Metodologia de manutenção

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Metodologia de manutenção"

Transcrição

1 Metodologia de manutenção Prof. Manoel Henrique Ementa Elementos de manutenção (definições sobre manutenção, tipos e políticas) Introdução à confiabilidade (conceitos, taxa de falhas, e confiabilidade de sistemas) Introdução à mantenabilidade (conceitos, classificação da manutenção preventiva e taxa de reparo) Disponibilidade (conceitos) Detecção de falhas em projetos e processos (FTA e FMEA) Técnicas e filosofias de manutenção (MBC, MPT e sistemas informatizados de gestão da manutenção). 2 Manoel Henrique 1

2 Bibliografia BARROS FILHO, L. C. de. Modelos de Decisão Aplicados à Avaliação de Mantenabilidade: o Caso de Telecomunicações da CHESF. Dissertação de Mestrado em Engenharia Elétrica. UFPE. Recife KARDEC, Alan e FLORES, Joubert e SEIXAS, Eduardo. Gestão Estratégica e Indicadores de Manutenção, ABRAMAM (Associação Brasileira de Manutenção), LAFRAIA, João R. Barusso. Manual de Confiabilidade, Mantenabilidade e Disponibilidade. Qualitymark:PETROBRÁS. Rio de Janieoro, PEDROSA FILHO, Manoel Henrique de O. Análise de confiabilidade em equipamentos de estações rádio-base: o caso TIM Pernambuco. Trabalho de monografia do curso de pósgraduação em Gestão da Manutenção. Escola Politécnica de Pernambuco, TAVARES, Lourival A. Administração moderna da manutenção. Novo pólo publicações, Rio de Janeiro, Conceitos sobre manutenção Perguntas: O que significam as expressões abaixo? Vamos levar o equipamento para dar manutenção. Este equipamento precisa de manutenção. Aquela empresa dá manutenção em computadores e impressoras. O que significa manutenção? O que a manutenção faz? Quando a manutenção entra em ação? Por que a manutenção é necessária? 4 Manoel Henrique 2

3 Conceitos sobre manutenção Máquinas, equipamentos, instalações, prédios, etc, se desgastam com o tempo. Motivos: Atrito entre peças móveis Esforços dinâmicos e estáticos sofridos por componentes Calor / frio Umidade Pressão Vibração Sujeita Corrosão Oxidação Abrasão (raspar ou desgastar por atrito) Ação das intempéries 5 Conceitos de manutenção Definição formal: Ação ou efeito de manter, de substituir, conservar. Ação de manter, de conservar em bom estado Serviço de conservação, fiscalização em certas empresas, oficinas. Conjunto de operações que permitem manter (ou restabelecer) um material, um aparelho, um veículo, etc. em (ou até) estado determinado, ou restituir-lhe característica de funcionamento especificada. 6 Manoel Henrique 3

4 Acompanha o desenvolvimento técnicoindustrial da humanidade. Revolução industrial e mecanização das indústrias. Até meados de 1914, tinha importância secundária, sendo executada pelos próprios operadores das máquinas. 7 Com a 1ª guerra mundial e o início da produção em série por Henry Ford. Estabelecimento de programas mínimos de produção. Surgiu um órgão subordinado à produção Efetuava reparos nas máquinas operatrizes no menor tempo possível. Surgiu então a manutenção corretiva. 8 Manoel Henrique 4

5 9 Manutenção corretiva: É efetuada após a ocorrência de uma pane, destinada a recolocar um item em condições de executar uma função requerida. É aquela que se conduz quando o equipamento falha ou cai abaixo de uma condição aceitável quando em operação. Manutenção efetivamente realizada em um item, quando o defeito já foi identificado, restituindo-se a condição admissível Manutenção corretiva curativa Manutenção corretiva paliativa 10 Manoel Henrique 5

6 A partir da década de 30, em função da 2ª guerra mundial. Aumento rápido da produção. A administração começou a se preocupar em evitar as falhas. Os técnicos começaram a desenvolver um processo de prevenção de falhas. Surgiu então a manutenção preventiva Manoel Henrique 6

7 Manutenção preventiva É efetuada em intervalos pré-definidos ou de acordo com critérios prescritos, destinada a reduzir a probabilidade de falha ou a degradação do funcionamento de um item. Aquela manutenção executada para conservar um item na condição operacional satisfatória através de inspeção sistemática, detecção e prevenção de falhas iniciais. Manutenção preventiva por tempo Manutenção preventiva por estado 13 Com o desenvolvimento pós-gerra, a evolução da aviação e da indústria eletrônica. Observou-se que se gastava mais tempo com o diagnóstico do que com o reparo. Criou-se uma área onde os especialistas tinham como atividade: Planejar e controlar a manutenção preventiva Analisar causas e efeitos das avarias. Surgiu então a engenharia de manutenção. 14 Manoel Henrique 7

8 15 Com o desenvolvimento e difusão dos computadores e a sofisticação dos instrumentos de medida. A engenharia de manutenção começou a desenvolver critérios para predição ou previsão de falhas. Visando a otimização das equipes de manutenção. Surgiu então a manutenção preditiva ou previsiva. 16 Manoel Henrique 8

9 Os critérios da manutenção preditiva foram associados a métodos de planejamento e controle de manutenção automatizados. Objetivo: reduzir os encargos burocráticos dos executantes da manutenção. Estes métodos são chamados de PPCM (programação, planejamento e controle da manutenção) 17 Manutenção preditiva: É a atividade que permite garantir uma qualidade de serviço desejada, utilizando-se de meios de supervisão central ou de amostragem, para reduzir ao mínimo a manutenção preventiva e evitar a manutenção corretiva. manutenção preventiva baseada no conhecimento do estado / condição de um item, através de medições periódicas ou contínuas de um ou mais parâmetros significativos. A intervenção de manutenção preditiva busca de detecção precoce dos sintomas que precedem uma avaria. 18 Manoel Henrique 9

10 Manutenção moderna A partir de 1980: Desenvolvimento de computadores de baixo custo. Linguagens simples. A manutenção começa a desenvolver seus próprios programas. Eliminação da necessidade de pessoas para processamento das informações. Desenvolvimento de bancos de dados com informações sobre a manutenção na empresa. 19 Manutenção moderna Atualmente, verifica-se: Exigência do aumento na qualidade dos produtos e serviços pelos consumidores. Ex.: Eletrodomésticos, equipamentos industriais, fornecimento de serviços, gás, energia, água, etc. Exigência da redução de custos pelas empresas e indústrias. Otimização da mão de obra, redução de custos e aumento de lucros, etc. 20 Manoel Henrique 10

11 Manutenção moderna Atualmente, verifica-se (cont.): Garantia da qualidade. Ex.: Equipamentos e processos que não produzam produtos defeituosos. Atendimento de prazos. Ex.: Equipamento da produção sempre disponíveis para produção máxima. 21 Manutenção moderna Os profissionais da manutenção: Mais exigidos Atendimento adequado aos clientes (equipamentos, obras e/ou instalações) Desempenham tarefas que resultam em impactos diretos ou indiretos na empresa. 22 Manoel Henrique 11

12 Definições: Manutenção. Resumo Atividades da manutenção Importância/objetivos da manutenção Tipos de manutenção: Corretiva Preventiva Preditiva 23 Manoel Henrique 12

Capítulo II. Considerações sobre manutenção Aspectos relacionados à manutenção de equipamentos e de instalações. Manutenção de transformadores

Capítulo II. Considerações sobre manutenção Aspectos relacionados à manutenção de equipamentos e de instalações. Manutenção de transformadores 46 Capítulo II Considerações sobre manutenção Aspectos relacionados à manutenção de equipamentos e de instalações Por Marcelo Paulino* No estabelecimento de um sistema de manutenção para um determinado

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 3 Disponibilidade em Data Center O Data Center é atualmente o centro nervoso

Leia mais

A MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE UMA PRÁTICA CONTEMPORÂNEA

A MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE UMA PRÁTICA CONTEMPORÂNEA A MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE UMA PRÁTICA CONTEMPORÂNEA MARCELO JOSÉ SIMONETTI 1 ; ANDERSON LUIZ DE SOUZA 2 ; CLAUDIO ROBERTO LEANDRO 3, ALDIE TRABACHINI 4 ; SANDRA MAUREN ELL 5 ; 1 Professor,

Leia mais

Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo.

Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo. Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo. Armando Marques (UTFPR / CEFET-ES) amarques@cefetes.br Rui Francisco Martins

Leia mais

UNESA Sistemas de Transportes Currículo 108 / 2008 MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS

UNESA Sistemas de Transportes Currículo 108 / 2008 MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS 1 INTRODUÇÃO MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS O homem constrói máquinas, equipamentos, veículos, edificações, com o intuito de melhorar conforto e a segurança da sociedade. Entretanto, sabe-se que nada é

Leia mais

PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN

PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN 1 SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO Manutenção Produtiva Total MANTER CONSERVAR PREVENIR REPARAR SUBSTITUIR ADEQUAR MELHORAR PRODUÇÃO

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Introdução: Existe uma grande variedade de denominações das formas de atuação da manutenção, isto provoca certa confusão em relação aos

Leia mais

PROPOSTA DE METODOLOGIA DE TRABALHO COM TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO PREDITIVA E PREVENTIVA

PROPOSTA DE METODOLOGIA DE TRABALHO COM TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO PREDITIVA E PREVENTIVA PROPOSTA DE METODOLOGIA DE TRABALHO COM TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO PREDITIVA E PREVENTIVA Fernando Luís de Moura (01) George Ramon de M. Santos (02) Marcelo Jonathas de M. santos (03) Resumo O presente trabalho

Leia mais

MBA em Engenharia e Gestão de Manufatura e Manutenção. Práticas e Procedimentos Básicos de Manutenção Prof. Sérgio Augusto Lucke

MBA em Engenharia e Gestão de Manufatura e Manutenção. Práticas e Procedimentos Básicos de Manutenção Prof. Sérgio Augusto Lucke MBA em Engenharia e Gestão de Manufatura e Manutenção Práticas e Procedimentos Básicos de Manutenção 1 Práticas e Procedimentos Básicos de Manutenção Ementa 1. Manutenção Corretiva: características básicas,

Leia mais

MODELO DE REFERÊNCIA PARA A GESTÃO DA MANUTENÇÃO NO CONTEXTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CHÃO DE FÁBRICA

MODELO DE REFERÊNCIA PARA A GESTÃO DA MANUTENÇÃO NO CONTEXTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CHÃO DE FÁBRICA MODELO DE REFERÊNCIA PARA A GESTÃO DA MANUTENÇÃO NO CONTEXTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CHÃO DE FÁBRICA Kallyl Hakim Costa Gonçalves (PUCPR) kallyl@hotmail.com Fernando Deschamps (PUCPR) fernando.deschamps@terra.com.br

Leia mais

Impactos da Manutenção no Desempenho de uma Edificação

Impactos da Manutenção no Desempenho de uma Edificação João Alves Pacheco - Diretor de Engenharia As definições a seguir foram obtidos da NBR 5462:1994 Confiabilidade e mantenabilidade, com o objetivo de estabelecer uma base conceitual e terminológica comum

Leia mais

Gestão Laboratorial GESTÃO DE. Prof. Archangelo P. Fernandes

Gestão Laboratorial GESTÃO DE. Prof. Archangelo P. Fernandes Gestão Laboratorial GESTÃO DE EQUIPAMENTOS II Prof. Archangelo P. Fernandes GESTÃO DE EQUIPAMENTOS II Manutenção: conjunto de medidas necessárias, que permitam manter ou restabelecer um sistema no estado

Leia mais

Monitoramento Online de Máquinas e Equipamentos www.preditivaonline.com.br marceloterra@preditivaonline.com.br Tel. 15-997741518

Monitoramento Online de Máquinas e Equipamentos www.preditivaonline.com.br marceloterra@preditivaonline.com.br Tel. 15-997741518 Principais Conceitos Definição de manutenção : ato ou efeito de manter; cuidar de algum objeto ou bem. Conservação. Podemos entender manutenção como o conjunto de tratativas e cuidados técnicos, indispensáveis

Leia mais

Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC

Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC ANEXO IV A Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC Diante desta nova regulamentação no setor de Transmissão de Energia Elétrica, os agentes de transmissão devem buscar estratégias para evitar as penalizações

Leia mais

Administração dos Recursos Patrimoniais. Indicadores de Desempenho da Gestão do Ativo Imobilizado

Administração dos Recursos Patrimoniais. Indicadores de Desempenho da Gestão do Ativo Imobilizado Indicadores de Desempenho da Gestão do Ativo Imobilizado Alguns indicadores da gestão do ativo imobilizado são bastante conhecidos e usadas no dia-adia das empresas, a exemplo do retorno sobre o imobilizado,

Leia mais

Cristian Dekkers Kremer (PPGEP - UTFPR) E-mail: cristian_dk@ig.com.br Prof. Dr. João Luiz Kovaleski (PPGEP - UTFPR) E-mail: kovaleski@utfpr.edu.

Cristian Dekkers Kremer (PPGEP - UTFPR) E-mail: cristian_dk@ig.com.br Prof. Dr. João Luiz Kovaleski (PPGEP - UTFPR) E-mail: kovaleski@utfpr.edu. Determinação do momento ótimo para a realização da manutenção preventiva em equipamentos de uma indústria metalúrgica: um estudo voltado para a redução de custos Cristian Dekkers Kremer (PPGEP - UTFPR)

Leia mais

Gestão da Qualidade em manutenção

Gestão da Qualidade em manutenção 1 Gestão da Qualidade em manutenção Leonardo França de Araújo leofranca13@yahoo.com.br MBA Gestão de Projetos em Engenharia e Arquitetura Instituto de Pós-Graduação - IPOG Brasília, DF, 14/03/2015 Resumo

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE

PLANEJAMENTO E CONTROLE PLANEJAMENTO E CONTROLE COMPETÊNCIAS Conhecer os conceitos de manutenção corretiva, preventiva e preditiva; Elaborar planejamento, programação e controle de manutenção; Empregar o tipo de manutenção adequada,

Leia mais

MANUTENÇÃO PREDITIVA. Transformando Problemas em Resultados

MANUTENÇÃO PREDITIVA. Transformando Problemas em Resultados MANUTENÇÃO PREDITIVA Transformando Problemas em Resultados Manutenção é uma grande dor de cabeça! Manutenção Manutençãoééisto, isto,quando quandotudo tudovai vaibem, bem,ninguém ninguémlembra lembraque

Leia mais

Maximo EAM GESTÃO INTELIGENTE DE ATIVOS

Maximo EAM GESTÃO INTELIGENTE DE ATIVOS Maximo EAM GESTÃO INTELIGENTE DE ATIVOS Herbert De Carvalho MAXIMO EAM Sales IBM Corporation Tivoli Software +55 11 2322.6738 (phone) +55 11 9 8134.3131 (cel) herbert.carvalho@br.ibm.com Agenda Introdução

Leia mais

Módulo 4 DISPONIBILIDADE E CONFIABILIDADE DE ATIVOS DE TRANSPORTES

Módulo 4 DISPONIBILIDADE E CONFIABILIDADE DE ATIVOS DE TRANSPORTES Módulo 4 DISPONIBILIDADE E CONFIABILIDADE DE ATIVOS DE TRANSPORTES Análise da Vida Útil do Ativo MAXIMIZAR o Tempo de Operação dos equipamentos pela contenção das causas fundamentais das falhas. Qualificar

Leia mais

MÓDULO 6 ÁRVORE DE FALHAS. Curso de Especialização em Transporte Ferroviário de Carga

MÓDULO 6 ÁRVORE DE FALHAS. Curso de Especialização em Transporte Ferroviário de Carga MÓDULO 6 ÁRVORE DE FALHAS . Árvore de Falhas O Método de Análise da Árvore de Falhas (FailureTree Analysis - FTA) foi desenvolvido por volta de 96, por W.A.Watson, da Bell Laboratories e aperfeiçoada pela

Leia mais

MANUTENÇÃO PREDITIVA : BENEFÍCIOS E LUCRATIVIDADE.

MANUTENÇÃO PREDITIVA : BENEFÍCIOS E LUCRATIVIDADE. 1 MANUTENÇÃO PREDITIVA : BENEFÍCIOS E LUCRATIVIDADE. Márcio Tadeu de Almeida. D.Eng. Professor da Escola Federal de Engenharia de Itajubá. Consultor em Monitoramento de Máquinas pela MTA. Itajubá - MG

Leia mais

QUALIDADE NA MANUTENÇÃO

QUALIDADE NA MANUTENÇÃO QUALIDADE NA MANUTENÇÃO Mateus Albernaz Lemos (UENF) mateus.albernaz@gmail.com Claudia Marcia R. Machado Albernaz (UENF) cmrmachado@gmail.com Rogerio Atem de Carvalho (IFF) ratem@cefetcampos.br A importância

Leia mais

Perfil de Resultados Proficiência Clínica

Perfil de Resultados Proficiência Clínica Tema Elaboradora MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE EQUIPAMENTOS Shélica Colonhezi Castro. Biomédica do Hospital São Paulo Unifesp e Pós-Graduada em Gestão em Saúde. Análise das respostas e comentários

Leia mais

8.3. FMEA (Failure Mode and Effects Analysis)

8.3. FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) seu produto nas unidades respectivas de cada grandeza, isto é, o produto tem $4,50 na característica "custo", 170 mm na característica "dimensão", e assim por diante. As colunas "concorrente };' e "concorrente

Leia mais

GERENCIAMENTO DE ATIVOS APLICADO À MANUTENÇÃO DE SISTEMAS INDUSTRIAIS

GERENCIAMENTO DE ATIVOS APLICADO À MANUTENÇÃO DE SISTEMAS INDUSTRIAIS GERENCIAMENTO DE ATIVOS APLICADO À MANUTENÇÃO DE SISTEMAS INDUSTRIAIS Moisés do Nascimento Carvalho, Josué Silva de Morais, Aniel Silva de Morais, Marcio José da Cunha, Fábio Vincenzi Romualdo da Silva,

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Informações sobre a disciplina: Professor: Eng. Carlos Bernardo Gouvêa Pereira Site: www.carlosbernardo.com Email: prof_carlospereira@camporeal.edu.br

Leia mais

Questionário - Proficiência Clínica

Questionário - Proficiência Clínica Tema Elaboradora Texto Introdutório Questão 1 MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE EQUIPAMENTOS Shélica Colonhezi Castro. Biomédica do Hospital São Paulo Unifesp e Pós-Graduada em Gestão em Saúde. A manutenção

Leia mais

Autores: Mauro Lucio Martins Eduardo Sarto

Autores: Mauro Lucio Martins Eduardo Sarto Aplicação da Preditiva on-line Como Ferramenta para o Aumento da Disponibilidade e Confiabilidade dos Equipamentos Rotativos em uma Empresado Ramo Petrolífero Autores: Mauro Lucio Martins Eduardo Sarto

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NATHIELE APARECIDA ZAPAROLLI FLORES

UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NATHIELE APARECIDA ZAPAROLLI FLORES UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NATHIELE APARECIDA ZAPAROLLI FLORES ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO DE UM PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO INTERVALO ÓTIMO PARA MANUTENÇÃO: PREVENTIVA, PREDITIVA e DETECTIVA

DETERMINAÇÃO DO INTERVALO ÓTIMO PARA MANUTENÇÃO: PREVENTIVA, PREDITIVA e DETECTIVA DETERMINAÇÃO DO INTERVALO ÓTIMO PARA MANUTENÇÃO: PREVENTIVA, PREDITIVA e DETECTIVA Eduardo de Santana Seixas Engenheiro Consultor Reliasoft Brasil Resumo Um dos pontos críticos na determinação do intervalo

Leia mais

GESTÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA MANUTENÇÃO PREDITIVA NA DISPONIBILIDADE DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS EM PROCESSOS DE FABRICAÇÃO

GESTÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA MANUTENÇÃO PREDITIVA NA DISPONIBILIDADE DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS EM PROCESSOS DE FABRICAÇÃO GESTÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA MANUTENÇÃO PREDITIVA NA DISPONIBILIDADE DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS EM PROCESSOS DE FABRICAÇÃO Michele Costa Ramos (1) (micheleramosc@gmail.com) RESUMO:

Leia mais

Projeto Manutenção Preditiva. Análise de vibrações. www.gatec.com.br

Projeto Manutenção Preditiva. Análise de vibrações. www.gatec.com.br Projeto Manutenção Preditiva Análise de vibrações www.gatec.com.br ANÁLISE DE VIBRAÇÃO 1 - DEFINIÇÃO TÉCNICA 2 - CONCEITUAÇÃO : 2.1 ANÁLISE DE VIBRAÇÃO X ASSINATURA ESPECTRAL 2.2 MONITORAMENTO DA VIBRAÇÃO

Leia mais

Manutenção preditiva

Manutenção preditiva A UU L AL A Manutenção preditiva Uma empresa vinha desenvolvendo de modo satisfatório um programa de manutenção, porém, o relatório final de produção indicava a possibilidade de aperfeiçoamentos no processo.

Leia mais

TPM -Total Productive Maintenance. (Gestão da Manutenção)

TPM -Total Productive Maintenance. (Gestão da Manutenção) TPM -Total Productive Maintenance (Gestão da Manutenção) 1 MANUTENÇÃO À MODA ANTIGA Nada de prevenção! Só se conserta quando quebrar e parar de funcionar. Use até acabar... Manutenção não tem nada em comum

Leia mais

TPM Total Productive Maintenance. ENG 90017 Manutenção e Confiabilidade Flávio Fogliatto

TPM Total Productive Maintenance. ENG 90017 Manutenção e Confiabilidade Flávio Fogliatto TPM Total Productive Maintenance ENG 90017 Manutenção e Confiabilidade Flávio Fogliatto Histórico e panorâmica da sistemática Surgida no Japão, é considerada evolução natural da manutenção corretiva (reativa)

Leia mais

ASPECTOS DA MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS CIENTIFÍCOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

ASPECTOS DA MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS CIENTIFÍCOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO (FACE) FRANCISCO ASSIS LIMA JOÃO CARLOS NOGUEIRA DE CASTILHO ASPECTOS DA MANUTENÇÃO DOS

Leia mais

Atividades da Empresa

Atividades da Empresa Atividades da Empresa A ELsolutions atua no mercado oferecendo soluções de engenharia e montagem em equipamentos de acesso para execução de grandes obras na construção civil e manutenção de fábrica. Temos

Leia mais

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009 Gestão da Qualidade Políticas Manutenção (corretiva, preventiva, preditiva). Elementos chaves da Qualidade Total satisfação do cliente Priorizar a qualidade Melhoria contínua Participação e comprometimento

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE GESTORES EM MANUTENÇÃO DE EXCELÊNCIA

CURSO DE FORMAÇÃO DE GESTORES EM MANUTENÇÃO DE EXCELÊNCIA 2013 15 anos CURSO DE FORMAÇÃO DE GESTORES EM MANUTENÇÃO DE EXCELÊNCIA Ministrante: Sidnei Lopes Dias Realização: Gênesis Assessoria Empresarial CURSO DE FORMAÇÃO DE GESTORES EM MANUTENÇÃO DE EXCELÊNCIA

Leia mais

Estoque, um mal necessário? Confiabilidade do estoque, mostrando casos reais e práticas de conservação*

Estoque, um mal necessário? Confiabilidade do estoque, mostrando casos reais e práticas de conservação* Estoque, um mal necessário? Confiabilidade do estoque, mostrando casos reais e práticas de conservação* * Artigo apresentado no 22º Congresso Brasileiro de Manutenção, Florianópolis 2008 Abraman Julio

Leia mais

ANÁLISE DE FALHAS E DA POSIÇÃO NA CURVA DA BANHEIRA DE MOLDES EMPREGADOS EM EQUIPAMENTOS DE INJEÇÃO

ANÁLISE DE FALHAS E DA POSIÇÃO NA CURVA DA BANHEIRA DE MOLDES EMPREGADOS EM EQUIPAMENTOS DE INJEÇÃO XXIX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. ANÁLISE DE FALHAS E DA POSIÇÃO NA CURVA DA BANHEIRA DE MOLDES EMPREGADOS EM EQUIPAMENTOS DE INJEÇÃO Luiz Otavio Rosa Reis (PUCRS) luereis@yahoo.com.br

Leia mais

Monitoração e Diagnóstico de Equipamentos e Estruturas. Sistemas Inteligentes de Apoio à Decisão.

Monitoração e Diagnóstico de Equipamentos e Estruturas. Sistemas Inteligentes de Apoio à Decisão. Monitoração e Diagnóstico de Equipamentos e Estruturas. Sistemas Inteligentes de Apoio à Decisão. A Empresa Empresa brasileira inovadora*, fundada em 1998: Em 2013: 15 Anos. Equipe Técnica com mais de

Leia mais

Manutenção preventiva

Manutenção preventiva A UU L AL A Manutenção preventiva Consideremos o motor de um automóvel. De tempos em tempos o usuário deverá trocar o óleo do cárter. Não realizando essa operação periódica, estaria correndo o risco de

Leia mais

EVOLUÇÃO DA MANUTENÇÃO

EVOLUÇÃO DA MANUTENÇÃO EVOLUÇÃO DA MANUTENÇÃO 1.1. INTRODUÇÃO Nos últimos 20 anos a atividade de manutenção tem passado por mais mudanças do que qualquer outra. Estas alterações são conseqüências de: a) aumento, bastante rápido,

Leia mais

METODOLOGIAS PARA IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA MANUTENÇÃO: AS MELHORES PRÁTICAS

METODOLOGIAS PARA IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA MANUTENÇÃO: AS MELHORES PRÁTICAS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO VII CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO INDUSTRIAL PRODUÇÃO E MANUTENÇÃO ADEMIR STEFANO PIECHNICKI METODOLOGIAS PARA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

Escola de Material Bélico Seção de Doutrina

Escola de Material Bélico Seção de Doutrina Escola de Material BélicoSeção de 1. Prefácio O presente trabalho foi elaborado com a finalidade de proporcionar aos instrutores e alunos da Escola de Material Bélico (EsMB) e demais interessados nos assuntos

Leia mais

Desenvolvimento de Políticas de Manutenção Centradas em Confiabilidade para Turbinas a Gás Empregadas em Usinas Termelétricas a Ciclo Combinado

Desenvolvimento de Políticas de Manutenção Centradas em Confiabilidade para Turbinas a Gás Empregadas em Usinas Termelétricas a Ciclo Combinado 1 Desenvolvimento de Políticas de Manutenção Centradas em Confiabilidade para Turbinas a Gás Empregadas em Usinas Termelétricas a Ciclo Combinado G. F. M. de Souza, EPUSP, F. J. Guevara, EPUSP e J. N.

Leia mais

Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO?

Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO? MANUTENÇÃO Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO? Conceito de Manutenção segundo o dicionário Michaelis UOL 1. Ato ou efeito de manter (-se). 2. Sustento. 3. Dispêndio com a conservação

Leia mais

SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E O IMPACTO EM UM SISTEMA PRODUTIVO.

SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E O IMPACTO EM UM SISTEMA PRODUTIVO. SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E O IMPACTO EM UM SISTEMA PRODUTIVO. CAMILA RODRIGUES VIEIRA MACHADO (pitagoras) camilarvm@hotmail.com SAMARA LOPES BARBOSA (pitagoras) samaralb@hotmail.com

Leia mais

Com a globalização da economia, a busca da

Com a globalização da economia, a busca da A U A UL LA Introdução à manutenção Com a globalização da economia, a busca da qualidade total em serviços, produtos e gerenciamento ambiental passou a ser a meta de todas as empresas. O que a manutenção

Leia mais

Manutenção em tempos de crise económica Importância da Gestão da Manutenção

Manutenção em tempos de crise económica Importância da Gestão da Manutenção Manutenção em tempos de crise económica Importância da Gestão da Manutenção Por: Patrícia Isabel Correia* A ausência de um Sistema de Gestão de Manutenção provocou, ao longo de muitos anos, a deterioração

Leia mais

SUMÁRIO. Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os equipamentos críticos. ÍNDICE.

SUMÁRIO. Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os equipamentos críticos. ÍNDICE. OGX Procedimento de Gestão Denominação: Gestão de Equipamentos Críticos SUMÁRIO Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os equipamentos críticos. ÍNDICE

Leia mais

6 MARCO TEÓRICO. 6.1 Engenharia de confiabilidade. 6.1.1 Introdução

6 MARCO TEÓRICO. 6.1 Engenharia de confiabilidade. 6.1.1 Introdução 4 6 MARCO TEÓRICO 6.1 Engenharia de confiabilidade 6.1.1 Introdução Até bem pouco tempo, a manutenção era definida como o departamento responsável pela lubrificação e conserto das máquinas, bem como pela

Leia mais

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção Manutenção DSPTI II Manutenção Preventiva e Corretiva Prof. Alexandre Beletti Utilizada em todo tipo de empresa, procurando evitar falhas e quebras em um determinado maquinário Prolongar a vida útil de

Leia mais

GESTÃO DA MANUTENÇÃO

GESTÃO DA MANUTENÇÃO GESTÃO DA MANUTENÇÃO EVOLUÇÃO DA MANUTENÇÃO Mudanças sofridas nos últimos 20 anos Nas Organizações Aumento e diversificação das instalações e equipamentos; projetos mais complexos; surgimento de novas

Leia mais

Cozinha: Fogão à Gás, Refrigerador (Geladeira), Freezer, Lavadora de Louças e Micro-ondas;

Cozinha: Fogão à Gás, Refrigerador (Geladeira), Freezer, Lavadora de Louças e Micro-ondas; 1. OBJETIVO DO SERVIÇO O Eletroassist administra a mão-de-obra para o conserto do eletrodoméstico com até 06 anos de fabricação na ocorrência de um defeito. Esta assistência é disponibilizada aos Segurados

Leia mais

FERRAMENTA DE CONFIABILIDADE: METODOLOGIA DE ENSAIOS EM MOTORES ELÉTRICOS NA OFICINA APÓS A MANUTENÇÃO Case ThyssenKrupp CSA

FERRAMENTA DE CONFIABILIDADE: METODOLOGIA DE ENSAIOS EM MOTORES ELÉTRICOS NA OFICINA APÓS A MANUTENÇÃO Case ThyssenKrupp CSA FERRAMENTA DE CONFIABILIDADE: METODOLOGIA DE ENSAIOS EM MOTORES ELÉTRICOS NA OFICINA APÓS A MANUTENÇÃO Case ThyssenKrupp CSA Engenheiro de Manutenção Preditiva Sênior Rounald de Oliveira Santos Engenheiro

Leia mais

Instalações Prediais. Manutenção

Instalações Prediais. Manutenção Instalações Prediais Manutenção Legislação Leis nº 10.199/86 e 8382/76 Certificado de manutenção dos sistemas de segurança contra incêndio Lei nº 13.214, de 22 de novembro de 2001. Obrigatoriedade de instalação

Leia mais

GESTÃO DE MANUTENÇÃO. Curso Instrumentação Industrial

GESTÃO DE MANUTENÇÃO. Curso Instrumentação Industrial GESTÃO DE MANUTENÇÃO Curso Instrumentação Industrial Parte I Professor Fábio Chaves 02/02/15 1 AGENDA Evolução da Manutenção Terminologia da Manutenção Conceitos de Manutenção, Defeito e Falha Tipos de

Leia mais

Por que devo Gerenciar meus Chamados Técnicos? www.webassist.com.br

Por que devo Gerenciar meus Chamados Técnicos? www.webassist.com.br Por que devo Gerenciar meus Chamados Técnicos? www.webassist.com.br INTRODUÇÃO Você já se perguntou o porque de gerenciar seus Chamados Técnicos? Hoje vamos te ajudar entender um pouco melhor o porque

Leia mais

GESTÃO DE ESTOQUES DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DE CASO

GESTÃO DE ESTOQUES DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DE CASO GESTÃO DE ESTOQUES DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO DA MANUTENÇÃO: UM ESTUDO DE CASO Roberio Fonseca Padilha Junior (PETROBRAS) rob_padilha@yahoo.com.br Greison da Silva Rodrigues (PETROBRAS) greison@petrobras.com.br

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

Especificação Técnica ÍNDICE DE REVISÕES

Especificação Técnica ÍNDICE DE REVISÕES UNIDADE: GERAL 1 de 15 ÍNDICE DE REVISÕES Rev. 0 EMISSÃO INICIAL DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 1 2 6.1.6-b inclusão: repetibilidade de 0,1% (zero virgula um por cento); 6.1.7 inclusão: Desvio padrão

Leia mais

Diagnóstico da gestão das redes semafóricas

Diagnóstico da gestão das redes semafóricas Apóio: Diagnóstico da gestão das redes semafóricas Ausência de uma visão estratégica da importância das redes Semafóricas e os impactos (positivos ou negativos) nas vidas das pessoas e das empresas; Serviços

Leia mais

11. NOÇÕES SOBRE CONFIABILIDADE:

11. NOÇÕES SOBRE CONFIABILIDADE: 11. NOÇÕES SOBRE CONFIABILIDADE: 11.1 INTRODUÇÃO A operação prolongada e eficaz dos sistemas produtivos de bens e serviços é uma exigência vital em muitos domínios. Nos serviços, como a Produção, Transporte

Leia mais

Coordenadoria de. Manutenção. Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção

Coordenadoria de. Manutenção. Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção Coordenadoria de Manutenção Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção Sumário 1. INTRODUÇÃO 3 2. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E FUNCIONAL 3 3. ORGANOGRAMA: 3 4. ATRIBUIÇÕES E COMPETÊNCIAS

Leia mais

MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES - A EXPERIÊNCIA CESP

MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES - A EXPERIÊNCIA CESP GSE/ 2 17 à 22 de outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil GRUPO VIII SUBESTAÇÕES E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS (GSE) MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES - A EXPERIÊNCIA CESP Antônio Carlos T. Diogo (*) Manabu

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NR 1 - Disposições Gerais As Normas Regulamentadoras são de observância obrigatória por

Leia mais

Introdução Visão Geral Processos de gerenciamento de qualidade. Entradas Ferramentas e Técnicas Saídas

Introdução Visão Geral Processos de gerenciamento de qualidade. Entradas Ferramentas e Técnicas Saídas Introdução Visão Geral Processos de gerenciamento de qualidade Entradas Ferramentas e Técnicas Saídas O que é qualidade? Qualidade é a adequação ao uso. É a conformidade às exigências. (ISO International

Leia mais

Capítulo VII. Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos. Manutenção elétrica industrial. Características. Conceitos. Organização do SMP

Capítulo VII. Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos. Manutenção elétrica industrial. Características. Conceitos. Organização do SMP 50 Capítulo VII Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* O Sistema de Manutenção Planejada (SMP) é formado por instruções, listas e detalhamento

Leia mais

Prestar assistencia tecnica no conserto e reparo de equipamentos eletronicos, domesticos, microprocessadores e microcontrolados.

Prestar assistencia tecnica no conserto e reparo de equipamentos eletronicos, domesticos, microprocessadores e microcontrolados. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500702 - ELETROTECNICA - MOD. Nivel: Tecnico Area Profissional: 0047 - ELETRICA-ELETRONICA-TEC Area de Atuacao: 0349 - ASSIST.TEC./ELETR.-TEC

Leia mais

Gerenciamento dos Riscos de Projetos e Gerenciamento de Manutenção Industrial, Correlação das ferramentas de Gestão.

Gerenciamento dos Riscos de Projetos e Gerenciamento de Manutenção Industrial, Correlação das ferramentas de Gestão. Gerenciamento dos Riscos de Projetos e Gerenciamento de Manutenção Industrial, Correlação das ferramentas de Gestão. Resumo Luiz Miguel Prado Pato Peres Molina lm3pmolina@hotmail.com MBA em Gestão de Projetos

Leia mais

A importância da Manutenção Automotiva. STAB Julho/15. Eng. Bellini Bellmec Consultoria Ltda Julho/15

A importância da Manutenção Automotiva. STAB Julho/15. Eng. Bellini Bellmec Consultoria Ltda Julho/15 A importância da Manutenção Automotiva STAB Julho/15 83% do custo do plantio está na mecanização 94% do custo da colheita é mecanização Do custo total com equipamentos da área agrícola: 18% são custos

Leia mais

Tecnologia Preditiva no Transformador de Potência da Johnson&Johnson

Tecnologia Preditiva no Transformador de Potência da Johnson&Johnson Tecnologia Preditiva no Transformador de Potência da Johnson&Johnson Luiz B. S. Chacon (1) 1 Murilo Armelin Toledo (2) 2 Lucas Pavan Fritoli (3) 3 Hirokazu T. B. Ito (4) 4 RESUMO A energia elétrica é um

Leia mais

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS - END Ensaios realizados em materiais, acabados ou semi acabados, para verificar a existência ou não de descontinuidades ou defeitos, através de princípios físicos definidos, sem

Leia mais

Aplicação de FMEA para Revisão da Estratégia de Manutenção dos Tornos de Rodeiros 165CNC

Aplicação de FMEA para Revisão da Estratégia de Manutenção dos Tornos de Rodeiros 165CNC Aplicação de FMEA para Revisão da Estratégia de Manutenção dos Tornos de Rodeiros 165CNC Renato David 1, Allan James Ferreira Maciel 2 *, Jediel Grangeiro 3, Josenilson Rocha 4 1,2,3,4 Planejamento e recursos

Leia mais

FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÃO MATEUS CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA MECÂNICA

FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÃO MATEUS CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA MECÂNICA FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÃO MATEUS CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA MECÂNICA EMERSON SANTOS QUEIROZ KLEBER HOLANDA MATEUS CARLOS RAMOS DOS SANTOS POLLYANNA LUIZA MARTINS BORGES MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE:

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06 Extintores de Incêndio Portáteis. Revisão: 00 Folha: 1 de 7 1. Objetivo Assegurar que todos os canteiros de obras atendam as exigências para utilização dos extintores de incêndio portáteis de acordo com

Leia mais

SEMINÁRIO. semear novas idéias ou favorecer a sua germinação; identificar problemas e examinar seus diferentes

SEMINÁRIO. semear novas idéias ou favorecer a sua germinação; identificar problemas e examinar seus diferentes SEMINÁRIO semear novas idéias ou favorecer a sua germinação; identificar problemas e examinar seus diferentes aspectos; propor pesquisas para resolver problemas; intercâmbio de experiências ou percepções

Leia mais

Fonte: emcefetmg.blogspot.com

Fonte: emcefetmg.blogspot.com Fonte: emcefetmg.blogspot.com PERFIS DOS CURSOS TÉCNICOS DA EPTNM Fonte: CNCT-2001 Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança TÉCNICO EM EQUIPAMENTOS BIOMÉDICOS Planeja e executa a instalação de equipamentos

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS

AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS Eng. Eduardo Linzmayer RESUMO Avaliação e levantamento das emissões de fluidos nos sistemas de refrigeração; Importância

Leia mais

Nosso. Serviço. diferença

Nosso. Serviço. diferença Nosso Serviço faz a diferença Ninguém conhece sua usina melhor do que nós Um técnico de manutenção próximo a você Disponibilidade de peças de reposição Garantia de tempo de reação Garantia de horas de

Leia mais

Capítulo III Manutenção preditiva e detectiva

Capítulo III Manutenção preditiva e detectiva 46 Capítulo III Manutenção preditiva e detectiva Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* Manutenção preditiva Uma empresa vinha desenvolvendo de modo satisfatório um programa de manutenção, porém,

Leia mais

Capítulo V. Planejamento e organização da manutenção Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* Manutenção elétrica industrial

Capítulo V. Planejamento e organização da manutenção Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* Manutenção elétrica industrial 46 Capítulo V Planejamento e organização da manutenção Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* A busca incessante do lucro pelas empresas, focada relegando-a a uma posição secundária ou a ser vista

Leia mais

FMEA - Análise do Tipo e Efeito de Falha. José Carlos de Toledo Daniel Capaldo Amaral GEPEQ Grupo de Estudos e Pesquisa em Qualidade DEP - UFSCar

FMEA - Análise do Tipo e Efeito de Falha. José Carlos de Toledo Daniel Capaldo Amaral GEPEQ Grupo de Estudos e Pesquisa em Qualidade DEP - UFSCar FMEA - Análise do Tipo e Efeito de Falha José Carlos de Toledo Daniel Capaldo Amaral GEPEQ Grupo de Estudos e Pesquisa em Qualidade DEP - UFSCar FMEA - Análise do Tipo e Efeito de Falha 1 1 Introdução

Leia mais

A EDP apresenta o serviço Integra, que pretende colocar a nossa experiência em instalações elétricas ao serviço dos nossos clientes

A EDP apresenta o serviço Integra, que pretende colocar a nossa experiência em instalações elétricas ao serviço dos nossos clientes A eletricidade é um elemento fundamental para a atividade da generalidade das empresas. Neste contexto, é essencial para as empresas garantirem de forma simples e sem preocupações: Continuidade de fornecimento

Leia mais

Palavras do Diretor Executivo

Palavras do Diretor Executivo SERVICE Palavras do Diretor Executivo A IMBIL SERVICE é uma empresa que atua no segmento de SERVIÇOS, em Sistemas de Bombeamento, na Nacionalização de Peças e Bombas e na Gestão de Contratos em Serviços

Leia mais

Manutenção Preditiva: Caminho para a excelência

Manutenção Preditiva: Caminho para a excelência Manutenção Preditiva: Caminho para a excelência 1- CONCEITUAÇÃO Júlio Nascif Manutenção preditiva é a atuação realizada com base na modificação de parâmetro de condição ou desempenho do equipamento, cujo

Leia mais

Seção 1 Resultado das propostas de projeto de P&D por categoria

Seção 1 Resultado das propostas de projeto de P&D por categoria RESULTADO DO 2º LOTE DE PROJETOS DO EDITAL DE IDEAÇÃO EXTERNA 001/2013 As Centrais Elétricas Do Norte do Brasil S.A., por meio deste documento, divulga o resultado do 2º Lote de Projetos referentes ao

Leia mais

Paraná - Rio Grande do Sul

Paraná - Rio Grande do Sul COMPROMETIMENTO E SATISFAÇÃO DO CLIENTE Paraná - Rio Grande do Sul Missão Oferecer as melhores soluções em serviços e produtos, visando se adequar aos altos padrões de satisfação de nossos clientes e parceiros

Leia mais

MANUTENÇÃO PREDITIVA EM TRANSFORMADORES UTILIZANDO O CRITÉRIO DE ROGERS NA ANÁLISE DE GASES DISSOLVIDOS EM ÓLEO ISOLANTE

MANUTENÇÃO PREDITIVA EM TRANSFORMADORES UTILIZANDO O CRITÉRIO DE ROGERS NA ANÁLISE DE GASES DISSOLVIDOS EM ÓLEO ISOLANTE MANUTENÇÃO PREDITIVA EM TRANSFORMADORES UTILIZANDO O CRITÉRIO DE ROGERS NA ANÁLISE DE GASES DISSOLVIDOS EM ÓLEO ISOLANTE JOÃO LUIS REIS E SILVA (1) resumo O critério de Rogers é uma metodologia científica

Leia mais

TELEMETRIA APLICADA A MANUTENÇÃO DE CAMINHÕES: UM ESTUDO SOBRE SEUS EFEITOS NO SETOR DE MANUTENÇÃO DE UMA EMPRESA MINERADORA

TELEMETRIA APLICADA A MANUTENÇÃO DE CAMINHÕES: UM ESTUDO SOBRE SEUS EFEITOS NO SETOR DE MANUTENÇÃO DE UMA EMPRESA MINERADORA TELEMETRIA APLICADA A MANUTENÇÃO DE CAMINHÕES: UM ESTUDO SOBRE SEUS EFEITOS NO SETOR DE MANUTENÇÃO DE UMA EMPRESA MINERADORA Fernando Silva de Araujo Porto (FUNCESI) fernando.porto@funcesi.br Victor Newman

Leia mais

Este trabalho tem como objetivo propor um modelo multicritério para a priorização dos modos de falha indicados a partir de uma aplicação do processo

Este trabalho tem como objetivo propor um modelo multicritério para a priorização dos modos de falha indicados a partir de uma aplicação do processo 1 Introdução A atual regulamentação do setor elétrico brasileiro, decorrente de sua reestruturação na última década, exige das empresas o cumprimento de requisitos de disponibilidade e confiabilidade operativa

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO (PCM) Parte 1

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO (PCM) Parte 1 1 INTRODUÇÃO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO (PCM) Parte 1 Luiz Carlos Dorigo Até a Segunda Guerra Mundial as atividades de Manutenção Industrial eram fundamentalmente atividades de Manutenção Corretiva.

Leia mais

Análise Termográfica RELATÓRIO TÉCNICO 1014

Análise Termográfica RELATÓRIO TÉCNICO 1014 ANÁLISE TERMOGRÁFICA SAAE - Pedreira SAAE 1. OBJETIVO Apresentar ao SAAE a Inspeção Termográfica realizada nos equipamentos de suas unidades em Pedreira 2. INSTRUMENTAÇÃO UTILIZADA Termovisor Flir Systems

Leia mais

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-34 Maceió, Brasil, Agosto de 2005

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-34 Maceió, Brasil, Agosto de 2005 COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL COMITÊ NACIONAL BRASILEIRO V CIERTEC - SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO DE PERDAS, EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA E PROTEÇÃO DA RECEITA NO SETOR ELÉTRICO Área

Leia mais

FERRAMENTAS DA QUALIDADE

FERRAMENTAS DA QUALIDADE FERRAMENTAS DA QUALIDADE FEMEA Análise do Modo e Efeito das Falhas Desenvolvido pela Professora Patrícia Roggero 1 Análise do Modo e Efeito das Falhas Desenvolvido pela Professora Patrícia Roggero 2 -

Leia mais

16 O Setor Elétrico / Maio de 2010

16 O Setor Elétrico / Maio de 2010 16 Instalações elétricas e de instrumentação para áreas classificadas Capítulo XVII Requisitos para as atividades de inspeção e manutenção de instalações elétricas e de instrumentação em atmosferas explosivas

Leia mais