TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Prestação de serviços de licenciamento, atualização, suporte técnico, serviço técnico especializado de integração, monitoramento e treinamento do software IBOLT Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

2 1. OBJETO Trata de Registro de Preços para contratação de empresa para prestação de serviços de licenciamento, atualização, suporte técnico, e prestação de serviços técnicos especializados, monitoramento, integração, além de treinamento do software de barramento corporativo IBOLT. 2. DEFINIÇÕES I. CONTRATANTE é o órgão ou entidade pública integrante da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro PCRJ, solicitante do serviço e responsável pela efetivação da contratação. II. CONTRATADA é a empresa executante dos serviços a serem contratados. III. RESPONSÁVEL TÉCNICA é a Empresa Municipal de Informática S.A. IPLANRIO, qie realizará o acompanhamento técnico dos serviços a serem contratados. IV. RESPONSÁVEL TÉCNICO é a pessoa tecnicamente responsável pelos serviços a serem contratados pela CONTRATANTE, indicada pela RESPONSÁVEL TÉCNICA. V. GESTOR DO PROCESSO é a pessoa com atribuições gerenciais, técnicas e operacionais relacionadas ao processo de gestão do contrato, indicado pelo órgão CONTRATANTE. VI. GERENTE DA CONTRATADA é o funcionário preposto da contratada, responsável por acompanhar a execução do contrato e atuar como interlocutor principal junto a contratante, incumbido de receber, diligenciar, encaminhar e responder as principais questões técnicas, legais e administrativas referentes ao andamento contratual. VII. MAGIC SOFTWARE ENTERPRISE é a fabricante do software IBOLT. VIII. MAGIC SOFTWARE BRASIL é o distribuidor exclusivo da Magic Software Enterprise no Brasil. IX. PASSAGEM DE CONHECIMENTO é a transferência de conhecimento do serviço técnico especializado contratado para os indicados pelo RESPONSÁVEL TÉCNICO. X. REQUISIÇÃO DE SERVIÇO é o documento preliminar utilizado para explicitar a necessidade de contratação/aquisição do serviço. XI. ORDEM DE SERVIÇO, é o documento, posterior a Requisição de Serviço, que contém as informações técnicas para a contratação/aquisição e execução do serviço, como itens a serem adquiridos, horas técnicas, plano de serviço, entre outras informações. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

3 3. DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS E SERVIÇOS a) Lote 1 Fornecimento de produto IBOLT aos órgãos e entidades da PCRJ b) Lote 2 Para prestar serviços técnicos especializados de integração (desenvolvimento e manutenção), monitoramento e passagem de conhecimento. c) Lote 3 Treinamento no produto IBOLT. As características técnicas específicas de cada lote estarão descritas nos tópicos subsequentes LOTE 1 Licenças Produto Código do Produto Qtd Valor Unitário da Licença (R$) Valor Unitáriodo Suporte (R$) Valor total 1. IBOLT Suite Basic (4 filas) IGNR-LZR1Z IBOLT Suite Standart (8 filas) IGNR-LZR2Z IBOLT Suite Professional (20 filas) IGNR-LZR3Z IBOLT Suite Enterprise (35 filas) IGNR-LZR4Z IBOLT Suite Enterprise High Capacity (70 filas) IGNR-LZR5Z Expansão 4 filas para 8 filas IGNR-LZR2Z Expansão 8 filas para 20 filas IGNR-LZR3Z Expansão 20 filas para 35 filas IGNR-LZR4Z Expansão 35 filas para 70 filas IGNR-LZR5Z Additional Adapters SAP B1 IBSE-LZR1Z Additional Adapters SAP A1 IBA1-LZR1Z 5 Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

4 12. Additional Adapters SAP R3 IBR3-LZR1Z Additional Adapters JDE IBJD-LZR1Z Additional Adapters - SalesForce IBSF-LZR1Z Additional Adapters - Sharepoint IBSH-LZR1Z Additional Adapters - MS- Dynamics IBDY-LZR1Z Licença adicional de IBOLT Studio 1GBG-ZZR1Z LOTE 2 Serviços técnicos especializados Tipo de Serviço Qtd Horas Valor da Hora de Serviço Técnico (HST) Valor Total 1. Serviço Técnico Especializado para desenvolvimento e manutenção de integrações, monitoramento e passagem de conhecimento LOTE 3 Treinamento I. Cada treinamento ministrado deverá ser um produto de Aprendizado Oficial da Magic Software. II. A contratada deverá fornecer material didático aos alunos. Material oficial da Magic Software. III. Os planos de treinamentos serão acordadas entre CONTRATANTE e CONTRATADA, considerando o escopo das ementas dos cursos ministrados pela Magic Software Brasil, anexo IV. IV. Os cursos deverão ser ministrados, no Município do Rio de Janeiro, em locais certificados e definidos pela Magic Software Brasil, possuindo toda a infraestrutura necessária à Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

5 execução dos mesmos. Não devendo ter mais de um aluno usando o mesmo micro ou estação. V. Os horários e datas dos treinamentos serão acordados pela CONTRATANTE e/ou RESPONSÁVEL TÉCNICA com a CONTRATADA. VI. Os treinamentos serão compostos por 20 participantes, podendo este quantitativo ser ajustado a critério da CONTRATANTE em acordo com a CONTRATADA. VII. A critério da CONTRATANTE o treinamento será realizado pela CONTRATADA a partir da assinatura do contrato ou emissão de instrumento equivalente, conforme o caso. VIII. Se o treinamento for contratado de forma isolada e o prazo para sua realização não ultrapassar 30 (trinta dias), poderá ser dispensada a assinatura do termo contratual. IX. Informar à CONTRATANTE, por , no dia útil seguinte a realização do treinamento, sobre ausência e atraso dos participantes; X. Emitir certificados de conclusão no final de cada treinamento, para cada participante; XI. Enviar para a CONTRATANTE cópia dos certificados nominais de conclusão, listas de presença e as avaliações do treinamento preenchidas pelos participantes da CONTRATANTE, em até 3(três) dias úteis após o término de cada treinamento. XII. Os participantes farão avaliação do curso com atribuição de grau, conforme indicado abaixo: I (insatisfatório) 0 a 25% R (regular) 25 a 50% B (bom) 50 a 75% MB (muito bom) 75 a 100% XIII. A Contratante atestará a Nota Fiscal de cada curso realizado, se no mínimo 60% das avaliações indicarem os graus B (bom) e/ou MB (muito bom). Treinamento Carga Horária Quantidade de Turmas Valor 1. Getting Started with ibolt V ibolt V3.x and SAP R/3 Supplementary Seminar Getting Started with ibolt V3.x and SAP R/ Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

6 4. ibolt V3.x with SAP Business One Supplementary Seminar 5. Getting Started with ibolt V3.x and SAP Business One 6. ibolt V3.x with Salesforce.com Supplementary Seminar 7. Getting Started with ibolt V3.x and Salesforce.com FLUXO DE SERVIÇOS Este tópico tem como propósito orientar quanto as premissas, interações e documentos necessários a realização e melhor acompanhamento dos serviços/aquisições especificadas neste Termo de Referência DISPOSIÇÕES GERAIS I. A IplanRio será Responsável Técnica por todas as contratações feitas através desse Registro de Preço (RP), orientando a solução técnica a ser contratada, itens contratados, sistemas a serem integrados e os profissionais a serem treinados; II. As contratações oriundas desse RP serão formalizadas a partir da elaboração prévia da Ordem de Serviço (OS), anexo III, que conterá as informações técnicas para o contrato, como itens a serem adquiridos, horas técnicas, entre outras informações; III. Será utilizado o formulário de Requisição de Serviços - RS, anexo II, para a solicitação do serviço. IV. Apenas após a assinatura do contrato o serviço especializado poderá ser iniciado; V. Todas as entregas serão homologadas pela CONTRATANTE, nos termos do tópico 4.2 Fluxo de Serviço da Solução. VI. Somente as Ordens de Serviços executadas e aprovadas poderão ser pagas; VII. A CONTRATANTE se reserva no direito de não requisitar/utilizar todas as horas estimadas na lista de requisitos iniciais dos serviços especializados e de treinamento; 4.2. FLUXO DOS SERVIÇOS ESPECIALIZADOS A regra do fluxo dos serviços deverá seguir os seguintes procedimentos: I. O Gestor do Processo da CONTRATANTE encaminhará as solicitações de serviços ao Responsável Técnico. II. O Responsável Técnico encaminhará a Requisição de Serviço ao Gerente da Contratada, para elaboração do Plano de Serviço. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

7 a. O Plano de Serviço deverá conter: Descrição da necessidade da CONTRATANTE, os aspectos técnicos, plano de arquitetura, recursos necessários, estimativa de horas e o cronograma, com marcos e prazo, para realização do serviço requisitado. Deverá constar, também, o planejamento para a passagem de conhecimento, para o mínimo 10 técnicos, por turma, indicados pela RESPONSÁVEL TÉCNICA. b. O Gerente da Contratada deverá entregar o Plano de Serviço em até 5 (cinco) dias após o recebimento da Requisição de Serviço; III. O Responsável Técnico avaliará o Plano de Serviço apresentado e em caso de discordância, negociará as não conformidades com o Gerente da Contratada: IV. Após a validação do Plano de Serviço pelo Responsável Técnico, este encaminhará para a apreciação e aprovação do Gestor do Processo. V. O Gestor do Processo analisará o Plano de Serviço e, caso esteja de acordo, solicitará a emissão da Ordem de Serviço para a adesão a Ata de Registro de Preços e formalização do contrato. VI. A Ordem de Serviço conterá a discriminação detalhada do serviço (produtos e subprodutos, quando pertinente), das aquisições, dos treinamentos, do prazo de entrega e da quantidade máxima de horas aprovadas para a realização dos serviços especializados. VII. O contrato será celebrado após a emissão da Ordem de Serviço. VIII. O serviço especializado e treinamento só terá início após a celebração do contrato. IX. As Ordens de Serviço deverão ser anexadas ao contrato; X. Deverão ser elaborados pela CONTRATADA, a fim de garantir o correto entendimento da necessidade e gerenciamento da implementação da solução os seguintes documentos: a. Descrição dos Requisitos/regras de negócio; b. Documento de Topologia de Integração c. Documento de Processos de Negócios da Integração; d. Desenho dos Fluxos de Integração e. Código Fonte das Integrações f. Plano de Passagem de Conhecimento; XI. A Responsável Técnica poderá, em acordo com a CONTRATANTE e a CONTRATADA, suprimir ou acrescentar documentos que julgar adequado ao projeto; XII. A CONTRATADA realizará o serviço solicitado em ambiente próprio e implantará os produtos no Ambiente de desenvolvimento/homologação da CONTRATANTE, atualizando a documentação e manuais, submetendo-os à validação do Responsável Técnica e homologação da CONTRATANTE; XIII. A informação das horas gastas para a realização do serviço, conforme indicado na Ordem de Serviço, deverá ser submetida e aprovada pela Responsável Técnica e posteriormente pela CONTRATANTE. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

8 XIV. Caso a quantidade de horas gastas seja igual ou inferior as horas estimadas na Ordem de Serviço, valerá a quantidade de horas gastas para fins de pagamento à CONTRATADA; XV. A avaliação do serviço será realizada pelo Responsável Técnico e pelo Gestor do Processo, conforme estabelecido no tópico 6 Fiscalização e Aceitação. 5. PRAZOS I. I. O prazo de vigência do contrato será de 12 (doze) meses, contados a partir da sua assinatura, podendo ser acrescido e o contrato prorrogado por igual período, na forma dos artigos 57, II, 65, da Lei Federal n.º 8.666/93. II. O prazo para entrega das licenças será de até 5 (cinco) dias após a assinatura do contrato. III. O Suporte Técnico será prestado durante o prazo de vigência contratual.. IV. O prazo para prestação dos Serviços Especializados e Treinamento será definido de acordo com o estabelecido na Ordem de Serviço, devendo cada CONTRATANTE especifica-lo em seus respectivos contratos não podendo ultrapassar 12 (doze) meses. 6. FISCALIZAÇÃO E ACEITE I. Caberá a cada órgão/entidade municipal CONTRATANTE a fiscalização e o acompanhamento da execução dos serviços objeto do presente contrato, submetendo-se a CONTRATADA a todas as medidas, processos e procedimentos necessários ao bom andamento das atividades. II. Caberá a cada órgão/entidade municipal CONTRATANTE a supervisão das atividades inerentes à contratação, bem como a qualidade dos serviços prestados, diligenciando junto à CONTRATADA a resolução de eventuais problemas. III. A RESPONSÁVEL TÉCNICA e a CONTRATANTE deverão avaliar se o serviço e produto, atendem as regras e requisitos estabelecidos na Ordem de Serviço. a) Caso aprove, registrar-se-á o Aceite Provisório da Ordem de Serviço. b) Caso não aprove, a CONTRATADA deverá refazer o serviço, sendo iniciado no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos, por sua conta e responsabilidade ou outro maior a ser definido pela CONTRATANTE; IV. Aceitação Definitiva se dará pela Comissão de Fiscalização do Contrato após o integral cumprimento do contrato. 7. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA I. A LICITANTE deverá apresentar declaração de que é empresa parceira certificada da Magic Software Brasil, estando apta a comercializar a linha de produtos IBOLT, serviços especializados e treinamentos. II. A LICITANTE deverá apresentar declaração de que, quando da assinatura do contrato, alocará, na respectiva prestação de serviços, profissionais com atestado de capacidade emitido pela Magic Software Brasil em IBOLT. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

9 III. A LICITANTE deverá apresentar declaração de que, quando da assinatura do contrato, os profissionais que forem ministrar os treinamentos especificados no Termo de Referência possuem atestado de capacidade técnica emitido pela Magic Software Brasil. IV. As LICITANTES deverão comprovar aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto do presente Termo de Referência mediante apresentação de atestado(s) fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado. 8. SUPORTE TÉCNICO E GARANTIA I. O suporte técnico relativo às licenças adquiridas deverá contemplar a atualização de versão (ou patches durante o período de contrato. II. A CONTRATADA deverá disponibilizar canais de comunicação 8x5, através de telefone, e- mail e internet para abertura de chamados técnicos objetivando a resolução de problemas e dúvidas quanto ao funcionamento do software; III. A CONTRATADA deverá, em conjunto com a RESPONSÁVEL TÉCNICA, elaborar o Plano para gestão de Incidentes; IV. A CONTRATADA terá o prazo de 02 (duas) horas, a partir da abertura do chamado técnico, para resposta a incidentes críticos e o prazo de 04 (quatro) horas para resposta de incidentes não críticos, ou aquele a ser definido no plano de gestão de incidentes, a critério da CONTRATANTE; V. Define-se incidentes críticos aqueles que tornam indisponível algum serviço provido e homologado pela Magic Software do Brasil; VI. Define-se incidentes não críticos aqueles que não provocam a indisponibilidade do serviço. VII. Os serviços de atendimento serão prestados pela CONTRATADA, de forma remota ou presencial, no endereço da CONTRATANTE no horário local estabelecido na Ordem de Serviço. a. No atendimento de forma remota será responsabilidade da CONTRATADA, providenciar e manter um link de comunicação de dados. b. Os detalhes da especificação do link serão fornecidos pela RESPONSÁVEL TÉCNICA, após a contratação. 9. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA I. Garantir que a distribuição dos produtos estejam livres de defeitos, sob uso normal, e de qualquer rotina alienígena (vírus), voltada para a danificação ou degradação, tanto de dados, quanto de hardware ou de software, ou outro defeito similar. II. Entregar as licenças oficiais dos produtos adquiridos, no prazo máximo de 5 (cinco) dias, após a assinatura do contrato, ou em prazo superior definido pela CONTRATANTE. III. Ministrar, sem ônus para cada órgão/entidade municipal contratante, no mínimo, 01 (uma) palestra no primeiro mês de vigência do contrato, nas dependências da PCRJ, visando Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

10 explicar os procedimentos para o licenciamento dos produtos IBolt, da Magic Software Brasil. Todas as despesas de hospedagem, transporte e alimentação serão de responsabilidade da CONTRATADA. IV. Responder, formalmente, dentro de no máximo 03 (três) dias úteis,após a acusação de recebimento, a todas as correspondências emitidas pelos órgãos/entidade municipal CONTRATANTE, prestando todos os esclarecimentos solicitados. V. Emitir um relatório oficial de consumo de licenças de todos os órgãos/entidade municipal CONTRATANTE e encaminhar para a RESPONSÁVEL TÉCNICA, no prazo máximo de 3 (três) dias úteis após solicitação. VI. A CONTRATADA deverá comprovar que os profissionais que serão alocados na prestação dos serviços especializados e treinamento possuem atestado de competência técnica emitido pela Magic Software Brasil. VII. A CONTRATADA deverá comprovar que é empresa parceira certificada da Magic Software Brasil, estando apta a comercializar a linha de produtos IBOLT, serviços especializados e treinamentos, por meio de declaração da Magic Software Brasil. VIII. Garantir a qualidade das tarefas e produtos de forma a atender aos padrões e normas definidos entre CONTRATANTE e CONTRATADA e o especificado neste termo de referência e na Ordem de Serviço; IX. Garantir a passagem de conhecimento e lições aprendidas, para os técnicos da IplanRio relativos aos Serviços Especializados e instalação dos produtos, conforme definido entre CONTRATANTE e CONTRATADA e o especificado neste termo de referência e na Ordem de Serviço; X. Realizar a implantação das aplicações contratadas no ambiente de produção da PCRJ, que se dará através das seguintes atividades: a. Instalação e configuração básica das aplicações; b. Instalação do servidor de aplicações e suas configurações; XI. A instalação e configuração deverão ser executadas em conjunto com a equipe técnica da RESPONSÁVEL TÉCNICA, no hardware fornecido pela CONTRATANTE no ambiente operacional a ser disponibilizado pela RESPONSÁVEL TÉCNICA. XII. A CONTRATADA deverá comprovar que os profissionais que forem ministrar os treinamentos especificados neste Termo de Referência possuem atestado de capacidade técnica emitido pela Magic Software Brasil. 10. CONDIÇÃO DE PAGAMENTO I. O valor correspondente ao lote de Licenciamento deverá ser pago em uma única parcela, à vista, em até 30 (trinta) dias a partir da atestação da Nota Fiscal correspondente; II. Os valores correspondentes aos serviços de Atualização de Versões e Suporte Técnico deverão ser pagos em parcelas mensais durante toda a vigência do contrato; Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

11 III. O valor correspondente aos serviços especializados deverá ser pago mediante a apresentação da Nota Fiscal dos respectivos serviços solicitados, contendo estas, o número da Ordem de Serviço e vir acompanhada da Aceitação Definitiva correspondente; e IV. Os preços dos serviços serão fixos e irreajustáveis durante a vigência do contrato. 11. LOCAL DA ENTREGA I. Os serviços especializados deverão ser executados/desenvolvidos no ambiente da CONTRATADA, podendo ser executado no ambiente da CONTRATANTE, a critério da CONTRATANTE; II. As licenças adquiridas poderão ser entregues por meio eletrônico, a ser definido pela CONTRATANTE. 12. TIPO DE LICITAÇÃO III. A licitação deverá ser feita na modalidade de Pregão Eletrônico do tipo MENOR PREÇO POR LOTE. IV. A proposta comercial deverá indicar o valor unitário e o valor total de cada item de cada lote. 13. PROPRIEDADE, SIGILO E RESTRIÇÕES I. O direito patrimonial e a propriedade intelectual dos Produtos e Serviços produzidos e desenvolvidos são exclusivos da CONTRATANTE. II. A CONTRATADA obriga-se a tratar como "segredos comerciais e confidenciais", quaisquer informações, dados, processos, fórmulas, códigos, fluxogramas, diagramas lógicos, dispositivos e modelos relativos aos serviços ora contratados, utilizando-os apenas para as finalidades previstas neste ajuste, não podendo revelá-los ou facilitar a sua revelação a terceiros. III. A CONTRATADA obriga-se a manter o Serviço Contratado em completo sigilo, e a não retirar ou destruir qualquer indicação dele constante, referente à propriedade da CONTRATANTE. Compromete-se ainda a tomar todas as medidas cabíveis para que seus empregados cumpram estritamente a obrigação por ela assumida. Salvo para fins de segurança back-up a CONTRATADA não extrairá cópias, não permitindo que o façam, nem reproduzirá qualquer parte do Serviço Contratado, sob qualquer forma, sem o prévio consentimento, por escrito, da CONTRATANTE. Data: / /2012 Assinatura: Nome: Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

12 Cargo: Matrícula: Área/Setor: DTE Data: / /2012 Assinatura: Nome: Cargo: Matrícula: Área/Setor: DTE Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

13 Anexo II Requisição de Serviço (RS) RS Nº: Data: / / OBJETIVO DA Requisição: Benefícios Esperados: PRODUTOS: SOLICITAÇÃO Gestor Em: / / Gestor do Processo SOLICITAÇÃO Líder Técnico Em: / / Responsável Técnico (Lider do Projeto) Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

14 Anexo III ORDEM DE SERVIÇO (OS) RS Nº: xxx/201x-01 OS Nº: xxx/201x-01 Data: xx /xx / 201x OBJETIVO DA OS: (se necessário mencione anexo) Benefícios Esperados: PRODUTOS DESENVOLVIMENTO ESTIMADO AUTORIZADO AUTORIZAÇÃO CONTRATANTE INÍCIO: xx / xx / 201x TÉRMINO: xx / xx / 201x CIÊNCIA DA CONTRATADA Em: xx / x /201x Gestor do Processo Em: / / Gerente da Contratada DESENVOLVIMENTO REALIZADO INÍCIO: / / TÉRMINO: / / TOTAL DE HORAS: INFORMAÇÃO DA CONTRATADA Em: / / Gerente da Contratada ACEITE PROVISÓRIO Em: / / Responsável Técnico (Lider do Projeto) ACEITE Provisório Observações: Em: / / Gestor do Processo ACEITE DEFINITIVO Observações: Em: / / Gestor do Processo Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

15 Anexo IV Ementa dos Treinamentos A. Público Alvo Programadores e desenvolvedores que procuram ganhar novas habilidades, Gerentes de projetos de TI, Arquitetos de sistemas e Integradores de sistema. B. Descrição dos Cursos Treinamento Carga Horária 1. Getting Started with ibolt V3 40 Curso: Introdução ao ibolt V3 A Suite ibolt é uma ferramenta completa que oferece capacidades de integração e permite a orquestração de processos de negócios e aplicações. Durante este curso, o aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e técnicas fundamentais da criação de um projeto de integração ibolt V3, como testar, implantar e manter o projeto em tempo de execução. Após a conclusão do curso, o aluno terá escrito um projeto de integração desenvolvido especificamente para o curso, e terá realizado vários exercícios. Treinamento Carga Horária 2. ibolt V3.x and SAP R/3 Supplementary Seminar 8 Curso: ibolt V3.x e SAP R/3 Seminário Suplementar Esta Edição Especial ibolt permite que uma integração com SAP R/3, um produto ERP de grande escala, com outras aplicações. Neste seminário complementar, o aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e técnicas fundamentais de utilização do conector SAP R/3 no ibolt. Após a conclusão do curso, o aluno será capaz de: Manipular objetos em SAP R/3 através do ibolt. Desencadear um fluxo ibolt quando as mensagens são enviadas a partir do SAP R/3 para ibolt. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

16 Treinamento Carga Horária 3. Getting Started with ibolt V3.x and SAP R/3 40 Introdução ao ibolt V3.x e SAP R / 3 Esta Edição Especial ibolt permite que uma integração com SAP R/3, um produto ERP de grande escala, com outras aplicações. Durante este curso, o aluno irá aprender a desenvolver e praticar as técnicas fundamentais de criação de um projeto de integração ibolt V3, incluindo testes, implantação e manutenção do projeto em tempo de execução. Além disso, o aluno irá se concentrar sobre a utilização do conector SAP R/ 3 dentro de um projeto no ibolt. Após a conclusão do curso, o aluno terá: Desenvolvido um projeto de integração ibolt desenvolvido especificamente para o curso e realizado vários exercícios. Manipulados objetos em SAP R / 3 através ibolt. Treinamento 4. ibolt V3.x with SAP Business One Supplementary Seminar Carga Horária 8 Curso: ibolt V3.x com SAP Business One Seminário Complementar A Edição Especial ibolt permite uma integração do SAP Business One, um produto ERP para empresas de pequeno e médio porte, com outras aplicações. Neste seminário complementar, o aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e as técnicas fundamentais da utilização do ibolt SAP Business One conector: SAPB Após a conclusão do curso, o aluno será capaz de: Manipular objetos em SAP Business One através ibolt. Desencadear um fluxo ibolt quando as ações são executadas no SAP Business One. Ao aluno são dados exemplos práticos e irá trabalhar em exercícios ao longo do dia. O curso compreende 4 lições: 1. SAP Business One Connector 2. Mais sobre consultas a um objeto SAP Business One 3. Adicionar um objeto para SAP Business One Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

17 4. Capturar eventos SAP Business One e desencadear um fluxo ibolt Treinamento Carga Horária 5. Getting Started with ibolt V3.x and SAP Business One 40 Curso: Introdução ao ibolt V3.x e SAP Business One A Edição Especial ibolt permite uma integração do SAP Business One, um produto ERP para empresas de pequeno e médio porte, com outras aplicações. Durante este curso, o aluno irá se concentrar em aprender sobre o ibolt e as suas capacidades, bem como a conectividade com SAP Business One. O aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e técnicas fundamentais da criação de um projeto de integração ibolt V3, incluindo testes, implantação e manutenção do projeto em tempo de execução. Além disso, o aluno irá se concentrar sobre a utilização do conector ibolt SAP Business One (SAPB1 2007) dentro de um projeto ibolt. Após a conclusão do curso, o aluno terá: Escrito um projeto de integração desenvolvido especificamente para o curso e realizado vários exercícios. Manipulados objetos em SAP Business One através do ibolt. Desencadeado um fluxo de ibolt, quando as ações são executadas no SAP Business One. Treinamento Carga Horária 6. ibolt V3.x with Salesforce.com Supplementary Seminar 8 ibolt V3.x com Salesforce.com Seminário Complementar A Edição Especial ibolt permite uma integração do salesforce.com, um software de CRM como um produto de serviço, com outras aplicações. Neste seminário complementar, o aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e as técnicas fundamentais da utilização do conector ibolt Salesforce. Após a conclusão do curso, o aluno será capaz de: Criar um fluxo de trabalho bi-direcional entre ibolt e salesforce.com. Manipular objetos em salesforce.com através do ibolt. Desencadear um fluxo ibolt quando as ações são realizadas em salesforce.com. Ao aluno são dados exemplos práticos e exercícios ao longo do dia. O curso compreende 4 aulas: Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

18 1. Salesforce Connector 2. Consultar um objeto Salesforce.com usando um ID Parent 3. Adicionar um objeto para Salesforce.com 4. Captura de Eventos da Salesforce.com e desencadear um fluxo ibolt Treinamento Carga Horária 7. Getting Started with ibolt V3.x and Salesforce.com 40 Curso: Introdução ao ibolt V3.x e Salesforce.com A Edição Especial ibolt permite uma integração do salesforce.com, um software de CRM como um produto de serviço, com outras aplicações. Durante este curso, o aluno irá se concentrar em aprender sobre o ibolt e as suas capacidades, bem como a conectividade com a salesforce.com. O aluno aprenderá os princípios de desenvolvimento e técnicas fundamentais da criação de um projeto de integração ibolt V3, incluindo testes, implantação e manutenção do projeto em tempo de execução. Além disso, o aluno irá se concentrar sobre a utilização do conector ibolt Salesforce dentro de um projeto ibolt. Após a conclusão do curso, o aluno terá: Escrito um projeto de integração desenvolvido especificamente para o curso e realizado vários exercícios. Manipulado objetos em salesforce.com através do ibolt. Desencadeado um fluxo de ibolt, quando as ações são executadas em salesforce.com. Cidade Nova Rio de Janeiro / RJ CEP.:

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC TERMO DE REFERENCIA Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviço(s) de treinamento para os servidores da área de atendimento

Leia mais

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Termo de Referência Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Maio/2012 Índice 1. OBJETO... 3 2. ESCOPO... 3 3. PRAZO... 7 4. LOCAL DE TREINAMENTO... 7 5. HORÁRIO DE TREINAMENTO...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Registro de Preços para contratação de Empresa para a prestação de serviços técnicos especializados para elaboração e execução de projetos de automatização de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em Information Technology Infrastructure Library (ITIL)V3.

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em Information Technology Infrastructure Library (ITIL)V3. TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em conceitos da biblioteca ITIL V3 - Infrastructure

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para prestação de serviço de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software Citrix e suporte

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA REGISTRO DE PREÇOS SELEÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS ORACLE 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação de empresas credenciadas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Contratação de empresa para fornecimento de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada para executar serviços de manutenção evolutiva, corretiva, adaptativa e normativa

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 014/2009 ANEXO II 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico assistido ao PRODERJ, sob demanda, para o desenvolvimento e implantação de soluções

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE PERTENCER AO QUADRO DE PARCEIROS OU DISTRIBUIDORES DO FABRICANTE DO APLICATIVO Licitante: CNPJ:

Leia mais

OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015

OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015 OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015 Aos Custodiantes de Valores Mobiliários ( custodiantes ) Assunto: Adaptação à Instrução CVM Nº 542/2013 Prezados Senhores, 1. Nos termos

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade PROJETO NOVAS FRONTEIRAS DECLARAÇÃO DE ESCOPO SCOPE STATEMENT Preparado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto Versão 3 Aprovado por Ricardo Viana Vargas Patrocinador 01/11/2010 I - Patrocinador Ricardo

Leia mais

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL 1. OBJETO 1.1. Contratação de até 2.880 horas de consultoria em desenvolvimento de aplicações

Leia mais

Descrição de Serviço da SAP Serviços de Suporte SAP Custom Development

Descrição de Serviço da SAP Serviços de Suporte SAP Custom Development Descrição de Serviço da SAP Serviços de Suporte SAP Custom Development A SAP oferece Serviços de Suporte para os Recursos desenvolvidos e entregues pela SAP nos termos de um Formulário de Pedido de Serviços

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO Este documento descreve os serviços que devem ser realizados para a Implantação da Solução de CRM (Customer Relationship Management), doravante chamada SOLUÇÃO, nos ambientes computacionais de testes,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto)

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) 1 1 - OBJETO 1.1 Registro de Preços para prestação de

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para realizar pesquisas do perfil do turista do evento Natal Luz

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL - TSE SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI ESCRITÓRIO DE PROJETOS EP PROJETO BÁSICO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL - TSE SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI ESCRITÓRIO DE PROJETOS EP PROJETO BÁSICO PROJETO BÁSICO 1. OBJETO Contratação de serviços de atualização da Ferramenta Corporativa de Antivírus atualmente instalada na plataforma da Justiça Eleitoral, com 27.182 licenças para microcomputadores.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de serviços para Coleta, Entrega e Custódia de Mídias Magnéticas e Ópticas em Fitoteca de Segurança Externa

TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de serviços para Coleta, Entrega e Custódia de Mídias Magnéticas e Ópticas em Fitoteca de Segurança Externa TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de serviços para Coleta, Entrega e Custódia de Mídias Magnéticas e Ópticas em Fitoteca de Segurança Externa Março/2013 1. OBJETO 1.1. O presente termo tem por finalidade a

Leia mais

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 1) DO OBJETO Constitui objeto desta especificação a contratação de empresa para o fornecimento de peças originais de reposição de

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

Serviço de mensageria SMS

Serviço de mensageria SMS Termo de Referência Serviço de mensageria SMS Agosto/2014 1 1 OBJETO 1.1 Prestação de serviços de envio de até 1.680.000 (Um milhão seiscentos e oitenta mil) Mensagens de Texto SMS (Short Message Service)

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

Dell Infrastructure Consulting Services

Dell Infrastructure Consulting Services Proposta de Serviços Profissionais Implementação do Dell OpenManage 1. Apresentação da proposta Esta proposta foi elaborada pela Dell com o objetivo de fornecer os serviços profissionais de implementação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério menor preço, objetivando

Leia mais

Contrato de Adesão. As partes, acima qualificadas, têm entre si justas e acordadas as seguintes cláusulas e condições:

Contrato de Adesão. As partes, acima qualificadas, têm entre si justas e acordadas as seguintes cláusulas e condições: A Contratada Fundação CPqD Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, sediada na Rodovia Campinas/Mogi-Mirim (SP-340), Km 118,5, em Campinas SP, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 02.641.663/0001-10

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

Associação Matogrossense dos Municípios

Associação Matogrossense dos Municípios PORTARIA Nº 019/2010 O Presidente da Associação Matogrossense dos Municípios AMM, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pelo Estatuto Social e Resolução 002/2010, RESOLVE: Art. 1º -

Leia mais

PORTARIA SMS Nº 001/2013. A Secretária de Saúde do município de Salgueiro, no uso de suas atribuições legais:

PORTARIA SMS Nº 001/2013. A Secretária de Saúde do município de Salgueiro, no uso de suas atribuições legais: PORTARIA SMS Nº 001/2013 EMENTA: Dispõe sobre o Programa de Qualificação Profissional, no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde de Salgueiro, para todos os cargos previstos no ANEXO II da Lei Municipal

Leia mais

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPOR O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da contratação de serviços: 1.1 O presente Projeto Básico tem como objetivo a contratação de empresa para locação de impressoras, incluindo o fornecimento de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Serviço Nacional de Aprendizagem Rural REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE TERMOS DE COOPERAÇÃO Estabelece diretrizes, normas e procedimentos para celebração, execução e prestação de contas

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o credenciamento de empresas de tecnologia para geração de códigos de segurança cifrados (CSC) inseridos em códigos bidimensionais de resposta rápida

Leia mais

CONTRATO Nº 104/2014

CONTRATO Nº 104/2014 CONTRATO Nº 104/2014 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTANA DA BOA VISTA/RS E A EMPRESA POLYTEK COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMATICA LTDA. O MUNICÍPIO DE SANTANA

Leia mais

Curso de Sistema de Informação

Curso de Sistema de Informação 1 Regulamento de Estágio Curricular Obrigatório Curso de Sistema de Informação Cascavel - PR CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade normatizar o Estágio Curricular

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009. termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO:

Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009. termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO: Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009 Empresa interessada no certame solicitou PEDIDO DE ESCLLARECI IMENTTO,, aos termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO: 1) Com relação

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

PORTARIA Nº 114, DE 19/9/2007

PORTARIA Nº 114, DE 19/9/2007 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação PORTARIA Nº 114, DE 19/9/2007 Aprova normas para padronização, instalação e controle de programas de computador no âmbito da Câmara dos Deputados.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO Termo de Referência TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO Agosto 2014 Página 2 de 14 1. OBJETO...

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS SMS SHORT MESSAGE SERVICE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Responsável: Superintendência Central de Governança Eletrônica Objeto LOTE ITEM

Leia mais

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Assessoria de Imprensa e Comunicação PORTARIA 74/06 - SMG Assessoria de Imprensa e Comunicação Dispõe sobre os critérios e procedimentos para valoração e apuração dos pontos relativos à capacitação e participação em atividades realizadas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP EMPRESA FLEX - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

ANEXO III ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇOS CONCORRÊNCIA IPLANRIO / SRP Nº XXXX/20XX. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS IPLANRIO Nº XXXX/20XX.

ANEXO III ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇOS CONCORRÊNCIA IPLANRIO / SRP Nº XXXX/20XX. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS IPLANRIO Nº XXXX/20XX. ANEXO III ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇOS CONCORRÊNCIA IPLANRIO / SRP Nº XXXX/20XX. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS IPLANRIO Nº XXXX/20XX. ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇO Nº À Empresa: Endereço: CNPJ: Telefone: Fax:

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO Brasília, 10 de Janeiro de 2013. Prezadas Senhoras, Prezados Senhores, A ONU Mulheres Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres solicita

Leia mais

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA Processo n.º E-04/. /2012. Contratação de empresa para fornecimento e instalação de sistema de gerenciamento de tráfego para elevadores do prédio da SEFAZ, localizado na Avenida Presidente Vargas, 670

Leia mais

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC O CTIC/UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação da Universidade Federal do Pará define neste documento sua Política Organizacional

Leia mais

POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A.

POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A. ÍNDICE DURATEX S/A POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A. 1. OBJETIVO 2. PRINCÍPIOS GERAIS 3. REFERÊNCIAS 4. DEFINIÇÕES 4.1. DURATEX 4.2. UNIDADE REQUISITANTE 4.3. UNIDADE DESTINATÁRIA

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008. Dispõe sobre o processo de contratação de serviços de Tecnologia da Informação pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. O SECRETÁRIO

Leia mais

RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME.

RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME. RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME. Brasília, 10 de fevereiro de 2010. Pregão n 062/2009 Lote 1: Lote 2: Operação, Gerenciamento de Redes, Servidores, Storage & Archive,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO MPT/PG 75/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO ELETRÔNICO MPT/PG 75/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO MPT/PG 75/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO, JUSTIFICATIVA E CONCEITOS 1.1 OBJETO Registro de preços para contratação de empresa especializada no fornecimento de subscrições

Leia mais

APÊNDICE IX PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO

APÊNDICE IX PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO APÊNDICE IX PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 DIRETRIZES GERAIS... 3 3 PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO NA IMPLANTAÇÃO DAS UNIDADES... 4 3.1 Módulo Conceitual - Diretrizes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ESTUDO TÉCNICO PRELIMINAR DA CONTRATAÇÃO 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Aquisição de sistema de monitoramento por câmeras para todo o IFRO 2. DEFINIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 Atualizado em 10/11/2014 Esta nota tem o objetivo de esclarecer as instituições que pretendam apresentar propostas de projetos ao Edital 05/2014. 1. No que se refere

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB 1 - DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de: 1.1-08 (oito) LICENÇAS modalidade MICROSOFT OPEN, sendo: 01

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho da Comissão de Normas

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Objetivo dessa aula é mostrar a importância em utilizar uma metodologia de implantação de sistemas baseada nas melhores práticas de mercado

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO IV REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO Nº 022/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE Nº 001/2013 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a Contratação de empresa

Leia mais

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. Regulamenta as atribuições da Secretaria de Controle Interno do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá outras providências. A PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

Caderno de Encargos Procedimento de Aquisição da PPP do Novo Colégio Militar de Manaus

Caderno de Encargos Procedimento de Aquisição da PPP do Novo Colégio Militar de Manaus Caderno de Encargos Procedimento de Aquisição da PPP do Novo Colégio Militar de Manaus SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. ORIENTAÇÕES GERAIS... 4 a. ELABORAÇÃO DO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES... 5 b. HOMOLOGAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional. Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação.

TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional. Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação. TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional 1. Função no Projeto: Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação. 2. Nosso Número BRA/12/010 3. Antecedentes A missão

Leia mais

MANUAL DO AGENTE AUTÔNOMO DE INVESTIMENTOS

MANUAL DO AGENTE AUTÔNOMO DE INVESTIMENTOS CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS E CÂMBIO LTDA MANUAL DO AGENTE AUTÔNOMO DE INVESTIMENTOS Revisado em agosto/2013 Página 1/8 1. CRITÉRIOS BÁSICOS Em atendimento a Instrução CVM 497 de 03 de junho de 2011,

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente MMA. Programa Nacional do Meio Ambiente PNMA (Fase 2)

Ministério do Meio Ambiente MMA. Programa Nacional do Meio Ambiente PNMA (Fase 2) Ministério do Meio Ambiente MMA Programa Nacional do Meio Ambiente PNMA (Fase 2) Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA Termo de Referência PNMA nº 02/2013 O presente

Leia mais

Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO:

Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO: Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 Compromisso celebrado entre [nome da CONTRATANTE], localizada à [inserir endereço completo], inscrita no [caso Administração indireta inserir número do CNPJ],

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 Din Din Copa Santander Libertadores MODALIDADE:

Leia mais

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Diretoria de Soluções Tecnológicas Superintendência de Tecnologia da Informação Objeto Objeto: Prestação

Leia mais

Redução de impacto ambiental no consumo diário de líquidos. TERMO DE ABERTURA

Redução de impacto ambiental no consumo diário de líquidos. TERMO DE ABERTURA Redução de impacto ambiental no consumo diário de líquidos. TERMO DE ABERTURA Preparado por Cassius Marcellus de Freitas Rodrigues Versão: 1.1 Renata Rossi de Oliveira Aprovado por 17/09/12 Nome do Projeto:

Leia mais

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS Página 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 0 PARA LICITAÇÃO ORIGINAL REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV. F DATA 01.08.11 25.04.14 EXECUÇÃO JADR AF VERIFICAÇÃO JADR JADR APROVAÇÃO

Leia mais

PSQ 290.0300 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE

PSQ 290.0300 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE PSQ - (4.2.3 - Controle de Documentos) (820.40 Document Control) APROVAÇÃO MARCOS FERNANDES NUNES Gerente da QA/RA Data: / / ELABORAÇÃO REVISÃO GISELA CRISTINA LUÇOLLI NASS Assistente Administrativo APARECIDA

Leia mais

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação:

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: Procedimento de Comercialização MANUTENÇÃO DE CADASTRO DE AGENTES DA CCEE E USUÁRIOS DO SCL Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: ÍNDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA GERENCIA EXECUTIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 RELAÇÃO DE ITENS ASSUNTOS 1. OBJETIVO... 1 2. DO OBJETO... 2 3. DA JUSTIFICATIVA DO OBJETO... 2 4. DAS ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS... 2 5. DA PRESTAÇÃO

Leia mais

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.:

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.: MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq DAD/CGADM/COINF/SERVIÇO DE LICITAÇÃO SELIC SEPN 507, Bloco B, Ed. Sede CNPq, Sala 211, CEP: 70.740-901,

Leia mais