Como estabelecer um novo paradigma de Gestão no ServiçoPúblico? Foco na Sociedade e na Transparência

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como estabelecer um novo paradigma de Gestão no ServiçoPúblico? Foco na Sociedade e na Transparência"

Transcrição

1 RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Como estabelecer um novo paradigma de Gestão no ServiçoPúblico? Foco na Sociedade e na Transparência Jones Madruga Copyright ELO Group Confidencial

2 Agenda 1 O Contexto 2 A proposta: Plataforma Aquarius 3 Abordagem Inovadora Ganhos, BPMS, Mobilidade e Transparência

3 O Contexto Organização Pública Crescimento acelerado da economia Busca por maior eficiência Governamental Transparência nas relações Governo Empresas Ensejo de melhoria na gestão sobre os processos organizacionais Disponibilização de informação gerencial/estratégica

4 PlataformaAquarius

5 PlataformaAquarius: Subprojeto1 Implantação da Gestão por no MCTI por meio da modelagem e automação de 7 processos estruturantes e críticos do MCTI, integrando-os aos sistemas existentes Concessão de Incentivos Inclusão de Modelos Relatório Demonstrativo Anual Lei de Informática Planejamento da Contratação Seleção de Fornecedor Gestão do Contrato Aquisição de bens e serviços Gestão do Acesso a Informação Lei de Acesso à Informação Instituição Coordenadora: MCTI Instituição Executora: CGEE

6 InvestimentoPúblico Renúncia fiscal foi da ordem de 9,8 bilhões de reais noperíodode2008a2010 EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE NOVOS PRODUTOS PASSÍVEIS DE INCENTIVO DIFERENÇA DE INVESTIMENTO EM P&D ENTRE EMPRESAS INCENTIVADAS E NÃO INCENTIVADAS. (EM R$ MIL)

7 Morosidadenaexecuçãodo processo Acúmulo processual de anos anteriores? Insuficiência de informações para análise técnica? Redundância de atividades e análises? Força de trabalho reduzida? Excesso na quantidade de atores envolvidos? Elevado trâmite de papéis e número de protocolos? Informações gerenciais insuficientes para acompanhamento do processo? Concessão de Incentivos Volume de solicitações crescentes?

8 Métodode Trabalho Implantação dos fluxos automatizados e treinamento das equipes 6. Implement ar e treinar as equipes 0. processos críticos 1. Execução dos Projetos de Construir Visão de Reuniões com os Secretários para definição dos processos Oficina com os envolvidos nos processos 1. Construir Visão de Performance Reuniões intermediárias de validação 5., testar e homologar o fluxo automatiza do. 2. Modelar 3. e Valor Gerado 4. e Especificar 5., Testar e Homologar 6. Melhoria e Inovação Tempo 2. Modelar os processos Reuniões com envolvidos nos processos Reuniões com pessoas chave e reuniões de validação 4. Redesenha r e especificar 3. melhorias e valor gerado Reuniões com pessoas chave e reuniões de validação

9 Armadilhas evitadas e Abordagem inovadora Armadilhas evitadas Investimento de milhões na aquisição de software de BPMS seguida de tentativa de uso Mapeamento de processos em grande escala (60 a 200 processos) Abordagem adotada Utilização de um software de BPMS open source e de forma incremental se faz investimentos de acordo com a maturidade da intervenção Mapeamento focal em um tema com tratamento fim-a-fim (abrangente) de poucos processos Automação dissociada do mapeamento Mapeamento concomitante com a automação

10 Armadilha não evitada Não foi possível evitar que o início do projeto fosse feito com processo excessivamente complexo, envolvendo três (!?) Ministérios.

11 Osresultadosesperados Número de empresas incentivadas Número de pleitos concedidos por produto/modalidad e Informações gerenciais para o processo decisório e acompanhamento do fluxo Faturamento consolidados das empresas do setor de TIC Tempo médio de resposta ao pleiteante do status da solicitação de concessão de incentivos Redução do tempo total do processo Melhoria da segurança jurídica para servidores Tempo médio total da concessão de incentivos (desde a demanda até deliberação) Concessão de Incentivos Percentual de completude da Base de conhecimento sobre conceitos e fundamentos sobre o Pleito da Lei de Informática

12 Osresultadosesperados O Governo solicita informações demais O tempo de resposta não é satisfatório Quando o resultado sai eu mudei meu portfolio A mesma informação é solicitada por diversos órgãos do governo

13 Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Análise da Classificação Fiscal CTI-PC Emissão da Nota COANA COANA (SRF) Elaboração de Protocolo de entrada de documentos Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Análise Jurídica CONJUR (MCTI) Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Análise Jurídica CONJUR (MDIC) Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Protocolo MDIC Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

14 Agenda de Priorizada Bloqueio na submissão de pleitos incompletos Integração com Sistema de emissão de Certidões Redução do número de assinaturas dos documentos Memória de dados cadastrais (Validar dados em vez de requerer que o pleiteante recadastre os dados) Geração de relatórios gerenciais Funcionalidade para integração de atores (COMENTÁRIOS) Funcionalidade para integração de atores (VIDEOCONFERÊNCIAS ) Eliminação de campos redundantes no SIGPLAN Criação de mecanismos de gestão do conhecimento Feedbacks da empresa sobre do processo de concessão de incentivos Automação do processo de análise jurídica Eliminação de documentos físicos Estruturação de dados setoriais Acompanhamento do status do pleito eletronicamente Adoção de assinaturas eletrônicas (certificação digital) ização da listagem de documentação exigida para submissão do pleito Definição de prazos para a etapas do processo Revisão das informações disponibilizadas para o pleiteante para submissão de pleito Consolidação de informações relacionadas ao processo de concessão de incentivos Revisão das exceções previstas para atendimento do PPB

15 Ganhoesperado % 384 Dias % 279 Dias 56% 245 Dias 51% 220 Dias 56% 244 Dias Dias Outras Etapas Análise Jurídica e Assinatura dos Ministros Assinaturas SEPIN e SDP Tempo Total Estimado Análise Técnica, CTI-PC e COANA Esta redução, apesar de parecer drástica, foi baseada em tempos que os Ministérios envolvidos já conseguiram alcançar. Há possibilidade desta estimativa ser ainda mais positiva.

16 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Análise da Classificação Fiscal CTI-PC Emissão da Nota COANA COANA (SRF) Elaboração de Protocolo de entrada de documentos Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Análise Jurídica CONJUR (MCTI) Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Análise Jurídica CONJUR (MDIC) Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

17 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Análise da Classificação Fiscal CTI-PC Emissão da Nota COANA COANA (SRF) Elaboração de Protocolo de entrada de documentos Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Análise Jurídica CONJUR (MCTI) Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Análise Jurídica CONJUR (MDIC) Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

18 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Protocolo de entrada de documentos Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Análise Jurídica CONJUR (MCTI) Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Análise Jurídica CONJUR (MDIC) Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

19 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Protocolo de entrada de documentos Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Análise Jurídica CONJUR (MCTI) Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Análise Jurídica CONJUR (MDIC) Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

20 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Análise Jurídica conjunta e virtual CONJUR (MCTI & MDIC) Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

21 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Análise Jurídica conjunta e virtual CONJUR (MCTI & MDIC) Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Encaminhamento de Encaminhamento de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

22 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Análise Jurídica conjunta e virtual CONJUR (MCTI & MDIC) Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

23 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Análise Jurídica conjunta e virtual CONJUR (MCTI & MDIC) Anexação de documentos Instrução de processo e Parecer Conj. e Elab. Minuta Port. Inter. Gabinete MCTI Protocolo de Entrada de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

24 Mudançasnaforma de trabalhar Cadastramento de pleitos Pleiteante Análise técnica Acesso ao Fórum de discussão Análise Presencial de recursos e pendências CTI-PC Emissão da Nota COANA virtualmente COANA (SRF) Elaboração de virtualmente e Elab. Minuta Interministerial Análise Jurídica conjunta e virtual CONJUR (MCTI & MDIC) Instrução de processo pelo MCTI Gabinete MCTI Ofício de Encaminhamento Protocolo de Entrada de Gabinete MDIC Protocolo de saída de Encaminhamento de SRFB (MF) Análise Jurídica e assinatura de PGFN (MF) Gabinete MF Publicação no DOU

25 BPMS É um software para criar softwares que resolvem um problema específico É uma novo modelo de sistemas que visam o completo e integrado atendimento a Gestão por

26 BPMS

27 Benefíciosda Automaçãode Virtualização do Trabalho Automação de Atividades Integração entre Sistemas Eliminação do tempo entre as Atividades Pró Atividade do Processo Múltiplas Formas de Interação Conformidade e Integridade do Processo Monitoramento e Controle do Processo Melhoria Contínua do Processo

28 DesenvolvimentoTradicionalX BPMS Casos de Uso Modela Diagrama de Classes Modelo Entidade Relacionamento Diagrama de Sequência Programação Automatiza Executa Monitora

29

30 G2 G Ministérios Ministros de Estado SIAFI SIASG Certidões INSS SICONV...

31 G 2 G ELO Group todos os direitos reservados.

32 Resultadospráticos Fluxo automatizado Acompanhamento via smartphones e tablets Painel de Acompanhamento Executivo do Processo

33 Resultadospráticos

34 Site da PlataformaAquarius aquarius.mcti.gov.br

35 Considerações finais o Gestão de como um meio para transformar a organização (alinhamento com a estratégia e geração de valor público) o Nãosetratadeuma discussãodemapeamentooudefluxo. Trata-sedeamadurecera formadepensaremelhoraragestão o Integração entre modelagem e automação de processos (praticamente concomitantes) o Uso de tecnologia de BPMS com componentes subscritos e open source o Foco no tempo, custos e qualidade da implementação o Disponibilização das informações em ambiente de sala de situação e transparência o Adoção de dispositivos móveis(smartphones e tablets) de acompanhamento o Dimensão das redes sociais o Conformidade obtida a partir da adequação dos processos a normas e regras vigentes ( law enforcement ) o Publicação de informações não sigilosas na internet( Open Government )

36 Jones Madruga Obrigado!

Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012

Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 TRANSPARÊNCIA E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO DO MINISTÉRIO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) A PARTIR DA REVISÃO E AUTOMAÇÃO

Leia mais

Lei de Informática - Incentivos Fiscais para Investimentos em Tecnologia e Inovação

Lei de Informática - Incentivos Fiscais para Investimentos em Tecnologia e Inovação Lei de Informática - Incentivos Fiscais para Investimentos em Tecnologia e Inovação Prof. Dr. Elvis Fusco 2014 Prefeitura Municipal de Garça Apresentação Prof. Dr. Elvis Fusco Centro Universitário Eurípides

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Automação de Processos Jones Madruga Promover melhorias e inovações que efetivamente criam valor não é simples... Apresentação Ø Organização PRIVADA

Leia mais

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA Coordenação-Geral de Administração e Tecnologia da Informação Coordenação

Leia mais

As compras compartilhadas no Governo Federal

As compras compartilhadas no Governo Federal As compras compartilhadas no Governo Federal Delfino Natal de Souza Secretário de Logística e Tecnologia da Informação MAIS RÁPIDO DESENV. SUSTENTÁVEL MELHOR SEGMENTOS ESTRATÉGICOS CUSTO USO DO PODER DE

Leia mais

Concessão Eletrônica do Benefício Previdenciário de Pensão por Morte.

Concessão Eletrônica do Benefício Previdenciário de Pensão por Morte. Concessão Eletrônica do Benefício Previdenciário de Pensão por Morte. Racionalização e otimização dos processos através da tramitação eletrônica dos documentos a experiência do Instituto de Previdência

Leia mais

A Lei de Informática e os benefícios para empresas/produtos nacionais de TIC. Marcos Vinícius Guimarães SEPIN/MCTI

A Lei de Informática e os benefícios para empresas/produtos nacionais de TIC. Marcos Vinícius Guimarães SEPIN/MCTI A Lei de Informática e os benefícios para empresas/produtos nacionais de TIC Marcos Vinícius Guimarães SEPIN/MCTI Lei de Informática Objetivo da Lei: Competitividade e Capacitação Tecnológica Para as empresas

Leia mais

Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ

Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ 05. 09. 2013 Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ Lilian Bitton Migon CISI/DPA/COPPE Motivação do Projeto Plano Diretor da TIC: A situação atual na UFRJ, com algumas

Leia mais

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Rápido, Fácil e Barato! TEMPOS DE CRISE REQUEREM PRAGMATISMO E SOLUÇÕES

Leia mais

IV Seminário de Execução Financeira de Projetos Financiados com Recursos Externos. O f i c i n a 3. Brasília, de 7 e 8 de maio de 2009.

IV Seminário de Execução Financeira de Projetos Financiados com Recursos Externos. O f i c i n a 3. Brasília, de 7 e 8 de maio de 2009. IV Seminário de Execução Financeira de Projetos Financiados com Recursos Externos O f i c i n a 3 Convênios (SICONV - Sistemas e Legislação) Brasília, de 7 e 8 de maio de 2009. Ementa da Oficina Nº 3

Leia mais

Gestão e Controle nas Contratações Governamentais

Gestão e Controle nas Contratações Governamentais Gestão e Controle nas Contratações Governamentais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Logística e Serviços Gerais Brasília

Leia mais

Portal dos Convênios

Portal dos Convênios Portal dos Convênios Um novo paradigma nas transferências voluntárias da União Carlos Henrique de Azevedo Moreira Brasília, junho de 2009 Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Apresentação

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

Estabelecendo um Escritório de Processos

Estabelecendo um Escritório de Processos Reitoria UTFPR Diretoria de Tecnologia de Informação Assessoria de Planejamento de Negócios Estabelecendo um Escritório de Processos Profa. Ângela F. Brodbeck Escola de Administração Reitoria Pró-Reitoria

Leia mais

Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI:

Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI: Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 Ministério da Ciência e Tecnologia Secretaria de Política de Informática - SEPIN outubro/2010 Agenda

Leia mais

Conceito de NF-e. Conexão NF-e

Conceito de NF-e. Conexão NF-e WHITE PAPER Sumário Conceito de NF-e... 3 Conexão NF-e... 3 Validador de Arquivos da Nota de Entrada... 4 Importador da Nota de Entrada Para o ERP E M S... 5 Manifesto do Destinatário Eletrônico (MD-e)...

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis BPM Day Serra Gaúcha 2013 Carolina Möbus Volnei Rogério Hugen O Poder Judiciário De acordo com o fundamento do Estado, o Poder Judiciário tem a Missão

Leia mais

Portal dos Convênios

Portal dos Convênios Portal dos Convênios Um novo paradigma nas tranferências voluntárias da União Rogério Santanna dos Santos São Paulo, 10 de novembro de 2008 Roteiro Apresentação Metas do Portal dos Convênios Contexto Transferências

Leia mais

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira Agenda Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira ITIL Publicação dos Livros revisados 2011 ITIL Correções ortográficas e concordâncias gramaticais; Ajustes

Leia mais

Marco Legal da Inovação Aprimoramento e Resultados

Marco Legal da Inovação Aprimoramento e Resultados III Workshop das Unidades de Pesquisa do MCT e a Inovação Tecnológica Marco Legal da Inovação Aprimoramento e Resultados Campinas, São Paulo, 30 e 31 de agosto de 2010 Subsecretaria de Coordenação das

Leia mais

INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA

INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA O InterLIMS se apresenta

Leia mais

ÍNDICE. Manual do COMPRASNET Versão 1 Jan/2002 2

ÍNDICE. Manual do COMPRASNET Versão 1 Jan/2002 2 ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Navegando pela área de livre acesso...4 3. Navegando pela área de ACESSO SEGURO...6 A. Instalando o Certificado de Segurança...6 B. Fazendo Cadastramento nos Serviços

Leia mais

SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL

SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL 1. Como é feita a entrega do Certificado Digital? Resposta: O certificado digital é entregue ao cliente após o procedimento de Validação Presencial, o qual consiste na

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus ELO Group Quem somos Consultoria especializada em Gestão de Processos de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2013 A UNIÃO, por meio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Solução SGI (ERP) Sistema de Gestão Integrado

Solução SGI (ERP) Sistema de Gestão Integrado 2014 Solução SGI (ERP) Sistema de Gestão Integrado SOLUÇÃO SGI Sistema de Gestão Integrado (ERP), é um sistema WEB voltado para empresas que necessitam controlar e realizar a gestão de seus principais

Leia mais

Resultado da Gestão (Jan/Dez - 2015)

Resultado da Gestão (Jan/Dez - 2015) Resultado da Gestão (Jan/Dez - 2015) Secretária Executiva Dezembro de 2015 Resultado da Gestão Janeiro à Dezembro de 2015 Gestão Voltada para Resultados Secretaria Executiva Z Resultado da Gestão Janeiro

Leia mais

e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.governoeletronico.gov.br www.eping.e.gov.br

e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.governoeletronico.gov.br www.eping.e.gov.br e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.eletronico.gov.br www.eping.e.gov.br Total de 26 Sistemas de Gestão Governamental Qual o problema? Ex: SISTEMA SISTEMA SISTEMA SISTEMA s

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor Agenda 1 O conceito: geração de valor com a gestão por processos

Leia mais

II Fórum Nacional do SPED. Gestão do SPED em Grandes Empresas

II Fórum Nacional do SPED. Gestão do SPED em Grandes Empresas II Fórum Nacional do SPED Gestão do SPED em Grandes Empresas II Fórum Nacional do SPED Pontos de Atenção: 1. SPED, confronto entre a Visão Tradicional e Novos Desafios 2. O conflito de papéis: Área tributária

Leia mais

Seção I - INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO GOVERNAMENTAL

Seção I - INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO GOVERNAMENTAL Seção I - INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO GOVERNAMENTAL O Projeto Sistema Integrado de Gestão Governamental se constitui no desenvolvimento de uma solução sistêmica própria, a ser construída

Leia mais

gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES

gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença

Leia mais

SICONV UM NOVO PARADIGMA NAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO: TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL DOS GASTOS PÚBLICOS

SICONV UM NOVO PARADIGMA NAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO: TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL DOS GASTOS PÚBLICOS SICONV UM NOVO PARADIGMA NAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO: TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL DOS GASTOS PÚBLICOS TAHOMA NEGRITO 16 ASSINATURAS SICONV O SICONV inaugurou uma nova era na gestão pública,

Leia mais

Roteiro. 1. Contexto Tecnológico e Social 2. Alinhando a TIC à Estratégia de Governo 3. Áreas de Atuação 4. Tecnologias Potenciais

Roteiro. 1. Contexto Tecnológico e Social 2. Alinhando a TIC à Estratégia de Governo 3. Áreas de Atuação 4. Tecnologias Potenciais Cláudio Crossetti Dutra Abril de 2012 Roteiro 1. Contexto Tecnológico e Social 2. Alinhando a TIC à Estratégia de Governo 3. Áreas de Atuação 4. Tecnologias Potenciais Parte 1 Contexto Tecnológico e Social

Leia mais

PREFEITURA DO RECIFE GABINETE DO PREFEITO Controladoria Geral do Município

PREFEITURA DO RECIFE GABINETE DO PREFEITO Controladoria Geral do Município GABINETE DO PREFEITO INFORMATIVO Nº 001/2013 Orientações acerca do registro de pêndencias no Serviço Auxiliar de Informações para transferências Voluntárias (CAUC) do Governo Federal, Fator impeditivo

Leia mais

Jan.2012. Características Gerais do Sistema:

Jan.2012. Características Gerais do Sistema: Jan.2012 Características Gerais do Sistema: O Software Global Cartórios traz um conceito novo em uma plataforma inovadora que reúne todas as especialidades em um único sistema. O Global Cartórios é um

Leia mais

Modalidade educação a distância - 2ª edição

Modalidade educação a distância - 2ª edição Modalidade educação a distância - 2ª edição OBJETIVOS: Propiciar aos participantes o desenvolvimento das seguintes competências: Pensar estrategicamente o uso da gestão por processos; Estruturar projetos

Leia mais

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise CUSTOMER SUCCESS STORY Dezembro 2013 Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise PERFIL DO CLIENTE Indústria: Setor público Companhia: Dataprev Empregados: 3.000+

Leia mais

PROJETO DE INTEGRAÇÃO DE SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS COM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA GESTÃO ACADÊMICA UTILIZANDO RECURSOS DE SOFTWARE LIVRE

PROJETO DE INTEGRAÇÃO DE SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS COM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA GESTÃO ACADÊMICA UTILIZANDO RECURSOS DE SOFTWARE LIVRE PROJETO DE INTEGRAÇÃO DE SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS COM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA GESTÃO ACADÊMICA UTILIZANDO RECURSOS DE SOFTWARE LIVRE 1 Aracaju SE - Setembro 2014 Edison Francisco de Carvalho

Leia mais

INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO

INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO I PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE MAGISTRADOS FÓRUM BRIC Exchange Program for Judges BRIC Forum Marivaldo Dantas de Araújo Juiz de Direito

Leia mais

BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Semana de Estruturação do Escritório de Processos Objetivo do Curso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032 CONSUPER/2012

RESOLUÇÃO Nº 032 CONSUPER/2012 RESOLUÇÃO Nº 032 CONSUPER/2012 Dispõe sobre alterações na Regulamentação de apoio à pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense. O Presidente do do Instituto Federal de

Leia mais

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS WORKFLOW Mapeamento de Processos de Negócio Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS É proibido a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio sem a expressa autorização

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS CONTROLE INTERNO

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS CONTROLE INTERNO 1/5 NORMA INTERNA : 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e orientar o fluxo das operações de crédito, bem como avais e garantias oferecidas para as operações de crédito; 1.2) Atender legalmente os dispositivos

Leia mais

Soluções em Sistemas de Informação para. Gestão Fundiária. Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa INCRA SIPAM

Soluções em Sistemas de Informação para. Gestão Fundiária. Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa INCRA SIPAM Soluções em Sistemas de Informação para Gestão Fundiária SIPAM INCRA Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa Execução de Georreferenciamento Em 2009: Programa Terra Legal é criado; O serviço

Leia mais

DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014

DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014 Institui a Política Nacional de Participação Social - PNPS e o Sistema Nacional de Participação

Leia mais

Secretaria do Planejamento

Secretaria do Planejamento Salvador, Bahia Sexta-Feira 10 de outubro de 2014 Ano XCIX N o 21.543 Secretaria do Planejamento INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02 DE 08 DE OUTUBRO DE 2014 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

Desafios para a Implementação de Processos

Desafios para a Implementação de Processos Comando da Aeronáutica Desafios para a Implementação de Processos Alexandre V. Guimarães 2012 IMPLEMENTAÇÃO COLOCAÇÃO EM PRÁTICA Quando o processo sai da prancheta Principais Obstáculos para a Aceitação

Leia mais

Da Ciência ao Mercado: Melhores práticas no processo de transferência de tecnologia para geração de inovação. 18 de agosto de 09

Da Ciência ao Mercado: Melhores práticas no processo de transferência de tecnologia para geração de inovação. 18 de agosto de 09 Da Ciência ao Mercado: Melhores práticas no processo de transferência de tecnologia para geração de inovação 18 de agosto de 09 Quem Somos O Grande Vale O Instituto Inovação surgiu com o objetivo de promover

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077)

Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077) Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077) Sobre a autora Eng. Adelice Leite de Godoy Obteve sua graduação em Engenharia Química pela Unicamp em 1992, completando sua formação com o Curso

Leia mais

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO CLASSIFICADA NO GOVERNO FEDERAL. Departamento de Segurança da Informação e Comunicações - DSIC SE/GSI/PR

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO CLASSIFICADA NO GOVERNO FEDERAL. Departamento de Segurança da Informação e Comunicações - DSIC SE/GSI/PR TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO CLASSIFICADA NO GOVERNO FEDERAL Departamento de Segurança da Informação e Comunicações - DSIC SE/GSI/PR 2º. Encontro Rede SIC - Serviço de Informação ao Cidadão MPOG 20 de Novembro

Leia mais

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System Definições BPM - Business Process Management BPMN Business Process Modeling Notation BPMS Business Process Management System Erros da Gestão de Processos / BPM 1. Fazer a Gestão sem Automação Desenho,

Leia mais

Automação de Processos de Negócios com BPMS:

Automação de Processos de Negócios com BPMS: Automação de Processos de Negócios com BPMS: Um Relato de Experiência da ATI ATI- /UPG Unidade de Processos de Negócios do Governo Adelnei Felix adelnei.felix@ati.pe.gov.br 1 Agenda Introdução Relato da

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

BPM e o Modelo de Gestão NeoGrid. Out/2013

BPM e o Modelo de Gestão NeoGrid. Out/2013 BPM e o Modelo de Gestão NeoGrid Out/2013 QUEM SOMOS? Uma multinacional brasileira presente em cinco continentes, provendo soluções para a sincronização da cadeia de suprimentos São mais de empresas gerenciando

Leia mais

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva Alinhamento Estratégico entre TI e Negócio Alinhamento entre Ações Estratégicas, Processos e iniciativas de Tecnologia de Informação Novembro, 2013 Ângela F. Brodbeck Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 2 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC Código: NO01 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região Comitê de Segurança da Informação Secretaria de Tecnologia da Informação Núcleo de Segurança da Informação Revisão: 00 Vigência:20/04/2012 Classificação:

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta

Aprovação do curso e Autorização da oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Av. Nossa Senhora do Carmo, 1.191, 3º andar, Sion, Belo Horizonte/MG - www.planetfone.com.br 1 SUMÁRIO 1. A PLANETFONE... 03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 04

Leia mais

EQPS Belo Horizonte. Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010

EQPS Belo Horizonte. Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 EQPS Belo Horizonte Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 Antenor Corrêa Coordenador-Geral de Software e Serviços Ministério da Ciência e Tecnologia Secretaria

Leia mais

A TI E O PPA 2012-2015

A TI E O PPA 2012-2015 Governo do Estado de Mato Grosso Conselho Superior do Sistema Estadual de Informação e Tecnologia da Informação Sistema Estadual de Informação e Tecnologia da Informação WORKSHOP A TI E O PPA 2012-2015

Leia mais

Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015

Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015 Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ANEXO I ROTINAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE GESTÃO DOCUMENTAL CRIAÇÃO, CAPTURA E DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Implementando a lei de acesso à informação no Brasil: o caso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Implementando a lei de acesso à informação no Brasil: o caso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Implementando a lei de acesso à informação no Brasil: o caso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação 1. Introdução Paulo Henrique de Assis Santana Guilherme Euclides Brandão Cláudio Chauke Nehme

Leia mais

Portal dos Convênios. Um novo modelo para gestão das Transferências Voluntárias da União. SLTI/MP Brasília, ago/2008

Portal dos Convênios. Um novo modelo para gestão das Transferências Voluntárias da União. SLTI/MP Brasília, ago/2008 Portal dos Convênios Um novo modelo para gestão das Transferências Voluntárias da União SLTI/MP Brasília, ago/2008 Roteiro da apresentação Histórico Distribuição das Transferências Voluntárias O novo Sistema

Leia mais

VANTAGENS DA NFC-e PARA O CONTRIBUINTE

VANTAGENS DA NFC-e PARA O CONTRIBUINTE Divulgação INTRODUÇÃO A NFC-e é um documento eletrônico (arquivo de computador) que substituirá as notas fiscais de venda a consumidor, modelo 2 e o cupom fiscal emitido por ECF com grandes vantagens para

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

VAPT VUPT DIGITAL Novo canal de atendimento ao cidadão

VAPT VUPT DIGITAL Novo canal de atendimento ao cidadão PRÁTICA VAPT VUPT DIGITAL Novo canal de atendimento ao cidadão Secretaria/Órgão: SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO/SEGPLAN Estado/Cidade de Origem: Goiânia/GO Autor: Ney Fernando Pinheiro Telefone/e-mail:

Leia mais

ESCRITÓRIO CORPORATIVO DE PROJETOS (ECP) Reunião de Acompanhamento com Gerentes de Projetos Estratégicos 17 de dezembro de 2013

ESCRITÓRIO CORPORATIVO DE PROJETOS (ECP) Reunião de Acompanhamento com Gerentes de Projetos Estratégicos 17 de dezembro de 2013 ESCRITÓRIO CORPORATIVO DE PROJETOS (ECP) Reunião de Acompanhamento com Gerentes de Projetos Estratégicos 17 de dezembro de 2013 AGENDA 1. PRINCIPAIS AÇÕES 2013 2. PRINCIPAIS RESULTADOS (ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Capacitações e Eventos Exercício de 2014

Capacitações e Eventos Exercício de 2014 Capacitações e Eventos Exercício de 204 Público alvo: Integrantes das Unidades de Execução Municipal do PNAFM II e servidores da UCP NOME DO EVENTO PERÍODO PARTICIPANTES Seminário sobre Parceria Público

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 12/06/2014 13:58:56 Endereço IP: 200.252.42.196 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

VALIDAÇÃO DO PRÊMIO CEARÁ DE CIDADANIA ELETRÔNICA 2013

VALIDAÇÃO DO PRÊMIO CEARÁ DE CIDADANIA ELETRÔNICA 2013 VALIDAÇÃO DO PRÊMIO CEARÁ DE CIDADANIA ELETRÔNICA 2013 ABRIL/2013 PROGRAMAÇÃO 1. OBJETIVO, OBJETO E PÚBLICO ALVO 2. CARACTERÍSTICAS 3. CATEGORIAS E COMISSÕES 4. CRITÉRIOS 5. FASES 6. FORMULÁRIO 7. VENCEDORES

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 Institui a Política de Integração e Segurança da Informação do Sistema de Cadastro Ambiental Rural e dá outras providências. A MINISTRA DE ESTADO DO

Leia mais

Proposição de Projeto

Proposição de Projeto Anexo II da Resolução Nº 06/CEG, de 10 de dezembro de 2014 Proposição de Projeto Programa de Modernização Integrada do Ministério da Fazenda - PMIMF Elaboração do Plano Diretor Inicial de Ocupação do Espaço

Leia mais

Orientações para elaboração do Plano de Negócios

Orientações para elaboração do Plano de Negócios Equipamentos Médicos e Tecnologias para a Saúde Orientações para elaboração do Plano de Negócios São Paulo, 19 de agosto de 2013 Agenda Introdução Resultados das Cartas de Manifestação de Interesse Plano

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 44 (61) 2025 76 / 114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 0 DE JULHO DE

Leia mais

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012 Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios Curitiba, 20 de novembro de 2012 PBM: Dimensões Dimensão Estruturante: diretrizes setoriais

Leia mais

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos Este curso é ideal para quem está buscando sólidos conhecimentos em como desenvolver com sucesso um projeto de BPM. Maurício Affonso dos

Leia mais

A Disciplina Gerência de Projetos

A Disciplina Gerência de Projetos A Disciplina Gerência de Projetos Atividades, Artefatos e Responsabilidades hermano@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar atividades da disciplina Gerência de Projetos Discutir os artefatos e responsáveis envolvidos

Leia mais

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte 2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte O MPS.BR tem como foco, ainda que não exclusivo, atender a micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

cartilha noções básicas de arquivo

cartilha noções básicas de arquivo cartilha noções básicas de arquivo 1 cartilha noções básicas de arquivo Organização: Ana Lúcia da Silva do Carmo Júnia Terezinha Morais Ramos 2015 Você sabia que a Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

Coren-MG - Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão Modelos de Soluções

Coren-MG - Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão Modelos de Soluções Coren-MG - Tecnologia da Informação Sistema Integrado de Gestão Modelos de Soluções Infraestrutura Projeto Inicial de Infraestrutura Formação de equipe de TI interna; Estruturação de Datacenter; Redução

Leia mais

Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital.

Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital. Esse programa visa a organização contínua e a efetividade do Processo Único de Federação, que contará com a inserção de um edital. Esse terá suas etapas e prazos muito bem definidos, garantindo um processo

Leia mais

Governança Corporativa e a gestão dos processos

Governança Corporativa e a gestão dos processos Governança Corporativa e a gestão dos processos Governança Corporativa É o sistema pelo qual as sociedades são dirigidas, monitoradas, e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre acionistas/associados/cotistas,

Leia mais

Normalmente são empresas que prestam serviços e cobram uma manutenção mensal.

Normalmente são empresas que prestam serviços e cobram uma manutenção mensal. DesenvolvimentoBM-1056 Versão 5 Release: 11 Autor: Edson Reis Processo: Emissão de NFS-e Acesso: Controladoria/Fiscal/Gera Lote RPS Motivação Algumas empresas utilizam o recurso que emite nota fiscal de

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília MGS Plano de execução de serviço Projeto de transformação de Processos Estrutura do Documento 1. Introdução

Leia mais

Gestão e melhoria de processos no Governo de Minas Gerais: trajetória e resultados alcançados. Palestrante: Vanice Cardoso Ferreira

Gestão e melhoria de processos no Governo de Minas Gerais: trajetória e resultados alcançados. Palestrante: Vanice Cardoso Ferreira Gestão e melhoria de processos no Governo de Minas Gerais: trajetória e resultados alcançados Palestrante: Vanice Cardoso Ferreira Agenda A trajetória da Gestão de Processos no Governo de Minas A trajetória

Leia mais

Proposta de Participação social na revisão, elaboração e monitoramento do Plano de Ação Brasileiro

Proposta de Participação social na revisão, elaboração e monitoramento do Plano de Ação Brasileiro Proposta de Participação social na revisão, elaboração e monitoramento do Plano de Ação Brasileiro Referenciais Expectativas comuns OGP http://www.opengovpartnership.org/ogp-participation Declaração de

Leia mais