$V GLIHUHQoDV GRV SUHoRV GRV DXWRPyYHLV QD 8QLmR (XURSHLD FRQWLQXDP D VHU HOHYDGDV SULQFLSDOPHQWH QRVVHJPHQWRVGRPHUFDGRGHPDVVDV

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "$V GLIHUHQoDV GRV SUHoRV GRV DXWRPyYHLV QD 8QLmR (XURSHLD FRQWLQXDP D VHU HOHYDGDV SULQFLSDOPHQWH QRVVHJPHQWRVGRPHUFDGRGHPDVVDV"

Transcrição

1 ,3 Bruxelas, 25 de Fevereiro de 2002 $V GLIHUHQoDV GRV SUHoRV GRV DXWRPyYHLV QD 8QLmR (XURSHLD FRQWLQXDP D VHU HOHYDGDV SULQFLSDOPHQWH QRVVHJPHQWRVGRPHUFDGRGHPDVVDV 1R VHX ~OWLPR UHODWyULR VREUH RV SUHoRV GRV DXWRPyYHLV D &RPLVVmR (XURSHLDYHULILFRXTXHRVSUHoRVGRVDXWRPyYHLVQRYRVQRPHUFDGRLQWHUQR FRQWLQXDPDUHJLVWDUGLIHUHQoDVVXEVWDQFLDLVDSHVDUGDLQWURGXomRGRHXUR $ VLWXDomR HP GH 1RYHPEUR GH UHYHOD TXH QmR KRXYH XPD FRQYHUJrQFLDGHSUHoRV$(VSDQKDD*UpFLDD)LQOkQGLDHD'LQDPDUFDTXH QmR SHUWHQFH j ]RQD GR HXUR VmR RV PHUFDGRV HP TXH RV SUHoRV GH FDWiORJR GRV DXWRPyYHLV DQWHV GH LPSRVWRV VmR JHUDOPHQWH PDLV EDL[RV 2V SUHoRV QD $OHPDQKD R PDLRU PHUFDGR H QD ÈXVWULD VmR RV PDLV HOHYDGRV $SDUHQWHPHQWH RV SUHoRV QR 5HLQR 8QLGR VmR DLQGD PXLWR PDLV HOHYDGRV GR TXH QD ]RQD GR HXUR 6HJXQGR DV SDODYUDV GH 0DULR 0RQWL &RPLVViULR UHVSRQViYHO SHOD FRQFRUUrQFLD 2 FRQWUROR TXH WHPRV YLQGR D UHDOL]DUGDVGLIHUHQoDVGHSUHoRVFRQILUPDTXHDVFRQGLo}HVGHPHUFDGRQR VHFWRU DXWRPyYHO SRGHP VHU PXLWR PHOKRUDGDV $V SURSRVWDV GH UHIRUPD DSUHVHQWDGDVSHOD&RPLVVmRHPGH)HYHUHLURGH Ã GHYHUmRDFHOHUDUR ULWPR GR PHUFDGR LQWHUQR DEULQGR FDPLQKR SDUD TXH RV FRQVXPLGRUHV EHQHILFLHP GH XPD PDLRU FRQFRUUrQFLD H GH XPD HVFROKD PDLV DPSOD UHIRUoDQGR VLPXOWDQHDPHQWH D TXDOLGDGH H D VHJXUDQoD GDV UHSDUDo}HV DXWRPyYHLV Este relatório sobre os preços dos automóveis apresenta a situação nos mercados nacionais em 1 de Novembro de 2001, ou seja, dois meses antes de os preços a retalho começarem a ser indicados em euros nos doze Estados-Membros que participam na União Monetária Ã. Dado que a maioria dos preços de catálogo já não estava indicada em moeda nacional, poderia parecer que se tinha antecipado a introdução do euro. Assim, o relatório dá uma primeira indicação da forma como as políticas de fixação se adaptaram em função da integração monetária. As diferenças de preços mencionadas neste comunicado de imprensa baseiam-se nos preços a retalho recomendados pelos construtores antes de impostos. Na sua versão integral, o relatório apresenta os preços antes e depois de impostos e compara os preços de 80 modelos no total, correspondentes aos automóveis mais vendidos de 24 construtores. Ver IP 02/196 e MEMO/02/18 de Por razões de coerência e pela última vez, o relatório apresenta informações de preços nas moedas nacionais na zona do euro.

2 Na zona do euro, a Alemanha, e em menor escala a Áustria, continuam a ser os mercados mais caros. Na Alemanha, 41 modelos são comercializados aos preços mais elevados da zona do euro, dos quais 40 a um preço, pelo menos, 20% mais caro do que o praticado, no mínimo, num outro mercado da zona do euro. De facto, registam-se também diferenças superiores a 20% em 31 modelos comercializados na Áustria. Os mercados mais baratos da zona do euro são a Espanha, a Grécia e a Finlândia, com diferenças inferiores a 20% relativamente a mais de 90% dos modelos analisados. À semelhança do inquérito anterior, a Comissão verificou que a diferença média de preços na zona do euro era mais elevada (muito superior a 20%) nos primeiros quatro segmentos (A a D), onde o grande número de modelos oferecidos pelos vários construtores concorrentes faria supor uma forte concorrência, do que nos segmentos E, F e G. Em valores absolutos, a diferença de preços entre um automóvel do segmento médio (Fiat Marea, segmento D) pode atingir, nalguns casos, euros na zona do euro e inclusivamente euros na União Europeia no seu conjunto. No que respeita ao Reino Unido, de um modo geral, os preços dos automóveis novos mantêm-se estáveis. Em relação 9 modelos, os preços diminuíram mais de 5% comparativamente à situação registada em 1 de Maio de 2001, porém, em 7 modelos verificam-se aumentos superiores a 5%. Este mercado continua a ser o mais caro para 52 dos modelos examinados. Uma vez que os preços no Reino Unido são muito mais elevados do que noutro lado, muitos consumidores britânicos procuram comprar os seus automóveis junto de concessionários continentais. A Comissão continua a receber denúncias dos consumidores britânicos que encontram entraves à compra de um automóvel noutro Estado-Membro. Muitas destas denúncias referem-se aos elevados suplementos aplicados à especificação do volante à direita e aos longos prazos de entrega. O Comissário Monti reiterou o seu compromisso de investigar as práticas restritivas dos construtores automóveis que impedem os cidadãos da UE de comprar o seu automóvel noutro Estado-Membro Ã. $OJXQVH[HPSORV As diferenças de preços na zona do euro (expressas em percentagem de preços em euros antes de impostos, comparando o mercado mais caro e o mais barato), com base nos modelos mais vendidos, eram as seguintes em 1 de Novembro de 2001: 6HJPHQWRV $ H % SHTXHQD Opel Corsa 36,9% 37,4% 24,6% Ford Fiesta 16,4% 16,5% 20,5% Renault Clio 26,4% 31,3% 23,0% Peugeot ,3% 23,5% 11,4% VW Polo 14,7% 28,0% 29,1% 3 Desde 1998, a Comissão aplicou coimas à Volkswagen (duas vezes), à Opel e à Mercedes por entraves ao comércio paralelo entre Estados-Membros ou por fixação de preços de revenda. 2

3 6HJPHQWR PpGLD & VW Golf 34,5% 33,1% 32,9% Opel Astra 32,2% 51,6% 27,6% Ford Focus 21% 18,6% 18,1% Renault Mégane 22,9% 25,8% 18,5% Peugeot ,6% 24,2% 18,9% 6HJPHQWRV'(H )JUDQGH BMW 318I 11,6% 13,4% 13,9% Audi A 4 13,5% 13,7% 21,0% Ford Mondeo 20,5% 22,2% 29,9% Opel Vectra 41% 48,5% 25,2% VW Passat 23,1% 22,3% 22,1% 'LIHUHQoDVGHSUHoRVQRVYiULRVVHJPHQWRVGHDXWRPyYHLV Globalmente, a convergência de preços nos vários segmentos de automóveis não registou variações sensíveis desde o último relatório. Os exemplos apresentados de modelos mais populares mostram que as diferenças de preços apenas diminuíram consideravelmente (ou seja, mais de 5%) em três modelos, tendo mesmo aumentado no caso de um dos modelos. A redução das diferenças de preços do Opel Astra, em relação ao inquérito anterior, deve-se a uma grande redução dos preços na maioria dos mercados europeus para este modelo. A redução das diferenças de preços do Volkswagem Polo deve-se ao lançamento de um novo modelo Polo, cujos preços apenas foram comunicados para os oito países onde o novo modelo foi introduzido. Importa fazer uma observação mais geral no que se refere à política de preços nos diversos segmentos: a Alemanha e a Áustria são os mercados mais caros para quase todos os modelos dos segmentos A a C, porém, no segmento D, esta situação apenas se verifica com metade dos modelos e, nos outros segmentos, estes países só esporadicamente figuram como os mercados mais caros. 3ROtWLFDVGHIL[DomRGHSUHoRVGRVFRQVWUXWRUHV Na zona do euro, a General Motors (Opel-Vauxhalh, Saab), o grupo Fiat (Fiat, Lancia, Alfa Romeo), o grupo PSA (Peugeot, Citroën) e o grupo Volkswagem (Audi, Seat, Volkswagem) são os grupos que registam as maiores diferenças de preços. Em especial, o grupo PSA, o grupo Fiat, o grupo VW (Volkswagem e Seat), Ford, Opel e vários construtores japoneses aplicam uma estratégia de preços elevados no mercado alemão. Por outro lado, alguns construtores alemães (por exemplo a BMW e a Daimler Chrysler) e, em menor escala, a Ford (Ford, Volvo, Land Rover) limitam as diferenças de preços na zona do euro a 15% no máximo. 3

4 Os preços geralmente baixos antes de impostos na Finlândia, Dinamarca e Grécia devem-se em grande parte às políticas de fixação de preços dos construtores. Em virtude do elevado nível de impostos sobre a compra de automóveis aplicado nestes Estados-Membros, a maioria dos construtores fixam os preços de catálogo antes de impostos a um nível mais baixo, alegando ser necessário para que os preços dos automóveis depois de impostos sejam abordáveis. No entanto, noutros Estados-Membros onde não se aplicam estes impostos, os preços antes de impostos podem ser basicamente semelhantes, como em Espanha, ou muito mais altos, como na Alemanha Ã. No Reino Unido, os preços dos automóveis incluem o custo suplementar da especificação britânica, em especial o volante à direita, e estão afectados pelo elevado valor da libra esterlina. Há que ter em conta todos estes aspectos ao analisar as causas das grandes diferenças de preços. A Comissão verificou que o suplemento exigido pelo volante à direita aos consumidores britânicos e irlandeses que compram um automóvel noutro Estado-Membro é geralmente mais baixo para os modelos dos fabricantes japoneses e mais alto para os modelos do grupo Volkswagem (VW, Audi e Seat). 0HWRGRORJLD A metodologia utilizada é a mesma dos relatórios anteriores: um total de 17 (anteriormente 15) construtores europeus e 7 fabricantes japoneses apresentaram à Comissão os preços a retalho recomendados, em 1 de Novembro de 2001, para os seus 80 modelos mais vendidos. O preço de referência para o cálculo das diferenças de qualquer modelo é o do país mais barato da zona do euro. Os preços foram adaptados para ter em conta as diferenças do equipamento de série e são expressos em moeda local e em euros Ã, antes e depois de impostos. O relatório também apresenta os preços das principais opções e do volante à direita, bem como outras informações. Para alguns modelos, podem existir outras opções e variações do equipamento de série nalguns mercados nacionais. Importa referir que os preços reais a retalho podem diferir dos preços de catálogo recomendados, na medida em que os concessionários têm liberdade para fixar os seus próprios preços e oferecer reduções suplementares aos clientes, em função do mercado. 4 Neste contexto, importa citar um estudo recente que analisa as causas das diferenças de preços no sector automóvel. Este estudo denominado Diferenças de preços dos automóveis na União Europeia - uma análise económica", foi realizado por um consultor independente no contexto do futuro enquadramento jurídico no domínio da distribuição e serviço pós-venda dos veículos automóveis, aplicável após o termo de vigência do Regulamento (CE) nº 1475/95. O estudo revela que as políticas fiscais são um dos factores que explica as diferenças de preços (para mais informações, consultar o sítio Internet da Direcção-Geral da Concorrência indicado no fim deste comunicado de imprensa). 5 As taxas de conversão em euros (fixas) utilizadas são as publicadas no Jornal Oficial L 359 de , p.1, para os membros da zona do euro (sem a Grécia) e no Jornal Oficial L 380 de , p.1, para Grécia, assim como as taxas de conversão publicadas no Jornal Oficial C 309 de para os outros Estados-Membros. 4

5 ,QIRUPDomRDRS~EOLFR A fim de aumentar a transparência e proporcionar ao público uma melhor informação, a Direcção-Geral da Concorrência oferece um acesso fácil à informação, incluindo o relatório, no seu sítio Internet. - Comunicado de imprensa, versão electrónica do relatório e tabelas de preços dos fabricantes: - exemplar impresso do relatório: disponível nos Gabinetes da Comissão nos Estados-Membros endereços disponíveis na Internet: - Centros de informação para compradores de automóveis (linhas telefónicas directas): 5

A Comissão recebeu igualmente denúncias de um livreiro austríaco, a Libro AG, e da sua filial de vendas na Internet, Lion.cc, que vendeu EHVWVHOOHUV

A Comissão recebeu igualmente denúncias de um livreiro austríaco, a Libro AG, e da sua filial de vendas na Internet, Lion.cc, que vendeu EHVWVHOOHUV ,3 Bruxelas, 22 de Março de 2002 $&RPLVVmRDFHLWDXPFRPSURPLVVRQRSURFHVVRGH FRQFRUUrQFLD UHODWLYR DRV SUHoRV LPSRVWRV GRV OLYURVDOHPmHV $&RPLVVmR(XURSHLDGHFLGLXDUTXLYDURSURFHVVRGHFRQFRUUrQFLD VREUH R VLVWHPD

Leia mais

Conferência. Reforma da Fiscalidade Automóvel. Lisboa, 6 de Junho de 2007

Conferência. Reforma da Fiscalidade Automóvel. Lisboa, 6 de Junho de 2007 Conferência Reforma da Fiscalidade Automóvel 1 Lisboa, 6 de Junho de 2007 2 Proposta de Directiva da União Europeia Aponta para a transferência global da carga fiscal, nos automóveis, do momento da compra

Leia mais

2 3DLQHO GH $YDOLDomR GR 0HUFDGR,QWHUQR DVVLQDOD SURJUHVVRVPDVVXEVLVWHPREVWiFXORVDRFRPpUFLR

2 3DLQHO GH $YDOLDomR GR 0HUFDGR,QWHUQR DVVLQDOD SURJUHVVRVPDVVXEVLVWHPREVWiFXORVDRFRPpUFLR ,3 Bruxelas, 16 de Maio de 2002 2 3DLQHO GH $YDOLDomR GR 0HUFDGR,QWHUQR DVVLQDOD SURJUHVVRVPDVVXEVLVWHPREVWiFXORVDRFRPpUFLR 'H DFRUGR FRP R ~OWLPR 3DLQHO GH $YDOLDomR GR 0HUFDGR,QWHUQR YHULILFDPVH DLQGD

Leia mais

Bruxelas, 24 de Setembro de 2002

Bruxelas, 24 de Setembro de 2002 ,3 Bruxelas, 24 de Setembro de 2002 6HJXURVDHURQiXWLFRV GHSRLV GH GH 6HWHPEUR D &RPLVVmR (XURSHLD SURS}H UHTXLVLWRV PtQLPRV GH VHJXUR SDUD WRGDV DV WUDQVSRUWDGRUDV DpUHDV TXH RSHUDPQD(XURSD 1RUHVFDOGRGRVDWDTXHVWHUURULVWDVGHGH6HWHPEURGHQRV(VWDGRV

Leia mais

2. Deliberações e Principais Conclusões

2. Deliberações e Principais Conclusões 2UJDQL]DomRSDUD&RRSHUDomRH'HVHQYROYLPHQWR(FRQ{PLFR2&'( 2UJDQLVDWLRQIRU(FRQRPLF&RRSHUDWLRQDQG'HYHORSPHQW2(&' (PFRRSHUDomRFRPR*UXSR%DQFR0XQGLDO 6XPiULR 6HJXQGR(QFRQWURGD0HVD5HGRQGD/DWLQRDPHULFDQDVREUH*RYHUQDQoD

Leia mais

$ &RPLVVmR SURS}H XPD QRYD SROtWLFD GH SHVVRDO GHVGHRUHFUXWDPHQWRDWpjUHIRUPD

$ &RPLVVmR SURS}H XPD QRYD SROtWLFD GH SHVVRDO GHVGHRUHFUXWDPHQWRDWpjUHIRUPD ,3 Bruxelas, 28 Fevereiro 2001 $ &RPLVVmR SURS}H XPD QRYD SROtWLFD GH SHVVRDO GHVGHRUHFUXWDPHQWRDWpjUHIRUPD $&RPLVVmRDQXQFLRXKRMHRVSULQFLSDLVHOHPHQWRVGDVVXDVSURSRVWDVSDUD XPD QRYD SROtWLFD GH SHVVRDO(VWDV

Leia mais

,QWURGXomRGR(XURD&RPLVVmRID]XPEDODQoRGRV SUHSDUDWLYRVHLGHQWLILFDYLQWHERDVSUiWLFDV

,QWURGXomRGR(XURD&RPLVVmRID]XPEDODQoRGRV SUHSDUDWLYRVHLGHQWLILFDYLQWHERDVSUiWLFDV ,3 Bruxelas, 3 de Abril de 2001,QWURGXomRGR(XURD&RPLVVmRID]XPEDODQoRGRV SUHSDUDWLYRVHLGHQWLILFDYLQWHERDVSUiWLFDV GLDVDQWHVGRGLD¼D&RPLVVmRDSUHVHQWRXXPDFRPXQLFDomRVREUH RVSUHSDUDWLYRVSDUDDLQWURGXomRILQDOGRHXURTXHID]RSRQWRGDVLWXDomR

Leia mais

0HUFDGR LQWHUQR D &RPLVVmR ODQoD VHUYLoRV JUDWXLWRV GH DFRQVHOKDPHQWR H UHVROXomR GH SUREOHPDVGHVWLQDGRVDRVFLGDGmRVHjVHPSUHVDV

0HUFDGR LQWHUQR D &RPLVVmR ODQoD VHUYLoRV JUDWXLWRV GH DFRQVHOKDPHQWR H UHVROXomR GH SUREOHPDVGHVWLQDGRVDRVFLGDGmRVHjVHPSUHVDV ,3 Bruxelas, 22 de Julho de 2002 0HUFDGR LQWHUQR D &RPLVVmR ODQoD VHUYLoRV JUDWXLWRV GH DFRQVHOKDPHQWR H UHVROXomR GH SUREOHPDVGHVWLQDGRVDRVFLGDGmRVHjVHPSUHVDV 'HIURQWDVH FRP SUREOHPDV SDUD ID]HU UHFRQKHFHU

Leia mais

NEWSLETTER I CONCORRÊNCIA

NEWSLETTER I CONCORRÊNCIA NEWSLETTER I CONCORRÊNCIA NEWSLETTER CONCORRÊNCIA I 1.º Trimestre 2016 I Destaques Nacionais 2 II Destaques Europeus 4 NEWSLETTER CONCORRÊNCIA I DESTAQUES NACIONAIS Tribunal da Concorrência Tribunal da

Leia mais

)DFWRV H Q~PHURV VREUH R FRPpUFLR GH SURGXWRV DJUtFRODVGD 8( DEHUWXUD DR FRPpUFLR H DRV SDtVHV HPGHVHQYROYLPHQWR

)DFWRV H Q~PHURV VREUH R FRPpUFLR GH SURGXWRV DJUtFRODVGD 8( DEHUWXUD DR FRPpUFLR H DRV SDtVHV HPGHVHQYROYLPHQWR 0(02 Bruxelas, 16 de Dezembro de 2002 )DFWRV H Q~PHURV VREUH R FRPpUFLR GH SURGXWRV DJUtFRODVGD 8( DEHUWXUD DR FRPpUFLR H DRV SDtVHV HPGHVHQYROYLPHQWR $8(HRFRPpUFLRGHSURGXWRVDJUtFRODV $8(HVWiDEHUWDDRFRPpUFLRGHSURGXWRVDJUtFRODV

Leia mais

# Artigo Artigo Qt.Existência Preço Líquido 3463 PONT. HOMOC. TOYOTA 2.00 32,00 3006K PONT. HOMOC. AUSTIN/MINI/ROVER 6.00 16,35 3009K PONT. HOMOC.

# Artigo Artigo Qt.Existência Preço Líquido 3463 PONT. HOMOC. TOYOTA 2.00 32,00 3006K PONT. HOMOC. AUSTIN/MINI/ROVER 6.00 16,35 3009K PONT. HOMOC. # Artigo Artigo Qt.Existência Preço Líquido 3463 PONT. HOMOC. TOYOTA 2.00 32,00 3006K PONT. HOMOC. AUSTIN/MINI/ROVER 6.00 16,35 3009K PONT. HOMOC. AUSTIN/MG/MINI/ROVER 11.00 34,00 3012K PONT. HOMOC. FIAT/LANCIA/SEAT

Leia mais

Valores e Cidadania: a Coesão Social, a Construção Identitária e o Diálogo Intercultural. Augusto Santos Silva Joaquim Azevedo António Manuel Fonseca

Valores e Cidadania: a Coesão Social, a Construção Identitária e o Diálogo Intercultural. Augusto Santos Silva Joaquim Azevedo António Manuel Fonseca Valores e Cidadania: a Coesão Social, a Construção Identitária e o Diálogo Intercultural Augusto Santos Silva Joaquim Azevedo António Manuel Fonseca 127$6%,2*5È),&$6 $8*86726$17266,/9$QDVFHXQR3RUWRHP'RXWRUDGRHP6RFLRORJLDHV

Leia mais

BW-016P-TS 87 09/82-90 BW-025A-TS 99 80 Quattro 09/86-09/91 AU-010P-TS 102 324 TD E30 90 1,6 Td 325 i E30 90 2,0 E exc.

BW-016P-TS 87 09/82-90 BW-025A-TS 99 80 Quattro 09/86-09/91 AU-010P-TS 102 324 TD E30 90 1,6 Td 325 i E30 90 2,0 E exc. AUDI...AUDI 80 1,6 TD A8 2,5 TDI 80 1,8 exc.quattro A8 2,8 80 1,8 E exc.quattro 09/86-09/91 AU-012A-TS 102 AU-012P-TS 86 A8 3,7 06/94> AU-020A-GL 126 AU-020P-GL 126 80 1,9 exc.quattro A8 4,2 80 2,0 E exc.quattro

Leia mais

15 Modelos Mais Vendidos em Março de 2007

15 Modelos Mais Vendidos em Março de 2007 Análise do Mercado de Passageiros - Março de 2007 O mercado de ligeiros de passageiros no mês de Março foi de 20.631 unidades vendidas, obtendo-se um acumulado de 49.132 viaturas vendidas. A tendência

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÕES DE *LÂMPADAS XENON HID

TABELA DE APLICAÇÕES DE *LÂMPADAS XENON HID Abarth 500c Hatch 2010 RU85402 48.900 Alfa Romeo 156 Saloon Jan 1998 Out 2005 RU85122 48.910 Alfa Romeo 156 Estate Jun 2000 Out 2005 RU85122 48.910 Alfa Romeo 159 Saloon Feb 2006 RU85402 48.900 Alfa Romeo

Leia mais

5XPR D XPD DJULFXOWXUD VXVWHQWiYHO $ &RPLVVmR DSUHVHQWDXPDUHYLVmRLQWHUFDODUGDSROtWLFDDJUtFROD GD8QLmR(XURSHLD

5XPR D XPD DJULFXOWXUD VXVWHQWiYHO $ &RPLVVmR DSUHVHQWDXPDUHYLVmRLQWHUFDODUGDSROtWLFDDJUtFROD GD8QLmR(XURSHLD ,3 Bruxelas, 10 de Julho de 2002 5XPR D XPD DJULFXOWXUD VXVWHQWiYHO $ &RPLVVmR DSUHVHQWDXPDUHYLVmRLQWHUFDODUGDSROtWLFDDJUtFROD GD8QLmR(XURSHLD $ &RPLVVmR (XURSHLD DSUHVHQWRX KRMH D UHYLVmR LQWHUFDODU GD

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RECOMENDAÇÃO DA COMISSÃO. sobre a oferta de linhas alugadas na União Europeia

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RECOMENDAÇÃO DA COMISSÃO. sobre a oferta de linhas alugadas na União Europeia PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 21.1.2005 C(2005) 103/2 RECOMENDAÇÃO DA COMISSÃO sobre a oferta de linhas alugadas na União Europeia Parte 1 Principais condições de oferta grossista

Leia mais

Foram incluídos nesta edição mais de 190 esquemas eléctricos para o seguinte modelo:

Foram incluídos nesta edição mais de 190 esquemas eléctricos para o seguinte modelo: Novidades do Autodata Online Veículos novos Nesta actualização incluem-se 128 modelos totalmente novos, que cobrem, entre si, uma totalidade de mais de 2400 secções de dados. As novas gamas de modelo incluem:

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA ROLAMENTOS \ RODA \ ASIA / KIA ES-000796 14138276A ROLAMENTO RODA DIANTEIRA INTERNO BESTA 2.7 BONGO K2700 ZTL-14138276A ES-000797 14525585 ROLAMENTO RODA DIANTEIRA INTERNO DA BESTA GS ZTL-14525585 ES-000798

Leia mais

$ DJHQGD GD SROtWLFD VRFLDO HVWi D VHU FXPSULGD DILUPDD&RPLVVmR(XURSHLD

$ DJHQGD GD SROtWLFD VRFLDO HVWi D VHU FXPSULGD DILUPDD&RPLVVmR(XURSHLD ,3 Bruxelas, 13 de Fevereiro de 2003 $ DJHQGD GD SROtWLFD VRFLDO HVWi D VHU FXPSULGD DILUPDD&RPLVVmR(XURSHLD 2WHUFHLURUHODWyULRDQXDOGD&RPLVVmRVREUHD$JHQGDGH3ROtWLFD6RFLDOGD 8( GH GHPRQVWUD TXH D DJHQGD

Leia mais

Bruxelles, 1 de fevereiro 2002

Bruxelles, 1 de fevereiro 2002 Bruxelles, 1 de fevereiro 2002 O êxito e a celeridade desta operação são devidos a dois factores principais. Em primeiro lugar, o tremendo entusiasmo com que os cidadãos europeus acolheram a chegada das

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Recomendação de PARECER DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Recomendação de PARECER DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 13.2.2007 SEC(2007) 190 final Recomendação de PARECER DO CONSELHO em conformidade com o n.º 3 do artigo 9º do Regulamento (CE) n.º 1466/97 do Conselho, de 7

Leia mais

PROGRAMA DA HASTA PÚBLICA VENDA DE VEÍCULOS ABANDONADOS NA VIA PÚBLICA, METAIS FERROSOS E VIATURAS DO MUNICÍPIO. Hasta Pública nº 3/2014

PROGRAMA DA HASTA PÚBLICA VENDA DE VEÍCULOS ABANDONADOS NA VIA PÚBLICA, METAIS FERROSOS E VIATURAS DO MUNICÍPIO. Hasta Pública nº 3/2014 PROGRAMA DA HASTA PÚBLICA VENDA DE VEÍCULOS ABANDONADOS NA VIA PÚBLICA, METAIS FERROSOS E VIATURAS DO MUNICÍPIO 1 Objeto do concurso Hasta Pública nº 3/2014 Hasta pública para alienação, em lotes, de 11

Leia mais

ÍNDICE SEÇÃO 2 TABELA DE AUTOMÓVEIS COM SISTEMAS IMOBILIZADORES...14 TIPOS DE TRANSPONDER...19

ÍNDICE SEÇÃO 2 TABELA DE AUTOMÓVEIS COM SISTEMAS IMOBILIZADORES...14 TIPOS DE TRANSPONDER...19 ÍNDICE SEÇÃO 1 - CHAVES TRANSPONDER Legenda...03 Alfa Romeo/ Audi/ Citröen...04 Fiat/ Ford...05 Ford/ GM...06 GM...07 GM/ Peugeot...08 Peugeot/ Renault...09 Renault/ Seat/ Toyota/ Troller/ Volkswagen...10

Leia mais

3URSRVWDGHGLUHFWLYDUHODWLYDDRVSODQRVGHSHQV}HV SURILVVLRQDLV±SHUJXQWDVPDLVFRUUHQWHV (ver também IP/00/1141)

3URSRVWDGHGLUHFWLYDUHODWLYDDRVSODQRVGHSHQV}HV SURILVVLRQDLV±SHUJXQWDVPDLVFRUUHQWHV (ver também IP/00/1141) 0(02 Bruxelas, 11 de Outubro de 2000 3URSRVWDGHGLUHFWLYDUHODWLYDDRVSODQRVGHSHQV}HV SURILVVLRQDLV±SHUJXQWDVPDLVFRUUHQWHV (ver também IP/00/1141) (VWD SURSRVWD GH GLUHFWLYD LQWHUIHULUi FRP D IRUPD FRPR RV

Leia mais

(Apenas fazem fé os textos nas línguas alemã, dinamarquesa, espanhola, grega, inglesa, italiana, letã, neerlandesa, portuguesa, romena e sueca)

(Apenas fazem fé os textos nas línguas alemã, dinamarquesa, espanhola, grega, inglesa, italiana, letã, neerlandesa, portuguesa, romena e sueca) L 336/42 Jornal Oficial da União Europeia 18.12.2009 DECISÃO DA COMISSÃO de 16 de Dezembro de 2009 relativa a uma contribuição financeira comunitária, para 2009, para as despesas efectuadas pelos Estados-Membros

Leia mais

Bodio Lomnago, 2009 Apresentação Produtos GEMINI

Bodio Lomnago, 2009 Apresentação Produtos GEMINI Bodio Lomnago, 2009 Apresentação Produtos GEMINI 863 ALARME MODULAR RADIOCOMANDADO 862 Como 863 mas não autolimentado 861- Como 862 mas sem bloqueio motor e chave electrónica. Desactivação de emergência

Leia mais

Assunto: Auxílio estatal notificado N 254/2005 Portugal Auxílio à formação a conceder à Blaupunkt Auto - Rádio Portugal, Lda.

Assunto: Auxílio estatal notificado N 254/2005 Portugal Auxílio à formação a conceder à Blaupunkt Auto - Rádio Portugal, Lda. COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 08.II.2006 C(2006) 241 final Assunto: Auxílio estatal notificado N 254/2005 Portugal Auxílio à formação a conceder à Blaupunkt Auto - Rádio Portugal, Lda. Excelência, I. Procedimento

Leia mais

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos.

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos. Curiosidade automotiva Preços de automóveis x salário mínimo A JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, desenvolveu uma análise que apurou o valor do salário mínimo e

Leia mais

Jornal Oficial nº L 018 de 21/01/1997 p. 0001-0006

Jornal Oficial nº L 018 de 21/01/1997 p. 0001-0006 Directiva 96/71/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de Dezembro de 1996 relativa ao destacamento de trabalhadores no âmbito de uma prestação de serviços Jornal Oficial nº L 018 de 21/01/1997 p.

Leia mais

15 Modelos MaisVendidos em Janeiro de 2007

15 Modelos MaisVendidos em Janeiro de 2007 Análise do Mercado Janeiro de 2007 O ano de 2007 teve um início completamente desastroso em termos de vendas, com o mercado a apresentar um dos piores resultados dos últimos anos. As notícias que começaram

Leia mais

127$ ,GHQWLILTXHVHDSHQDVQRVFDPSRVSUySULRVDEDL[RGDOLQKD SRQWLOKDGD &21&85623Ò%/,&23$5$352)(6625'((16,12)81'$0(17$/,, 48(67 (6',6&856,9$6

127$ ,GHQWLILTXHVHDSHQDVQRVFDPSRVSUySULRVDEDL[RGDOLQKD SRQWLOKDGD &21&85623Ò%/,&23$5$352)(6625'((16,12)81'$0(17$/,, 48(67 (6',6&856,9$6 AOCP - CONCURSOS PÚBLICOS &21&85623Ò%/,&23$5$352)(6625'((16,12)81'$0(17$/,, 48(67 (6',6&856,9$6 È5($('8&$d 2)Ë6,&$ 127$,GHQWLILTXHVHDSHQDVQRVFDPSRVSUySULRVDEDL[RGDOLQKD SRQWLOKDGD AOCP CONCURSOS PÚBLICOS

Leia mais

&RPLVVmRVD~GHFRQFOXV}HVGR*UXSRGH$OWR1tYHO VREUHRIXWXURGDVUHODo}HVODERUDLV

&RPLVVmRVD~GHFRQFOXV}HVGR*UXSRGH$OWR1tYHO VREUHRIXWXURGDVUHODo}HVODERUDLV ,3 Bruxelas, 1 de Março de 2002 &RPLVVmRVD~GHFRQFOXV}HVGR*UXSRGH$OWR1tYHO VREUHRIXWXURGDVUHODo}HVODERUDLV $ &RPLVVmR DFROKHX FRP DJUDGR DV FRQFOXV}HV GR *UXSR GH $OWR 1tYHO VREUH UHODo}HV ODERUDLV SUHVLGLGR

Leia mais

MODELOS 212MT 215D 212ST 212DO/212DE/212DM 210D 11269 21254 212T 210S

MODELOS 212MT 215D 212ST 212DO/212DE/212DM 210D 11269 21254 212T 210S MODELOS 212MT 215D 212ST 212DO/212DE/212DM 210D 11269 21254 212T 210S 11269T 21245 GM GM GM GM GM GM VECTRA GT ZAFIRA ASTRA HACTH após 97 ASTRA HACTH após 97 ASTRA HACTH após 97 ASTRA HACTH após 97 ASTRA

Leia mais

2020: 20 Anos para Vencer 20 Décadas de Atraso Educativo Síntese do Estudo. Roberto Carneiro

2020: 20 Anos para Vencer 20 Décadas de Atraso Educativo Síntese do Estudo. Roberto Carneiro 2020: 20 Anos para Vencer 20 Décadas de Atraso Educativo Síntese do Estudo Roberto Carneiro 127$%,2*5È),&$ 52%(572 &$51(,52 1DVFHX HP &DVFDLV HP /LFHQFLDGR HP (QJHQKDULD 4XtPLFDSHOR,QVWLWXWR6XSHULRU7pFQLFRFRQFOXLXHVWXGRVGHSyVJUDGXDomRHP'HVHQ

Leia mais

A unificação monetária européia

A unificação monetária européia A unificação monetária européia Especial Panorama Celeste Cristina Machado Badaró 06 de julho de 2007 A unificação monetária européia Especial Panorama Celeste Cristina Machado Badaró 06 de julho de 2007

Leia mais

Ferramenta motor. Chave filtro 74-14. Jogo chaves para filtro oleo. Chave reversivel 3 garras para filtro óleo. Chave para filtro oleo 76-14

Ferramenta motor. Chave filtro 74-14. Jogo chaves para filtro oleo. Chave reversivel 3 garras para filtro óleo. Chave para filtro oleo 76-14 Jogo chaves filtro carros europeus e japoneses Chave filtro 74-14 Diâmetro/faces 65mm/6fcs 65mm/14fcs 65-67mm/14fcs 68mm/14fcs 73mm/14fcs 74mm/15fcs 74-76mm/15fcs 75-77mm/15fcs 76mm/12fcs 76mm/14fcs 76mm/30fcs

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 11.4.2007 COM(2007) 178 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO Relatório final da Comissão Europeia sobre a continuação da adequação

Leia mais

Aplicação do Direito da Concorrência Europeu na UE

Aplicação do Direito da Concorrência Europeu na UE Aplicação do Direito da Concorrência Europeu na UE Manuel Sebastião Brasília 21 de Maio de 2009 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. MODERNIZAÇÃO DAS REGRAS ARTIGOS 81 e 82 3. O CONTROLO DE CONCENTRAÇÕES 4. CONCLUSÕES

Leia mais

Transmissão Automática. Catálogo de Filtros e Juntas

Transmissão Automática. Catálogo de Filtros e Juntas Transmissão Automática Catálogo de Filtros e Juntas Índice 2 6 7 11 15 17 19 22 24 28 29 30 Universal 32 01 F 77200 FORD Focus 4F27E Todos Filtro Plástico F 77201 FORD Fusion FNR5 Todos Motor 4 cilindros

Leia mais

MEMO/12/316. Bruxelas, 10 de maio de 2012

MEMO/12/316. Bruxelas, 10 de maio de 2012 MEMO/12/316 Bruxelas, 10 de maio de 2012 Agenda Digital: Novos preços máximos das comunicações móveis de dados em roaming deverão proporcionar uma poupança anual superior a 200 às famílias e a 1000 aos

Leia mais

EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL

EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL Ana Rita Ramos 1 Cristina Silva 2 1 Departamento de Análise de Riscos e Solvência do ISP 2 Departamento de Estatística e Controlo de Informação do ISP As opiniões

Leia mais

SISTEMA DE APRENDIZAGEM EM PORTUGAL

SISTEMA DE APRENDIZAGEM EM PORTUGAL SISTEMA DE APRENDIZAGEM EM PORTUGAL Workshop de Formação Marta Pinto MentorTec Escola de Comércio do Porto, 17 março 2015 O Sistema Dual na Alemanha e Áustria O fenómeno do desemprego jovem Cerca de um

Leia mais

A Carteira de Indicadores inclui indicadores de input, de output e de enquadramento macroeconómico.

A Carteira de Indicadores inclui indicadores de input, de output e de enquadramento macroeconómico. Síntese APRESENTAÇÃO O Relatório da Competitividade é elaborado anualmente, com o objectivo de monitorizar a evolução de um conjunto de indicadores ( Carteira de Indicadores ) em Portugal e a sua comparação

Leia mais

Inovação, Tecnologia e Globalização: o Papel do Conhecimento e o Lugar do Trabalho na Nova Economia. Maria João Rodrigues José Félix Ribeiro

Inovação, Tecnologia e Globalização: o Papel do Conhecimento e o Lugar do Trabalho na Nova Economia. Maria João Rodrigues José Félix Ribeiro Inovação, Tecnologia e Globalização: o Papel do Conhecimento e o Lugar do Trabalho na Nova Economia Maria João Rodrigues José Félix Ribeiro $V'LQkPLFDVGH&RQWH[WR±,QRYDomR7HFQRORJLDH*OREDOL]DomR23DSHOGR&RQKHFLPHQWRHR/XJDUGR7UDEDOKRQD1RYD(FRQRPLD

Leia mais

L 129/52 Jornal Oficial da União Europeia 28.5.2010

L 129/52 Jornal Oficial da União Europeia 28.5.2010 L 129/52 Jornal Oficial da União Europeia 28.5.2010 REGULAMENTO (UE) N. o 461/2010 DA COMISSÃO de 27 de Maio de 2010 relativo à aplicação do artigo 101. o, n. o 3, do Tratado sobre o Funcionamento da União

Leia mais

Consumo de Automóveis

Consumo de Automóveis Consumo de Automóveis Consumo de Automóveis Trabalho elaborado por: Ivan Franco Nº 11º F Curso de Instalação e Manutenção de Sistemas Informáticos CEF Informática Dezembro de 006 Ivan Franco Página de

Leia mais

EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA

EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA R A P I D EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA IP/08/1276 Lisboa, 28 de Agosto de 2008 Roaming: telefonar do estrangeiro já é mais barato, mas enviar mensagens de texto (ainda) não

Leia mais

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive E a capacidade produtiva instalada? O Brasil enfrenta novamente o desafio

Leia mais

AUDI CÓDIGO MEDIDAS APLICAÇÃO CÓD. SULOY CÓD. M.LEVE

AUDI CÓDIGO MEDIDAS APLICAÇÃO CÓD. SULOY CÓD. M.LEVE AUDI P2094 A3 1.6 8v. Gasolina/Álcool/Flex PS4873 P9133 CITROËN P2011 STD C3 1.4 8v. Gasolina/Flex PS4940 P9270 FIAT P2004 Palio, Siena Economy Fire 1.0 8v. Flex 08/... PS4950S P9289 P2005 040/060 Fiorino,

Leia mais

CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HALIÊUTICOS

CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HALIÊUTICOS CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HALIÊUTICOS A conservação dos recursos haliêuticos envolve a necessidade de assegurar uma exploração sustentável desses mesmos recursos e a viabilidade a longo prazo do setor.

Leia mais

LANÇAMENTOS FORD LANÇAMENTOS ASIA MOTORS LANÇAMENTOS FORD LANÇAMENTOS GM LANÇAMENTOS

LANÇAMENTOS FORD LANÇAMENTOS ASIA MOTORS LANÇAMENTOS FORD LANÇAMENTOS GM LANÇAMENTOS KITS DIVERSOS VOLKSWAGEM PASSAT ALEMÃO (98/04) AUDI A4, A6 MOTOR 2.8 6CC AUDI A4 MOTOR 1.8 4CC GOLF (TODOS) FABRICADOS S-10 (96/...) BLAZER (96/...) D-20 (TODAS) SILVERADO (TODAS) K2400 K2401 K2402 K2403

Leia mais

%LVVDX H GH )HYHUHLUR GH

%LVVDX H GH )HYHUHLUR GH 6(0,1É5,2'23$5,662%5($(675$7e*,$1$&,21$/'( '(6(192/9,0(172'$(67$7Ì67,&$ 3$/23(7,025/(67( $QJROD&DER9HUGH*XLQp%LVVDX0RoDPELTXH6mR7RPpH3UtQFLSH7LPRU/HVWH 1RWDFRQFHSWXDOSURYLVyULD 3URSRVWDSDUDGLVFXVVmRFRPRV3$/23H7LPRU/HVWH

Leia mais

C 188/6 Jornal Oficial da União Europeia 11.8.2009

C 188/6 Jornal Oficial da União Europeia 11.8.2009 C 188/6 Jornal Oficial da União Europeia 11.8.2009 Comunicação da Comissão Critérios para a análise da compatibilidade dos auxílios estatais a favor de trabalhadores desfavorecidos e com deficiência sujeitos

Leia mais

Fevereiro 2015 Tabela de Fotos Série 15

Fevereiro 2015 Tabela de Fotos Série 15 1515123Z Presilha Caixa de Roda Audi / VW Passat 4A0805163 1515134Z Porca Para-choque de Roda Ducato 1355845080 1515135Z Parafuso Fixação Pára-Choque Audi A4 A6 8E0805121A 1515137 Parafuso Fixação P.Choque

Leia mais

9,'5$5,$6'(/$%25$7Ï5,2 '$1,),&$'$6282%62/(7$6 1 2&217$0,1$'$6. (Acondicionamento e Armazenamento)

9,'5$5,$6'(/$%25$7Ï5,2 '$1,),&$'$6282%62/(7$6 1 2&217$0,1$'$6. (Acondicionamento e Armazenamento) 680È5,2 1. OBJETIVO 2. CAMPO DE APLICAÇÃO 3. RESPONSABILIDADE 4. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 5. DEFINIÇÕES 6. CONDIÇÕES GERAIS ANEXO A 2%-(7,92 Esta norma estabelece as exigências para que os signatários

Leia mais

&RQWH[WRHFRQyPLFRHGHVHPSHQKRGRHPSUHJR. Bruxelas, 6 de Setembro de 2002

&RQWH[WRHFRQyPLFRHGHVHPSHQKRGRHPSUHJR. Bruxelas, 6 de Setembro de 2002 ,3 Bruxelas, 6 de Setembro de 2002 &RPLVVmR DILUPD TXH DV PHWDV GH HPSUHJR GH /LVERDVmRDLQGDUHDOL]iYHLVVHRV(VWDGRV0HPEURV GHUHP SULRULGDGH jv UHJL}HV SUREOHPiWLFDV H D HPSUHJRVSDUDDVPXOKHUHVHRVWUDEDOKDGRUHVPDLV

Leia mais

Scorideas Auto Peças lda

Scorideas Auto Peças lda Scorideas Auto Peças lda Kits Foles GOMET em 3 formatos /C embalado em caixa catão + 1 fole + 2 abraçadeiras metálicas /A embalado em saco plastico + 1 fole + 2 abraç. Metálicas /B - embalado em caixa

Leia mais

$QiOLVHH$FHLWDomR± 6HJXURGH3HVVRDV 6DP\+D]DQ± 0DULWLPD6HJXURV VDP\#PDULWLPDFRPEU ZZZWZLWWHUFRPVDP\VHJ

$QiOLVHH$FHLWDomR± 6HJXURGH3HVVRDV 6DP\+D]DQ± 0DULWLPD6HJXURV VDP\#PDULWLPDFRPEU ZZZWZLWWHUFRPVDP\VHJ $QiOLVHH$FHLWDomR± 6HJXURGH3HVVRDV 6DP\+D]DQ± 0DULWLPD6HJXURV VDP\#PDULWLPDFRPEU ZZZWZLWWHUFRPVDP\VHJ )XQGDPHQWRV GD HFRQRPLD VRE FRQWUROH 3$5$21'(&$0,1+$ 2%5$6,/" %UDVLOpDERODGDYH] 6ROLGH] GR VHWRU ILQDQFHLUR

Leia mais

KIT DE REPAROS PARA JUNTA HOMOCINÉTICA. Rep. Câmbio A4 Motor 1.8/2.8 6cc. A-323. Rep. Roda A3 08/11 Sport Back D-409. Amortecedor Dianteiro A3 D-412

KIT DE REPAROS PARA JUNTA HOMOCINÉTICA. Rep. Câmbio A4 Motor 1.8/2.8 6cc. A-323. Rep. Roda A3 08/11 Sport Back D-409. Amortecedor Dianteiro A3 D-412 ALFA ROMEO A-150 A-152 A-174 126- QUATRO X QUATRO Rep. Roda 164 Rep. Câmbio 164 Rep. Roda 145, 155, 156 A-114 A-115 A-116 AUDI Rep. Roda A4, A6 Motor 2.8 6cc. A-322 Rep. Roda A3 01/07 A-326 Rep. Câmbio

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia

Jornal Oficial da União Europeia 6.2.2003 L 31/3 REGULAMENTO (CE) N. o 223/2003 DA COMISSÃO de 5 de Fevereiro de 2003 que diz respeito aos requisitos em matéria de rotulagem relacionados com o modo de produção biológico aplicáveis aos

Leia mais

L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010

L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010 L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010 REGULAMENTO (UE) N. o 1259/2010 DO CONSELHO de 20 de Dezembro de 2010 que cria uma cooperação reforçada no domínio da lei aplicável em matéria de divórcio

Leia mais

ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade. Bombas de Combustível

ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade. Bombas de Combustível ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade Bombas de Combustível GI3101 ESPECIFICAÇÕES: Bomba Externa - Monoponto, 12V, 3bar, 110 L/H - Gasolina/Álcool (FLEX). Para veículos a gasolina e álcool com módulo

Leia mais

O QUE É O SERVIÇO SOLVIT O SOLVIT PODE INTERVIR

O QUE É O SERVIÇO SOLVIT O SOLVIT PODE INTERVIR O QUE É O SERVIÇO SOLVIT Viver, trabalhar ou estudar em qualquer país da UE é um direito básico dos cidadãos europeus. Também as empresas têm o direito de se estabelecer, prestar serviços e fazer negócios

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DE MAIORES DE 23 ANOS PROVA ESPECIFICA DE ECONOMIA 2014/06/14 GRUPO A1

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DE MAIORES DE 23 ANOS PROVA ESPECIFICA DE ECONOMIA 2014/06/14 GRUPO A1 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DE MAIORES DE 23 ANOS PROVA ESPECIFICA DE ECONOMIA 2014/06/14 (Cotações: 6 x 1,0 = 6 valores) GRUPO A1 1- O sector de atividade que agrupa as atividades relacionadas com o aproveitamento

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO PT PT PT COMISSÃO EUROPEIA. COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO Bruxelas,9.2.2004 COM (2004) 83 final Relatório sobre a concorrência nos serviços das profissões liberais. PT PT Relatório sobre a concorrência nos serviços

Leia mais

FIAT 029-20295 029-20420 029-20421

FIAT 029-20295 029-20420 029-20421 parts AUDI -029 029-20568 029-20569 029-20780 c/ 029-31031 CITROEN 029-20012 029-20756 029-20760 C4, C5 Todos c/ Copo Metálico Berlingo 02/... Dim 23X80 Bx 90/93 C15 92/... Xantia 93/01 Zx 93/99 029-20761

Leia mais

Direito das sociedades e governo das sociedades: a Comissão apresenta um Plano de Acção

Direito das sociedades e governo das sociedades: a Comissão apresenta um Plano de Acção IP/03/716 Bruxelas, 21 de Maio de 2003 Direito das sociedades e governo das sociedades: a Comissão apresenta um Plano de Acção O reforço dos direitos dos accionistas e da protecção dos trabalhadores e

Leia mais

Auxílio estatal n SA.32012 (2010/N) Portugal Alteração do regime de auxílios para a modernização empresarial (SIRME)

Auxílio estatal n SA.32012 (2010/N) Portugal Alteração do regime de auxílios para a modernização empresarial (SIRME) COMISSÃO EUROPEIA Bruselas, 16.11.2011 C(2011)8317 final Assunto: Auxílio estatal n SA.32012 (2010/N) Portugal Alteração do regime de auxílios para a modernização empresarial (SIRME) Excelência, Procedimento

Leia mais

(FRQRPLDGD(GXFDomR. 3HGUR7HOKDGR3HUHLUD )UHTXrQFLD 'XUDomRPLQXWRV 7ySLFRVGHUHVROXomR

(FRQRPLDGD(GXFDomR. 3HGUR7HOKDGR3HUHLUD )UHTXrQFLD 'XUDomRPLQXWRV 7ySLFRVGHUHVROXomR (FRQRPLDGD(GXFDomR 3HGUR7HOKDGR3HUHLUD )UHTXrQFLD 'XUDomRPLQXWRV 7ySLFRVGHUHVROXomR Nome: Nº: $VUHVSRVWDVGHYHPVHUGDGDVQDIROKDGHHQXQFLDGR, 8PDGDVGHILQLo}HVGH(FRQRPLDp ³2HVWXGRGDIRUPDFRPRDVVRFLHGDGHVXWLOL]DPUHFXUVRVHVFDVVRVSDUDSURGX]LU

Leia mais

(JO P 36 de 6.3.1965, p. 533)

(JO P 36 de 6.3.1965, p. 533) 1965R0019 PT 01.05.2004 006.001 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições BREGULAMENTO N. o 19/65/CEE DO CONSELHO de 2 de Março de 1965 relativo à aplicação

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98 NOTA de: Secretariado-Geral do Conselho para: Comité de Representantes Permanentes (1.ª

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA SUSPENSAO \ COXIM AMORTECEDOR \ ASIA / KIA ES-001759 AA10034390 COXIM SUPERIOR AMORTECEDOR DIANTEIRO DA TOWNER 93/... SL-7016 Page 380 of 461 SUSPENSAO \ COXIM AMORTECEDOR \ CITROEN ES-001199 503180R COXIM

Leia mais

ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade. Módulo de Ignição

ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade. Módulo de Ignição ISO 9001 Sistema de Gestão de Qualidade Módulo de Ignição MÓDULO DE MÓDULO DE GA2005 GA2005N Bosch: 9 220 087 004, 9 220 087 005, 9 220 087 006, BM 100 GM: aminhões 11000, 12000, 13000, 14000, 19000, 21000,

Leia mais

- IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL. ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria

- IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL. ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria - IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL 2006 ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria ÍNDICE Introdução Pág. 2 1 Sumário executivo Pág. 5 2 Análise dos resultados 2.1 Situação

Leia mais

Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves

Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DO COMPLEXO AUTOMOTIVO Data: Dezembro/99 N o 28 Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves Este trabalho procura analisar

Leia mais

FIP TAXÍMETROS TABELA DE CONSTANTES (30/11/2012) - pág. 1 de 5

FIP TAXÍMETROS TABELA DE CONSTANTES (30/11/2012) - pág. 1 de 5 FIP TAXÍMETROS TABELA DE CONSTANTES (30/11/2012) - pág. 1 de 5 CITROEN Picasso 185-65-15 2.127 532 CITROEN Xsara 185-65-14 2.197 549 CITROEN Xsara 195-60-15 2.139 535 5.180 1.295 Zapp 1 fio BCO do sensor

Leia mais

Workshop Invest Lisboa Meios de Pagamentos Eletrónicos: Oportunidades e Desafios para Empresas e Empreendedores

Workshop Invest Lisboa Meios de Pagamentos Eletrónicos: Oportunidades e Desafios para Empresas e Empreendedores Workshop Invest Lisboa Meios de Pagamentos Eletrónicos: Oportunidades e Desafios para Empresas e Empreendedores DANIEL REIS 13 de abril de 2016 ÍNDICE O QUE DIZ A LEI SOBRE OS MEIOS DE PAGAMENTO? REGULAÇÃO

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA SUSPENSAO \ PIVOS \ ALFA-ROMEO ES-003707 82398170 PIVO SUPERIOR LADO DIREITO/LADO ESQUERDO DO ALFA 164.../96 FR-12021 ES-003708 60510360 PIVO INFERIOR LADO DIREITO/LADO ESQUERDO DO ALFA 164.../96 FR-12022

Leia mais

Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27

Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27 Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27 Disciplina de: Área de Projecto Nome do Professor: Hélder Baião 1 Este trabalho foi proposto pelo professor de

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA

DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA FREIOS \ CUBO DE RODA \ AUDI ES-000444 1JO407615A CUBO DE RODA DIANTEIRO DO AUDI A3 1.8 4 CIL 97/... HFCD-82 ES-000446 8D0407615D CUBO DE RODA DIANTEIRO DO AUDI A4 1.8 4 CIL TURBO 95/... HFCD-84 Page 36

Leia mais

SALÃO AUTOMÓVEL AEP / GABINETE DE ESTUDOS

SALÃO AUTOMÓVEL AEP / GABINETE DE ESTUDOS SALÃO AUTOMÓVEL AEP / GABINETE DE ESTUDOS MARÇO DE 2009 1 MERCADO AUTOMÓVEL 1. Vendas de ligeiros de passageiros novos na Europa Tendo como fonte o Comunicado de 16 de Janeiro de 2009 divulgado pela ACAP,

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais

Sobre a J.D. Power do Brasil Sobre a J.D. Power and Associates Sobre a The McGraw-Hill Companies

Sobre a J.D. Power do Brasil Sobre a J.D. Power and Associates Sobre a The McGraw-Hill Companies Estudo da J.D. Power do Brasil informa: Custos pesam para os proprietários de novos veículos no Brasil, especialmente nos segmentos de compactos e subcompactos Dois modelos da Volkswagen e um da Honda

Leia mais

Profissão de advogado na União Européia. Directiva 98/5/CE 08-05-2002

Profissão de advogado na União Européia. Directiva 98/5/CE 08-05-2002 Profissão de advogado na União Européia Directiva 98/5/CE 08-05-2002 tendente a facilitar o exercício permanente da profissão de advogado num Estado-membro diferente daquele em que foi adquirida a qua

Leia mais

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005 ANFAVEA - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Assessoria de Planejamento Ecônomico e Estatístico Indústria Automobilística Brasileira - Empresas Associadas Tabela 02 - Vendas Atacado

Leia mais

Breve guia do euro. Assuntos Económicos e Financeiros

Breve guia do euro. Assuntos Económicos e Financeiros Breve guia do euro Assuntos Económicos e Financeiros Sobre o euro O euro nasceu em 1999: surgiu inicialmente em extratos de pagamento, contas e faturas. Em 1 de janeiro de 2002, as notas e moedas em euros

Leia mais

prodep ANTES DA MOEDA ÚNICA: Até 31 de Dezembro de 1998, cada país da UE tinha a sua moeda:

prodep ANTES DA MOEDA ÚNICA: Até 31 de Dezembro de 1998, cada país da UE tinha a sua moeda: ANTES DA MOEDA ÚNICA: Até 31 de Dezembro de 1998, cada país da UE tinha a sua moeda: Portugal Escudo Bélgica Franco belga Dinamarca Coroa dinamarquesa Alemanha Marco alemão Grécia Dracma Espanha Peseta

Leia mais

1-73 21 MM ALIMENTAÇÃO 6 PEÇAS 1/2 3/8 3/8 1/2 3/8 CV CHROME 1/2 3/8 NOVO ARTIGO NOVO ARTIGO NOVO. Bomba Injectora

1-73 21 MM ALIMENTAÇÃO 6 PEÇAS 1/2 3/8 3/8 1/2 3/8 CV CHROME 1/2 3/8 NOVO ARTIGO NOVO ARTIGO NOVO. Bomba Injectora 1-73 40154007 Kit Chaves Injectores Diesel 103,85 6 1/2 CM MOLYBDENUM Este Kit contém novas chaves para os motores mais recentes incluindo Ford Dura-torq em Mondeo/Transit e Chrysler Voyager e Land Rover

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 3.4.2003 COM(2003) 162 final Proposta de REGULAMENTO DO CONSELHO que altera o Regulamento (CE) nº 393/98 do Conselho, de 16 de Fevereiro de 1998, que cria um

Leia mais

1 O Problema 1.1. Introdução

1 O Problema 1.1. Introdução 1 O Problema 1.1. Introdução O mercado automobilístico nacional passou por intensas mudanças na década de 90. Desde a declaração do Presidente da República que em 1990 afirmou serem carroças os veículos

Leia mais

SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta

SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta Estrada de Alfragide, nº 67, Amadora Capital Social: 169.764.398 Euros sob o número único de matrícula e de pessoa colectiva 503 219 886 COMUNICADO

Leia mais

Resistência. Resistencia da Caixa Evaporadora Vw Santana/Versailles 1.8/2.0 95> Valeo OEM- 3259592631

Resistência. Resistencia da Caixa Evaporadora Vw Santana/Versailles 1.8/2.0 95> Valeo OEM- 3259592631 RC.420.001 Vw Santana/Versailles 1.8/2.0 95> Valeo OEM- 3259592631 RC.420.002 Ford Escort Vw Logus 93/96 RC.420.003 Chevrolet Omega 93/98 OEM-90230931 RC.420.004 Chevrolet S10/Blazer OEM-15094285 RC.420.005

Leia mais

indústria automobilística

indústria automobilística Investimentos Os ventos da internacionalização da economia e a necessidade de modernizar estruturas e reduzir custos levaram à reordenação da indústria. 30 indústria automobilística no Brasil elegeu o

Leia mais

2V,QFHQWLYRV)LVFDLVj&XOWXUDQR%UDVLO

2V,QFHQWLYRV)LVFDLVj&XOWXUDQR%UDVLO 2V,QFHQWLYRV)LVFDLVj&XOWXUDQR%UDVLO A Constituição Federal Brasileira de 1988 dedica, em sua Seção II, um Capítulo específico que cuida apenas da proteção e incentivo à cultura. No artigo 215 da Carta

Leia mais

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor ATENÇÃO!! A experiência tem-nos demonstrado que a origem da avaria de um turbocompressor deve ao seu envolvente. Por isso, é fundamental conhecer a causa que provocou a avaria, para corrigi-la e não tornar

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 2

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 2 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 10.º/11.º ou 11.º/12.º Anos de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto Programas novos e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 712/12 Págs. Duração

Leia mais

Os carros que menos visitam as oficinas

Os carros que menos visitam as oficinas Getty Images Os carros que menos visitam as oficinas Pesquisa com nossos associados revela quais os modelos e marcas que menos apresentam problemas. Na frente, ficaram os japoneses. 8 Uma preocupação que

Leia mais

Válvula Ar Quente RC.430.006 RC.430.007. Aplicação Válvula do Ar Quente Chevrolet Astra 00> Cód. Produto RC.430.002. Válvula do Ar Quente

Válvula Ar Quente RC.430.006 RC.430.007. Aplicação Válvula do Ar Quente Chevrolet Astra 00> Cód. Produto RC.430.002. Válvula do Ar Quente Válvula Ar Quente RC.430.002 Válvula do Ar Quente Chevrolet Astra 00> RC.430.003 Válvula do Ar Quente Volkswagen Santana Trw RC.430.004 Válvula do Ar Quente Fiat Uno sem Ar Condicionado RC.430.006 Válvula

Leia mais

3*54(6$/4 3URJUDPD GH *HUHQFLDPHQWR GH 5HVtGXRV 4XtPLFRV GD (VFROD 6XSHULRU GH $JULFXOWXUD³/XL]GH4XHLUR]

3*54(6$/4 3URJUDPD GH *HUHQFLDPHQWR GH 5HVtGXRV 4XtPLFRV GD (VFROD 6XSHULRU GH $JULFXOWXUD³/XL]GH4XHLUR] 680È5,2 1. OBJETIVO 2. CAMPO DE APLICAÇÃO 3. RESPONSABILIDADE 4. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 5. DEFINIÇÕES 6. CONDIÇÕES GERAIS ANEXO A 2%-(7,92 Esta norma estabelece as exigências para que os signatários

Leia mais