PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO"

Transcrição

1 PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Mecânico de Motocicletas CBO COD-SGE MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Automotiva CARGA HORÁRIA 320 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO GERAL Realizar manutenção de motocicletas, de acordo com as normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde. II. PRÉ-REQUISITOS No ato da matrícula, o aluno deverá apresentar documentação que comprove: Idade superior a 16 anos; Ensino Fundamental I completo (comprovante de escolaridade ou autodeclaração comprobatória), conforme guia FIC do PRONATEC. III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO Para atender às exigências requeridas pelas mudanças aceleradas do mercado de trabalho e às necessidades tecnológicas que cada vez mais vêm invadindo todos os setores da sociedade (comércio, indústria, saúde, etc), o Curso de Mecânico de Motocicletas deverá receber uma formação ampla, constituída por competências gerais e específicas, que lhe permitam atuar e acompanhar as transformações da área e do mundo do trabalho, de forma autônoma e crítica. Este profissional deverá compreender as atividades de: Elaborar Plano de Manutenção Realizar Manutenção de Motores, Sistemas e Partes do Veículo Substituir Peças dos Diversos Sistemas Reparar Componentes e Sistemas de Veículos Testar Desempenho de Componentes e Sistemas de Veículos Realizar o Trabalho com Segurança Os profissionais deverão desenvolver trabalho em equipe, utilizando-se de princípios de ética e de cidadania, com relacionamento interpessoal adequado, raciocínio lógico, criatividade, mantendo-se atualizados em relação às tendências da área e prontos a atuarem frente a situações complexas com flexibilidade, enfrentando desafios, buscando inovações, propondo soluções e assumindo responsabilidade profissional.

2 Específico MÓDULOS Básico e Introdutório III.1. Desenho Curricular UNIDADES CURRICULARES Formação Social Fundamentos de Tecnologia Automotiva Organização do Ambiente de Trabalho Carga Horária 20h 30h 30h Fundamentos da Mecânica de Motocicletas Sistemas Mecânicos de Motocicletas 20h 40h Eletroeletrônica de Motocicletas Direção Defensiva Manutenção de Sistemas Mecânicos de Motocicletas 40h 20h 80h Manutenção de Sistemas Eletroeletrônicos de Motocicletas Carga Horária Total 40h 320h III.2. Instrumento de Avaliação: a) Avaliação Teórica Prova individual sem consulta, montada de acordo com o modelo F-OP-073, para o curso. b) Avaliação Prática Preenchimento de formulário contendo itens a serem avaliados em relação ao curso. IV. CONTEÚDO FORMATIVO Módulo Básico e Introdutório 200h 1. Formação social 20 horas 1.1. Relações de Gênero X Mercado de Trabalho 1.2. Introdução aos Direitos Humanos 1.3. Diversidade sexual 1.4. Relações Raciais no Mundo do Trabalho 1.5. Ética, moral, valores e postura profissional 1.6. Impacto da tecnologia no mercado de trabalho e direitos trabalhistas 1.7. Código de defesa do consumidor e meio ambiente 1.8. Sustentabilidade e processo seletivo de lixo úmido e seco 1.9. Apresentação pessoal e atendimento ao cliente Empreendedorismo

3 2. Fundamentos de Tecnologia Automotiva 30 horas 2.1. Veículo: Histórico, definição, tipos e utilização Sistemas automotivos: Definição e tipos: mecânicos, elétricos e eletrônicos, estruturas e Inter-relação entre os sistemas automotivos Conjuntos numéricos: Naturais, inteiros, racionais e reais Operações fundamentais: Adição, subtração, multiplicação e divisão Medidas de grandezas geométricas: Comprimento, área, volume e ângulos Razão e proporção 2.7. Tabelas e gráficos 3. Organização do Ambiente de Trabalho 30 horas 3.1. Planejamento: Definição, etapas e vantagens Atendimento ao cliente: Definições, objetivos, postura, fatores de influência e eficiência no atendimento Recebimento de veículos: Cadastros, inspeção de recebimento e preenchimento de ordem de serviço Organização do local de trabalho: Métodos de organização, higiene, limpeza, segregação, descarte de resíduos, equipamentos de proteção, legislação, normas de saúde, segurança e meio ambiente Técnicas de intelecção de textos: Análise textual, análise temática, análise interpretativa e uso do dicionário Parágrafo: Estrutura interna, tópico frasal, idéias secundárias, unidade interna e tipos de parágrafos Texto dissertativo: Definição, estrutura, argumentação e aplicação Pesquisa: Definição, finalidades e etapas 4. Fundamentos da Mecânica de Motocicletas 20 horas 4.1. Motocicletas: histórico, definição, tipos, características, utilização e legislação Manutenção de motocicletas: definição, tipos, preventiva, corretiva, plano de manutenção e ordem de serviço Ferramentas: definição, tipos, universais, especiais, específicas, função, organização, conservação e aspectos de segurança para o manuseio Equipamentos: definição, tipos, elétricos, mecânicos, hidráulicos, pneumáticos, função, descrição, rampa, prensa hidráulica, suporte para conjuntos mecânicos, furadeiras, organização, conservação e aspectos de segurança para o manuseio Metrologia aplicada: sistema internacional de unidades, conversão de unidade, internacional para o inglês, instrumentos de medição (paquímetro, micrômetro, relógio comparador, súbitos, torquímetros e goniômetros). Tipos: Manuseio, organização, conservação, validade da calibração e aspectos de segurança.

4 5. Sistemas Mecânicos de Motocicletas 40 horas 5.1. Princípios da termodinâmica: definições, calor, temperatura e energia Termometria: definição, escalas, conversões e instrumentos de medição Ciclos termodinâmicos: Otto 4 tempos e Otto 2 tempos Sistemas mecânicos da motocicleta: definição Suspensão e direção: tipos, função, funcionamento e componentes Freio: tipos, função, funcionamento e componentes Motor: tipos, função, funcionamento e componentes Transmissão: tipos, função, funcionamento, componentes e relação de transmissão Aspectos ambientais e de segurança no local de trabalho: Saúde e segurança no trabalho, Norma regulamentadora NR, Plano de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA, Equipamentos de proteção individual EPI, Equipamentos de proteção coletiva EPC e Ergonomia Segregação e descarte de materiais e componentes: legislação, normas técnicas e procedimentos Documentação técnica: manuais do proprietário, plano de manutenção, manuais de reparação, normas técnicas e procedimentos específicos. 6. Eletroeletrônica de Motocicletas 40 horas 6.1. Grandezas e unidades elétricas: tensão, corrente, resistência, potência, leis de ohm e instrumentos de medição Componentes elétricos e eletrônicos: resistor, capacitor, indutor, fusível, condutores, relé, diodos. Interruptores Led s e lâmpadas Ferramentas: Definição: tipos, universais, especiais, específicas, função, manuseio, organização, conservação e aspectos de segurança para o manuseio Equipamentos e instrumentos: definição e tipos. Função, manuseio, calibração, organização e conservação. Aspectos de segurança para o manuseio Documentação técnica: manuais do proprietário, plano de manutenção, manuais de reparação, normas técnicas e Procedimentos específicos Circuitos elétricos: simbologia, circuito série, circuito paralelo, desenho de circuitos, circuitos de sinalização e iluminação. Circuitos de carga e circuitos de partida Saúde e segurança no trabalho: Norma Regulamentadora NR, Plano de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA, Equipamentos de proteção individual EPI, Equipamentos de proteção coletiva EPC e ergonomia Segregação e descarte de materiais e componentes: Legislação, normas técnicas e procedimentos. 7. Direção Defensiva 20 horas 7.1. Legislação.

5 7.2. Conceito de direção defensiva Condições adversas Tipos de colisões Comportamento no trânsito Acidentes e suas possíveis causas Documentário. Módulo Específico 120h 1. Manutenção de Sistemas Mecânicos de Motocicletas: 80 horas 1.1. Princípios da Termodinâmica: Definições, Calor, Temperatura Energia Termometria: Definição, Escalas, Conversões Instrumentos de medição Ciclos termodinâmicos: Otto 4 tempos Otto 2 tempos Sistemas mecânicos da motocicleta: Definição, Suspensão e direção, Tipos, Função, Funcionamento e componentes Freio: Tipos, Função, Funcionamento Componentes.

6 Motor: Tipos, Função, Funcionamento, Componentes, Transmissão, Tipos, Função, Funcionamento, Componentes Relação de transmissão Aspectos ambientais e de segurança no local de trabalho: Saúde e segurança no trabalho, norma regulamentadora NR, Plano de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA, Equipamentos de proteção individual EPI, Equipamentos de proteção coletiva EPC, Ergonomia, Segregação e descarte de materiais e componentes. Legislação, Normas técnicas, Procedimentos, Documentação técnica, Manuais do proprietário, Plano de manutenção, Manuais de reparação, Normas técnicas e Procedimentos específicos. 2. Manutenção de Sistemas Eletroeletrônicos de Motocicletas 40 horas 2.1. Sistemas eletroeletrônicos de motocicletas: definição Carga e partida: função, funcionamento, componentes, equipamentos de testes, circuitos e diagramas elétricos manutenção e diagnóstico de falhas Sinalização e iluminação: função, funcionamento, componentes, equipamentos de testes, circuitos e diagramas elétricos, manutenção e diagnóstico de falhas Sistema de alarme antifurto: Sensores, central de comando, manutenção e diagnóstico de falhas Sistema de injeção eletrônica: Função, funcionamento, componentes, equipamentos de testes, circuitos e diagramas elétricos, manutenção e diagnóstico de falhas Saúde e segurança no trabalho: NR, PPRA, EPI, EPC e Ergonomia Segregação e descarte de materiais e componentes: Legislação, Normas técnicas e Procedimentos específicos.

7 ATIVIDADE PRÁTICA - Realizar Manutenção em Sistemas Mecânicos de Motocicletas Elementos de Competência - Realizar manutenção em transmissão, freios, suspensão e direção, rodas e chassi), seguindo especificações técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no trabalho. - Realizar manutenção em sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, injeção eletrônica e eletrônica embarcada), seguindo especificações técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no trabalho. Padrões de Desempenho Identificar os princípios da eletricidade aplicável ao sistema elétrico. Aplicar técnicas de atendimento ao cliente. Especificar o tempo de mão de obra requerida para a manutenção dos direção, rodas e chassi) da Identificar as condições da motocicleta no recebimento (inspeção e registro em lista de verificação). Identificar, na ordem de serviço, o tipo de manutenção e serviços a ser realizado nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Identificar, na ordem de serviço, os acessórios a serem instalados nos sistemas mecânicos da - Identificar, na ordem de serviço, os componentes dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão motocicleta a serem montados, reparados e substituídos. Identificar, para fins de orçamento, os componentes a serem reparados ou substituídos durante a realização da manutenção dos sistemas mecânicos. Informar ao cliente a necessidade de reparos adicionais e o custo da manutenção a ser realizada nos sistemas mecânicos da Obter do cliente o aceite para a realização da manutenção nos sistemas mecânicos da Máquina/Ferramentas e Equipamentos Ambientes Pedagógicos Salas de aula Laboratório Oficinas Equipamentos Bancada Placas para a montagem de circuitos elétricos Flip Chart Computador Televisão DVD - Data show - EPI`s: luvas de pano, jaleco, protetor auricular, luva química, óculos, luva de borracha - Luminária pendente para inspeção veicular - Testador de descarga de bateria Instrumentos - Multímetro automotivo digital -Multímetro automotivo analógico -Testador de polaridade -Scanner (rastreador para injeção eletrônica) -Osciloscópio -Paquímetro -Micrômetro -Relógio Comparador -Súbito -Manômetro para medir pressão de compressão de cilindros -Calibrador de lâminas -Manômetro para medir pressão de combustível do sistema de injeção de combustível

8 Registrar na ordem de serviço ou documento equivalente as informações referentes às características da motocicleta e as obtidas com o cliente durante o seu recebimento. Verificar, na ordem de serviço ou em outros documentos, se os serviços autorizados foram realizados, tendo em vista a revisão do orçamento. Identificar o funcionamento dos direção, rodas e chassi), para fins de elaboração de ordem de serviço, durante o recebimento da Identificar, nos manuais do proprietário, de reparação ou outros documentos, o plano de manutenção da motocicleta, tendo em vista a orientação ao cliente. Relacionar, para fins de elaboração de lista de verificação, os itens a serem inspecionados no recebimento das motocicletas. Interpretar as informações e solicitações do cliente para a manutenção dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Correlacionar as informações do cliente com os defeitos nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Identificar os serviços a serem realizados para a manutenção dos direção, rodas e chassi). Analisar o funcionamento dos sistemas mecânicos das motocicletas e suas Ferramentas - Ferramentas convencionais - Desmontadora e montadora de pneus - Elevador pneumático para motos - Máquina para limpeza e teste de válvula injetora - Almotolia de óleo - Ferramentas especiais Obs: A lista de ferramentas esta em anexo no Kit Didático. Material de Consumo - Panos para limpeza - Desengraxante - Desengrinpante - Graxas - Gasolina - Álcool - Sabão em pó - Óleo lubrificante - Luvas - Lixa - Massa de vedação para motores - Jogo de juntas para motores Material Didático Literatura técnica Apostilas Apresentações Motocicletas completas com injeção eletrônica Kit didático para ensaios de eletricidade Componentes para realização de ensaios - bateria ou fonte - resistores

9 inter-relações, com vistas à identificação das causas do problema apresentado. Identificar fontes de consulta, tendo em vista o tipo de manutenção a ser realizada nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Definir os aspectos a serem pesquisados, tendo em vista a manutenção dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Selecionar os manuais de reparação ou outros documentos em função do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios a serem realizados nos componentes ou sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão motocicleta, para fins de inspeção. Identificar no manual de reparação os equipamentos, máquinas, ferramentas e instrumentos utilizados na inspeção dos direção, rodas e chassi) da Identificar, na ordem de serviço, para fins de diagnóstico, a manutenção a ser realizada nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Interpretar as orientações do fabricante, tendo em vista a realização do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes estáticos, - lâmpadas - relés e dispositivos de proteção - condutores - Led`s

10 dinâmicos, ajustes, regulagens, inspeção e instalação de acessórios a serem realizados nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Identificar nos manuais de reparação ou outros documentos as operações a serem realizadas para o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios dos componentes e dos direção, rodas e chassi) da Analisar os resultados das comparações entre os resultados obtidos nos testes com os padrões estabelecidos pelo fabricante, para fins de identificação da causa do problema apresentado. Aplicar os produtos recomendados para a limpeza de componentes e direção, rodas e chassi) da motocicleta, seguindo as recomendações do fabricante. Identificar a necessidade de outros serviços de acordo com o plano de manutenção da Identificar as características dos direção, rodas e chassi) da motocicleta, para fins de verificação do seu funcionamento. Segregar as peças substituídas durante a realização da manutenção, tendo em vista a sua apresentação ao

11 cliente. Identificar nos formulários específicos os resultados obtidos durante a realização dos testes dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Identificar o funcionamento dos direção, rodas e chassi) da Identificar o tipo de teste a ser realizado nos sistemas mecânicos em função do diagnóstico. Identificar os resultados dos testes realizados nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão motocicleta, com vistas à identificação das causas dos problemas apresentados. Identificar os tipos, as características e o funcionamento dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão motocicleta, para fins de identificação dos padrões estabelecidos pelo fabricante. Identificar, para fins de diagnóstico, o sistema mecânico (motor, transmissão, freios, suspensão e direção, rodas e chassi) da motocicleta que apresenta defeito. Realizar a comparação dos resultados obtidos nas medições e testes com os padrões estabelecidos pelo fabricante nos manuais de reparação ou outros documentos específicos. Identificar, no manual de reparação ou outros documentos, as operações para a realização das medições dos componentes dos sistemas mecânicos

12 (motor, transmissão, freios, suspensão motocicleta, para fins de inspeção. Realizar, de acordo com as recomendações do fabricante, o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios dos componentes e dos direção, rodas e chassi) da motocicleta, seguindo as normas técnicas, de segurança, saúde e meio ambiente. Selecionar os resultados relevantes para registro, em função dos testes realizados. Registrar em formulários específicos os resultados de testes de funcionamento e da avaliação das medições dos componentes dos direção, rodas e chassi) da Verificar se os resultados obtidos durante a realização dos testes nos sistemas mecânicos estão de acordo com os padrões especificados pelo fabricante. Selecionar, para fins de registro, as informações relevantes em função dos serviços a serem realizados nos sistemas mecânicos da Registrar eventuais divergências entre os serviços autorizados e os executados. Selecionar procedimentos, ferramentas e normas técnicas e de segurança referentes ao diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes

13 acessórios de componentes e dos direção, rodas e chassi) da Utilizar, quando necessário, as orientações contidas no manual de reparação para verificação do funcionamento dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Selecionar as ferramentas, as máquinas, instrumentos e equipamentos em função do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios a serem realizados nos direção, rodas e chassi) da Analisar o estado de conservação dos equipamentos e instrumentos de medição a serem utilizados no diagnóstico dos sistemas mecânicos da Correlacionar às características dos equipamentos, máquinas, ferramentas e instrumentos com suas aplicações à manutenção dos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Verificar, antes de sua utilização, o estado de conservação e calibração das ferramentas e equipamentos para o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes

14 acessórios nos sistemas mecânicos (motor, transmissão, freios, suspensão Utilizar os equipamentos, máquinas, ferramentas e equipamentos para a realização do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios dos componentes e dos direção, rodas e chassi) da motocicleta, seguindo as recomendações do fabricante. Selecionar os EPI`s em função do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios a serem realizados nos direção, rodas e chassi) da Utilizar os equipamentos de proteção individual e coletiva, durante a realização do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios da motocicleta, seguindo as recomendações do fabricante. Descartar, em conformidade com as normas ambientais vigentes, os resíduos gerados durante a montagem, reparação, substituição, teste estáticos, limpeza, ajustes, regulagens, dinâmicos, diagnóstico e instalação de acessórios

15 nos sistemas mecânicos da motocicleta, considerando as esferas municipal, estadual e federal. Identificar os tipos e as características dos resíduos gerados no diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios de componentes e dos transmissão, freios, suspensão motocicleta, visando ao seu descarte, considerando as normas ambientais vigentes nas esferas municipal, estadual e federal. Segregar os resíduos gerados no diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios de componentes e dos sistemas mecânicos, em função de sua destinação (reciclagem ou descarte), considerando os procedimentos, as normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança.

16 - Realizar manutenção em sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, injeção eletrônica e eletrônica embarcada), seguindo especificações técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no trabalho. - Realizar manutenção em transmissão, freios, suspensão e direção, rodas e chassi), seguindo especificações técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no trabalho. Identificar, na ordem de serviço ou documentos equivalentes, os serviços realizados nos sistemas Selecionar os manuais de reparação ou outros documentos em função da manutenção a ser realizada nos componentes ou sistemas Identificar, nos manuais do proprietário, de reparação ou outros documentos, o plano de manutenção da motocicleta, tendo em vista a orientação ao cliente. Analisar o funcionamento dos sistemas eletroeletrônicos das motocicletas e suas inter-relações, com vistas à identificação das causas do problema apresentado. Analisar o plano de manutenção dos sistemas eletroeletrônicos da motocicleta considerando sua quilometragem. Analisar os resultados obtidos durante a realização de testes nos sistemas Aplicar os produtos recomendados para a limpeza de componentes e sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, embarcada) da motocicleta, seguindo as recomendações do fabricante. Ambientes Pedagógicos Salas de aula Laboratório Oficinas Equipamentos Bancada Placas para a montagem de circuitos elétricos Flip Chart Computador Televisão DVD - Data show - EPI`s: luvas de pano, jaleco, protetor auricular, luva química, óculos, luva de borracha - Luminária pendente para inspeção veicular - Testador de descarga de bateria Instrumentos - Multímetro automotivo digital -Multímetro automotivo analógico -Testador de polaridade -Scanner (rastreador para injeção eletrônica) -Osciloscópio -Paquímetro -Micrômetro -Relógio Comparador -Súbito -Manômetro para medir pressão de compressão de cilindros -Calibrador de lâminas -Manômetro para medir pressão de combustível do sistema de injeção de combustível Ferramentas Ferramentas convencionais Ferramentas especiais

17 Analisar os resultados das comparações entre os resultados obtidos nos testes com os padrões estabelecidos pelo fabricante, para fins de identificação da causa do problema apresentado. Definir os aspectos a serem pesquisados, tendo em vista a manutenção dos sistemas Identificar fontes de consulta, tendo em vista o tipo de manutenção a ser realizada nos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, injeção eletrônica e eletrônica Identificar a necessidade de outros serviços de acordo com o plano de manutenção da Identificar a operação a ser realizada para o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes estáticos, dinâmicos, ajustes, regulagens, inspeção e instalação de acessórios dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Identificar as informações e os resultados relativos à inspeção dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, embarcada) da motocicleta, para fins de registro. Segregar as peças substituídas durante a realização da manutenção, tendo em vista a sua apresentação ao Obs: A lista de ferramentas esta em anexo no Kit Didático Material Didático Literatura técnica Apostilas Apresentações Motocicletas completas com injeção eletrônica Kit didático para ensaios de eletricidade Componentes para realização de ensaios - bateria ou fonte - resistores - lâmpadas - relés e dispositivos de proteção - condutores - led`s

18 cliente. Identificar nos formulários específicos os resultados obtidos durante a realização dos testes dos sistemas Identificar o funcionamento dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Identificar o tipo de teste a ser realizado em sistemas eletroeletrônicos em função do diagnóstico. Identificar os resultados dos testes realizados nos sistemas embarcada) da motocicleta, com vistas à identificação das causas dos problemas apresentados. Identificar os serviços a serem realizados para a manutenção dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Identificar os tipos, o funcionamento e as características dos sistemas embarcada), para fins de diagnóstico. Identificar, na ordem de serviço ou em documentos específicos, a inspeção, o tipo de manutenção e outros serviços a serem realizados nos sistemas

19 Informar ao cliente a necessidade de serviços adicionais e o custo da manutenção a ser realizada nos sistemas eletroeletrônicos da Realizar o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes estáticos, dinâmicos, ajustes, regulagens, inspeção e instalação de acessórios dos componentes e dos sistemas embarcada) da motocicleta, seguindo o manual de reparação. Medir grandezas elétricas relacionadas aos sistemas eletroeletrônicos, utilizando instrumentos de medida e seguindo as orientações do fabricante. Realizar a comparação dos resultados obtidos nas medições com os padrões estabelecidos pelo fabricante nos manuais de reparação ou outros documentos específicos. Selecionar, para fins de registro, os dados relevantes em função dos serviços a serem realizados nos sistemas eletroeletrônicos da Registrar em formulários específicos os resultados da avaliação das medições e da inspeção e testes dos componentes dos sistemas Aplicar as orientações preconizadas nos procedimentos e normas técnicas e

20 de segurança de acordo com o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza,reparação, substituição, testes regulagens,inspeção e instalação de acessórios nos sistemas Identificar no manual de reparação os equipamentos, máquinas, ferramentas e instrumentos utilizados na manutenção dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Identificar nos manuais de reparação ou outros documentos as operações a serem realizadas para a manutenção e diagnóstico dos sistemas Identificar nos manuais de reparação ou outros documentos os padrões estabelecidos pelo fabricante, tendo em vista sua comparação com os resultados obtidos nos testes dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Interpretar as orientações do fabricante contidas nos manuais de reparação e do proprietário, tendo em vista a realização do diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes

21 acessórios dos sistemas Selecionar procedimentos, normas técnicas e de segurança referentes à reparação, substituição, montagem, ajustes, regulagens, testes estáticos, dinâmicos e instalação de acessórios nos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, Utilizar, de acordo com as indicações do manual de reparação, as ferramentas aplicáveis nos reparos de componentes dos sistemas Verificar se os resultados obtidos durante a realização dos testes e medições nos sistemas eletroeletrônicos estão de acordo com os padrões especificados pelo fabricante. Descartar, em conformidade com as normas ambientais vigentes, os resíduos gerados durante o diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios nos sistemas eletroeletrônicos da motocicleta, considerando as esferas municipal, estadual e federal. Identificar os tipos e características das peças substituídas e os eventuais resíduos gerados durante sua manipulação, visando à orientação do

22 cliente quanto ao seu descarte, considerando as normas ambientais vigentes nas esferas municipal, estadual e federal. Identificar os tipos e características dos resíduos gerados na reparação, limpeza, ajustes, regulagens, montagem, substituição, testes estáticos e dinâmicos de componentes dos sistemas eletroeletrônicos (carga e partida, iluminação e sinalização, ignição, embarcada) da motocicleta, visando ao seu descarte. Segregar os resíduos gerados no diagnóstico, desmontagem, montagem, limpeza, reparação, substituição, testes acessórios, em função de sua destinação (reciclagem ou descarte), considerando os procedimentos, as normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança.

23 Material Didático: Disponível no Portal do Conhecimento. V. CRITÉRIOS PARA APROVAÇÃO NO CURSO Apuração da frequência - Na apuração da frequência será exigido o percentual mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de comparecimento às aulas, sendo este mínimo definido para atender eventualidades no decorrer do curso. Critério para aprovação - Será considerado aprovado o aluno que apresentar rendimento, em termos de competências e domínio de conhecimentos (conteúdos, habilidades técnicas e atitudes), tendo como padrão mínimo o domínio de, pelo menos, 06 (seis) pontos, na escala de 0 (zero) a 10 (dez) das competências requeridas no curso. VI. EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CURSO N.º Nome Função 1 Zilka Sulamita Teixeira de Aguilar Pacheco Gestor Responsável 2 Ellen Scopel Cometti Analista de Educação Profissional Responsável 3 José Arlindo Nogueira Especialista 4 Unidades Operacionais Responsáveis 5 Empresas Parceiras VII. CERTIFICAÇÃO Certificado de Qualificação Profissional como Mecânico de Motocicletas.

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Montador de Andaimes CBO 7155-45 COD-SGE 014.059 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Construção Civil CARGA HORÁRIA 180 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO

Leia mais

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Carpinteiro de Obras CBO 7155-25 COD-SGE 013.541 MODALIDADE Qualificação Profissional Básica Área Tecnológica Construção Civil CARGA HORÁRIA 220 horas ITINERÁRIO Regional

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO OPERADOR DE EMPILHADEIRA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA

Leia mais

III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Instalador Hidráulico Residencial CBO 7241-15 COD-SGE 014.395 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Construção Civil CARGA HORÁRIA 220 horas ITINERÁRIO Regional

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL METAL/MECÂNICA SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS Preparar profissionais a identificar os ângulos

Leia mais

PLANO DE CURSO RESUMIDO. No ato da matrícula, o aluno deverá apresentar documentação que comprove:

PLANO DE CURSO RESUMIDO. No ato da matrícula, o aluno deverá apresentar documentação que comprove: CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO Mecânico de Automóveis Leves CBO 9144-05 COD-SGE 014.003 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Automotiva CARGA HORÁRIA 420 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO

Leia mais

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL 1 - NOME DO CURSO Lubrificador Industrial 2 - OBJETIVO Lubrificam máquinas e equipamentos, sinalizando pontos de lubrificação, interpretando desenhos de máquinas,

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL METAL/MECÂNICA SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS CÓD. CBO 9531-15 Proporcionar ao treinando conhecimentos técnicos

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO OPERADOR DE COMPUTADOR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA EIXO

Leia mais

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais.

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais. I. 1 INSTALAÇÕES DE SISTEMAS INDUSTRIAIS I 1. Analisar formas de geração de energia, seus elementos de produção e transformação. 2. Analisar condições de infra-estrutura e de alimentação de sistemas elétricos.

Leia mais

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO CURSO: MECÂNICO DE AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO - PRONATEC 200 horas ÁREA: AUTOMOTIVA MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL UNIDADE(S) HABILITADA(S): CT PALMAS Plano de Curso

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO MONTADOR E INSTALADOR DE MÓVEIS QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ALIMENTOS SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS Preparar profissionais para identificar os ângulos

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Operador de Empilhadeira CBO: 7822-20 Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso:

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti Diretor de Educação e Tecnologia SERVIÇO NACIONAL

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso: MONTADOR E REPARADOR DE COMPUTADORES

Leia mais

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO CURSO: Montador de Equipamentos Eletroeletrônicos 200 horas ÁREA: ELETROELTRÔNICA MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL UNIDADE(S) HABILITADA(S): CETEC - Araguaina Plano de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: : 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

Plano de Trabalho Docente (PTD)

Plano de Trabalho Docente (PTD) ETEC TAKASHI MORITA Plano de Trabalho Docente (PTD) Curso Técnico em Automação Industrial 1º Sem. 2015 1 Conteúdo 1º Módulo Componente Curricular: Eletricidade Básica... 5 Componente Curricular: Eletrônica

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado

Regulamento de Estágio Supervisionado SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Departamento Regional de São Paulo Antônio Souza Noschese Regulamento de Estágio Supervisionado Santos SP Antonio Souza Noschese CORPO ADMINISTRATIVO Diretor:

Leia mais

SENAI BAHIA ÁREA AUTOMOTIVA DESCRITIVO DE CURSO

SENAI BAHIA ÁREA AUTOMOTIVA DESCRITIVO DE CURSO SENAI BAHIA ÁREA AUTOMOTIVA DESCRITIVO DE CURSO 1 IDENTIFICAÇÃO Título do Curso: s Ocupação: 9144-15 Mecânico de manutenção em motocicleta Modalidade: Qualificação Profissional Básica Formação Inicial

Leia mais

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0007-61 SENAI - Centro

Leia mais

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0006-80 SENAI - CFP - Waldyr

Leia mais

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

FORMULÁRIOS DR PARANÁ ELABORAÇÃO DE SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

FORMULÁRIOS DR PARANÁ ELABORAÇÃO DE SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM FORMULÁRIOS DR PARANÁ ELABORAÇÃO DE SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM SENAI/PR 1 PLANO DE SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM N.º 1 (1) Seleção de capacidades, conteúdos formativos e definição da estratégia Unidade do SENAI:

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso: Carpinteiro de Estruturas de Telhado

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores (Resolução CNE/CEB 5154/04) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalmecânica

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS 220 horas

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS 220 horas FORMAÇÃO INICIAL Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS 220 horas (176 horas à distância e 44 presencial) ÁREA PROFISSIONAL: Automotiva EIXO TECNOLÓGICO:

Leia mais

Experiência: 6 meses de experiência profissional comprovada na área de Mecânica de Máquinas Agrícolas e/ou Veículos Pesados.

Experiência: 6 meses de experiência profissional comprovada na área de Mecânica de Máquinas Agrícolas e/ou Veículos Pesados. COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0082-2015-A INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL II ÁREA DE ATUAÇÃO: AUTOMOTIVA MECÂNICA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS E VEICULOS PESADOS FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA SENAI-SP

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processo Industrial Habilitação

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL 1 - NOME DO CURSO AUXILIAR ADMINISTRATIVO 2 - OBJETIVO Preparar profissionais para realizar atividades de rotinas administrativas, organização de documentos e apoio

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: INDÚSTRIA Aprendizagem Industrial: Mecânico Automobilístico SÃO PAULO 2007 Plano do Curso

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 Escola Técnica Estadual Dr. José Luiz Viana Coutinho Código: 073 Município: Jales EE Dom Artur Horthuis Eixo Tecnológico:

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/lista-de-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/lista-de-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/lista-de-cursos.html Lista de cursos Atualmente, do total de cursos a distância ofertados

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

Perfil Profissional de Conclusão do Curso Técnico de Instrumentação

Perfil Profissional de Conclusão do Curso Técnico de Instrumentação Perfil Profissional de Conclusão do Curso Técnico de Instrumentação Área Profissional: Indústria Segmento Tecnológico: Eletroeletrônica Qualificação ou Habilitação Profissional: Técnico em Instrumentação

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012

NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012 NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012 Regulamenta os cursos especializados obrigatórios destinados a

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA Competência Geral Instalar, manter e projetar sistemas elétricos prediais, industriais e de potência, cumprindo legislações vigentes, parâmetros de eficiência energética, normas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008.

RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008. RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008. O Conselho Nacional do Meio Ambiente - Conama, no uso das atribuições e competências que lhe são conferidas

Leia mais

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO Conforme NR-10 ACME S.A Ind. Com. 1 de 9 IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Identificação do Responsável pela Execução do Serviço. Nome: Empresa: Registro: Local de Execução do Serviço.

Leia mais

Função : Operação, Monitoramento e Controle de Processos 1. Registrar anormalidades de equipamentos e instrumentos.

Função : Operação, Monitoramento e Controle de Processos 1. Registrar anormalidades de equipamentos e instrumentos. I. 3 PROCESSOS INDUSTRIAIS I 1. Selecionar e identificar técnicas adequadas e procedimentos de inspeção de equipamentos, de instrumentos e de acessórios de sistemas 2. Identificar técnicas de calibração

Leia mais

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0007-61 SENAI - Centro

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1 Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1 Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1 Semestre Etec: DR. JÚLIO CARDOSO Código: 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS Folha: 1 de 22 CURSO: Operador de AREA (EIXO TECNOLÓGICO): Infraestrutura CÓDIGO DA PASTA SGE: QUA.00071 01/2015 **OFERTA: CARGA HORÁRIA: 160 horas JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS O estado de Rondônia está vivendo

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA PLANO DO CURSO ASSISTENTE ADMINISTRATIVO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA

Leia mais

FAMAR FUNDAÇÃO DE APOIO A FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA

FAMAR FUNDAÇÃO DE APOIO A FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 004/2014 TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO De acordo com o disposto no Regulamento de Processo Seletivo, devidamente registrado no 1º OFICIAL DE REGISTRO CIVIL

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Integrado em Automação Industrial

Integrado em Automação Industrial Plano de Trabalho Docente (PTD) Integrado em Automação Industrial Ano Letivo de 2014 1 Sumário 1º Módulo COMPONENTE CURRICULAR: ELETRICIDADE BÁSICA... 5 COMPONENTE CURRICULAR: INSTALAÇÕES ELÉTRICAS...

Leia mais

Reparador de Circuitos Eletrônicos

Reparador de Circuitos Eletrônicos Reparador de Circuitos Eletrônicos O Curso de Reparador de Circuitos Eletrônicos tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a princípios e leis que regem o funcionamento e a reparação

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA

CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Mecânica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas de estágio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC DR. FRANCISCO NOGUEIRA DE LIMA Código: 059 Município: CASA BRANCA - SP Eixo Tecnológico: SAÚDE, AMBIENTE E SEGURANÇA Habilitação Profissional: TÉCNICO

Leia mais

NBR Títulos/Objetivos Pág

NBR Títulos/Objetivos Pág Coleção completa 0 009 Veículos rodoviários automotores Retífica de motores alternativos de combustão interna Esta Norma estabelece os princípios gerais para execução de retífica completa de motores alternativos

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS EIXO TECNOLÓGICO: CURSO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial ( ) PROEJA (

Leia mais

Cursos. Indústria. 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS. Disciplinas. 200h. de energia para soldagem 1 / 59

Cursos. Indústria. 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS. Disciplinas. 200h. de energia para soldagem 1 / 59 Indústria 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS Disciplinas Horária Matemática aplicada 200h Eletrotécnica básica Fontes de energia para soldagem 1 / 59 Tecnologia da solda elétrica Atividades

Leia mais

PLANO DE CURSO PARCERIA SENAI

PLANO DE CURSO PARCERIA SENAI PLANO DE CURSO PARCERIA SENAI 1 - NOME DO CURSO: Aperfeiçoamento para instalador de equipes de serviços comerciais leves de Rede de Distribuição Aérea de energia elétrica. 2 - ÁREA: Eletrotécnica Sub área

Leia mais

Considerando a necessidade de minimizar os impactos negativos causados ao meio ambiente pelo descarte inadequado de pilhas e baterias;

Considerando a necessidade de minimizar os impactos negativos causados ao meio ambiente pelo descarte inadequado de pilhas e baterias; NOVA RESOLUÇÃO DE PILHAS E BATERIAS Estabelece os limites máximos de chumbo, cádmio e mercúrio para pilhas e baterias comercializadas em território nacional e os critérios e padrões para o seu gerenciamento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 19/ 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Técnico em Prótese Dentária da Escola

Leia mais

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0006-80 SENAI - CFP - Waldyr

Leia mais

Instalações elétricas provisórias na construção civil

Instalações elétricas provisórias na construção civil Instalações elétricas provisórias na construção civil São Paulo, 12 de agosto de 2014 NBR-5410 NR-18 10.1. Objetivo e campo de aplicação 10.2. Medidas de controle 10.3. Segurança no projeto 10.4. Segurança

Leia mais

TÉCNICO EM ELETRÔNICA

TÉCNICO EM ELETRÔNICA TÉCNICO EM ELETRÔNICA CEETEPS ETEC PROFESSOR HORÁCIO AUGUSTO DA SILVEIRA ANO 2011 1º Módulo Técnico em Eletrônica Auxiliar Técnico em Eletrônica Sem Qualificação Técnica 2º Módulo 3º Módulo 4º Módulo PLANOS

Leia mais

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS

SENAI - CE CFP - Waldyr Diogo de Siqueira - WDS Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0006-80 SENAI - CFP - Waldyr

Leia mais

TR Tanque Flash. 1. Termo de garantia. 2. Informações gerais de segurança. 3. Informações de segurança específicas do produto

TR Tanque Flash. 1. Termo de garantia. 2. Informações gerais de segurança. 3. Informações de segurança específicas do produto 1.753.000.080 IM-D176-01 BR Rev.00 TR Tanque Flash Manual de Instalação e Manutenção 1. Termo de garantia 2. Informações gerais de segurança 3. Informações de segurança específicas do produto 4. Informações

Leia mais

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0002-57 SENAI - CFP - Antônio

Leia mais

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA.

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. CLAUSULA PRIMEIRA: OBJETIVO. 1.1. Estabelecer diretrizes de

Leia mais

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO CURSO: ELETRICISTA INSTALADOR PREDIAL DE BAIXA TENSÃO - PRONATEC 224 horas ÁREA: ENERGIA MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL UNIDADE(S) HABILITADA(S): CT PALMAS Plano de Curso

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 01 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Logística

Leia mais

Condições de Trabalho

Condições de Trabalho COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000308-2014-A INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL III ÁREA DE ATUAÇÃO: ELETROELETRÔNICA / ELETROTÉCNICA SANTANA DE PARNAÍBA - SENAI-SP A Diretoria de Recursos Humanos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível de Médio de Técnico

Leia mais

SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC

SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC MANUAL DE OPERAÇÃO SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC LINHA LEVE REVISÃO 00 1. UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE -Com o veículo já posicionado no local de alinhamento (rampa, cavalete ou

Leia mais

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio Anexo II Descrição da Área/Processo Cargos Cargo Área Pré-requisito Trajetória Processo de Agrimensura de Edificações/ Construção Civil de Edificações de Edificações Agrimensura. Edificações. Edificações.

Leia mais

GRADE CURRICULAR. www.cursosenap.com.br

GRADE CURRICULAR. www.cursosenap.com.br INTRODUÇÃO AO HARDWARE DO COMPUTADOR O QUE É UM HARDWARE? O QUE É UM SOFTWARE? O QUE É UM PROGRAMA? O QUE É UM APLICATIVO? CONHECENDO O HARDWARE DO COMPUTADOR VISÃO GERAL DAS PEÇAS FONTE DE ALIMENTAÇÃO

Leia mais

GUIA DO ALUNO. INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA

GUIA DO ALUNO. INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA GUIA DO ALUNO INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA 2015 APRESENTAÇÃO No cumprimento de sua Missão, o SENAI-RS promove a educação para o

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: Saúde

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: Saúde Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: Saúde Qualificação: Operador de Ponte Rolante SÃO PAULO Março 2004 Plano de Curso de Qualificação

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas FORMAÇÃO INICIAL Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas (144 horas à distância e 36 horas presencial) ÁREA PROFISSIONAL: Tecnologia da

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Atualmente o uso desses é regulamentado pela NR-6 (Norma Regulamentadora).

Atualmente o uso desses é regulamentado pela NR-6 (Norma Regulamentadora). Introdução Os acidentes do trabalho constituem a face visível de um processo de desgaste e destruição física de parcela da força de trabalho no sistema capitalista. O Brasil, depois de ocupar durante a

Leia mais

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa.

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. NR 01 - Disposições Gerais Descrever alguns tópicos do que cabe ao empregador. Verificar

Leia mais

ÍNDICE. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho.

ÍNDICE. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho. Para que nosso produto tenha um resultado positivo, é de fundamental importância que o Manual

Leia mais

Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400 h

Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400 h Nome do Curso CÂMPUS CAÇADOR Instrumentos Regulatórios: Resolução CEPE/IFSC nº 23, de 03 de Junho de 2015. Resolução CONSUP nº 14, de 17 de Junho de 2015. GRADE CURRICULAR E CORPO DOCENTE Módulo/Semestre

Leia mais

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho V FORUM - NR 32 São Paulo 09.06.2010 Noeli Martins auditora fiscal do trabalho médica do trabalho PORTARIA MTE 3214/78-33 Normas Regulamentadoras NR 01 Disposições Gerais NR 02 Inspeção Prévia NR 03 Embargo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: DR. JÚLIO CARDOSO Código: 78 Município: Franca - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Eletrônica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:PAULINO BOTELHO Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Anexo 1 DESCRIÇÃO SUMÁRIA DE ATIVIDADES DO CARGO

Anexo 1 DESCRIÇÃO SUMÁRIA DE ATIVIDADES DO CARGO Anexo 1 DESCRIÇÃO SUMÁRIA DE ATIVIDADES DO CARGO Cargos Classe B Auxiliar de Laboratório: desenvolver atividades auxiliares gerais de laboratório bem como, de áreas específicas, de acordo com as especialidades,

Leia mais

NR 6 E P I. Equipamento de Proteção Individual. Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978

NR 6 E P I. Equipamento de Proteção Individual. Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 NR 6 E P I Equipamento de Proteção Individual Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 A sexta Norma Regulamentadora, cujo título é Equipamento de Proteção Individual (EPI), estabelece: definições legais,

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Nível Médio

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO GARRA FLASH TC 3D

MANUAL DE OPERAÇÃO GARRA FLASH TC 3D MANUAL DE OPERAÇÃO GARRA FLASH TC 3D REVISÃO 00.3 B12-076 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1. CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O APARELHO... 2 2. INSTRUÇÕES DE USO... 3 3. AFERIÇÃO DA GARRA FLASH... 4 I 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-ALVO: Os Cursos Técnicos são destinados a todos que estão cursando o 2º ano ou já completaram o Ensino Médio e que desejam aprender uma profissão, entrar no mercado de trabalho ou buscar uma melhor

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO CURSO DE OPERAÇÃO COM GUINDASTE VEICULAR SIGLA: COGV

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO CURSO DE OPERAÇÃO COM GUINDASTE VEICULAR SIGLA: COGV MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO CURSO DE OPERAÇÃO COM GUINDASTE VEICULAR SIGLA: COGV 2012 MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ENSINO PROFISSIONAL

Leia mais

Ensino Técnico. Plano de Trabalho Docente 2012. ETE Monsenhor Antônio Magliano. Área Profissional: Industria

Ensino Técnico. Plano de Trabalho Docente 2012. ETE Monsenhor Antônio Magliano. Área Profissional: Industria Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETE Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área Profissional: Industria Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em Eletrônica

Leia mais

Guia Rápido - Roma A800

Guia Rápido - Roma A800 Normas de Segurança Guia Rápido - Roma A800 A fim de garantir sua segurança e evitar quaisquer danos ou acidentes causados pelo uso impróprio do produto, por favor, leia com atenção antes de começar a

Leia mais

Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio:

Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio: Nome da Instituição CNPJ 62823257/0001-09 Data 20-10-2009 Número do Plano 103 Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais Plano de Curso para:

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MECÂNICO DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MECÂNICO DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC

SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC MANUAL DE OPERAÇÃO SOFTWARE DE GEOMETRIA ALINHADOR DIGITAL A LASER DIGIPRATIC LINHA PESADA REVISÃO 00 1. UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE -Com o veículo já posicionado no local de alinhamento (vala), fazer uma

Leia mais

ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA. DEOX MÁQUINAS LTDA www.deox.com.br

ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA. DEOX MÁQUINAS LTDA www.deox.com.br ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA www.deox.com.br Página 1 de 7 SUMÁRIO 1 ESTUFA... 2 2 INSTRUÇÕES GERAIS... 2 3 ESPECIFICAÇÕES DO EQUIPAMENTO... 3 4 INSTALAÇÃO... 3 4.1 SOLICITAÇÕES

Leia mais