Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics. A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics. A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce"

Transcrição

1 Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce Junho 2014

2 Sobre: Generix Group Diagma Generix Group presentation - Confidential document Do not to distribute without Generix Group approval 2

3 Generix Group Diagma Editor de Software focado no ecossistema do varejo > Produtores de bens de consumo, 3 e 4 PL, atacadistas e varejistas e e-commerce. Líder europeu Mais de clientes no mundo 5 filiais Presença em 30 países Receita de 65 M (+/- 200 MR$) Crescimento anual de 15% do SaaS Consultoria francesa especializada em Supply Chain Management e logística > Criada há 40 anos > No Brasil desde 2012 Uma consultoria estratégica, tática e operacional: > Estratégia de distribuição > S&OP, gestão de estoques > Design de CD e melhoria da produtividade > Escolha e implementação de ferramentas (APS, WMS) Uma consultoria que acompanha você do estudo até a implementação 3

4 Usuários & Clientes Generix Diagma 4

5 Objetivos e Conteúdo Mercado e tendências Pontos-chave do e-commerce E-logistics > Recebimento & armazenagem > Planejamento de pedidos e separação de picking > Execução de picking > Packing > Logística reversa > Rastreamento Síntese Perguntas 5

6 Mercado e Tendências 6

7 No Brasil, um forte crescimento nos últimos anos Evolução da quantidade de consumidores que já fizeram uma compra on-line no Brasil (em milhões) 51,3 42,2 17,6 26,4 32 Evolução do faturamento do comércio eletrônico de bens de consumo no Brasil (em bilhões de R$) 34,6 28, ,6 14,8 18,7 22, (previsão) Fonte: Relatório webshopper E-bit 7

8 Os modos de disponibilização dos produtos se diversificam em omni-channel Entrega em domicílio 89% dos internautas franceses recorreram à entrega em domicílio nos 6 últimos meses. 38% dos franceses citam a economia de tempo e dinheiro como uma das motivações para a compra online. 56% dos franceses querem acompanhar seus pedidos em tempo real. Entrega express Um estudo na Grã-Bretanha mostrou que o critério do prazo é o segundo critério mais importante para o fornecimento do produto, depois da gratuidade e antes da escolha dos modos de entrega. Muitas lojas de varejo estabeleceram esse tipo de entrega em suas unidades localizadas nas grandes cidades. Pontos de retirada de produtos 46% dos internautas franceses recorreram à busca em pontos de retirada. A Kiala (rede de pontos de retirada) sofreu um forte crescimento de 47,2 milhões de euros em 2010, ou seja, +40% em comparação a % dos produtos eletrônicos vendidos online são coletados em pontos de retirada. Busca em veículo (drive) 2,3% das vendas de produtos de grande consumo é captada pelo drive na França. 2,3 milhões de famílias francesas utilizam o serviço drive. 40% dos franceses pensam que é mais prático que eles próprios busquem seus mantimentos nas lojas. Retirada na loja 33% dos franceses compram online para buscar na própria loja. 85% dos britânicos se interessam por comprar na Internet e retirar em um ponto de venda próximo de seus domicílios. 43% dos franceses desejam poder retirar na loja o produto comprado online. 8

9 Um loja e-commerce não é somente mais uma loja As questões para desenvolver o relacionamento com o cliente Como o omni-channel pode contribuir para a estratégia da empresa? Quais são as diretrizes da estratégia omni-channel? Qual é o valor agregado pelo omni-channel? Quais vantagens concorrenciais, mercados prioritários, clientes-alvo, posicionamento frente aos pure players? Qual promessa é feita ao cliente (oferta, modo e prazo de entrega, preço, )? Qual é o business model associado? O que ele implementa? Qual o ROI (retorno sobre investimento) esperado? Quais são os impactos sobre a organização (logística, marketing, SI, )? Como se desdobram essas consequências? Qual é o impacto em termos de gestão? Como fazer para que essa atividade não seja vista como uma concorrente pelos responsáveis da rede de pontos de venda? Contribuição à estratégia da empresa Proposta de valor omni-channel Promessas aos clientes Business model Esquema com diretrizes Desdobramentos 9

10 Devolução e custo do frete: critérios-chave de decisão na compra pela internet A possibilidade do cliente devolver um produto comprado é uma vantagem competitiva para a empresa > 40% dos consumidores pensam em trocar o produto comprado > Apenas 30% dos consumidores que tentaram devolver o produto conseguiram sem dificuldades, e metade deles deixou de comprar na internet ou passou a comprar em outra loja O custo do frete se tornará um fator de decisão na compra na internet > Em aproximadamente 50% dos casos, o frete é gratis > Para não ter prejuizo na venda, o ideal é diversificar as formas de entrega. Quanto mais rápida a entrega, mais caro é o frete cobrado 42% 45% 41% 43% 42% 40% 38% 39% 47% 48% 49% 50% 44% Evolução do frete pago no Brasil (em % das entregas) 10

11 Analisar o portfólio e conhecer seus clientes para organizar as operações Tarefas diferenciadas: Preparação de pedidos Embalagem Expedições Transportes Principais decisões: Depósito exclusivo? Automação? Estoques compartilhados? Terceirização? Venda à distância 20M produtos pedidos pacotes/ano pacotes/dia 1,5 kg/pacote Lojas 20M produtos pedidos pacotes/ano 150 pacotes/dia 20 kg/pacote 11

12 Os componentes da e-logistics LOGÍSTICA REVERSA TRACK & TRACE (TRANSPORTE + ARMAZÉM) RECEBIMENTO TRIAGEM ARMAZENAGEM e-logistics PACKING SERVICES MESSAGES PLANEJAMENTO DE PEDIDOS PICK & PACK PICK THEN PACK 12

13 E-logistics Recebimento & Armazenagem 13

14 Recebimento & Armazenagem Princípios Modo Consignado > Itens com alta rotatividade (ofertas ) ou produtos grandes > Conceito Recebimento e armazenagem por etapa Procura automática de armazenagem Scan do produto pela EAN sem imprimir etiqueta de armazenagem Modo Campanha > Recebimento Embalagens heterogêneas Muitas linhas, poucas peças por linha > Conceito Recebimento + triagem por zona/corredor de armazenamento homogêneo Armazenagem por zona/corredor em uma segunda etapa 14

15 E-logistics Planejamento de pedidos e separação de Picking 15

16 Pedidos dos Clientes Gestão do Portfólio Análise do Portfólio Corte dos pedidos para criar ondas de preparação homogêneas para: > Otimizar produtividade de picking Possíveis critérios: peças/pedido, volime e peso, clientes B2B/B2C. > Maximizar as operações de série Possíveis critérios: brindes, papel de presente > Manter níveis de serviço Possíveis critérios: nível de entrega urgente, cliente VIP... Urgente Picking de pedido único Renovar sortimento da loja Pedidos de Kits Peça única e-commerce Picking de pedido único Picking dos componentes do kit Pick then Pack Consolidação picking e triagem Multi peças e-commerce Pick & pack em multi-pedidos picking Análise e agrupamento de pedidos Aplicar critérios de criação de ondas Aplicar estratégia de picking 16

17 E-logística: Gestão de pedidos Critérios de seleção de pedidos específicos (manual ou automático) Volume / peso de pedidos à preparar Número de produtos por pedido Preparação global por transportadora / região / rota de entrega... Peculiaridades do pedido (urgentes, frágil, textil...) 17

18 E-logistics Execução de Picking 18

19 Princípios de processos de picking para e-commerce Combinar os processos com suas restrições de negócios (volumes, perfil de pedidos, prazos curtos ) 1. Global batch picking depois sorting com uso eventual de colméia / esteira / sorter > Alto número de SKU s > E grande número de pedidos > Para picos sazonais > Tempo de picking reduzido ETAPA 1 Picking 1 palete> 300 unidades ETAPA 2 Distribuição 1 célula = 1 pedido ETAPA 3 Embalagem & customização 19

20 Princípios de processos de picking para e-commerce 2. Picking multi-pedidos Pick then pack > Para volumes moderados/temporada de média atividade/ início de atividade > Para tempos de picking muito reduzidos (pedidos são adicionados durante o dia, express...) ETAPA 1 Picking 1 carro = 20 pedidos ETAPA 3 Embalagem & customização _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 20

21 Princípios de processos de picking para e-commerce 3. Global batch picking depois envio de pedidos de uma unidade > Para negócios com alto nível de pedidos de uma peça (>20%) ETAPA 1 Picking 1 palete> 300 unidades ETAPA 2 Embalagem 1 unidade = 1 pedido _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 21

22 Princípios de processos de picking para e-commerce 4. Picking de pedido único > Para pedidos urgentes, fora do comum (produtos muito grandes) _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 22

23 Princípios de processos de picking para e-commerce 5. Pick & Pack > Para volumes pequenos > Pedidos urgentes Favorecer ao máximo o pick & pack quando possível: Reduz a quantidade de manipulação do produto Aumenta agilidade de separação de um pedido ETAPA 1 Picking & Packing 1 caixa = 1 pedido 1 carro = 10 pedidos _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 23

24 Modos de Picking Papel RF Terminals Óculos interativos Voice picking Automação 24

25 Como organizar a área de picking? Por giro, com área densificada para baixo giro. Picking por batch Por universo de venda. Picking por pedido Para achar o mix ideal entre as duas organizações, é necessário conhecer a carteira de pedido, e o cliente 25

26 E-logistics Packing 26

27 Packing Princípios Rastreamento dos meios de embalagens utilizados > Exemplos: envelope plástico, caixa de papelão, plástico bolha, embalagens promocionais, etc. Gestão dos serviços específicos por cliente (via campos definidos no pedido) > Impressão de mensagens do cliente > Instruções especiais (papel de presente, caixa especial ) 27

28 E-logistics Logística Reversa 28

29 Logística Reversa Princípios Dois tipos: RMA e recebimento cego RMA (Return merchandize authorisation) > Interface RMA para o WMS > Verificar a correspondência entre o item físico e o item esperado > Qualificar o retorno > Direcionamento automático do produto para a zona apropriada Recebimento cego > Criação de nota a partir do controle do produto entre: O item físico e O item do pedido original > Qualificar o retorno > Direcionamento automático do produto para a zona apropriada Informar o recebimento de retorno no sistema de back office 29

30 E-logistics Rastreamento 30

31 Rastreamento - Acompanhamento em tempo real das encomendas em curso Mensagens de rastreamento padrão no WMS Pedidos dos Clientes WMS Pedidos em curso Pedidos enviados Pedido manuseado pela transportadora Back & Front Office Acompanhamento Progresso do pedido Transportadora Pedido no ponto de coleta 31

32 CGS Pack e-logística: Rastreamento de pedidos Exemplo de rastreamento de caixa no portal WEB 32

33 Síntese 33

34 Comparação e-commerce X Varejo Serviço Varejo Compra na loja Produtos em estoque E-commerce Compra multi-canais Produtos em estoque e sob encomenda Serviço personalizado Impacto Supply Chain Lead time de preparação Separação por produto Embalagem grande Retorno negociado Pico de atividade D+1 Separação por tipo de pedido Custo do transporte e da embalagem Retorno é um serviço de venda Sistema Abastecimento de Ponto de Venda Produtividade do CD Gestão do estoque muti-canais Agilidade da separação Rastreabilidade Devolução _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 34

35 Perguntas? _GenerixGroup Corporate Presentation _DC/SBR 35

36 Obrigado pela atenção Cindy Rafai Aurélien Jacomy Junho 2014

Webinar TMS. 13 de Março de 2014. Pedro Gordo Supply Chain Business Development. Nelson Marques. TMS Consultant

Webinar TMS. 13 de Março de 2014. Pedro Gordo Supply Chain Business Development. Nelson Marques. TMS Consultant Webinar TMS 13 de Março de 2014 Pedro Gordo Supply Chain Business Development Nelson Marques TMS Consultant 2 Generix Group em resumo Produtor de software para o universo do comércio > Distribuidores e

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO CAFÉ DA MANHÃ 30/04/2014 AGENDA 1. Leroy Merlin Brasil: uma empresa em crescimento 2. A estruturação do Supply Chain Ø

Leia mais

A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN

A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN PALESTRA 0/0/0 I Rua Bela Cintra, 09 Bela Vista 0-00 SÃO PAULO / SP I Tel : + () 09 I contato@diagma.com I www.diagma.com.br

Leia mais

www.transplaylog.com.br

www.transplaylog.com.br Soluções integradas para movimentação dos seus produtos. Ligue pra gente! (11) 3588-6868 / 3983-1793 - E-mail: comercial@transplaylog.com.br www.transplaylog.com.br QUEM SOMOS. A Transplay Logística é

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém Bloco Suprimentos WMS Gerenciamento de Armazém Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo WMS, que se encontra no Bloco Suprimentos. Todas informações aqui disponibilizadas foram

Leia mais

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins Armazenagem & Automação de Instalações Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário - Armazenagem Estratégica - Automação na Armazenagem 2 Armazenagem -

Leia mais

Logistica e Distribuição. Conceito. Nomenclatura dos Operadores Logísticos

Logistica e Distribuição. Conceito. Nomenclatura dos Operadores Logísticos A terceirização de serviços logísticos se constitui uma das Logística e Distribuição novas tendências da prática empresarial moderna, principalmente dentro dos conceitos da Gestão da Cadeia de Suprimentos

Leia mais

Sistemas de abastecimento de pedidos

Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Intelligrated Densidade de separação A Intelligrated usa suas décadas de experiência e centenas de instalações para oferecer as

Leia mais

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes.

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. EMPRESA CRIADA EM 2007, a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. Além de fazer um diagnóstico e sugerir recomendações, a WZ acredita

Leia mais

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 www.brazilpanels.com.br www.abcomm.com.br www.ecommerceschool.com.br Apoio: INTRODUÇÃO A Logística foi escolhida para ser o tema do primeiro estudo

Leia mais

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid Recebimento de NF-e e CT-e Emissão de NF-e, CT-e, MDF-e e NFS-e Integração nativa com o seu ERP Exija a solução que é o melhor investimento para a gestão

Leia mais

estratégias operações

estratégias operações MERCADO FERRAMENTA NECESSIDADE O que é LOGÍSTICA? estratégias Fator de Diferenciação Competitiva Fator de Tomada de Decisão operações Busca pela Excelência na Gestão O que buscamos? EXCELÊNCIA LOGÍSTICA

Leia mais

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009 LOGÍSTICA EMPRESARIAL Rodolfo Cola Santolin 2009 Conteúdo Cadeia de suprimentos Custos Logísticos Administração de Compras e Suprimentos Logística Reversa CADEIA DE SUPRIMENTOS Logística Logística Fornecedor

Leia mais

Startup de e-business terceirização de processos de negócios consolidação estratégias resultados prática, eficiente e segura produto impecável

Startup de e-business terceirização de processos de negócios consolidação estratégias resultados prática, eficiente e segura produto impecável Manual de Bordo e-dealers é uma Startup de e-business, a qual atua através da terceirização de processos de negócios (Business Process Outsorcing), que visem a consolidação de marcas em ambientes digitais,

Leia mais

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA EMPRESA A WZ É UMA EMPRESA de consultoria em logística formada por profissionais com ampla experiência de mercado e oriundos de empresas dos setores varejista, atacadista, distribuidores e industrias.

Leia mais

Armazenagem e Movimentação de Materiais II

Armazenagem e Movimentação de Materiais II Tendências da armazenagem de materiais Embalagem: classificação, arranjos de embalagens em paletes, formação de carga paletizada, contêineres Controle e operação do armazém Equipamentos de movimentação

Leia mais

ALÉM DO BID, COMO REALIZAR COM SUCESSO UM PROJETO DE TERCEIRIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES LOGÍSTICAS

ALÉM DO BID, COMO REALIZAR COM SUCESSO UM PROJETO DE TERCEIRIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES LOGÍSTICAS ALÉM DO BID, COMO REALIZAR COM SUCESSO UM PROJETO DE TERCEIRIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES LOGÍSTICAS CAFÉ DA MANHÃ 17/03/2015 O MERCADO DE TERCEIRIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES LOGÍSTICAS ESTÁ CRESCENDO 14,2% NO BRASIL Top

Leia mais

WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA. Eficiente. Flexível. Confiável.

WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA. Eficiente. Flexível. Confiável. WAMAS SOFTWARE DE LOGÍSTICA Eficiente. Flexível. Confiável. Automação SSI Schaefer: Pensamento Global Ação Local Liderança de mercado A SSI SCHAEFER é uma empresa mundialmente conhecida quando se trata

Leia mais

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente AGRADECIMENTOS! A ABComm agradece o apoio dos mantenedores 2015 METODOLOGIA Foram coletados 451 questionários válidos no campo

Leia mais

Introdução e Planejamento Cap. 1

Introdução e Planejamento Cap. 1 BALLOU, Ronald H. Gerenciamenrto da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2006 Introdução e Planejamento Cap. 1 Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@fae.br L

Leia mais

Marcelo José de Sousa, diretor de logística da TGestiona, fala sobre e-commerce

Marcelo José de Sousa, diretor de logística da TGestiona, fala sobre e-commerce 21 de Julho de 2009 Marcelo José de Sousa, diretor de logística da TGestiona, fala sobre e-commerce A Internet, já há algum tempo, é parte integrante da vida de muitas pessoas, que passam horas conectadas

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP Sistemas de Informação Sistemas Integrados de Gestão ERP Exercício 1 Um arame é cortado em duas partes. Com uma das partes é feito um quadrado. Com a outra parte é feito um círculo. Em que ponto deve ser

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Logística. E-commerce

Logística. E-commerce Logística E-commerce Eduardo Ramos de Carvalho Gestor de e-commerce em Projetos, Comercial e Operações. Formado em Comunicação, se especializou em e-commerce na ESPM e cursa MBA (Gestão Estratégica e economica

Leia mais

Engenharia de Vendas Online

Engenharia de Vendas Online ECOMMERCE SCHOOL Fundada em junho de 2007, com o objetivo de ser um centro voltado para o desenvolvimento de profissionais de Internet, reunindo parcerias com escolas de excelência e importantes centros

Leia mais

COMO MONTAR UMA LOJA VIRTUAL DE SUCESSO?

COMO MONTAR UMA LOJA VIRTUAL DE SUCESSO? COMO MONTAR UMA LOJA VIRTUAL DE SUCESSO? ALEXANDRE SONCINI - @ASONCINI DIRETOR DE VENDAS E MARKETING DA VTEX.COM.BR ALEXANDRE.SONCINI@VTEX.COM.BR COMO QUEBRAR UMA LOJA VIRTUAL? E, COMO NÃO QUEBRAR? Montando

Leia mais

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Pós-Graduação Latu-Sensu em Gestão Integrada da Logística Disciplina: TI aplicado à Logística Professor: Mauricio Pimentel Alunos: RA Guilherme Fargnolli

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade III DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Canais de distribuição Canal vertical: Antigamente, os canais de distribuição eram estruturas mercadológicas verticais, em que a responsabilidade

Leia mais

Introdução e Planejamento Cap. 1. Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br

Introdução e Planejamento Cap. 1. Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br BALLOU, Ronald H. Gerenciamenrto da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2006 Introdução e Planejamento Cap. 1 Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

SISTEMAS DE ORDER FULFILLMENT REAL TIME SOLUTIONS

SISTEMAS DE ORDER FULFILLMENT REAL TIME SOLUTIONS SISTEMAS DE ORDER FULFILLMENT REAL TIME SOLUTIONS Sistemas de Order Fulfillment Real Time Solutions Atualmente, a operação de order fulfillment desempenha um papel primordial na cadeia de abastecimento

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação Gestão da Tecnologia da Informação A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA. Marinalva R. Barboza

Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA. Marinalva R. Barboza Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA Marinalva R. Barboza Definição do conceito de logística e evolução Logística tem origem no idioma francês Logistique se define de forma militar sendo uma parte estratégica

Leia mais

Dick s Sporting Goods

Dick s Sporting Goods Dick s Sporting Goods Atualizações no sistema de seleção e de esteira transportadora dão à Dick s uma margem competitiva automação que traz resultados Atualizações no sistema de seleção e de esteira transportadora

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos:

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos: Varejo e-commerce A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências e

Leia mais

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente.

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Logística Integrada Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Ballou (1993) Fonte: BALLOU, R. H. Logística Empresarial.

Leia mais

Armazenagem. Por que armazenar?

Armazenagem. Por que armazenar? Armazenagem Introdução Funções da armazenagem Atividades na armazenagem Objetivos do planejamento de operações de armazenagem Políticas da armazenagem Pilares da atividade de armazenamento Armazenagem

Leia mais

Plataformas de Comércio Eletrônico

Plataformas de Comércio Eletrônico Plataformas de Comércio Eletrônico Plataforma de Ecommerce O sistema responsável pelo gerenciamento e visualização da loja na Web. É o sistema que nos possibilita criar a loja virtual e também gerenciá-la,

Leia mais

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Informática Aplicada a Logística Profº Breno Amorimsexta-feira, 11 de setembro de 2009 Agenda

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.maissolucoeslogisticas.com.br

APRESENTAÇÃO. www.maissolucoeslogisticas.com.br APRESENTAÇÃO www.maissolucoeslogisticas.com.br Acreditamos que as pequenas e médias empresas de transporte, armazenagem, operadores logísticos e empresas de e-commerce podem ter processos eficientes, uma

Leia mais

Logística e Administração de Estoque. Definição - Logística. Definição. Profª. Patricia Brecht

Logística e Administração de Estoque. Definição - Logística. Definição. Profª. Patricia Brecht Administração Logística e Administração de. Profª. Patricia Brecht Definição - Logística O termo LOGÍSTICA conforme o dicionário Aurélio vem do francês Logistique e significa parte da arte da guerra que

Leia mais

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza Prova 1 09 de Maio de 2013 Nome: 1ª QUESTÃO (1,0) Segundo os dados divulgados pela ood and Agriculture Organization (AO, 2011) sobre as exportações brasileiras, em

Leia mais

Paletizadoras e despaletizadoras

Paletizadoras e despaletizadoras Paletizadoras e despaletizadoras Paletizadoras e despaletizadoras Intelligrated Com sua marca de equipamentos Alvey, a Intelligrated tem mais de 60 anos de experiência em soluções essenciais de paletização

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR

Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR Agenda 3 Nosso Posicionamento 5 Muito prazer, nós somos a TopDeals 7 O que oferecemos? 8 Nossos diferenciais

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM WMS WAREHOUSE MANAGEMENT SYSTEM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM/DEP M/DEPÓSITO WMS Software de gerenciamento de depósito que auxilia as empresas na busca de melhorias nos

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

A Gestão do estoque e do abastecimento é o pulmão de qualquer operação de e-commerce

A Gestão do estoque e do abastecimento é o pulmão de qualquer operação de e-commerce Guia de estudos sobre Estoque & Abastecimento Produzido entre 28 de janeiro e 10 de fevereiro de 2012, pelo Projeto E- Commerce Brasil Mais informações em: www.ecommercebrasil.com.br A Gestão do estoque

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect)

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect) Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Logística empresarial e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Conceitos avançados da Logística com foco na TI Disciplina: Tecnologia da Informação (TI) Aplicada à

Leia mais

Aula 2º bim. GEBD dia16/10

Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Compras e Manufatura (produção) O ciclo de compras liga uma organização a seus fornecedores. O ciclo de manufatura envolve a logística de apoio à produção. O ciclo de atendimento

Leia mais

28/08/2015. e-business. Reflita...

28/08/2015. e-business. Reflita... e-business Reflita... 1 Você topa um desafio? Desafio A Universidade dos Negócios é uma empresa jovem na área de Cursos e Treinamentos, consultoria empresarial e palestras. Ela agrega, através de agenciamento,

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

Recursos Humanos Prof. Angelo Polizzi. Logística Empresarial e Sistema Integrado. Objetivos do Tema. Logística

Recursos Humanos Prof. Angelo Polizzi. Logística Empresarial e Sistema Integrado. Objetivos do Tema. Logística Recursos Humanos Prof. Angelo Polizzi e Sistema Integrado Objetivos do Tema Apresentar: Uma visão da logística e seu desenvolvimento com o marketing. A participação da logística como elemento agregador

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA Importância da Logística O lugar da Logística nas Empresas A logística diz respeito à criação de valor; O valor em logística é expresso em termos de tempo e lugar. Produtos e serviços

Leia mais

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais.

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Nós amamos e-commerce! f emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Além do e-commerce full service, na emarket você

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing Questão 01: (ENADE 2009): Um fabricante de sapatos pode usar a mesma marca em duas ou mais linhas de produtos com o objetivo de reduzir os custos de

Leia mais

O que é ERP e suas vantagens

O que é ERP e suas vantagens Sistema 8Box ERP O que é ERP e suas vantagens Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e

Leia mais

Muitos varejistas têm adotado o uso de marketplaces como canais de venda adicionais às suas lojas virtuais já consolidadas.

Muitos varejistas têm adotado o uso de marketplaces como canais de venda adicionais às suas lojas virtuais já consolidadas. Os marketplaces são um modelo de e-commerce em que empresas comercializam seus produtos através de um site com grande fluxo de visitas e uma marca conhecida. Muitos varejistas têm adotado o uso de marketplaces

Leia mais

seguir. Este artigo visa esclarecer as principais dúvidas sobre o cadastro de produtos no comércio eletrônico.

seguir. Este artigo visa esclarecer as principais dúvidas sobre o cadastro de produtos no comércio eletrônico. OHá endereçamento muitas particularidades de estoque que éenvolvem uma forma o de identificar onde cadastro um de produto produtos estáno localizado comércio dentro eletrônico, de umque armazém, almoxarifado

Leia mais

Resultados da Pesquisa

Resultados da Pesquisa Resultados da Pesquisa 1. Estratégia de Mensuração 01 As organizações devem ter uma estratégia de mensuração formal e garantir que a mesma esteja alinhada com os objetivos da empresa. Assim, as iniciativas

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração Módulo de Gestão de Materiais ACI Atividade Curricular Interdisciplinar Prof. Marcus Fontes

FTAD Formação Técnica em Administração Módulo de Gestão de Materiais ACI Atividade Curricular Interdisciplinar Prof. Marcus Fontes FTAD Formação Técnica em Administração Módulo de Gestão de Materiais ACI Atividade Curricular Interdisciplinar Prof. Marcus Fontes AULA PASSADA: GESTÃO DE COMPRAS: PROCESSOS DE FORNECIMENTO UMA REVISÃO

Leia mais

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato ÍNDICE Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato Apresentação do produto O Mobilize é uma solução mobile modular para

Leia mais

POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS?

POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS? POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS? SAMUEL GONSALES Analista de Sistemas MBA em Gestão de Negócios PÓS em Sistemas Integrados de Gestão. Gerente de Produtos e-commerce responsável

Leia mais

ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES

ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES Segmento DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES No subsegmento de atacadistas e distribuidores, comprar e vender com a melhor margem e rentabilidade é fundamental. Por isso, a TOTVS oferece

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento Logístico Gerenciamento Logístico A missão do gerenciamento logístico é planejar

Leia mais

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins Logística Integrada Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística Bases da Logística Integrada Conceitos

Leia mais

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br Nosso método de trabalho foi criado para atender VOCÊ A WISSEN CONSULTING têm como compromisso ajudá-lo a alcançar o sucesso na implementação de ferramentas de gestão e colaboração para que você possa

Leia mais

Transformar adversidade em oportunidade.

Transformar adversidade em oportunidade. $ Transformar adversidade em oportunidade. Com uma metodologia 360º, juntamos diferentes expertises em um processo otimizado e eficiente de trabalho para ouvir as necessidades de nossos clientes e de seus

Leia mais

Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos

Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos 2 SISTEMA DE INFORMAÇÕES EM LOGÍSTICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EM LOGÍSTICA RODA Sociedade de Sobrevivência (troca de mercadorias) Poder: Monopólio de Mercadorias

Leia mais

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02 Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Introdução A informação sempre foi importante, essencial mesmo,

Leia mais

CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999)

CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999) CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999) INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. SERVIÇOS LOGÍSITICOS 3. O CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSITICO 3.1 DEFINIÇÃO 3.2 CARACTERIZAÇÃO DE OPERADOR LOGÍSTICO 4. DEFINIÇÕES

Leia mais

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil 1 Plano Estratégico do Comitê -o que? (disseminação do conhecimento) -

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS ERP NO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO E-COMMERCE

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS ERP NO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO E-COMMERCE A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS ERP NO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO E-COMMERCE SAMUEL GONSALES Gerente de Produtos e-commerce na Millennium Network. Professor no Grupo CETEC (ETEP, BILAC, FAATESP e IBTA). Especialista

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

O que é a BuenitStore

O que é a BuenitStore O que é a A é a plataforma desenvolvida pela Buenit para projetos de comércio eletrônico, baseada no modelo SaaS, onde é possível criar lojas virtuais de forma rápida, prática e funcional, com foco total

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMPRAS COMO VANTAGEM COMPETITIVA PARA SEU E-COMMERCE

PLANEJAMENTO DE COMPRAS COMO VANTAGEM COMPETITIVA PARA SEU E-COMMERCE PLANEJAMENTO DE COMPRAS COMO VANTAGEM COMPETITIVA PARA SEU E-COMMERCE SAMUEL GONSALES MBA em Gestão de Negócios e PÓS em Sistemas Integrados de Gestão (ERP). Gerente de Produtos e-millennium. Professor

Leia mais

Comércio Eletrônico em Números

Comércio Eletrônico em Números Comércio Eletrônico em Números Evolução do E-commerce no Brasil 23 milhões é um grande número. 78 milhões 23 milhões Enorme potencial de crescimento no Brasil Mas fica pequeno se comprarmos com o número

Leia mais

webba PLATAFORMA DE ECOMMERCE

webba PLATAFORMA DE ECOMMERCE A EMPRESA A Webba foi fundada em 2008 com foco em soluções para que nossos clientes possam vender mais e melhor, amamos trabalhar com e-commerce, mais que desenvolver softwares nós desenvolvemos soluções

Leia mais

VOLUME Mala Direta e-book Postal

VOLUME Mala Direta e-book Postal VOLUME 7 Mala Direta e-book Postal Parceria que fortalece as micro e pequenas empresas Mala-direta é a propaganda impressa preferida do varejo. Fonte: Valor Econômico - Linear Clipping, 29/08/2014 - Edição

Leia mais

Os produtos da Royal 4 têm como base as ferramentas PROGRESS, banco de dados e linguagens de quarta geração (4GL), bastante atuais e abertas.

Os produtos da Royal 4 têm como base as ferramentas PROGRESS, banco de dados e linguagens de quarta geração (4GL), bastante atuais e abertas. Nos mais de 16 anos passados desde sua fundação, Royal 4 tem disponibilizado soluções de software empresariais para companhias de médio e grande porte dos segmentos de manufatura, varejo, atacado e distribuição.

Leia mais

Nas áreas urbanas, 44% da população está conectada à internet. 97% das empresas e 23,8% dos domicílios brasileiros estão conectados à internet.

Nas áreas urbanas, 44% da população está conectada à internet. 97% das empresas e 23,8% dos domicílios brasileiros estão conectados à internet. Algumas pesquisa realizada recentemente, revelaram resultados surpreendentes sobre o uso da Internet nas empresas no Brasil. Neste artigo interpreta alguns dados e lhe revela as soluções que podem ajudar

Leia mais

WMS On Demand. Facilidade de acesso e flexibilidade

WMS On Demand. Facilidade de acesso e flexibilidade Facilidade de acesso e flexibilidade Os utilizadores do armazém acedem aos servidores WMS On Demand do Generix Group por uma conexão simples e segura. Utilize esta aplicação em qualquer momento e lugar

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ... lembrando Uma cadeia de suprimentos consiste em todas

Leia mais

Sistemas de esteiras transportadoras de paletes

Sistemas de esteiras transportadoras de paletes Sistemas de esteiras transportadoras de paletes Sistemas de esteiras transportadoras de paletes Intelligrated A Intelligrated oferece uma linha completa de sistemas de esteiras transportadoras de paletes

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA:

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: Prof. Jean Cavaleiro Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Introdução Entender a integração logística. A relação produção e demanda. Distribuição e demanda. Desenvolver visão sistêmica para

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MODELOS DE NEGÓCIO WEB

GESTÃO FINANCEIRA PARA MODELOS DE NEGÓCIO WEB GESTÃO FINANCEIRA PARA MODELOS DE NEGÓCIO WEB Volume 1 Ecommerce Software as a Service Produzido por: www.syhus.com.br www.ideationbrasil.com.br Escrito por: Cristiano Freitas Tomás Lima Setembro 2014

Leia mais