Sanitary measures to measures of psychosis: the recycled object

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sanitary measures to measures of psychosis: the recycled object"

Transcrição

1 Das medidas sanitárias à medida da psicose: o objeto reciclado Sanitary measures to measures of psychosis: the recycled object Cláudia Maria Generoso Doutoranda em Estudos Psicanalíticos/ UFMG, sob orientação do professor Antônio Teixeira, cujo estudo de caso faz parte. Psicóloga da rede pública de saúde mental de Betim-MG Integrante do Núcleo de Investigação nas Toxicomanias e no Alcoolismo - NIPP do IPSM-MG Resumo: Este artigo apresenta a construção de um caso clínico que mobilizou dispositivos públicos, como a saúde mental, a vigilância sanitária e limpeza urbana, o que permitiu evidenciar a singularidade do sintoma do sujeito e suas formas de gozo. O artigo traz ainda a contribuição acerca da teorização sobre o lugar da psicanálise nas instituições, onde ocorre o encontro dos saberes na prática, ética e técnica envolvidas no tratamento dos sujeitos. O conceito de sintoma é tratado no sentido de demonstrar como sua singularidade aponta para as saídas construídas pelo próprio sujeito e como o psicanalista pode sustentar um lugar de outro razoável para a singular solução. Palavras-chave: Psicose, Construção do Caso Clínico, Sintoma, Serviços Públicos. Abstract: This article presents the construction of a case that mobilized public devices, such as mental health, health surveillance and street cleaning, which has highlighted the uniqueness of the symptom of the subject and its forms of enjoyment. The article also brings about the contribution of theorizing about the place of psychoanalysis in institutions, where the meeting of knowledge in practice, ethics and technique involved in the treatment of subjects occurs. The concept of symptom is treated in order to demonstrate how their uniqueness points to those built by the subject and how the psychoanalyst outputs can sustain a reasonable place to another the single solution.

2 Keywords: Psychosis, Clinical Case Construction, Symptom, Public Services. Os casos de psicose extraordinária evidenciam o funcionamento do real do sintoma a céu aberto, prevalecendo a desorientação do gozo sem anteparo do Nome do Pai, tal como nas experiências de corpo despedaçado, sem bordas, como nos mostra o caso Abrahão e sua vivência problemática com o corpo e suas tentativas de solução que não correspondem a medidas padronizadas. O caso também demonstra como a presença de um praticante da psicanálise lacaniana numa instituição de saúde mental visa zelar pelo trabalho singular do sujeito na busca de medida para seu gozo, apesar de seu contexto sanitário e as tecnologias ofertadas pelo discurso científico de controle populacional 1. Com Freud e Lacan sabemos que o gozo advindo do sintoma é a parte que indica o mal estar constituinte de cada um e da civilização, mostrando que algo não funciona, mantendo a desarmonia. Diante desse mal estar, índice do sintoma correlato ao gozo, a psicanálise encontra seu lugar ao se ocupar daquilo que não funciona (LACAN, 1974/2004). A psicanálise nos indica também que é no sintoma que está o singular de cada sujeito. Lacan ( /2007) refere-se ao sintoma como um modo do ser falante se sustentar na vida. Uma de suas definições sobre o sintoma destaca a vertente de satisfação libidinal, o modo de gozo de cada um. A psicose orientará o final do seu ensino, tendo em Joyce a noção de sintoma como função que fixa o gozo. Assim, a noção de sintoma vai além do sentido a ser decifrado, considerando também sua vertente real enquanto dispositivo de gozo, de modo de satisfação da pulsão. Nessa conjuntura encontram-se outras formas de respostas, de tratamento ao mal-estar causado pela desordem pulsional, tal como a idéia do saber-fazer com o sintoma, o qual tem um caráter de invenção ou artifício, servindo para ancorar o gozo (LACAN, /2007). O saber-fazer de Abraão com o excesso de gozo sintomático nos mostra seus artifícios pela via do objeto reciclado, tal como veremos a seguir. Abraão é paciente da rede de saúde mental de uma cidade do Brasil desde Nos últimos anos passou a acumular lixo em sua casa, provocando a presença de roedores, o que levou os vizinhos a denunciarem a situação. Os primeiros anos de seu tratamento foram marcados por graves passagens ao ato de cortar o pescoço, tentando se matar devido ao mau cheiro que exalava de seu corpo - cheiro da AIDS, o qual iniciou 1 MILLER, J-A.Conclusão do PIPOL V 20

3 com o desencadeamento da psicose aos 40 anos de idade, após uma cirurgia de fimose. Encontro problemático com o real da castração que passou a ser experimentada pelo gozo desregulado, cuja solução foi a castração no real do corpo. Até o desencadeamento da psicose sua vida era em torno do trabalho de pedreiro, casamento, grupo de pagode onde tocava pandeiro e uso de etílicos desde a infância. Até então, sustentava-se numa identificação imaginária com o pai que tocava pandeiro e bebia muito, levando-o, ainda criança, para as rodas de samba onde iniciou o filho no uso de etílicos. Quando essa identificação não mais o sustentou, o uso de etílicos ganhou outra função - amenizar as vivências delirante-alucinatórias. Com a morte do pai (2007) surgiu outra solução delirante: vigiar a cidade andando de forma imperativa pelas ruas, só parando quando caía embriagado. Depois começou a recolher objetos e restos de materiais que encontrava pelas ruas, nomeandoos de recicláveis, e os levava para casa, entulhando-a a ponto de o único espaço livre ser o lugar que cabia o seu corpo para deitar. Algo aí se operou delineando pontos de ancoragens exteriores ao corpo através da materialização dos objetos, mas ainda problemático, pois a casa era o limite para os mesmos e estes para o seu corpo. Assim, foi acionada uma rede de dispositivos públicos para resolver o caso: Vigilância Sanitária (protocolo de risco para a saúde da população), Limpeza Urbana (retirar o lixo), Assistência Social (benefícios sociais). Essas medidas não surtiram efeito, pois Abraão resistia a elas, sendo a Saúde Mental aí convocada. Após anos de tentativas de tratamento sem efeitos importantes para Abraão, era preciso buscar outras possibilidades para conduzi-lo. Essa condução do tratamento estava orientada pela noção de desejo do analista, o qual é fundamental na formação dos praticantes da psicanálise que trabalham em instituições, sendo importante a existência de psicanalistas nesse meio, mas não o discurso psicanalítico na posição de mestria, concorrendo com os outros discursos ali existentes. Dessa forma, cada analista poderá empreender uma ação que zele pelo detalhe que surge e caracteriza cada caso como único nesse contexto pulverizado por muitos saberes. Tal como comenta Miller (s/d), nos novos contextos e nas instituições, os analistas devem ser como objeto nômade e a psicanálise como uma instalação portátil, suscetível de deslocar para esses lugares. Ele diz que o lugar analítico possível na instituição é o que ele nomeia de um Lugar Alfa, o qual é um lugar de respostas e formulação de questões que tem a ver com o saber do inconsciente e estabelecimento da transferência. Orientada por essa perspectiva é que, a 21

4 partir do convite de Abraão, passei a atendê-lo em sua casa. Nesses encontros evidenciou-se a função da reciclagem do lixo nesse caso. Configurava-se aí um movimento de separação mínima de sua posição de objeto-resto numa tentativa de reciclá-lo (ZENONI, 2011), cessando a castração no real do seu corpo. Porém, não conseguia dar vazão ao lixo acumulado, sendo importante uma parceria para ajudá-lo nesse movimento. O reciclável como a singular solução de Abraão de tratar a seu corpolixo foi a pista que orientou o tratamento e o processo de intervenção em sua casa, sendo isso transmitido nos encontros com os vários dispositivos para a construção do caso clínico. Houve, então, uma flexibilidade nas prescrições protocolares: alguém o ajudava a separar o material e a Limpeza Urbana levava Abraão para efetuar sua venda. Ele percebeu que o material era pouco valorizado no comércio e isso o fez se declinar da ideia de recolher objetos. A Vigilância Sanitária foi demandada por ele para exterminar os ratos. Ele passou a me procurar mais para dizer da situação precária de sua casa e solicitar aposentadoria. Atualmente Abraão quase não acumula lixo, mantendo-se um resto num canto de seu quarto. Começou a acolher em casa os companheiros de bebida moradores de rua e guardar alguns objetos deles de forma intercambiável. Assim, foi possível fazer caber nas medidas sanitárias algo da singular solução de Abraão - contornar o excesso do seu corpo-lixo via operação do objeto reciclado. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: LACAN, J. (1974/2004) Entrevista publicada revista Magazine Literraire (Emilio Granzotto: revista Panorama). LACAN, J. ( /2007) O Seminário Livro XXIII: o sinthoma. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed. MILLER, J.-A. Rumo ao PIPOL 4. Correio Revista da Escola Brasileira de Psicanálise, no. 60. EBP, s/d, p MILLER, J-A. Conclusão do PIPOL V. Site enapol ZENONI, A. (2011) Rêves, idéaux, et usages de l instituition. Le Bulletin électronique de l Uforca pour l Université populaire Jacques Lacan, 15 novembre Recebido em outubro de

5 Aceito em novembro de

Título: Entrevista com Fabián Naparstek

Título: Entrevista com Fabián Naparstek Título: Entrevista com Fabián Naparstek Autor: Didier Velásquez Vargas Psicanalista em Medellín, Colômbia. Psychoanalyst at Medellín, Colômbia. E-mail: didiervelasquezv@une.net.co Resumo: Entrevista com

Leia mais

A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1

A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1 A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1 Patrícia Guedes 2 Comemorar 150 anos de Freud nos remete ao exercício de revisão da nossa prática clínica. O legado deixado por ele norteia a

Leia mais

A fala freada Bernard Seynhaeve

A fala freada Bernard Seynhaeve Opção Lacaniana online nova série Ano 1 Número 2 Julho 2010 ISSN 2177-2673 Bernard Seynhaeve Uma análise é uma experiência de solidão subjetiva. Ela pode ser levada suficientemente longe para que o analisante

Leia mais

Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003

Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003 Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003 O forçamento da psicanálise * Ruth Helena Pinto Cohen ** A ciência moderna tende a excluir a poética de seu campo e a psicanálise, a despeito de ter nascido a

Leia mais

IDOSO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica

IDOSO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica e Prática Clínica Atendimento Psicanalítico do IDOSO Atendimento Psicanalítico do IDOSO Ângela Mucida Coordenação da Série Isabel Cristina Gomes z Zagodoni Editora Copyright 2014 by Ângela Mucida Todos

Leia mais

Título: As saídas do tratamento nos CAPS ad

Título: As saídas do tratamento nos CAPS ad Título: As saídas do tratamento nos CAPS ad Autoras: Ana Regina Machado - Psicóloga, especialista em Saúde Mental, mestre em Saúde Pública. Coordenadora do Núcleo de Redes de Atenção à Saúde da Escola

Leia mais

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6 O delírio como desinserção da linguagem Hebe Tizio Resumo: O texto propõe ser o delírio psicótico uma desinserção da linguagem, por oposição ao que se poderia considerá-lo como uma inserção nela. Esclarece

Leia mais

UMA TOPOLOGIA POSSÍVEL DA ENTRADA EM ANÁLISE 1

UMA TOPOLOGIA POSSÍVEL DA ENTRADA EM ANÁLISE 1 UMA TOPOLOGIA POSSÍVEL DA ENTRADA EM ANÁLISE 1 Celso Rennó Lima A topologia..., nenhum outro estofo a lhe dar que essa linguagem de puro matema, eu entendo por aí isso que é único a poder se ensinar: isso

Leia mais

2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania?

2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania? 2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania? Giselle Fleury(IP/UERJ), Heloisa Caldas(IP/UERJ) Para pensar, neste trabalho, a neurose e a psicose em relação

Leia mais

A DOENÇA O REAL PARA O SUJEITO

A DOENÇA O REAL PARA O SUJEITO A DOENÇA O REAL PARA O SUJEITO 2014 Olga Cristina de Oliveira Vieira Graduada em Psicologia pela Universidade Presidente Antônio Carlos. Docente no Centro Técnico de Ensino Profissional (CENTEP). Especialização

Leia mais

O homem urso. Alexandre Costa Val Médico Residente em Psiquiatria do IRS e aluno do IPSM-MG

O homem urso. Alexandre Costa Val Médico Residente em Psiquiatria do IRS e aluno do IPSM-MG O homem urso Alexandre Costa Val Médico Residente em Psiquiatria do IRS e aluno do IPSM-MG Introdução O documentário O Homem Urso (Grizzly Man, 2005), dirigido pelo cineasta alemão Werner Herzog, é uma

Leia mais

Considerações acerca da transferência em Lacan

Considerações acerca da transferência em Lacan Considerações acerca da transferência em Lacan Introdução Este trabalho é o resultado um projeto de iniciação científica iniciado em agosto de 2013, no Serviço de Psicologia Aplicada do Instituto de Psicologia

Leia mais

A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi

A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi As inúmeras homenagens prestadas durante o ano de 2001, ao centenário

Leia mais

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da Introdução O interesse em abordar a complexidade da questão do pai para o sujeito surgiu em minha experiência no Núcleo de Atenção à Violência (NAV), instituição que oferece atendimento psicanalítico a

Leia mais

AMOR, TRANSFERÊNCIA E DESEJO

AMOR, TRANSFERÊNCIA E DESEJO AMOR, TRANSFERÊNCIA E DESEJO Lucia Serrano Pereira 1 Afirmo em nada mais ser entendido, senão nas questões do amor. Isso é o que está dito por Sócrates na obra de Platão O Banquete. O Banquete nos é indicado

Leia mais

O corpo para a psicanálise: notas sobre inibição e psicossomática. 1

O corpo para a psicanálise: notas sobre inibição e psicossomática. 1 O corpo para a psicanálise: notas sobre inibição e psicossomática. 1 Miriam A. Nogueira Lima 2 1ª - O corpo para a psicanálise é o corpo afetado pela linguagem. Corpo das trocas, das negociações. Corpo

Leia mais

NOVAS URGÊNCIAS SOCIAIS: A PSICANÁLISE E O PLANO DE SAÚDE. Marcia Müller Garcez 1

NOVAS URGÊNCIAS SOCIAIS: A PSICANÁLISE E O PLANO DE SAÚDE. Marcia Müller Garcez 1 Vol. 2 3 (2). (1). jul./dez Jul./Dez Jan./jun 2009 NOVAS URGÊNCIAS SOCIAIS: A PSICANÁLISE E O PLANO DE SAÚDE Marcia Müller Garcez 1 RESUMO: O trabalho consiste em abordar a atual discussão sobre a psicanálise

Leia mais

O lugar do corpo no nó borromeano: inibição, sintoma e angústia

O lugar do corpo no nó borromeano: inibição, sintoma e angústia Corpo Aline Nogueira e nó: inibição, Silva Coppus sintoma e angústia ISSN 0101-4838 15 O lugar do corpo no nó borromeano: inibição, sintoma e angústia Alinne Nogueira Silva Coppus* RESUMO O corpo é um

Leia mais

Clínica psicanalítica com crianças

Clínica psicanalítica com crianças Clínica psicanalítica com crianças Ana Marta Meira* A reflexão sobre a clínica psicanalítica com crianças aponta para múltiplos eixos que se encontram em jogo no tratamento, entre estes, questões referentes

Leia mais

Há um acontecimento de corpo

Há um acontecimento de corpo Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 13 março 2014 ISSN 2177-2673 1 Ram Avraham Mandil Para uma discussão sobre a lógica do tratamento a partir do Seminário...ou pior, de Jacques Lacan, gostaria

Leia mais

Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1

Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1 Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1 Alfredo estava na casa dos 30 anos. Trabalhava com gesso. Era usuário de drogas: maconha e cocaína. Psicótico, contava casos persecutórios,

Leia mais

Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica.

Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica. Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica. REI, Vivian Anijar Fragoso [1] ; OLIVEIRA, Paula Batista Azêdo de

Leia mais

Angústia e sexualidade masculina

Angústia e sexualidade masculina Angústia e sexualidade masculina Palavras-chave: angústia, falo, órgão real, virilidade Sérgio Laia * Em psicanálise, a associação entre angústia e sexualidade masculina é geralmente abordada a partir

Leia mais

Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental

Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental Trabalho apresentado na IV Jornada de Saúde Mental e Psicanálise na PUCPR em 21/11/2009. A prática da psicanálise em ambulatório de saúde mental pode

Leia mais

O exterior da inclusão e a inclusão do exterior

O exterior da inclusão e a inclusão do exterior O exterior da inclusão e a inclusão do exterior www.voxinstituto.com.br O tema do V Simpósio Derdic- "Mecanismos de exclusão, estratégias de inclusão" permitiu que a problemática da inclusão social do

Leia mais

outrarte: estudos entre arte e psicanálise

outrarte: estudos entre arte e psicanálise outrarte: estudos entre arte e psicanálise Álvaro de Campos, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, é quem nos diz que Fernando Pessoa não existe, propriamente falando. Também já foi dito que o Livro do

Leia mais

CORPO FREUDIANO ESCOLA DE PSICANÁLISE SEÇÃO RIO DE JANEIRO PROGRAMAÇÃO 2012.2. INÍCIO: 07 de agosto FORMAÇÃO BÁSICA

CORPO FREUDIANO ESCOLA DE PSICANÁLISE SEÇÃO RIO DE JANEIRO PROGRAMAÇÃO 2012.2. INÍCIO: 07 de agosto FORMAÇÃO BÁSICA CORPO FREUDIANO ESCOLA DE PSICANÁLISE SEÇÃO RIO DE JANEIRO PROGRAMAÇÃO 2012.2 INÍCIO: 07 de agosto FORMAÇÃO BÁSICA MÓDULO: REAL, SIMBÓLICO E IMAGINÁRIO Quintas-feiras, horário: 9:30 às 11:30h, semanal

Leia mais

Que Narciso é esse? (Henrique Figueiredo Carneiro henrique@unifor.br) Edição do Autor, 2007, 14 p. (DVD-book)

Que Narciso é esse? (Henrique Figueiredo Carneiro henrique@unifor.br) Edição do Autor, 2007, 14 p. (DVD-book) 251 Que Narciso é esse? (Henrique Figueiredo Carneiro henrique@unifor.br) Edição do Autor, 2007, 14 p. (DVD-book) Autor da resenha Thiago Costa Matos Carneiro da Cunha Psicanalista. Graduado em Psicologia

Leia mais

A clínica da anorexia no hospital, um caso. Aline Martins 1. Selma Correia da Silva 2

A clínica da anorexia no hospital, um caso. Aline Martins 1. Selma Correia da Silva 2 A clínica da anorexia no hospital, um caso. Aline Martins 1 Selma Correia da Silva 2 Neste trabalho pretendemos discutir a articulação do discurso da Psicanálise com o discurso da Medicina, destacando

Leia mais

A tópica lacaniana - simbólico, imaginário, real - e sua relação. com a função paterna

A tópica lacaniana - simbólico, imaginário, real - e sua relação. com a função paterna www.franklingoldgrub.com Édipo 3 x 4 - franklin goldgrub 7º Capítulo - (texto parcial) A tópica lacaniana - simbólico, imaginário, real - e sua relação com a função paterna (Salvo menção expressa em contrário,

Leia mais

A dimensão aditiva do sintoma

A dimensão aditiva do sintoma Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 7 março 2012 ISSN 2177-2673 Glória Maron Introdução Vivemos um tempo posterior à queda dos ideais e das figuras clássicas de autoridade que encarnam a função

Leia mais

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003.

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. Prefácio Interessante pensar em um tempo de começo. Início do tempo de

Leia mais

Latusa Digital Ano 9 N. 49 Junho de 2012. Sobre a letra e o gozo na escrita de Clarice Lispector

Latusa Digital Ano 9 N. 49 Junho de 2012. Sobre a letra e o gozo na escrita de Clarice Lispector Clarisse Boechat 1 Marcia Mello de Lima 2 A obra de Clarice Lispector surpreende o psicanalista de orientação lacaniana, que trabalha com a prática da letra, pois é possível extrair dali alguns conceitos

Leia mais

Rafael Saliba Regis Fundação de Assistência Especializada de Nova Lima - FAENOL

Rafael Saliba Regis Fundação de Assistência Especializada de Nova Lima - FAENOL QUANDO A CLÍNICA ENCONTRA A ESCOLA: O TRATAMENTO DO AUTISMO E AS SAÍDAS POSSÍVEIS DE UMA INCLUSÃO Rafael Saliba Regis Fundação de Assistência Especializada de Nova Lima - FAENOL Rua Divinópolis, 318/201,

Leia mais

Título: Entrevista com Luis Darío Salamone

Título: Entrevista com Luis Darío Salamone Título: Entrevista com Luis Darío Salamone Autor: Didier Velásquez Vargas Psicanalista em Medellín, Colômbia. Psychoanalyst at Medellín, Colômbia. E-mail: didiervelasquezv@une.net.co Resumo: Entrevista

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA APP DO BAIRRO BEIJA FLOR II

DIAGNÓSTICO DA APP DO BAIRRO BEIJA FLOR II DIAGNÓSTICO DA APP DO BAIRRO BEIJA FLOR II SOUSA, K.C. 1 ; SOUSA, K.C. 2 ; OLIVEIRA, A.C. 3 ; NETO, A.T. 4 1 Estudante 4 período de Engenharia Ambiental - Universidade de Uberaba; 2 Estudante 4 período

Leia mais

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Entrevistada: Elisa Alvarenga Diretora Geral do IPSM-MG e Presidente da FAPOL (Federação Americana de Psicanálise de Orientação Lacaniana). E-mail:

Leia mais

Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br

Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br * um encontro que não faz laço Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br Resumo: Este artigo pretende demonstrar que, na experiência analítica, a felicidade reside no encontro transitório, marcado pelo

Leia mais

O TEMPO DA HISTERIA: CONSIDERAÇÕES SOBRE O COLETIVO E O SUJEITO DO INCONSCIENTE Ana Costa

O TEMPO DA HISTERIA: CONSIDERAÇÕES SOBRE O COLETIVO E O SUJEITO DO INCONSCIENTE Ana Costa O TEMPO DA HISTERIA: CONSIDERAÇÕES SOBRE O COLETIVO E O SUJEITO DO INCONSCIENTE Ana Costa No decorrer dos séculos, a histeria sempre foi associada a uma certa imagem de ridículo que por vezes suas personagens

Leia mais

Efeitos terapêuticos rápidos no tratamento de uma neurose obsessiva*

Efeitos terapêuticos rápidos no tratamento de uma neurose obsessiva* 1 Efeitos terapêuticos rápidos no tratamento de uma neurose obsessiva* Sérgio de Campos** Palavras-chave: neurose obsessiva, interpretação, gozo, transferência. João é um jovem universitário, inteligente,

Leia mais

OS PRINCIPAIS FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A PERMANÊNCIA DE DEPENDENTES QUÍMICOS EM TRATAMENTO

OS PRINCIPAIS FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A PERMANÊNCIA DE DEPENDENTES QUÍMICOS EM TRATAMENTO OS PRINCIPAIS FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A PERMANÊNCIA DE DEPENDENTES QUÍMICOS EM TRATAMENTO Dário Fernando Treméa Kubiak 1 Jesus N. Durgant Alves 2 Mara Regina Nieckel da Costa 3 RESUMO Este artigo objetiva

Leia mais

Eixo Temático: Educação

Eixo Temático: Educação Título: ESTAGIÁRIO NA ESCOLA: TECENDO LAÇOS E CONSTRUINDO SAÚDE Nome do Autor: Maria Isabel Ramos da Silva. Instituição: ONG Tempo de Crescer TCER E-mail: isabelrs76@gmail.com Resumo A Tempo de Crescer

Leia mais

OS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS E A GESTÃO DE RESÍDUOS

OS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS E A GESTÃO DE RESÍDUOS 1 OS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS E A GESTÃO DE RESÍDUOS Marta Pimenta Velloso CSGSF/ENSP/FIOCRUZ Na sociedade contemporânea, o consumo de produtos e serviços tem gerado resíduos em excesso. Atualmente,

Leia mais

O desenho e sua interpretação: quem sabe ler?

O desenho e sua interpretação: quem sabe ler? O desenho e sua interpretação: quem sabe ler? Sonia Campos Magalhães Em seu artigo Uma dificuldade da psicanálise de criança, Colette Soler 1 lança uma questão aos psicanalistas que se ocupam desta prática,

Leia mais

Falar de si na contemporaneidade. máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues

Falar de si na contemporaneidade. máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 5 Julho 2011 ISSN 2177-2673 : uma máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues O que tem sido feito do silêncio no mundo atual? Acabou o silêncio? Se

Leia mais

TÍTULO: AUTORES Instituição de Ensino Superior: E-mails: Área Temática: A Reforma Psiquiátrica Brasileira

TÍTULO: AUTORES Instituição de Ensino Superior: E-mails: Área Temática: A Reforma Psiquiátrica Brasileira TÍTULO: A CLÍNICA DA PSICOSE: UMA ARTICULAÇÃO NECESSÁRIA ENTRE A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, A PSICANÁLISE E A REFORMA PSIQUIÁTRICA AUTORES: Margarida Maria Elia Assad Cleide Pereira Monteiro João Mendes de

Leia mais

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6 Psicanálise e Saúde Mental Helenice Saldanha de Castro Resumo: Este artigo faz um contraponto entre dois textos de Jacques Alain Miller, a saber, Saúde Mental e Ordem Pública e A salvação pelos dejetos,

Leia mais

O lugar do psicanalista e o sintoma como fonte de mal-estar

O lugar do psicanalista e o sintoma como fonte de mal-estar O lugar do psicanalista e o sintoma como fonte de mal-estar Júlio Eduardo de Castro* Unitermos: psicanálise em intensão; sintoma; ética da psicanálise. Resumo Este artigo aborda a ética da psicanálise

Leia mais

THE BODY AND THE OTHER

THE BODY AND THE OTHER Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais Almanaque On-line nº 13 Julho a dezembro de 2013 Título: O corpo e o Outro Autora: Sandra Maria Espinha Oliveira Psicóloga, Analista praticante,

Leia mais

SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2

SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2 SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2 Introdução Nossa proposta de intervenção se relaciona às pesquisas em andamento no âmbito do Grupo de Pesquisa UFRJ/CNPq CLINP (Clínica

Leia mais

Saúde mental: acompanhamentos terapêuticos, reabilitação psicossocial e clínica

Saúde mental: acompanhamentos terapêuticos, reabilitação psicossocial e clínica Saúde mental: acompanhamentos terapêuticos, reabilitação psicossocial e clínica Palestra apresentada no XII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional e IX Congresso Latino Americano de Terapia Ocupacional,

Leia mais

De onde vem a resistencia? 1

De onde vem a resistencia? 1 De onde vem a resistencia? 1 Maria Lia Avelar da Fonte 2 1 Trabalho apresentado na Jornada Freud-lacaniana. 2 M dica, psicanalista membro de Intersecção Psicanalítica do Brasil. De onde vem a resistência?

Leia mais

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político Jairnilson Paim - define o SUS como um sistema que tem como característica básica o fato de ter sido criado a partir de um movimento

Leia mais

O PODER SIMBÓLICO DO LIXO: A (RE)-EMERGÊNCIA DO SUJEITO EXCLUÍDO PELO URBANO

O PODER SIMBÓLICO DO LIXO: A (RE)-EMERGÊNCIA DO SUJEITO EXCLUÍDO PELO URBANO O PODER SIMBÓLICO DO LIXO: A (RE)-EMERGÊNCIA DO SUJEITO EXCLUÍDO PELO URBANO Rubiamara Pasinatto 1 Carme Regina Schons 2 SAINDO À RUA Um mesmo corpus pode ser contemplado por diferentes perspectivas teóricas,

Leia mais

"Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica". 1

Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica. 1 V Congresso de Psicopatologia Fundamental "Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica". 1 Autora: Lorenna Figueiredo de Souza. Resumo: O trabalho apresenta

Leia mais

PODERES DO PSICANALISTA

PODERES DO PSICANALISTA Estados Gerais da Psicanálise: Segundo Encontro Mundial, Rio de Janeiro 2003 PODERES DO PSICANALISTA Nelisa Guimarães O título tem o duplo sentido de discutir o que pode um psicanalista na clínica a partir

Leia mais

8 Andréa M.C. Guerra

8 Andréa M.C. Guerra Introdução A loucura sempre suscitou curiosidade, temor, atração. Desde a época em que os loucos eram confinados em embarcações errantes, conforme retratado na famosa tela Nau dos loucos, de Hieronymus

Leia mais

APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1

APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1 APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1 Elza Macedo Instituto da Psicanálise Lacaniana IPLA São Paulo, 2008 A angústia é um afeto Lacan (2005) dedica o Seminário de 1962-1963 à angústia. Toma a experiência

Leia mais

Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1

Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1 1 Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1 Fernanda Otoni de Barros Palavras-chave: conexão psicanálise e direito, violência, ação lacaniana na cidade. Se vocês concordam que o gozo se

Leia mais

Psicanálise e Universidade: considerações a partir de uma experiência de prática em clínica na

Psicanálise e Universidade: considerações a partir de uma experiência de prática em clínica na Psicanálise e Universidade: considerações a partir de uma experiência de prática em clínica na universidade Psychoanalysis and University: considerations based on experience of clinical practice in the

Leia mais

Por que há sonhos dos quais não nos esquecemos?

Por que há sonhos dos quais não nos esquecemos? Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 8 julho 2012 ISSN 2177-2673 Por que há sonhos dos quais não nos esquecemos? Luciana Silviano Brandão Lopes Quem já não teve a sensação de ter tido muitos

Leia mais

EX-SISTO, LOGO SÔO. O modo como soa o título do presente trabalho já nos faz suspeitar de que se trata de

EX-SISTO, LOGO SÔO. O modo como soa o título do presente trabalho já nos faz suspeitar de que se trata de EX-SISTO, LOGO SÔO Eriton Araújo O modo como soa o título do presente trabalho já nos faz suspeitar de que se trata de um aforismo. Mas, para que mais um aforismo para o sujeito da psicanálise? Se considerarmos

Leia mais

A Cidade e suas Normas para o Destino dos Restos: racionalidade e contradição

A Cidade e suas Normas para o Destino dos Restos: racionalidade e contradição A Cidade e suas Normas para o Destino dos Restos: racionalidade e contradição Ana Mágna Silva Couto - Doutoranda em História Social pela PUC/SP, Perseguindo suas diferentes trajetórias, observamos que

Leia mais

O objeto da angústia em Freud e Lacan 1

O objeto da angústia em Freud e Lacan 1 O objeto da angústia em Freud e Lacan O objeto da angústia em Freud e Lacan 1 Maria Carolina Bellico Fonseca Resumo A autora parte, neste trabalho, de algumas considerações, aparentemente discordantes

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR ARNOR, Asneth Êmilly de Oliveira; DA SILVA, Ana Maria Gomes; DA SILVA, Ana Paula; DA SILVA, Tatiana Graduanda em Pedagogia -UFPB-

Leia mais

Utilizando conceitos termodinâmicos na explicação de uma reação química

Utilizando conceitos termodinâmicos na explicação de uma reação química Utilizando conceitos termodinâmicos na explicação de uma reação química Carlos Neco da Silva Júnior 1, Márcia Gorette Lima da Silva a, Fabiana Roberta Gonçalves e Silva 2, Fernanda Marur Mazzé 1 1 Universidade

Leia mais

Contexto cultural contemporâneo: o declínio da função paterna e a posição subjetiva da criança

Contexto cultural contemporâneo: o declínio da função paterna e a posição subjetiva da criança Contexto cultural contemporâneo: o declínio da função paterna e a posição subjetiva da criança Manuela Rossiter Infância - tempo de brincar, coisa séria. Sônia Pereira Pinto da Motta O atendimento de crianças

Leia mais

Integração social e Segregação real: uma questão para as medidas socioeducativas no Brasil

Integração social e Segregação real: uma questão para as medidas socioeducativas no Brasil Integração social e Segregação real: uma questão para as medidas socioeducativas no Brasil Fídias Gomes Siqueira 1 Andréa Maris Campos Guerra 2 [...] a gente carecia de querer pensar somente nas coisas

Leia mais

INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA

INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA Marcos Leomar Calson Mestrando em Educação em Ciências e Matemática, PUCRS Helena Noronha Cury Doutora em Educação

Leia mais

UM APELO À HUMANIZAÇÃO NOS HOSPITAIS: um grito a mais. Resumo: Hoje presenciamos a inserção do Programa Nacional de Humanização nos

UM APELO À HUMANIZAÇÃO NOS HOSPITAIS: um grito a mais. Resumo: Hoje presenciamos a inserção do Programa Nacional de Humanização nos 1 UM APELO À HUMANIZAÇÃO NOS HOSPITAIS: um grito a mais Maíla do Val Machado 1 Cláudia Amarante 2 Elaine Maria C. Zanolla Dias de Souza 3 Resumo: Hoje presenciamos a inserção do Programa Nacional de Humanização

Leia mais

Latusa digital ano 2 Nº 16 julho de 2005

Latusa digital ano 2 Nº 16 julho de 2005 Latusa digital ano 2 Nº 16 julho de 2005 Uma intervenção Carlos Augusto Nicéas * Escolhi trazer para a nossa Conversação 1, alguns fragmentos do tratamento de um jovem de dezenove anos atualmente, dependente

Leia mais

A CORAGEM DE TOMAR A PALAVRA: REPRESSÃO, EDUCAÇÃO E PSICANÁLISE

A CORAGEM DE TOMAR A PALAVRA: REPRESSÃO, EDUCAÇÃO E PSICANÁLISE A CORAGEM DE TOMAR A PALAVRA: REPRESSÃO, EDUCAÇÃO E PSICANÁLISE Autores: Gleici Kelly de LIMA, Mário Ferreira RESENDE. Identificação autores: Bolsista IN-IFC; Orientador IFC-Videira. Introdução Qual seria

Leia mais

FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM. A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da

FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM. A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM Maria Elisa França Rocha A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da sexualidade, bem como conhecer suas fantasias e as teorias que

Leia mais

Narcisismo e cultura contemporânea

Narcisismo e cultura contemporânea Narcisismo e cultura contemporânea Flávia Ferro Costa Veppo José Juliano Cedaro A cultura hedonista, marcada pela ilusão na satisfação rápida e sempre possível, evidencia a ausência do elemento de barramento

Leia mais

CURIOSOS E PESQUISADORES: POSSIBILIDADES NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA

CURIOSOS E PESQUISADORES: POSSIBILIDADES NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA CURIOSOS E PESQUISADORES: POSSIBILIDADES NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA Cíntia Nunes (PPGEdu/UFRGS) Apoio: CNPq Resumo: Este trabalho trata de investigar a curiosidade e a pesquisa escolar sob um ponto

Leia mais

CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE. O valor do corpo como imagem, como suporte imaginário e consistência, por

CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE. O valor do corpo como imagem, como suporte imaginário e consistência, por CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE Regina Cibele Serra dos Santos Jacinto Ana Maria Medeiros da Costa Podemos afirmar que o interesse de Lacan pela questão do corpo esteve

Leia mais

Notas preliminares sobre escrita e estilo em Guimarães Rosa. 1

Notas preliminares sobre escrita e estilo em Guimarães Rosa. 1 Notas preliminares sobre escrita e estilo em Guimarães Rosa. 1 Palavras chave: Escrita; estilo; objeto; literatura Heloisa Caldas * A proposta neste trabalho é a de levantar algumas notas sobre a escrita

Leia mais

Piaget diz que os seres humanos passam por uma série de mudanças previsíveis e ordenadas; Ou seja, geralmente todos os indivíduos vivenciam todos os

Piaget diz que os seres humanos passam por uma série de mudanças previsíveis e ordenadas; Ou seja, geralmente todos os indivíduos vivenciam todos os Teoria cognitivista Piaget utilizou os princípios conhecidos como o conceito da adaptação biológica para desenvolver esta teoria; Ela diz que o desenvolvimento da inteligência dos indivíduos acontece à

Leia mais

MESA-REDONDA. Corpo: cenário de amor, gozo e sofrimento. Amor e compulsão: figuras contemporâneas do trabalho de jovens executivos.

MESA-REDONDA. Corpo: cenário de amor, gozo e sofrimento. Amor e compulsão: figuras contemporâneas do trabalho de jovens executivos. IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental Tema: O amor e seus transtornos Curitiba, de 04 a 07 de setembro de 2010 MESA-REDONDA Corpo:

Leia mais

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Apresentação da obra Sempre me disseram que os dragões eram todos maus e que devíamos fugir deles a sete pés. Mas,

Leia mais

Um olhar psicanalítico sobre o Transtorno de Stress Pós-Traumático

Um olhar psicanalítico sobre o Transtorno de Stress Pós-Traumático Um olhar psicanalítico sobre o Transtorno de Stress Pós-Traumático Fernando Del Guerra Prota O presente trabalho surgiu das questões trabalhadas em cartel sobre pulsão e psicossomática. Não se trata de

Leia mais

Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 13 março 2014 ISSN 2177-2673. Violar corpos. Ondina Machado

Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 13 março 2014 ISSN 2177-2673. Violar corpos. Ondina Machado Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 13 março 2014 ISSN 2177-2673 1 Ondina Machado Situando o tema Violência é um substantivo que designa a 'qualidade de violento'. É derivado da raiz latina

Leia mais

AFORISMOS DE JACQUES LACAN

AFORISMOS DE JACQUES LACAN AFORISMOS DE JACQUES LACAN Marco Antonio Coutinho Jorge (org.) O texto de Lacan, assim como o de Swedenborg, segundo Borges, é daqueles que expõe tudo com autoridade, com uma tranqüila autoridade. Ciente,

Leia mais

A construção de uma clínica para os CAPS a partir da direção da psicanálise

A construção de uma clínica para os CAPS a partir da direção da psicanálise A construção de uma clínica para os CAPS a partir da direção da psicanálise Construction of a clinic for the Caps From the direction of psychoanalysis Valdene Rodrigues Amancio¹. Resumo Como citar esse

Leia mais

Grade antimorador de rua ocupa quase um terço de calçada na Cidade Baixa

Grade antimorador de rua ocupa quase um terço de calçada na Cidade Baixa Menu Capa ZH Porto Alegre Polêmica na Rua da República Grade antimorador de rua ocupa quase um terço de calçada na Cidade Baixa Síndico de prédio decidiu instalar a estrutura devido a reclamações de condôminos

Leia mais

Clínica-Escola de Psicologia: Ética e Técnica

Clínica-Escola de Psicologia: Ética e Técnica Clínica-Escola de Psicologia: Ética e Técnica Carlos Henrique Kessler Foi com muita satisfação que recebi o convite para colaborar com este Informativo, abordando o tema Clínica-escola de psicologia: ética

Leia mais

Clarice Gatto. O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável

Clarice Gatto. O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável Clarice Gatto O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável Trabalho a ser apresentado na Mesa-redonda Poder da palavra no III Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental e IX

Leia mais

Reconhecida como uma das maiores autoridades no campo da análise infantil na

Reconhecida como uma das maiores autoridades no campo da análise infantil na 48 1.5. Aberastury: o nascimento de um neo-kleinianismo Reconhecida como uma das maiores autoridades no campo da análise infantil na Argentina, Arminda Aberastury fazia parte do grupo de Angel Garma, que

Leia mais

Programa do Voluntariado Paranaense Londrina

Programa do Voluntariado Paranaense Londrina EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 031/2013 O Programa do Voluntariado Paranaense de Londrina - Provopar LD, visando garantir os princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade consubstanciados

Leia mais

PRIMEIRAS ENTREVISTAS EM PSIQUIATRIA E PSICANÁLISE

PRIMEIRAS ENTREVISTAS EM PSIQUIATRIA E PSICANÁLISE PRIMEIRAS ENTREVISTAS EM PSIQUIATRIA E PSICANÁLISE Júlia Alram Moreira 1, Luciano Souza 2, Bárbara do Nascimento 3, Diego Gracia 4, Rodrigo Basso 5. RESUMO: A realização de uma boa entrevista inicial é

Leia mais

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE Tereza Raquel Tomé Adeodato Laéria Bezerra Fontenele Miguel Fernandes Vieira Filho Orlando Soeiro Cruxên Quando nos deparamos com a interseção entre Psicanálise

Leia mais

ADEUS ESTRADA DE TIJOLOS AMARELOS: adolescência, toxicomania, psicose. adolescência, desencadeamento, psicose, toxicomania.

ADEUS ESTRADA DE TIJOLOS AMARELOS: adolescência, toxicomania, psicose. adolescência, desencadeamento, psicose, toxicomania. ADEUS ESTRADA DE TIJOLOS AMARELOS: adolescência, toxicomania, psicose José Tiago dos Reis Filho [1] Palavras-chave: adolescência, desencadeamento, psicose, toxicomania. Resumo: Buscar articular os conceitos

Leia mais

Do todos iguais ao um por um Oscar Zack

Do todos iguais ao um por um Oscar Zack Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 6 novembro 2011 ISSN 2177-2673 Oscar Zack O espetáculo não é um conjunto de imagens, mas uma relação social entre as pessoas mediatizadas pelas imagens. Guy

Leia mais

CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico

CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico De nossos antecedentes Existem instituições onde a psicanálise aplicada da orientação lacaniana tem lugar há muitos anos, como é o caso do Courtil e L Antenne

Leia mais

A ORIENTAÇÃO DA PSICANÁLISE EM UM SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO A casa de aposentados: uma pequena construção

A ORIENTAÇÃO DA PSICANÁLISE EM UM SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO A casa de aposentados: uma pequena construção A ORIENTAÇÃO DA PSICANÁLISE EM UM SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO A casa de aposentados: uma pequena construção Cláudia Maria Generoso Psicóloga clínica e do CERSAM Betim, Supervisora de estágio em residência

Leia mais

PSICOLOGIA APLICADA. A. Filipa Faria Cátia Silva Barbara Fernandes Ricardo Rocha

PSICOLOGIA APLICADA. A. Filipa Faria Cátia Silva Barbara Fernandes Ricardo Rocha PSICOLOGIA APLICADA A. Filipa Faria Cátia Silva Barbara Fernandes Ricardo Rocha Psicologia aplicada É impossível pensar em psicologia, sem pensar em intervenção, pois esta tem uma dimensão prática que

Leia mais

Psyché Universidade São Marcos psique@smarcos.br ISSN (Versión impresa): 1415-1138 BRASIL

Psyché Universidade São Marcos psique@smarcos.br ISSN (Versión impresa): 1415-1138 BRASIL Psyché Universidade São Marcos psique@smarcos.br ISSN (Versión impresa): 1415-1138 BRASIL 2005 Andréa Máris Campos Guerra A PSICANÁLISE NO CAMPO DA SAÚDE MENTAL INFANTO-JUVENIL Psyché, janeiro-junho, año/vol.

Leia mais

O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante

O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante Heloisa Caldas ** Minha contribuição para este número de Latusa visa pensar o amor como um semblante que propicia um tratamento

Leia mais