Guia Salesforce.com Integration. Versão 5.5

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia Salesforce.com Integration. Versão 5.5"

Transcrição

1 Guia Salesforce.com Integration Versão 5.5

2 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes à Pitney Bowes Inc. e/ou a seus subsidiários e suas empresas associadas. Portrait Software, o logotipo Portrait Software, Portrait e a marca Portrait Software s Portrait são marcas comerciais da Portrait Software International Limited e não podem ser usadas nem exploradas de forma alguma sem prévia autorização expressa por escrito da Portrait Software International Limited. Reconhecimento de marcas comerciais Outros nomes do produto, nomes, marcas, logotipos e símbolos da empresa referenciados aqui podem ser marcas comerciais ou marcas comerciais registradas de seus proprietários registrados. Suporte Portrait Software Se precisar de ajuda com algo que não se encontre nesses documentos, visite a Base de Conhecimentos em nosso site da Web. e siga os links para seu produto. Também é possível baixar outros documentos da Portrait Software a partir desse site. Se não tiver um nome de usuário e senha - ou se os esqueceu - contate-nos através de um dos canais abaixo. Se tiver algum problema com o uso, a instalação ou os documentos desse produto, contate-nos usando um dos seguintes métodos: Telefone EUA/Canadá (número gratuito) Resto do mundo Quando estiver reportando um problema, ajuda se nos disser: O nome do aplicativo de software As circunstâncias em que o problema apareceu Que mensagens de erro você viu (se tiver visto alguma) A versão do software que você estava usando Pitney Bowes Software Inc. June 13, 2013

3 Sumário Capítulo 1: Introdução...5 Objetivo...6 Público-alvo...6 Documentos relacionados...6 Capítulo 2: Visão geral...7 Visão geral Salesforce.com/Interaction Optimizer...8 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com...11 Pré-requisitos...12 Limitações...12 Considerações sobre o serviço web do Interaction Optimizer...13 Por que um Interceptador?...14 Orientações sobre interceptador...16 Cliente Salesforce.com para Interaction Optimizer...18 Componentes Visual Force...18 Controladores de componentes...19 Proxy Entity Wrapper para recomendação...20 Páginas Apex Visualforce...20 Extensão de controlador Visualforce...21 Fazer download e instalar o código de exemplo...22 Atualize as classes proxy...22 Lidando com respostas de recomendação...23 Capítulo 4: Apêndice...25 fragmentos XSLT...26 Código InlineXsdInWsdlBehavior.cs...27 Componentes Salesforce.com...29

4 Código Apex Portrait IO 5.5

5 Capítulo 1 Introdução Nesta seção: Objetivo Público-alvo Documentos relacionados

6 Objetivo Objetivo Este documento descreve como integrar o Portrait Interaction Optimizer (Interaction Optimizer) com Salesforce.com. O documento identifica as restrições atuais do Salesforce.com para consumir os serviços web do Interaction Optimizer, indicando a forma de contorná-las. Público-alvo Este documento é fornecido aos desenvolvedores Salesforce.com que desejam integrar recomendações em tempo real focalizadas no cliente do Portrait Interaction Optimizer (Interaction Optimizer) com o Salesforce.com. Documentos relacionados Documento Mídia (zip/dvd) e localização Guia de Administração do Portrait Interaction Optimizer Notas de Versão do Portrait Interaction Optimizer Mídia do Portrait Interaction Optimizer em: \Documentation\Portrait Interaction Optimizer Administration Guide.pdf Mídia do Portrait Interaction Optimizer em: \Documentation\Interaction Optimizer-release-notes.pdf Dica: Todos os documentos estão também disponíveis no site de suporte do Portrait Software: 6 Portrait IO 5.5

7 Capítulo 2 Visão geral Nesta seção: Visão geral Salesforce.com/Interaction Optimizer

8 Visão geral Salesforce.com/Interaction Optimizer Visão geral Salesforce.com/Interaction Optimizer Salesforce.com oferece uma oferta de Software como Serviço (SaaS) que proporciona uma automação da força de vendas, com recursos de Vendas, Serviço e Helpdesk, suportadas por um modelo de dados padrão, mas extensível, que inclui contas, contatos e oportunidades. Salesforce.com oferece seu próprio ambiente de desenvolvimento de aplicativo (Apex), que pode ser utilizado para elaborar novos aplicativos dentro do Salesforce.com, e também amplia funcionalidades existentes por meio da integração com sistemas de terceiros (tais como o Interaction Optimizer), através de serviços web. O cliente Salesforce.com para Interaction Optimizer proporciona: Uma interface de serviços web Apex para o Interaction Optimizer que inclui dados com a possibilidade de configurar como conteúdo do Salesforce.com, bem como todos os campos de conta padrão que são mapeados nas requisições de recomendação do Interaction Optimizer. Uma extensão para que o Contact Controller do Salesforce.com exiba recomendações do Interaction Optimizer através da amostra de página código do Visualforce. As recomendações são exibidas, com a opção de capturar feedback positivo, negativo ou não apresentado. 8 Portrait IO 5.5

9 Capítulo 2: Visão geral Guia Salesforce.com Integration 9

10

11 Capítulo 3 Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com Nesta seção: Pré-requisitos Limitações Considerações sobre o serviço web do Interaction Optimizer Por que um Interceptador? Orientações sobre interceptador Cliente Salesforce.com para Interaction Optimizer

12 Pré-requisitos Pré-requisitos Os pré-requisitos para integrar uma instância do Interaction Optimizer com o Salesforce.com são: Uma instância do Salesforce.com que utilize visualizações de Contato para interações Uma instância do Interaction Optimizer que deve ser publicamente acessável através da Internet Estar familiarizado com a administração do Interaction Optimizer e, em particular, os serviços web do Interaction Optimizer, conforme descrito no Guia de Administração do Interaction Optimizer Estar familiarizado com desenvolvimento Apex (a linguagem de desenvolvimento para a plataforma Force.com) Estar familiarizado com o desenvolvimento.net/wcf; é um requisito para elaborar um interceptador que traduza mensagens entre o Salesforce.com e o serviço web do Interaction Optimizer. Observação: Você pode optar por outras plataformas de desenvolvimento, tais como Java, em função do que será usado para montar o interceptador Limitações A plataforma de desenvolvimento Force.com apresenta algumas limitações, quando se trata de consumir serviço web com protocolo SOAP (caso do serviço web Interaction Optimizer). A plataforma não faz análise sintática de um SOAP WSDL SOAP que contenha os seguintes construtores: Wsdl:import Xsd:import Xsd:attribute Xsd:extension Xsd:enumeration Xsd:anyType A forma como Force.com reage a estes construtores varia. Para alguns (por ex.: wsdl:import, xsd:import ou xsd:attribute), um erro é gerado e a análise sintática para o WSDL não é feita Para elementos xsd:extension, o Force.com gera classes, mas apenas com elementos para o tipo derivado por ex.: considere este tipo no WSDL: <xsd:complextype name="getactionsresponse"> <xsd:complexcontent mixed="false"> <xsd:extension base="tns:iowebserviceresponse"> <xsd:sequence> <xsd:element minoccurs="0" name="output" nillable="true" type="tns:getactionsoutput"/> </xsd:sequence> </xsd:extension> </xsd:complexcontent> </xsd:complextype> 12 Portrait IO 5.5

13 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com Estes tipos são gerados como resultado de hierarquias que herdaram a classe.net dentro do Interaction Optimizer. Aqui, o tipo complexo GetActionsResponse deriva do IOWebServiceResponse. O Force.com gera classes tanto para IOWebServiceResponse, quanto para GetActionsResponse, mas a classe parseada Apex para GetActionsResponse não contém nenhum membro proveniente da classe de base IOWebServiceResponse. Assim, há uma falha ao parsear a mensagem xml durante a execução, na qual o elemento GetActionsResponse contém membros do tipo básico IOWebServiceResponse. Se um membro for chamado "Foo" no IOWebServiceResponse, a execução do Force.com produzirá um erro "não pode encontrar o tipo Apex para name>/foo". Isso ocorre pelo fato de que tenta encontrar o membro Foo na classe gerada GetActionsResponse, que não está aí. Para os construtores xsd:enumeration, o Force.com gera elementos com seus tipos subjacentes xsd. Por exemplo, considere o seguinte elemento: <xsd:element name="refdata.marketingcampaigncategory" nillable="true" type="tns:refdata.marketingcampaigncategory"/> Onde o tipo RefData.MarketingCampaginCategory é definido como: <xsd:simpletype name="refdata.marketingcampaigncategory"> <xsd:restriction base="xsd:string"> <xsd:enumeration value="gatherinformation"/> <xsd:enumeration value="retain"/> <xsd:enumeration value="sell"/> <xsd:enumeration value="service"/> </xsd:restriction> </xsd:simpletype> Aqui, o Force.com parseia o elemento com um tipo de string (neste caso, o tipo subjacente xsd). Considerações sobre o serviço web do Interaction Optimizer Enquanto algumas das supracitadas limitações do Force.com podem ser solucionadas pelo serviço web do Interaction Optimizer, outras não podem. Ativar geração de WSDL simples no Interaction Optimizer O serviço web do Interaction Optimizer pode ser gerado (por meio de uma ferramenta chamada ServiceMaker) para criar um wsdl que não inclua nenhuma declaração w wsdl:import ou xsd:import, isto é, o WSDL é gerado como um único documento. Isso pode ser feito ativando a opção "Não importar declarações WSDL" (no assistente do ServiceMaker) ou utilizando a opção /FlatWsdl (quando o utilitário de linha de comando do ServiceMaker for utilizado). Embora isto não seja necessário, se utilizamos um interceptador (ver explicações mais adiante neste documento), o ativamento desta opção ajuda a escrevê-lo. Hierarquias de tipo e espaços de nome Guia Salesforce.com Integration 13

14 Por que um Interceptador? O serviço web do Interaction Optimizer gera um WSDL hierárquico que contém construtores xsd:extension (conforme explicação mais acima) que não podem ser parseados pelo Force.com. Atualmente, a ferramenta ServiceMaker não oferece opção para tanto. Embora isto possa ser transformado através do uso de um xslt, estes tipos muitas vezes pertencem a diversos espaços de nome e isto resulta em elementos xml com múltiplas referências de espaços de nome, algo que o Salesforce não consegue parsear durante a execução. Por exemplo, considere o seguinte elemento de uma mensagem xml (mensagens como esta são geradas a partir do serviço web do Interaction Optimizer, que contém hierarquias). <ExecuteWSTestResult xmlns:i="http://www.w3.org/2001/xmlschema-instance" <CompletionString xmlns="http://servicecore/response"> Completed</CompletionString> <Outcome xmlns="http://servicecore/response">outcome</outcome> <Suspension xmlns=http://servicecore/response xmlns:a="http://servicecore/suspension"> <a:contextdata>context</a:contextdata> <a:resumeid>resume</a:resumeid> <a:serialisationstrategy>strategy</a:serialisationstrategy> </Suspension> <Output> <MyString>Hello world</mystring> </Output> </ExecuteWSTestResult> Considere o elemento CompletionString. É uma string, mas o elemento contém uma declaração padrão de espaço de nome, para o espaço de nome "http://servicecore/response". Isto ocorre pelo fato de que este elemento é definido em um dos tipos básicos (chamado Resposta) do elemento ExecuteWSTestResult, que pertence ao espaço de nome xml "http://servicecore/response". Por que um Interceptador? Em decorrência das capacidades limitadas de parseamento WSDL do Force.com (conforme descrito na seção anterior), não é possível consumir o serviço web do Interaction Optimizer como tal a partir do Salesforce.com. Há várias soluções alternativas: Consumir o serviço web do Interaction Optimizer com a geração e parseamento de mensagens xml, usando a API de parseamento nativa do Apex DOM certamente uma opção, embora não muito limpa, já que tem por base a manipulação de strings em baixo nível e parseamento de conteúdo xml. Além do mais, este código não pode ser reutilizado por múltiplas instalações do Interaction Optimizer (podendo variar em termos de tipos de dados, conforme modelos utilizados, personalizações realizadas e opções selecionadas para gerar o serviço através do Service Maker) Construir um serviço de interceptador que se localiza entre o Salesforce.com e o serviço web do Interaction Optimizer, que traduza mensagens entre os dois sistemas, nos dois sentidos. Embora o código para um interceptador deste tipo continue não sendo reutilizável entre várias instalações do Interaction Optimizer (uma vez que a origem de dados de decisão é variável), o 14 Portrait IO 5.5

15 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com mesmo proporciona uma abordagem mais limpa do que o parseamento de DOM de xml baseado em string bruta Um serviço de interceptador deste tipo terá que ficar hospedado e exposto em um terminal publicamente accessível (mas seguro) com o qual SalesForce poderá comunicar Entre estas alternativas, o interceptador é a abordagem recomendada para integrar o Salesforce.com e o Interaction Optimizer como abordagem transitória (até que outras opções sejam suportadas pelo Interaction Optimizer em lançamentos futuros). Benefícios Não é necessário parsear DOM de xml bruto No que se refere ao Salesforce, basta utilizar o serviço do interceptador, que fornece um WSDL que o Salesforce pode entender Este interceptador pode ser construído usando qualquer tecnologia padrão capaz de parsear o WSDL atualmente exposto pelo serviço web do Interaction Optimizer (por ex.:.net/wcf, Java, etc.) Limitações O código para o interceptador não pode ser genérico entre as instalações do Interaction Optimizer, podendo haver variações entre os tipos expostos pelo serviço web do Interaction Optimizer e, assim, os tipos expostos pelo interceptador Para construir um interceptador deste tipo, é preciso conhecimento sobre ma plataforma tecnológica além da Force.com, o que pode ou não estar disponível na equipe de TI de uma empresa que possui uma instalação do Salesforce.com esta tarefa poderá potencialmente ser conduzida pela equipe profissional de serviços PBBI que auxilia na configuração, instalação e customização dos produtos PBBI O serviço do interceptador e o serviço real do Interaction Optimizer podem ser hospedados no mesmo servidor, ou em servidores separados. Ambas as opções funcionam desde que o interceptador fique exposto em um terminal publicamente accessível (mas seguro) com o qual SalesForce poderá comunicar. O diagrama abaixo ilustra um dos cenários possíveis de implementar. Guia Salesforce.com Integration 15

16 Orientações sobre interceptador Orientações sobre interceptador Sempre que estiver escrevendo um serviço WCF de interceptador, você precisa seguir algumas orientações para estar seguro de que o serviço é compatível com o Salesforce.com e é acessível por ele. Orientações O tipo do interceptador precisa expor todos os tipos expostos pelo serviço web do Interaction Optimizer de forma simplificada (isto é, se o Interaction Optimizer expõe um tipo GetActionsResponse, que por sua vez deriva do IOWebServiceResponse, então o interceptador precisa remover a relação de herança existente entre estes dois tipos no WSDL/contrato que expõe, replicar todos os membros do IOWebServiceResponse no GetActionsResponse e processá-los como duas classes distintas) o que garantirá que o WSDL não comporte elementos xsd:extension que o Salesforce não possa parsear Todos os tipos simplificados deverão pertencer a um único espaço de nome xml (de preferência, aquele ao qual pertence o tipo derivado original) O WSDL gerado não deveria conter nenhum construtor xsd:attribute O interceptador precisa expor um WSDL simples (que não contenha nenhum construtor xsd:import ou wsdl:import) Uma forma possível de criar um interceptador: Esta é uma forma possível de criar um serviço de interceptador que utiliza Windows Communication Foundation e Visual Studio. Esta abordagem leva em conta as orientações mencionadas acima. Crie um projeto de serviço WCF no Visual Studio Adicione uma referência de serviço para o serviço web do Interaction Optimizer a este projeto Exporte o WSDL a partir do serviço web do Interaction Optimizer (é possível executar o comando svcutil.exe /t:metadata <URL do serviço do Interaction Optimizer>) no aviso de comando para fazê-lo Crie um xslt que: Transforme todos os tipos de hierarquias em suas versões simplificadas Remova todos os elementos xsd:attribute (isto é possível por que o xsd:attribute atualmente gerado pelo Interaction Optimizer não é utilizado em nenhuma de suas operações expostas) Para ver um exemplo deste tipo de xslt, veja o Apêndice Use este WSDL transformado (gerado na etapa anterior) para criar um conjunto de classes proxy (é possível executar o comando svcutil.exe /o:<nome do arquivo> /l:cs /n:<string,string> <nome do arquivo WSDL transformado> - observe que a opção /n ajuda a mapear os espaços de nome xsd/wsdl alvo para espaços de nome clr no código; o que pode ser utilizado para mapear tipos para um único espaço de nome homogêneo) Adicione este arquivo (com as classes geradas) ao projeto de serviço WCF que tinha sido criado para o interceptador Abra o arquivo no Visual Studio e altere os espaços de nome xml dos tipos gerados para algo que seja diferente dos espaços de nome xml utilizados pelo Interaction Optimizer 16 Portrait IO 5.5

17 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com Coloque todos os tipos gerados em um único espaço de nome clr (inclusive as classes de serviço e as interfaces) Procure o código da interface IIOWebService e remova todas as operações indesejadas assegure-se que esteja atrelado a um ServiceContract e que suas operações estejam atreladas a um atributo OperationContract (talvez já estejam, já que foi gerado pelo utilitário svcutil) Remova a interface IIOWebServiceChannel Renomeie a classe IOWebServiceClient com algum nome que faça sentido neste contexto, por ex.: IOWebServiceAdapter (será uma classe de implementação do serviço para o serviço de interceptador, encaminhando chamadas para o serviço web do Interaction Optimizer) Decore a classe IOWebServiceAdapter com o atributo ServiceBehavior e defina a propriedade deste atributo para o mesmo espaço de nome xml da interface IIOWebService Escreva a lógica de tradução para transformar os tipos do serviço web do Interaction Optimizer para tipos definidos pelo interceptador e vice-versa Crie um elemento de extensão de comportamento que expõe um WSDL simplificado (isto é, qualquer um que não possua construtores wsdl:import ou xsd:import) a partir do interceptador o código correspondente pode ser encontrado no Apêndice B Adicione o código para esta classe ao projeto de interceptador Construa o projeto para garantir que tudo seja compilado conforme esperado Hospede o interceptador WCF em um ponto publicamente acessível (por ex.: como serviço IIS hospedado em máquina virtual na nuvem). Se for possível, isto será co-instalado pelo serviço web do Interaction Optimizer. Abra o arquivo Web.Config do serviço hospedado e adicione a seguinte seção ao <system.servicemodel>: <extensions> <behaviorextensions> <add name="wsdlflatteningextension" type="messagetranslator.extensions.inlinexsdinwsdlbehavior, MessageTranslator.Extensions"/> </behaviorextensions> </extensions> Na seção de behaviors (crie uma, se já não estiver presente) em <system.servicemodel>, adicione a seguinte seção: <behaviors> <endpointbehaviors> <behavior name="wsdlflatteningbehavior"> <WSDLFlatteningExtension/> </behavior> </endpointbehaviors> <servicebehaviors> <behavior name="servicebehavior"> <servicemetadata httpgetenabled="true"/> </behavior> </servicebehaviors> </behaviors> Crie a seção do serviço da seguinte forma: <services> <service name="<serviceimplementationclassname>" Guia Salesforce.com Integration 17

18 Cliente Salesforce.com para Interaction Optimizer behaviorconfiguration="servicebehavior"> <endpoint address="test" binding="basichttpbinding" contract="<servicecontractinterfacename>" bindingnamespace=<bindingnamespace> behaviorconfiguration="wsdlflatteningbehavior"/> </service> </services> Assegure-se de que o valor do bindingnamespace digitado na seção acima é o mesmo que o nome digitado para a interface de contrato de serviço e a classe de implementação de serviço, ou seja, os três devem ter o mesmo valor de espaço de nome (isto é crítico para que o serviço de interceptador exponha um único documento WSDL) Tente ir até o arquivo.svc para este serviço, usando um navegador, e assegure-se que a página de descrição do serviço pode ser exibida sem erro Clique no link para o WSDL deste serviço (a página de descrição do serviço deveria apresentar um link terminado em?wsdl) e assegure-se de que o WSDL é exibido adequadamente (em alguns navegadores, por ex. IE 9, isso pode gerar diretamente uma caixa de diálogo de download de arquivo para salvar o WSDL). Copie/faça download do WSDL e salve o arquivo no sistema local de arquivo este é o WSDL que precisa ser enviado ao SalesForce.com para gerar proxies Apex Cliente Salesforce.com para Interaction Optimizer Esta seção destaca (usando algumas páginas e componentes de exemplos do Salesforce) os itens de alto nível que devem ser construídos como parte de uma interface de cliente dentro do Salesforce.com para poder consumir o serviço web interceptador do Interaction Optimizer (daqui em diante designado sob o nome de serviço Interaction Optimizer) e exibir as recomendações em uma página VisualForce. Baseia-se em um exemplo de código que pode ser baixado em https://login.salesforce.com/packaging/installpackage.apexp?p0=04tu j9f. Consulte o Apêndice para obter um diagrama de classe que ilustre as relações entre diferentes componentes Salesforce. Em alto nível, os itens seguintes deverão necessariamente ser construídos: Componentes Visual Force RecommendationForSObject.component. Atua como interface para interagir com o objeto SalesForce atual no contexto. Expõe um atributo para configurar o objeto SalesForce atual no contexto. Tipicamente adicionado como componente de qualquer página SalesForce padrão/customizada (por ex.: Contato, Contas, etc.) RecommendationComponent.component. Proporciona a interface de usuário que exibe e grava respostas a recomendações provenientes do Interaction Optimizer e são exibidas em páginas SalesForce. 18 Portrait IO 5.5

19 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com Tipicamente adicionado como componente de qualquer página SalesForce padrão/personalizada (por ex.: Contato, Contas, etc.). Esta abordagem permite reutilizar a lógica e a interface de usuário para exibir recomendações em qualquer página SalesForce e não apenas contatos. Este componente configura/acessa campos e métodos apropriados em seu controlador associado, de forma a informar/retornar dados (por ex.: recomendações reais). Controladores de componentes RecommendationForSObject.cls Controlador para o componente RecommendationForSObject.component Propõe campos e métodos de acesso para realizar buscas e definir o objeto SalesForce atual no contexto (Contato, Contas, etc.). RecommendationComponentCtlr.cls Controlador para o componente RecommendationComponent.component Expõe campos e métodos chamados a partir do RecommendationComponent.component, para retornar recomendações e resposta de registro para uma recomendação. Os dados (entradas) requeridos por estes métodos são informados através da configuração de propriedades públicas expostas pelo controlador Estes métodos delegam a lógica para obter recomendações ou respostas de registro para uma classe helper IOHelper que atua como empacotadora para chamar por meio do serviço de interceptador do Interaction Optimizer (explicado em seção anterior), usando classes proxy Apex (cf. Apêndice D para um exemplo de código que ilustra a chamada do serviço para obter recomendações e respostas de registro para uma das recomendações retornadas). Define e expõe uma classe pública RecommendationsWrapper aninhada que atua como simples objeto de transferência de dados, para informar recomendações ao RecommendationComponent.component Interage com a classe RecommendationsForSObject para acessar o objeto SalesForce atual O método retrieverecommendations nesta classe utiliza a informação no objeto SalesForce atual (acessado a partir da classe RecommendationForSObject) para popular os parâmetros requeridos para invocar o método GetActions do serviço de proxy do interceptador subjacente do Interaction Optimizer. Este método adiciona as recomendações retornadas a uma lista de instâncias RecommendationsWrapper acessada pelo RecommendationComponent.component para vincular a interface de usuário Embora a maior parte da informação obrigatória para obter recomendações seja informada no parâmetro de pedido, os dados que controlam a filtragem dos alertas são informados no contexto adicional As recomendações podem então ser acessadas pela interface de usuário componente, conforme exibido abaixo: Guia Salesforce.com Integration 19

20 Proxy Entity Wrapper para recomendação <apex:panelbar items="!recommendations" var="a"> <apex:panelbaritem label="!a.campaignclass -!a.linktext"> <table> <tr> <td>!a.contenthtml</td> <td><button onclick="">accept</button> <button onclick="">refuse</button> <button onclick="">not Presented</button> </td> </tr> </table> </apex:panelbaritem> </apex:panelbar> Observação: Aqui, a se refere a uma instância do RecommandationsWrapper e a informação requerida é acessada através de suas propriedades públicas A marcação abaixo mostra uma recomendação expandida por vez: Proxy Entity Wrapper para recomendação RecommendationsWrapper.cls Este é um simples objeto de transferência de dados, utilizado para vincular recomendações à interface de usuário do SalesForce Atua como empacotadora para a classe subjacente IOWebService_Action exposta pelo serviço interceptador do Interaction Optimizer Expõe uma interface mais simples do que o IOWebService_Action, com membros relevantes para a interface de usuário do SalesForce (por ex.: propriedades para texto de aviso, classe de campanha, etc.) Páginas Apex Visualforce Recommendations.page Usado para exibir recomendações Incluído em outros layouts de objeto padrão (por ex.: Contato) É preciso criar uma página destas para cada página padrão em que recomendações precisam ser exibidas Contém os componentes RecommendationComponent.component e RecommendationForSObject.component Configura o atributo SFDCObject do componente RecommendationForSObject com o objeto SFDC associado da página da qual ela é parte 20 Portrait IO 5.5

21 Capítulo 3: Integração do Interaction Optimizer com o Salesforce.com A página de código para recomendações do Visual Force (para a página padrão Contato) se apresenta da seguinte forma: <apex:page standardcontroller="contact" extensions="recommendationcontactcntrlr" id="page1"> <apex:form id="frm1" > <c: RecommendationComponent SFDCObject="!Objcontact" /> </apex:form> </apex:page> Quando esta página for incluída como parte do layout da página de Contato, a página poderá ter a seguinte aparência: Extensão de controlador Visualforce Para cada página Visual Force em que recomendações devem ser exibidas, será preciso criar uma extensão de controlador. RecommendationContactCtrlr.cls Extensão para o controlador de Contact Controller O código para uma extensão de controlador deste tipo deve se apresentar da seguinte forma: public with sharing class RecommendationContactCntrlr Contact objcontact; public RecommendationContactCntrlr (ApexPages.StandardController stdcontroller) objcontact=(contact)stdcontroller.getrecord(); public RecommendationContactCntrlr () public Contact getobjcontact() Guia Salesforce.com Integration 21

22 Fazer download e instalar o código de exemplo return this.objcontact; Fazer download e instalar o código de exemplo Esta seção ilustra as etapas necessárias para fazer download do código de exemplo para um SalesForce org existente. 1. Abra um janela do navegador e digite a URL do pacote não gerenciado: https://login.salesforce.com/packaging/installpackage.apexp?p0=04tu plhw in the address bar 2. Na tela de login, informe os dados do SalesForce org para o qual o pacote precisa ser enviado 3. Após fazer login, siga as instruções para fazer download e aceite as configurações padrão até o pedido para instalar o pacote 4. Instale o pacote 5. Vá para Setup -> Customize -> Contacts -> Page Layouts 6. Clique no botão Page Layout Assignment 7. Na página da atribuição de layout, clique em Edit Assignment 8. Clique na linha do perfil para o qual a seção de recomendações precisa ser adicionada no layout (a linha deveria aparecer realçada) 9. Selecione Layout de Contato para Interaction Optimizer a partir do menu drop down Page Layout to Use 10. Assim, o layout deve ser aplicado 11. Agora, abra qualquer um dos contatos e todas as recomendações aplicáveis devem ser exibidas Atualize as classes proxy Embora o pacote proporcione um ponto de partida do código de integração que inclui classes proxy Apex para chamar o serviço de interceptador do Interaction Optimizer, haverá casos em que será preciso regenerá-las após instalar o pacote (por ex.: quando há uma mudança no WSDL do serviço de interceptador, quer devido à reconfiguração ou à mudança de versão do Interaction Optimizer). Estas são as etapas para modificar o código afetado que utiliza classes proxy: 1. Atualize o WSDL enviado para o SalesForce (no org, vá até Setup/Develop/Apex Classes e clique no botão Generate from WSDL, percorra até o documento WSDL e clique no botão Parse WSDL. Uma vez que o processo estiver completo, clique em Concluído) 2. Volte para Setup/Develop/Apex Classes e procure a classe chamada IOHelper (para tanto, é possível pesquisar clicando no link de navegação estrutural para a letra inicial do nome da classe) e clique no link Editar 3. Modifique o código desta classe para refletir as recém-geradas classes proxy do código todo 4. Clique no botão Salvar para que o código seja salvo sem erro 5. Teste os recém-atualizados proxies, abrindo uma página de contato e assegurando-se que as recomendações são retornadas pelo Interaction Optimizer 22 Portrait IO 5.5

Notas de Versão. Versão 6.0 SP1

Notas de Versão. Versão 6.0 SP1 Notas de Versão Versão 6.0 SP1 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes à Pitney

Leia mais

Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0. Versão 7.0A

Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0. Versão 7.0A Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0 Versão 7.0A 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00 CA Clarity Agile Guia de Implementação Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

Guia de instalação. Versão 4.0

Guia de instalação. Versão 4.0 Guia de instalação Versão 4.0 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes à Pitney

Leia mais

Consulta de endereço através do Cep

Consulta de endereço através do Cep --------------------------------------------------------------------------------------------- Por: Giancarlo Fim giancarlo.fim@gmail.com Acesse: http://giancarlofim.wordpress.com/ ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Produção de Páginas Web para Professores de Matemática Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark Guia de introdução Para os administradores do programa DreamSpark Este documento destaca as funções básicas necessárias para configurar e gerenciar seu ELMS na WebStore do DreamSpark. Versão 2.4 05.06.12

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

Curso Básico de Visual FoxPro 8.0

Curso Básico de Visual FoxPro 8.0 AULA Curso Básico de Visual FoxPro 8.0 Nosso curso de Visual FoxPro é voltado para pessoas iniciantes com a ferramenta. Por isso, requer que comecemos realmente do princípio. Sendo assim, vamos começar

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT FEVEREIRO DE 2015 Novidades O Resumo da Licença foi aprimorado com recursos de pesquisa expandidos

Leia mais

Criando documentação com javadoc

Criando documentação com javadoc H Criando documentação com javadoc H.1 Introdução Neste apêndice, fornecemos uma introdução a javadoc ferramenta utilizada para criar arquivos HTML que documentam o código Java. Essa ferramenta é usada

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento do Jboss do Nimsoft jboss série 1.3 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Snap Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente

Leia mais

Guia do usuário Customer View. Versão 6.0 SP1

Guia do usuário Customer View. Versão 6.0 SP1 Guia do usuário Customer View Versão 6.0 SP1 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT NOVEMBRO DE 2014 GUIA DO USUÁRIO DO C ENTRO DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO POR VO LUME DA MICROSOFT

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Blinde seu caminho contra as ameaças digitais. Manual do Produto. Página 1

Blinde seu caminho contra as ameaças digitais. Manual do Produto. Página 1 ] Blinde seu caminho contra as ameaças digitais Manual do Produto Página 1 O Logon Blindado é um produto desenvolvido em conjunto com especialistas em segurança da informação para proteger os clientes

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

Introdução ao BPEL utilizando o Oracle SOA Suíte 10g

Introdução ao BPEL utilizando o Oracle SOA Suíte 10g Introdução ao BPEL utilizando o Oracle SOA Suíte 10g 1. Introdução Neste artigo serão apresentados alguns conceitos inerentes a SOA Service Oriented Architecture e um exemplo prático de construção de processo

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas.

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas. Publicação web Pré requisitos: Lista de questões Formulário multimídia Este tutorial tem como objetivo, demonstrar de maneira ilustrativa, todos os passos e opções que devem ser seguidos para publicar

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7 Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul Informação e Comunicação: Habilitação Técnica de Nível Médio Técnico em Informática Programação Android na IDE Eclipse PROGRAMANDO ANDROID

Leia mais

Manual de Instruções do Visual Dialogue. Versão 6.0 SP1

Manual de Instruções do Visual Dialogue. Versão 6.0 SP1 Manual de Instruções do Visual Dialogue Versão 6.0 SP1 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling)

Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling) Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling) Americas Headquarters Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 USA http://www.cisco.com

Leia mais

BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL

BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL Deinf/Dine4 Versão 1.3 20/05/2013 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/11/2007 1.0 Elaboração da primeira versão

Leia mais

CA Product Vision. Notas da Versão

CA Product Vision. Notas da Versão CA Product Vision Notas da Versão Summer 2012 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação), destina-se

Leia mais

Rational Requirements Composer Treinamento aos Analistas de Qualidade e Gestor das Áreas de Projeto

Rational Requirements Composer Treinamento aos Analistas de Qualidade e Gestor das Áreas de Projeto Rational Requirements Composer Treinamento aos Analistas de Qualidade e Gestor das Áreas de Projeto Objetivos do Treinamento Apresentar as principais funcionalidades do Rational Requirements Composer relacionadas

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

FileMaker Pro 12. Guia de configuração da instalação em rede

FileMaker Pro 12. Guia de configuração da instalação em rede FileMaker Pro 12 Guia de configuração da instalação em rede 2007 2012 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker, Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara, Califórnia 95054 FileMaker é uma

Leia mais

CA Agile Vision. Guia de Implementação. Winter 2012. Second Edition

CA Agile Vision. Guia de Implementação. Winter 2012. Second Edition CA Agile Vision Guia de Implementação Winter 2012 Second Edition A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o Cantor 6 2.1 Recursos do Cantor..................................... 6 2.2 As infraestruturas do Cantor...............................

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá3ca 3 Prof. Markus Endler Exercício 3.1 Solicitando permissão para abrir uma página Web ü Criaremos uma Ac.vity com um EditText (para entrada de uma URL), um Bu?on e uma

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

Guia do usuário do Portrait HQ. Versão 2.0

Guia do usuário do Portrait HQ. Versão 2.0 Guia do usuário do Portrait HQ Versão 2.0 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes

Leia mais

Guia do Administrador do IBM SmartCloud for Social Business. IBMSmartCloudEngageedoIBM SmartCloud Connections

Guia do Administrador do IBM SmartCloud for Social Business. IBMSmartCloudEngageedoIBM SmartCloud Connections Guia do Administrador do IBM SmartCloud for Social Business IBMSmartCloudEngageedoIBM SmartCloud Connections Guia do Administrador do IBM SmartCloud for Social Business IBMSmartCloudEngageedoIBM SmartCloud

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER O SEER foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) baseado no software desenvolvido pelo Public

Leia mais

Guia do Usuário do Telemarketing. Versão 6.0 SP1

Guia do Usuário do Telemarketing. Versão 6.0 SP1 Guia do Usuário do Telemarketing Versão 6.0 SP1 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes

Leia mais

Xerox CentreWare Guia dos Drivers de Impressora para Macintosh

Xerox CentreWare Guia dos Drivers de Impressora para Macintosh Xerox CentreWare Guia dos Drivers de Impressora para Macintosh 2010 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox e a esfera do design de conectividade, CenterWare, WorkCentre e ColorQube são

Leia mais

para Mac Guia de Inicialização Rápida

para Mac Guia de Inicialização Rápida para Mac Guia de Inicialização Rápida O ESET Cybersecurity fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense, o primeiro mecanismo de verificação

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Avisos legais Copyright 2013, CA. Todos os direitos reservados. Garantia

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

CA Nimsoft Unified Reporter

CA Nimsoft Unified Reporter CA Nimsoft Unified Reporter Guia de Instalação 7.5 Histórico de revisões do documento Versão do documento Data Alterações 1.0 Março de 2014 Versão inicial do UR 7.5. Avisos legais Este sistema de ajuda

Leia mais

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO GUIA DE INTRODUÇÃO CONTEÚDO Introduction 3 Como Começar 5 Como Criar Campanhas E Material Promocional 8 Como Personalizar E Executar Uma Campanha Pré- Empacotada 10 Como Criar Suas Próprias Campanhas 12

Leia mais

Manual de Consulta Web Service Consulta ao SCR para Instituições Financeiras

Manual de Consulta Web Service Consulta ao SCR para Instituições Financeiras Manual de Consulta Web Service Consulta ao SCR para Instituições Financeiras 1. Introdução O que é a Consulta ao SCR via Web Service? A consulta ao SCR via Web Service permite a consulta da posição consolidada

Leia mais

Manual da Ferramenta Metadata Editor

Manual da Ferramenta Metadata Editor 4 de março de 2010 Sumário 1 Introdução 3 2 Objetivos 3 3 Visão Geral 3 3.1 Instalação............................. 3 3.2 Legenda.............................. 4 3.3 Configuração Inicial........................

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

Configurar e gerenciar comunidades do Salesforce

Configurar e gerenciar comunidades do Salesforce Configurar e gerenciar comunidades do Salesforce Guia do usuário, Spring 16 @salesforcedocs Última atualização: 17/12/2015 A versão em Inglês deste documento tem precedência sobre a versão traduzida. Copyright

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

Guia do usuário do Web Portal. Versão 6.0

Guia do usuário do Web Portal. Versão 6.0 Guia do usuário do Web Portal Versão 6.0 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples?

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples? FAQ Loja Virtual 1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? Sim, há diferenças entre os painéis da loja virtual. Abaixo segue uma imagem exemplificando as diferenças entre os painéis. 2) Quais

Leia mais

Notas de Versão. Versão 5.5

Notas de Versão. Versão 5.5 Notas de Versão Versão 5.5 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas por direitos autorais pertencentes à Pitney Bowes

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. Guia de Instalação do SolidWorks 2009 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

SMART Sync 2010 Guia prático

SMART Sync 2010 Guia prático SMART Sync 2010 Guia prático Simplificando o extraordinário Registro do produto Se você registrar o seu produto SMART, receberá notificações sobre novos recursos e atualizações de software. Registre-se

Leia mais

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C 2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C Este capítulo trata de colocar a linguagem C para funcionar em um ambiente de programação, concentrando-se no compilador GNU Compiler Collection (gcc). Mas qualquer outro

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES WEB UTILIZANDO A FERRAMENTA WEBSCHARTS

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES WEB UTILIZANDO A FERRAMENTA WEBSCHARTS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA DESENVOLVENDO APLICAÇÕES WEB UTILIZANDO A FERRAMENTA WEBSCHARTS LÍCIO SÉRGIO FERRAZ DE BRITO MARCELO AUGUSTO SANTOS TURINE

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01 Tutorial: Webmail Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015 Versão 01 Conteúdo Tutorial: Webmail 2015 Descrição... 2 Possíveis problemas... 5 Criando Regras de Mensagens (Filtros Automáticos)... 11 A partir

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork

STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork A DarumaFramework está com suas funções nativas ao programador PHP devido a extensão de aplicativo php_darumaframework. Para usar esta extensão,

Leia mais

Publicação de uma pesquisa na web

Publicação de uma pesquisa na web Publicação de uma pesquisa na web Pré-requisitos: Lista das questões Formulário multimídia A publicação de pesquisas na web possibilita que pesquisas sejam respondidas de qualquer computador com acesso

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Blinde seu caminho contra as ameaças digitais. Manual do Produto. Página 1

Blinde seu caminho contra as ameaças digitais. Manual do Produto. Página 1 ] Blinde seu caminho contra as ameaças digitais Manual do Produto Página 1 O Logon Blindado é um produto desenvolvido em conjunto com especialistas em segurança da informação para proteger os clientes

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter

Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter Da instalação até a impressão Da instalação até a impressão para Windows 98, Windows Me, Windows 2000, Mac OS 8.6 à 9.1 e Mac OS X Abril 2001

Leia mais

Demoiselle Report Guide. Demoiselle Report. Marlon Carvalho. Rodrigo Hjort. Robson Ximenes

Demoiselle Report Guide. Demoiselle Report. Marlon Carvalho. <marlon.carvalho@gmail.com> Rodrigo Hjort. <rodrigo.hjort@gmail.com> Robson Ximenes Demoiselle Report Guide Demoiselle Report Marlon Carvalho Rodrigo Hjort Robson Ximenes Demoiselle Report... v 1. Configuração

Leia mais

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação versão 2.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4 Entrando em contato com a ez... 4 1.5

Leia mais

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Agência Nacional de Vigilância Sanitária Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Conexão ao Webservice Manual do Desenvolvedor Versão 2.0.0 Brasília, fevereiro de 2013. Copyright 2012. Agência Nacional

Leia mais

Software Anti-Spyware Enterprise Module versão 8.0

Software Anti-Spyware Enterprise Module versão 8.0 Software Anti-Spyware Enterprise Module versão 8.0 Guia O que é o Anti-Spyware Enterprise Module? O McAfee Anti-Spyware Enterprise Module complementa o VirusScan Enterprise 8.0i para ampliar sua capacidade

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Suporte aos clientes. Guia do usuário, Winter 16. @salesforcedocs

Suporte aos clientes. Guia do usuário, Winter 16. @salesforcedocs Guia do usuário, Winter 16 @salesforcedocs A versão em Inglês deste documento tem precedência sobre a versão traduzida. Copyright 2000 2015 salesforce.com, inc. Todos os direitos reservados. Salesforce

Leia mais

MQSeries Everyplace. Leia-me primeiro G517-7010-00

MQSeries Everyplace. Leia-me primeiro G517-7010-00 MQSeries Everyplace Leia-me primeiro G517-7010-00 MQSeries Everyplace Leia-me primeiro G517-7010-00 Primeira Edição (Junho de 2000) Esta edição se aplica ao MQSeries Everyplace Versão 1.0 e a todos os

Leia mais

Guia de Solução de Problemas do HASP

Guia de Solução de Problemas do HASP Guia de Solução de Problemas do HASP 1 Escritório corporativo: Trimble Geospatial Division 10368 Westmoor Drive Westminster, CO 80021 EUA www.trimble.com Direitos autorais e marcas registradas: 2005-2013,

Leia mais

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Corregedoria-Geral de Justiça Serviço Notarial e de Registro Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Atualizado em 29/04/2015 CONTEÚDO APRESENTAÇÃO... 4 CAPÍTULO 1 DOWNLOAD DO SISNOR CARTÓRIO... 5 CAPÍTULO 2

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services - Windows SharePoint Services... Page 1 of 11 Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Ocultar tudo O Microsoft Windows

Leia mais

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 2 INTRODUÇÃO Esse documento contém as instruções básicas para a utilização do TabFisc Versão Mobile (que permite ao fiscal a realização do seu trabalho

Leia mais

Introdução ao Tableau Server 7.0

Introdução ao Tableau Server 7.0 Introdução ao Tableau Server 7.0 Bem-vindo ao Tableau Server; Este guia orientará você pelas etapas básicas de instalação e configuração do Tableau Server. Em seguida, usará alguns dados de exemplo para

Leia mais