Relatório de Atividades DECOJovem. setembro 2012 a maio Departamento de Formação e Novas Iniciativas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de Atividades DECOJovem. setembro 2012 a maio 2013. Departamento de Formação e Novas Iniciativas"

Transcrição

1 Relatório de Atividades DECOJovem setembro 2012 a maio 2013 Departamento de Formação e Novas Iniciativas

2 1 P á g i n a

3 Indice 1. DECOJovem - Educação do Consumidor na Escola 4 2. Adesões Escolas DECOJovem 5 3. Comunicação DECOJovem Sítio DECOJovem Redes sociais - Facebook Newsletter DECOJovem Promoção DECOJovem Desafios DECOJovem Dia Mundial da Poupança Gestos Contra Resíduos Natal com Style Dia Mundial dos Direitos do Consumidor Planeta Energia Concurso Com o meu mealheiro poupo o meu dinheiro Semana do Jovem Consumidor da DECOJovem Peddy-Paper DECOJovem Debates 5 minutos com sumo Presença em Feiras DECOJovem no Dia da Formação Financeira DECOJovem na FUTURÁLIA DECOJovem na Feira QUALIFICA Sessões informativas DECOJovem Resultados Nota Conclusiva 29 2 P á g i n a

4 3 P á g i n a

5 1. DECO Jovem: A educação do Consumidor na Escola A DECOJovem é um projeto promovido pela DECO, dirigido às escolas do Ensino Básico e Secundário, aos alunos e professores enquanto estrutura de apoio, fonte de informação e formação, centro de recursos para divulgar e promover projetos na área da educação do Consumidor. As Escolas DECOJovem contemplam um espaço privilegiado para a educação e formação das crianças e jovens enquanto consumidores. Tem à disposição da comunidade escolar, informação e recursos que permitem desenvolver atividades e projetos na área do consumo com o objetivo de promover a formação de crianças e jovens esclarecidos, críticos e responsáveis nos seus atos de consumo. Os professores das Escolas DECOJovem podem contar com o enquadramento técnico e institucional da DECO e com as vantagens do trabalho interdisciplinar e em rede: para trocar de ideias e práticas, para partilhar informação e para se envolverem em projetos. Pretende-se que as Escolas DECOJovem, conjuguem sinergias para participarem, promoverem e partilharem projetos inovadores e transdisciplinares no âmbito da temática da educação e defesa do consumidor. Todas as escolas ou agrupamento de escolas, públicas ou privadas, dos diferentes níveis de ensino, interessadas na formação de futuros cidadãos e consumidores livres, conscientes e responsáveis podem, a qualquer altura, aderir às Escolas DECOJovem. 4 P á g i n a

6 2. Adesões Escolas DECOJovem Todas as escolas com ensino básico, secundário e profissional do ensino público e privado podem aderir à DECOJovem. As Escolas DECOJovem encontram-se distribuídas pela Sede e Delegações Regionais da DECO para receberem um apoio mais próximo das equipas regionais. Prosseguindo a estratégia de crescimento, no final do ano de 2012, contabilizou-se um total de 122 escolas DECOJovem aderentes, a nível nacional. De salientar que os pedidos de informação e de registo on-line continuam a chegar, o que revela o interesse da comunidade escolar na DECOJovem. Em maio de 2013, a DECOJovem conta com um total de 163 escolas DECOJovem. Escolas DECOJovem distribuídas por níveis de ensino Níveis de Ensino Nº Escolas DECOJovem Pré-escolar 32 1º Ciclo do Ensino Básico 52 2º Ciclo do Ensino Básico 77 3º Ciclo do Ensino Básico 122 Ensino Secundário 89 Ensino Profissional 28 De salientar que existem escolas que agrupam diferentes níveis de ensino e por essa razão os níveis não são coincidentes com o n. de escolas aderentes. Muitas escolas são agora agrupamentos a que se juntaram mais escolas e que na data do relatório ainda não estão inseridas no sistema. 5 P á g i n a

7 3. Comunicação DECOJovem 3.1 Sítio DECOJovem A DECOJovem lançou em setembro de 2012 um novo sítio na internet, especialmente destinada à comunidade escolar com diversas atividades para desenvolver, iniciativas para participar e recursos educativos para promover a Educação do Consumidor. Destaca-se como principais áreas do sítio, os desafios da DECOJovem; os concursos; a agenda; a biblioteca sobre educação do consumidor com temas como: finanças pessoais; consumo sustentável; energia; água, entre outros. Neste espaço também é possível encontrar a memória de muitos projetos desenvolvidos pela Associação na área da educação do consumidor, designados como tesouros. Para além das atividades, o sítio é o suporte da rede de escolas aderentes do projeto. As escolas que manifestam interesse pelo projeto fazem a sua adesão on-line e o seu registo fica disponível para os utilizadores do espaço. 6 P á g i n a

8 Este espaço tem uma atualização permanente, quer com o lançamento de destaques de iniciativas, lançamento de desafios e atividades, assim como de notícias relevantes para a comunidade educativa sobre os temas de consumo. A agenda das ações que se realizam nas escolas é atualizada semanalmente dando visibilidade de todos os eventos realizados a nível nacional pelas equipas regionais da DECOJovem. 7 P á g i n a

9 3.2. Redes Sociais - Facebook Com o objetivo de aumentar a divulgação da nossa atividade e em especial para destacar o site da DECOJovem, criamos um perfil de Facebook, que no presente já conta com 728 gostos. Semanalmente esta página tem uma abrangência de 1420 contactos. Nesta área é possível reforçar a comunicação junto dos interessados sobre as diferentes iniciativas que a DECOJovem se encontra a desenvolver assim como estimular o interesse pelo projeto. 8 P á g i n a

10 3.3 Newsletter DECOJovem Em outubro de 2012, lançou-se um novo formato da Newsletter, mais apelativo e dinâmico para a divulgação junto das escolas dos temas e iniciativas DECOJovem. A divulgação desta newsletter é dirigida a 1565 contactos na sua maioria professores e outras entidades com interesse nestes domínios. 4 edições da Newsletter no ano letivo : 7ª Edição set. /out. 2012; 8ª Edição nov./dez. 2012; 9ª Edição fev./mar ª Edição maio P á g i n a

11 3.4 Promoção DECOJovem Com o objetivo de conferir maior visibilidade ao projeto e conquistar a adesão das escolas, foram criados diversos materiais promocionais para a sua divulgação junto da comunidade educativa a nível nacional. Folheto informativo sobre a DECOJovem Roll up e stand promocionais da DECOjovem em espaços públicos e eventos 10 P á g i n a

12 Para a promoção da DECOJovem produzido um filme institucional sobre o projeto com a colaboração da equipa da DECOJovem e alguns docentes de escolas DECOJovem. O vídeo está disponível no sítio da DECOJovem. 11 P á g i n a

13 4. Desafios DECOJovem Os Desafios da DECOJovem são lançados para comemorar uma data relevante associada ao consumo e têm registado uma participação entusiástica por parte das escolas. Desde outubro de 2012 a maio de 2013, foram lançados os seguintes desafios: 4.1. Cartaz Dia Mundial da Poupança A DECOJovem lançou o desafio para as escolas apresentarem cartazes alusivos ao dia da Poupança, a 31 de Outubro de 201 e que refletissem a importância de poupar. Recebemos 171 cartazes de 21 escolas. Os cartazes vencedores foram divulgados no Dia da Formação Financeira, promovido pelo Plano Nacional de Literacia Financeira, realizado no dia 31 de Outubro no Páteo da Galé em Lisboa Trabalhos vencedores: Escola Básica Nº 1 de Venade Os 6 alunos da Escola Básica Nº 1 de Venade que participaram no desafio, foram premiados com 6 mealheiros e lápis da DECOJovem e a professora responsável uma Agenda do Consumidor 2013, edição DECOProteste. Escola Básica de Custóias. Os 8 alunos vencedores receberam um porta moedas e um Lápis DECOJovem e a professora responsável uma Agenda do Consumidor 2013, edição DECOProteste 12 P á g i n a

14 4.2. Gestos Contra Resíduos O Desafio inseriu-se na Semana Europeia de Prevenção de Resíduos Promovida pela Agência Portuguesa do Ambiente e consistiu em colocar em prática gestos que refletissem comportamentos dos mais novos para a redução de resíduos. Participaram 19 escolas com 91 propostas de fotografias. Com as imagens vencedoras produzimos uma fotogaleria disponível na Biblioteca da DECOJOvem e que promove gestos simples para a redução de resíduos. As 9 escolas vencedoras foram: Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro; Escola Básica de Custóias; Escola Básica nº 2 Aguada de Cima; Escola Básica Nº2 de Cacia; Escola Secundária da Baixa da Banheira; Escola Secundária da Lousã; Escola Secundária José Falcão; Escola Técnica Profissional de Cantanhede e Externato Padre Cruz. Cada uma delas, recebeu uma Publicação da DECO para cada professor e um kit de experiência alterações climáticas para a turma. Alguns exemplos das propostas recebidas pelo Desafio: 13 P á g i n a

15 4.3. Natal com Style Para incentivar a comportamentos de compra mais sustentáveis e solidários pelo Natal, lançamos o desafio às escolas de elaborar um postal de Natal que alertasse para a mensagem Natal sustentável e solidário. Recebemos 90 propostas de 11 escolas. Escolas vencedoras foram: Escola Básica 2º 3º Ciclo Fernando Pessoa (1 aluno vencedor); Escoa Secundária Sebastião e Silva (1 aluno vencedor) e Escola Básica de Custóias (3 alunos vencedores). Para cada um dos 5 alunos vencedores, foram enviados mp4 e uma Agenda do Consumidor 2013 para cada professor. Trabalhos vencedores: Escola Secundária Sebastião e Silva Escola Básica 2 e 3 Ciclo Fernando Escola Básica de Custóias Um dos vencedores do desafio Natal com Style criado pelos alunos da Escola Básica de Custóias (escola DECOJovem) deu origem ao Postal de Natal da DECO. 14 P á g i n a

16 4.4. Dia Mundial dos Direitos do Consumidor Para assinalar o Dia Mundial dos Direitos dos Consumidores solicitamos a elaboração de cartazes alusivos ao tema com a inserção de imagens apelativas e mensagens fortes sobre os direitos dos consumidores. Com este desafio forma produzidos 132 cartazes que foram expostos em 17 escolas. Os 3 alunos vencedores do desafio foram premiados com 1 leitor mp5; 1 lápis da DECOJovem e 1 pulseira da DECO. Os professores responsáveis, receberam uma publicação da DECO. Trabalhos Vencedores: Escola EB1 de Alvaiázere Escola EB 2,3 de Lamaçães; Escola Secundária Fernando Lopes. 15 P á g i n a

17 4.5. Planeta Energia Para assinalar o dia mundial da energia lançamos o desafio à escola para enviarem fotos de paisagens onde se pudessem registar os elementos da natureza fontes de energia renovável. O desafio encerrou dia 20 de Maio e recebemos 255 fotografias que estamos no presente momento a avaliar. Trabalhos vencedores: Escola Básica nº2 de Aguada de Cima Agrupamento de Escolas Dr. Mário Sacramento Escola Básica e Secundária do Nordeste 16 P á g i n a

18 Balanço a final dos Desafios: Os desafios constituem atividades simples que podem ser desenvolvidas pelo alunos individualmente ou em sala de aula com o apoio do professor com o objetivo de estimular o conhecimento, a pesquisa, a reflexão e a discussão em áreas de consumo ou transversais a esta, constituindo uma oportunidade para a escolas promoverem a educação do consumidor. Como resultado, promovemos 5 desafios ao longo deste ano letivo , recebemos 738 trabalhos, na sua maioria de construção individual pelos alunos, mas muitos inseridos em trabalhos da turma. Em média, envolvemos 17 escolas em cada desafio, o que nos permite avaliar positivamente esta atividade, a qual devemos continuar a promover no futuro. Os alunos e professores vencedores são premiados pelo trabalho desenvolvido o que tem constituído um elemento de motivação para a participação das escolas no desenvolvimento de atividades de educação do consumidor. 17 P á g i n a

19 5. Concurso Com o meu mealheiro poupo o meu dinheiro! Este concurso foi dirigido às escolas do 1º e 2º ciclo do ensino básico com o principal objetivo de ensinar os mais novos a poupar o seu dinheiro. Os alunos foram convidados a construir o seu próprio mealheiro, reutilizando embalagens ou materiais e usando a sua criatividade. Cada aluno ficou com o seu mealheiro, para poupar o seu próprio dinheiro. Os mealheiros mais originais e criativos foram premiados pela DECOJovem. Os professores fizeram a sua inscrição prévia no concurso e seguiram o regulamento definido para a realização dos trabalhos para submeter a concurso, tendo no final apresentado uma ficha de projeto descritivo das atividades desenvolvidas, dos objetivos e resultados alcançados. Mediante esta ficha de projeto, os trabalhos foram avaliados e premiados os vencedores. Os trabalhos realizados pelas escolas foram desenvolvidos durante o primeiro e parte do segundo período letivo e apresentados a concurso no dia 28 de fevereiro de P á g i n a

20 Foram estabelecidos 2 escalões para os participantes: Escalão 1 1º ciclo do ensino básico Escalão 2 2º ciclo do ensino básico. Os 3 projetos mais pontuados em cada escalão foram premiados tendo cada aluno do projeto vencedor sido premiado com um leitor mp3 e o professor responsável com um leitor e-book. Para toda a turma foi enviado um lápis da DECOJovem e enviado um certificado de participação. Cada escola vencedora recebeu uma publicação da DECO e um Certificado de Escola Vencedora, em acrílico. Vencedores Escalão 1 1 ciclo do ensino básico Externato Padre Cruz (Matosinhos); Escola Básica de Santa Luzia (Elvas) Escola EB 1 de Loução (Venade). 19 P á g i n a

21 Vencedores Escalão 2 2.º ciclo do ensino básico Escola EB 2,3 Fernando Pessoa (Matosinhos) e Escola Básica do 2º e 3º Ciclos de Júdice Fialho (Portimão); Escola Básica com Secundário de Arcozelo. 20 P á g i n a

22 Balanço do concurso O Concurso foi muito bem aceite pela comunidade escolar e permitiu que se desenvolvesse trabalho de projeto de educação do consumidor em 23 escolas do 1º, 2º e 3º ciclo do ensino básico, com o envolvimento de 41 professores, 51 turmas e um total de 831 alunos. Estes alunos beneficiaram de uma sessão ou várias sobre o tema de literacia financeira, tendo a DECO disponibilizado recursos de apoio aos professores disponíveis no sítio interativo As equipas regionais da DECOJovem prestaram apoio a todas as escolas que assim o solicitaram e necessitaram. Os projetos foram desenvolvidos por diferentes áreas curriculares que desenvolveram, em simultâneo e de forma interdisciplinar os temas da literacia financeira, educação do consumidor e educação ambiental. Os resultados deste concurso podem ser consultados no sítio da DECOJovem. 21 P á g i n a

23 6. Semana do Jovem Consumidor da DECOJovem Em 2013, a DECOJovem comemorou a Semana do Jovem Consumidor entre 11 e 15 de março. Entre desafios (Cartaz Dia Mundial dos Direitos do Consumidor), atividades (Peddypaper DECOJovem; 5 minutos com sumo) e feiras (FUTURÁLIA), as escolas participaram ativamente nesta semana promovida pela DECOJovem, por ocasião da comemoração do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. 6.1 Peddy-paper DECOJovem No último dia de aulas do segundo período letivo 15 de março de 2013 data que também assinala o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, a DECOJovem pretendeu proporcionar a todos os alunos do 3º ciclo e ensino secundário das escolas DECOJovem uma atividade lúdica e de aprendizagem, visando sensibilizar os alunos para a importância de um consumo mais responsável e consciente. Para o desenvolvimento desta atividade a equipa da DECOJovem preparou um regulamento, um roadmap para as equipas e todo um conjunto de documentos para facilitar o trabalho dos professores no desenvolvimento desta iniciativa. Os professores enviaram um pequeno relatório com a descrição da iniciativa e o nome dos alunos da equipa vencedora. O Peddy-paper DECOJovem foi uma atividade cheia de adrenalina para as escolas DECOJovem que uma vez mais mostraram o seu valor, com a participação de 21 escolas, 51 professores envolvidos e alunos participantes. Foram premiados 97 alunos. Cada aluno das equipas vencedoras e os professores responsáveis, foram premiados com uma garrafa em alumínio DECOJovem. Todas as escolas foram premiadas com um Certificado de Escola Participante e cada equipa vencedora recebeu, igualmente, um Certificado de Equipa Vencedora. 22 P á g i n a

24 6.2 Debate 5 minutos Com Sumo Os Debates 5 minutos com sumo fazem parte da Semana do Jovem Consumidor e que as escolas DECOJovem, todos os anos, devem realizar. Traduz-se numa atividade simples, que consiste na leitura à turma, pelo professor ou por um aluno, de um pequeno texto sobre um tópico no âmbito da Educação do Consumidor, diferente em cada um dos dias da Semana. Após a leitura, o professor dedica 5 minutos da sua aula, para uma troca livre de opiniões com os seus alunos, contribuindo desta forma para uma crescente consciencialização da importância do tema da defesa do consumidor. Temas debatidos: Contar & descontar, sobre as promoções e as técnicas de marketing Riscos & seguros, sobre os seguros e a sua utilidade A vida dos produtos, sobre o ciclo de vida dos produtos Perguntar antes de comprar, sobre o direito à informação Hoje há teste! Conheces os teus direitos, uma proposta pática para avaliar os conhecimentos alunos sobre os seus direitos enquanto consumidores Importa referir que, à semelhança dos anos anteriores e desde que esta atividade foi iniciada, as escolas DECOJovem atribuem-lhe especial atenção e importância, verificando-se a participação de várias turmas de escolas DECOJovem a nível nacional. 23 P á g i n a

25 7. Presença em Feiras 7.1 Dia da Formação Financeira A DECOJovem esteve presente no Dia da Formação Financeira no dia 31 de outubro de 2012, no Pátio da Galé, em Lisboa promovida pelo Plano Nacional de Formação Financeira, da responsabilidade dos supervisores financeiros. Para assinalar o Dia Mundial da Poupança lançamos um convite às escolas DECOJovem para visitar o espaço da DECOJovem e participar no concurso Faz um Desejo acontecer. Com esta iniciativa, a DECOJovem lançou a reflexão para os mais novos sobre e importância da poupança para a concretização de objetivos. Os jovens eram convidados a rodar a roda para definir a pergunta que lhes seria colocada. Esta pergunta permitia aferir sobre os seus conhecimentos de poupança e no final era atribuído um mealheiro ou uma carteira com o slogan Faz o teu desejo acontecer. Oferecemos cerca de 200 brindes a todos os jovens que participaram. 24 P á g i n a

26 7.2 DECOJovem na FUTURÁLIA Entre 13 e 16 de março de 2013, a DECOJovem esteve presente na FUTURÁLIA, em Lisboa, a feira dedicada à educação, formação e orientação do futuro dos jovens. O stand da DECOJovem contou com um elevado número de visitantes, entre estudantes, professores e pais, que participaram na atividade que desafiava os visitantes a responderem a questões sobre consumo recebendo lembranças da DECOJovem (lápis e pulseiras).contámos com mais de 5000 visitantes. 7.3 DECOJovem na Feira QUALIFICA Entre 26 e 29 de abril de 2013, a DECOJovem marcou presença na feira QUALIFICA, no Porto, feira vocacionada para a oferta de várias soluções ao nível da educação, formação e emprego. No stand da DECOJovem estiveram presentes muitos professores, estudantes e psicólogos interessados no projeto. Realizaram-se contatos com escolas de Coimbra, Viseu, Aveiro, Minho, Grande Porto, entre outras localidades. 25 P á g i n a

27 8. Sessões informativas DECOJovem São inúmeros os pedidos de apoio por parte das Escolas para a realização de ações de esclarecimento dirigidas a alunos, sobre os mais variados temas de consumo. Neste último ano letivo, a literacia financeira é o tema mais solicitado pelos professores e em especial para o ensino secundário. As ações são gratuitas sendo apenas solicitado à escola apoio para as despesas de deslocação dos técnicos. No âmbito dos pedidos à DECOJovem, em 2012, realizaram-se 249 ações em escolas. Os temas mais solicitados foram literacia financeira e os direitos e deveres do consumidor. Quadro das ações realizadas em 2012 TEMA AÇÕES 2012 Janeiro - Dezembro Literacia Financeira 144 Direitos dos Consumidores 56 Alimentação saudável 17 Poupança Água 11 Consumo Sustentável 10 Poupança Energia 7 Prevenção Resíduos 4 TOTAL P á g i n a

28 A partir de janeiro de 2013, as ações nas escolas são monitorizadas através de um questionário de avaliação, posteriormente tratado estatisticamente, o que nos permite ter melhor informação sobre o trabalho realizado nas escolas. AÇÕES DECOJOVEM (JANEIRO - MAIO 2013) Nº ESTABELECIMENTOS DE ENSINO 69 Nº SESSÕES INFORMATIVAS 118 TEMA DA SESSÃO INFORMATIVA Percentagem Contagem Literacia financeira 46,6% 55 Direitos e deveres do consumidor 28,8% 34 Consumo sustentável 6,8% 8 Alimentação saudável 6,8% 8 Poupança de energia 3,4% 4 Poupança de água 3,4% 4 Marketing e publicidade 3,4% 4 Prevenção de resíduos 0,8% 1 Utilização da internet em segurança 0,0% 0 Segurança dos produtos 0,0% 0 PÚBLICO-ALVO DAS SESSÕES INFORMATIVAS Opções de resposta Percentagem Contagem alunos do secundário/profissional 40,0% 48 alunos do 1º ciclo do ensino básico 22,5% 27 alunos do 3º ciclo do ensino básico 18,3% 22 alunos do 2º ciclo do ensino básico 16,7% 20 alunos do pré-escolar 2,5% 3 Nº PARTICIPANTES Opções de resposta Média alunos / sessão Total alunos professores P á g i n a

29 AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES: Opções de resposta muito muito insatisfeito satisfeito insatisfeito satisfeito Qualidade global 0% 0,8% 20,8% 78,3% Interesse temática 0% 0,8% 8,5% 90,7% Interesse pedagógico 0% 0,8% 23,4% 75,8% Duração ação 0% 1,5% 32,8% 65,6% Metodologia utilizada 0% 1,6% 28,1% 70,3% Clareza linguagem 0% 0,0% 13,8% 86,2% Relacionamento participantes 0% 1,6% 19,2% 79,2% Recursos facultados 0% 1,6% 33,1% 65,4% TEMÁTICAS SUGERIDAS PELOS PROFESSORES: Opções de resposta Percentagem Contagem Utilização da internet em segurança 14,1% 68 Consumo sustentável 12,1% 58 Direitos e deveres do consumidor 11,4% 55 Alimentação saudável 10,8% 52 Marketing e publicidade 10,8% 52 Poupança de energia 9,4% 45 Poupança de água 8,3% 40 Literacia financeira 7,3% 35 Prevenção de resíduos 6,0% 29 Segurança dos produtos 9,8% P á g i n a

30 9. Resultados Apresentamos os resultados alcançados neste ano letivo DECOJOvem EscolasDECOJovem 163 aderentes Sitio visitantes visitantes únicos visualizações Facebook Newsletter DECOJOvem 728 gostos alcances semanais contactos Futurália Qualifica Total Contactos contactos contactos com a DECOJovem Atividades DECOJovem Desafios 739 alunos 68 escolas Concurso Com o meu mealheiro poupo o meu dinheiro 831 alunos 41 professores 23 escolas Peddy Papper DECOJOvem alunos 51 Professores 21 escolas Sessões informativas DECOJovem (janeiro maio) alunos 192 professores 68 escolas Total alunos 284 Professores 180 escolas 29 P á g i n a

31 10. Nota Conclusiva A DECOJovem é o projeto de educação do consumidor na escola, área a que a DECO, desde 1992 tem vindo a dedicar especial atenção, com o desenvolvimento de inúmeros projetos e atividades que possam contribuir para o reconhecimento e implementação destas temáticas e o seu contributo para o reforço da educação para a cidadania nas escolas. Passados 20 anos, neste ano letivo de , consideramos reunidas as condições necessárias para a projeção deste projeto na comunidade educativa e o alcance dos objetivos que nos propomos: promover a educação do consumidor na escola. A construção de um sítio interativo para a DECOJovem permite dar uma melhor visibilidade ao projeto e aos seus objetivos, cativando o interesse das escolas e motivando para a sua adesão. Com este espaço é possível dinamizar diversas atividades para as escolas, disponibilizar recursos para apoiar o trabalho dos professores, dar a conhecer as nossas iniciativas e de outras entidades. Desde o seu lançamento, em setembro de 2012, já tivemos mais de visitas com cerca de 184 visualizações das nossas páginas. O sítio é reforçado com o facebook que já conta com mais de 700 gostos e que permite dar uma informação mais atualizada sobre as iniciativas da DECOJovem. Neste ano também atualizamos a nossa newsletter para os professores, com um envio bimestral para mais de 1500 contatos, permite dar informação atualizada sobre as iniciativas da DECOjovem e outras que decorrem sobre o tema do consumo. Aumentamos a nossa projeção e capacidade de divulgação com a construção de um stand e de um folheto informativo sobre a DECOJovem que nos possibilita a presença em feiras e eventos de educação. Neste ano, participamos em 3 eventos de grande dimensão tendo estabelecido contactos com mais de visitantes, que recorreram ao nosso espaço para conhecer o nosso projeto e participar nas iniciativas aí desenvolvidas. Os desafios da DECOJovem são abertos a toda a comunidade educativa e são atividades simples para estimular o interesse pela defesa do consumidor e áreas transversais. Colocamos a concurso pequenas iniciativas, realizadas para comemorar datas ou assinalar quadras relevantes para o consumo. Realizamos 5 desafios e reunimos 738 trabalhos de crianças e jovens, com um envolvimento médio de 17 escolas por desafio. Os vencedores foram premiados com pequenas lembranças enviadas pela DECOJovem, como reconhecimento do seu trabalho. 30 P á g i n a

32 Face ao interesse manifestado pelas escolas com o tema da literacia financeira, preparamos um concurso para o 1º e 2º ciclo do ensino básico com o meu mealheiro, poupo o meu dinheiro. A participação no concurso exigia o desenvolvimento e execução de um projeto que permitisse às turmas, com reutilização de materiais, construir o seu mealheiro e utilizar o mesmo para dar inicio às suas poupanças. O Concurso foi muito bem aceite pela comunidade escolar e permitiu que se desenvolvesse trabalho de projeto de educação do consumidor em 23 escolas do 1º e 2º ciclo do ensino básico, com o envolvimento de 41 professores, 51 turmas e um total de 831 alunos. Para assinalar a semana do Jovem Consumidor, atividade obrigatória para as escolas DECOJovem promovemos um Peddy paper para o último dia de aulas do 2.º período e voltamos a promover os Debates 5 minutos Com Sumo. As escolas DECOJovem mais uma vez mais mostraram o seu valor, com a participação de 21 escolas no Peddy paper, 51 professores envolvidos e alunos participantes. Foram premiados 97 alunos. Cada aluno das equipas vencedoras e os professores responsáveis, foram premiados com uma garrafa em alumínio DECOJovem. Com os debates introduzimos a discussão sobre temas atuais e relevantes para os consumidores, permitindo que de uma forma simples, os professores pudessem abordar a temática junto dos jovens. As sessões informativas DECOJovem nas escolas continuam a aumentar, em resultado da iniciativa das próprias escolas. Neste ano, introduzimos metodologias que nos permitem fazer uma melhor avaliação do trabalho desenvolvido e como poderemos em tempos futuras dar uma melhor resposta às escolas. Desde que iniciamos este novo processo, em janeiro de 2013, já realizamos 118 ações nas escolas atingindo quase 5000 alunos e mais de 190 professores. As ações foram realizadas na sua maioria para as escolas secundárias e sobre o tema da literacia financeira e Direitos dos consumidores. As sessões registam uma avaliação muito positiva por parte dos professores, responsáveis pelo preenchimento dos questionários. No que se refere à qualidade global das sessões, 78,3% está muito satisfeito, e 90% considera muito interessante a temática abordada. De futuro, os professores gostariam de ter mais informação sobre a utilização segura da internet e o consumo sustentável. Neste final de ano letivo, e para uma melhor avaliação do trabalho da DECOjovem vamos lançar um questionário on-line para os professores o que nos permitirá conhecer melhor o impacte das ações desenvolvidas e do trabalho realizado. 31 P á g i n a

33 DECO Departamento de Formação e Novas Iniciativas Rua Artilharia Um, N.º 79, 4.º Lisboa Telefone: P á g i n a

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro DGEstE Direção de Serviços da Região Centro Bibliotecas Escolares - Plano Anual de Atividades (PAA) Ano letivo 2014/2015 Este PAA encontra-se estruturado em 4 domínios (seguindo as orientações da RBE)

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO Indicações para Operacionalização 2012-2015 O Plano Anual de Atividades do Agrupamento é relevante para toda a Comunidade Educativa. Por ele se operacionalizam

Leia mais

Proposta de Plano de Atividades do. Conselho Educativo de Marvila para 2014-2017

Proposta de Plano de Atividades do. Conselho Educativo de Marvila para 2014-2017 Proposta de Plano de Atividades do Conselho Educativo de Marvila para 2014-2017 1. Introdução A Lei de bases do Sistema Educativo (Lei nº 46/86 de 14 de Outubro, com a redação que lhe foi dada pela Lei

Leia mais

Planificação das Atividades 2013/2014 Domínio Sub-domínio Atividades Objetivos Destinatários Dinamizadores Calendarização Recursos materiais

Planificação das Atividades 2013/2014 Domínio Sub-domínio Atividades Objetivos Destinatários Dinamizadores Calendarização Recursos materiais LEITURA E LITERACIAS Promoção Leitura BIBLIOTECA ESCOLAR MÁRIO CLÁUDIO / BIBLIOTECA ESCOLAR DA POUSA Planificação s Ativides 2013/2014 Domínio Sub-domínio Ativides Objetivos Destinatários Dinamizadores

Leia mais

Programa de atividades 2015

Programa de atividades 2015 Programa de atividades 2015 Programa de atividades 2015 (Documento de trabalho) Lisboa, 2015 Plano Nacional de Formação Financeira www.todoscontam.pt Edição Conselho Nacional de Supervisores Financeiros

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 Pág.1 INTRODUÇÃO O Plano Anual de Atividades das s Escolares do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Grândola atende à especificidade das bibliotecas

Leia mais

Ensino Básico. Regulamento da Competição

Ensino Básico. Regulamento da Competição ESCOLA + Promoção de Eficiência Energética entre Escolas do 1º Ciclo de O Projeto Escola + Ensino Básico Regulamento da Competição Ano Letivo 2014-2015 O Projeto «Escola +» é uma iniciativa da Lisboa E-Nova

Leia mais

I n o v a J o v e n s C r i a t i v o s E m p r e e n d e d o r e s p a r a o s é c u l o X X I P á g i n a 1

I n o v a J o v e n s C r i a t i v o s E m p r e e n d e d o r e s p a r a o s é c u l o X X I P á g i n a 1 P á g i n a 1 Inova Jovens Criativos, Empreendedores para o Século XXI DGIDC Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular do Ministério da Educação e Ciência IPDJ Instituto Português do Desporto

Leia mais

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (22 a 30 de novembro) teve por objetivo a promoção do conceito da Prevenção de Resíduos e a realização

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016

PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Escola Básica Frei André da Veiga PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem Problemas identificados Falta

Leia mais

Centro de Informação Europeia Jacques Delors. Oferta formativa

Centro de Informação Europeia Jacques Delors. Oferta formativa Oferta formativa 2009/2010 Centro de Informação Europeia Jacques Delors DGAE / Ministério dos Negócios Estrangeiros Curso de Formação «A Cidadania Europeia e a Dimensão Europeia na Educação» Formação acreditada,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria 2015l2017 ÍNDICE ÍNDICE: INTRODUÇÃO... 3 ÁREAS DE AÇÃO DE MELHORIA.... 4 PLANOS DE AÇÃO DE MELHORIA.. 5 CONCLUSÃO...

Leia mais

Introdução. Para a condução de cada ação teremos presentes duas questões importantes:

Introdução. Para a condução de cada ação teremos presentes duas questões importantes: Fevereiro 2014 Introdução A Escola é hoje um mundo onde todos os atores educativos têm voz por isso a facilidade, a celeridade, a clareza e a abertura são as caraterísticas da comunicação que possibilitam

Leia mais

5ª Conferência Internacional de Educação Financeira

5ª Conferência Internacional de Educação Financeira A Educação Financeira nas Escolas: O Referencial de Educação Financeira e a formação de docentes 5ª Conferência Internacional de Educação Financeira Perspetivas e reflexões: por uma cidadania ativa Educação

Leia mais

CONCURSO. A nossa escola pela não violência

CONCURSO. A nossa escola pela não violência CONCURSO A nossa escola pela não violência O concurso A nossa escola pela não violência pretende premiar produtos e acções de sensibilização produzidos por alunos e alunas do 3º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Custa a engolir? Prendas de Natal

Custa a engolir? Prendas de Natal Passatempo Yoggi 131 / 2014 Custa a engolir? Prendas de Natal - Condições de Participação LONGA VIDA IND. LÁCTEAS, SA., contribuinte no 500011443, com sede social no lugar de Matadouro, 4455-550 Perafita,

Leia mais

Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15

Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15 Professor: Ana Maria Galveia Taveira Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15 O Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar divide-se em quatro grandes áreas de funcionamento/intervenção,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA ANEXO II DOMÍNIO: GESTÃO E DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Estudex PROJETOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS PARCERIAS CALENDARIZAÇÃO Sala de estudo para o

Leia mais

Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré-escolar de São Paulo PLANO ANUAL DE ESCOLA

Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré-escolar de São Paulo PLANO ANUAL DE ESCOLA Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré-escolar de São Paulo PLANO ANUAL DE ESCOLA Ano letivo: 2015/2016 INTRODUÇÃO Enquadramento legal Avaliação Aprovação EVENTOS 1.ºperíodo 2.ºperíodo 3.ºperíodo REUNIÕES

Leia mais

Jovem Aprendiz no Colégio Objetivo Ipiranga SP (23/03/2016) Regulamento

Jovem Aprendiz no Colégio Objetivo Ipiranga SP (23/03/2016) Regulamento Jovem Aprendiz no Colégio Objetivo Ipiranga SP (23/03/2016) Regulamento 1 - Descrição Da Competição 1.1. Um evento destinado aos alunos da 1ª série do Ensino Médio, visando à importância da visão empreendedora

Leia mais

www.aepum.pt.vu Plano de Atividades da Associação de Estudantes de Psicologia da Universidade do Minho

www.aepum.pt.vu Plano de Atividades da Associação de Estudantes de Psicologia da Universidade do Minho www.aepum.pt.vu Plano de Atividades da Associação de Estudantes de Psicologia da Universidade do Minho 1 Índice A AEPUM... 3 Candidatura ao mandato... 3 A nossa missão... 3 A alteração dos estatutos...

Leia mais

Índice. - Introdução. 3. - Cronograma 4-5. - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38

Índice. - Introdução. 3. - Cronograma 4-5. - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38 1 2015-2016 Índice - Introdução. 3 - Cronograma 4-5 - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38 2 Introdução O Município de Paços de Ferreira, assumindo-se como uma Cidade Educadora, respeitando um

Leia mais

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Arraiolos Outubro 2008 Introdução O presente documento apresenta

Leia mais

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade)

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade) Escola Secundária da Ramada Plano Plurianual de Atividades Pro Qualitate (Pela Qualidade) 2014 A Escola está ao serviço de um Projeto de aprendizagem (Nóvoa, 2006). ii ÍNDICE GERAL Pág. Introdução 1 Dimensões

Leia mais

Amigos de Carne e Osso

Amigos de Carne e Osso Passatempo Amigos de Carne e Osso Regulamento e Condições de Participação A Modelo Continente Hipermercados, S.A., com sede na Rua João Mendonça, 505, freguesia de Senhora da Hora, concelho de Matosinhos,

Leia mais

Projeto de Intervenção

Projeto de Intervenção Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Projeto de Intervenção 2014/2018 Hortense Lopes dos Santos candidatura a diretora do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Braga, 17 abril de 2014

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS 2015-2016 1 INTRODUÇÃO No início do ano letivo, compete ao conselho pedagógico do agrupamento definir os critérios de avaliação para cada ciclo e

Leia mais

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 Plano Anual de Atividades do de Escolas Sá de Miranda Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 (devem ser indicadas as atividades que ultrapassem a dimensão do pequeno grupo ou da turma) Calendarizaç

Leia mais

Plano de Intervenção 2014-15

Plano de Intervenção 2014-15 Plano de Intervenção 2014-15 Os agrupamentos de escolas que já integram a Rede aler+ são convidados a apresentarem um Plano de Intervenção que evidencie a centralidade da leitura e envolva os jardins de

Leia mais

Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014. Uma estratégia para O Projeto Educativo Local

Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014. Uma estratégia para O Projeto Educativo Local Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014 Uma estratégia para O Projeto Educativo Local O que é um PMMEE? O Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola consiste num conjunto de objetivos

Leia mais

GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico

GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico Relatório 008-009 Colecção Relatórios FICHA TÉCNICA Título Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar e no

Leia mais

RELATÓRIO DA BIBLIOTECA sede 2012/2013

RELATÓRIO DA BIBLIOTECA sede 2012/2013 RELATÓRIO DA BIBLIOTECA sede 2012/2013 1. Introdução De acordo com as orientações do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, do Ministério da Educação, a Biblioteca Escolar sede desenvolve o seu trabalho

Leia mais

SERVIÇOS SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE

SERVIÇOS SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE SERVIÇOS Índice Um grau de Inovação e Liderança tecnológica que transcende os Produtos 03 Website Vulcano: www.vulcano.pt 04 Documentação 06 Gabinete de Estudos e Dimensionamento 07 Formação 08 Contratos

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada nível e de cada ciclo de ensino têm como referência os programas

Leia mais

Palavras Soltas. Projeto Pedagógico 2014/2015. Equipa Educativa:

Palavras Soltas. Projeto Pedagógico 2014/2015. Equipa Educativa: Palavras Soltas Equipa Educativa: Ana Maria Lopes; Ana Paula Neves; Daniela Bonito; Sandra Silva; Tathiana Germano; Teresa Ouro Índice Palavras Soltas 2 14 pág. Introdução... 5 I. Justificativa/ Tema...

Leia mais

Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção

Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção NEWSLETTER nº7 CONTEÚDOS: Pág.1 Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção Pág.1 Acções de Estudantes em Portugal Pág.2 Acções de Estudantes na Estónia Pág.3 Acções de Estudantes na Bulgária Pág.3 Acções

Leia mais

IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL ARTES PLÁSTICAS

IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL ARTES PLÁSTICAS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL ARTES PLÁSTICAS TEMA Imagens contra a Corrupção TIPO Artes plásticas PÚBLICO-ALVO Alunos do 4º ano, do 1º ciclo, das redes pública e privada do continente e

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 (Texto Final Aprovado Reunião Direx, de 8/1/2013) Art. 1 Idealizado pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), será realizado o Literatura

Leia mais

1. Responsabilidade. 2. Quem pode participar

1. Responsabilidade. 2. Quem pode participar Desafio O Desafio Mudanças Climáticas 2009, doravante denominado simplesmente Desafio, tem caráter exclusivamente educativo. De acordo com o disposto no artigo 3º, inciso II, da Lei nº. 5.768/71 e no art.

Leia mais

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA I - CONCEITO, DENOMINAÇÃO, REALIZAÇÃO Art. 1º A 2ª Feira Nacional de Ciências

Leia mais

PROJETO DO DESPORTO ESCOLAR

PROJETO DO DESPORTO ESCOLAR COORDENADOR: Vanda Teixeira 1. FUNDAMENTAÇÃO/ CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICAÇÃO a) O Desporto Escolar constitui uma das vertentes de atuação do Ministério da Educação e Ciência com maior transversalidade

Leia mais

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de 2012. ENQUADRAMENTO 2ºs PRÉMIOS DE JORNALISMO CEPSA ESTRADAS

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA REDE AQUI É FRESCO 5 ANOS, 5 CARROS

REGULAMENTO DA CAMPANHA REDE AQUI É FRESCO 5 ANOS, 5 CARROS REGULAMENTO DA CAMPANHA REDE AQUI É FRESCO 5 ANOS, 5 CARROS PRIMEIRA.- EMPRESA ORGANIZADORA 1.1 UNIMARKETING, Marketing, Comercialização de Bens de Consumo e Serviços Promocionais, C.R.L com sede em Av.

Leia mais

DOMÍNIO 1 - Estratégia para toda a escola/ todo o agrupamento:

DOMÍNIO 1 - Estratégia para toda a escola/ todo o agrupamento: Plano de Intervenção Projeto ALer+ - 2014/2015 Designação Sempre ALer+ 2.1. Descrição sumária do Plano de Intervenção O Agrupamento de Escolas André Soares entrou para o projeto ALer+ no 1º ano de desenvolvimento

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO ÂMBITO DO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AZEITÃO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO ÂMBITO DO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AZEITÃO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO ÂMBITO DO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AZEITÃO Julho de 2015 Nota de Apresentação A (ANPRI) e o Agrupamento de Escolas de Azeitão assinaram

Leia mais

Externato Marista de Lisboa Gabinete de Psicologia 2014/2015

Externato Marista de Lisboa Gabinete de Psicologia 2014/2015 1 PLANO DE INTERVENÇÃO DO GABINETE DE PSICOLOGIA ANO LETIVO Psicólogas do Externato Pré-Escolar Dra. Irene Lopes Cardoso 1º Ciclo - (1º e 2º anos) Dra. Irene Lopes Cardoso (3º e 4º anos) Dra. Manuela Pires

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE INTRODUÇÃO Tendo como linha orientadora a estratégia definida pelo município de Esposende no que diz respeito à sensibilização e formação

Leia mais

Projeto Testes Intermédios 2014/2015 Informação-Projeto

Projeto Testes Intermédios 2014/2015 Informação-Projeto Projeto Testes Intermédios 2014/2015 Informação-Projeto INFORMAÇÃO AOS DIRETORES, GESTORES DE PROJETO E PROFESSORES Na sequência da publicação da Informação 1, divulgada pelo IAVE, I.P., na Extranet, no

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA OLHARES SOBRE A CALHETA. A sua mercearia Arco da Calheta

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA OLHARES SOBRE A CALHETA. A sua mercearia Arco da Calheta I CONCURSO DE FOTOGRAFIA OLHARES SOBRE A CALHETA ORGANIZAÇÃO APOIOS/PARCEIROS A sua mercearia Arco da Calheta REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA OLHARES SOBRE A CALHETA Este concurso surge da necessidade

Leia mais

Politicas Municipais de Apoio à Criança

Politicas Municipais de Apoio à Criança Politicas Municipais de Apoio à Criança MUNICIPIO DA MOITA DASC / Divisão de Assuntos Sociais Projectos Dirigidos à Comunidade em Geral Bibliotecas - Biblioteca Fora d Horas - Pé Direito Juventude - Férias

Leia mais

O ciclo de premiação Jovem Empreendedor foi lançado em 2009 com o objetivo de incentivar os jovens líderes da próxima geração.

O ciclo de premiação Jovem Empreendedor foi lançado em 2009 com o objetivo de incentivar os jovens líderes da próxima geração. Prêmios Rolex de Empreendedorismo 2014 Apresentação do Programa Apresentação do Programa Os Prêmios Rolex de Empreendedorismo foram criados com o intuito de promover o espírito de empreendimento e ampliar

Leia mais

III EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE : TEMÁTICA O SOLO QUE SUSTENTA A VIDA

III EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE : TEMÁTICA O SOLO QUE SUSTENTA A VIDA III EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE : TEMÁTICA O SOLO QUE SUSTENTA A VIDA REGULAMENTO ANO LETIVO 2014/2015 ÂMBITO Projeto Educativo GEA Terra Mãe inserido nas celebrações das Nações Unidas

Leia mais

Timor-leste. parcerias internacionais Rede Bibliotecas Escolares

Timor-leste. parcerias internacionais Rede Bibliotecas Escolares Timor-leste parcerias internacionais Rede Bibliotecas Escolares Ler para aprender Lee atu aprende Em abril de 2010, a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) lançou, em articulação com o Plano Nacional de

Leia mais

2013/2014 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2013/2014 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais Voluntários de Leitura Construir relações/parcerias com a BMP e com as redes locais (ADA/Centro Comunitário de Portel) BE - Vamos Partilh@r

Leia mais

PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO

PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO AE de maximinos EQUIPA DE AUTOAVALIAÇÃO PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO 2012/2013 Equipa de Autoavaliação Alcina Pires Ana Paula Couto Antonieta Silva António Rocha Beatriz Gonçalves José Pedrosa Paula Mesquita

Leia mais

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO Câmara Municipal de Lagos Departamento de Educação, Cultura e Acção Social Serviço de Património Histórico e Museológico MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO PLANO DE ACTIVIDADES PARA AS ESCOLAS DO CONCELHO

Leia mais

Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica

Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica Florin Zamfir 1, Fernando Delgado 2 e Óscar Mealha 1 1 Universidade de Aveiro Departamento de Comunicação e

Leia mais

Escola Profissional de Aveiro RELATÓRIO DE ATIVIDADES Ano letivo 2014/2015

Escola Profissional de Aveiro RELATÓRIO DE ATIVIDADES Ano letivo 2014/2015 1 Projeto Eco-Escolas Colaboração: Câmara Municipal de Aveiro (CMA); Águas da Região de Aveiro (AdRA); Universidade de Aveiro (UA); Junta de Freguesia da Glória; CIEDA; SIMRIA; Portucel Soporcel. 2 Participação

Leia mais

Projeto global de autoavaliação do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado

Projeto global de autoavaliação do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado Projeto global de autoavaliação do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado 1. Introdução O Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado (AEMC) entende a autoavaliação como um processo ao serviço do seu desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS. uma iniciativa

REGULAMENTO DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS. uma iniciativa REGULAMENTO DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS uma iniciativa 1/5 1. Enquadramento O Ciência em Cena é um concurso anual de ideias criativas dinamizado pelo programa Descobrir Gulbenkian Programa Educação para

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA Escola Básica e Secundária do Levante da Maia PLANO DE OCUPAÇÃO PLENA DE TEMPOS ESCOLARES 2013-2017 Crescer, Saber e Ser Página 0 (Anexo I) ÍNDICE I. Nota Introdutória

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos)

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos) Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos) 2012-2013 1 Prezado (a) estagiário (a), O presente manual visa orientá-lo (la) quanto à realização do Estágio

Leia mais

FORMAÇÃO ON-LINE DE PROFESSORES PARA APRENDIZAGEM POR MEIO DE PROJETOS. São Paulo 05/2011

FORMAÇÃO ON-LINE DE PROFESSORES PARA APRENDIZAGEM POR MEIO DE PROJETOS. São Paulo 05/2011 1 FORMAÇÃO ON-LINE DE PROFESSORES PARA APRENDIZAGEM POR MEIO DE PROJETOS São Paulo 05/2011 Claudia Stippe Rodrigues Instituto Paramitas claudiastippe@institutoparamitas.org.br Mary Grace Pereira Andrioli

Leia mais

Regulamento do concurso para a renovação da imagem da TECNICELPA

Regulamento do concurso para a renovação da imagem da TECNICELPA Regulamento do concurso para a renovação da imagem da TECNICELPA 1. INTRODUÇÃO A Tecnicelpa Associação Portuguesa dos Técnicos das Indústrias de Celulose e Papel foi constituída em 1980, contando hoje

Leia mais

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015 XX Ciência Viva Tema: Luz, ciência e vida 12 e 13 de Novembro de 2015 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica das instituições de ensino

Leia mais

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO REGULAMENTO INTRODUÇÃO O DNS.PT e a DECO promovem a 3ª edição do Concurso Sitestar.pt, uma iniciativa nacional que convida a comunidade educativa a desenvolver sites em português e sob domínio.pt durante

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016

PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016 PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016 1. INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO Nos termos do Artigo 15.º, do Despacho Normativo n.º7/2013, 11 de julho No final de cada ano escolar, o conselho pedagógico avalia o

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS 1 Índice

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento Agrupamento de Escolas da Trofa Plano de Melhoria e Desenvolvimento Biénio 2015/2017 INTRODUÇÃO A autoavaliação e a avaliação externa são procedimentos obrigatórios e enquadrados na Lei n.º 31/2002, de

Leia mais

2013-2014. Relatório Final. EB 2.3 Mosteiro e Cávado

2013-2014. Relatório Final. EB 2.3 Mosteiro e Cávado EB 2.3 Mosteiro e Cávado 2013-2014 Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado Biblioteca escolar - Centro de recursos educativos bibliotecasmosteiroecavado@gmail.com becre-cavado.blogspot.com bemerelim.blogspot.pt

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

CONCURSO NACIONAL PARA A CRIAÇÃO DA IMAGEM DA GALA DO COMITÉ PARALÍMPICO DE PORTUGAL REGULAMENTO

CONCURSO NACIONAL PARA A CRIAÇÃO DA IMAGEM DA GALA DO COMITÉ PARALÍMPICO DE PORTUGAL REGULAMENTO CONCURSO NACIONAL PARA A CRIAÇÃO DA IMAGEM DA GALA DO COMITÉ PARALÍMPICO DE PORTUGAL REGULAMENTO Artigo 1º - Promotor 1. O Comité Paralímpico de Portugal (CPP) organiza um Concurso Nacional, adiante designado

Leia mais

Atividade de Enriquecimento Curricular. Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL. Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos

Atividade de Enriquecimento Curricular. Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL. Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos Atividade de Enriquecimento Curricular Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos Entidade: Associação de Defesa do Paul de Tornada - PATO A Educação Ambiental é determinante

Leia mais

RELATÓRIO FINAL. Plano de Ação da EB1/JI do Bairro do Areias. Relatório Final de Autoavaliação do Plano de Ação de Estabelecimento da EB1 do Areias

RELATÓRIO FINAL. Plano de Ação da EB1/JI do Bairro do Areias. Relatório Final de Autoavaliação do Plano de Ação de Estabelecimento da EB1 do Areias RELATÓRIO FINAL Plano de Ação da EB1/JI do Bairro do Areias Relatório Final de Autoavaliação do Plano de Ação de Estabelecimento da EB1 do Areias Introdução Pontos Conteúdos Explicação dos objetivos do

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO COORDENADORA: CARLA GASPAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO COORDENADORA: CARLA GASPAR COORDENADORA: CARLA GASPAR PROJECTOS DE ÂMBITO NACIONAL COORD. SOFIA DE JESUS COORD. FÁTIMA FERRAZ COORD. DOLORES LEITE (3º ciclo) COORD. ERNESTINA PINHEIRO COORD. Mª MANUEL MONTEIRO (Pré-Escolar) PROJECTOS

Leia mais

1º Período Calendarização Atividades Objetivos Gerais Recursos

1º Período Calendarização Atividades Objetivos Gerais Recursos Planificação Anual de Atividades Página 1 de 12 Ano letivo 2014/2015 Descobrir Setúbal 1º Período 01 de setembro Abertura do Externato Cooperar com os outros em tarefas e Pessoal e não 10 de setembro 10H

Leia mais

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct CENTROS Europe Direct 9 de Maio 20 anos de adesão Primavera da Europa Estratégia de Lisboa (Crescimento & Emprego)

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres

Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres - Anexo X Regulamento do Mérito Escolar Artigo 1.º Prémios de valor, mérito e excelência 1. Para efeitos do disposto na alínea h) do ponto 1 do artigo 7.º, conjugado

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AFONSO DE ALBUQUERQUE 2014/2015. Regulamento dos Quadros de Valor, de Mérito e de Excelência

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AFONSO DE ALBUQUERQUE 2014/2015. Regulamento dos Quadros de Valor, de Mérito e de Excelência AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AFONSO DE ALBUQUERQUE 2014/2015 Regulamento dos Quadros de Valor, de Mérito e de Excelência Introdução Os Quadros de Valor, de Mérito e de Excelência dos Ensinos Básico e Secundário

Leia mais

Bolsas ES Jovem / NOS Alive. FAQ s

Bolsas ES Jovem / NOS Alive. FAQ s Bolsas ES Jovem / NOS Alive FAQ s I FINALIDADE DO PROGRAMA ES JOVEM 1. Qual é a finalidade do programa ES Jovem? Este programa tem como finalidade dar a conhecer o setor da economia social aos jovens,

Leia mais

Relatório formação b-on 2009

Relatório formação b-on 2009 Índice Índice...2 Índice de Tabelas...2 Índice de Figuras...2 Índice de Gráficos...3 1 Sumário...4 1.1 Enquadramento...4 2 Formadores...4 2.1 Objectivos...4 2.1.1 Utilizadores finais...5 2.1.2 Profissionais

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL A vida é a arte de pintar e sentir a nossa própria história. Somos riscos, rabiscos, traços, curvas e cores que fazem da nossa vida uma verdadeira obra de arte! Autor

Leia mais

Projeto de leitura com o envolvimento dos pais

Projeto de leitura com o envolvimento dos pais Projeto de leitura com o envolvimento dos pais aler+ em família A importância da leitura em família Sendo a biblioteca/ escola e a família dois espaços naturais para a promoção da leitura, o seu contributo

Leia mais

Relatório - (Plano de Ação de Responsabilidade Social 2014)

Relatório - (Plano de Ação de Responsabilidade Social 2014) Relatório - (Plano de Ação de Responsabilidade Social 2014) INDÍCE 1.Introdução 3 2.Participação da CPL.IP, na Rede PorTodos do MSESS 4 3. Execução do Plano de Ação da Responsabilidade Social da CPL 5

Leia mais

Palavras Soltas II. Projeto Pedagógico 2015/2016. Equipa Educativa:

Palavras Soltas II. Projeto Pedagógico 2015/2016. Equipa Educativa: Palavras Soltas II Equipa Educativa: Ana Maria Lopes; Ana Paula Neves; Daniela Bonito; Sandra Silva; Tathiana Germano; Teresa Ouro 2 13 Índice Introdução... 3 I. Justificativa/ Tema... 4 II. Caracterização

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

REGULAMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s S a n t o s S i m õ e s Regulamento Interno Serviço de Educação Especial 1 Artigo 1.º Definição 1.1. O Presente documento define e regula o funcionamento e a missão

Leia mais

AVALIAÇÃO EXTERNA DE ESCOLAS Plano de Ações de Melhoria

AVALIAÇÃO EXTERNA DE ESCOLAS Plano de Ações de Melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRONCHES AVALIAÇÃO EXTERNA DE ESCOLAS Plano de Ações de Melhoria JANEIRO 2014 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ANÁLISE QUALITATIVA... 1 3.... 5 3.1. Áreas de Melhoria... 5 3.2. Identificação

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe 2º Ciclo do Ensino Secundário Geral Ensino Técnico-Profissional FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL. Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL. Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL * * * Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE GRELHA DE OBJECTIVOS INDIVIDUAIS DO PESSOAL DOCENTE (Decreto Regulamentar Nº 2/2008, de 10 de Janeiro) Identificação

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO ACÇÕES CONJUNTAS INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DO SEIXAL NA ÁREA DA INFÂNCIA 2009 Elaborado por: Isabel Rosinha Seixal, 28 de Setembro de 2009 Página 1 de 19

Leia mais

TEXTO DA COMUNICAÇÃO. Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo

TEXTO DA COMUNICAÇÃO. Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo TEXTO DA COMUNICAÇÃO Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo Este projecto foi concebido no início do ano escolar de 2004/2005 quando decorria o segundo ano do processo de constituição

Leia mais

Regulamento Interno do ATL Juvenil Aprender Mais

Regulamento Interno do ATL Juvenil Aprender Mais Página 1 de 6 Regulamento Interno do Sede Fórum Luís de Camões, sala 9 Brandoa 2650-197 Amadora Tel: 21 476 02 06 Fax: 21 476 25 48 Telm: 91 054 14 04 E-mail: abcd.brandoa@sapo.pt Escola Básica 2, 3 Sophia

Leia mais

Escola Secundária Ferreira de Castro, Oliveira de Azeméis 5 e 6 de abril de 2013 v.diegues70@gmail.com

Escola Secundária Ferreira de Castro, Oliveira de Azeméis 5 e 6 de abril de 2013 v.diegues70@gmail.com Escola Secundária Ferreira de Castro, Oliveira de Azeméis 5 e 6 de abril de 2013 v.diegues70@gmail.com sumário 1- Projeto -Como surgiu o projeto WR -Quais os objetivos do estudo -Principais conclusões

Leia mais

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE Enquadramento geral Os Programas de Educação para a Sustentabilidade têm como principal objectivo promover a educação e a sensibilização ambiental de todos

Leia mais

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Criar ambientes de partilha; Proporcionar momentos de incentivo à leitura e ao relevo das ilustrações; Facilitar e promover a criatividade e imaginação;

Leia mais

09/10. Projecto Plano Nacional de Leitura. Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar. Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9

09/10. Projecto Plano Nacional de Leitura. Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar. Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9 Projecto Plano Nacional de Leitura 09/10 Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9 Índice 1. Introdução 3 2. Avaliação das actividades realizadas / Resultados alcançados

Leia mais

FREDERICO DA COSTA AMANCIO Secretário de Educação

FREDERICO DA COSTA AMANCIO Secretário de Educação PORTARIA Nº 980 DE 04 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, RESOLVE: Art. 1º Tornar pública a abertura de processo seletivo para o Concurso ÁGUA: JUNTOS VAMOS PRESERVAR

Leia mais

CASE STUDY. Galp Energia. Missão UP Unidos pelo Planeta

CASE STUDY. Galp Energia. Missão UP Unidos pelo Planeta Galp Energia Missão UP Unidos pelo Planeta 2012 PROBLEMÁTICA A Comissão Europeia mantém como um dos principais objetivos da União Europeia a redução do consumo de energia e a eliminação de desperdício

Leia mais

REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014

REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014 REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014 Preâmbulo O Projeto Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! é uma iniciativa

Leia mais

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant A equipa somos nós Ano letivo 2015/2016 Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant Projeto curricular escola Ano letivo 2015/2016 Entende-se

Leia mais