Clipping Nacional. Educação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Clipping Nacional. Educação"

Transcrição

1 Clipping Nacional de Educação Terça-feira, 17 de Dezembro de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) (61)

2 17/12/13 00 O PAÍS Universidades de SP se destacam nos Brics Duas instituições estão entre as dez melhores do bloco, aponta ranking Duas universidades brasileiras estão entre as dez melhores colocadas no ranking dos Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, índia, China e África do Sul. A pesquisa feita pela QS University Rankings mostra a USP e a Unicamp, ambas de São Paulo, respectivamente, em 85 e 10 lugares. Sete instituições chinesas e uma em Moscou, na Rússia, completam a relação das dez faculdades mais bem avaliadas. Já entre as cem melhores universidades, 17 são do Brasil. Na mesma lista, há 40 da China, 19 da Rússia, 16 da índia e oito da África do Sul. Entre os critérios levados em conta pela QS, estão a reputação acadêmica, reputação entre empregadores, rendimento estudantil, porcentagem de professores com doutorado, pesquisas publicadas, citações em artigos científicos e intercâmbio de estudantes. Este é o segundo ranking de universidades dos economias emergentes. Na semana retrasada, a consultoria Times Higher Education (THE) divulgou pesquisa mais ampla, no ensino superior de 22 países. A lista inclui nações como Turquia, Tailândia, México e Indonésia. Nesta relação, o Brasil apareceu com apenas quatro instituições entre as cem mais bem avalia -das (USP, Unicamp, UFRJ e Unesp). Nenhuma brasileira, porém, estava entre as dez melhores na consulta da THE.

3 17/12/13 00 O PAÍS Dilma homenageia vencedores do Prêmio Jovem Cientista deste ano -Brasília- A presidente Dilma Rousseff entregou ontem o Prêmio Jovem Cientista, que teve um recorde de inscrições e contou com 12 vencedores em cinco categorias. Ela destacou a criatividade do estudante escolhido pelo melhor trabalho de ensino médio, Edivan Nascimento Pereira, que desenvolveu um filtro de água a partir de caroços de açaí. Também elogiou o vencedor na categoria ensino superior, José Leôncio de Almeida Silva, que bolou uma fórmula de água salgada para irrigar pastagens no semiárido, e o trabalho de Gustavo Meirelles Lima, que ganhou o primeiro lugar entre mestres e doutores por ter desenvolvido um projeto de microgeração de energia em sistemas de abastecimento de água,. O prêmio é destinado àqueles que têm coragem de enfrentar desafios, que se inquietam, que saem em busca de soluções afirmou Dilma. Foram concedidos R$ 700 mil em prêmios. O Prêmio Jovem Cientista está em sua 27ª edição. Ele é organizado pelo CNPq, em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a Gerdau e a GE.

4 17/12/13 00 ECONOMIA Educação em 1º lugar Prioridade nos lares, estudo exige gastos e esforços como andar no escuro oú deixar de ver os filhos Cássia Almeida, Cristiane Bonfanti, Flávia Ilha, Letícia Lins, Roberta Scrivano e Victor Furtado* -RIO, BRASÍLIA, PORTO ALEGRE, RECIFE, SÃO PAULO e BELÉM- Prioridade tem nome nas famílias brasileiras: educação. Nos sete lares acompanhados pelo GLOBO durante este ano, os sacrifícios assumidos para alcançar esse objetivo são imensos. Desde ver a filha apenas aos finais de semana a andar no escuro no meio do agreste pernambucano, sem falar nos gastos. No terceiro dia da série de reportagens sobre o impacto das mudanças na economia no cotidiano das famílias brasileiras, chama atenção os esforços empreendidos para conseguir estudar e, assim, ter ganhos profissionais ou tentar um futuro melhor. A agricultora Ivanilda Maria da Silva, que mora em São Caetano, no agreste pernambucano está matriculada no EJA Educação de Jovens e Adultos. Cursa a quinta e a sexta séries na Escola Municipal Camilo Pereira Carneiro, onde divide a sala com 25 colegas. Vaidosa, apronta-se para ir ao colégio: usa batom, passa lápis nos imensos olhos verdes, põe bijuterias. Ao anoitecer, despede-se do marido, anda 800 metros no meio da caatinga e espera o ônibus escolar numa estrada escura e poeirenta. São mais dez quilômetros de caminho esburacado, percurso que dura de 30 a 40 minutos, dependendo da condição da "rodovia". Na cidade de São Caetano a 153 quilômetros do Recife ela ainda caminha mais 15 minutos, até chegar ao colégio, de onde sai entre 22h e 22h30m. No retomo, segue pela estrada escura, com a ajuda de uma lanterna e da cadela Lupita. Religiosamente, o animal a aguarda no ponto do ônibus: É muita dificuldade. A gentè pilota o fogão, cuida dos bichos, da lavoura, mas tenho mais é que comemorar o fato de estar na escola. Estou dando um exemplo para os filhos e recuperando aquilo que não tive na infância. DIARISTA QUER ENTRAR NA FACULDADE ANTES DOS 50 Ivanilda espera um dia chegar à universidade, mas essa ainda é uma realidade distante. Por enquanto, Ivanilda acorda às cinco, quando prepara "o café da turma" (marido, dois filhos e enteado). Lava os pratos no balde (não tem água encanada) e segue para o campo. Dependendo do sol, trabalha até meio dia e alimenta o gado com o companheiro João Torres. Em casa, prepara o almoço da família. De tarde, vai de novo ao curral e recolhe as cabras que se alimentam soltas na caatinga. Ainda aproveita para dar "uma limpadinha" no mato do roçado. Retorna à casa, prepara o jantar e e se arruma para a escola. Às 17h40 saio para a escolá, porque o ônibus passa entre 18hl0m e 18h30m diz. Em São Paulo, a rotina é diferente, mas igualmente pesada. Vanessa lima não vê a filha acordada durante a semana. Consegue dormir apenas quatro horas por noite, para conseguir terminar este ano a faculdade de Administração. O estudo tira horas de sono e R$ 500 do orçamento doméstico. No ano que vem, a situação financeira ficará mais folgada, mas apenas num primeiro momento. O marido Marcos Roberto, gestor de produção de uma indústria de autopeças, vai começar a faculdade. Também vou cursar Administração, porque quero ganhar mais diz Marcos. Para a professora da Universidade Federal de Pernambuco Tatiana Menezes, o problema está na falta de investimentos para aumentar a produtividade do trabalhador.: Os governos só pensam em aumentar o PIB (Produto Interno Bruto, conjunto de bens e serviços produzidos no país). Vieram Continua

5 Continuação 17/12/13 indústrias para Recife, mas estão trazendo pessoal de fora, pois a mão de obra daqui não tem formação. A diarista Solange Moraes, que mora em Duque de Caxias, no Rio, tem um objetivo: quer entrar no ano que vem na faculdade de Engenharia Química na UFRJ. Aos 48 anos, completou o ensino médio em Para ela, a educação é o mais importante bem que pode deixar para os nove filhos. Eles não entraram na faculdade e isso a decepcionou: Depois vi que esse sonho era meu também. Estava focando nos meus filhos o meu sonho. Solange diminuiu o número de casas em que trabalhava para fazer cursos dos mais diversos. Estudou inglês, espanhol e até um curso técnico na área de química todos gratuitos. Chegou a ganhar um bolsa parcial para um curso na área de petróleo e gás pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica). Mas a vaga era para Campos, Norte Fluminense. Este ano, fez o Enem de novo. Espera ansiosa o resultado. Quero entrar na faculdade até os 50 anos. Dos nove filhos de Solange, quatro moram com ela. Lucas, de 18 anos, está cursando o oitavo ano do ensino fundamental à noite, depois do trabalho numa marcenaria no Méier. Ele parou de estudar um ano e repetiu outro, o que explica o atraso na escola. Lucas sai de casa às 5h30m para trabalhar e está na escola às 19h. Na sua opinião, o trabalho não atrapalha o estudo. O orçamento já apertado da família do professor de Redação e Literatura da rede pública estadual do Pará Jafíre Moraes, e de sua mulher Edi-nete Veras, agente administrativa, ficou ainda mais curto. A renda da família de Belém é de R$ O filho mais velho Vithor, de 16 anos, repetiu ano. Para melhorar o desempenho do adolescente, a família resolveu gastar mais. Vithor trocou de escola e a mensalidade subiu de R$ 350 para R$ 400. E, agora, o adolescente ainda conta com a ajuda de um professor particular. Em Porto Alegre, o esforço da educação ficou com a mãe. Kátia Duarte, merendeira em uma escola, terminou o magistério e poderá, finalmente, ser habilitada a trabalhar com crianças até o quinto ano do ensino fundamental. Trabalhando desde os 13 anos, Kátia ficou 11 anos sem estudar até se decidir vencendo a resistência do marido pelo magistério. Foram três anos e meio de curso: A partir de agora vou investir na carreira. Já recebi proposta para trabalhar como professora e pretendo cursar pedagogia, para seguir melhorando. Quero ser um exemplo para meus filhos. Mas o filho David, de 21 anos, parou de estudar na oitava série do ensino fundamental. Faz pequenos trabalhos de servente de obra, mas pretende terminar o ensino médio e estudar outros idiomas: Trabalho de servente não é para sempre. *Especial para O GLOBO

6 17/12/13 A2 EDITORIAL USP do B Acumulam-se, na USP Leste, insólitos problemas incompatíveis com qualquer instituição de ensino --ainda mais com a principal universidade da América Latina. No episódio mais recente --e mais bizarro--, a direção da USP Leste anunciou a decisão de antecipar as férias por causa de uma infestação de piolhos de pombos. Na semana passada, três salas de aula haviam sido interditadas; inúmeros alunos e professores manifestaram sinais de escabiose (sarna). Não bastasse, a Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo) recentemente analisou a água do campus e encontrou turbidez e presença indevida de bactérias. Os bebedouros não podem mais ser utilizados. Isso numa universidade que, em setembro, viu seus professores entrarem em greve depois de a Cetesb (agência ambiental paulista) verificar no local uma perigosa concentração de gás metano, altamente inflamável. A área chegou a ser interditada, e uma multa de R$ 96,8 mil foi aplicada. Em nota, a própria USP informou que seu campus na zona leste (em Ermelino Matarazzo, às margens da rodovia Ayrton Senna) foi construído em área "ambientalmente problemática" em que haviam sido adicionadas terras contaminadas de origem desconhecida. Continua

7 Continuação 17/12/13 Inaugurada com pompa em 2005 pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), a USP Leste busca oferecer oportunidades aos jovens de municípios como Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Mairiporã, Suzano, Salesópolis e Guarulhos. Alckmin enfatizou que um dos objetivos da iniciativa era a inclusão social, mas deixou claro que seria mantido o padrão USP de qualidade acadêmica. Mesmo localizada em região carente da cidade, a USP Leste não faria o papel de instituição de segunda linha da melhor universidade do país. O descalabro atual, contudo, deixa claro que, do ponto de vista prático, a USP Leste foi tratada como uma espécie de prima pobre da matriz do Butantã. Sua criação na área em que se encontra revelase, aos poucos, medida açodada --decerto com fins eleitoreiros. São evidentes os prejuízos para as mais de pessoas -- entre professores, alunos e funcionários-- que circulam diariamente pela USP Leste. Estão em risco sua saúde e a reputação dos cursos que frequentam. Nesta semana haverá eleições para reitor da USP. É mais do que hora de enfrentar as agruras do campus da zona leste de forma estrutural. Isso inclui prestar contas, apurar responsabilidades e agir com transparência.

8 17/12/13 A2 TENDÊNCIAS E DEBATES A inclusão de pessoas com deficiência ALEXANDRE SCHMIDT DE AMORIM Muitos alunos que saem de escolas especiais têm como maior impeditivo no ensino regular não a estrutura física, mas o preconceito O debate sobre a inclusão de pessoas com deficiência no ensino regular e a eliminação, ou não, das escolas especiais exige cautela, e não radicalismos. É justamente desse tema que trata a meta 4 do Plano Nacional de Educação. A educação especial impacta estudantes no Brasil (Censo Escolar, 2012). Hoje, 25% ( ) deles estão nas instituições especiais. O número é grande e, por isso, antes de qualquer decisão política, é preciso saber quem são esses alunos, o que eles precisam e onde eles podem ser melhor atendidos. Os pontos de análise são o preparo do ensino regular para receber alunos com deficiência, o papel das escolas especiais e a sociabilização. De forma prática, a inclusão não é possível e positiva para todos. Existem diferentes tipos de deficiências --algumas em que a idade mental não passa de um ano e outras em que a possibilidade de aprendizagem é maior. É preciso estar pronto para lidar com cada uma delas, em seus diferentes níveis. Em primeiro lugar, o ensino regular precisa ser melhor preparado para receber os alunos com deficiência que tenham potencial de inclusão. Os esforços públicos devem ir além do investimento em estrutura física. Precisam capacitar o professor, disponibilizar em número suficiente profissionais de apoio e orientar os demais alunos. Acompanhamos muitos casos, em todo o país, de alunos que saem de escolas especiais e têm como maior impeditivo no ensino regular não a estrutura física, mas o preconceito. Em segundo lugar, precisamos entender que as mais de escolas especiais no país desempenham papel fundamental para o deficiente que não acompanha o currículo regular. Essas instituições trabalham dentro dos potenciais do indivíduo e com o acompanhamento de que ele necessita. Sabemos que, na prática, o professor do ensino regular não pode diminuir o ritmo de aula em função de um aluno. Por isso o fortalecimento das escolas especiais é fator de sucesso para o desenvolvimento pleno da Continua

9 Continuação 17/12/13 pessoa com deficiência. No caso dessas escolas, o investimento deve ser aplicado na infraestrutura, aí sim o maior limitador de crescimento e causador da longa fila de espera. O terceiro ponto, a socialização, deve se dar no ensino regular e no especial. É um fator decisivo no processo de inclusão. As práticas que promovem o relacionamento dos alunos de escolas especiais com os das regulares devem ser valorizadas e replicadas, uma vez que diminuem o preconceito e ajudam no desenvolvimento de todos. Do mesmo modo, a sociedade deve ser foco de campanhas que levem à compreensão da deficiência, dando oportunidades de atuação para o deficiente, como o mercado de trabalho, esporte e atividades culturais. Ao poder público, cabe apoiar a orientação das famílias que têm filho com deficiência, garantindo informação e formação para os parentes, tantas vezes esquecidos. Com o trabalho nas três frentes, de forma integrada com o poder público, a pessoa com deficiência se desenvolverá dentro das suas potencialidades e será integrada como alguém capaz de exercer uma função útil em busca de seus objetivos. ALEXANDRE SCHMIDT DE AMORIM, 24, administrador, é um dos fundadores da Asid (Ação Social para a Igualdade das Diferenças) e vencedor do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro 2013

10 17/12/13 00 PODER Bolsa Família não resolve, diz grupo ligado à Igreja Presidente da Cáritas critica programa de renda, 'quase uma pré-aposentadoria' DE BRASÍLIA O presidente da Cáritas Brasileira, dom Flávio Giovenale, que conduz uma campanha de combate à fome, disse à Folha que os programas de transferência de renda do governo federal não atacam as causas da pobreza e que o Bolsa Família "é quase uma préaposentadoria". "Quem entra no Bolsa Família sonha em continuar. Não é que sonhe dizer ah, tenho dignidade de sustentar a família, de crescer, de melhorar'", disse o bispo. Na campanha, lançada na semana passada, a Cáritas Brasileira estimula discussões e propostas para uma saída do Bolsa Família. Ligada à Igreja Católica, a entidade é uma confederação de instituições de caridade com 164 organizações pelo mundo. Todas estão na campanha, mobilizando paróquias e comunidades. Giovenale diz reconhecer que as políticas de transferência de renda ajudaram a acabar com a fome "no primeiro nível", mas que elas não atacam suas causas. "O que tem que combater, por isso colocamos pão e Justiça no slogan da campanha, são as causas da fome. A fome não é natural, mas fruto de escolhas políticas e econômicas". Pelos dados da ONU, segundo o governo federal, houve redução de 54,3% no número de subnutridos no país nos últimos 20 anos. (AGUIRRE TALENTO)

11 17/12/13 00 COTIDIANO Justiça manda Haddad cumprir promessa de vagas em creche De forma inédita, TJ exige que plano de campanha saia do papel e cobra 150 mil novas vagas até 2016 Pelo menos metade terá de ser aberta em 18 meses; secretário da Educação afirma que decisão é 'louvável' JAIRO MARQUES DE SÃO PAULO O Tribunal de Justiça do Estado determinou ontem, de maneira inédita, que a Prefeitura de São Paulo cumpra promessa de campanha do prefeito Fernando Haddad (PT) e, até o final de 2016, abra 150 mil vagas em educação infantil na cidade. A decisão prevê abertura de 105 mil vagas em creches (para crianças de 0 a 3 anos) e o restante na pré-escola (crianças de 4 a 5 anos). Pelo menos metade delas terão de ser abertas em 18 meses. A prefeitura terá 60 dias para apresentar um plano de como irá cumprir a ordem. A medida foi tomada em ação civil pública movida pelas ONGs Ação Educativa e Nossa São Paulo, com apoio da Defensoria Pública e do Ministério Público estadual. Desde agosto, o grupo tentava negociar uma pauta de reivindicações para a educação infantil com o poder público, mas sem sucesso. A Justiça ordenou também que a atual fila de espera por vagas na educação infantil, com cerca de 156 mil inscritos, dê prioridade a crianças de famílias mais pobres. O secretário da Educação, Cesar Callegari, afirmou que a decisão é "louvável" e que as medidas anunciadas já estão sendo tomadas pela administração municipal. Segundo ele, já estão programadas 243 unidades, sendo 172 com parceria federal. Crianças de famílias com renda per capita inferior a R$ 70 terão direito a prioridade. Callegari afirma, porém, que a suspensão da alta do IPTU em 2014 "preocupa" devido às verbas para atingir a meta. O julgamento ontem foi realizado pelos desembargadores Samuel Alves de Melo Júnior e Silveira Paulilo e relatado pelo desembargador Walter de Almeida Guilherme. Eles decidiram também que a administração terá de apresentar, semestralmente, relatório de providências para o atendimento da ordem, que vai ser monitorada pela Coordenadoria da Infância e da Juventude do TJ. "É uma decisão histórica. Ela não só assegura um direito, criando as vagas, como indica que é necessário compromisso de políticos com aquilo que eles prometem em público", afirma Alessandra Gotti, uma das advogadas do grupo que moveu a ação. Em caso de descumprimento da decisão, os desembargadores determinaram que um juiz de primeira instância deverá impor ao prefeito e ao secretário da Educação penas de caráter pessoal ou institucional.

12 17/12/13 00 COTIDIANO IPTU sem reajuste pode afetar metas, afirma secretário DE SÃO PAULO A gestão Haddad diz que a suspensão da alta do IPTU pela Justiça ameaça novas vagas em creches. "Isso pode prejudicar o plano de metas, pois as consequências financeiras disso terão um impacto muito grande na educação, inclusive dinheiro que estava previsto para creches e préescola", disse o secretário Cesar Callegari, para quem há também demora da Justiça para desapropriar terrenos. Relatório aprovado na Câmara mostra que R$ 800 milhões do Orçamento serão congelados (R$ 249 milhões na Educação, 2,8% da despesa da pasta).

13 17/12/13 00 COTIDIANO USP Leste suspende aula por causa de água turva e piolhos de pombos Há casos de docentes e alunos com sarna; calendário iria até dia 20 em razão de greve de setembro Universidade afirma que fará a dedetização nos próximos dias; aulas serão retomadas só em 6 de janeiro SABINE RIGHETTI DE SÃO PAULO A USP Leste suspendeu ontem as aulas por causa de problemas com a qualidade de água no campus e a infestação de piolhos de pombos. De acordo com nota da universidade, o objetivo é "dar continuidade à limpeza dos reservatórios de água e fazer uma inspeção preventiva". O campus Leste da USP (Universidade de São Paulo) teria aulas até o dia 20 em razão de uma greve em setembro que atrasou o calendário. A paralisação aconteceu devido à contaminação do solo do campus por metano (a universidade está sobre uma terra com lixo orgânico). O retorno às aulas, agora, será apenas em 6 de janeiro. A suspensão das aulas foi decidida após três salas terem sido interditadas na semana passada devido à infestação de piolhos de pombos. "Passei o final de semana lavando as minhas roupas para evitar contaminação", conta o sociólogo Jorge Machado, professor da USP Leste. Ele foi diagnosticado no sábado com escabiose --sarna causada por ácaros de pombo (ou piolhos de pombo). Machado está em casa, sob medicação, sem contato físico com a família para não transmitir a doença. Ele tem um filho de seis anos. Mais de pessoas, entre alunos, professores e funcionários, circulam diariamente pelo campus. A USP não sabe informar quantas pessoas estão doentes. De acordo com Ingrid Gonçalves, 28, aluna do 2º ano de ano de gestão de políticas públicas na USP Leste, há casos de alunos, professores e familiares com sarna. "O problema é que a doença demora alguns dias para se manifestar, então não sabemos o número ao certo." "Além disso, muitas pessoas acham que a sarna é apenas uma coceira e acabam nem indo ao médico", diz Reginaldo Noveli, 24, que está no 3º ano do mesmo curso. A antecipação das férias traz prejuízos. De acordo com Pablo Ortellado, professor de filosofia da USP Leste, a maioria dos alunos está em semana de avaliação. "Eu daria uma prova importante na próxima quinta-feira", diz. Além do problema dos pombos, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo) analisou a água e encontrou turbidez e presença indevida de bactérias. Em razão disso, os bebedouros foram substituídos na semana passada por garrafões de água potável. "A melhor universidade do Brasil não pode ter aulas interrompidas por causa de piolho. A situação no campus está completamente caótica", afirma Machado.

14 17/12/13 00 COTIDIANO Fuvest divulga aprovados para a segunda fase DE SÃO PAULO A Fuvest, que realiza a seleção para a USP, divulgou ontem a lista de aprovados para a segunda fase do vestibular. Foram convocados candidatos para disputar vagas (sendo cem no curso de medicina da Santa Casa). As provas comuns serão de 5 a 7 de janeiro. Já as provas de habilidades específicas serão realizadas a partir do dia 8. Os candidatos devem consultar o calendário no manual do candidato, disponível em A primeira chamada dos aprovados está prevista para 1º de fevereiro. A matrícula on-line será nos dias 4 e 5 e a matrícula presencial em 12 e 13 de fevereiro.

15 17/12/13 00 COTIDIANO Aluna da USP não bebeu, dizem amigos Irmã de jovem que morreu após despencar em fosso afirma que segurança autorizou entrada em prédio abandonado Em depoimento ontem, colegas contaram que foram ao local para conversar e que a jovem tropeçou antes de cair ARETHA YARAK DE SÃO PAULO Amigos da estudante da USP que morreu após despencar em um fosso de elevador de um prédio abandonado no campus, em São Paulo, contaram à Polícia Civil que a jovem não tinha bebido e que caiu após tropeçar. O caso ocorreu na madrugada de domingo. Em depoimento ontem, três colegas de Bruna Barbosa Lino, 19, disseram que o grupo foi ao prédio do Instituto Butantan para bebericar e conversar. A estudante de letras foi enterrada na manhã de ontem, no cemitério Vila Pauliceia, em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo). Amigos e familiares de Bruna foram ao enterro usando batom vermelho. "Era a marca dela, foi uma homenagem à felicidade e ao sorriso da minha irmã", diz Bárbara Barbosa Lino, irmã da jovem. De acordo com Bárbara, um segurança do campus foi avisado de que Bruna e os amigos entrariam no prédio. "Antes de entrar, eles perguntaram se haveria problema. E ele respondeu que não", diz Bárbara. O delegado responsável pelo caso, Paulo Arbues Andrade, afirma que nenhuma das testemunhas ouvidas ontem contou ter conversado com um segurança antes de entrar no local. Segundo Arielli Tavares, diretora do DCE (Diretório Central dos Estudantes), é de conhecimento de todos que os estudantes frequentam rotineiramente o espaço. "Dali se tem uma visão privilegiada do nascer do sol. Só esperamos que a reitoria não se exima da sua responsabilidade nesse acidente", diz. Em nota, a USP lamentou a morte da estudante e afirmou que o prédio não pertence à universidade. Segundo a instituição, o único registro de que os alunos acionaram a Guarda Universitária foi às 4h40, após a aluna cair no fosso. BATALHADORA Bruna era conhecida por familiares e amigos como uma pessoa alegre, madura, batalhadora e humilde. Apaixonada por literatura, ela estudou sozinha em casa por um ano e meio até conseguir passar no vestibular. Segundo a irmã, ela sempre estudou em escola pública. "Somos uma família humilde de seis irmãos. Minha irmã nunca foi uma filhinha de papai, ela sempre batalhou para seguir os sonhos dela", conta Bárbara. A estudante morava com amigos em um apartamento próximo à universidade e trabalhava na Central de Atendimentos da Editora Globo. Na tarde de ontem, o prédio do Instituto Butantan continuava sem interdição e com um buraco na grade, que permite a passagem. Em nota, a entidade afirmou que o local está cercado por muros e grades e que elabora um "plano de ocupação do espaço", sem dar detalhes.

16 17/12/13 00 POLÍTICA Dilma turbina gasto social no Orçamento Peça do ano eleitoral prevê aumentos significativos para programas do governo, além do reforço geral em áreas como Saúde e Educação João Domingos e Ricardo Della Coletta - O Estado de S. Paulo BRASÍLIA - O texto do projeto de lei orçamentária para 2014 que deve ser apreciado nesta terçafeira pelo Congresso aponta que as áreas sociais são as prioridades da presidente Dilma Rousseff para o seu último ano de governo. Programas como Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida e Bolsa Família se destacam como destinatários de grande volume de recursos. Criado neste ano, o Mais Médicos, que prevê a "importação" de médicos estrangeiros para áreas com poucos profissionais de saúde, tem um aumento de 179,6% nas verbas. Passará de R$ 540 milhões para R$ 1,51 bilhão. Os recursos estão previstos na dotação para a saúde, que pulou de R$ 90,5 bilhões neste ano para R$ 95,7 bilhões. Em porcentual, saltou de 6,3% do Produto Interno Bruto (PIB) para 8,4%. A saúde é uma das áreas mais mal avaliadas do governo. O Mais Médicos é a principal aposta do PT para melhorar o desempenho do ministro Alexandre Padilha (Saúde) na disputa para o governo de São Paulo. Ainda está prevista a aplicação de R$ 82,3 bilhões nas despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, cerca de R$ 25,4 bilhões acima do valor mínimo exigido constitucionalmente (18% da receita de impostos e a cota federal do salário-educação). "Para o ano que vem os setores de Saúde e Educação aparecem com a maior escala de investimentos dos últimos tempos, pois são a prioridade", disse o deputado Miguel Correa (PT-MG), que fez um relatório em comum acordo com o governo. A proposta que estabelece o Orçamento da União para 2014 deverá ser votada hoje pela Comissão do Orçamento, para então ser enviada ao plenário do Congresso, onde será apreciada. A previsão para 2014 é de um orçamento de R$ 2,38 trilhões, contra R$ 2,276 trilhões em 2013, um crescimento de 4,8%. O projeto de lei do Orçamento prevê também aumento significativo do dinheiro para investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Em 2013 foram R$ 51,75 Continua

17 Continuação 17/12/13 bilhões. Para 2014, estão previstos R$ 61,79 bilhões para obras em todos os setores. O projeto original do governo enviado ao Congresso previa investimentos de R$ 63,28 bilhões no PAC. Mas parlamentares fizeram emendas que foram acatadas pelos relatores setoriais, o que reduziu o valor inicial em R$ 1,49 bilhão. Mesmo assim, o montante a ser investido será superior a R$ 10 bilhões ao que está no Orçamento deste ano. O Ministério das Cidades deverá receber a maior dotação, com R$ 21,66 bilhões. É nesta pasta que está abrigado o Minha Casa Minha Vida, tido como "xodó" de Dilma e potencial puxador de votos. A pasta que aparece em segundo lugar nas verbas do PAC é a dos Transportes (R$ 14,85 bilhões), seguida de Educação (R$ 6,6 bilhões) e Integração Nacional (R$ 6,22 bilhões). O relatório final de Correa prevê ainda salário mínimo de R$ 724 em O governo trabalhava com R$ 722,90. O Bolsa Família, iniciado em 2004 e apresentado pelo governo como um dos mais bem-sucedidos projetos de distribuição de renda do mundo, deverá ter em 2014 R$ 24,65 bilhões, ou 0,47% do PIB. É o maior porcentual da história do programa, que começou com 0,29% do PIB. Em 2013, correspondeu a 0,44% do PIB. Correa disse que procurou fazer um projeto de lei mais próximo da realidade do País. Ao todo, houve uma reestimativa de arrecadação de R$ 21,9 bilhões acima da que foi prevista pelo governo no projeto de lei do Orçamento enviado ao Congresso. Nesta segunda-feira, Dilma deixou clara sua preferência pela área social na reta final do governo. Ela incluiu na agenda a participação na 9.ª Conferência Nacional de Assistência Social. Ao discursar, disse que antes o setor não era prioridade de governo. "O recurso para áreas sociais costumava ser uma espécie de variável para o ajuste fiscal. Vejam quanta diferença. Saímos de um patamar de R$ 10 bilhões, antes do presidente Lula, e chegamos a um patamar de R$ 68 bilhões em recursos para assistência social." / COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

18 17/12/13 00 POLÍTICA

19 17/12/13 00 METRÓPOLE TJ manda Prefeitura de SP criar 150 mil vagas em educação infantil até 2016 O Tribunal de Justiça condenou a Prefeitura de São Paulo a criar até 2016, fim da gestão Fernando Haddad (PT), 150 mil vagas em educação infantil -105 mil em creche de tempo integral (de o a 3 anos) e o restante em pré-escola (de 4 e 5 anos). Metade de todas essas vagas deve estar disponível em 18 meses - o que a Secretaria de Educação diz ser impossível de atender. E a primeira vez que o Judiciário estipula um número de vagas para a Prefeitura criar em toda a cidade. A gestão tem 60 dias para apresentar um plano de como fará a ampliação. A Prefeitura ainda pode recorrer em instância superior, mas não informou se o fará. O TJ obriga ainda o Município a prever os gastos com educação infantil no orçamento. Foi determinada a criação de um comitê de fiscalização do cronograma, composto pela coordenadoria de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça, Defensoria e Ministério Público. A decisão também estipula o respeito de critérios de qualidade, como limite de aluno por educador. Não houve definição de sanção específica, mas relatório do desembargador Walter de Almeida Guilherme, aprovado por unanimidade, prevê que o juiz de 1.ª instância possa aplicar multas, caso as medidas não sejam atendidas. "Gabe ao Judiciário intervir quando não há atendimento ao que a Constituição assegura", disse o desembargador ao Estado. O julgamento ocorreu depois de tentativa de conciliação promovida pelo TJ entre Prefeitura e um grupo interinstitucional, que envolve Ministério Público, Defensoria Pública e Ação Educativa, entre outros. O defensor público Luiz Rascovski, que participa do grupo, comemorou a decisão. "Praticamente tudo o que tentamos fazer por acordo e tentativa extrajudicial e não foi acolhido." A fila por creche na cidade é de crianças, segundo dados de outubro, os mais recentes. Na pré-escola, faltam vagas. A Prefeitura tem 213 mil matriculados em creches e 201 mil em pré-escolas. Plano de Metas. A criação de 150 mil vagas até 2016 consta no Plano de Metas, mas a Prefeitura não queria se comprometer judicialmente com a meta. Na proposta de conciliação, apresentou a disposição de se comprometer com 43 mil vagas Segundo a Secretaria Municipal de Educação, a decisão não pode ser entendida como uma "condenação", uma vez que já era o plano da Prefeitura a criação de 150 mil vagas. "Nós respeitamos a Justiça, mas o compromisso é com a população", disse o secretário Cesar Callegari. Ele informou que a criação de metade das. vagas em 18 meses é inviável. "É impossível, por causa da morosidade da Justiça nas desapropriações. E não vamos precarizar o atendimento."

20 17/12/13 00 METRÓPOLE Três perguntas para.. Maurício Broinizi Pereira Maurício Broinizi Pereira, coordenador executivo da Rede Nossa São Paulo A Rede Nossa São Paulo foi articulada para o Pla-JL e no de Metas virar lei na cidade. O senhor acha que essa decisão sobre creche pode influenciar novas demandas na Justiça em torno do Plano? Eu não gostaria que fosse assim. Não devemos judicializar programas de governo e planos de metas. Os problemas da política precisam ser resolvidos com política. É ruim para o processo democrático se tudo for judicializado. Os governos devem prestar contas e a gestão está abrindo espaço para o processo participativo. vagas em creche tem esse risco? Esse é um assunto que já esteve envolvido em questões jurídicas em episódios passados, para tentar garantir acesso universal à educação. E a Justiça nunca conseguiu garantir. Mas como responsabilizar gestores e garantir atendimento das metas? A melhor forma de o plano ser cumprido é fazer com que o sistema político se dedique a um planejamento realista, de propor aquilo que é possível entregar. E as metas devem ser avaliadas politicamente. Se não cumpriu, precisa ser avaliado politicamente, não judicialmente. É um diálogo entre o político e o social. A questão da criação de

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO Pela primeira vez desde 1984 uma das grandes figuras da política moderna no Brasil, Luis Ignácio Lula da Silva, não será candidato a

Leia mais

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha?

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha? Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná Publicada em 08 de fevereiro de 2009 Jornalista: O Brasil ainda tem

Leia mais

ANO XXIII 27/07/2015. Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING. Nesta edição: Clipping Geral Infância e Juventude Meio Ambiente Procon-MG

ANO XXIII 27/07/2015. Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING. Nesta edição: Clipping Geral Infância e Juventude Meio Ambiente Procon-MG ANO XXIII 153 27/07/2015 Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING Nesta edição: Clipping Geral Infância e Juventude Meio Ambiente Procon-MG o tempo - mg - p. 03 e 04-27.07.2015 2 cont... o tempo

Leia mais

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano SP quer ampliar ensino técnico estadual Data:10/05/2011 Veículo: O ESTADO DE S. PAULO SP Mariana Mandelli Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO Marcos Neves Comissão Central PDI do IFSC PNE EXIGÊNCIA CONSTITUCIONAL O art.

Leia mais

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Brasília, 22 de janeiro de 2008 NOTAS SOBRE O BALANÇO DE UM ANO DO PAC AVALIAÇÃO GERAL Pontos positivos e destaques: 1)

Leia mais

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN PL 8035/2010 Plano Nacional de Educação 2011/2020 UMA POLÍTICA DE ESTADO Maria de Fátima Bezerra Deputada Federal PT/RN Presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal O PNE foi construído

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social O tempo e a espera Ministro fala de projetos em andamento e ações do governo para a área educacional Entrevista do ministro publicada na Revista Educação no dia 26 de maio de 2004. Tarso Genro é considerado

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro O estudo Educação Infantil em Debate - a Experiência de e a Realidade eira faz um paralelo entre as soluções encontradas

Leia mais

27/11/2009. Entrevista do Presidente da República

27/11/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para o jornal Metro, edição São Paulo e edição ABC Publicada em 27 de novembro de 2009 Jornalista: Muitos

Leia mais

UNIVERSIDADE JÁ GASTA MAIS DO QUE O MEC QUER DAR

UNIVERSIDADE JÁ GASTA MAIS DO QUE O MEC QUER DAR UNIVERSIDADE JÁ GASTA MAIS DO QUE O MEC QUER DAR Nas contas do ex-reitor da USP, anteprojeto da reforma não atende ao acordo com os reitores REFORMA UNIVERSITÁRIA Gabriel Manzano Filho O aumento de recursos

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

24/04/2007. Presidência da República Secretaria de Comunicação Social Discurso do Presidente da República

24/04/2007. Presidência da República Secretaria de Comunicação Social Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura dos atos normativos do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) Palácio do Planalto, 24 de abril de 2007 Excelentíssimo senador Renan Calheiros,

Leia mais

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Prepare-se para Faculdade Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Sucesso $$$ sonho habilidade Passos para Faculdade 1- Conhecer você mesmo. 2- Características da faculdade.

Leia mais

EDITAL MEC/CAPES/FNDE

EDITAL MEC/CAPES/FNDE EDITAL MEC/CAPES/FNDE Seleção pública de propostas de projetos de iniciação à docência voltados ao Programa Institucional de Iniciação à Docência - PIBID O Ministério da Educação - MEC, por intermédio

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC)

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) Professor: Pedro Antônio Bertone Ataíde 23 a 27 de março

Leia mais

presidente Brasil Por Nízea Coelho

presidente Brasil Por Nízea Coelho a PRIMEIRA presidente do Brasil Por Nízea Coelho 1 Lula é um fenômeno no mundo Historiador, mestre e futuro doutor. Este é Leandro Pereira Gonçalves, professor de História do Centro de Ensino Superior

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Os resultados do Enade são utilizados pelo MEC na elaboração do Índice Geral de Cursos (IGC) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicadores de qualidade de instituições de ensino e de seus cursos

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014

CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014 CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014 Os sonhos devem ser ditos para começar a se realizarem. E como

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 21 dezembro de 2014

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL Clipping 13/06/2012 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em associar-se ao Sindicato das Entidades

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 81 O Ajuste Fiscal e as ONGs 08 de maio de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

TEMA: EDUCAÇÃO. Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg

TEMA: EDUCAÇÃO. Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg 26 TEMA: EDUCAÇÃO TEXTO I Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg TEXTO II EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Lutar para elevar o nível

Leia mais

UENF é a melhor do Rio

UENF é a melhor do Rio Jornal: Cidade: Data: Página: Seção: O Globo, Extra Rio de Janeiro 7/12/2012 WEB UENF é a melhor do Rio Com a maioridade atingida em 2011, já que está apenas com 19 anos, a Universidade Estadual do Norte

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli O contexto do debate A idéia da construção de indicadores de resultados para projetos vem ganhado força entre

Leia mais

Município: JOÃO PESSOA / PB

Município: JOÃO PESSOA / PB O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público definido como prioritário foi o dos brasileiros que estavam em situação de

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

I Fórum Políticas Públicas do Idoso"

I Fórum Políticas Públicas do Idoso I Fórum Políticas Públicas do Idoso" O idoso no mundo Em 2050, a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 30% da população mundial será de idosos; 2 bilhões dos habitantes do planeta terão mais de

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (*) ANGELA GUADAGNIN A sociedade de forma organizada conquistou na constituição que os direitos das crianças e adolescentes fossem um dever a ser implantado e respeitado

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo.

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo. Capítulo II DA EDUCAÇÃO Art. 182. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada pelo Município, com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento

Leia mais

DESAFIOS PARA O CRESCIMENTO

DESAFIOS PARA O CRESCIMENTO educação para o trabalho Equipe Linha Direta DESAFIOS PARA O CRESCIMENTO Evento realizado na CNI apresentou as demandas da indústria brasileira aos principais candidatos à Presidência da República Historicamente

Leia mais

CAPÍTULO II DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

CAPÍTULO II DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA E INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PROGRAMA DE ACESSO A CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS EDITAL N 04 /2014/PROEX

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação BRICS Monitor #4 V.1 n 4 Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação Fevereiro de 2011 Núcleo de Análises de Economia e Política dos Países BRICS BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa

Leia mais

C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas. São Paulo, 29 de julho de 2005. Of. CRUESP n 22/2005

C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas. São Paulo, 29 de julho de 2005. Of. CRUESP n 22/2005 C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas Of. CRUESP n 22/2005 São Paulo, 29 de julho de 2005. A Sua Excelência o Senhor Governador GERALDO ALCKMIN Digníssimo Governador do

Leia mais

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica Nossa Visão O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento nos 20 países em que está presente E, por meio da Divisão Global Santander

Leia mais

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão ENSINO MÉDIO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ESTUDANTES PARA 2015 PROPOSTAS PEDAGÓGICAS A fase da escolha de qual carreira seguir acontece, normalmente, durante o ensino médio. Tendo de vivenciar mudanças

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica Nossa Visão O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento nos 20 países em que está presente E, por meio da Divisão Global Santander

Leia mais

Movimento Nossa São Paulo Outra Cidade. Gestão Democrática

Movimento Nossa São Paulo Outra Cidade. Gestão Democrática Movimento Nossa São Paulo Outra Cidade Gestão Democrática Diagnóstico Em agosto de 2002, o Fórum de Educação da Zona Leste promoveu o 2º seminário Plano Local de Desenvolvimento Educativo. Realizado no

Leia mais

Desde 2013, nove direitos já estavam valendo, como hora extra e jornada de trabalho de 8 horas diárias (veja mais detalhes abaixo).

Desde 2013, nove direitos já estavam valendo, como hora extra e jornada de trabalho de 8 horas diárias (veja mais detalhes abaixo). 02/06/2015 07h40 - Atualizado em 02/06/2015 13h01 Regulamentação dos direitos das domésticas é publicada Trabalhadoras terão adicional noturno, seguro-desemprego e mais 5 direitos. Emenda constitucional

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL 1. O que é a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)? A Lei de Responsabilidade Fiscal é um código

Leia mais

RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS.

RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS. RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS. Com a participação de conselheiros do Conselho Nacional de Saúde (CNS) juntamente com

Leia mais

GESTÃO COM TRANSPARÊNCIA

GESTÃO COM TRANSPARÊNCIA 01 de março de 2013 - nº06 GESTÃO COM TRANSPARÊNCIA Ampliamos os nossos canais de comunicação. Esta é a nova formatação do informativo DR que trará, além das notícias do clipping, informações sobre assuntos

Leia mais

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi PAC Programa de Aceleração do Crescimento Retomada do planejamento no país Marcel Olivi PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO Lançado em 22/01/2007 o programa é constituído por Medidas de estímulo

Leia mais

A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais

A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais 37,6 milhões de benefícios regulares para os mais pobres Ao lado dos programas sociais que se destinam a toda a sociedade, o Governo Federal

Leia mais

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 SEMINÁRIO NACIONAL CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: POLÍTICAS PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 Secretaria

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura)

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) Sugere ao Ministério da Educação a criação da Universidade Federal do Litoral Paulista, com sede na cidade de Santos,

Leia mais

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual 20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual Paulista da CONSOCIAL Prioridades Texto Diretriz Eixo Pontos 1 2 Regulamentação e padronização de normas técnicas para a elaboração dos Planos de Governo apresentados

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação 16 de Maio de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br JORNAL

Leia mais

SITE REDE BRASIL ATUAL, 30 /10/2012. Haddad assumirá cidade deficitária em diversas áreas, afirmam especialistas

SITE REDE BRASIL ATUAL, 30 /10/2012. Haddad assumirá cidade deficitária em diversas áreas, afirmam especialistas SITE REDE BRASIL ATUAL, 30 /10/2012 Haddad assumirá cidade deficitária em diversas áreas, afirmam especialistas Últimos oito anos de gestão representaram estagnação ou retrocesso na cidade Por: Redação

Leia mais

Cem edições para informar e formar cidadãos!

Cem edições para informar e formar cidadãos! ParaTod Mandato do Deputado Tadeu Veneri-PT nº 100 Dezembro 2014 s Acesse: www.tadeuveneri.com.br facebook.com/tadeuveneri Edição Especial Número 100 Cem edições para informar e formar cidadãos! Do primeiro

Leia mais

BALANÇO SOBRE PRIMEIRO ANO DO GOVERNO DILMA

BALANÇO SOBRE PRIMEIRO ANO DO GOVERNO DILMA BALANÇO SOBRE PRIMEIRO ANO DO GOVERNO DILMA SAÚDE Para a saúde, muitas promessas foram feitas: construção de 500 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas, construção de cerca de 8.600 unidades básicas

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014. (Do Sr. Izalci)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014. (Do Sr. Izalci) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014 (Do Sr. Izalci) Requer informações ao Ministro da Educação Senhor José Henrique Paim sobre o retorno ao País de bolsistas ligados ao Programa Ciência Sem Fronteiras.

Leia mais

EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS

EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS Ministério da Educação Secretaria de Educação Superior Diretoria de Políticas e Programas para a Graduação EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasil : ciclo virtuoso na educação Banco Mundial: Última

Leia mais

Câmara Municipal de Cubatão

Câmara Municipal de Cubatão 2 ATA DA 1ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO 2º ANO LEGISLATIVO DA 16ª LEGISLATURA REALIZADA EM 27 DE MAIO DE 2014 PRESIDÊNCIA - Sr. César da Silva Nascimento. SECRETARIAS - Sr. Fábio Alves Moreira e Sr. Ricardo

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (arquivo da Creche Carochinha) Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil é dever do Estado e direito de todos, sem qualquer

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Plano Municipal de Educação

Plano Municipal de Educação Plano Municipal de Educação Denise Carreira I Encontro Educação para uma Outra São Paulo 30 de novembro de 2007 O Plano Municipal de Educação e as reivindicações dos movimentos e organizações da cidade

Leia mais

22/05/2006. Discurso do Presidente da República

22/05/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura de protocolos de intenções no âmbito do Programa Saneamento para Todos Palácio do Planalto, 22 de maio de 2006 Primeiro, os números que estão no

Leia mais

I - noventa por cento dos recursos financeiros às Fundações Educacionais de Ensino Superior, instituídas por lei municipal, sendo:

I - noventa por cento dos recursos financeiros às Fundações Educacionais de Ensino Superior, instituídas por lei municipal, sendo: ARTIGO 170 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL/SC TEXTO DO PROJETO DE LEI RESULTANTE DE ACORDO ENTRE REPRESENTANTES DOS ESTUDANTES, DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA E DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO, VISANDO

Leia mais

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Linha Direta INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Desmistificado, ensino técnico brasileiro passa a ser a possibilidade mais rápida de inserção no mercado de trabalho TECNOLOGIA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO.

PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO. 1 PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO. Propostas para construir um Pernambuco para os trabalhadores Introdução As eleições, com financiamento de empresas, tornam-se um jogo de cartas marcadas,

Leia mais

Na lista das realizações destacadas, os PROFESSORES podem relembrar:

Na lista das realizações destacadas, os PROFESSORES podem relembrar: Professor: Muitas razões para votar em Scolforo e Édila O QUE FOI FEITO! Quando um membro de sua comunidade seja professor (a), técnico (a) administrativo ou estudante - apresentar uma crítica sobre algo

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Quarta-feira, 17 de Julho de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil 1 Carta-Compromisso pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil Para consagrar o Estado Democrático de Direito, implantado pela Constituição

Leia mais

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS MANUAL DO BOLSISTA Núcleo de Atenção Solidária NAS Sumário 1 - Bolsa de Estudo... 2 2 - Tipos de Bolsas de Estudo... 2 - ProUni... 2 Eventuais Programas de Bolsas de Estudo:... 2 - Vestibular Social....

Leia mais

Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior

Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA EDITAL Nº 5, DE 25 DE JUNHO DE 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA - SISUTEC INSCRIÇÕES PARA

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA CLIPPING SENADO FEDERAL E CONGRESSO NACIONAL NOTICIÁRIO JUNHO DE 2010 SEAI 06/2010 Brasília, julho de 2010 Análise de Notícias Senado Federal e Congresso Nacional 1. Eleições:

Leia mais

Você no Parlamento. Consulta Pública. Cooperação Técnica entre a CâmaraMunicipal de São Paulo e a Rede Nossa São Paulo

Você no Parlamento. Consulta Pública. Cooperação Técnica entre a CâmaraMunicipal de São Paulo e a Rede Nossa São Paulo Consulta Pública Você no Parlamento Cooperação Técnica entre a CâmaraMunicipal de São Paulo e a Rede Nossa São Paulo Termo de 18/04/2011 e Aditamento de 06/06/2011 Consulta pública com a população de São

Leia mais

Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil

Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil Brasília, 22 de novembro de 2012 É uma honra recebê-los

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social "Política inteligente de superávit não corta na educação" Entrevista do Ministro, Fernando Haddad, publicada no jornal Valor Econômico em 28 de novembro de 2005. Por: Rosângela Bittar e Claudia Safatle

Leia mais

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão.

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão. 1 Discurso da Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello na Cerimônia de Anúncio de medida complementando renda a todos os beneficiários do Bolsa Família, em 19 de fevereiro de

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 281, de 20 de janeiro de 2005. (DOE de 20.1.2005)

LEI COMPLEMENTAR Nº 281, de 20 de janeiro de 2005. (DOE de 20.1.2005) LEI COMPLEMENTAR Nº 281, de 20 de janeiro de 2005. (DOE de 20.1.2005) Regulamenta o art. 170, os arts. 46 a 49 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, da Constituição Estadual e estabelece

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 Terceirização faz parte de estratégia de negócios das empresas A terceirização é uma realidade mundial e o Brasil não foge à regra. Ela está presente no processo de fabricação

Leia mais

POR UM PLANO ALÉM DAS INTENÇÕES COM AÇÕES QUE MUDEM RADICALMENTE A REALIDADE

POR UM PLANO ALÉM DAS INTENÇÕES COM AÇÕES QUE MUDEM RADICALMENTE A REALIDADE POR UM PLANO ALÉM DAS INTENÇÕES COM AÇÕES QUE MUDEM RADICALMENTE A REALIDADE O PNE para 2001-2011 consolidou-se como uma carta de intenções. - Universalização do ensino fundamental - Ampliação significativa

Leia mais

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Profª Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Projeto de Lei 8035/ 2010

Leia mais