Áreas prioritárias da assistência técnica oferecida pelos Parceiros do Programa WCM de maneira a apoiar o crescimento da Rede Nami: Gestão do Negócio - Marketing & Vendas (Parceira: Reza Shahcheraghi, Consultora Independente) A Rede Nami vem trabalhando com um ex-consultor da McKinsey, Reza Shahcheraghi, no desenvolvimento do seu modelo e da sua estratégia de negócios visando consolidar a organização. O objetivo dessa consultoria intensiva é elaborar uma estratégia de longo-prazo, tornando a Rede Nami sustentável ao longo do tempo, fortalecendo o seu objetivo e impacto. Página 11

12 Além do apoio técnico recebido dos Parceiros do Programa, a equipe WCM criou oportunidades de redes e contatos, de parcerias e de financiamento junto a organizações aliadas para a Rede Nami: Como resultado da reunião de parceiros WCM (realizada em São Paulo em setembro de 2014), a Fundação Ford aprovou USD 100 mil para um projeto chamado Afrografiteiras, através do qual a Rede Nami treinará e apoiará 30 jovens negras a expressarem e a promoverem o empoderamento da mulher. Como parte do programa WCM, a Womanity Foundation financiou uma viagem a Miami para Reza Shahcheraghi pudesse acompanhar Panmela Castro na Art Basel Miami, uma importante bienal de arte contemporânea. O intuito foi que Panmela estabelecesse conexões profissionais e que Reza adquirisse uma melhor compreensão do mercado de arte. Página 12

13 2.2.2 INDIA Bandhan Konnagar Chandra Shekhar Ghosh é Fundador e Mentor da Bandhan Konnagar, tornando-se Fellow WCM em CS Ghosh fundou a Bandhan Konnagar em 2005 com o duplo objetivo do alívio da pobreza e do empoderamento da mulher. Bandhan Konnagar, o braço sem fins lucrativos da maior organização de microfinanças do país, a Bandhan Financial Services Pvt. Ltd., visa promover um desenvolvimento sistêmico de maior profundidade, concentrando-se em mulheres que se encontram em condições de pobreza extrema (ou em condições de pobreza grave, tais como mulheres em estado de indigência ou sem-teto), que se veem excluídas da rede de crédito proporcionada pela maioria das instituições de microfinanças (IMFs). Com a sua abordagem crédito plus, a organização as posiciona no mesmo patamar dos indivíduos aos quais as IMFs e os bancos concedem crédito. A Bandhan Konnagar fortalece o progresso financeiro das mulheres com programas de base comunitária voltados para a educação, a saúde e a subsistência. COMO A BANDHAN KONNAGAR VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? Com o programa Targeting Hardcore Poor [Alvejando a Pobreza Grave], a Bandhan Konnagar ofereceu os seus serviços a 5880 beneficiários adicionais nos últimos seis meses, levando o seu total cumulativo de beneficiários a famílias pobres ou marginalizadas, a partir de dezembro de Esse programa se concentra, exclusivamente, em mulheres em estado de indigência, embora os benefícios sejam colhidos por famílias inteiras, uma vez que o programa lida com a subsistência. Por outro lado, com um programa de ligação com o mercado, o Bandhan Creations, a Bandhan Konnagar possibilitou que 996 artesãos mulheres, em sua grande maioria atingissem uma subsistência sustentável em cinco estados. Além disso, a Bandhan Konnagar lançou outros programas dedicados às mulheres e às suas famílias (incluindo meninos e homens), o que potencializou o alcance e o impacto cumulativos da organização. Nos últimos seis meses, a Bandhan Konnagar vem aumentando a escala do programa em outros estados indianos, aliando-se a vários parceiros de implementação e com o apoio financeiro de organizações como a USAID e a World Vision. A Bandhan Konnagar também vem explorando novas oportunidades de parceria para aumentar a escala de suas intervenções de desenvolvimento nas áreas de subsistência, educação e saúde em novas regiões. Página 13

14 COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA BANDHAN KONNAGAR? Através do WCM, algumas áreas foram priorizadas para apoiar o crescimento da Bandhan Konnagar: Tecnologias da informação e comunicação (Parceira: Peocit Technologies) O engajamento da Peocit Technologies tem como alvo o aperfeiçoamento dos processos organizacionais através do uso da tecnologia. A Peocit Technologies fez uma análise das necessidades da Bandhan Konnagar na área de Tecnologia da Informação (TI) de maneira a avaliar o seu preparo para implantar uma solução de Sistema de Informações Gerenciais e de Produtos Financeiros (SIG/SIF) para melhorar a gestão dos dados e os processos de monitoramento e avaliação de todos os programas. Esse engajamento está sendo executado em duas fases. A primeira fase, já finalizada, concentrou-se na avaliação das necessidades de gestão e na elaboração de relatórios para o fluxo de dados. O segundo estágio, já em andamento e a ser finalizado no início de 2015, inclui a criação de uma solução customizada de SIG/SIF para a sede. A partir daí, o mesmo processo poderá ser estendido às filiais regionais e locais e, por fim, à equipe de campo. Recursos Humanos e Desenvolvimento de Capacidades (Parceira: Oak Foundation) Uma das intervenções mais importantes apoiadas pelo WCM junto à Bandhan Konnagar foi o aprimoramento da perspectiva de gênero dentro do próprio programa, para além do trabalho realizado pelo empoderamento da mulher. Como primeiro passo, o WCM vem trabalhando com a Bandhan Konnagar para sensibilizar os seus colaboradores sobre a importância de fortalecer a perspectiva de gênero dos seus programas de desenvolvimento. Com essa finalidade, no dia 18 de julho de 2014, o WCM e a Oak Foundation realizaram uma oficina de meio dia sobre a perspectiva de gênero com a equipe de liderança da Bandhan Konnagar, em sua sede de Calcutá. Como próximos passos, o WCM vem fazendo contato com outros especialistas e organizações que trabalham com a igualdade de gênero, para o planejamento de mais sessões de desenvolvimento de capacidades junto à equipe da Bandhan como um todo. Para os próximos meses, espera-se a realização de diversas oficinas e interações, levando ao desenvolvimento de uma rede de colaboradores sensibilizada dentro da Bandhan Konnagar, o que poderá melhorar os processos de desenho e de monitoramento de seus programas. Página 14

15 Industree Foundation Neelam Chhiber é Cofundadora e Diretora Geral da Industree Foundation, baseada em Bangalore, na Índia. Em 1994, Neelam cofundou a Industree Crafts Private Limited (ICPL), um negócio social para melhorar o acesso de artesãos ao mercado e na qual os lucros gerados são reinvestidos na produção e na capacitação dos artesãos. O braço sem fins lucrativos da empresa, a Industree Foundation, foi estabelecido em agosto de 2000 focando-se no trabalho da organização junto a produtores rurais nas áreas de desenvolvimento de capacidades e desenho de intervenções, além de assistência técnica no desenvolvimento de empreendimentos dos próprios produtores. De início, o enfoque principal era o setor de fibras naturais; mais tarde, no entanto, a missão da IF se ampliou para incluir outros ofícios. A IF também vem buscando incrementar a base produtiva e possibilitar que os artesãos se tornem donos de empresas. COMO A INDUSTREE FOUNDATION VEM ESCALANDO O SEU IMPACTO? O principal parceiro da IF é o Departamento de Desenvolvimento da Índia, na área de artesanatos, através do qual já mobilizou 7500 artesãos em 10 estados, esperando atingir 200 mil nos próximos cinco anos. A marca Mother Earth (Mãe Terra) da Industree Crafts Private Limited (ICPL) tem como alvo a abertura de 20 novas lojas nos próximos 3 anos e chegar a um volume de vendas anual no total de INR 100 crores. A Industree/Mother Earth é uma parceira importante do influente projeto Next Generation, da IKEA, cujo objetivo é atrair empresas de impacto para a sua cadeia de valor global. A Industree Foundation alinhou a missão de maneira a apoiar os planos de aumento de escala da Mother Earth, incubando a Industree Skill Transform Pvt Ltd em parceria com a National Skill Development Corporation (NSDC),em sintonia com o governo indiano no desenvolvimento de habilidades específicas, de maneira a construir uma base mais ampla de produtores em potencial. A IF também vem planejando a expansão para múltiplos estados nos próximos 3 a 4 anos, com o intuito de fomentar a sua missão de desenvolver capacidades. Durante o segundo semestre de 2014, a Industree Foundation incrementou a parceria com a IKEA. A visibilidade resultante fez aumentarem os pedidos de exportação do negócio social ICPL. Além disso, aumentou a aceitação de uma produção enxuta e de uma gestão bottom-up na Ekta e na Greenkraft, duas empresas de produtores incubadas pela Industree Foundation. As duas são, hoje, empresas-irmãs da Industree Craft Private Ltd. Outro progresso importante a ser salientado é o fato de a Industree Foundation vir buscando, ativamente, nos últimos seis meses, a sua sustentabilidade financeira. O modelo de receita da Industree Foundation tem sido a geração de recursos através de consultorias. Agora, no entanto, a fundação vem Página 15

16 considerando a possibilidade de realizar projetos de subsistência com financiamento exclusivo para trabalhar com os grupos de artesãos. Essa abordagem exige uma estratégia de financiamento robusta e um bom planejamento de execução, algo que a organização já vem desenvolvendo. A Industree Foundation está estruturando as suas principais atividades sob os temas-chave de desenvolvimento de habilidades específicas, desenvolvimento e incubação de empresas de propriedade dos produtores, além de defender que o artesanato seja reconhecido como uma indústria de manufatura criativa. Nesse processo, a Industree Foundation vem construindo redes e contatos, parcerias e uma plataforma para criar um ecossistema propício (denominado Impact Edge) para o setor artesão. COMO O WCM PROMOVE A MUDANÇA ATRAVÉS DA INDUSTREE FOUNDATION? Através do WCM, determinadas áreas vêm sendo priorizadas para apoiar o crescimento da IF: Modelo e estratégia de financiamento (Parceira: Ernst & Young (E&Y) A E&Y continua a apoiar a IF no desenvolvimento de um modelo e de uma estratégia de financiamento viáveis voltadas para o aumento da sua sustentabilidade. Nos últimos seis meses, o Fellowship do WCM apoiou a parceria da IF com a E&Y para ajudar a IF a aumentar a escala das capacitações oferecidas aos artesões. A parceria da E&Y com a IF foi planejada para se desenrolar em três fases. A primeira tem como objetivo uma análise operacional da IF que incluirá a definição do atual modelo de operação, uma análise de lacunas e uma análise SWOT (Forças, Fraquezas, Oportunidades, Ameaças). Durante a segunda e terceira fases do engajamento, marcadas para 2015, a E&Y irá elaborar diretrizes para uma estratégia de financiamento e ajudar a construir um sólido planejamento de execução. Recursos Humanos (Parceiro: Mercuri Urval) Com um exercício de visioning, a Mercuri Urval ajudou a IF a aclarar a sua visão, missão e objetivos. Além disso, a Mercuri Urval realizou uma oficina com os principais stakeholders internos da IF como forma de guiar os membros da equipe nos papéis e responsabilidades esperados de cada um de maneira a facilitar o trabalho conjunto. A E&Y também envolverá a Mercuri Urval no processo de desenvolvimento de uma estratégia de financiamento viável, uma vez que RH é uma parte vital do modelo de negócios da IF. O diagrama a seguir mostra como o WCM integra o apoio oferecido pelos Parceiros de Programa WCM aos Fellows de primeira e de segunda geração à busca de oportunidades e à formação de redes e de contatos, de forma que os Fellows possam aumentar a escala do seu trabalho no médio e no longo-prazo: Página 16

17 Diagrama 1: A intervenção do WCM junto a Fellows de primeira e de segunda geração ações realizadas entre julho e dezembro de 2014 e resultados do Fellowship WCM Page 17

18 3. QUAL É O VALOR DO WCM? Nos últimos seis meses, de julho a dezembro de 2014, o programa consolidou uma rede de 14 Parceiros de Programa ativos para oferecer assistência técnica para os seus seis Fellows e criou oportunidades de relacionamento e de financiamento através de organizações aliadas. Esse o modelo permite que os vários Parceiros de Programa canalizem os seus investimentos sociais através do programa de maneira estratégica para o aumento de escala das organizações dos Fellows WCM. Entre julho e dezembro de 2014 e através de seus 14 Parceiros de Programa (12 organizações e 2 consultoras independentes), o WCM mobilizou assistência técnica no valor de mais de USD 329 mil (dos quais USD 267 mil foram pro bono e USD 62 mil pagos pelo WCM). Ao mesmo tempo, as organizações aliadas do programa contribuíram com fundos num total de mais de USD 160 mil. Ao todo, a equipe WCM investiu mais de 855 horas diretas junto aos Fellows, equivalendo a mais de USD 98 mil. Dessa forma, para cada USD 1 mobilizado diretamente pelo WCM, os Parceiros de Programa e outras organizações aliadas mobilizaram USD 2,7 em prol dos Fellows 1. Além de mobilizar fundos em nível global, o WCM se empenha para aumentar a capacidade institucional do programa através de uma ampla gama de ações, tais como: Aliança com o Prêmio Folha de São Paulo & Schwab Foundation: O WCM estabeleceu uma parceria com o Prêmio Empreendedor Social da Folha de São Paulo e da Schwab Foundation, o mais importante reconhecimento do empreendedorismo socioambiental do Brasil. Em dezembro de 2014, o WomenChangeMakers anunciou a posse de três vencedores anteriores do Prêmio Empreendedor Social como Fellows WomenChangeMakers Honorários, o que lhes dará a oportunidade de comparecer a um evento de aprendizagem nas Américas e de ter acesso à rede profissional de empreendedores sociais e de parceiros corporativos e consultivos do WCM em Reunião de Parceiros de 2014 no Brasil (setembro): Em setembro de 2014, o WCM realizou a sua primeira reunião anual de parceiros em São Paulo. A reunião teve o formato de uma sessão de trabalho interativa e juntou um pequeno grupo (30 participantes) de diversos setores incluindo empreendedores sociais, parceiros e contatos da rede comprometidos com o empoderamento da mulher e com os negócios sociais no Brasil. De uma maneira geral, o evento bem-sucedido refletiu a abordagem e a missão principal do WCM: aprender um com o outro, compreender as necessidades locais, compartilhar melhores práticas e mobilizar parceiros globais e regionais pelo empoderamento da mulher através do empenho de empreendedores sociais.. O diagrama a seguir mostra todas as organizações que participaram do Programa de Parceiros WCM, assim como os fundos mobilizados e objetivos de médio-prazo dos Fellows de primeira e de segunda geração: 1 Esta é uma estimativa do número de horas e de recursos financeiros investidos em apoio e na formação de redes e de contatos e pode incluir pagamentos já feitos ou a serem desembolsados em Page 18

19 Diagrama 2: Valor criado pelo WCM entre julho e dezembro de 2014 Page 19

20 4. COMO O PROGRAMA VAI CONTINUAR A PROMOVER A MUDANÇA PARA OS NOVOS FELLOWS? O WCM está constantemente aprendendo e incorporando melhorias para consolidar um modelo de intervenção que o permita promover a mudança para as organizações de seus Fellows. A seguir, identificamos lições aprendidas, sugestões de melhoria e os próximos passos a serem dados com vistas à integração de novos Fellows. 4.1 LIÇÕES APRENDIDAS E OPORTUNIDADES DE MELHORIA PARA O PROGRAMA No quarto ano de implementação do WCM, com o apoio proporcionado aos Fellows de primeira geração e com as novas fases de apoio dado aos Fellows de segunda geração, uma série de lições aprendidas foram identificadas durante os diversos estágios de trabalho. As correções e ajustes associados serão realizados nos próximos passos de implementação, tanto com os Fellows de primeira e de segunda geração quanto para as gerações futuras. 01/ 02/ 03/ LIÇÕES APRENDIDAS De forma a reunir todas as realizações e progressos dos Fellows e realizar um seguimento mais preciso das parcerias do programa, é importante refinarmos o sistema de elaboração de relatórios junto a gerentes de programa, Fellows e Parceiros. Ano após ano, o WCM tem a oportunidade de realizar trocas multilaterais com Parceiros, Fellows e aliados estratégicos, graças às reuniões e eventos conduzidos nos países onde ocorre o programa. Por esse motivo, a equipe WCM tem a responsabilidade de liderar e de conduzir tais diálogos dentro do ecossistema do empreendedorismo e da igualdade de gênero, como atores-chave da área. Os Fellows de segunda geração, em especial no Brasil, estão no estágio startup. Como consequência, os Fellows responsáveis enfrentam desafios para encontrar tempo adequado e uma equipe de trabalho que desenvolva e que planeje pela organização. O CAMINHO FUTURO O processo de seguimento será aprimorado com o uso de uma ferramenta tecnológica que utiliza o Salesforce como base, de forma a tornar a comunicação mais dinâmica entre os vários atores do programa. A ferramenta também permitirá a otimização do processo de coleta de dados para os inputs gerados por gerentes de programa, Parceiros e Fellows com o intuito de melhorarem-se a gestão dos programas e a elaboração de relatórios.. Serão identificadas oportunidades dentre os eventos realizados no contexto do programa e aqueles dos quais a organização participa de maneira que ela possa se posicionar como líder e referência dentro do universo de organizações sociais dedicadas a fortalecer o empoderamento da mulher, contribuindo com conteúdo relevante e de ponta. É, portanto, necessário alocar mais recursos para intensificar-se o apoio dado aos Fellows e oferecer assistência em todas as tarefas relacionadas ao planejamento estratégico e a implementação o que poderá incluir a provisão de uma ajuda de custo ad hoc por um período limitado. Page 20

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO FUNDO COMUM PARA OS PRODUTOS BÁSICOS (FCPB) BUSCA CANDIDATURAS A APOIO PARA ATIVIDADES DE DESENVOLVIMENTO DOS PRODUTOS BÁSICOS Processo de

Leia mais

#ElesPorElas. Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades

#ElesPorElas. Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades #ElesPorElas Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades ElesPorElas Criado pela ONU Mulheres, a Entidade das Nações Unidas para

Leia mais

Comunidades preparadas e comprometidas com a superação de seus desafios.

Comunidades preparadas e comprometidas com a superação de seus desafios. Apresentação O Instituto Camargo Corrêa, criado em dezembro de 2000 para orientar o investimento social privado das empresas do Grupo Camargo Corrêa, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

CESA Comitê Advocacia Solidária ISO 26.000 e Manual do Advogado Sustentável

CESA Comitê Advocacia Solidária ISO 26.000 e Manual do Advogado Sustentável CESA Comitê Advocacia Solidária ISO 26.000 e Manual do Advogado Sustentável Julho 2010 O que é ISO 26000? A ISO 26000 é uma norma internacional de Responsabilidade Social, um guia de diretrizes que contribui

Leia mais

Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos de 2013. Ensinar e Aprender para o Desenvolvimento

Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos de 2013. Ensinar e Aprender para o Desenvolvimento Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos de 2013 Panorama Ensinar e Aprender para o Desenvolvimento O Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos de 2013 demonstrará porque

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

1. Nome do Projeto de Responsabilidade Social Ponto Solidário Arte Sócio-Cultural

1. Nome do Projeto de Responsabilidade Social Ponto Solidário Arte Sócio-Cultural Nome da empresa: Yázigi Internexus Data de fundação: 1950 Número de funcionários: 100 colaboradores Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede: Av. 9 de Julho, 3166 Jd. Paulista

Leia mais

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR O Prêmio Criança É um programa da Fundação Abrinq Save the Children que identifica e reconhece boas práticas voltadas à primeira infância (0 a 6 anos), gestantes

Leia mais

Brasília, 9 de maio de 2012

Brasília, 9 de maio de 2012 Brasília, 9 de maio de 2012 Discurso do presidente Alexandre Tombini em evento no Sebrae para lançamento do Plano de Ação para Fortalecimento do Ambiente Institucional para a Adequada Inclusão Financeira

Leia mais

Institutional Skills Development. Diretrizes para Propostas

Institutional Skills Development. Diretrizes para Propostas Institutional Skills Development Sumário da chamada Público-alvo: instituições públicas e da sociedade civil brasileira, museus de ciência e jardins botânicos Prazo para envio de propostas: 20 de janeiro

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO SESI. Reconhecendo Parcerias, Transformando Vidas. REGULAMENTO

CONSELHO NACIONAL DO SESI. Reconhecendo Parcerias, Transformando Vidas. REGULAMENTO CONSELHO NACIONAL DO SESI Reconhecendo Parcerias, Transformando Vidas. Um Selo que surge para reconhecer o trabalho das pessoas e instituições que, em parceria com o SESI, constroem pontes para que adolescentes

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

FÓRUM IRÁ DISCUTIR AS POSSIBILIDADES E OPORTUNIDADES DE UNIR O SOCIAL AO CENÁRIO DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS LUCRATIVOS

FÓRUM IRÁ DISCUTIR AS POSSIBILIDADES E OPORTUNIDADES DE UNIR O SOCIAL AO CENÁRIO DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS LUCRATIVOS FÓRUM IRÁ DISCUTIR AS POSSIBILIDADES E OPORTUNIDADES DE UNIR O SOCIAL AO CENÁRIO DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS LUCRATIVOS Coloque na agenda! O Fórum Brasileiro de Finanças Sociais e Negócios de Impacto será

Leia mais

Programa Piloto de Desenvolvimento de Microempresas de LCIF

Programa Piloto de Desenvolvimento de Microempresas de LCIF Programa Piloto de Desenvolvimento de Microempresas de LCIF Introdução e por que a Microempresa é uma nova prioridade de LCIF O programa Quatro Pontos Básicos de LCIF financia projetos de serviços Leonísticos

Leia mais

Redes sociais no Terceiro Setor

Redes sociais no Terceiro Setor Redes sociais no Terceiro Setor Prof. Reginaldo Braga Lucas 2º semestre de 2010 Constituição de redes organizacionais Transformações organizacionais Desenvolvimento das organizações articuladas em redes

Leia mais

12º CONCURSO BANCO REAL UNIVERSIDADE SOLIDÁRIA

12º CONCURSO BANCO REAL UNIVERSIDADE SOLIDÁRIA 12º CONCURSO BANCO REAL UNIVERSIDADE SOLIDÁRIA :: INTRODUÇÃO :: O Grupo Santander Brasil acredita que a educação é a principal ferramenta para construir um mundo sustentável e melhor. Por isso, investe

Leia mais

União Metropolitana de Educação e Cultura. Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM

União Metropolitana de Educação e Cultura. Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM União Metropolitana de Educação e Cultura Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM Lauro de Freitas - BAHIA 2013 2 JUSTIFICATIVA A principal justificativa para o desenvolvimento e implementação

Leia mais

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1 Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial e à sua agenda de trabalho expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial 1. Considerando que a promoção da igualdade

Leia mais

O Investimento Social no Brasil & Inglaterra

O Investimento Social no Brasil & Inglaterra O Investimento Social no Brasil & Inglaterra Márcia Woods IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social 1ª Conferência sobre Investimento Social Estrangeiro no Brasil 23 de novembro de 2009

Leia mais

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ ActionAid é uma federação internacional trabalhando para erradicar a pobreza e a injustiça. A ActionAid foi

Leia mais

Mapeamento do campo de Negócios Sociais / Negócios Inclusivos. Resultados: Categoria Desenvolvedores e Investidores

Mapeamento do campo de Negócios Sociais / Negócios Inclusivos. Resultados: Categoria Desenvolvedores e Investidores Mapeamento do campo de Negócios Sociais / Negócios Inclusivos Resultados: Categoria Desenvolvedores e Investidores Conteúdo 1. Objetivos, parceiros, metodologia e públicos 2. Mapeamento de abrangência

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

SELO SOCIAL VIRAVIDA. Você acaba de chegar ao SELO SOCIAL VIRAVIDA SELO SOCIAL VIRAVIDA REGULAMENTO

SELO SOCIAL VIRAVIDA. Você acaba de chegar ao SELO SOCIAL VIRAVIDA SELO SOCIAL VIRAVIDA REGULAMENTO SELO SOCIAL VIRAVIDA BOAS VINDAS! Você acaba de chegar ao SELO SOCIAL VIRAVIDA SELO SOCIAL VIRAVIDA REGULAMENTO 1. DO SELO 1. O Selo Social ViraVida é uma iniciativa do Serviço Social da Indústria - SESI,

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE COMO FERRAMENTA DE INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE

A SUSTENTABILIDADE COMO FERRAMENTA DE INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE A SUSTENTABILIDADE COMO FERRAMENTA DE INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE Coordenação de Competitividade Adriana Rodrigues XXIII Reunião da RedIbero Manaus AM 26 a 27 Nov 2015 APEX-BRASIL Promoção das exportações

Leia mais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa Informações gerais Produzido por BSD Brasil. Pode ser reproduzido desde que citada a fonte. Introdução Lançada em novembro de 1999, em versão

Leia mais

Somando forças até o fim da pobreza. CARE Brasil Relatório Anual

Somando forças até o fim da pobreza. CARE Brasil Relatório Anual Somando forças até o fim da pobreza CARE Brasil Relatório Anual 2012 CARE Internacional Em 2012, a CARE apoiou 997 projetos de combate à pobreza em 84 países, beneficiando estimadamente 84 milhões de pessoas.

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Glossário do Investimento Social*

Glossário do Investimento Social* Glossário do Investimento Social* O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como missão promover e estruturar o investimento

Leia mais

Projeto. BRASIL 2 Um jornada para entender os negócios sociais no Brasil

Projeto. BRASIL 2 Um jornada para entender os negócios sociais no Brasil 2 Um jornada para entender os negócios sociais no Brasil 27 A BANCA ``Produtora Cultural Social Introdução A BANCA O Modelo de Negócios Lições Aprendidas O Ecossistema Planos Futuros Análise SWOT Introdução

Leia mais

um RH estratégico para hoje e para o futuro Construindo

um RH estratégico para hoje e para o futuro Construindo Construindo um RH estratégico para hoje e para o futuro ado o crescente foco executivo no capital humano, o RH tem uma oportunidade sem precedentes de se posicionar como um verdadeiro parceiro estratégico

Leia mais

Academia da Família e das Comunidades de Worcester

Academia da Família e das Comunidades de Worcester Estrutura do Programa Portuguese Quem somos A Academia da Família e da Comunidade de Worcester é uma parceria entre várias organizações da comunidade e as Escolas Públicas de Worcester. Missão/Objetivo

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões. Diretor-Presidente do Sebrae Luiz Barretto

Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões. Diretor-Presidente do Sebrae Luiz Barretto 2012 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei n.º

Leia mais

Pensar globalmente e atuar localmente: O Envolvimento e investimento da HP na Comunidade da América Latina

Pensar globalmente e atuar localmente: O Envolvimento e investimento da HP na Comunidade da América Latina Pensar globalmente e atuar localmente: O Envolvimento e investimento da HP na Comunidade da América Latina Para a HP, a Cidadania Global é um objetivo corporativo de longa data. Assumimos a responsabilidade

Leia mais

Estratégias para o desenvolvimento humano

Estratégias para o desenvolvimento humano ofício Estratégias para o desenvolvimento humano A Olhar Cidadão é uma empresa de planejamento estratégico, gestão e inovação, na qual se desenvolvem soluções integradas, projetos e ideias que contribuam

Leia mais

Analista de Programa

Analista de Programa I. Informação sobre o posto TERMO DE REFERÊNCIA Analista de Programa LOCAL: Brasília, DF, Brasil Prazo de candidatura: De 20.04 a 10.05.2015 Tipo de contrato: Service Contract (NOA - SB5-1) Nível do Posto

Leia mais

Comprometidos com o Futuro da Educação

Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Educação Assim se Constroem as Grandes Nações A educação é vital para criar uma cultura baseada na excelência. A demanda por

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS São Paulo Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação executiva

Leia mais

Lançamento. 25/agosto/2009

Lançamento. 25/agosto/2009 Lançamento Programa de Voluntariado Empresarial Sabesp 25/agosto/2009 Cenário externo Modelo de desenvolvimento insustentável; Desequilíbrio ambiental e escassez de recursos naturais; Aumento da pobreza,

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

O Fórum Económico de Marvila

O Fórum Económico de Marvila Agenda O Fórum Económico de Marvila A iniciativa Cidadania e voluntariado: um desafio para Marvila A Sair da Casca O voluntariado empresarial e as políticas de envolvimento com a comunidade Tipos de voluntariado

Leia mais

Apoiando Programas de Geração de Renda

Apoiando Programas de Geração de Renda Apoiando Programas de Geração de Renda Extraído do capítulo Prioridades e Operações dos Programas, do Livro Criação de Fundações, Guia Prático Um guia para profissionais com base em experiências na África,

Leia mais

Sobre os impactos da redução da pobreza através de avaliação e monitoramento inovadores

Sobre os impactos da redução da pobreza através de avaliação e monitoramento inovadores Sobre os impactos da redução da pobreza através de avaliação e monitoramento inovadores Os sistemas de avaliação e monitoramento são, com freqüência, os componentes menos abordados durante a criação e

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

RELATÓRIO DE IMPACTO SGE 2014

RELATÓRIO DE IMPACTO SGE 2014 RELATÓRIO DE IMPACTO SGE 2014 ÍNDICE I.SEMANA GLOBAL DO EMPREENDEDORISMO NO MUNDO II. SEMANA GLOBAL DO EMPREENDEDORISMO NO BRASIL III. QUEM FEZ A SGE ACONTECER IV. RESULTADOS 2014 V. COMUNICAÇÃO DA SGE

Leia mais

Gislene Santos Rodrigues Gerente de Projetos Sociais Ampla Brasil

Gislene Santos Rodrigues Gerente de Projetos Sociais Ampla Brasil Gislene Santos Rodrigues Gerente de Projetos Sociais Ampla Brasil 28 a 30 de Setembro de 2010 Centro de Convenções Frei Caneca São Paulo BRASIL Ações sociais integradas às ações técnicas para redução das

Leia mais

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC Resumo da ONG O CADI Palhoça é uma instituição não governamental cujo objetivo é executar, articular e fomentar ações e projetos que facilitem o desenvolvimento de comunidades. Desenvolve projetos em 6

Leia mais

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão:

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão: O CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável, é uma Instituição Social Sem Fins Lucrativos, de Utilidade Pública Federal, fundada em 1998, com sede na cidade do Rio de

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

Pesquisa de Gestão e Capacitação Organizacional no 3º Setor principais conclusões. novembro 2012. apoio

Pesquisa de Gestão e Capacitação Organizacional no 3º Setor principais conclusões. novembro 2012. apoio Pesquisa de Gestão e Capacitação Organizacional no 3º Setor principais conclusões novembro 2012 apoio 2 do CEO Carta do CEO A pesquisa levanta questões interessantes relativas à sustentabilidade e à boa

Leia mais

Seção 1 Visão Geral do Sistema Better Cotton

Seção 1 Visão Geral do Sistema Better Cotton 1 Seção 1 Visão Geral do Sistema Better Cotton www.bettercotton.org Orientação O documento a seguir proporciona uma visão geral do Sistema Better Cotton. Este sistema é formado por componentes interdependentes.

Leia mais

2. A proposta será avaliada pelo Subcomitê Virtual de Revisão (SVR) e examinada pelo Comitê de Projetos em março de 2013.

2. A proposta será avaliada pelo Subcomitê Virtual de Revisão (SVR) e examinada pelo Comitê de Projetos em março de 2013. PJ 45/13 9 janeiro 2013 Original: inglês Disponível em inglês e português P Comitê de Projetos 5. a reunião 7 março 2013 Londres, Reino Unido Empoderamento das mulheres nas cooperativas de café brasileiras

Leia mais

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil 1 A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO MUNDO GLOBALIZADO 1 Introdução Área de atuação. A Carta de Bangkok (CB) identifica ações, compromissos e garantias requeridos para atingir os determinantes

Leia mais

Planejamento estratégico e gestão nas organizações sociais

Planejamento estratégico e gestão nas organizações sociais CAPACITAÇÃO CASA/PSO Planejamento estratégico e gestão nas organizações sociais Graciela Hopstein ghopstein@yahoo.com.br Conteúdos 1. O conceito de planejamento estratégico como estratégia de fortalecimento

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY Instrumental e modular, o Ferramentas de Gestão é uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem busca conteúdo de qualidade ao gerenciar ações sociais de empresas

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido ICC 114 8 10 março 2015 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido Memorando de Entendimento entre a Organização Internacional do Café, a Associação

Leia mais

Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011. 66/121. Políticas e programas voltados à juventude

Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011. 66/121. Políticas e programas voltados à juventude Organização das Nações Unidas A/RES/66/121 Assembleia Geral Distribuição: geral 2 de fevereiro de 2012 65 a sessão Item 27 (b) da pauta Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012 Programa 2047 - Micro e Pequenas Empresas Número de Ações 10 Tipo: Operações Especiais 0473 - Honra de Aval decorrente de Garantia do Risco das Operações de Financiamento a Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

Entrepreneurship Lab Inovação, Desempenho e Crescimento Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração

Entrepreneurship Lab Inovação, Desempenho e Crescimento Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Plan International e IIDAC com recursos do Fundo União Europeia

Plan International e IIDAC com recursos do Fundo União Europeia INSTITUTO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA CIDADANIA TERMO DE REFERÊNCIA No. 012/2015 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA/JURÍDICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. PROJETO Pontes para o Futuro 2. RECURSOS

Leia mais

2. Objetivos do Projeto:

2. Objetivos do Projeto: 1. Apresentação: O Projeto Cia de Dança Negra Contemporânea Kina Mutembua consiste numa iniciativa da ONG Ação Comunitária do Brasil do Rio de Janeiro selecionada por um edital da Secretaria de Políticas

Leia mais

Copa do Mundo da FIFA 2014. Estratégia de Sustentabilidade - Conceito

Copa do Mundo da FIFA 2014. Estratégia de Sustentabilidade - Conceito Copa do Mundo da FIFA 2014 Estratégia de Sustentabilidade - Conceito Versão 2 maio de 2012 PREFÁCIO A Copa do Mundo da FIFA é a maior competição esportiva de uma única modalidade do planeta e o impacto

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Plano de Relacionamento com a Comunidade de Barroso/MG. Brasil Instituto Holcim Gabriel Moraes

Plano de Relacionamento com a Comunidade de Barroso/MG. Brasil Instituto Holcim Gabriel Moraes Brasil Instituto Holcim Gabriel Moraes Objetivo da iniciativa Fortalecer e consolidar o relacionamento da empresa com as partes interessadas da comunidade Território Barroso-MG Duração Iniciado em jan.11

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA Vitória, ES Janeiro 2010. 1ª Revisão Janeiro 2011. 2ª Revisão Janeiro 2012. POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA REDE GAZETA IDENTIDADE CORPORATIVA Missão

Leia mais

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM.

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM. O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM O ponto de vista dos executivos sobre a nuvem Janeiro de 2015 Computação em nuvem Mudança da função e da importância das equipes de TI Janeiro de 2015 1 Capacitação

Leia mais

14/Mar/2013 :: Edição 31 ::

14/Mar/2013 :: Edição 31 :: 14/Mar/2013 :: Edição 31 :: Cadernos do Poder Executivo Poder Geraldo Julio de Mello Filho Executivo DECRETO Nº 26.993 DE 13 DE MARÇO DE 2013 EMENTA: Descreve as competências e atribuições dos cargos comissionados

Leia mais

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Princípios de Empoderamento das Mulheres. Igualdade significa Negócios. Igualdade significa negócios

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Princípios de Empoderamento das Mulheres. Igualdade significa Negócios. Igualdade significa negócios Princípios de Emponderamento da Mulheres Princípios de Empoderamento das Mulheres Igualdade significa negócios Igualdade significa Negócios Igualdade significa Negócios da Mulheres Princípios de Emponderamento

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania

Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania A prática consiste em democratizar o acesso à justiça aos catadores de materiais recicláveis dos lixões do Distrito Federal. O problema envolvendo a produção

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Financiamento e apoio técnico BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Estão abertas inscrições online até 30 de novembro para o edital bianual da BrazilFoundation que selecionará

Leia mais

As Novas Competências de RH: Parceria de Negócios de Fora para Dentro

As Novas Competências de RH: Parceria de Negócios de Fora para Dentro As Novas Competências de RH: Parceria de Negócios de Fora para Dentro DAVE ULRICH, JON YOUNGER, WAYNE BROCKBANK E MIKE ULRICH Qualquer bom profissional de RH quer ser melhor. Isto começa com um desejo

Leia mais

Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Presidente. Diretoria Executiva Luiz Barretto Diretor-Presidente

Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Presidente. Diretoria Executiva Luiz Barretto Diretor-Presidente SISTEMA SEBRAE DIRECIONAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2022 1 2 2012 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

I.INTRODUÇÃO 1.1 CONTEXTO E JUSTIFICAÇÃO

I.INTRODUÇÃO 1.1 CONTEXTO E JUSTIFICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA RECRUTAMENTO DE UM CONSULTOR INDIVIDUAL A CARGO DE REALIZAÇÃO DO PERFIL DE GÉNERO EM AGRICULTURA DAS ZONAS DE INTERVENÇÃO DO PRIASA I.INTRODUÇÃO 1.1 CONTEXTO E JUSTIFICAÇÃO O Projeto

Leia mais

Mais informações sobre o Desafio 100 Cidades Resilientes.

Mais informações sobre o Desafio 100 Cidades Resilientes. Desafio 100 Cidades Resilientes Inscreva-se até o dia 10 de setembro de 2014 www.100resilientcities.org/challenge Perguntas Frequentes Mais informações sobre o Desafio 100 Cidades Resilientes. Qual é a

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital.

Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital. Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital. Esse terá suas etapas e prazos muito bem definidos, garantindo um processo

Leia mais

138 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

138 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 138 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA, 19-23 de junho de 2006 Tema 6.2 da agenda provisória CE138/25 (Port.) 8 de junho

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Gestão de Pessoas Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Percepção x trabalho em equipe GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas é responsável

Leia mais

ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social

ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social Características essenciais de Responsabilidade Social Incorporação por parte da organização de considerações sociais e ambientais nas suas decisões tornando-se

Leia mais

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Atualizado em: julho, 2011 O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Dados financeiros (2010) Indicadores Mundo Brasil %BR/mundo Receita Líquida (1) 60,7 bilhões (1) Considera Telesp + 50% da Vivo até 3T2010

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 Palestras informativas Promover ações educativas para a promoção do voluntariado transformador. Mobilizar voluntários. Toda a comunidade de Curitiba e Região Metropolitana

Leia mais

VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE. Guayaquil Ecuador

VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE. Guayaquil Ecuador VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE Guayaquil Ecuador 2013 PerguntAção no Programa de Voluntariado Promon: conectando o conhecimento para criar, construir e transformar Autora: Marisa Villi (Assessora

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Jorge Abegão Secretário-Técnico do COMPETE Coimbra, 28 de janeiro de 2015 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA EUROPA 2020 CRESCIMENTO INTELIGENTE

Leia mais

Portugal Inovação Social

Portugal Inovação Social Portugal Inovação Social Inovação e Empreendedorismo Social no Portugal2020 Sessão de Divulgação na Região Centro: Penacova novembro de 2015 Alexandra Neves Portugal : Pioneiro na União Europeia na aposta

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE EDUCACAO INFANTIL INCLUSIVA EM CURITIBA VEJA COMO SUA EMPRESA PODE TRANSFORMAR ESTA IDEIA EM REALIDADE { Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura

Leia mais