PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br)"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO (LET) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA FONE: (61) TELEFAX: (61) PROGRAMA DE DISCIPLINA Código da disciplina: Nome da Disciplina: Avaliação de Aprendizagem de Línguas Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida Ementa Reflexão crítica sobre as relações entre o ensino/aprendizagem e a avaliação de rendimento e proficiência em segunda língua e língua estrangeira. Objetivo(s) Familiarizar o aluno com conceitos e paradigmas atuais em avaliação de proficiência e rendimento Equipar o aluno com os fundamentos para a pesquisa em avaliação de línguas, por meio de discussão teórica Proporcionar a reflexão a respeito da avaliação praticada/vivenciada em sala de aula pelo aluno enquanto aluno e/ou professor de línguas Programa Avaliação: conceitos o de rendimento e de proficiência o formativa o de desempenho o alternativa o de habilidades escritas e orais o para fins específicos Consequências sociais da avaliação: impacto e efeito retroativo Testes, tarefas e escalas de proficiência Validade e confiabilidade Pesquisa em avaliação de proficiência Avaliação A proposta de avaliação a seguir será discutida com os alunos e poderá sofrer alterações.

2 Participação: Desempenho nos seminários, efetiva participação e contribuição às discussões, demonstração de ter realizado a leitura prévia dos textos, realização das atividades propostas em sala de aula (sugestão: 50 pontos) Autoavaliação: Realizada com base em critérios negociados entre professora e alunos (sugestão: 10 pontos) Trabalho final: Texto em formato de artigo ou capítulo de livro, teórico ou que envolva pesquisa de campo, abordando (um dos) temas discutidos durante o curso. Individual ou em duplas (sugestão: 40 pontos). Entrega em formato digital (Word). Data da entrega:. Por Seguir normas da Revista Desempenho ou Horizontes. OBS: Alunos que não entregarem o trabalho final até a data limite serão automaticamente reprovados na disciplina. Bibliografia ALDERSON, J. C. Assessing reading. Cambridge: Cambridge University Press, ALDERSON, J. C.; BANERJEE, J. Language testing and assessment (part I) (Stateof-the-art review). Language Teaching, vol. 34, p , ALDERSON, J. C.; BANERJEE, J. Language testing and assessment (part II) (Stateof-the-art review). Language Teaching, vol. 35, p , ALDERSON, J. C.; CLAPHAM, C.; WALL, D. Language test construction and evaluation. Cambridge Language Teaching Libary. Cambridge: CUP, BACHMAN, L. F. Fundamental considerations in language assessment. Cambridge: Cambridge University Press, BACHMAN, L. F.; PALMER, A. Language testing in practice. Oxford: Oxford University Press, BAFFI-BONVINO, M. A. A avaliação do componente lexical em inglês como língua estrangeira: foco na produção oral. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, UNESP, São José do Rio Preto, BORGES-ALMEIDA, V. Com a palavra, o aluno formando em Letras: percepções sobre proficiência e avaliação da produção oral. In: BERGSLEITHNER, J. M.; WEISSHEIMER, J.; MOTA, M. B. Produção oral em LE: múltiplas perspectivas. Campinas: Pontes, p BORGES-ALMEIDA, V. Precisão e complexidade gramatical na avaliação de proficiência oral do formando em Letras: implicações para a validação de um teste. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) - Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, UNESP, São José do Rio Preto, BRASIL. Avaliações da Educação Básica em debate: ensino e matrizes de referências das avaliações em larga escala. Brasília: INEP, 2013.

3 BROWN, J. D.; HUDSON, T. The alternatives in language assessment. TESOL Quarterly, vol. 32, n. 4, p , CANALE, M.; SWAIN, M. Theoretical bases of communicative approaches to second language teaching and testing. Applied Linguistics, vol. 1, CLAPHAM, C.; CORSON, D. Language Testing and Assessment. Encyclopedia of Language and Education, vol 7. Dordrecht/Boston/London: Kluwer Academic Publishers, CONSOLO, D. A. A construção de um instrumento de avaliação da proficiência oral do professor de língua estrangeira. Trabalhos em Linguística Aplicada, vol. 43, n. 2, p , CONSOLO, D. A.; LANZONI, H. P.; ALVARENGA, M. B.; CONCÁRIO, M.; MARTINS, T. H. B.; TEIXEIRA DA SILVA, V. L. Exame de proficiência para professores de língua estrangeira (EPPLE): proposta inicial e implicações para o contexto brasileiro. Anais do II CLAFPL, Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2008, no prelo. CONSOLO, D. A.; TEIXEIRA DA SILVA, V. L. The TEPOLI test: construct, updted tasks and new parameters to assess EFL teachers oral proficiency. In: Anais do I Congresso Internacional da ABRAPUI. Belo Horizonte, MG: Universidade Federal de Minas Gerais, 2007, vol. 1, p COOMBE, C. et al (Eds.). The Cambridge guide to second language assessment. New York: Cambridge University Press, CUNHA, M. C. C. Nem só de conceitos vivem as transformações: equívocos em torno da avaliação formativa no ensino/ aprendizagem de línguas. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, vol. 6, n. 2, p , Disponível em DOUGLAS, D. Assessing languages for specific purposes. Cambridge: Cambridge University Press, DOUGLAS, D. Developments in language testing. Annual Review of Applied Linguistics, vol. 15, p , DOUGLAS, D. Language for specific purposes assessment criteria: where do they come from? Language Testing, vol. 18, n. 2, p , 2001a. DOUGLAS, D. Language for specific purposes testing. In: CLAPHAM, C.; CORSON, D. (Eds.). Encyclopedia of language and education: language testing and assessment (vol. 7). Dordrecht, The Netherlands: Kluwer Academic Publishers, p ELDER, C. Assessing the language proficiency of teachers: are there any border controls? Language Testing, vol. 18, n. 2, p , FULCHER, G. Testing second language speaking. Harlow: Pearson-Longman, FULCHER, G. The testing of speaking in a second language. In: CLAPHAM, C.; CORSON, D. (Eds.). Encyclopedia of language and education: language testing and assessment (vol. 7). Dordrecht, The Netherlands: Kluwer Academic Publishers, p FULCHER, G.; DAVIDSON, F. Language testing and assessment: an advanced resource book. London: Routledge, 2007.

4 FURTOSO, V. B. Para além do gostei muito da conversa : avaliação no contexto de aprendizagem em Tandem. In: Telles, J. A. (Org.). Teletandem: um contexto virtual, autônomo e colaborativo para aprendizagem de línguas estrangeiras no século XXI. Campinas: Pontes, GARDNER, D.; MILLER, L. Establishing self-access: from theory to practice. Cambridge: Cambridge University Press, GENESEE, F.; UPSHUR, J. A. Classroom-based evaluation in second language education. Cambridge: CUP, GREEN, A. Exploring language assessment and testing: language in action. Routledge Introductions to Applied Linguistics Series. Oxon/New York: Rotuledge, HAMAYAN, E. Approaches to alternative assessment. Annual Review of Applied Linguistics, vol.15, p ,1995. HUGHES, A. Testing for language teachers. 2 nd ed. Cambridge: CUP, LAZARATON, A. A qualitative approach to the validation of oral language tests. Cambridge: University of Cambridge Local Examinations Syndicate & Cambridge University Press, LLURDA, E. On competence, proficiency, and communicative language ability. International Journal of Applied Linguistics, vol. 10, n. 1, p , LUCKESI, C. Avaliação da aprendizagem escolar. 17 ed. São Paulo: Cortez, LUCKESI, C. Avaliação da aprendizagem: componente do ato pedagógico. São Paulo, Cortez, LUOMA, S. Assessing speaking. Cambridge: Cambridge University Press, MARTINS, T. H. B. Subsídios para a elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, Campinas, McDOWELL, C. (1995). Assessing the language proficiency of overseas-qualified teachers: the English Language Skills Assessment (ELSA). In: Brindley, G. Language assessment in action. Sydney: NCELTR, 1995, p McNAMARA, T. Language testing. Oxford: OUP, MESQUITA, A. A. F. Crenças e práticas de avaliação no processo interativo e na mediação de um par no tandem a distância: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, UNESP, São José do Rio Preto, MICCOLI, L. Experiências com avaliação. In:. Ensino e aprendizagem de inglês: experiências, desafios e possibilidades. Campinas: Pontes, p MULIK, K. B.; RETORTA, M. S. (Orgs.). Avaliação no ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras: diálogos, pesquisas e reflexões. Campinas: Pontes Editores, ROLIM, A. C. O. A cultura de avaliar de professoras de língua estrangeira (inglês) no contexto da escola pública. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, Campinas

5 ROMÃO, J. E. Avaliação dialógica: desafios e perspectivas. 5 ed. São Paulo: Cortez, SCARAMUCCI, M. V. R. Avaliação: mecanismo propulsor de mudanças no ensino/aprendizagem de língua estrangeira. Contexturas, vol. 4, p , 1999/2000. SCARAMUCCI, M. V. R. Efeito retroativo da avaliação no ensino/aprendizagem de línguas: o estado da arte. Trabalhos em Linguística Aplicada, vol. 43, n.2, p , SCARAMUCCI, M. V. R. Proficiência em LE: Considerações terminológicas e conceituais. Trabalhos em Linguística Aplicada, vol. 36, p , SHOHAMY, E. Performance assessment in language testing. Annual Review of Applied Linguistics, vol. 15, p , TEIXEIRA DA SILVA, V. L. A competência para a avaliação na formação do professor de línguas. In: CONSOLO, D. A.; TEIXEIRA DA SILVA, V. L. Olhares sobre competências do professor de língua estrangeira: da formação ao desempenho profissional. São José do Rio Preto: HN, 2007.

6

Grupo de Estudos de Inglês Aeronáutico (GEIA) Considerações sobre a escala de níveis de proficiência linguística para controladores de tráfego aéreo

Grupo de Estudos de Inglês Aeronáutico (GEIA) Considerações sobre a escala de níveis de proficiência linguística para controladores de tráfego aéreo Grupo de Estudos de Inglês Aeronáutico (GEIA) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA Universidade Estadual de Campinas Considerações sobre a escala de níveis de proficiência linguística para

Leia mais

Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês

Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês Teresa Helena Buscato Martins ( Comunicação apresentada no I SEMAPLE. ) A falta de preparo profissional adequado do professor

Leia mais

Natalia de Andrade Raymundo - ICEA Força Aérea Brasileira GEIA natalianar@icea.gov.br

Natalia de Andrade Raymundo - ICEA Força Aérea Brasileira GEIA natalianar@icea.gov.br Natalia de Andrade Raymundo - ICEA Força Aérea Brasileira GEIA natalianar@icea.gov.br EPLIS Exame de propósitos específicos; Desenvolvido e mantido pelo ICEA; Conhecimentos operacionais necessários para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA EDITAL No. 011/2009 Dados para o Edital do Concurso para Professor Assistente na área

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: Letras Habilitação Única: Inglês e Literaturas Correspondentes Campus: UEM Departamento: Departamento de Letras Centro:

Leia mais

AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO NAS AULAS DE INGLÊS DO ENSINO FUNDAMENTAL I

AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO NAS AULAS DE INGLÊS DO ENSINO FUNDAMENTAL I AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO NAS AULAS DE INGLÊS DO ENSINO FUNDAMENTAL I Ana Paula de LIMA 1 RESUMO: Neste artigo analisamos uma avaliação de rendimento propostas por um livro didático de Língua Estrangeira

Leia mais

CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA

CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA Neide Cesar CRUZ Universidade Federal de Campina Grande Resumo: Este estudo de pequeno porte focaliza as crenças que graduandos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Estudo do processo de aquisição/ aprendizagem de uma segunda língua/ língua estrangeira, métodos e técnicas para o ensino, especialmente da habilidade de leitura. Análise de recursos didáticos.

Leia mais

DISCUTINDO AS CRENÇAS DE UMA PROFESSORA UNIVERSITÁRIA E DE SEUS ALUNOS SOBRE O QUE É SER BEM-SUCEDIDO EM AVALIAÇÕES ORAIS

DISCUTINDO AS CRENÇAS DE UMA PROFESSORA UNIVERSITÁRIA E DE SEUS ALUNOS SOBRE O QUE É SER BEM-SUCEDIDO EM AVALIAÇÕES ORAIS 1 DISCUTINDO AS CRENÇAS DE UMA PROFESSORA UNIVERSITÁRIA E DE SEUS ALUNOS SOBRE O QUE É SER BEM-SUCEDIDO EM AVALIAÇÕES ORAIS Marcela Ferreira Marques (Universidade Federal de Goiás) Introdução Cada professor

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 15/2010 UNEMAT DEPARTAMENTO DE LETRAS - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CÁCERES-MT A UNIVERSIDADE DO

Leia mais

CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG

CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG OLIVEIRA, Shirlene Bemfica de Oliveira 1 CARMO, Kamila Oliveira do 2 LEITE, Gabriela Maria Ferreira Leite 3 OLIVEIRA, Tatiane Morandi de 4 ROSSI,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA PROFICIÊNCIA DO FUTURO PROFESSOR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E IMPLICAÇÕES PARA OS CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO BRASIL

AVALIAÇÃO DA PROFICIÊNCIA DO FUTURO PROFESSOR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E IMPLICAÇÕES PARA OS CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO BRASIL AVALIAÇÃO DA PROFICIÊNCIA DO FUTURO PROFESSOR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E IMPLICAÇÕES PARA OS CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO BRASIL ASSESSMENT OF FUTURE FOREIGN LANGUAGE TEACHERS PROFICIENCY AND IMPLICATIONS

Leia mais

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS ENSINO DE LÍNGUA INGLESA 1. New technologies and ELT 2. Teaching English pronunciation for Brazilian EFL speakers 3. Developing reading skills in the EFL classroom: theory and practice 4. Assessment in

Leia mais

ALINE MARA FERNANDES A METALINGUAGEM E A PRECISÃO GRAMATICAL NA PROFICIÊNCIA ORAL DE DUAS PROFESSORAS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

ALINE MARA FERNANDES A METALINGUAGEM E A PRECISÃO GRAMATICAL NA PROFICIÊNCIA ORAL DE DUAS PROFESSORAS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA ALINE MARA FERNANDES A METALINGUAGEM E A PRECISÃO GRAMATICAL NA PROFICIÊNCIA ORAL DE DUAS PROFESSORAS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA São José do Rio Preto 2011 ALINE MARA FERNANDES A METALINGUAGEM E

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável: Sandra Mari Kaneko Marques

CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável: Sandra Mari Kaneko Marques INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável:

Leia mais

PROGRAMA Disciplina: Carga horária: Professores coordenadores Ementa Justificativa Objetivo Geral Objetivos Específicos

PROGRAMA Disciplina: Carga horária: Professores coordenadores Ementa Justificativa Objetivo Geral Objetivos Específicos 1 PROGRAMA Disciplina: Produção de material didático para o ensino de Língua Portuguesa como Adicional Carga horária: 45h/a Professores coordenadores: Rosemeire Selma Monteiro-Plantin (UFC) Leandro Rodrigues

Leia mais

O ENSINO DE INGLÊS NA ESCOLA NAVAL Profa. Dra. Ana Paula Araujo Silva Escola Naval

O ENSINO DE INGLÊS NA ESCOLA NAVAL Profa. Dra. Ana Paula Araujo Silva Escola Naval Eixo Temático I: Práticas pedagógicas a serviço da educação superior militar Subtema 1: metodologias de ensino e aprendizagem; ensino voltado para competências; hibridismo pedagógico; interdisciplinaridade

Leia mais

O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE

O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE MEIRELES, Mirelly Karolinny de Melo/UNIDERC 1 mirellyk@yahoo.com.br NASCIMENTO, Kaline Brasil Pereira/UEPB 2 k.aline.brasil@hotmail.com

Leia mais

Avaliação em língua inglesa em contexto empresarial 1

Avaliação em língua inglesa em contexto empresarial 1 Avaliação em língua inglesa em contexto empresarial 1 Eliana KOBAYASHI 2 Resumo: Embora a língua inglesa seja exigida em processos seletivos de emprego, pouco se sabe como a avaliação ocorre dentro das

Leia mais

1 SEMAPLE. I Seminário de Avaliação de Proficiência em Língua Estrangeira CADERNO DE RESUMOS

1 SEMAPLE. I Seminário de Avaliação de Proficiência em Língua Estrangeira CADERNO DE RESUMOS 1 SEMAPLE I Seminário de Avaliação de Proficiência em Língua Estrangeira CADERNO DE RESUMOS 05 e 06 de março de 2010 Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) COMISSÃO ORGANIZADORA Douglas Altamiro Consolo

Leia mais

Reflexões sobre a formação de professores de inglês como língua estrangeira 1

Reflexões sobre a formação de professores de inglês como língua estrangeira 1 Reflexões sobre a formação de professores de inglês como língua estrangeira 1 Teresa Helena Buscato Martins Mestre em Lingüística Aplicada - UNICAMP Professora da Faculdade Comunitária de Campinas - Unidade

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Docente(s) Lucinéa Marcelino Villela Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Orientadora Profa. Dra. Matilde Scaramucci Natália Guerreiro Definição de EC Formas de lidar com um desafio na comunicação como falar sobre um tópico que não domina; expressar-se quando a palavra foge

Leia mais

EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA, LINGUÍSTICA APLICADA E ENSINO DE INGLÊS EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Leia mais

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 COMPLEXIDADE EM AMBIENTES DE SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 COMPLEXIDADE EM AMBIENTES DE SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA Anilda Costa Alves Jamile Alves da Silva Leônidas José da Silva Jr Universidade Estadual da Paraíba anildauepb@gmail.com milygta10@hotmail.com

Leia mais

Daniel Fernando Rodrigues 1. Introdução

Daniel Fernando Rodrigues 1. Introdução O PERFIL DE ALUNOS DE LÍNGUA INGLESA INGRESSANTES NO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS: DELIMITANDO EXPECTATIVAS E METAS PARA A COMPETÊNCIA 1 RESUMO: Este artigo apresenta o perfil dos alunos de inglês de

Leia mais

Plano de Ensino. Seriação ideal 3

Plano de Ensino. Seriação ideal 3 Curso 1404 - Licenciatura Plena em Educação Artística Ênfase Identificação Disciplina 0003325 - Psicologia da Educação Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Educação Créditos 4 60

Leia mais

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS Novo Código código anterior Nome da disciplina Ementa Bibliografia Pré-requisitos C/H Equivalências LEM1001 ----- Metodologia de Ensino de (Português como) Língua Estrangeira

Leia mais

O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUA INGLESA NO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA NA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO DE IJUÍ/ RS 1

O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUA INGLESA NO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA NA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO DE IJUÍ/ RS 1 O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUA INGLESA NO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA NA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO DE IJUÍ/ RS 1 Jamile Tábata Balestrin Konageski 2, Solânge Lopes Ferrari 3, Luana

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Formação Continuada em Inglês para professores de Inglês

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Formação Continuada em Inglês para professores de Inglês MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

Introdução. Miriam Sester RETORTA 1

Introdução. Miriam Sester RETORTA 1 Efeito retroativo do vestibular da Universidade Federal do Paraná no ensino de língua inglesa em nível médio no Paraná: uma investigação em escolas públicas, particulares e cursos pré-vestibulares Miriam

Leia mais

VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS?

VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS? resenhas e críticas VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS? 1 2 1. A motivação 3-31 Neste trabalho os termos língua estrangeira e segunda língua serão

Leia mais

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE)

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) 1 Resumo: Este trabalho refere-se a um projeto de pesquisa na área de Linguística Aplicada

Leia mais

Inglês básico nível fundamental

Inglês básico nível fundamental Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Inglês básico nível fundamental Modalidade: Presencial Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Inglês

Leia mais

O TRABALHO COM TEXTOS MULTIMODAIS COMO MOTIVAÇÃO PARA APRENDER LE: UM ESTUDO DE CASO NA REDE ESTADUAL PAULISTA

O TRABALHO COM TEXTOS MULTIMODAIS COMO MOTIVAÇÃO PARA APRENDER LE: UM ESTUDO DE CASO NA REDE ESTADUAL PAULISTA 03070 O TRABALHO COM TEXTOS MULTIMODAIS COMO MOTIVAÇÃO PARA APRENDER LE: UM ESTUDO DE CASO NA REDE ESTADUAL PAULISTA Resumo Autor: Marcelo Ganzela Martins de Castro Instituições: UNINOVE/Instituto Singularidades/E.

Leia mais

TESTE SELETIVO 2012 COLEGIADO DE LETRAS LISTA DE PONTOS

TESTE SELETIVO 2012 COLEGIADO DE LETRAS LISTA DE PONTOS ÁREA: LÍNGUA PORTUGUESA E LINGUÍSTICA 1. Abordagem do texto como gênero textual/discursivo e suas implicações no ensino de língua materna 2. Gramática e ensino de língua portuguesa 3. Morfologia da Língua

Leia mais

http://www.uesc.br/cursos/graduacao/bacharelado/lea/index.php 2 O Projeto Político Pedagógico do Curso de Línguas

http://www.uesc.br/cursos/graduacao/bacharelado/lea/index.php 2 O Projeto Político Pedagógico do Curso de Línguas A Importância da Interculturalidade e da Interdisciplinaridade no Ensino de Língua Inglesa para o Curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais Tatiany Pertel Sabaini Dalben Universidade

Leia mais

Avaliação da habilidade de leitura em Inglês como língua estrangeira: reflexões sobre o nível de compreensão exigido por itens de testes

Avaliação da habilidade de leitura em Inglês como língua estrangeira: reflexões sobre o nível de compreensão exigido por itens de testes Anais do CELSUL 2008 Avaliação da habilidade de leitura em Inglês como língua estrangeira: reflexões sobre o nível de compreensão exigido por itens de testes Celso Henrique Soufen Tumolo Centro de Comunicação

Leia mais

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO METODOLOGIAS DA APRENDIZAGEM E PRÁTICAS DE ENSINO (LIMAPE)

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO METODOLOGIAS DA APRENDIZAGEM E PRÁTICAS DE ENSINO (LIMAPE) História da profissão docente em São Paulo: as estratégias e as táticas em torno dos fazeres cotidianos dos professores primários a instrução pública paulista de 1890 a 1970 Linha de Pesquisa: LINHA DE

Leia mais

VALIDADE E CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS DAS AVALIAÇÕES EM CONTEXTOS DE ENSINO DE LÍNGUAS*

VALIDADE E CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS DAS AVALIAÇÕES EM CONTEXTOS DE ENSINO DE LÍNGUAS* VALIDADE E CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS DAS AVALIAÇÕES EM CONTEXTOS DE ENSINO DE LÍNGUAS* Matilde V. R. Scaramucci matilde@unicamp.br Universidade Estadual de Campinas (Brasil) Resumo: O conceito de validade

Leia mais

AN EXAMINATION OF FOREIGN LANGUAGE PROFICIENCY FOR TEACHERS (EPPLE): THE INITIAL PROPOSAL AND IMPLICATIONS FOR THE BRAZILIAN CONTEXT

AN EXAMINATION OF FOREIGN LANGUAGE PROFICIENCY FOR TEACHERS (EPPLE): THE INITIAL PROPOSAL AND IMPLICATIONS FOR THE BRAZILIAN CONTEXT AN EXAMINATION OF FOREIGN LANGUAGE PROFICIENCY FOR TEACHERS (EPPLE): THE INITIAL PROPOSAL AND IMPLICATIONS FOR THE BRAZILIAN CONTEXT DOUGLAS ALTAMIRO CONSOLO [1] UNESP São José do Rio Preto HÉLCIO DE PÁDUA

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS Sylvia Bueno Terzi Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP O objetivo do trabalho é apresentar e discutir o

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS 12ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia de Ensino de Inglês - 12ª Classe Formação de

Leia mais

ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA COMMUNICATIVE APPROACH IN THE FOREING LANGUAGE ACQUISITION

ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA COMMUNICATIVE APPROACH IN THE FOREING LANGUAGE ACQUISITION ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA Keyla Christina Almeida Portela 1 RESUMO: O presente artigo objetiva apresentar o ensino/aprendizagem de língua inglesa através da abordagem comunicativa,

Leia mais

O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa

O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa ARTIGO...Letrônica v. 3, n. 1, p.153, julho 2010 O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa Luciane Guimarães de Paula Introdução O presente artigo 1 relata um recorte dos resultados de

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA CORREÇÃO DE ERROS GRAMATICAIS E O FILTRO AFETIVO NO ENSINO DE INGLÊS COMO LE EM AMBIENTE COMUNICATIVO

A INFLUÊNCIA DA CORREÇÃO DE ERROS GRAMATICAIS E O FILTRO AFETIVO NO ENSINO DE INGLÊS COMO LE EM AMBIENTE COMUNICATIVO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A INFLUÊNCIA DA CORREÇÃO DE ERROS GRAMATICAIS E O FILTRO AFETIVO NO ENSINO DE INGLÊS COMO LE EM AMBIENTE COMUNICATIVO André William Alves de Assis 1 ;

Leia mais

ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA

ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA Me Simone Afini Cardoso Brito simonebrito@terra.com.br Fatec Guarulhos NelsonNishizaki Jr.

Leia mais

LINGUÍSTICA APLICADA AO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

LINGUÍSTICA APLICADA AO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA SPADA, Nina. Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Estrangeira: uma entrevista com Nina Spada. Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL. Vol. 2, n. 2, 2004. Tradução de Gabriel de Ávila Othero.

Leia mais

RECURSOS DA INTERNET PARA O USO PEDAGÓGICO NAS AULAS DE

RECURSOS DA INTERNET PARA O USO PEDAGÓGICO NAS AULAS DE RECURSOS DA INTERNET PARA O USO PEDAGÓGICO NAS AULAS DE Resumo MATEMÁTICA Ana Paula R. Magalhães de Barros 1 / UNESP Rúbia Barcelos Amaral 2 /UNESP Devido ao aumento da oferta de recursos tecnológicos

Leia mais

O ENSINO DO INGLÊS E A FATEC ITAQUAQUECETUBA

O ENSINO DO INGLÊS E A FATEC ITAQUAQUECETUBA 1 O ENSINO DO INGLÊS E A FATEC ITAQUAQUECETUBA Mariane TEIXEIRA Fatec Itaquaquecetuba RESUMO Este artigo trata do ensino do inglês, os métodos e abordagens que vêm norteando a prática docente. Faz uma

Leia mais

FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann. Diva Rangel Martinelli

FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann. Diva Rangel Martinelli FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann Mestre em Educação pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) Professora de Língua Inglesa do Departamento de Letras

Leia mais

O conteúdo matemático e seu ensino em um curso de Pedagogia a distância: o tutor virtual como formador

O conteúdo matemático e seu ensino em um curso de Pedagogia a distância: o tutor virtual como formador O conteúdo matemático e seu ensino em um curso de Pedagogia a distância: o tutor virtual como formador Luciane de Fatima Bertini Cármen Lúcia Brancaglion Passos Introdução A formação dos professores para

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias Componente Curricular: Inglês Série: 2ºC,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas DISCIPLINA: Atividades de Estágio em Língua Portuguesa (Licenciatura em Letras)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. SEMESTRE 2015 DISCIPLINA: Pesquisa Quantitativa com Análise de Dados PROFESSOR:

Leia mais

EDITAL Nº 01, de 30 de maio de 2016. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR BOLSISTA DO NÚCLEO DE LÍNGUAS DO PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS

EDITAL Nº 01, de 30 de maio de 2016. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR BOLSISTA DO NÚCLEO DE LÍNGUAS DO PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01, de 30 de maio de 2016. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR BOLSISTA DO NÚCLEO DE LÍNGUAS DO PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS A Coordenadora do Programa Inglês Sem Fronteiras da Universidade

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS

A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS SOUSA, Marrine Oliveira (UFG) LAGO, Neuda (UFG) Resumo: Através desta pesquisa foi analisada a importância do trabalho

Leia mais

EDITAL Nº 13/10 - DIRPPG - Campus Curitiba VIII CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS

EDITAL Nº 13/10 - DIRPPG - Campus Curitiba VIII CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Campus Curitiba 1 EDITAL Nº 13/10 - DIRPPG - Campus Curitiba

Leia mais

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO Modalidade: Oficina de Formação Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-79411/14 Duração: 25 horas presenciais + 25 horas não presenciais Destinatários:

Leia mais

7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010

7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010 7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010 ENSINAR INGLÊS É O MÁXIMO! : REVELANDO AS CRENÇAS SOBRE ENSINO/APRENDIZAGEM DE LÍNGUA

Leia mais

Trab.Ling.Aplic., Campinas, 43 (2) Jul./Dez. 2004 Trab. Ling. Aplic., Campinas, 43 (2): 287-305, Jul./Dez. 2004

Trab.Ling.Aplic., Campinas, 43 (2) Jul./Dez. 2004 Trab. Ling. Aplic., Campinas, 43 (2): 287-305, Jul./Dez. 2004 Trab. Ling. Aplic., Campinas, 43 (2): 287-305, Jul./Dez. 2004 O EFEITO RETROATIVO DE UM EXAME DE SELEÇÃO NO ENSINO DE INGLÊS ALINE RIBEIRO PESSÔA (UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA) ABSTRACT This paper

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III Docente(s) Marcelo Concário Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR 1 SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR Fone: (62) 3521-1141 Fax: (62) 3521-1185 E-mail: fefufg@fef.ufg.br HP: www.fef.ufg.br

Leia mais

Carga horária total: 60 horas Código: LA020030 Horário: 10:10 às 11:50 Dias da semana: 5ª e 6ª Professora: Maria de Belém Rolla Vilas Bôas Feitosa

Carga horária total: 60 horas Código: LA020030 Horário: 10:10 às 11:50 Dias da semana: 5ª e 6ª Professora: Maria de Belém Rolla Vilas Bôas Feitosa UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS FACULDADE DE GEOFÍSICA 1. IDENTIFICAÇÃO Curso: Geofísica Disciplina: Inglês Instrumental Carga horária total: 60 horas Código: LA020030 Horário: 10:10

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TERRAS DE BOURO AVISO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TERRAS DE BOURO AVISO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TERRAS DE BOURO AVISO Assunto: Contratação de Técnicos(as) para prestar funções nas Atividades de Enriquecimento Curricular Ano Letivo 2014/2015 Para os devidos efeitos, e no

Leia mais

INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRA VERNÁCULAS

INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRA VERNÁCULAS INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRA VERNÁCULAS PROJETO DE PESQUISA O LÉXICO NO LIVRO DIDÁTICO PROFA. ALBA VALÉRIA SILVA SALVADOR 2013.2 SUMÁRIO 1 RESUMO... 3 2 INTRODUÇÃO... 3 3 RELEVÂNCIA PARA A

Leia mais

ANÁLISE DE NECESSIDADES DE ALUNOS DE CURSO PREPARATÓRIO PARA O TESTE TOEFL ibt 1

ANÁLISE DE NECESSIDADES DE ALUNOS DE CURSO PREPARATÓRIO PARA O TESTE TOEFL ibt 1 ANÁLISE DE NECESSIDADES DE ALUNOS DE CURSO PREPARATÓRIO PARA O TESTE TOEFL ibt 1 Renata Mendes SIMÕES (Pontifícia Universidade Católica-SP - Grupo Gealin) simoes.re@gmail.com RESUMO: O objetivo deste artigo

Leia mais

Letras 2.0. Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade. Ultimas notícias: apresentação do curso. Assessora: Márcia Magarinos

Letras 2.0. Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade. Ultimas notícias: apresentação do curso. Assessora: Márcia Magarinos Letras 2.0 Assessora: Márcia Magarinos Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade Ultimas notícias: apresentação do curso Proposta: - Oferecer ambiente de orientação e formação de monitores de modo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Faculdade de de Ribeirão Preto Normas Específicas da Comissão Coordenadora do Programa (CCP) do Programa de Pós- Graduação em da Faculdade de de Ribeirão Preto-USP. I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA

Leia mais

A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA Aline Krahl i () Greicy Kelly de Oliveira Hensel ii () Sandra Fonseca Pinto iii () Luciana Maria Crestani iv () INTRODUÇÃO A evolução da tecnologia

Leia mais

O efeito retroativo da redação do Enem: uma análise das práticas de duas professoras do terceiro ano do Ensino Médio

O efeito retroativo da redação do Enem: uma análise das práticas de duas professoras do terceiro ano do Ensino Médio 1 O efeito retroativo da redação do Enem: uma análise das práticas de duas professoras do terceiro ano do Ensino Médio Resumo: Monica Panigassi Vicentini (UNICAMP) 1 Este artigo busca estabelecer uma discussão

Leia mais

Avaliação online de proficiência de língua Inglesa: uma solução para uma instituição distribuída

Avaliação online de proficiência de língua Inglesa: uma solução para uma instituição distribuída Avaliação online de proficiência de língua Inglesa: uma solução para uma instituição distribuída Lílian Simão Oliveira Magali Barçante Marlucy Maria da Silveira Ribeiro Mariane Teixeira Simone Telles Martins

Leia mais

TECHONOLOGY FOR SECOND LANGUAGE LEARNING

TECHONOLOGY FOR SECOND LANGUAGE LEARNING CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE LINGUAGEM E TECNOLOGIA Mestrado em Estudos de Linguagens TECHONOLOGY FOR SECOND LANGUAGE LEARNING CAROL A. CHAPELLE Disciplina: Ambientes

Leia mais

PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)?

PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)? 2845 PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)? 0. Introdução Tatiana Diello BORGES - UFG/CAJ Neuda Alves

Leia mais

USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Resumo JALIL, Samira Abdel FARESC samirajalil@hotmail.com Área Temática:

Leia mais

CONCEPÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONCEPÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 CONCEPÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO

Leia mais

CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE)

CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE) Anais do 6º Encontro Celsul - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE) Juliane MASSAROLLO (Un i.fed.de

Leia mais

DISCIPLINA: INGLÊS TÉCNICO E INSTRUMENTAL II CARGA HORÁRIA: 33 HORAS PERÍODO: 3º SEMESTRE LETIVO: 2012.2 CRÉDITOS: 02

DISCIPLINA: INGLÊS TÉCNICO E INSTRUMENTAL II CARGA HORÁRIA: 33 HORAS PERÍODO: 3º SEMESTRE LETIVO: 2012.2 CRÉDITOS: 02 DISCIPLINA: INGLÊS TÉCNICO E INSTRUMENTAL II CARGA HORÁRIA: 33 HORAS PERÍODO: 3º SEMESTRE LETIVO: 2012.2 CRÉDITOS: 02 OBJETIVOS Ler e compreender textos de gêneros diversos utilizando as estratégias/técnicas

Leia mais

A aula de leitura através do olhar do futuro professor de língua portuguesa

A aula de leitura através do olhar do futuro professor de língua portuguesa A aula de leitura através do olhar do futuro professor de língua portuguesa Dra. Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin 1 Marina Kataoka Barros 2 Resumo Por meio desta comunicação, desejamos refletir sobre

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Plano de Curso 2011

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Plano de Curso 2011 1. EMENTA Conhecimento dos recursos naturais existentes, seus aspectos econômicos, formas de utilização, estabelecimento de metas entre a preservação e a exploração, análise de projetos e suas referências

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E IDENTIDADE PROFISSIONAL

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E IDENTIDADE PROFISSIONAL FORMAÇÃO DE PROFESSORES E IDENTIDADE PROFISSIONAL Profª Ms. Vanderlice dos Santos Andrade Sól 1. INTRODUÇÃO A construção da identidade profissional possui relações estreitas com o ambiente de formação

Leia mais

Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual

Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual Silvane Guimarães Silva Gomes, Frederico José Vieira Passos Universidade Federal de Viçosa

Leia mais

Avaliação para a Aprendizagem e Alunos com Necessidades Educativas Especiais

Avaliação para a Aprendizagem e Alunos com Necessidades Educativas Especiais PROCESSO DE AVALIAÇÃO EM CONTEXTOS INCLUSIVOS PT Avaliação para a Aprendizagem e Alunos com Necessidades Educativas Especiais O objectivo deste artigo é disponibilizar uma síntese das questões-chave que

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Química. Normas do Programa de Pós-Graduação em Química

Universidade de São Paulo Instituto de Química. Normas do Programa de Pós-Graduação em Química Universidade de São Paulo Instituto de Química Normas do Programa de Pós-Graduação em Química 1 I Composição da Comissão Coordenadora do Programa 1. A Comissão Coordenadora do Programa (CCP) é composta

Leia mais

CONFERÊNCIA E MESAS-REDONDAS *** versao em finalização

CONFERÊNCIA E MESAS-REDONDAS *** versao em finalização CONFERÊNCIA E MESAS-REDONDAS *** versao em finalização Conferencia de abertura Movimento e Rumos na Difusão, Formação de Quadros e Profissionalização em PLE José Carlos P. Almeida Filho Universidade de

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS Márcio Luiz Corrêa Vilaça (UNIGRANRIO) professorvilaca@gmail.com 1. Introdução É inegável a importância dos

Leia mais

CERTIFICADO DE ESPANHOL - LENGUA Y USO (CELU) E LETRAMENTO 1

CERTIFICADO DE ESPANHOL - LENGUA Y USO (CELU) E LETRAMENTO 1 386 CERTIFICADO DE ESPANHOL - LENGUA Y USO (CELU) E LETRAMENTO 1 Luciana Aparecida Silva de Azeredo RESUMO. O tema proficiência tem sido largamente discutido em Lingüística Aplicada, em especial, o uso

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695)

Agrupamento de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695) Agrupamento de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695) AVISO Contratação de Técnicos(as) para prestar funções nas Atividades de Enriquecimento

Leia mais

TAREFAS DE ROLE PLAY PROPOSTAS POR TRÊS LIVROS DIDÁTICOS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

TAREFAS DE ROLE PLAY PROPOSTAS POR TRÊS LIVROS DIDÁTICOS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA TAREFAS DE ROLE PLAY PROPOSTAS POR TRÊS LIVROS DIDÁTICOS DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA Caroline Comunello Aline Paulino da Rosa * Daniela Moraes do Nascimento * RESUMO: O objetivo do trabalho é analisar

Leia mais

Política linguística da língua inglesa e exame vestibular no Brasil: uma relação possível?

Política linguística da língua inglesa e exame vestibular no Brasil: uma relação possível? Política linguística da língua inglesa e exame vestibular no Brasil: uma relação possível? (Language policy of English and entrance examination in Brazil: a possible relationship?) Elias Ribeiro da Silva

Leia mais

DISCIPLINA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO: ASPECTOS COGNITIVOS E COMPORTAMENTAIS Cada Crédito corresponde a 15h/ aula CÓDIGO: IE 210 CRÉDITOS: 04 (4T-0P)

DISCIPLINA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO: ASPECTOS COGNITIVOS E COMPORTAMENTAIS Cada Crédito corresponde a 15h/ aula CÓDIGO: IE 210 CRÉDITOS: 04 (4T-0P) UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS PROGRAMA ANALÍTICO CÓDIGO: IE 210 CRÉDITOS:

Leia mais

rita ISSN 2177-6288 e-sc scrita

rita ISSN 2177-6288 e-sc scrita Pesquisa e ensino: considerações e reflexões Márcio Luiz Corrêa Vilaça 1 UNIGRANRIO Resumo: Este artigo discute a interação entre pesquisa e ensino. Ele se baseia em questões frequentes de estudantes sobre

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Coordenação Pedagógica Carga Horária Semestral: 40 h/a Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) A escola como organização

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695)

Agrupamento Vertical de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695) Agrupamento Vertical de Escolas de Prado (Código: 150897) Escola sede: Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Prado (código: 342695) AVISO Contratação de Técnicos(as) para prestar funções nas Atividades de

Leia mais

O Significado do Sinal de Igualdade na Jornada pelos Três Mundos da Matemática

O Significado do Sinal de Igualdade na Jornada pelos Três Mundos da Matemática O Significado do Sinal de Igualdade na Jornada pelos Três Mundos da Matemática Josias Nogueira Badaró 1 Rosana Nogueira de Lima 2 Programa de Estudos Pós- Graduados em Educação Matemática Universidade

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Psicologia PLANO DE ENSINO

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Psicologia PLANO DE ENSINO Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Psicologia PLANO DE ENSINO Disciplina: Psicologia Social I Curso: Psicologia Professora Dra: Rosana Carneiro Tavares

Leia mais

Prova Brasil e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB): fundamentos, organização e objetivos. Prof. Luís Lopes

Prova Brasil e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB): fundamentos, organização e objetivos. Prof. Luís Lopes Prova Brasil e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB): fundamentos, organização e objetivos Prof. Luís Lopes Prova Brasil e Saeb: sistemas complementares Avaliação Nacional do Rendimento Escolar

Leia mais

CRENÇAS DE LICENCIANDOS EM LETRAS SOBRE O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA RESUMO

CRENÇAS DE LICENCIANDOS EM LETRAS SOBRE O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA RESUMO CRENÇAS DE LICENCIANDOS EM LETRAS SOBRE O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA RESUMO Diana Vasconcelos LOPES 1 Eduardo BARBUIO 2 Objetivou-se com o trabalho identificar as principais crenças sobre

Leia mais