CONCURSO PÚBLICO DA COMPANHIA RIO-GRANDENSE DE ARTES GRÁFICAS CORAG JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PÚBLICO DA COMPANHIA RIO-GRANDENSE DE ARTES GRÁFICAS CORAG JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES"

Transcrição

1 CONCURSO PÚBLICO DA COMPANHIA RIO-GRANDENSE DE ARTES GRÁFICAS CORAG JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital de Abertura 01/2013 que rege este Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneas, que estiverem fora das especificações estabelecidas para a interposição, que contiverem questionamentos de natureza administrativa (por exemplo, relacionados às normas previamente estipuladas em Edital) não obterão resposta da banca avaliadora e, por isso, não terão respostas publicadas na Internet. Não serão computadas as questões não assinaladas na grade de respostas, nem as que contiverem mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível. NÍVEL FUNDAMENTAL MATÉRIA: LÌNGUA PORTUGUESA CARGO(S): AUXILIAR GERAL DE PRODUÇÃO, INSTALADOR HIDRÁULICO QUESTÃO: 09 MANTIDA alternativa 'D'. De acordo com Cegalla, p. 182, os pronomes possessivos referem-se às pessoas do discurso, atribuindo-lhes a posse de alguma coisa. Na frase "Meu relógio estava atrasado.", a palavra 'meu' informa que o relógio pertence à primeira pessoa (eu). No caso do exemplo retirado do texto, "Os manifestantes já não precisam de organizações estudantis para exorcizar suas insatisfações", o pronome 'suas' faz referência aos manifestantes, mostrando, dessa forma, que as insatisfações são deles. Portanto, mantém-se o gabarito divulgado anteriormente. QUESTÃO: 02 MANTIDA alternativa 'A'. A alternativa correta é a letra A vêm, deixaram, comenta. A terceira lacuna do texto é preenchida pela palavra 'comenta' de forma adequada, pois refere-se ao fato de Cavallini fazer uma afirmação sobre um determinado assunto. Desse modo, está correto o preenchimento da lacuna com o verbo comentar no presente do indicativo. MATÉRIA: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO(S): AUXILIAR GERAL DE PRODUÇÃO QUESTÃO: 26 MANTIDA alternativa 'C'. Nas atribuições do cargo está mencionado que o auxiliar de produção deve transportar materiais e a correta adequação (carregamento) de pacotes ou carga no carro de transporte deve ser ajustado pelo funcionário a ser selecionado para a CORAG mediante concurso. Dessa forma fica mantida a questão e o gabarito oficial. QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'B'. Conforme dados coletados da Portaria 3214/78 constante da bibliografia mencionada no edital consta que as posturas citadas na questão são inerentes aos riscos ergonômicos. QUESTÃO: 31 ANULADA. A questão induz a dubiedade de respostas entre a letra A, gabarito oficial, e a letra B. Pois, existe sistema de alimentação de papel em rolo contínuo. Portanto, a questão foi anulada.

2 QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'A'. A questão está inserida devido às atribuições do cargo que é manter o local de trabalho limpo. Podemos notar que a questão é clara, pois para manter a bancada limpa deve-se usar a vassoura pequena em detrimento de que não é correto fazer limpeza com ar comprimido, pois pode espalhar a sujeira para todos os ambientes da companhia gráfica. Também cabe salientar que não é lógico enviar jatos de mangueira d'água sobre a bancada de trabalho, nem fazer limpeza com óleo diesel ou rolo de pintura ( esse não limpa e sim passa por cima da sujeira). Portanto, a resposta que contempla a questão é o gabarito oficial letra A = vassoura pequena para fazer a limpeza da bancada de trabalho. QUESTÃO: 38 MANTIDA alternativa 'A'. Conforme Portaria 3214/78 a questão está clara e o enunciado da mesma refere-se ao risco de acidentes que consta na bibliografia descrita no edital. Portanto, está mantida a questão e o gabarito oficial como letra A. NÍVEL MÉDIO MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA CARGO(S): AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM INFORMÁTICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM SEGURANÇA PATRIMONIAL, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, AGENTE ADMINISTRATIVO, IMPRESSOR, IMPRESSOR DIGITAL, OPERADOR DE ACABAMENTO GRÁFICO, OPERADOR DE PRÉ-IMPRESSÃO, REVISOR QUESTÃO: 05 ANULADA. O trecho apresenta erro de concordância nominal e verbal, uma vez que o sintagma seria necessário deveria ser substituído por seriam necessários. Havendo duas respostas corretas para a questão, esta deverá ser ANULADA. QUESTÃO: 06 MANTIDA alternativa 'C'. Analisando cada uma das assertivas, tem-se: I - Uma vez que o primeiro projeto do profissional sem o auxílio de outras pessoas foi realizado em 2012, é possível afirmar que, antes desse período, seus projetos eram realizados com a ajuda de outras pessoas. A assertiva I, portanto, está CORRETA. II - O fato de o profissional haver realizado projetos com outras pessoas antes do final de 2012 confirma que outros projetos já haviam sido realizados por ele. Assim, a assertiva II está CORRETA. III - O profissional em questão realizou seu primeiro projeto solo no final de 2012, o que não significa que, após esse período, nenhum outro projeto tenha sido realizado sem a ajuda de outras pessoas. Não há elementos que assegurem que nenhum outro projeto tenha sido realizado depois desse período. Dessa forma, a assertiva III está INCORRETA. QUESTÃO: 02 MANTIDA alternativa 'D'. Henrique Soares Leal, o lighting designer citado no texto não consiste no autor da narrativa. A voz do profissional de iluminação aparece no texto a partir de uma citação, iniciada na linha 07 e concluída no final do texto. Assim, o autor não é o lighting designer. QUESTÃO: 03 MANTIDA alternativa 'D'. No trecho cantores sertanejos Marcos e Belutti - o verbo deve concordar com o núcleo do sujeito cantores, ou seja, é correta a forma verbal no plural (vêm). Já no segmento dupla sertaneja Marcos e Belutti", o verbo deve, necessariamente, estar no singular (vem), a fim de concordar com o núcleo dupla. QUESTÃO: 04 MANTIDA alternativa 'D'. O enunciado da referida questão cobra os sinônimos dos termos a partir do contexto em que estão inseridos. A simples acepção desses termos não garante a correção das alternativas. Assim sendo, dentro do contexto, o segmento no lado oposto não reflete uma contradição, mas indica outro lado. QUESTÃO: 09 MANTIDA alternativa 'E'. Na alternativa E (encaixando), ocorre o acréscimo, ao mesmo tempo, de um prefixo e um sufixo à palavra primitiva caixa. Ocorre a simultaneidade da afixação, ou seja, o termo caixando não existe separadamente. Essa é uma característica da derivação parassintética. Na alternativa B, a palavra cantor é primitiva. O substantivo é deverbal quando elimina a desinência verbal e acrescenta uma vogal temática nominal -a, -o ou -e ao radical verbal. Assim, a palavra canto é derivada de verbo, e não a palavra cantor. Assim sendo, a alternativa E está CORRETA, e a B, INCORRETA.

3 MATÉRIA: LEGISLAÇÃO CARGO(S): AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM INFORMÁTICA, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM SEGURANÇA PATRIMONIAL, AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, AGENTE ADMINISTRATIVO, IMPRESSOR, IMPRESSOR DIGITAL, OPERADOR DE ACABAMENTO GRÁFICO, OPERADOR DE PRÉ-IMPRESSÃO, REVISOR QUESTÃO: 20 MANTIDA alternativa 'D'. QUESTÃO 20 - MANTIDA A ALTERNATIVA D. Inicialmente ponderamos que a questão foi elaborada com base nas disposições da Lei Federal nº de , conforme constou no Anexo III do Edital - Programas e Bibliografias do presente certame divulgado em data de e disponível em: Segundo as disposições do artigo 1º da referida Lei Federal, que serviu de base para elaboração da questão 20, assim dispõe: Art. 1º Esta Lei institui o Estatuto da Igualdade Racial, destinado a garantir à população negra a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa dos direitos étnicos individuais, coletivos e difusos e o combate à discriminação e às demais formas de intolerância étnica. Parágrafo único. Para efeito deste Estatuto, considera-se: I - discriminação racial ou étnico-racial: toda distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada em raça, cor, descendência ou origem nacional ou étnica que tenha por objeto anular ou restringir o reconhecimento, gozo ou exercício, em igualdade de condições, de direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou em qualquer outro campo da vida pública ou privada; II - desigualdade racial: toda situação injustificada de diferenciação de acesso e fruição de bens, serviços e oportunidades, nas esferas pública e privada, em virtude de raça, cor, descendência ou origem nacional ou étnica; III - desigualdade de gênero e raça: assimetria existente no âmbito da sociedade que acentua a distância social entre mulheres negras e os demais segmentos sociais; IV - população negra: o conjunto de pessoas que se autodeclaram pretas e pardas, conforme o quesito cor ou raça usado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou que adotam autodefinição análoga; V - políticas públicas: as ações, iniciativas e programas adotados pelo Estado no cumprimento de suas atribuições institucionais; VI - ações afirmativas: os programas e medidas especiais adotados pelo Estado e pela iniciativa privada para a correção das desigualdades raciais e para a promoção da igualdade de oportunidades.? (grifamos) Como podemos constatar pela leitura das disposições do artigo acima transcrito, que as assertivas II e III da questão 20 correspondem literalmente às definições constantes nos incisos VI e IV, respectivamente. Ponderamos, que a definição correta para discriminação racial ou étnico-racial é a constante no inciso I do artigo acima transcrito e erroneamente como constou na assertiva I da questão 20, que corresponde à definição para desigualdade de gênero e raça. Ponderamos, ainda, que a questão foi elaborada com base em conceitos básicos estabelecidos pela legislação previamente divulgada, e que esse entendimento não requer conhecimento de nível superior, até porque a interpretação por parte dos candidatos faz parte do processo seletivo do presente certame. Portanto, improcedente o recurso, ficando mantida a alternativa D como resposta certa, visto que apenas as assertivas II e III estão corretas, segundo o artigo 1º da Lei Federal nº de QUESTÃO: 14 MANTIDA alternativa 'B'. A questão foi elaborada com base nas disposições do Regimento Interno da CORAG, de , e que foi divulgado através do Anexo III do Edital relativo aos Programas e Bibliografias, em data de , disponível na página específica do presente certame no site da Fundatec. Segundo as disposições do artigo 5º do referido Regimento Interno, que serviu de base para elaboração da questão 14, onde trata da estrutura organizacional da Diretoria Administrativo-Financeira e Comercial, assim dispõe: 2. Diretoria Administrativo-Financeira e Comercial: 2.1 Assessoria Administrativo-Financeira; 2.2 Secretaria; 2.3 Gerência Administrativa... ; 2.4 Gerência Financeira... ; 2.5 Gerência Comercial.... Como podemos constatar pela leitura das disposições no texto transcrito anteriormente, comprovamos que são três as Gerências subordinadas à Diretoria Administrativo-Financeira e Comercial, que são: a Gerência Administrativa, a Gerência Financeira e a Gerência Comercial. Assim, a Gerência de Comunicação e Marketing, segundo aquele Regimento, não é uma área vinculada à Diretoria Administrativo-Financeiro e Comercial. Portanto, improcedente o recurso, ficando mantida a alternativa B como resposta certa, visto que apenas as assertivas I, II e III estão corretas, segundo o artigo 5º do Regimento Interno da CORAG. QUESTÃO: 15 MANTIDA alternativa 'B'. A questão foi elaborada com base nas disposições do Regimento Interno da CORAG, de , e que foi divulgado através do Anexo III do Edital relativo aos Programas e Bibliografias, em data de , disponível na página específica do presente certame no site da Fundatec. Segundo as disposições do artigo 5º do referido Regimento Interno, que serviu de base para elaboração da questão 15, onde trata da estrutura organizacional da Diretoria Industrial, assim dispõe: 3. Diretoria Industrial: 3.1 Assessoria Industrial; 3.2 Secretaria; 3.3 Assessoria de Planejamento e Controle da Produção; 3.4 Gerência Industrial Gerência do Diário Oficial; Gerência de Tecnologia da Informação... ; 3.7 Gerência de Tecnologia de

4 Segurança.... Como podemos constatar pela leitura das disposições texto antes transcrito, comprovamos que são quatro as Gerências subordinadas à Diretoria Industrial, que são: a Gerência Industrial, a Gerência do Diário Oficial, Gerência de Tecnologia da Informação e a Gerência de Tecnologia de Segurança. Muito embora a área de Manutenção de Máquinas esteja compreendida na Gerência Industrial, além das áreas de Pré-impressão Obra, de Criação e Arte, de Revisão, CTP-Dia, de Impressão Offset, de Impressão Digital, de Impressão Tipografia, de Acabamento Manual, de Acabamento Máquinas, de Publicação Técnica e de Expedição, isso não lhe atribui o status de uma Gerência de Manutenção. Da mesma forma que não existe uma Gerência de Normatização, segundo aquele Regimento, vinculada à Diretoria Industrial. Portanto, improcedente o recurso, ficando mantida a alternativa B como resposta certa, visto que apenas as assertivas III e IV estão corretas, segundo o artigo 5º do Regimento Interno da CORAG. QUESTÃO: 19 MANTIDA alternativa 'E'. Inicialmente ponderamos que a questão foi elaborada com base nas disposições da Lei Federal nº de , conforme constou no Anexo III do Edital - Programas e Bibliografias do presente certame divulgado em data de e disponível em: Segundo as disposições do artigo 3º da referida Lei Federal, que serviu de base para elaboração da questão 19, assim dispõe: Art. 3º Serão asseguradas às mulheres as condições para o exercício efetivo dos direitos à vida, à segurança, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, à moradia, ao acesso à justiça, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. 1º O poder público desenvolverá políticas que visem garantir os direitos humanos das mulheres no âmbito das relações domésticas e familiares no sentido de resguardá-las de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. 2º Cabe à família, à sociedade e ao poder público criar as condições necessárias para o efetivo exercício dos direitos enunciados no caput (grifamos). Como podemos constatar pela leitura das disposições do parágrafo segundo do artigo antes transcrito, a legislação em destaque atribui a competência de criar as condições necessárias para o efetivo exercício dos direitos enunciados no caput do referido artigo, não somente ao poder público como, também, à sociedade e à família. Ponderamos, segundo as disposições do parágrafo primeiro, que ao poder público cabe desenvolver políticas que visem à garantia dos direitos humanos das mulheres no âmbito das relações domésticas e familiares. Ponderamos, ainda, que a forma como foi elaborada a questão em nada prejudicaria a interpretação dos candidatos, até porque esta avaliação faz parte do processo seletivo do presente certame. Portanto, improcedente o recurso, ficando mantida a alternativa E como resposta certa, visto que as assertivas I, II e III estão corretas, segundo o parágrafo terceiro do artigo 3º da Lei Federal nº de QUESTÃO: 18 MANTIDA alternativa 'C'. Inicialmente ponderamos que a questão foi elaborada com base nas disposições da Lei Estadual nº de , e que foi divulgada através do Anexo III do Edital relativo aos Programas e Bibliografias do presente certame, em data de e disponível em: _IDNorma= Segundo as disposições dos artigos 17 e 18 da referida Lei Estadual e que serviram de base para elaboração da questão 18, assim dispõem: Art O Poder Público deverá promover políticas afirmativas que assegurem igualdade de oportunidades aos negros no acesso aos cargos públicos, proporcionalmente a sua parcela na composição da população do Estado, e incentivará a uma maior equidade para os negros nos empregos oferecidos na iniciativa privada. Parágrafo único - Para enfrentar a situação de desigualdade de oportunidades, deverão ser implementadas políticas e programas de formação profissional, emprego e geração de renda voltadas aos negros. Art A inclusão do quesito raça, a ser registrado segundo a autoclassificação, será obrigatória em todos os registros administrativos direcionados a empregadores e trabalhadores dos setores público e privado. Como podemos constatar pela leitura das disposições dos artigos antes transcritos, a legislação em destaque, que instituiu o Estatuto Estadual da Igualdade Racial, no capítulo III - Do Acesso ao Mercado de Trabalho, no seu artigo 17 estabelece que o Poder Público deverá promover políticas afirmativas que assegurem igualdade de oportunidade aos negros, bem como incentivará uma maior equidade para a população negra. Ponderamos, que em nenhum momento foi citado no referido capítulo, que tais políticas e incentivos no mercado de trabalho fossem direcionados apenas às mulheres negras ou que somente fossem direcionados às mulheres, independente de raça, cor, descendência, origem nacional ou étnica. Assim, as disposições dos artigos do mencionado capítulo, tratam sobre políticas, incentivos e programas voltados a questão racial e não concernente a uma questão de gênero, o que torna assertiva III da questão 18, da forma como estava redigida, como a afirmativa incorreta. Ponderamos, ainda, que a forma como foi elaborada a questão em nada prejudicaria a interpretação dos candidatos, até porque esta avaliação faz parte do processo seletivo do presente certame. Portanto, improcedente o recurso, ficando mantida a alternativa C como resposta certa, visto que apenas as assertivas I e II estão corretas, segundo os artigos 17 e 18 da Lei Estadual nº de

5 MATÉRIA: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO(S): AGENTE TÉCNICO - TÉCNICO EM SEGURANÇA PATRIMONIAL QUESTÃO: 30 MANTIDA alternativa 'D'. A questão aponta, já no primeiro parágrafo do enunciado, que se refere à NOITE, porém, mesmo que ocorresse durante o dia, ainda assim o enfoque central da atenção do Vigilante deve ser com a Segurança Patrimonial. Assim, o fato da situação hipotética ter citado a presença de dois (02) Vigilantes e AMBOS deslocarem-se para o atendimento, é considerado incorreto conforme a doutrina de Segurança Patrimonial. Reforça a hipótese de que AMBOS não devem descuidar da sua missão para dar atenção à outra situação, mesmo que estejam perante vítimas. Quanto ao aspecto de COMPETÊNCIA, cabe citar a diferença entre atender à vítima e atender à ocorrência de trânsito, pois são diferentes, mesmo que admitindo-se a possibilidade de ocorrer acidente de trânsito com vítimas. O que não foi abordado no enunciado como sendo a situação hipotética, pois o foco da questão foi a atenção INTEGRAL à pessoa vitimada. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'B'. A legislação é clara e expressa quanto à autorização, ou seja, a disposição prevista no próprio Paragrafo 2º, do art. 88, da Portaria 3233/2012. Não há possibilidade de adotar definição de dicionário, quando já está definida na legislação sua intenção de autoriação ou restrição. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'E'. Trata-se de atender à legislação, a qual é positivada e expressa, ou seja, indica de forma específica suas permissões e suas proibições. A utilização de munição RECONDICIONADA não é autorizada na legislação. As algemas PLÁSTICAS não fazem parte do rol dos equipametnos autorizados naquela Portaria, (de 2012), portanto recente. Se assim houvesse a intenção de incluí -la, o faria, pois estes instrumentos existem há mais de uma década. Entretanto, são destinadas à condução em situações especias, sobretudo por requererem mais de uma pessoa para sua correta atuação e segurança, motivo pelo qual é evitada e não apontada como equipamento autorizado pela legislação citada. CARGO(S): AGENTE ADMINISTRATIVO QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa 'B'. O recurso impetrado traz em seu conteúdo a contestação quanto ao tamanho da figura aposta na prova, alegando que induz o candidato ao erro. A alternativa B está em absoluta consonância e fielmente transcrita conforme a pág. 36 da bibliografia indicada: ARAUJO, Luis César G. de. Organização, sistemas e métodos. São Paulo: Atlas, Cabe salientar que a correta interpretação da questão e do capítulo da bibliografia indicada, também faz parte do processo de avaliação do presente Concurso Público. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 24 MANTIDA alternativa 'D'. O recorrente solicita alteração do gabarito com embasamento em bibliografias que não foram indicadas no Edital de Abertura. Em conformidade com o disposto na pág. 16 da bibliografia indicada: LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Qualidade total em serviços. 6ª ed. Editora: Atlas, Para facilitar o processo de análise de momentos da verdade deve-se tomar como base os 4 PS do serviço: Perfil (ambiente físico), Processo, Pessoas e Procedimentos. Na área de Serviços um cliente interage com um ambiente físico, processos, pessoas e procedimentos. O resultado da percepção de todos estes aspectos nos leva a um juízo final, momento que decidimos se a experiência é satisfatória ou não. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 25 MANTIDA alternativa 'C'. Os recursos impetrados trazem em seu conteúdo as seguintes contestações: que o conteúdo não foi indicado no programa, que a Lei não foi copiada na íntegra e que existem jurisprudências que contestam a CLT. Quanto ao conteúdo, é de conhecimento que a CLT na íntegra, é a lei que norteia a Administração de Departamento Pessoal, programa esse contido no Edital de Abertura. Cabe salientar que para a elaboração da questão não é viável a transcrição de todo o conteúdo do artigo e que a correta interpretação da questão e da legislação também fazem parte do processo de avaliação do presente Concurso Público. A questão está em absoluta consonância e a sentença correta foi transcrita conforme o Decreto-Lei nº de Consolidação das Leis do Trabalho, devidamente referenciada no Edital de Abertura. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 26 MANTIDA alternativa 'E'. Os recorrentes alegam em suas razões que o conteúdo não foi indicado no programa. É de conhecimento que a CLT na íntegra, é a lei que norteia a Administração de Departamento Pessoal, programa esse contido no Edital de Abertura. A questão está em absoluta consonância e a sentença correta foi transcrita conforme o Decreto-Lei nº de Consolidação das Leis do Trabalho,

6 devidamente referenciada no Edital de Abertura. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 27 MANTIDA alternativa 'B'. Os recorrentes alegam em suas razões que o conteúdo não foi indicado no programa. É de conhecimento que a CLT na íntegra, é a lei que norteia a Administração de Departamento Pessoal, programa esse contido no Edital de Abertura. A questão está em absoluta consonância e a sentença correta foi transcrita conforme o Decreto-Lei nº de Consolidação das Leis do Trabalho, devidamente referenciada no Edital de Abertura. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'E'. Os recursos impetrados trazem em seu conteúdo as seguintes contestações: que o conteúdo não foi indicado no programa e que existem outras leis com conteúdo diverso da CLT. Quanto ao conteúdo, é de conhecimento que a CLT na íntegra, é a lei que norteia a Administração de Departamento Pessoal, programa esse contido no Edital de Abertura. A questão está em absoluta consonância e a sentença correta foi transcrita conforme o Capítulo III - DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL do Decreto-Lei nº5.452 de Consolidação das Leis do Trabalho, devidamente referenciada no Edital de Abertura. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 32 MANTIDA alternativa 'D'. Os recursos impetrados solicitam retificação ou anulação da questão. Cabe salientar que para elaboração dessa questão foi utilizada a seguinte bibliografia: BELTRÃO, Odacir, BELTRÃO Mariúsa. Correspondência: Linguagem & Comunicação. São Paulo: Atlas, Nesta bibliografia, existe a referência de que no Brasil, o uso do pronome de tratamento vossa excelência, é dirigido também às autoridades eclesiásticas. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'D'. O recurso impetrado traz em seu conteúdo a contestação quanto a uma das alternativas apontadas como correta na questão. A banca identifica ainda que a contestação está em nível de formulação e interpretação das alternativas, e elucida que: Em conformidade com a bibliografia indicada: VEIGA, Denize Rachel. Guia de Secretariado: técnicas e comportamento. 2ª ed. São Paulo: Érica, No enunciado da questão foi solicitado que marcasse a alternativa INCORRETA. A alternativa D está incorreta porque quando você ligar e a pessoa não estiver, NÃO DEVES SOLICITAR QUE ELA RETORNE A LIGAÇÃO MAIS TARDE, ao contrário, você deve ligar novamente mais tarde. A alternativa B está correta, deve-se observar que o alerta para não serem passadas informações sobre o seu superior quando ligarem em relação a sua rotina de chegada e saída remete a segurança. A correta interpretação da questão também faz parte do processo de avaliação do presente Concurso Público. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 38 MANTIDA alternativa 'D'. O único recurso impetrado solicita anulação da questão por considerar incoerente o conteúdo Manual de Redação da Presidência da República. Após análise, a banca ratifica o gabarito divulgado e informa que a questão foi elaborada em conformidade com a bibliografia indicada no Edital de Abertura: BRASIL, Manual de Redação da Presidência da República, Brasília, A banca informa que somente considera para elaboração da questão e análise do recurso, os conteúdos e bibliografias divulgados no Edital de Abertura. Ratifica-se o gabarito anteriormente divulgado. QUESTÃO: 40 ANULADA. Os impetrantes solicitam anulação da questão, pois alegam que não é mencionada, de forma explícita, o Livro Contas-Correntes na Bibliografia indicada. Após análise dos pedidos e da bibliografia indicada, a banca decide por anular a questão. Recurso julgado procedente. CARGO(S): IMPRESSOR QUESTÃO: 22 MANTIDA alternativa 'E'. A questão supracitada não diz respeito somente e unicamente ao controle do que foi abordado e sim sobre a informação que há especificamente sobre o assunto em questão, sob forma de uma gama muito abrangente. Analisando de forma mais objetiva, a resposta ratificada pelo recurso é parcialmente incorreta, onde se diz que o espectrofotômetro é analógico não há conformidade com a bibliografia informada pela banca. Segundo esta, na página 18 do livro ROSSI FILHO, Sérgio. Manual para a solução de problemas em impressão offset. Belo Horizonte, MG: ABIGRAF-MG, 1999 a citação correta seria: "Os densitômetros de reflexão digitais são programados para calcular o trap diretamente." Portanto, é mantida a alternativa E como resposta correta. QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'D'. Segundo a bibliografia indicada pela banca sobre a questão supracitada, não consta a indicação de que o cilindro contrapressão seja responsável por determinada variável no processo, e sim os cilindros de rolo entintador, porta chapa e porta blanqueta, assim citado no livro, página 170, THOMA, Walter Gunter. Offset. Teoria e Aplicação. Evolução Litográfica, LORILLEUX do Brasil Indústria de Tintas S.A. PROJETO

7 Editores Associados Ltda: "No ato da transferência do rolo entintador para a chapa e desta para o cauchu é de extrema importância sobre o resultado final que não trabalhemos com excesso de pressão entre eles. O excesso de penetração (pressão de transferência) tem diversos incovenientes que podem ser relacionados assim: aumento da área do grafismo acima do normal; tendência à duplagem; deformação da folha; desgaste da chapa; velatura." Portanto, é mantida a alternativa D como resposta correta. QUESTÃO: 31 MANTIDA alternativa 'C'. O recurso requerido referente à questão supracitada é incoerente, pois há informação na bibliografia informada pela banca, como consta na página 205 do livro THOMA, Walter Gunter. Offset. Teoria e Aplicação. Evolução Litográfica, LORILLEUX do Brasil Indústria de Tintas S.A. PROJETO Editores Associados Ltda, "Sob o nome de Driography existe um processo de impressão desde ", "Em virtude da eliminação do umedecimento anulam-se também os problemas oriundos do balanceamento água/tinta." Portanto, a partir das citações retiradas do livro em questão que encontra-se no edital como bibliografia, recusa-se o recurso da questão em vigência. QUESTÃO: 32 MANTIDA alternativa 'C'. A questão em análise não avalia a rolaria do equipamento de forma abrangente, e sim de fácil entendimento, de forma objetiva e simplificada, como consta na bibliografia informada pela banca THOMA, Walter Gunter. Offset. Teoria e Aplicação. Evolução Litográfica, LORILLEUX do Brasil Indústria de Tintas S.A. PROJETO Editores Associados Ltda, na página 82. Ao analisarmos a opção "C" indicada pela banca como a resposta correta, encontramos um grupo de rolos não definidos ao que dá-se o nome de "rolos intermediários" e os demais especificamente identificados. Este grupo caracteriza-se pelos rolos que dão início no processo de coleta de tinta e não de transferência propriamente dito. Portanto, a banca revoga os recursos supracitados. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'B'. O edital está bem claro com relação às bibliografias utilizadas pela banca para a elaboração das questões, porém, o próprio recurso supracitado cita que o aditivo "antipele" age como um inibidor de formação de pele (gel) na tinta, e, dessa forma, validando a opção dita como correta para o enunciado. Sendo assim, é revogado o pedido de recurso da questão em vigor. QUESTÃO: 35 MANTIDA alternativa 'E'. O edital é claro com relação às bibliografias utilizadas pela banca para a elaboração das questões, porém a própria citação do recurso não afirma que é necessário somente o acabamento através da supercalandragem para a formação do papel couchê efetivamente, sem a aplicação de cargas minerais aglutinadas com ligantes, sendo que este último tratamento citado é o que impreterivelmente dá a condição de couchê para o suporte, como encontrado na bibliografia informada pela banca. Portanto, a banca recusa a solicitação de recurso da questão referida. QUESTÃO: 36 ANULADA. Em referência à bibliografia informada no edital, somente a alternativa "B" é válida como resposta correta, porém, como a bibliografia não é clara com relação ao sistema de impressão, é validada a alternativa "E" para o caso de impressão offset rotativa. Sendo assim, a banca aceita a solicitação de recurso para a referida questão, tornando-a nula. QUESTÃO: 39 - MANTIDA alternativa 'E'. A questão em análise não trata somente do fator "troca de blanqueta" ou sobre o tempo que se perde com a manutenção do insumo, mas também sobre a competitividade entre as gráficas, com relação à qualidade dos insumos. As assertivas predispostas no enunciado descrevem tecnologias que, de alguma forma, amenizam tanto nesta perda de tempo no processo, como na qualidade do material (insumo) a ser trabalhado, aumentando, assim, a qualidade do produto final. A questão é clara quando trata sobre tecnologias de insumos que contribuem para a competitividade entre gráficas. Portanto, a banca revoga a solicitação de recurso para a questão supracitada. CARGO(S): OPERADOR DE ACABAMENTO GRÁFICO QUESTÃO: 22 MANTIDA alternativa 'B'. O edital é claro com relação às bibliografias utilizadas para a composição das questões e a banca não tem conhecimento da bibliografia supracitada, portanto não valida a solicitação de recurso para a questão referida. QUESTÃO: 27 MANTIDA alternativa 'A'. Em análise às opções descritas no recurso supracitado, nenhuma alternativa seria válida, e o enunciado trata da questão "pressão de balancim de ação hidráulica" de forma geral e não especificamente sobre uma marca em questão. Conforme a bibliografia citada no edital, utilizada para a elaboração das questões, a alternativa correta é a letra "A". Sendo assim, é revogada a solicitação de recurso para a

8 referida questão. QUESTÃO: 31 MANTIDA alternativa 'A'. A questão referida trata sobre o processo de plastificação, e tem o poliéster apenas como um agente desmoldante e não permanece no suporte. Quanto ao poliéster ser o responsável direto sobre o enobrecimento do material, trata-se de uma laminação a frio e não uma plastificação como consta no enunciado da questão. Sendo assim, a banca não reconhece a solicitação de recurso para a questão referida. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'E'. O enunciado refere-se a tipos de papéis sob uma forma genérica, ou seja, sem especificar algum papel propriamente dito, porém a questão que vem a seguir da introdução a esta é clara quando trata sobre a gramatura do papel indiferente de suas características. Segundo a bibliografia informada no edital, SILVA, Claudio. Produção Gráfica : novas tecnologias / Claudio Silva. - 1 ed. - São Paulo: Editora Pancrom, 2008, na página 146, não há diferença de suporte para a recomendação aplicada no enunciado e sim à gramatura em si. Portanto, a banca não reconhece a solicitação de recurso para a questão referida. CARGO(S): OPERADOR DE PRÉ-IMPRESSÃO QUESTÃO: 27 MANTIDA alternativa 'B'. O setor de Pré Impressão é o responsável pela funcionalidade e viabilidade da peça gráfica. Há de se ter conhecimento sobre o processo inteiro, devido ao fato de o setor ser muito abrangente (desde a entrada do produto/peça gráfica até a gravação das matrizes). Para o caso do mockup é de fundamental importância para a finalização do projeto, que ocorre no setor de pré-impressão, onde é possível verificar inconformidades, inviabilidades, altura de lombadas, abas, dobras, enfim, é a fidelização do projeto, porém não impresso ainda. Em vista do recurso apresentado em questão, torna-se revogado o mesmo, mantendo a alternativa informada no gabarito. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'C'. O setor de pré impressão é muito abrangente no processo das Artes Gráficas, por tratar do material/peça gráfica desde sua entrada até a gravação de suas matrizes para posterior impressão e pós impressão, portanto é de suma importância ter conhecimento sobre retículas, pois é neste setor onde se é definido o tipo de retícula a ser utilizada. Tendo em vista, também, que esta é configurada em um software da família RIP (Raster Image Processor) como cita a bibliografia SILVA, Claudio. Produção Gráfica: novas tecnologias / Claudio Silva. - 1 ed. - São Paulo: Editora Pancrom, 2008, indicada no edital pela banca, que se encontra em equipamentos localizados no setor de pré-impressão. Portanto, a banca não reconhece a solicitação de recurso para a questão referida. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'D'. O setor de pré-impressão é responsável pelo tratamento de imagens, assim como sua captura, se for o caso da contratação, para isso é de suma importância o operador saber fazer uso adequado e da melhor forma possível de seu equipamento de trabalho para que o resultado final seja de máxima qualidade. Como consta na bibliografia informada no edital, SILVA, Claudio. Produção Gráfica : novas tecnologias / Claudio Silva. - 1 ed. - São Paulo : Editora Pancrom, 2008, na página 18, "O maior problema que uma câmera digital pode apresentar é a captura das imagens no formato JPEG, que prejudica a qualidade da imagem, pois trabalha com a sua compressão. Já as câmeras digitais profissionais oferecem um recurso com o qual se podem salvar as fotos sem a compressão da imagem."; "As capturas das imagens podem ser no formato RAW (cru) o que possibilita, a partir de um plugin do software Photoshop (o câmera RAW) - software esse encontrado no setor de pré impressão como consta no recurso citado da questão referida - ampliar ou reduzir a imagem, evitando a perda da qualidade." Tendo em vista a objeção indicada pelo recurso supracitado, a banca mantém a alternativa descrita no gabarito como correta, anulando, assim, a solicitação de recurso. CARGO(S): REVISOR QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'E'. A argumentação dos requerentes não procede. Considerando que paralelismo consiste em apresentar ideias similares numa forma gramatical idêntica, para mantê-lo devemos apresentar elementos da mesma hierarquia e função gramaticais na mesma espécie de construção gramatical. Na frase da alternativa A ( Um bom revisor deve demonstrar humildade, ser responsável, diligência, prudência e ser seguro ), temos um falso paralelismo. Há uma oração, com um sujeito simples (Um bom revisor), uma locução verbal cujo verbo principal (demonstrar) pede complemento verbal (objeto direto). Os complementos dados aos verbos não seguem os princípios do paralelismo sintático, uma vez que não temos estruturas gramaticais idênticas, já que temos substantivos misturados a orações reduzidas de infinitivo ocupando a mesma função sintática (objeto di reto). Na frase da alternativa B ( Ou você pesquisa estas palavras no Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa ou no Novo

9 Guia Ortográfico ), temos um erro de paralelismo. O primeiro termo da expressão correlativa (ou...ou) está fora da posição, rompendo o paralelismo. A correlação feita nesta frase foi entre ou você pesquisa ou no novo guia ortográfico. Para que a correlação ficasse adequada e sem erro de paralelismo, a expressão correlativa deveria ocupar outra posição. Assim: Você pesquisa estas palavras ou no Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa ou no Novo Guia Ortográfico. Dessa forma, estaríamos correlacionando as duas publicações, que era o objetivo do autor. Na frase da alternativa C ("Os textos são difíceis de entender, não por serem longos, mas serem obscuros), para manter-se o paralelismo deveria ser acrescentada a preposição pó antes do termo serem obscuros. Assim, teríamos estruturas gramaticais idênticas. Na frase da alternativa D ( "Não deveríamos julgar um candidato pelo fato de ele ser advogado, fazendeiro ou qualquer outra ocupação), temos um erro de paralelismo, porque, dentro da mesma oração, o predicativo do sujeito foi composto por palavras e expressões que não têm valor semântico semelhante. Criou-se um falso paralelismo entre "advogado", "fazendeiro" e "qualquer outra ocupação". É possível dizer que alguém é advogado ou fazendeiro, mas não que é qualquer outra ocupação. Na frase da alternativa E ( Ele é um revisor de muita experiência e tem grande popularidade entre seus colegas ), temos orações coordenadas, de natureza (categoria) idêntica (portanto de valor sintático semelhante), unidas pela conjunção coordenativa aditiva e. Houve um encadeamento de ideias e não há erro de paralelismo. Desconsiderando os adjuntos adnominais teríamos a seguinte estrutura: Ele é revisor e (ele) tem popularidade. Assim, mantém -se o gabarito informado. A resposta correta para a questão 33 é a alternativa E. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'A'. Não procede a argumentação do requerente, pois a segunda oração não pode ser interpretada como uma pergunta. O emprego do ponto final está indicando o término de uma frase declarativa, não interrogativa. Como não temos uma interrogação nem direta nem indireta nessa segunda frase, não podemos usar a forma por que para preencher a segunda lacuna, pois esta forma é a sequência de uma preposição (por) e um pronome interrogativo (que) e não necessitamos de um pronome interrogativo para preenchê -la. A segunda frase deve ser iniciada pela forma Porque, pois estabelece uma relação de causa para o questionamento feito na frase interrogativa direta que lhe antecede. A forma porque" é uma conjunção, equivalendo a pelo fato de que nesta oração. Costuma ser utilizada em respostas, para explicação ou causa. Por isso, também é a forma porque que preenche adequadamente a terceira lacuna. Assim, mantém-se o gabarito informado. A resposta correta para a questão 34 é a alternativa A. QUESTÃO: 35 ANULADA. A argumentação apresentada pelos requerentes procede. Nas alternativas A, D e E, as inadequações ortográficas inviabilizam considerá-las como corretas. Nas alternativas C e D, por não conterem inadequação quanto à grafia de palavras, o foco da avaliação de conhecimentos passou a ser a colocação pronominal. Para a colocação do pronome se em relação a uma locução verbal cujo segundo elemento é um verbo no infinitivo, a alternativa B traz a próclise ( sem se fazer notar ) e a alternativa C traz a ênclise ( sem fazer -se notar ). A forma enclítica da alternativa C foi considerada correta, porque o comportamento regular em nossa língua é a ênclise ao verbo auxiliar. Porém, atualmente, o dinamismo da língua nos faz aceitar a próclise como uma prática comum, transpondo a oralidade para o texto escrito, e torna a ênclise muito rara. A colocação pronominal tem imprimido um tom mais informal ao discurso e alguns gramáticos admitem a colocação pronominal nas locuções verbais em diversas posições, incluindo a próclise, mesmo que não tenhamos um fator que a determine. Assim, podemos considerar também a alternativa?b? como correta. Desse modo, a questão 35 pode ter duas respostas corretas ( C e D ), e, por isso, deverá ser anulada. QUESTÃO: 40 ANULADA. A argumentação do requerente procede, pois a placa da alternativa A traz um caso de concordância verbal com sujeito composto em que o sujeito aparece posposto ao verbo. Neste caso, o verbo poderá concordar com os dois núcleos do sujeito ou com o núcleo mais próximo. Também em relação à concordância nominal não há erro, pois o adjetivo anteposto a dois substantivos deverá concordar em gênero e número com o mais próximo. Isso faz com que a alternativa A ("É proibida a venda e consumo de cigarros e bebidas alcoólicas para menores de 18 anos") possa ser considerada correta. Poderíamos revisá-la quanto a outros aspectos, mas não quanto à concordância verbal e nominal, como pede o enunciado. Como a alternativa C ( Proibida a entrada ) está também correta, a questão fica com duas respostas possíveis e deverá ser anulada.

10 NÍVEL SUPERIOR MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA CARGO(S): ANALISTA - ADMINISTRADOR, ANALISTA - ADMINISTRADOR DE MATERIAIS, ANALISTA - ADVOGADO, ANALISTA - ANALISTA DE SISTEMAS, ANALISTA - ARQUITETO DE EDIFICAÇÕES, ANALISTA - CONTADOR, ANALISTA - DESIGNER GRÁFICO, ANALISTA - ECONOMISTA, ANALISTA - ENGENHEIRO CIVIL, ANALISTA - ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO, ANALISTA - ENGENHEIRO MECÂNICO, ANALISTA - JORNALISTA, ANALISTA - PROGRAMADOR DE SISTEMAS, ANALISTA - PSICÓLOGO DO TRABALHO QUESTÃO: 03 MANTIDA alternativa 'D'. I - O trecho do texto Ao contrário do excluído tradicional, ele é convidado para a festa, mas batem-lhe a porta a cara. - evidencia a afirmação contida na assertiva I. Assim sendo, tal assertiva está CORRETA. II - O trecho embora ainda não seja uma classe para si, já tem uma série de características específicas que nos convidam a entendê-la como uma entidade que promete ação coletiva própria. - afirma que os precariados não podem ser identificados pela luta de seus interesses, mas que prometem uma ação coletiva. Ou seja, nota-se uma potencial ação coletiva, a qual, contudo, ainda não pode ser identificada. Assim sendo, a assertiva II está INCORRETA. III - A falta de preparo profissional NÃO pode ser atribuída ao precariado, conforme mostra o texto no seguinte trecho: conseguiu fazer, no oásis socialdemocrata, os deveres de casa necessários para estar em outro lugar, por exemplo, formando-se, manejando tecnologias, aprendendo idiomas, conhecendo o mundo. Ele está por baixo, mas não por falta de preparo. Assim sendo, a assertiva III está INCORRETA. IV - O sentimento de injustiça citado no item IV é evidenciado a partir do trecho do texto: A sensação é de estar sendo maltratado, e de enfado diante da diferença entre sua sorte e a dos outros. Os esforços de que trata o referido item são ilustrados pelo trecho: formando-se, manejando tecnologias, aprendendo idiomas, conhecendo o mundo.. Apesar desses esforços, os precariados estão por baixo, ou seja, não atingem sua ascensão, conforme afirma a assertiva em questão. Assim sendo, a assertiva IV está CORRETA. QUESTÃO: 04 MANTIDA alternativa 'C'. A referida questão trata do significado contextual de termos e expressões no texto. Assim, a análise de cada trecho deve ser realizada a partir do texto que deverão completar, buscando os elementos semânticos e coesivos que indiquem a posição correta de cada um desses trechos no texto. Assim, tem-se: 1. A aversão, nesse contexto, assume o significado das suas acepções: animadversão, prevenção, ressentimento. 2. A anomia apresenta o sentido de anarquia o que, no texto, é entendido como falta de ação (passividade) diante da desordem, do desespero. 3. A ansiedade, nesse contexto, é caracterizada por alternativas de medo e esperança; medo que é representado pelo lado escuro da vida. 4. A alienação reflete a indiferença estabelecida na posição em que se encontra o indivíduo, ou seja: entre a falta de confiança e o interesse pelo que lhe é dito. (2) essa passividade nascida do desespero. (3) por se saber sempre à beira do abismo, basta um erro ou um golpe da sorte para cair no lado escuro da vida. (1) certo ressentimento que leva ao desenraizamento ou excesso de autoexploração. (4) frustrado profissionalmente, o precário tem dificuldades profundas em desenvolver relações de confiança, ao mesmo tempo em que escuta que deve ser positivo e sorrir. QUESTÃO: 05 MANTIDA alternativa 'B'. A formação do termo estudo consiste na eliminação da desinência verbal e no acréscimo da vogal temática o. Esse termo deriva do verbo estudar. A palavra realidade é formada pelo acréscimo do sufixo idade ao termo primitivo real. Dessa forma, a alternativa B está correta. QUESTÃO: 06 MANTIDA alternativa 'D'. A metáfora é uma figura de linguagem que indica duas características semânticas comuns entre dois conceitos ou ideias. Com ela, há uma substituição entre dois significantes, um assumindo o lugar do outro. Analisando cada uma das alternativas, tem-se: em capitalismo do desejo (A), não verifica-se nenhuma substituição. Os dois termos são usados em seu sentido denotativo. Em flexibilidade laboral (B) ocorre o mesmo. O significado dos termos denota exatamente o que representam: flexibilidade no trabalho. O seguimento aos olhos dos mais velhos (C) também possui sentido denotativo, ou seja, a visão dos mais velhos. Neste caso, olhos e visão são sinônimos, não representando nenhuma relação de substituição figurativa de significante. Já na expressão janela de oportunidade (D), não se pode conceber literalmente essa imagem. O termo janela traz a ideia de condição, abertura, passagem, cujo sentido pode ser entendido pela expressão chance de oportunidade. Por fim, o sintagma oprimidos históricos (E) traz o sentido também denotativo, ou seja, pessoas historicamente perseguidas. Assim sendo, apenas a alternativa O traz um exemplo de metáfora. QUESTÃO: 07 MANTIDA alternativa 'C'. O enunciado da referida questão cobra a reescrita dos trechos retirados do texto, fora de contexto, considerando o uso correto do acento indicativo de crase. Assim, tem-se: à compreensão = correto, uma vez que à consiste na contração da preposição a e do artigo a. à visão = correto, uma vez que à consiste na contração da preposição a e do artigo a. perante à incorreto, pois a locução

11 adverbial é perante a, não havendo condições para o uso do artigo e, portanto, sem necessidade de contração. Assim sendo, somente as assertivas I e II estão CORRETAS. QUESTÃO: 08 MANTIDA alternativa 'E'. I A solidariedade entre os precários é frágil. A sensação é de estar sendo maltratado, e de enfado diante da diferença entre sua sorte e a dos outros. (l. 33 e 34) - A solidariedade entre os precários é frágil, mas a sensação é de estar sendo maltratado, e de enfado diante da diferença entre sua sorte e a dos outros. II. Pensar o precariado revolucionariamente, sem mudar o capitalismo, é um exagero. O precariado, por enquanto, só quer melhorar suas condições de vida. (l ) - Pensar o precariado revolucionariamente, sem mudar o capitalismo, é um exagero, uma vez que o precariado, por enquanto, só quer melhorar suas condições de vida. III. Não equivale nem aos proletários tradicionais nem às classes médias superexploradas. Tampouco a uma subclasse ou à camada inferior da classe trabalhadora. (l ) - Não equivale nem aos proletários tradicionais nem às classes médias superexploradas, e tampouco a uma subclasse ou à camada inferior da classe trabalhadora. As orações contidas no item I mantém uma relação de adição. Consistem em coordenadas que podem ser unidas pela conjunção e, somando ideias, enumerando segmentos. A conjunção mas é inadequada nesse caso, pois as duas orações não apresentam ideia de adversidade e não há uma relação de subordinação entre elas. As orações apresentadas no item II mantém uma relação de causa e consequência. A expressão uma vez que estabelece essa relação. As orações do item III apresentam uma relação de adição. As ideias contidas nas duas orações são enumerações de uma mesma ideia, unidas pela conjunção e. O advérbio tampouco significa também não. O segmento e tampouco, bem como e também não são gramaticalmente corretos. Dessa forma, as assertivas II e III estão corretas. QUESTÃO: 09 MANTIDA alternativa 'A'. Na primeira oração, o pronome (que) substitui seu antecedente (uma entidade) e, nesse caso, faz parte do sujeito da oração. Reescrevendo a oração, tem-se: Uma entidade promete ação coletiva própria. Na segunda oração, o pronome (que) substitui seu antecedente objeto (leitura). Escrevendo de outra forma, tem-se: Construíram sobre o lugar a leitura. MATÉRIA: LEGISLAÇÃO CARGO(S): ANALISTA - ADMINISTRADOR, ANALISTA - ADMINISTRADOR DE MATERIAIS, ANALISTA - ADVOGADO, ANALISTA - ANALISTA DE SISTEMAS, ANALISTA - ARQUITETO DE EDIFICAÇÕES, ANALISTA - CONTADOR, ANALISTA - DESIGNER GRÁFICO, ANALISTA - ECONOMISTA, ANALISTA - ENGENHEIRO CIVIL, ANALISTA - ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO, ANALISTA - ENGENHEIRO MECÂNICO, ANALISTA - JORNALISTA, ANALISTA - PROGRAMADOR DE SISTEMAS, ANALISTA - PSICÓLOGO DO TRABALHO QUESTÃO: 11 MANTIDA alternativa 'A'. Conforme legislação indicada no programa constante do Edital do concurso, a CORAG tem natureza de Sociedade de Economia Mista de Capital Autorizado. Recurso não provido. QUESTÃO: 15 MANTIDA alternativa 'C'. A alternativa correta é a letra C, de forma que a alegação do recurso de que a alternativa A não está clara em nada justifica a anulação da questão. QUESTÃO: 16 ANULADA. Conforme indicado nas argumentações dos recursos a questão, embora tenha objetivado questionar sobre os órgãos da CORAG, a redação direciona apenas aos órgãos de administração, podendo causar dúvida nos candidatos. QUESTÃO: 19 MANTIDA alternativa 'E'. A redação da alternativa C não prejudica a compreensão da questão, eis que a alternativa a ser indicada pelo candidato é a de letra E, que contém afirmação integralmente errada em relação à Lei Maria da Penha. QUESTÃO: 20 ANULADA. No enunciado, onde deveria constar a expressão 'ações afirmativas' constou 'ações corretas', o que prejudica a análise da questão. QUESTÃO: 12 MANTIDA alternativa 'B'. A questão está de acordo com o disposto no programa constante do Edital. O fato da questão conter alternativa semelhante a de outra questão em nada justifica a sua anulação. QUESTÃO: 14 MANTIDA alternativa 'C'. A questão está de acordo com o disposto no programa constante do Edital. O fato da questão conter alternativa semelhante a de outra questão em nada justifica a sua anulação. QUESTÃO: 17 MANTIDA alternativa 'B'. A questão está de acordo com a legislação indicada no Edital do

12 concurso. MATÉRIA: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO(S): ANALISTA - ADMINISTRADOR QUESTÃO: 22 MANTIDA alternativa 'E'. Conforme MAXINIANO (2008), todas as alternativas apresentadas na questão representam a ideia de produtividade e suas variações. Portanto, está mantido o gabarito como letra "D". QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa 'C'. Conforme MAXIMIANO (2008), quando uma empresa trabalha com vários produtos ou serviços, que apresentam diferenças importantes entre si, pode ser melhor administrar cada um individualmente. Dessa forma, a estrutura organizacional mais adequada para essas organizações é por produto. Portanto, mantido gabarito letra "C". QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'B'. Segundo LAUDON E LAUDON (2007), os softwares a que se referem às alternativas IV e V não fazem parte dos pacotes de aplicativos específicos destinados à produtividade dos colaboradores. Portanto. Mantido o gabarito da questão. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'E'. Segundo OLIVEIRA (2003), todas as alternativas apresentadas pela questão se referem aos propósitos do planejamento, os quais podem ser sobre os fins, os meios, organizacional, de recursos, e de implementação e controle. QUESTÃO: 35 MANTIDA alternativa 'E'. Segundo FITZSIMMONS e FITZSIMONS (2007), para que não ocorram falhas, em relação à prestação de serviços, os administradores de serviços devem ter o foco na inspeção das instalações de apoio, nos bens facilitadores, nas informações, nos serviços tanto explícitos, quanto implícitos. Por esse motivo não procedem os motivos alegados para anulação da questão ou alteração de seu gabarito. QUESTÃO: 36 MANTIDA alternativa 'B'. Segundo DUFFY (2006), as fazes de definição do problema, identificação dos stakeholders, e estabelecimento dos objetivos do projeto, representadas nas afirmações I, II, e III desta questão, respectivamente, representam a sequência lógica do planejamento de um projeto. As fases de implementação e desativação representam etapas pós-planejamento do projeto, ou seja, de execução. Por essa razão não há que se falar em anulação ou mudança de gabarito da questão. QUESTÃO: 37 MANTIDA alternativa 'E'. Segundo PMI (2008), os projetos são normalmente autorizados considerando o impacto de uma ou mais considerações estratégicas, tais como: Demanda de mercado; Oportunidade/Necessidade estratégica de negócios; Solicitação de clientes; Avanço tecnológico; ou Requisito legal. Por esse motivo não há o se falar sobre anulação da questão ou alteração de gabarito. QUESTÃO: 38 MANTIDA alternativa 'E'. Segundo PADOVEZE (2010), n o sentido de estabelecer e coordenar objetivos para todas as áreas de empresa, de forma que todos trabalhem sinergicamente na busca dos planos de lucros, o plano orçamentário deve atender a propósitos, como: sistema de autorização; meio para projeções do planejamento; meio de avaliação e controle; e fonte de informações para a tomada de decisões. QUESTÃO: 39 MANTIDA alternativa 'B'. Segundo o Artigo 53 da Lei complementar nº 101/2000, Acompanharão o Relatório Resumido demonstrativos relativos apenas à: apuração da receita corrente líquida, na forma definida no inciso IV do art. 2º, sua evolução, assim como a previsão de seu desempenho até o final do exercício; receitas e despesas previdenciárias a que se refere o inciso IV do art. 50; e resultados nominal e primário. CARGO(S): ANALISTA - ADVOGADO QUESTÃO: 24 ANULADA. A Lei nº /2009 refere no artigo 24 que são aplicáveis ao mandado de segurança os artigos 46 a 49 do Código de Processo Civil, os quais, por sua vez, tratam do litisconsórcio. A questão solicitava: "NÃO cabem no processo do mandado de segurança (...)". A alternativa considerada pela banca seria a alternativa A que trata dos embargos infringentes. Contudo, da leitura combinada dos artigos acima denota-se que a alternativa E também poderia ser marcada pelos candidatos, posto que a "assistência", prevista no artigo 50 do Código de Processo Civil, não se aplica, nos termos da lei, ao processo do mandado de segurança. Os recursos direcionados à banca relacionam jurisprudência nos tribunais superiores (STJ e STF) que vão ao encontro do já disciplinado em lei. Dessa forma, havendo a possibilidade de marcação de duas alternativas na questão, entendo pela anulação.

13 QUESTÃO: 25 MANTIDA alternativa 'C'. O artigo 296 do CPC trata de caso de indeferimento da petição inicial, estando expresso que o autor poderá apelar, facultado ao juiz, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, reformar a decisão. O autor Fredie Didier Jr., em Curso de Direito Processual Civil. Volume 1, Editora Jus Podivm, páginas 405 e 406 (bibliografia indicada no edital), refere que : Se o defeito se revelar prima facie, é caso de indeferimento; se o magistrado tiver ouvido o réu para acolher a alegação de invalidade, não é mais o caso de indeferimento, mas sim de extinção com base no art. 267, IV, CPC. A distinção é importante, pois o regramento do art. 296 do CPC somente se aplica à decisão que indefere a petição inicial, bem como, sendo liminar a sentença, não se condenará o autor ao pagamento de honorários advocatícios em favor do réu ainda não citado. Na página 407,mesma bibliografia indicada no Edital, completa (...) b) se se tratar de indeferimento total feito por juízo singular, será apelação(...). Além disso, o enunciado da questão forneceu todos os elementos para a solução da questão, informando claramente que:"(...) no caso de indeferimento total da petição inicial pelo juízo singular sem a oitiva do réu, poderá o autor da ação, conforme Código de Processo Civil(...)".Com as disposições do artigo 296 do CPC já seria possível responder à questão, inclusive porque está expresso no enunciado que na resposta deve ser considerado o Código de Processo Civil, sendo que a bibliografia indicada, conforme citado, referenda a solução para a questão 25. Mantido o Gabarito, letra C. QUESTÃO: 30 MANTIDA alternativa 'D'. De fato, a Lei de Acesso à Informação é a Lei nº /2011. No enunciado da questão houve erro em relação ao número da Lei, constando Lei n /2001 ao invés de Lei n /2011. Entretanto, no enunciado da questão também havia a expressão "Lei de Acesso à Informação", em consonância com o conteúdo solicitado no Edital de Concursos 01/2013, em CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS, OCUPAÇÃO: ADVOGADO, PROGRAMA, DIREITO ADMINISTRATIVO, item 16) Lei de Acesso à Informação. Assim, em que pese o erro de grafia no número da Lei, no enunciado da questão, este equívoco não compremeteu a formulação do enunciado, tampouco a compreensão do conteúdo solicitado pela maioria dos candidatos. Mantida a questão. CARGO(S): ANALISTA - ANALISTA DE SISTEMAS QUESTÃO: 22 MANTIDA alternativa 'E'. A questão mostra o funcionamento de um porta-guardanapos, onde, ao se acrescentar um novo guardanapo, ele é inserido, obrigatoriamente, na parte superior e, ao ser retirado um guardanapo, do porta guardanapos, é sempre retirado o último que foi inserido. Em termos de estrutura de dados, esse porta-guardanapos se comporta de acordo com o critério "LIFO" (Last In First Out - O último a entrar é o primeiro a sair). Uma LIFO é uma estrutura linear com disciplina de acesso e, no caso relatado, é um exemplo de "Pilha". Observe-se que, em nenhum momento da questão, permitiu-se a inserção ou retirada de um elemento que não fosse no topo. Conforme abordado pelo candidado, o livro "Estruturas de Dados" de Paulo Veloso, Clesio dos Santos, Paulo Azeredo e Antonio Furtado, apesar de não fazer parte da Bibliografia básica do concurso, aborda, de forma muito clara, esses aspectos, em seu Capítulo 6, página 99. Pede-se, também, ao candidato, que consulte e estude o contante no livro de Silvio do Lago PEREIRA, Estrutura de Dados Fundamentais: Conceitos e Aplicações. São Paulo: Érica, 1996, capítulo 3, "Pilhas", referenciado na bibliografia básica do concurso, que em suas páginas de 17 a 23, mostram o exemplo do porta-guardanapos e como implementá-lo, em termos de estrutura de dados. Segundo o autor Silvio do Lago PEREIRA, na página 17, de seu livro, "Uma pilha é um tipo especial de lista linear que em todas as operações de inserção e remoção são realizadas numa mesma extremidade, denominada topo". Seguindo-se um pouco mais adiante, nessa mesma página, o autor explica o que uma LIFO e, nas demais páginas referenciadas, o que é uma pilha e como implementá-la. Portanto, está correto o item I, conforme divulgado com o gabarito oficial. Os demais itens, o candidato concorda que estão corretos. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado. QUESTÃO: 27 MANTIDA alternativa 'E'. No Edital do concurso, consta a seguinte bibliografia básica: MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Manual do SISP 2.0,ou versão superior. Disponível em: Acesso em 29 ago Em sua página 7, consta o segunte no manual do SISP: "- Usabilidade: a solução deve atender aos requisitos dos Padrões Web em Governo Eletrônico (e -PWG), Cartilha de Usabilidade; a aplicação deve ter help on-line de sistema, tela e campo (sensível a contexto); a aplicação deve ser disponibilizada nos idiomas Português, Espanhol e Inglês.". Esse texto é exatamente o mesmo constante no item I, que é o seguinte: "- Usabilidade: a solução deverá atender aos requisitos dos Padrões Brasil e-gov, Cartilha de Usabilidade; a aplicação deve ter help on-line de sistema, tela e campo (sensível a contexto); a aplicação deve ser disponibilizada nos idiomas Português, Espanhol e Inglês.". Ao que parece, o candidato gostaria que o texto fosse copiado exatamente como está no SISP, o que não cabe. Quanto aos demais itens, o candidato concorda com os mesmos. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado.

14 QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'D'. No edital do concurso consta a seguinte bibliografia básica: RATIONAL SOFTWARE CORPORATION. Rational Unified Process. Disponível em: Acesso em: 29 ago Essa bibliografia básica parece ser diferente da referenciada pelo candidato que foi "http://www.wthreex.com/rup/portugues/process/activity/ac_ccvoc.htm", que é o antigo site do RUP. A Figura "RUP", em anexo, mostra os documentos que o Analista de Sistemas pode se utilizar para capturar um vocabulário comum, assim como a saída dessa tarefa. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado. Legenda: Tarefa Captar um Vocabulario Comum

15

16 QUESTÃO: 32 MANTIDA alternativa 'C'. Não houve nenhum questionamento do candidato quanto ao conteúdo da questão ou sua solução. O candidato questiona, apenas, a falta de uma linha horizontal, separando os campos "o problema de" e "afeta", na Figura 6. Em hipótese nenhuma essa linha dificulta ou inviabiliza a solução da questão, uma vez que os itens do template estão presentes na Figura. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'E'. Não houve nenhum questionamento do candidato quanto ao conteúdo da questõa ou sua solução, apenas quanto à forma. Há um questionamento sobre a escrita "Nível 3" ser diferente de "Nível 03". Independente da escrita, a mesma não afeta nem o texto introdutório da questão, assim como a solução da mesma. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado. QUESTÃO: 37 MANTIDA alternativa 'C'. Há um grande engano por parte do candidato quanto a sua afirmação; não há que se indicar nenhuma chave primária. A questão pede, apenas, para se identificar as dependências funcionais, o que é necessário em projetos de Engenharia Reversa, quando se utiliza a normalização. Pede-se que o candidato consulte e estude o seguinte livro referenciado na bibliografia básica do concurso: HEUSER, Carlos Alberto. Projeto de banco de Dados. 6. ed. Porto Alegre: Instituto de Informática da UFRGS, Sagra Luzzatto, 2010, capítulo 6, especialmente página 195. Tecnicamente, não há nenhum motivo que justifique a mudança de gabarito ou a anulação da questão, devendo ser mantido o gabarito oficial que foi divulgado. CARGO(S): ANALISTA - ARQUITETO DE EDIFICAÇÕES QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa 'B'. Conforme os autores de Eficiência Energética na Arquitetura, LAMBERTS, Roberto; DUTRA, Luciano; PEREIRA, Fernando O. R., pág. 54, a mudança de orientação das construções alterará mais o desempenho térmico do edifício do que o da casa isolada porque, em uma casa isolada, a cobertura é responsável pela maior parte dos ganhos de calor, sendo que esses ganhos não são influenciados pela mudança de orientação. QUESTÃO: 25 ANULADA. As considerações apresentadas nesse recurso estão corretas, não sendo realmente possível ordenar o procedimento na medida que o próprio autor expõe essa teoria nas páginas seguintes de seu livro. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'D'. A questão foi elaborada através do livro de REBELLO, Yopanan C. P. Bases para projeto estrutural na arquitetura. São Paulo: Zigurate, Pág. 89. Nessa página consta a mesma figura utilizada na questão, a qual apresenta maior detalhamento no desenho quanto a divisão das cargas, sendo que por meio desse autor a carga do P4 corresponde a 8,75m2, dada a multiplicação de 3,5 x 2,5, sendo inclusive esse cálculo da área de influência realizado pelo autor do livro. QUESTÃO: 34 ANULADA. As considerações apresentadas nesse recurso estão corretas, não sendo realmente possível afirmar se as assertivas II e III estão corretas ou não somente com a imagem apresentada na questão. QUESTÃO: 40 MANTIDA alternativa 'C'. O recurso solicita a alteração do gabarito por meio da inclusão de outra bibliografia Mecânica técnica e resistência dos materiais de Sarkis Melconian, a qual não consta na relação de bibliografia desse concurso e como a questão apresenta a resposta correta conforme a página 40 do livro que consta na bibliografia, essa apenas deve ser considerada. CARGO(S): ANALISTA - CONTADOR QUESTÃO: 21 MANTIDA alternativa 'B'. Ciclos operacionais e financeiros (ou caixa) são indicadores de atividade, sendo estes encontrados na bibliografia utilizada por este certame, bem como em qualquer livro-texto básico que trate dos indicadores econômicos e financeiros. São conceitos elementares, não podendo configurar como análise avançada do capital de giro. QUESTÃO: 22 MANTIDA alternativa 'C'. Ciclos operacionais e financeiros (ou de caixa) são indicadore s de atividade. Logo, estão contemplados tanto no conjunto de conhecimentos do edital, bem como em sua bibliografia. QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa 'E'. Ciclos operacionais e financeiros (ou de caixa) são indicadores de

17 atividade. Logo, estão contemplados tanto no conjunto de conhecimentos do edital, bem como em sua bibliografia. QUESTÃO: 25 MANTIDA alternativa 'C'. Conforme Rosa (2011), o princípio do orçamento bruto está presente no Art. 6º. da Lei 4.320/1964: "todas as receitas e despesas constarão na Lei de Orçamento pelos seus totais, vedadas quaisquer deduções". Este é o entendimento obtido nos autores elencados na bibliografia, na qual devem ser seguidos. Não obstante, este princípio é explícito, evidenciando que o orçamento deve conter valores sem deduções. Tal entendimento não é tão explícito no princípio da universalidade, na qual menciona que o orçamento deve conter todas as receitas e despesas, não informando se seriam valores brutos ou líquidos. QUESTÃO: 27 MANTIDA alternativa 'E'. Como destacado nos recursos, os restos a pagar processados não são passíveis de cancelamento, restando apenas o cumprimento da última fase da despesa, que termina com o pagamento ao credor, pois constituem direito efetivo deste. Cabe destacar também que o embasamento do recurso deve-se ater as referências bibliográficas do Edital. QUESTÃO: 28 MANTIDA alternativa 'A'. A regra de ouro está presente na LRF no seu art. 12, 2º, na qual BUSCA atingir o equilíbrio fiscal entre as operações de crédito e as despesas de capital, na qual BUSCA que as operações de crédito sejam aceitas somente para a realização de investimentos ou pagamento de dívida. Tal "equilíbrio" foi proposto pela CF (1988), no seu art. 167 inciso III, sendo este batizado pelos idealiz adores da LRF como Regra de Ouro (ROSA, 2011). Por fim, vale destacar que a LRF também busca atingir o equilíbrio fiscal das contas públicas, voltada para a responsabilidade na gestão. Portanto, dentro do contexto da questão, existe apenas uma assertiva correta: I. QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'C'. Muito embora haja um erro de grafia, a alternativa que apresenta tal erro não é a resposta, independente da interpretação que seja dada em razão deste erro. Este fato, portanto, não impede o candidato de acertar a questão. QUESTÃO: 30 MANTIDA alternativa 'B'. É comum a confusão entre o Balanço Financeiro e a Demonstração dos Fluxos de Caixa. Ocorre, contudo, que a DFC evidencia as movimentações de caixa e seus equivalentes, classificadas em seus respectivos grupo. Não tratando, portanto, de TODAS as movimentações de recursos financeiras, como é o caso do Balanço Financeiro. Este é o objetivo da questão, na qual busca saber se o(a) candidato(a) tem essa compreensão e conhecimento. QUESTÃO: 33 MANTIDA alternativa 'E'. A Lei Orçamentária é organizada na forma de créditos orçamentários, aos quais estão consignadas dotações. Crédito orçamentário e dotação não são sinônimos. Os créditos orçamentários são as ações e operações autorizadas pela lei orçamentária, cujo limite de recurso financeiro autorizada para essa ação (despesa) é a dotação. Em síntese, a dotação é o montante de recursos financeiros com que conta o crédito orçamentário. QUESTÃO: 38 MANTIDA alternativa 'C'. Muito embora as informações a serem demonstradas no Balanço Financeiro estão estabelecidas no artigo 103 da Lei 4.320/64, a questão busca conhecer dos(as) candidatos(as) seu novo conceito e estrutura (anexo 13, com as alterações da portaria/stn 665/2010 e da NBC T 16.6), como destacado no enunciado. De acordo com a edição da NBC T 16.6, que foi aprovada pela Resolução/CFC 1.133/2008, com redação dada pela Resolução CFC 1.268/2009, o item I está literalmente assim descrito, tornando a assertiva correta. Não obstante, tal conceito pode ser obtido na bibliografia indicada: Rosa, p. 467, Com relação ao item II, não há dúvidas que o mesmo está correto. Por fim, o item III refere-se, conceitualmente, a Demonstração do Fluxo de Caixa. QUESTÃO: 39 MANTIDA alternativa 'D'. A questão é explicita no seu objetivo, na qual busca apurar indicadores no Balanço Orçamentário, utilizando OS VALORES da coluna Receitas e OS VALORES da coluna Despesas e, com isto, obter uma análise conclusiva advinda destas colunas comparativamente. Sendo assim, a coluna das RECEITAS poderá indicar (expressar), como análise, excesso ou insuficiência de arrecadação. Já a coluna das DESPESAS poderá indicar (expressar), como análise, economia ou excesso de realização de despesa. Diante disto, as assertivas I e II estão corretas, pois não se busca na questão o conceito, mas sim a sua aplicabilidade no que tange a análise do referido Balanço, como destacado por Rosa (p , 2011). CARGO(S): ANALISTA - DESIGNER GRÁFICO QUESTÃO: 21 MANTIDA alternativa 'B'. Os tipos de grafites é conhecimento básico de estudos de Desenho Técnico, pertinente ao conhecimento fundamental do desenhista. O conhecimento deste assunto pertinente a

18 atividade técnica do Designer Gráfico é qualitativo para avaliação de conhecimento específico. QUESTÃO: 25 MANTIDA alternativa 'C'. O desenho na escala!:50 é 50 vezes menor que a verdadeira grandeza. O desenho na escala 1:20 é vinte vezes menor que o representado em verdadeira grandeza. A verdadeira grandeza de comprimento 20 metros é representada por um desenho com um metro de comprimento, se desenhada na escala 1:20, portanto 20 vezes menor. Mantido o gabarito "C". QUESTÃO: 26 MANTIDA alternativa 'A'. O contraste entre branco (refletora de luz) e preto (absorvente de luz) faz com que o branco sobressaia ao fundo preto e aparente mais espessa. Da mesma forma o preto absorve luz e aparenta mais fino. Uma malha de linhas sobrepostas a um desenho colorido será menos percebida se em preto, já a mesma malha em linhas brancas será percebida e interferirá no desenho. Isto ocorre porque o branco ao refletir luz sobressai ao preto aparentando mais espessa. QUESTÃO: 29 ANULADA. A grafia correta para a palavra "laser" (tipo de impressora) é escrita com "s", onde escrevi com "z". Questão anulada. QUESTÃO: 30 ANULADA. A Perspectiva cônica é realizada com um ponto de fuga. O uso de mais pontos de fuga é para auxiliar. Como a bibliografia não fixa como cônica a elaborada com um ponto de fuga e confunde ao citar dois ou mais pontos o questionamento fica prejudicado. Desta forma a bibliografia permite entender que "C, D e E" estariam corretas. QUESTÃO: 31 ANULADA. Questão inexata, pois permite interpretações teóricas e de valores de forma diversa e não conclusiva. Questão anulada. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa 'E'. Segundo David Bann, Processos de Impressão pg. 16 cita a máquina 'Canon ipf8300' para tal impressão na afirmativa II, permite afirmar como certa. O desenvolvimento de novos equipamentos no inicio da década de 1980 permitiam uma impressão rudimentar, em meados da década a criação de softwares para a utilização destes acabaram por impulsionar a editoração eletrônica no final da década (segundo Lorenzo Baer, Produção Gráfica). Corretas as três alternativas, mantido o gabarito "E". QUESTÃO: 36 MANTIDA alternativa 'C'. A segunda parte da questão afirma que o Designer Gráfico não é projetista, o que está incorreto, pois ao planejar a impressão e prever os meios o Designer está projetando. Mantido gabarito "C". QUESTÃO: 37 ANULADA. O questionamento permite divagações teóricas que torna inexatas as alternativas. A existência de bibliografia divergente e discussões acadêmicas não conclusivas induzem a pouca exatidão do questionamento e alternativas. Questão anulada. QUESTÃO: 39 ANULADA. O questionamento permite divagações teóricas que torna inexatas as alternativas. A existência de bibliografia divergente e discussões acadêmicas não conclusivas induzem a pouca exatidão do questionamento e alternativas. Questão anulada. CARGO(S): ANALISTA - ECONOMISTA QUESTÃO: 21 MANTIDA alternativa 'E'. Os candidatos questionam a resposta E (Apenas II e III), apontando que a afirmação II está dúbia e incorreta. Esta afirmação diz: Observam-se economias de escopo quando a produção de dois produtos em uma única empresa é maior que a produção desses produtos em duas empresas separadas. A afirmação está correta conforme a bibliografia, Pindyck, Capítulo 7. A associação de economia de escopo a custos é outra forma de ser referir a elas, mas não a única. Assim, a afirmação II está correta. A resposta deve ser mantida. QUESTÃO: 24 MANTIDA alternativa 'E'. A questão solicita que seja apontada a afirmação INCORRETA em relação ao modelo de ciclo de vida de consumo e poupança. O candidato alega que a resposta E (resposta do gabarito, considerada incorreta) também está correta, pois a propensão a consumir é negativamente relacionada com a incerteza. A resposta E diz: A propensão média a consumir tende a cair em períodos recessivos. Devemos ter em conta que, de acordo com o modelo de ciclo de vida, o consumo é determinado olhando-se a renda de longo prazo, ou renda permanente, e não a renda corrente. Assim, em período recessivo, cai a renda, mas o consumo não cai na mesma proporção. Isto é, a propensão média a consumidor não tende a cair em período recessivo. Assim, a resposta E é a incorreta. A resposta deve ser mantida.

19 QUESTÃO: 28 MANTIDA alternativa 'D'. Modelo: Y = Co +c(y - T) + I + G. No ano inicial: Y = ,8(Y - 400) Y = ,8(Y - 400). Y = ,8Y, ,2Y = 1080 Y = No ano seguinte: Y = ,8(Y - 200). Y = ,8Y, ,2Y = 1240 Y = Logo, a variação da renda Y: incremento de 800. A resposta do gabarito está correta. QUESTÃO: 29 MANTIDA alternativa 'B'. O candidato postula que a segunda afirmação está incorreta, solicitando alterar a resposta de B para C. A segunda afirmação diz: O tributo que aplica a mesma alíquota sobre diferentes níveis de transação está utilizando o sistema proporcional. Ora, deve-se ter em conta que a proporcionalidade em tributação significa a implicação da mesma alíquota tanto sobre a renda quanto sobre transações. Assim, a afirmação está correta. A resposta do gabarito deve ser mantida. QUESTÃO: 30 MANTIDA alternativa 'C'. A questão pede para serem identificadas as afirmações verdadeiras e falsas sobre o modelo de comércio de Ricardo. O candidato postula que a terceira afirmação ( As diferenças internacionais de dotações de recursos explicam o padrão de comércio ), apontada pelo gabarito oficial como falsa, também está correta. Na realidade, a inclusão do argumento de dotação de recursos em modelo de comércio é feita somente a partir do modelo de Heckscher-Ohlin (teoria neo-clássica de comércio), e não por Ricardo. Ainda mais, a bibliografia do concurso (Krugman e Obstfeld, Economia Internacional) diz claramente: o modelo Ricardiano não permite papel algum para as diferenças de recursos entre países como uma causa de comércio (Capítulo 2, p. 34). Portanto, a resposta do gabarito está correta. QUESTÃO: 34 ANULADA. A questão tem como resposta, pelo gabarito, apenas a afirmação III (resposta C), que expressa: o subsistema normativo do SFN composto pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central. O candidato questiona a afirmação, alegando que outras instituições também participam do subsistema normativo, e solicita a anulação da questão. Efetivamente, o candidato está correto, pois participam do subsistema normativo, além das instituições mencionadas, também a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Banco do Brasil e outras. Assim, a afirmação está incorreta. Não havendo resposta, nesta questão, para três afirmações incorretas, a questão deve ser anulada. QUESTÃO: 36 MANTIDA alternativa 'E'. Os recursos pedem para alterar a resposta do gabarito de E para B e também examinar a veracidade da resposta E. A resposta B ( VPL positivo indica que o retorno do projeto excede à TIR ) não pode ser correta, pois encontramos a TIR ao utilizar uma taxa de desconto que, aplicada sobre o fluxo de caixa, gera VPL nulo. Se o VPL for positivo (é o caso da afirmação), quer dizer não que o retorno excede a TIR, mas que ele excede a taxa de desconto utilizada, que, nesse momento, é inferior à verdadeira TIR. Quanto à afirmação E, o ponto de ruptura do VPL acontece, efetivamente, no ano de recuperação do investimento, por razões técnicas, seja qual for o tamanho do investimento inicial. A questão está correta e a resposta do gabarito também. QUESTÃO: 39 MANTIDA alternativa 'C'. O candidato indaga que a afirmação I não especifica a carteira a ser analisada. Ora, a questão começa dizendo Uma carteira de investimento é composta por dois ativos... conforme abaixo (tabela). Não há a menor dúvida de qual é a carteira de investimento a ser considerada, é esta única que está na tabela. A questão está correta. Resposta mantida. CARGO(S): ANALISTA - ENGENHEIRO CIVIL QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa 'C'. A bibliografia indicada, YAZIGI, W. A técnica de edificar. 8ª. ed. São Paulo: Pini, 2007, na Pág. 171 esclarece a questão como mostrado na figura anexa. O recurso cita como fonte uma bibliografia não especificada no edital e não apresenta fundamentos suficientes para a anulação da questão. QUESTÃO: 28 MANTIDA alternativa 'A'. 1 - A questão baseou-se em bibliografia que constava nas referências do concurso. A norma citada pelo candidato não constava na bibliografia do concurso. 2 - Da mesma forma, a questão foi baseada em bibliografia do concurso, cuja página está escaneada em documento anexo. Referencial Teórico: THOMAZ, Ércio. Tecnologia, Gerenciamento e Qualidade na Construção. 1ª ed. São Paulo: Pini, página 156 Tabela 20 - primeira linha.

20 QUESTÃO: 36 MANTIDA alternativa 'E'. 1 - Utilizou-se bibliografia abaixo, que recomenda 2 dias, tendo em vista a intermitência do abastecimento da rede pública. 2 - O consumo diário consta na bibliografia abaixo, na tabela em anexo 3 - Na página 10 da bibliografia abaixo há um exemplo considerando 20% de reserva técnica 4 - A questão fala em capacidades aproximadas Referencial Teórico: CREDER, Hélio. Instalações Hidráulicas e Sanitárias/ 6 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006 Páginas 9 e 10 2 quartos sociais - 2 X 2 = 4 pessoas 1 dep. Empregada = 1 pessoa 5 pessoas por apartamento - 20 pessoas por pavimento pessoas no edifício 120 pessoas x 200 l/pessoa/dia = litros/dia mais 20% reserva de incêndio litro - para dois dias litros (2/5) * = (3/5)* = CARGO(S): ANALISTA - ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO QUESTÃO: 22 ANULADA. Na questão a palavra correta seria estrutura completa e roteiro complexo, e não completo como está na questão. QUESTÃO: 23 MANTIDA alternativa D. No capítulo 3 do livro: CHOPRA, S.; MEINDL, P. Gestão da Cadeia de Suprimentos. Estratégia, Planejamento e Operações. Editora: Pearson, 4ª Edição, São Paulo, 2011.O que determina o desempenho de qualquer cadeia de suprimentos são os fatores-chave, dos quais, se engloba a INFORMAÇÃO. A questão questiona qual o fator que afeta direta ou indiretamente os demais, podendo atingir um equilíbrio entre responsividade e eficiência da cadeia de suprimentos. Segundo o autor esse fator é a informação. QUESTÃO: 26 MANTIDA alternativa E. Segundo CORRÊA, H. L.; GIANESI, I. G. N.; CAON, M. Planejamento, Programação e Controle da Produção. Base para SAP, BAAN4, Oracle Applications e outros Softwares Integrados de Gestão. Editora: Atlas, 4ª Edição, São Paulo, (pag. 160, 161). Os aspectos mais importantes para a implantação de um sistema de MRP II são: comprometimento da alta direção; educação e treinamento; escolha adequada de hardware e software; acurácia de dados de entrada e gerenciamento adequado de implantação. Ou seja, as três alternativas da questão estão corretas. QUESTÃO: 29 ANULADA. Na questão é questionado qual dos fatores é utilizado para a tomada de decisões, mas o certo seria qual o que NÃO é utilizado. QUESTÃO: 34 MANTIDA alternativa A. No livro: CORRÊA, H. L.; GIANESI, I. G. N.; CAON, M. Planejamento, Programação e Controle da Produção. Base para SAP, BAAN4, Oracle Applications e outros Softwares Integrados de Gestão. Editora: Atlas, 4ª Edição, São Paulo, A figura 5.5 apresenta o S&OP no processo de planejamento global. Onde o S&OP apresenta os seguintes planos: plano de vendas agregado, plano financeiro (orçamento); plano de desenvolvimento de novos produtos; e plano de produção agregado. Justificando a alternativa A como correta. QUESTÃO: 38 MANTIDA alternativa D. Na página 461 do livro SLACK, N.; CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. administração da Produção. Editora: Atlas, 3ª Edição, São Paulo, São apresentadas práticas básicas de trabalho, nas quais, são citadas: disciplina; criatividade; igualdade; e flexibilidade. O autor não caracteriza pontualidade como uma prática básica. QUESTÃO: 39 MANTIDA alternativa C. Na página 462 do livro SLACK, N.; CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. Administração da Produção. Editora: Atlas, 3ª Edição, São Paulo, A figura 14.4 mostra as informações necessárias para processar o MRP não fazendo parte da mesma os custos de produção. QUESTÃO: 40 MANTIDA alternativa A. O ciclo de negócios é definido pela economia, e não pelo tipo de demanda, ou seja, se a economia oscila, não serão fatores internos que irão resolver o problema da demanda.

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital de Abertura nº 01/2014 que rege este Concurso

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALI

PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALI JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital para Seleção de Bolsistas e Orientadores para a Operacionalização do Programa AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO OFICIAL

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO OFICIAL O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos e indeferidos, de acordo com o subitem 14.18 do Edital de Abertura nº 0001/2012 do Tribunal Regional

Leia mais

Observa-se que nas três primeiras questões (n 91, 92 e 93), a ênfase do examinador recaiu nas seguintes Resoluções:

Observa-se que nas três primeiras questões (n 91, 92 e 93), a ênfase do examinador recaiu nas seguintes Resoluções: Comentário Prova Auditor Fiscal SEFAZ-RJ 2011 Parte 1 Olá meus amigos! Irei, a partir deste toque, comentar as questões de Auditoria constantes da prova mais recente para Auditor Fiscal (Secretaria de

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO FICHA DE RESPOSTA AO RECURSO CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL

CONCURSO PÚBLICO FICHA DE RESPOSTA AO RECURSO CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL QUESTÃO Nº 13 Gabarito divulgado: D Mantemos o gabarito apresentado na alternativa D. A candidata indicou a alternativa correta, ou seja a alternativa D. Recurso improcedente.

Leia mais

REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão nº. 09, alegando que a mesma possui erros em sua formulação.

REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão nº. 09, alegando que a mesma possui erros em sua formulação. RECORRENTE: ANA LUCIA DE OLIVEIRA B DA SILVA INSCRIÇÃO Nº. 0360 CANDIDATO AO CARGO: AUXILIAR DE SERVICOS GERAIS QUESTÃO: 09 MATÉRIA: RACIOCÍNIO LÓGICO REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital N 01/2010, que rege este Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneas, que estiverem fora

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO CONTRA QUESTÃO DE PROVA

RESPOSTA A RECURSO CONTRA QUESTÃO DE PROVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA Improcedente. Não se julgam as edições d Os Lusíadas, mas somente as formas variantes. _ 2 LÍNGUA PORTUGUESA NÃO PROCEDE ( ) PROCEDE ( X ) Por proceder o pleito de recorrente, a questão

Leia mais

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova ANEXO II Conteúdo Programático da Prova CONHECIMENTOS GERAIS: ATUALIDADES Assuntos de interesse geral nas esferas: Municipal, Estadual e Nacional, Internacional, amplamente veiculados na imprensa escrita

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 001/2011 AMESP ASSOCIAÇÃO DOS MUN. DA MICRORREGIÃO DO MÉDIO SAPUCAÍ

PROCESSO SELETIVO 001/2011 AMESP ASSOCIAÇÃO DOS MUN. DA MICRORREGIÃO DO MÉDIO SAPUCAÍ RESPOSTA AO RECURSO Nº. 001 RECORRENTE: ALEXANDRE AUGUSTO NEPOMUCENO SANTOS INSCRIÇÃO Nº. 0070 CANDIDATO AO CARGO: NUTRICIONISTA QUESTÃO: 04 MATÉRIA: ESPECÍFICA REQUERIMENTO: O Candidato requer a anulação

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: alternativa

Leia mais

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR RESENHA Neste capítulo, vamos falar acerca do gênero textual denominado resenha. Talvez você já tenha lido ou elaborado resenhas de diferentes tipos de textos, nas mais diversas situações de produção.

Leia mais

Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a).

Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a). 1 Ofício nº 01/2015 - CDS - OAB/BLUMENAU Aos(as) Excelentíssimos(as) Vereadores(as) de Blumenau. Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a). Conforme se denota do sítio eletrônico,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Controle de Ponto do Trabalhador terceirizado

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Controle de Ponto do Trabalhador terceirizado Controle de Ponto do Trabalhador terceirizado 13/11/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ 01.219.807/0001-82

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ 01.219.807/0001-82 Lei nº 1.591/2010 Altera a Lei Municipal 1.313/205, Cria a Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres, Cria a Coordenadoria Especial de Promoção da Igualdade Racial, e dá outras providências. O

Leia mais

MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

MUNICÍPIO DE URUGUAIANA MUNICÍPIO DE URUGUAIANA CONCURSO PÚBLICO PARA O QUADRO DO MAGISTÉRIO E GRUPO DE PESSOAL POR ESCOLA DO MUNICIPIO DE URUGUAIANA EDITAL DE CONCURSO Nº ED 007/2013 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES PORTARIA INSTITUCIONAL Nº 08 A Direção Geral da Faculdades SPEI, no uso das suas atribuições, ouvido o Conselho Superior e aprovado pela Mantenedora, conforme Regimento Interno, RESOLVE: Estabelecer o

Leia mais

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta.

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta. DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR Analista em Gestão Especializado Administração Disciplina: Conhecimentos

Leia mais

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto.

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Pré-texto Capa Folha de Rosto Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Resumo Sumário Texto

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HU - UFS PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HU - UFS PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 11.16 do Edital de Abertura nº 04/2013 da EBSERH/HU UFS, interpostos contra

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO Inscrição: 15602625057-3 (Liminar) - MANTIDA de dissertação, cujos critérios de análise estavam descritos no edital de abertura que rege

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO ESPECIALIZADO EM SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO INVERNO 2007 RESPOSTA RECURSOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO ESPECIALIZADO EM SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO INVERNO 2007 RESPOSTA RECURSOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO ESPECIALIZADO EM SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO INVERNO 2007 RESPOSTA RECURSOS GEOGRAFIA Questão 1 A solicitação está baseada na alegação de que

Leia mais

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO.

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. Cargos/ Área de Atuação Hs/ Sem Nº de Vagas Nº de Vagas LOTAÇÃO Pré-Requisitos/ Escolaridade Vencimento Básico R$ Comuns

Leia mais

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR CORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 058/2013 COGEPS PUBLICAÇÃO DO DA ANÁLISE DOS RECURSOS CONTRA OS S DA PROVA ESCRITA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO ESPECIAL 2013 PARA

Leia mais

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades 1 Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades A Comissão Nacional da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT existe desde 1986. Neste período houve muitos avanços na organização das

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2011 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS QUE VISEM A REALIZAÇÃO DE EVENTOS, DE CARÁTER NACIONAL, DAS ENTIDADES DO MOVIMENTO NEGRO E QUILOMBOLAS, POR MEIO DE ESTABELECIMENTO DE CONVÊNIOS, A SEREM

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Ministrantes: Anita Maria da Rocha Fernandes César Albenes Zeferino Maria Cristina Kumm Pontes Rafael Luiz Cancian Itajaí,

Leia mais

CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924

CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924 CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924 OBJETO: Contratação, sob demanda, de serviços de publicidade e atividades complementares, a serem prestados por intermédio de agência de propaganda. SEGUE

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032 UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida empresas e consultores

Leia mais

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014.

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE IRAMAIA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SE-001/2011

TERMO DE REFERÊNCIA SE-001/2011 TERMO DE REFERÊNCIA SE-001/2011 Objeto da contratação Consultor sênior Título do Projeto Projeto BRA 07/010 Designação funcional Duração do contrato Consultoria por produto 04 meses Data limite para envio

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FLORIANO 1) s de Matemática Nível Fundamental (Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia). 13 18 Candidato(a) Alega que questão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS O QUE É UM PROJETO? É um documento que organiza idéias para se realizar um empreendimento, explicitando o motivo de realizá-lo, as etapas de trabalho, as

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Língua Portuguesa COMENTÁRIO GERAL: a prova compôs-se de três textos dois breves ensaios (artigo cuja temática é universal) e uma crônica. O conhecimento solicitado

Leia mais

REQUERIMENTO: A Candidata requer a retificação do gabarito da questão nº. 34, alegando que o gabarito correto é a letra E.

REQUERIMENTO: A Candidata requer a retificação do gabarito da questão nº. 34, alegando que o gabarito correto é a letra E. RESPOSTA AO RECURSO Nº. 001 RECORRENTE: DAYSE MARIA CONCEICAO INSCRIÇÃO Nº. 0595 CANDIDATO AO CARGO: SUPERVISOR PEDAGÓGICO QUESTÃO: 34 MATÉRIA: CONHECIMENTOS GERAIS REQUERIMENTO: A Candidata requer a retificação

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

CAMPO DE APLICAÇÃO Esta Norma Complementar se aplica no âmbito da Administração Pública Federal, direta e indireta. APROVAÇÃO

CAMPO DE APLICAÇÃO Esta Norma Complementar se aplica no âmbito da Administração Pública Federal, direta e indireta. APROVAÇÃO 05/IN01/DSIC/GSIPR 00 14/AGO/09 1/7 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações CRIAÇÃO DE EQUIPES DE TRATAMENTO E RESPOSTA A INCIDENTES

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO TEMA: ELABORAÇÃO DE PROJETOS COM FOCO NA FAMÍLIA Março/2010 ELABORAÇÃO DE PROJETOS ELABOR-AÇÃO: palavra-latim-elabore preparar, formar,ordenar AÇÃO: atuação, ato PRO-JETOS: palavra-latim-projetus

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s.

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s. Bom dia a todos e a todas, Não é difícil apontar vantagens económicas às medidas de gestão empresarial centradas na igualdade de género. Em primeiro lugar, porque permitem atrair e reter os melhores talentos;

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HUCAM-UFES PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HUCAM-UFES PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 11.16 do Edital de Abertura nº 04/2013 da EBSERH/HUCAM-UFES, interpostos

Leia mais

Comentários sobre questões passíveis de recurso da prova de Contabilidade Concurso: Auditor-Fiscal do Município de São Paulo ISS 2007

Comentários sobre questões passíveis de recurso da prova de Contabilidade Concurso: Auditor-Fiscal do Município de São Paulo ISS 2007 1 INTRODUÇÃO...1 2 QUESTÃO 06 PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL RESULTADOS NÃO REALIZADOS CABE RECURSO....2 3 QUESTÃO 07 PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS, RECEBIMENTO DE DIVIDENDOS DE INVESTIMENTOS

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Questões sobre o tópico Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Olá Pessoal, hoje veremos outro

Leia mais

LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i. Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática.

LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i. Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática. LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática. Justificativa A Matemática faz parte do cotidiano das pessoas. Nas diversas atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER Língua Portuguesa Questão 02 A questão dois aborda o item 2.1. do Programa: referência. É correta a alternativa (E). Tanto o termo holandês (linha 21) como o termo primatólogo (linha 31) se referem a Frans

Leia mais

Erros mais freqüentes

Erros mais freqüentes Lição 1 Erros mais freqüentes Extraímos de comunicações empresariais alguns erros, que passamos a comentar: 1. Caso se faça necessário maiores esclarecimentos... Apontamos duas falhas: 1. Caso se faça

Leia mais

Amigos concurseiros, Administração Pública (Banca FGV)

Amigos concurseiros, Administração Pública (Banca FGV) 1 Amigos concurseiros, Tendo em visto a iminência da realização de mais um concurso para a Secretaria de Fazenda do Estado RJ (SEFAZ/RJ), vamos analisar as questões de Administração Pública que caíram

Leia mais

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública.

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública. PROVA DE LEGISLAÇÃO 1 São admitidas como garantias contratuais para as contratações de obras, serviços e compras efetuados pela Administração Pública: I Hipoteca de imóveis. II Seguro-garantia. III Fiança

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Marketing Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Marketing. 1. Introdução Os Projetos

Leia mais

Fundamentos de Teste de Software

Fundamentos de Teste de Software Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas Fundamentos de Teste de Software Módulo 2- Teste Estático e Teste Dinâmico Aula 3 Teste Estático SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. Definição... 3 2. Custo Versus Benefício...

Leia mais

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL COD: NOR 312 APROVAÇÃO: Resolução DIREX Nº 009/2012 de 30/01/2012 NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO 1/17 ÍNDICE

Leia mais

SC Cursos e Treinamentos Ltda. - ME

SC Cursos e Treinamentos Ltda. - ME 1 CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012 PROMOVIDO PELA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE HERVAL D OESTE SC. RECURSOS INTERPOSTOS EM FACE DE QUESTÃO DA PROVA OBJETIVA E DO RESPECTIVO GABARITO PRELIMINAR. Os recursos em

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O Premiação para associações comunitárias, empreendedores sociais, institutos de pesquisa, micro e pequenas empresas, ONGs e universidades sobre Iniciativas Inovadoras em Sustentabilidade R E G U L A M E

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Guia do professor. Introdução

Guia do professor. Introdução Guia do professor Introdução Essa atividade oferece aos professores do Ensino Fundamental II, de Língua Espanhola e de Língua Portuguesa, novos recursos didáticos em forma de módulos, pois eles podem vir

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

A LEI 9.656/98 E O CDC

A LEI 9.656/98 E O CDC A LEI 9.656/98 E O CDC Daniela Maria Paludo 1 A Lei 9656/98 foi elaborada a partir de inúmeras discussões entre entidades de defesa do consumidor, representantes dos planos de seguro saúde, corporações

Leia mais

Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB)

Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB) BANCO CENTRAL DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos

Leia mais

Projeto de Lei n.º 36/2013-L

Projeto de Lei n.º 36/2013-L Projeto de Lei n.º 36/2013-L AUTORIZA A CRIAÇÃO DE UMA CASA DE PASSAGEM PARA MULHERES NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE BARRA BONITA. Art. 1º Fica o Executivo autorizado a criar no âmbito

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR A FAFIPA Fundação de Apoio a Fafipa, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 14.10 do Edital de Abertura nº 02/2011 da Prefeitura Municipal

Leia mais

Processos Gerenciais

Processos Gerenciais UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Processos Gerenciais Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais. 1.

Leia mais

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação.

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Usarei como referência o Gabarito 1. Questão 26 : O Código de Conduta

Leia mais

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo Em Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Sou da Paz., a expressão destacada é a) adjunto adnominal. b) sujeito paciente. c) objeto indireto. d) complemento nominal. e) agente da passiva. 1 Em

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto

Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com PMBoK Organização do Projeto Os projetos e o gerenciamento

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

RECURSOS HUMANOS MÓDULO PRÁTICA TRABALHISTA I

RECURSOS HUMANOS MÓDULO PRÁTICA TRABALHISTA I MÓDULO I ÍNDICE OBJETIVO METODOLOGIA BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA CURRICULUM RESUNIDO DO PROFESSOR CAPÍTULO 1 DIREITO DO TRABALHO Conceitos, Fontes e Convenções...4 Jornada de Trabalho...8 CAPÍTULO 2 REMUNERAÇÃO

Leia mais

TAMANHO DAS FOLHAS - DEMONSTRATIVOS

TAMANHO DAS FOLHAS - DEMONSTRATIVOS TAMANHO DAS FOLHAS - DEMONSTRATIVOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS IFAM CAMPUS HUMAITÁ CURSO DE... NOME DO(A) DISCENTE TÍTULO DA PESQUISA HUMAITÁ AM ANO EM QUE O TRABALHO

Leia mais

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão ISO 9001:2008 Alterações e Adições da nova versão Notas sobe esta apresentação Esta apresentação contém as principais alterações e adições promovidas pela edição 2008 da norma de sistema de gestão mais

Leia mais

UNIVERSIDADE POSITIVO (UP)

UNIVERSIDADE POSITIVO (UP) UNIVERSIDADE POSITIVO (UP) COMISSÃO DE PROCESSO SELETIVO CPS PROCESSO SELETIVO - 2 o SEMESTRE DE 2015-2 a ENTRADA CURSO DE PEDAGOGIA (Graduação Licenciatura) Modalidade Educação à Distância (EAD) EDITAL

Leia mais

MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015

MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015 MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015 AEDS Autarquia Educacional de Salgueiro Fone: (87) 3871 6040 FACHUSC Faculdade de Ciência Humanas do Sertão Central Rua Antônio Filgueira Sampaio, 134 - Salgueiro -

Leia mais

Resumo Aula-tema 02: Fontes, princípios, renúncia e transação do Direito do Trabalho.

Resumo Aula-tema 02: Fontes, princípios, renúncia e transação do Direito do Trabalho. Resumo Aula-tema 02: Fontes, princípios, renúncia e transação do Direito do Trabalho. O propósito dessa aula é reconhecer quais os lugares de onde se originam os direitos trabalhistas, onde procurá-los

Leia mais

Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB

Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB Área Responsável Implantação Preparado por: Leonardo Moulin Franco 27 de maio de 2009 Revisão 00 TABELA DE REVISÃO DESTE MANUAL REVISÃO

Leia mais

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4. Módulo 3 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.3 Exercícios 6.2 Iniciando a auditoria/ 6.2.1 Designando o líder da equipe

Leia mais

NBC TA 501 - APROVAÇÃO. RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.218, de 03.12.2009

NBC TA 501 - APROVAÇÃO. RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.218, de 03.12.2009 NBC TA 501 - APROVAÇÃO RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.218, de 03.12.2009 Aprova a NBC TA 501 Evidência de Auditoria Considerações Específicas para Itens Selecionados. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

CONCURSO PARA JUIZ DO TRABALHO 2012

CONCURSO PARA JUIZ DO TRABALHO 2012 CONCURSO PARA JUIZ DO TRABALHO 2012 SEGUNDA ETAPA PROVA DISCURSIVA As questões que serão abordadas nesta prova foram elaboradas com base no que consta do item 10.1 do Edital do Concurso A primeira parte,

Leia mais

PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual.

PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual. PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Legitimidade - art. 499 CPC: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual. Preposto é parte? Pode recorrer? NÃO.

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Novembro 2014

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Novembro 2014 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Novembro 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL DE MÉDIO PORTE NO BRASIL. Elisabete Maria de Freitas Arquiteta

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA RETIFICADO

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA RETIFICADO O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 12.16 do Edital de Abertura n 04/2015 EBSERH/HU-UFJF, interpostos contra

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo 2014/2015 Ensino Secundário - 1ª e 2ª Fase Disciplina de ESPANHOL (INICIAÇÃO BIENAL) - 375 Informação Prova de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR A AOCP Assessoria em Organização de Concursos Públicos Ltda., no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 15.16 do Edital de Abertura nº

Leia mais

Igualdade de oportunidades e não discriminação: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente

Igualdade de oportunidades e não discriminação: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente Igualdade de oportunidades e não discriminação: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente Laís Abramo Socióloga, Mestre e Doutora em Sociologia Diretora do Escritório da OIT no Brasil Salvador,

Leia mais

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade regulamentar as atividades de propriedade intelectual

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: A questão

Leia mais