O obejtivo deste material é ser práticio e objetivo. Exemplos desta apostila estão baseados no Delphi 6 e 7

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O obejtivo deste material é ser práticio e objetivo. Exemplos desta apostila estão baseados no Delphi 6 e 7"

Transcrição

1 O obejtivo deste material é ser práticio e objetivo Exemplos desta apostila estão baseados no Delphi 6 e 7 Desde que a primeira versão do Delphi foi lançada, em 1995, esta ferramenta tem se mostrado como a melhor escolha no desenvolvimento para Windows. Numa relação com outros ambientes de programação, podemos dizer que o Delphi tem o poder do C++, e a facilidade do Visual Basic. A principal vantagem do Delphi está na linguagem usada, Object Pascal, que é uma evolução do Pascal padrão. O Pascal surgiu no final dos anos 60 e, até hoje, é usada como uma das primeiras linguagens de programação para estudantes de computação. Em 1984, a Borland lançou o Turbo Pascal, que se firmou como o melhor compilador de Pascal do mercado e, a partir de então, passou a incluir novos recursos nesta linguagem, como Units e Objetos, até a ascensão do Windows, quando foi lançado o Turbo Pascal for Windows e, depois, o Borland Pascal, cuja linguagem é considerada a primeira versão da Object Pascal. Na sua atual versão, usada pelo Delphi, a Object Pascal é uma linguagem poderosa, sólida e respeitada, sem perder sua peculiar facilidade. No Delphi, a criação de aplicativos começa com a montagem de componentes em janelas, como se fosse um programa gráfico, o usuário também pode utilizar componentes desenvolvidos por terceiros ou criar seus próprios componentes. O Delphi vem com todas as ferramentas necessárias para a criação de bancos de dados dbase e Paradox, além de uma versão do Interbase, permitindo a criação de aplicativos com banco de dados sem a necessidade de aquisição de outro programa. O Delphi também tem acesso a bases de dados como Foxpro, Access, InFormix, SYBASE, Oracle, SQL Server e DB2, além de qualquer outro banco de dados para Windows compatível com ODBC. A imaginação é mais importante que o conhecimento Albert Einstein Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 1

2 INFORMAÇÕES BÁSICAS NECESSÁRIAS É difícil programar? Todos podemos, porém precisamos querer. Nem todas as pessoas possuem a tendência e serem programadores, contudo programar com Delphi é super fácil e você também conseguirá. J O que é um programa? São ordens em forma de código da linguagem Delphi dadas ao computador para que ele realize de forma estruturada e lógica o que lhe for pedido. Ex: Você trabalha, certo?, ganha um salário, paga seus fornecedores ( supermercado, restaurante etc ), se não pagá-los não terá o que comer... Um programa tornará suas rotinas de trabalho mais práticas. O programador ordenará ao programa fazer determinadas tarefas em determinada seqüência lógica. É uma definição sintetizada. O que é um programador de computador? Programador de computador é a pessoa que possui conhecimentos de uma linguagem, neste caso Dlephi, de lógica, análize e estruturamento - basicamente. Todos somos programadores, todos os dias temos rotinas que devem ser cumpridas com uma determinada seqüência lógica. O programador de computador digita linhas de código para criar um programa. Ex: Cadastrar clientes, transportadoras etc O que é um programa fonte? Programa é o código fonte digitado/criado pelo programador. O código fonte fica sempre em poder do seu criador o programador. Não é comum vender o programa fonte ( o segredo do seu negócio ) para seu cliente - cada caso é um caso J Ex: Programa de Cadastro de Clientes, programa de Cadastro de Fornecedores ( programa ou módulo ). Quando meu programa está pronto, o que venderei? No caso do Delphi, quando o programa estiver pronto basta copiar o programa com a terminação.exe, as tabelas que contem os dados e instalar o BDE na máquina do seu cliente.. O que é um sistema? Um sistema é composto de vários programas ou arquivos. Minha empresa possui um sistema para folha de pagamento. Neste sistema existem vários outros módulos ( programas ) que interagem entre si e as vezes são transparentes para o usuário. Ex: Uma empresa tem um diretor ( programa_mestre.exe ), e este possui vários funcionários ( módulos, programas ) que trabalham para esta empresa. A religião sem a ciência é cega, a ciência sem a religião é inútil Albert Einstein Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 2

3 Adquira o software DelphiJ Instale o Delphi no seu computadorj R Como criar um programa ou sistema em Delphi? Digite o código do programador que é composto por ordens escritas com a linguagem Delphi juntamente com uma determinada lógica dizendo para o programa fazer alguma determinada tarefa. Compile ( Ctrl F9 ). O processo de compilação é deve ser realizado para converter o código fonte ( seu segredo de programador ) de forma que o computador possa interpretá-lo e carregá-lo na memória ram ( mostrar na tela ). O usuário não será capaz de ver o código fonte ( ver o segredo ) do programa, somente usar o programa. Veja a interpretação de um programa: Você já fez alguma casa, ou não? Se já, também teve que fazer um projeto para esta, também programou detalhadamente custos do projeto etc... Isso também pode ser considerado um programa ( se usar material de qualidade inferior poderá ter problemas, se usar material de ótima qualidade... se... se... lógica ). Tudo dentro de uma seqüência lógica e criteriosa. Programar está em nosso meio todos os dias, assim sendo, podemos todos nos considerar desenvolvedores, pois, pensamos e analizamos tudo dentro de uma ordem lógica. R Origem do nome Delphi = Delfos De acordo com fontes obtidas na Internet... Na antiga Grécia, Delfos foi uma cidade sagrada localizada nas encostas do Monte Parnasso, onde Apolo possuía um templo e ditava oráculos pela boca de Pitia. Escavações realizadas, desde o final do século passado, levaram à descoberta dos templos de Apolo e de Atena, tesouros, obras de arte e estátuas que fazem de Delfos um dos mais ricos da Grécia. Em inglês a palavra Delfos é escrita Delphi.J "Faça as coisas o mais simples que puder, porém não se restrinja às mais simples." Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 3

4 R Tela padrão do Delphi 6.0 Aba/paleta de propriedades. Form1 é o nome do formulário padrão atribuído pelo Delphi. Componentes. Paleta de eventos. Após ter aberto o Delphi será mostrado um Formulário padrão, object inspector, aba das propriedades e eventos. Para alternar entre o editor de código fonte, pressione F12, para voltar para o formulário pressione F12. Para alternar para as propriedades e eventos pressione F11. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 4

5 R Tela padrão do Delphi 7.0 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 5

6 R Tela padrão do Delphi 2005 Apenas para dar um idéia do novo Delphi, pois os exemplos desta apostila são baseados no Delphi 6 e 7. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 6

7 "Disponível no mercado desde 1995, quando foi lançada sua primeira versão, o novo Delphi 2005 chega ao mercado com recursos inovadores e implementações significativas para maior produtividade no desenvolvimento para Microsoft Windows tanto na plataforma Win32 quanto.net, e com otimizações dos investimentos em software. Esta nova versão permite o desenvolvimento em Delphi ou C#, para Win32 ou.net em um único ambiente, com Gerenciamento do Ciclo Completo de Desenvolvimento da Aplicação presente. A Borland Software anuncia globalmente o Borland Delphi 2005, até então conhecido pelo codinome Diamondback. O ambiente Rapid Application Development (RAD) para aplicações Windows e.net combina suporte a Win32,.NET, Delphi e C# em um único ambiente. Seus novos recursos melhoram significativamente a produtividade do desenvolvedor de aplicações e da equipe de desenvolvimento, e se integra às soluções de Gerenciamento do Ciclo Completo de Desenvolvimento da Aplicação (Application Lifecycle Management - ALM) da Borland. "O Delphi 2005 é o mais importante upgrade do Delphi em anos e o sistema de desenvolvimento IDE e ALM Windows mais completos existentes no mercado hoje, afirma George Paolini, vice-presidente e gerente geral de ferramentas de desenvolvimento da Borland. "Ele está diretamente alinhado com a visão da Borland para Produção Otimizada de Software, ajudando as equipes de desenvolvimento a aprimorar a previsibilidade e o sucesso de projetos de software para que eles sejam fornecidos no prazo, dentro do orçamento e com o valor máximo para os negócios." Suportando diversas linguagens e SDKs Win32 e.net, o Delphi 2005 traz muitos aprimoramentos inovadores como produtividade do desenvolvedor e da equipe, como code refactoring, teste unitário e o novo framework de aplicação de negócios empresariais baseado no modelo ECO II (Enterprise Core Objects) para.net. Também permite que equipes de desenvolvimento mantenham e usufruam de aplicações Windows existentes, ao mesmo tempo explorando novas oportunidades. "A Borland entende a pressão sobre as equipes de desenvolvimento Windows de hoje para suportar aplicações existentes e, simultaneamente, evoluir com novas tecnologias, tudo no contexto de ciclos de fornecimento mais curtos e recursos reduzidos", declarou Michael Swindell, diretor de gerenciamento de produto para ferramentas de desenvolvimento da Borland. "O Delphi 2005 oferece as capacidades que os desenvolvedores precisam para acelerar o processo de desenvolvimento e manutenção de aplicações Windows existentes e da próxima geração." Alguns dos aprimoramentos mais significativos do Delphi 2005 são relacionadas abiaxo, permitindo-nos uma melhor compreenção deste revolucionário produto. Suporta mulltiplas linguagens e SDKs Windows. Suportando desenvolvimento em Delphi e C#, possibilita desenvolvimento Win32 e.net nativo a partir da mesma ferramenta e da mesma linguagem (Delphi). Também suporta ASP.NET, ADO.NET, VCL.NET e VCL para Win32. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 7

8 Integra soluções ALM plenamente, sendo projetado para oferecer aos desenvolvedores uma visão das diversas fases do ciclo de desenvolvimento da aplicação com a integração de StarTeam e Optimizeit. A integração do StarTeam visa simplificar o gerenciamento de recursos de código-fonte e aprimorar a comunicação da equipe, enquanto a inclusão do Optimizeit Profiler para.net ajuda a automatizar o teste unitário e melhorar a qualidade e o desempenho gerais da aplicação. Implementa desenvolvimento MDA profissional, com ECO II do Delphi 2005 teremos uma solução Model Driven Architecture (MDA) rápida e de classe empresarial para.net com o objetivo de acelerar o desenvolvimento, aprimorar a qualidade e aumentar a capacidade de manutenção de aplicações mais complexas. ECO II é uma solução completa para esquematizar e criar objetos automaticamente e fornece cache de objeto.net altamente escalável com capacidades avançadas de objeto, persistência, versão e traduções. Delphi 2005 simplifica e acelera o desenvolvimento em Windows, incluindo muitos recursos com uma IDE inovadora para ajudar a aprimorar a experiência adiquirida do desenvolvedor, aumentando sua produtividade e otimizando todo o processo. Os recursos abrangem code refactoring avançado, Help Insights e Error Insights, SyncEdit, Gerenciamento de Histórico e novos aperfeiçoamentos na linguagem Delphi. Além disso, um facilitador para ADO.NET foi projetado para acelerar e simplificar cada aspecto do desenvolvimento de aplicações.net conectadas a bancos de dados com Delphi ou C#. É transparente, o compromisso da Borland em disponibilizar uma ferramenta, que integre todo o legado da plataforma Win32, avançando substancialmente no sentido do desenvolvimento para.net framework. Isto é um fator tranquilizador para quem necessite tomar decisão de desenvolver ou não para.net neste momento, não necessitando com isso ter que se manter numa versão do produto defazada com o tempo. Delphi 2005, consegue com destreza, solucionar problemas no tocante a questões técnicas, fornecendo um único ambiente para acomodar tais objetivos. Pré-requisitos para instalar o Delphi 2005.NET Framework 1.1.NET Framework SDK 1.1.Visual J#.NET 1.1 Redistributable Microsoft XML Core Services ( MSXML ) 4.0 SP2 Internet Explorer 6 SP1 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 8

9 Ao abrir o Delphi 2005 você verá um tela como esta abaixo: Vamos criar nosso primeiro programa, clique em File New VCL Forms Application Delphi for Win32 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 9

10 Editor código fonte do Delphi 2005: Para melhor manipular ou navegar no código fonte, no Delphi 2005 foi adicionado o sinal de MAIS para Maximizar e o sinal de MENOS para minimizar Exemplo 1 Exemplo 2 Exemplo 3 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 10

11 File New VCL Forms Application Delphi for Win32 Vamos inserir um botão do tipo TBitBtn Clique no componente e arraste-o para formulário. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 11

12 A propriedade Caption foi alterada para Clique e Name para Clique_Bit. Arquivo gerados pelo Dephi Programa pronto. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 12

13 Outro exemplo: Resultado: Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 13

14 R Introdução ao Delphi 6 / 7 Vamos criar um formulário, por um botão e ao clicar neste botão mostar uma mensagem. Abra o Delphi 6.0, será mostrada a tela abaixo. ( File New Application ). É padrão ser aberto um formulário com nome Form1. Insira um componente Button no formulário ( Form1 ). O botão que esta na aba Standard. Após inserido botão do tipo ( Button ), dê um clique duplo sobre Button1, será aberta uma tela para definir o evento ( clique ) deste botão, ou seja, ao clicar no botão será mostrada a mensagem Meu primeiro - Olá O que é um Evento?: É uma ação que será executada. Neste exemplo, ao clicar no botão OK ( no evento OnClick ) será mostrada uma mensagem. Form1 é o nome padrão do Formulário, pode ser mudado na propriedade Name. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 14

15 O que é um EVENTO? Agora definiremos o evento OnClick do botão Mensagem. Os programas feitos em Delphi são orientados a eventos. Eventos são ações normalmente geradas pelo usuário. Existem eventos associados ao formulário e cada componente inserido neste. Neste exemplo, programamos o evento OnClick do botão do tipo Button, ou seja, ao clicar no botão será mostrada uma mensagem. Pressione F9 para rodar / executar o programa e ver seu resultado. Após clicar no botão Button1 mostrará mensagem. Selecione o formulário, clique no Object Inspector (no drop down ), veja o gráfico abaixo, clique em Form1. " Existem duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens Albert Einstein " Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 15

16 Clique em Form1, ao lado, na propriedade Caption, onde mostra Form1 digite, por exemplo, Cadastro de Clientes. Veja no exemplo abaixo a mudança, ao invés de Form1 mostra Cadastro de Clientes. Role para baixo, na propriedade Name está escrito Form1, este é o nome do formulário, mude-o para Clientes_Frm. Adote uma nomeação padrão, digite Clientes e o nome do formulário e Frm indica que é um Formulário. A nomeação é importantíssima para facilitar a manutenção do seu sistema. Clique no botão, na propriedade Caption digite Mensagem, role para baixo, na propriedade Name digite But_Mens ( But para indicar que o botão é do tipo Button e Mens é a abreviação de Mensagem ). O que é uma PROPRIEDADE? Propriedades são características básicas de um componente. Cada componente Delphi possui uma série de propriedades com um valor default (padrão). Perceba que no modelo aparecem algumas das propriedades relativas a um Form, tais como sua altura, fonte dos textos, estilo, cor, tipo de cursor, etc., todas elas com um valor padrão incluído pelo Delphi. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 16

17 Veja abaixo como esta o programa fonte. Nome padrão Unit1, porque o arquivo ainda não foi salvo. Linha Uses contém bibliotecas necessárias para este programa, estas foram automaticamente incluídas pelo Delphi 6.0 Observe com atenção os nomes dos objetos de acordo com a nomeação que definimos. Salve unidade ( Unit1 - formulário ) e o projeto. Clique no ícone Save All, defina o nome da Unit1 para Clientes.pas, após informe o nome para o projeto Intro1.dpr Veja abaixo código fonte completo... observe nomes dos objetos... Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 17

18 Rode/execute o programa pressionando na tecla F9 e clique no botão Mensagem, será mostrada uma caixa de mensagem de texto com a mensagem Meu primeiro - Olá Os 11 passos acima deverão ser seguidos. Se você quer ou não definir nomeação / nomenclatura padrão para os objetos do seu programa fica ao seu critério, posso lhe assegurar que uma boa nomeação lhe poupará muito tempo. Delphi utiliza propriedades, eventos e componentes Propriedades primeira maneira Na barra de títulos do Delphi, clique em View, clique em Object Inspector ou pressione F11. Através dessa janela que poderemos redefinir as diversas propriedades de qualquer componente do projeto. Perceba que existem duas abas / guias (Tabs): uma para as propriedades ( properties ) e outra para os eventos ( events ). Propriedades são características básicas de um componente. Cada componente Delphi possui uma série de propriedades com um valor default (padrão). Perceba que no modelo aparecem algumas das propriedades relativas a um Form, tais como sua altura, fonte dos textos, estilo, cor, tipo de cursor, etc., todas elas com um valor padrão incluído pelo Delphi. Defina as seguintes propriedades na aba/guia Properties ( propriedades ) do formulário abaixo: Clique em Caption e ao lado digite Exemplo 1, clique na propriedade Name e digite Exemplo_Frm. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 18

19 Defina a propriedade Caption do botão digitando Mensagem, role para baixo, na propriedade Name digite But_Mens. Na aba Standard ( barra superior de componentes ), clique no botão Button, posicione o ponteiro do mouse sobre o formulário e clique, será posto um Button ( botão ) no formulário como no exemplo ao lado ). A inicial But_ é para definir o tipo de botão que está em uso, ou seja, do tipo Button. Podemos usar outros tipos de botões, Ex: Bitbtn e SpeedButton = Bit_Mens ou Speed_Mens. Cada programador / desenvolvedor adotará um padrão de nomeação dos objetos, que é importantíssimo para manutenção do sistema. Insira um componente Label. Clique em Label, posicione o ponteiro do mouse sobre o formulário e clique, será posto um Label no form. Clique em Label1, pressione F11 ( propriedades ), na propriedade Caption digite O Tempo é Sábio, clique em Color e defina a cor clblue ( cl = Caption, l = label ), clique em +Font ( fonte ), Color = clyellow e Size para 15, clique em +Style, clique em True em fsbold. Propriedades segunda maneira Na segunda maneira veremos como definir as propriedades via código. Esta forma é mais trabalhosa, porém o programador deverá saber ou conhecer as várias formas para resolver suas situações. Insira um Button ( que está na aba Standard ), pressione F11, clique na propriedade ( properties ) e escreva ao lado de Caption o texto Mensagem, role barra de rolagem para baixo, clique na propriedade Name e defina o nome But_Mens, insira um Label1 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 19

20 Dê um clique duplo sobre o botão Mensagem, para definir o evento OnClick ( ao clicar executará o evento, a ação ), veja o código abaixo: Execute o programa pressionando F9, clique no botão Mensagem e veja o resultado. Resumindo, as duas maneiras retornarão o mesmo resultado J PROPRIEDADES: Aba / paleta / guia das propriedades ( properties ) Clique no botão Mensagem, note no lado esquerdo TODAS as propriedades do botão. Cada botão ( componente ou objeto ) selecionado terá suas respectibvas PROPRIEDADES. EVENTOS: Aba ou paleta de eventos ( EVENTOS ) Cada botão ( componente, ou objeto ) selecionado terá seus EVENTOS específicos. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 20

21 COMPONENTES: Aba / guia dos componentes Standard Existem várias paletas / abas / guias com vários componentes. Na aba Standard se encontram os componentes mais comuns. Note que o componente Button está na aba Standard. Clique na aba Additional e note os respectivos componentes que pertencem a esta aba. Lembre-se, cada componente possui suas próprias propriedades e seus respectivos eventos. R O que são variáveis? É um local na memória do computador onde armazenamos temporariamente alguma informação para futura reutilização. Podemos ter diversos tipos de variáveis de memória. O tipo da variável define qual o tipo de informação que iremos armazenar ( Ex: texto, numérica etc ) Tipos de Variáveis BOOLEAN BYTE CHAR Tipo lógico que pode assumir somente os valores TRUE ou FALSE e ocupa 1 byte de memória. Tipo numérico inteiro, pode assumir valores numa faixa de 0 a 255, ocupa 1 byte. Tipo alfa-numérico, pode armazenar um caractere ASCII, ocupa 1 byte. COMP Tipo numérico real, pode assumir valores na faixa de a , ocupa 8 bytes, pode ter entre 19 e 20 algarismos significativos. EXTENDED Tipo numérico real, pode assumir valores na faixa de -3, a +1, , ocupa 10 bytes de memória e tem entre 19 e 20 algarismos significativos. INTEGER Tipo numérico inteiro, pode assumir valores numa faixa de a , ocupa 2 byte de memória. LONGINT Tipo numérico inteiro, pode assumir valores numa faixa de a , ocupa 4 bytes de memória. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 21

22 REAL Tipo numérico real, pode assumir valores na faixa de -2, a +1, , ocupa 6 bytes de memória e tem entre 11 e 12 algarismos significativos. SHORTINT Tipo numérico inteiro, pode assumir valores numa faixa de -128 a +127, ocupa 1byte de memória. SINGLE Tipo numérico real, pode assumir valores numa faixa de -1, a +3, , ocupa 4 bytes de memória, e tem de 7 a 8 algarismos significativos. WORD STRING Tipo numérico inteiro, pode assumir valores numa faixa de 0 a 65535, ocupa 2bytes de memória. Tipo alfanumérico, possuindo como conteúdo uma cadeia de caracteres. O número de bytes ocupados na memória varia de 2 a 256, dependendo da quantidade máxima de caracteres definidos para a string. O primeiro byte contém a quantidade real de caracteres da cadeia. Dê um clique duplo sobre o botão Button1 e no evento OnClick digite as linhas de código que estão na página seguinte: A palavra Imaginação será armazenada temporariamente dentro da variável do tipo Texto. O número 13 será armazenado dentro da variável do tipo Inteira. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 22

23 R Mais sobre variáveis Outro exemplo usando variáveis de memória: Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 23

24 R Constantes Tipadas Na verdade, constantes tipadas são variáveis inicializadas com valor persistente, que podem ser alteradas normalmente, como qualquer variável. A única diferença de sintaxe entre constantes tipadas e simples é que o tipo da constante é indicado explicitamente na declaração. Se uma constante tipada for declarada localmente, ela não será destruída quando o método for encerrado. Para diferenciar das constantes normais, costuma-se declarar estas com letras de caso variável, como abaixo. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 24

25 R Begin... End ( Início... Fim ) Blocos de comandos. Entre um Begin e um End são armazenadas linhas de código. Dê um clique duplo sobre o botão Button1, será aberto o editor de códigos, no evento OnClick ( significa: ao clicar ), serão mostradas as linhas Procedure... e Begin e End, digite código sempre entre o Begin e End. R If ( se ) Condição lógica. Se o conteúdo do Edit1 for igual ( = ) ao número 10 será mostrado uma mensagem. R If... else ( Se... Caso contrário ) Se o conteúdo do Edit1 um não for igual ao número 10 mostra a segunda mensagem Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 25

26 R IF R Como criar descrição com mais de uma linha? Insira um botão do tipo Button1, clique no Object Inspector, selecione o formulário Form1, dê clique duplo no evento OnCreate e digite o código abaixo: Quebra linha. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 26

27 Ou R Tags Para cada botão ou dependendo do tipo de componente haverá um tag. No Tag 10, ao invés de digitar o valor 10, digitei 11 para provocar o erro, veja o resultado. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 27

28 R Inc() e Dec() Incrementando variáveis e decremetando. Defina uma variável inteira no início do programa R Formatando casas decimais Variável Valor ( R$ 10,00 Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 28

29 R Confirmação ao fechar o formulário Outra maneira de como pedir confirmação antes de fechar o formulário. Ao clicar no X será solicitado confirmação. Selecione o formulário, clique na aba Events e selecione o evento OnCloseQuery: R Criando Função para mostrar o dia da semana Digite a função ( function ) abaixo: Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 29

30 R Sender Como podemos ver o método BitBtn4 tem um ponteiro para o TObject chamado de Sender ( aquele que envia, remetente, emissor ). Cada evento handler ( manipulador ) terá pelo menos um parâmetro sender. Quando for clicado neste evento ao clicar handler ( BitBtn4Click ) do evento OnClick será chamado. O parâmetro Sender se refere ao controle que é usado para chamar um método. Outro exemplo Observe que como está sendo chamado o mesmo evento. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 30

31 R Subtraindo horas R Abrindo e fechando unidade Cd-Rom Insira dois botões Bitbtn e no evento OnClick de cada botão digite o código abaixo. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 31

32 R Variáveis globais Veremos como transportar variáveis de um programa para outro, para isso teremos dois formulários com dois campos. No primeiro programa definiremos as variáveis Nome e Idade, e nestas serão armazenados dados para transportar para o formulário 2. Unit1 ( Programa 1 ) Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 32

33 Unit2 ( Programa 2 ) R Mensagem com MessageBox e Case Outra forma de iusar o MessageBox juntamente com o Case. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 33

34 R Como definir descrição para os botões? Quando o ponteiro do mouse estiver posicionado sobre um determinado ícone, será mostrada uma pequena descrição ou orientação dizendo o que este faz. Clique no formulário, clique no botão Cadastro de Clientes, quando um determinado objeto estiver selecionado serão mostrados pequenos botões pretos em sua volta, indicando que este está selecionado. Clique na aba Properties, selecione a propriedade Hint, no lado direito desta propriedade digite o seguinte texto: Será aberto outro formulário, mais abaixo, na propriedade ShowHint, mude o valor para True, pressione a tecla F9 para rodar o programa, posicione o ponteiro do mouse sobre o botão e veja a descrição Será aberto outro formulário. Quando o ponteiro do mouse estiver parado sobre o botão será mostrada descrição. R Salvando Unit ( programa ) Clique no ícone Save ( Crtl S - Salvar ), digite o nome Menu.pas para salvar o formulário corrente ( o menu do projeto ) Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 34

35 R O que são eventos? Eventos são acontecimentos provocados por ações do usuário que ocorrem quando um Form está ativo. Nós podemos programar respostas a esses estímulos. Propriedades e Eventos estão disponíveis para todos os componentes visuais do Delphi. Mas quais são as propriedades e eventos que estarão disponíveis? Naturalmente, isso dependerá do tipo de controle que estamos utilizando. Uma vez construído um Form, para acessar as propriedades e eventos correspondentes a um determinado componente, basta clicar sobre ele. Se o componente for o próprio Form, será só clicar sobre qualquer área do Form (área pontilhada). Vamos criar uma situação em nosso projeto para exemplificar o uso dos eventos : Clique no botão Cadastro de Clientes, clique na aba Events ( eventos ), note que foi selecionado o evento OnClick, dê um clique duplo, será aberto o editor de códigos do Delphi. Dê um clique duplo no botão Cadastros de Clientes: Estamos usando o evento OnClick, ou seja, quando for clicado no botão Cadastro de Clientes mudará a cor de fundo do formulário. Salve o projeto, digite o nome Sis_Madrugadao, pressione F9 para executar / rodar o projeto / programa. Após clicar no botão Cadastro de Clientes será alterada a cor do fundo do formulário. O objetivo deste exemplo é mostrar como funciona o evento OnClick. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 35

36 Observe atentamente a evolução do código fonte. Bibliotecas que foram inseridas automaticamente pelo Delphi após ter inserido os botões. StdCtrls e Buttons. Ao clicar no botão Clientes o fundo do formulário será pintado de azul. R Como racionar a digitação do código? Quando o projeto se torna grande e neste são usados vários componentes, variáveis, procedures etc será difícil lembrar todos os nomes do objetos, assim sendo, use os recursos adequadamente para racionar seu trabalho. Entre um Begin e o End, buscaremos as propriedades e métodos de um objeto. Mantenha a tecla Ctrl pressionada, após tecle na barra espaçadora, será aberta uma tela listando as várias propriedades, constantes etc que estarão disponíveis para o objeto selecionado. Para listar, basta digitar as letras iniciais do objeto que esta no projeto, posicione com o ponteiro do mouse ou setinha do teclado na propriedade que está sendo listada, pressione enter, após digite ponto (. ), espere alguns segundos, serão listadas mais propriedades, métodos do segundo objeto selecionado, selecione o que desejar e pressione enter, no final da linha digite ponto e virgula ( ; ) Mantenha pressionada a tecla Ctrl, após pressione barra espaçadora, serão listadas para serem escolhidas as propriedades ou métodos daquele respectivo objeto. Delphi Aplicado - by Jurandir A. Pellin ( ) 36

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox.

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. - Construção do Banco de Dados: Para podermos inserir algo em um banco precisaremos de um Banco de Dados, para isto iremos montar um utilizando o Programa Database

Leia mais

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho.

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho. DELPHI BÁSICO VANTAGENS Ambiente de desenvolvimento fácil de usar; 1. Grande Biblioteca de Componentes Visuais (VCL - Visual Component Library), que são botões, campos, gráficos, caixas de diálogo e acesso

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI - UTILIZANDO OPENDIALOG PARA ARMAZENAR IMAGENS EM BANCO DE DADOS Criaremos uma solução simples para criar

Leia mais

PROJECT 1 Delphi Project (Extensão. DPR)

PROJECT 1 Delphi Project (Extensão. DPR) CAPÍTULO2 1. A ESTRUTURA DE UM APLICATIVO Quando iniciamos uma aplicação em Delphi ele interpreta que iremos desenvolver um projeto. Este gerencia um conjunto de recursos como Forms, Units, objetos, funções

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Projeto Supermercado - Produtos

Projeto Supermercado - Produtos OBJETIVO: Este projeto possibilitará fazer a manutenção dos dados da tabela de Produtos. Didaticamente, ele permite ao programador iniciante ter os primeiros contatos com os objetos de visualização individual

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

CRIANDO UM BANCO DE DADOS

CRIANDO UM BANCO DE DADOS CRIANDO UM BANCO DE DADOS Bem, antes de iniciarmos propriamente no delphi, devemos aprender a usar sua ferramentas, sendo uma das mais importantes o Database Desktop, pois é com esta que construímos nossos

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

DELPHI 7 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO AMBIENTE CLIENTE SERVIDOR

DELPHI 7 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO AMBIENTE CLIENTE SERVIDOR DELPHI 7 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO AMBIENTE CLIENTE SERVIDOR Fortaleza - CE Introdução ao ambiente de desenvolvimento delphi e preparação da interface basíca O ambiente delphi foi criado pela Borland Software

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI CRIANDO UMA AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIO UTILIZANDO O COMPONENTE QUERY A autenticação de usuários serve para

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WINDOWS

INTRODUÇÃO AO WINDOWS INTRODUÇÃO AO WINDOWS Paulo José De Fazzio Júnior 1 Noções de Windows INICIANDO O WINDOWS...3 ÍCONES...4 BARRA DE TAREFAS...5 BOTÃO...5 ÁREA DE NOTIFICAÇÃO...5 BOTÃO INICIAR...6 INICIANDO PROGRAMAS...7

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Delphi IDE. Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Delphi - IDE. Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado

Delphi IDE. Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Delphi - IDE. Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado Delphi Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado IDE Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br Iniciar Programas Borland Delphi X Delphi X 2/2/2007 2 Primeiro Projeto Menu File

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS Objetivo da unidade Objetivo Geral Apontar as noções básicas do Windows Praticar o aprendizado sobre o Sistema Operacional Objetivos Específicos Entender como

Leia mais

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Memória Flash Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

Elementos do IDE do Delphi

Elementos do IDE do Delphi Capítulo 2 Um Tour pelo Ambiente de Programação do Delphi Ao final deste capítulo, você estará apto a: Identificar os elementos do IDE do Delphi Identificar os elementos essenciais que formam uma aplicação

Leia mais

Apostila de CmapTools 3.4

Apostila de CmapTools 3.4 Apostila de CmapTools 3.4 Índice Definição do software... 3 Criando um novo mapa... 3 Adicionando um conceito... 3 Alterando a formatação das caixas (Barra de Ferramentas Estilos Paleta Styles)... 7 Guia

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS Servidor: O servidor é todo computador no qual um banco de dados ou um programa (aplicação) está instalado e será COMPARTILHADO para outros computadores,

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS FORMULÁRIOS COM ABAS Trabalhar com abas (ou guias) é um recurso

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO Antes de criarmos um novo Banco de Dados quero fazer um pequeno parênteses sobre segurança. Você deve ter notado que sempre

Leia mais

Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase.

Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase. Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase. Nesta apostila vamos abordar o uso do banco de dados Interbase e o acesso nativo com os componentes da paleta InterBase do Delphi, eu

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 Na aula anterior, vimos sobre: a) Janela de comando b) Gerenciador de Projetos c) Database Designer e Table Designer Prosseguiremos então a conhecer as ferramentas

Leia mais

Centro Universitário do Triângulo Introdução ao Ambiente Delphi

Centro Universitário do Triângulo Introdução ao Ambiente Delphi Centro Universitário do Triângulo Introdução ao Ambiente Delphi A figura abaixo mostra a tela inicial do Delphi 7 e nos dá uma visão geral de seu ambiente de desenvolvimento, composto de múltiplas janelas

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 Em qualquer profissão é importante que se conheça bem as ferramentas que serão usadas para executar o trabalho proposto. No desenvolvimento de software não é

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 4 O Componente Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Ano: 03/2011

Leia mais

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional Windows Prof. Leandro Tonietto Cursos de Informática Unisinos Março-2008 O que é Sistema operacional? O que é Windows? Interface gráfica: Comunicação entre usuário e computador de forma mais eficiente

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 2. MANIPULAÇÃO DE DOCUMENTOS Os processadores de textos possibilitam a criação e a manipulação de diversos modelos de documentos. Com eles

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU $,'(GR5HSRUW0DQDJHU Neste capítulo vamos abordar o ambiente de desenvolvimento do Report Manager e como usar os seus recursos. $FHVVDQGRRSURJUDPD Depois de instalado o Report Manager estará no Grupo de

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Roteiro de Uso do InstallShield

Roteiro de Uso do InstallShield Roteiro de Uso do InstallShield Ao iniciar o InstallShield, a janela Welcome to InstallShield será exibida: Selecione a opção Create New Setup Project, para criar um novo modelo de instalação. A janela

Leia mais

Manual da AGENDA GRACES 2011

Manual da AGENDA GRACES 2011 1 Agenda Graces Manual da AGENDA GRACES 2011 O Sistema Agenda Graces integrada ao Sistema Graces e Agenda Graces Grátis foi desenvolvido pela empresa Quorum Informática. Este Manual tem por objetivo atender

Leia mais

Trabalhando com banco de dados

Trabalhando com banco de dados Avançado Trabalhando com Aprenda a manipular dados no Excel com a ajuda de outros aplicativos da suíte Office Armazenar e organizar informações são tarefas executadas diariamente por todos nós. Desde o

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO I. Criar um Novo Banco de Dados Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo 3. Clicar em Banco de Dados em Branco 4. Escrever um nome na caixa de diálogo

Leia mais

Display de Cristal Líquido

Display de Cristal Líquido TUTORIAL Display de Cristal Líquido Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 09/03/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP MANUAL DE FTP Instalando, Configurando e Utilizando FTP Este manual destina-se auxiliar os clientes e fornecedores da Log&Print na instalação, configuração e utilização de FTP O que é FTP? E o que é um

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba (Baseado no documento livre Introdução ao BrOffice.org Base, de Noelson Alves Duarte, Revisado em 18 de março de 2006) Formatos: Diversos, inclusive bases de dados

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Acesso à Dados ZEOS x Delphi. Professor Anderson

Acesso à Dados ZEOS x Delphi. Professor Anderson Acesso à Dados ZEOS x Delphi Professor Anderson Introdução O ZEOS é uma biblioteca que provê o acesso à uma base de dados em MYSQL. Através dessa Library, podemos realizar operações de manipulação da base

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH!

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES (EACH) TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! Autoria e revisão por: PET Sistemas

Leia mais

Migrando Bancos de Dados pelo Delphi

Migrando Bancos de Dados pelo Delphi São muitas as vezes em que temos necessidade de migrar nosso banco de dados, seja para ter uma tecnologia mais nova ou para regredir e usar as opções que os velhos sistemas usam. Neste artigo veremos como

Leia mais

Nova versão: Para School Control 2010.01.21 e acima, combinado com uso do Windows 7.

Nova versão: Para School Control 2010.01.21 e acima, combinado com uso do Windows 7. Veja aqui como configurar o School Control para ser usado em rede, de modo a distribuir as tarefas de forma organizada e garantir que todos poderão usar os mesmos dados, ao mesmo tempo. publicado em 24/02/2011

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GERÊNCIA DE CONTROLE E INFORMAÇÕES Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas Jabber & Exodus Jabber é um protocolo aberto, baseado em XML para troca de mensagens instantâneas.

Leia mais

Ajuda do Sistema Aquarius.

Ajuda do Sistema Aquarius. Ajuda do Sistema Aquarius. Esta ajuda é diferenciada da maioria encontrada nos sistemas de computador do mercado. O objetivo desta ajuda é literalmente ajudar o usuário a entender e conduzir de forma clara

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

O computador. Sistema Operacional

O computador. Sistema Operacional O computador O computador é uma máquina desenvolvida para facilitar a vida do ser humano, principalmente nos trabalhos do dia-a-dia. É composto basicamente por duas partes o hardware e o software. Uma

Leia mais

Instalação e utilização do Document Distributor

Instalação e utilização do Document Distributor Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Instalação e utilização do Document Distributor O Lexmark Document Distributor é composto por pacotes

Leia mais

ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO

ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO Conteúdo 1 TELA DE ACESSO... 3 1.1 Enviar e-mail... 4 2 INTEGRANDO CONTAS COM OUTLOOK... 5 3 DREAMSPARK... 6 4 SKYDRIVE... 12 4.1 Organização do ambiente criar pastas... 13

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

Criando um formulário no VBA

Criando um formulário no VBA Criando um formulário no VBA No dia-a-dia, não queremos nem ouvir falar em formulários: imediatamente nos vem à mente qualquer idéia relacionada com burocracia... Mas, na hora de criar interfaces de macros,

Leia mais

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Cloud Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

Software e Serviços MANUAL DE HOMOLOGAÇÃO WEB SERVICE X SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL

Software e Serviços MANUAL DE HOMOLOGAÇÃO WEB SERVICE X SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE HOMOLOGAÇÃO WEB SERVICE X SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este manual tem como objetivo propiciar a integração do SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL junto as ADMINISTRADORAS

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7

DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7 DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7 1. MOVIMENTAÇÃO ENTRE PASTAS Todo o funcionamento do Windows Explorer gira em torno da sua capacidade de transitar entre as pastas salvas no disco de armazenamento.

Leia mais