Primeiros socorros Material a ter na caixa de primeiros socorros:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Primeiros socorros Material a ter na caixa de primeiros socorros:"

Transcrição

1 Primeiros socorros Os primeiros socorros é o tratamento inicial dado a alguém que se magoou ou sofreu um acidente. Se o acidente for grave, não deves mexer na pessoa lesionada e chamar o 112, explicando-lhe o que se passou, onde é o local do acidente e respondendo a todas as perguntas que te façam. Material a ter na caixa de primeiros socorros: - Lista de números de telefone: n.º dos bombeiros, n.º do INEM (112); n.º da Polícia e do Hospital; - Pensos rápidos; - Compressas grandes e pequenas; - Adesivo; - Ligaduras; - Betadine; - Soro fisiológico; - Termómetro; - Comprimidos (ben-u-ron, brufen, antigripal (Actifed por ex.); - Luvas descartáveis. - Pinça; - Pomada para picadas de insectos Antes de tratares das feridas dos teus colegas, deves sempre lavar primeiro as mãos, com água abundante e sabão azul, ou desinfectante. Estancar o sangue do nariz A perda de sangue chama-se hemorragia, quando acontece no nariz, pode ser por pancada, por feridas dentro do nariz, ou por excesso de sol. Para estancar (parar) o sangue, deves começar por sentar a pessoa lesionada, e colocar-lhe a cabeça ligeiramente para trás; De seguida coloca uma compressa na narina que está a sangrar e faz pressão durante alguns minutos, se a compressa tiver muito sangue, substitui-a e faz o mesmo processo, o sangue acabara por estancar;

2 Pedir à pessoa que respire pela boca; Após a hemorragia podes deixar ficar uma compressa na narina, com as pontas para fora para depois poderes tirar; Deixa o paciente descansar um pouco e tudo volta ao normal; Tratar uma pequena ferida Deves começar por lavar bem as mãos para evitar infectares a ferida; Senta ou deita a pessoa magoada, vê o espaço à tua volta e se necessário tira a roupa; Com uma compressa com água e sabão lava a pele à volta da ferida; De seguida com uma compressa embebida em soro fisiológico lava-se a ferida, usando uma compressa para cada passagem. Se esta estiver muito suja esguicha-se o soro directamente na ferida e depois limpa-se com compressas, uma para cada passagem; Deves retirar toda a sujidade que lá se encontre; Se necessário usa uma pinça para retirar os picos ou pedras que se encontrem na ferida, a pinça deve ser passada por uma chama e depois limpa com uma compressa, para ficar desinfectada; Depois de limpar a ferida aplica-se betadine (para desinfectar) e coloca-se uma compressa presa com adesivo ou ligadura. Se a ferida tiver sido provocada por arames ou pregos, deve ser exprimida primeiro e depois deves seguir os passos anteriores. Quando se trata de um corte mais profundo deve-se deixar sangrar um pouco e depois tratar; Se for uma laceração (cortes que precisam ser cosidos) deves colocar compressas e uma ligadura para evitar que sangre muito. Mais tarde deves voltar a olhar para a pele à volta da ferida para ver se esta está quente, vermelha ou a doer, isto é sinal que a ferida está infectada e deve ser vista por um médico. Entorses Em caso de algum colega teu torcer o pé, pulso deves fazer uma ligadura para proteger e aplicar gelo, nunca directamente na pele.

3 Depois da pessoa estar bem e teres tratado da ferida deves arrumar todo o material. As compressas e o material com sangue deve ir para o lixo num saco individual. Caso utilizes a pinça esta deve ser fervida durante dez minutos. Volta a lavar muito bem as mãos e aponta o material que acabou na caixa dos primeiros socorros para poderes repor. Ligaduras As ligaduras devem ser feitas sempre que possível com o material adequado mas se não houver, o teu lenço dos escuteiros pode ajudar. Estas nunca devem ficar muito apertadas para que o sangue possa circular. Desmaio Sempre que vires uma pessoa desmaiada deves começar por afastar as pessoas que estão à volta para dares espaço. Pede ajuda a alguém e levantem as pernas da pessoa desmaiada, ao mesmo tempo que lhe colocam um pacote de açúcar ou algo doce debaixo da língua (nunca fazer isto caso a pessoa seja diabética). Bolhas nos pés (Flictenas) Nunca devem ser rebentadas. Deve-se colocar álcool num algodão ou compressa e colocar no local, o álcool vai ajudar a secar, depois coloca-se um penso para evitar que a bolha rebente, se isso acontecer trata-se como se fosse uma ferida. Queimaduras 1ºGrau a pele fica avermelhada e irritada, deve-se colocar a zona da queimadura debaixo de água fria e depois colocar um creme gordo ou pomada apropriada. 2º Grau formam-se bolhas na pele, deve-se fazer o mesmo que nas de primeiro grau mas colocar um penso para evitar que as bolhas rebentem. 3º Grau ocorre destruição da pele. Deves cobrir com uma compressa esterilizada húmida e levar ao médico. Higiene Deves ter cuidado com os teus dentes e o teu corpo.

4 Deves lavar os dentes três vezes ao dia, de preferência após as refeições e sempre que possível deves utilizar fio dental. As mãos devem ser lavadas sempre que estão sujas, antes das refeições, e quando vais tratar de uma ferida ou ajudar na confecção dos alimentos. Não deves roer as unhas, pois estas contêm micróbios que te podem fazer mal, para além de irem para o estômago, ficas também com peles levantadas e as unhas demasiado curtas, sendo fácil apanhares infecções. Deves tomar banho de preferência todos os dias, com sabonete ou sabonete liquido, deves lavar bem o teu corpo, para retirares todas as impurezas da pele para que esta possa respirar, não te esqueças de nenhuma parte do corpo. A cabeça deve ser bem lavada com um champô certo para o teu cabelo. Após o banho deves limpar muito bem todo o corpo e secar o cabelo, para hidratares a tua pele para que não fique seca podes utilizar um creme hidratante. Alimentação A alimentação é o que te permite ter forças para realizares as tuas actividades e caminhadas. O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, pelo que deve ser reforçado e não apenas leite e bolachas. Nunca deves saltar uma refeição, mesmo que não tenhas fome (mais vale comeres pouco do que não comeres), é aconselhável que comas entre as refeições, pode ser uma peça de fruta, um iogurte Os chocolates, batatas fritas, hambúrgueres são bons mas não o mais aconselhável à tua alimentação, por isso não comas estes alimentos em grandes quantidades nem muitas vezes. Deves comer alimentos diversificados e alternar as tuas refeições com peixe e carne. Menstruação Durante a menstruação podes sentir dores abdominais (dismenorreia), nestes casos, quando a dor é só na barriga deves ir para a tenda deitares-te e colocar algo quente na barriga, se a dor for muito forte toma um comprimido. Se a dor for no 2º e 3º dia da menstruação e te doer a barriga e também as costas, o exercício físico ajuda a diminuir a dor.

5 Deves mudar o teu penso higiénico regularmente e se te sentires mal ou mais fraca fala com o teu chefe para poderes descansar.

Primeiros Socorros Volume I

Primeiros Socorros Volume I Manual Primeiros Socorros Volume I um Manual de Junho de 2008 Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode

Leia mais

Centro de Saúde de Évora Saúde Escolar. Noções de Primeiros Socorros

Centro de Saúde de Évora Saúde Escolar. Noções de Primeiros Socorros Centro de Saúde de Évora Saúde Escolar Noções de Primeiros Socorros Noções de Primeiros Socorros! O primeiro socorro;! Feridas, picadas e mordeduras;! Produtos e materiais;! Algumas recomendações. O primeiro

Leia mais

NOSSA SAÚDE. Ministério da Educação e Cultura. Com o apoio do povo do Japão

NOSSA SAÚDE. Ministério da Educação e Cultura. Com o apoio do povo do Japão A HIGIENE E A NOSSA SAÚDE Ministério da Educação e Cultura Com o apoio do povo do Japão O QUE SÃO CUIDADOS DE HIGIENE? É tudo o que fazemos para cuidar da limpeza do nosso corpo, como tomar banho, lavar

Leia mais

Acidentes domésticos podem ser prevenidos. Entre pediatras e especialistas da área de cuidados com as crianças, é senso comum que, se os responsáveis

Acidentes domésticos podem ser prevenidos. Entre pediatras e especialistas da área de cuidados com as crianças, é senso comum que, se os responsáveis Acidentes domésticos podem ser prevenidos. Entre pediatras e especialistas da área de cuidados com as crianças, é senso comum que, se os responsáveis tivessem mais orientações ou tomassem mais cuidado

Leia mais

Secretaria Regional da Saúde. Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s

Secretaria Regional da Saúde. Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s Secretaria Regional da Saúde Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s Na sequência dos comunicados emitidos pela Direcção Regional da Saúde e atendendo à informação oficial disponível,

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ACESSOS VASCULARES PARA TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE. Contactos: Unidade de Hemodiálise: 276300932.

ORIENTAÇÕES SOBRE ACESSOS VASCULARES PARA TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE. Contactos: Unidade de Hemodiálise: 276300932. Evitar a infecção A infecção é uma complicação grave que pode ocorrer por ter as defesas diminuídas. Prevenir também depende de si. Cumpra as regras de higiene e as indicações fornecidas pela Equipa do

Leia mais

Por Enf. Benvinda Brito

Por Enf. Benvinda Brito Por Enf. Benvinda Brito Os primeiros socorros são a primeira ajuda ou assistência dada a uma vítima de acidente ou doença súbita antes da chegada de uma ambulância ou do médico. A finalidade dos primeiros

Leia mais

HIGIENE DO MANIPULADOR DE ALIMENTOS

HIGIENE DO MANIPULADOR DE ALIMENTOS DE ALIMENTOS 2. HIGIENE DO MANIPULADOR O principal responsável dos casos de intoxicação é quase sempre o Homem. As intoxicações alimentares são causadas, quase sempre, por não se seguir as boas práticas

Leia mais

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS Os incêndios florestais e urbanos para além das consequências económicas e ambientais, representam riscos para a saúde das populações decorrentes

Leia mais

GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014

GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014 GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014 Gestos que Salvam O que fazer? EM CASO DE EMERGÊNCIA O QUE FAZER Número Europeu de Emergência LIGAR PARA O NÚMERO EUROPEU

Leia mais

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau 1 Lembre-se de três coisas Não tocar Isole a pessoa doente Ligue para a linha de apoio 2 Se pensa que alguém

Leia mais

QUEIMADURAS. Calor Electricidade Produtos químicos Radiações Fricção

QUEIMADURAS. Calor Electricidade Produtos químicos Radiações Fricção QUEIMADURAS Calor Electricidade Produtos químicos Radiações Fricção GRAVIDADE DAS QUEIMADURAS DEPENDE: Zona atingida pela queimadura Extensão da pele queimada Profundidade da queimadura: - 1ºGRAU - 2ºGRAU

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2.

ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2. ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2. INSTRUÇÕES: Leia cada afirmação para o (a) entrevistado(a) e circule o número apropriado, que indica

Leia mais

AOS SÁBADOS NA ESEC Workshop Como Prestar os Primeiros Socorros : 10/3/2012

AOS SÁBADOS NA ESEC Workshop Como Prestar os Primeiros Socorros : 10/3/2012 AOS SÁBADOS NA ESEC Workshop Como Prestar os Primeiros Socorros : 10/3/2012 Formador: Enfermeiro Paulo Oliveira (HUC) Síntese elaborada por Ana Sofia Frias Quando ligamos para o 112, quem atende a nossa

Leia mais

Resumo de Primeiros Socorros

Resumo de Primeiros Socorros Resumo de Primeiros Socorros Avaliação da Vítima Exame Primário Deve ser realizado rapidamente com o objetivo de se verificar se existe perigo imediato de vida A Airway Via Aérea: Verificar Permeabilidade

Leia mais

Vou cuidar de mim VIVE COM MAIS SAÚDE E BEM-ESTAR COM AS DICAS QUE ENCONTRAS NESTE GUIA PLATAFORMA SAÚDE NA ESCOLA

Vou cuidar de mim VIVE COM MAIS SAÚDE E BEM-ESTAR COM AS DICAS QUE ENCONTRAS NESTE GUIA PLATAFORMA SAÚDE NA ESCOLA VIVE COM MAIS SAÚDE E BEM-ESTAR COM AS DICAS QUE ENCONTRAS NESTE GUIA PLATAFORMA SAÚDE NA ESCOLA TU SABES CUIDAR DE TI. BASTA APRENDERES! Um pequeno guia para educar as nossas crianças para a saúde! Caros

Leia mais

Como podes realizar um acampamento na tua escola

Como podes realizar um acampamento na tua escola A Educação Física está intimamente ligada com a Natureza. São bem exemplo desta afirmação modalidades como a canoagem, a vela, a escalada, o montanhismo, o campismo, entre outras. O campismo é uma forma

Leia mais

Tomar um Banho de Assento (Sitz Bath) em Casa

Tomar um Banho de Assento (Sitz Bath) em Casa Tomar um Banho de Assento (Sitz Bath) em Casa UHN Having a Sitz Bath at Home Portuguese Para pacientes com a pele irritada ou lesionada, sob a região pélvica ou inferior (incluindo o ânus, a vagina ou

Leia mais

05 Queimaduras em cozinhas

05 Queimaduras em cozinhas 05 Queimaduras em cozinhas As queimaduras mais comuns são as provocadas por líquidos e a maioria das vítimas são as crianças. O álcool líquido está envolvido em grande parte dos acidentes que provocam

Leia mais

QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE

QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE INVESTIGADORA: ISABEL ALVES ESTEVES ORIENTADORA: DOUTORA ZÉLIA ANASTÁCIO

Leia mais

ESTABELECIMENTOS DE RESTAURAÇÃO E BEBIDAS [recomendações]

ESTABELECIMENTOS DE RESTAURAÇÃO E BEBIDAS [recomendações] ESTABELECIMENTOS DE RESTAURAÇÃO E BEBIDAS [recomendações] Portugal em Acção ESTABELECIMENTOS DE RESTAURAÇÃO E BEBIDAS As estruturas, as instalações e o equipamento dos estabelecimentos de restauração ou

Leia mais

Informação e Recomendações para Escolas. Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010

Informação e Recomendações para Escolas. Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010 Informação e Recomendações para Escolas Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010 O vírus da Gripe A(H1N1) é um novo subtipo de vírus que afecta os seres humanos. Este novo subtipo, contém

Leia mais

SEMANA DA SAÚDE. Nutricionista: Carina Schena Estagiárias: Bruna Azevedo e Renata Nóvoa

SEMANA DA SAÚDE. Nutricionista: Carina Schena Estagiárias: Bruna Azevedo e Renata Nóvoa SEMANA DA SAÚDE Nutricionista: Carina Schena Estagiárias: Bruna Azevedo e Renata Nóvoa Pirâmide alimentar Obesidade Desperdício de alimentos Educação na refeição Higiene Pirâmide alimentar Equilíbrio na

Leia mais

Intervenção: Cuidar da higiene 1 do lactente

Intervenção: Cuidar da higiene 1 do lactente Intervenção: Cuidar da higiene 1 do lactente (consiste em lavar e secar o corpo ou partes do corpo do lactente, trocar de roupa e cuidar dos cabelos e unhas) Objectivos: Promover conforto do lactente,

Leia mais

Primeiros Socorros Volume III

Primeiros Socorros Volume III Manual Primeiros Socorros Volume III um Manual de Agosto de 2008 Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright, todos os direitos reservados. Este Manualnão pode

Leia mais

caixas e armários primeiros socorros

caixas e armários primeiros socorros A Necessidade de Caixas de 1º Socorros caixas e armários primeiros socorros Todos estabelecimentos deverão estar equipados com material necessário à prestação dos primeiros socorros, considerando as características

Leia mais

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO As escolas e outros estabelecimentos de ensino assumem um papel muito importante na prevenção de uma pandemia

Leia mais

Primeiros Socorros. O que fazer imediatamente após acontecer um acidente?

Primeiros Socorros. O que fazer imediatamente após acontecer um acidente? Primeiros Socorros Dicas de Primeiros Socorros Você não precisa ser um socorrista experiente para conseguir ajudar alguém que se machucou no meio da natureza. Mas algumas coisas são fundamentais ter em

Leia mais

Objetivos. Salvar a vida humana. Minimizar a dor. Evitar complicações

Objetivos. Salvar a vida humana. Minimizar a dor. Evitar complicações Primeiros Socorros Objetivos Salvar a vida humana Minimizar a dor Evitar complicações Abordagem na vítima Verificar Sinais Vitais Verificar se há sangramento, fraturas e etc. Informar-se,se possível o

Leia mais

Corpo de Bombeiros. São Paulo

Corpo de Bombeiros. São Paulo Corpo de Bombeiros São Paulo NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS Acionamento do serviço de emergência Antes de iniciar qualquer procedimento, garanta sua segurança e acione o serviço de emergência. 193 192 Fonte:

Leia mais

GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA. Exposição e Motivos

GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA. Exposição e Motivos CORPO NACIONAL DE ESCUTAS ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS JUNTA REGIONAL DOS AÇORES GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA Plano de Contingência contra a Gripe A em acampamentos e actividades escutistas Exposição

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO PROBLEMAS CAUSADOS PELO DIABETES MELLITUS CORAÇÃO: Doença arterial coronariana e risco de infarto do miocárdio RINS: Nefropatia CÉREBRO: Acidente vascular cerebral

Leia mais

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu 5 L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu subir monte, pés d Eu molhados em erva fria. Não haver erva em cima em monte. Só haver terra, em volta, monte como cabeça de homem sem cabelo.

Leia mais

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais.

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. Apresentação Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. A gravidez dura 280 dias ou 40 semanas, de acordo com os médicos,

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados

Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados SUMÁRIO Prezado cuidador....................... 03 Algumas Sugestões Sobre Higiene Bucal e Corporal........ 04 Banho.......................................

Leia mais

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3 Ficha 01 O dia é feito de hábitos :: Analisa o teu dia e os momentos em que te cruzas com alimentos. Quais são os teus hábitos? O que concluis? Lê as pistas para melhorares o teu desempenho. 7h30m Pequeno-almoço

Leia mais

Guião da Sessão Crescer com Saúde Cuidados de Higiene

Guião da Sessão Crescer com Saúde Cuidados de Higiene Guião da Sessão Crescer com Saúde Cuidados de Higiene Slide 1-Apresentação Slide 2 e 3-Adolescência e Puberdade Conjunto de transformações físicas, psicológicas, sociais e emocionais que fazem parte do

Leia mais

COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR. Higienização das Mãos

COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR. Higienização das Mãos COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR *Definição: Higienização das Mãos Lavagem das mãos é a fricção manual vigorosa de toda superfície das mãos e punhos,

Leia mais

PRIMEIROS SOCORROS. Enfª. ROSANE INEZ BARAZETTI SCHIAVO SESMT/UCS

PRIMEIROS SOCORROS. Enfª. ROSANE INEZ BARAZETTI SCHIAVO SESMT/UCS PRIMEIROS SOCORROS Enfª. ROSANE INEZ BARAZETTI SCHIAVO SESMT/UCS SOCORROS AQUELE ATENDIMENTO IMEDIATO E PROVISÓRIO PRESTADO A UMA VITIMA EM SITUAÇÃO DE ACIDENTE. O PRINCIPAL OBJETIVO É MANTER A VITIMA

Leia mais

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para Professores Agosto de 2009 Direcção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) Direcção de Serviços de Promoção e Protecção da Saúde Gripe

Leia mais

GRIPE PREPARE-SE E PREVINA-SE NÃO ESQUECER!

GRIPE PREPARE-SE E PREVINA-SE NÃO ESQUECER! NÃO ESQUECER! Ter sempre uma lista actualizada dos contactos médicos (emergência, médico de família e linha de saúde da Direcção- -Geral de Saúde). Explicar às crianças que devem ligar para o número de

Leia mais

PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS

PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS Apenas alguns conhecimentos sobre primeiros socorros podem ajudá-lo a lidar melhor com emergências. As suas competências podem ajudá-lo a salvar a vida de um familiar,

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor MINISTÉRIO DA SAÚDE ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALGARVE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Durante os meses de Verão as temperaturas podem

Leia mais

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças.

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Soninho Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Garanta que entre os colchonetes haja meio metro

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Contacto na DGS: Ondas de calor medidas de prevenção Recomendações dirigidas à população Conhecimento de todos os estabelecimentos

Leia mais

Manual de Primeiros Socorros Idosos

Manual de Primeiros Socorros Idosos Manual de Primeiros Socorros Idosos Situações de Emergência Regras Gerais de Actuação FLBA.114.01 Aprovado por: Data: 12.09.2012 APRESENTAÇÃO Um acidente é sempre inesperado e pode ser grave, com um risco

Leia mais

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a gripe? É uma doença infecciosa aguda das vias respiratórias, causada pelo vírus da gripe. Em

Leia mais

SUGESTÕES DE COMO MONTAR A LISTA PERFEITA DO ENXOVAL DO SEU BEBÊ

SUGESTÕES DE COMO MONTAR A LISTA PERFEITA DO ENXOVAL DO SEU BEBÊ SUGESTÕES DE COMO MONTAR A LISTA PERFEITA DO ENXOVAL DO SEU BEBÊ Toda roupa deve ser de algodão, de preferência, devendo ser lavadas sem exceção, com sabão neutro ou sabão de coco, não colocar nada no

Leia mais

NORMAS DE HIGIENE E SEGURANÇA - TASQUINHAS DAS FESTAS DO BARREIRO 2015 -

NORMAS DE HIGIENE E SEGURANÇA - TASQUINHAS DAS FESTAS DO BARREIRO 2015 - NORMAS DE HIGIENE E SEGURANÇA - TASQUINHAS DAS FESTAS DO BARREIRO 2015 - O presente documento destaca as principais medidas de segurança e higiene no trabalho que deverão ser implementadas e cumpridas

Leia mais

Alimentix 2. O teu jogo dos Alimentos. Jogar. Como Jogar?

Alimentix 2. O teu jogo dos Alimentos. Jogar. Como Jogar? Alimentix 2 O teu jogo dos Alimentos Jogar Como Jogar? Olá amigo! O Alimentix 2 é um jogo extraordinário onde vais poder explorar o fantástico mundo dos alimentos. Estás pronto? 1. O Alimentix 2 é composto

Leia mais

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas.

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Cartilha Doenças e Complicações de Verão Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Devido às condições climáticas, diversas são as doenças

Leia mais

ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR EDUCAÇÃO CÍVICA E PORTUGUÊS. 3.º Período - Abril

ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR EDUCAÇÃO CÍVICA E PORTUGUÊS. 3.º Período - Abril ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR EDUCAÇÃO CÍVICA E PORTUGUÊS 3.º Período - Abril Ano/ Turma: 7.º B Diretora de Turma e Professora de Português: Ana Cruz Alunos: N.º 1 Alexandrina Fonseca Na minha opinião, se

Leia mais

apoios ao doente diabético ORIENTAÇÕES PARA O DOENTE DIABÉTICO HOSPITAL DE EGAS MONIZ, S. A. SERVIÇO DE ENDOCRINOLOGIA

apoios ao doente diabético ORIENTAÇÕES PARA O DOENTE DIABÉTICO HOSPITAL DE EGAS MONIZ, S. A. SERVIÇO DE ENDOCRINOLOGIA 12 apoios ao doente diabético Para usufruir dos apoios previstos, os utentes diabéticos necessitam possuir o GUIA DO DIABÉTICO que é distribuído pelo CENTRO DE SAÚDE O FORNECIMENTO DOS MEDICAMENTOS PARA

Leia mais

FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL

FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL NOME DA ATIVIDADE: AUXILIO DE EMERGÊNCIA DURAÇÃO GRUPO/RAMO Nº PARTICIPANTES 2h B1 e B2 - Conhecimentos a serem Adquiridos Primeiros socorros básicos. Aprender 1ºs socorros.

Leia mais

A informação que se segue pretende ajudar a sua família durante a pandemia de Gripe A (H1N1) v.

A informação que se segue pretende ajudar a sua família durante a pandemia de Gripe A (H1N1) v. A informação que se segue pretende ajudar a sua família durante a pandemia de Gripe A (H1N1) v. A observação das medidas de prevenção é responsabilidade de cada um de nós! Conheça a forma de contágio da

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1)

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALFREDO DA SILVA ESCOLA EB 2,3 DE ALBARRAQUE GRIPE A (H1N1) Elaborado pela Direcção do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva Tel: 219156510 Fax: 219156513 Mail: eb23alba.geral@mail.telepac.pt

Leia mais

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Programa de formação sobre a aplicação de MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Os são seguros se forem utilizados com cuidado, de acordo com todas as indicações

Leia mais

UMA RESPOSTA A SECO É A IDEAL A PEDICULOSE NA ESCOLA. FORMAÇÃO PARA PAIS, PROFESSORES E EDUCADORES

UMA RESPOSTA A SECO É A IDEAL A PEDICULOSE NA ESCOLA. FORMAÇÃO PARA PAIS, PROFESSORES E EDUCADORES UMA RESPOSTA A SECO É A IDEAL A PEDICULOSE NA ESCOLA. FORMAÇÃO PARA PAIS, PROFESSORES E EDUCADORES Tudo o que precisa saber e não soube a quem perguntar - O que são os piolhos? - Podemos evitá-los? - Como

Leia mais

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções.

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções. Trate os problemas de pele mais comuns em bebês Pais devem ficam atentos a descamações, manchas e brotoejas Se existe uma característica comum a todos os bebês saudáveis, só pode ser a pele macia e sedosa,

Leia mais

A estrutura do nosso corpo foi "projetada" para suportar o nosso peso. A mochila é, portanto, uma carga extra.

A estrutura do nosso corpo foi projetada para suportar o nosso peso. A mochila é, portanto, uma carga extra. Arrumar a Mochila Corpo Nacional de Escutas Agrupamento 143 S. Mamede de Infesta A estrutura do nosso corpo foi "projetada" para suportar o nosso peso. A mochila é, portanto, uma carga extra. Graças à

Leia mais

Tratar danos causados por produtos químicos; Tratar queimaduras; Estado de choque; Respiração de socorro (respiração boca-a-boca).

Tratar danos causados por produtos químicos; Tratar queimaduras; Estado de choque; Respiração de socorro (respiração boca-a-boca). Quando se trabalha ou se está exposto a substâncias perigosas no local de trabalho, na comunidade ou em casa, é importante estar tão seguro quanto possível e estar preparado para acidentes. Esta secção

Leia mais

Avaliação de Riscos no Laboratório de Química Orgânica do IST

Avaliação de Riscos no Laboratório de Química Orgânica do IST Avaliação de Riscos no Laboratório de Química Orgânica do IST Apresentação do Laboratório Armazém de Reagentes aprox. 7 m 2 de armazém Escadas sem apoio e com grande inclinação Armazém de Reagentes Ventilação

Leia mais

Espaço Saúde SINAIS. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé. O verão já lá vai, mas a vigilância continua! FRIEIRAS PÁG.

Espaço Saúde SINAIS. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé. O verão já lá vai, mas a vigilância continua! FRIEIRAS PÁG. Espaço Saúde N º 7 O U T U B R O A D E Z E M B R O DE 2 0 1 3 SINAIS O verão já lá vai, mas a vigilância continua! P Á G. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé 2 PÁG. 6 FRIEIRAS

Leia mais

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS ORIENTAÇÃO AOS PEDAGOGOS Todas as informações constantes nesta cartilha devem ser levadas ao conhecimento de todos os alunos,

Leia mais

PROCEDIMENTOS RELATIVOS À GRIPE A (H1N1) PARA AS COMPETIÇÕES DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL

PROCEDIMENTOS RELATIVOS À GRIPE A (H1N1) PARA AS COMPETIÇÕES DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL COMUNICADO OFICIAL N.: 193 DATA: 2009.11.20 PROCEDIMENTOS RELATIVOS À GRIPE A (H1N1) PARA AS COMPETIÇÕES DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL Para conhecimento dos Sócios Ordinários, Clubes, Sad s e demais

Leia mais

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso O dente do siso começa a surgir na maioria das pessoas entre os 17 e 24 anos. Porém, em alguns, o siso não nasce completamente e causa dor, inchaços

Leia mais

Risco infecção. Coisas que podem ajudar a prevenir infecções: Baixo número de glóbulos brancos no sangue (leucopenia)

Risco infecção. Coisas que podem ajudar a prevenir infecções: Baixo número de glóbulos brancos no sangue (leucopenia) INFECÇÃO 2 Risco infecção Baixo número de glóbulos brancos no sangue (leucopenia) Ter um número baixo de leucócitos (glóbulos brancos) no sangue diminui a capacidade do corpo combater contra infecções.

Leia mais

Frio» Recomendações gerais

Frio» Recomendações gerais No domicílio Antes do Inverno, verifique os equipamentos de aquecimento da sua casa; Se tiver lareira mande limpar a chaminé, se necessário; Mantenha a casa arejada, abrindo um pouco a janela/porta para

Leia mais

Manual de segurança no laboratório

Manual de segurança no laboratório 1 - Para iniciar os trabalhos! Deves ler atentamente as instruções das actividades experimentais antes de as relizares. Sempre que tiveres dúvidas sobre as actividades experimentais deves consultar o teu

Leia mais

A instalação dos equipamentos sociais Instruções sanitárias

A instalação dos equipamentos sociais Instruções sanitárias A instalação dos equipamentos sociais Instruções sanitárias Tipos de equipamentos não residenciais Lares de reabilitação/para convalescença Centros de dia para idosos Centros comunitários Centros de apoio

Leia mais

O QUE SE SABE SOBRE A MIOPATIA?

O QUE SE SABE SOBRE A MIOPATIA? 1 TODO O MUNDO É DIFERENTE, NINGUÉM É PERFEITO Toda a gente é diferente; ninguém é perfeito. Se olhares á tua volta, verás crianças que têm problemas nos olhos e que usam óculos; outras, que ouvem mal;

Leia mais

2014 AEA International Holdings Pte. Ltd. All rights reserved. 1

2014 AEA International Holdings Pte. Ltd. All rights reserved. 1 2014 AEA International Holdings Pte. Ltd. All rights reserved. 1 SENSIBILIZAÇÃO SOBRE O ÉBOLA Agosto 2014 PORTUGUESE Disclaimer: Esta informação foi desenvolvida apenas para fins educacionais e estão correctas

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Quando ocorre uma Onda de Calor emitem-se Alertas: Amarelo ou Vermelho, com menos e mais gravidade, respectivamente. Devem adoptar-se cuidados

Leia mais

Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT. Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD. Fundação Portugal - África

Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT. Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD. Fundação Portugal - África Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT APOIO: Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD Casa de Cultura da Beira/CCB CERjovem ATENÇAÕ MULHER MENINA! Fundação Portugal - África RESPOSTAS

Leia mais

S I 1º E 2º ANO DO ENSINO BÁSICO

S I 1º E 2º ANO DO ENSINO BÁSICO S I 1º E 2º ANO DO Tema 1 E tu, conheces os alimentos? S I Objetivos: Após o desenvolvimento das atividades propostas para o Tema 1, as crianças deverão adquirir conhecimentos sobre: Os alimentos e os

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

O QUE SABE SOBRE A DIABETES?

O QUE SABE SOBRE A DIABETES? O QUE SABE SOBRE A DIABETES? 11 A 26 DE NOVEMBRO DE 2008 EXPOSIÇÃO PROMOVIDA PELO SERVIÇO DE MEDICINA INTERNA DO HOSPITAL DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, EPE DIABETES MELLITUS É uma doença grave? Estou em

Leia mais

Medicina Tradicional Chinesa / Curso de Acupunctura Princípios de Higiene, Segurança e Conforto do Paciente

Medicina Tradicional Chinesa / Curso de Acupunctura Princípios de Higiene, Segurança e Conforto do Paciente Medicina Tradicional Chinesa / Curso de Acupunctura Princípios de Higiene, Segurança Código de prática segura de acupunctura Capítulo IV da proposta da DGS para regulamentação da acupunctura. ( ) define

Leia mais

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra

Leia mais

O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento,

O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento, O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento, fome e sede constantes, vontade de urinar diversas vezes,

Leia mais

Guia para. Crianças e Adolescentes. Um futuro sem Doença de Crohn e Colite Ulcerosa

Guia para. Crianças e Adolescentes. Um futuro sem Doença de Crohn e Colite Ulcerosa Guia para Crianças e Adolescentes Um futuro sem Doença de Crohn e Colite Ulcerosa A Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino (Colite Ulcerosa e Doença de Crohn) é uma organização voluntária,

Leia mais

GAPsi FCUL PRISÃO DE FUMO

GAPsi FCUL PRISÃO DE FUMO PRISÃO DE FUMO Eu um dia vou deixar de fumar.fumar faz-me mal tenho que deixar isto Quantas vezes já pensaste isto para ti? Ainda que não estejas realmente convencido que queres deixar de fumar, mas se

Leia mais

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE SAÚDE BUCAL Para ter um sorriso bonito, saudável e com hálito bom, é preciso: Escovar os dentes, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado

Leia mais

MEDICINA PREVENTIVA UNIMED

MEDICINA PREVENTIVA UNIMED Edição 01 Ano 2014 MEDICINA PREVENTIVA UNIMED O serviço de Medicina Preventiva da Unimed Erechim atua sob um conjunto de atividades planejadas e orientadas para promoção da saúde e prevenção de riscos

Leia mais

workshop» tratamento de feridas

workshop» tratamento de feridas workshop» tratamento de feridas protocolos de orientação no tratamento de feridas vila real 2014 índice 00.1» introdução protocolo 01» ferida hemorrágica protocolo 02» ferida com tecido de granulação não

Leia mais

BERÇÁRIO I E II Unidade II

BERÇÁRIO I E II Unidade II BERÇÁRIO I E II 01 malinha com aproximadamente 4 trocas (incluindo 2 babadores) 01 sabonete 01 saboneteira 01 shampoo 01 condicionador 01 pomada contra assaduras 01 pote de lenços umedecidos 01 toalha

Leia mais

Ajudas Técnicas/Produtos de Apoio em Reumatologia

Ajudas Técnicas/Produtos de Apoio em Reumatologia Ajudas Técnicas/Produtos de Apoio em Reumatologia AJUDAS TÉCNICAS/PRODUTOS DE APOIO Prevenção de complicações Enfermeira: Andreia Gonçalves Actividades de vida diária Bem estar psicológico Comunidade,

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA AS ONDAS DE CALOR 2009 RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA A POPULAÇÃO Nº: 24/DA DATA: 09/07/09 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos de Saúde Divisão de Saúde Ambiental

Leia mais

REQUISITOS GERAIS HÍGIO SANITÁRIOS E TECNICO-FUNCIONAIS PARA A OFERTA E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTARES NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA (FIL)

REQUISITOS GERAIS HÍGIO SANITÁRIOS E TECNICO-FUNCIONAIS PARA A OFERTA E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTARES NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA (FIL) MANUAL REQUISITOS GERAIS HÍGIO SANITÁRIOS E TECNICO-FUNCIONAIS PARA A OFERTA E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTARES NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA (FIL) O objectivo deste manual é fornecer informação

Leia mais

Conselhos para o cuidado da criança

Conselhos para o cuidado da criança Conselhos para o cuidado da criança Dar banho ou lavar Caso seja necessário Preferencialmente sem espuma ou sais de banho, possibilidade de banho de óleo com a pele seca (p. ex. óleo de amêndoa, óleo de

Leia mais

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Governo do Estado da Bahia Jacques Wagner Secretário de Saúde do Estado da Bahia Jorge José Santos Pereira Solla Superintendência de Atenção

Leia mais

Diabetes na infância e Hipoglicémia

Diabetes na infância e Hipoglicémia XXVIII Ação de formação Noções de primeiros socorros Consulta Pediatria H.E.S. Évora EPE Diabetes na infância e Hipoglicémia Abril 2012 Enf.ª-Ana Beja Enf.ª - Gisela Antunes O que é a Diabetes? A diabetes

Leia mais

Agir contra a Gripe A

Agir contra a Gripe A Agir contra a Gripe A O papel dos estabelecimentos de educação e ensino Maria Neto Responsável pela área funcional da Promoção e Protecção da Saúde Responsável pelo Programa Nacional de Saúde Escolar na

Leia mais

Capítulo 10 Parto Eminente

Capítulo 10 Parto Eminente Capítulo 10 Parto Eminente 1. Objetivos No final desta unidade modular, os formandos deverão ser capazes de: Identificar as fases do parto. Identificar o parto iminente. Identificar os sinais de parto

Leia mais

Prevenção da Gripe A(H1N1)v

Prevenção da Gripe A(H1N1)v Prevenção da Gripe A(H1N1)v Recomendações DSD Departamento da Qualidade na Saúde Quais os Sintomas? Os sintomas são semelhantes aos da gripe sazonal: Febre de início súbito (superior a 38ºC) Tosse Dores

Leia mais